Page 45

“Um recado mal entendido não pode ser bem transmitido.” [Compare: “Por um mal-entendido (= equívoco) quase houve uma tragédia.”] “Traz os cabelos bem (ou mal) arranjados.” 4º GRUPO (2): circum- e pan-. REGRA: Usa-se hífen quando o segundo elemento começa por vogal, h, m ou n.

Exemplos: circum-escolar, circum-hospitalar, circum-murado, circumnavegação; pan-americano, pan-helênico, pan-mediterrâneo, pannacional. Mas: circumpolar, circumpolaridade; pangermânico, pantelegrafia. OBS.: Em muitos casos, o prefixo circum-, quando se aglutina com o segundo

elemento, adquire a forma circun-: circunvizinhança, circunvolver, etc.

circuncircular,

circungirar,

5.º GRUPO (4): 4 terminados em -b: ab-, ob-, sob- e sub-. REGRA: Pedem o hífen quando seguidos de elementos começados por r que

inicie sílaba ou b (VOLP). Exemplos: ab-reação, ab-reptício, ab-rogação, ab-rogar, ab-rogatório; obrepção, ob-reptício, ob-rogação, ob-rogar; sob-roda, sob-rojar; subraça, sub-região, sub-reino, sub-rogar; sub-base, sub-borato. OBS. 1: O VOLP registra também, além de ab-rupto, a forma abrupto. OBS. 2: O Acordo Ortográfico não inclui na regra para uso do hífen com os

prefixos terminados em b a condição de que o segundo elemento comece com h. Especialmente no caso de sub- (o VOLP não registra ocorrências com os outros

Profile for Carlos Duarte

Adriano da Gama Kury - Para falar e escrever melhor o português  

oi.

Adriano da Gama Kury - Para falar e escrever melhor o português  

oi.

Advertisement