Page 1

ce

o

Ano 6 / Nº 62 • Março 2014

Di

Santa Luzia

le

Informativo da Paróquia

pascom@igrejasantaluzia.com.br

vil

@ www.igrejasantaluzia.com.br

s e d e Joi n

A Quaresma está aí. É tempo de estar em paz consigo, com o próximo e com Deus. Converta-se! Página 3

Ano da Comunidade

Paróquia: rede de comunidades Jesus Cristo é nossa razão de ser, origem de nosso agir, motivo de nosso pensar e ser. Nele, com ele e a partir dele mergulhamos no mistério trinitário, construindo nossa vida pessoal e comunitária. A Igreja no Brasil busca ser uma presença de vida, esperança, consolo, justiça e paz, pois sua missão é evangelizar. Ela é comunidade que evangeliza! Para realizar a tarefa urgente de transformarmos a paróquia em comunidade de comunidades, o modelo que precisamos ter diante de nós é o próprio Jesus e a sua maneira de suscitar, de organizar e de orientar a vida em comunidade em vista do Reino de Deus. A Igreja é sacramento, sinal e instrumento de comunhão. Ela tem sua origem na Santíssima Trindade. Na história ela se espelha na comunhão trinitária, e seu destino é a comunhão definitiva com o Deus Uno e Trino. O Documento de Aparecida afirma que as paróquias “são células vivas

Ir ao encontro do outro

da Igreja e o lugar privilegiado no qual a maioria dos fiéis tem uma experiência concreta de Cristo e a comunhão eclesial. São chamadas a ser casa e escolas de comunhão”. Entretanto, constata-se a necessidade de uma urgente renovação e reformulação de suas estruturas para que sejam rede de comunidades e grupos capazes de propiciar aos seus membros uma real experiência de comunhão com Cristo. Paróquia A paróquia é um instrumento importante para a construção da identidade cristã; é o lugar onde o cristianismo se torna visível em nossa cultura e história. A paróquia está desafiada a se renovar

diante das aceleradas mudanças de nosso tempo. Desviar-se dessa tarefa é uma atitude impensável para quem é discípulo e missionário de Jesus Cristo. A época atual nos desafia a rever a nossa ação evangelizadora e pastoral. A paróquia não é só uma estrutura, um território, um edifício, mas é sobretudo a família de Deus, como uma fraternidade animada pelo espírito de unidade, é uma casa de família, fraterna e acolhedora, é a comunidade de fiéis. O fundamento da paróquia é ser uma comunidade eucarística, que celebra a presença de Cristo Palavra e Eucaristia, estabelecendo os vínculos de comunhão entre os seus fiéis e remete todos à missão de testemunhar na caridade a verdade professada.

O discípulo missionário sabe que, para efetivamente anunciar o Evangelho, deve conhecer a realidade à sua volta e nela mergulhar com o olhar da fé, em atitude de discernimento. Estamos no ano da comunidade e é fundamental ir ao encontro das pessoas, conhecer sua realidade, saber de seus anseios e necessidades. Este sera um ano de grandes desafios para todos. A paroquia Santa Luzia está planejando ações concretas que serão colocadas em pratica durante o ano. Neste primeiro momento, as ruas estao sendo mapeadas formando os setores. Em cada setor teremos uma equipe responsável. Por isso as pessoas estao sendo convidadas, convocadas para conhecer a nova sistemática e preparar-se para iniciar os trabalhos. Em nossas proximas edições do jornal você saberá o que está sendo feito em nossa paroquia para que ela se torna de fato uma rede de comunidades. Coloque-se você também a serviço.

CRONOGRAMA PAROQUIAL • Março 2014 Data Evento

Local

Horário

Data Evento

Local

Horário

Santa Luzia

14h30

01

Missa das crianças

Santa Luzia

09h

15

01

Formação de brincadores Past.Criança

Santa Luzia

14h às 18h

15

Reunião comarcal Consolação e Esperança Santa Luzia

14h

14 a16

Formação Diocesana GBR

Vila Nova

19h30

16

Curso de noivos

Santa Luzia

08h

18

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

S. Domingos e S. Miguel 19h30

19

Formação Comarcal Norte e Sul

MItra

19h

20 22

Triduo Padroeiro

São José

19h30

23

Festa de padroeiro

São Jose

10h

01

Reunião Consolação e Esperança

Santa Luzia

15h

02

Encontro Jovens Rejaaf

São Domingos

15h

04

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

Santa Luzia / setor C

19h30

04

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

N. S. Aparecida / setor A 19h30

05

Missa Cinzas

Todas as comunidades 19h30

08

Noite do pastel

São Jose

11

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

N. S. Bom Parto

11

Missa Grupos Bíblicos Reflexão

São Pedro

Segunda a Sábado das 18 às 19 horas

Terço da Misericórdia

25

Reunião dos animadores GBR

Santa Luzia

19h30

19h30

29

Formação liturgia e canto litúrgico

Santa Luzia

14h30

19h30

29

Curso de pais e padrinhos

São Miguel

13h30

Ouça a rádio Continental 93,3 FM Programa Ave Maria

Reunião coord. catequese

Segunda à Sábado às 7 da manhã

Grupo de Oração Resgate

Atendimento do Padre Sexta-feira das 20 às 22 horas

Terças e Sextas das 8 às 12 e das 14 às 18 horas


2

Editorial

Informativo da Paróquia Santa Luzia •Março 2014

Padre Inácio - Pároco

Entre o Ter e o Ser entramos em 2014 Entramos no Ano da Comunidade, Paróquia como rede de Comunidades, seja você também um tijolinho nesta construção, não fique fora. Durante nossa vida teremos que fazer escolhas. Cada um terá que escolher. O salmo número 1 (fala dos dois caminhos) da vida e da morte. Iniciamos um novo ano, já foi dada a “largada”. Serão 365 dias de caminhada. Não sabemos se conseguiremos completar, enquanto isso vou em frente. Será uma “luta” entre o sim e o não, entre o ser e o ter, entre o odiar e amar, entre o sorriso e a indiferença. Entre o orar e trabalhar, entre a fidelidade a família ou a infidelidade, entre um bom dia e ser indiferente. Entre o alegrar-me com a vitória do outro ou entristecer-me. Entre o estender a mão e cruzar os braços, entre amizade verdadeira e virtual. A distância entre o sim e o não é pequena, mas fará a diferença, creia. Terei que decidir entre o estender o tapete para as pessoas ou puxá-lo para que elas caiam. Devo escolher entre respeitar ou desrespeitar a vida por exemplo no trânsito. A decisão será nossa, mas colheita também. Cuidemos de nossos filhos, precisamos colocá-los nos melhores colégios ou cursos para que eles estejam bem preparados para ingressar na Universidade, ou conseguir um bom trabalho. Isso é ótimo e devemos fazê-lo. Todavia devemos também levar nossos filhos para a Igreja, também devemos ensiná-los a orar, a ler a Palavra de Deus para que estejam preparados para o grande amanhã na presença de Deus. O ser humano, imagem e semelhança de Deus será sempre tentado pela chamada “trindade do mal”, o ter o poder e o prazer. O que você tem feito para ser feliz? O que você tem feito para que as pessoas que vivem ao seu lado sejam felizes? As tuas ações dão gosto ou desgosto para as pessoas? Devemos buscar as coisas deste mundo tanto quanto nos aproximam de Deus, mas nos afastemos delas, tanto quanto nos afastam de Deus. Eu quero chegar ao final de 2014, olhar para trás e poder dizer como São Paulo Apóstolo, combati o bom combate. Preocupemos com nosso lado espiritual. Não podemos esquecer: arvore sem chuva com o tempo murcha e seca, ser humano sem oração também torna-se duro, sem sentimentos. Suas ações já não são boas, seus frutos tornam-se amargos. É preciso escolher. Cuidemos para não abandonar a Deus, sua Palavra, ela deve ser o centro da nossa vida. Vamos recuperar o bom hábito da oração em família, da participação das Santa Missas, da participação dos Grupos Bíblicos de Reflexão, de Oração, da participação nos Grupos de jovens, que terão que escolher entre namorar e ficar. A quaresma está aí, examine seu coração e busque a conversão e seja feliz.

Queridos paroquianos, com a graça de Deus temos um ano de muitos desafios em nossa paróquia. Será um ano de unir forças e trabalhar muito. Neste ano dedicado à Comunidade precisamos entender o verdadeiro valor da vida em comunidade. “Eles eram perseverantes em ouvir o ensinamento dos apóstolos, na comunhão fraterna, na fração do pão e nas orações” (At 2,42). Precisamos contagiar a todos, precisamos estar em conformidade com as palavras do papa Francisco: “Não podemos ficar enclausurados na paróquia, em nossa comunidade, em nossa instituição paroquial ou em nossa instituição diocesana, quando tantas pessoas estão esperando o Evangelho”. A família é bênção e sonho de Deus para a humanidade, porem está sofrendo muitas agressões. E são para combater essas agressões e fortifica-la que a Paróquia esta proporcionando a oportunidade de todos fazerem a Escola da Família. Os temas abordados irão fortalecer e estruturar nossas famílias. Construir uma família feliz é missão de todos nós, é colocar em prática o amor, respeito e dignidade. Vamos lutar pelas nossas famílias. Que a Virgem Maria, Mãe da Igreja, nos acompanhe nesse caminho de renovação. A Trindade Santa, Pai, Filho e Espírito Santo comunidade de amor, ilumine o caminho de nossa Paróquia Santa Luzia. Amém! Abraços Fraternos, Pastoral da Comunicação.

COLUNA DO DÍZIMO

Sou dizimista... Ser dizimista é converter-se. A conversão implica em deixar de lado nosso egoísmo, nosso “eu”, renunciar a si mesmo. Somente pela conversão é que conseguimos enxergar as necessidades da nossa Igreja e de nossos irmãos carentes dos bens materiais e espirituais.

Espaço dos

Jovens

10 Mandamentos do Dízimo

Grupo de jovens, uma boa idéia A falta de tempo para conviver em grupo, o trabalho que deixa o jovem cansado, a escola que ensina a ser individualista, a televisão que diz para não se importar com a vida do outro. São algumas realidades que vemos. Os grupos de jovens estão aí. São muitos. Muito maior ainda é o número de jovens que não estão participando de nenhuma pastoral ou movimento, dentro ou fora da Igreja. Aí, talvez, reside o maior valor de um grupo de jovens. São jovens que não se conformam com as coisas do jeito que estão. “Desconfiam” que algo está errado e

que é preciso juntar-se a outros jovens para mudar. Em todo bairro, escola, trabalho, comunidade, se encontram jovens desejosos de fazer algo. São jovens que acreditam na amizade e na solidariedade e, por isso, estão dispostos a partilhar seu trabalho, suas forças. É bonito ver o jovem que faz uma caminhada com o grupo, crescendo na fé, no relacionamento com o outro e consigo mesmo, na consciência crítica e na ação prática. Vamos lá jovens, mãos à obra, com criatividade e coragem, vamos participar.

1. Sou dizimista porque amo a Deus e amo o meu próximo. (2Co 9,7) 2. Sou dizimista porque reconheço que tudo recebo de Deus. (Sl 23; 1Co 4,7) 3. Sou dizimista porque a minha gratidão a Deus me leva a devolver um pouco do muito que recebo. (Lc 17, 11-19) 4. Sou dizimista porque aceito como palavra de Deus o que leio na Bíblia. (Ml 3,10; Lc21,14) 5. Sou dizimista porque creio, e confio, em Deus Pai. (Mt 6,25-31) 6. Sou dizimista porque o ato de partilha irá matando o meu egoísmo. (Lc 12,16-21; Pd 4,8) 7. Sou dizimista porque creio na vida cristã em comunidade. (Mt 18,20) 8. Sou dizimista porque Deus, o único Pai rico, não quer ninguém passando necessidade. (Mt 25,40) 9. Sou dizimista porque gosto de viver em liberdade e alegria. (Jo 14,1-5; Mt 25,34) 10. Sou dizimista porque quero ver minha comunidade crescer e minha Igreja testemunhar o Evangelho de Jesus no mundo inteiro. (Mt 28,19-20; Mc 16,15)

Anuncie no jornal da Paróquia Santa Luzia

De segunda a sábado dás 7 às 17 hs.

Lavação de carros e motos Av. Kurt Meinert, 417 (esq. com a rua Espigão) Bairro: Paranaguamirim - Fone: 3429-7735

Reserve já o seu espaço.

Supermercado Ronchi Rua: Espigão, 644 Fone: 3463-6784 / 3463-8626

Rua: Maria Marques Leandro, 826 Jardim Edilene – Paranaguamirim

Ligue: 3463-5647


Informativo da Paróquia Santa Luzia • Março 2014 Quão precioso é o valor da família como um lugar privilegiado para transmitir a fé! Quanto é importante o encontro e o diálogo entre as gerações, sobretudo dentro da família. A família é o lugar privilegiado e santuário onde se desenvolve toda grande e íntima aventura de cada pessoa humana.” Papa Francisco

Escola paroquial da Família Acreditando nos valores sagrados da família, e buscando fortalece-las, a paróquia Santa Luzia está oferecendo a escola paroquial da família. Será uma oportunidade para que todos possam buscar alternativas de tornar a família um verdadeiro “Santuário da vida”.

Objetivo Geral

Disciplinas Para 2014

Ser uma escola ecumênica para as Paróquias e comunidades de Joinville, voltada aos temas que envolvem espiritualidade e a vida humana, qualificando seus membros a enfrentarem os desafios da sociedade, família e Igreja.

• A Vida Humana • A regilião humaniza o homem • A família no plano de Deus • Noções básicas de psicologia • Adolescência e Juventude • A influência psicológica nas decisões pessoais • Planejamento Familiar • Educar para a sociedade

Objetivos Especificos • Mobilizar, sensibilizar e estimular os participantes a se tornarem agentes educadores e multiplicadores de valores éticos; • Apresentar as principais metodologias e práticas que devem ser utilizadas pelo casal para garantir um relacionamento duradouro e repleto de alegrias e realizações; • Disponibilizar metodologias de trabalho visando a melhoria na qualidade de vida da sociedade; • Oferecer oportunidades aos pais e mestres de trocarem ideias sobre educação norteando-os na prática educativa e auxiliando-os a compartilhar suas dificuldades e experiências. • Proporcionar o repensar sobre o processo educativo que estão vivenciando com seus filhos ou alunos de maneira a trabalhar a postura do educador, ampliando a amizade e confiança entre educadores e educandos; • Fortalecer laços de confiança entre pais e mestres, proporcionando crescimento e conscientização dos mesmos no processo educativo. Público Alvo Pais, professores, jovens, noivos, casados, educadores de crianças, babás, agentes de pastorais, grupos de reflexão, ministros, catequistas, movimentos familiares, líderes religiosos e membros de qualquer Igreja. Enfim, todos os interessados pelo tema da Família. Professores Teólogos, psicólogos, médicos, pedagogos economistas, e outros.

Locais de funcionamento 2ª feira - Matriz Santa Luzia e Nossa Senhora Aparecida 5ª feira - São Miguel Metodologia O curso seguirá metodologia variada, de acordo com o critério de cada professor, respeitando os limites dos alunos, procurando dinamizar e envolvê-los durante as aulas. Critério de avaliação Cada professor avaliará os trabalhos solicitados dentro da sua disciplina, além da participação e assiduidade nas aulas, observando a escala de notas de zero a dez. Horário As aulas serão sempre das 19h30 às 21h30, de março a novembro, menos julho. O curso terá a duração de um ano, podendo se estender por mais um ano se for do interesse dos alunos. Certificados Para a obtenção do certificado ao final do curso, o aluno deverá ter atingido média mínima de 07 (sete) pontos e ter frequentado no mínimo de 75% da carga horária. Investimento na Formação R$ 15,00 de inscrição com direito a apostila no inicio das aulas; R$ 15,00 mensais para pagamento dos professores e certificado final.

Este jornal tem o apoio da

Família

Pauli

Joinville / SC Paranaguamirim

Campanha da Fraternidade 2014 Tema: “Fraternidade e Tráfico Humano” Lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” A situação do tráfico humano no país e no mundo é alarmante: a Organização Internacional do Trabalho (OIT) atenta para o aumento de vítimas do tráfico humano, do trabalho forçado e do tráfico para a exploração sexual. De acordo como site da Organização das Nações Unidas (ONU), no Brasil, o tráfico de pessoas faz cerca de 2,5 milhões de vítimas por ano, incluindo homens, mulheres e crianças, mas principalmente pessoas vulneráveis e carentes – psicologicamente e de recursos. Significado do cartaz • O cartaz da Campanha da Fraternidade quer refletir a crueldade do tráfico humano. As mãos acorrentadas e estendidas simbolizam a situação de dominação e exploração dos irmãos e irmãs traficados e o seu sentimento de impotência perante os traficantes. A mão que sustenta as correntes representa a força coercitiva do tráfico, que explora vítimas que estão distantes de sua terra, de sua família e de sua gente. As correntes rompidas e envoltas em

luz revigoram a vida sofrida das pessoas dominadas por esse crime e apontam para a esperança de libertação do tráfico humano. Essa esperança se nutre da entrega total de Jesus Cristo na cruz para vencer as situações de morte e conceder a liberdade a todos. “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5, 1), especialmente os que sofrem essa modalidades de injustiça como o tráfico humano, representadas pelas mãos na parte inferior. Oração da Campanha da Fraternidade 2014 Ó Deus, sempre ouvis o clamor do vosso povo e vos compadeceis dos oprimidos e escravizados. Fazei que experimentem a libertação da cruz e a ressurreição de Jesus. Nós vos pedimos pelos que sofrem o flagelo do tráfico humano. Convertei-nos pela força do vosso Espírito, e tornai-nos sensíveis às dores destes nossos irmãos. Comprometidos na superação deste mal, vivamos como vossos filhos e filhas, na liberdade e na paz. Por Cristo nosso Senhor AMÉM!

Quaresma, período de preparação A quaresma que dura quarenta dias, é tempo para se reconciliar consigo, com Deus ecom o próximo.É um tempo de preparação para a Páscoa que é a maior festa do calendário cristão católico. A Quaresma, começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira santa com a Missa da Instituiçao da Eucaristia. É o periodo de preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Os fiéis são convidados a fazerem uma comparação entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos. É tempo de acertar o passo, corrigir o que está errado e reconciliar-se. O cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa penitência e conversão. Cantar a quaresma, é antes de tudo, cantar a dor que se sente pelo pecado do

mundo. Ele crucifica os filhos de Deus e prolonga a Paixão de Cristo. É um canto de penitência e conversão, um canto sem “glória”e sem “aleluia”, um canto sem flores e sem as vestes da alegria, um canto “das profundezas do abismo” em que nos colocaram nossos pecados (Sl 130). Duas coisas o católico precisa fazer durante a quaresma: • A primeira receber as cinzas, na quarta-feira, como sinal de penitência e de reconciliação com Deus por causa de nossos erros; • A segunda, jejuar como sinal de desapego de si mesmo. Reconciliar-se e purificar-se é preciso. Só assim podemos avaliar se nós servimos ao Deus único e verdadeiro. Somos convidados a crer no Evangelho e coloca-lo em prática em nossa vida. “Façamos jejum da língua, de som e de muitos programas de televisão que só nos condenam. Faça um propósito e nesses 40 dias procure ser um cristão autentico.

GIRO MOTO Novo endereço: Rua Monsenhor Gercino, 6819

3

Oficina Mecânica e Venda de Peças para Motos

Matriz: Rua João Luiz de Miranda Coutinho, 772 “Sempre JUNTO com você” 47 3463.5293 Estevão de Mattos - Fone

Av. Kurt Meinert, 89 – Sala 02 Paranaguamirim - Fone: (47) 3429-6367

Rua: Rech,5691 304 Filial:Elizabete Rua Minas Gerais, 47 3436.7323 Anita Garibaldi - Fone Paranaguamirim - Fone: 3463-6326

Supermercado Santoville


4

Informativo da Paróquia Santa Luzia • Março 2014

São José, Pai Amantíssimo de Jesus

A comunidade São José Fruto dos Grupos Bíblicos de Reflexão, esta comunidade surgiu em 2002. No ano de 2003 a comunidade empenhou-se na compra dos acessórios para a Liturgia e aparelhagem de som. No Natal daquele mesmo ano a comunidade recebeu a visita do Bispo Dom Orlando Brandes que rezou a Missa. Em março de 2004, mês do Padroeiro, a comunidade empenhou-se nas missões por uma semana, tendo missas todas as noites. Neste ano a comunidade adquiriu o terreno para a construção da futura Capela. A Comunidade São José convida para as festividades de seu padroeiro.

No dia 19 de março comemoramos São José, pai adotivo de Jesus e esposo de Maria. Ele é considerado patrono da nossa Igreja. Como os demais santos, São José é exemplo para os homens de todos os tempos. É a perenidade das virtudes que demonstra a santidade. É o protetor da Igreja, das famílias - principalmente daquelas que lutam para imitar a Sagrada Família - de muitos Institutos e Congregações Religiosas que aspiram a perfeição cristã. É protetor das Vocações Sacerdotais e é também protetor dos operários e trabalhadores em geral, assim como é patrono dos moribundos, daqueles que estão com a viagem marcada para a eternidade. Foi pai perfeito, pois acolhendo o fruto do mistério, deu condições para que Ele nascesse no seio de uma família, protegendo-O, criando-O e ensinando-Lhe uma profissão.

Galeria de Fotos

Programação:

Dias 20, 21e 22

Dia 23

Triduo Padroeiro missa às19h30

Missa do padroeiro às 10h. Após será servido almoço, seguido de tarde festiva.

Comunidade São José: Rua: Avenida Kurt Meinert, Lote 2 Quadra 20 – Ana Julia

da Paróquia Santa Luzia e Comunidades

Visite a galeria de fotos em nosso site: www.igrejasantaluzia.com.br

Chegada da imagem de Nossa Senhora dos Navegantes na comunidade Senhor Bom Jesus

Benção de São Brás

Reunião do Conselho Paroquial de Pastorial

Informativo da Paróquia Santa Luzia • Publicação da Paróquia Santa Luzia. Rua Monsenhor Gercino, 6767 - Paranaguamirim - Joinville - Santa Catarina. Conselho Editorial: Padre Inácio Giacomelli e Pastoral da Comunicação. Impressão: Grafinorte Tiragem: 2.000 exemplares. As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores.

Ivete Modas Presentes

Julia

Modas Masculina, Feminina e infantil

Rua: General de Divisão Euclides Bueno, 230

Rua: Seis de Janeiro, 396

Fone: 3463-6162 Paranaguamirim - FONE: 3463-5030

PERSONAL ESCOLA DE MÚSICA Aulas de Guitarra, Violão e Bateria

DESCONTO DE 20% PARA DIZIMISTAS da IGREJA SANTA LUZIA CONTATO-8479-2536

Email: personalescolademusica.adriano@gmail.com

SupemercadoS Dal Santos Loja 1 – (47) 3463-5202 Rua Átila Urban, 245 - Paranaguamirim Loja 2 – (47) 3028-1658 Rua Rio Velho, 122 - Jarivatuba


Santa luzia mar14  

Formação, comunhão e informação

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you