Issuu on Google+

Velas REVISTA MUNICIPAL N.º 04 | J ANEIRO de 2017

orçamento 2017

REPORTAGEM

ESPECIAL

Saiba quais os projetos do Município para 2017

O Mistério da Urzelina

Agenda Cultural Dia das Montras


'Indice 1

EDITORIAL

2

RESUMO

5

MOMENTOS .......................................... pág. 14

6

REPORTAGEM ........................................ pág. 18

7

SERVIÇOS MUNICIPAIS ......................... pág. 26

8

ORÇAMENTO PARA 2017 MUNICÍPIO DE VELAS

9

EMPREITADAS MUNICIPAIS ............... pág. 36

10

CULTURA

.............................................. pág. 3

.................................................. pág. 4

5

............... pág. 34

7 8

............................................... pág. 46

Agenda Cultural Dia das Montras

11

JUNTAS DE FREGUESIA ....................... pág. 54

12

INSTITUIÇÕES

...................................... pág. 60

P r o p r i e d a d e : C âmara Municipal de Velas P U B L I S H ER : Janete Fonseca DIRE Ç Ã O DO P RO J E T O : César Sequeira G E S TÃ O DO P RO J E T O : Roger Sousa EDI Ç Ã O : Catarina Ávila P r o j e t o G r á f i c o : Melissa Borges e César Sequeira F o t o g r a f i a : Jorge Góis, Mark Marques, Jornal O Breves, Foto Oceanus I m p r e ssã o : Nova Gráfica D i st r i bu i çã o & P ubl i c i d a d e : Câmara Municipal de Velas (geral@cmvelas.pt) T i r a g e m : 3.000 exemplares DE P Ó S I T O L E G A L 390208/15

10

11


Editorial Um Concelho com Futuro! Qualquer lugar, seja um País, uma Região, uma Ilha, um Concelho ou mesmo uma Freguesia, só se consegue desenvolver e ter perspetivas de um futuro risonho se houver um trabalho em equipa, conjugação de esforços e sinergias, envolvimento das Instituições e valorização do setor empresarial. Só uma comunidade unida, com o objetivo de fazer da Sua Terra um lugar onde cada vez mais se goste de viver, consiga dar esperança aos mais novos e potencia a sabedoria dos mais idosos. Na qualidade de principal responsável pelos destinos da autarquia, de há três anos esta parte, este tem sido o lema que tenho incutido junto da Equipa que me acompanha neste desafiante projeto de desenvolvimento do Nosso Concelho, nomeadamente junto dos Colaboradores do Município, mas, também, no relacionamento institucional com os Órgãos do Governo Regional e Nacional e, sobretudo, com o vizinho Concelho da Calheta, Juntas de Freguesia, com as Nossas Instituições, Setor Empresarial e População em geral. Este trabalho de equipa tem permitido ganhos, hoje, bem visíveis, sendo que o Concelho tem recuperado o seu crédito, melhorado a sua imagem no exterior, captado novos investimentos que se traduzem na criação de novos postos de trabalho, principalmente para os Jovens após a conclusão dos estudos. Um trabalho feito mesmo numa altura em que os recursos são mais escassos, mas que bem geridos tem permitido investir naqueles que, nestes momentos, são os “parentes pobres” das governações, como o desporto e a cultura. Isto só tem sido possível devido à articulação e ao espírito de equipa, mesmo

Só uma comunidade unida, com o objetivo de fazer da Sua Terra um lugar onde cada vez mais se goste de viver, consegue dar esperança aos mais novos e potenciar a sabedoria dos mais idosos.”

das entidades recreativas, culturais e desportivas e que muito têm contribuído para o desenvolvimento do Nosso Concelho, preservando as Nossas Tradições e formando muitos Jovens nas mais variadas vertentes. Em suma, hoje, fruto do trabalho e empenho de todos podemos ter esperança num futuro melhor e mais promissor para a Nossa Terra.

Luís Silveira

Revista Municipal Município de Velas

3


Resumo

regata da autonomia Município de velas apoia atlantiscup 2016 Mais um ano se realizou a regata AtlantisCup, organizada pelo Clube Naval da Horta, que este ano passou por mais ilhas, inclusive, a ilha de São Jorge. Esta Regata é a principal regata de vela de cruzeiro realizada no mar açoriano e das mais importantes de Portugal. Este ano a AtlantisCup — Regata da Autonomia largou das Lages das Flores, a 1° etapa incluiu também o Corvo, a 2a etapa ligou à Vila das Velas, terminando então na Horta. A AtlantisCup 2016 contou com o apoio do Município de Velas, pois este considera de elevada importância abrir as portas aos iatistas - e ao turismo no geral - para que estes fiquem a conhecer um pouco da Nossa Cultura e do que temos para oferecer para que possam de novo voltar a visitar o Nossa Terra.

4

Revista Municipal Município de Velas

Município recebe docentes húngaros Foi com muito agrado que o Município recebeu no passado dia 3 de outubro nos Paços do Concelho, docentes da Escola “Bicskei Csokonai Vitéz Mihály Általános Iskola”, da Hungria, que visitaram a Nossa Ilha, no âmbito de um intercâmbio projeto ERASMUS + com a Escola Básica e Secundária de Velas. Os docentes tiveram oportunidade também de visitar o Arquivo Histórico Municipal João Gabriel de Ávila. O Município considera que intercâmbios como estes são de todo importantes uma vez que promovem a Nossa Terra, bem como proporcionam trocas culturais, para além do conhecimento de outros sistemas educativos.


abertura do

ano letivo 2016/2017

Município de velas marca presença O Município de Velas marcou presença na cerimónia de início do Ano Letivo 2016/2017 na EBS de Velas, no passado dia 14 de setembro. Uma cerimónia de boas vindas onde também de louvou alunos, professores e entidades que se inserem na comunidade escolar. O Município de Velas recebeu com muito gosto um certificado de louvor pela colaboração demonstrada no âmbito da implementação de diferentes projetos na EBS de Velas. A formação dos Nossos Jovens é um passo importante no desenvolvimento da Nossa Terra, são eles o futuro e, assim, desejamos todo o sucesso nesta caminhada escolar.

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA APRESENTA CUMPRIMENTOS AO MUNICÍPIO DE VELAS

presidente do município de velas no programa “social Açores” da rtp-a

A Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, Dra. Isabel Oneto, apresentou cumprimentos ao Município de Velas no âmbito duma visita às Instalações das Forças de Segurança da Ilha de São Jorge e pelas Velas visitou a Esquadra da PSP e o Posto da GNR. Numa altura em que a Segurança é um bem cada vez mais precioso nos tempos em que vivemos e para que nos possamos sentir seguros a cada dia que passa, o Município de Velas considera importante que as Nossas Forças de Segurança recebam todo o apoio e tenham condições para executarem o seu trabalho, tendo alertado a Governante para a necessidade do reforço efetivo policial, bem como da urgência na realização de obras na Esquadra da PSP de Velas.

O Presidente do Município de Velas, Luís Silveira, foi convidado do Programa “Social Açores” da RTP-A, promovendo a Nossa Terra e convidando à sua visita. Tendo em conta que o sector do turismo está em franco desenvolvimento e crescimento nos Açores, sendo a divulgação do Nosso Concelho de todo importante. Este é um programa que promove as várias ilhas dos Açores de um ponto de vista social, cultural e turístico, sendo este um importante veículo de divulgação da Nossa Terra.

Revista Municipal Município de Velas

5


judocas jorgenses

medalhados em torneios Regional, nacional e internacional

Em outubro, os atletas do Judo Clube de São Jorge participaram no torneio de seniores a nível regional e na Taça Internacional Kiyoshi Kobayashi. No Regional de Seniores, que se realizou na Escola dos Arrifes em S. Miguel, os Judocas jorgenses arrecadaram 4 medalhas, tendo o atleta Tiago Rodrigues (+90kg) conquistado o 1º lugar do pódio, os atletas André Soares (-66kg) e Nuno Pereira (-81kg) medalhas de prata e Moisés Soares (-66kg) com o terceiro lugar. Na Taça Internacional KK, que decorreu no Entroncamento, a equipa do Judo Clube de São Jorge conquistou 3 medalhas, tendo a atleta Lorrayna Costa (-48kg) ficado com a medalha de prata e os atletas Tiago Rodrigues (+90kg) e André Soares (-66kg) com a medalha de bronze. Ainda, no Campeonato Nacional de Seniores, realizado em dezembro, Tiago Rodrigues conquistou o título de Campeão Nacional em -90kg. O Município de Velas congratula os atletas e treinadores do Judo Clube de São Jorge pelos excelentes resultados alcançados e que estes continuem a repercutir-se no futuro.

6

Revista Municipal Município de Velas

jorgenses no

culturismo

medalhas em provas regionais e nacionais Em outubro foram 3 os Jorgenses que competiram em provas regionais e nacionais de culturismo. No Portugal Classic, que se realizou no Porto, Jorge Dias arrecadou o terceiro lugar na prova de Culturismo e Paulo Pereira ficou em 5º lugar em Culturismo Clássico. No Open Açores, em São Miguel, Arnaldo Dias conquistou a medalha de Bronze e Jorge Dias a medalha de prata, na prova de Culturismo. Paulo Pereira conquistou o ouro na prova de Culturismo Clássico. O Município de Velas congratula os atletas pelos resultados alcançados que só enaltecem e promovem a Nossa Terra.


MUNICÍPIO DE VELAS PRESENTE EM ANIVERSÁRIO DA UNIQUEIJO E DA CONFRARIA DO QUEIJO de são jorge O Município de Velas fez-se representar pelo seu Presidente, Luís Silveira, no jantar comemorativo dos 30 anos da Uniqueijo e dos 25 anos da Confraria do Queijo de São Jorge, que se realizou no dia 2 de novembro, na Casa do Espírito Santo da Ribeira Seca. A agricultura e, em concreto, o sector cooperativo, continuam a ser a base da sustentabilidade económica da Nossa Terra e, por isso, entendemos ser de todo importante continuarmos em conjunto a juntar sinergias que permitam o contínuo desenvolvimento do sector, visando trazer mais rendimento aos produtores. O Município de Velas congratula e felicita estas instituições pelo seu aniversário, fazendo votos de que estas permaneçam por muitos e bons anos.

cumprimentos do novo secretário regional da agricultura e florestas

No dia 22 de novembro, na Sala de Reuniões dos Paços do Concelho, o Sr. Secretário Regional da Agricultura e Florestas, Eng. João Ponte, acompanhado dos seus Diretores Regionais, apresentou cumprimentos ao Município de Velas. O Secretário, recentemente nomeado, quis inteirarse dos problemas que afetam o setor agrícola, que é a base da economia do Concelho e da ilha, tendo sido abordados assuntos como a conclusão das obras do POA, nomeadamente, Santo Amaro/Beira/Rosais e ou seja, mais em concreto, as pavimentações em falta: Sete Fontes-Farol e Largo das Cancelas-Cabo da Ponta. A manutenção e conservação dos caminhos agrícolas, o abastecimento de água à lavoura e a organização de campanhas de desratização também foram temas abordados nesta reunião. A Autarquia, como sempre, mantém a disponibilidade e o interesse em manter o excelente relacionamento institucional que existe com o Governo dos Açores, a qual permite a união de esforços conjuntos desenvolvendo cada vez mais a Nossa Terra e visando sempre a sustentabilidade do setor e, por conseguinte, o aumento do rendimento dos agricultores.

Revista Municipal Município de Velas

7


espólio

de museu

trabalhos de recuperação e c o n s e r va ç ã o O Município de Velas já iniciou os trabalhos de recuperação e conservação do espólio agrícola cedido pela Família Fontes. Um trabalho minucioso, realizado pelos colaboradores da Câmara Municipal de Velas e da Direção Regional da Cultura, o qual integrará a exposição permanente da Casa Museu Cunha da Silveira intitulada “O Mar e a Terra: A Sustentabilidade de Um Povo”. O Município entende que estas peças devem ser tratadas com o devido respeito e por técnicos especializados que tudo estão a fazer para conservarem estas peças que contam a história dos nossos antepassados, Gente da Nossa Terra, e que é tão importante para a preservação e divulgação das Nossas Tradições e Costumes, bem como outras cedidas por outras famílias ou mesmo adquiridas pelo Município. A abertura da Casa Museu Cunha da Silveira está prevista para o dia 23 de abril, dia do Padroeiro do Concelho de Velas.

8

Revista Municipal Município de Velas


LANCHA

BALEEIRA

SENHORA DE FÁTIMA REGRESSA ÀS VELAS

Depois de 4 anos na vizinha Ilha do Pico, a Lancha Baleeira Senhora de Fátima regressou às Velas. O Presidente do Município de Velas, Luís Silveira, esteve a aguardar a embarcação depois de ter reunido, no ano passado, com o Senhor Director Regional da Cultura e, posteriormente, com a Comissão do Conselho Consultivo do Património Regional Baleeiro e ter acordado o regresso desta lancha baleeira, com um significado histórico de grande riqueza e tendo sido construída por um filho da Nossa Terra, Manuel Maria Gambão, e reconstruída pelo Mestre João Alberto das Neves, que concretizou a sua atual versão. O Município fica assim também responsável por tudo o que for inerente à conservação e manutenção da Lancha Senhora de Fátima e é com muito orgulho e satisfação que a viu chegar à nossa baía. Assim, esperamos que esta possa efectivamente ser o motor de desenvolvimento daquilo que foi a Baleação na nossa Ilha, cabendo agora ao Clube Naval das Velas desenvolver e participar nas atividades que assim entender. Por fim, um agradecimento a todos quantos participaram neste processo, nomeadamente ao Paulo Viegas, pela colaboração e apoio prestado.

Revista Municipal Município de Velas

9


Festa de Santa Catarina Município de velas MARCA PRESENÇA No dia 25 de novembro, o Presidente do Município de Velas, Luís Silveira, esteve nas comemorações da Padroeira do Concelho da Calheta, Santa Catarina. É sempre com muito gosto que o Município de Velas se associa ao Município da Calheta, sendo que a união de esforços entre as duas Autarquias da Ilha de São Jorge só pode ser benéfica para os Jorgenses.

10

Revista Municipal Município de Velas

Município recebe CUMPRIMENTOS DO CORONEL SOARES DA COSTA da GNR No dia 23 de novembro, o Município de Velas recebeu a visita do Coronel Soares da Costa, a qual teve o propósito de apresentar cumprimentos protocolares ao Presidente do Concelho de Velas. Foram abordados temas como a importância da imprescindível relação entre as duas instituições, naquilo que se confere na área da segurança dos cidadãos.


VISITA DE NATAL alunos do PRÉ-ESCOLAR DA EB1/JI das velas em visita natalícia ao município O Município de Velas foi surpreendido pela visita dos alunos do pré-escolar da EB1/JI das Velas que entregaram um presente e um cartão feitos pelos próprios. O Município agradece este gesto natalício e, como sempre, mostrase recetivo na colaboração com as escolas do Concelho nas mais diversas atividades organizadas ao longo do ano letivo.

PRESIDENTE DO MUNICÍPIO DE VELAS PRESENTE EM CONFERÊNCIA “DESAFIOS DO FUTURO” O Presidente do Município de Velas, Luís Silveira, participou no dia 5 de dezembro, na cidade de Ponta Delgada, na conferência intitulada “Desafios do Futuro”, organizada pelo Jornal Açoriano Oriental. Esta conferência contou com o orador conferencista Dr. Marques Mendes e teve como objetivo analisar e perspetivar o futuro do País e Região.

MUNICÍPIO DE VELAS ENTREGA LEMBRANÇAS DE NATAL A UTENTES DO CAO DE VELAS O Município de Velas fez uma visita de Natal ao Centro de Atividades Ocupacionais das Velas e entregou pequenas lembranças aos utentes desta Instituição de Solidariedade Social, numa manhã de convívio na qual o Município, na pessoa da Vice-Presidente Janete Fonseca, foi muito bem recebido. Esta visita serviu também para reforçar os laços de entre ajuda entre as duas entidades, como tem vindo a acontecer, pois entendemos que são estas Instituições as bases de apoio a uma sociedade mais justa e coesa. O Município de Velas ofereceu também lembranças de Natal aos alunos do pré-escolar e 1º ciclo das Escolas do Concelho e à turma UNECA da Escola Básica e Secundária de Velas. Revista Municipal Município de Velas

11


EB1/JI das Velas

EXECUTIVO VISITA ESCOLAS DO PRIMEIRO CICLO

EB1 da Urzelina

12

Revista Municipal Município de Velas

EB1/JI da Beira

O Executivo do Município de Velas visitou as Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico da Beira, Santo Amaro, Urzelina e Velas após obras de reabilitação e conservação dos referidos estabelecimentos de ensino, concluindo assim a uniformização da imagem das mesmas antes da abertura do ano letivo. Assim, criou-se melhores condições para os alunos, docentes e auxiliares de educação. Este Executivo continua determinado e empenhado em defender o funcionamento destes estabelecimentos de ensino, sendo estes um fator de proximidade à população e mantendo vivas as Nossas Freguesias.


EB1/JI de Santo Amaro Revista Municipal MunicĂ­pio de Velas

13


01

Momentos

01

Na última Assembleia Municipal do ano de 2016, foi aprovado o Orçamento para 2017. Um orçamento aprovado por maioria com abstenção dos partidos da oposição (PS e PSD). Mais uma vez este é um orçamento amigo das famílias, das instituições e das empresas.

03 03

O terceiro momento escolhido foi a personalização que identifica a frota do Município. Desta forma, a imagem dos Serviços Municipalizados fica homogénea o que dignifica a imagem desta Autarquia.

14

Revista Municipal Município de Velas


02

1.ª Fase - Jardim da República

2.ª Fase - Entre Morros

1.ª Fase - Mercado Municipal

2.ª Fase - Zona do Arco

02

O lançamento da primeira fase da obra do projeto de Reabilitação Urbana da Sede do Concelho foi um ponto alto do semestre. Momento este em que o projeto passa do papel para a realidade. Obras que em muito vêm valorizar a Nossa Vila.

04

04

O Dia das Montras é já uma imagem de marca do Concelho de Velas pela altura do Natal. Este ano, cumpriuse mais uma vez a tradição e as ruas históricas da Nossa Vila encheram-se de luz e cor para receber as pessoas que visitavam o comércio local com as suas montras bem vistosas.

Revista Municipal Município de Velas

15


16

Revista Municipal MunicĂ­pio de Velas


Poupe Consumindo Água Da Torneira

Concelho das Velas 2016

“ A ENTIDADE REGULADORA DOS SERVIÇOS DE ÁGUA E RESÍDUOS DOS AÇORES CERTIFICA QUE O SELO DE QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO 2015 FOI ATRIBUIDO À CÂMARA MUNICIPAL DE VELAS.” ABRIL • MAIO • JUNHO

Informações ou Sugestões: Armazém Municipal São Pedro Telefone 295 412 581 Fax 295 412 949

E-mail armazem@cmvelas.pt Site http://cmvelas.pt Revista Municipal Município de Velas

17


Reportagem

O Mistério da Urzelina

O povo Jorgense sempre esteve a braços com calamidades que chegavam à ilha das mais variadas formas. Enchentes, terramotos, pestes, fome, vulcões! É verdade, esta gente está cá para o que der e vier, haja o que houver. O vulcão da Urzelina, que decidiu acordar, em 1808, foi mais um desafio superado pelos Jorgenses. 18

Revista Municipal Município de Velas


Nota Histórica Maio de 1808, o dia estava calmo. Era domingo. Depois de largos dias de atividade sísmica, os Jorgenses estranharam a calma que se fazia sentir naquele domingo de manhã. Mas essa estranha paz rapidamente acabou quando do alto das colinas da Urzelina uma erupção vulcânica fissural, de natureza basáltica, rompeu e expeliu o interior da terra, Urzelina fora. Esta calamidade que ocorreu há mais de 200 anos, é conhecida através dos relatos feitos pela população na altura dos acontecimentos. Segundo estes, “uma grande nuvem de fogo” ergueu-se sobre a Freguesia da Urzelina, originando de seguida uma chuva intensa de cinzas. A atividade vulcânica iniciou-se a 1 de maio e desenvolveu-se até ao dia 4 de maio a partir dos focos eruptivos a norte

da Urzelina. Nestes acontecimentos, a Freguesia de Santo Amaro também foi afetada. No dia 11 de maio abriram-se duas crateras a partir de onde foi emitida uma escoada lávica que quase alcançou o povo e obrigou à sua evacuação. Duas semanas depois, a atividade explosiva na Urzelina voltou a acordar. Grandes escoadas lávivas que vinham dos montes desceram sobre a Freguesia como uma onda escura que destruiu grande parte da mesma, para além de se ter formado também nuvens de gases e cinzas denominadas por “Nuvens Ardentes” que causaram a morte a mais de trinta pessoas. Depois de terminar a erupção ainda se observavam emissões gasosas, não só nas crateras, mas também em fendas no solo e na zona das escoadas lávicas produzidas. Estes gases eram tão tóxicos que em 1810, dois anos depois, ainda morreram

três homens asfixiados ao tentarem limpar um poço de preia-mar na Freguesia da Urzelina.

Na noite amanhecendo para domingo do Bom Pastor, primeiro dia do mez de maio do prezente anno de 1808, tremeu a terra tão frequentemente que se contavam 8 tremores por hora (...), que fez levantar o povo das camas”. In Ilha de São Jorge Apontamentos para a Sua História de José Candido Avellar.

Revista Municipal Município de Velas

19


20

Revista Municipal MunicĂ­pio de Velas


Lenda Jorgense:

VELALATINA Era o primeiro dia de Maio de mil oitocentos e oito. Um violento abalo de terra foi sentido com grande força em toda a ilha de S. Jorge, em consequência da erupção de um vulcão no lugar das Lagoinhas, junto à serra que ficava perto da Freguesia da Urzelina. Uma ribeira de lava desceu a encosta, cobrindo terrenos, casas e todos os haveres das pessoas que fugiam desorientadas, de um lado para o outro, sem saberem o que fazer. Alguns, que se demoraram a separar-se das suas casas e pertences, morreram sufocados pelos gases e vapores de enxofre. A lava ia avançando, engolindo tudo na sua passagem. Até mesmo a igreja da Urzelina desapareceu quase toda. Mas ao chegar ao terreno onde estava uma rês vacaril destinada a um bodo do Divino Espírito Santo, a maré de fogo líquido afastou-se e voltou a unir-se mais abaixo, deixando o animal a pastar calmamente naquele local, sem que nada lhe acontecesse. Dias depois a ribeira de fogo deixou de correr e, no centro do grande deserto de lava e areia, na encosta, via-se um terreno verdejante de forma triangular. Os anos foram passando. Nos mistérios de pedra queimada começaram a crescer faias, incenso, pinheiros e, encravado nessa mata, destacava-se um terreno lavradio triangular, como a vela latina usada nas embarcações que cruzavam o canal. Passaram então a chamar Vela Latina ao terreno lavradio que tinha resistido à violência do vulcão de mil oitocentos e oito por milagre do Espírito Santo. Hoje a Vela latina, que resistiu à fúria da lava, já não é terra lavradia, mas ainda se pode distinguir na paisagem um triângulo coberto de eucaliptos.

FURTADO-BRUM, Ângela Açores: Lendas e outras histórias Ponta Delgada, Ribeiro & Caravana editores, 1999 , p.191-192

Revista Municipal Município de Velas

21


A Torre Segundo o livro “Açores: lendas e outras histórias”, quando a terra começou a oscilar, naquele primeiro dia do mês de maio, aqueles que habitavam na Urzelina sentiram com mais intensidade, porque o vulcão tinha rebentado ali perto da serra. Quanto mais tremores se verificava, mais casas eram deitadas ao chão, sem dó nem piedade, e as pessoas, que fugiam espavoridas, sem terem onde se abrigar eram muitas vezes apanhadas por pedras ou desabamentos. A certa altura a lava começou a correr montanha abaixo, fazendo ribeiras densas e fumegantes, que levava consigo o pouco que restava de pé. A violência com que a terra tremeu e as ondas de lava que varreram quase todas as casas da Freguesia, arrastaram também a maior parte da igreja. Apesar do medo, o padre e o povo, ao verem a igreja ameaçada, começaram a retirar tudo de lá de dentro, para que as coisas sagradas não fossem arrastadas pelas vagas de fogo. Veio então uma onda enorme de lava e os tremores eram tão grandes que não tiveram tempo para ir à torre da igreja tirar as varas do Espírito Santo e alguns santos que lá estavam guardados. Quando todos, de olhos esbugalhados de terror, julgaram

22

Revista Municipal Município de Velas


que a Torre seria engolida pela lava e derrubada pela ondulação da terra, nada aconteceu e a lava movida por mão desconhecida, afastou-se, deixando intacta aquela parte da igreja. O ruído das pedras a cair, as madeiras a arder, o calor da lava, o perigo iminente, a destruição e a morte levavam as pessoas ao desespero. Mas, ao presenciarem este milagre, animaram-se e sentiram-se protegidos por Deus porque até as forças da natureza

tinham respeitado os santos e as varas do Espírito Santo, deixando, por isso, a Torre da Igreja da Urzelina em perfeição, embora tudo à volta estivesse destruído. A testemunhar este estranho acontecimento, lá ficou, quase à beira do caminho, a velha Torre da Igreja da Urzelina.

Naquele tempo, a religião tomava

o lugar que hoje o Governo toma. As pessoas precisavam de uma justificação para todos os acontecimentos, algo a que se agarrar já que nessa altura o Governo não estava tão presente, talvez também por causa do isolamento a que estavam sujeitos, ainda tinham menos acesso a informação. Frederico Maciel, conhecido historiador e curioso da ilha de São Jorge e atual Provedor da Santa Casa da Misericórdia das Velas, conta que quem governava o

à partida era indestrutível, foi abrasado por aquele rio de lava que descia o monte. Será que esta calamidade balançou com a crença das pessoas? Perguntei a Frederico Maciel. “É importante para as pessoas ter algo a que se agarrar, e procurar uma justificação para tudo. E também é tipicamente português vermos sempre o mal menor, ou seja, sim a Igreja foi destruída, mas ainda restou a Torre! Isso há de querer dizer alguma coisa!”. De facto, os Jorgenses sempre

souberam responder a “castigos de Deus”. Há um certo otimismo do “podia ter sido pior” que os faz andar para a frente e relativizar o que passou. Os Jorgenses sempre estiveram a braços com calamidades que chegavam à ilha das mais variadas formas. Enchentes, terramotos, pestes, fome, vulcões! É verdade, esta gente está cá para o que der e vier, haja o que houver. O vulcão da Urzelina, que decidiu acordar, em 1808, foi mais um desafio superado

O Mistério da Urzelina

Ilustração Vulcão Urzelina Concelho “vinha de fora”, ou seja, não conheciam a realidade da ilha e, na verdade, também não tinham muito interesse em conhecer. Ainda assim, os Vereadores eram Jorgenses e eram os mais presentes na vida da população. E então, era Deus o seu presidente. Este evento foi muito importante porque, apesar deste tremendo ataque da Natureza, este não mexeu com as crenças religiosas da população. Uma Igreja, um santuário, que

Revista Municipal Município de Velas

23


colaboradores do Município em convívio

COLABORADORES DO MUNICÍPIO DE VELAS CELEBRAM O SÃO MARtinho Em novembro celebrou-se o Magusto com um convívio entre os Colaboradores do Município de Velas, tendo sido um momento de harmonia e amizade entre todos. Para o Presidente do Município de Velas, Luís Silveira, estes momentos de descontração e confraternização, são primordiais para o bom ambiente de trabalho e para motivação dos Colaboradores para continuar a desenvolver o Nosso Concelho. O autarca salientou ainda que existem Em dezembro, o Município e a Assembleia Municipal aspetos a melhorar mas que “hoje de Velas realizaram o seu jantar de Natal, o qual juntou podemos dizer com orgulho e os Colaboradores, membros do Executivo e da Assembleia satisfação que temos uma Municipal e suas famílias. Um momento de convívio e boa disposição, equipa genericamente essenciais à promoção de um bom ambiente de trabalho entre todos. motivada e Aproveitamos para manifestar o nosso agradecimento ao Grupo Desportivo organizada”. Velense, pelo excelente trabalho que realizou na confeção e organização do

JANTAR DE NATAL DO MUNICÍPIO E ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE VELAS

referido jantar, em especial aos momentos de boa disposição criados para as crianças. A todos umas Boas Festas e um 2017 cheio de realizações pessoais e profissionais.

24

Revista Municipal Município de Velas


Revista Municipal MunicĂ­pio de Velas

25


Servicos Municipais Remodelações&Conservações

frota do município de velas renovada e identificada O Município de Velas tem vindo a trabalhar no sentido de melhorar, cada vez mais, a imagem do Nosso Concelho, dando também melhores condições de trabalho aos seus colaboradores. No caso em apreço, a frota do Município de Velas, para além de ter sido reforçada com a aquisição de novos veículos, foi também toda devidamente identificada com uma nova imagem corporativa que a uniformiza.

Reabilitação de muros na Rua dos Emigrantes, nas Velas

26

Revista Municipal Município de Velas


aquisição de VEÍCULOS E ECOPONTOS PARA RECOLHA SELETIVA DE RESÍDUOS O Município de Velas continua a trabalhar para cada vez mais termos um Concelho limpo e aprazível, com a aquisição de veículos preparados para a recolha seletiva. Deste modo e implementando a separação de resíduos no Concelho de Velas, serão colocados ecopontos por todo o Concelho. Este foi um projeto candidato ao PO Açores 2020 e que se espera que seja implementado no decorrer do ano de 2017.

Revista Municipal Município de Velas

27


Sala MĂŠdico/Massagista

28

Revista Municipal MunicĂ­pio de Velas

Sala de apoio


Município de velas apoia o Desporto

Campo Municipal das Velas

O Município de Velas continua empenhado em desenvolver o Nosso Concelho, neste caso na área do desporto com a conclusão da 1ª fase das obras no Estádio Municipal de Velas. O edifício que presta apoio a este complexo desportivo, foi totalmente reabilitado tendo este criado condições mais dignas aos seus utilizadores.

Para além desta reabilitação, foram criadas instalações sanitárias destinadas ao público em geral e uma sala de apoio a médico/massagista. Também as bancadas foram recuperadas bem como a parte de fora do edifício, inclusive a cobertura os quais receberam devido tratamento a nível também de imagem. O desporto é uma vertente

muito importante, não só para as crianças e jovens, mas também na vida da população em geral e é com muito gosto que o Município vê criadas melhores condições no espaço em causa. Numa segunda fase, em 2017, será colocado o novo piso sintético no referido campo de jogos, o qual apresenta atualmente um elevado estado de degradação.

Balneário Árbitros

Balneário jogadores

Revista Municipal Município de Velas

29


Construção de passeio e rampa na hospedaria da Quinta da EPISJ

Reabilitação de Vias Municipais, nomeadamente, na Canada da Tesoureira, na Ribeira do Nabo em parceria com a Junta de Freguesia da Urzelina

Reabilitação da Canada dos Marroios, na Freguesia de Santo Amaro, em parceria com a Junta de Freguesia

Reabilitação de pavimento na Canada Brás Ferreira, na Freguesia de Rosais, em parceria com a Junta de Freguesia

Reabilitação da zona de bar do Armazém Municipal, após incêndio de curto circuito

30

Revista Municipal Município de Velas

Reabilitação das Oficinas do Armazém Municipal


Campanha de desratização em todo o Concelho de Velas

Obras de reabilitação no Armazém Municipal

Podas de Árvores pela equipa de Jardinagem do Município

Reabilitação de espólio cedido para a Casa Museu Cunha da Silveira

Preparação da decoração natalícia nas ruas da Vila

Obras de conservação do Edifício da Escola Profissional, em parceria com ADISJ Revista Municipal Município de Velas

31


Reabilitação das bancadas do Campo Municipal de Velas

Construção de novas paredes de suporte e proteção em S. Pedro, na Freguesia de Velas

Reabilitação de passeios na Rua da Gruta, nas Velas

32

Revista Municipal Município de Velas

Reabilitação do Guindaste do Porto dos Terreiros em colaboração com a Junta de Freguesia das Manadas e com a Direção Regional dos Assuntos do Mar

Reabilitação de muros na Rua dos Emigrantes, nas Velas

Reabilitação de muros no Caminho da Piedade


cmvelas.pt Página online do Município de Velas

Site Responsive, com design adaptativo a desktop, smartphone ou tablet.

http://cmvelas.pt QR Code

Revista Municipal Município de Velas

33


ORÇAMENTO PARA 2017 aprovado

Câmara Municipal de Velas tem “orçamento amigo das famílias, instituições e empresas” A Câmara Municipal de Velas já tem o Orçamento para 2017, “um orçamento realista e exequível” e “amigo das famílias, das empresas e das instituições” aprovado. Na sessão da Assembleia Municipal, que decorreu na noite do passado dia 24 de novembro, o Plano e Orçamento da Autarquia para o próximo ano, estimado em 8,1 milhões de euros, foi aprovado por maioria com a abstenção dos partidos da oposição PSD e PS. Luís Silveira, Presidente do Município Velense, na apresentação que fez do documento aos Deputados Municipais e à População, classificou-o como “um orçamento amigo das famílias, das empresas e das instituições”, justificando-se com um conjunto de benefícios e reduções fiscais, como a manutenção do IMI nos mínimos, para além de uma bonificação às famílias com filhos, assim como a devolução de 50% das receitas próprias municipais em sede de IRS às famílias,

34

Revista Municipal Município de Velas

“permitindo-lhes beneficiar de melhores rendimentos”, ou ainda, frisou, “não descurando o setor empresarial, mantendose a decisão de não cobrar o imposto de Derrama às empresas, política esta que permite que as empresas possam investir os seus lucros no Concelho, criando mais riqueza e gerando mais postos de trabalho”. O Executivo camarário das Velas apresenta, assim, “um orçamento que é o melhor orçamento da história da Autarquia”, mantendo e reforçando uma política que vem “desde que este Executivo tomou posse, em 2013”, afirmou Luís Silveira. Cumprir compromissos O Plano e Orçamento para 2017 da Câmara de Velas é, assim, para o Edil, “realista e exequível”, prevendo uma receita global na ordem dos 8,1 milhões de euros, dos quais a despesa corrente corresponde, sensivelmente, a

3,8 milhões de euros e a despesa de capital a 4,2 milhões de euros. O Autarca, único a chefiar um executivo camarário do CDSPP nos Açores, confessou que “o orçamento é ambicioso” em termos de execução, justificandose com “a realização de inúmeras obras”. O Orçamento e as Grandes Opções do Plano da Autarquia tem, segundo Luís Silveira, “contempladas as empreitadas da Reabilitação da Rede de Águas; a 1ª Fase da Reabilitação Urbana da Sede de Concelho a qual inclui a construção do Mercado Municipal e a reabilitação do emblemático Jardim da República; o Largo do Viteleiro na Fajã do Ouvidor; a reabilitação da Escola do Toledo para Centro de Atividades; a adaptação da Escola da Ribeira do Nabo para sede dos Escuteiros da Freguesia da Urzelina; a adaptação da Escola Primária de Santo António para Casa Mortuária e obras no sintético


INVESTIMENTO 13 %

7% 2% 3%

4%

27 % 21 %

5%

2%

5%

5%

2%3%

1% 1%

Conclusão das Obras do Edifício Sol Reabilitação da Escola Santo António - Casa Mortuária do Norte Grande Pavimentação de Caminhos Municipais 1.ª Fase da Reabilitação Urbana da Sede do Concelho Parque de Estacionamento da Rua de São João Reabilitação dos Passeios e Sinalização do Parque Industrial das Levadas Segunda Fase de Abertura do Caminho Fajã João Dias Reabilitação da Escola do Toledo - Centro de Atividades do Toledo Reabilitação do Largo do Viteleiro - Zona de Lazer da Fajã do Ouvidor Reabilitação do Relvado do Campo Municipal de Velas Reabilitação da Escola da Ribeira do Nabo - Sede Escuteiros da Urzelina Parque de Estacionamento das Velas Reabilitaçãio da Rede de Águas do Concelho das Velas Dotação de Equipamentos Proteção Civil Municipal Aquisição de Ecopontos e Viaturas de Recolha Selectiva Resíduos Sólidos

Valor Total do Investimento

1 400 000,00 € 1 288 000,00 € 1 166 000,00 € 1 050 000,00 € 933 000,00 € 816 000,00 €

4 848 823, 00

700 000,00 € 583 000,00 € 466 000,00 € 350 000,00 € 233 333,00 € 116 000,00 € 0,00 €

do Campo Municipal das Velas. Inclui a aquisição de veículos para a recolha de resíduos sólidos bem como ecopontos visando a implementação de recolha seletiva no Concelho e a obtenção também de equipamento, veículos e maquinaria para a Proteção Civil Municipal. Mais, acrescentou: “o parque de estacionamento atrás do tribunal das Velas; o caminho de acesso automóvel da Fajã de João Dias; a conclusão do Edifício Sol, em Rosais, que albergará a sede da Junta de Freguesia, Casa do Povo e Escuteiros e ainda um Centro de Dia para Idosos; e a reabilitação de caminhos municipais”. Com todos estes investimentos, Luís Silveira quer demonstrar “a capacidade de investimento nos mais diversos setores,

nomeadamente, social, cultural, recreativo e desportivo”, sendo o valor global destes investimentos superior a 4 milhões de euros. Compromissos antigos Por fim, uma referência à situação financeira da Autarquia. Luís Silveira fez questão de frisar aos Deputados Municipais que, “embora se encontrem com uma estabilidade financeira bem diferente da encontrada aquando da tomada de posse do atual Executivo, as dívidas do passado continuam a pesar” e o Município mantém ainda “dificuldades financeiras resultantes de compromissos antigos”, apontando, por exemplo, “o compromisso para o corrente ano na ordem dos

438 mil euros de encargos com a banca de dívidas contraídas por anteriores Executivos”. O Presidente da Câmara reforçou também que “os últimos três anos de mandato revestiramse de uma grande complexidade na gestão municipal, tendo em conta a enormidade dos desafios com que nos deparamos, aos mais variados níveis”. Apesar disso, Luís Silveira prevê, para o próximo ano, “criar melhores condições de vida à população, estimular a economia local e colaborar com as instituições locais, acreditando que todos juntos vamos construir um Concelho cada vez melhor para se viver”.

Revista Municipal Município de Velas

35


Empreitadas Municipais

mercado municipal construção do mercado municipal incluído na primeira fase do projeto de reabilitação urbana da sede do concelho

36

Revista Municipal Município de Velas

O Município de Velas continua empenhado em desenvolver o Nosso Concelho com o atual Executivo a cumprir mais um compromisso eleitoral, no caso em apreço, a construção do Mercado

Municipal que certamente em muito irá contribuir para o estímulo ao consumo do que melhor se produz em São Jorge, contribuindo também desta forma para a sustentabilidade da economia local, já que


permite de um modo mais eficaz o escoamento dos produtos locais, incentivando e ajudando os produtores da Nossa Terra. Para além disso, este Mercado contém também um Parque Infantil que estará aberto ao público sempre que o Mercado também estiver, e

quando estiver encerrado, este servirá de apoio a Instituições como o a Santa Casa da Misericórdia das Velas e, pelo facto de este ter acessos e estar adaptado a pessoas de mobilidade reduzida, prestará também apoio aos utentes do CAO.

INSTALAÇÕES SANITÁRIAS DE APOIO AO MERCADO BANCAS FIXAS DO MERCADO MUNICIPAL ZONA VERDE PARQUE INFANTIL PAVIMENTO EM BETUMINOSO COLORIDO DE COR VERMELHA RAMPA DE ACESSO A PESSOAS DE MOBILIDADE REDUZIDA PAVIMENTO EM CALÇADA PORTUGUESA HALL DE ENTRADA / MOBILIÁRIO URBANO ZONA BANCAS AMOVÍVEIS

Revista Municipal Município de Velas

37


Empreitadas Municipais

jardim da república

ABertura de CONCURSO PÚBLICO PARA PRIMEIRA FASE DO PROJETO DE REABILITAÇÃO URBANA DA VILA DAS VELAS No dia 12 de setembro, foi publicado o aviso em Jornal Oficial da R.A.A. 237/2016 de 12 de

38

Revista Municipal Município de Velas

setembro e em Diário da República N.º 5653/2016 para concurso público da primeira fase do projeto de reabilitação urbana da sede do Concelho. Este é um projeto que está dividido em duas fases, sendo que a primeira contempla essencialmente a zona histórica da Vila com: a reabilitação de passeios, a construção de passadeiras de nível, a colocação de bocasde-incêndio, a reabilitação da iluminação pública e a colocação desta na zona de Entre Morros, reabilitação da sinalização de trânsito e colocação de sinalização de informação. Inclui também a reabilitação do Jardim da República e construção do Mercado Municipal. É de salientar que as imagens

apresentadas são em 3D, mas não conferem rigor na imagem final após a obra, sendo que o Jardim da República irá continuar com o seu traço arquitetónico. Nesta primeira fase o valor da empreitada é de 1 215 916€, e para esta estiveram a concurso 4 empresas, no qual a AFAVIAS Engenharia e Construção - Açores S.A. acabou por ficar com a obra, estando agora à espera do visto do Tribunal de Contas. A segunda fase irá consistir, mais concretamente, na reabilitação da zona de expansão da Vila, nomeadamente: na zona de Entre Morros e do parque infantil existente na zona, criação de uma zona de lazer da qual fará parte integrante um campo de jogos


multiusos, um skate parque e um espaço para jogos tradicionais, bem como a instalação de um circuito de manutenção com a instalação de diversos equipamentos desportivos; na zona do Arco serão criadas infraestruturas adequadas à realização dos mais diversos eventos, nomeadamente, da Semana Cultural das Velas, com a construção de um palco/camarins e instalações sanitárias para o público em geral. Desta forma, e após a conclusão das duas fases do projeto que rondará os 2,5 milhões de euros de investimento, cofinanciados através de uma candidatura a

fundos comunitários do PO Açores 2020, ficaremos certamente com uma Vila e um Concelho onde cada vez se goste

mais de viver e com melhores condições para receber quem nos visita, mais em concreto, aqueles que escolhem a Nossa Terra para fazer férias.

Revista Municipal Município de Velas

39


Empreitadas Municipais

Centro de atividades do toledo MUNICÍPIO CONSIGNA OBRA DE REABILITAÇÃO DA ESCOLA DO TOLEDO PARA CENTRO DE ATIVIDADES

40

Revista Municipal Município de Velas

No dia 28 de novembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, foi assinado o auto de consignação da reabilitação da Escola do Toledo adaptando-a a um Centro de Atividades, um projeto concebido pelo Gabinete Técnico do Município, da autoria do Arquiteto Júlio Rodrigues. Foram convidadas quatro empresas locais de construção civil, tendo apenas concorrido uma – a INVES TRI -, sendo o valor da empreitada de 96.482.63 €

com um prazo de execução de 6 meses. Com o aproveitamento desta infraestrutura, vimos reabilitar o património edificado do Município de Velas, criando em simultâneo mais um serviço de proximidade à população, já que este oferece um espaço polivalente para a realização de diversas atividades e eventos, estando este também dotado de cozinha e instalações sanitárias.


Empreitadas Municipais

Edifício sol

edifício, servindo também como decoração do mesmo. Desta forma, a população pode visitar esta exposição permanente que homenageia a Freguesia conhecida como o “celeiro da ilha” -, não dependendo de nenhum espaço das Instituições para o efeito. A exposição culmina numa zona exterior, dita “eira”, onde antigamente se moíam os cereais e que com a sua forma de anfiteatro, pode servir de palco a espetáculos diversos, como atuações do Grupo de Folclore da Freguesia,

a título de exemplo. Após abertura de concurso público publicitada em Jornal Oficial da R.A.A. n.º 288/2016 de 26 de outubro e em Diário da República N.º 6845/2016 de 27 de outubro esta encontra-se na fase de análise da proposta para adjudicação e contempla um investimento na ordem dos 350 mil euros, contando também com a cooperação do Governo Regional dos Açores no seu financiamento.

02 01

07

06

03

04

05

1 0

0 9

0 8

0 7

0 6

0 5

0 4

0 3

0 2

0 1

O Edifício Sol, situado na Freguesia de Rosais, terá a sua conclusão em 2017. Um edifício polivalente que agrega algumas Instituições da Freguesia, nomeadamente, o Agrupamento 975 do CNE, a Casa do Povo e a Junta de Freguesia de Rosais. Esta valência também terá espaço para um Centro de Dia, um salão multiusos que servirá igualmente de apoio para ensaios do Grupo de Folclore de Rosais e um Centro de Exposição Rural, o qual tomará lugar nas zonas partilhadas do

Revista Municipal Município de Velas

41


Empreitadas Municipais

zona de lazer da Fajã do ouvidor EDIFÍCIO DE APOIO DOTADO DE INSTALAÇÕES SANITÁRIAS, ZONA DE APOIO A EVENTOS E CHURRASQUEIRAS

PARQUE INFANTIL

ESPAÇOS VERDES PASSEIOS PEDONAIS

PALCO

42

Revista Municipal Município de Velas


O Município de Velas pretende executar, no ano de 2017, e tal como foi apresentado no Orçamento do corrente ano, a reabilitação do Largo do Viteleiro/Zona de Lazer da Fajã do Ouvidor, na Freguesia do Norte Grande. Após concurso público publicado em Jornal Oficial da R.A.A. 276/2016 de 12 de outubro e Diário da República 6436/2016 de 12 de outubro e tendo apenas apresentado

proposta a empresa INVESTRI, a mesma encontrase em fase de apresentação de caução e documentos de habilitação para celebração de contrato e, posteriormente, para a consignação da obra, adjudicada na ordem dos 250 mil euros. A Zona de Lazer da Fajã do Ouvidor contempla um palco para a realização de eventos, instalações sanitárias, cozinha de apoio e bar, churrasqueiras

e u m parque infantil. Desta forma, este espaço, para além de servir de auxílio nas diversas festividades da Freguesia, é também uma forma de a dinamizar e de servir os seus habitantes e quem visita esta fajã, que é um dos ex-líbris da ilha de São Jorge. Revista Municipal Município de Velas

43


Biblioteca Municipal de velas mais dinâmica do que nunca!

A Biblioteca Municipal de Velas ganhou um novo dinamismo. Aberta das 9h às 17h, junto à Galeria Espaço +, no Auditório Municipal, está pronta para receber os Munícipes e quem nos visita. Com géneros variados e uma sala dedicada exclusivamente a crianças e jovens e com atividades mensais para estimular o gosto pela leitura. O Município de Velas acredita que um bom cidadão é um cidadão informado e uma Biblioteca com livros diversos e que agrade a todas as classes etárias é importante para o desenvolvimento saudável de uma comunidade. Portanto, está mais do que convidado a entrar na Nossa Biblioteca Municipal e viajar no mundo da literatura. Pois cada livro é um Mundo!

NOVOS LIVROS! VISITE A SUA BIBLIOTECA MUNICIPAL! 44

Revista Municipal Município de Velas


Atividades para todos!

Visitas à Biblioteca Infantil

Workshop de Escrita Criativa

Autor do Mês

Hora do Conto

Dia Nacional do Pijama 2016

Biblioteca desloca-se ao Centro de Dia da Casa de Repouso João Inácio de Sousa Revista Municipal Município de Velas

45


Cultura

Agenda cultural Cultura para todos! O Município de Velas, visando sempre a melhoria dos serviços prestados aos Munícipes, realizou o levantamento das festas tradicionais e eventos desenvolvidos no Concelho, tendo como principal objetivo a sua divulgação e promoção. Neste sentido, foi desenvolvida esta Agenda Cultural que é elaborada e distruibuída trimestralmente, procurando torná-la dinâmica e inclusiva para todos, permitindo que esta seja um elemento fundamental para a divulgação das tradições e cultura do Nosso Concelho. Esta não é uma agenda apenas de eventos organizados pelo Município, mas conta com a envolvência das Instituições e Grupos Locais para criar uma oferta cultural vasta e apelativa à participação de todos. Juntos, faremos das Velas um Concelho cada vez mais voltado para a Cultura!

Dia Mundial do Coração - Instalação Artística

Performance de Dança e Bandolim com Ana Sofia Sousa e Wilson Medina

46

Revista Municipal Município de Velas


Concerto da Banda Brainstorm Unplugged (Acústico)

Noite de Fados

Recital de Clarinete e Piano por Manuel Carvalho e Alla Pushnenkova

Dia Mundial da Música com Gustaaf Van Mannen e Rodrigo Lima

Palestra sobre Cancro da Mama - Workshop de Autoexame Revista Municipal Município de Velas

47


Sunset Party

Peça de Teatro “A Passagem das Horas”, por Nelson Cabral

Concerto da Essemble Contemporâneo dos Açores

Gala Miss Ilha de São Jorge 2016 com o apoio do Município de Velas

48

Revista Municipal Município de Velas

Concerto com o Coro e Orquestra José Damião de Almeida dirigido por Antero Ávila e com participação do barítono Rui Baeta


Manter as tradições Dia de pão-por-deus

Revista Municipal Município de Velas

49


Dia das Montras 2016 No dia 8 de dezembro, realizou-se o tradicional Dia das Montras na Vila das Velas, uma parceria do Município de Velas com o Núcleo Empresarial da Ilha de São Jorge e a Associação Cultural das Velas. Nesta noite foi inaugurada a iluminação e decorações natalícias das ruas, que abrangeram este ano também a Rua da Gruta, e apostou-se na animação cultural que atraiu centenas de visitantes à Vila, sendo um importante estímulo para a economia nesta época natalícia e um promotor do comércio local. A noite foi abrilhantada pelo desfile da Charanga da AHBVV, Grupo Etnográfico da Beira, Grupo de Folclore dos Rosais, Filarmónica Liberdade da Sociedade Lusitânia Club Recreio Velense, Sociedade Filarmónica União Popular e Sociedade Filarmónica Nova Aliança, pela Cantata de Natal do Coro e Orquestra da Ilha de São Jorge “José Damião de Almeida” e pelo concerto da Sociedade Filarmónica Nova Aliança. Contou ainda com a habitual animação para as crianças com insufláveis e com as figuras mais emblemáticas do Natal. Realizou-se também o habitual Concurso de Montras cujos premiados de 2016, após deliberação do Júri, foram: 1º Lugar – FotOceanus com 149 pontos 2º Lugar - Ambientes & Beleza com 145 pontos 3º Lugar – A Minha Ourivesaria com 138 pontos O Município de Velas felicita todos os participantes pela adesão e criatividade demonstrados, bem como aqueles que contribuíram para que esta noite se tornasse mais atrativa para os nossos Munícipes e visitantes, bem como pelo empenho dos colaboradores do Município.

Cheira a Natal!

Montra Vencedora - FotOceanus

50

Revista Municipal Município de Velas


2º Prémio - Ambientes & Beleza

3º Prémio - A Minha Ourivesaria

Vila decorada para Festas Natalícias Revista Municipal Município de Velas

51


Jardim da República

Decoração Natalícia na Praça Velha

Pai Natal e personagens natalícias

Rua Direita

Insufláveis e Animação Infantil

Decoração natalícia na Praça Velha

52

Revista Municipal Município de Velas


Executivo do Município de Velas assiste ao desfile

Desfile da Charanga da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Velas

Desfile da Sociedade Filarmónica União Popular da Ribeira Seca

Desfile da Filarmónica Liberdade da Sociedade Lusitânia Club Recreio Velense

Desfile do Grupo Etnográfico da Beira

Desfile do Grupo de Folclore de Rosais

Cantata de Natal com o Coro e Orquestra da Ilha de São Jorge “José Damião de Almeida”

Concerto da Sociedade Filarmónica Nova Aliança na Praça Velha Revista Municipal Município de Velas

53


Juntas de Freguesia

ROSAIS

Desenvolvimento local

Continuar a desenvolver Rosais”, tem sido o lema deste Executivo da Freguesia de Rosais desde a sua tomada de posse. Este ano que passou, não foi exceção. Para que isso fosse possível, tivemos a colaboração imprescindível do Município de Velas. Além do que está estabelecido no protocolo de delegação de competências existente, que passa por manter limpas as zonas verdes e ajardinadas; limpeza e desobstrução de ribeiras; limpeza e manutenção dos caminhos Municipais, sarjetas e sumidouros o Município de Velas foi de crucial importância no apoio em duas obras, que consideramos de maior relevo para a Freguesia neste ano. Referimo-nos à segunda fase de construção de muros de suporte na ribeira, no local da Ribeira d`Água e requalificação dos muros à entrada do Caminho de Cima, junto ao Polidesportivo de Rosais. Estas duas obras só foram possíveis com a colaboração do Município de Velas e com a nossa mão-deobra. Estamos bastante satisfeitos com o resultado destas obras em particular, pois vieram melhorar consideravelmente a imagem da nossa Freguesia. Por motivos particulares, tive de abandonar o cargo de Presidente da Junta de Freguesia de Rosais no passado mês de dezembro. A todos que trabalharam, colaboraram e me apoiaram durante este meu percurso o meu MUITO OBRIGADO!

Requalificação de muros na entrada do Caminho de Cima

Segunda fase de construção de muros de suporte na ribeira

André Ataíde Reabilitação dos moinhos da Freguesia - Candidatura ao Projeto Prorural+

54

Revista Municipal Município de Velas


VELAS

N

o dia 19 de outubro completaram-se 3 anos de mandato do atual Executivo a que tenho a honra de presidir. Foram anos intensos, de lutas constantes, de alguns projetos que não conseguimos, ainda, concretizar mas foram com toda a certeza 3 anos de dedicação à causa pública e ao interesse de todos os Velenses.

Construção de Parque de Retém

Durante este último ano continuámos a apoiar as instituições da nossa freguesia e as parcerias anteriormente existentes foram reforçadas em prol das Velas e dos Velenses. De realçar, o empenho que este Executivo tem manifestado nomeadamente na recuperação da habitação social pertença desta Junta de Freguesia e no apoio à Lavoura. Vemos o presente com alguma tranquilidade e encaramos o futuro com alento e esperança de que cumpriremos os objetivos a que nos propusemos. Um Bem-haja a todos!

Recuperação de habitação em casas da Junta de Freguesia

Hélio Rosa

Recuperação de muros e caminhos na Freguesia Revista Municipal Município de Velas

55


SANTO AMARO

A

freguesia de Santo Amaro está no rumo certo do progresso e do futuro. A celebração de parcerias com a Câmara Municipal permitiu melhorar a eficácia e eficiência na resposta às situações, atendendo a que a junta de freguesia beneficia de uma maior proximidade à população da sua área de atuação. Dentro destas parcerias, destacam-se no ano volvido, a conclusão do acesso ao Portinho da Queimada com valetas e parque de estacionamento, conclusão da Canada dos Marroios, reabilitação da EBI/JI de Santo Amaro, ensaibramento de todos os caminhos de saibro na freguesia (em conclusão), construção do muro no parque de estacionamento do caminho do Cascalho e elaboração do projeto de requalificação do equipamento de apoio ao Portinho da Queimada para candidatura ao PRORURAL +. A Junta de Freguesia congratula-se com a consignação da obra de reabilitação da Escola do Toledo para centro de atividades por parte do município, acreditando também que o ensaibramento do caminho para a Fajã Vasco Martins até ao trilho para a mesma fajã será uma realidade em 2017. Porque sou optimista e determinado e porque acredito na intrínseca generosidade e capacidade de entreajuda dos meus concidadãos, creio estarem criadas condições ideais para iniciarmos um Novo Ano com espírito positivo e renovada energia para os desafios que se avizinham. Desejamos a todos vós um Feliz Ano Novo.

Rúben Serpa

56

Revista Municipal Município de Velas

Reabilitação da Canada dos Marroios, em parceria com o Município

Limpeza e desobstruçãode aquedutos na Freguesia em parceria com o Município

Construção de um abrigo de passageiros na Freguesia


URZELINA

D

urante o ano de 2016, além de assegurar os serviços administrativos da Freguesia desenvolveu-se, com base nos protocolos de delegação de competências, os seguintes trabalhos: Gestão e manutenção de espaços verdes e zonas de lazer; Limpeza e manutenção dos caminhos municipais e espaços públicos, sargetas e sumidouros; Manutenção e reparação do mobiliário urbano; Manutenção de espaços envolventes dos estabelecimentos de educação; Limpeza e desobstrução de ribeiras; Para além dos trabalhos desenvolvidos com base no protocolo de delegação de competências foram realizados outros, nomeadamente: Na requalificação do pavimento da piscina; Construção de valetas no caminho de cima na Ribeira do Nabo em parceria com o Município; Homenagem ao Dr. Duarte Soares com a inauguração da praça Dr. Duarte Soares; Em suma, podemos dizer que a colaboração do Município de Velas com a Junta de Freguesia de Urzelina foi positiva, que esta tem vindo a colaborar com esta Freguesia no que tem sido possível.

Construção de valetas no Caminho de Cima da Ribeira do Nabo em parceria com o Município

Homenagem ao Dr. Duarte Soares com a inauguração da Praça Dr. Duarte Soares

Alberto Almeida Requalificação do pavimento da Piscina da Urzelina Revista Municipal Município de Velas

57


MANADAS

«

A inteligência é como uma páraquedas… só serve se estiver aberta!» É nesta época do ano que todos fazemos um balanço, um análise dos meses que ficaram para trás! Ter a consciência tranquila e a certeza de se ter feito o melhor possível com seriedade, transparência e honestidade inquestionáveis é o melhor balanço que cada um de nós pode fazer na sua vida pessoal, profissional e política. Usar a inteligência para distinguir quem critica por criticar, de quem critica para ajudar. Usar a inteligência que ramo é preciso cortar para salvar a árvore. Usar a inteligência para distinguir quem maldiz por não ter feito melhor, de quem mal diz por não ter sido compreendido. Usar a inteligência para ser imparcial e coerente. São estas as obrigações de quem exerce um cargo político, qualquer que seja a sua dimensão! O executivo das Manadas, ao longo deste mandato, procurou servir todos, sem olhar a cores políticas. Procurou ajudar sem olhar a quem. Procurou amparar sem se vangloriar. Procurou melhorar sem criticar quem nada fez. Procurou o respeito e não a popularidade! Assim, que todos possam fazer o seu balanço do ano com paz, serenidade e tranquilidade.

Recuperação de Guindastes com a colaboração do Município de Velas

Reabilitação das Zonas Balneares com a colaboração do Município de Velas

Vasco Pinto Melhoria de acessibilidades à Fajã das Almas com colaboração do Município de Velas

58

Revista Municipal Município de Velas


NORTE GRANDE

C

onsideramos que no Ano de 2016 obtivemos resultados positivos no que toca às obras que nos propusemos a efetuar. Continuámos com a construção de muros nas canadas das zonas habitacionais que se encontravam degradados ou inexistentes; mantivemos os espaços públicos e os cemitérios da Freguesia limpos e arranjados; ajudámos na pintura das Instituições da Freguesia, colaborando desta forma para as Festas Tradicionais existentes. Contribuímos deste modo para uma Freguesia mais limpa e agradável para a nossa população e para quem nos visita. Os resultados obtidos foram possíveis, com a importante colaboração do Município de Velas através dos Protocolos celebrados entre as duas Autarquias. Deixo, em meu nome pessoal e do restante executivo, um agradecimento a todos quantos colaboraram connosco neste ano que agora termina, prometendo continuar a trabalhar, para obtermos uma Freguesia muito mais limpa e arranjada, onde todos nós tenhamos orgulho de viver.

Projeto de construção do Miradouro da Fajã da Ribeira da Areia

Limpeza e preparação para posterior pavimentação no Caminho de Baixo, em Santo António

Fernando Pereira Construção de muros no Caminho do Outeirão, no Norte Grande, em colaboração com a Câmara Municipal Revista Municipal Município de Velas

59


~ Instituicoes ASSINATURA DE PROTOCOLO Município de velas APOIA O JUDO CLUBE DE SÃO JORGE No dia 28 de novembro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o Município de Velas assinou um protocolo de apoio ao Judo Clube de São Jorge. Um protocolo que visa apoiar este clube da Nossa Terra que muito tem contribuído para levar o nome do Concelho de Velas e ilha de São Jorge além-fronteiras e que, naturalmente, o Município reconhece a sua importância também na formação desportiva.

ASSINATURA DE PROTOCOLO COM ASSOCIAÇÃO CULTURAL DAS VELAS

Município assina protocolo com escola básica e secundária de velas

O Município de Velas assinou, no passado dia 21 de setembro, um protocolo com a Associação Cultural das Velas com vista ao desenvolvimento de atividades culturais, desportivas e recreativas. Numa altura em que a Cultura está cada vez mais em destaque na Nossa Terra, importa reforçar o apoio e cooperação que tem vindo a existir entre o Município e esta Associação que é a entidade representativa e apoiante de todas as Instituições culturais do Nosso Concelho.

O Município de Velas assinou recentemente, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um protocolo de cedência no denominado Jardim Botânico à Escola Básica e Secundária de Velas, para a realização de atividades práticas do Curso Profij II – tipo II – Operador de Jardinagem, bem como dos alunos do Programa do Regime Educativo Especial de Transição Para a Vida Ativa até ao final do ano letivo. É com todo o gosto que o Município assina este protocolo, considerando que a educação tem de ser uma prioridade pois são os alunos de hoje, as mulheres e os homens de amanhã, que cuidarão da Nossa Terra.

60

Revista Municipal Município de Velas


dIA mUNDIAL DA dIABETES rastreio em frente aos Paços do concelho

A Unidade de Saúde da Ilha de São Jorge promoveu, em parceria com o Município de Velas, no dia 14 de novembro, o Dia Mundial da Diabetes. Um dia dedicado a sessões de rastreio, em frente ao Edifício dos Paços do Concelho, em que o objetivo foi consciencializar os Munícipes sobre a doença e divulgar as ferramentas para a prevenção da mesma. A Autarquia considera importante continuar a colaborar em ações deste tipo que incentivam a um estilo de vida saudável e promovem uma melhor qualidade de vida.

Revista Municipal Município de Velas

61


“O sabor da Nossa Terra!” “The flavor of our land”

MUNICÍPIO

DE VELAS

cmvelas.pt


MAIS PERTO DOs MUNÍCIPEs 1

notícias

2

atas

3

editais

4

REGULAMENTOS

Para se manter informado sobre todas as iniciativas e eventos realizados ou apoiados pelo Município. Este é um espaço de divulgação e informação.

Nesta secção pode consultar as atas, que descrevem o que decorre na reunião. Informando-se das deliberações tomadas e assuntos abordados.

Aqui poderá ter acesso a todos os editais, que são divulgados ou difundidos, para conhecimento dos Municípes.

cmvelas.pt

Consulte os Regulamentos Municipais em vigor no Concelho. Ficando a conhecer os documentos que definem as regras nas diferentes áreas.

Página online do Município de Velas

REDES SOCIAIS FACEBOOK

YOUTUBE

TWITTER

GOOGLE PLUS

INSTAGRAM

www.facebook.com/municipiovelas

www.youtube.com/user/municipiovelas

twitter.com/rmunicipiovelas

www.plus.google.com/municipiovelas

instagram.com/cm_velas


Um Concelho de Tradições

Rosais • Velas • Santo Amaro • Urzelina • Manadas • Norte Grande

Município

de Velas


Revista Municipal de Velas 2º Semestre de 2016