Page 1

REVISTA DO

Múltiplas linguagens na Educação Infantil páginas 14 e 15

De olho no Enem e no Vestibular página 07 Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

Tecnologia a serviço da

educação

Colégio investe em recursos inovadores como facilitadores de aprendizado e de comunicação com a comunidade escolar Páginas 2 e 3

Professores dispõem de tablets e smart tvs para diversificar as atividades em sala de aula

FOTO MICHELE PLACHI


REVISTA DO

Expediente Revista do Colégio Sinodal do Salvador – Informativo Semestral Nº 01 – Julho de 2017

Rede Sinodal de Educação IECLB

Colégio Sinodal do Salvador Direção: André Sträher Vice-direção: Cristina Adams Coordenação Pedagógica: Nicole Rebeca Cerbaro Silva Márcia de Freitas Marquetti Sinara Emmel Orientação Educacional: Sônia Schnarndorf Produção e edição gráfica: Carolina Porto Ruwer Relações Públicas: Isadora Reis Impressão: Gráfica Comunicação Impressa Tiragem: 2.000 exemplares

02

Editorial

Novidades marcaram o início do ano letivo

T

odo início de ano é marcado pela alegria do reencontro e por novidades na escola. O Colégio Sinodal do Salvador inicia o ano de 2017 com 810 alunos. Nunca em sua história alcançou número tão elevado. O crescimento tem ocorrido de forma planejada pelo Conselho Escolar e traz consigo alguns desafios estruturais e humanos. Por isso, nos últimos anos a escola tem realizado diversos investimentos esO colégio ampliou truturais e estratégicos, a equipe de adequando-se às novas profissionais demandas. Dentre as melhoque acompanham rias previstas, neste alunos com ano, o colégio edificou necessidades uma subestação de educacionais energia para colocação especiais e de um transformador. inaugurou uma A nova estrutura posSala de Recursos sibilitará maior estabilidade energética e Multifuncional permitirá ampliar a para o atendimento climatização das salas individualizado. de aula. Com o aumento do fluxo de pessoas, a escola também sentiu a necessidade de ampliar o serviço de vigilância externa. Agora, a escola passa a contar com dois vigilantes que acompa-

nham as imediações diariamente, das 7h às 22h. O atendimento a pequenos acidentes também tem sido uma preocupação constante. Por isso, a escola organizou uma enfermaria, realizou curso de primeiros socorros para os monitores e contratou um seguro educacional para cada aluno e colaborador que cobre as despesas com qualquer acidente no ambiente escolar e no trajeto entre a casa e a escola. Para qualificar o Atendimento Educacional Especializado, o colégio ampliou a equipe de profissionais que acompanham alunos com necessidades educacionais especiais. Inaugurou uma Sala de Recursos Multifuncional para o atendimento individualizado destes alunos e, em julho, fará a instalação de um elevador PNE que atenderá às pessoas que possuem alguma dificuldade de locomoção. Outra novidade de 2017 é a revista que está em suas mãos. A publicação semestral trará notícias sobre a escola e é mais uma iniciativa que visa a facilitar a comunicação e unir escola, família e comunidade no objetivo comum da educação. Prof. André Sträher Diretor


Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

Sinodal Sapiens

Família e escola conectados

Sala de aula

analógica e digital FOTO MICHELE PLACHI

O GVCollege, portal implantado em 2016, permite acesso a serviços e informações que qualificam e agilizam a comunicação entre escola e família. Dentre as funcionalidades já disponíveis estão a rematrícula, a emissão de 2ª via de boleto e a impressão de quitação anual de débitos. O acompanhamento pedagógico também foi facilitado, pelo portal é possível acessar os boletins, os registros disciplinares e de cumprimento de tarefas. Para acessar, clique no ícone do GV College, à direita no site www.salvador.org.br.

Escolha a Unidade (Colégio Sinodal do Salvador) e preencha usuário (seu CPF) e senha.

As novas gerações exigem professores que atuem como orientadores de aprendizagem e não como simples propagadores de conhecimento

U

ma novidade implementada na escola trouxe mais dinamismo às aulas. Desde o início do ano, os professores contam com recursos tecnológicos como ferramentas para aulas mais significativas. O antigo caderno de chamada foi substituído por um tablet. Esse equipamento, além de facilitar o registro, pode ser conectado aos aparelhos de smart TVs já instalados em todas as salas, possibilitando que o professor trabalhe com conteúdos disponíveis na internet ou em livros digitais.

Utilizando o acesso à internet com diversos recursos de mídia, o colégio objetiva diversificar as atividades promovidas em aula, facilitando a aprendizagem e qualificando a comunicação entre a escola e a família. O uso de softwares matemáticos, por exemplo, permite a manipulação e a visualização dos sólidos geométricos de vários ângulos. O aluno pode planificar uma pirâmide, movimentá-la, e visualizar com precisão suas arestas e seu apótema. Todos esses recursos contribuem para uma aprendizagem efetiva e significativa, além de despertar o interesse dos nossos jovens.

No primeiro acesso, a senha é a sua data de nascimento. Será solicitado que você crie uma nova.

Caso não lembre a senha, envie um e-mail para secretaria@salvador.org.br e receba orientações.

03


REVISTA DO

Sinodal Sapiens

O nosso segredo é a

capacitação

O

Colégio Sinodal do Salvador proporciona a seus professores a participação em diversos encontros de formação pedagógica e palestras para o contínuo aperfeiçoamento. No início de cada ano, os profissionais participam da Semana Pedagógica, evento no qual o ano letivo é organizado e são definidos os grandes projetos que serão desenvolvidos com as turmas. Em 2017, a Semana Pedagógica proporcionou estudos sobre os 500 Anos da Reforma Luterana e a implantação do Projeto de Educação Especial (leia mais no quadro abaixo). No mês de abril, a Vice-diretora Cristina Adams e a Coordenadora Pedagógica Sinara Emmel participaram do Encontro Nacional de Equipes Pedagógicas da Rede Sino-

 O Programa de Educação Especial destina-se a estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e/ou altas habilidades / superdotação, conforme previsto na legislação brasileira.  Dentre outras medidas, a escola propicia um profissional para apoiar o aluno em suas tarefas em sala de aula, e de uma sala de recursos multifuncionais, ambiente que complementa a educação e dispõe de recursos diferenciados necessários ao aprendizado.

4

Av. Adda Mascarenhas de Moraes, 633 Jardim Planalto CEP 91220.140 Porto Alegre/RS

dal de Educação, no Rio de Janeiro. O evento teve foco na gestão pedagógica e promoveu visitas a cinco escolas do Rio de Janeiro, onde tiveram a oportunidade de conhecer as experiências e os processos de cada instituição. A escola também marcou presença no Encontro Nacional de Professores do Ensino Fundamental II, no Colégio Martinus, em Curitiba, e no Encontro Nacional de Professores de Artes, em Ivoti. Esses dois eventos, promovidos pela Rede Sinodal de Educação, contribuíram de forma significativa com reflexões sobre a prática docente através de palestras, oficinas e compartilhamentos de ideias e metodologias.

Buscando aprimorar o atendimento aos alunos com necessidades especiais, professores do colégio também participaram do Congresso Luso-brasileiro sobre inclusão, realizado em maio, na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, e em evento promovido pela Prefeitura de Porto Alegre, durante a Semana das Crianças com Síndrome de Down. No dia 13 de maio, o atendimento a acidentes infantis foi tema de um curso realizado em parceria com a Instituição de Educação Infantil Turma do Castelo. Vinte funcionários de ambas as instituições realizaram o curso com a enfermeira Camila Porto que abordou procedimentos de primeiros socorros.

Todo início de ano os professores se reúnem para planejar os principais projetos a serem implementados


Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

Encontro Nacional de Equipes Pedagógicas da Rede Sinodal de Educação levou professores ao Rio de Janeiro/RJ (à esquerda)

Colégio Martinus sediou encontro de professores do Ensino Fundamental II (foto acima)

Curso de Primeiros Socorros teve parceria com a Escola Turma do Castelo (à esquerda) Professores de Artes se reuniram em evento promovido pela Rede Sinodal de Educação (à direita)

Encontro de Lideranças

Alunos interagiram com outros jovens no Encontro de Lideranças Estudantis, em Tramandaí/RS

A Rede Sinodal de Educação organiza anualmente dois eventos com o objetivo de formar jovens para o exercício da liderança. Os alunos Artur Dal Molin, Moysés dos Santos, Sofia P. da Rosa e Jade C. Freitas representaram o Colégio Sinodal do Salvador no 23º Encontro de Lideranças Estudantis que ocorreu em Tramandaí durante o mês de março. Em julho, outros alunos marcarão presença no 24º Encontro de Liderança Jovem, no Colégio Sinodal da Paz, em Novo Hamburgo.

5


REVISTA DO

Sinodal Sapiens

Festa para celebrar o

primeiro caderno

Turma 111

N

o dia 20 de março, os alunos dos primeiros anos do Ensino Fundamental participaram de um evento muito especial: a Festa do Caderno. Esse momento marca o início de uma nova etapa na vida das crianças, que receberam o seu primeiro caderno pautado para ser usado ao longo do 1º ano e manter registradas suas aprendizagens e vivências, nesse período de alfabetização. Cada família organizou o caderno a ser entregue, colocando adesivos, fotos significativas e recados de motivação e incentivo. A preparação não parou por aí. A ideia era fazer uma grande surpresa. No dia da festa, as crianças entraram na igreja sem imaginar o que as aguardava. O ambiente estava decorado e colorido e, após o recado do diretor e das professoras, os alunos foram chamados para receber seu caderno, entregue pelos pais. Após registro fotográfico, os alunos curtiram uma divertida apresentação com brincadeiras musicais e show de mágica.

06

Turma 112

Turma 113


Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

O SIATS simula todo o ambiente de uma prova como o Enem ou o Vestibular

Avaliação prepara para

exames de seleção

O

Sistema de Avaliação Trimestral do Salvador - SIATS é uma atividade avaliativa que reúne questões dos diversos componentes curriculares em uma única prova, com a mesma estrutura e dinâmica de um vestibular. Objetiva aferir os conhecimentos construídos no trimestre e simular exames de seleção que agrupam diversas disciplinas. Na manhã de provas do SIATS, os estudantes necessitam identificar a sala onde prestarão o exame, portando apenas o material exigido. As provas possuem gabaritos diferentes e o aluno deve entregar apenas o cartão de respostas ao final da atividade. Todos esses elementos são comuns no Exame Nacional do Ensino Médio e nos vestibula-

res. Praticá-los com antecedência ajuda o estudante a familiarizar-se com esse tipo de prova, desenvolvendo estratégias como, por exemplo, a distribuição adequada do tempo para resolver cada questão. A simulação dos exames contribui para uma maior tranquilidade e segurança no momento em que o aluno pleitear o ingresso no Ensino Superior. O SIATS é apenas um dos diversos instrumentos de avaliação utilizados. Ele cumpre um objetivo específico de desenvolver competências para a resolução de exames dessa natureza. Outras formas de avaliação ajudam a verificar a aprendizagem dos alunos, o que é fundamental para que ele possa organizar seus estudos, reelaborar e aplicar seus conhecimentos nas situações da vida em sociedade.

Matemática transformada em arte

Alunos produziram obras de arte com elementos da natureza

As turmas 131, 132 e 133 aprenderam geometria plana de uma maneira muito divertida: fazendo arte. Os alunos fizeram uma atividade inspirada na técnica do artista alemão Dietmar Voorwold, cujas obras empregam matéria morta encontrada na natureza. Segundo ele, “A natureza é o palco e a tela perfeita para a beleza e a leveza”. O trabalho do artista transforma pedras, tocos, folhas secas e pétalas em lindas mandalas.

Alunos aprendem sobre linguagem publicitária em visita Com o objetivo de proporcionar um contato com um gênero textual extremamente presente no cotidiano - a propaganda - os alunos do 8º ano visitaram a Fábrica da Felicidade da Coca-Cola. No local, situado junto à empresa Vonpar S/A, às margens da BR-290, os alunos puderam conhecer um pouco mais sobre a história da marca, as propagandas antigas do refrigerante, sua fabricação, bem como as estações de produção das mais diversas bebidas engarrafadas pela Vonpar S/A. Além disso, foram presenteados com um crachá, um óculo 3D e uma caixa com um copo exclusivo da Fábrica da Felicidade e, claro, inúmeras guloseimas. Já em sala de aula, os alunos foram convidados a refletir sobre os elementos que compõem uma campanha publicitária – criação de logotipo, título, slogan de campanha, produto oferecido, chamada, ilustração, texto, assinatura – e criar uma campanha de divulgação do livro paradidático solicitado para o trimestre: “Sete histórias de gelar o sangue”, de Antonio Schimeneck . A visita e o trabalho posterior estão alinhados com o preceito de que o conhecimento promovido com qualidade, entusiasmo, interação e inter-relações permite ao aluno atribuir valor ao seu aprendizado, pois atua também como protagonista de seu conhecimento, garantindo o desenvolvimento do senso estético e o prazer da leitura.

07


REVISTA DO

Eventos

Um semestre de muita Uma das características do Colégio Sinodal do Salvador é de gerar momentos inesquecíveis para seus estudantes. Prova disso são os encontros de ex-alunos que ocorrem de tempos em tempos, como a turma que concluiu os estudos em 1984. Neste primeiro semestre de 2017, várias dessas experiências ocorridas dentro ou fora de sala de aula foram registradas nas imagens que compõem essas duas páginas, como apresentações artísticas, momentos de estudos e de descontração. As rochas foram objeto de estudo do 6º ano (foto à esquerda) Ex-alunos de 1984 se reuniram na escola para matar a saudade (foto à direita) Alunos da 131 reproduzem personagens em Tangram baseados em conto (foto à esquerda) Células são reconstruídas no formato de bolos. Que delícia estudar Ciências! (foto à direita)

08

anim


Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

mação A garotada se divertiu muito na Festa Junina da escola (foto à esquerda) Coral Infantil do Salvador se apresentou na Festa da Família (foto à esquerda)

Saída de estudos ao DMAE da Turma 141 (foto à direita) As turmas de 5º ano produziram aromatizadores para presentear as mães no seu dia (foto à esquerda)

Grêmio Estudantil tomou posse (foto à direita)

09


REVISTA DO

Sinodal Vida

Redescobrindo o sentido da Páscoa

D

urante a semana de Páscoa, as crianças da Educação Infantil foram convidadas a colocar a mão na massa, literalmente. Vestindo aventais, os pequenos misturaram farinha, água, fermento e muita curiosidade, sob as orientações das professoras. A tarefa, que incluía sovar a massa e esperar que ela crescesse, resultou em deliciosos pãezinhos que foram partilhados junto com suco de uva numa celebração de Páscoa denominada “Um Jantar Entre Amigos”. O encontro foi realizado na igreja junto à escola e remeteu à Santa Ceia, momento em que Jesus Cristo repartiu o pão e o vinho com seus amigos e discípulos. As crianças também levaram pãezinhos para compartilhar com suas famílias, carregando a mensagem da Páscoa para seus lares e suas vidas. Após o preparo de pãezinhos (fotos acima e à esquerda) que dividiram entre si e com os familiares, os alunos aprenderam sobre a Última Ceia de Cristo na igreja (foto à direita)

10


Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

Integração no Ensino Médio

Colégio celebra o Jubileu da Reforma Luterana Os 500 anos da Reforma Luterana mereceram destaque na comunidade escolar. Foram inaugurados grandes painéis (foto acima) com frases do reformador no ginásio e a biblioteca foi batizada com seu nome: Martim Lutero. A história luterana no mundo tem como marco o dia 31 de outubro de 1517, data em que Lutero afixou 95 teses na porta da Igreja de Wittenberg, contrariando a teologia da época e desencadeando o processo de Reforma da Igreja. A teologia e o pensamento de Lutero marcaram o início de um novo período na história da huma-

nidade. Dentre suas contribuições estão a tradução da Bíblia e o forte incentivo para a criação e manutenção de escolas e bibliotecas. O Colégio Sinodal do Salvador é uma instituição de ensino comunitária, filantrópica e confessional. Sua mantenedora é vinculada a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB, nascida no Brasil entre os imigrantes alemães luteranos que fixaram residência no sul do país. Os festejos culminarão em 31 de outubro, quando a escola promoverá, entre outras atividades, um culto alusivo ao jubileu.

No 1º ano do Ensino Médio é comum ingressarem nas turmas vários alunos novos vindos de outras instituições. Para facilitar a integração entre os alunos, o Colégio Sinodal do Salvador promoveu um passa-dia no Sítio do Colégio Sinodal, em Novo Hamburgo, no mês de abril. Com a participação de professores e psicólogos, foram realizadas diversas atividades de convivência

e reflexão sobre essa nova etapa da vida escolar. O almoço foi gentilmente preparado pelo presidente da Associação de Pais da Escola do Salvador - ASDEPAES, Mario Negri, e, à tarde, os alunos puderam usufruir das diversas opções de lazer que esse espaço proporciona. Foi um dia especial e divertido para o conhecimento de si e do outro.

11


REVISTA DO

Sinodal Artes

Brincando e

aprendendo

N

o início de maio, os primeiros anos participaram de uma visita guiada à Casa de Cultura Mario Quintana. Através da história “Brincando na Travessa dos Cataventos”, com apresentação de Carmen Henke, os pequenos conheceram diversos jogos e atividades das crianças de antigamente como: bilboquê, passa-anel, sapata, cinco-marias e bonecas de papel. A Palhaça Caramela e a Bandinha do Mario guiaram a turma que encerrou o passeio num piquenique no Jardim Lutzemberger.

Clássicos do papel para a tela grande

Os alunos tiveram a oportunidade de conhecer a Biblioteca Lucilia Minssen e percorrer os corredores da Casa de Cultura Mario Quintana

No dia 29 de março, as turmas do 6° ano assistiram ao filme “A Bela e a Fera” no cinema. A atividade integra o trabalho realizado com os clássicos dalateral literatura, desenLegenda volvido na disciplina alinhada à de Língua Portuguesa. Nesse direita ou ano a obra de Gabrielle-Suzanne Barbot à esquerda, alinhada foi uma das escolhidas. Após abaixo sem os alunos assistirem aoefilme, hifenização realizaram a análise literária e comparativa desse texto em esferas diferentes: a literatura e o cinema. Nessa fase do projeto, a partir da apreciação do filme, construíram reflexões das referências literárias com a obra cinematográfica, desenvolvendo habilidades de leitura, interpretação, comparação, assim como criação e produção escrita. A partir da segunda semana de maio, iniciaram a produção de releituras, que serão transformadas em um curta metragem, com estréia aguardada para final de setembro de 2017.

12

Rua Voluntários da Pátria, 1260 Floresta | Porto Alegre coimpressa.com.br 51 3212-6011

Impressos campeões Vencedora em duas categorias no Prêmio de Excelência Gráfica 2016


Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

Sinodal Esportes

Handebol em primeiro lugar A Equipe de Handebol do Salvador passou invicta para a próxima fase dos jogos da Liga Ouro de Handebol Escolar, classificando-se em 1º lugar. E o sucesso não pára por aí, ela também é líder nos JAPA - Jogos Abertos de Porto Alegre, organizado pela Prefeitura Municipal. A Liga Ouro é uma iniciativa de escolas privadas de Porto Alegre e Canoas que compartilham da visão de que o esporte escolar é um instrumento transformador da educação integral, principalmente através das relações interpessoais. Competição com ética, disciplina, trabalho em equipe, superação de desafios pessoais e de grupo e respeito ao próximo são alguns dos valores trabalhados. Apesar do espírito de desafio, por se tratar de um projeto escolar, a ênfase do torneio deve ser a formação do atleta e a valorização do esporte.

Piquenique de Aniversário Para comemorar a passagem de seus 52 anos, o Colégio Sinodal do Salvador convidou a comunidade escolar para um piquenique na Praça Park Lindoia. Com clima favorável, pais e filhos aproveitaram a manhã para brincar e conviver com os colegas. O evento, além de promover a integração entre escola e família, mobilizou a comunidade para ocupar os espaços verdes que Porto Alegre oferece. Muitas empresas parceiras também marcaram presença, distribuindo brindes e envolvendo as crianças em brincadeiras.

FOTO MICHELE PLACHI

Equipe da escola lidera dois campeonatos na Capital

Vem aí a Gincana de Integração do Fundamental II Como já é tradição, o primeiro semestre letivo do Colégio Sinodal do Salvador encerra com uma gincana entre os alunos do Ensino Fundamental II. As equipes, identificadas por cores, são formadas por estudantes de turmas variadas, promovendo a integração. Esse é um dia letivo diferenciado, com muita diversão, brincadeiras, jogos, pesquisa, apresentações artísticas e culturais e que mobiliza a gurizada através de diversas tarefas. A Gincana deste ano acontecerá no dia 14 de julho de 2017, das 8 às 17 horas.

13


REVISTA DO

Artigos

As múltiplas linguagens na

educação infantil

Alunos da Educação Infantil têm contato com diversas formas de expressão, como a fotografia e o audiovisual (acima)

14

E

m 2017 foi aprovado um novo marco legal de referência para a Educação Infantil: A Base Nacional Comum Curricular –BNCC. Esse documento objetiva delimitar um currículo comum para cada nível de ensino e aborda, no âmbito da Educação Infantil, a importância das experiências e vivências que atravessam e são atravessadas pelas crianças na jornada diária. Rompendo com a ideia de conteúdos, ou mesmo de disciplinas, a BNCC propõe cinco Campos de Experiência que devem ser garantidos às crianças

no cotidiano da Educação Infantil, que são: 1) o eu, o outro e o nós; 2) corpo, gestos e movimentos; 3) traços, sons, cores e formas; 4) oralidade e escrita; 5) espaços, tempos, quantidades, relações e transformações. Esses Campos de Experiência são conectados entre si e estão pautados no conhecimento de si, do outro e do mundo, através da experimentação da realidade, do desenvolvimento do pensamento crítico, da expressão através de múltiplas e diversificadas linguagens e da exploração científica, cultural, histórica e social. O próprio documento delimita que “Convi-

ver com diferentes manifestações artísticas, culturais e científicas, locais e universais, no cotidiano da instituição escolar, possibilita às crianças, por meio de experiências diversificadas, vivenciar diversas formas de expressão e linguagens, como as artes visuais (pintura, modelagem, colagem, fotografia etc.), a música, o teatro, a dança e o audiovisual, entre outras.” (BRASIL, BNCC, 2017, p.37). A partir da compreensão de que o desenvolvimento da subjetividade da criança perpassa a expressão de si, por meio de diversas e variadas linguagens, tais como a fotografia, o cinema, a mú-


Porto Alegre, julho de 2017 - Ano 01 - N° 01 - Edição semestral

sica, o teatro, as artes plásticas, a poética e a dança, passamos a elaborar e a construir um currículo da experiência, voltado às linguagens e a expressão de si. No decorrer do ano de 2017, as turmas da Educação Infantil iniciaram um trabalho mais aprofundado com essas variadas linguagens, que outrora passavam desapercebidas no contexto da Educação Infantil. O trabalho de desenvolvimento das múltiplas linguagens nasceu inicialmente de uma problematização das professoras, mas pouco a pouco foi se tornando uma discussão presente também entre os pequenos. Em um primeiro momento, foi necessário estabelecer um exercício de pesquisa e investigação cultural dessas linguagens: entendê-las, investigá-las, percebê-las. Porém, com o passar do tempo, passamos a experimentar as linguagens como mais um caminho para a expressão. Passamos a vê-las como ferramentas para descobrirmos a nós mesmos, para descobrirmos o outro, para fazermos nossas leituras de mundo. E, como diria nosso querido Paulo Freire “a leitura de mundo precede a leitura da palavra” e era exatamente essa a nossa maior intenção: dar sentido à vida, dar sentido ao mundo. E dar sentido também implicava em (re)significar as expressões culturais, (re)significar as nossas próprias expressões. Expressar a nossa subjetividade e transformá-la, pouco a pouco, no contato com o outro, no contato com o mundo. No decorrer do trabalho, construído juntamente com as crianças, passamos a entender que as linguagens se completam, passamos a entender que podemos nos expressar por meio da linguagem cênica, mas que a linguagem fotográfica pode também atravessar essa experiência, trazendo novos sentidos a este cênico, proporcionando um novo olhar àquilo que já está, muitas vezes, dado como acabado. Rubem Alves afirmava que a riqueza do humano está na sua incom-

Dicas para quarto de adolescentes Com a chegada à adolescência, é comum que seu filho peça um novo quarto. Sai de cena a decoração temática infantil. Agora, ele quer um dormitório com a “sua cara” onde possa estudar e receber amigos com privacidade. Mas como projetar o ambiente preferido do adolescente para que ele seja funcional, confortável e reflita o estilo do jovem? Confira:

pletude. Eis a beleza do humano, enxergar seu inacabamento e buscar constante aperfeiçoamento, através da resiliência, da capacidade de se reinventar frente às diversas situações cotidianas. E, em meio a nossa incompletude, passamos a juntos nos (re)significar, através de experiências reais, onde as próprias crianças foram protagonistas na expressão de si, através das múltiplas linguagens. Coordenadora Pedagógica da Educação Infantil, Nicole Cerbaro

A música foi umas das linguagens exploradas pelas professoras durante as aulas

1. Escolha móveis proporcionais à área do dormitório ou opte pelos planejados. 2. Preveja locais para os eletrônicos como TV e computador. 3. Na iluminação artificial geral, lâmpadas branco-quente conferem aconchego. 4. Lâmpadas branco luz-do-dia são ideais para a área de estudos. 5. Invista em uma boa cadeira com encosto e braço para maior conforto. 6. Objetos de design são ótimos para personalizar e deixar a decoração mais divertida. 7. Use cores claras e neutras como base e cores vivas em detalhes. 8. Prefira materiais resistentes e de fácil manutenção. Maria Emília Persici (CAU A77609-2) Aline Koboldt (CAU 162572-1) contato@meaarquitetura.com.br

15


Educação Infantil Ensino Fundamental Ensino Médio MATRÍCULAS ABERTAS

Mais que uma escola, um projeto de vida

FOTOS MICHELE PLACHI

51 3340.5509

salvador@salvador.org.br

sinodalsalvador.org.br

sinodal.do.salvador

Avenida Mathilde Trein Renner, 55 - Vila Ipiranga - Porto Alegre / RS - CEP 91.370-050

Revista Colégio Sinodal do Salvador nº 01 - julho / 2017  

Revista do Colégio Sinodal do Salvador. Número 1 - julho de 2017. Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil Informativo Semestral Rede Sinod...

Revista Colégio Sinodal do Salvador nº 01 - julho / 2017  

Revista do Colégio Sinodal do Salvador. Número 1 - julho de 2017. Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil Informativo Semestral Rede Sinod...

Advertisement