Page 1

www.cdlanapolis.com.br

Ano XII - NĂşmero 34 - Outubro / 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 1

06/10/2014 07:35:10


CDL_anapolis_setembro_2014.indd 2

06/10/2014 07:35:12


PALAVRAS DO PRESIDENTE

Comércio anapolino pode driblar a crise

O

Consumidor e empresário estão cautelosos – há crescimento, mas um crescimento contido

rimeiro semestre deste ano foi marcado pelo grande evento realizado no Brasil – a Copa do Mundo. Com ela, as expectativas iniciais eram positivas para o varejo no país, mas grande parte do setor temia um desgaste na economia brasileira, que poderia levar a sérias consequências – um cenário já observado neste segundo semestre.Pra se ter uma ideia, de acordo com levantamentos do IBGE, a diminuição dos dias úteis com a realização daCopa do Mundo impactou as vendas do comércio, principalmente móveis, combustíveis, livros e eletrodomésticos. Diante desse cenário, a economia encolheu 0,6% no segundo trimestre. Com dois Reinaldo de Castro Del Fiaco trimestres seguidos de resultado negativo, conPresidente sidera-se tecnicamente que o país está em reCDL Anápolis cessão. De acordo com dados divulgados pela imprensa nacional, isso não acontecia desde a crise financeira global de 2008 e 2009, e em consequência disto o que foi observado na pesquisa é que o consumidor e o empresário estão cautelosos – há crescimento, mas um crescimento contido. Mesmo assim, para o quarto trimestre, considerando que o nosso papel como representante do movimento lojista em Anápolis é estimular os empresários,estaremos buscando estratégias para driblar a situação de forma a amenizar as perdas para o setor, através de novos movimentos a favor da classe, como o que já conquistamos com a sanção da nova lei que amplia o Simples Nacional. Esta foi uma vitória do movimento lojista em prol de nosso empresário. Como esta ação, outras estão sendo articuladas em prol do lojista. Acreditamos que o comércio anapolino, mesmo com a colocação negativa da economia estampada pela imprensa nacional, tem condições de superar este momento com as datas sazonais que se aproximam; o Dia das Crianças e o Natal – data mais aguardada pelo setor. Neste contexto, deixamos à disposição dos nossos associados e de toda a sociedade, os nossos serviços, ferramentas, dicas e o comprometimento de busca de novas estratégias que venham driblar este momento crítico da economia de nosso país.

Outubro 2014 · O LOJISTA · 3

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 3

06/10/2014 07:35:14


FUNDADA EM 20 DE SETEMBRO DE 1962

Presidente Reinaldo de Castro Del Fiaco 1º Vice-presidente Marcos Aurélio Rodovalho 2º Vice-presidente Olívio Porto Lima Diretores Luiz Pereira da Costa Diretor Secretário lan Moreira Silva Diretor Secretário Adjunto Air Ganzarolli Diretor Financeiro Orival Rodrigues Jardim Diretor Financeiro Adjunto Venceslau Bizinoto Diretor Social Wilmar Jardim de Carvalho Diretor Comercial Janilson Dutra Fonseca Diretor de Patrimônio João Itagiba Nunes Júnior Diretor da Escola de Varejo Maria Dinalva Diretora de Convênios Makário Luiz Orozimbo Diretor de Informática Enival Ferreira de Souza Diretor de Relações Públicas Iraci Custodio Ribeiro Diretor de SPC Conselho Fiscal Ernesta Maria de Alcântara João Batista de Souza Wanderley Camargo O LOJISTA

A

cada novo ano, importantes ações são desenvolvidas garantindo a credibilidade e o sucesso da Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis - CDL. Nesta edição Especial, daremos ênfase à comemoração dos 52 anos da entidade, comemorado no dia 20 de setembro – trajetória de conquistas em prol do lojista anapolino. Este é um momento que vale relembrar um pouco da sua história –um orgulho para a atual diretoria e as demais que foram responsáveis pelo sucesso da CDL Anápolis, com a ajuda e comprometimento de vários empresários que mantém a confiabilidade ao longo desses 52 anos. Ainda nesta edição, estaremos trazendo outros assuntos de interesse do empresário anapolino, procurando atender e trazer soluções para os desafios que enfrenta o comércio varejista nos dias de hoje – uma das maiores preocupações da entidade classista representativa.

Jornalista Responsável Ivana Lage - GO 00777 JP Gerência Administrativa-Financeira Flaviana de Jesus Contato Comercial Kleber Palhão Flaviana de Jesus

Boa leitura! Ivana Lage – Editora Geral

Revisão Gênya Capa Márcio Fernandes Diagramação baladera.com.br Fotos Assessoria de Imprensa CDL e Divulgação

Observação: Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores, não expressando necessariamente o pensamento da CDL de Anápolis.

CTP/lmpressão Gráfica Art 3 Tiragem 2.500 exemplares

4 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 4

06/10/2014 07:35:14


CDL_anapolis_setembro_2014.indd 5

06/10/2014 07:35:14


SUMÁRIO ÍNDICE – ANO XII – Edição Nº 34 SETEMBRO de 2014

Destaques

P.3 | Palavras do Presidente P.4 | Editorial P.7 | Opinião Como escolher uma profissão por Luciano Masan P.10 | Empreendedorismo Realizado com sucesso o 10º Salão de Negócios dos Empreendedoresde microcrédito de Anápolis P.14 | Galeria Literária P.16 | Conquista Saiba mais sobre a ampliação do Simples Nacional P.18 | Top de Linha P.20 | Expansão P.24 | Ambiente do Varejo Mulheres saem na frente como empreendedoras de sucesso

P.8 | Capa 52 anos marcados pelo sucesso dos trabalhos desenvolvidos pela CDL de Anápolis

P.26 | SPC Cadastro Positivo - como desburocratizar sua negociação P.30 | Inovação Shopping Virtual é aberto aos lojistas P.34 | Espaço Jurídico O adicional de periculosidade para os motociclistaspor Edson José Teodoro, advogado P.35 | CDL em foco P.38 | CDL Desconto

P.12 | E-COMMERCE Lojas Físicas X E-commerce

P.32 | Convenção

P.40 | Novos associados

6 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 6

06/10/2014 07:35:15


OPINIÃO

Como escolher uma profissão Pessoas que querem iniciar uma carreira ou mudar a atual sofrem com as dores da dúvida e da escolha. Mas, além desse incômodo, é comum sofrerem também, com a dificuldade para encontrar ajuda confiável e superar esta situação. Algum tempo atrás um rapaz me abordou no intervalo de um treinamento e me perguntou como ele poderia escolher o melhor curso para si. Ponderei sobre o que eu poderia fazer por ele e sobre a importância que isso poderia ter em sua vida. Levei em consideração a realidade do mercado que conheço e tudo o que normalmente se diz a respeito da escolha de uma profissão. Diante deste quadro sugeri um caminho pouco convencional, mas que era a melhor colaboração que eu poderia dar naquele momento. O mesmo caminho sugiro a você que está precisando escolher uma área para iniciar sua carreira ou para mudar sua atuação

profissional: 1º – Pense em quanto você quer ganhar quando estiver no auge da sua atuação profissional; 2º – Pesquise e faça uma lista das funções ou profissões que pagam o valor que você quer ganhar; 3º – Escolha dessas funções ou profissões uma em que você gostaria de atuar; 4º - Descubra quais cursos você teria que fazer para atuar nesta área que escolheu; 5º - Vá até as faculdades ou escolas técnicas e converse com os coordenadores, professores e alunos que estiverem nos últimos períodos dos cursos que você listou no passo anterior; 6º - Agora é só escolher o curso de que você mais gostou e se preparar para conquistar a sua vaga. Seguidos estes passos você tem mais do que o direcionamento para saber o que estudar ou em que se formar. Você já tem

um esboço do caminho a seguir em sua carreira. Além disso, certamente aproveitará melhor o curso que decidir fazer do que os outros estudantes que estão ali sem um objetivo claro. Espero que estas dicas lhe sejam úteis e lhe desejo muito sucesso e felicidade!

Luciano Masan é sociólogo com especializações em gestão. Palestrante focado no desenvolvimento e motivação de pessoas. Atua há mais de 14 anos atendendo instituições públicas e privadas.

Para contatos: Luciano@lucianomasan.com.br ou (62) 8412-7665. Outubro 2014 · O LOJISTA · 7

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 7

06/10/2014 07:35:17


CAPA

52 anos marcados pelo sucesso dos trabalhos desenvolvidos pela CDL de Anápolis

A

Câmara de Dirigentes Lo- de criação da entidade. Amadureci- memora 52 anos, a cada ano, prijistas de Anápolis, funda- da a ideia, depois de inúmeras reu- mando pela qualidade nos serviços da em 20 de setembro de niões, foram aprovados os estatu- prestados aos associados. A primeira gestão, para o 1962, em meio a desafios tos e o regimento interno, iniciando e conquistas, descobriu que somen- aí os trabalhos de locação da sede mandato de dois anos, foi do então presidente, Denilson Batista (1962te através da união e determinação e conquista de associados. Com o objetivo de unir uma 1963). Na sequência, os presidené possível se chegar ao sucesso e a credibilidade conquistados nestes entidade operacional (SPC) com ou- tes – Wagner Silva (1963); Nelson tra de caráter classista (Club), a fu- de Abreu (1963/1974); Inácio de 52 anos de existência. Sempre priorizando ações são das duas instâncias se deu em Araújo Godinho (1974/1977); Décio que fizeram desta entidade uma 11 de maio de 1981. A denomina- Porto (1977/1981); Zamir Menecasa democrática, a cada ano, a ção Câmara de Dirigentes Lojistas zes - Interventor (1981); Rui Bueno entidade busca novas ideias e foi instituída somente 32 anos de- Gomes (81/85); Wilmar Jardim de projetos,sempre almejando o be- pois da fundação, em 21 de setem- Carvalho (85/87) e (2005/2010); Iraci Custódio Ribeiro (87/89); nefício geral da comunidade; traba- bro de 1994. José Roberto (89/92), Air Ganzalhandoem prol do comércio e dos consumidores e, envolvida com os Gestões que fizeram a história rolli (92/94) e (2003 – 2004);Élsio Alves (94/96) e (98/99), Roberproblemas sociais da comunidade. da CDL A Câmara de Dirigentes Lojistas de to Naves (96/98) e SultanFaluh Anápolis já passou por quinze diri- (2000/2002); João Itagiba Nunes História Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) gentes e agora, sob a presidência Júnior (2004) e o atual presidente em Anápolis fundado em 20 de se- de Reinaldo de Castro Del Fiaco, na Reinaldo de Castro Del Fiaco (2011 tembro de 1962, levou à iniciativa gestão 2011/2014, a entidade co- - 2014). 8 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 8

06/10/2014 07:35:17


DENISON BATISTA

WAGNER SILVA

NELSON DE ABREU

INÁCIO GODINHO

DÉCIO PORTO

ZAMIR MENEZES

RUI BUENO

WILMAR JARDIM

IRACI CUSTÓDIO

JOSÉ ROBERTO

AIR GANZAROLLI

ELSIO PEREIRA

ROBERTO NAVES

P

SULTAN FALUH

ara organizar e alavancar o comércio da cidade, sempre trabalhando junto dos empresários do município, desde o início, a CDL Anápolis não mediu esforços. Com a criação da sua sede definitiva, luta que iniciou em 1981,foi construídoum moderno prédio próprio, na Rua Conde Afonso Celso – 25, no centro da cidade, ocasião em que aumentaram as condições de efetuar um trabalho ainda mais eficiente – com a prestação de serviços, e as condições de uma maior interação da entidade

JOÃO ITAGIBA

com o associado e com a comunidade. A nova sede gerou vários benefícios; referência para o associado, atendimento com mais qualidade, modernização do sistema de informação, possibilidade de viabilizar novos serviços, interligação nacional do sistema de informações,salas disponíveis para realização de encontros, seminários, cursos e palestras, entre outros que fizeram da entidade a maior referência do empresário lojista da cidade. Hoje, além dos serviços e proOutubro 2014 · O LOJISTA · 9

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 9

06/10/2014 07:35:18


dutos oferecidos pela entidade, dentro das programações anuais, são realizadas palestras de interesse do setor, cursos, ações sociais entre outras iniciativas que vêm estreitar ainda mais o relacionamento filiado/entidade e criar um ambiente de interação para trocas de experiências e conhecimentos. Foco A conquista da credibilidade deu início com um trabalho sério e muito árduo daqueles que abraçaram a causa, tanto que hoje a CDL de Anápolis possui cerca de 1,7 mil associados beneficiados com seus

produtos e serviços; entre eles; o carro chefe da entidade - um centro de informações e crédito ligado ao SPC Brasil. Membro da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Goiás (FCDL) e também da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), a entidade desenvolve várias ações como o Prêmio Mérito Lojista, por exemplo– maior evento do varejo anapolino, onde são premiadas as empresas mais lembradas pelo consumidor de Anápolis. Este ano a entidade realiza a sua 10ª edição, e já aguarda outro grande sucesso e muito gla-

mour. Entre outros serviços prestados pela entidade, além do SPC,a entidade possui aCentral de Cobranças; o CDL Celular; Assessoria Jurídica; Convênios – médicos e odontológicos; Escola do Varejo; Revista “O Lojista” e Portal CDL Anápolis www.cdlanapolis.com.br. E para complementar as ações da CDL/Anápolis, desenvolvendo as mulheres líderes lojistas, foi criada a CDL Mulher – atuação de destaque tanto na entidade, quanto nos negócios e na sociedade em geral, desenvolvendo o espírito de liderança entre suas integrantes.

PARABÉNS CDL ANÁPOLIS A REVISTA “O LOJISTA”,NA COMEMORAÇÃO DOS 52 ANOS DA CDL ANÁPOLIS, RENOVA OS VOTOS DE SUCESSO MÚTUO, VISTO QUE, A INSTITUIÇÃO SE TORNA A CADA ANO MAIS FORTE GRAÇAS AO SUCESSO DOS LOJISTAS E PARCEIROS COMERCIAIS.

ISO 9001: 2008

10 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 10

06/10/2014 07:35:27


4XHPDFUHGLWDVHPSUHDOFDQoD ‘Â?ƒ”‡’ƒ”ƒÂ˜Â‘…²˜ƒ‹Â?ƒ‹•Ž‘Â?‰‡Ǥ &XUVRVGH([FHO$YDQoDGR,QJOrV3KRWRVKRS GHQWUHRXWURVFRP,QtFLRLPHGLDWR ”‡’ƒ”ƒ—”•‘•Âąƒ‡•…‘ŽƒÂ?ƒ‹•’”‡Â?‹ƒ†ƒÂ?‘•‡–‘”†‡‡Â?•‹Â?‘ ’”‘Ƥ••‹‘Â?ƒŽ‹œƒÂ?–‡†‘”ƒ•‹ŽǤÂƒÂ‰Â‘Â”ÂƒÇĄÂƒÂŽÂąÂ?†‡•‡”ƒÂ?‡ŽŠ‘”ǥ –ƒÂ?„¹Â?ÂąƒÂ?ƒ‹‘”†‘Â’ÂƒĂ€Â•Ç¤

&XUVRV

,GLRPDV



 

™™™Ǥ’”‡’ƒ”ƒǤ…‘Â?Ǥ„” ˜Ǥƒ˜‹‡”†‡ÂŽÂ?Â‡Â‹Â†ÂƒÇĄÍ Í ‡Â?–”‘ÇŚÂ?ž’‘Ž‹•ÇŚ Ǥ

www.brasilmateriais.com.br brasil@brasilmateriais.com .br

MATERIAIS PARA CONSTRUĂ‡Ăƒ O Loja I Fone: 062 - 3315-2221 / 3315-222 - Av. Presidente Kennedy nÂş 2730 Loja II Fone: 062 - 3943-2201 / 3943-2202 AV. BRASIL SUL nÂş 55 (Abaixo do Quartel da Policia Militar)

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 11

NĂłs Confiamos em Deus.

06/10/2014 07:35:28


E’COMMERCE

LOJAS FÍSICAS X E-COMMERCE

Vendas online do varejo estão sendo canal com maior taxa de crescimento dos últimos cinco anos, chegando a US$ 600 bilhões, em nível mundial

O

e-commerce foi visto inicialmente, como um rival das lojas físicas. Hoje, por que não dizer – um aliado que promove mais uma opção de venda de seus produtos? O comércio eletrônico vem se expandindo rapidamente nos últimos anos e a previsão é de um crescimento ainda maior, estreitando fronteiras entre o comércio “convencional” e o “eletrônico”. Considerando o assunto de grande evidência hoje, ele foi levado aoBrazilian Rentail Week (BRWeek) – um importante evento do varejo da América Latina, realizado em São Paulo, nos dias 29 e 30 de julho. Dando ênfase às transformações, inovações e tendências do setor e para explicar como proteger o varejo da ruptura de vendas integrando lojas físicas e e-commerce, o palestrante e Diretor de Produtos Cross – Linx, Jean Paul Vieiradá um alerta sobre a venda do e-commerce na loja física: algumas

iniciativas realizadas no Brasil são feitas de forma incorreta, como um segundo terminal de venda. “As regras que são acordadas com os shoppings centers não permitem este tipo de venda”, enfatiza. Na ausência do produto na loja física, o problema pode ser resolvido em um ponto de venda normal, no próprio espaço físico: o estoque

do centro de distribuição fica disponível para o vendedor acessar na tela do computador. Desta forma, o local torna-se vitrine para o e-commerce. O cliente retira a peça disponível na loja e deixa paga a que receberá em casa, pelo e-commerce, ambas na mesma nota fiscal. “Esta é a integração correta do mundo físico e virtual, sem causar ruptura”, finaliza Jean.

PONTO FÍSICO DE COMPRA E PONTO VIRTUAL - É POSSÍVEL EQUILIBRAR ESSA BALANÇA?

12 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 12

06/10/2014 07:35:31


A adoção desse conceito de manter a loja física aliada à loja virtual, O impulso de compra do consumidor consegue ser aproveitado pe- vendas em Anápolis ainda é meio tí- o comerciante foi taxativo;”Com certelos canais digitais? As vendas online do mida. Mas é cada vez mais necessá- za, é uma oportunidade de aumentar varejo estão sendo o canal com maior rio que as empresas prestem atenção consideravelmente sua lucratividade, já taxa de crescimento dos últimos cinco a esse nicho de negócio nos próximos que desta forma podemos atender os anos, chegando a US$ 600 bilhões, em anos. Para o comerciante Joaquim de dois perfis de consumidores”. Oliveira, é uma solução para maior exnível mundial. Conforme afirmou; mesmo Mas o que ainda limita o e- pansão do negócio. Questionado sobre em se tratando de um negócio peque-commerce brasileiro, embora a previ- o m-commerce – “adaptação” do e- no, “manter um e-commerce hoje, é a são é de que a sua participação alcan- -commerce aos smartphones e tablets; recomendação mais acertada para nos o comerciante afirma; “com o aumento mantermos nesse mercado cada vez ce 8%, em 2018. das vendas de smartphones esta tam- mais competitivo”; ressalta. O QUE AINDA LIMITA A ADESÃO AO E-COMMERCE? Segundo estudiosos do assunto, a loja física possui um grande trunfo: lida com a impulsividade do consumidor, e além disso, dá preferência à aquisição do produto na hora da compra – esta é outra estratégia utilizada pelos proprietários de lojas físicas, que ainda está bém é uma grande oportunidade que dando certo. Mas porque não aliar loja físi- nós comerciantes temos que acompaca e loja virtual para as vendas de um nhar” . mesmo estabelecimento? Loja física aliada ao e’commerce? CONVERSANDO COM CLIENTES O comércio eletrônico está criando Ouvindo os diferentes perfis novos hábitos de consumo entre os de consumidores, a revista “O brasileiros, apresentando crescimenLojista” observou que cada um to superior ao do varejo tradicional. O tem necessidades e dúvidas consumidor é atraído pela comodidaespecificas que precisam ser de, facilidade de acesso e pagamenanalisadas pelos lojistas que to, agilidade, variedade de produtos pretendem permanecer no e tantas outras vantagens que o mercado exigido pelo consumeio oferece. midor de hoje, embora muitos Sendo assim, ouvimos consumidores ainda exijam a outro lojista – José Eduardo de experiência pessoal e íntima Arruda, com relação a esta do varejo tradicional. nova realidade. QuestionaANÁPOLIS JÁ ENTRA NESSA REALIDADE do sobre a possibilidade de

Outubro 2014 · O LOJISTA · 13

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 13

06/10/2014 07:35:35


GALERIA LITERÁRIA

Confira as sugestões de leitura para um empreendedor de sucesso Veja uma seleção de obras sobre empreendedorismo, inovação e modelos de negócios

Varejo no Brasil

A

obra aborda a importância crescente que o varejo está assumindo no panorama empresarial no Brasil e no mundo, bem como comenta as principais tendências que vêm impulsionando a transformação desse ramo de atividade.

Marketing Varejo

A

obra habilita o leitor a aplicar técnicas de marketing em sua empresa de varejo, seja ela grande, média, pequena ou micro, e atender aos seus objetivos mesmo diante das dificuldades e crises constantes que permeiam o ambiente econômico brasileiro.

Varejo Para a Baixa Renda

E

sta obra aponta os caminhos para se conhecer melhor e se trabalhar com esse mercado no varejo.

14 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 14

06/10/2014 07:35:36


Administração de Varejo

Gestão de Marcas Próprias

E

objetivo deste livro é apresentar diretrizes que orientam a análise e a tomada de decisão sobre a adoção da estratégia de marcas próprias.Organizado em cinco capítulos, o livro traz exemplos e casos práticos que visam ampliar e facilitar o entendimento.

ste livro enfoca as questões-chaveenfrentadas pelo varejo no novo milênio. Oferece uma abordagem equilibrada para ensino de um curso de varejo introdutório por meio da inclusão de informações descritivas, conceituais e de como proceder de forma acessível.

O

Meu cliente não voltou, e agora?

A

obra traz depoimentos e artigos de vários varejistas importantes, entre eles, o presidente da ABRAS, Fernando Yamada, e os membros do Conselho Consultivo da entidade: Sussumu Honda, Levy Nogueira e João Carlos de Oliveira, atual presidente da GS1 Brasil.

Outubro 2014 · O LOJISTA · 15

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 15

06/10/2014 07:35:36


CONQUISTA

Saiba mais sobre a ampliação do Simples Nacional Alterações terão validade somente a partir de 2015

O

Comitê Gestor do Simples Nacio- dimentos, segundo estimativa do governo nal (CGSN) publicou último dia 08 federal. De acordo com o Serviço Brasileiro de setembro, no “Diário Oficial da de Apoio às Micro e Pequenas Empresas União”, por meio da resolução (Sebrae), o Simples pode gerar uma econo115, parte da regulamentação da “univer- mia de até 40% no pagamento de tributos do de setores”. Atualmente, as secretarias salização” do Simples Nacional - que já foi para as empresas. A opção de empresas da Fazenda dos Estados cobram antecipaaprovada pelo Congresso Nacional e sancio- dos novos setores ora autorizados (novas e damente o ICMS dos produtos adquiridos nada pela presidente Dilma Rousseff, no dia já existentes) poderá ser feita a partir de pelos empreendedores. Isso significa que o empresário paga esse tributo antes mesmo janeiro de 2015. 07 de agosto, no Palácio do Planaldo. Na ocasião, a Câmara de Dirigen- “Para a empresa que contrata MEI [microem- de saber se venderá as mercadorias, explites Lojista de Anápolis (CDL) prestigiou a preendedor individual] para prestar serviços cou o Sebrae. A vigência das alterações na sanção da nova lei, visto que é uma grande diferentes de hidráulica, eletricidade, pintu- substituição tributária, porém, foi estabelera, alvenaria, carpintaria e de manutenção cida somente para 2016. conquista do movimento lojista. Dentre os beneficiados pelo fim De acordo com o governo federal, ou reparo de veículos, extinguiu-se a obrias alterações terão validade somente a par- gação de registro na GFIP e recolhimento da substituição tributária estão os pequetir de 2015 e informou que o restante da da cota patronal de 20%. Todavia, quando nos negócios dos segmentos de vestuário e regulamentação sairá até o final deste ano. houver os elementos da relação de empre- confecções, móveis, couro e calçados, brinCom a universalização ao Simples go, o MEI deverá ser considerado emprega- quedos, decoração, cama e mesa, produtos Nacional, mais de 140 atividades, que não do para todos os efeitos. Adicionalmente, a óticos, implementos agrícolas, instrumenestão atualmente contempladas, poderão LC 123/2006 estabelece que o MEI, a ME e tos musicais, artigos esportivos, alimentos, papelaria, materiais de aderir a esse modelo construção, olarias e de tributação no próxibebidas não alcoólicas. mo ano. O critério geral DE ACORDO COM O PRESIDENTE DA CDL ANÁPOLIS, REINALDO DE C. De acordo com a repara aderir ao Simples EL FIACO, ESTA É MAIS UMA VITÓRIA DO MOVIMENTO LOJISTA COND gulamentação da lei passará a ser o faturado Simples Nacional, QUISTADA ATRAVÉS DA MOBILIZAÇÃO DO SETOR . mento das empresas, haverá um limite extra que pode chegar a até para que as empresas R$ 3,6 milhões por ano. a EPP não podem prestar serviços na mode pequeno porte tenham incentivos para De acordo com o ministro da Se- dalidade de cessão de mão-de-obra”, inforexportar e isso passará a abranger também cretaria da Micro e Pequena Empresa, Gui- mou o Comitê Gestor do Simples. os serviços a partir de 2015. Até o momenlherme Afif Domingos, presente na sanção to, somente as mercadorias estão contemda lei em agosto; para ser do Simples, a Substituição triburária e limite extra pladas no limite extra. “Dessa forma, a emempresa passa a ser vista pelo porte, e não para exportações presa poderá auferir receita bruta anual de pela atividade. “Aumenta o potencial de A nova lei do Simples Nacional disciplina até R$ 7,2 milhões, sendo R$ 3,6 milhões criação e formalização de empresas”, expli- a substituição tributária para os pequenos cou. negócios, isentando algumas atividades. no mercado interno e R$ 3,6 milhões em A ampliação do Simples Nacional Será mantido na substituição tributária, de exportação de mercadorias e serviços”, indeve alcançar mais de 450 mil empreen- acordo com o governo, um “número limita- formou o governo federal.

16 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 16

06/10/2014 07:35:37


E COMPRANDO MAIS R$ 25,00 (vinte e cinco reais) EM PRODUTOS DA LINHA PROMOCIONAL, GANHE MAIS 1 CUPOM.

Sorteio dia: 08/08/2015

Portaria Nº 6-1632/2014 em 29/2014

NAS COMPRAS ACIMA DE R$ 100,00 (CEM REAIS) VOCÊ GANHA 1 CUPOM PARA CONCORRER A UMA HILUX AUTOMÁTICA ZERO Km.

- R. General Joaquim Inácio, 40 Setor Central - Anápolis, Goiás 62

3321 2100

- Av. Tiradentes, 575 Bairro Maracanã - Anápolis, Goiás 62

ACESSE E SAIBA MAIS:

www.florestasupermercados.com.br

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 17

3098 2100

- Av. Comercial, Quadra 26 Lote 01 Parque Brasilia - 2° etapa 62

3317-1355

06/10/2014 07:35:38


TOP DE LINHA

“Tendências 2014/2015 Moda Primavera-Verão”. Sensuais, vigorosas e atraentes, as novas cores do verão 2014-15 prometem revitalizar os seus novos armários, temporada com vibrações novas e modernas. A seguir, apresentamos as mais quentes tendências de cores da nova temporada brilhante.

A roupa é uma extensão da nossa personalidade, é o reflexo do nosso desejo de ser. Ele modula a nossa relação com os outros, a nossa aparência.Em nossa sociedade contemporânea e globalizada, a realidade muitas vezes se mistura com a ficção em nossa vida.

18 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 18

06/10/2014 07:35:40


Calçados para primavera-verão 2014/2015 O solado tratorado aparece com uma espessura fina em modelos abertos ou fechados. Acaba trazendo o universo esportivo para os calçados femininos em tons de branco combinando com neutros e coloridos ou terrosos, realçando as cores dos cabedai

Nem muito baixo, nem muito alto. O Charme da coleção está sob medida para o verão 2015. Conforto!

As franjas continuarão em ascensão, hit total da estação! Franjas por tudo: elas são marca registrada do estilo boho e sempre reaparecem nas produções de verão.

Outubro 2014 · O LOJISTA · 19

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 19

06/10/2014 07:35:40


EXPANSÃO

CDL Celular investe em novas propostas de expansão e qualidade Dois encontros de líderes do CDL Celular traçam perspectivas positivas para o produto já diferenciado

C

onsiderando que a primeira proposta do CDL Celular é proporcionar a forma mais econômica de se comunicar, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis vem apostando neste produto buscando melhor qualidade, maior credibilidade e, consequentemente, uma maior expansão. Com esta proposta, acreditando no sucesso deste produto lançado em Anápolis em 2007, recentemente foi realizado o I Encontro de Líderes do CDL Celular, em Cuiabá-MT. Participaram do encontro; CDL Anápolis (GO), CDL Goiânia (GO), Cdl Campo Grande (MS), CDL

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 20

Cuiabá (MT), CDL Ji-Paraná (RO), CDL – a operadora Claro. Na ocasião, a Manaus (AM), CDL Florianópolis CDL Anápolis fez a entrega de placas a cada representante dasCDLs (SC), CDL Joinville (SC). Representando a CDL de presentes, em agradecimento à Anápolis estiveram presentes; pre- parceria e a credibilidade depositasidente da CDL Anápolis – Reinaldo da no produto que hoje já foi adede Castro Del Fiaco, Diretor Comer- rido pela maioria dos Estados do ciale vice presidente da FCDL/GO – país. A “Tempo Telecom” também Wilmar Jardim de Carvalho e Diretor foi homenageada com a placa em de Informática Makário Orozimbo. reconhecimento ao empenho e deRepresentando a Tempo Telecom, senvolvimento do CDL Celular. Segundo o presidente da com sede em Anápolis – esteve presente o responsável pelo de- CNDL – Roque Pellizzaro, conhecensenvolvimento do CDL Celular – Luís do mais profundamente a operação do CDL Celular, sem dúvida nenhuMiguel Mendes. Vários assuntos foram le- ma as vantagens que ela faz para vantados no encontro, entre eles; a o lojista e a rentabilidade que traz apresentação de uma nova parceira para as entidades. Ficamos muito

06/10/2014 07:35:41


satisfeitos com o que vimos e foi tratado neste encontro e estaremos tentando levar este projeto, após análises ainda serem feitas para todo o Brasil. Parabenizamos à CDL de Anápolis pela iniciativa de reunir tantas CDLs de tamanha relevância em todo o Brasil. Para o presidente da CNDL - Roque Pellizzaro e os presidentes das CDLs másters, conhecendo mais

profundamente a operação do CDL Anápolis pela iniciativa de reunir Celular, sem dúvida nenhuma,são tantas CDLs de tamanha relevância muitas as vantagens que o pro- em todo o Brasil”; conclui. duto traz para o lojista e para as Segundo o presidente da entidades, com a rentabilidadeque entidade em Anápolis, Reinaldo vem fazendo a diferença. “Ficamos Del Fiaco, o CDL Celular é um avanmuito satisfeitos com o que vimos ço em termos de telefonia móvel. e com o que foi tratado neste en- “Esta análise levanta possibilidades contro. Com certeza estaremos ten- de mais investimentos apostando tando levar este projeto para todo num futuro ainda mais promissor o Brasil. Parabenizamos à CDL de para o produto”.

À DIREITA - PRES. DA CNDL - ROQUE PELLIZZARO; AO LADO - PRES. CDL ANÁPOLIS - REINALDO DE C. DEL FIACO; E À ESQUERDA, GESTOR DO CDL CELULAR - LUIS MIGUEL MENDES

Em setembro, Anápolis recebe II Encontro de Líderes do CDL Celular A CDL Anápolis também esteve sediando neste mês de setembro, o II Encontro de Líderes do CDL Celular. Participaram do encontro; o presidente da CNDL - Roque Pellizzaro e os presidentes das CDLsmásters que

aderiram ao produto: CDL Anápolis, CDL Campo Grande, CDL Florianópolis, CDL Goiânia, CDL Cuiabá, CDL Joinville, CDL Manaus e Tempo Telecom - empresa que vem gerindo o CDL Celular. Na oportunidade foram relembradas as conquistas e desafios enfrentados desde a criação do produto, e traçados novos rumos que

garantirão o sucesso neste mercado competitivo – um diferencial em termos de telefonia móvel. Também, foram pontuadas sugestões para alavancar ainda mais o produto, esquematizando possibilidades de uma maior expansão, visto que, hoje o produto já foi aderido por vários Estados do país. Outubro 2014 · O LOJISTA · 21

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 21

06/10/2014 07:35:48


02

03

Foto 2 - Presidente CDL Cuiabá, João Batista Rosa – “O CDL Celular vem sendo uma solução significativa quanto à prestação de serviço para o lojista, com um diferencial espetacular – a sua honestidade nas contas que chegam no final do mês. Com isto, vem sendo a solução para o setor que está cansado de sofrer com este tipo de problema.” Foto 3 - Vice - presidente da CDL de Cuiabá – Ruyter Barbosa – “Este produto que veio beneficiar o lojista , considerando que o diferencial é a segurança de que você vai pagar o que realmente gastou – o maior problema já observado com outras serviços prestados de telefonia móvel.”

04

05

Foto 4 - Presidente CDL Goiânia, Romão Tavares– “Embora estejamos ainda em experiência com o CDL Celular, já que a CDL Goiânia aderiu recentemente ao produto, já pudemos constatar a sua qualidade e credibilidade.” Foto 5-CDL de Campo Grande, Ricardo Ricardo Kuninari – “O CDL Celular é hoje, o melhor produto dentro do mercado e de maior aceitação em termos de telefonia móvel”. Foto 6 - Superintendente da CDL Goiânia, Marco Antonio Milharci – “Em Goiânia, o CDL Celular é quase uma novidade, mas por acreditarmos neste produto, estamos agora investindo em sua expansão na capital. A proposta é que o produto venha representar 20% de nossa receita”.

06

07

Foto 7 - Diretor da CDL Campo Grande – Hermas Renan Rodrigues – “A CDL de Campo Grande foi a primeira a aderir ao CDL Celular, depois de Anápolis. E hoje é a nossa principal receita – graças à qualidade do produto”. Foto 8 - Gerente Comercial da CDL de Joinville – Max Soel da Silva – “A CDL de Joinville veio à região Centro Oeste, aprender como realmente funciona o CDL Celular. Hoje temos um bom número de linhas e o nosso objetivo é que dentro de um ano possamos duplicar este número”. Foto 9 - Diretor do CDL de Florianópolis – Osmar Silveira – “O CDL Celular é mais um produto que faz com que o nosso associado se fidelize à CDL. Assim, consideramos que um produto é muito importante na cadeia produtiva da CDL e do nosso lojista”.

22 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 22

06/10/2014 07:35:52


Foto 10 - Conselheiro Executivo do CDL de Manaus – “Em nosso Estado, o CDL Celular está em evolução, mas com a entrada da Claro, não temos dúvida de que vai deslanchar porque temos certezade de que é um produto competitivo.” Foto 11 – Gestor do CDL Celular, Luís Miguel – Estes dois encontros com as másters – sete Estados, tiveram como objetivo, fazer um alinhamento entre as CDLs e a CNDL objetivando atingir uma expansão maciça, obtendo uma adesão ainda mais forte das demais CDLs. Hoje temos aproximadamente 70 CDLs no projeto e os resultados apresentados nestes encontros foram muito satisfatórios. Já temos 50% das CDLs apostando no produto, tendo o CDL Celular como a primeira receita da entidade e isto é muito bom. Neste contexto, acreditamos que a expansão será ainda mais satisfatória. Temos novidades que estão por vir, entre elas; além da entrada da nova operadora, uma plataforma nova do tele gestor para que os usuários tenham ainda mais gerenciamento, enfim, novos projetos para fortalecer ainda mais o produto em nosso país.

1. 2. 3. 4. 5.

08

09

10

11

Vendedores tecnicamente qualificados;

Várias opções de pagamento;

Diversidade de Produtos;

Últimas tendências do mercado; Pronta entrega.

Corte de chapas Projetos do mobiliário Afiação de ferramentas

Nossos produtos! Toda linha de produtos para fabricação de móveis e materiais para construção civil, como: portas, portais, fechaduras, madeirites, ferragens e ferramentas.

Av. Brasil Norte, 715 Cidade Jardim - 75.080-240 Anápolis-GO

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

(62) 3311-1600

www.compensadosanapolis.com.br

Outubro 2014 · O LOJISTA · 23

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 23

06/10/2014 07:36:00


AMBIENTE DO VAREJO

Por que não fechar a venda?

O

Fechamento é a parte do 2. Vendedores que fazem atendimenprocesso de venda que faz tos, estabelecendo um relacionamento com que a maioria das pes- e sendo prestativos. Mas, por causa de soas não queria ser vende- uma antipatia pessoal por vendedores dor. A verdade é que não ter sucesso e por receio de parecer “do tipo inconé a parte que todos desgostam. Se veniente”, eles deixam que os clientes mais pessoas soubessem que existem decidam tudo por si mesmos, após a outras técnicas para vender além de Demonstração. Este tipo funciona se o ser chato, insistente ou agressivo, mais cliente tomar a iniciativa de comprar. pessoas tentariam fazer o Fechamento. Quando se trata de estilo de atendi- 3. O “esperto” – nenhum relacionamento, parece haver quatro tipos de mento. Depois de dizer “olá”, este vendedores: tipo tenta basicamente fechar a venda. Este é o vendedor que todos detesta1. Atendentes que se limitam a res- mos. ponder perguntas – se questionados. Nenhuma Demonstração, nenhum 4. O profissional que conduz os clienrelacionamento, nada além de serem tes por meio de um processo lógico e, prestativos – se forem solicitados. Não após fazer o trabalho, tenta fechar a se preocupam em fechar a venda: não venda como um resultado natural de faz parte do seu trabalho. um bom atendimento.

Infelizmente, a maioria dos vendedores se encaixa no número 2. Se este for o caso, vale mais ser o “esperto”, porque tentar fechar a venda é sempre melhor do que não tentar.

Em que percorrer a loja irá ajudá-lo?

V

ocê se lembra do primeiro dia em que trabalhou numa loja? Foi muito confuso? Você se sentiu desorientado? Os clientes perguntavam a você onde alguma coisa estava e você se sentiu desamparado, desesperado e perdido? Estes são sentimentos naturais que resultam de não estar familiarizado com o espaço físico da loja, o estoque, as vitrines e a papelada. Depois de algumas semanas, você começou a se familiarizar

re se o gravador está funcionando ancom a loja, e se sentiu muito melhor. Mas a loja muda todo o tem- tes da entrevista, o professor verifica po. Novas mercadorias vêm e vão e as se há provas suficientes para distribuir, vitrines são trocadas. Há uma necessi- o cantor faz um teste de som, e assim dade de acompanhar as mudanças e por diante. E quanto a você? Aparecer continuar a manter o controle sobre a para trabalhar as dez na manhã quando você tem que começar a vender loja. Na maioria das grandes pro- não lhe dará tempo suficiente. Isso fissões, as pessoas fazem uma prepa- pode parecer só um sermão, mas eu ração anterior ao início de seu trabalho. posso lhe dizer o quanto eu já me senO cirurgião confere os bisturis para ver ti perdido por não ter chegado mais se eles estão afiados, o repórter confe- cedo e feito a minha preparação.

24 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 24

06/10/2014 07:36:03


Descubra todas as possibilidades

A

o desenvolver a capacidade de sondar e descobrir por que um cliente deseja determinado produto, você pode aumentar sensivelmente suas chances de satisfazê-lo. Identificar habilmente as razões que determinam uma venda em potencial significa também aumentar a média de itens que você pode vender para cada cliente, num período de tempo menor. Por que a Sondagem – que causa mais dificuldades aos vendedores que qualquer outro passo – é tão crítica? Apesar de querermos acreditar no contrário, um cliente nunca é igual ao outro. Cabe a você como vendedor identificar as diferenças entre os clientes e os itens ou alternativas adequados a cada um. Vamos supor que duas clientes diferentes estejam procurando um casaco. A cliente A está procurando um casaco chique para um evento de gala. A cliente B está procurando um casaco esporte para uma viagem de fim de semana. Ambas estão procurando o mesmo produto, um casaco, mas cla- zer com que os vendedores percam ramente cada uma tem um motivo milhares de dólares em vendas e codiferente. O que acontecerá se você missões, ainda que tenham gasto um fizer a mesma demonstração para as tempo substancial com os clientes. duas? Provavelmente você perderá Alguém pode perguntar: uma venda e talvez as duas. A falta “Você está procurando um casaco?” e de habilidade na Sondagem pode fa- então levar o cliente àcabine de ca-

sacos e começar a Demonstração. É necessário ser um profissional para descobrir as razões pessoais que levaram o cliente a procurar um determinado casaco e fazer com que ele sinta, durante a Demonstração, que aquele produto atende às suas necessidades.

Outubro 2014 · O LOJISTA · 25

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 25

06/10/2014 07:36:04


SPC

Cadastro Positivo como desburocratizar sua negociação Nova ferramenta é a menina dos olhos de ouro do bom pagador

Q

uem não gostaria de adquirir um empréstimo ou um financiamento com maior facilidade e menor burocracia? Este é um dos maiores sonhos do consumidor, e que agora, pode se tornar realidade com a ferramenta que vem trazendo grandes benefícios para o empresário e consumidor – o Cadastro Positivo. A nova ferramenta, Lei Federal 12.414, de 09 de junho de 2011 vem sendo a menina dos olhos do bom pagador. Com ela, este consumidor poderá ser favorecido com a queda dos juros bancários; baseado em algumas experiências obtidas pelo mercado internacional que demonstraram essa queda dos juros com o funcionamento do Cadastro Positivo. O Serviço de Proteção ao Crédito – SPC, através das CDLs de todo o Brasil, está à disposição do consumidor – pessoa física ou jurídica, para fazer a sua adesão.

Faça o seu Cadastro Positivo agora mesmo!

VENHA À CDL ANÁPOLIS E FAÇA O SEU CADASTRO POSITIVO! RUA CONDE AFONSO CELSO, 25 – SETOR CENTRAL. FONE: (62) 3328-0008

26 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 26

06/10/2014 07:36:05


Realizado com sucesso o

10º Salão de Negócios dos Empreendedores de Microcrédito de Anápolis SPC Anápolis participou com a divulgação dos serviços desenvolvidos pela entidade

C

om o apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis, foi realizado entre os dias 22 e 24 de agosto, o 10º Salão de Negócios dos Empreendedores de Microcrédito de Anápolis, no Feirão Coberto da Vila Jaiara. Com o objetivo de divulgar os produtos dos empreendedores que participam do programa Anápolis aCredita, este ano também, houve exposição de produtos e serviços, atrações culturais, praça de alimentação, desfiles de moda e palestras de interesse do setor. No local, o SPC Anápolis participou com um estande, onde foram divulgados os serviços desenvolvidos pela entidade, entre eles; o desenvolvido pelo carro chefe da CDL – o SPC Anápolis. Nesta edição, cerca de 100 microempresas fizeram a exposição dos seus produtos e serviços. As empresas que expuseram os serviços e produtos, utilizam linhas de crédito do Banco do Brasil, Sebrae, Agência de Fomento ou do Centro de Apoio ao Pequeno Empreendedor (Ceape). A iniciativa visa incentivar empresários de micro e pequenas empresas. Outubro 2014 · O LOJISTA · 27

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 27

06/10/2014 07:36:05


No Fujioka da Av. Brasil você compra ar-condicionado muito mais barato.

Ar-condicionado Split LG HW Smile F 220V 33822

™ 9Zhjb^Y^[^XVda$]&#& ™ ;^aigdVci^"WVXi‚g^VhaVk{kZa ™ ;jcd:cZg\nHVk^c\ ™ ?Zi8ddagZh[g^VbZcidg{e^Yd ™ BdYdHaZZeI^bZg,]dgVh ™ BdYdHd[i9gnhjVkZbZciZhZXd ™ 7g^hVCVijgVa"IZXcdad\^V8=6DH

7.500 7IJH

Preço varejo R$ &#&,+!), Preço atacado

Ar-condicionado Split LG HW Smile F 220V

Ar-condicionado Split LG HW Smile F 220V

33819

33825

™ 8^Xad[g^d ™ ;^aigdVci^"WVXi‚g^VhaVk{kZa ™ ;jcd:cZg\nHVk^c\ ™ ?Zi8ddagZh[g^VbZcidg{e^Yd ™ BdYdHaZZeI^bZg,]dgVh ™ BdYdHd[i9gnhjVkZbZciZhZXd ™ 7g^hVCVijgVa"IZXcdad\^V8=6DH

7IJH

Preço varejo R$ &#'('!-) Preço atacado

837,90

à vista

Ar-condicionado Split LG Libero F 220V

Ar-condicionado Split LG HW Smile F 220V

18.000 7IJH

Preço varejo R$ &#-'-!,' Preço atacado

™ 8^Xad[g^d ™ IZXcdad\^Vi^ed/>ckZgiZg ™ ;jcd:cZg\nHVk^c\ ™ ?Zi8ddagZh[g^VbZcidg{e^Yd ™ BdYdHaZZeVi‚,]dgVh ™ I^bZgVi‚')]dgVh ™ BdYdHd[i9gnhjVkZbZciZhZXd ™ IZXcdad\^V8=6DHWg^hVcVijgVa

9.000 7IJH

1.035,90 à vista

™ 8^Xad/[g^d ™ IZXcdad\^Vi^ed/>ckZgiZg ™ ;jcd:cZg\nHVk^c\ ™ ?Zi8ddagZh[g^VbZcidg{e^Yd ™ BdYdHaZZeVi‚,]dgVh ™ BdYdHd[i9gnhjVkZbZciZhZXd ™ IZXcdad\^V8=6DHWg^hVcVijgVa

12.000 7IJH

Preço varejo R$ &#.')!.Preço atacado

1.490,00 1.379,90 à vista

Ar-condicionado para teto LG F 380V 33908

™ ?Zi8ddagZh[g^VbZcidg{e^Yd ™ GZ^c^X^dVjidb{i^Xd ™ 6jidY^V\c‹hi^Xd ™ EgZhhdhiVidYZVaiV ™ 8dbegZhhdg ™ ;aj†YdgZ[g^\ZgVciZ

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 28

7IJH

33887

Preço varejo R$ &#,%-!%) Preço atacado

à vista

12.000

Ar-condicionado Split LG Libero F 220V

33881

33828

™ ;^aigdVci^"WVXi‚g^VhaVk{kZa ™ ;jcd:cZg\nHVk^c\ ™ ?Zi8ddagZh[g^VbZcidg{e^Yd ™ BdYdHaZZeI^bZg,]dgVh ™ BdYdHd[i9gnhjVkZbZciZhZXd ™ 7g^hVCVijgVa"IZXcdad\^V8=6DH

Preço varejo R$ &#()*!*% Preço atacado

943,80

à vista

™ ;^aigdVci^"WVXi‚g^VhaVk{kZa ™ ;jcd:cZg\nHVk^c\ ™ ?Zi8ddagZh[g^VbZcidg{e^Yd ™ BdYdHaZZeI^bZg,]dgVh ™ BdYdHd[i9gnhjVkZbZciZhZXd ™ 7g^hVCVijgVa"IZXcdad\^V8=6DH

9.000

1.550,90 à vista

54.000 7IJH

Preço varejo R$ ,#'(*!,* Preço atacado

4.990,00 à vista

06/10/2014 07:36:06


Ar-condicionado Split Electrolux TE/TI F 220V 33773

Ar-condicionado Split Electrolux TE/TI F 220V

™ 8^Xad[g^d ™ ;jcd9gn ™ Egd\gVbVEgZ[Zg^Yd bdYdVjidb{i^Xd ™ ;jcd:Xd ™ ;jcdAdX` ™ 6jidY^V\c‹hi^Xd ™ I^bZg ™ Hl^c\KZgi^XVaZ=dg^odciVa ™ ;^aigdYZcnadc ™ GZ^c†X^dVjidb{i^Xd

™ 8^Xad[g^d ™ ;jcd9gn ™ Egd\gVbVEgZ[Zg^YdbdYdVjidb{i^Xd ™ ;jcd:Xd ™ ;jcdAdX` ™ 6jidY^V\c‹hi^Xd ™ I^bZg ™ Hl^c\KZgi^XVaZ=dg^odciVa ™ ;^aigdYZcnadc ™ GZ^c†X^dVjidb{i^Xd

9.000 7IJH

Preço varejo R$ &#&..!%% Preço atacado

998

à vista

Ar-condicionado Split Samsung MAX F 220V

12.000 7IJH

1.190

à vista

43273

Preço varejo R$ &#+..!%% Preço atacado

,00

1.490

à vista

,00

4.390

Ar-condicionado Split Samsung MAX F 220V

7IJH

7IJH

™ <{hZXda‹\^Xd ™ H^hiZbVXdbYjeaV[^aigV\ZbJaigV;^aiZg cnadc"JaigV;^aiZg ™ Bai^eaVh[jcZh/kZghVi^a^YVYZeVgVkdX„ ™ GZ^c†X^dVjidb{i^XdZ[jcdAdX` ™ ;jcd9dgb^gZI^bZg ™ 6jid"Y^V\c‹hi^Xd ™ ;jcdYZhjb^Y^[^XVg/gZi^gVVjb^YVYZZmXZhh^kVYdVg ™ ;jcdijgWd/XdbVeZcVhjbidfjZkdX„hZaZX^dcVV b{m^bVeZg[dgbVcXZ

Preço varejo R$ +#*-+!+, Preço atacado

,00

18.000

42556

58.000

33849

Preço varejo R$ &#(..!%% Preço atacado

,00

™ 8^Xad[g^d ™ ;^aigdYZVgVci^"WVXi‚g^V ™ 8dbegZhhdggdiVi^kd ™ ;jcZh:migVh ™ IZgbdhiVid9^\^iVa ™ ;jcZhVjidgZ^c^X^Va^oVd ™ HaZZe ™ IjgWd

Ar-condicionado para teto Electrolux F380 TR

33774

™ 8^Xad[g^d ™ GZkZhi^bZcidVci^WVXiZg^X^YV ™ 6jid8aZVcA^beZoVVjidb{i^XV ™ GZ^c^X^Va^oVdVjidb{i^XV ™ 9Zhjb^Y^[^XVd ™ H^aZcX^dhd ™ BdYdkZci^aVYdg ™ 7g^hVcVijgVa

à vista

24.000 7IJH

Preço varejo R$ '#)..!%% Preço atacado

1.985,40 à vista

SÓ NO FUJIOKA DA AV. BRASIL, VOCÊ ENCONTRA AR-CONDICIONADO MAIS BARATO.

Av. Brasil, lotes 07 a 11, quadra SQ1. Anápolis/GO em frente ao Brasil Park Shopping

(62) 3311-8950

3311-8956

Fujioka Ditribuidor: Ofertas válidas até 11/10/14 ou enquanto durar o estoque no Fujioka Distribuidor da Av.Brasil (Anápolis/GO). Ofertas válidas exclusivamente para as vendas realizadas através do Fujioka Distribuidor da Av. Brasil (Anápolis/GO). Pagamento conforme especificado: Produtos com condições de pagamento em até 30/60/90/120 dias. Consulte taxa de juros. Ofertas passíveis de mudanças. Condição de financiamento exclusiva para compras realizadas mediante apresentação de CNPJ e Inscrição Estadual (Pessoa Jurídica). Crédito sujeito a análise. Pronta entrega conforme disponibilidade de estoque. *Não garantimos disponibilidade de estoque durante toda a validade do anúncio. Todas as compras ou prazos são liberados após aprovação do crédito. PSV apenas uma referência de preços sugeridos ao varejo pelos fabricantes, podendo sofrer variações. Imagens ilustrativas. Demais informações, entre em contato com o Fujioka Distribuidor da Av. Brasil (Anápolis).

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 29

06/10/2014 07:36:23


INOVAÇÃO

Shopping Virtual é aberto aos lojistas

E

O que fazer?

ntra no ar mais um canal de vendas para seus associados Para participar, o lojista preci– Shopping Virtual – oportunidade de abertura da sua “filial sa comprar o ponto virtual, que custa nacional”. A partir de agora, aliado a R$ 2.990 e pode ser pago com uma todos os benefícios oferecidos pela entrada mais quatro parcelas de R$ CDL Anápolis, os seus associados po- 598. Além disso, precisa ser sócio de derão contar com mais uma ferra- uma CDL e pagar mensalidade de R$ 189 a partir de outubro. menta de vendas. O portal conta com a disponiO CDL Shopping funciona como um Shopping Center físico, onde bilidade de produtos de diversas lojas, um grupo de vários lojistas de diver- num mesmo “carrinho” de compras e sos segmentos num mesmo espaço com várias opções de pagamentos. divulgam seus produtos. É a sua vez de acompanhar este mercado competitivo e aproveitar mais esta opção dada pela CDL Anápolis aos seus associados. A partir de agora, o lojista fiO sistema é bastante intuitivo, liado à CDL Anápolis poderá entrar no ranking de competitividade nacional de fácil operação, com guias tutoriais e internacional e, garantindo a credi- e instruções para todos os passos da bilidade e segurança ao realizar suas montagem da loja. Tão logo o lojista tenha decidido pelo investimento compras.

Como montarei a minha loja?

ADESÃO – dando seu “aceite” nas Clausulas Gerais de contratação, ele mesmo vai escolher um “Login” e uma senha, que darão acesso imediato ao Painel Administrativo da sua nova loja do CDL SHOPPING. E nesse Painel Administrativo ele termina a montagem da loja, escolhendo o modelo de loja entre vários disponíveis, cadastrando os produtos com descrição, fotos e preço. A última etapa é a configuração do facilitador de pagamentos, a sua conta MOIP, para poder realizar as vendas e receber. Ao cumprir todas as etapas, a loja estará pronta para vender.

30 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 30

06/10/2014 07:36:28


ESCOLHA O MODELO DE LOJA DE SUA PREFERÊNCIA! Durante 60 dias neste mês de setembro e no próximo, empresas associadas às CDLs de todo o país podem adquirir pontos e instalar suas lojas no portal. Em novembro, ele será aberto para os consumidores fazerem compras virtuais. Em Anápolis, cerca de 1.700 sócios da CDL poderão participar. No Brasil, são mais de 1 milhão de lojistas. De acordo com o presidente da CDL Anápolis, Reinaldo de Castro Del Fiaco, esse é mais um benefício que vem ampliar o leque de alternativas para o lojista anapolino, visto que, o comércio virtual tem expandido dia a dia e tomando proporções que, num futuro bem próximo, será inevitável ignorar esta nova alternativa de vendas.

Como montar? O CDL Shopping vai oferecer vários modelos de lojas, semi prontas, onde você pode customizar algumas partes, como cores e posição da sua marca, por exemplo. Isso tudo sem custo algum extra. Mas,

se você preferir, a seu critério, você pode contratar uma empresa especializada para desenhar a sua loja. E mediante uma taxa extra de customização, você pode montar a sua loja, do seu jeito.

E SE TIVER ALGUM TIPO DE DIFICULDADE NA OPERAÇÃO DA MINHA LOJA VIRTUAL? A OPERAÇÃO DA SUA NOVA LOJA VIRTUAL SERÁ MUITO FÁCIL, MAS CASO O LOJISTA TENHA ALGUMA DÚVIDA, O CDL SHOPPING TERÁ UMA EQUIPE DE SUPORTE TÉCNICO, SEMPRE À DISPOSIÇÃO. ASSOCIADOS CDL ACESSE WWW.CDLSHOPPING.COM E FAÇA A DIFERENÇA!

Top Auto Posto Top Combustíveis e derivados de Petróleo Ltda

topcombustiveis@hotmail.com

Fone / Fax (62) 3099-1085

Av. Brasil Sul, 1000 - B. Batista - Cep 75123-390 - Anápolis - GO Outubro 2014 · O LOJISTA · 31

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 31

06/10/2014 07:36:28


CONVENÇÃO

CDL Anápolis participa da 54ª Convenção Nacional do Comércio Lojista Evento desenvolveu importantes trabalhos: debates e painéis temáticos; seminários e palestras com a participação de grandes nomes do varejo

A

54ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, na Costa do Sauípe, na Bahia fechou com sucesso os trabalho no último dia 20. O evento que deu início no dia 17 de setembro reuniu empresários varejistas de todo o Brasil, incluíndo a comitiva de Goiás formada por aproximadamente 100 pessoas, entre elas; o presidente da FCDL - Melchior Luiz Duarte de Abreu Filho, e o presidente da CDL Anápolis, Reinaldo de Castro Del Fiaco. Também compuseram o grupo goiano; diretores, gerentes e colaboradores da entidade em Anápolis, além de representantes de CDL’s de todo o Estado.

O presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Roque Pelizzaro Júniorabriu, oficialmente, o grande evento nacional com uma frase de grande otimismo - “a história do movimento lojista é sinônimo de sucesso”. Em seguida, expôs a mudança do perfil econômico brasileiro e a necessidade de adaptação do comércio. Conforme disse; é preciso estar atento ao presente e, principalmente, focar em preparação para novas possibilidades. Na oportunidade esclareceu aos convencionais que essas mudanças serão o centro das discussões da convenção. De acordo com o presidente da CDL Anápolis, Reinaldo de Castro

COMITIVA GOIANA NA CONVENÇÃO Del Fiaco, já era esperado esse cenário, mas acreditamos que Goiás está preparado para as mudanças sem saldo negativo.

32 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 32

06/10/2014 07:36:29


Grandes nomes do varejo Mário Ponci, discorrendo sobre o tema A 54ª Convenção Nacional do Comér- “Chili Beans: um case de sucesso”; o cio Lojista desenvolveu importantes professor Renato Benhoeft; Prof. Renatrabalhos: debates e painéis temáti- to Ópice Blum; o escritor carioca Hugo cos; seminários e palestras com a par- Rodrigues; o empresário Luiz Carlos ticipação de grandes nomes do varejo, Batista; e o cineasta, roteirista, escrique deram um show de conhecimen- tor e jornalista – Arnaldo Jabor, falando tos, experiências e motivação para um sobre as Perspectivas para o Brasil. Ao melhor desenvolvimento do setor no falar sobre Perspectivas para o Brasil, Jabor explicou o atraso brasileiro pelo país. Entre os palestrantes estive- patrimonialismo, herdado pelos porram abrilhantando o evento: o econo- tugueses. “Patrimonialismo é quando mista e ex-ministro da Fazenda – Ma- não existe distinção entre o que é púílson da Nóbrega, abordando o tema blico e o que é privado. No patrimonia“Cenário Econômico”; o especialista lismo, o Estado pensa que a sociedade em Marketing e Tecnologia Aplicada – existe em função dele. É preciso curar Marcelo Castro, com o tema “Inovação esse vício no Brasil. É o que explica a e Tecnologia” e a consultora e espe- corrupção: o dinheiro não é de nincialista em varejo – Regiane Romano, guém, então rouba-se”, defendeu. O evento foi encerrado com desenvolvendo o tema ““Inovação no um grande show com a baiana Ivete Varejo”. Também subiram ao palco, o Sangalo, fechando com chave de ouro responsável pelo departamento de a 54ª Convenção Nacional do ComérExpansão e Marketing da Chilli Beans – cio Lojista.

Ouvidoria Unicred 0800 940 0602

é sua

“O BRASIL ESTÁ EM DIREÇÃO À MODERNIZAÇÃO. NÓS BABÁVAMOS NA GRAVATA HÁ 30 ANOS ATRÁS. ESTAMOS NOS TORNANDO OPINATIVOS E ESTAMOS MAIS CIENTES DE COMO SE FAZ A GERÊNCIA DE UMA SOCIEDADE.

A REVOLUÇÃO DIGITAL

MUDOU TUDO E A GLOBALIZAÇÃO DA ECONOMIA MUNDIAL NOS COLOCOU NO MUNDO”; PALAVRAS DO JORNALISTA E CINEASTA

– ARNALDO JABOR.

O Sicoob/Unicred oferece serviços financeiros tradicionais, mas se diferencia por dar ao seu cliente o perfil de dono de seu negócio, ganhando com isso, atendimento diferenciado, melhores taxas e, principalmente, participação nos resultados.

Serviços completos de uma instituição financeira com as vantagens de uma cooperativa que é sua. Assesoria Financeira Câmbio Cartões Conta Corrente Internet Banking Mobile Banking

Investimentos Linhas de Crédito Previdência Produtos Corporativos Seguros Serviços de Malote

Unicred Centro Norte Goiano www.unicredgo.com.br

Outubro 2014 · O LOJISTA · 33

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 33

06/10/2014 07:36:29


ESPAÇO JURÍDICO

O adicional de periculosidade para os motociclistas

C

om o crescimento acelerado obstante, salienta que os empregadodas atividades empresariais, a res devem fiscalizar as condições de procura pelo serviço de trans- trabalho dos seus colaboradores. portes de mercadorias e docu- Apesar da vigência da nova Lei, esta mentos aumentou em grande escala, ainda carece de regulamentação pelo o que ocasionou a exponencial explo- Ministério do Trabalho e Emprego, raração de mão de obra de empregados zão pela qual os empregadores ainda em motocicletas. não estão obrigados a realizar o pagaA utilização desse tipo de mento do referido adicional. serviço se tornou essencial às atividaIsto se deve por força do art. des das empresas e, por conseguinte, 196 da Consolidação das Leis Trabaaumentou o número de tráfegos e lhistas (CLT), cujos efeitos pecuniários também de acidentes de trânsito com decorrentes do trabalho em condições motos. Segundo dados do Ministério periculosas somente serão devidos a da Saúde, a quantidade de mortes por contar da data da inclusão da respecacidente com motos no Brasil aumen- tiva atividade nos quadros aprovados tou 236,5% em 10 anos. pelo Ministério do Trabalho e EmpreVisando à garantia de maior go, através da elaboração do anexo V segurança a esses profissionais, fora da norma regulamentadora (NR-16). editada pelo Congresso Nacional Este instrumento irá definir as situaa Lei nº 12.997/14, publicada em ções que geram direito ao adicional 20/06/2014 para instituir que, é con- de periculosidade, considerado o dissiderada, também, atividade perigosa posto na Lei, evitando entendimentos a exercida por trabalhadores em mo- e interpretações precipitadas sobre o tocicleta, fazendo jus ao adicional de mesmo. 30% sobre o salário recebido. Em síntese, o processo de elaO autor da Lei, senador Mar- boração se inicia pela redação de um celo Crivella, espera que com a me- texto técnico básico, submetido à condida os motociclistas usem o referido sulta pública por 60 dias. Recebidas as adicional para investir em equipamen- contribuições da sociedade, o debate tos de segurança e qualificação. Não é feito por um Grupo de Trabalho Tri-

partite, com participação de trabalhadores, empregadores e governo. Portanto, o pagamento passa a ser obrigatório somente a partir da publicação da regulamentação pelo Ministério do Trabalho e Emprego, o que ainda não ocorreu.

Dr. Edson José Teodoro advogado especialista em Direito do Trabalho, associado do Escritório Naves & Advogados Associados

GOIANIA-GO (62) 3526-5050 - ANÁPOLIS-GO (62) 3328-2218

34 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 34

06/10/2014 07:36:30


CDL EM FOCO

CDL realiza mais um encontro em Caldas Novas

N

o dia 29 de setembro, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis realizou mais um encontro dos funcionários da entidade em Caldas Novas. Anualmente é realizado esse encontro, onde é ministrado um treinamento e desenvolvido várias dinâmicas, incentivando a interação entre os funcionários para um melhor desempenho do trabalho em equipe. Este ano, os organizadores do encontro convidaram dois palestrantes; apsicóloga organizacional e consultora do SEBRAE – Esthersane Amorim e o mágico e palestrante motivacional – Janderson Santos. Estiveram presente prestigiando o encontro; o presidente da CDL Anápolis – Reinaldo de Castro Del Fiaco; diretores – Makário L. Orozimbo, Ian Moreira Silva e Maria Dinalva; e conselheiros – Wanderley Camargo e ErnestaMaria de Alcântara. No sábado à noite foi realizado um bingo – formas saudáveis para descontrair e interagir ainda mais os funcionários – “Família CDL”.

Café com Negócios traz novidades

R

ealizado com grande sucesso, em agosto, na UniEVANGÉLIA; o Café com Negócios, com o apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis – CDL, e a presença do presidente da entidade – Reinaldo de C. Del Fiaco. O evento contou com as participações especiais de embaixadores

do Continente Africano no Brasil e do pesquisador em Tecnologias Assistivas da UNIFESP – Vagner R. dos Santos, e teve por objetivo; promover a integração desses Embaixadores Africanos junto aos Empresários representantes do Governo local. “Relações Culturais, Tecnológicas e Comerciais entre Brasil e Paí-

ses Africanos” foi o tema debatido, na ocasião. De acordo com o presidente da CDL, Reinaldo de C. Del Fiaco, presente no evento, o fórum possibilitou estreitar relacionamentos econômicos, com a visita realizada à prefeitura municipal e ao Distrito Agroindustrial de Anápolis – DAIA. Outubro 2014 · O LOJISTA · 35

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 35

06/10/2014 07:36:32


Câmara Municipal de Anápolis homenageia o administrador em sessão solene

C

âmara Municipal de Anápo- Adm. da UEG – Anápolis – Waldir Rilis, para homenagear os ad- beiro; Presidente licenciado da ACIA ministradores, pelos 49 anos – Luiz Medeiros; Gerente Regional de criação da profissão. A do SEBRAE/Anápolis – Gustavo Tosessão solene presidida pelo vere- ledo, entre outras lideranças, com ador Jean Carlos (PTB), foi realizada o objetivo de mostrar à sociedade no auditório da ACIA - Associação a importância desse profissional na Comercial e Industrial de Anápolis. história do desenvolvimento social e Participaram da sessão; pre- econômico de Goiás e do Brasil. sidente da Câmara de Dirigentes Durante a homenagem, Lojistas de Anápolis – Reinaldo de quinze administradores receberam C. Del Fiaco, presidente do Conselho um certificado da Câmara Municipal, Regional do Administrador – CRA - em reconhecimento aos serviços Samuel Albernaz; Coord. do curso de prestados; entre eles o administra-

dor e presidente da CDL Anápolis – Reinaldo de C. Del Fiaco.

Comentarista Política da Globo News realizou palestra no Ciclo de Seminários

D

ando segmento ao Ciclo a política brasileira desde 1982 e de Seminários realizado atualmente é âncora do programa pelo SEBRAE com o apoio “Fatos e Versões, sobre os bastidoda Câmara de Dirigentes res da política”. O evento, de grande Lojistas de Anápolis – CDL aconteceu interesse, principalmente do empreno dia 03 de setembro, o desenvol- sariado, lotou o Teatro Municipal. vimento de mais um tema de interesse do empresário. Na oportunida- Objetivo de foi explorado o tema “Tendências O Ciclo de Seminários se desenvolpara o Brasil Pós Eleições 2014”. E ve a partir de palestras nas mais dipara desenvolver o tema foi convi- versas áreas do conhecimento. São dada a comentarista política da Glo- seminários de alto impacto comporbonews – Cristina Lobo. tamental para que o empreendedor A palestrante acompanha da micro e pequena empresa con-

siga superar desafios em vendas, mudanças, lideranças, comunicação, superação, excelência e cenário econômico.

(62) 3324-7383 Rua 7 de Setembro, 412-A Centro - Anápolis/GO

(62) 3098-5400 A Melhor rede de Óticas

Avenida Fernando Costa, 299 Jaiara - Anápolis/GO

36 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 36

06/10/2014 07:36:34


Portões Abertos BAAN 2014 é realizado em Anápolis

C

om o apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis, a Base Aérea de Anápolis (BAAN) foi realizado nos dias 13 e 14 de setembro, o Portões Abertos 2014. A programação, teve como principal objetivo permitir à comunidade Anapolina e às demais regiões do Estado conhecer a Unidade Militar e, sobretudo, saber mais sobre sua importância para o Centro-Oeste brasileiro. O evento também ofereceu grande variedade de atrações, incluindo exposições e oportunidades de negócio para empresas locais. Dentro da programação a população pôde conferir; a exposição de

aeronaves, veículos e motocicletas antigos, a mostra nacional de cães de raça, a apresentação da esquadrilha da fumaça, o sorteio de voos panorâmicos, shows culturais, aeromodelismo, plastimodelismo, exposição de produtos e serviços. Este evento contou ainda da Secretaria de Indústria e Comércio do Estado de Goiás; Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Agricultura – Diretoria de Indústria e Comércio; Associação Comercial e Industrial de Anápolis (ACIA); Sindicato do Comércio Varejista de Anápolis (SINCOVAN); Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).

Um evento diversificado Além de ser um evento essencialmente cívico, promovido em uma das maiores e mais avançadas estruturas de proteção e garantia da soberania nacional, o evento tornou-se ao longo dos anos um dos principais e mais aguardados atrativos da Região, fomentando o turismo e dinamizando a economia local. Ele atraiu, durante os dois dias de realização, um público superior a 60 mil visitantes.

Secretário Willian O’Dwyer participa de reunião ordinária na CDL

O

Secretário de Indústria e Comércio do Estado de Goiás – William O’Dwyer esteve na CDL Anápolis participando de uma reunião ordinária, para fazer a entrega doscertificados aos concluintes do último curso realizado na CDL Anápolis, “Plano de Negócios” – pré-requisito para a liberação do Crédito Produtivo. Na oportunidade, o secretário expôs a importância da realização desse curso,que vem capacitar novos empreendedores, ensinando-os a como gerir seu próprio capital através desta parceria da SIC, SEBRAE e CDL. De acordo com o secretário; esses créditos aos “micro produtores” são, na verdade, um meio de incentivar o início de um novo negócio. “Ficamos felizes, porque a cada curso que se conclui abrem-se novos mercados e aumenta a oferta de empregos gerando cada vez mais, riquezas para o nosso Estado e nosso município”; ressalta. Disse ainda, que a ideia do curso surgiu da necessidade do ensino de técnicas para o desenvolvimento de

pessoas na área de empreendedorismo. Por isto, consta em sua programação vários assuntos relacionados à área administrativa de uma empresa – planejamento estratégico, marketing, recursos humanos e viabilidade financeira (cálculo do preço de venda, ponto de equilíbrio, lucratividade, rentabilidade e prazo do retorno do investimento), entre outros. De acordo com William O’Dwyer, já podem ser detectados os resultados positivos dessa iniciativa, com a sequência dos cursos já realizados na CDL. “Vários pequenos empresários já agradecem a oportunidade que tiveram de aquisição de seu primeiro capital, porque quando se fala em empréstimo de bancos é certa a cobrança de juros altíssimos.E com esse empréstimo, o empresário e novo empresário têm um acesso mais direto e mais fácil ao crédito”; diz. Feita a entrega simbólica dos certificados aos concluintes do curso, o secretário finalizou parabenizando e incentivando ainda mais os concluintes

desta nova edição do curso, dando ênfase a fase econômica que o país vem enfrentando e a situação do Estado de Goiás nesse contexto. “Sabemos que a economia em nível Brasil, não vai bem, mas Goiás ainda tem gerado excepcional fonte de emprego. Nós estamos hoje, num patamar otimista na geração de empregos, e eu acredito que esta tempestade que estamos passando aqui é passageira. Teremos algumas consequências, mas Goiás está pronto para enfrentar qualquer tipo de tempestade”. Outubro 2014 · O LOJISTA · 37

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 37

06/10/2014 07:36:37


CDL DESCONTO

Associado CDL é beneficiado com o CDL Desconto O associado CDL terá, em breve, o Cartão de Desconto para utilizaçãoem vários estabelecimentos de Anápolis

N

ovos convênios estão ampliando a gama de benefícios em prol dos associados CDL Anápolis. As novas parcerias vêm facilitar o acesso dos associados a cursos profissionalizantes e de idiomas, academias, restaurantes, planos de saúde, entre

outros. Em breve, o associado da CDL terá ocartão de desconto personalizado - maior facilidade para o acesso junto às empresas parceiras da CDL Anápolis.

Últimas parcerias firmadas: Farmácia Naturalis: 20% de desconto Academia VO2: 10% (Valor da mensalidade com o desconto – R$ 70,00) Academia Fitness Woman: 10% de desconto Academia Hugo Trainer: 20% de desconto na mensalidade (165,00 por R$ 132,00) e,100% de desconto na matrícula Restaurante Sem Limites: 10% de desconto WR Restaurante e Churrascaria Gaucha:15% de desconto Academia M1: 15% de desconto – R$ 85,00 mensais Pizzaria Di Roma: 12% de desconto MindsEnglishSchool: Percentual de desconto, por módulo Floricultura Fiori D’amore: 10% a 15% de desconto Inforseg Tecnologia: 15% de desconto em dinheiro e 10% de desconto no Cartão CEPI AF Sistemas: 38% a 45% de desconto Unimed: Planos empresariais (conforme tabela de planos empresariais em vigor); e plano pessoa física (com desconto de 15% nas mensalidades, desde que comprovado o vínculo com a instituição).

38 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 38

06/10/2014 07:36:38


CDL_anapolis_setembro_2014.indd 39

06/10/2014 07:36:38


FILIAÇÃO

Novos associados do trimestre NOME FANTASIA

ATIVIDADE

NICOLAS SOARES DE MORAES EIRELI COLÉGIO OLIMPO LTDA M J AUTO PEÇAS LTDA GOBRÁS GOIÁS BRASÍLIA COMÉRCIO DE METAIS LTDA M1 SAÚDE LTDA SILMA CÂNDIDA GALVÃO FUNDAÇÃO FREI JOÃO BATISTA VOGEL OFM CREUZILANDRIA CORREA LINDOSO UNIVERSO PRIME ACADEMIA LTDA JOSÉ RAFAEL CÂNDIDO MICHELLE DIENE XAVIER DÉBORA CARDOSO DE SANTANA D‘SABOR INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE BISCOITOS LTDA R G METALÚRGICA LTDA EPP ROBERTO COELHO DA SILVA AMA EMPREENDIMENTOS E PARTICIPACOES LTDA CENTRO FORMAÇÃO DE CONDUTORES BOM JESUS LTDA BULL LOC. DE EQUIPAMENTOS E SERVIÇO DE CONSTRUÇÃO CIVIL LTDA APOIO CONSULTORIA FINANCEIRA LTDA CASA SAO JOSÉ COMÉRCIO DE ALIMENTOS LTDA JL PRODUTOS AGROPECUÁRIOS LTDA OLIVEIRA E FONSECA LTDA MARCELLA REIS PEDREIRO CLÁUDIO LOUZEIRO G. DE OLIVEIRA E ADVOGADOS ASSOCIADOS CENIR DA SILVA CARVALHO WALMIR JOSÉ DA SILVA VISA - VIVEIRO SAKURA LTDA JOSÉ GERALDO LINO DE SOUZA OTONIEL HOUSTON BARROSO V R T COMÉRCIO E SERVIÇOS LTDA OLIVEIRA E JACARANDA LTDA L E M PANIFICADORA LTDA ELETRISON ACESSÓRIOS E SERVIÇOS PARA AUTOS LTDA CRISTIAN COMÉRCIO DE ROUPAS NACIONAIS E IMP.EIRELI BESSA E BESSA DISTRIBUIDORA DE VIDROS LTDA LUCAS TELES DECORACOES E PRESENTES EIRELI ANDREIA CRISTINA MOREIRA DOS SANTOS NOVA CASA DE FERRAGENS LTDA KELLY CHRISTINA ALVES CINTRA FOCO COMUNICACAO LTDA TROPIKOS COMÉRCIO DE CALÇADOS LTDA PANIFICADORA MENDIS E PEREIRA LTDA JR COMÉRCIO DE MADEIRAS E MATERIAIS PARA CONSTRUÇÃO LTDA SM CONFECÇÃO LTDA GLÁUCIA DOMINGOS DA SILVA CARDOSO ANIVALDO EVARISTO DOS SANTOS ALMIRA RODRIGUES DE OLIVEIRA EVA GOMES RODRIGUES ALVES RIOS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA MARIA CLEONICE DE ALMEIDA SILVA LUIS CARLOS PAVÃO BRUNA CAETANO ALVARENGA DOS SANTOS EMPÓRIO COMÉRCIO E DISTRIBUIÇÃO DE ALIMENTOS LTDA ANTONIA CRISTINA BORGES OLIVEIRA SUELITON FURTADO PACHECO MARMORARIA VITORIA LTDA COMÉRCIO DE VIDROS UNIVERSAL LTDA LUDMILLA NUNES DE PAULA PORTAL DA CONSTRUÇÃO LTDA MÔNICA AMORIM JANES ALEXANDRE ALVES VIDRACARIA SALMA DE MELO PAIVA AMÉRICA DISTRIBUIÇÃO DE GÁS LTDA VITÓRIA SERVIÇOS E INFORMÁTICA LTDA RICARDO SILVA CARVALHO PORTO

NOME FANTASIA

ATIVIDADE

MARMORARIA ONIX LOTÉRICA PEDRINHO DO PORTO RICO LTDA COLÉGIO OLIMPO ANÁPOLIS ELIETE DEISE SIQUEIRA MOTOR MASTER GRAFFUS GRÁFICA E EDITORA LTDA GOBRÁS DISTRIBUIDORA FOLHA VERDE DE HORTI FRUTI GRANJEIROS LTDA M1 SAÚDE - ACADEMIA YANDI SIQUEIRA ALVES LOGAL LOCADORA GALVÃO JERONI JORGE MOTA RÁDIO SÃO FRANCISCO JOSÉ PEDRO CAVALCANTE FILHO NATH MODAS TELMO VALE DOS SANTOS PRIME ACADEMIA ELISANGELA FERREIRA DE SENA ROSA SPEEDGAMES ROGÉRIO JOSE NAVES MICHELLE DIENE XAVIER ELAINE MARIA DE JESUS MARIA BONITA MODA FEMININA ENTER 7 ELETRO DIGITAL LTDA D‘SABOR ECATH ENGENHARIA CLÍNICA ASSISTÊNCIA TÉCNICA HOSPITALAR EIRELI NOVA METALÚRGICA CENTRO DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES AB ZENETE CAR LTDA CONFEITARIA PROVISÃO GLEIBES RODRIGUES DE MELO AMA EMPREENDIMENTOS JOSÉ FRANCISCO DE LIMA CFC BOM JESUS REINY MOTA DE BASTOS FERREIRA BULL LOCACAO DE EQUIP. E SERVIÇO DE CONSTRUÇÃO MARIA AUGUSTA MENDES SANTIAGO APOIO CONSULTORIA N. H. PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LTDA CASA SAO JOSÉ WILTON PEREIRA IMÓVEIS AGROSHOW GRÁFICA JD LTDA FERRAGISTA OLIVEIRA LEONARDO GOMES FERREIRA LOLITA FEMININA ALAN LAMOUNIER CLÁUDIO LOUZEIRO ADVOGADOS ASSOCIADOS CELMAX TELECOM ASSESSORIA CORPORATIVA LTDA KIDEIA KIK MARILENE LOPES DA SILVA BARCELOS MINAS ATACADO ELISANDRA PINHEIRO DE ARAÚJO VIVEIRO SAKURA SANTINA ALVES DE ABREU MERCEARIA DO LAR BIOFITUS FARMÁCIA DE MANIPULACAO LTDA HOUSTON DESING MÓVEIS APHRANIO MACHADO SEIXAS JUNIOR E CIA LTDA BRASIL CORREIAS MARMORARIA MARQUES LTDA MW COMÉRCIO DE PEÇAS NOVAS E USADAS JADEILTON JÚLIO UMBELINO HIPER PAN FRANCIELLE BARBOSA DIONÍSIO ELETRISON KEILA CRISTINA MOREIRA BRAZ ÉRICA CRISTIAN - BOUTIQUE J P TEIXEIRA JEANS ELITE GLASS DISTRIBUIDORA PUKCELL ELETRO DIGITAL LTDA LOJAS UNIVERSAL JOSÉ ALMIR BRITO GOMES ANDREIA CRISTINA KÁTIA CASTILHO NOVA CASA DE FERRAGENS LAENE DE SOUZA SANTOS RIBEIRO DELTA ADVOCACIA C E M COMÉRCIO DE MÓVEIS LTDA FOCO INDOOR GLEIBE MARIA DA SILVA TROPIKOS ROSINALDO RIBEIRO DE SOUZA PANIFICADORA MARACANÃ MARTINS E FONSECA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA MADEIRÃO FLÁVIO CORREIA BORGES IPPON SPORTS ELIENE MEIRELES COIMBRA KID MAIS JOSÉ MAURO VILELA NETO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO SANTOS GILMAR MARTINS FONTES ALMIRA CABELEREIRA NILTON CÉSAR ANDRETTA ENTENDE TUDO MATERIAIS PARA CONSTRUCAO EIRELE EVA GOMES RODRIGUES PLANALTO ASSESSORIA E LOJÍSTICA LTDA CONSTRUPISOS RMF COMÉRCIO DE MEDICAMENTOS LTDA NICE INSTITUTO DO CABELO CPMX FOTOCÓPIAS E IMPRESSÕES LTDA GRANJA PAVÃO ELIZANGELA CALDEIRA DA COSTA NAVES BRUNA BIJOUX B.S.PEREIRA ARQ & DESIGNE EIRELI EMPÓRIO RUBI VERMELHO PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LTDA CRISTINA MODAS CENTRO DE ENSINO PRÁTICO LTDA PRIMAVERA VARIEDADES DAVID PALERMO PACHECO MARMORARIA VITÓRIA CHARLES DOS SANTOS VIDRAÇARIA UNIVERSAL ELIENY CÂNDIDA DE OLIVEIRA MALUCLE MODAS RODRIGO DE CARVALHO RODRIGUES OLIVEIRA PORTAL DA CONSTRUÇÃO FLEUZINA SARDINHA MOREIRA MÔNICA AMORIM ESCOLA VOVÓ ARTIMAN LTDA VIDRAÇARIA DINÂMICA CATARINA SILVEIRA DE MESQUITA OLIVEIRA & CIA LTDA S.M.PAIVA COSMÉTICOS - ÁGUA DE CHEIRO ELANE MARIA MACEDO SILVA AMÉRICA DISTRIBUIÇÃO DE GÁS ROSILENE ROSA DE OLIVEIRA MASTER SHARP ELETRÔNICOS E INFORMÁTICA RICARDO SILVA CARVALHO PORTO

LOTÉRICA PEDRINHO DO PORTO RICO ASSADOS FOLGA DA COZINHA GRAFFUS DISTRIBUIDORA FOLHA VERDE ELCOR IMÓVEIS VESTE ANJO SEB MULTIMARCAS ODONTO VALE BY ELY NAVES COMUNICAÇÃO VISUAL SEDUÇÃO MODA ÍNTIMA ENTER 7 TECNOLOGIA ECATH CENTRO DE FORMAÇÃO COND.AN ZENETE CAR SACOLÃO CORUJA PEG PAG LIMA R E R MODAS MERCADINHO CONQUISTA ARAGUAIA WILTON IMÓVEIS GRÁFICA OBJETIVA SHONAKU LAN HOUSE JAMES MOTO PEÇAS CELMAX TELECOM CASA INTERIORES PEG PAG MENOS(GAMELEIRA) SANTINA ALVES BIOFITUS ERVA DOCE MARMORARIA MARQUES MELHOR PREÇOS COLCHÕES HF CALÇADOS SAMELA FASHION TURBINADA JEANS WEAR PUKCELL MERCEARIA DO CEARA C.K. MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO E PRODS.AGROP. LL MODAS VISUAL MÓVEIS E INTERIORES VITÓRIA GAS II MERCADINHO DO NAUDIM DONIZETE IMÓVEIS QUEIJOS E QUEIJOS ELIENE MEIRELES COIMBRA TELMA MENDONÇA ROUPAS E ACESSÓRIOS GILMAR MARTINS LOCAÇÃO DE TRAJES P/FESTAS ANDRETTA AUTO CENTER ENTENDE TUDO PLANALTO ASSESSORIA E LOJÍSTICA DROGARIA MEDFARMA COPY MAX LOCAÇÃO SERRALHERIA KENNEDY ARQDESIGNE RUBI TOMATES VERMELHO PRACTICAL ENGLISH COURSE EXUBERANCE MÓVEIS PLANEJADOS DISK BEBIDAS NOVA VIDA CENTRO DE ESTÉTICA ELIENY ODONTOLOGIA ANÁPOLIS MODA FINA ESCOLA VOVÓ ARTIMAN MILLENIUM ELANE ATELIÊ DE ALTA COSTURA PEDRA ROSA

40 · O LOJISTA · Outubro 2014

CDL_anapolis_setembro_2014.indd 40

06/10/2014 07:36:39


CDL_anapolis_setembro_2014.indd 41

06/10/2014 07:36:39


CDL_anapolis_setembro_2014.indd 42

06/10/2014 07:36:40

Revista O LOJISTA  
Revista O LOJISTA  
Advertisement