Issuu on Google+


02 Edição 12 - Ano 1 Nações Unidas

Brasil comandará o Conselho de Segurança da ONU em fevereiro. O posto é rotativo e sempre ocupado por um dos 15 membros do órgão. Há anos, o Brasil tenta ocupar um assento.

CBPMERJ Pág 02

Palavra do Presidente Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a benignidade, e andes humildemente com o teu Deus?

O

Miquéias , Cap. 6 Vers 8

s novos rumos que temos buscado trilhar à frente da Caixa Beneficente da Policia Militar, tem em curto prazo, alcançado resultados satisfatórios e animadores, quanto à perspectiva que temos de trabalho. Ainda enfrentamos um forte ranço do passado, produto de uma cultura implantada durante anos, que de certa forma atrapalha a velocidade das mudanças. Entretanto, a mentalidade jovem e destemida de minha equipe, a clareza de objetivos e propósitos e, sobretudo, o nosso compromisso com o associado se transformam em combustível para a nossa caminhada. Assumimos enfrentando graves problemas administrativos e financeiros. O setor de Benefícios era o principal ponto de problema. Desordem processual,

“ Pedro Chavarry é presidente da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro”.

falta de pagamento, duplicidades entre outras situações. No setor de Recursos Humanos, falta de recolhimento de encargos, dívidas com férias que ultrapassam R$ 700mil. A folha de pagamento estava inchada e havia uma enorme falta de comando. Na área financeira , dívidas judiciais altíssimas, débitos fiscais e uma série de outras discrepâncias . Viramos esta página e iniciamos nosso trabalho. Conseguimos em oito meses de administração pagar mais de R$ 2 milhões em benefícios, ou seja, pagamos mais do que o nosso antecessor em 15 meses de gestão. Reorganizamos os setores financeiro e administrativo, instituindo uma auditoria e criando um setor de controladoria; iniciamos a regularização das férias dos

funcionários, já tendo sido pago cerca de R$ 400 mil da dívida encontrada. Iniciamos um processo de negociação para estabelecer acordos de parcelamentos dos débitos federais (FGTS, INSS, IR e outros). Abrimos importantes canais de comunicação com os associados. Criamos uma ouvidoria. Para mais conforto e comodidade aos associados, readequamos as instalações físicas da sede de Madureira. Retomei a administração do plano funeral e criamos o programa Caixa Família, destinado a oferecer serviço e assistência aos sócios. Implantamos um serviço de orientação jurídica gratuita com o corpo jurídico da Caixa, instituindo assim, o programa o Caixa Justiça. Estabelecemos uma parceria com

CBPM adverte Secretaria de Planejamento sobre descontos duplicados dor, solicitando o cancelamento da taxa. O Secretario Executivo da CBPMERJ Rogério Sant´Ana encaminhou solicitação ao órgão para que retire a expressão CB CONVÊNIO, do código 719 da UNASP. Santana esclarece que o uso do nome na CB no código passa a impressão ao associado de que os descontos estão sendo efetivados em favor da Caixa Beneficente, quando na verdade não são. “A Caixa Beneficente não mantém qualquer relação contratual com UNASP , o que não justifica a manutenção desta expressão no contracheque”, destacou Rogério.

CBPMERJ Editora Executiva: Jania Bizarelli Editora: Elaine Dourado Reporter: Leandro Gaseta leandrogaseta@cbpmrj.com.br Marketing: Viviane Duque Estrada marketing@cbpmrj.com.br Projeto Gráfico - Diagramação: Genaro Braga - 7833-3640

Contatos: PABX: (21) 2117-2023 (21) 2696-8522

A advogada Regina Miki é a primeira mulher a comandar a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Miki terá a missão especial de reduzir significativamente a criminalidade no País. Descaso em delegacias do país

Desconto em duplicidade

A Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro encaminhou à Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG), solicitação para cancelamento de cobrança em duplicidade de pelo menos 600 associados. Apesar de outras notificações já terem sido feitas ao órgão, muitos associados continuam tendo o desconto no contracheque em favor da UNASP. A maioria das solicitações de cancelamento ocorreu nos meses de setembro e outubro de 2010. A direção da Caixa Beneficente diz desconhecer as razões pela qual a SEPLAG mantém os descontos, tendo em vista que há manifestação expressa do servi-

Senasp

www.cbpmrj.com.br e-mail: comunicacao@cbpmrj.com.br

Edição Ano 1 Edição 12 O Jornal CBPM INFORMA é uma Publicação da Panorama comunicação da Baixada CNPJ 08219620/0001-28 Tiragem desta edição: 50.000 exemplares Distribuição gratuíta e dirigida O Jornal CBPM INFORMA, é um produto de circulação mensal, com caráter informativo ao público em geral. Não nos responsabilizamos por opiniões e conceitos emitidos em artigos assinados. O material publicado só poderá ser reproduzido com autorização expressa da direção ou dos respectivos autores.

o Banco do Brasil para proporcionar crédito aos nossos associados e, com a Renault, para a venda de automóveis com desconto especial. Iniciamos um trabalho de descentralização criando pólos regionais de atendimentos, e agência de serviços em centros comercias. Estabelecemos como meta para o ano de 2011, dobrar o nosso pagamentos de benefícios e triplicar a nossa política de investimento e crescimento. Tudo isso tem sido possível com a aplicação correta dos recursos das contribuições e com o estabelecimento de parcerias com a sociedade civil e com empresas privadas. Estamos trabalhando incessantemente para pavimentar o caminho do sucesso e da consolidação de nossa história na instituição.

E

m reportagem especial exibida pelo Fantástico da Rede Globo, no último dia 30, fica evidente o abandono nas delegacias do País. A falta de estrutura e em alguns casos, o tratamento desumano, chamam a atenção para uma reforma urgente no setor. Para mostrar o caos nas delegacias do Brasil, a equipe do Fantástico percorreu mais de três mil quilômetros, em cinco estados. Além de São Paulo, no Sudeste, e do Maranhão, no Nordeste; o Fantástico esteve em Goiás, no Centro Oeste e em Tocantins e no Pará, região Norte.

Em Alta Economia deve crescer 4,6% este ano

Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) aumentaram a projeção para o crescimento da economia neste ano de 4,50% para 4,60%. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, em 2012, foi mantida em 4,5%.

Em Baixa Cresce o número de casos de dengue no Rio

Com o verão em alta, cresce também o alerta para o risco de epidemia da dengue. O número de casos de dengue notificados na cidade em janeiro foi três vezes maior do que o total de casos registrados em janeiro do ano passado. Apesar de a cidade estar “em alerta” para a doença e das autoridades não descartarem o risco de uma epidemia, agentes de vigilância responsáveis pelo trabalho de prevenção não conseguem entrar em 29% das residências visitadas. Só no ano passado, eles não puderam entrar em 1,1 milhão de domicílios.

Oportunidade de 3 mil vagas na Segurança Pública Com a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016, o reforço da Segurança Pública voltou a ser foco dos governos. União, estado e município já preparam editais de novos concursos, com previsão de lançamento para este semestre ainda. Deverão ser oferecidas 3.090 vagas. A primeira a realizar processo seletivo deve ser a Polícia Civil. São esperados seis editais com 598 oportunidades voltadas a carreiras de níveis Médio e Superior. Vencimentos iniciais variam entre R$ 1.954,37 a R$ 10.690,58. São aguardado também os editais com 400 vagas para o cargo de Cabo auxiliar da saúde e outros 90 postos para músicos da PM do Rio


Portal cbpmrj O Novo portal da CBPMRJ na internet www.cbpmrj.com.br você encontra a lista de benefícios da Caixa e todas as informções que você precisar

Edição 12 - Ano 1

Música

Brasil é o segundo país onde mais se baixa música sem pagar, praticamente empatado com a líder Espanha, de acordo com relatório da Federação Internacional da Indústria Fonográfica.

Benefícios Atendimento em números

2

milhões

Unidade odontológica é inaugurada com mais de 150 atendimentos A saúde também começa pela boca. Pensando nisso, a Caixa Beneficente inaugurou no iníciou de janeiro um moderno consultório odontológico. Neste primeiro mês de funcionamento, a média de atendimento semanal, tem sido de pelo menos 150 associados. O consultório, que recebeu o nome do saudoso ex-presidente da Caixa Beneficente, Jorge Petrola, está situado na sede da instituição, em Madureira e atende de segunda a sexta, das 9h às 17h. Com capacidade para até 25 atendimentos diários,

são oferecidos serviços como: procedimentos clínicos, estéticos, ortodôntico (aparelhos de correção dentária), clareamento, próteses (dentaduras, rochs, bloco, coroa), endodontia (tratamento de canal), entre outros O atendimento será realizado mediante agendamento, que poderá ser feito pessoalmente, no próprio gabinete odontológico, ou pelo telefone 2117-2047. O paciente deverá apresentar a carteirinha do Plano Caixa Família e um documento de identidade com foto.

Setor jurídico já tem 15 atendimentos diários

A

procura por atendimento jurídico na Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro já chega a marcas expressivas. O corpo de advogados da instituição tem feito em média 15 atendimentos diários. A área cível é a mais requisitada, com 1.572 processos em andamento. O Caixa Justiça, um dos serviços lançados pela atual administração, tem por objetivo dar total suporte às demandas jurídicas dos associados e seus dependentes. A grande procura por atendimento nesta área, mostra a sensibilidade da atual administração em levar aos associados os serviços que eles realmente precisam. Para Rogério Sant’Ana, secretário executivo da Caixa Beneficente, a entidade acertou em cheio quando implantou o benefício. “A Justiça no Bra-

de benefícios pagos em 2010 pela gestão de Pedro Charry

1200

Atendimentos Feitos em um único mês após a reabertura da sede de Madureira em 2010

Você

DESTQUES DA CAIXA CAIXA FAMÍLIA

Um plano de assistência ao associado e seus dependentes, com benefícios cruciais nas horas mais importantes. Oferece uma ampla rede de vantagens com descontos em serviços, clínicas médicas conveniadas, cursos profissionalizantes e faculdades, descontos em clínicas odontológicas, oftalmológicas, orientação jurídica, e muito mais

CAIXA CRÉDITO

Consiste no crédito com desconto em folha e com as menores taxas do mercado. O associado, além do empréstimo consignado, tem acesso a uma rede de descontos e vantagens nas empresas conveniadas à Caixa Beneficente

CAIXA JUSTIÇA

Atendimento para o associado e seus dependentes. Profissionais altamente preparados para atuar em todas as esferas do Direito • Atendimento 24h • Civil • Criminal • Administrativo • Trabalhista • Família • Empresarial

PLANO MÉDICO AMBULATORIAL

Neste plano, os associados e seus dependentes contam com uma rede de 12 clínicas credenciadas. O plano ambulatorial oferece atendimento ambulatorial em diversas especialidades médicas, inclusive para atendimento obstétrico, e exames básicos.

800

recadastramentos A quantidade de pessoas que procuraram a sede da CBPMERJ em Dezembro

780

Acessos no site

pessoas que buscaram por informações sobre benefícios e recadastramento em 2010

Atendimento

Requalificação de funcionários tem como foco o atendimento de excelência

A sil continua sendo um serviço caro para o cidadão. A atual administração tem pensado em atender aos associados naquilo que eles mais precisam e serviço jurídico é um deles”, enfatizou.

03

tendimento de excelência e associados satisfeitos. Com este objetivo, a atual administração da Caixa Beneficente da PM requalificou profissionalmente todo o quadro de funcionários de atendimento da instituição. A presteza e agilidade tem sido um diferencial para os associados e seus dependentes. O setor de Recursos Humanos da instituição, pelo menos uma vez por mês, tem feito reuniões motivacionais a fim de contribuir também na qualidade de vida do seus agregados.

Coronel Hudson volta a se associar à CBPMERJ O ex-comandante da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Coronel Hudson de Aguiar Miranda, confiante no trabalho que está sendo desenvolvido pela atual administração da Caixa Beneficente voltou a ser associado da instituição. Há mais de 10 anos afastado do quadro de associados da CBPM, por discordar dos rumos que estavam sendo tomados, Hudson acredita que este é o melhor momento para retornar. “Confio plenamente na capacidade do coronel Chavarry e do Coronel Robson para reerguer a Caixa Beneficente. Este é o motivo que me fez voltar a descontar para a instituição. Quero deixar bem claro que foi a confiança que tenho nestes homens que me fez voltar. Tenho acompanhado as mudanças que estão ocorrendo. Quero fazer parte deste momento, de transformação e de afirmação”, revelou Hudson. O formulário de associado foi preenchido pelo presidente da CBPM, Pedro Chavarry, que desta-

cou a importância de resgatar mais tantos outros policiais militares afastados da entidade. “ Temos como uma de nossas metas também, resgatar muitos outros policiais afastados de nossos quadros. Para isso, estamos nos esforçando em mostrar aos policiais que a Caixa Beneficente vive um novo momento, em que o nosso associado é pensado em primeiro lugar”, enfatizou. Segundo o Coronel Robson Paulo, o retorno do Coronel Hudson ao quadro de associados da Caixa Beneficente simboliza uma nova era para a instituição. “O coronel Hudson representa para todos nós, uma referência de caráter e ética. O seu retorno é uma vitória para a CBPM”, comemorou. O coronel Hudosn de Aguiar, que atualmente é Secretário Municipal de Ordem Urbana de Nova Friburgo, foi um dos responsáveis para que a região recebesse o primeiro núcleo de atendimento regional aos associados da CBPM.


04 Edição 12 - Ano 1 Cruz Vermelha

De acordo com o último balanço , foram recebidos 450 mil litros de água, 35 mil litros de leite, 250 toneladas de alimentos e 50 mil itens de higiene e limpeza

Friburgo Solidariedade CBPM atende desabrigados

Donativos

Cruz Vermelha avisa que não há mais necessidade de doação de roupas para vítimas das chuvas. Somente na sede da entidade, estão armazenadas 250 toneladas de vestuário

Reconstrução das áreas afetadas

Caixa disponibiliza pousada para atender desabrigados das chuvas em Friburgo

A

tendendo a um pedido do comandante Geral da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Coronel Mário Sérgio Duarte, a Caixa Beneficente da Policia Militar disponibilizou uma de suas pousadas para atender policiais militares, bombeiros e seus familiares, vítimas das fortes chuvas de janeiro, em Nova Friburgo. Mais de 800 pessoas foram mortas em consequência das fortes chuvas na Região Serrana do Rio. Dentre as vítimas das chuvas, estão quatro bombeiros que trabalhavam nos resgates das vítimas. Friburgo foi a área mais devastada com quase 400 mortos e milhares de pessoas desabrigadas. A devastação foi tão violenta que provocou uma mudança na geografia de toda aquela área. Engenheiros do Exército usaram tecnologia avançada para redesenhar o curso de rios e avaliar o que aconteceu com os morros após os deslizamentos. O trabalho vai ajudar na identificação dos pontos críticos, para agilizar a solução dos problemas

Apesar das fortes chuvas que destruíram a infraestrutura de Friburgo, pousada da CBPM ficou intacta

Policiais auxiliam no resgate de vítimas da chuva na Região Serrana do Rio Sessenta policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), do GAM (Grupamento Aéreo Marítimo) e do Gesar (Grupamento Especial de Salvamento e Ações de Resgate), ajudaram no resgate das vítimas das chuvas na região. Mais de 800 pessoas foram resgatadas. Destes, 645 vítimas com vidas e sem ferimentos, 13 vítimas com ferimentos, oito vítimas

sem vida e 150 atendimentos assistenciais. Além disso, as equipes conseguiram desobstruir 17 vias. As cidades de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto e Bom Jardim foram as mais afetadas. Serviços como água, luz e telefone foram interrompidos, estradas foram interditadas, pontes caíram e Movidos pela solidariedade, policiais ajudaram no resgate bairros ficaram isolados.

O ano de 2011 começou com uma série de desafios para as autoridades de diversas esferas do governo: reconstruir as cidades afetadas pela chuva. Com a devastação, além das vidas, milhares de sonhos foram embora com as enxurradas. Para reconstruir as áreas afetadas o Governo Federal anunciou a liberação de R$ 780 milhões de investimento, que serão usados na infraestrutura. O BNDES facilitou o crédito de R$ 400 milhões para atender os pequenos e micro empresários que perderam tudo, inclusive os documentos de seus negócios. Eles terão o crédito facilitado, evitando burocracias e com juros bem baixo do mercado. O objetivo da medida é fomentar a economia local

Cinco parques fluviais serão implantados na Região Serrana O Governo do Estado anunciou a implantação de cinco parques fluviais ao longo de 95 km de margens de rios de Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis, cidades na Região Serrana do Rio de Janeiro, afetadas pelas chuvas de janeiro. De acordo com a secretaria de Meio Ambiente, para as obras, serão necessários R$ 190 milhões do Estado e do governo federal.


Saúde Microchip capaz de diagnosticar precocemente as alterações cardíacas e tumores de certos tipos de câncer será apresentado por pesquisadores em fevereiro no Texas

Deterioração

Mais de R$ 2,2 bilhões de bens apreendidos pela Justiça estão se deteriorando, aguardando decisão judicial final para irem a leilão.

Edição 12 - Ano 1

05

Friburgo Atendimento

Núcleo de Atendimento

Crea propõe medidas para evitar novos deslizamentos na região

Caixa Beneficente inaugura Núcleo de Atendimento em Nova Friburgo

O

Com uma visão totalmente voltada para o policial militar e seus dependentes, a atual administração da Caixa Beneficente da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBPMERJ) não tem medido esforços para garantir o excelente atendimento aos seus associados. Para atender às demandas dos associados da Região Serrana, Nova Friburgo, é o primeiro município do Rio a receber um Núcleo de Atendimento totalmente moderno. A nova estrutura funciona na Avenida Alberto Braune, s/nº - anexo antiga Rodoviária Leopoldina , sala anexa à Secretaria Municipal de Ordem Urbana. Neste espaço, os associados recebem o mesmo atendimento oferecido na sede da instituição, localizada em Madureira, na Zona Norte do Rio. No núcleo de atendimento será possível consultar andamento de processos, dar entrada em benefícios, aderir aos novos planos de assistência, solicitar empréstimos consignados, créditos para compra de bens, reservar estadia nas pousadas, entre outros serviços. O horário de funcionamento será o mesmo da Prefeitura do município, de segunda à sexta-feira, das 9 às 17h. De acordo com o presidente da Caixa Beneficente da PM, Coronel Pedro Chavarry, pelo menos

quanto 6% disseram que a cidade ficará mais insegur mais nove núcleos como estes serão inaugurados em pontos estratégicos do Estado.

“Estamos reconstruindo a Caixa Beneficente tendo como foco principal o excelência no atendimento aos nossos associados” “Novos planos de assistência foram criados. Implementamos novos programas de

benefícios e ampliamos a rede conveniada para que os associados possam receber de volta o seu investimento. Fizemos um programa de reciclagem dos funcionários para que eles atendam nossos associados, que são o maior patrimônio da instituição, da melhor forma possível. Este espeço facilita o atendimento dos policiais que moram nestas regiões”, enfatizou Chavarry.

Autoridades e associados prestigiam a inauguração

Em discurso, prefeito de Nova Friburgo ressalta importância do núcleo A solenidade de inauguração do Núcleo de Atendimento da Caixa Beneficente da Polícia Militar em Friburgo contou com a presença de autoridades, associados e de parte do conselho administrativo da entidade. O prefeito de Nova Friburgo, Dermeval Barbosa Moreira agradeceu ao secretário municipal de Ordem Urbana, Coronel Hudson de Aguiar Miranda, por sensibilizá-lo a respeito da importância da instalação do Núcle, para que os beneficiados não precisem recorrer a outras cidades do Estado para serem atendidos.

“Vejo hoje, militares que trabalharam tanto e que precisam de maior comodidade para resolverem suas questões”, comentou. Estavam presentes também o excomandante da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro e atual secretário de Ordem Urbana do município, Coronel Hudson de Aguiar; o subsecretário de Ordem Urbana, Coronel Claudecir Ribeiro, entre outros. Representando a Caixa Beneficente da Polícia Militar estavam presentes, além do presidente, Coronel Pedro Chavarry; o vice-presidente Coronel Robson Paulo, entre outros.

Diretoria da CBPM comemora ampliação de atendimento em Friburgo

O Crea-RJ apresentou um relatório preliminar sobre as inspeções realizadas em Teresópolis e Nova Friburgo logo após a enxurrada que deixou centenas de mortos. O documento aponta que medidas simples poderiam ter evitado as mortes na região. O relatório sugere ações a curto prazo, como a construção de ondulações nos rios para a redução da velocidade da água. Os técnicos também propõem que na região afetada sejam construídas pequenas barragens ao longo dos rios, desde a cabeceira até as áreas planas, com o objetivo de também diminuir a força das águas. O documento ressaltou a necessidade de obras de contenção nas encostas, para prevenir deslizamentos, e de diminuição das ocupações irregulares. O presidente do conselho, Agostinho Guerreiro, estima que 80% das mortes na região poderiam ter sido evitadas caso houvesse esse tipo de planejamento. “É um desserviço a população dizer que esta tragédia foi causada pelas mudanças climáticas e por conta da ação da natureza. Contribuiu, mas a grande causa foi a ação do homem e a falta de planejamento das prefeituras, responsáveis pela ocupação do solo”, relatou.

Prefeitura de Friburgo, cancela o carnaval de 2011 devido às chuvas Sem clima para festas, a prefeitura de Nova Friburgo cancelou o Carnaval deste ano. Além das mortes, as principais escolas de samba do município perderam fantasias e parte das alegorias. O secretario de Turismo, José Carlos Motta, explica que existe a possibilidade de realizar um Carnaval fora de época, mas ainda não há data definida. Os festivais de Gastronomia e Inverno, não terão datas modificadas. José Carlos Motta, explica que existe a possibilidade de realizar um Carnaval fora de época, mas ainda não há data definida. Os festivais de Gastronomia e Inverno, não terão datas modificadas.


06 Edição 12 - Ano 1 Educação

Proposta em tramitação no Congresso prevê retirada de impostos que pesam no preço do material escolar, o que pode baixar o custo em mais de 40%.

Carteira

O número de trabalhadores sem carteira assinada no setor privado caiu em 2010 pelo quinto ano consecutivo, segundo pesquisa do IBGE.

Novos Rumos Dobrar pagamentos: essa é a meta Em 2011, Caixa Beneficente pretende dobrar a quantidade de benefícios pagos

D

obrar o valor de benefícios pagos em 2010, abertura de pelo menos nove polos de atendimento regional, inaugurar cinco agências de serviços em parceria com o Banco do Brasil e ampliar os programas Caixa Família, Caixa Justiça e Caixa Crédito. Estas são algumas das metas estabelecidas para o ano de 2011 pela diretoria da Caixa Beneficente da Policia Militar. As novas propostas foram anunciadas durante evento de abertura das atividades do ano, realizado no início de janeiro na sede da instituição, em Madureira. Na ocasião foram inauguradas as novas instalações, com uma central de atendimento aos associados; banheiros públicos, inclusive para deficientes físicos e o primeiro consultório odontológico do programa Caixa família. O evento contou com a presença de associados, diretores e parceiros comerciais. Na ocasião , também foram apresentadas pelo setor de marketing a nova identidade visual da Caixa Beneficente

Presidente da CBPM anuncia novos rumos para 2011

Sede da CBPM é reformada para atender melhor seus associados

Confraternização reuniu funcinários e associados

Associados comemoram mudanças anunciadas por Pedro Chavrry

Diretor Executivo, Rogério Sant’Ana mostra metas para 2011


Aeroporto

O governador Sérgio Cabral criticou o funcionamento do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) “é “uma vergonha para o povo do Rio”, destacou.

Edição 12 - Ano 1

07

Miguel Cordeiro, presidente da ASSINAP, elogia a iniciativa da nova administração

Mais de R$ 2 milhões em benefícios pagos Na abertura do evento o Secretário Executivo Rogério Sant´Ana, o diretor de Patrimônio Mauro Silva Mendes, e o diretor de Benefícios, Luiz Duarte apresentaram um balanço dos resultados obtidos no ano de 2010. O destaque foi o número alcançado de pagamento de benefícios. Apesar da crise financeira, em oito meses da nova administração, foram pagos mais de R$ 2 milhões em benefícios aos associados o que representa mais que os antigos dirigentes fizeram nos últimos 15 meses de administração. A reorganização administrativa e financeira da CBPMERJ com a realização de uma auditoria, o estabelecimento de um plano de férias para os funcionários e a formalização de acordos para

colocar fim a dívidas fiscais também mereceram destaque no relatório. Segundo Rogério Sant´Ana, uma das metas na área da gestão financeira para o ano de 2011 é o estabelecimento de um orçamento anual, com rubricas especificas por setor e calendário de pagamento. Dentre os novos projetos, vale destacar também, a prioridade da CBPMERJ em abrir novos polos de atendimento regional aos moldes, do já inaugurado em Nova Friburgo. Os pólos proporcionarão a facilidade dos associados a buscarem os serviços da Caixa Beneficente. Esta aproximação também vai gerar ao associado mais condições de usufruir dos serviços e acompanhar a tramitação e resolução dos processos.

Atendimento Metas 2011

4

milhões

A serem pagos em benefícios aos associados em 2011

28800 Atendimentos

Projeção de atendimentos a serem feitos em 2011

9800

Ampliação de serviços aos associados O Presidente da Caixa Beneficente, Pedro Chavarry, durante seu discurso enfatizou a prioridade máxima da instituição: o associado. “O associado é o nosso maior patrimônio e será prioridade máxima. O ano de 2011 será promissor, sobretudo, em razão de implantação de novos programas que beneficiam diretamente o policial militar e seus dependentes”, disse. Novos planos de assistência ao policial e seus dependentes estão sendo projetados. Os serviços já criados, visam aumentar a arrecadação. “O Caixa Família tem muitos serviços e vantagens para o associado e toda sua família. Criamos um projeto que tem como objetivo

central a valorização do ser humano e da vida” comentou Chavarry. Chavarry relembrou ainda, as dificuldades iniciais enfrentadas por sua administração, como por exemplo, as demandas judiciais diárias de beneficiários, ocasionadas pela gestão ineficiente da antiga administração. “As execuções judiciais com penhora-online inviabilizam o dia a dia, mas estamos trabalhando e fazendo acordos, atendendo de forma positiva a todos. Afinal, trabalhamos sempre em cima da legalidade”, destacou Chavarry, que estabeleceu ainda a meta de pagar até dezembro de 2011 R$ 4 milhões em benefícios

recadastramento A meta para esse ano de retorno de associados

2000

Acessos no site de acessos para o novo portal da CBPMERJ em 2011

Inaugurado moderno consultório odontológico para os associados

Associados acompanham atentos anúncio de novos serviços


08

Edição 12 - Ano 1

Aposentados

Os aposentados e pensionistas do INSS tomaram R$ 26,8 bilhões em empréstimos consignados no ano passado, por meio de crédito pessoal e de operações com cartão de crédito. Houve crescimento de 17,9% nas operações consignadas em relação a 2009, quando foram movimentados R$ 22,7 bilhões. Foram registrados no ano passado 10,1 milhões de contratos de crédito consignado, contra 9,59 milhões em 2009.

Jurídico Irregularidades

Doações irregulares

Consumo A classe C ultrapassou as classes A e B no consumo de produtos e serviços para a manutenção do lar em 2010.

Financiamento para manter moradia

Benesses serviam de fachada para venda ilegal de patrimônio da Caixa Beneficente pela antiga administração As doações de pelo menos 200 imóveis pertencentes à Caixa Beneficente, feita pelo ex-presidente, Jorge de Souza Lobão, serviam de fachada para venda ilegal do patrimônio da instituição. É o que comprova auditoria realizada pela nova administração. Os imóveis localizados nos conjuntos habitacionais Pedro Mazzolene, em Itaboraí ; Jardim Primavera, em Nova Friburgo e Alferes Tiradentes, em Madureira; foram doados de forma irregular, uma vez que tal procedimento deveria ser decido em Assembleia Geral, conforme estatuto da instituição. No entanto, não foi o que ocorreu. A comercialização irregular de imóveis virou caso de polícia, já que alguns imóveis doados foram vendidos a terceiros. As distorções aconteceram principalmente no conjunto Jardim Primavera, onde os antigos síndicos receberam do expresidente Jorge Lobão a carta de doação de 10 imóveis, com o objetivo, segundo relato, de Fulano de tal “vender” a terceiros e aplicar os recursos em melhorias do condomínio. As vendas ocorreram, no entanto, as melhorias ainda Moradores foram enganados com doação estão por vir.

O

Secretario Executivo da Caixa Beneficente, Rogério Sant´Ana e o Assessor da Presidência, João Adad, receberam dezenas de moradores dos conjuntos notificados. Durante as audiências ficaram constatada o comércio de venda de cartas de doações e chaves dos imóveis. A maioria dos moradores não tem qualquer vínculo com policiais e seus dependentes. Os imóveis em Duque de Caxias forma vendidos pelos valores entre R$ 5mil e R$ 20 mil. Durante audiência com os moradores, Rogério Sant´Ana, esclareceu sobre a ilegalidade dos atos praticados pelos antigos gestores e da intenção da nova diretoria em regularizar a situação. Sant´Ana revelou ainda, que a instituição planeja abrir uma linha de financiamento bancária para que esses moradores tenham seus imóveis, mas de forma legalizada, como determina a lei.

gante. No dia 11 de fevereiro de 2009, a Caixa Beneficente, através de um documento denominado “DOAÇÃO”, transferiu a posse do imóvel a um dos muitos “donatários” que aparecem no processo. O imóvel parece ter sido recebido de bom grado pelo donatário. Mas, no dia 9 de março de 2009, um mês depois de ter sido presenteado, o apartamento foi vendido por apenas R$ 5 mil. Através de um documento denominado “Instrumento Particular de Compra e Venda”, M. e sua esposa, L., passaram a ser os novos “proprietários”. Mas só por um dia. Outro documento expedido dia 10 de março de 2010, comprova a venda do mesmo imóvel para T..

Legalidade

Sindicância para apurar irregularidades Moradores foram enganados T., de 59 anos, que mora em um imóvel comprado de um donatário (pessoa que recebeu doação) no conjunto Jardim Primavera, em Duque de Caxias, é um caso intri-

Ao constatar as irregularidades, o atual presidente da Caixa Beneficente, Pedro Chavarry nomeou uma comissão para acompanhar todo o processo e orientado por advogados acerca das irregularidades, baixou ato, anulando todas as doações. Chavarry determinou ainda, que o departamento jurídico

da instituição adotasse medidas com a finalidade retomar os imóveis e regularizar a situação dos moradores. A instituição enviou comunicado a todos os beneficiados pelas doações, alertando-os para possíveis consequências em caso de venda para terceiros. Temendo perder os imóveis, dezenas de moradores já

compareceram à CBPM solicitando mais esclarecimentos. Na maioria dos casos, os imóveis foram vendidos e revendidos. Alguns casos levantam sérias suspeitas de fraude, e a orientação da instituição para aqueles que compraram os imóveis de boa fé, é ir à justiça contra quem os vendeu.

A atual gestão da Caixa Beneficente da Policia Militar do Estado do Rio de Janeiro tem como um de seus lemas a transparência e a legalidade. Por conta disso, as decisões a serem tomadas, que envolvam diretamente o destino da instituição e seu patrimônio, passam por rigoroso crivo de uma assembleia. O presidente da entidade, Pedro Chavarry semanalmente se reúne com o corpo administrativo para discutirem todas as ações a serem executadas na Caixa Beneficente. De acordo com Pedro Chavarry, é importante trabalhar com transparência e participar os associados de todos os acontecimentos na instituição. “Todas as nossas ações serão de conhecimento dos nossos associados. Nada de obscuridade”, destacou.


CBPMRJ Jan2011