Page 1

5

Inserido no programa


5


Ă“bidos Um local para viver, aprender, trabalhar e divertir-se.


>> Óbidos Criativa 5 2

Óbidos escolheu a criatividade como eixo da sua estratégia de desenvolvimento. A criatividade permite o nosso posicionamento global, sem que para isso tenhamos que deixar de ser quem somos. Permite-nos apostar nas pessoas, no seu talento e capacidades empreendedoras. Procuramos pessoas que desafiam as contingências, que imaginam o rumo e que o percorrem. As indústrias criativas são um meio privilegiado para a concretização desta aposta. Áreas como a cultura, a comunicação, a informática, a arquitectura, o design e a gastronomia integram uma componente criativa preponderante, geradora de valor.

>> Vista para o Castelo >> Junho das Artes >> Festival de Ópera >> Escolas d´Óbidos >> Centro de Design de Interiores >> Festival Internacional de Chocolate >> Vista nocturna da Vila


5 A convicção no potencial da criatividade como factor de desenvolvimento levou à adopção de um compromisso público, através do plano de metas Óbidos Criativa – Talentos para a economia, com várias medidas já em execução. Esta visão tem vindo a orientar uma intensa actividade. Nos últimos anos, Óbidos tem surpreendido pela inovação e criatividade. Soube desenvolver e atrair iniciativas de elevada qualidade, abrindo caminho para um ambiente de excelência, e faz nascer agora um lugar especial para o desenvolvimento de empresas de base tecnológica, na área das indústrias criativas: o Parque Tecnológico de Óbidos.

3


>> Parque Tecnológico de Óbidos 5 4

Concebido para fomentar um ambicioso cluster criativo, o Parque Tecnológico de Óbidos, junto à A8 e à linha de caminho de ferro do Oeste, e com o magnífico Castelo no horizonte, desafia-nos para uma nova aposta. A aposta num lugar com condições de excelência para as empresas inovarem, crescerem e serem competitivas, assegurando uma interligação dinâmica entre as empresas, o mercado e a actividade académica e de investigação. Encontram-se actualmente disponíveis e em fase de candidatura os lotes da Fase 1, para a construção de edifícios para a instalação de empresas, individualmente ou em agrupamento. Esta fase inclui um conjunto de 29 lotes com dimensões diversificadas, adaptadas à realidade de diferentes empresas.

>> Vista panorâmica da Fase 1 do Parque Tecnológico de Óbidos


5 O projecto inclui, para as empresas com necessidade de espaços mais reduzidos ou que se encontram numa fase inicial da sua actividade, uma oferta de espaços de escritório para arrendamento e incubação, nos edifícios centrais.

Edifícios centrais Os edifícios centrais do Parque Tecnológico de Óbidos, proporcionarão às empresas instaladas um conjunto de serviços de apoio, incluindo auditório, salas de reunião, videoconferência, cafetaria e restauração, de acordo com o projecto em desenvolvimento.

5


>> Parque Tecnológico de Óbidos 5 6

Óbidos, para além de ter conquistado um lugar de destaque no Plano Regional de Ordenamento do Território - Oeste e Vale do Tejo (PROT-OVT), como centro urbano estruturante, é reconhecido como tendo o único parque empresarial estruturante orientado para as indústrias criativas, concentrando recursos privilegiados para o seu desenvolvimento, no eixo compreendido entre Lisboa, Coimbra e Santarém. As vantagens de instalação neste espaço articulam-se essencialmente em 3 dimensões: vantagens materiais, qualidade de trabalho e qualidade de vida.

Vantagens materiais ÓBIDOS TAX FREE Incentivos fiscais >> Óbidos Tax Free, abarcando um conjunto de isenções: >> Derrama; >> IMT; >> IMI; >> Taxas municipais; >> Redução de 3% do IRS em 2009 e 4% em 2010.

>> Cerca do Castelo vista do Parque Tecnológico de Óbidos


QREN Probabilidade de financiamento em candidaturas QREN >> Dada a localização em região de convergência, as instituições poderão beneficiar de financiamento em várias áreas: Instituições privadas com fins lucrativos (associações e empresas) >> Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico >> Execução do Sistema de Apoio a Entidades do Sistema Científico e Tecnológico Nacional >> Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacionalização de PME >> Sistema de Incentivos à Inovação >> Energia Instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos (fundações, associações e entidades do SCTN) Para além dos programas acima mencionados, as instituições sem fins lucrativos podem candidatar-se aos seguintes programas: >> Economia Digital e Sociedade do Conhecimento >> Promoção da Cultura Científica e Tecnológica e Difusão do Conhecimento >> Sistema de Apoio a Parques de Ciência e Tecnologia e Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica >> Sistema de Apoio a Infra-estruturas Científicas e Tecnológicas >> Sistema de Apoio a Acções Colectivas (SIAC)

5

7


Qualidade de trabalho

5 8

>> Zonas verdes e baixa densidade de construção: a área de implantação da construção nos lotes representa menos de 10% da área total de intervenção do projecto; >> Infra-estruturas desportivas: ciclovia/circuito de manutenção e campo polidesportivo; >> Acesso a formação, ensino e investigação, em redes com instituições de ensino superior e investigação; >> Serviços de apoio, a instalar nos edifícios centrais: arrendamento de escritórios, incubação,

auditório, salas de reunião, restauração, cafetaria e videoconferência, entre outros; >> Proximidade a empresas do sector, com necessidades semelhantes: networking e

oportunidades de negócio; >> Tempos de deslocação reduzidos, de e para centros urbanos e de negócio: Lisboa a cerca de 45 minutos, Leiria e Santarém a cerca de 30.

Qualidade de vida >> Tempos de deslocação reduzidos, no acesso ao Parque; >> Ensino inovador e de qualidade: Escolas d’Óbidos; >> Oferta habitacional diversificada e de qualidade, na região; >> Proximidade a praias: Óbidos, Foz do Arelho e Peniche; >> Infra-estruturas de desporto e lazer a menos de 20 minutos: campos de golfe, escolas de equitação, escola de vela, escolas de surf, porto de embarcações de recreio; >> Intensa vida cultural, durante todo o ano, e acesso a actividades como música, dança e teatro.

Para cerca de 25% da população portuguesa, o acesso ao Parque Tecnológico de Óbidos encontra-se a menos de 45 minutos.


5

9

>> Ciclovia da Lagoa de Ă“bidos


>> Ficha técnica do Parque Tecnológico de Óbidos 5 10

Lotes da fase 1 N.º de lote 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29

Área de lote (m2) 3.914 3.868 4.918 3.868 4.291 6.690 1.475 3.266 1.831 2.130 2.000 1.717 2.826 2.753 3.974 1.252 1.252 1.252 1.658 1.728 1.269 1.269 1.728 1.728 1.728 1.728 1.728 1.728 1.728

Área de implantação máxima (m2) 600 700 1.000 700 700 1.325 200 633 400 400 400 400 670 500 700 200 200 200 400 400 200 200 400 400 400 400 400 400 400

Área de construção máxima (m2) 1.200 1.400 1.967 1.400 1.400 2.650 400 1.266 732 800 800 800 1.130 1.000 1.400 400 400 400 660 690 400 400 690 690 690 690 690 690 690

Campo polidesportivo

Fase 2


5

Principais indicadores urbanísticos Área de intervenção

11

244.742 m2

Área total de implantação do loteamento

36.253 m2

Área total de construção do loteamento

48.351 m2

Área total dos lotes

11110011114.654 m2

Área total de implantação dos lotes

24.074 m2

Área total de construção dos lotes

43.855 m2

Número de lotes na Fase 1

29

Número de pisos

2 + cave

Cércea máxima

10 m

Área para vias, incluindo estacionamentos e passeios

39.531 m2

Área de equipamentos de utilização colectiva

12.179 m2

Área de espaços verdes de utilização colectiva

787 78.378 m2

Fase 1 (já infra-estruturada)

Edifícios centrais

Ciclovia e circuito de manutenção

A8

Linha de caminho de ferro do Oeste

>> Planta do Parque Tecnológico de Óbidos


>> Rede de saber 5 12

Ensino superior e redes

O estabelecimento de uma rede alargada de conhecimento é uma das condições essenciais para a afirmação de uma Óbidos Criativa. Têm vindo a ser desenvolvidos, neste âmbito, projectos com várias instituições de ensino superior e de investigação e desenvolvimento. Um dos exemplos consiste na Rede de Investigação, Inovação e Conhecimento, com uma coordenação científica partilhada entre Município e universidades, que integra diversas entidades e personalidades de reconhecido mérito, num conjunto de 15 projectos e mais de uma centena de investigadores. A colaboração com instituições de ensino superior é, também, um factor essencial de afirmação do Parque Tecnológico de Óbidos como um parque de ciência e tecnologia. Associada a uma rede de saber, têm vindo a ser cultivadas redes de parceiros. No plano externo, Óbidos tem vindo a reforçar a sua aposta na demonstração de que a criatividade pode ser o motor do desenvolvimento económico de pequenos e médios centros urbanos, e não apenas de grandes cidades, através da constituição e animação de redes.

Rede Europeia Óbidos lidera, desde 2008, a rede Clusters Criativos em Áreas de Baixa Densidade, do programa europeu Urbact II (http://urbact.eu/), integrando actualmente como parceiros os municípios de Barnsley (Reino Unido), Catanzaro (Itália), Enguera (Espanha), Hódmezóvásarhely (Hungria), Mizil (Roménia), Reggio Emilia (Itália), Viareggio (Itália) e o Centro de Inteligência em Inovação – Inteli, de Lisboa, tornando-se na única rede do programa Urbact II liderada por uma entidade portuguesa.

Rede nacional

A nível nacional, Óbidos despoletou recentemente a constituição da Rede de Economias Criativas, agregando actualmente os Municípios de Guimarães, Montemor-o-Velho, Montemor-o-Novo, Óbidos e Portalegre. Estas redes pretendem fomentar e promover a troca de experiências e as boas práticas no domínio da criatividade e da inovação, assim como elaborar recomendações de políticas e planos de acção que possam vir a ser seguidos nos municípios envolvidos e na União Europeia em geral.


5

713

>> Junho das Artes, 2008


>> Escolas d’Óbidos 5 14

Uma educação criativa. Essa é a primeira prioridade no nosso Plano de Metas. Encarando a educação como uma área que engloba os processos de ensinar e aprender, de ajuste e adaptação, Óbidos encara como fundamental o fortalecimento dos padrões de ensino. Deste modo, implementou um novo modelo de escola, centrado em três complexos que abrangem toda a área do Concelho: Complexo Escolar dos Arcos, Complexo do Alvito e Complexo do Furadouro. Estes, primam pelo acesso privilegiado às novas tecnologias, ofertas educativas inovadoras e por equipas especializadas que acompanham de perto as crianças.


5 Novas tecnologias: Quadros interactivos, computadores portáteis e wireless (internet sem fios). Equipas especializadas de apoio aos alunos: avaliação e acompanhamento psicológico, terapia da fala, intervenção pedagógica e terapia familiar. Ofertas educativas inovadoras e Programa Descobre o teu Talento: com uma oferta curricular abundante, existem disciplinas que são os alunos que escolhem. O objectivo é enfatizar a individualidade, na perspectiva da descoberta do seu talento, através da criatividade.

15


>> Um novo conceito de habitar 5 16

>> Arquitectura de Ă lvaro Siza, Bom Sucesso


Habitação de qualidade

5

Resorts Óbidos é, neste momento, uma das regiões de maior desenvolvimento turístico. Empreendimentos como o Bom Sucesso Design Resort, Praia d’el Rey, Quintas de Óbidos ou Royal Óbidos são exemplos da qualidade que o Concelho tem para oferecer. São projectos que se têm destacado, quer pela sua dimensão, quer pelo conceito e qualidade associada. Campos de golfe, moradias e apartamentos de grande qualidade, hotéis de cinco estrelas, centros hípicos, health clubs, escolas

>> Quintas de Óbidos

de vela, escolas de surf e uma série de outros serviços junto ao campo e à praia são os principais atractivos destes empreendimentos, particularmente orientados para o turismo residencial.

Habitações criativas As Habitações Criativas inscrevem-se no modelo de criatividade e de inovação que Óbidos está a implementar, para potenciar uma indústria de conteúdos, num tempo onde se percepciona uma importância cada vez maior. Óbidos quer ser, em Portugal, um local privilegiado para talentos e, por isso,

>> Royal Óbidos

pretende disseminar pelo território a possibilidade da sua inserção. Aglomerados urbanos do Concelho serão potenciados como locais privilegiados na criação de uma rede de habitações criativas, assim como uma estratégia de regeneração urbana e paisagística. O Município pretende que os vazios urbanos – indústrias ou empresas desactivadas – se transformem em espaços centrais para a afirmação dessa criatividade. Por outro lado, a demanda de qualidade de vida tem vindo a contribuir para a regeneração do nosso espaço urbano, cada vez mais marcado por uma ruralidade moderna, onde a vivência nas aldeias do concelho tem um crescente acesso ao conforto e às novas tecnologias.

>> Praia d’el Rey Marriott


Tipologias de espaços

5 18

Na vila de Óbidos, a atracção e fixação de profissionais nas áreas da economia criativa funcionará como motor de desenvolvimento económico, em que as artes se constituem como plataforma privilegiada para a inovação, a experimentação, o encontro e a partilha. Pretende-se implementar uma rede de habitações criativas, através da reabilitação de edifícios devolutos, com o objectivo de os converter em espaços de habitação e de produção no âmbito das actividades criativas. Para tal identificaram-se 4 tipos de utilização possíveis em função das características morfo-tipológicas dos imóveis do centro histórico: Live and Work, Just Live, Work Spots e Comércio Criativo. O conceito Live and Work - casa-atelier - recupera uma tipologia de edifícios muito comum ao longo da história, e que se caracteriza pela existência de actividades económicas ao nível do piso térreo, tais como a oficina do sapateiro, alfaiate, mercearia, e habitação no piso superior. Esta tipologia de edifícios ainda hoje se pode encontrar na Vila. O projecto de Parcerias para a Regeneração Urbana, em curso, visa privilegiar a atracção de mais famílias ao centro histórico de Óbidos.

Live and Work

Just live

Work spots Comércio Criativo


5

19

>> Rua Direita


5 20

>> Natureza de excelĂŞncia

>> Aberta da Lagoa de Ă“bidos


5

Óbidos oferece um cenário único de beleza, uma paisagem que abrange a serra e o mar, proporcionando uma ligação privilegiada com a natureza. A Lagoa de Óbidos, considerada a maior e mais bela lagoa de água salgada da costa ocidental do país, permite a prática de diversas actividades como vela, windsurf, canoagem, remo, kiteboard, jetski ou ski náutico. Cerca de 20 km de ciclovia à volta da lagoa de Óbidos, articulada com a rede de ecopistas municipais de dezenas de km, juntamente com as praias, os campos de golfe e os percursos pedestres constituem outros elementos que caracterizam a oferta de excelência para todos os amantes da natureza.


>> Uma questão de atitude 5

A preservação e a promoção do ambiente ganham um relevo especial, num local com recursos naturais de excelência. Foi, por este motivo, lançado em finais de 2007 um projecto de grande dimensão, tendo em vista a redução das emissões de gases com efeitos de estufa na área do Município e uma maior retenção de carbono – o Programa Carbono Social. Trata-se de uma iniciativa >> Painéis fotovoltaicos

inovadora, de carácter global, abrangendo toda a população e todas as actividades económicas e que junta o poder local, associações de ambiente, empresas, grandes multinacionais e a população. Este projecto é constituído por duas fases. A primeira consistiu na elaboração da linha de base em termos das emissões de CO2. Esta linha vai representar o nível a partir do qual se vai medir o sucesso dos esforços de redução de emissões. A segunda fase consiste na implementação de medidas que visam a redução do nível de emissões. De entre estas medidas, de cariz técnico e social, destacam-se a implementação de um sistema de recolha selectiva de resíduos, a substituição da iluminação pública, dos edifícios públicos e

>> Ecoponto e oleão

doméstica, a construção eco-eficiente, a implementação de um sistema de recolha de óleos alimentares, a sua reutilização sob a forma de biodiesel e a construção de parques florestais. O Carbono Social conta actualmente com o apoio da EDP, da Philips Portuguesa, da Quercus, da Federação dos Produtores Florestais de Portugal e da Águas do Oeste. Destacam-se outras iniciativas, como o Ecodesign, onde se aproveitam os cartazes promocionais para a transformação em objectos reciclados, e o projecto OB2, direccionado para uma nova geração de edifícios, ícones de uma intervenção arquitectónica com preocupações ecológicas, bioclimáticas e de utilização racional de energia.

>> Materiais Ecodesign


5

>> Lagoa de Ă“bidos

23


24

>> Uma intensa vida cultural

5 24

>> Festival Internacional de Chocolate >> Junho das Artes >> Mercado Medieval >> Festival de Ă“pera >> Concerto / Festival de Ă“pera >> Temporada de Cravo >> Ă“bidos Vila Natal >> Semana Santa


Óbidos tem uma intensa oferta cultural, nas suas diversas vertentes – música, dança, teatro, pintura, escultura e grandes eventos de entretenimento. Estes eventos decorrem ao longo de todo o ano permitindo, por isso, a oferta de um programa rico e diversificado para todos aqueles que não abdicam da cultura na sua vida. Além dos circuitos previamente preparados para si – genéricos, temáticos e infantis – Óbidos tem na sua agenda uma série de eventos, como o Festival Internacional de Chocolate, o Mercado Medieval, Óbidos Vila Natal, os grandes Concertos da Semana Santa, o Maio Barroco (Temporada de Música Clássica), espectáculos de dança, o Festival de Teatro, a Temporada de Cravo, o Junho das Artes (arte contemporânea portuguesa), a Semana Internacional do Piano ou o Festival de Ópera.

5

25


5

>

Município de Óbidos

Largo de S. Pedro 2510-086 Óbidos T. 262 955 500 F. 262 955 501 geral@cm-obidos.pt

www.cm-obidos.pt www.obidos.pt

>

Óbidos Requalifica, EEM

Casa do Largo da Porta da Vila, 1º Andar 2510-089 Óbidos

T. 262 955 440 F. 262 955 441 obidos.requalifica@mail.telepac.pt

www.pt-obidos.com

Parque Tecnológico de Óbidos  

Brochura Parque Tecnológico de Óbidos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you