Issuu on Google+


02 Edição 23 - Ano 3 Apuração

Alerj Cria Comissão para vistoriar obras das instalações e um seminário sobre o papel do Legislativo no processo dos megaeventos esportivos de 2014 e 2016

Fale com o Presidente Este é mais um espaço em que o leitor poderá falar diretamente com Pedro Chavarry, presidente da Caixa Beneficente. Os e-mails e cartas recebidos serão respondidos por Chavarry e publicados nesta sessão. Participe e dê suas sugestões e críticas para que a atual gestão continue oferecendo a você um serviço de qualidade. Ação judicial

Meu esposo faleceu em 16 de janeiro de 2008 e até agora não recebi nenhum benefício. Já entrei com ação na Justiça e nada, quando vocês vão pagar? Não estão fazendo favor. É um direito meu, por favor, entre em contato, pois preciso do dinheiro, já que estou com diabete e outros problemas. Fátima

CB Mensalidade

Olá! Chamo-me Ivan Vaz e represento minha mãe, Luisa Maria. Meu padastro faleceu e eu estou resolvendo tudo o que diz respeito à minha mãe. Na DIP (Direção de Inativos e Pensionistas) fui informado que resolveria a situação do CB mensalidade e do Unasp Funeral na Agência da CB, em Mesquita. Só resolvi o CB Mensalidade, mas sobre a Unasp Funeral não me passaram onde procurar e muito menos como resolver. Tenho sob minha posse todos os documentos necessários e estou aguardando um contato e uma informação com urgência. Desde já agradeço. Ivan Vaz

Contato

Por favor, disponibilize outro telefone para atendimento para os associados, pois o 2482-8260 é impossível utilizar. O mesmo está sempre ocupado. Com outro número para contato, evitaria deslocamento dispendioso do associado do interior. Luiz Cesar

CBPMERJ Diretora Executiva: Jania Bizarelli Editora: Elaine Dourado MRT 29872 Repórter: Rodrigo Silva Marketing: Viviane Duque Estrada marketing@cbpmrj.com.br Projeto Gráfico - Diagramação: Genaro Braga - MRT 28443-RJ

Resposta:

Cara Fátima, Antes de qualquer coisa, peço- lhe desculpas pelos transtornos. De fato, a senhora tem toda a razão em correr atrás dos seus direitos. Ocorre que quando assumi a direção da Caixa esses processos já se encontravam em atrasos há anos. Estou dando prioridade em quitar esses benefícios. Tenha a certeza que assim que possível estaremos resolvendo esta pendência com a senhora. Melhoras para a sua saúde. Abraços, Pedro Chavarry.

Resposta:

Prezado Ivan, A Unasp não presta qualquer tipo de serviço para a Caixa Beneficente. Para fazer o cancelamento deste desconto indevido, peço que se dirija à Seplag. Para mais informações entre em contato pelo telefone 2117-2000. Abraços, Pedro Chavarry

Resposta:

Caro Luiz, Desculpe o transtorno. O número para atendimento é 2117-2000. Abraços, Pedro Chavarry

www.cbpmrj.com.br e-mail: comunicacao@cbpmrj.com.br

Edição Ano 3 Edição 23 O Jornal CBPM INFORMA: é uma Publicação da Panorama Comunicação da Baixada CNPJ 08219620/0001-28 Tiragem desta edição: 50.000 exemplares Distribuição gratuíta e dirigida

21 - 7889-3056 Contatos: PABX: (21) 2117-2023 / (21) 2696-8522

O Jornal CBPM INFORMA: é um produto de circulação mensal, com caráter informativo ao público em geral. Não nos responsabilizamos por opiniões e conceitos emitidos em artigos assinados. O material publicado só poderá ser reproduzido com autorização expressa da direção ou dos respectivos autores.

ouvidoria@cbpmrj.com.br, pedrochavarry@gmail.com, Endereço Rua Pedro I, nº 16 - Centro, Rio de Janeiro CEP: 20060-050

Ano Novo

Prezado Presidente, Parabenizo-lhe pela maravilhosa ceia de Reveillon na pousada de Cabo Frio. Foi indiscutivelmente o melhor Reveillon que minha família passou nas pousadas. Toda reformada e principalmente, limpa, diferente dos anos anteriores. Muito obrigado em nome da minha família. Antônio Carlos Peixoto

Resposta:

Caro Antônio Carlos, É para oferecer o melhor aos associados, que saio todos os dias da minha casa e me dedico ao trabalho na Caixa Beneficente. Fico feliz com o resultado que estamos alcançando e palavras como as ditas por você é que nos dão mais ânimo para cada vez mais fazer o melhor. Obrigado! Abraços, Pedro Chavarry

Agradecimento Venho por meio desta, agradecer ao belo serviço de resgate prestado pelos policiais militares lotados no 22º batalhão da Maré Em 18 de novembro de 2011, uma sexta feira ensolarada, por volta do meio, dirigindo meu carro, um Punto vermelho placa xxxxx, na Linha Vermelha, desmaie e por segundos bati o carro na lateral da pista perto do batalhão. Os policiais de plantão foram super solícitos e de imediato me prestaram os primeiros socorros. O mais importante deste fato foi a presteza dos policiais e o carinho com o ser humano, o respeito e zelo por uma pessoa na qual eles não conheciam. Neste momento tive a certeza que o juramento feito por eles ao brasão da Policia Militar tinha surtido efeito. Quero encarecidamente agradecer a esses policiais pela capacidade técnica de resolver o problema de forma tão eficaz e o mais importante, o comprometimento pelo ser humano. Gostaria que fosse publicado neste veículo, que sei, circula em todos os batalhões, meus sinceros agradecimentos aos policiais do 22º BPM. Carla Tozi - Engenheira prestadora de serviço da Petrobras pela consultoria Accenture


Edição 23 - Ano 3

Multada

03

Supervia, empresa que administra o transporte ferroviário no estado, foi multada em R$ 100 mil pelos constantes atrasos dos trens

Planejamento Diretoria da Caixa traça planos e metas para 2012

Pedro Chavarry, durante reunião geral com funcionários, destaca a importância de cada setor na busca por resultados positivos.

Planejamento visa mudanças estratégicas com o objetivo de melhorar infraestrutura de serviços e pessoal

O pagamento de benefícios atrasados continua sendo um desafio a ser solucionado pela atual gestão que não tem medido esforços para resolver a questão.

A regularização dos benefícios é uma das principais metas traçadas em nosso mandato. Quitamos processos que estavam atrasados há anos, deixados por antigos gestores. Em 2011 tivemos um saldo positivo, pois nos organizamos melhor e tomamos conhecimento da real situação dos processos em andamento. A nossa expectativa este ano é de resultados ainda melhores, por isso, estamos sendo criteriosos em nosso planejamento, ressaltou Sant’Ana

Geração de receita Com uma política estrutural totalmente montada, a atual gestão trabalha para aumentar a receita da empresa. Com a terceirização do condomínio Alferes Tiradentes, houve significativa queda na inadimplência e consequentemente, mais investimentos e reforma da unidade. As pousadas receberam atenção especial, com reforma estrutural e aquisição de itens novos (roupa de cama, banho, frigobar em todos os quartos). A meta é aumentar a arrecadação para que elas possam se sustentar sozinhas. A entidade possui três pousadas em funcionamento (Cabo Frio, Campos do Jordão e Friburgo). Em breve a pousada paradisíaca de Ilha Grande será reaberta para os associados.

É com muito orgulho que dou início a mais um ano de atuação à frente dessa instituição centenária. Neste ano estabelecemos metas mais audaciosas, caminhando assim para um futuro promissor da Caixa Beneficente Finalizou Chavarry

diretrizes a serem tomadas por cada setor. Sant’Ana apresentou também balanço de gestão dos anos anteriores e das mudanças ocorridas desde então. Pelos dados apresentados, a entidade sofreu mudanças significativas, principalmente, na política organizacional para pagamentos de benefícios.

Dois anos de mandato e resultados positivos que antigos gestores não alcançaram em oito As mudanças ocorridas nos dois últimos anos na Caixa Beneficente são visíveis. A primeira delas foi ampliação de serviços ao alcance dos associados, permitindo assim o retorno de antigos sócios e a adesão de novos. A atual gestão passou a oferecer serviços como assistência jurídica, médica ambulatorial, odontologia, crédito facilitado e convênios com diversas empresas privados, permitindo assim uma rede de descontos para seus associados. “Desde o início, temos buscado o melhor para atrair nossos associados, até então desacreditados na instituição. Reformamos os locais de atendimento e colocamos a máquina para funcionar de fato. Investimos em tecnologia e na capacitação humana”, disse Chavarry. Outra decisão acertada pelos gestores da Caixa foi com relação à descentralização no

atendimento aos associados. Antes, o associado teria que se deslocar até Madureira para ter qualquer tipo de atendimento. A realidade hoje é bem dife-

Ampliamos o atendimento e com isso, tivemos uma maior participação dos associados no cotidiano da instituição. Houve mais cobranças e estamos aqui para sermos cobrados mesmo e apresentar resultados afirmou o presidente da Caixa.

Na manhã do dia 03 de janeiro aconteceu a primeira reunião de trabalho na sede da Caixa Beneficente, no Centro. Em pauta, foram apresentados os novos planos de metas, traçados pela diretoria da instituição. Durante a reunião o secretário executivo Rogério Sant’Ana apresentou gráficos das novas atuações e

rente. Quatro núcleos de atendimento foram criados em pontos estratégicos como Região dos Lagos, Baixada Fluminense e grande Rio. No setor de recursos humanos, houve mudanças radicais, com o enxugamento da folha funcional e contratação de profissionais capacitados. Sempre que possível, há reuniões motivacionais.


04 Edição 23 - Ano 3

Adoção

Entrou em vigor este mês a 6.150/2012, que permite licença maternidade e/ ou paternidade aos servidores estaduais em processo de adoção.

Desempenho Batalhão da PM de Campo Grande trabalha para reduzir índices de criminalidade na região Vindo do 9º BPM (Rocha Miranda) o tenente coronel Jorge Damião Silva de Souza trabalha para manter desempenho na unidade

H

á mais de 20 anos na Polícia Militar e ex-subcomandante do 9º Batalhão de Rocha de Miranda, o tenente coronel Jorge Damião Silva de Souza, assumiu em 19 de outubro ano passado o comando do 40º BPM (Campo Grande). Com experiência acumulada pelos anos de Corporação, o coronel trabalha para manter bons resultados na unidade. No primeiro semestre do ano passado, o batalhão foi um dos primeiros colocados, ganhando a Premiação do Sistema de Metas e Acompanhamento de Resultados (SIM) da Secretaria de Segurança do Estado, referente à média geral de redução dos principais índices criminais, comparados com os dados do primeiro semestre de 2010. A prioridade do batalhão tem sido manter as metas estipuladas pela Secretaria de Segurança do Estado na redução da letalidade violenta (homicídio, latrocínio, auto de resistência, lesão seguida de morte, roubo de veículos e transeuntes. Atuando nas regiões de Campo Grande, Cosmos, Inhoaíba e Sena-

dor Vasconcelos, o batalhão conta com um efetivo de 366 PMs dentre oficiais e praças, sendo policiais nas áreas administrativas e operacionais. Outra meta, que está sendo tratada com prioridade pelo coronel Souza, é o de criar a própria sede do 40º BPM, que hoje divide o espaço com o Regimento de Polícia Montada Coronel Enyr Cony dos Santos (RCECS). Este projeto já uma herança de outros comandantes que passaram pela unidade. Já está em estudo pelo Estado Maior, a possibilidade da companhia que trabalha em parceria com a 35ª DP (Campo Grande), a ampliação do imóvel, onde fica o posto de policiamento na Rodoviária de Campo Grande, desmembrando assim todo o administrativo da companhia. Seguindo a nova política pública de segurança pública adotada pelo governo, o policiamento está sendo feito a pé e com as novas radiopatrulhas que foram todas trocadas no final do ano passado. No corredor de trânsito, no calçadão de Campo Grande e na ronda esco-

lar em colégios públicos e particulares, há também atuações como a do Grupamento de Ações Táticas 24 horas, três cabines de polícia e três postos de policiamento comunitários, em toda a região. “O cidadão que sofrer algum sinistro ou algum delito, que ele faça o registro na delegacia, pois o registro é um dos meios que o batalhão possui para alocar adequadamente o patrulhamento. Disponibilizamos o telefone 2333-6775 do serviço de inteligência, que funciona 24 horas para anotar qualquer tipo de denúncia ou informação. Não há obrigação de se identificar. Toda informação é bem vinda para melhorar a vida do cidadão na área do nosso patrulhamento. O anonimato é garantido”,destacou o comandante. Toda última quinta-feira do mês, o batalhão realiza um café da manhã comunitário, onde são recebidos integrantes da sociedade civil, políticos e líderes de associações de moradores. O evento é aberto a e visa uma aproximação maior da comunidade com a unidade. O Comandante acompanha diari-

Trabalhando com nteligência e prevenção, unidade quer atingir meta e novamente ser premiada pela Secretaria de Segurança Pública

amente o Quadro Estatístico de Ocorrências Mensal. Nele há todas as estatísticas dos setores de atuação do batalhão. Os que se destacam nas atuações recebem uma dispensa por mérito, além de elogio publicado no boletim da unidade, que é registrado na

ficha do policial. “O fato de receber uma dispensa, não faz com que o patrulhamento seja suspenso, pelo contrário, simplesmente será substituído por outros policiais”, afirmou o comandante Jorge Damião.


crescimento

Edição 23 - Ano 3 Durante reunião no Congresso, ministros anunciam crescimento acima de 4% ao ano em 2012. Além de inflação controlada, o Produto Interno Bruto - PIB deve acelerar sobretudo no segundo semestre.

05

Planejamento e Gestão

Criada a Secretaria de Planejamento e Gestão

Novo setor ficará responsável por acompanhar o desempenho das demais diretorias O coronel Paulo Rubens Xavier, ex-administrador da pousada de Nova Friburgo, região serrana do Rio, passa a ocupar o cargo de recém criada Secretária de Planejamento e Gestão. O novo setor terá papel importante, pois além de cuidar da estrutura organizacional da empresa, ficará responsável por acompanhar o desempenho das demais diretorias

Caixa Beneficente:

Há quanto tempo o senhor trabalha na Caixa Beneficente?

Paulo Rubens:

Há um ano e meio, desde setembro de 2010

Caixa Beneficente:

Como surgiu o convite?

Paulo Rubens:

Fui convidado pelo atual presidente para cobrir férias do administrador da pousada de São Pedro da Serra – Nova Friburgo – Região Serrana do Rio de Janeiro, onde atuei até mês passado

Caixa Beneficente:

Como foi sua experiência como administrador de pousadas?

Paulo Rubens:

Para mim foi muito enriquecedora, pois era uma atividade nova, um desafio lidar com o público. A gente já faz isso naturalmente como policial, mas de uma forma diferenciada, pois ali não há conflito de interesses, pelo contrário, tem identidade e o objetivo das pessoas. Elas vão para lá para o lazer, para se divertir, tirar um momento de repouso com a família. A experiência foi muito produtiva, pois também precisava disso, depois de 38 anos de carreira. São Pedro da Serra é uma região privilegiada, mesmo com essas chuvas que ocorreram em Friburgo, a região foi poupada, as estradas sofreram apenas alguns danos. A população nos recebeu muito bem, na ocasião da enchente, a pousada foi colocada à disposição para receber policiais e bombeiros militares desabrigados. Conheci pessoas interessantes, que viraram meus amigos, que na tragédia me ligaram para saber informações. As pessoas têm ido para pousada comemorar aniversário e casamento. A frequência é grande mesmo no meio da semana. E é um local que convidamos a qualquer um a con-

Coronel Paulo Rubens chega num momento de transição, um ano desafiador para a instituição. A Caixa Beneficente caminha com metas e estratégias para viver momentos de glória, como foi no passado. Com vasta experiência adquirida em sua vivência na Polícia Militar, o coronel que já foi comandante de batalhão, chega para agregar e integrar a equipe de profissionais altamente capacitada.

hecer.

Caixa Beneficente:

Qual sua avalia��ão sobre a atual gestão?

Paulo Rubens:

O presidente Chavarry é muito corajoso para fazer o que está fazendo. Primeiro, que ele colocou a cara na reta. Está sempre à disposição de todos, ele ouve as pessoas. Havia muitas reclamações, antigamente, dos associados que não conseguiam falar com ninguém da Caixa Beneficente, nem eram atendidos no telefone. E a grande vantagem que vejo, o diferencial que ele tem feito, é que está disposto com o staff dele, chamando pessoas para trabalhar e que vistam a camisa da empresa. Ele acredita que isso aqui é válido, trabalha acreditando que vai dar certo. A empresa esta aberta aos associados, as informações estão chegando através do call center, as pousadas estão saindo da baixa frequência de hospedagem e estão ficando lotadas. A credibilidade da Caixa Beneficente está a nível de comando geral da Polícia Militar. Chavarry resgatou esse laço, têm pousadas, a exemplo da Maria Chiquinha, em Conservatória, que mesmo sem convênio for-

mal, já está à disposição dos associados com descontos idênticos ao que fazemos com o associado da empresa. Então, isso nos deixa muito à vontade para trabalhar. Já trabalhei em batalhões com o coronel Chavarry e com o coronel Robson Paulo (vice-presidente da Caixa), e o nosso trabalho é acreditar na empresa, vestir a camisa e tocar esse barco junto.

Caixa Beneficente:

A CBPM passou por mudanças significativas nos dois últimos anos e agora, cria essa nova secretaria. Qual a expectativa do senhor a cerca da nova função que irá ocupar?

Paulo Rubens:

O secretário de Planejamento e Gestão é um colaborador como as demais secretarias. Minha função será de coletar as informações. Havia em várias empresas certa dificuldade de comunicação, setores que não tinham uma rotina correta de serviço. A facilidade de comunicação ajustam as rotinas. A função principal do secretario de gestão é justamente nessa fase de mudança e toda mudança implica num certo desconforto. As pessoas estão acostumadas com aquilo ali

“o chamado morninho”, então quando entra numa fase de mudança, tem sempre uma expectativa, uma maior ansiedade. O objetivo da secretaria é facilitar a comunicação entre as demais sessões para que elas possam funcionar, afinal de contas, as responsabilidades pelos atos da Caixa Beneficente são de todos os funcionários. Não é do setor de benefício, de patrimônio, de setor de a, b ou c. Então, o objetivo é fazer o nosso trabalho para as melhoriasnasdireções dascomunicações, principalmente, com as metas, e a aproximação da empresa com o associado.

Caixa Beneficente:

O que os associados da Caixa Beneficente podem esperar?

Paulo Rubens:

Acima de tudo transparência, compromisso com os objetivos da Caixa Beneficente. O convite fica: que ao invés de esperar, que venham de encontro à Caixa Beneficente para darem suas sugestões, reclamações, participar também, a Caixa é nossa. A Caixa Beneficente está de portas abertas para quem quiser participar.


06 Edição 23 - Ano 3 Pirataria

Produtos piratas causam prejuízo e também são uma ameaça à saúde da população. É o que revela pesquisa realizada pela Federação do Comércio do Rio de Janeiro.

Aniversário Aniversário do 2º Batalhão da PM de Botafogo é comemorado com com almoço para moradores Unidade completa 122 anos e é comandada pelo cel Reynaldo Lemos

O

comandante do 2º BPM (Botafogo), coronel Reynaldo Salvador Lemos, recebeu no último dia 16, moradores da área de atuação do batalhão para um saboroso almoço de confraternização pela passagem dos 122 anos de aniversário da unidade. Ao meio dia em ponto, na porta do refeitório do batalhão, estava o comandante Lemos cumprimentando um a um dos convidados que chegavam para o almoço. No cardápio, um impecável churrasco, acompanhado de farofa, arroz e molho à campanha. Tudo preparado com esmero pela equipe responsável pela cozinha do batalhão. Já no refeitório, dois integrantes da Banda de Música da PM brindavam a todos com agradáveis canções extraídas do saxofone e teclado. Após

o almoço, um oficial leu a Ordem do Dia com mensagem do comandante, merecendo destaque a trajetória do 2º Batalhão. Há apenas três meses comandando, Lemos já possui uma longa história na unidade. Ele retorna a Botafogo após 23 anos, quando lá iniciava sua carreira na Polícia Militar. Este é seu primeiro comando, dando continuidade ao trabalho que já estava sendo realizado pelo comandante anterior. “Fiquei feliz quando assumi esta unidade e reencontrei aqui antigos colegas. O trabalho estava sendo muito bem conduzido e estamos dando continuidade e já alcançamos grandes resultados com a diminuição do índice de violência na região”, destacou. Para o comandante um dos desafios hoje na região é reduzir drasticamente assaltos a transeuntes.

Rogério Sant’Ana Secretário Executivo

Atendimento odontológico gratuito para todos os associados da CBPM O Presidente Pedro Chavarry determinou que o atendimento odontológico feito no Consultório da sede de Madureira se torna extensivo a todos os associados e não apenas aos integrantes do programa Caixa Família. Segundo o presidente, a mudança visa proporcionar o atendimento igualitário e que ja fazia parte do planejamento desde a implantação do serviço. O atendimento será nos seguintes dias:

DIAS DE ATENDIMENTO: QUARTA FEIRA: 09:00 às 16:30 (atendimento clínico) SEXTA FEIRA: 09:00 às 12:00 (atendimento clínico) SEXTA FEIRA: 13:00 às 16:30 (atendimento protético) O atendimento odontológico será realizado após o prévio agendamento, que deverá ser feito através do telefone: 2117-2047 , nos dias de quartas e sextas feiras no horário de 09:00 às 16:30.

Governo antecipa promoções por tempo de serviço para PMs e bombeiros

Pela nova regra, soldado pode chegar a subtenente em 25 anos. Medida beneficia 17.829 militares

O 2º BPM possui um contingente de 345 policiais militares atuando nos bairros de Botafogo, Humaitá, Urca, Catete e Cosme Velho.

Odontologia Social Procedimentos oferecidos gratuitamente aos associados:

DENTÍSTICA CONSULTA INICIAL APLICAÇÃO DE SELANTE RESTAURAÇÃO AMÁLGAMA CLASSE I RESTAURAÇÃO AMÁLGAMA CLASSE II RESTAURAÇÃO AMÁLGAMA CLASSE III, IV E V RESTAURAÇÃO RESINA ESTÉTICA CLASSE I, III E V RESTAURAÇÃO RESINA ESTÉTICA CLASSE II E IV

PERIODONTIA PASTA PROFILÁTICA APLICAÇÃO TÓPICA FLÚOR RASPAGEM EXAME PERIÓDICO

CIRURGIA ORAL

EXODONTIA DECÍDUO (extração de dente de leite) EXODONTIA (extração de dente permanente) do nº 17 ao 27

O Diário Oficial do Governo do Estado publicou no último dia 11, decreto do governador Sérgio Cabral reduzindo os tempos para a promoção dos praças e suboficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. A medida vai beneficiar de imediato 17.829 militares das duas corporações que poderão antecipar suas promoções em até cinco anos. A partir de agora, um soldado poderá chegar a subtenente em 25 anos. Antes, esse prazo era de 30 anos Na prática, o tempo máximo de serviço efetivo prestado para que um soldado seja promovido a cabo passará de oito para seis anos; de cabo para 3º sargento, de 15 para 12 anos; de 3º sargento para 2º sargento, de 20 para 16 anos; de 2º sargento para 1º sargento, de 25 para 20 anos; e de 1º sargento para subtenente, de 30 para 25 anos. Estão aptos a ser promovidos de soldado a cabo 1.492 policiais militares e 11 bombeiros. De cabo a 3º sargento: 3.847 PMs e 2.531 BMs; de 3º sargento a 2º sargento: 1.881 PMs e 443 BMs; de 2º sargento a 1º sargento: 2.288 PMs e 2.806 BMs; de 1º sargento a subtenente: 2.108 PMs e 422 BMs.


Internet

Edição 23 - Ano 3

O número de usuários de internet móvel no País quase dobrou no ano passado. São mais de 40 milhões de novos usuários usando a rede móvel através de celulares, tablets e modem

07

Treinamento Policiais do Grupamento Aeromarítimo da PM se preparam para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 Casa de Visita da Polícia Militar, mesmo local onde está situada a pousada de Ilha Grande, da Caixa Beneficente da PM, foi o cenário escolhido para o aperfeiçoamento dos policiais do Núcleo de Policiamento Marítimo (NPM), do Grupamento Aeromarítimo (GAM), visando a preparação dos policiais para a Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016. Foram realizadas instruções marítimas diurnas e noturnas, além de sobrevivência na selva e testes de resistência. O curso aconteceu de 9 a 20 de janeiro e teve a supervisão do Chefe do Núcleo de Policiamento Marítimo, major Wagner Bramili de Araújo e Silva. O NPM tem a missão prioritária de intensificar cada vez mais o patrulhamento na Baía de Guanabara. Tal missão visa combater a criminalidade em diversos locais, como por exemplo, favelas à beira da Baía e, objetiva impedir que recebam drogas e armamentos de contrabandistas, apoiando e proporcionando segurança às embarcações que nela trafegam. Outra função é prestar missões de auxílio às Forças que atuam na Baía de Guanabara e no litoral fluminense.

Existe também uma equipe de mecânicos responsáveis pela manutenção das embarcações e adestramento do efetivo. O NPM está localizado na Rua Feliciano Sodré, 275, Niterói, Rio de Janeiro. O coordenador das pousadas da Caixa Beneficente da PM, Ronald Paulo, em visita à pousada da Caixa, que está sendo reformada para atender aos associados, acompanhou de perto o treinamento dos policiais. Na ocasião, colocou as instalações à disposição dos agentes.

Estamos sempre preocupado com o bem estar e lazer de nossos associados e temos os policiais como nossos maiores clientes. Fui muito bem recebido pelos PMs, principalmente pelos instrutores Farias, Abreu e Damásio. Além de presenciar o desempenho destes profissionais que atuam no NPM, pude mostrar também um pouco do trabalho que a Caixa Beneficente vem realizando. Muitos não sabem do trabalho feito pela Caixa e desconhecem os benefícios que os mesmos podem ter sendo associado. Todos se interessaram em conhecer melhor a instituição e teceram elogios à nova gestão pelo feto de estar reestruturando a pousada de Ilha Grande, localizado em um ponto espetacular da Ilha”, destacou Ronald.

A

Ronald Paulo

Após anos fechada, a pousada de Ilha Grande em breve será reaberta aos sócios da Caixa beneficente. A hospedagem está localizada em um ponto nobre da Ilha e chama a atenção pelo estilo arquitetônico e a belíssima paisagem em volta


08 Edição 23 - Ano 3 Pública do Rio terá o primeiro concurso público com cotas para negros e indígeConcurso Anas.Defensoria Serão destinados 20% das vagas. Os candidatos vão concorrer a 27 vagas.

Reunião geral Conselhos Deliberativo e Fiscal dão aval para diretrizes traçadas pela atual gestão Prestação de contas apresentada foi aprovada com louvor e recebeu elogios de alguns conselheiros O presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar, Pedro Chavarry, se reuniu na manhã do dia 12 de janeiro com diretores e membros dos conselhos deliberativo e fiscal para decidirem sobre o novo plano de metas de 2012 e a votação da prestação de contas de 2011.

P

Durante reunião, Chavarry apresenta aos conselheiros as mudanças ocorridas em 2011 e o que será feito em 2012

Durante a reunião, que ocorreu na sede do clube campestre da Associação de Funcionários do antigo Banerj (ABANERJ), os conselheiros receberam e analisaram o resultado da auditoria geral que foi realizada em todos os setores da Caixa. A reestruturação apresentada pelos diretores da instituição visa aumentar a aproximação com o associado, bem como geração de renda própria.

Baseada nos dados da auditoria que providências estão sendo tomadas. “Estamos com a casa em ordem e tudo devidamente documentado e organizado. Estou satisfeito com o rumo que estamos tomando e espero que quem me suceda dê seguimento a este processo”, disse Chavarry.

D

iversos outros assuntos foram postos em pauta para serem decididos pelos conselheiros, inclusive mudanças no regimento criando novas secretarias que serão chaves nas novas propostas apresentadas pelos gestores. As mudanças visam um modelo de gestão empresarial de sucesso. O regimento ainda burocratiza processos importantes que tem por objetivo o crescimento da instituição. “Estamos preparando ajustes no regimento, pois sempre houve um engessamento em algumas decisões, ou seja, centralizadas demais. Com estas mudanças, cada diretoria será cobrada por resultados, todas terão que cumprir metas. Hoje, temos dívidas absurdas com associados e para quitarmos isso, temos que ter uma visão empresarial da Caixa e em busca de recursos financeiros próprios para resolvermos esta questão. Para isso, estudamos minuciosamente com profissionais de ponta maneiras para gerar recursos e trabalharemos arduamente para isto”, destacou Rogério Sant’Ana, secretário executivo da Caixa Beneficente.

Os conselheiros têm participação importante em todas as decisões tomadas pelos administradores. Todos ficaram satisfeitos com o balanço de 2011, tendo em vista as visíveis melhorias que a instituição vem passando desde o início da gestão de Pedro Chavarry. A prestação de contas foi aprovada com louvor, merecendo destaque também, os elogios públicos de alguns dos conselheiros. ara o secretário executivo da Caixa, Rogério Sant’Ana, o saldo da reunião com os conselheiros foi positivo e permitirá a ampliação de parcerias com a iniciativa privada. “Esta é a primeira reunião importante do ano, em que os conselheiros tomam conhecimento dos planos de metas. Fizemos uma avaliação daquilo que não conseguimos realizar no ano passado, mas que ainda mantemos na meta. Na reunião de hoje destaco aprovações importantes como, por exemplo, a proposta de convocação de assembleia para o novo estatuto, a principal meta institucional aprovada. Outras decisões que merecem ser destacadas são o convênio com a Capemisa e ampliação da área de lazer. A questão do lazer é uma reivindicação antiga dos associados. Depois que perdemos a sede do Clube Macembu, ficou esse vazio no espaço de lazer e esse convênio com a Abanerj foi um dos pontos altos da reunião. Agora é arregaçar as mangas e colocar as metas em dia, colocando na prática as decisões aprovadas”. ressaltou Sant’Ana.


Processo

Em tramitação em uma comissão especial da Câmara dos Deputados, o novo Código de Processo Civil (CPC) deverá estar pronto para ser votado no Plenário da Casa até início de março.

Edição 23 - Ano 3

09

Acompanhe o andamento do seu processo através do telefone 2117- 2000

Assembléia com todos os associados da Caixa 70% O assunto principal da reunião, além da revisão estatutária e regimental, teve como foco a convocação de uma assembleia geral com todos os associados para discutir os rumos da Caixa Beneficente. Será a primeira vez que a entidade realizará um evento como este. A data do congresso será divulgada em breve, assim, que for definido o local para comportar grande quantidade de associados. “Será um dia importante. O associado precisa participar ativamente dos acontecimentos da instituição, pois só assim poderá cobrar dos administradores. É importante ouvi-los para saber em que estamos acertando, errando ou como podemos melhorar. Tenho certeza que será um grande dia e estou acompanhando de perto todos os preparativos”, destacou Os conselhos Deliberativo e Fiscal têm participação importante nas decisões tomadas pelos administradores da instituição Chavarry.

Administração Detran/RJ Gestores se reúnem com o sem governo para negociar dívida do Condomínio continua AlferesTiradentes pagar aluguel O presidente da Caixa Beneficente, Pedro Chavarry, esteve com secretários do Governador Sérgio Cabral para tratar da dívida que o estado deve para a instituição. O valor hoje já ultrapassa R$ 20 milhões e resolveria boa parte dos problemas financeiros da instituição. A dívida é referente aos anos que o estado deixou de repassar à Caixa o valor descontado de seus associados. Além de más gestões, parte da dívida acumulada pela entidade hoje é oriunda da falta deste repasse. Formou-se uma bola de neve, que a atual administração tenta conter. Os diretores da instituição tenta negociar com o governo a volta deste valor, já que não cabe mais qualquer recurso jurídico. O valor será uti-

lizado, logo de imediato, para quitar problemas financeiros como o Fundo de Garantia e INSS dos funcionários, bem como pagar os benefícios atrasados. Em 2011 a entidade quitou mais de mil processos , deixados por antigos administradores. De acordo com Chavarry, atualmente, a prioridade tem sido o pagamento de decisões judiciais e processos antigos. “Este dinheiro precisa voltar pra Caixa, pois mesmo que estejamos traçando estratégias para tirar a instituição das dívidas, ele (o dinheiro) acelerará o processo. Além do mais, é direito dos associados. Até o último dia do meu mandato brigarei para que este valor seja devolvido à Caixa Beneficente”, disse Chavarry.

As empresas Cipa e Liberty foram contratadas ano passado para administrarem o condomínio Alferes Tiradentes, pertencente à instituição. A parceria já começa a render frutos, tendo em vistas que houve queda da inadimplência. A Caixa estava tendo que arcar com vultuosas quantias, já que o condomínio não se autosustentava, ou seja, o número de condôminos que não pagavam aluguel e condomínio era absurdo. Com a terceirização, foram implantadas também melhorias na parte estrutural da unidade.

O Detran do Rio continua em débito com a Caixa Beneficente pelo aluguel da loja, situada em Madureira. Além dos aluguéis de 2011, o órgão ainda vem descumprindo um acordo feito com o antigo presidente da Caixa, Jorge Lobão, de pagar em parcelas o valor de R$ 500 mil. O processo com o Detran já tramita na Justiça.

dos débitos de férias vencidas

Já foram quitadas pelos administradores Quando Pedro Chavarry assumiu a presidência da Caixa Beneficente, a dívida com férias vencidas de funcionários chegava a mais de R$ 750 mil. Em apenas 20 meses, com decisões acertadas pela atual administração, a dívida hoje é de apenas R$ 180 mil, ou seja, um abatimento de mais de 70%.

Ocupação total do prédio da Pedro I

A direção da Caixa Beneficente pretende transferir todo o setor de benefício e controle para funcionar no predio da rua Pedro I na Praça Tiradentes. No ano passado a loja e o mezanino foi reformado para receber o atendimento ao associado e a presidência. O prédio ainda esta sendo ocupado pelo Clube de Cabos e Soldados. O Presidente Chavarry ja pediu a entrega imediata do imóvel que também tem inadimplência de pagamento de aluguel


10 Edição 23 - Ano 3 Enem

A presidente Dilma Roussef confirmou que, a partir do ano que vem, o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) terá duas edições por ano.

Lazer Caixa Beneficente firma parceria e amplia área de lazer para associados V isando proporcionar lazer e conforto aos seus associados e resgatar a tradição do uso de clubes, a diretoria da Caixa Beneficente firmou parceria com o clube da Associação dos Funcionários do Antigo Banerj - Abanerj. O novo espaço vai suprir a falta que o antigo Clube Macembu tem feito aos seus associados, já que era uma das atrações de lazer e divertimento familiar no município do Rio. A parceria possibilita a utilização das dependências da Sede Campestre da Abanerj na Matriz, situada na Estrada da Covanca, 1245 Tanque Jacarepaguá - Rio de Janeiro. Já o espaço da Sede Campestre, localizada na Estrada Grão Pará, Lotes 9,10 e 11 – Marapicu – Nova Iguaçu será utilizado preferencialmente pelos sócios da Caixa Beneficente. A sede Campestre de Jacarepaguá conta com um complexo hoteleiro composto por 28 chalés; campo de futebol de gramado com alambrado e arquibancada; vestiários, dois ginásios poliesportivos; restaurante em três ambientes; churrasqueiras; parque aquático com três piscinas; bar; vestiários; trampolim e toboagua duplo. Há também parque de diversões para as crianças; salão de festas com ar refrigerado; sala de musculação com ar-condicionado e personal-trainer; sauna seca e a vapor; salão de jogos; centro de convenções; biblioteca e lan house; play-ground, entre outras atividades oferecidas nas dependências do clube. A sede em Nova Iguaçu de uso preferencial aos associados da Caixa , conta com parque aquático, restaurante, campo de futebol vestiário, bar, churrasqueiras e salas de jogos.

O clube de recreação oferece estrutura de diversão para toda a família. O novo espaço substitui a perda do Clube Macembú, vendido na gestão anterior.

Maiores informações no site www.cbpmrj.com.br


Crack

Edição 23 - Ano 3

O Rio de janeiro será o primeiro estado a participar do plano integrado de enfrentamento ao crack, lançado no fim do ano passado pelo Governo Federal. Objetivo é criar mais espaços de tratamento.

11

Corporação Favorável à reivindicação por melhorias salariais, mas contrária ao movimento de greve Pagamento do

Acredito que um movimento grevista na Corporação traria problemas sérios para a população, inclusive de familiares de policias, por isso somos contra á greve. Indiscutivelmente nossos policiais precisam receber salários dignos e brigaremos incansavelmente por isto. Ressaltou Chavarry

de classe e o governo. O dirigente da Caixa destacou também que a entidade é contraria à política de gratificações, tendo em vista que a mesma não contempla quem está na inatividade. “Defendemos um aumento real, que beneficie a todos os policiais ativos e inativos. A

gratificação é positiva momentaneamente, mas não resolve a defasagem salarial e deixa de fora os inativos”. Assim que assumiu o comando da Polícia Militar, o coronel Erir Ribeiro se reuniu com dirigentes de entidades de classe da área de Segurança Pública para tratar de diversos assuntos de interesse da área, inclusive sobre aumento salarial. Na ocasião, Erir Ribeiro se colocou à disposição para conversar com o Governo sobre aumento salarial da tropa. No final de dezembro do ano passado, policiais militares e bombeiros do Ceará entraram em greve por melhorias salariais. Fortaleza viveu um dia de ‘feriado’ em que lojas e bancos fecharam as portas em diversos corredores comerciais e três escolas suspenderam aulas com medo de assaltos por causa da falta de policiais nas ruas. Exército e Força Nacional policiam áreas da capital desde o réveillon. A greve teve fim poucos dias depois e não se chegou a um acordo. Durante o movimento, a população foi a única prejudicada. A greve de agentes de segurança pública é proibida por lei.

IPVA tem novo calendário

Comandante geral conversa com dirigentes de entidades de classe

Pela primeira vez um comandante geral se reuniu com as entidades de classe e nos apoiou em nossas lutas, sendo assim, acredito que seja merecedor de toda a nossa confiança em discutirmos juntos uma solução sem que a população seja prejudicada. A política de segurança é

fundamental na sociedade e graças aos nossos policiais o Rio vive hoje momentos de pacificação. Desta forma, o governo tem que se sensibilizar com a situação que vivem esses profissionais, muitas das vezes desmotivados com os baixos salários . Destacou Chavarry

A

diretoria da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro luta e apóia integralmente políticas salariais dignas para policiais e bombeiros, no entanto, é contrária ao movimento de greve. De acordo com o presidente da entidade, Pedro Chavarry, o momento é de negociação envolvendo todos os setores interessados com o comandante Geral da Polícia Militar, as entidades

A Secretaria da Fazenda divulgou no último dia 24 a nova tabela de pagamento do IPVA. O pagamento da cota única com desconto e da primeira parcela vdas placas zero, 1, 2, 3 e 4 foram prorrogados, respectivamente, para os dias 12, 14, 15, 19 e 21 de março. A segunda e a terceira parcelas destas mesmas placas também tiveram suas datas modificadas, conforme a tabela ao lado. Os vencimentos das demais placas serão amntidos nas mesmas datas divulgadas anteriormente.


12 Edição 23 - Ano 3 de Segurança, José Mariano Beltrame, foi homenageado pela Editora Três, Cidadão Oporsecretário conta do sucesso da política de combate à criminalidade no estado do Rio de Janeiro

Encontro

Batalhão Florestal e de Meio Ambiente da Polícia Militar comemora 25 anos de atuação

Batalhão de Operações Especiais comemora 34 anos

Unidade é responsável pelo combate aos crimes contra o meio ambiente

O

Secretario de Planejamento e Gestão da Caixa Beneficente, coronel Paulo Rubens Xavier participou no mês de Novembro do almoço de 25 anos da fundação do Batalhão Florestal e de Meio Ambiente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (BRFMA). O evento aconteceu na sede do Batalhão, na Rodovia Amaral Peixoto, KM 9,5 em São Gonçalo – Niterói, e contou com a presença de diversas autoridades da segurança pública e ambiental do estado. O Batalhão Florestal e de Meio Ambiente é uma unidade da Polícia Militar e foi criado em 15 de dezembro de 1986 como 23º Batalhão de Polícia Militar. O Batalhão Florestal realiza diversas atuações em parcerias com instituições privadas e de setores da administração pública, através de

convênios nos quais desempenha um papel fundamental nas atividades de preservação ambiental junto a órgãos públicos, como por exemplo, o IBAMA entre outros. Sua responsabilidade de atuação é em todo o estado, sendo subdivido em cinco companhias, e 15 destacamentos (Postos de Policiamento Florestal). A unidade atua no combate ao crime de caça e pesca predatórias, desmatamento, assoreamento de rios, carvoarias e entre outros crimes de agressividades e práticas prejudiciais ao Meio Ambiente. “O Batalhão Florestal veio colocar uma marca significativa ao estado, no trabalho contra a caça predatória e ao desmatamento”, disse o coronel Paulo Rubens um dos fundadores do batalhão e pós- graduado em engenharia ambiental.

Cel Paulo Rubens posa ao lado dos coronéis Vidal e Linhares

Nascia em 19 de janeiro de 1978, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), inicialmente denominado como Núcleo da Companhia de Operações Especiais (NuCOE), e funcionando nas instalações do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em Sulacap. Criado com a missão de atuar em ocorrências com reféns, o BOPE ao longo do tempo adquiriu novas missões, tornando-o a tropa da Polícia Militar especializada em atuar em situações de alto risco. Seus policiais são capacitados técnica, física e psicologicamente a cumprir missões de natureza não convencional, que exijam comportamento e habilidades específicas. São 34 anos de história e de atuações em várias frentes: resgate de reféns, operações em áreas conflagradas, ações humanitárias e que nos últimos anos tem cumprido a missão de ocupação em comunidades para instalações de UPPs. O BOPE já ocupou 22 comunidades do Rio de Janeiro, a última foi neste mês de janeiro no morro do Vidigal trazendo uma nova realidade aos moradores que antes conviviam sobre a ação do tráfico de drogas. O BOPE é subordinado administrativa e operacionalmente ao Comando de Operações Especiais (COE), que é ligado direto ao Comando Geral da Corporação. Seu atual comandante é o Tenente Coronel Wilman René Gonçalves Alonso.


Edição 23 - Ano 3

Obesidade Pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia revela aumento do

13

percentual de crianças com sobrepeso e obesidade no Brasil na faixa de 5 a 9 anos.

Pacificação Comunidades do Vidigal e Chácara do Céu recebem a 19ª Unidade de Polícia Pacificadora G

overno do Estado inau- ais – afirmou o governador Sérgio gurou, no último dia 18, a Cabral, durante cerimônia realizaUnidade de Polícia Pacifica- da na Vila Olímpica do Vidigal. dora das comunidades do Vidigal e Chácara do Céu – ocupadas pela Quando saiu do Vidigal em Polícia Militar desde novembro do 2007, o tenente Jairo Dantas, de ano passado. Essa é a 19ª UPP a 33 anos, não imaginava que um ser instalada no Rio. Ao todo, 246 dia retornaria, principalmente, policiais vão trabalhar para garannum momento tão especial. tir a segurança das comunidades, Nascido e criado na comunibeneficiando mais de 30 mil modade, ele foi escolhido para radores. ser o subcomandante da UPP A UPP Vidigal está sediada no anVidigal. Para quem, no passado, tigo Posto de Orientação Social e se viu em meio a confrontos Urbanística da Prefeitura, enquanarmados no Vidigal, a tarefa de to outras três bases de apoio estão levar a paz aos moradores tem localizadas em diferentes pontos um gostinho especial. da comunidade: uma no acesso - Eu sonhava em poder ao Vidigal pela Avenida Niemeyer; contribuir para melhorias na outra no alto do morro, na localicomunidade e, por isso, é dade conhecida como Sobradinmuito gratificante estar aqui ho; e a terceira na comunidade da hoje. Todo mundo me conhece Chácara do Céu. e a população sabe que pode - Essa inauguração não é um fato contar comigo. Conheço cada isolado. Faz parte de um conjunto canto do Vidigal e estar aqui de políticas públicas. A próxima é como voltar para casa – comunidade a receber a UPP será comemorou o tenente Dantas, a Rocinha e, depois, os complexos que trabalhará ao lado do do Alemão e da Penha, que vão comandante da UPP Vidigal, demandar o maior efetivo de toda Fabio Pereira. cidade: serão mais de 2.200 polici-

Fonte: Assessoria de Comunicação Governo do Estado do Rio de Janeiro

A nova unidade será comandada pelo tenente Jairo Dantas, que retorna ao Vidigal, numa realidade muito diferente da época, em que havia confrontos com bandidos.


Atos

Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janiero GABINETE DO PRESIDENTE

ATO 038 /2011 O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 003960565.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social, Considerando a necessidade de garantir uma estrutura de gestão, funcional, transparente e eficiente, face aos grandes desafios e tarefas impostas pelo dia-a-dia da administração

RESOLVE: Art. 1º - MODIFICAR a estrutura administrativa interna de órgãos ligados à presidência da CBPMERJ, conforme previsto no artigo 18º do Regimento Interno e dar outras providências.

Art. 4º - Compete a Secretaria de Planejamento e Gestão • Auxiliar o presidente na Coordenação administrativa da Caixa Beneficente, principalmente no atendimento ao associado, no funcionamento do dia-a-dia e no planejamento das ações estratégicas de gestão;

das ao faturamento da empresa.

Art. 6º - Compete a Secretaria da Presidência

• Promover e controlar todo o expediente interno e externo da Caixa Beneficente, através do fluxo de emissão e recebimento de correspondência, expedição de ofícios e outros documentos;

• Acompanhar e exercer o controle junto ao Setor de Recursos Humanos do quadro de pessoal da CBPMERJ, podendo após consulta pertinente a Controladoria, em nome da presidência: autorizar, movimentar, dispensar,concessão de férias, vales, empréstimos e outras funções correlatas, com exceção de prerrogativa de CONTRATAR;

• Manter a guardar e organização do arquivo de documentos emitidos e recebidos;

• Supervisionar e Controlar o Setor de Pousadas da Caixa Beneficente, estando sobre sua responsabilidade direta as gerências e coordenações do setor;

• Controlar a agenda do presidente, sendo responsável pela marcação de encontro e reuniões internas ou externas;

• Controlar o setor de compras, manutenção de estoque, tendo sobre sua subordinação os gestores do almoxarifado e da dispensa de alimentação;

• Elaborar e emitir cartas e outros documentos direcionados aos associados.

• Receber toda documentação judicial e enviar para o setor responsável ou contratado para cuidar das demandas, devendo observar atentamente os prazos a serem cumpridos;

• Acompanhar e manter a presidência informada da Gestão do Edifícios Alferes Tiradentes, e adotar as providências necessárias para a constituição do condomínio;

Art. 7º - O Secretário Executivo, o Secretário de Planejamento e Gestão , e o Controlador poderão contar com um auxiliar direto para contribuir na organização burocrática atinentes ao exercício de suas funções.

• Secretaria Executiva • Secretaria de Planejamento e Gestão • Controladoria • Secretaria da Presidência

• Propor programas e ações nas áreas sociais, de lazer, educacional e de entretenimento, devendo interagir com o Secretário Executivo na formulação de projetos que possam ser encaminhados para as esferas de governo e a iniciativa privada;

Art. 8º - Além do auxiliar direto, os ocupantes de cargo de confiança acima descrito, terão sob sua coordenação, orientação ou subordinação, os seguintes órgãos ou setores com as suas respectivas estruturas de pessoal e chefia:

• Zelar pelo cumprimento dos Atos e Resoluções da Presidência da CBPMERJ devendo cobrar dos setores envolvidos os resultados, informações ou relatórios provenientes da determinação expressa nos atos;

1 - Secretaria Executiva • Departamento Jurídico • Comissão de Validação e Analise de Processos em Pagamento (CEAVP) • Supervisão de Relacionamento e Gerencia das Lojas e Serviços • Setor de Obras e Manutenção • Comunicação Social, Ouvidoria, Marketing e Call Center

Art. 2º - A estrutura administrativa da Presidência da CBPMERJ terá a seguinte composição:

Art. 3º - Compete a Secretaria Executiva:

• Auxiliar o presidente na Coordenação política dos trabalhos da Diretoria, Conselho e Comissões de trabalho, com elaboração de relatórios, lavraturas de atas e registros nos órgãos e cartórios quando necessários; • Expedir cartas e ofícios por Designação do Presidente, sendo o único autorizado, como já determina o Regimento a assinar correspondência a ser expedida a setores externos; • Coordenar todo trabalho de Comunicação Social, Relações Públicas e Marketing, da instituição, a ser executado de forma direta ou através de prestadores de serviços, que receberão da Secretaria as demandas, pedidos e autorizações para a execução de serviços;

• Exercer demais funções atribuídas pela presidência que não estejam descritas nas atribuições dos demais setores.

Art. 5º - Compete ao Controlador

• Receber dados e informações na área financeira a fim de emitir relatórios e planilhas a serem fornecidos à presidência, para a tomada de decisões a cerca de autorizações de pagamentos, alocação de recursos, autorização de compras, obras ou serviços; • Elaborar o orçamento e o programa anual;

• Coordenar as áreas de expansão e divulgação das lojas, estando sobre sua responsabilidade direta os setores responsáveis pela direção e supervisão das lojas de atendimento e serviços da CBPMERJ;

• Supervisionar o cumprimento das metas e diretrizes estabelecidas pela presidência relacionadas à execução orçamentária e o plano de contas da empresa;

• Manter relação com as empresas terceirizadas de prestação de serviços sendo responsável pela elaboração, guarda, acompanhamento e fiscalização da execução dos contratos;

• Analisar e relacionar previamente os dados e comprovantes de execução de mensais, antes da remessa ao setor contábil para produção do relatório de prestação de contas e demais procedimentos;

• Manter através da Comissão de Validação de Processos, o acompanhamento rigoroso dos processos administrativos de Benefícios em pagamento;

• Controlar o setor de informática, no tocante as atividades de processamento de dados; implantação e avaliação de sistemas e métodos de modernização;

• Dirigir todos os projetos de obras e expansão, tendo sob sua responsabilidade direta o programa de execução.

• Coordenar e direcionar a área de arrecadação, responsável pelo envio de dados para o desconto em folha, a emissão de boletos de cobrança e demais ações vincula-

2 - Secretaria de Planejamento e Gestão • Departamento de Recursos Humanos • Coordenação geral e administradores das pousadas • Atendimento ao associado • Setor de Compras, Almoxarifado e Cozinha • Condomínio Alferes Tiradentes • Comissões de trabalho de benefícios, patrimonial , de revisão do beneficio invalidez e demais criadas pela presidência 3 - Controladoria • Setores Financeiro e Contábil • Setor de Informática • Setor de Controle Paragráfo Único - As funções exercidas pelos ocupantes de cargo de confiança se limitam ao papel técnico, sendo os diretores, os responsáveis pela formulação política e de orientação nas áreas referentes às suas diretorias. Art. 9º - Este ato entrará em vigor em 03 de Janeiro de 2012, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte - Presidente


Atos

Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janiero GABINETE DO PRESIDENTE

ATO 040 /2011

ATO 043 /2011

ATO 046 /2011

O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 0039605-65.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social,

O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 0039605-65.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social,

O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 0039605-65.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social,

RESOLVE:

RESOLVE:

RESOLVE:

Art. 1º - NOMEAR a Srª. Luciana Nunes Luiz para exercer a função de Administradora da Pousada São Pedro da Serra desta CBPMERJ.

Art. 1º - NOMEAR a Srª. Vania Lucia Abílio para exercer a função de Supervisora da Área de Relacionamento desta CBPMERJ.

Art. 2º - Este ato entrará em vigor em 03 de Janeiro de 2012, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º - Este ato entrará em vigor em 03 de Janeiro de 2012, revogadas as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte Presidente

Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte Presidente

Art. 1º - INSTITUIR calendário de reuniões de trabalho visando elaboração do Plano de Trabalho Anual da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, para o exercício do ano de 2012. Art. 2º - O calendário de reuniões de trabalho terá inicio no dia 03/Jan/2012 e término previsto para o dia 12 /Jan/2012, com a seguinte seqüência:

ATO 041 /2011

O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 0039605-65.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social,

RESOLVE: Art. 1º - NOMEAR o Sr. Robson Silva Santos e o Sr. Ronald dos Santos Paulo para exercerem a função de Coordenadores das Pousadas desta CBPMERJ. Art. 2º - Este ato entrará em vigor em 03 de Janeiro de 2012, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte Presidente

ATO 042 /2011

O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 0039605-65.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social,

RESOLVE:

ATO 045 /2011

O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 0039605-65.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social,

RESOLVE:

Art. 1º - DESIGNAR a Srª. Roseni Pereira da Silva, para sem prejuízo de suas funções, responder pela coordenação da Loja de Serviços desta CBPMERJ localizada à Rua Pedro I, nº. 16 , no Centro / RJ. Art. 2º - Este ato entrará em vigor em 03 de Janeiro de 2012, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte Presidente

ATO 047 /2011

O Presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ, Pedro Chavarry Duarte com base e instrumentado pela decisão judicial proferida pela M.M.Juíza de Direito PATRICIA COGLIATTI DE CARVALHO da 10ª. Vara Cível, em 09.06.2010, confirmada no Agravo de Instrumento nº 0039605-65.2011.8.19.0000, através de Acórdão relatado pelo M.M Desembargador ROBERTO DE ABREU E SILVA e no uso das atribuições que lhe conferem o Artigo 17, Inciso III do Estatuto Social,

RESOLVE:

 Terça-Feira – 03 de janeiro de 2012 10:00h - Reunião Geral de Abertura das atividades do ano  Quarta-feira – 04 de Janeiro de 2012 10:00h - Departamento de Benefícios - Comissão de validação de Processos em pagamento - Comissão de Auditoria - Pagamentos e Acordos de processos judiciais  Quinta-feira – 05 de Janeiro de 2012 10:00h - Departamento de Patrimônio 14:00h - Condomínio Alferes Tiradentes  Sexta-feira – 06 de Janeiro de 2012 10:00h - Coordenação de Pousadas 14:00h - Setor de Recursos Humanos  Segunda-feira - 09 de Janeiro de 2012 10:00h - Supervisão e Gerência das Lojas de atendimento 13:00h - Obras e expansão 14:00h - Ouvidoria, Call-Center e Comunicação Terça-feira – 10 de Janeiro de 2012 10:00h - Controladoria Departamento Financeiro - Contábil - Controle 14:00h - Informática  Quarta-feira – 11 de Janeiro de 2012 10:00h - Reunião de fechamento do relatório: Secretaria Executiva – Secretaria de Planejamento – Auditoria e Diretores  Quinta-feira – 12 de Janeiro de 2012 10:00h - Reunião do Conselho Deliberativo Art. 3° - Todas as reuniões previstas no calendário serão realizadas na filial de Madureira, sito à Avenida Ministro Edgard Romero, 715 – Madureira.

Art. 2º - Este ato entrará em vigor em 03 de Janeiro de 2012, revogadas as disposições em contrário.

Art. 1º - NOMEAR o Sr. Paulo Rubens Xavier para exercer o cargo de Secretário de Planejamento e Gestão desta Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro – CBPMERJ. Art. 2º - Este ato entrará em vigor em 03 de Janeiro de 2012, revogadas as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte Presidente

Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte Presidente

Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2011 Pedro Chavarry Duarte Presidente

Art. 1º - NOMEAR a Srª. Vania Lucia Abílio para exercer a função de Supervisora da Área de Relacionamento desta CBPMERJ.

Art. 4° - Este ato entrará em vigor nesta data, revogando as disposições em contrário.


Recadastramento

A Caixa Beneficente iniciou no último dia 16 o processo de recadastramento entre os associados integrantes do programa Caixa Família. O processo tem por objetivo atualizar os dados cadastrais para emissão de apólice do novo plano funeral, que passa a vigorar este ano. Para se recadastrar basta comparecer nas lojas de serviço da Caixa Beneficente, localizadas na Av. Rio Branco nº 185 Loja 1 - Centro - Rio de Janeiro , na Rua Pedro I, 16, Praça Tiradentes - Centro do Rio, na antiga Rodoviária d e Friburgo, ou na Rua Tenente Aldir Soares Adriano nº 324 ( antiga rua Regina ), Centro, Mesquita, Rio de Janeiro ( em frente ao 20º Batalhão da Polícia Militar ). Para acessar os serviços basta ligar para: 0800 095 3004 Para mais informações entre em contato com o

Call Center (21) 2117-2000.

Pensando desta forma a direção da Caixa Beneficente da Polícia Militar está sempre em busca de oferecer o melhor aos seus associados. Sendo assim, firmou parceria com o grupo Capemisa, uma das maiores empresas no ramo de seguro para proteção do ser humano. Desde o início deste mês, a Capemisa está responsável pelo serviço funeral da Caixa Beneficente. A parceria permite, além de melhor qualidade no serviço que já estava sendo prestado, uma ampliação no benefício aos dependentes dos associados. A partir de agora, para a assistência funeral contratada, seus beneficiários (herdeiros legais) receberão uma indenização de R$ 1 mil por morte acidental. Além disso, será emitido um Certificado Individual de Seguro, comprovando a sua cobertura na apólice com a CAPEMISA. Para emissão da apólice de cobertura é necessário a atualização dos dados cadastrais, principalmente dos dependentes que atualmente precisam apenas constar na ficha de inclusão do associado titular A CAPEMISA atua exclusivamente no ramo de pessoas e seu trabalho é centrado na segurança e na proteção do ser humano por meio de seguros. A empresa tem 47 anos de tradição e uma carteira com mais de 340 mil planos ativos.

Para o presidente da Caixa Beneficente, Pedro Chavarry, esta foi apenas uma das primeiras novidades das muitas que virão em 2012. “A mudança visa oferecer melhores condições de atendimento aos associados, sem que isso represente qualquer acréscimo no valor que hoje já é descontado. Cada vez mais iremos em busca de serviços de qualidade para oferecer ao nosso pública e atrair mais sócios”, destacou. Chavarry esclarece também, que em caso de falecimento, todos os integrantes do plano estão as segurados em cobertura nacional, ou seja, em qualquer lugar do Brasil.

Para emissão da apólice de cobertura é necessário a atualização dos dados cadastrais, principalmente dos dependentes que atualmente precisam apenas constar na ficha de inclusão do associado titular.


jan 2012