Page 1


Kari Korman, fundador e diretor da Semana de Design de Helsinque e curador da exposição.


A

“Invasão Nórdica” é uma série de eventos dedicados à cultura dos países escandinavos em várias cidades do Estado de São Paulo – sendo a capital paulista seu pólo principal -, que parte de uma iniciativa conjunta das embaixadas da Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia e do Instituto Cultural da Dinamarca. Até 15 de janeiro, São Paulo recebe mostras de design, palestras, mostras de cinema, shows de jazz e até mesmos uma feira de produtos escandinavos. O Catraca Livre conversou com Kari Korman, fundador e diretor da Semana de Design de Helsinque, curador da exposição “Prêmios do Design Nórdico”, que falou um pouco sobre a série de eventos que celebra a cultura do Norte Europeu. Como surgiu a ideia de organizar uma ação cultural no Brasil que envolvesse os países do Norte Europeu? Brasil é um dos mais interessantes países do mundo, tanto cultural como economicamente. Os países do Norte Europeu querem aprender mais sobre os brasileiros. Além disso, eles querem apresentar o que há de bom no Norte Europeu e aproximar os dois continentes.

“Brasil é um dos mais interessantes países do mundo, tanto cultural como economicamente.”


Quais são as principais semelhanças culturais entre os países envolvidos? Os países participantes - Dinamarca, Noruega, Suécia, Islândia e Finlândia – compartilham dos mesmos valores de vida. Há um grande respeito pelos direitos humanos e pela liberdade de expressão. Os países nórdicos têm estabelecimentos educacionais de alta qualidade quem visam à criatividade. A natureza é uma parte importante de nosso dia-a-dia e afetam nossa percepção da cultura de várias maneiras. Qual o propósito dessa ação cultural? Aproximar a cultura escandinava do Brasil? Minha motivação pessoal vem do desejo de aprender mais sobre as pessoas que vivem em nosso planeta. Através da cultura, você penetra no fundo da alma de outras nações. Nós nos misturamos com os outros, mas as diferenças locais

sempre permanecem. Isto é bom: não há design inspirador sem cultura local. A despeito das diferenças, nós precisamos entender uns aos outros. Este é o começo da confiança e da amizade e, talvez, também dos negócios. Fale um pouco sobre o “Prêmio de Design Nórdico” e do “Helsinki World Design Capital 2012”. O “Prêmio de Design Nórdico” é uma exposição sobre uma premiação de design nórdicos. Não é uma exposição de design porque os objetos não são o foco principal. Eu fui convidado para escolher os prêmios de design mais proeminente no campo do design nórdico. Depois disso, nós escolheu algumas amostras de produtos premiados. A exposição apresenta a herança relativamente longa do design da Escandinávia. A mostra “Helsinki World Design Capital 2012” tem o tema “Projetando uma cidade melhor.” A ideia principal é mostrar como o design está em toda parte em nossa sociedade. Não apenas em objetos, mas também sobre serviços. Estamos projetando experiências hoje e amanhã.

“Este é o começo da confiança e da amizade e, talvez, também dos negócios.”


Prêmios do Design Nórdico

No ano de 2012, a cidade de Helsinque será considerada capital mundial do design. O “Helsink World Design Capital 2012” foi criado para celebrar tal data e traz para a “Invasão Nórdica” a exposição “Prêmios do Design Nórdico”, no Museu da Casa Brasileira, de 7 de novembro a 15 de janeiro. Trabalhos de dinamarqueses, finlandeses, islandeses, noruegueses e suecos estarão expostos na mostra, que tem curadoria de Kari Korkman, fundador e diretor da Prêmios do Design Nórdico De 7 de novembro a 15 de janeiro Local: Museu da Casa Brasileira Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705 Jardim Paulistano – São Paulo/SP Entrada: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia) Seminário sobre prêmios de design e globalização Com Ewa Kumlin (Svensk Form), Torbjørn Anderssen (designer norueguês) e Adélia Borges (jornalista) 29 de novembro Horário: das 19h30 às 22h30 Museu da Casa Brasileira Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705 Jardim Paulistano – SP Entrada: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia) Palestra sobre design nórdico Com Kari Korkman Data: 8 de novembro Horário: 19h Local: Scandinavia Designs Concept Store Rua Barão de Capanema, 559 Jardim Paulista – São Paulo/SP Entrada: Catraca Livre

Semana de Design de Helsinque. Korkman fará uma visita guiada na abertura do evento, no dia 7 de novembro, às 19h30. No dia 29, haverá um seminário sobre design contemporâneo com a presença dos designers Ewa Cumlin (diretora da Svensk Form ), do norueguês Torbjørn Anderssen (do escritório Anderssen & Voll) e da jornalista Adélia Borges. O curador Korkman também ministrará uma palestra no dia 8 de novembro, na loja Scandinavia Designs.


O Pavilhão da Bienal apresenta,

até o dia 4 de dezembro, a mostra “Em Nome dos Artistas – Arte Contemporânea Norte-Americana na Coleção Astrup Fearnley”. A exposição traz obras do acervo do Museu de Arte Moderna Astrup Fearnley, de Oslo, na Noruega. Desde sua inauguração, em 1993, o museu localizado na capital norueguesa tem se consolidado como uma dos mais importantes instituições dedicadas à arte contemporânea internacional. O acervo traz coleções da década de 60 até os dias atuais. “Em nome dos artistas” apresenta ao público o melhor da produção artística norte-americana dos últimos 30 anos e traz nomes como Jeff Koons, Matthew Barney, Richard Prince e Cindy Sherman.

Invasão de Arte Nórdica (Exposição “Em nome dos artistas”) Data: Até 4 de dezembro Local: Pavilhão Ciccillo Matarazzo (Pavilhão da Bienal) Endereço: Parque do Ibirapuera Vila Mariana – São Paulo/SP Entrada: R$ 20 (Catraca Livre aos domingos)


Programação: Invasão do Cinema Nórdico Data: De 4 a 13 de novembro Local: Cinemateca Brasileira Endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207 - Vila Clementino São Paulo/SP Entrada: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)


P

roduções recentes de cineastas escandinavos é o tema da mostra de filmes “Invasão do Cinema Nórdico”, que acontece de 4 a 13 de novembro na Cinemateca Brasileira. A programação é fruto de uma parceria entre as Embaixadas da Suécia, Dinamarca, Finlândia e Noruega e do Instituto Cultural da Dinamarca. São nove filmes, produzidos entre 2007 e 2010. Destaque para “Em um mundo melhor”, de Susanne Bier, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro de 2010 e “Deixa ela entrar”, premiado longa de Tomas Alfredson. Serão exibidos os seguintes filmes: Caro senhor Horten (O’Horten), de Bent Hamer (2007) Vocês, os vivos (Du Levande), de Roy Andersson (2007) Deixa ela entrar (Låt den rätte komma in), de Tomas Alfredson (2008) Max Manus – o homem da guerra (Max Manus), de Joachim Rønning e Espen Sandberg (2008) Três homens e uma noite fria (Kolme viisasta miestä), de Mika Kaurismäki (2008) Metropia, de Tarik Saleh (2009) Os homens que não amavam as mulheres (Män som hatar kvinnor), de Niels Arden Oplev (2009) Princess (Prinsessa), de Arto Halonen (2010) Em um mundo melhor (Hævnen), de Susanne Bier (2010)


H

ans Petter Moland é considerado um dos mais destacados cineastas noruegueses da contemporaneidade. Uma representativa mostra cinematográfica de sua obra foi reunida pela Cinemateca Brasileira e será exibida do dia 15 a 20 de novembro. As exibições têm patrocínio do Real Ministério das Relações Exteriores da Noruega e parceria com a Embaixada Real da Noruega, com o Norwegian Film Institute e com o Films From the South Festival. Trata-se de uma retrospectiva inédita e amplamente abrangente: a mostra reúne todos os longas-metragens do diretor, a maioria deles inédita no Brasil. Desde seu debute, com “O último tenente” (1993), passando por “Zero Kelvin – sem limites” (1995), seu grande trabalho, até “Um homem gentil”, lançado em 2010, toda sua produção é aqui reunida. O cineasta, fundador da Moland Film Co., maior produtora de comerciais da Escandinávia, estudou e trabalhou nos EUA, onde travou contato com autores como Martin Scorsese, Francis Ford Coppola e Terrence Malick, que acabaram por influnciar definitivamente seu olhar cinematográfico.

Retrospectiva: Hans Petter Moland (Noruega) Data: De 15 a 20 de novembro Local: Cinemateca Brasileira Endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207 - Vila Clementino – São Paulo/SP Entrada: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)

Serão exibidos os seguintes filmes: Aberdeen - Noruega/Inglaterra/Suécia, 2000 Camarada Pedersen (Gymnaslærer Pedersen) – Noruega, 2006 Um homem gentil (En Ganske snill mann) – Noruega, 2010 O último tenente (Secondløitnanten) – Noruega, 1993 United we stand (De Beste går først) – Noruega, 2002 Uma vida nova (The beautiful country), Noruega/EUA, 2004 Zero Kelvin – sem limites (Zero Kelvin), Noruega/Suécia, 1995


Programação Pekka Pylkkänen (Finlândia) com Sinequanon (Brasil) Data: 10 de novembro - 21h Local: Sesc Pompeia Endereço: Rua Clélia, 93 - Pompeia Entrada: R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia) e R$ 2 (comerciários) Data: 11 de novembro - 20h Local: Sesc Sorocaba Endereço: Avenida Washington Luís, 446 Jardim Emília – Sorocaba/SP Entrada: Catraca Livre 13 de novembro - 20h Local: Sesc Santo André Endereço: Rua Tamarutaca, 302 – Vila Guiomar - Santo André/SP Entrada: R$ 12 (inteira), R$ 6 (meia) e R$ 3 (comerciários) Thomas Walbum (Dinamarca) e Niclas Campagnol (Suécia) com grupo Sizão Machado 10 de novembro -19h30 Local: Sesc São José dos Campos Endereço: Avenida Adhemar de Barros, 999 – Jardim São Dimas São José dos Campos/SP Entrada: Catraca Livre Data: 11 de novembro - 21h Local: Sesc Pompeia Endereço: Rua Clélia, 93 - Pompeia Entrada: R$ 8 (inteira), R$ 4 (meia) e R$ 2 (comerciários)


O jazz escandinavo também invade a programação cultural de São

Paulo, Sorocaba, Santo André e São José dos Campos. As unidades locais do Sesc promovem os espetáculos de Pekka Pylkkänen (Finlândia) com Sinequanon (Brasil) e de Thomas Walbum (Dinamarca) e Niclas Campagnol (Suécia) com o grupo Sizão Machado. O finlandês Pekka Pylkkanen, integrante dos grupos Tube Factory e Global Unit, é considerado um dos saxofonistas mais destacados de jazz da Escandinávia na atualidade. Thomas Walbum, dinamarquês, tem sólida carreira internacional e já tocou em relevantes festivais de jazz como Spoleto Festival (EUA, 2001), Prague Jazz Festival (República Tcheca, 2004) e Copenhagen Jazz Festival (Dinamarca, em diversas ocasiões). Já o baterista Niclas Campagnol é músico de destaque na região da Escandinávia e já acompanhou os principais jazzistas do Norte Europeu.


Arquitetura Contemporânea da Noruega A exposição “Arquitetura Contemporânea da Noruega” integra a “9ª Bienal Internacional de São Paulo” e traz à OCA, no Parque do Ibirapuera, de 1º de novembro a 4 de dezembro, os principais projetos arquitetônicos noruegueses da contemporaneidade. Data: De 1º de novembro a 4 de dezembro Local: OCA Endereço: Parque do Ibirapuera Vila Mariana – São Paulo/SP Entrada: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

Invasão dos Estudantes Nórdicos De 6 a 11 de novembro, 110 estudantes da Universidade Aalto, da Finlândia, navegam pelo litoral brasileiro, estudando e aprendendo com as comunidades locais. Recife, Salvador e Rio de Janeiro são os destinos da embarcação, que tem a chegada prevista para São Paulo. Data: de 6 a 11 de dezembro Locais: Recife, Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo.

Feira Escandinava – Esporte Clube Pinheiros A Feira Escandinava é um evento que acontece em São Paulo há mais de quatro décadas. Organizado pelas Embaixadas e Consulados dos Países Nórdicos (Finlândia, Noruega, Dinamarca e Suécia), conta com apoio e patrocínio de empresas destes países. A edição de 2011 será realizada no Esporte Clube Pinheiros nos dias 9 e 10 de novembro, levando ao público produtos típicos da região (caviar, arenque, aquavit, chocolates, cristais, brinquedos, entre outros). A renda será usada para financiar projetos sociais que beneficiam crianças e adolescentes brasileiras. Data: 9 e 10 de novembro Horário: das 12h às 22h (dia 9) e das 10h às 20h (dia 10) Local: Esporte Clube Pinheiros Endereço: Rua Angelina Maffei Vita, 493 Jardim Europa - São Paulo/SP Entrada: Catraca Livre


Invasão Nórdica  

Revista Catraca Livre

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you