Page 1

Teresa Salgueiro Estar a espalhar o mistério Por Caroline Garske Se no século XV os navegadores portugueses tiveram que enfrentar o grande Adamastor para colonizar outras terras e levar o idioma lusófono para além-mar, no século XXI, ele parece um pouco mais calmo e enfrentá-lo não é sinal de dificuldades na viagem, mas sim de aprendizado. A cantora, intérprete e compositora portuguesa Teresa Salgueiro sabe bem disso. Com 44 anos e 27 de carreira, ela sabe sobre viajar e enfrentar os adamastores do caminho a fim de espalhar sua cultura e claro, a língua portuguesa. Hoje, ela é mundialmente conhecida, juntamente com sua música e obra. Teresa Salgueiro ganhou fama por ser a vocalista do grupo Madredeus, ao qual dedicou 21 anos de sua vida. Nele, ela era apenas a intérprete, ou seja, não era responsável pela composição das canções, apenas pela voz, que por sinal, é de doçura e afinação sem igual. Agora, em carreira solo, a cantora goza da liberdade de poder compor o próprio repertório. Em um encontro com fãs e estudantes na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) no dia oito de maio de 2013, ela contou: “Depois do grupo, continuei a fazer uma série de outros projetos, mas a procura de viver finalmente esse momento que estou a viver e que se iniciou em janeiro de 2011. É um momento novo para mim, um novo momento da minha vida na música que se trata de composição e escrita de letras. Durante muitos anos cantei um repertório original feito para mim, mas não por mim”. Acompanhada de Carisa Marcelino no acordeon, Oscar Torres no contrabaixo, Graciano Caldeira na guitarra e Rui Lobato na bateria, percussão e guitarra, Teresa Salgueiro veio ao Brasil para apresentar o espetáculo O Mistério, composto por músicas de um álbum com o mesmo nome. Entre as apresentações em território brasileiro, Salgueiro abre a série Lusamérica, canções do projeto Unimúsica da Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS. O espetáculo aconteceu no dia nove de maio no salão de atos da Universidade, lotando o local. Na véspera de apresentar seu espetáculo solo, todo cantado em português e, claro, com o belo sotaque de Portugal, a artista explica o porquê de o espetáculo e o álbum levar o nome de “O Mistério”:


“Pensei no mistério, Mistério também é o nome de um dos temas, foi a primeira letra que escrevi. É O Mistério porque tudo que eu escrevi é baseado e inspirado na música, aquilo que a música me transmite. Tudo que escrevi faz parte da minha reflexão sobre o mundo, sobre a vida, mas partindo sempre do princípio da presença do mistério em nossa vida, no mistério da própria vida, nos sabemos que não vamos conhecer tudo. É a presença constante desse mistério.” Muitas das canções escritas por Teresa Salgueiro trazem um aspecto muito pessoal, mas principalmente cultural. É na cultura portuguesa que a artista encontra objetos e sentimentos a expor nas suas letras e por ter uma carreira de alcance mundial, consequentemente, Teresa Salgueiro leva esses aspectos de sua cultura por onde vai. Segundo a própria artista, ela é muito portuguesa, ou seja, não apenas nasceu em Portugal, mas leva o que tem de Portugal em si. O Adamastor já não é tão resistente, ou pelo menos não resistiu ao encanto da voz de Teresa.


Teresa salgueiro - Estar a espalhar o mistério  

Teresa Salgueiro ganhou fama por ser a vocalista do grupo Madredeus, ao qual dedicou 21 anos de sua vida. Nele, ela era apenas a intérprete,...

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you