Page 1

www.correiodovaledoriogrande.com.br Passos, Correio do Vale do Rio Grande, edição 62 de 18 a 25 de abril de 2014

Ordem de serviço determina início da BR-146 ainda em abril

Numa solenidade no DNIT –Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre, dia 16 de abril, em Belo Horizonte, aconteceu a assinatura da ordem de serviço para inicio das obras que vão concluir 40

Km que faltam ser pavimentados da BR-146, no trecho que liga Passos a Bom Jesus da Penha. O trabalho para a pavimentação desse trecho já dura 12 anos e teve um incremento maior depois que

Cássio fez acordo na Crediacip Em mais um lance na briga que trava contra o deputado Cássio Soares, a vereadora Tia Cenira denunciou da tribuna que ele também fez acordo com a Crediacip para pagar uma dívida. O Correio do Vale do Rio Grande teve acesso a um documento onde consta valor da dívida, R$42 mil que, por inadimplência

passou para R$51 mil e foi quitada em R$53 mil. A execução judicial foi proposta em abril de 2012 e, por acordo, foi encerrada em agosto de 2012. O deputado nega que a dívida era dele e que foi fiador de um empréstimo pagando tudo com juros e correções monetária. Página 3.

Renato Andrade assumiu função política no governo de Minas. “Assim que assumi pedi ao secretário Bilac Pinto que me ajudasse no DNIT e ele me levou e também ao Ministro de Transportes duas vezes”,

disse. Renato Andrade, que ficou um ano como deputado federal, afirmou que estava satisfeito de ver no recinto tanta gente que apoiou o trabalho pela BR146, mas que durante a sua luta sentiu momentos

de “solidão”, aludindo à resistência para que a obra não saísse. Ele agradeceu ao apoio de todos e da comissão que se mobilizou para que a obra pudesse ser concretizada. Páginas 6 e 7.

Festa de Peão já tem shows programados Página 8

Cássio Soares denuncia privilégios na MG -050

Página 5

São sorteados grupos de campeonatos de futebol

Página 12


De 18 a 25 de abril

Charge

Opinião

Um olho no gato, outro no peixe *Carlos Alberto Alves Estou escrevendo este artigo no dia 17 de abril, um dia antes da data fatal para a nomeação da Comissão Especial por parte do governo, que vai acompanhar o processo de estadualização da FESP. Sei que Ituiutaba já tem a sua comissão nomeada. Em Passos, porém, nada ainda. Digo nada ainda, porque dia 18, que é o que consta nas normas editadas pela SECTES para nomear a comissão, será dia santo, a maior data santificada pelos católicos (Sexta-feira Santa) e, por isso, todas as repartições estarão fechadas. Os que de cá são ficam imaginando o porquê das coisas para Passos serem mais difíceis que para outra localidade. Ora vejam o caso da estadualização da FESP. Todas as outras tiveram data definidas antes das eleições para a absorção. Passos foi a única que ficou para depois. Aqui um relatório num primeiro momento apresentou um passivo de R$27 milhões. Foram olhar direito e em menos de poucos dias este passivo passou para R$46 milhões. Passou não, já estava lá, mas parece que no primeiro relatório foi omitido. O que a gente sabe é que o governo se assustou com isso, mesmo assim decidiu manter a palavra dada e assumir a estadualização, mas decidiu dar o troco e assustar a gente, marcando a data para estadualização para depois da eleição, quando todas as cordas podem ser arrebentadas sem que haja prejuízo eleitoral imediato. E está o povo daqui a matutar de novo(pelo menos os amigos da FESP). Como que um sujeito que fez publicamente todas as declarações que queria a FESP autônoma, sem a participação do gover-

no, que constrói um complexo numa área sub judice e que é de nomeação e exoneração de livre vontade do governador continua firme no leme de algo que administrou pessimamente? E tem ainda, para acabar de embaralhar a cabeça dessa gente crédula na estadualização, a do Secretario Nárcio Rodrigues que, num dia desanca Fábio Kallas em auditório e no outro afirma que nada tem contra a gestão da FESP? (Mesmo sabendo que o buraco apresentado é mais embaixo ou, se quiserem, o rombo é maior que o anunciado). E tem outra: O tal Fábio Kallas, tido como dinâmico, mas que na verdade está deixando claro a todos sua frágil visão administrativa ao se enrolar em dívidas e realizar obras em local temerário, como a que já mencionei no Country Club, parece que coordena uma série de cursos, algo como 14 no total e ganha, por cada coordenação R$ 4 mil, o que daria, sendo real a coisa, R$56 mil por mês. E olha que o estatuto da fundação veda que o presidente da Fundação seja remunerado. Bem que ele – Fábio Kallas – poderia vir a público e explicar como são as coordenações, se ganha algo ou não, como exercia seu trabalho quando era subsecretário da SECTES e passava dias em BH e outros aqui em Passos. Enquanto isso a gente espera a nomeação da Comissão Especial para ver que canto será reservado para ele ficar, enquanto a comissão cuida da estadualização definitiva da FESP que a gente crê, como disse o governador Antonio Anastasia, é assunto encerrado. *Carlos Alberto Alves – Engenheiro Civil por formação e jornalista por opção

Rolou na semana De volta

O site www.correiodovaledoriogrande.com. br informou em primeira mão a nova cassação do prefeito Ataíde e seu vice Ademir, em1ª instância. Também em primeira mão deu a notícia da liminar conseguida junto ao TRE. Assim Ataíde permaneceu, com seu vice, no seu posto. Perseguição O eleitorado está entendo esta ação contra o executivo como uma perseguição já que fora do contexto eleitoral. É bom lembrar que essas ações foram propostas em janeiro de 2013, primeiro ano de mandato. Portanto fora mesmo do contexto eleitoral . Vítima Se for confirmado o índice da pesquisa da MDA, feita por encomenda da MDA de Lavras, Ataíde vive um bom momento perante a opinião pública. Então, tentar tira-lo agora se configura como um grave erro político, que está sendo atribuído ao grupo liderado por Cássio Soares.

Secretário de Saúde O vereador Alex Bueno disse que o secretário de saúde, interino, é bom que se diga, Gilberto Lopes Cançado lhe confessara que está sobrecarregado, já que acumula a secretaria de administração e que está difícil achar quem assuma a área de saúde. Da tribuna O vereador disse isso da tribuna da câmara de vereadores de onde discursava. A vereadora Belinha chegou a questioná-lo. Foi quando ele clareou: “Quem me disse foi o próprio Betaka”. Agitando O Sempre está procurando mobilizar servidores para duas paralisações preparatórias para o dia 24 e 30 de abril, na tentativa de abrir diálogo com a administração, que mantem as portas fechadas para a diretoria do sindicato e conversa no paralelo com algumas pessoas. Erro Para quem já foi sindicalista sabe o grave

erro que está cometendo e sabe também que uma diretoria ganha força quando o “patrão” não quer prosa com ela, principalmente se ela conseguir convencer a base em apoia-la. Será que não é melhor conversar, já que tem gente que concorda com a pauta apresentada pelo sindicato, mas não com a forma que está se tentando forçar o diálogo. Priscas eras Desde que o mundo é mundo o jeito que trabalhadores têm para tratar a intransigência dos patrões é a greve e quanto mais abrangente ela for mais desgaste causa aos poderosos. Os “patrões” não estão se importando com isso porque devem estar convencidos de que têm gordura para queimar. Ledo engano. Parada A semana Santa deu um freio na movimentação política. Se andaram por muitos lados e regiões, foram comedidos em expor. Depois de 21 de abril, as coisas tendem a acelerar, a conferir.

Expediente Correio do Vale do Rio Grande

(www.correiodovaledoriogrande.com.br) É uma publicação da Agência de Publicidade Silva & Mota. - CNPJ:15.170.527/0001-31 - Endereço: Rua João Pinheiro 505 – Centro 3522-4138 - E-mail: correiodovaledoriogrande@gmail.com - Diretora: Lilian Shorreyla -

Telefone: 035


De 18 a 25 de abril

Cássio fez acordo para sair de execução judicial na Crediacip Na última reunião da Câmara Municipal (14/4) a vereadora Tia Cenira voltou a fazer carga contra o deputado Cássio Soares. “Eu me sinto um lambari perto do tubarão Cássio Soares, mas cadê a força desse tubarão que não conseguiu estadualizar a FESP primeiro?”, disse aludindo ao fato de que a fundação será a última a ser incorporada à UEMG. Ela disse que está preparando uma cartilha com dez itens “Por que não votar em Cássio Soares”. Um ela citou: não ter conseguido estadualizar a FESP antes das eleições. Seguindo o discurso de denúncia contra Cássio Soares, a vereadora mostrou da tribuna um documento que, segundo ela, provava que o deputado também tinha feito um acordo para pagar uma dívida de um empréstimo contraído com a Crediacip. A vereadora fez a denúncia para comparar com uma situação vivida por ela, que fez empréstimos para a cirurgia da filha e que acabou em processo elaborado pelo grupo de Cássio Soares na justiça eleitoral acusando Tia Cenira de obter recursos com privilégios para ser usado em campanha. Ela nega e diz que fez acordo, tal como Cássio Soares, para pagar a dívida. “Eu e muita gente faz isso com bancos”. Para ela este expediente de acerto de contas foi usado pelo deputado para pagar a a dívida com a instituição financeira. O Correio do Vale do Rio Grande teve acesso

ao documento. De fato, o acordo existiu e livrou o deputado Cássio Soares e seu irmão Sanzio de uma execução judicial cobrando uma dívida de R$51 mil. O empréstimo foi feito pela empresa Estação Eventos, do qual os dois aparecem como executados. O contrato foi assinado em 28 de novembro de 2011. A cobrança na justiça aconteceu em abril de 2012. A Crediacip chegou a indicar bens para penhora. Uma camionete Hyunday e um Ford Fusion, ambos do deputado Cássio Soares. A dívida era de R$51.698,07, já incluída a inadimplência de novembro de 2011 a abril de 2012. O valor inicial do empréstimo tomado foi de R$42.200,00. Acordo Em agosto de 2012, a Cooperativa e os proprietários da Estação Eventos, Cássio e Sanzio Soares, entraram em acordo com a Crediacip e a dívida foi paga. O valor foi de R$53.000,00, pago em uma única parcela. Tanto a Crediacip como os empresários, registraram em documento que nenhuma das partes “nada mais têm a requerer do presente feito”. Para Tia Cenira, o empréstimo feito ao Cássio Soares e a seu irmão Sanzio e a forma encontrada para quitar a dívida, por acordo, mostra que essa era uma prática comum do banco. O próprio José Eustáquio do Nascimento, o Taquinho,

disse em nota divulgada recentemente na imprensa que esse expediente era usado para receber de inadimplentes. “Todo banco faz isso”, diz Taquinho para “evitar maiores prejuízos”, enfatiza. Opinião A disposição da vereadora Tia Cenira de fazer marcação cerrada contra a atuação do deputado estadual Cássio Soares pode trazer luz a coisas que a população nem imagina. Uma dessas diz respeito às dividas que estão sendo exploradas como privilégio, para Tia Cenira e como rotina normal na vida de um banco, para Cássio Soares. A denúncia de Tia Cenira elucida um fato: ela não teve privilégio ao pedir empréstimo à Crediacip, e, depois negociar o pagamento, assim como Cássio também não teve. A injustiça aí está no fato de que os advogados da Coligação Passos Pra Frente levaram a vereadora às barras do tribunal tentando convencer a justiça que ela tinha usado o dinheiro em sua campanha. Fica ruim para Cássio patrocinar, apoiar, ações com este viés, já que ele percorreu o mesmo caminho para pagar uma dívida da qual ficou inadimplente e para quitá-la teve que fazer acordo tal e qual Tia Cenira. O prejuízo eleitoral para o deputado Cássio Soares pode ser bem maior que o financeiro, caso o tivesse. Aliás, Cássio Soares, com

A vereadora Tia Cenira faz denúncia na tribuna a repercussão das sentenças que a cada anúncio tira o prefeito e o vice do poder, que volta imediatamente ao poder ao obter liminar ao TRE, está transformando Ataíde e Ademir em vítimas, perseguidos e que, por isso, não conseguem fazer a contento o seu trabalho, embora não haja pesquisa apontando isso, começa soar comum nas rodas de prosa, butecos, bares e papos política, que fez de Lula um político imbatível: Deixe o

homem trabalhar. Pior para Cássio que se colar esse mote ele tem mais como recuar e terá que continuar na sua trajetória de buscar solução na justiça. O marketing político mostra que bater em alguém bem avaliado (Pesquisa MDA indica que Ataíde é bem avaliado) sem apelo consistente à opinião pública, só faz o bolo de quem apanha crescer. Nesse sentido, tudo que Cássio faz para atrapalhar o prefeito Ataíde ajuda muito o político Ataíde.(CAA)

Cássio Soares responde A redação do Correio do Vale do Rio Grande, enviou pauta para Cássio sobre o assunto, e obteve a seguinte resposta:

Jamais fiz empréstimos na CREDIACIP e nunca fui correntista na citada cooperativa. Fui

avalista

de

um

empréstimo contraído por outra pessoa que, ao ficar inadimplente e, imediatamente ao ser acionado como avalista, efetuei o pagamento sem nenhum tipo de acordo, incluindo multas, juros e todos os encargos previstos neste tipo de transação.


De 18 a 25 de abril

Nascentes das Gerais inicia construção de trevo em Paraíso A Concessionária Nascentes das Gerais dá início a mais três frentes de trabalho no Sistema MG-050/ BR-265/BR-491 em São Sebastião do Paraíso. Começou, na última sexta-feira (11/4), a construção do novo trevo de acesso da MG-050 com a BR-491, localizado na entrada da cidade, com a limpeza do local e a implantação do canteiro de obras. Ao mesmo tempo, a concessionária fará acostamentos e obras de correção de traçado na BR-265, entre o km 639,4 e o km 640,8. No trecho entre o km 657,6 e o km 659,5, haverá implantação de acostamento, melhorando a segurança para os usuários que trafegam nos dois sentidos da via. O trevo existente no entroncamento da MG-050 com a BR-491 será totalmente reformulado. O novo dispositivo será em desnível, o que permite a separação do tráfego de longa distância daquele que utiliza a via localmente apenas. A previsão da Nascentes das Gerais é que a obra seja finalizada até o final deste ano. O

investimento efetuado pela concessionária será de R$ 18 milhões, com a geração de aproximadamente 150 empregos durante os trabalhos. As obras beneficiarão cerca de oito mil motoristas por dia e uma população estimada em 70 mil pessoas que moram na região. O diretor-executivo da Nascentes das Gerais, Joselito Castro, informa que não haverá necessidade de interdição do tráfego neste primeiro momento das obras. Contudo, o trecho estará devidamente sinalizado e futuras alterações no percurso serão comunicadas. “É uma obra de grande porte e faremos o possível para minimizar os transtornos aos usuários da via. O trevo que será construído vai melhorar a fluidez do tráfego e aumentará a segurança no trecho”, afirma Castro. Ainda em São Sebastião do Paraíso, duas frentes de obra também contribuirão para a melhoria do padrão viário. O trecho do km 639,4 ao km 640,8 da BR265 receberá terceira faixa e correção de traçado, com investimento da Nascentes

Início das obras do trevo de São Sebastião do Paraíso

das Gerais de mais R$ 2 milhões e geração de 50 empregos. Do km 657,6 ao km 659,5, a pista passará a ter acostamentos, contabilizando outro investimento da concessionária na ordem de R$ 1,5 milhão e mais 60 empregos durante o período dos trabalhos.

gundo semestre de 2014 2) Implantação de acostamentos e obras de correção de traçado na BR-265, entre o km 639,4 e o km 640,8, em S. S. Paraíso Investimento: R$ 2 milhões Empregos gerados: 50 Previsão de conclusão: segundo semestre de 2014

O que vem por aí (resumo) 1) Novo trevo da MG050 com a BR-491, em S. S. Paraíso Investimento: R$18 milhões Empregos gerados: 150 Previsão de conclusão: se-

3) Implantação de acostamentos entre os km 657,6 e 659,5 da BR-265, em S. S. Paraíso Investimento: R$ 1,5 milhão Empregos gerados: 60 Previsão de conclusão: segundo semestre de 2014

AB Concessões I Nascentes das Gerais A Concessionária Nascentes das Gerais pertence à AB Concessões S/A, uma holding que nasceu da união do Grupo Italiano Atlantia (controlador) — um dos maiores em concessões rodoviárias do mundo e do Grupo Bertin. A AB Concessões é responsável pelas concessionárias paulistas Triângulo do Sol (100%), Rodovias das Colinas (100%) e Rodovias do Tietê (50%) e, no Estado de Minas Gerais, a Nascentes das Gerais (100%). São mais de 1.500 km de rodovias administradas.


De 18 a 25 de abril

Deputado Cássio Soares denuncia privilégios em obras da MG-050 O deputado estadual Cássio Soares divulgou nota à imprensa mostrado descontentamento com o “imenso descontentamento com o método de seleção dos pontos a serem reformados”. Ele afirma que manifestava em “nome dos cidadãos dos municípios abrangidos pela MG050, em especial, Itaú de Minas, Fortaleza de Minas, Passos e Piumhi e demais usuários do sistema MG-050/BR-146/BR-491”. A Nascentes das Gerais iniciou a construção do trevo em São Sebastião do Paraíso . Na nota Cássio afirma que o “município de Paraíso merece estes e mais investimentos, mas inadmissível a preferência por um município em detrimento de outros de igual importância que não receberam nesses longos sete anos nenhum investimento”. O deputado lembra que “, desde a concessão das rodovias pelo Governo de Minas à Nascente das Gerais, no ano de 2.007, o entorno dos municípios de Itaú de Minas, Fortaleza de Minas, Passos e Piumhi sofrem com a omissão e constantes atrasos da concessionária, pois não receberam, no período, obras previstas para anos atrás tais

como: o trevo da Av. Arlindo Figueiredo, em Passos, a passarela de pedestres entre os bairros Nossa Senhora das Graças e Nossa Senhora Aparecida, o trevo de acesso à Fortaleza de Minas e ao Aeroporto José Figueiredo e Distrito Industrial II, o trevo de entroncamento da MG-050 com a MG-344 (Fábrica de Cimentos Itaú) e ainda, pelo ao menos terceiras faixas no trecho entre Itaú de Minas à Passos”. Eis a íntegra da nota Após a divulgação do novo anúncio de intervenções da Concessionária Nascentes das Gerais, incluindo início de novas obras, manifesto em nome dos cidadãos dos municípios abrangidos pela MG050, em especial, Itaú de Minas, Fortaleza de Minas, Passos e Piumhi e demais usuários do sistema MG-050/BR-146/ BR-491 imenso descontentamento com o método de seleção dos pontos a serem reformados, considerando: Ignorar a necessidade de outros trechos não relativos ao anunciado na oportunidade, ressaltando que toda melhoria é bem vinda e de forma alguma

Deputado Estadual Cássio Soares

nego a necessidade das correções anunciadas, mas se faz necessário observar que, desde a concessão das rodovias pelo Governo de Minas à Nascente das Gerais, no ano de 2.007, o entorno dos municípios de Itaú de Minas, Fortaleza de Minas, Passos e Piumhi sofrem com a omissão e constantes atrasos da concessionária, pois não receberam, no período, obras previstas para anos atrás tais como: o trevo da Av.

Arlindo Figueiredo, em Passos, a passarela de pedestres entre os bairros Nossa Senhora das Graças e Nossa Senhora Aparecida, o trevo de acesso à Fortaleza de Minas e ao Aeroporto José Figueiredo e Distrito Industrial II, o trevo de entroncamento da MG-050 com a MG-344 (Fábrica de Cimentos Itaú) e ainda, pelo ao menos terceiras faixas no trecho entre Itaú de Minas à Passos. A Setop, o Governo

de Minas e a Nascentes das Gerais deveriam, todos, ter mais critérios e respeito aos cidadãos que pagam, sem distinção, os pedágios da rodovia e devem ser beneficiados da mesma forma. O município de Paraíso merece estes e mais investimentos, mas é inadmissível a preferência por um município em detrimento de outros de igual importância que não receberam nesses longos SETE anos NENHUM investimento.


De 18 a 25 de abril

DNIT assina ordem de serviço BR-146

Álvaro Campos Machado assinando ordem de serviço

Aconteceu na manhã de quarta-feira, 16/4, na sede do DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre, a assinatura da ordem de serviço para o início das obras de pavimentação da BR-146, no trecho que liga Passos a Bom Jesus da Penha. Isto quer dizer que a empresa vencedora – Construtora Brasil – está apta para iniciar as obras. Lideranças das cidades de Passos, Bom Jesus da Penha, São Pedro da União, Fortaleza de Minas, São Sebastião do Paraíso, Nova Resende e Alpinopolis lotaram o auditório para assistir a cerimônia de assinatura da ordem de serviço comandada pelo superintendente regional do DNIT em Minas Gerais, Alvaro Campos Machado. “Nós estamos concretizando o sonho da região que hoje começar a virar realidade”, disse.

Deputados do PR (Bilac Pinto e Aelton Freitas), do PT (Odair Cunha), do DEM (Carlos Melles), PSDB (Antonio Carlos Arantes), PSD (Cássio Soares) e do PP (Renato Andrade), participaram do evento. Convidado a fazer uso da palavra o deputado federal Aelton Freitas disse que a pavimentação da BR-146 se tornou realidade “por causa de uma luta a todas as mãos” . Ele lembrou que o trecho Guaxupé, São Pedro da União, Bom Jesus da Penha e Passos “era um sonho” e que o trabalho supra partidário fez “esse sonho se tornar realidade”. Também o deputado federal Carlos Melles, bem como Odair Cunha também usaram da palavra. Melles destacou que sempre disponibilizou recursos para estrada e Odair Cunha lembrou o esforço para a inclusão da obra no PAC 2.

A BR 146 e Renato Andrade

Representantes de Passos e Bom Jesus da Penha

Renato Andrade, que exerceu o cargo de subsecretário de Políticas Urbanas e ocupou o cargo de deputado federal por um ano, ao usar da palavra disse que “essa é maior luta de minha vida política”, referindo ao trabalho em favor da pavimentação da BR-146. A trajetória para chegar a esse momento – da assinatura da ordem de ser-

viço - “é como a minha história de vida: sofrida mas com resultado”, disse. Ele saudou a reunião no DNIT. “A gente se emociona ao ver tanta gente que trabalhou pela BR-146, porque muitos desses momentos foram de solidão”. Ele agradeceu ao superintendente Alvaro Campos Machado pela paciência por “aguentar nossa insistência”,


De 18 a 25 de abril

“A BR-146 é a maior luta de minha vida política”, diz Renato Andrade no trabalho pela BR-146. Renato Andrade agradeceu Carlos Melles pelo apoio que deu a BR-146, ao deputado Bilac Pinto que, “assim que assumi a subsecretaria abriu as portas do DNIT para mim e me levou duas vezes ao ministro do transporte” e agradeceu ao deputado federal Odair Cunha pela “inclusão da obra no PAC 2”. Testemunhas A assinatura da ordem de serviço foi acompanhada pela Comissão Pró-BR-146 encabeçada pela vereadora Belinha e composta por produtores rurais da Mumbuca e comerciantes de Passos, além de vereadores da região e de Passos (caso da Tia Cenira e Belinha que estavam na reunião), de representantes do Sinrural, que patrocinou a van que trouxe os produtores de Passos e dos

deputados presentes. A assinatura da ordem de serviço foi assinada pelo DNIT, Empresa Construtora Brasil e Consol Engenheiros Consultores Ltda. A obra Pavimentação da BR-146, trecho Passos a Bom Jesus da Penha, tem um contrato no valor de R$46.878.242,34, prazo de execução de 18 meses, com início previsto para 22 de abril de 2014, com término previsto para 13 de outubro de 2015. A luta para complementar o trecho já dura 12 anos. “Ficamos felizes em ser protagonista da luta de 12 anos para concluir a obra, de algo que já existe há 30 anos com locais já pavimentados” , disse a vereadora Belinha, moradora da Mumbuca, por onde passa o trecho da BR-146 sem asfalto.

Renato Andrade e Álvaro Campos mostram ordem de serviço assinada


De 18 a 25 de abril

Festa do Peão já tem três

grandes shows confirmados A Festa do Peão será realizada de 13 a 18 de maio, fazendo parte das comemorações do Dia da Cidade. Toda a parte festiva da EXPASS foi concentrada nesta festa, inclusive a Missa Sertaneja, dia 14 às 18 horas, e os Jogos e Tradições Rurais. A Prefeitura Municipal vai patrocinar um show do dia 14 de maio, Dia da Cidade, quando a entrada será franca. No fechamento desta edição do Informativo, o processo de contratação da atração não estava concluído, o que impede a divulgação do nome. A promessa é de um megashow. Haverá parque de diversões, praça de alimentação e outras atrações estavam sendo acertadas no fechamento da edição deste Informativo, como a realização do ‘Team Penning’ e Prova de Tambor, na sexta e sábado; e da Prova de Marcha da raça Mangalarga marchador, no sábado. Pais, sócios e não sócios devem ficar atentos para o

seguinte: será admitida a entrada de menores no parque. No entanto, será exigida uma declaração, que o menor deverá portar no parque (será fornecida com antecedência, pelo SinRural). Detalhe importante: os pais têm que estar no parque. Não pode deixar o menor e ir embora. PROGRAMAÇÃO Terça- 13 - abertura da Festa - show com Luan Santana.

Quarta - 14 - Missa Sertaneja / Abertura do Rodeio profissional em touros / Show patrocinado pela Prefeitura, entrada franca. Quinta - 15 - Rodeio. Sexta - 16 - Rodeio / Show da dupla Diego e Diogo. Sábado - 17 - Rodeio / Show com Henrique e Juliano. Domingo - 18 - 16ª edição dos Jogos e Tradições Rurais e encerramento do rodeio

Paixão de Cristo 2014 terá quatro apresentações O espetáculo “A Paixão de Cristo” este ano volta a ser realizado no Parque de Exposições Adolpho Coelho Lemos, e terá quatro apresentações, entre os dias 17, 18, 19 e 20 de abril, a partir das 21h. O evento, como em todos os anos, será promovido pela Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, (Secel), da Prefeitura de Passos, através do Departamento de Cultura. “A Paixão de Cristo é o maior espetáculo teatral ao ar livre de Passos e da região, há mais de 20 anos este evento vem sendo realizado de forma ininterrupta e sempre com grande sucesso de público. Nós esta-

mos preparando com todo cuidado, carinho e dedicação que esse espetáculo, pela sua tradição e por tudo que ele representa para Passos, merece. Gostaria de convidar toda a população para prestigiar a apresentação”, afirma a diretora do departamento de Cultura Taciana Lopes Batista, que destaca que esse ano a novidade será a apresentação no domingo da Páscoa. Cerca de 120 pessoas, entre atores, figurantes e equipe de produção participarão do evento, que esse ano será produzido pela Associação de Desenvolvimento Cultural (Adesc) e terá a direção de Maurílio Romão.


De 18 a 25 de abril

Nutrição Taís Horta Vilela, especial para o Correio do Vale do Rio Grande

Dieta equilibrada na doença de Parkinson O parkinsoniano deve ter atenção redobrada na escolha dos alimentos que fazem parte da dieta, assim terá mais disposição no dia a dia e evitará alguns efeitos da medicação. Manter uma alimentação saudável é de extrema importância para os portadores . Uma dieta equilibrada dá mais energia para a medicação agir no combate aos sintomas. Além disso, alguns pacientes já estão no grupo da terceira idade e apresentam outras complicações relativas à saúde, o que torna mais importante ter uma dieta balanceada em fibras, proteínas, carboidratos, vitaminas e minerais. É muito comum o portador de Parkinson apresentar obstipação intestinal – prisão de ventre – devido ao uso de alguns medicamentos. Uma dieta rica em fibras, associada ao consumo adequado de líquidos, ajuda no funcionamento do intestino.o consumo de frutas, verduras e legumes é essencial para

evitar esse quadro, porque estes alimentos reúnem muitos nutrientes e, além das fibras, contêm vitaminas e minerais. O consumo de frutas secas, como ameixa ou damasco. A receita é simples, basta deixar essas frutas em descanso, em um recipiente com água, e depois, é só consumir. É uma alternativa saudável e benéfica para algumas pessoas. Os parkinsonianos podem apresentar também falta de apetite, o que desencadeia a perda de peso. O cansaço e fraqueza nos braços agravam ainda mais essa situação. Para facilitar a rotina, nos horários da refeição, a utilização de talheres leves ajuda no manuseio e no corte dos alimentos. Outra dica é dividir a alimentação em várias refeições durante o dia. Dessa maneira o paciente irá se cansar menos. Procurar fazer as refeições em ambientes calmos e sempre com pausas entre os movimentos de repetição ajudam muito. Em alguns casos, é necessário

que a refeição seja feita com o auxílio de um cuidador ou familiar. Alguns aspectos que contribuem para perda de peso são os tremores frequentes, que queimam muitas calorias, e a rigidez muscular. Além disso, a dificuldade de deglutição e os problemas com a mastigação diminuem o apetite. Ingerir alimentos que são fáceis auxiliam nesses casos, como vitaminas e

sucos a base de frutas, além de sopas e cremes de legumes com pedaços pequenos de carne. Outra alternativa é picar, amassar ou bater o alimento no liquidificador. Mas isso só deve ser feito em último caso, pois a estimulação de ingestão de alimentos sólidos deve ser realizada com frequência para garantir a preservação dos dentes, da salivação, além da estimulação labial. Quan-

do o parkinsoniano estiver com muita dificuldade para ingerir os alimentos,. Alguns medicamentos causam náuseas, vômitos e intolerância gástrica, como efeitos colaterais, causando desconforto aos indivíduos com doença de Parkinson. Quando isso ocorre o parkinsoniano deve evitar alimentos picantes demais como azeitonas, molhos em geral, frituras e alimentos gordurosos.


De 18 a 25 de abril

Variedades Passatempo

Receitas

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Anno Domini (abrev.)

Seringueira

© Revistas COQUETEL 2013

Calçada da (?), atração de Hollywood

Carlos (?), ator brasileiro

Merengue de Chocolate

Forte; Dois acessórios musculoso do juiz de Cubo futebol numerado

Grupo de homens jovens Maurício (?), ator Local do picadeiro Substituto do videocassete

De preço elevado Centro do círculo

País da macarronada

Sílaba de "raiva" Fala muito alto

As cinco vogais Alumínio (símbolo) Centro de Tecnologia (sigla)

Tecla para apagar (Inform.)

Anunciado; comunicado Dar um (?): dar uma volta (gíria)

Termina em 31 de dezembro Comida, em inglês Face da moeda

Queira Deus! (interj.) Importante rio do Egito

(?) Antunes Coimbra: o Zico

Cidade de Minas Gerais

Contagem da população pelo IBGE

Peça do piso do banheiro

Parte colorida dos olhos

(?) entre nós: em segredo

Combustível de caminhões e ônibus

Reginaldo Rossi, cantor Ainda; inclusive Aparelhos elétricos para banhos O reduto da família

Interjeição usada para chamar

Narcóticos Anônimos (sigla) Letra final do verbo no infinitivo

Utensílio do vendedor de praia

3/del — ubá. 4/food — zara. 5/oxalá. 6/diesel. 7/parrudo. P

A

R O X A L A P A R R U D O

www.coquetel.com.br

A D T A D I O T A D L E I L A C S E N O S P O

Nas bancas e livrarias

I T O E C R O N O M E T R O

sua maneira de pensar

Solução F P A Z M A C A R I A R A C L A O R F C O R L O D I E R V E I I S

50 Desafios para mudar

32

A R A D V D O R A B E R D E A N U B A O R A R R A T C U H L A R

BANCO

Ingredientes: - 1 embalagem de Biscoito Tortinhas Sabor Chocolate tipo Suíço Isabela (160g), (picado grosseiramente) - 150g de suspiro - chocolate ao leite a gosto, (ralado) Para o creme: - 1 lata de leite condensado - 1 lata de creme de leite - 2 medidas da lata com leite - 2 gemas peneiradas diluídas em 1 xícara (chá) de leite junto com 2 colheres (sopa) de amido de milho - 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina - 2 colheres (sopa) de licor de chocolate Modo de preparo: - Prepare o creme: numa panela média, junte todos os ingredientes, menos o licor de chocolate. - Leve ao fogo médio e deixe engrossar. Deixe esfriar, acrescente o licor de chocolate, mexa delicadamente e reserve. - Monte o merengue de chocolate num refratário pequeno alternando camadas de creme, com camadas de Biscoito Tortinhas Sabor Chocolate tipo Suíço Isabela com suspiro. - Por último, espalhe por cima o chocolate ao leite ralado e decore com o mesmo tipo do Biscoito e suspiros. - Leve à geladeira por 3 horas antes de servir. A receita do merengue serve de 8 à 10 porções e combina perfeitamente com o clima de páscoa, contudo não é bom exagerar, já que o merengue é bastante calórico. Seguindo estas dicas de


De 18 a 25 de abril

Correio Literário

3 poemas de Victor Del Franco RELATIVIDADE os dias dão voltas na órbita absurda do coração disparado singular curvatura onde tempo e espaço pulsam em desatino energia inconstante massa variável luz ao quadrado

A MENINA DOS OLHOS de relance um lance de olhar feito lança flerte certeiro após o arremesso ela ainda sorriu (inocente) como se nem soubesse onde era o alvo

comboio de corda que não cabe em nenhuma equação

HORIZONTE DE EVENTOS vasta sinfonia que envolve a viagem via larga via lauta via láctea clara sintonia na leveza da luz em que Einstein vislumbrou o horizonte e sorriu e acenou: a*deus e mergulhou no insondável que em silêncio

Victor Del Franco é poeta e editor da revista Celuzlose nas versões impressa e digital (http:// celuzlose.blogspot.com.br). Publicou A urdidura da tramA (Giordano, 1998), O elemento subterrâneO (Demônio Negro, 2007) e EsfingE (Dobra, 2012). Errata: Na edição passada a foto publicada não era de Victor Sosa e sim de Victor Del Franco, como podem ver agora.


De 18 a 25 de abril

Esporte

Departamento de Esportes sorteia grupos de campeonatos de futebol A Prefeitura de Passos, através do Departamento de Esportes da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secel), realizou na noite de terça-feira (15), no salão de festas do Centro Recreativo dos Servidores Municipais (Crasem) o sorteio das chaves dos Campeonatos Municipal e Varzeano de futebol amador. Dirigentes de todas as equipes compareceram, conheceram seus adversários e participaram de um coquetel servido pelos organizadores das competições. Os dois torneios vão reunir 39 times de vários bairros da cidade, 15 no Campeonato Municipal e 24 no Varzeano. Durante a reunião, foi apresentada aos participantes a junta disciplinar desportiva, presidida pelo advogado Pedro Luiz Pimenta Coelho. Também fazem parte da comissão outros advogados, exjogadores de futebol e representantes da Prefeitura. Na oportunidade, o Departamento de Esportes anunciou

que em todos os jogos dos torneios serão disponibilizados seguranças. “É importante nós darmos tranqüilidade não só para os árbitros trabalharem, mas também para jogadores e público em geral ”comentou o diretor do Departamento de Esportes, Marcelo Campos Machado. A arbitragem este ano será mais uma vez da CCE Marketing e Eventos, a mesma empresa que venceu a licitação no ano passado. “Com certeza a CCE irá montar uma excelente equipe de trabalho” afirmou o diretor. Nas duas competições, serão utilizados na fórmula de disputa a repescagem, “a repescagem é para aquelas equipes que não conseguirem assimilar o torneio, terem a oportunidade de parar, respirar e quem sabe conquistar até ao título” concluiu Marcelo Campos. Já estão acertados três estádios para a disputa do Campeonato Municipal e do

Varzeano; os estádios municipais Starling Soares e Virgilio Vasconcelos e o campo de futebol do Horto Florestal, além destes, já estão em negociação mais dois campos, da AABB e Abraão Caram. O regulamento e a fórmula de disputa já estão disponíveis no Departamento de Esportes, situado no Palácio da Cultura, antigo Fórum. A tabela ficará disponível na próxima semana, e os jogos dos campeonatos começam a partir de 27 de abril. Confira abaixo a formação dos grupos: Campeonato Municipal Chave A: Palestra, Penha II, Viva Festa, Vila Nova e Primavera. Chave B: Santa Cruz, Ipiranga, Caram, MB Casa do Construtor e Audax. Chave C: Vitória, Roma, Certrus, Palmeirinha e Vila Brasil. Campeonato Varzeano Chave A: Boca Júnior,

Junta Disciplinar

Troféus e Bolas dos Torneios

Defensor Quito, Juventude e Caram. Chave B: JG Garçons, Botafogo, São Rosário e Coliseum Academia. Chave C: VEC, Novo Horizontino, Real Primavera e Ajax.

Chave D: Portuguesa, Tiradentes, Fazenda Cabo Verde e Olímpia. Chave E: AABB, América, Desportiva e Ponte Preta. Chave F: AABB adulto, Vila Real, Mundial e Cascavel.

Edição 62  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you