Issuu on Google+

Importância da Bíblia

A IMPORTÂNCIA DA BÍBLIA NA CATEQUESE A Iniciação Cristã e Sagrada Escritura possuem um vínculo muito forte, de modo que iniciar ou reiniciar na fé significa também iniciar ou reiniciar no con-

tato com a Bíblia. A iniciação cristã nos leva a Jesus Cristo, Palavra de Deus feita carne. Podemos afirmar que a Bíblia é o principal livro da catequese, a mais importante fonte do processo de evangelização. E isso é fácil de entender, pois sabemos que a Bíblia contém a Palavra de Deus. Se na catequese o que se pretende é ajudar o catequizando a encontrar-se com Deus, fica claro a importância do uso da Bíblia. Neste Ano da Fé salientemos a importância da Bíblia na Catequese. Que a Palavra de Deus, luz para o nosso caminho, renove nossa vida. O uso da Bíblia na catequese e na iniciação cristã é um esforço continuado da Igreja para que os catequistas, padrinhos e introdutores e os próprios catequizandos dela se alimentem e tenham suas vidas transformadas. LEITURA ORANTE DA BÍBLIA A Palavra de Deus que encontramos nas Sagradas Escrituras é uma das fontes da fé e da missão: Sustenta a caminhada, inspira o encontro com Jesus Cristo orienta e anima a prática da justiça e da solidariedade. Entre as muitas formas de se aproximar da Sagrada Escritura, existe uma privilegiada, à qual somos todos convidados:

s e d e Joi n

OS QUATRO PASSOS DA LEITURA ORANTE

O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras jamais passarão A Bíblia é a mensagem de Deus para o Homem, através da qual Deus se revela e revela a Sua vontade, é ela que dá resposta as dúvidas existenciais do homem. A bíblia é palavra de vida, iluminada pela pessoa do Espírito Santo. Quando acolhida pela pessoa torna-se uma palavra viva e poderosa, que transforma vidas e se torna num veículo de cura, libertação e poder de Deus. A Bíblia nos mostra que Jesus e a Palavra de Deus encarnada. Jesus é o filho amado, Ele e o Pai são um. (João 1:1) A Palavra de Deus iluminada e vivificada pelo Espírito Santo traz a todos os que a ouvem vida com abundância e intimidade com Deus. Nela encontramos a história da nossa salvação. A história do grande amor de Deus pela humanidade. Por isso, seus ensinamentos são tão importantes. Eles são como a luz: iluminam e fortalecem os nossos passos para seguirmos o caminho do bem. Assim, tornamo-nos amigos de Deus e amigos uns dos outros.

ce

o

Ano 5 / Nº 58 • Setembro 2013

Di

Santa Luzia

le

Informativo da Paróquia

pascom@igrejasantaluzia.com.br

vil

@ www.igrejasantaluzia.com.br

“Lectio Divina” (leitura orante da Bíblia). Trata-se de uma leitura atenta e sem pressa. Cada dia é meditado e contemplado um texto. Tal leitura não tem apenas a finalidade de satisfazer a curiosidade do leitor, ela tem como objetivo alimentar a vida de fé do cristão, fortalecer a união com Deus e animar no apostolado. É uma atitude de fé orante e abertura de coração. O encontro: A leitura orante da Sagrada Escritura é lugar privilegiado para o encontro com Deus. Trata-se de um encontro íntimo com Deus que se dirige a nós através da Palavra. É na Palavra que sentimos a unidade e a essência de Deus. No encontro com Deus encontro a mim mesmo de uma maneira nova. O amor à Palavra: Para a pessoa de fé, a Bíblia é o “Livro de Deus”. Quem segue a Cristo recorre sempre à Sagrada Escritura para encontrar a “Água viva da salvação”. É na escuta atenta da Palavra de Deus que o amor misericordioso e a compaixão vão sendo aprimorados. É sempre o Espírito Santo que suscita o amor e adesão à Palavra. A escuta da Palavra: A atitude mais digna do ser humano, perante seu Criador e Pai, sintetiza-se na escuta de sua Palavra. Esta requer ambiente de silêncio, recolhimento e abertura. Nosso Deus continua a falar a cada pessoa que escuta atentamente sua Palavra.

Ler a Palavra: “o que o texto diz em si mesmo?”

Conhecer, respeitar, situar o texto. Leitura lenta e atenta; reler, repetir, recordar de memória, relembrar em voz alta; ver o que o texto diz perceber os verbos, as palavras chaves, as idéias centrais; averiguar a geografia, o contexto, as circunstâncias, as passagens do texto, os personagens com suas atitudes, seus gestos; ler com atenção, respeito, amizade, interesse, dedicação como se faz num encontro com amigo; ler não é estudar, discutir, pesquisar, nem aumentar conhecimentos e teorias. É escolher, escutar, interiorizar a Palavra.

Meditar a Palavra: “o que o texto me (nos) diz hoje?”

Meditar é guardar no coração e deixar-se amar; meditar é aplicar o texto em nossa vida e realidade; ver o que a Palavra diz para mim; procurar atualizar a Palavra hoje; perceber as inspirações, os apelos, os afetos, as revelações, as iluminações do texto lido; interiorizar; acolher outros significados do texto; aplicar na realidade pessoal, comunitária, social; deixar-se afetar pela Palavra.

Rezar a Palavra: “o que o texto me (nos) faz dizer a Deus?”

É o momento da resposta, do diálogo, do encontro pessoal, do relacionamento com Deus. É expressar os sentimentos de perdão, louvor, intercessão, súplicas. Abrir o coração envolver-se na presença de Deus, acolhendo a realidade e os apelos dos irmãos; fazer atos de perdão e reconciliação, rezar salmos, hinos em relação com o texto meditado.

Contemplar a Palavra: “o que o texto me (nos) leva a viver, a fazer?”

É o momento da resposta, do compromisso para com Deus. A contemplação nos leva ação. “Desça como a chuva, a tua Palavra. Que se espalhe como orvalho, como chuvisco na relva. Como aguaceiro na grama. Amém!”(Dt 32,2) Assim é nosso encontro com a Palavra de Deus. Quando a escutamos atentamente, a vida se transforma. Nossos olhos se abrem e todo o nosso corpo se torna ação em favor da vida. A Leitura Orante é uma experiência pessoal e comunitária de escuta e de obediência à Palavra de Deus. Ela aquece o coração como aos discípulos de Emaús pelo caminho (Lc 24,13-35) .

CRONOGRAMA PAROQUIAL • SETEMBRO/2013 Data Evento

Local

Horário

17

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

S.B.Jesus/S. Luzia

19h30

01

Encontro Jovens Rejaaf

São Pedro

15h

21

Curso de pais e padrinhos

São Miguel

13h30

03

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

S.Miguel/N.S. B. Parto

19h30

21

Vigília das lideranças

Santa Luzia

21h

07

Reunião da Consolação e Esperança

São Miguel

15h

22

Retiro de Crismandos 2º ano

N. S. Bom Parto

8 às 17h

10

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

S. Domingos/S. José

19h30

22

Formação Comarcal GBR

N. S. Fátima

09h às 16h

13

Missa de Santa Luzia

Santa Luzia

19h30

22

Retiro de Ministros

Catedral

13h30

13/14 Assembleia Diocesana

Mitra

18h/8h

24

Formação Animadores GBR

Santa Luzia

19h30

14

Mil Ave Maria

Santa Luzia

12h

26/28 Triduo do padroeiro

São Miguel

19h30

15

Curso de noivos

Santa Luzia

08h às 18h

29

São Miguel

10h

Ouça a rádio Continental 93,3 FM Programa Ave Maria

Segunda a Sábado das 18 às 19 horas

Terço da Misericórdia

Segunda à Sábado às 7 da manhã

Missa do padroeiro

Grupo de Oração Resgate

Atendimento do Padre Sexta-feira das 20 às 22 horas

Terças e Sextas das 8 às 12 e das 14 às 18 horas


2

Editorial

Informativo da Paróquia Santa Luzia •Setembro 2013

Padre Inácio - Pároco

A Palavra de Deus, Centro de nossa vida No principio era o Verbo e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus (Jo1,1) e o Verbo se fez carne e habitou entre nós e nós vimos a sua glória (Jo1,14). Assim o Evangelista João descreve a pessoa de Jesus Cristo, Palavra encarnada enviada à humanidade. Deus se revelou, tirou o véu, deixou-se conhecer na pessoa do seu Filho Jesus. Devemos buscá-lo enquanto se deixa encontrar. Existe urgência em colocarmos em prática a Palavra de Deus em nossa vida. Deus deve ser o centro da vida do ser humano, não pode ficar na periferia ou ser exilado, sob o risco de nos perdermos. Não é verdade que nós procuramos alimentar, vestir, dar uma boa educação aos nossos filhos? Quando podemos os levamos para fazer cursos extras curriculares para que sejam bem sucedidos na vida? Aliás, cada um deve fazer isto de acordo com suas possibilidades. Todavia fica a pergunta: quantos de nós se preocupa em levar nossos filhos para a Igreja, Catequese, para os Grupos de Jovens, grupos de oração? Quantos de nós temos o hábito da oração diária, ou leitura da Palavra de Deus? Como fica a centralidade da Palavra de Deus em nossas vidas? Ela deve ser lâmpada para nossos pés (Sl 118/9,105). Entretanto, se eu não abro a Palavra, leio, reflito ou rezo, como ela será lâmpada para meus pés? Os primeiros cristãos eram perseverantes nos ensinamentos dos apóstolos (At 2,42-47). Um dos documentos da nossa Igreja “Dei Verbum” (Palavra de Deus) enfatizou o valor da Palavra de Deus na Igreja, na vida do povo, nas comunidades, na celebração dos sacramentos, na catequese e nas famílias, como alimento de vida e fonte de espiritualidade. O ser humano não é só terreno, mas também chamado a divinizar-se, a santificar-se. A “Palavra de Deus não está longe, está ao nosso alcance, em nossa boca em nosso coração, para que possamos cumprir” (Dt 30,11-14). Neste ano da Fé, da Jornada mundial da Juventude, é preciso “botar Fé”, é preciso acreditar que todos nós podemos ser melhores. Nosso saudoso papa João Paulo II, uso a palavra “Levantai-vos” em seus escritos. É verdade irmãos é preciso levantar-se, é preciso buscar a Eucaristia, ler a Palavra de Deus e fortalecidos ajudar a levantar-se os que estão caídos pelas estradas da vida. Endireitai vossos joelhos, até quando ficareis desorientados caminhando de um alado ao outro colocando aquilo que é supérfluo em primeiro lugar em detrimento do essencial? Quais são as tuas obras? Através delas saberemos se a Palavra de Deus é importante em tua vida. Cuidado para não colocarmos Deus em último lugar, cuidado para não exilarmos Deus de nossas vidas, ou colocando-O na periferia de nossa história.

COLUNA DO DÍZIMO

Onde está na bíblia que Dízimo é 10%? Na Bíblia encontramos a palavra Dízimo,e no dicionário o seu significado. Dízimo quer dizer a décima parte, de alguma coisa, de um todo. Voltamos a lembrar que o número não é o mais importante. A Oração do dizimista, que deve ser feita antes das ofertas, o levantar da pessoa, seu caminhar até o altar e a colocação do seu sacrifício, seu suor seu esforço pessoal,isto é que agrada mais a Deus. É sinal de obediência, adesão, fidelidade respeito e fé.

Queridos paroquianos, mês de setembro inicia a primavera. O desabrochar das flores e cores. Que nosso coração e mente também se abram para a palavra de Deus. Estamos no mês da Bíblia. A palavra Bíblia vem do grego, ela significa “coleção de livros”. Nela contém a história da Salvação, desde a criação do mundo feita por Deus até as profecias da Segunda vinda gloriosa de Jesus, o Filho de Deus. Podemos, para um melhor entendimento, caracterizá-la como uma “grande carta” enviada por Deus à todos os seus filhos. Nesta carta contém o Plano que Deus preparou para cada um de nós. Ela representa a Palavra viva e eficaz de Deus. Na matéria do dizimo vamos ver que a igreja Católica aceita o dízimo segundo o que mandar o coração de cada um sobre a contribuição do dizimo e recomenda que haja justiça. A coluna jovem retrata o grande desafio da nossa Igreja nos tempos atuais com a evangelização da juventude. Padre Inácio nos fala sobre a Palavra de Deus, centro de nossa vida. Na coluna sobre a liturgia vamos conhecer o significado das cores utilizadas. No sou gente que faz a Sra. Efigênia nos fala da oração e da intercessão. A atitude da acolhida sempre esteve presente nos ensinamentos de Jesus e nas primeiras comunidades. Vamos falar sobre o bonito e necessário trabalho que a pastoral da acolhida vem realizando em nossa paróquia. A comunidade São Miguel Arcanjo prepara sua festa do padroeiro Um abençoado mês a todos. Abraços Fraternos! Pastoral da Comunicação

Espaço dos

Jovens Evangelização da juventude

A igreja Católica aceita o que mandar o coração; no entanto, recomenda que haja justiça. Não pode ser a sobra, aquilo que não nos faz falta. E o que cada um devolver, devolva com amor, pois recebemos de Deus pelo seu infinito amor por todos nós, dizimistas ou não. Não podemos deixar de mencionar que muitos católicos, após lerem a Bíblia, entenderam que a parte de Deus que deveriam levar para o altar é 10%. Levam o que pede a Bíblia e dão graças a Deus por serem Católicos. O testemunho destes irmãos, ajuda a convencer ‘aqueles que tem dúvidas sobre o que seja o Dízimo. Infelizmente outros irmãos também leram a BÍBLIA e continuam retendo a parte de Deus. Para estes, as nossas orações. Um Forte Abraço!

Um dos grandes desafios da nossa Igreja nos tempos atuais é a evangelização da juventude. Não é difícil imaginar a razão. De fato, os jovens têm sido alvo de todos os tipos de atrativos, ideais e culturas que os afastam de Cristo e com isso as vocações vão se esvaziando. O Maligno atua assim, procura colocar no coração das pessoas outros valores contrários ao Evangelho. Nós cristãos não podemos ficar de braços cruzados, você está satisfeito da forma que as coisas deste mundo estão caminhando, não, então mãos á obra, coloque-se a serviço do Evangelho. Como vamos atrair os jovens até Jesus? Não é uma tarefa simples, mas com a Graça do Espírito Santo é possível. Não esqueçamos que o Senhor é Jovem e portanto a Igreja é Jovem! Por isso, acolher os jovens dentro da comunidade com suas aspirações e questionamentos, mostrando-lhes com amabilidade e carinho o caminho a seguir. Esta é a pedagogia divina, onde o mestre ensina o discípulo. Falta ainda em nossas comunidades assumir esta missão com os mais velhos ensinando o Evangelho para os mais jovens. Entender a utopia que a juventude traz no coração também é um bom caminho, assim nos ensinou o Papa Francisco durante a JMJ. Acolher, acolher e acolher, nunca rejeitar nossos jovens em nossas igrejas. Rejeitar e perseguir jamais. Mesmo que as vezes alguns jovens em suas limitações querendo ajudar cometem alguns erros. Corrigir com amor aquilo que não for correto, mas sempre com o objetivo de amadurecê-los e não para empurrá-los para fora. Este é o caminho, Jesus nos convida a isto! Fiquem na Paz de Jesus e no Amor de Maria.

Juarez Pedro Borba

Renan Correa Leandro, email: renanleandro88@hotmail.com

Este jornal tem o apoio da

Família

Pauli

Joinville / SC Paranaguamirim

Anuncie no jornal da Paróquia Santa Luzia Novo endereço: Rua Monsenhor Gercino, 6819

Supermercado Ronchi Rua: Espigão, 644 Fone: 3463-6784 / 3463-8626

Reserve já o seu espaço. Matriz: Rua João Luiz de Miranda Coutinho, 772 Estevão de Mattos - Fone 47 3463.5293

Lig ue: 3-55691 647 Filial: Rua 346 Minas Gerais, Anita Garibaldi - Fone 47 3436.7323


Informativo da Paróquia Santa Luzia • Setembro 2013

Sou gente que faz

“Acolhei-vos uns aos outros, como Cristo nos acolheu para a glória do Pai” (Rom 15,7)

Pastoral da Acolhida

Neste mês vamos conhecer um pouco do trabalho voluntario realizado pela senhora Efigênia das Neves Batista. Ela tem 70 anos, e participa ativamente no grupo de oração na Paróquia Santa Luzia na equipe de intercessão. Há 12 anos ela está atuando na intercessão. Podemos encontrar a Sra. Efigênia no plantão de oração todas as segundas feiras das 15 às 17 horas. Ela também faz visitas aos doentes sempre que pedem. Sente uma alegria em ajudar as pessoas que tanto precisam do amor de Deus e realiza seu chamado, sua vocação rezando o terço todos os dias, acordando na madrugada para interceder, intercede nos retiros, nas vigílias do grupo de oração e por todos nós! Percebemos a riqueza dos trabalhos na nossa igreja. Ela precisa daquele que cuida da limpeza, da catequista, dos animadores dos Grupos Bíblicos, dos animadores nas Missas. Precisamos daqueles que sempre estão rezando por n��s, pois às vezes corremos tanto que nos esquecemos de dobrar os joelhos!

Malfiza Serafim

Obrigado Dona Efigênia por dobrar os joelhos por nós

Sua função é acolher os irmãos (as) que vem participar das Santas Missas e dos encontros, de forma que todos se sintam bem acolhidos levando para as suas casas a imagem de uma comunidade bonita e acolhedora. As pessoas que vêm à nossa Igreja devem voltar para casa mais felizes e agradecidas, querendo retornar em outra oportunidade, pois aqui se sentiram bem. Acolher é receber bem, é ir ao encontro de alguém. O acolhimento é um ato de amor que prestamos às pessoas e a comunidade. Quem acolhe o irmão acolhe o próprio Deus, só isso já deve ser motivo para

Senhor nosso Deus, Estamos reunidos em torno de vossa palavra, Para aquecer os nossos corações, Com a presença de Jesus em nosso meio, Que nos compreende em nossas fraquezas, Nos alivia em nossas preocupações, Nos preenche da força de seu Espírito E nos anima em nossa ação evangelizadora.

Que eu também possa ser membro ativo Na participação dos Grupos Bíblicos de Reflexão. Que eles sejam sempre mais Comunidades vivas, fraternas e dinâmicas, E que a cada dia aumentem Os discípulos missionários de Jesus Cristo. Dai-nos a graça de aceitar e praticar Sempre e acima de tudo a vossa santa vontade E abençoai-nos! Maria, Mãe dos caminhantes, ensina-nos a caminhar E sede nossa companheira, guia e proteção, Agora e sempre. Amém!

Abençoai, Senhor, os animadores dos Grupos Bíblicos de Reflexão, Para que vivam com dedicação e amor o ministério da animação, na visitação dos lares de nossos irmãos e irmãs em Cristo Jesus.

Loja 2 – (47) 3028-1658 Rua Rio Velho, 122 - Jarivatuba

Dom Irineu Roque Scherer, Bispo Diocesano

Tempo pós Pentecostes

Na tal

Adven to

missas dos falecidos. Rosa: Simboliza a alegria dentro de um tempo destinado a penitência, usa-se no 4º domingo da quaresma e no 3º domingo do advento Preto: usa-se nas missa de fiéis falecidos, hoje pouco usado dentro de nossa liturgia Em alguns lugares, por privilegio, usa-se azul celeste na festividade da Imaculada Conceição

po Temania pif E s pó

Septungésima

Páscoa

A Liturgia Sagrada tem uma linguagem simbólica muito expressiva através das cores, que são: Branco ou Dourado: Simboliza a pureza e alegria, usa-se em todas as festas do Senhor, de Nossa Senhora, dos anjos e dos santos não mártires. Verde: Simboliza esperança, usa-se nos domingos do tempo comum. Vermelho: Simboliza o fogo do amor, da caridade ou do martírio, usa-se nas festividades do Espírito Santo, da Santa Cruz e dos Santos Mártires, e no domingo da paixão(domingo de ramos) Roxo: Simboliza a penitência e a contrição, usa-se no tempo da quaresma e advento, também nas

Loja 1 – (47) 3463-5202 Rua Átila Urban, 245 - Paranaguamirim

que a pessoa que acolhe, faça este gesto com alegria. Nosso povo gosta de ser bem acolhido e vai onde se sente bem e ali permanece. A comunidade deve estar aberta a essa nova realidade. Quem acolhe bem se torna um missionário, pois acolhe aqueles que vêm “buscar Jesus”, missionário do Pai. Acolher bem e orientar as pessoas que estão de pé para que se sentem nos bancos que estão livres. A equipe deve ser um grupo de pessoas ouvintes. Quem fala são aqueles que entram e a equipe deve aprender a ouvi-los. Saber ouvir é aprender a evangelizar. Esse é o trabalho da pastoral que tem que ser posto em prática.

Oração dos Grupos Bíblicos de Reflexão

Liturgia Sagrada: Cores Litúrgicas e seus significados

SupemercadoS Dal Santos

3

Qu are sm a

Alice Melz, Coordenadora Paroquial de Liturgia

Anuncie no jornal da Paróquia Santa Luzia

Reserve já o seu espaço. Ligue: 3463-5647

Diocese de Joinville ganha seis novos padres No dia 30 de agosto houve a ordenação de seis novos padres na Catedral de Joinville. Com a Santa Missa presidida pelo bispo dom Irineu Roque Scherer receberam o Sacramento da Ordem os seguintes neo sacerdotes: Emerson Henrique Citadin; Silvino Tomczak e Eduardo da Costa (estes fizeram trabalho pastoral em nossa paróquia). Também foram ordenados: Dalcio Bonomini, Fernando Maico Barauna e Nicanor Alves Lima de Mattos. Parabéns a todos e as nossas orações e preces aos novos sacerdotes.

GIRO MOTO Oficina Mecânica e Venda de Peças para Motos

Supermercado Santoville

Av. Kurt Meinert, 89 – Sala 02 Paranaguamirim - Fone: (47) 3429-6367

Rua: Elizabete Rech, 304 Paranaguamirim - Fone: 3463-6326

“Sempre JUNTO com você”


4

Informativo da Paróquia Santa Luzia • Setembro 2013

Programação da Festa do Padroeiro São Miguel Arcanjo No dia 29 de setembro acontecerá a festa do padroeiro na comunidade São Miguel Arcanjo. Confira abaixo a programação da festa.

Galeria de Fotos

da Paróquia Santa Luzia e Comunidades

Visite a galeria de fotos em nosso site: www.igrejasantaluzia.com.br

Missa de 22 à 28/09 às 19h30. Dia 27/09 - após a missa haverá a noite da galinha com polenta, e acompanhamentos. Dia 28/09 - após a missa haverá evangeliza show com os jovens e a noite do pastel + cachorro-quente. Dia 29/09, missa festiva do padroeiro às 10h, após a missa, haverá o almoço com costela, churrasco, galeto e acompanhamentos. A festividade continua a tarde com brincadeiras e a eleição da rainha da festa. Será uma semana de festa e muita oração! Tragam sua família, venham prestigiar e rezar conosco e se divertir muito. Aguardamos sua presença!

Semana paroquial da Família;

Jovens falam da experiência vivida na Jornada Mundial da Juventude

Inicio da catequese

Pais e filhos recebem o livro da Primeira Eucaristia na matriz Santa Luzia

Homenagem aos pais na comunidade São Miguel Arcanjo

Terço da Rosa durante a semana da Família;

Envio das lideres Roseli e Dirce da Pastoral da Criança da comunidade São Pedro

Jantar dançante na comunidade Nossa Senhora Aparecida

QUANDOA BOCA CALA... O CORPO GRITA!!! Este alerta está colocado na porta de um espaço terapêutico. •A  enfermidade é um conflito entre a personalidade e a alma. • O resfriado escorre quando o corpo não chora. • A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições. • O estômago arde quando as raivas não conseguem sair. • O diabetes invade quando a solidão dói. • O corpo engorda quando a insatisfação aperta. • A dor de cabeça deprime quando as duvidas aumentam. • O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar. • A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável. • As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas. • O peito aperta quando o orgulho escraviza. • A pressão sobe quando o medo aprisiona. • A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade. • Os joelhos doem quando o orgulho não se dobra. • O câncer mata quando não se perdoa e/ou cansa de viver. E as dores caladas? Como falam em nosso corpo? A enfermidade não é má, ela avisa quando erramos a direção. O caminho para a felicidade não é reto, existem curvas chamadas Equívocos, existem semáforos chamados Amigos, luzes de precaução chamadas Família, e ajudará muito ter no caminho uma peça de reposição chamada Decisão, um potente motor chamado Amor, um bom seguro chamado FÉ, abundante combustível chamado Paciência. Mas principalmente um maravilhoso Condutor chamado DEUS.

Informativo da Paróquia Santa Luzia • Publicação da Paróquia Santa Luzia. Rua Monsenhor Gercino, 6767 - Paranaguamirim - Joinville - Santa Catarina. Conselho Editorial: Padre Inácio Giacomelli e Pastoral da Comunicação. Impressão: Grafinorte Tiragem: 2.000 exemplares. As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores.

Ivete Modas Presentes

Julia

Modas Masculina, Femenina e infantil

Rua: General de Divisão Euclides Bueno, 230

Rua: Seis de Janeiro, 396 Fone: 3463-6162 Paranaguamirim - FONE: 3463-5030

PERSONAL ESCOLA DE MÚSICA Aulas de Guitarra, Violão e Bateria

DESCONTO DE 20% PARA DIZIMISTAS da IGREJA SANTA LUZIA CONTATO-8479-2536

Email: personalescolademusica.adriano@gmail.com

Anuncie no jornal da Paróquia Santa Luzia

Reserve já o seu espaço. Ligue: 3463-5647


Santa luzia set13