Page 1

Shemá e a Mezuzá (umbrais das portas) _______________________________________________________________________Por Carlos Coléct

Os mandamentos dados no Sinai, são aquelas palavras descritas no Shemá. As quais o Senhor ordenou viver e inculcar na cabeça dos filhos, assentado a mesa, atar nas mãos e entre os olhos, no levantar no caminhar, no entrar e no sair. A palavra Shema geralmente é usada para indicar uma síntese de Dt 6.4. “Shema Israel Adonai Eloheyno Adonai echad “ – Ouve Israel, o Senhor nosso Elohim , o Senhor é UM” Shema, significa algo além do simples ato de ouvir, mas está incluso o ato de obedecer o que se ouve. Portanto , o Shema nos fala de um amor Àquele que é UM.Amor este que se expressa no coração, na alma, e no todo. E isto nos fala de um compromisso com o Eterno que se manifesta nas intenções, nas motivações, nas vontades, nos desejos, na mente, no físico, nos bens, ou seja, no todo. E como isto ocorre? Podemos obter esta resposta em Dt 6.Onde assim temos um Ouvir e um Obedecer as Palavras do Senhor no convívio familiar, na mesa com os filhos e transmitindo à geração futura.No caminhar , e isto pode nos indicar um modo da vida, caráter, personalidade, relacionamentos no trabalho e nos seus afazeres diários. E ainda as Palavras devem estar presas nas mãos, falando de obras e feitos, e também as Palavras devem estar entre os olhos, como um filtro para ver o mundo a sua volta de acordo com a ótica do Eterno de Israel. E para finalizar, o Senhor ordena que estas Palavras estejam nos umbrais das casas e das portas, e o cumprimento deste mandamento além de espiritual também era necessário o cumprimento natural, ou seja, isto se devia ao fato de que naquela época não se tinha todas as leis com facilidade, não havia um rolo para cada pessoa, ou escritos para cada pessoa.Portanto, o Senhor diz para que se escrevessem as dez Palavras(dez mandamentos), como sendo uma síntese dos demais mandamentos, e assim ao entrar ou sair da casa , a pessoa veria e lembraria das Dez Palavras do Senhor, e assim da mesma forma no seu ambiente de trabalho(portas).Pois o Senhor fala de casas e portas.A “casa” é o ambiente familiar e a “porta” é o ambiente de trabalho.E é para ser algo visível, e não como as mezuzot(mezuza) de hoje, que em sua maioria estão dentro de uma caixinha. Este mandamento é algo colocado nos umbrais para ser visto e lido. E quais são estas Palavras? O contexto de Dt 6 está dentro de uma repetição da Lei do Senhor dada no Sinai.Moisés anteriormente está repetindo as Palavras declaradas no Sinai .Sendo assim, as Palavras do “Shema” fazem indicação do “ decálogo” Dt 6.1-9 - Estes, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR, teu Elohim, se te ensinassem, para que os cumprisses na terra a que passas para a possuir; 2 para que temas ao SENHOR, teu Elohim, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida; e que teus dias sejam prolongados. 3 Ouve, pois, ó Israel, e atenta em os cumprires, para que bem te suceda, e muito te multipliques na terra que mana leite e mel, como te disse o SENHOR, Elohim de teus pais. 4 Ouve, Israel, o SENHOR, nosso Elohim, é o único SENHOR. 5 Amarás, pois,


o SENHOR, teu Elohim, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. 6 Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; 7 tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. 8 Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. 9 E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas. Shemot (Êxodo) 20.1-17 < :rOm'El hel G ' E h A £yÊrb A –Ëdh a -lAk – tE' £yih»l' È rEb – d fi Ãyw¬ 1 :£yÊdb A v · tyEb – m i £«yr fi c ¸ m i ¶Âr' e m E ßyit'EcÙh reH' · ßyeh»l' È h√whÃy yiknO ' A 2 lesp e ߸l-heWv · t a '◊l 4 2 ]:¬yn√ p KA -lav £yÊrEx' · £yih»l' È 1 ]Akl ¸ -h∆yh ¸ «y '◊l 3 £«ym Ga b –a reH' · w¬ 2 ]taxt GA m i ¶Âr' A b –A reH' · w¬ lavm Ga m i £«ym a H KA –ab reH' · h√n˚m¸t G -lAkwà 9 ] h√whÃy yiknO ' A yik – £„db ¸ v A t A '◊lwà £ehl A 1 ]h∆wx ¸ t Ga H ¸ t i -'◊l 5 2 ]:¶Âr' A l A taxt Ga m i £yivb –E r Ê -lavwà £yiHl GE H i -lav £y«nb –A -lav tOb' A §Owv · d‘qp KO '√nF q — lE' ßyeh»l' È '◊l 7 < :yAtwO c ¸ m i y„rm ¸ H O ¸l˚ yabh · ' O l ¸ £yipl A ' · l a desex heWv O wà 6 :yA'nà W O l ¸ 'AW K y« -reH' · tE' h√whÃy h’q – n¬ Ãy '◊l yik – 'ÃwH KA l a ßyeh»l' È h√whÃy-£EH-te' 'AW K t i teHH E 9 2 ]:ÙHËd – q — l ¸ tAb – KaHh a £Ùy-te' rÙk√z 8 > :'ÃwH KA l a Ùm¸H-te' h√whyal tAb – H a yivyibH K¸ h a £ÙyÃw 10 :ßet G k ¸ 'alm ¸ -lAk – t A yiWv A wà dObv · t Ga £yimy√ ߸tm A ' · w¬ 3 ]Akd –Ë b ¸ v a ßet G b i ˚-ßÃnb i ˚ hAt G ' a hAk'Alm ¸ -lAk heWv · t a -'◊l ßyeh»l' È -te' h√whÃy hAWv A £yimy√ -teHH E yik – 1 1 2 ]:ßyÂrv A H ¸ –ib reH' · ßËrg≈ wà ßet G m ¸ h e b ¸ ˚3] yivyibH K¸ h a £ÙCyb –a x¬nyC√ w¬ £Ab – -reH' · -lAk – -te'wà £√yC h a -te' ¶Âr' A h A -te'wà £«ym a H KA h a -te' dEb – k –a 12 < :˚hEH–Ëdq — yà w¬ tAb – H Ka h a £Ùy-te' h√whÃy ™firb –E §Ek – -lav h√whÃy-reH' · hAmd fl ' · h A lav ßyemy√ §˚kÊr' · y¬ §avm a l ¸ ßem G ' i -te'wà ßyib' A < :•A'nà t Gi& '◊l 14 < :xAcr Ë t Gi& '◊l 13 < :™Al §EtnO ßyeh»l' È '◊l 17 < :r’qH A dEv ß·vr „ b ¸ h∆nv · t a -'◊l 16 < :bOngà t G&i '◊l 15 ÙrÙHÃw ÙtAm' · w¬ Ù–db ¸ v a wà ßev„r teH' E dOmx ¸ t a -'◊l ßevr „ tyEb – dOmx ¸ t a > :ßevr „ l ¸ reH' · lOkwà ÙrOmx · w¬ 1. 2. 3. 4.

Vaydaber Elohim et col-haddvarim haelleh lemor : Anochi Adonay Eloheicha asher hotseticha meerets Mitsrayim mibbeit avadim lo yihieh-lecha Elohim acherim al-panaia Lo taaseh-lecha fesel vechol temunah asher bashshamayim mimmaal vaasher baarets mittachat vaasher bammayim mittachat laarets: 5. Lo-tishtachveh lahem velo taavedem ki anochi Adonay eloheycha el qanna poqed avon avot albanim al-shilleshim veal-ribbeim lesonay 6. veoseh chesed laalafim leohavay ulshomerey mitsvotay 7. Lo tissa et-shem-Adonay eloheycha lashshave ki lo yenaqqeh Adonay et asher-yssa et-shemo lashshave: 8. Zachor et-yom hashshabbat leqaddsho 9. sheshet yamim taavod veasita col-melachtecha 10. veyom hashshevii shabbat laAdonay eloheycha lo-taaseh chol-melachah atah uvincha- uvitecha avdecha vaamatecha uvhemetecha vegerecha asher bishareycha 11. Ki sheshet yamim asah Adonay et-hashshamayim veet-haarets et hayyam veet –col-asher –bam vayyanach bayyom hashshevii al-ken berach Adonay et yom-hashshabbat vayiqaddshenu: 12. Cabed et-avicha veet-immecha lemaan yarichun yameycha al haadamah asher Adonay eloheycha noten lach 13. Lo tirtsach


14. Lo tinaf 15. Lo tignov 16. Lo-taaneh bereacha ed shaqer: 17. Lo tachmod beit reecha lo-tachmod eshet reecha veavdo vaamato veshoro vachamoro vechol asher lereecha. A citação do shemá por Yeshua, mostra-nos o compromisso que Yeshua tinha e tem com a Torah. Mestre conhecedor e observador da Torá, pois o Shemá sempre foi o ponto central do monoteísmo e extremamente respeitado pelos judeus. E quando o Senhor Yeshua em Marcos é indagado por um escriba a respeito de qual era o primeiro de todos os mandamentos e então “Respondeu Yeshua: O principal é: Ouve, ó Israel, o Senhor, nosso Elohim, é o único Senhor! Amarás, pois, o Senhor, teu Elohim, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força.””(Mc 12.29,30) Shemá Ysrael Adonai Eloheinu Adonai Echad

‫שמע ישראל יהוה אלהינו יהוה אחד׃‬ Porém, muitos focam no " Amarás, pois, o Senhor, teu Elohim, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força ", mas o que primeiro Yeshua diz é:" OUVE, ISRAEL" “SHEMÁ, ISRAEL", este é o primeiro, o fundamento, ou seja, “shemá” que significa ouvir com uma disposição em obedecer .Então o primeiro mandamento é : "estar disposto a obedecer tudo o que se ouve do Eterno". Os demais mandamentos não são excluídos,este é o primeiro,o principal que dá sustentação aos outros, os demais mandamentos se dão a partir disso.Se não houver esse , não há o cumprimento dos outros, não há o "amarás..." E a questão é: quem OUVE(SHEMÁ)? ..Yeshua diz " ouve israel", ou seja, quem ouve é ISRAEL.Quem está inserido em Israel ouve o Eterno, quem não está em Israel não o ouve. Outro ponto é que Israel significa " será príncipe de EL", ou seja, aquele que está destinado a ser príncipe e príncipe é o filho amadurecido.Portanto, quem está disposto a obedecer o que ouve do Eterno, é aquele que está NO caminho do amadurecimento.Sendo assim, quem permanece na imaturidade e fora de Israel não OUVE O ETERNO. Bem, nessa oração é proclamada a essência do monoteísmo relatada em Dt 6.4.Nesta Palavra está o Echad, o Um que não se separa de Israel.Todo judeu sabe desse mandamento pois o Senhor ordena “Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas “(Dt 6.6.-9). Lógico que o Shemá vai muito além de apenas uma citação da boca pra fora, é algo que deve ser vivido todos os dias ao entrar, ao sair, no caminho, ao deitar, ao levantar, no realizar das mãos e como um filtro entre nossos olhos e o mundo.E esta pratica do shemá não é apenas para judeus, mas pra todos os que estão inseridos na comunidade de Israel e adoram ao D’us de Israel. Então, Yeshua cresceu ouvindo e recitando o Shemá e vemos que Ele sabia muito bem a sua importância dentro do relacionamento com o único(echad) Elohim.O Elohim que é UM.E essa declaração de um D’us que é UM, é o que diferenciava e diferencia ainda o povo de Israel e aqueles que por meio do Filho estão inseridos nessa comunidade, dos demais povos da Terra.

Shalom Carlos Coléct www.centroteshuva.blogspot.com

SHEMÁ E A MEZUZÁ  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you