Page 30

DESENVOLVIMENTO no processo de desenvolvimento dos municípios e região, pelos caminhos do planejamento, da inovação e da gestão compartilhada. De acordo com José Alberto dos Santos, Secretário de Administração do Município de São Francisco, o pacto veio em momento crucial para a região. “É uma iniciativa muito boa, pois levará ao desenvolvimento, principalmente as cidades menores como São Francisco que sozinha não teria capacidade de angariar vários projetos. Com o Pacto, juntamos conhecimentos para sanar as maiores dificuldades encontradas no nosso município, que diz respeito a estrutura administrativa e a parte social”, afirma.

Caminhos do Pacto de Cooperação O projeto teve suas atividades iniciadas pelo Sebrae, em agosto de 2009, com visitas aos municípios contemplados no projeto: Amparo do São Francisco, Muribeca, Telha, Propriá, Cedro de São João, Malhada dos Bois, São Francisco, Japoatã, Santana do São

Francisco, Neópolis, Pacatuba, Canhoba, Ilha das Flores, e Brejo Grande. Nestas visitas eram reunidos em média 100 participantes por municípios, representando a gestão pública, a iniciativa privada e a sociedade civil organizada, a fim de explicar o projeto e efetivamente promover o pacto através de um documento chamado Síntese Referencial do Município, que documenta o retrato atual do local. Após o diagnóstico de cada município, o Sebrae iniciou uma série de atividades para dar sequencia ao projeto. Um dos pontos mais importantes foram as articulações e pactuações de parcerias. Diversas instituições firmaram acordos com o projeto e foram apresentados no Encontro de Gestores do Baixo São Francisco, no dia 04 de agosto, durante a Feira do Empreendedor em Aracajú. Dentre elas, estava presente o Instituto Municipal de Administração Pública - IMAP que a convite do Sebrae, apresentou a ferramenta Imprensa Oficial Online e se disponibilizará aos municípios para capacitar de seus técnicos, através de cursos nas áreas de publicidade legal, pregão presencial, contrato e mo-

dalidades de licitações. Além disso, o Instituto também irá oferecer a utilização da ferramenta SIOF - Sistema de Imprensa Oficial que visa viabilizar a criação de toda a Imprensa Oficial dos municípios. “O Pacto é um exemplo para o Brasil e estamos felizes pela oportunidade de levar o nosso know how a mais estes municípios, de forma a estimular a transparência, reduzir custos e organizar as publicações, promovendo mudanças na cultura atual de transparência na gestão desses municípios”, afirma Irenio Filho, coordenador de expansão do IMAP, que atua na Bahia e em algumas cidades do estado. Outras atividades dão sequência ao projeto como a formação de Núcleos Locais de Inovação e Empreendedorismo, elaboração do Plano de Ação para o Desenvolvimento Regional Sustentável, aprovação da Lei Geral Municipal, além de ações de acesso ao crédito e ao mercado . De acordo com Adilson Nascimento, gerente da unidade de articulação institucional do Sebrae-SE, “O projeto causa um impacto muito grande quando chega,

O Encontro de Gestores do Baixo São Francisco aconteceu durante a Feira do Empreendedor em Aracajú-SE

30

Caro Gestor - edicao 03  

Revista e Portal da Gestao Publica

Caro Gestor - edicao 03  

Revista e Portal da Gestao Publica

Advertisement