Page 5

Os Recursos Humanos na Região de Lisboa

3. PRIORIDADES DE INTERVENÇÃO No horizonte dos próximos dez anos o perfil de modalidades de intervenção dos sub-sistemas de formação escolar e profissional não deverá sofrer transformações muito acentuadas tendo em conta a densidade (nomeadamente, em termos de escala)as necessidades prioritárias que decorrem das dimensões-problema sistematizadas no ponto 1.

As propostas estratégicas incluem três níveis de prioridades. Em primeiro lugar a qualificação e o reforço das instituições e organizações de ensino de forma a garantir a qualidade da formação mas também a adequação do perfil da formação oferecida às necessidades do tecido produtivo: ‹

diversificação

de

ofertas

de

cursos

de

nível

secundário

e

pós-

-secundário; ‹ oferta de formação inserida nos níveis tecnológicos exigidos bem como 1 formação associada ao desenvolvimento estratégico das organizações e à produção de investigação e desenvolvimento; ‹ reforço da associação entre formação profissional e apoio a investimentos de modernização no tecido empresarial; ‹ qualificação dos agentes educativos, inovação das metodologias de intervenção, renovação dos recursos e materiais didácticos,...). ‹ apoio à formação em contexto de trabalho e a centros de formação empresarial; ‹ apoio à inserção de quadros nas empresas uma vez a formação concluída;

Uma segunda prioridade orienta-se para a procura adequando as ofertas do sistema de ensino à sua diversidade ‹ apoio à diversificação dos percursos escolares dos jovens com prioridade para a dupla certificação escolar e profissional e apoio aos percursos individuais, articulando competências profissionais e escolares;

1

Ver a identificação dos níveis necessários em Organizações.

214

Recursos Humanos na Região de Lisboa  
Recursos Humanos na Região de Lisboa  

Documento sectorial de apoio à Estratégia Lisboa 2020, CCDRLVT, 2007

Advertisement