Issuu on Google+

SALABERT CENTER Catarina Azevedo, Elsa Dias, Jacopo Marchesoni, Miguel Sim천es


E-LEARING CENTER Jardim Bot창nico

CAAD

group R: Catarina Azevedo | Elsa Dias | Jacopo Marchesoni | Miguel Sim천es


SINOPSE

O terreno proposto entegra-se num local de referência da cidade do Porto: o jardim botânico. Este jardim, caracterizado pela variedade de espécies de árvores e pelos seus lagos e estufas, pareceu-nos um local muito interesssante para a realização de um e-learning center. De modo a aproveitar da melhor form a as caractrísticas visuais que o grande jardim oferece, pareceu-nos evidente que o projecto do e-learning center deveria ser muito aberto para o exteriror. Assim, pensamos num edifício que vive em redor de um espaço central de mesmo tempo permite ao utilizador a comtemplação do espaço natural exterior através de grandes planos de vidro, contrastando com o lado norte, mais fechado, marcadopela casa Scarlet .

O conceito chave do edifício consiste exactamente nesta questão de jogos de opacidade e transparências e na transição entre os dois espaços. Por isso, a distribuição do programa é feita de forma bastante evidente, colocando na zona da pré-existencia os espaços que nos parecem adapatar-se melhor aqui, e que necessitam de maior tranquilade como a videoteca e biblioteca e na grande zona de envidraçados os espaços mais sociais como a cafetaria e o espaço chillout. Para além destas características, pretendemos ainda suavizar a volumetria do edifício, para isso, a cobertura vai-se desenvolvento em rampa para criar um percurso e ao mesmo tempo um espaço interactivo, quase como um anfiteatro ao ar livre onde podem fazer-se projecções de fimes e outras actividades.


REFERENCIA

Pavilhão Carlos Ramos – 1985/86 – Porto - Arq. Álvaro Siza Vieira


CRIAÇÃO


MASTERPLAN


DISTRIBUIÇÃO

CONCEITO

opacidade semi trasparência trasparência

Ufficio informatico

Biblioteca

Espaço de bar / cafetaria Videoteca

Performances interativas e multimídia G = espaço de chill-out

Espaço de trabalho open space (trabalho individual e de grupo)


PLANTAS

A

B

B’

A’ Andar térreo


Primeiro andar

Cobertura de percorrer


CORTES

A - A’

B - B’


ALร‡ADOS

Alรงado sul

Alรงado oeste

Alรงado leste


IMAGENS 3D


ARTEFACTO DIGITAL

O artefacto digital é um meio de interacção que permite aproveitar as coberturas inclinadas do edifício como espaço de socialização. Assim, um parede que se prolonga do edifício atrai os utilizadores do E-learning Center para uma zona onde podem assistir a projecções de filmes, decomentários, entre outros.... Além do mais este artefacto dá a possibilidade de assistir a espectáculos de video-mapping na fachada da casa salabert que optámos por preservar. Com isto, consegue-se valorizar todo o espaço do edifício (tanto o seu interior como exterior), oferecendo um relação mais próxima com o jardim botânico.


CELULAS INDIVIDUAIS

2

1 3

4


CELULA DE ESTUDO: Jacopo Marchesoni

A

A’

Corte

Planta

Alçado

Alçado


CELULA DE ESTUDO: Miguel Simões

A’

A

Planta

Alçado

Corte

Alçado


CELULA DE ESTUDO: Elsa Dias

Planta

Corte

Alรงado

Alรงado


CELULA DE ESTUDO: Catarina Azevedo

Planta cobertura

Planta

Corte



Salabert Learning Center