Page 1

marcação capa FORMAÇÃO TERAPÊUTICA EM FLORAIS DE BACH


Todos os direitos reservados


FORMAÇÃO TERAPÊUTICA EM FLORAIS DE BACH


4

Formação Terapêutica em Florais de Bach


CURSO MINISTRADO POR ROSANA TOMEI GASTALDO Terapeuta Comportamental Terapeuta Holística (Florais de Bach e Meditação). Coach Internacional membro da ISC International Society of Coaching). Certificação em Presence Coaching Com Richard Moss (Médico, professor e escritor - Autor do Best Seller Internacional “A Mandala do Ser”) e Robert Dilts (co-criador da PNL). Trainer e Practitioner em Programação Neurolingüística – PNL – Certificada pela The Society of NLP Hipnoterapeuta Ericksoniana e Condicionativa (Membro da AIHCE - Asociación Internacional de Hipnosis Clínica e Experimental - Universitas Privada de Hipnosis Clínica de Barcelona). Certificação Internacional de Professional Therapy por Jeffrey K. Zeig, Ph.D. (Fundador e Diretor da Milton H. Erickson Foundation) Experiência Atuante na área de Atendimento Pessoal e Empresarial de Coaching. Atuante na área de Mudança Comportamental através da Programação Neurolinguística e Hipnose Terapêutica (atendimentos pessoais). Atuante na área de Terapia com Florais


Sumário I - Essências Florais – Remédios Vibracionais................................................00 II - A Descoberta dos Florais pelo Dr. Edward Bach......................................00 III - O Aspecto Holístico do Tratamento pelos Florais de Bach.................00 IV - Como funcionam os remédios?....................................................................00 V - Como atua um remédio floral numa situação dessas?........................00 VI - Como Diagnosticar os outros?......................................................................00 VII - Formas de Diagnóstico...................................................................................00 VIII - Preparação dos Remédios Florais.............................................................00 IX - Considerações importantes...........................................................................00 X - As 38 Flores do Dr. Bach...................................................................................00 XI - Outras aplicações..............................................................................................00 XII - Florais para Crianças.......................................................................................00 XIII - Florais para Animais.......................................................................................00 XIV - Florais em Plantas..........................................................................................00 XV – Os Remédios Florais na Gravidez..............................................................00 XVI - Instruções ao Paciente..................................................................................00 XVI – Observações importantes ao se fazer a avaliação do cliente.......00


ESSÊNCIAS FLORAIS – REMÉDIOS VIBRACIONAIS A maioria das abordagens ortodoxas de cura, incluindo o uso de drogas e a prática de cirurgias, baseia-se no ponto de vista newtoniano de que o corpo é uma máquina complexa. O ponto de vista einsteniano da medicina vibracional encara o ser humano como um organismo multidimensional constituído de sistemas físicos/celulares em interação dinâmica com complexos campos energéticos reguladores. Em lugar de procurar curar as doenças manipulando as células e os órgãos através do uso de drogas e da realização de cirurgias, a medicina vibracional tenta atingir os mesmos objetivos manipulando os campos energéticos sutis e injetando energia no corpo. A homeopatia foi uma das primeiras disciplinas médicas holísticas que em busca de uma cura apropriada, atentou não só para as alterações do corpo como também para as da mente. A capacidade dos remédios homeopáticos se mostrarem eficazes sem conter a quantidade de substâncias necessárias para produzirem efeitos fisiológicos mensuráveis levou os homeopatas a acreditarem que as microdoses interagem com o sistema energético sutil do ser humano, o qual está intimamente relacionado com a estrutura física celular. Compreendendo-se os mecanismos energéticos que estão por trás da homeopatia, será mais fácil compreender também o modo como atuam os remédios “vibracionais”, isto é, aqueles que têm por base a utilização das energias sutis, como o uso terapêutico das essências florais. Aliado ao poder de cura das essências florais, pesquisas realizadas pelo Dr. Bernard Grad demonstraram que a água tem a capacidade de ser “carregada” com diversos tipos de energia e, em seguida, de “armazená-las” em suas moléculas.


No processo de preparação dos remédios homeopáticos, quanto maior a diluição da droga, mais potentes são os seus efeitos. Assim como os remédios homeopáticos, também as essências florais são remédios vibracionais que contêm a freqüência energética ou “assinatura vibracional” da planta a partir da qual foram preparados. A preparação dessas essências depende das propriedades que permitem a água armazenar energia sutil. Os atributos da luz solar são utilizados para deixarem gravadas na água as propriedades vibracionais das flores. Os remédios florais são essências carregadas com energia sutil de uma determinada frequência que agem nos diferentes campos de energia do nosso corpo. Nossos corpos de energia sutil desempenham um importante papel na manutenção da nossa saúde. As doenças se manifestam no corpo físico depois que as perturbações de energia já tiverem se cristalizado nos padrões estruturais sutis dos corpos de frequências superiores. Uma maneira de corrigir disfunções nos corpos sutis é a administração de doses terapêuticas de energias sutis de frequências específicas na forma de remédios vibracionais como as essências florais.

Dr. Edward Bach

10

Formação Terapêutica em Florais de Bach


A Descoberta dos Florais pelo Dr. Edward Bach Dentre os nomes associados ao uso terapêutico de essências florais, um dos mais respeitados é o Dr. Edward Bach, na Inglaterra. No início do século XX, o Dr. Bach era um respeitável médico homeopata de Londres. A ele é creditada a descoberta dos Florais de Bach. O Dr. Bach foi um pioneiro que descobriu a ligação entre o estresse e as doenças, várias décadas antes que a maioria dos médicos contemporâneos começasse a se dedicar a essa questão. A partir de suas descobertas iniciais a respeito da influência dos fatores emocionais sobre as doenças, Bach procurou encontrar uma maneira simples e natural de fazer com que as pessoas retornassem a um nível de equilíbrio harmonioso. Foi essa busca de uma cura na natureza que levou Bach a descobrir as propriedades curativas dos remédios homeopáticos e, em última análise, das essências florais. Antes de tornar-se homeopata, Bach era um médico ortodoxo especializado em bacteriologia e trabalhava num grande hospital em Londres. Naquela época, Bach pôde observar como os pacientes reagiam diante das enfermidades, e como essa reação influía no curso delas. Percebeu que o mesmo tratamento aplicado a pessoas diferentes nem sempre curava a mesma enfermidade, que medicamentos para algumas não atuavam em outras, e que pacientes similares em temperamento melhoravam com o mesmo remédio. Tornou-se para ele evidente que, no tratamento das enfermidades, a índole do paciente tinha mais importância que o seu corpo físico. Nessa época Bach conheceu o tratado de Kahneman sobre a homeopatia e sentiu grande simpatia pelos conceitos homeopáticos. Nos anos seguintes Bach aprofundou seus estudos sobre a homeopatia e em 1929 era respeitado por alopatas e homeopatas em toda a Europa. Estava em pleno êxito profissional, quando abandonou tudo e partiu para o campo, em busca de novos remédios. Em 1930 e 1934 descobriu os 38 remédios florais e escreveu os fundamentos de sua nova medicina.


O Aspecto Holístico do Tratamento pelos Florais de Bach Cada sintoma seja do corpo, da mente ou do espírito, nos transmite uma mensagem particular que precisamos perceber e reconhecer, fazendo uso delas em nossa jornada. O sistema dos remédios florais do Dr. Bach pode ser descrito como a “cura pela restauração da harmonia na percepção”. Nos pontos de mudança da nossa personalidade, onde as energias vitais são canalizadas de modo errado ou bloqueadas os remédios restabelecem contato e harmonia com a nossa totalidade, a nossa verdadeira fonte de energia. Os remédios florais não atuam pelo caminho indireto da cura, via corpo físico, mas em níveis mais sutis, que influem diretamente no sistema de energia que é o homem. Em 1930 o Dr. Bach renunciou sua profissão de médico para dedicar sua vida à busca de um método de tratamento mais simples e natural, que não “requeresse a destruição nem a alteração de coisa alguma”. Há três sentidos em que os remédios florais são novos e diferentes dos métodos sutis de tratamento até agora desenvolvidos no Ocidente: 1. O conceito de saúde e doença. O enfoque do Dr. Bach é espiritual. O diagnóstico já não é mais baseado em sintomas físicos, mas exclusivamente em estados de desarmonia da alma, ou sentimentos negativos. 2. São métodos simples e naturais. É utilizada a energia das flores nos seus estados materiais para transferi-las para o veículo. Os remédios florais atuam diretamente no foco da doença, harmonizando e curando, sem que haja perigo de superdoses, efeitos colaterais e incompatibilidade com outros métodos de tratamento.


3. O emprego bem sucedido dos florais não exige formação em medicina ou psicologia. Requer apenas conhecimento profundo da capacidade de cada flor, perceptividade, capacidade de pensar e apreciar e, acima de tudo, sensibilidade e sentimentos naturais para com as outras pessoas, sem julgamentos.

13


Como funcionam os remédios? “A ação desses remédios consiste em elevar nossas vibrações e abrir nossos canais para a recepção do Eu Superior; em inundar nossa natureza com a virtude particular de que precisamos, e em expurgar de nós o erro que causa o mal. Elas são capazes, como uma música bonita ou qualquer outra coisa gloriosa, que nos eleva e inspira, de alçar nossa própria natureza, de aproximar-nos de nossa alma e, por esse mesmo ato, de dar-nos paz e aliviar nossos sofrimentos. Elas não curam atacando as moléstias, mas inundando-nos o corpo com as formosas vibrações da nossa Natureza Superior, na presença das quais a moléstia se derrete, qual neve ao calor do sol. Não haverá cura verdadeira se não houver mudança na aparência, paz de espírito, e felicidade interior”.(Edward Bach) Todo ser humano tem uma matriz com potenciais específicos de energia, uma missão, uma tarefa, um destino, um carma, ou o que quer que possamos chamar-lhe. Sendo parte do grande plano da criação, todo ser humano tem uma alma imortal – seu Eu Superior – e uma personalidade mortal – que ele representa aqui na terra. Se as qualidades e os objetos de nosso Eu Superior não forem compreendidos, o sentimento oposto, a infelicidade, desenvolver-se-á mais cedo ou mais tarde. As virtudes potenciais que não conseguimos compreender mostram-se pelo seu lado negativo, como defeitos, tais como: orgulho, ódio, ganância, entre outros. Esses defeitos são a verdadeira causa das doenças. Doença: toda vez que a nossa personalidade não está ligada ao grande campo de energia cósmica pela sua alma, e não oscila em harmonia com ela, ocorre a congestão, o atrito, a deformação, a desarmonia e a perda de energia. Tais condições se apresentam primeiramente numa forma mais sutil, não material, mas depois progridem para o nível material, ou seja, no corpo físico em forma de doenças. Toda doença é precedida de um estado negativo. O sistema floral do Dr. Bach não utiliza os sintomas físicos para


diagnosticar, mas apenas os estados de alma negativos, que pode acarretar a doença física. As flores usadas pelo Dr. Bach são de plantas de uma ordem mais elevada de energia. Cada qual encarna certa qualidade da alma, tendo um comprimento determinado de ondas de energia. Quando existe um conflito entre as intenções da alma e da personalidade, dentro de certa qualidade da alma ou potencial de energia, o comprimento da onda no campo de energia, deformado, se desarmoniza e desacelera. Tal deformação terá efeito negativo sobre toda a psique da pessoa e, a partir daí, se desenvolve em estado negativo da mente.

15


Como atua um remédio floral numa situação dessas? O remédio floral tem a mesma freqüência de energia harmoniosa da qualidade correspondente da alma humana, mas sem deformações e em ritmo normal. Tem, portanto, afinidade com a qualidade da alma. Quando ministrado, o floral estabelece contato com a alma, e com suas próprias ondas harmoniosas de freqüência, restabelecendo a harmonia energética.


Como Diagnosticar os outros?  Não comece a diagnosticar enquanto não se sentir inteiramente centrado, em perfeito contato com o cliente.  É muito importante a prática da escuta consciente para que nada do que o cliente fale ou faça passe despercebido.  Torne-se sensível à outra pessoa e sinta a realidade que se esconde por trás das suas palavras. O trabalho será sempre baseado no poder do amor, que vem do coração, não da cabeça.  Ao fazer o diagnóstico, você como terapeuta floral, está envolvido no processo de cura. Sempre é necessário estabelecer uma conexão entre seu Eu Superior e o Eu Superior da outra pessoa.  É necessária uma atmosfera de confiança completa para uma pessoa abrir-se para outra. Portanto, considere o cliente como um “semelhante” e não apenas como um caso.  Não critique as falhas do cliente, principalmente em 1ª consulta. Diga sempre o que pode melhorar, sem julgar. Não seja autoritário.  Nunca utilize a palavra “defeito”. Troque por desequilíbrio. O cliente nunca “é” assim; ele “está” assim.  Envolva seu cliente no processo de diagnóstico. Deixe que ele desenvolva o terapeuta que existe dentro dele. Deixe que ele descubra junto com você o que lhe está incomodando.  Nunca interrompa o cliente. Deixe-o falar para que depois você faça suas considerações.  A meta mais importante da terapia floral consiste em estimular a outra pessoa, de modo que ela deseje curar-se. “Cura-te a ti mesmo”. Para isso é necessário que o cliente compreenda e aceite seu desequilíbrio para que ele possa assumir a responsabilidade pelo seu tratamento e consequente mudança.  Como terapeutas, devemos estar convencidos, assim como a pessoa que estaremos tratando, de que o êxito do tratamento não está em nossas mãos.  Pessoas resistentes farão de tudo para lhe provar que o tratamento não está funcionando. Tente entender esta resistência e cuide primeiramente dela.


Formas de Diagnóstico 1. 2. 3. 4.

questionário diálogo intuição observação de comportamento e linguagem corporal.

No início dos atendimentos é possível que alguns tenham dificuldades em escolher as melhores flores para lidar com a situação que o paciente traz. Para isso, temos um questionário de apoio. Faça a avaliação do questionário, seguindo a ficha em anexo, e interprete da seguinte maneira: 1. Flores com três marcas – colocá-las na fórmula. 2. Muitas flores com três marcas ou acima de sete flores com três marcas – prescrever Rescue. 3. todas as flores com uma só resposta, ou a maioria dos grupos de flores com uma só resposta – prescrever Rescue. 4. Questionário em branco – prescrever Rescue. 5. Selecionar Rock Rose, Cherry Plum, Honeysuckle e Clematis que tenham duas respostas para colocá-las na fórmula prescrita.

6. No diagnóstico, Holly e Wild Oat são usados para abrir um caso e esclarecer a situação. Quando não houver resposta alguma aos remédios florais prescritos, ou quando parecer difícil decidir qual dentre as muitas qualidades da alma que se mostraram é a mais importante de ser tratada, é melhor ministrar um destes dois florais primeiramente. Usa-se o Holly para pessoas ativas e dinâmicas e Wild Oat, de preferência, ao tipo de pessoa reprimida, passiva.

Ao fazer um diagnóstico várias flores podem vir-nos à mente. Devemos, nesse caso, ater-nos em que flores são necessárias neste exato momento. Nem sempre é necessário colocarmos na fórmula muitas flores. Muitas vezes dois florais, corretamente escolhidos, se revelarão mais eficazes.


O máximo de flores que poderão ser agregadas a uma recomendação terapêutica chega a seis. Quando muito necessário usar sete (em casos extremos). Nunca recomende mais que isso. Isto não se deve ao fato de os remédios se contraporem uns aos outros nem de causarem algum efeito negativo, porém simplesmente porque remédios demais tomados conjuntamente tendem a obscurecer o problema e são incapazes de funcionar a contento. Novas avaliações e recomendações deverão ser feitas num prazo máximo de trinta dias. Nunca passe a mesma fórmula anterior. O Floral Rescue é utilizado para situações emergenciais. Portanto, deve ser prescrito por, no máximo, 30 dias. Rescue não é para tratamento e sim para tirar o cliente da crise!!!

19


Preparação dos Remédios Florais Os remédios florais são fornecidos em forma concentrada pelo Bach Center, na Inglaterra. Se mandarmos analisar quimicamente as essências florais o laboratório encontrará basicamente água e álcool. Não haverá nenhum princípio ativo físico que explique o potencial curativo que existe nas essências florais. Isto acontece porque o princípio ativo não é físico e sim energético. E esta é uma terapia vibracional. Edward Bach descobriu que a energia das flores possui propriedades curativas. Para utilizarmos esta energia no nosso dia-a-dia ele utilizou um método bastante simples: impregnar a água com esta energia. Portanto as essências florais consistem em água energizada com a energia das flores. As essências devem ser preparadas nas imediações do local onde crescem as plantas utilizadas para a coleta das flores. São escolhidas plantas sadias e vigorosas que se desenvolveram em ambiente sem poluição e que não foram submetidas a qualquer tratamento químico. Utilizam-se apenas as flores mais perfeitas e que estejam no auge da floração. Edward Bach desenvolveu dois métodos básicos para a obtenção das essências florais: solar e fervura. O método do sol é, para o Dr. Bach, incomparável.


Método Solar De manhã, ao alvorecer, toma-se um recipiente de vidro. Enche-o com água de fonte reconhecidamente pura e potável. A seguir colhem-se as flores colocando-as diretamente neste vidro com água. Deve-se evitar qualquer contato manual. Este recipiente de vidro com água e as flores é colocado nas imediações da planta exposto ao sol. É importante que seja um dia claro e com poucas nuvens no céu. Após algumas horas sob o sol, quando as flores começarem a murchar, inicia-se o processo de retirada das flores e filtragem da água impregnada pela energia floral. A água energizada e filtrada é misturada na proporção de 50% com brandy e colocada em um frasco esterilizado. A esta diluição de 50% damos o nome de tintura mãe. A partir da tintura mãe se obtém a solução estoque (que é o que as farmácias compram para preparar a essência floral que você toma). Em um frasco esterilizado de 30 ml coloca-se 30% a 50% de brandy e completa-se o resto com água. Depois de feito isto acrescenta-se duas gotas da tintura mãe. O conteúdo do vidro é, então, balançado intensamente a fim de homogeneizar-se. Está pronta a solução estoque. Utiliza-se, no sistema Bach, o método solar para aquelas plantas que florescem no final da primavera e no verão. Nestas épocas, na Grã Bretanha, o sol está forte o suficiente para impregnar a água com a energia da flor. No sistema Florais de Minas este método é utilizado para “as plantas nitidamente solares”, e a exposição ao sol dura da manhã até o final da tarde. Obs: a função do brandy é servir de conservante. O álcool nele contido evita o desenvolvimento de microrganismos que podem ser prejudiciais à saúde.


Método de Fervura Em um recipiente de, por exemplo, vidro temperado coloca-se água de fonte pura e potável. Acrescentam-se as flores, que neste método são colocadas em conjunto com seu raminho de sustentação, folhas e brotos. Este conteúdo é fervido por um período entre 10 e 30 minutos. O tempo de fervura varia de acordo com a fragilidade da flor. Deixa-se o conteúdo fervente esfriar e então se inicia o mesmo procedimento de filtragem e engarrafamento descrito no método solar. No sistema Bach utiliza-se este método para as plantas que florescem no período em que não há sol o suficiente (na Grã Bretanha) para que seja usado o método solar. Ou seja, que florescem em um período diferente do verão e do final da primavera.No sistema Florais de Minas o método de fervura é recomendado para “as flores cabisbaixas” que procuram espontaneamente o calor da terra, e (para) aquelas plantas de aspecto lenhoso. É a partir do remédio conservado em estoque que o remédio floral é preparado. Basicamente há dois métodos de preparar o floral final para consumo. As gotas retiradas do estoque podem ser diluídas num copo d´água e bebericadas em intervalos, o que seria o método mais apropriado para tratamentos de emergência, porém muitas vezes inviável, pois é necessário que se tenha o estoque à disposição, o que não é muito barato. A segunda maneira é retirar duas gotas do remédio em estoque para serem colocadas num frasco de 30 ml, contendo 7 ml de brandy e completado com água mineral.

Observação: são colocadas 2 gotas de cada remédio (flor) até no máximo de seis flores. Este frasco representa o tratamento para o paciente, e dele a pessoa toma 4 gotas, 4 vezes ao dia. Essa é a exigência mínima; porém, se necessário, as gotas podem ser tomadas com maior freqüência ou em maior quantidade. Tudo depende da natureza do problema, mas, normalmente, nunca antes de esvaziar-se o frasco de tratamento, o que leva de 3 a 4 semanas. Se a combinação de flores ainda estiver fazendo efeito, prepare a mesma


combinação pela segunda vez e continue a usá-la até que todos os sintomas tenham desaparecido. Deve-se tomar o cuidado de utilizar água mineral ou água da fonte quando da preparação de um frasco utilizado no tratamento, por que o preparado tem o potencial de durar até três meses. Quando se tratar do Rescue, colocar 4 gotas de estoque no frasco de tratamento. Qualquer que seja o método escolhido para o tratamento, tome a primeira dose em jejum, pela manhã, e a última à noite, antes de dormir.

Considerações importantes Crianças e alérgicos ao álcool – colocar somente 10 % de brandy (a validade do floral passa para somente um mês). Pessoas que não toleram o gosto – colocar somente 20% de brandy ou substituir por vinagre de maçã. Para bebês e alcoólatras - não deve ser colocado o brandy. Pode ser substituído por vinagre de maçã. Florais sem conservantes – validade de três dias. Se mantido em geladeira constantemente, sua validade aumenta para 10 dias. Se no receituário nada for citado, o floral será manipulado com 30% de brandy, que é o convencional. Caso o terapeuta queira utilizar uma destas considerações expostas acima deve colocar a observação desejada na receita.

As 38 Flores do Dr. Bach O Dr. Bach classificou os 38 remédios em sete grupos: 1 – para o medo (Rock Rose, Mimulus, Cherry Plum, Aspen, Red Chestnut); 2 – para a indecisão (Cerato, Scleranthus, Gentian, Gorse, Hornbean, Wild Oat); 3 – para a falta de interesse pelas circunstâncias atuais (Clematis, Honeysuckle, Wild Rose, Olive, White Chestnut, Mustard, Chestnut Bud); 4 – para a solidão (Water Violet, Impatiens, Heather); 5 – para a sensibilidade excessiva a influências e opiniões (Agrimony, Centaury, Walnut, Holly); 6 – para o desalento ou desespero (Larch, Pine, Elm, Sweet Chestnut, Star of Bethlehem, Willow, Oak, Crab Apple); 7 - para a excessiva preocupação com o bem-estar dos outros (Chicory, Vervain, Vine, Beech, Rock Water). Porém, para efeitos didáticos faremos o estudo de cada flor individualmente e em ordem alfabética. 23


Agrimony Relaciona-se com a capacidade da alma em enfrentar os outros e com sua capacidade de ter alegria. No estado negativo do tipo Agrimony fazem-se esforços para não tomar conhecimento do lado escuro da vida. Os que precisam de Agrimony apresentam sempre para o mundo um rosto alegre e descuidado. Na prática, entretanto, é difícil, às vezes, diagnosticar o estado do tipo Agrimony negativo. As pessoas que necessitam deste floral estão comumente interiormente perturbadas por ansiedades e medos. Todavia, preferem morder a língua a deixar que alguém saiba disso. A pessoa do tipo Agrimony mostra sempre um rosto corajoso diante das coisas (máscara), pois possuem necessidade de aceitação. Os caracteres deste tipo têm um grande desejo de harmonia e também são sensíveis. A discórdia e as tensões entre os que os rodeiam lhes causam tamanha aflição que eles, muitas vezes, recorrem a um abafador de som por amor da paz, e, às vezes, fazem até sacrifícios. São realmente bondosos para aqueles que os rodeiam, na esperança de que os outros venham a ser também bondosos para eles. Se uma pessoa neste estado, alguma vez, fica sentada, sozinha, os problemas que normalmente as reprime virão à tona. Por isso, precisa estar sempre em movimento para parar de pensar. Entretanto, como não é do seu natural reconhecer a presença de problemas, particularmente, de problemas relacionados com ela, evitará, ao máximo, ficar sozinha. Muitas pessoas que necessitam de Agrimony apresentam tendência a compulsões, seja por álcool, drogas, tabaco, comida, jogo, entre outras, possuindo pequenos vícios ocultos, pois procuram excitação e variedade; tudo para suprir a tristeza que lhes vem por dentro. As pessoas do tipo Agrimony não querem perceber, nem mostrar, o que vai por baixo da superfície. A superfície tem que parecer perfeita, ainda que reine o caos debaixo dela. Dá-se muita importância à impressão que causa. Identificam-se somente com a metade da sua personalidade; alegre e não problemática. Faz tentativas de fingir para si mesmo e para os outros que este lado simplesmente não existe. Na prática, é comum a recomendação de Agrimony para crianças. As crianças neste estado são normalmente sociáveis, alegres, e suas lágrimas secam rapidamente. Segundo a experiência dos profissionais da área, a tendência para o estado do tipo Agrimony pode desenvolver-se em alguém cujo lar, na infância, era muito apegado aos padrões da sociedade polida, e as crianças edu24

Formação Terapêutica em Florais de Bach


cadas, desde os primeiros dias, na obrigação de “continuar sorrindo”. É altamente indicado também para pessoas muito racionais, que não sabem lidar com as emoções. A recomendação é que não haja indicação deste floral na primeira receita, pois pode vir a causar uma catarse grande no paciente. Neste caso, substituir o floral por Crab Apple na primeira receita e logo na segunda já podemos fazer a inclusão.

A ação deste floral proporciona certa sensação de paz: - para crianças agitadas; - para o insone inquieto, pois ajuda a dormir serenamente; - para pessoas excessivamente responsáveis; - é útil para a criança ou o adulto irrequieto que, ao sentar-se, inclina o corpo para trás e para frente, ou que, estando em pé, anda de um lado para o outro ou qualquer tipo de tique nervoso (rói unhas, recorre a bebidas, cigarros,...), pois geralmente o tipo agrimony não consegue ficar parado ou arranja pretextos para se manter constantemente ocupados, aparentando sempre serenidade, porém ele se trai pela sua agitação. Tradicionalmente, Agrimony é uma planta para o fígado, pois este órgão armazena as toxinas emocionais ou químicas sem manifestações adversas, permitindo que o restante do corpo funcione aparentemente sem problemas. Excelente recurso quando a pessoa está passando por terapias em geral, pois ajuda a verem a si próprias com honestidade. Fisicamente atua nos casos de: - artrite: As personalidades do tipo agrimony são propensas às afecções do tipo da artrite, pois se recusam a discutir suas emoções. Essa atitude faz com que seu sistema fique sobrecarregado, resultando na falta de flexibilidade. Nesse caso, as dores de artrite constituem simplesmente emoções refreadas, exacerbadas, que são retidas nas juntas e nos tecidos. - congestão nasal: resfriados e alergias. - pruridos e coceiras irritantes No estado positivo de Agrimony temos consciência da natureza relativa de todos os problemas, encontrando dentro de nós o estado radiante, jubiloso, que andávamos procurando no exterior. Uma alegria genuína enche25


-nos o coração, e traços salientes do caráter, como a capacidade de discriminar, o equilíbrio interno, a sagacidade e a habilidade diplomática podem ser utilizadas, para nossa satisfação pessoal e benefício dos outros.

Aspen O Aspen relaciona-se aos potenciais da alma ligados ao destemor e ao domínio. No estado negativo do tipo Aspen a pessoa se vê presa em ansiedades inconscientes. As pessoas que necessitam deste floral são muito mais do que as outras inundadas dia e noite por pensamentos e imagens do desconhecido. Recebem impulsos inconscientes, que a consciência desperta não identifica, pois a fonte do impulso é desconhecida. Isso dá origem ao medo. Uma espécie de medo misterioso, um medo que nos arrepia e nos põe de cabelos em pé. As crianças, mais abertas para esses planos do que os adultos, muitas vezes pedem que a porta do quarto fique aberta durante a noite ou que uma luz permaneça acesa no quarto. Elas temem inconscientemente que a sua idéia de um espírito mau possa tornar-se real. Muitas pessoas do tipo Aspen desenvolvem um medo do escuro para o qual não tem explicação. Algumas sentem um fascínio nervoso, supersticioso, por conceitos ocultistas e mágicos. As pessoas do tipo Aspen reagem como um sismógrafo à atmosfera em seu ambiente visível e invisível. Possuem uma antena inconsciente para um conflito em desenvolvimento e para correntes psíquicas nos outros, ameaças que pairam no ar como guerras, furacões, catástrofes naturais,... (facilidade de ligação com o inconsciente coletivo, podendo captar sensações de pânico em locais de desastres). Indicado para estados emocionais em que as pessoas são tomadas por medo de algo que não sabem identificar. Alguns profissionais recomendam especialmente Aspen no tratamento de alcoólatras vítimas de idéias obsessivas, de mulheres violentadas, de crianças maltratadas. As pessoas abertas demais por certas técnicas de meditação em grupo precisam deste floral, bem como qualquer outra que tenha feito viagens de horror em virtude de drogas. Por um lado, o medo Aspen pode ser apenas a sensação de um pressentimento, a ansiedade desconfortável de pressentir que algo vai se passar. Por outro lado, pode ser um sentimento de medo profundo com sintomas físicos. 26

Formação Terapêutica em Florais de Bach


O indivíduo que tomar este floral verá que o medo e a apreensão começam a diminuir e que a confiança em si começa a aumentar. Torna-se consciente de que, através do plano do medo, existe alguma coisa maior e mais significativa em que estamos, em última análise, encerrados e postos em segurança. Tem consciência de que, atrás e acima de tudo, há uma grande lei divina, o divino poder do amor, tornando desnecessários todos os medos. Essa confiança possibilita o uso consciente do lado positivo da energia do tipo Aspen. É a capacidade de sintonizar planos de consciência mais sutis, não materiais, de explorá-los sem medo, de fazer experiências com eles, e de usar os conhecimentos adquiridos em benefício de nossos semelhantes.

A ação deste floral proporciona:

- sono mais contínuo, sem agitações decorrentes de ansiedades por sensações de que algum perigo se aproxima; - limpeza energética: borrife ambientes que se queira limpar com Aspen para acabar com qualquer vestígio vibracional estagnado e obscuro; - diminuição de estado de ansiedade em geral. Neste caso deve ser trabalhado juntamente com o Impatiens; - ameniza a insegurança, quando a pessoa se sente vulnerável a situações de risco; - indicado para tratamento de fobias.

Beech Beech relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à simpatia e à tolerância. Uma pessoa em estado de Beech negativo será dura e intolerante em suas reações, arrogantes e altamente críticas, julgando os outros por padrões subjetivos. Tendem a projetar-se demasiadamente para fora, tendo extrema dificuldade em focalizar experiências interiores, que precisam ser “digeridas”. Por isso mesmo, algumas pessoas neste estado tendem a ter problemas com a digestão. Possuem critérios muito definidos ao fazer julgamentos sobre os outros e tem dificuldade em aceitar seus próprios erros. É incapaz de mostrar compreensão nem paciência pela incompetência alheia. Não consegue perceber os sentimentos dos outros, uma vez que os 27


seus próprios sentimentos estão bloqueados. Só consegue ver o que está errado numa situação, as fraquezas; incapaz de enxergar os resultados positivos que podem sobrevir. Por ser hipercrítico, propende a manter-se isolado dos seus semelhantes. O uso deste floral ajudará a pessoa a restabelecer contato com o nosso Eu e com a Unidade. Afrouxa a rigidez interior e, como os sensitivos afirmam, traz de volta a alegria, o contentamento e a cor ao sistema energético. No estado positivo de Beech somos, mais ou menos, um “diagnosticador tolerante”, capaz de usar nossa “visão com bons julgamentos, construtivamente, para nós mesmos e para os outros”. É um ótimo floral para pessoas que realizam trabalhos terapêuticos.

Especialmente indicado para: - bebês ou crianças que nunca estão contentes, que sempre choram, principalmente quando são contrariadas; - para qualquer forma de intolerância; - para as pessoas perfeccionistas e meticulosas; - quando a vida nos parece injusta, permite que passemos a ter uma perspectiva diferente; que vejamos o lado positivo da situação; - a ação virtuosa de beech causa um isolamento dos nervos; isso é benéfico quando nos defrontamos com situações que demandam muita tolerância. Fisicamente, beech isola os nervos, servindo de tratamento para pessoas nervosas ou irritadiças, podendo a vir causar doenças tais como esclerose múltipla, ciática,... Distinção entre os tipos Vine, Beech e Rock Water: Vine: entra em ação interiormente, quer prevalecer, compelir. A qualidade negativa implícita é a dominação. Beech: Mantém a distância interiormente, quer estar certo. A qualidade negativa implícita é a intolerância. Rock Water: Fica fora disso interiormente, mantém-se reservado. A qualidade negativa implícita é o rígido domínio de si mesmo.

28

Formação Terapêutica em Florais de Bach


Centaury Centaury relaciona-se com as qualidades de autodeterminação e autorrealização da alma. No estado negativo de Centaury, a relação com a própria vontade da pessoa é fraca. Sofrem facilmente a influência de outra personalidade, mais forte, que tirará proveito de sua natureza inatamente prestativa. Os estranhos, muitas vezes, sacodem a cabeça vendo a maneira com que uma pessoa do tipo Centaury se transforma em verdadeiro capacho. O motivo por trás desta benevolência nada mais é que o desejo muito humano de reconhecimento e validação. No estado negativo de Centaury, as virtudes magníficas do desejo de ajudar, servir e devotar-se a uma causa mostram uma deformação negativa. Desse modo, erroneamente e sem espírito crítico, nos tornamos subservientes a outra pessoa e às suas fraquezas humanas. É necessário desenvolver nossa própria individualidade e personalidade. Alguns profissionais consideram Centaury a mais sensível de todas as outras qualidades da alma. Neste estado, a pessoa é extremamente sensível, sobretudo a energias desarmoniosas. Mostram-se, com facilidade, inseguras, perturbadas e machucadas. Frequentemente ficam doentes de repente, sem saber que isto se deve ao seu estado especial. As pessoas também são vítimas fáceis das influências espirituais mais poderosas quando se encontram no estado negativo do tipo Centaury, caindo sob o fascínio dos “mestres iluminados”. Os pacientes em estado negativo de Centaury precisam compreender, no decurso da conversação terapêutica, que, na realidade, não estão sempre ajudando os outros quando se precipitam para satisfazer-lhes a vontade, mas, pelo contrário, dificultam o processo de aprendizagem e crescimento de ambas as partes. Pessoas deste tipo tem uma enorme dificuldade, quase intransponível, de dizer “não”. A essência vai ajudar a despertar as características positivas reconhecendo a própria individualidade sem se influenciar pelas opiniões alheias. Este floral não endurece nem caleja a pessoa, em vez disso, ele ajuda a desenvolver coragem e autodeterminação. Tornando-se melhor a demarcar seus limites e a criar espaço para si própria, liberta dos desejos e ordens dos outros.

29


Especialmente indicado para: - aumentar a vontade de superação em geral e a vontade de viver; - aumenta a capacidade de dizer não; - é o remédio ideal quando é necessário ser, ao mesmo tempo, duro e delicado para disciplinar, impor respeito e estabelecer limites claros sem sentir culpa. Fisicamente, centaury é indicado para tensão muscular (principalmente nos ombros), e para flacidez muscular, com dificuldade de manter a integridade. A diferença entre Centaury e Agrimony está no fato de que Agrimony tem sempre um aspecto jovial, corajoso e muito firme. Os tipo Centaury não carregam estas características. São geralmente, de aspecto frágil.

Cerato

Cerato relaciona-se com o princípio da certeza íntima, a “voz interior”, a intuição. No estado negativo de Cerato surgem problemas na aceitação dos nossos juízos corretos. É preciso tomar uma decisão: a resposta vem intuitivamente, mas a cabeça, a mente racional, não aceita esta resposta. Alguma coisa que sabemos intuitivamente estar certa não pode ser posta em prática com convicção. Sobrevém um conflito inconsciente, sugerindo dúvidas quanto à correção das nossas próprias decisões; não confiamos em nossa intuição. Muitas pessoas neste estado não se conscientizam de maneira alguma, de que, na verdade, sabem muita coisa. Passarão, portanto, a colher mais e mais informações, acumulando-as, em vez de trabalhar com elas. Por causa disso, seus conhecimentos não as ajudarão a adquirir suas próprias experiências de vida. E, no entanto, a certeza e a confiança em nossa própria capacidade de decidir só podem advir de uma experiência pessoal autêntica. Tendem a duvidar de sua capacidade de julgamento. Tendência a imitar atitudes dos outros não assumindo responsabilidade por suas experiências. Quando confrontados com a necessidade de fazer esco30

Formação Terapêutica em Florais de Bach


lhas eles conseguem perfeitamente tomar uma decisão – algo que os diferencia claramente das pessoas em estado Scleranthus. O problema surge apenas depois da decisão tomada, quando as dúvidas começam a inquietá-los e eles deixam de estar seguros sobre sua decisão. Eles vão colhendo opiniões e conselhos dos outros e acabam confusos ou fazendo algo que no fundo sabem e sentem não ser o mais apropriado. O uso deste floral trará uma atitude de tranquila certeza, de modo que nenhum argumento, por mais convincente que possa parecer, nos desviará de uma decisão que reconhecemos ser correta.

Especialmente indicado para: - crianças desatentas ou com curto período de concentração; - para pessoas que amam demais; - para pessoas que sofrem nas mãos de pessoas dominadoras, abusadas e opressoras, pois os tipos cerato são facilmente levados pelas emoções.

Cherry Plum Esse Floral relaciona-se com o princípio da franqueza e da compostura. No estado negativo de Cherry Plum, as pessoas têm medo de estar se encaminhando para um colapso, perdendo o domínio de si mesmas ou até da mente. Os nervos são esticados a ponto de arrebentar. Existe o medo de fazermos alguma coisa terrível a qualquer momento, de que nos arrependeremos pelo resto da vida, como magoar alguém ou a si mesmo. Forças destrutivas nascem dentro de nós, e sentimos que já não poderão ser controladas. Em estado extremo, existe um perigo real de suicídio. Do ponto de vista psicológico, há um medo de perder o domínio interior. Na prática, Cherry Plum é escolhido, às vezes, já na primeira prescrição. Isso revela o medo fundamental da personalidade de abrir-se mais para o processo de desenvolvimento. Este floral tem se revelado útil no tratamento de crianças que molham a cama. Essas crianças se controlam tanto durante o dia, que só podem deixar as ansieda31


des internas expressar-se com liberdade urinando espontaneamente à noite, quando não existe o controle consciente do corpo. Cherry Plum também tem proporcionado bom apoio na reabilitação de viciados em drogas. No estado positivo de Cherry Plum é possível entrar em profundidade no inconsciente e expressar e compreender as percepções intuitivas ganhas ali em termos de realidade.

Especialmente indicado para: - pessoas em recuperação de compulsões, vícios, entre outros, para evitar que se tenha recaídas; - para qualquer tipo de histeria; - para pessoas com tendência suicida; - para os pais que perdem o controle sobre os filhos. Fisicamente, cherry plum é indicado: - quando há perda do controle das funções fisiológicas; - em casos de espasmos musculares; - quando há perda dos movimentos do corpo, como os que encontramos em algumas formas de paralisia.

Chestnut Bud É indicado para as pessoas com dificuldade de aprendizagem e materialização. Uma pessoa no estado negativo de Chestnut Bud tende a repetir os mesmos erros e, aos olhos dos que a cercam, nunca aprende com as experiências. É difícil para estas pessoas fazer avaliações provisórias de uma situação e utilizar realmente as experiências de modo que lhe aproveitem no futuro. Em vez disso, sente o desejo ardente de entrar em aventuras novas, na base de ensaio e erro, e o fim será quase sempre o mesmo. Não ocorre a estas pessoas a idéia de perguntarem aos colegas que experiências tiveram no mesmo sentido, a fim de obter novos pontos de vista. Não há progresso, não há desenvolvimento. Incapazes de se beneficiarem da 32

Formação Terapêutica em Florais de Bach


experiência anterior, se vêem, reiteradamente, de mãos vazias. Nada há que lhes permita fundamentar suas decisões atuais, nem estabelecer nenhum princípio sobre o qual possam edificar para o futuro. Esta essência floral é altamente indicada no tratamento de crianças distraídas e desatentas, incapazes de prestar atenção. (* Cuidado! Não confundir com o estado de Clematis). Chestnut Bud ajuda a conseguir melhor coordenação entre a atividade do pensamento interior e a situação material tal qual é. Devagar, mas com segurança, a pessoa aprende a pensar nas coisas tranquilamente, sem pressão. Começa a aprender com a própria experiência e com a dos outros, para o futuro.

Especialmente indicado para: - pessoas que necessitam que as instruções sejam repetidas muitas vezes; - para estimular a memória; - para terapeutas de regressão reprogramar traumas de nascimento em geral.

Chicory Chicory relaciona-se com os potenciais da alma ligados à maternidade e ao amor desinteressado. No estado negativo de Chicory, estas qualidades se tornam negativas, concentrando-se egoisticamente no eu. Muitas crianças necessitam de Chicory. Conseguimos distingui-las desde o berço porque está sempre chamando a atenção da família, com lágrimas de contrariedade quando deixadas sozinhas. Crescendo, e contando que as lágrimas já não as levam a parte alguma, recorrem a truques novos. As pessoas no estado negativo de Chicory esperam muito dos outros. O exemplo clássico é o da supermãe que está sempre querendo interferir, organizar, criticar, ordenar e dirigir como disciplinadora rigorosa. Encontra a todo o momento alguma coisa para endireitar, sugerir ou criticar. Incrivelmente prestativa, 33


quase impõe suas atenções à família – e ai dela se não forem aceitas com gratidão. São pessoas cheias de carinho e de preocupação por seus familiares e amigos. No entanto, eles esperam receber o mesmo grau de amor e atenção de volta. Agem por interesse e se sentem menosprezados e injustamente feridos quando não recebem o que esperavam. Seu amor enorme pode fazer com que se aferrem aos seus seres queridos tentando manipulá-los e torná-los dependentes de si. As mães do tipo Chicory, na verdade, só se sentem felizes quando estão entre os seus. Nem todo filho acha fácil libertar-se de um amor de mãe tão possessivo. Alguns filhos e suas famílias permanecem debaixo do domínio materno por anos, deixando de alcançar fases importantes no desenvolvimento de suas relações conjugais. Em casos muito extremos podem desenvolver-se sintomas histéricos no estado negativo de Chicory, para ganhar a atenção e afeição dos demais. Atrás desta característica há uma profunda falta de realização, um vazio interior, não raro o sentimento de ser indesejado e nunca ter sido amado adequadamente. Não é incomum, no caso de crianças assim, terem tido uma infância sem amor. Alguns descrevem o sentimento como um buraco escuro, que precisa ser preenchido de afeto, reconhecimento e autossegurança muitas e muitas vezes. Usa-se uma vontade poderosa e toda a habilidade manipuladora para satisfazer esta necessidade. Sendo a pessoa incapaz de dar algum amor nesse estado vazio, subsiste nela um sentimento de incerteza interior e medo de todos os tipos de perdas. Devemos ter atenção a este estado, pois não são somente mães que vivem estas experiências, podendo ser retratada às esposas e filhos também. O tipo Chicory admite não gostar de perder, e isso se deve ao fato de serem possuídos por um ego arrogante. No estado positivo de Chicory, a grande energia maternal pode ser fluída positivamente, dar desinteressadamente, sem nada esperar em troca, nem mesmo em nosso coração. Essa essência poderá ajudar as pessoas muito possessivas que tendem a manter o controle sobre as outras e a dirigir suas vidas.

Especialmente indicado para: - cortar as amarras dos pais e dos filhos no momento de mandar os filhos para a escola; - nos rompimentos dos relacionamentos; - aceitação de falecimento; - crianças egoístas, que não dividem seus brinquedos com ninguém; 34

Formação Terapêutica em Florais de Bach


- para crianças e adultos que usam todo tipo de manipulação para conseguirem o que querem, como choro, destruição, grito, agressão,...

Clematis Clematis relaciona-se com o potencial da alma ligado ao idealismo criativo. No estado negativo de Clematis, a personalidade procura tomar a menor parte possível na vida real, recolhendo-se ao seu próprio mundo de rica imaginação. Suas mentes divagam para fora do presente, para suas fantasias de futuro ou suas versões inventadas do presente. Costumam sonhar com acontecimentos futuros: futuros sucessos, empreendimentos e esforços criativos. Seu problema é não estarem suficientemente enraizados no mundo real para poder concretizar seus sonhos. As pessoas no estado de Clematis vagueiam entre os mundos. A realidade pouco as atrai, e, sempre que possível, elas se retiram do presente doloroso e vão para os seus castelos construídos no ar. Quando as coisas parecem estar ficando desagradáveis, ou mesmo difíceis, elas fazem sugestões totalmente irrealistas a respeito de uma possível solução ou se entregam a ilusões idealísticas. A memória pode ser fraca, e as minúcias só são recordadas com dificuldade. Sua animada vida interior não lhes deixa muito poder de concentração e foco. As pessoas do tipo Clematis sempre parecem um pouco sonolentas. Na realidade, nunca estão completamente despertas. Sendo a maior parte de sua energia psíquica utilizada em planos interiores, nunca veremos uma pessoa neste estado tornar-se violenta. As boas notícias são frequentemente recebidas por ela com a mesma irritante indiferença com que recebe as informações desfavoráveis. As pessoas do tipo Clematis revelam, às vezes, maior potencial criativo do que uma pessoa comum. Por isso mesmo, dedicam-se a ocupações em que se produzem sonhos, como no comércio da moda, indústria do cinema e no jornalismo. O problema que aí reside é que estas pessoas não refletem que o futuro é sempre modelado pelo presente. Um presente não modelado revela um futuro empobrecido e fraco. Clematis pode ser usado como 35


remédio a longo prazo, mas também pode ser útil no caso de estados mentais ou físicos passageiros, em que a alegria, a tristeza ou as circunstâncias físicas desviam a consciência da situação presente. O tipo Clematis é naturalmente sensitivo psiquicamente, e também empaticamente sensível ao sofrimento alheio. Especialmente indicado para: - os mais velhos, quando se desorientam facilmente; - melhorar a concentração para processos de meditação, prece, trabalhos de doação energética,... - pessoas que adormecem a qualquer momento e em qualquer lugar; - pessoas procrastinadoras; - adolescentes que se trancam no próprio quarto; - casais que optaram pela indiferença em vez da separação; - as pessoas quando são incapazes de se livrar de uma situação obsessiva, e a indiferença se torna a única forma de sobrevivência; - a pessoa quando é levada a abandonar uma situação, vencida pelo cansaço causado pela circunstância. Este floral é um dos componentes do Rescue Remedy devido à sua capacidade de restituir a consciência depois de um desmaio, um coma ou de qualquer trauma que tenha como consequência a pessoa ficar inconsciente.

Crab Apple Crab Apple é o estado de pessoas que têm idéias rigidamente definidas sobre o seu corpo e sua vida interior – sem mácula. O que quer que não esteja à altura desse ideal de pureza pessoal as confunde e perturba. Entristece-as, deixa-as, por vezes, desesperadas, e, no caso extremo, enche-as de aversão por si mesmas. Seja lá o que for, é geralmente alguma questão de importância relativa, comparada com a soma de energia interior que por ela se despende. As minúcias são colocadas debaixo da lente de aumento 36

Formação Terapêutica em Florais de Bach


dos nossos conceitos mentais limitados, e ficamos presos e perdidos nos pormenores. Este estresse inconsciente lhes dá, não raro, a sensação de estarem sujos e necessitados de purificação. Se os meios espirituais de purificação não lhes forem conhecidos, procurarão livrar-se dessas coisas por meios físicos. Isso assume, com freqüência, formas grotescas: limpeza do corpo ou da casa exagerada. Tem pessoas neste estado incapazes de beijar sem antes passarem um vaporizador na boca. No estado negativo de Crab Apple, que não passa de um ideal de pureza mal compreendido, o relacionamento com o próprio corpo muitas vezes não é harmônico. É de grande ajuda para aqueles que desgostam de sua aparência física ou personalidade. Uma energia positiva do tipo Crab Apple nos faz compreender que a desarmonia externa, em última análise, é sempre apenas o reflexo do nosso próprio desequilíbrio interior, estando em nós, portanto, a capacidade de realizar uma mudança interior e, desse modo, instituir também a harmonia exterior. A diferença de Crab Apple com os outros Remédios Florais é que este floral tem uma ação dupla definida. A purificação é lograda assim no nível mental como no físico. Alguns profissionais recomendam Crab Apple num resfriado ou para acabar com os efeitos colaterais de tratamentos com drogas poderosas (antibióticos, anestésicos). Alguns terapeutas do método Bach tomam uma combinação de Crab Apple e Walnut entre sessões, a fim de reduzir ao mínimo o efeito do campo de energia de outra pessoa. Essa essência vai limpar a mente trazendo à  tona os sentimentos de impureza, de auto desaprovação, tudo aquilo que causa desequilíbrio podendo se transformar em doença. Uma vez conscientizadas de suas dificuldades, as pessoas serão capazes de ver os fatos em suas reais proporções.

Especialmente indicado para: - durante e após um programa de desintoxicação alimentar, de drogas, café ou álcool; - fobia por limpeza; - sempre que for necessário livrar a mente dos pensamentos indesejáveis, principalmente ao meditar ou se concentrar; - quando se tem uma imagem negativa de si mesmo; - quando se está obsedado e envenenado por emoções negativas; sentimentos de culpa, vergonha, desesperança, questões relacionadas com a autoestima. 37


Fisicamente, por ser um depurador, este remédio purifica os ferimentos, lesões de pele, erupções e manchas de qualquer natureza, podendo ser manipulado em forma de pomada. Na gravidez, mulheres podem faze uso de Crab Apple para sentir-se mais atraente e orgulhosa de ser uma co-criadora junto com Deus.

Elm Elm relaciona-se com o princípio da responsabilidade. Em sua forma negativa, a pessoa passa por “momentos de fraqueza na vida dos fortes”, quando as pessoas de capacidade e responsabilidade acima da média se sentem, de repente, tão exaustas que já não se julgam à altura da tarefa proposta. A incapacidade de enfrentar exigências extremas, quando os problemas aparecem numa perspectiva deformada, é apenas temporária, e as pessoas em torno acham que o mundo virou de pernas para o ar quando o seu herói muito admirado e normalmente inabalável parece, de repente, pequeno e fraco. As pessoas do tipo Elm são detentoras de grande capacidade. Isso conduz a posições de responsabilidade, que elas, normalmente, têm força suficiente para enfrentar. As pessoas com a qualidade de Elm identificam-se plenamente com a sua tarefa e com a sua vocação, para grande benefício de todos em geral. Entretanto, por vezes se esquecem de que são, também, meros indivíduos, com necessidades altamente pessoais e limites físicos. Daí, quando estes limites são ultrapassados passam por uma súbita exaustão, acompanhada de crise. A energia da flor de Elm foi corretamente definida como “sais aromáticos psicológicos”. Elm dará força ao forte em momentos de fraqueza. Irá despertá-lo do sonho da inadequação impotente, fazendo-o pôr os dois pés no chão da realidade outra vez.

Especialmente indicado para: - aumentar a capacidade de manter o foco de alguém no momento presente. Com Elm, a mente é capaz de se concentrar numa tarefa e 38

Formação Terapêutica em Florais de Bach


completá-la, enquanto você se mantém tranquilo e controlado; - diminuir a depressão causada por emoções opressoras, tais como a sensação de incapacidade de terminar uma tarefa; - quando nos sentimos oprimidos por muitas responsabilidades. Fisicamente, Elm ajuda a diminuir a pressão.

Gentian Gentian está ligado à capacidade de ver dificuldades sem se desesperar. As pessoas no estado negativo de Gentian desanimam fácil frente às dificuldades que surgem, seja no trabalho ou problemas de saúde e outros. A pessoa frequentemente necessitada deste floral é alguém que gostaria de acreditar, mas no menor indício de obstáculo elas desistem. Analisa, pondera, indaga, e o resultado dessa atividade mental incessante geralmente parece deprimente. Infelizmente, uma pessoa no estado de Gentian não compreende que, com a expectativa duvidosa, os acontecimentos só podem tomar um curso duvidoso. O eterno pessimista, que sente satisfação em constatar o quanto as coisas vão mal para ele e para o mundo, o cético persistente, que só se sente bem quando é capaz de aborrecer-se com alguma coisa – estes são os extremos do estado de Gentian. Um paciente típico de Gentian – e um profissional – alimentará naturalmente, uma dúvida no canto do coração quanto à eficácia dos Florais, embora possa ver que eles são eficazes. Gentian é de grande auxílio em casos de sentimentos depressivos evocados por uma circunstância conhecida (morte do cônjuge, desemprego continuado, velhos internados em asilos,...). Espiritualmente, este estado pode ser visto como um bloqueio no plano mental. Um ceticismo saudável se transforma numa necessidade compulsiva de questionar tudo. Gentian ajuda na construção da fé, porém não de uma fé cega. Uma pessoa que voltou, com a ajuda de Gentian já não entrará em pânico ao encontrar obstáculos, e é sempre capaz de ver a luz na escuridão. Na prática, Gentian revelou-se muito útil para crianças nervosas e desanimadas em razão de problemas insignificantes surgidos na classe, que não querem voltar à escola. É extremamente útil quando acontecem casos de 39


regressões temporárias no curso de qualquer forma de tratamento. Acima de tudo, porém, Gentian ajuda os que não conseguem ser auxiliados pela psicoterapia.

Especialmente indicado para: - suportar doenças debilitantes, pois evita a depressão que frequentemente afeta o paciente por causa de uma recuperação demorada; - recaídas durante a desintoxicação no uso de drogas; - para todo tipo de convalescença em qualquer idade; - quando se perde o gosto pela vida por causa de dificuldades de qualquer natureza; - sempre que se perde a fé.

Gorse Gorse encarna a qualidade da alma ligada à esperança e a fé. No estado negativo de Gorse, a esperança foi abandonada. As pessoas neste estado parecem, não raro, com crianças de “porão”. De rostos amarelos ou pálidos como cera, e sombras escuras debaixo dos olhos. Muitos pacientes do tipo Gorse esperam que tudo, graças a um milagre e que principalmente alguém faça por elas, acabará dando certo, em lugar de compreender que a recuperação, em última análise, só pode vir de dentro, sempre. Se tal propósito for reconhecido e aceito, consciente ou inconscientemente, toda a situação interior se modificará de uma vez só. A essência de Gorse vai ajudar as pessoas que se encontram num estado de desespero e pessimismo a assumir uma postura diferente frente à vida, adquirindo mais energia para superar os problemas, ganhando novas forças e esperanças. Aprenderá a suportar os sofrimentos sem lamentar, tendo compreendido que nós, muitas vezes, aprendemos mais com as provações e experiências dolorosas.

Especialmente indicado para: 40

Formação Terapêutica em Florais de Bach


- lutar contra doença terminais; - em qualquer situação prolongada em que não haja melhora, ou quando outros florais ou qualquer tratamento parece ter falhado; - quando nos preocupamos com os assuntos relacionados ao “pai”, ao “masculino” no processo de cura da criança interior, assim como no trabalho de autoanálise. Distinções entre Gentian e Gorse: Gentian é muitas vezes confundido com Gorse, que também é um remédio para o desânimo quando algo não deu certo. A diferença entre eles é o grau de emoção. Em estado Gorse a pessoa já decidiu desistir de tentar. A pessoa se recusa a ser encorajada e, mesmo que procure uma solução, ela o fará relutantemente, assegurando a todo o mundo que não vale a pena tentar. Em estado Gentian, a pessoa é menos pessimista e está mais bem preparada para tentar de novo.

Heather Heather relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à empatia e à disposição para ajudar. No estado negativo de Heather, só nos preocupamos conosco e com os nossos problemas, e até tentamos resolvê-los à custa de outros. Esse estado tanto pode ser do tipo extrovertido quanto introvertido. No estado extrovertido, em situações extremas, a pessoa experimenta quase uma necessidade compulsiva de falar sobre si mesma. Precisa sempre de um auditório, que a ouça discorrer sobre os seus problemas terrivelmente importantes ou sobre as grandes coisas que ela fez. Sentem um impulso irresistível de descarregar tudo o que lhes acontece contando-o a outros. Monopolizam a conversa em um grupo, conduzindo habilmente o assunto para o que lhes diz respeito. Elas não nos deixarão afastar-nos facilmente depois de haver-nos agarrado. Chegará bem perto de nós ao falar conosco, seguindo-nos quando recuamos, até nos encostar na parede, e, se for necessário, puxará nossa roupa para deter-nos ou nos tocará constantemente para ter nossa atenção. Os tipos extrovertidos de Heather, em casos extremos, nem sequer se importam com quem estão falando, contanto que possam falar. O “Eu” é o foco e o centro de todos os pensamentos e aspirações no estado de Heather. A enorme pressão que 41


aplicam automaticamente faz com que as pessoas que deles se aproximam recuem. A afeição por que o tipo Heather tanto anseia, por conseguinte, é repelida pela sua própria atitude, e, embora tenha um auditório, ele permanece só em seu interior. Se a pessoa do tipo Heather for introvertida, será mais evidente a preocupação com os próprios assuntos. Pessoas nessas condições não precisam dizer muita coisa, mas os pensamentos centrados em si mesmas, que lhes atravessam de contínuo a mente são óbvios para qualquer pessoa de fora. A essência de Heather deixará a pessoa como boa ouvinte quanto pode ser. Apresentará grande empatia, verá o mundo além de si mesmo e, se a situação o exigir, será capaz de ser muito atenciosa para com as outras pessoas, e envolver-se totalmente em alguma coisa que precisa ser feita.

Especialmente indicado para: - crianças que não sabem brincar sozinhas; - crianças que sempre querem colo, esteja você ocupado ou não (a criança heather é muito criativa quando quer atenção só para si); - para carência afetiva em geral (preenche o vazio da solidão); - para os que falam muito, descrevendo em detalhes cada minuto do seu dia, da sua doença ou dos problemas da vida; - ajuda a pessoa a aprender a dar valor aos momentos de quietude quando sozinha consigo mesma.

Holly Ele é frequentemente tido como o remédio para a ira, mas não é necessariamente essa sua aplicação. O Remédio Floral Holly encarna o princípio do amor divino, amor que mantém este mundo e que é maior do que a razão humana (amor incondicional). Se esse grande poder de amor não obtiver aceitação, transformar-se-á no oposto: negação, separação e ódio. Esta é a causa mais profunda de todos os outros acontecimentos negativos da vida. Se saltarmos fora da corrente do amor, o coração endurecerá, e nós nos veremos dolorosamente isolados, cortados e separados de tudo. Sendo o 42

Formação Terapêutica em Florais de Bach


amor uma força tão tremenda, seu lado sombrio também se expressa em sentimentos poderosíssimos: inveja, vingança, ódio, ciúme, ressentimento, maldade. Tais sentimentos, dos quais nenhum de nós se acha de todo livre, ou se exprimem publicamente ou subsistem em níveis mais inconscientes, quando podem formar a base emocional de graves enfermidades. Esta é, portanto, a razão particular por que precisamos reconhecer esses sentimentos negativos, profundamente humanos, em nós mesmos, pois eles espelham nossas necessidades mais íntimas. Mostram o que não temos, mas gostaríamos de ter e, destarte, nos proporcionam a oportunidade de canalizar os esforços certos para obtê-los. O ciúme mórbido, que busca, veementemente, alguma coisa que cause sofrimento é um exemplo clássico, trágico, do desejo de amor num aspecto negativo. No caso do ciúme, cumpre fazermos distinção entre o estado mórbido e o “normal”. Este último sobrevirá temporariamente em todo relacionamento amoroso e de forma saudável. Quando os sentimentos mais altos de amor são ativados, a sua contraparte será também inevitavelmente ativada; eis aí uma lei que fornece o ímpeto para um novo passo de desenvolvimento. Devemos prestar especial atenção às pessoas que se dizem tão tolerantes que não conhecem o ciúme. É muito pouco provável que se trate de uma pessoa serena, sábia. Um caso extremamente favorável para se administrar o Holly é de quando nasce um segundo filho. O primeiro sempre se mostra enciumado. Outro caso se refere a cachorros que manifestam ciúme quando postos, de repente, diante de um nenê da família. Holly nos protege de tudo o que não é Amor Universal, abrindo nosso coração e nos unindo ao Amor Divino. Holly ajudará a equilibrar as emoções, retomando a harmonia interior.

Especialmente indicado para: - pessoas muito ciumentas, raivosas, agressivas, gananciosas, revoltadas, vingativas e que guardam muita mágoa, não possuindo a capacidade de perdoar; - para criar a capacidade de aceitação de si e dos outros; - Quando não se gosta de partes do corpo ou de si como um todo a ponto de cometer atos agressivos contra o corpo; - para pessoas com acesso de mau humor; - trabalha a raiva e a revolta após uma perda. Holly era recomendado pelo Dr. Bach quando todos os outros remédios falhavam.

43


Honeysuckle Honeysuckle relaciona-se com o princípio da capacidade para mudança e para estabelecer vínculos. A pessoa no estado de Honeysuckle vive mentalmente, em grande parte, no passado. Ignora o fato de que um dos princípios mais importantes da vida é a mudança constante, de que tudo está num estado de fluxo. São incapazes de fazer uma conexão viva entre o que foi e o que é. O estado do tipo Honeysuckle é compreensível e, de certo modo, normal, nos idosos que se encontram no processo de “acertar suas contas internas”. As pessoas neste estado abarcam o pesar pelas oportunidades perdidas, pelas possibilidades que se foram, e pelas esperanças não realizadas. “Este é o remédio para aliviar a mente dos pesares e das tristezas do passado, para neutralizar todas as influências, todos os anelos e desejos do passado e para trazer-nos de volta ao presente” (Edward Bach). No estado transformado de Honeysuckle temos uma conexão viva com o passado, aprendendo com ele, mas sem nos agarrarmos a ele ou revivermos desnecessariamente. Na psicologia de grupo ou na hipnose regressiva este floral ajuda a estabelecer o elo entre o passado e o presente, e assegura que se dê a este passado o seu justo valor. Diferença entre Honeysuckle e Clematis: Honeysuckle: foge para o passado e nada espera de positivo do presente ou do futuro. Clematis: foge do presente para uma vida de fantasia, à espera de um futuro melhor.

Especialmente indicado para: - para os obcecados por velhos relacionamentos, sendo incapazes de começar uma vida nova; - para pessoas que anseiam por um amor perdido que nunca co44

Formação Terapêutica em Florais de Bach


nheceram e cuja lembrança parece que os persegue; - para crianças adotadas, que não se lembram dos pais biológicos; - para pessoas que não conseguem retomar a vida após a morte de um ente querido; - para pessoas que sentem remorso por seus “pecados”; - para os idosos se sentirem úteis novamente; - para quem está desempregado há muito tempo; - pessoas que lamentam por não terem uma condição física ou financeira igual a que tinha no passado.

Hornbeam Hornbeam associa-se ao potencial da alma ligado à vitalidade interior. Em seu estado negativo sentimos grande cansaço e exaustão, muito embora isso ocorra na mente. Toda pessoa que trabalha em escritório conhece a sensação provocada pelo despertador ao soar na segunda-feira de manhã e pela rotina enfadonha que ela tem pela frente. O que se anuncia é uma semana de trabalho familiar e monótona, que faz muitas exigências. Tudo isso avulta diante de nós, qual montanha escura, e sentimos que nos faltam forças para enfrentá-la; embora, quase sempre, acabemos enfrentando. Enfiamos na cabeça um número muito maior de impressões do que as que somos capazes de assimilar mentalmente, e, com a cabeça pesada, achamos difícil levantar de manhã. Vivemos uma vida padronizada, em que até o lazer e os feriados seguem o padrão estabelecido e parecem, às vezes, mais uma obrigação do que qualquer outra coisa. O interessante é que a fadiga de Hornbean desaparece instantaneamente quando sobrevém alguma coisa fora do comum, que desafia a pessoa em outro nível, puxando-a para fora de sua rotina mental. Hornbean raramente aparece sozinho num diagnóstico. Vem amiúde combinado com Olive, Gentian ou White Chestnut. Este floral estimula a iniciativa própria, incentivando a pessoa a levantar logo cedo e a pensar que o dia será produtivo. 45


Indicado para sensações de cansaço, exaustão mental. Essa exaustão está ligada ao excesso de rotina. A essência funciona como um tônico que vai ajudar a adquirir mais energia para lidar com o cotidiano. Diferenças entre o cansaço de Hornbean e Olive: Hornbean: cansaço produzido por um estilo de vida unilateral, sobretudo no plano mental. Olive: exaustão genuína, em virtude de a pessoa ter se desgastado totalmente em diversos planos, inclusive físico.

Especialmente indicado para: - tédio com o trabalho, não consegue mais ficar lá; - pessoa que tem que trabalhar com alguém com quem não se dá bem; - pessoas que estão sendo vítimas de assédio sexual; - pessoas que ficam embaraçadas de pedir emprego; - sempre que haja debilidade mental; - quando se tem medo do amanhã; - sempre que precisamos der força para enfrentar uma situação.

Impatiens Impatiens relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à paciência e à delicadeza. No estado negativo de Impatiens, somos impacientes, ansiosos e nossa tensão interior tende a tornar-nos irritadiços para com os demais. Não é prudente fazer algum comentário crítico a alguém que se acha no estado negativo de Impatiens. É muito provável que ele se encolerize, se bem que a cólera passe tão depressa quanto veio. O fato deplorável é que estas pessoas não assumem o seu papel com alegria. Não ambicionam comandar, à diferença do tipo Vine, por exemplo. Preferem trabalhar sozinhas e fazer as coisas de acordo com o seu próprio ritmo, sem nenhuma interferência de fora. A independência lhes é muito cara. O tipo Impatiens conhece suas dificuldades e, quando se encontra num estado de espírito 46

Formação Terapêutica em Florais de Bach


igual, abrem-se aos bons conselhos e são gratos a eles. O estado do tipo Impatiens, por via de regra, é óbvio, pois essas pessoas são naturalmente extrovertidas. Quando não revelam o seu estado com palavras, fazem-no por meio de gestos nervosos. Quando os gestos também não o revelam, o estado é, às vezes, indicado por erupções cutâneas, irritações de pele,...

Especialmente indicado para: - os doentes que anseiam uma rápida recuperação (ajuda a pessoa a relaxar e a deixar que as coisas aconteçam no seu devido tempo); - ajuda os processos de compulsão, pois diminuem o estado de ansiedade; - pessoas ansiosas ou impacientes; - diminuir as frustrações; - trabalhar o perdão. Impatiens está no Rescue Remedy por que diminui a dor. O DR. Bach escreveu, “... em muitos casos, Impatiens ajuda na solução de problemas dos nervos, alivia a dor intensa da enxaqueca, da ciática, das nevralgias agudas, e dores relacionadas com doenças malignas”. Por isso, é indicado para a dor profunda e aguda, independentemente de qual seja a causa.

Larch Larch relaciona-se com a qualidade da alma ligada à confiança em si. No estado negativo de Larch, a pessoa se sente inferior aos outros desde o princípio. Já não se trata de duvidar das próprias capacidades, mas de uma absoluta convicção de inferioridade. Não se consideram tão bons ou capazes como os que estão ao seu redor, que esperam pelo fracasso e sentem que nunca serão um sucesso. Deste modo, não se arriscam nem se esforçam o suficiente para tentar prosperar. Os fundamentos deste sentimento autêntico de inferioridade foram, em regra geral, assentados na infância, e até antes disso. As pessoas que têm necessidade frequente de Larch são 47


também delicadamente estruturadas do ponto de vista psicológico, e nem sempre tem robustez e poder de decisão suficientes para resistir à programação negativa que lhes é inerente. O que é uma pena, pois elas são, não só igualmente capazes, mas, na verdade, mais capazes do que os outros. A energia de Larch ajuda a dissolver os conceitos fixos, auto limitantes da personalidade e permite a fruição do verdadeiro potencial. Usa-se Larch, na prática, assim para tratamento em longo prazo, como para lidar com problemas temporários relacionados com a confiança em si mesmo. Indicado para as pessoas com problemas de autoestima. São convictas de sua inferioridade.

Especialmente indicado para: - quando se requer confiança para tomar uma iniciativa própria; - para tomar as rédeas da própria vida, pois o tipo Larch tem medo de tentar, por temer o fracasso; - gerar estima e respeito por si mesmo.

Mimulus Mimulus relaciona-se com a qualidade da alma ligada à coragem e à confiança. No estado negativo de Mimulus precisamos aprender a superar nossos medos. As pessoas do tipo Mimulus têm medos concretos. São medos tangíveis, que surgem na vida de todos os dias. Essas pessoas nunca falarão espontaneamente de seus temores, mas se lhes for feita uma pergunta direta, esta produzirá mais e mais ansiedades e medos. Os tipos de Mimulus podem, na presença dos outros, ruborizar-se ou sentir de repente um entalo na garganta. Outras falam demais, por puro nervosismo, dão risadinhas abafadas e despropositadas, ou ficam com as palmas das mãos úmidas. Existem também as que são capazes de disfarçar o seu estado dando a impressão de serem fortes e extrovertidas na vida de todos os dias. Só quando lhes dirigimos um segundo olhar reparamos que elas, em realidade, são reservadas e sensíveis, e que, bem no fundo do coração, 48

Formação Terapêutica em Florais de Bach


realmente não querem saber de muita intimidade com o mundo. As pessoas do tipo Mimulus habitualmente pacíficas, sobretudo pela sua sensibilidade, mesmo que sofram um ataque de raiva, este nunca será muito violento. Tomando Mimulus, encontramos o caminho para sair da confusão de medos e ansiedades. Quando Mimulus aparece na entrevista para o diagnóstico, o medo concreto do momento deve ser mencionado especificamente mais de uma vez na conversação, e deve dizer-se que Mimulus ajudará a resolver o bloqueio.

Especialmente indicado para: - medos conhecidos (altura, água, escuro, animais, doença, palco, falar em público, insetos...); - medo do sucesso ou fracasso; - vergonha e timidez; - problemas relacionados com o abuso, abandono ou rejeição; - para gagueira; - para dormir, pois alguns do tipo Mimulus tem problemas para dormir com ou sem a interferência de barulho; - quando uma doença não responde ao tratamento.

Mustard Mustard relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à jovialidade e à serenidade. No estado negativo de Mustard, uma depressão negra cai sobre a pessoa como nuvem escura. Tendem a canalizar sua energia totalmente para dentro de si levando a um comportamento de introversão e à falta de sociabilidade. É o remédio para a depressão e para a tristeza profunda que se aloja sem causa aparente, como se caída do céu. As pessoas neste estado estão capazes de enumerar (e frequentemente enumeram) todas as razões pelas quais deveriam estar felizes e satisfeitas, porém tudo lhes parece cinzento e sem esperança. Este floral dissipa as nuvens negras que se apoderam de nós para que possamos de novo apreciar a alegria e a paz de nossas vidas. De um momento para o outro, desce a melancolia, uma tristeza inesperada, desaparecendo tão subitamente quanto apareceu. Ou49


ve-se um suspiro de alívio e gratidão – até a descida da nuvem seguinte. Demonstrou a experiência que o estado de Mustard se alivia assim que é aceito, e a pessoa passa, consciente, pelo estado de tristeza e se libera. O estado de Mustard ocorre antes de se darem passos decisivos no desenvolvimento. No transcurso do desenvolvimento espiritual, quase todas as pessoas passam pelas fases negativas de Mustard, de modo que também podemos experimentar essa escura energia cósmica dentro de nós mesmos, viver dolorosamente no meio dela, e transformá-la. As pessoas que estiverem no estado positivo de Mustard terão uma sensação de alegre serenidade interior, que as acompanhará tantos nos dias cinzentos quanto nos ensolarados. Ainda vêem as nuvens negras, mas não se deixam deprimir por elas.

Especialmente indicado para: - depressão; - É um instrumento eficiente na busca de reações inexplicáveis e recorrentes como: choro incontrolável; raiva de um dos pais; acessos de raiva,...;

Oak Oak relaciona-se com o potencial da alma ligado à força e à resistência. No estado negativo de Oak esses traços do caráter são manejados com excessiva rigidez. A vida é uma luta constante, e a pessoa do tipo Oak tem todos os atributos do vencedor: forças inatas de resistência, resistência quase sobre-humana, tremenda força de vontade, coragem, devoção ao dever, esperança inquebrantável e altos ideais. A personalidade do tipo Oak esqueceu que não é apenas a realização e a vitória que tornam a vida digna de ser vivida, e aqueles lutadores formidáveis também encontrarão forças para novos feitos nos mais sutis, alegres, ou ternos momentos da existência. Se ela não permitir a si mesmo esse intervalos criativos, sua vida interior se tornará cada vez mais empobrecida. Ela trabalhará, mas seu coração não estará no trabalho. As pessoas com características do tipo Oak 50

Formação Terapêutica em Florais de Bach


não escolhem o caminho mais fácil. Elas sentem sempre uma relutância interior em parecer fraco aos olhos dos outros. Aborrecido, nem sempre justificadamente, por tornar-se dependente, fará qualquer coisa para não pedir ajuda a ninguém. Ajudam espontaneamente os outros e nada os fará mais descontentes e infelizes do que se sentirem incapazes de cumprir as obrigações que aceitaram, em virtude da saúde abalada. Nada os deixará mais deprimidos do que decepcionar os outros no que acreditam que os outros esperam deles. Os tipos Oak estão convencidos, no íntimo, da grandeza e da imortalidade de sua alma, e consideram-se na obrigação de trará com carinho essa herança. São muitos os aspetos positivos da pessoa Oak. Contudo, seu lado negativo é sua teimosa, sua recusa em descansar ou mesmo parar quando necessário. O floral é utilizado para ajudar a se manter firme perante a adversidade e, ao mesmo tempo, lhe ensina que é melhor parar do que quebrar diante da tensão. Oak, às vezes, confunde-se com Elm. A diferença chave entre eles é a seguinte: Elm: o trabalho é assumido como vocação. O estado de exaustão é temporário. OaK: o trabalho é visto, frequentemente, como um dever, um compromisso. A exaustão pode ser crônica. O oposto de Oak é o Gorse, que desiste diante das dificuldades. Oak nunca desiste.

Olive

O remédio floral Olive relaciona-se com o princípio da regeneração, da paz e do equilíbrio restaurado. Esta é a “calma que se segue à tempestade”, quando o corpo, a mente e o espírito estão totalmente exaustos e gastos depois de um longo período de grande tensão. O estado negativo do tipo Olive representa sempre uma reação de “gota d´água”. Você não quer ver mais nada, nem quer ouvir mais nada; quer apenas dormir ou ter permissão 51


para ficar ali sentado. O menor dos trabalhos, até o asseio diário, transforma-se num obstáculo intransponível. As pessoas que se encontram com frequência nesse estado terão de aprender a administrar convenientemente suas energias vitais. O seu erro consiste em se desgastarem completamente no nível da personalidade, onde as energias são limitadas, em lugar de extrair forças de fontes superiores. Existe energia disponível suficiente no Universo, e poderemos consegui-la se a solicitarmos com o estado de espírito correto, sabendo que não podemos existir escorados apenas em nossos próprios recursos. O estado de Olive é sempre um chamado à humildade e, ao mesmo tempo, um desafio para aprender a lidar adequadamente com a nossa energia vital, que é a energia divina. É o remédio para o cansaço e a exaustão depois de qualquer tipo de esforço físico ou mental intenso ou depois de um período prolongado de convalescença. Com a administração de Olive nos sentimos reenergizados, ou pelo menos, poderemos descansar plenamente. Distinção entre Olive e Hornbean: Olive: exaustão total do corpo, da mente e do espírito. Hornbean: o cansaço é mais mental.

Pine Pine relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à tristeza e ao perdão. Uma pessoa no estado negativo de Pine agarrar-se-á aos seus sentimentos de culpa, autocensura, são rigorosos ao julgar seus comportamentos. A culpa tempera muitas vezes todo o amor à vida de uma pessoa do tipo Pine, do que resulta que ela tende, fisicamente, a estar cansada e sem forças. A alegria de viver, praticamente, não desempenha papel algum na vida das pessoas do tipo Pine, que pertencem ao tipo que nunca está realmente satisfeita consigo mesma, a despeito de muitas experiências positivas, e censura-se por não ter se esforçado mais. Uma pessoa no estado negativo de Pine exige mais de si que dos outros, e, se não puder viver de acordo com 52

Formação Terapêutica em Florais de Bach


os altos padrões impostos a si mesma, recriminar-se-á desesperadamente em seu coração. Outro traço característico é a pessoa assumir a culpa pelos erros dos outros ou as vezes por seu estado de infelicidade, sentindo que partilha da responsabilidade. Parece que a pessoa neste estado está sempre pedindo desculpas, até por existir, faltando-lhe talvez a convicção, no fundo do coração, de que merece estar na terra. Nessas circunstâncias, em realidade, nada merecemos senão castigo e penitência, dolorosa e severa. E quando não vem punição alguma de cima, nós mesmos nos punimos. Eis a razão por que muitas pessoas no estado negativo de Pine carregam nas costas, inconscientemente, uma cruz feita por elas mesmas. Precisamos entender que é necessário cometer erros, e nos conscientizarmos de que erraremos a todo o tempo. Quem quer que se mantenha preso aos seus erros, incapaz de amar-se e perdoar-se a si mesmo, também será incapaz de amar e perdoar os outros. Na prática, Pine é acompanhado com freqüência de Willow ou de Holly.

Eszecialmente indicado para: - quando alguém não consegue se sentir “bom o bastante”; - para os super-realizadores, que nunca estão satisfeitos, que sempre estão se punindo e tomando todas as responsabilidades para si; - para os que estão sempre se desculpando, mesmo sem estarem errados (o tipo pine toma para si os erros alheios); - para os filhos que admitem não ser bons o bastante em virtude da expectativa dos pais; - para desfrutar das coisas boas que a vida proporciona, pois o tipo pine não se considera merecedor; dessa forma, aguarda ou anseia que um infortúnio se abata sobre ele (este floral cria uma atitude de vencedor); - para as pessoas com dificuldade de valorização no trabalho, que não cobram pelos seus serviços por acharem sempre pouco o que fizeram; aqueles que possuem uma consciência de pobreza e que acham que não merecem receber pagamento pelos seus serviços, não se valorizando como pessoas (isso ocorre muito com as pessoas que trabalham com curas espirituais). - para aumentar o amor próprio; - para aliviar qualquer tipo de culpa.

53


Red Chestnut Red Chestnut relaciona-se com os potenciais da alma ligados à solicitude e ao amor ao próximo. Característica típica do estado de Red Chestnut é o poderoso vínculo de energia entre dois indivíduos. Os caracteres deste tipo são, aparentemente, altruístas nos cuidados que dispensam aos outros, sempre imaginando o pior que pode acontecer. Estes personagens sofrem pelos entes amados. Falando fundamentalmente, o estado de Red Chestnut não é mais que uma “conexão no nível errado”, nível subjetivo, emocional, oprimido por ansiedades da personalidade, mais que num nível espiritual, entre o “Eu Superior” das duas pessoas. Neste caso, o conceito de amor ao próximo é egoisticamente mal interpretado. As pessoas neste estado precisam entender que as coisas “sempre se resolvem de maneira diferente da que imaginávamos”, e que é impossível, por maiores esforços que se faça, impedir que os outros sigam a sina que lhes foi destinada. Um bom número de especialistas relatou que este floral é usado com frequência por pessoas que precisam identificar-se vigorosamente com outras por motivos profissionais, como, por exemplo, enfermeiras ou conselheiros educativos. O Tipo Red Chestnut pensa que sua preocupação é uma demonstração de amor. Acha ainda que, ao se preocupar bastante, poderá impedir qualquer acontecimento negativo, quando na verdade estes pensamentos projetados sobre aqueles que ama provocam efeitos danosos negativos e destrutivos. Comparação entre Red Chestnut e Chicory no tocante aos cuidados extremos dispensados a outros: Red Chestnut: desinteressados na sua solicitude. Preocupam-se com os perigos que podem ameaçar os entes queridos. Não cobram a atenção dispensada. Chicory: Egoístas e possessivos em sua preocupação com os entes queridos. Cobram que os outros retribuam aquilo que lhes foi proporcionado.

Especialmente indicado para: - pessoas pessimistas, cujas afirmações começam sempre com a expressão “e se”; - para os insones que frequentemente são perturbados por preocupações com tudo e todos; - Red Chestnut se mostrou proveitoso durante o desmame. 54

Formação Terapêutica em Florais de Bach


Rock Rose Relacionam-se com as qualidades da alma ligadas à coragem e à firmeza. É um dos componentes mais importantes do remédio Rescue. Uma personalidade no estado negativo de Rock Rose vive debaixo de uma ameaça crítica, mental e, não raro, física também. São momentos de crise, situações excepcionais, como acidentes, moléstia repentina, desastres naturais, quando o ser humano é impotente para enfrentar a investida das energias elementais. Todos os estados do tipo Rock Rose são dramáticos por dentro, ainda que as circunstâncias externas não sejam tão ameaçadoras assim. Em todo caso, a personalidade se encontra num estado agudo de emergência. As crianças que acordam gritando por causa de um pesadelo devem ministrar-se golezinhos de Rock Rose até que se acalmem outra vez. Alguém que tenha escapado de um acidente de automóvel por um fio, e ainda sente medo nos ossos, conhece o estado negativo de Rock Rose. Neste caso, as pessoas sentem como se tivessem levado um murro no estômago, pois a função do plexo solar foi sobrecarregada. Dizem os sensitivos que o chacra do plexo solar ou umbilical “fica paralisado numa posição inteiramente aberta”. Algumas pessoas sentem o plexo solar como um buraco dolorido, ou uma pedra na boca do estômago. A pessoa neste estado julga-se desamparada. Sua sangue de medo e possui sentimento de terror, ansiedades que aumentam progressivamente e a pessoa fica paralisada em função deste medo. A emanação do medo impregna-lhe toda a aura. A energia de Rock Rose liberta a personalidade do medo congelante. O medo converte-se em coragem. É indicado com muita frequência para crianças, ainda menos estáveis em sua psique. Mas há também tipos autênticos de Rock Rose entre adultos, embora nem sempre pareçam tão nervosos exteriormente. Rock Rose já se revelou, muitas vezes, proveitoso para pessoas viciadas em drogas. Extremamente útil também para pessoas que sofrem de síndrome do pânico. É excelente para pessoas que acabaram de passar por um trauma ou que já estabeleceram uma fobia para descongelar a situação do inconsciente.

É o remédio do resgate. Indicado para todas as situações que causam terror ou pânico. 55


Especialmente indicado para: - ajuda a superar os problemas dos tipos fóbicos e paranóicos; - indicado em casos de acidentes ou doença súbita; - acalma a personalidade histérica, dramática e muito excitável; - para crianças que gritam e têm crises emocionais anormais; - para fanáticos; - dá coragem para seguir em frente quando se tem uma doença paralisante ou terminal, apesar de todas as dificuldades.

Rock Water Rock Water relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à adaptabilidade e à liberdade interior. A pessoa no estado negativo de Rock Water vê-se embaraçada em máximas e idéias teóricas rígidas, divorciadas da realidade. Depois de erguerem um monumento de pedra de elevados conceitos e ideais espirituais, diretrizes morais, e conceitos perfeccionistas de saúde, tais pessoas se sentem insignificantes diante dessa imagem monumental e se cobram de viver à risca estes conceitos mal compreendidos. A pessoa no estado negativo de Rock Water negará a si mesma muitas coisas que tornam a vida de cada dia mais agradável e divertida, na crença de que elas não se coadunam com a sua visão rígida e, muitas vezes, positivamente ascética, da vida. A pessoa no estado extremo de Rock Water também quer ser um exemplo para os demais; espera tranquilamente induzir os outros a adotarem suas idéias, de modo que estes também encontrem o “caminho certo”. Muitas destas pessoas querem ser santas enquanto estão na terra. Entretanto, em divergência com as pessoas do tipo Vine, as pessoas do tipo Rock Water não tentarão impor suas próprias filosofias à outra pessoa, pois existe neste caso uma tendência à presunção, uma forma sublime de orgulho espiritual, à hipocrisia. As pessoas no estado negativo de Rock Water precisam ser estimuladas a encarar a sua verdadeira personalidade frente a frente, cientes de que “ninguém é perfeito”, e renunciar a teorias arrogantes. Devem lançar de si suas férreas restrições e não mais negar a si mesmos os prazeres da vida. Os casos extremos de Rock Water do tipo acima descrito não são muito comuns. Porém, é indicado com frequência, para as pessoas muito austeras em seu modo de viver; que negam a si mesmas 56

Formação Terapêutica em Florais de Bach


qualquer alegria ou prazer, pois consideram que isso interferiria negativamente na sua missão ou trabalho. São teimosos e inflexíveis.

Especialmente indicado para:

- aumentar a flexibilidade tanto física quanto mental, ajudando na rigidez das juntas. - ajudar a não sermos tão incisivos, ansiando e esperando que alguém viva segundo nossas regras e estilo de vida.

Scleranthus Scleranthus relaciona-se com os potenciais da alma ligados ao aprumo e ao equilíbrio. Uma pessoa em seu estado negativo vacila entre dois extremos. Todo impulso extremo será suficiente para provocar uma reação, primeiro de um jeito, depois de outro. É como uma balança em constante movimento, oscilando de um extremo a outro – extremamente ativo ou completamente apático; num dia entusiasmado por uma idéia nova, no dia seguinte completamente desinteressado. Muda de idéia de uma hora para outra. Essa mudança contínua de estados de espírito e opiniões faz as pessoas do tipo Scleranthus parecerem instáveis e indignos de confiança aos olhos dos outros. Quando estão sozinhas e tentam pensar no que de fato desejam, nunca chegam a uma decisão, mas continuam oscilando ineficazmente de um lado para outro entre duas possibilidades, durante semanas, e até meses. Porém, não compartilham estas indecisões com ninguém, tentando sempre encontrar suas próprias soluções, por mais tempo que isso demore. Apresentam grande flutuação de humor.

O tipo de constante hesitação mental causa uma diminuição crônica de energia. Scleranthus age para que sejamos mais confiantes, mais firmes numa decisão. Estabiliza e equilibra as pessoas que tem: - flutuação de humor; - distúrbio bipolar; 57


- desequilíbrio entre Yin e Yang; - desequilíbrio entre saúde mental e loucura; - personalidades instáveis, volúveis, que não se sabe se serão agressivas ou agradáveis. Fisicamente, é muito utilizado no tratamento de problemas de cunho unilateral como: - dores de cabeça de um lado só; - dores em geral localizadas em um lado só do corpo; - derrame cerebral ou ataque cardíaco; - paralisias de um lado só do corpo; - para pessoas com problema de equilíbrio.

Star of Bethlehem Star of Bethlehem relaciona-se com os potenciais da alma ligados ao despertar e à reorientação. Uma pessoa em seu estado negativo permanece numa espécie de entorpecimento interior. Este floral é indicado para todas as consequências de experiências traumáticas (físicas, mentais e espirituais). Neutraliza toda e qualquer forma de trauma energético, restaurando rapidamente o mecanismo auto curativo do corpo. Trauma é todo impacto direto de energia que o nosso sistema energético se recusa a enfrentar, reagindo a ele com deformação, independentemente de ter sido ou não a deformação registrada pela personalidade. Todo trauma energético viverá sempre no sistema de energia, causando certo grau de paralisia na área sob a sua influência. As experiências traumáticas podem manifestar-se meses ou anos mais tarde, como diferentes doenças “psicossomáticas”. Cada personalidade reagirá à sua maneira, em seu determinado ponto fraco orgânico. Este floral é muito usado na prática diária, pela simples razão de que ninguém, hoje em dia, escapa de acontecimentos traumáticos. É preciso pensar neste remédio, assim como o holly e wild oat, nos casos em que não houve, até então, nenhuma resposta verdadeira ao tratamento. Pode haver um choque 58

Formação Terapêutica em Florais de Bach


inconsciente alojado no sistema, bloqueando tudo. Em se tratando de condições psicossomáticas, que se revelam resistentes ao tratamento, Star of Bethlehem dá resultados notáveis. Para o recém-nascido este floral é ministrado para recompor-se do trauma do nascimento, juntamente com Walnut para o ingresso numa nova forma de existência. Alguns especialistas sugerem que seja adicionado à água do banho. Os tratamentos destinados a superar traumas psíquicos, como o renascimento, por exemplo, obtém valioso apoio de Star of Bethlehem. É capaz de restaurar o poder autocurativo do corpo, neutralizando os sintomas do trauma independente se este é recente ou tenha acontecido há muito tempo. Em geral, este floral diminui os traumas físicos, mentais ou emocionais. A virtude de Star of Bethlehem reside na sua capacidade de consolar e confortar.

Sweet Chestnut Sweet Chestnut está ligado ao princípio da libertação. Uma pessoa no estado negativo de Sweet Chestnut chega ao ponto de estar convencida de que não há mais esperança nem ajuda para ela. Bach escreveu a respeito deste floral: “Este é único (remédio) para o terrível, o apavorante desespero mental, quando parece que a própria alma experimenta a sua destruição. É o desespero dos que sentem haver chegado ao limite da resistência”. Seu desespero é gritante. O estado negativo deste floral é o momento em que a personalidade sente-se inteiramente desamparada e desprotegida. Já não existe o ontem nem o amanhã, apenas um presente vazio e desesperado. A intensidade do sofrimento parece ir além do que se pode suportar, os limites da resistência são empurrados cada vez mais para frente. Sweet Chestnut sempre inicia novas etapas de desenvolvimento, como, por exemplo, o fim de um relacionamento destrutivo de longa data. O estado de Sweet Chestnut será também, muitas vezes, o Guardião do Limiar no princípio do desenvolvimento espiritual autêntico. O ser humano aprende o que realmente significa estar só, entenden59


do que somente assim, atirado totalmente de volta sobre si mesmo, pode abrir-se o caminho para outro nível de consciência ou de Deus. Compreendemos que tudo nos é tirado por que precisamos seguir de mãos vazias para poder agarrar a vida nova que vem ao nosso encontro; que precisamos dar-nos completamente para podermos renascer totalmente. As pessoas que se encontram no estado negativo de Sweet Chestnut estão sempre forcejando, como acontece com o tipo Agrimony, por esconder dos outros o seu desespero interior. Até em momentos de depressão extrema, nunca pensariam em dar fim a tudo aquilo, como as pessoas do tipo Cherry Plum podem fazer. Para os momentos de angústia tão grandes que parece insuportável, quando chegamos ao limite da resistência. O estado positivo de Sweet Chestnut é de confiança em Deus, por maior que seja a adversidade, é o momento em que se ouvem gritos de socorro e os milagres podem acontecer. Este floral ajuda-nos a atravessar períodos difíceis de transformação, sem nos perdemos no processo. Este floral pode prevenir uma “pane geral”. É de grande ajuda para qualquer tipo de baixa de resistência, como no caso de uma infecção sem gravidade, mas difícil de curar e no caso de baixa resistência orgânica.

Vervain Vervain relaciona-se com os potenciais da alma ligados à autodisciplina e ao comedimento. Uma chama interior brilha nas pessoas desse tipo, geralmente uma idéia positiva que as enche completamente, e elas não conseguem descansar enquanto toda a gente à sua volta não estiver convencida da idéia. Se sentem donas da verdade e não aceitam as diferenças individuais. Geralmente são pessoas que sacrificam o tempo de lazer e muitas horas da noite à “boa causa”, que nunca temem dizer o que precisa ser dito. Estão sempre à disposição, devotados ao seu papel, como atores. Com zelo missionário, tentam ganhar para a causa todos os que encontram, às vezes com êxito, outras sem ele. A razão é por que, no seu entusiasmo, acabam se excedendo, e são mais o protagonista apaixonado, que bombar60

Formação Terapêutica em Florais de Bach


deia os outros com argumentos, do que o diplomata habilidoso, que deixa o interlocutor falar. Com esse emprego excessivo da força de vontade, tendem a sacar em excesso sobre a conta de energia. Tensos e nervosos por dentro e por fora, reagem irados, quando as coisas não progridem tão bem quanto esperavam. Em decorrência disso, deixam-se envolver ainda mais, tentando extrair mais ainda de si mesmos. Nunca se permitirão um minuto livre em todo o correr do dia, e têm apenas umas poucas horas de sono durante a noite. Sua tensão muscular é colossal. Os tipos Vervain possuem uma extrema e interminável soma de energia e esperam que os outros sejam tão produtivos e “ligados” como eles. São pessoa realistas demais, que facilmente se “inflamam” com o estado de coisas do mundo.

Vervain ajuda-os a ser mais tolerantes com os que não optaram por se empenhar tanto quanto eles, nem acham necessário ser produtivos 24 horas por dia. Esse tipo pode ser superentusiasta, um benfeitor, em seu desejo de ajudar os outros. No entanto, precisa aprender a ser calmo, esperando que lhe peçam ajuda. Ajuda a compreendermos que não existe uma verdade absoluta, certo ou errado. Todos são abençoados com opinião própria para escolher o que é melhor para si. Vervain diminui a hiperatividade de adultos e crianças.

A diferença chave entre Vine e Vervain é: Vine: utiliza deliberadamente muita pressão para lograr as próprias finalidades egoísticas. Vervain: quer entusiasmar os outros com suas idéias, e em ansiedade excessiva utiliza demasiada pressão.

Vine Vine relaciona-se com o potencial da alma ligado à autoridade e à capacidade de sustentar convicções. Indicado para pessoas ávidas de poder, críticas, dominadoras e inflexíveis em suas atitudes. Pais tiranos e chefes autoritários são a típica imagem de um Vine. Eles esperam absoluta obediência dos demais e não estão minimamente preocupados em 61


conquistar seus corações ou suas mentes, desde que suas ordens sejam cumpridas. São muito capazes, seguros de si e não valorizam as opiniões dos outros. Uma pessoa no estado negativo extremo de Vine não tem qualquer respeito pela individualidade dos outros. Vine é uma forma de energia muito poderosa, que dá à pessoa qualidades de liderança acima da média. Estas pessoas são capazes, ambiciosas e insuperáveis quando se trata de força de vontade e presença de espírito. Encontrarão uma forma de sair de cada situação de crise, e sempre têm as rédeas nas mãos; na luta pela sobrevivência, são vitoriosas, familiarizadas com o sucesso. Mais cedo ou mais tarde, isso as conduzirá à convicção de infalibilidade, e elas pensarão estar fazendo, de fato, um favor aos outros quando lhes dizem como devem fazer as coisas, insistindo que estas sejam feitas à sua maneira. Uma pessoa neste estado perde todos os sentimentos para com as outras pessoas, caindo vítima das próprias idéias poderosas. Na prática, o estado de Vine aparece amiúde junto com os outros estados de alma mais fracos, dos tipos Mimulus, por exemplo, Pine, Larch ou Centaury. Pessoas muito convencidas, demais confiantes no sucesso, prepotentes. A ação virtuosa de Vine possibilita uma reconexão com os poderes inatos de soberania. Isso, por seu turno, desperta o respeito dos outros. Dessa forma, Vine deve ser dado sempre que alguém necessita de mais reconhecimento e respeito.

Walnut Walnut relaciona-se com as qualidades da alma ligadas a um novo começo, na adaptação às mudanças, tanto emocionais como corporais. Uma pessoa no estado de Walnut acha difícil dar o último passo, pois alguns aspectos negativos da sua personalidade ainda estão presos, consciente ou inconscientemente, a antigas decisões ou aos ligamentos do passado. Este floral é principalmente necessário em situações especiais da vida, em que estão a pique de ocorrer mudanças importantes. Dessa maneira, Walnut não só ajuda os novos começos na esfera mental e espiritual, mas se revela útil nas fases principais da mudança biológica. Todas as situa62

Formação Terapêutica em Florais de Bach


ções que envolvem uma mudança maior são fases de maior estresse, e, portanto, de maior instabilidade interior. Em períodos desse gênero, até caracteres estáveis, que normalmente sabem muito bem o que querem, tendem a vacilar. Inclinam-se a ouvir as advertências sugestivas e o ceticismo de outros, tornam a cair em hábitos antigos, enredam-se em devaneios sentimentais, idéias convencionais ou antigas tradições de família, correndo o risco de abandonar a decisão interior. Bach também chamou Walnut de “o quebrador de encantos”, pois ele ajuda a conseguir a libertação final das sombras e algemas do passado. Alguns terapeutas usam este floral para defender-se das irradiações de energia dos pacientes. Tem sido usado igualmente para fixar as energias do tratamento homeopático de alta potência e no tratamento de vícios, sobretudo o da nicotina.

É de grande utilidade para as pessoas que atuam em profissões que exigem um grande grau de intimidade com a clientela, para protegê-las de qualquer resquício das vibrações negativas de seus clientes, sejam emocionais ou físicas.

Water Violet Water Violet relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à humildade e à sabedoria. Uma pessoa no estado negativo de Water Violet não procede tão sabiamente quanto poderia proceder, recolhendo-se a uma reserva orgulhosa. Trata-se de desvios temporários. As pessoas com traços fortes de Water Violet têm habitualmente o domínio da personalidade altamente desenvolvido. Apresentam uma imagem de superioridade discreta e calma supremacia. Aos olhos dos outros podem parecer, portanto, inacessíveis. Geralmente se sentem isolados de seus semelhantes, achando difícil descer do pedestal. A camaradagem não é o seu forte; não sabem até onde deve chegar o seu coração; em caso de dúvida, preferem manter-se na reserva. É comum que estas pessoas caiam no defeito do orgulho e da arrogância. Por princípio, não interferem nos assuntos dos outros, assim também rejeitam a interferência de terceiros em sua vida, até quando estão mal. Geralmente possuem grande rigidez em todo o corpo devido à sua postura reta e altiva. Estas pessoas geralmente são admiradas como superiores, não só por serem conscien63


ciosas no trabalho, mas particularmente por que possuem a capacidade de ser algo como uma rocha calma e objetiva no meio da rebentação das emoções. Embora estejam quase sempre no topo das coisas, preferem empregar o tato no trabalho e nas ações, calmamente, dos bastidores.

São pessoas que, na saúde ou na doença, gostam de estar sós. Pessoas muito calmas, que se movimentam sem ruído, falam pouco, sendo, portanto, muito sutis. Independentes e autoconfiantes, essa pessoas não se deixam levar pela opinião dos outros. Distantes, deixam os outros sozinhos e seguem o seu próprio rumo. Costumam ser inteligentes e talentosas. Não interagem com outras pessoas, por isso não trocam experiências. Os tipos Water Violet não são tímidos. São tranquilos. Preferem um assunto intelectual em vez de confissões emocionais. Além disso, se discutem emoções, elas as intelectualizam, em vez de apenas senti-las. Este remédio motiva as pessoas a participar da vida. A humildade é uma das virtudes de Water Violet, por isso, deve ser usado nas ocasiões em que alguém está sendo pedante, ingrato ou arrogante. Útil também para eliminar o preconceito, quando se sentir superior em inteligência, riqueza, beleza, raça, cor ou credo. Para nós terapeutas, quando nos assalta a sensação temporária de que somos incapazes de estabelecer contato com os pacientes, ou sentimos, de repente, a necessidade de afastar-nos completamente do mundo por nos conectarmos constantemente com os problemas dos outros, o remédio indicado é o Water Violet.

White Chestnut White Chestnut relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à tranquilidade e ao discernimento. Pensamentos não desejados circulam compulsivamente na cabeça. Esta falta de controle sobre o pensamento leva à depressão, falta de concentração e a pessoa fica em constante conversação mental. Todos conhecemos este estado depois de contratempos e discussões. Após duas horas de debates acalorados, tudo parece satisfa64

Formação Terapêutica em Florais de Bach


toriamente resolvido. À noite procuramos descansar, mas a discussão que tivemos continua. Acode-nos na cabeça nesta hora tudo que deveríamos ter dito e não dissemos. Procuramos esquecer, ir para a cama e dormir um bom sono. Mas o sono está fora de cogitações. O carrossel dos pensamentos continua a girar enquanto jazemos na cama, com os mesmos argumentos e contra-argumentos. Algumas pessoas neste estado sofrem de dor de cabeça frontal crônica, particularmente acima dos olhos. Muitas possuem problemas para atingir o sono, ou os seus pensamentos as acordam às quatro horas da manhã, recusando-se a ir embora. O rosto também demonstra, com freqüência, grande tensão mental. As pessoas neste estado tendem a ranger inconscientemente o maxilar inferior. Estas pessoas não percebem que a única solução é arrumar a cabeça, separando as coisas importantes das que carecem de importância.

É eficaz se passamos por uma experiência traumática e reciclamos o mesmo fato muitas e muitas vezes. White Chestnut aquieta a mente que parece funcionar como um disco riscado. Utilizado para os insones, perturbados com detalhes do dia-a-dia, remoendo pensamentos que destroem a paz mental necessária para um sono reparador. Melhora a qualidade das orações e meditações. Devemos lembrar que, em alguns momentos, refletir é bom para que tiremos nossas lições da ocasião, porém não é saudável ficarmos revivendo os sentimentos causados por estas situações.

Wild Oat Wild Oat relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à vocação e ao propósito. Uma pessoa no estado negativo de Wild Oat não conhece sua verdadeira vocação, e, por conseguinte, não se sente realizada e satisfeita no íntimo. Costumam ser bem dotadas e não precisam fazer nenhum esforço pessoal para realizar o que quer que seja. Muitas coisas lhe caem simplesmente no colo. Não obstante, ambiciosas, desejam realizar alguma coisa especial. Mas têm apenas uma vaga idéia do que isso pode ser. Ao 65


mesmo tempo, as pessoas deste tipo também querem gozar a vida, geralmente de maneiras não convencionais. Também acham difícil ajustar-se à sociedade. A vida está sempre oferecendo novas oportunidades às pessoas do tipo Wild Oat. Elas começam muitas coisas, não raro têm certo número de profissões, em que são bem-sucedidas, mas sempre lhes falta a certeza interior real, que lhe permitirá uma decisão final e definitiva. Passado algum tempo, o trabalho, até então agradável, começa a perder o interesse e, no íntimo, os colegas entre os quais se sentiam tão à vontade são agora julgados chatos. O próprio tipo Wild Oat derruba o que ergueu, a fim de seguir no rumo da oportunidade seguinte, com a esperança de que esta se revele realmente satisfatória. Sentem-se pesarosas por nunca terem sido capazes de ser inteiramente afirmativas, e de gozar os frutos de seus labores. Estas pessoas precisam aprender a procurar antes a profundidade que a amplidão. A cada decisão que tomam devem procurar a verdadeira razão interior, pois terão de compreender que não se trata de fazer alguma coisa “especial”, mas de fazer a coisa certa em determinada situação, fazê-la tão completamente e tão bem quanto possível. Como o Holly, Wild Oat é considerado bom para iniciar um curso de tratamento, quando a combinação dos florais recomendada não trouxer resposta, ou quando tudo indicar que uma quantidade exagerada de flores foi prescrita ao mesmo tempo.

Wild Rose Wild Rose relaciona-se com os potenciais da alma ligados à devoção e à motivação interior. Uma pessoa no estado negativo de Wild Rose interpreta mal o princípio da devoção e toma-o negativamente. Neste estado não seguimos felizes; ao invés disso, vivemos cheios de expectativas negativas, extremamente fixas, ligadas à personalidade. A iniciativa pessoal é completamente abandonada, e sobrevém uma resignação apática em relação à vida interna e externa. Desaparece o interesse pela vida. O que sobra é alguém que simplesmente vegeta, sem energia. Pessoas precisadas de Wild Rose parecem semimortas. Já foram muito além da depressão. Pensam que suas circunstâncias não podem ser alteradas; nunca lhes ocorre que as coisas poderiam ser diferentes. As pessoas no estado negativo de Wild Rose são uma companhia tediosa, e, portanto, cansativa, e a sua apática 66

Formação Terapêutica em Florais de Bach


falta de interesse deprime toda a atmosfera. Este estado já foi também descrito como uma forma de “anemia mental”, por que muitos programas mentais inibitórios tornam impossível a pessoa captar as energias vitais cósmicas na qualidade certa e transformá-la dentro de si mesma.

Especialmente indicado para: - para as pessoas obrigadas a conviver com pessoas violentas ou que consomem algum tipo de droga; - para pessoas que sempre adotam uma atitude de indiferença; - para os jovens que perderam o interesse pelos estudos, sentindo a escola mais como uma prisão; - quando as dores e os infortúnios da vida criaram um sentimento de apatia; - quando se luta contra uma doença de longa duração, incluindo todo tipo de paralisia e doenças terminais. A resignação e a apatia de Wild Rose muitas vezes criam um cansaço crônico e uma depressão que resulta em sono como atitude de fuga. Este floral ajuda a manter a cabeça erguida, impedindo o declínio da energia e uma atitude de abatimento, mantendo sempre uma postura de “coragem, que eu sempre estou com você”. Cria uma personalidade mais magnética e carismática. Desperta a criança interior, aquela que não se aborrece com os desgastes da vida. A diferença entre Wild Rose e Gorse no que diz respeito à desesperança é a seguinte: Wild Rose: segue vivendo num estado paralisante de apatia. Nunca lhe ocorre esperar por mais alguma coisa. Completamente passivo. Gorse: teve esperanças, mas acha-se agora desesperado, acreditando que as esperanças terão de ser, finalmente, sepultadas. Um pouco mais ativo interiormente do que o tipo Wild Rose. A diferença entre Sweet Chestnut e Wild Rose com respeito à resignação é a seguinte: Sweet Chestnut: acredita haver chegado aos limites da resistência, está a termos de alcançar o ponto em que a resignação se instala. Entretanto, ainda assim não desiste. 67


Wild Rose: aceita o fato de que o limite foi transposto. Desistiu no íntimo, total ou parcialmente. Mais passivo do que o tipo Sweet Chestnut.

Willow Willow relaciona-se com as qualidades da alma ligadas à responsabilidade pessoal e ao pensamento construtivo. Uma pessoa no estado negativo de Willow censurará todos e tudo, menos ela mesma, e seus pensamentos tenderão a ser negativos e destrutivos. Nos dias de Willow negativo nem podemos compreender que os outros sejam tão alegres e tão isentos de preocupações; nós lhe invejamos a boa fortuna e nos sentimos tentados a estragar-lhes o dia. Todos temos dias assim, quando não estamos bem com nós mesmos. Este estado, infelizmente, também pode tornar-se crônico, e, nesse caso, terá um efeito muito destrutivo sobre a pessoa e todo seu ambiente. A pessoa neste estado sente-se vítima indefesa de um destino cruel que, reiteradamente, lhe mostra a sua malquerença. Willow é um estado em que as decepções e o ressentimento são projetados com força sobre o mundo externo. As pessoas deste tipo podem guardar um ressentimento durante anos, sem nunca pôr as cartas na mesa e sem dar explicações a ninguém. Sabem muito em fazer exigências, mas não estão preparadas para dar. Com o correr do tempo, isso acabará alienando todas as pessoas que inicialmente se mostravam amigas e dispostas a ajudá-la. Pouco a pouco, elas interromperão seus esforços e se afastarão. O resultado é que o tipo crônico de Willow se vê, aos poucos, mais isolado e amargurado e, por seu turno, se afasta cada vez mais da vida. De onde quer que você olhe para uma pessoa no estado negativo de Willow, terá pela frente o lado negativo da vida. Uma pessoa neste estado é uma “vítima”, e isso lhe fornece a desculpa perfeita para não aceitar a responsabilidade pelo próprio destino. Continuará a apontar com firmeza para o mundo exterior, recusando-se absolutamente a reconhecer, ou mesmo a considerar, qualquer conexão entre os acontecimentos exteriores e o seu estado interior.

Willow destina-se basicamente a curar ressentimentos. 68

Formação Terapêutica em Florais de Bach


O tipo Willow parece um eterno injustiçado, pois tem dificuldades para aceitar a responsabilidade pelas circunstâncias da vida. Como resultado, culpa os outros pelos seus infortúnios e acha que o mundo lhe deve muito. É o remédio para o “complexo de vítima”, para os que acham que o mundo tem algo pessoal contra eles, que é uma das características do egocentrismo. São pacientes difíceis que se queixam e relutam em admitir que melhoraram. Diferença entre os sentimentos de Holly e Willow: Holly: dá imediata expressão à raiva, ao ódio. Mais ativos e abertos, sentidos no interior. Willow: mais passivos; os sentimentos negativos, virados para dentro, provocam amargura e o sentimento de que a pessoa é uma vitima. A cólera arde como fogo lento debaixo da superfície.

69


Rescue Embora não seja um remédio em si mesmo, Rescue é o mais amplamente conhecido de todos os Remédios florais. Já salvou um sem-número de vidas em situações de emergência, enquanto se espera o atendimento médico. Rescue não substitui o tratamento médico. Ajuda, todavia, a prevenir ou superar rapidamente o trauma energético que, de outro modo, teria sérias consequências físicas. Em tais condições, a consciência, ou os elementos sutis do nosso corpo, tende a apartar-se do corpo físico e, desse modo, não é capaz de iniciar o processo de cura de si mesmo. Rescue impede a desintegração do sistema energético, ou o faz voltar logo ao normal. O processo curativo pode, então, começar imediatamente. Os componentes de Rescue são: •

Star of Bethlehem, Rock Rose, Impatiens, Cherry Plum e Clematis.

Rescue, porém, não deve tornar-se uma forma rotineira de medicação. É indicado como expediente de primeiros socorros em maiores ou menores emergências emocionais, mas evidentemente, não serve de compensação a um estilo de vida que ameace destruir a personalidade através da falta de bom senso. Se este floral tiver de ser administrado durante certo período de tempo, dão-se quatro gotas, quatro vezes por dia, tiradas do frasco de remédio. Obs.: Se o paciente estiver inconsciente, ponha o Rescue tirado do frasco de remédio, ou, se for preciso, também do frasco de estoque, sobre os lábios, as gengivas, as têmporas, a nuca, atrás das orelhas, ou sobre os pulsos.

Florais Reativos Os florais revelam virtudes interiores latentes nas pessoas. São a expressão de emoções positivas ou o oposto vibracional das emoções negativas. Os florais trocam o defeito ou o erro pela virtude. Em alguns casos, essa troca não é gentil nem suave e, muitas vezes, libera emoções voláteis e explosivas. Por isso, é fundamental compreen-


der a idiossincrasia de cada um dos remédios reativos. Se o caráter volátil e explosivo não é compreendido pela pessoa, a purificação emocional pode ser assustadora e gerar confusão. Toxinas emocionais são muito reais. A química toda do sangue é modificada durante um episódio emocional ou durante uma crise emotiva. Estas devem ser eliminadas, se quisermos restaurar e manter a saúde. Essa purificação emocional pode durar alguns segundos ou se prolongar por um dia todo. Às vezes, quando a purificação começa, recomenda-se aumentar a freqüência de doses da fórmula para cada 5 ou 15 minutos, até que haja uma boa eliminação e depois ir cessando. Se o efeito demorar mais de um dia, sugere-se que o uso da fórmula seja descontinuado e ela seja substituída por Gentian e Rescue durante um dia, voltando então ao uso da fórmula original no dia seguinte. Os florais reativos são: - Cherry Plum: a reação é mais evidente naquelas pessoas que parecem estar sempre sob controle. Esse controle tenso, mantido até então, deve ser liberado. No entanto, essa liberação não é suave, por isso sugere-se que a pessoa fique sozinha nos momentos em que essa liberação ocorre. - Water Violet: a palavra-chave para este floral é a mágoa. A exteriorização (o passar a limpo) e a ação reativa da mágoa são frequentemente expressas sob a forma de choro e lágrimas. A mágoa é uma função natural e deve ser trabalhada. - Agrimony: o tipo agrimony é um “acumulador” de emoções. A reação deste floral é falar. Ele libera as antigas emoções não reveladas e a angústia reprimida por muito tempo. Esta essência faz com que a pessoa fale sobre tudo isso, aliviando o enorme peso que carrega no peito e na alma. - Holly: é o floral que libera a raiva. - Centaury: faz com que a pessoa fale e se expresse. Isso inclui dizer “não” quando se quer de fato. Quando isso irá acontecer dependerá do tempo. - Willow: este floral libera os ressentimentos. Ressentimento em 71


sua própria definição é o ressentir frequentemente as emoções não processadas e não expressas, que está profundamente arraigada no nível celular. A purificação proporcionada não libera estas emoções verbalmente, mas fisicamente, através dos tecidos. Dessa forma, pode-se ter certa sensação de dor no corpo ou nas juntas, ou ainda uma doença física, como uma gripe ou algo semelhante. Isso pode ser também constatado pelo excesso de muco. - Mustard: este floral alivia a depressão. Esse é o tipo mais devastador de depressão, no qual a escuridão é total. A reação de Mustard é observada ao se sentir a purificação. Ela é muito rara, mas devido à sua gravidade é preciso mencioná-la, permitindo a compreensão do processo. Essa purificação é capaz de recriar a depressão. Neste caso, deve-se continuar ministrando esse floral a cada 5 ou 15 minutos, até que a depressão diminua. - Impatiens: depura o nervosismo. Desse modo, durante algum tempo a impaciência e o nervosismo aparentemente pioram, manifestando-se através de sinais de crueldade que têm como vítimas as pessoas ao redor. Porém, é uma reação bastante rara. - Crab apple: libera as toxinas emocionais e químicas acumuladas. Isso pode vir a causar alguns efeitos físicos, como náusea, moleza, pruridos na pele, entre outros. Nestes casos, recomenda-se que o floral seja ministrado a cada cinco minutos. Se o efeito perdurar, suspenda o tratamento e tome Gentian com Rescue durante um dia, e depois volte ao tratamento original. • Outras aplicações dos Florais de Bach ompressas: Bach prescrevia compressa, além da indicação do uso oral, em casos de lesões externas, erupções de pele e inflamações. Acrescenta-se 6 gotas do frasco de estoque a meio litro d´água. • Banhos: muitos profissionais que usam o método de Bach são adeptos de banhos que contenham remédios florais, como por exemplo, Olive e Hornbean para exaustão. Adiciona-se, mais ou menos, 5 gotas do frasco de estoque a um banho inteiro ou mesmo um frasco inteiro do floral final. • porizadores: pode-se usar essências florais num frasco vaporizador para aspergir num ambiente. Um exemplo: colocar num vidro spray âmbar 4 dedos de água mineral e 7 gotas do floral preparado. 72

Formação Terapêutica em Florais de Bach


Para limpeza de ambiente e energização, colocar Walnut e Holly que irá ajudar nos problemas de relacionamentos das pessoas que estão presentes. • Cremes: podemos preparar cremes colocando a essência floral em base lanete sem lanolina.

Exemplo: Creme Rescue – usar para problemas de pele, ferimentos, massagens para dores musculares. Para uma massagem relaxante podemos preparar um creme com Rescue + Elm. Como preparar o creme: Base lanete (obrigatório) + 4 gotas de Rescue do estoque + 2 gotas do Crab Apple. (Importante salientar que o creme é sempre preparado com Rescue mais o floral que você deseja colocar para determinado fim).

73


Florais para Crianças Quando uma criança está doente, seu estado de espírito pode ser observado e os remédios escolhidos com propriedade. O modo como se comportam quando não estão bem, muitas vezes, é a chave para o seu temperamento e um dos melhores indicadores do seu tipo de remédio. Quanto aos bebês, é necessário levar em conta o comportamento e o temperamento. O depoimento da mãe é muito importante. Em situações de choque emocional pode-se dar o Rescue. A dosagem é igual a dos adultos. Nas situações de mudanças relativas ao crescimento e ao desenvolvimento Walnut é um remédio muito útil. Florais comumente indicados para crianças: Até 1 ano Bebê que chora muito: Impatiens; Bebê que só quer ficar no colo: Heather ou Chicory (avaliar a melhor opção); Bebê que sofreu algum trauma / susto: Star of Bethlehem; Nos três primeiros dias de nascimento: Rescue para o bebê e para a mãe. Crianças Com preguiça de fazer as coisas: Hornbean (rejeição); Hiperatividade: Clematis + Impatiens; Agressiva: Holly; Com aprendizagem lenta: Chestnut Bud; Que não se expressa, muito quieta: Agrimony (dar Crab Apple na 1ª receita e na outra já aplicar o Agrimony); Que se esconde da mãe: Mimulus; Com problemas alérgicos: Crab Apple; Que rói as unhas: Aspen; Com pânico: Rock Rose; Com bruxismo: Rock Rose (pode ser dado para o adulto com este problema também); Com problemas de rinite: Crab Apple + Willow; Quando os pais brigam demais: Clematis; Em época de provas: Rock Rose; Separação da mãe: Walnut + Holly.


Florais para animais Os animais reagem muito bem aos remédios florais. Para se fazer a prescrição, o temperamento do animal precisa ser considerado. (Cuidado: tem temperamento que é próprio da raça). O tratamento geralmente tem duração de 3 a 10 dias. A dosagem é a mesma ministrada para pessoas. O dono do animal deve tomar florais também, pois seu temperamento influencia no comportamento do animal. O tratamento dependerá de uma série de fatores, desde o resultado de avaliações clínicas e laboratoriais até a conversa do terapeuta com o dono do bichinho. Mais ou menos como precisaria ocorrer com humanos, antes de indicar um tratamento, o terapeuta dos animais deve levar em conta hábitos, histórico médico e até as características da raça, daí a importância do trabalho conjunto com um médico veterinário. A experiência clínica tem mostrado que a terapia floral é utilizada mais frequentemente para tratar problemas de comportamento (agressividade, medo, territorialismo, submissão ou dominância excessivas, entre outros) e problemas dermatológicos (por exemplo: granuloma de lambedura, sarna demodécica, arrancamento de pêlos/penas) decorrentes de problemas emocionais. Mas pode ser utilizada como terapia coadjuvante em várias outras situações, tanto temporárias (como viagens, machucados, intoxicações, infecções, traumas, convalescença), quanto em situações permanentes (problemas cardíacos, neurológicos, animais atletas).


Vale à pena ressaltar que, no caso de tratamento de problemas comportamentais, é muito importante a colaboração do responsável pelo animal, uma vez que as atitudes e o ambiente em que o animal é exposto interferem diretamente em seu comportamento, sendo importante para o tratamento uma mudança no comportamento do responsável, para que a terapia floral não seja em vão e perca sua credibilidade. O floral deve ser ministrado por um terapeuta qualificado acompanhado de um veterinário, pois somente este último pode interpretar e traduzir melhor o comportamento animal de acordo com as características peculiares de cada raça, e obviamente diagnosticar as patologias que o animal está sofrendo. Muitas vezes um sintoma que pode parecer bobo é indício de uma doença mais grave. O médico veterinário qualificado poderá melhor detectar o problema, solicitar exames se necessário e prescrever o melhor tratamento médico. Há casos que podem ser tratados apenas com florais, e há caso onde a alopatia (antibióticos, antiinflamatórios, quimioterápicos, etc...) se fazem necessários e imprescindíveis. Não podemos ser irresponsáveis acreditando que se possam resolver infecções e certas doenças graves apenas com terapias alternativas. Tudo deve sempre ser avaliado com cuidado e por um profissional competente. Neste caso a terapia alternativa será de grande valor na celeridade da recuperação da doença, potencializando os resultados do tratamento.

76

Formação Terapêutica em Florais de Bach


lorais em Plantas As plantas, como todos os seres vivos, fazem parte da natureza e, desse modo, também possuem a força vital superior que reage às energias de cura da natureza. As plantas também sofrem em consequência dos choques, medos abatimentos, etc. como, por exemplo, uma planta que é mudada de local sofre o choque da mudança. Para ministrar os florais em plantas, acrescente 10 gotas a uma vasilha com água e regue todas as plantas, ou 2 gotas em um copo d´água para uma só planta. As folhas podem ser borrifadas com remédios diluídos e colocados em vaporizador. - Combinação para crescimento Vine: ajuda a arrebentar a casca dura da semente; Hornbean: Fornece energia adicional para o crescimento; Olive: Supera a exaustão causada pela germinação e pelo crescimento. - Combinação de jardim Crab Apple: para pestes de todo o gênero; Walnut: para a transição entre uma fase de crescimento e a seguinte ou mesmo mudança de ambiente e de vaso; Rescue: para todos os fatores ambientais. - Combinação para flores cortadas Walnut e Wild Rose na água do vaso para evitar que murchem rápido. Wild Rose: para cabeças que pendem, apáticas. Os Remédios Florais na Gravidez Criando harmonia para a mãe grávida, a terapia das flores também beneficia o bebê, como tudo mais que representa beleza e harmonia durante esse período. Mulheres propensas a aborto, chegaram ao término da gravidez depois de tomarem florais. O método de diagnóstico não difere dos mé-


todos usados em outras épocas da vida. A posologia também é a mesma. Instruções ao Paciente Durante o tratamento não utilizar menta, cânfora, eucalipto e hortelã e não deixar o floral próximo a estes produtos. Guarde o floral longe de aparelhos elétricos, eletrônicos, magnéticos (TV, rádio, celular, microondas...). Retornar na data estipulada para nova avaliação. Há necessidade de três consultas seguidas no começo do tratamento (a cada 15 dias) para não quebrar o efeito do tratamento. Os florais de Bach são compatíveis com qualquer outro método de tratamento. •

Observações importantes ao se fazer a avaliação do cliente

Star of Bethlehem – remédio para traumas Quando vem acompanhado de Honeysuckle – marcador de tempo 1 marca – trauma recente; 2 marcas – trauma na adolescência 3 marcas – trauma na infância ou de vidas passadas. Agrimony – nunca prescrever na primeira sessão. Substitua por Crab Apple. O Agrimony é o remédio da máscara. Tirar a máscara repentinamente pode trazer à superfície uma dor muito grande e a pessoa desistir do tratamento. Centaury e Chicory – não devem ser usados juntos, na mesma fórmula, pois produzem sentimentos antagônicos. Use o Holly no lugar do Chicory. “A doença é única e puramente corretiva, nem vingativa, nem cruel, é o meio adotado pelas nossas próprias almas para mostrar-nos os nossos erros, impedir-nos de cometer erros maiores, obstar a que façamos mais mal e trazer-nos de volta ao caminho da Verdade e da Luz, do qual nunca deveríamos ter saído”. (Edward Bach)

78

Formação Terapêutica em Florais de Bach


Apostila desenvolvida por Roseli T. Gastaldo Livros Recomendados: - Terapia Floral do Dr. Bach – Teoria e Prática Metchield Scheffer Ed. Pensamento - Os Remédios Florais do Dr. Bach Edward Bach Ed. Pensamento - Repertório de Remédios Florais do Dr. Bach F. J. Wheller Ed. Pensamento - Dicionário dos Remédios Florais do Dr. Bach – Aspectos Positivos e Negativos T. W. Hyne Jones Ed. Pensamento - Os Remédios Florais do Dr. Bach Passo a Passo – Guia Completo para Prescrições Judy Howard Ed. Pensamento - Remédios Florais do Dr. Bach para Animais Helen Graham / Gregory Vlamis Ed. Pensamento

79


80

Formação Terapêutica em Florais de Bach

Apostila para aprovacao 2  
Apostila para aprovacao 2  
Advertisement