Issuu on Google+

Boletim nº 585 | 23.06.2013

Cx Postal 194 - CEP 30161-970 - BH - MG | Aimorés 482 | falacaverna@gmail.com | www.cavernadeadulao.org

EU DEVERIA SER COMO QUEM SERVE O apóstolo Paulo nos fala de fazer o bem e se inclui também. “Não cansemos de fazer o bem”. Gálatas 6:9 e também em II Tessalonicenses 3:13. “Quanto a vocês irmãos nunca se cansem de fazer o bem”. “Eu sou como quem serve”, estas palavras sairam dos lábios de nosso senhor Jesus. De fato Jesus foi um servo, Ele foi o servo dos servos. Toda sua vida foi vista e conhecida pelo servir. Quanta nobreza, quanta beleza, quanta inspiração na vida de Jesus! Ele andou por toda parte fazendo o bem. E uma coisa impressionante de se lembrar e observar é que tudo que Ele fazia era pra glória de Deus. Seus milagres visavam a glória do pai. Sempre ajudando ao seu semelhante. Precisamos sempre lembrar que fomos chamados para servir, somos o corpo de Cristo. Igreja é diaconia, igreja é serviço. Todos somos diáconos no Reino de Deus, quando servimos ao irmão com certeza estamos servindo ao Senhor Jesus, há tantas áreas onde a igreja pode e deve exercer a missão diaconal. Como igreja e como filhos do Senhor, somos luz e sal, e através de nós o amor de Deus pode se revelar aos homens (ao próximo). Queridos todos nós devemos nos interessar, nos envolver com o ministério da diaconia, com o servir. Servir é pra todos nós que fomos salvos pela graça de Jesus Cristo. Vamos meditar juntos: “Sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.” Que o Senhor nos abençoe e nos guarde em nome de Jesus. Tânia de Carvalho Pastoral da Caverna

CULTOS: Domingo às 18 horas

|

Quarta-feira às 19h30


ÃO

a e e d a d i c i n 3. A u idade de Cristo

NOSSA CONFISS

universal

ador e um só evangelho, Afirmamos que há um só Salv se variedade de maneiras de embora exista uma ampla os tod que s mo ece onh Rec . ção realizar a obra de evangeliza da vés atra hecimento de Deus os homens têm algum con tal natureza. Mas negamos que na s Deu revelação geral de sua por , ens hom os s ar, poi conhecimento possa salv o e. Também rejeitamos, com dad ver a em rim sup a, stiç inju tipo er lqu qua e o evangelho, tod depreciativo de Cristo e do cujo pressuposto seja o de que logo diá de ou de sincretismo de todas as religiões e ideolo Cristo fala igualmente através m, me s-ho Deu próprio o único gias. Jesus Cristo, sendo ele como único resgate pelos smo me si a eu que se oferec re Deus e os homens. Não ent pecadores, é o único mediador mos pelo qual importa que seja existe nenhum outro nome do sa cau por ndo estão perece salvos. Todos os homens que do ejan des , ens hom os os pecado, mas Deus ama tod , os se arrependam. Entretanto tod que s ma , eça per hum nen e o açã salv da o udiam o goz os que rejeitam Cristo rep s rna de Deus. Proclamar Jesu ete ção ara sep à -se condenam os os tod ” não é afirmar que como “o Salvador do mundo o ou ao final de tudo, serã e, ent am homens, automatic am reç ofe s giõe reli as todas salvos; e muito menos que es de proclamar o amor de ant a-se Trat to. Cris em o salvaçã os pecadores e convidar todos Deus por um mundo de no hor Sen e r ado ele como Salv homens a se entregarem a s l de arrependimento e fé. Jesu soa pes so mis pro com sincero os lam Ane o e qualquer nome. Cristo foi exaltado sobre tod a se dobrará diante dele e tod lho joe o tod pelo dia em que hor. língua o confessará como Sen

org/blog/cremos www.cavernadeadulao.

PACTO DE LAUSANNE: 1. O propósito de Deus; 2. A autoridade e o poder da Bíblia;  3. A unicidade e a universalidade de Cristo; 4. A natureza da evangelização; 5. A responsabilidade social cristã; 6. A Igreja e a evangelização; 7. A cooperação na evangelização;

8. Esforço conjugado de igrejas na evangelização; 9. Urgência da tarefa evangelística; 10. Evangelização e Cultura; 11. Educação e Liderança; 12. Conflito espiritual; 13. Liberdade e perseguição; 14. O poder do Espirito Santo; 15. O retorno de Cristo.

“Não há dois cristos: um acomodado para os cristãos acomodados e um


CONHECEN

DO A COMU

Trata-se de

José

NIDADE

“Agradeço pelo meu respirar! Deus tem contava com bandas, do hardcore ao metal, cuidado da minha vida todos os dias, me cuja proposta era evangelizar as pessoas que livrado constantemente. Agradeço mui to, só faziam parte da cen a. A identificação com a tenho que agradecer e esperar em Deu s, pois Caverna era mesmo natural. “Eu já tinha Ele sabe os desejos do meu coração. ” O autor ouvido falar da Cav erna”, declara José, “e até deste belo, e realmente belo, agradec imento consegui convidar várias pessoas da Caverna é quem vamos apresentar neste bole tim. Aí para participar da terceira edição do Rock vai: trata-se de José. Estudante de Letras, José nasceu num Fé”. “Achei fantástico”, completa, “muitas pessoas quiseram participar, e inclu lar “praticamente cristão”. A infância sive o Pr. teve Geraldo levou uma pala seus sobressaltos: “tivemos problem vra super bacana no as com dia do evento”; “a partir disso, comecei a o meu pai, que não era cristão e tinha frequentar a Caverna com maior frequência envolvimento com bebidas e drog as, mas e quando dei por mim já estava mais que graças a Deus hoje ele é cristão e freq uenta a envolvido”. mesma igreja que a minha mãe”. A Junto com a Bruna, com quem nam adolescência, apesar de todas as que ora stões e há dois anos, José crises normais, foi se tornando um tem está sempre ali à po de disposição para ajudar no que for conversão e relacionamento com Deu s. “Foi necessário. Seu son ho é casar com a Bruna e neste período que me dei conta do que construir uma fam ília. Um pedido de oração realmente representava o cristianis mo na especial, e mais urge nte, é pelo seu pai, que minha vida”, diz, “na medida que fui está enfrentando um momento difícil devido conhecendo sobre Deus e como era um viver a uma doença. No mais, pede pelo futuro: cristão, fui me identificando cada vez mais”. “casar, ter a minha família e con José está na Caverna há cerca de 5 ano seguir s. conciliar isso à minha O encontro se deu através do 'Roc carreira acadêmica, k Fé', um que está só com eçando”. E, que, acreditatrabalho iniciado por ele na Igreja do seu mos, ainda vai dar muitos frutos. Amém! bairro. O 'Rock Fé' era um even to que José Gomes Junior tratasedejose@hotmail.com Cel.: 9258-3643 Aniversário: 28/09

Eugenio Petraconi


SOLTA

NDO O

VERBO

VENH

A SER O Minis VIR!!! tério In fantil es profess ores! Se tá precis você co mais de ando de ngrega um ano conosco , se voc adolesc êg há entes o u mesm osta de criança o se em esco se você las ou e já deu a adorar m outra ula e servir igreja, v a Deus com est en no Min e dom q istério In ha ue Ele lh f antil e deu. M após o e procu culto ou re me li a seman gue durante a (7110 -3850). M ichele Co 21/06 sta /2013

TEM MANDA UM RECADO P PRA GE NTE DIVRA DAR? ULGAR! EU TES TEMU NHO

ESTEV ÃO W. DIAS "H

oje eu a prendi q ue cada tem um um d o m praticáe temos lo usand q ue o esse d om para adorar a Deus!"

AGENDA JUNHO REUNIÃO de MEMBROS

Próximo Sábado (29/06 às 17h) A sua presença é muito importante! Programe-se desde já para esta reunião.

JULHO BAZAR de INVERNO Sábado (06/07 às 10h)

Entregue suas doações ao Delor.

ARRAIÁ da CAVERNA Sábado (06/07 às 18h)

GRUPOS DE CRESCIMENTO 2ª feira às 20h - Sta Amélia (Pampulha) Casa de Junior e Michele (9304-2514) Estudo do livro “Cristianismo Básico” 5ª feira às 20h - Sta Efigênia Casa de Eduardo e Norinha (8861-1305) Estudo do livro de Filipenses 5ª feira às 20h - Retiro das Pedras Casa de Daniel e Beatriz (8833-2873) Estudo sobre oração (através dos Salmos) 5ª feira às 19h30 - Cachoeirinha Casa de Átila e Fabiana (8747-5694) Estudo sobre a reforma protestante

Refle passa xão feita p o do (16 /06) a r Estevão n pós a o dom aula d ingo os Ju niores

6ª feira às 20h - Lagoinha Casa de Miraildes (9338-2213) Estudo do livro "Comunidade do Rei".

REUNIÃO DE ORAÇÃO Todos os domingos às 17h

EVANGELISMOS: S. Dumont (Esther: 9242-7953) | Guaicurus (Átila: 8747-5694)


Boletim 585