Page 1

Casamento não vem pronto, se pág 6 constrói

G spel

Folhetim

Setembro de 2013 l ano 1 l edição 1 l Publisher Max Allam

comercial@folhetim.net l www.gospel.folhetim.net l Distribuição gratuita

Casal percorre o mundo em busca de ações transformadoras pág 4

Um chamado a conquista

pág 3

Pensadores x repetidores

pág 5


G spel

Folhetim

oPINIÃO

e1/aI » Setembro de 2013

Família Folhetim

Conheça nossa linha de segmentados

4707 2626 Foto:Pra. Adriana Vitorelli

CONVICTOS DE UM CHAMADO

Informação Coerente guma forma procuram ou trabalham para tentar mudar, ou pelo menos mostrar a humamados leitores e lei- nidade coisas boas que possam toras, é com enorme melhorar a vida das pessoas na satisfação que entrega- terra. mos a você a primeira edição deste veículo de comunica- Este é basicamente o conceito ção segmentado. O “Folhetim adotado na formulação desGospel” nasceu para trazer te veículo de comunicação, principalmente informações a qual pertence a Família do dirigidas ao segmento gospel, Jornal Folhetim lançado no culturais e a divulgação de mês passado. boas ações. Desejamos trazer a você informações noticiosas e Embora, o jornal não tenha artigos do seguimento de for- nenhuma ligação com qualquer igreja, abriremos espaço ma imparcial e coerente. para igrejas sérias divulgarem A divulgação de boas ações, projetos que visem a melhoria histórias de pessoas que de al- da vida humana. Traremos na

Por Max Allam Agência Target.CO

A

próxima edição (outubro), artigos sobre bandas, cinema e música, sempre relacionado ao segmento gospel e assim completar nosso perfil jornalístico. Estamos terminando o nosso portal para que em breve, você possa acompanhar nossos artigos também pela internet. Afinal, quando gostamos de algo sempre queremos mais. Tenha uma boa leitura, e não se esqueça de nos escrever, pois sua opinião é muito importante para que possamos melhorar este projeto.

Opinião do Leitor Na próxima edição, este espaço trará a sua opinião.

Expediente

Envie seu e-mail: gospel@folhetim.net

2

Target.CO » e1/aI » Setembro de 2013

Publisher: Diretor de jornalismo: Diretor de criação: Jornalista responsável:

Quando Deus criou o mundo e o homem, o fez guiado por sua incomparável e inimitável capacidade criativa. Ele teve p r i m e i r a m e nt e uma visão do que anelava na criação, e esta visão serviu-lhe como roteiro para executar o propósito de Seu coração. Do mesmo modo, ao fazer-nos a Sua imagem e semelhança, o Senhor nos dotou de uma capacidade criativa, a qual somente se tornará algo efeito para nossa vida e nossa obra dentro da Igreja, na medida em que nos atrevermos a ser visionário. A visão determina tudo. No caminho até o sucesso e através da história bíblica, vemos que Deus, ora levar a termo seu prósitos, escolhe um homem ao qual revela Sua vontade, dá-lhe seu planos e depois o cerca de pessoas que ao se identificarem com ele deidem apoiá-lo em tudo quando empreende, convertendose na força que impulsiona a visão. Hoje essa visão do qual tanto falamos, a visão Celular, nada mais é do que ganhar o Brasil e o mundo para Cristo através do sistema celular e do modelo dos doze, ou seja, fazendo de cada membro da igreja um líder capacitado para reproduzir a obra de Deus, e como fazer isso? Assim como Jesus ministrou a palavra de Deus (Mateus 9:10) e operou cura nas casa (Mateus 9:23 – 24). A Visão Celular usa as células para evangelizar. Essas células nada mais são do que grupos pequenos de pessoas que se reúnem no mínimo uma vez por semana, com o propósito de desenvolver um crescimento integrado centrado na Palavra de Deus. O sucesso da Igreja está nas células, que permitem o pastoreio de pessoa a pessoa, a constituição dos doze, além de ser uma forma de suprir as necessidades de cada um. Ap. Hélio Camargo.

Folhetim

Max Allam Carlos André G. Martins Gledston Seriacopi Paulo Sérgio Mack MTB 47.323/SP

G spel

Colaboradores: Rodrigo dos Anjos, Marcos Eugênio, Josué Gonçalves

Folhetim é uma publicação da Agência Target.CO Av. Carmine Gragnano, 326- cj. 06- Centro Jandira - SP - Tel.: (11) 4707 2626 / 4789 6129 - contato@grupotarget.co Anúncios: comercial@folhetim.net / Cartas: gospel@folhetim.net / Vagas: empregos@grupotarget.co O Jornal Folhetim não se responsabiliza por materias ou artigos assinados. Os Colaboradores não tem vinculos empregatícios. Impressão: Grafica Taiga em 30/08/2013 acesse » www.gospel.folhetim.NET


G spel

Folhetim

cIDADES

e1/aI » Setembro de 2013

UM CHAMADO A CONQUISTA! História da Igreja Paz em Cristo

A

Igreja Paz em Cristo nasceu durante as reuniões que eram realizadas na casa do até estão Pastor Hélio Camargo. Estas reuniões tinham como características a pregação da Palavra de Deus, oração e momentos de adoração. Após três meses surgiu no coração do Apóstolo Hélio Camargo a direção de abrir o ministério e com testificação dos dez irmãos (esse era o número inicial) que se reuniam ali, foi estabelecida a Igreja Paz em Cristo, nome dado com a seguinte finalidade: “Levar a Paz de Cristo aos corações e vidas necessitadas”. No dia 26 de março de 1999, foi oficialmente legitimada a Igreja Paz em Cristo, a qual se localizava na Av. Imperador. Passado dois anos, através de alianças entre pastores, conhecemos da parte de Deus a visão celular. A Bíblia ensina que os apóstolos organizavam as igrejas em grandes multidões (a grande congregação) e nos lares dos irmãos (a pequena congregação). Crês então, que é espiritualmente importante e sadio todo cristão congregar fielmente na grande congregação (Culto de celebração) e serem edificados através do relacionamento nos grupos familiares. Passados treze anos a IPC amadureceu no Senhor, e de 10 pessoas em grupo pequeno está rompendo aos milhares.

Regularize seu Imóvel Topografia Desdobro de lotes Demarcação Desmembramento de glebas Escrituras de imóveis Assessoria jurídica especializada há mais de 20 anos em direito imobiliário

Ligue: 4141 0548 / 99687 8955

Dr. Luiz Adalto

Av. Carolina de Abreu Paulino, 927, 1.º andar Itapevi - SP (em frente ao supermercado SAN) 3

Target.CO » e1/aI » Setembro de 2013

acesse » www.gospel.folhetim.NET

área rosa: 25 por 36 cm


G spel

Folhetim

Capa

e1/aI » Setembro de 2013

Casal percorre o mundo em busca de boas ações Foto: Caçadores de bons exemplos

OELA No final do ano de 1997, o professor do Centro de Artes da Universidade Federal do Amazonas, o luthier Rubens Gomes, incomodado com as manchetes diárias dos jornais de circulação da cidade de Manaus, mais precisamente os da periferia da Zona Leste da cidade, onde ocorria um movimento de extrema violência entre adolescentes, decidiu morar no bairro do Zumbi dos Palmares II, por ser uma destas comunidades o cenário de flagelo social.

OELA – Oficina Escola de Lutheria da Amazônia é uma escola de Lutheria e formação de jovens -Manaus – AM Eles poderiam perguntar coisas do tipo: Onde esta o posto mais próximo ou onde fica o hotel da cidade? Mas a pergunta que fazem ao chegar a novos lugares define bem o objetivo do casal que desapegou de tudo o que tinha e caiu na estrada em busca de algo além de ganhar dinheiro, adquirir bens e cuidar da família somente. A pergunta é: Quem faz a diferença nesta cidade? Caçadores de Bons Exemplos é o nome adotado por Iara e Eduardo Xavier quando começaram a viagem pelo Brasil em janeiro de 2011. “Somos um casal cansado de ouvir notícias ruins. Acreditamos que existem muito mais pessoas do bem do que ações negativas no mundo”, afirmam. Eles contam que sentiam necessidade de fazer algo maior pelas pessoas, mas não sabiam o que e nem como suprir essa vontade. Então decidiram viajar por cinco anos para conhecer e conviver com exemplos que fazem a diferença pelo Brasil e no exterior. “Precisávamos conviver com pessoas que já fazem isso. Pessoas que pararam de olhar apenas para ‘seu próprio umbigo’ e olham para um todo”. O carro transformou-se na casa de Iara e Eduardo. O sonho antigo não precisou de muito planejamento, foram se permitindo e quando viram já 4

Target.CO » e1/aI » Setembro de 2013

estavam na estrada rumo a Minas Gerais, onde encontraram o primeiro bom exemplo e a certeza de que estavam no caminho. “Planejamos muitas coisas para fazer nestes cinco anos, mas o tempo foi modulando e deixando o que realmente importa. Hoje está acontecendo o que precisava acontecer, o resto ficou pelo caminho”, explicam. O objetivo é percorrer todo o país e o exterior encontrando gente e instituições que fazem o bem e trazem melhorias para a vida das pessoas por meio de ações. Não estão preocupados em acarretar resultados ou promover grandes transformações e sim se emocionarem a cada encontro e poder compartilhar essa experiência do bem com o mundo.

Para o casal, bons exemplos são aqueles que transformam. “Bom exemplo para nós é sinônimo de transformação. É aquele que faz algo a mais pela comunidade em que vive. É ir além do limite da comodidade e ‘botar a mão na massa’ para realmente resolver problemas sociais do país.” Na estrada descobriram que o povo brasileiro é caridoso e também acredita na mudança, diferente do que mostra os jornais. “Precisam apenas direcionar a solidariedade para ações menos assistencialistas e mais transformadoras”, dizem. Para começar a praticar o bem o casal explica que não precisa ir muito longe, basta contribuir com aquilo que estiver ao seu alcance. “Ajude o próximo que está próximo de você! Não estamos falando de assistencialismo, mas sim de transforA VIDA É UMA VIAGEM mação de vidas! Coisas ruins sempre irão acontecer, mas, podemos neutralizá-las com ações “A vida passa rápido, como uma viagem e deve- positivas.” mos ficar com as boas lembranças do caminho. Carregar em nossa bagagem não só roupas e ma- COMO SE FAZ O BEM téria, mas sim o que fizemos com o próximo e pelo próximo. Nossa bagagem deve ter muitas A única regra seguida pelo casal é não pesquisar fotografias de bons momentos e do bem que na internet sobre projetos. As ações são indicafizemos”,explica os Caçadores de Bons exemplos das pelas pessoas que encontram no caminho. sobre o nome da expedição “A vida é uma via- Estão certos de que tudo pode acontecer em um gem” que se tornou filosofia e os acompanham. dia. Não há horários para refeições, locais para acesse » www.gospel.folhetim.NET


G spel

Folhetim

banhos e nem para o repouso. “A única certeza é que no fim de semana postamos no nosso blog os projetos que encontramos pelo caminho”. O carro se transformou em morada e foi adaptado a suprir algumas necessidades como panelas e frigobar para as refeições e uma barraca automotiva para repouso quando não são convidados a dormir na casa de algum morador. O casal fala sobre o que os move a permanecer na estrada durante tanto tempo: “Acreditamos que todo mundo tem o bem no coração. Divulgando estas ações positivas e estes bons exemplos, as pessoas podem fazer o mesmo em suas cidades, transformando-se em multiplicadores ou podem ajudar aqueles que já fazem estas ações.” A maior dificuldade encontrada pelo casal é a falta de patrocínio e não possuir um banheiro. A única coisa que realmente acham necessária para realizar uma ação como essa é a vontade de fazer acontecer. “É necessário apenas a força de vontade e acreditar no sonho. O resto é detalhe”. Muitas são as dificuldades encontradas no caminho, pois apesar de terem vendido tudo que tinham não eram ricos e a falta de apoio e patrocí-

e1/aI » Setembro de 2013

nio tem trazido alguns obstáculos superados com amor e perseverança por eles. A falta de banheiro também é um das grandes dificuldades encontradas por Iara e Eduardo. “Foi uma mudança radical em nossas vidas”, diz eles.

agindo? Talvez nunca iremos saber à proporção que alcançaremos, mas saberemos que a visão de alguns perante o mundo foi mudada”, dizem. Iara e Eduardo Xavier, os Caçadores de Bons Exemplos.

A SEMENTE NO CAMINHO

O sonho do casal é fazer uma revista ou livro de cada estado percorrido para catalogar as ações encontradas e distribuir as publicações gratuitamente para motivar mais pessoas a fazer o bem. “Fazer um intercâmbio de idéias positivas entre as regiões. Assim, podemos formar multiplicadores de ações sociais”, dizem. Quando indagados se uma ação como a deles poderia mudar o mundo a resposta vem com um sorriso. “Sim! Tudo o que o ser humano faz pode mudar o mundo. Então, por que não tentar? Talvez não mude todo o planeta Terra, mas pelo menos “mudamos” o mundo das pessoas que conhecemos pelo caminho. Sabe como? Fazendo com que elas reflitam sobre suas vidas” conclui o casal.

Até o momento já registraram mais 600 boas ações em 133.855 km percorridos por terra, mar e ar, passando pelos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Amapá. “O que nos importa é a ação positiva que as pessoas realizam. Não importa o foco ou religião, o importante é fazer a diferença naquela comunidade”. O pagamento pela atitude do casal vem em forma de histórias como a de uma senhora que após ler as ações encontradas por eles entrou em contato e disse que se sentia mal por nunca ter feito algo por alguém. Mas que a partir daquele dia confec- Para acompanhar a aventura do casal em busca cionaria enxovais para grávidas carentes. “Quan- de ações transformadoras, acesse: tas pessoas leram sobre os bons exemplos e estão www.cacadoresdebonsexemplos.com.br

Pensadores x repetidores

5

Quase todos nós imaginamos que somos especiais e importantes. Somos sim, para Deus sempre, para as pessoas quase nunca. Porém em um mundo de bilhões de indivíduos, a esmagadora maioria passará por esta vida de forma medíocre (na média), sem consideráveis conquistas e superações. Talvez a simples percepção, ainda que não consciente disso, é uma das causas de tantos problemas “da alma”. Aqueles que conseguem serem diferentes, acima da mediocridade (média), os pensadores deste sistema que fazemos parte, normalmente veem tudo, inclusive pessoas, como “números”. Quando nós permitimos este tratamento (como números), damos aval a uma vida medíocre que nós mesmos viveremos, sendo apenas repetidores quando podemos ser pensadores e inovadores de nosso futuro. Nesse paradoxo entre pensadores e repetidores o grande desafio é sermos pensadores não tratando repetidores como números, pois aí seremos pensadores realmente como Deus, através de seu filho, nos pediu, amando o próximo como a nós mesmos! Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? (I João 4:20) Pense nisso, pode ser cruel, mas se não fizermos nada será nossa realidade! Target.CO » e1/aI » Setembro de 2013

acesse » www.gospel.folhetim.NET


G spel

Folhetim

e1/aI » Setembro de 2013

FAMÍLIA

Casamento não vem pronto, se constrói Pr. Josué Gonçalves

A

família não vem pronta, acabada, maravilhosa e aconchegante. O rapaz não sai da casa dos pais pronto e maduro para assumir uma casa. Infelizmente, entre as esposas que se queixam de que a mãe de seu marido o mimou e não o treinou para ser solidário no lar, muitas acabam por cometer os mesmos erros com seus filhos e o resultado é que muitos homens casam-se longe do padrão ideal e almejado pela esposa. Marido não vem pronto. Por mais treinada que esteja a moça para cuidar de uma casa ou para conseguir sustento no mercado de trabalho, preparação esta que se faz cada vez mais imperativa, a jovem esposa nunca está totalmente pronta para ser esposa, auxiliadora e mãe. Esposa não vem pronta. O que dizer dos filhos? Certo estudioso conta que tinha cinco teorias infalíveis sobre paternidade, porém não tinha filhos; depois que teve cinco filhos, passou a não ter mais teoria alguma! Cada filho tem uma personalidade, um modo de ser e de reagir à vida. Mesmo gêmeos idênticos são muito diferentes entre si quando conhecidos de perto. Não há filhos iguais e tampouco é possível ter uma teoria única para cuidar deles. Filhos não vêm prontos. O marido não vem pronto. A esposa não vem pronta. Os filhos não vêm prontos. A família não vem pronta, ela se constrói. Assim como em uma construção, os fundamentos da Palavra de Deus, da aliança, do 6

Target.CO » e1/aI » Setembro de 2013

companheirismo, da graça, da tolerância e da proteção são forjados em solo firme e profundo; as paredes são erguidas enquanto os dois se relacionam e compreendem seu lugar dentro do plano divino. Como tijolos bem presos com o cimento do amor, eles aprendem a arte da comunicação inteligente e descobrem como resolver suas diferenças de modo produtivo e edificante. O passo seguinte é a chegada dos filhos, que ampliam a construção como quartos coloridos e atrativos. A preparação destes cômodos precisa da flexibilidade e da firmeza de um amor disposto a servir. Sogro e sogra, porém, já vêm prontos. O desafio é adaptar-se a eles: amar o pai do cônjuge e torná-lo seu pai, e amar a mãe do cônjuge como ama sua própria mãe. Digo sempre que quem despreza a sogra cospe no útero que gerou o amor da sua vida. Talvez os sogros nunca mudem, mesmo assim o casamento pode ser construído de maneira a abraçar estes queridos. Jesus afirma que qualquer construção que for edificada sobre a rocha da obediência aos seus princípios sobreviverá às tempestades e ao transbordar dos rios e das circunstâncias deste mundo caído. Cabe ainda ao construtor assumir como compromisso: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”. Acompanheme neste manual de construção para descobrir os segredos da edificação de uma família debaixo da graça.

A Bee é uma empresa que surgiu com o intuito de registrar com qualidade e diferencial todos os momentos de sua vida.

acesse » www.gospel.folhetim.NET


G spel

Folhetim

e1/aI » Setembro de 2013

anuncio matriz

7

Target.CO » e1/aI » Setembro de 2013

acesse » www.gospel.folhetim.NET


G spel

Folhetim

8

Target.CO » e1/aI » Setembro de 2013

e1/aI » Setembro de 2013

acesse » www.gospel.folhetim.NET

Edição 1 do Folhetim Gospel  

Edição n.º1 do Folhetim Gospel