Page 170

E na ordem inversa (primeiro o verbo, depois o nome): PREDICADO

SUJEITO

Desabou Chegou Aconteceu

uma tempestade daquelas! a noite. uma desgraça.

Pelo fato de poderem formar um predicado sem necessidade de complemento é que esses verbos recebem o nome de INTRANSITIVOS, ou seja: o seu sentido não transita para um complemento. 2. Outros verbos, ao contrário dos intransitivos, só costumam formar o predicado acompanhados de um complemento: ao enunciá-los, ficamos esperando mais alguma coisa que lhes complete o sentido. Esse complemento é o OBJETO, e os verbos que o pedem se chamam TRANSITIVOS, de que há dois tipos. 3. Se o verbo é TRANSITIVO DIRETO, seu objeto, quando substantivo, não vem obrigatoriamente precedido de qualquer preposição; e, quando pronome átono, tem a forma o, a, os, as (ou as suas variantes lo, la, los, las e no, na, nos, nas): 1. A tempestade inundou as ruas. v. tr. dir. obj. dir. 1a. A tempestade inundou-as. o.d. 2. Foram esperar a mãe na Rodoviária. v. tr. dir. obj. dir. 2a. Foram esperá-la na Rodoviária. o.d. 3. Aguardaram o ônibus durante meia hora. v. tr. dir. obj. dir. 3a. Aguardaram-no durante meia hora. v. tr. dir. o.d.

Observe nestes outros exemplos o emprego correto do pronome átono com alguns verbos transitivos diretos.

Profile for Carlos Duarte

Adriano da Gama Kury - Para falar e escrever melhor o português  

oi.

Adriano da Gama Kury - Para falar e escrever melhor o português  

oi.

Advertisement