Page 1

Edição Nº 05 Dezembro/2010

fe

ra que e pa d a d lici

a Terra se realize na co

ndiçã o do es

pera

do Rein od

Na e Deus! Feliz

tal!


Edição Nº 05

Mensageiro Casa D.E.U.S.

Dezembro/2010

O

xalá é o Orixá maior da Umbanda. Dessa vibração suprema se originam todas as outras e ela está presente em todos nós. Sua cor é o branco, representando a paz, a pureza espiritual, a bondade e tudo o que indique positividade. No sincretismo religioso, Oxalá é representado por Jesus Cristo e essa comparação é perfeita devido a ambos pregarem a mesma doutrina de amor e perdão sem limites. Oxalá atua sobre tudo e todos que vivem em nosso planeta. Seus domínios são todos os lugares. O símbolo que o representa é a cruz, e sua saudação é feita por “Epa Babá Oxalá” ou “Zambi é meu Pai”. Oxalá não incorpora na Umbanda como é feito no Candomblé e todos somos considerados filhos deste Orixá. Não importa como o chamamos, se de Jesus Cristo ou de Oxalá. De Oxalá conhecemos muito pouco; de Jesus, no entanto, conhecemos a sua vida e a sua obra. A Ele devemos obediência e obrigação de aprender com os ensinamentos de seu Evangelho e acima de tudo, de praticarmos esses ensinamentos. Todos os Orixás da Umbanda seguem a Oxalá, pregam a sua doutrina e seus ensinamentos. Todos os espíritos seguidores de Jesus Cristo, trabalhadores ou não da Umbanda, lutam contra as forças do mal, anulando trabalhos de magia negativa ou outros tipos de maldade, gerados ou não por feitiços. A irradiação de Oxalá ultrapassa qualquer culto a qualquer Orixá, desta forma é desnecessário fazer obrigações com objetos de qualquer tipo. Aprendemos que a forma de agradar Oxalá são somente as orações feitas com muita fé e a boa conduta dos homens.

J

esus nasceu em Belém, na Judéia, e passou a maior parte da sua vida em Nazaré, na Galiléia, sendo por isso chamado, às vezes, de Jesus de Nazaré ou Nazareno. Sua vinda foi anunciada pelo Anjo Gabriel à Virgem Maria, que o receberia como filho, e que ele seria o Messias, o Filho de Deus, ou seja, o salvador da h u m a n i d a d e . S e u s exe m p l o s começaram logo a partir de seu nascimento, em um estábulo, já mostrando sua humildade desde o início de sua vida. O dia de seu nascimento, 25 de dezembro, é a data em que o mundo todo comemora o Natal. Ainda hoje, 2010 anos depois de sua vinda, podemos sentir a magia que existiu na noite em que ele nasceu, pois todos nós ficamos tocados pelo “clima” sentido durante o período das festas. Durante a vida de Jesus só tivemos bons

Q

uando chega o fim do ano e o Natal se aproxima, naturalmente as pessoas ficam mais amorosas e dizem que isso é por conta do ‘Espírito Natalino’. É comum vermos as pessoas desejando boas festas para todos que encontram, conhecidos ou não. Nos tornamos mais generosos pois sabemos que um simples desejo de Feliz Natal coloca um sorriso no rosto de qualquer um, que sempre retribui os votos. É por conta deste sentimento que aproveitamos também para confortar o coração daqueles que já estão no plano espiritual, mas que ainda não conseguiram encontrar a paz tão desejada. No dia 23 de dezembro, às 20h30, realizaremos em nossa Casa a Oração de Natal, que se repete todos os anos para comemorarmos com aqueles que já estão em outro plano o dia mais importante do ano, o dia do nascimento do Cristo, aproveitando a ocasião para também lembrar de nossos parentes e amigos que já se foram. A Oração de Natal visa levar estes sentimentos fraternos aos corações aflitos na espiritualidade, no sentido de despertarem novas esperanças de paz a todos que necessitam. É um momento muito benéfico que enche nossos corações de alegria e emoção!

ensinamentos. Ele falava por parábolas, para que o povo daquela época pudesse entender o que ele pregava de uma maneira simples, visto que o real sentido de suas palavras são bem mais amplos do que imaginamos. Jesus nos ensinou através de seus exemplos de bondade e simplicidade, o qual muito poucos conseguem praticar o que ele ensinou. O perdão sem limites e o amor à Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo são os seus principais ensinamentos. Foi ele quem nos ensinou o verdadeiro significado do amor, mas não o amor de homem e mulher e sim o amor fraternal, pois toda sua vida foi dedicada a ajudar à todos que a ele recorriam. Por despertar a ira de pessoas que só se preocupavam com o poder aquisitivo e político daquela época, foi torturado, crucificado e morto pela ignorância de um povo que não entendeu quem era este homem. Mas nada foi perdido. Ele se tornou a pessoa mais importante que já viveu neste mundo. É nele que nos baseamos para evoluirmos como espíritos, é sua imagem que temos no alto de nosso congá, nos inspirando sentimentos superiores para a realização de nossos trabalhos. Enfim, Jesus Cristo é o mestre supremo da Umbanda. É o nosso Guia, é a nossa Luz!

O Caboclo Pena Roxa virá montar uma mesa simbólica conhecida como Mesa dos Caboclos, com pão, vinho, água e frutas para que o Plano Astral Superior, manipulando energias, transforme tudo em remédio e bálsamo de luz para aqueles que necessitam do outro lado e, assim, também possam ter sua ceia de Natal. Compareça você também em nosso terreiro nesta noite. Participe conosco deste momento especial e faça suas orações com muito amor e carinho, pois todos provaremos do amor de Jesus, que deveria ser lembrado em todos os dias do ano e não somente no final dele.

02


Edição Nº 05

Mensageiro Casa D.E.U.S.

Dezembro/2010

D

e acordo com a história, Bárbara foi uma bela moça, filha de um nobre pagão conhecido como Dióscoro. Seu paim muito ciumento, a trancou numa torre a fim de resguardá-la de pretendentes. Certa vez, Dióscoro viajou e em sua ausência, Santa Bárbara se fez batizar cristã, o que fez com que seu pai ficasse revoltado. Conseguiu fugir, mas foi capturada por elei e levada perante um tribunal pagão, sendo nesse tribunal condenada a ser exibida nua por todo o país. Padeceu de toda a sorte de suplícios, foi queimada com grandes tochas e teve os seios cortados. Foi mais tarde executada pelo próprio pai, que lhe cortou a cabeça com uma espada. Logo após a sua morte, uma grande tempestade se formou e um raio desceu do céu e matou seu pai no mesmo instante. A imagem da Santa mostra-a ao lado de uma torre, segurando um cálice em uma das mãos e uma espada com a outra mão. Esses simbolismos ensinam que a torre representa a sua prisão; o cálice representa o Cristianismo e a espada a arma que lhe tirou a vida. Na Umbanda, é sincretizada à Inhansã, Orixá guerreira assim como foi Santa Bárbara!

I

nhansã é o Orixá dos ventos e das tempestades. Na Umbanda, ela é conhecida também como a guardiã dos mortos na calunga (cemitérios), ou ainda, a encarregada de recebê-los logo após a morte. Inhansã tem força de magia que afasta males e influências negativas, amparando todos que a ela recorrem. Seu poder vibratório anula cargas negativas de enfeitiçamento, chamados simbolicamente de tempestades, vencendo desta forma qualquer demanda. Peça a Inhansã que o livre de espíritos vingativos, encarnados ou não. Ela irá atendê-lo, desde que não encontre em você um espírito de vingança. Sua cor na Umbanda é o amarelo e seu dia é comemorado em 04 de dezembro. Inhansã é um Orixá de temperamento muito forte. No entanto, Santa Bárbara a quem foi sincretizada, foi uma moça meiga que sofreu grande martírio. O sincretismo só ocorreu pela espada que a decepou e o raio que fulminou seu pai. A espada e o raio são os símbolos que representam Inhansã. O domínio de Inhansã é a atmosfera. Seus enviados manipulam os Silfos que são os seres elementais do ar. Isso ocorre principalmente em nossas defumações. Quando incorpora em nosso terreiro, traz sempre a força de seus ventos e furacões, levando embora toda a negatividade presente no ambiente. Os filhos e filhas de Inhansã são atirados, extrovertidos, geniosos, leais e muito francos. Demonstram claramente seus sentimentos, podendo ser autoritários, o que os faz serem vistos como pessoas geniosas.

Oi não tem tempestade Que ela não possa dominar Ela é Inhansã guerreira Rainha do Jacutá Ela é Inhansã guerreira Rainha do meu congá

Bis

N

este ponto, o significado de tempestade são os tormentos causados por magia negativa ou feitiços. Inhansã é imbatível em desmanchar esses tipos de demandas. À ela sempre podemos pedir ajuda quando passamos por situações assim. Inhansã é um dos Orixás mais respeitados dentro da Umbanda, por isso o termo Rainha do meu congá.

Q

ueridos leitores, tentarei expressar em poucas linhas todo o meu amor, carinho, respeito e fé que tenho não só pela religião, mas também pela Casa, Guias e irmãos de trabalho. Já ouviram a expressão: “Nada é por acaso?” Foi exatamente assim que minha história começou aqui. Meu marido e eu ouvimos algumas pessoas comentarem sobre a Casa e dizíamos: “um dia iremos conhecer”, como realmente fomos. E o resultado? Foi amor a primeira vista ou reencontro para os que acreditam. Fomos, gostamos, ficamos e estamos aqui até hoje, quase três anos de aprendizado, respeito, puxão de orelha (quando necessário), carinho, amor verdadeiro e gratidão por todos que, desde o primeiro momento, nos trataram com muita alegria e coração aberto. Agradeço de todo meu coração ao Caboclo Pena Roxa, Guias e trabalhadores da Casa D.E.U.S. pela oportunidade, ensinamento, esclarecimento, crescimento e a certeza de que amor com amor se paga. E foi com esse sentimento que me casei aqui dia 20 de novembro de 2010 e que conto os dias desde o meu primeiro encontro com a Casa D.E.U.S., para fazer parte dessa corrente de amor e caridade a partir de 05 de dezembro de 2010 para retribuir dia a dia e a cada trabalho a caridade, a fé, o amor pela religião e respeito ao próximo. Espero com essa caminhada, ser mais um ponto de luz e conforto para os que vierem à nossa Casa e ser mais um elo de amor e caridade. 03


Edição Nº 05

Mensageiro Casa D.E.U.S.

Dezembro/2010


Edição Nº 05

Mensageiro Casa D.E.U.S.

Dezembro/2010

T

oda festa requer organização e preparo. Assim como o anfitrião planeja antecipadamente os preparativos para a recepção, os convidados também se organizam, pois pensam na roupa que irão vestir e no presente que irão levar. Cada festa determina um comportamento e um estilo. Não seria adequado, por exemplo, darmos vexame devido ao excesso de bebida ou irmos a um baile de formatura trajando roupas informais. Na festa de Iamanjá do dia 11 de dezembro, que na realidade não é bem uma festa e sim um trabalho sério, onde todo descarrego do terreiro e dos médiuns será feito nessa noite, nossa anfitriã será Iemanjá, que preparou o seu ambiente para nos receber. Levando em consideração que esse trabalho é de uma força espiritual elevada, como devemos nos comportar? O que vestir? O que levar? O que comer? Então veja algumas dicas do que você pode fazer para se preparar melhor nesta ocasião: O que levar? Flores brancas. Os presentes materiais, como barquinhos, comidas, perfumes, pentes, bebidas, dentre outros, não são usados em nossa Casa, pois como já sabemos, nossa Rainha do Mar não necessista de nenhum desses objetos. Os presentes mais bem aceitos serão: as reformas íntimas que fizemos durante o ano, o coração repleto de amor e fé e a nossa mente rodeada de orações e pensamentos sadios. Você pode também levar os seus pedidos. Organize-os em tirinhas de papel. Para cada pedido, uma tirinha. Nessa tira, escreva: Eu, (seu nome completo), peço a minha Mãe Iemanjá (seu pedido). Depois, coloque-a em um saquinho de gelinho e acrescente uma colher de sopa de arroz cru. Feche o saquinho com um nó. Só não peça dinheiro. Se quer dinheiro, peça trabalho. Como se comportar? Mantenha-se em silêncio ou cante os pontos conosco. Mantenha a mente ocupada com pensamentos positivos e saudáveis, e as palavras, de preferência, alegres e construtivas. O que vestir? Roupas claras e traje de banho por baixo. Para as mulheres, maiô por baixo da roupa branca e, para os homens, sunga. Reforçamos: Mulheres, usem maiô e não biquíni! O que comer? Antes e do trabalho, procure se alimentar de alimentos leves. Não coma carne de nenhuma espécie. Não é permitido ingerir bebida alcoólica. Antes da preparação da oferenda à Iemanjá, é feita uma pausa para podermos comer um pouco. Evite comer demais devido ao banho no mar para não passar mal. Após a festa, evite comer carne e ingerir bebida alcoólica para poder ter mais duração seu descarrego, pelo menos por 24 horas. É importante lembrar que iremos descarregar no mar toda a energia negativa do terreiro e dos médiuns acumulados durante o ano. Pedimos que evitassem tomar banho de mar após a festa nas 24 horas seguintes, pois há riscos de se recuperar toda a carga negativa que deixamos, e mais, a dos outros também. Sejamos conscientes e boa festa à todos!

M

eu amigo, não te esqueças. Pelo Natal do Senhor, abre as portas da bondade ao chamamento do amor. Reparte os bens que puderes às luzes da devoção. Veste os nus. Consola os tristes, na festa do coração. Mas, não te esqueças de ti, no banquete de Jesus: segue-lhe o exemplo divino de paz, de verdade e luz. Toma um novo compromisso na alegria do Natal, pois o esforço de si mesmo é a senda de cada qual. Sofres? Espera e confia. Não te furtes de lembrar que somente a dor do mundo nos pode regenerar. Foste traído?

Perdoa. Esquece o mal pelo bem. Deus é a Suprema Justiça, não deves julgar ninguém. Esperas bens neste mundo? Acalma o teu coração. Às vezes, ao fim da estrada, há fel e desilusão. Não tiveste recompensas? Guarda este ensino de cor: ter dons de fazer o bem é a recompensa melhor. Queres esmolas do Céu? Não te fartes de saber teus, que o Senhor guarda o quinhão que venhas a merecer. Desesperaste? Recorda, nas sombras dos dias teus, que não puseste a esperança nas luzes do amor de Deus. Natal! Lembrança divina sobre o terreno escarcéu... Conchega-te aos pobrezinhos que são eleitos do Céu. Mas, ouve, irmão! Vai mais longe na exaltação do Senhor: vê se já tens a humildade, a seiva eterna do amor. FELIZ NATAL! Autor: Médium: Chico Xavier Espírito: Casimiro Cunha

O

fim de ano chegou e também os momentos de festas e, principalmente, de descanso! A Casa D.E.U.S. permanecerá fechada entre o período de 10 de dezembro de 2010 e 21 de janeiro de 2011. Haverá ainda durante esse período a festa de Iemanjá que será dia 11 de dezembro e a Oração de Natal, no dia 23 de dezembro às 20h30. Iniciaremos o ano de 2011 em clima de festa! No dia 21 de janeiro de 2011 voltaremos com os trabalhos prestando nossas homenagens à Oxóssi, que tem seu dia de comemoração em 20 de janeiro. Á todos os nossos frequentadores e amigos/irmãos de corrente, desejamos o mais feliz de todos os Natais, e que os votos de paz, amor, felicidade e prosperidade se estendam sobre todo o ano de 2011! Agradecemos à todos, toda a ajuda que tivemos durante este ano de 2010, que foi muito especial para a nossa Casa, onde comemoramos nosso sétimo aniversário. Que no ano que vem possamos estar novamente reunidos para a realização das atividades, de energias renovadas e com pique total para mais um ano de muito trabalho, se Deus assim permitir!

A CASA D.E.U.S. DESEJA À TODOS UM FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO! QUE OXALÁ NOS ABENÇOE! 05

Edição de Dezembro - 2010  

Edição de Dezembro - 2010

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you