Issuu on Google+

O Dirigente Cristão Impresso fechado. Pode ser aberto pela ECT.

Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa do Rio Grande do Sul Nº 178 - Ano XX - Setembro/ 2011

Tá na Mesa:

solidariedade leva empresários e autoridades para a cozinha

Jonas Rosa


Órgão Informativo da Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa do Rio Grande do Sul (ADCE-RS) Filiada à ADCE/UNIAPAC/Brasil

Daniel de Cerqueira

O Dirigente Cristão

ADCE Uniapac Brasil Conversa com Sérgio Cavalieri aponta boas expectativas para a ADCE nacional e suas regionais

Presidente Antonio D’Amico Vice Presidente Juarez Pereira Eduardo Albershein Dias Assessoria Doutrinária Pe. Federico Juarez - Pastor Carlos Dreher Monsenhor Urbano Zilles Editores In Memoriam Fulvio de Silveira Bastos Renato Cardoso Sede Centro Arquidiocesano de Pastoral Praça Monsenhor Emílio Lotterman 96, conj 12 Bairro Floresta CEP 90560-050 Porto Alegre/RS Fones (51) 3332.0811 Fax: (51) 3222.8997 e-mail: adcepoa@tca.com.br Conselho Diretor Cezar Saldanha (Porto Alegre) Carlos Egídio Lehnen (Porto Alegre) Márcio Luiz Onzi - Serra (Caxias do Sul) Moacir Basso - Serra (Caxias do Sul) Sergio Ricci - Planalto Médio (Passo Fundo) Ubiratan Oro - Planalto Médio (P. Fundo) Vicente Borin (Santa Maria) Luiz Fernandes da R. Pohlmann (Santa Maria) Gilmar V. Lazzari - Vale do Rio Pardo (Sta. C. do Sul) Paulo Bohn - Vale do Rio Pardo (Sta. C. do Sul) Comissões Alecio Ughini - Baptista Celiberto Carlos Egídio Lehnen - Cláudio O. Koehler Francisco Moesch - Gilberto Lehnen José Antonio Célia - José Juarez Pereira Luiz Arthur Giacobbo - Ricardo Jakubowski Rita Campos Daudt - Sergio Kaminski Edição:

Rua Jerusalém, 415 - CEP 91420-440 - Porto Alegre/RS Fone: (51) 3392.0055 conexaocom@plugin.com.br Editor: Carlos Damo Reportagem e Diagramação: Cíntia Machado DRT/RS 14080 Tiragem 4500 exemplares Circulação Bimestral - Distribuição Gratuita É permitida a reprodução total ou parcial das matérias aqui publicadas, desde que conservada a forma e citados a fonte e o autor. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.


I O Dirigente Cristão I 3 I

Fatos como a recente reativação da ADCE em nível nacional e sua união com a Uniapac marcam um novo período para a associação. O DC conversou com o presidente da ADCE Uniapac Brasil, Sérgio Cavalieri, sobre as novidades que essas mudanças estão trazendo. DC: 1) Como surgiu a ideia de reativar a ADCE/ Brasil? Cavalieri: Surgiu a partir da necessidade de fortalecer e expandir a entidade, por meio de uma maior integração entre as regionais e a criação de novas regionais, buscando a unificação de forças para divulgar a entidade e torná-la mais conhecida nacionalmente. DC: 2) Quais os objetivos para a ADCE/Brasil? Cavalieri: Objetivamos ser um canal único e uniforme de comunicação quando se tratar de grandes temas nacionais; fazer a interlocução com outras entidades correlatas no Brasil e no mundo, com a Igreja Católica e com Igrejas de outras denominações religiosas; ser o elo com a Uniapac Mundial, com as demais Uniapacs internacionais e com a Fundação Uniapac. “A ADCE no Brasil está em um momento de plena expansão”, Cavalieri DC: 3) Como está o processo de reativação? O que já foi feito e o que ainda se pretende fazer? Cavalieri: A ADCE no Brasil está em um momento de plena expansão com a reativação da entidade nacional, a ADCE Uniapac Brasil, A ADCE/SP e mais recentemente a ADCE/RJ já trabalham programando encontros e eventos. O objetivo das novas entidades é o de colocar a pessoa humana no centro da atividade econômica e empresarial. Como missão, pretedem humanizar as relações das empresas com a sociedade e lutar para que, baseada

em valores cristãos, prevaleça a atuação ética e moral dos empresários e das empresas. Com isso, esperam gerar bem estar e felicidade, justiça e paz entre as pessoas e a sociedade. DC: 4) Como está a questão da reconstrução da marca, unindo ao nome da ADCE, o nome Uniapac e unificando todas as marcas das ADCEs regionais? Cavalieri: Promovemos a unificação das marcas com a intenção de tornar mais conhecida a entidade nacionalmente. Assim podemos conscientizar e formar um maior número de empresários, dirigentes e executivos para que adotem em suas empresas práticas e valores cristãos. DC: 5) Que pontos positivos a união com a marca Uniapac trazem? Cavalieri: A Uniapac é uma federação de associações, um local de encontro internacional para líderes cristãos de negócios. Seu objetivo é promover, à luz dos ensinamentos cristãos sociais, uma visão e uma implantação de responsabilidade social corporativa para servir as pessoas e o bem comum do mundo. A união com a marca aumenta a nossa responsabilidade com nossos objetivos e nos fortalece para continuarmos buscando expandir e integrar todas as regionais e as novas que forem criadas. Com a entidade fortalecida, poderemos buscar a expansão e a integração de todas as regionais. O objetivo da ADCE/Brasil é conscientizar e formar os empresários, dirigentes e executivos em geral para que suas empresas adotem práticas que sigam os valores cristãos, que são valores universais que conduzem as empresas a serem mais humanas, a economia mais justa e as pessoas mais felizes. Esse novo jeito de fazer negócios, além de contribuir para a sociedade e para o planeta, também se reverte para a própria empresa em termos de produtividade, competitividade, perenidade e imagem perante o mercado.


I 4 I O Dirigente Cristão I

Solidariedade em ação Evento promovido pela ADCE/Serra proporciona lazer, atrai participantes e auxilia entidades beneficentes A solidariedade levou adeceanos e outros voluntários para a cozinha, na serra gaúcha. Gastronomia, lazer, humor e criatividade foram alguns dos ingredientes que marcaram a nona edição do “Tá na Mesa com a ADCE”. O evento beneficente que recebeu a temática “Solidariedade: Uma receita fácil de fazer”, fez com que empresários e autoridades da região vestissem voluntariamente o avental e criassem 15 cardápios diferentes no dia 13 de agosto, no Tulipa Espaço Gourmet, em Caxias do Sul. “Tivemos um recorde de empresas envolvidas no evento. Além dos cozinheiros, contamos com o apoio e patrocínio de mais 45 organizações”, Delazzeri

“Cerca de 750 pessoas estavam presentes, as quais elogiaram o formato inovador do evento e a escolha do local, que consideraram aconchegante”, destaca o coordenador da ação, Luceval Delazzeri. Conforme explica o adeceano, a previsão era que esta edição superasse em 20% o valor arrecadado no ano anterior, porém a expectativa foi superada: em 2011 a iniciativa obteve 35% a mais que em 2010. As entidades que receberam o benefício foram previamente selecionadas pela diretoria e pelo conselho consultivo da ADCE Serra. “A arrecadação dessa edição beneficiou 10 organizações. Cada uma delas recebeu valor diferente, de acordo com o projeto apresentado pela mesma. Todas as entidades atendem crianças ou jovens em vulnerabilidade social”, explica Delazzeri. Ações que fazem o bem A solidariedade marcou a ação. Tantas crianças e adolescentes não teriam recebido o auxílio, se não fosse pela atuação voluntária das inúmeras pessoas e empresas que dedicaram seu tempo. “Tivemos um recorde de empresas envolvidas no evento. Além dos cozinheiros, contamos com o apoio e patrocínio de mais 45 organizações”, comenta o coordenador, lembrando que durante o evento, uma cozinha da Italínea Móveis foi sorteada entre os participantes,

O grande objetivo do evento promovido pela ADCE/Serra é auxiliar, financeiramente, entidades sociais voltadas à promoção humana. O alvo foi atingido e o público Acima: Dona Bastiana; saiu satisfeito.

Ao lado: participantes do Tá na Mesa

LANÇAMENTO NA ANITA GARIBALDI

UM EMPREENDIMENTO TÃO DESEJADO QUANTO SEU ENDEREÇO.

AMPLOS APTOS. DE

3 DORM

COM SUÍTE E OPÇÃO COM GABINETE.

INFORMAÇÕES: Rua Anita Garibaldi, 2.460 – junto ao Country Club www.cyrela.com.br/rs | Fone: 3072-0418

CONSTRUÇÃO E INCORPORAÇÃO:

Possíveis alterações de projeto ou decorações dos ambientes serão executadas de acordo com o Memorial Descritivo do empreendimento. Projeto arquitetônico: Amplo Arquitetura. Projeto paisagístico: Tellini & Vontobel. Incorporação registrada sob o R.7-160.741, da matrícula no 160.741, do Livro no 2 – Registro Geral do Ofício de Registro de Imóveis da 4a Zona da Comarca de Porto Alegre-RS.


I O Dirigente Cristão I 5 I

além de outros prêmios especiais terem sido entregues. Entre os chefes de cozinha, estavam o prefeito de Caxias do Sul, José Ivo Sartori; o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, da mesma cidade, Guilla Sebben; o empresário Milton Corlatti, representando a CIC; o presidente da Fundação Caxias, Valter Franzosi, entre vários outros. Outras participações destacadas foram da atual rainha da Festa Nacional da Uva, Tatiane Frizzo, das candidatas ao título para 2012, da Presidência da Festa Nacional da Uva e também da Comissão Social, além dos Médicos do Sorriso com a sua personagem Dona Bastiana, interpretada pelo artista Davi de Souza. Sentido horário: 1) Márcio Onzi, presidente ADCE Serra 2) José Ivo Sartori, prefeito de Caxias do Sul 3) cozinheiros voluntários

Entidades beneficiadas: Casa da Criança Jardelino Ramos Entidade de Assistência à Criança e ao Adolescente (Enca) Associação Centro de Promoção do Menor Santa Fé (ACPMEN) Centro Cultural Espírita Jardelino Ramos Fundação Bandeirantes do Brasil – Toca Neuza Teixeira Centro Assistencial e de Promoção Social Joana d’Arc Centro Educativo Casa Anjos Voluntários Associação Mão Amiga Associação Criança Feliz Fotos: Jonas Rosa Grupo Filhos do Céu


I 6 I O Dirigente Cristão I

Aproximação com Deus Advogada e teóloga relaciona o desenvolvimento de atividades de trabalho com a santidade O trabalho pode ser um caminho para a santificação. É o que explica a advogada, teóloga e professora de filosofia do direito, Angela Vidal Martins. Ela cita um exemplo dado por São Josemaria, que certa vez questionou “qual o trabalho que vale mais: o desse meu filho reitor ou dessa minha filha que limpa os banheiros?”. Ele mesmo respondeu: “o que é feito com mais Amor”. A forma de realização do trabalho é o que aproxima aquela pessoa de Deus. Angela explica que uma atividade feita com amor e dedicada a Deus, atribui santidade aquele que a desempenha. Aspectos antropológicos Antropologicamente, o trabalho possui três finalidades, explica Angela, tendo como base as afirmações do filósofo Ricardo Yeppes Stork: •  Prover o sustento •  Melhorar o entorno dando sua contribuição e experimentando sua dependência na humildade •  Promover o aperfeiçoamento pessoal “Em um berço vemos tudo o que um homem poderia ser e num caixão, tudo o que foi, ou deixou de ser. Normalmente, constatamos que esse crescimento se deu pelo trabalho e pelo serviço. Por isso, podemos também afirmar que a preguiça é a antítese antropológica da realização e da excelência”, exemplifica Angela, lembrando as palavras de um outro filósofo, Johannes Batiste Torelló.

Aspectos teológicos A teologia também dá a sua abordagem a questão do trabalho. “Segundo o Gênesis, o homem foi criado para trabalhar. O esforço mostra que nenhum ideal se faz realidade sem sacrifício. Ao mesmo tempo, também palpamos nesse sentido a paternidade de Deus, que sempre alia um prazer a nossos esforços, pois nessa mesma superação já nos realizamos”, explica a professora. Para João Paulo II, o mundo é uma obra inacabada de Deus, que quis contar com a colaboração do homem para devolvê-lo melhorado. “Já na criação Ele nos serve de modelo: Deus trabalha de forma ordenada, racional, e descansa”, lembra Angela. Ela cita, ainda, outro exemplo para enfatizar a importância do trabalho: “O Novo Testamento mostra Jesus Cristo assumindo o trabalho como meio de santificação e redenção ao aprender um oficio com um pai trabalhador”.


I O Dirigente Cristão I 7 I

Santidade “Podemos agora parar para pensar em como Deus vê nosso trabalho. Imagino que não somos boys de Deus. Quando pedimos a um office boy para fazer um serviço para nós, não nos incomodamos com sua trajetória, se toma um sorvete, ou assiste TV no caminho, pois visamos o resultado: que entregue um envelope, pague uma conta, etc. Deus não! Ele quer precisamente a nossa trajetória, o quanto O amamos em nossas tarefas, ou seja, nossa santidade”, declara a professora. A santidade, para Angela, se apresenta em três vertentes: •  União com Deus: os estudos, o trabalho, as atividades são formas de oração. •  Virtudes: o trabalho é escola de virtudes, desde a pontualidade, passando pela humildade, até a lealdade e a caridade. •  Apostolado (superabundância da santidade): é no trabalho que se travam nossos principais relacionamentos

e onde podemos construir um céu ou um inferno para as pessoas que nos rodeiam. A professora lembra que trabalho é serviço e que ao desenvolvê-lo, deve-se ver o outro como destinatário. Ela reforça sua ideia com a passagem bíblica “vim para servir e não para ser servido”. A empresa Angela entende que, se a vocação profissional faz parte da vocação divina, pode-se dizer que os empresários têm essa profissão como missão. Ela vai mais a fundo, analisando as histórias bíblicas e comparando com a realidade empresarial. “Dá a impressão de que o próprio Deus é um Empresário. As obras ad extra da Santíssima Trindade são decisões colegiais. Jesus Cristo também trabalha dessa forma: define 12 gerentes; delega correndo riscos; organiza o trabalho enviando dois a dois; multiplica os recursos contando com as possibilidades de cada um”, defende. “A empresa é viva voz dessa escola de amor que é o trabalho”, conclui Angela. A professora salienta que o principal em uma empresa é a execução do trabalho com dedicação e qualidade: o lucro é apenas consequência disso, o objetivo sempre são as pessoas. Para ela, é responsabilidade do empresário cristão dar exemplo com sua postura, sua atitude e seu trabalho. Nesse sentido, ela ressalta: “exemplo não é o que quero dar, algo postiço, mas o que simplesmente dou por ser coerente”. Outra responsabilidade é com a questão social: preocupar-se com as pessoas, dar conselhos, ajudar, etc. “Um cristão não deveria dizer não é da minha conta. Não deveria perder oportunidades de ser bom samaritano em todos os sentidos”, enfatiza. “A empresa é viva voz dessa escola de amor que é o trabalho”, conclui Angela. Foto: sxc.hu


I 8 I O Dirigente Cristão I

Uniapac completa 80 anos

Uniapac promove congresso

Fundada em 1931, por um grupo de empresários provenientes da Holanda, da Bélgica e da França, a Uniapac completou 80 anos, em 2011. O início da entidade coincidiu com o aniversário de 40 anos da Rerum Novarum, encíclica elaborada pelo Papa Leão XIII. Tal coincidência explica a fundamentação da Uniapac, principalmente em tal encíclica. O aniversário da entidade foi lembrado pelo Cardeal Tarciso Bertone, Secretario de Estado Vaticano. “Nosso movimento cresceu e segue crescendo graças a convicção e o compromisso de muitas pessoas de boa vontade, mas, sobretudo, graças a Deus”, declarou o presidente da Uniapac Latino-americana, Juan Manuel López Valdivia.

O Equador vai sediar, no final de setembro, o X Congresso Latino-americano da Uniapac. O evento mostrará a experiência prática de empresários bem sucedidos, que se basearam em princípios e valores. O principal painel, conduzido por Michel Camdessus, assessor do G20 e ex-presidente do FMI, abordará a economia de mercado a serviço da humanidade. O congresso acontece entre os dias 27 e 30 de setembro, em Guayaquil, no Equador.

Adeceanos novos e antigos reuniram-se no Encontro de Reflexão da ADCE Porto Alegre no final de semana dos dias 2, 3 e 4 de setembro. Essa edição trouxe uma novidade: a participação de inúmeros palestrantes novos. Conforme o coordenador do evento, Juarez Pereira, a novidade foi positiva: “as palestras foram nota mil”. O encontro teve a participação do Padre Federico Juarez e do Pastor Carlos Dreher. A ADCE/POA deixa as boas vindas aos novos encontristas. Grupo que participou do encontro de reflexão

Novos encontristas: Paulo Roberto Wilson Luciano Dahm Décio Pedro Benvenutti Gustavo Vicente Sander Renato Gogo Ramiro Rosário Cezar Saldanha

Marcelo Carvalho Pastor Eliseu Tania Ramos Acacio Batista Ramos Tito Livio Goron Enio Redivo Nelson Brum Wetzel Rita Dolores Sander

Celso Wichinieski

POA faz Encontro de Reflexão

O que: X Congresso Latino-americano da Uniapac Onde: Guayaquil, Equador Quando: 27, 28, 29, 30 de setembro Informações e inscrições: www.congresouniapaclaecuador.org


I O Dirigente Cristão I 9 I

O presidente da ADCE/RS, Antônio D’Amico, recebeu homenagem da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, no dia 15 de agosto. A razão foram os 50 anos completados pela empresa a qual preside, a Ajurem D’Amico Advogados. D’Amico fez um amplo agradecimento em seu discurso, com destaque para os pais e avós e, em especial, para Jesus e Maria. “Posso lhes afirmar que sou o que sou pelas circunstâncias em que fui criado, fui apoiado, fui estimulado, fui ajudado, enfim sou o produto acabado do que nestes anos aprendi pelos exemplos e ensinamentos de quantos seres maravilhosos passaram pela minha vida”, declara. D’Amico recebe homenagem pelos 50 anos de sua empresa

Celso Wichinieski

Ajurem D’Amico Advogados comemora 50 anos

Jakubowski Engenheiros Consultores faz 40 anos

Fernanda, Cláudia, Werner e Ricardo: sócios da Jakubowski

Divulgação

O adeceano Ricardo Jakubowski alcançou o sucesso, após enfrentar inúmeras dificuldades no início de sua vida. Filho de imigrantes poloneses, ele conta que nasceu dentro do arroio dilúvio. Depois disso, o pai teve um bar e disse a ele que a herança que lhe deixaria seriam os estudos. Jakubowski serviu ao exército entre 1960 e 1968. Em 62, entrou na faculdade de engenharia mecânica da UFRGS, de onde saiu como o segundo lugar da turma, após manter-se por alguns anos como motorista de táxi. Hoje em dia, o adeceano dirige a Jakubowski Engenheiros Consultores, ao lado das filhas Fernanda e Cláudia e do genro Werner Jaeger Junior.


Espaço

Gente que FAS

Confraria da Esperança Fique por dentro

Educação e formação Depois de dar o pontapé inicial no projeto, com a realização de sua primeira edição, o FAS formou uma equipe de trabalho permanente, com o objetivo de cumprir as metas estabelecidas na Carta ADCE para Sustentabilidade, além de preparar a edição 2012 do evento. O grupo está distribuido em quatro plataformas: Educação e Formação; Tecnologia e Conhecimento; Ambiental; Melhores Práticas. A comissão de Educação e Formação já se encontra bastante adiantada. Representada pelo presidente do GEELPA, Tito Livio Goron, a iniciativa obteve parceria com a UFRGS, Unisinos, UCS, UPF, Colégio Anchieta e Rede Luterana de Ensino. “O objetivo da comissão é promover uma série de cursos e atividades de formação e capacitação de lideranças cristãs e da sociedade”, explica Goron. Juntamente com universidades, escolas de ensino médio, igrejas, entidades e associações, o grupo destacará a importância e a necessidade de atuar com foco na questão da sustentabilidade. Dois cursos já promovidos, respectivamente pela ADCE/POA e ADCE/Serra servem de base para os projetos da comissão: o Curso de Formação de Lideranças Cristãs para uma Sociedade Sustentável e o Curso de Empreendedorismo Cristão. O primeiro foi promovido em parceria com IDC e Emaús e o segundo acontece na UCS, sob a forma de curso de extensão e também de disciplina universitária. A partir do próximo ano, ambos englobarão as iniciativas do FAS e estão em negociação para ocorrer também em outras entidades de ensino.

FAS 2012 A segunda edição do FAS já tem data marcada: vai acontecer nos dias 4 e 5 de junho de 2012.

O grupo de casais que forma a Confraria da Esperança é um exemplo de que se pode contribuir socialmente, tendo como ferramenta apenas a criatividade. “A ideia era transformar felicidade em trabalho social”, conta Eliana Affonso de Barros, que, juntamente com seu marido Danilo Boff de Barros, preside atualmente a confraria. Com essa intensão, um grupo de 18 casais se uniu. Eles fazem encontros mensais em um restaurante que cede espaço ao grupo, além de dois bailes grandes anuais. Cada casal contribui com uma mensalidade de R$ 50,00. A verba arrecadada pelas ações promovidas pela Confraria da Esperança é utilizada para auxiliar na manutenção e nas despesas mensais da Clínica Esperança, que abriga crianças pobres com doenças que exigem cuidados especiais, como HIV e distúrbios psíquicos. A clínica foi fundada em 1997 e é mantida apenas com contribuições de órgãos de assistência social e com doações. Atualmente, o local abriga 33 crianças de 0 a 15 anos. A ideia é que seja um lar transitório, que as crianças possam voltar para as

Serviço Confraria da Esperança Eliana Affonso de Barros Presidente (51) 9984 2330 elianabarros59@hotmail.com Clínica Esperança de Amparo a Criança (CEACRI) Loide Linhares Colisse Coordenadora (51)3387.16.13 (51) 3387.7492 Doações para a Clínica Esperança Banrisul Agência: 100 C/C: 06.2791540-5 CNPJ 03.473.413/0001-81


I O Dirigente Cristão I 11 I

Clínica Esperança de Amparo a Criança (CEACRI)

1) Baile organizado pela Confraria da Esperança para manter a Clínica Esperança 2) Grupo de casais que forma a Confraria da Esperança

Fotos: Divulgação

famílias quando possível. “Hoje se vê as crianças portadoras de HIV como portadoras de uma doença crônica, mas que pode ser tratada. Os portadores do vírus podem viver como os outros”, explica Eliana. O que o grupo faz é tentar amparar essas crianças, não só com apoio financeiro, mas também oferecendo carinho. As necessidades na Clínica vão desde reformas e adaptações do local, passando pelas despesas mensais como alimentação, higiene, medicamentos, até roupas, brinquedos e itens em geral do cotidiano de uma casa. O próximo grande baile da Confraria da Esperança já tem data marcada. Vai acontecer no dia 15 de outubro, às 20h30min, no Lindóia Tênis clube. Os convites podem ser obtidos com os confrades. Aqueles que tiverem vontade de conhecer melhor o trabalho realizado pela Confraria da Esperança, participar dos eventos, ou contribuir com a causa, podem entrar em contato com a presidente, Eliana. É possível também entrar em contato diretamente com a Clínica Esperança, ou fazer doações diretamente à entidade através dos dados informados ao lado.


Economizar ĂŠ comprar

bem sortido


O Dirigente Cristão