Resultados dezembro

Page 1

Registos diários da biblioteca escolar da Esma Nº de alunos que realizaram atividades na biblioteca

1

Volume 4 dezembro 2015

A semana com maior frequência foi a primeira, o que se prendeu essencialmente com a conclusão de trabalhos individuais e/ou coletivos.


2

Atividades individuais Na análise mensal tem-se em conta o número de alunos e não a sua representatividade em termos de número de alunos por ano. Na análise a efetuar no final do período, ter-se-á em conta o número de alunos por ano para verificar qual a percentagem efetiva de utilizadores em termos absolutos.

Nº de alunos que realizaram atividades individuais 600

426 400 307 244 200

183 127

115

16

30

5

7

15

12

18

0

NOTA: No caso do PROFIJ (ensino básico) deve ter-se em atenção apenas o nível indicado. No caso do ensino básico, continuam a ser os alunos do 7º ano (28,3% do total dos utilizadores, 43,6% dos utilizadores do ensino básico) que frequentam a biblioteca, seguidos pelo 9º ano. Os alunos do ensino básico regular representam 64,9% do número total de utilizadores. O que representa uma diferença significativa em relação ao mês anterior, com um aumento de cerca de 10% No caso do PROFIJ destaca-se a turma de nível II, tipo 2


3

No caso do ensino secundário, o ano que se destaca é novamente o 10º ano (12,1% do total dos utilizadores, 43% dos utilizadores do ensino secundário). No caso do PROFIJ Nível IV todas as turmas têm mais ou menos o mesmo tipo de frequência, com um ligeiro destaque para o 12º ano.

Análise por turma

A turma com maior número de utilizadores é, pela primeira vez, o 7ºF (94 alunos) e a turma com menor número de utilizadores é, novamente, o 7ºG (4). No ensino básico, as turmas com maior número de utilizadores são o 7ºF (94), o 7º B (89) e o 9ºC (84). Tanto o 7º B como o 9º C já estavam nesta posição no mês passado. De salientar que em todas as turmas, exceto o 7ºG, o 8ºC e o 9ºB, o número de visitas é superior ao número de alunos que integram cada turma. Contudo, na realidade, os alunos que frequentam a biblioteca são praticamente sempre os mesmos, com pequenas variações pouco significativas.


4

No ensino secundário, há poucas variações, mas destacam-se o 10º B (55), o 12ºA (48), e o 10ºA (34). De destacar, pela negativa, o 10ºD (com apenas 9 alunos) e o 12ºB (7).

No PROFIJ, destaca-se o Nível II tipo 2 com 30 alunos, o que já acontecia no ano anterior.


5

Atividades coletivas Este mês houve apenas duas turmas (uma de 10º e uma de 11º) que participaram em atividades coletivas. Estas deslocaram-se à BE para trabalho de pesquisa desenvolvido em aula orientada pelos respetivos professores

Atividades

Verifica-se que os alunos se deslocam à BE sobretudo para pesquisarem no computador (37,3%, eram 37,7 % dos utilizadores em novembro) ou estudar (30,8%, eram 31,2% dos utilizadores em outubro). As atividades relacionadas com o livro (pesquisa, leitura e empréstimo) são mencionadas apenas por 7,9 % dos utilizadores (eram 8,2% em novembro, 7,7% em outubro e 19% em setembro). A atividade com menos utilizadores continua a ser a leitura de jornais. Este facto pode estar relacionado com o número de assinaturas de que a escola dispõe, embora se tenham testado diferentes jornais, inclusive desportivos, sem grande sucesso. Quando inquiridos, os alunos revelam que, habitualmente só leem os títulos e que não têm o hábito de ler os artigos. Dado que o texto jornalístico é abordado ao longo dos dois ciclos de ensino, seria interessante desenvolver um trabalho em colaboração com os professores da disciplina de Português.


6

Atividades por ano

7º ano do ensino básico 200 180 160 140 120 100 80 60 40 20 0

180 134

15

31

9

2

10

8

27

9

1

0

8º ano do ensino básico 120 100 80 60 40 20 0

112

23

20

34 17

21 5

2

6

0

3

1

0

0

2

9º ano do ensino básico 120 100 80 60 40 20 0

112

105

20

34

18

9

7

0

0


7

10º ano do ensino secundário 100 90 80 70 60 50 40 30 20 10 0

86 46 21

8

4

3

2

2

9

0

1

1

0

0

0

1

11º ano do ensino secundário 80 70 60 50 40 30 20 10 0

76

26 7

13

3

0

1

0

1

0

12º ano do ensino secundário 50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0

43 34

11

15 5

2

1

2

1

0


8

sem ano definido - UNECA 10 5

5 2

2

3 1

1

1

0

0

0

1

0

0

8º ano do PROFIJ nível II - Tipo 2 9

10

5

9

4 2 0

0

1

3

2 0

0

0

0

9º ano do PROFIJ nível II - Tipo 2 5

2 1 0

1

1 0

0

0

0

0

0

0

0


9

9º ano do PROFIJ nível II - Tipo 3 5 4

1 0

0

0

0

1

1

0

0

0

0

0

10º ano do PROFIJ nível IV 5 4

4

2

2

1

0

1

0

1

0

0

0

0


10

11º ano do PROFIJ nível IV 10 6 5 3 2 1 0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

0

12º ano do PROFIJ nível IV 15 10

10

5 1 0

2

3

2 0

0

0

0


11

Nº de alunos que realizaram atividades individuais

180 160 140 120 100 80 60 40 20 0

7º ano do ensino básico 8º ano do ensino básico 9º ano do ensino básico


12

Nº de alunos que realizaram atividades individuais

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

sem ano definido UNECA 8º ano do PROFIJ nível II - Tipo 2 9º ano do PROFIJ nível II - Tipo 2 9º ano do PROFIJ nível II - Tipo 3


13

Nº de alunos que realizaram atividades individuais

90 80 70 60 50 40 30 20 10 0

10º ano do ensino secundário 11º ano do ensino secundário 12º ano do ensino secundário


14

Nº de alunos que realizaram atividades individuais

10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

10º ano do PROFIJ nível IV 11º ano do PROFIJ nível IV 12º ano do PROFIJ nível IV


15

Atividades por turma A análise por turmas mostra que as turmas que mais pesquisam em livros são os 7º A, 8ºD e 8ºE (todos com 5 alunos), apenas o 8º E já constava nesta posição no mês anterior. As que mais requisitam livros são os 7º B e o 7ºF. No entanto, é preciso ter em atenção que muitos alunos só registam a atividade quando chegam e que, raramente, vêm à biblioteca apenas para concretizarem o empréstimo. Por outro lado, este mês, muitos dos alunos limitaram-se a renovar as suas requisições e não registam por não considerarem a renovação como empréstimo, apesar de serem alertados para tal. As turmas que mais leem na biblioteca são os 7ºA (16), que, desde o início do ano, consta nesta lista, e o 10º B (6), que também já ocupava esta posição nos dois meses transatos.

Empréstimos domiciliários Ao nível dos empréstimos destacam-se dois aspetos: o facto do número de empréstimos feitos pelos alunos ser superior ao número de empréstimos feito por alunos, o que inverte uma tendência estável dos anos anteriores, em que eram sobretudo as raparigas que requisitavam livros, e o facto de ser novamente o sétimo ano que tem um melhor desempenho. Este segundo aspeto parece consolidar os dados observados que mostram que, quanto mais os alunos progridem na sua escolaridade, menos se dedicam à leitura. O número de professores e funcionários que requisitam livros ainda é pouco significativo.

Empréstimo Idades 11-12 anos 13-14 anos 15-16 anos 17-18 anos 19 ou + anos Total

Masculino 9 31 17 6 3 66

Feminino Total 16 25 19 50 16 33 13 19 1 4 65 131

Ano de escolaridade Masculino Feminino Total 7° ano 13 19 8° ano 18 15 9° ano 18 9 10° ano 5 13 11° ano 7 5 12° ano 5 4 Total 66 65

32 33 27 18 12 9 131


16

Títulos por área de estudo e utilizadores - alunos Nº de Nº de utilizadores títulos Masculino Feminino Literatura 131 136 69 62 Empréstimo Professores e Funcionários Masculino Feminino Total 3 18 21 Títulos por área de estudo e utilizadores - professores e funcionários Nº de Nº de utilizadores títulos Masculino Feminino Artes 1 32 1 0 Literatura 21 40 3 18 Total 22 72 4 18 Os resultados mostram que as requisições se limitam, quase exclusivamente, à Literatura, o que vem confirmar a necessidade de melhorar a divulgação de outras áreas da coleção, tal como aconteceu junto dos professores de Artes.


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.