Page 1

Di

Ano 5 / Nº 60 • Novembro 2013

ce

o

Santa Luzia

le

Informativo da Paróquia

pascom@igrejasantaluzia.com.br

vil

@ www.igrejasantaluzia.com.br

s e d e Joi n

Diácono, um serviço de amor a igreja Os diáconos são ministros ordenados para as tarefas de serviço da Igreja Para a ordenação ao diaconato, só o bispo impõe as mãos, significando assim que o diaconato está especialmente ligado ao bispo nas tarefas de sua “diaconia”. Os diáconos participam de modo especial na missão e graça de Cristo, são marcados pelo sacramento da ordem com um sinal, que ninguém pode apagar e que os configura a Cristo, que se fez “diácono”, isto é servidor de todos. A igreja, desde o inicio do cristianismo ordenava diáconos para o serviço (At 6, 3-6). Dia 24 de novembro em nossa diocese serão ordenados 12 novos diáconos permanentes, entre eles Pedro de Oliveira Borges Filho, da Paróquia Santa Luzia. Pedro é casado com Jucélia Borges, tem cinco filhos e é natural de Araquari-SC. Está morando em Joinville desde 1980. Iniciou suas atividades pastorais na comunidade São Paulo Apóstolo que hoje é paróquia. Pedro sempre esteve envolvido nos trabalhos da Igreja. Mudou-se para o Paranaguamirim no ano 2000, passando a ajudar a comunidade São Domingos no ministério do

(Curitiba), fez sua formação para o diaconato também por um período de três anos. “Como Diácono, coloco-me a disposição da Igreja de Jesus Cristo para servir, disse Pedro, cujo lema de ordenação é: “Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo” (Mt. 6,33). Parabenizamos ao Pedro e sua família por esta tão especial conquista. Parabéns a Comunidade São Domingos por ter ajudado a gerar um diácono para a Igreja. Alegramos-nos com a ordenação do Pedro como diácono permanente. Vamos acolhê-lo com alegria abrindo as portas das Comunidades, pois ele será diácono para toda a nossa Paróquia.

dizimo, patrimônio e hoje é coordenador da comunidade e ministro da palavra e da sagrada comunhão. Trabalhou no albergue, o qual acolhe homens e mulheres necessitados. Fez uma missão de 2 anos e meio em Araquari, ajudando na formação e como ministro da palavra e da sagrada comunhão na comunidade Santa Efigênia. Fez missão em São Francisco do Sul, durante 3 (três) anos, dos quais um ano com dedicação total, ajudando em uma casa de recuperação de dependentes chamada de “Abrigo Divina Misericórdia”. Formação religiosa: Cursou três anos Teologia e três anos de estudo Bíblico na Diocese de durante três anos Joinville. Na Escola Diaconal São Felipe

CRONOGRAMA PAROQUIAL • NOVEMBRO/2013 Data Evento

Local

Horário

10

Curso de noivos

Santa Luzia

08h

02

Santa Luzia

19h30

10

Festa da Padroeira N. Sra Bom Parto

N.S. Bom Parto

10h

02 a 09 Cerco de Jerico

São José

24h

12

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

São Pedro e Santa Luzia

19h30

03

Encontro Jovens Rejaaf

Santa Luzia

15h

13

Missa de Santa Luzia

Santa Luzia

19h30

05

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

São Miguel e São Domingos

19h30

19

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

São Domingos e N. S. Aparecida

19h30

08

Assembléia Comarcal

Mitra

18h

23

Assembléia Paroquial

Santa Luzia

14h

09

Mil Ave Maria

Santa Luzia

12h

24

Ordenação Diaconal

Catedral

15h

09

Reunião Consolação e Esperança

São domingos

15h

26

Formação Animadores GBR

Santa Luzia

19h30

Missa dos Finados

Ouça a rádio Continental 93,3 FM Programa Ave Maria

Segunda a Sábado das 18 às 19 horas

Terço da Misericórdia

Segunda à Sábado às 7 da manhã

Grupo de Oração Resgate

Atendimento do Padre Sexta-feira das 20 às 22 horas

Terças e Sextas das 8 às 12 e das 14 às 18 horas


2

Editorial

Informativo da Paróquia Santa Luzia •Novembro 2013

Padre Inácio - Pároco

Jesus Cristo, Rei do Universo, um Rei diferente Com a Festa de Cristo Rei do Universo termina o chamado Tempo Comum formado por 34 (trinta e quatro semanas). Aliás, é bom lembrar que o tempo Litúrgico é formado por dois grandes Ciclos: 1) Ciclo Natalino que inicia com Advento e se prolonga até o Batismo do Senhor. 2) Ciclo Pascal tendo como centro o Tríduo Pascal precedido pela Quaresma como preparação. Então temos dois grandes ciclos: do Natal e da Páscoa, completado com o Tempo Comum, que se repetem todos os anos. Os reis e presidentes deste mundo exercem o seu poder dando ordens, cobrando impostos. Jesus Cristo Rei do Universo também exerce seu poder mas de uma forma diferente: Ele cinge-se de uma toalha e lava os pés dos discípulos, em vez de ser servido ele serve. Em vez de cobrar impostos Ele dá a própria vida, para que todos tenham vida e vida em abundancia (Jo 10,10).

Então tu és rei? Tu o dizes: eu sou rei, Eu nasci e vim ao mundo para isto (Jo 18, 37). Embora o povo o proclamasse rei ele não aceitou. Preferiu estar na contramão dos reis da época e em vez de ter os pés lavados, ele de bacia na mão lava os pés dos discípulos. O titulo deste texto bem que poderia ser; “os reis e as duas bacias”. Jesus Cristo de bacia na mão lavando os pés e os reis deste mundo querendo que seus súditos lhes lavem seus pés. Estamos encerrando mais um ano de muitas lutas com vitórias e derrotas. Com a festa de Cristo Rei encerramos o Ano da fé. Somos chamados a manifestar publicamente essa nossa fé. Se dissermos que cremos mas não celebramos; que fé é esta? A quem nós servimos? Tivemos a nossa Jornada mundial da juventude, é preciso não esquecer o ardor que nossos jovens sentiram ao verem nosso papa Francisco juntamente com milhares de jovens. Vamos reacender o fervor, mesmo que só tenham sobrado cinzas. Tiremos as cinzas e vamos soprar sobre as brasas para que retomem o seu calor, vamos reacender o desejo de participar dos nossas Missas, dos grupos de Jovens, Grupos de oração e Grupos Bíblicos de Reflexão. O papa Francisco disse que uma hora por semana de oração é pouco, é preciso colocar em prática o bom costume da oração diária, da leitura Orante da Palavra de Deus, da oração do Terço. Vamos dobrar nossos joelhos e rezar pelas nossas famílias, nossas crianças, nossos jovens e por nossas comunidades. Orar e trabalhar é preciso, vamos nessa.

Queridos paroquianos o mês de novembro nos leva a rezar pelos entes queridos que já não estão em nosso meio. Sentimos falta, mas confiamos na promessa de Jesus “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra viverá”. Que Deus lhes dê o repouso eterno e brilhe para eles a Vossa luz. A Pastoral da Consolação e Esperança realiza um trabalho muito bonito neste momento tão difícil que a família passa. São pessoas preparadas com uma palavra de acalento para a alma. Temos também a celebração da Festa de Todos os Santos que nos recorda os heróis da Igreja de Cristo, através dos tempos, a começar da santíssima Virgem Maria, dos Apóstolos e dos mártires. Os santos são os grandes modelos de como seguir Jesus mais de perto e de como imitá-lo no dia-a-dia. Em nossa matéria de capa vamos falar de Pedro Borges, que após três anos de estudo será ordenado diácono permanente a serviço da igreja e da nossa paróquia. Padre Inácio nos fala sobre a Festa de Cristo Rei. A nossa juventude precisa e deve mostrar sua força, vigor e assumir a missão de serem anunciadores de Jesus Cristo. Vamos conhecer o Ano A, B E C na Liturgia. Na coluna sou gente que faz o Sr José demonstra a gratidão e alegria em servir através de seu trabalho voluntario. O grupo Resgate realiza trabalho missionário. A comunidade Nossa Senhora do Bom Parto (Rio do Morro) realiza uma festa em honra a sua padroeira. Um abençoado mês a todos, abraços Fraternos! Pastoral da Comunicação

COLUNA DO DÍZIMO

Espaço dos

Jovens Juventude, mostra tua cara Há pouco tempo aconteceu a Jornada da Juventude, milhares de jovens estiveram mostrando a força da juventude. O papa Francisco pediu que os jovens assumissem seu lugar de protagonista. Que fossem jovens verdadeiros e grandes anunciadores de Cristo. O hino da JMJ ainda ressoa e continua seu apelo: Cristo nos convida: Venham, meus amigos!” Cristo nos envia: “Sejam missionários!”

Juventude, primavera: esperança do amanhecer; quem escuta este chamado acolhe o dom de crer! Quem nos dera fosse a terra, fosse o mundo todo assim! Não à guerra, fora o ódio, só o bem e paz a não ter fim. Do nascente ao poente, nossa casa não tem porta, nossa terra não tem cerca, nem limites o nosso amor! Espalhados pelo mundo, conservamos o mesmo ardor. É Tua graça que nos sustenta

nos mantém fiéis a Ti, Senhor! Atendendo ao Teu chamado: “Vão e façam, entre as nações, um povo novo, em unidade, para mim seus corações!” Anunciar Teu Evangelho a toda gente é transformar o velho homem em novo homem e mundo novo que vai chegar. Juventude da paróquia Santa Luzia, vamos construir a historia, assumam o papel que lhes cabe. Sejam missionários. Precisamos de uma igreja jovem!

Av. Kurt Meinert, 417 (esq. com a rua Espigão) Bairro: Paranaguamirim - Fone: 3429-7735

Não basta devolver o seu dízimo para ser chamado de verdade de dizimista. Ser dizimista não é somente questão de dinheiro: é também questão de participação. O dizimista não devolve seu dízimo para aliviar sua consciência, ele quer colaborar para construir algo melhor. Com seu dízimo ele ajuda nos projetos da Comunidade. O dizimo é uma maneira excelente de participar da comunidade. Pode ser que você não seja pedreiro, porém com seu dízimo está ajudando a consertar as capelas e a matriz. Você não é nenhum eletricista, mas o seu dízimo colabora para pagar fios que se desgastam, lâmpadas que queimam, operários que trabalham. Pode ser que nunca participe de encontros de formação. Mas o seu dízimo certamente ajudará quem participa. Você, adulto, não vai mais a catequese, mas suas crianças sim; é o seu dízimo que permite fornecer aos catequistas o material e a formação adequada. Talvez você não saiba onde foi usado o seu dízimo. Mas certamente ele fez feliz muita gente. Nunca receberá um ‘Muito Obrigado’ dos beneficiários do seu dízimo, mas certamente colaborou na formação de muitas pessoas.

Anuncie no jornal da Paróquia Santa Luzia

De Terça a Sábado dás 8 às 17 hs. Domingo dás 7h30 às 12 hs.

Lavação de carros e motos Promoção: A cada 7 lavagens, 1 grátis

O dizimista participa da comunidade

Supermercado Ronchi Rua: Espigão, 644 Fone: 3463-6784 / 3463-8626

Reserve já o Ligue: 346 3-5647 seu espaço.


Informativo da Paróquia Santa Luzia • Novembro 2013

Sou gente que faz

Liturgia Ano A,B,C

Neste mês vamos conhecer o trabalho voluntario realizado pelo senhor José Preus. Seu Zé, como é conhecido tem 63 anos, trabalha na igreja aproximadamente 16 anos. Começou trabalhando na pastoral do dizimo e hoje faz parte do financeiro, apostolado da oração, varre e cuida da igreja e continua na pastoral do dizimo. Conhecendo a historia do seu Zé, ficamos imaginando quantas mudanças ele acompanhou durante esse tempo, quantas pessoas trabalharam, quantas entraram e saíram e ele ali sempre perseverante. Para reflexão: E os que deveriam entrar não entraram? Ainda há tempo, vem você também fazer parte deste projeto. Seu José é para nós um grande exemplo! Todas as segundas-feiras a tarde ele esta na igreja rezando por todos, pelos que pedem até mesmo pelas pessoas que ele nem conhece. “Eu sempre estou à disposição, é muito bom poder ajudar, depois que sofri um aneurisma celebral há 20 anos e me recuperei pra surpresas de todos, resolvi dedicar mais meu tempo pra Deus esse é um gesto de gratidão aquele que me deu a vida, ou melhor, a me deu a vida duas vezes” Malfiza Serafim

O Ano Litúrgico é o calendário religioso, que não coincide com o ano civil que por sua vez termina o ano no dia 31 de dezembro. Foi criado para celebrar a história da salvação. Desta forma acompanhamos e compreendemos melhor o mistério da vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Por que das letras A, B e C dentro do ano litúrgico. O calendário da Igreja Católica possui um conjunto de leituras Bíblicas que se repetem a cada três anos, nos

domingos e solenidades, a saber:

Natal e a Páscoa e de 34 semanas, chamado Tempo Comum. O mesmo começa no 1º domingo do Advento, que este ano acontece no dia 1º de dezembro e encerra com a solenidade de Cristo Rei de 2014. Este ano litúrgico será o ano “A”. Obervemos que o ano litúrgico não coincide com o ano civil, que começa sempre dia 1º de janeiro.

• Ano A: as leituras são do Evangelho de São Mateus • Ano B: as leituras são do Evangelho de São Marcos • Ano C: as leituras são do Evangelho de são Lucas, Já o evangelho de São João é reservado para as ocasiões especiais como as grandes festas solenes. O Ano Litúrgico, portanto é composto de dois grandes ciclos: o

Alice Melz, coordenadora paroquial da liturgia

Pastoral da Consolação e Esperança Dia 02 de novembro é dia dos finados, é um dia dedicado aos nossos entes queridos que já partiram. Neste dia costumamos visitar os túmulos e rezar pelos nossos mortos. A Pastoral da Consolação e Esperança faz um trabalho muito bonito junto as famílias enlutadas. Já durante o velório é realizada uma vigília e a família é acompanhada pelos Ministros da Consolação e esperança até o cemitério, onde são

realizadas as orações próprias para benção do túmulo e o sepultamento. Também são realizadas orações próprias junto à família durante sete dias. É chamada de oração da luz, que fala sobre a luz do amor, da fé, da alegria, da união, luz de Deus, luz de Cristo e a luz do cristão. A pastoral trabalha a nível paroquial e faz plantão no cemitério Nossa Senhora de Fátima do dia primeiro ao décimo dia de cada mês.

A equipe da Pastoral da Consolação é composta por 13 ministros: 05 da igreja matriz Santa Luzia, 05 comunidade São Miguel Arcanjo, 01 comunidade Nossa Senhora Aparecida, 01 comunidade São Domingos de Gusmão e 01 comunidade São José. Você também pode ser um Ministro da Consolação, junte-se a nós e nos procure. Alcino Novak, coordenador paroquial

O que fazer diante das dificuldades na familia? Pe. Nivaldo Oliveira Souza

1. Conte com o auxílio de Deus - Os pastores de Belém “encontraram Maria, José e o recém-nascido deitado na manjedoura” (Lc 2, 16). O encontro de José e Maria com dificuldades a serem superadas, cheios de esperança de criar um filho, nos revelam a grandeza da humildade, a superação de si mesmos, para seguir a vontade de Deus. Jesus nasceu numa estrebaria e teve uma manjedoura como primeiro berço, mas o amor de Maria e de José o fez sentir a ternura e a beleza de ser amados com uma infância serena e uma sólida educação”. 2. Não jogue a culpa no outro - Perdoe. Siga em frente e,

caso outros problemas surjam no relacionamento, evite ficar jogando na cara do outro o que aconteceu antes. Punir o outro não faz o tempo voltar atrás nem evita sofrer um novo abalo e nem ajuda em nada. Faça uma avaliação sincera sobre a maneira como vinha agindo e procure melhorar nos pontos falhos. 3. Dê tempo para a dor - É comum perdoarmos um problema, mas isso nem sempre significa saber lidar com a frustração. “O rancor pode fazer você de vítima, de sofredor, incompreendido e infeliz. Isto se torna cômodo, impedindo qualquer um de seguir em frente”. Dê tempo. 4. Perdoe de verdade Lembre-se de que você teve um problema, mas não perdeu a si mesmo e nem é “o problema”. Em qualquer relação você é o mais importante. Seja verda-

deiro consigo, mesmo quando perdoamos não esquecemos a primeira discussão. 5. Filtre as opiniões dos amigos - Desabafar as dores faz bem, mas depois que o pior já passou e a vida voltou a caminhar às mil maravilhas, é importante não dar ouvidos às opiniões negativas sobre o que houve. “Lembre-se de que os amigos não sabem o que se passa realmente no interior da família. 6. Não fique sapateando sobre o problema - Na tentativa de prevenir um novo “acidente”, muitos passam a vigiar o outro com desconfiança, xeretando redes sociais e emails até bisbilhotar pertences pessoais e seguir o parceiro. Transforme qualquer insegurança em algo positivo, procurando ideias para manter a convivência empolgante.

Este jornal tem o apoio da

Família

Pauli

Joinville / SC Paranaguamirim

3

7. Fuja de filmes românticos - Buscar respostas no cinema para questões da própria vida não é uma boa ideia, principalmente porque algumas produções vendem uma visão totalmente distorcida sobre o amor. “Trata-se de uma fuga”. 8. Preserve-se - Vocês superaram a crise e agora estão vivendo um verdadeiro conto de fadas? Parabéns, mas não precisam compartilhar alegrias e intimidades com o mundo todo para que isso fique bem claro. Guardem as expectativas somente para vocês, isso irá evitar que os conhecidos façam comentários desnecessários. 9. Evite o negativismo - O grande problema na vida de um casal não é o problema, mas o tempo todo preocupado com uma provável nova pisada na bola. Isso só vai desviar

a atenção das coisas boas da familia. 10. Não se baseie em frustrações dos outros - Muita gente adora despejar suas frustrações em cima dos outros. Para o bem do seu casamento, é bom não levar em consideração histórias alheias, principalmente se forem negativas. Tome decisões com base em seus sentimentos, e não dos outros (continua no próximo número).

Técnica espanhola do Encontro Matrimonial

Reserve sua vaga na Secretaria (3426-4478) para aprender a técnica espanhola do Encontro Matrimonial (dias 22 a 24 de novembro), que facilitará muito a vida do casal e de sua família.

GIRO MOTO Novo endereço: Rua Monsenhor Gercino, 6819

Oficina Mecânica e Venda de Peças para Motos

Matriz: Rua João Luiz de Miranda Coutinho, 772 “Sempre JUNTO com você” 47 3463.5293 Estevão de Mattos - Fone

Av. Kurt Meinert, 89 – Sala 02 Paranaguamirim - Fone: (47) 3429-6367

Rua: Rech,5691 304 Filial:Elizabete Rua Minas Gerais, 47 3436.7323 Anita Garibaldi - Fone Paranaguamirim - Fone: 3463-6326

Supermercado Santoville


4

Informativo da Paróquia Santa Luzia • Novembro 2013

Galeria de Fotos

da Paróquia Santa Luzia e Comunidades

Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura

V i s i te a g a l e r i a d e f o t o s em n o s s o s i te : w w w . i g r e j a s a n t a l u z i a . c o m . b r

Missa em honra a Nossa Sra. Aparecida

Parabéns padre Inácio

Mais do que comemorar cada ano vivido, há que se comemorar as experiências, as alegrias e até os desafios, que nos fazem crescer em busca da felicidade. Que Deus continue a te abençoar, que teu coração esteja sempre aberto para ser um missionário. Feliz Aniversário. (18/11). Carinhosamente, seus paroquianos!

Rainhas da Festa da padroeira

Parabenizamos Osvaldo da Maia pela Ordenação Diaconal. Ele que se dedicou tantos anos em prol a nossa paróquia

Procissão de Nossa Senhora Aparecida

Carreata de Nossa Sra. Aparecida

Gincana Bíblica na Comunidade Nossa Senhora Aparecida

Formação para lideranças, comunidade São Domingos

Comunicadores da diocese de Joinville participam 8º Muticom em Natal

Equipe paroquial da comunicação

Retiro do Apostolado da Oração, Comunidade São Miguel

Mês de outubro, dedicado às missões. Com este propósito, o Grupo de Oração Jovem Resgate realizou as suas atividades no mês de outubro. O Evangelho de São Marcos 16, 15 diz: “Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura”. Jesus, antes de subir aos céus, deixou-nos a missão de ir evangelizar. É preciso sair do comodismo de nossa caminhada, assim, crescemos na fé, alimentamos nosso espírito com a experiência vivida. Com este propósito, vivenciamos este mês. As atividades do Ministério de Artes com as Danças Urbanas, o qual denominamos Resgate Dance acontecem todos os sábados. No último dia 20 alguns jovens envolvidos nas atividades de danças foram até Itajaí para participar de um evento. “O Concílio Vaticano II lançou as bases para uma renovada relação entre a Igreja e a cultura, com reflexos imediatos no mundo da arte”. O Papa João Paulo II afirmou em uma carta dirigida aos artistas, em 1999 que a juventude é chamada pela arte, pela dança, pelas atividades radicais. Não existe fé sem obras, ela é morta. O ideal é fé e obras, portanto mãos a obra. Orar e trabalhar é preciso. Vamos fazer a leitura orante, entender o que Deus quer dizer, é Ele que dá a direcão. Convidamos você a participar do nosso Grupo de Oração Jovem, que se reúne todos os domingos após a missa das 18h na Matriz Santa Luzia. Estamos também no Facebook e na Rádio Continental FM 93.3 todas as sextas das 20h às 22h. Contamos com a sua audiência, ligue, participe. Paulo Cesar

Informativo da Paróquia Santa Luzia • Publicação da Paróquia Santa Luzia. Rua Monsenhor Gercino, 6767 - Paranaguamirim - Joinville - Santa Catarina. Conselho Editorial: Padre Inácio Giacomelli e Pastoral da Comunicação. Impressão: Grafinorte Tiragem: 2.000 exemplares. As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores.

Ivete Modas Presentes

Julia

Modas Masculina, Feminina e infantil

Rua: General de Divisão Euclides Bueno, 230

Rua: Seis de Janeiro, 396

Fone: 3463-6162 Paranaguamirim - FONE: 3463-5030

PERSONAL ESCOLA DE MÚSICA Aulas de Guitarra, Violão e Bateria

DESCONTO DE 20% PARA DIZIMISTAS da IGREJA SANTA LUZIA CONTATO-8479-2536

Email: personalescolademusica.adriano@gmail.com

SupemercadoS Dal Santos Loja 1 – (47) 3463-5202 Rua Átila Urban, 245 - Paranaguamirim Loja 2 – (47) 3028-1658 Rua Rio Velho, 122 - Jarivatuba

Santa luzia nov13  

Informativo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you