Issuu on Google+

NEWSLETTER

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

SIGA-NOS E SAIBA TUDO SOBRE NÓS AEROPORTOS DA MADEIRA, S.A.

Presidentes do Conselho de Administração da ANAM e da Vinci Airports visitaram Aeroportos da Madeira. Pág. 2 (Especial)

Aeroporto da Madeira atinge número recorde de passageiros. Pág. 18 (Linha Aérea)


ESPECIAL No passado dia 31 de outubro, os Aeroportos da Madeira receberam a primeira visita oficial do Sr. Presidente do Conselho de Administração da ANAM, Dr. Jorge Ponce de Leão e do Sr. Presidente da Vinci Airports, Dr. Nicolas Notebaert. Na parte da manhã, estiveram reunidos com os membros da Direção dos Aeroportos da Madeira, Eng. Duarte Ferreira e Dr. Roberto Santa Clara.

Jorge Ponce de Leão e Nicolas Notebaert visitaram pela primeira vez os Aeroportos da Madeira No início da tarde e acompanhados pela Direção, efetuaram uma visita ao Terminal do Aeroporto da Madeira, sendo que na área das chegadas foram surpreendidos e convidados a degustarem o nosso famoso Vinho Madeira e provarem o tradicional bolo de mel. Visitaram ainda os vários Serviços da ANAM e após uma reunião com todas as chefias de divisão, deslocaram-se ao Aeroporto do Porto Santo onde visitaram as Infraestruturas, bem como as diversas áreas administrativas e operacionais deste aeroporto.


03

Construir o Futuro Construir um futuro melhor será o grande desafio da empresa

EDITORIAL

para os próximos anos e certamente o desafio pessoal de cada um de nós. Vivemos, hoje, um momento de viragem, de mudança, de transformação, para o qual estamos certos de que todos estamos preparados. Sabemos que não é fácil, mas também sabemos que a equipa da ANAM cumpre e motiva-se por desafios difíceis. Sempre assim foi e assim o será. Começamos 2013 como empresa pública e entraremos em 2014 como empresa privada. Não é apenas uma diferença de nomes, é, como muitos já se terão apercebido, uma forma diferente de gerir, uma forma diferente de trabalhar. Novos desafios se depararão no nosso percurso nos próximos anos. Todos teremos, mais do que nunca, de estar concentrados na eficiência e nos resultados individuais e coletivos. Devemos estar orgulhosos de hoje pertencermos a um grupo de dimensão mundial como a Vinci, que emprega mais de 193,000 colaboradores por todo o mundo e que desenvolve negócios em mais de 100 países. Os Aeroportos da Madeira têm sido reconhecidos pelas várias áreas de direção da ANA – Aeroportos de Portugal, SA pelo seu nível de profissionalismo e envolvimento na gestão e nos objetivos. Esta tem

Duarte Ferreira Administrador da ANAM, SA Diretor dos Aeroportos da Madeira

sido, igualmente, a apreciação dos novos proprietários. Se este é um facto que nos deixa orgulhosos pela equipa que até aqui lideramos também nos imputa a responsabilidade de não falharmos nos desafios futuros. E para que o futuro nos seja risonho nada como terminar o ano com bons resultados, bem como um excelente desempenho ao nível da performance do tráfego, fruto do trabalho de todos. Por isso, terminamos com uma palavra de agradecimento pelo esforço efetuado durante o ano que agora finda e de confiança no novo futuro que se inicia. Bem hajam! Votos de um Santo Natal e um Feliz 2014!

Roberto Santa Clara Diretor Adjunto dos Aeroportos da Madeira

www.aeroportosdamadeira.com


04

INDICADORES DE ACTIVIDADE COCKPIT

“A ANAM atingiu em novembro …um crescimento de 1.148 M€ em relação ao acumulado do mês homólogo (+ 17.3%).”

ANAM - AEROPORTOS DA MADEIRA, S.A

RESULTADOS A NOVEMBRO DE 2013 REAL ACUMULADO

ANO ANTERIOR

PROVEITOS OPERACIONAIS

36.298

CUSTOS OPERACIONAIS

REAL VS ANO ANT. VALOR

%

734.174

2.124

6.2%

28.501

27.525

976

3.5%

RES. OPERACIONAL

7.797

6.649

1.148

17.3%

RES. FINANCEIRO

-3.162

-3.046

-116

-3.8%

IMPOSTO S/ RENDIMENTO

-1.93

-1.108

-2.201

-198.6%

RESULTADO LÍQUIDO

3.542

4.711

-1.169

24.8%

A ANAM atingiu em Novembro um Resultado Operacional de 7.797 M€, o que compara com o valor de 6.649 M€ do ano anterior, ou seja, um crescimento de 1.148 M€ em relação ao acumulado do mês homólogo (+ 17.3%). Num ano de dificuldades acrescidas, este aumento do Resultado Operacional veio mesmo a calhar, impulsionado pelos Proveitos, que cresceram em 6.2%, ou seja, + 2.124 M€ que em comparação com 2012, com destaque para a receita da Taxa de Serviço a Passageiros, que tiveram um desempenho brilhante com um crescimento excepcional de 1.302 M€, derivado do crescimento de 6.7% no total de Passageiros, o que torna o nosso Aeroporto como o de melhor evolução de Tráfego acumulado à data de toda a rede ANA. Já os proveitos com os Movimentos aumentaram em 260 M€ decorrente do aumento mais modesto do número de Aviões em 1.4%, mas com um aproveitamento excelente em termos de Load Factor em 2.7%, que tem ajudado nesta evolução mais forte do nº de Passageiros em comparação com o nº de Aviões necessários ao seu transporte, tendo também correspondência no aumento da dimensão das Aeronaves, com um aumento de 2.5% no Peso Médio à Descolagem, sendo de destacar a variação positiva de 4.0% no Aeroporto da Madeira e negativa no Porto Santo de - 16.4%.


05 01

RECURSOS HUMANOS Check In

Em Trânsito

(Novas admissões)

(Mobilidade Interna)

Aos novos colaboradores, damos as boas vindas e desejamos o maior sucesso profissional: • Eduardo Teles – AMGTSI

Aos colaboradores que aceitaram um novo desafio, desejamos o maior sucesso profissional: • José Alexandre Berenguer – AMGMA (Op. Manutenção) • Agostinho Romão – AMGIAG (Transportes) • José Boaventura Camacho – AMGIAG (CGI) • Renato Lourenço – AMGIAG (CGI) • Vitorino Vares – AMGIAG (CGI) • Marco Paulo Santos – AMGIAG (CGI) • António José Ferreira – AMGIAG (CGI) • Gregório Carvalho – AMGSA (CECA) • Carlos Manuel Gois – APSGEX (Transportes) • José António Cambeiro – Manutenção AP

Check Out (Aposentação, Rescisão e Caducidade de Contrato de Trabalho) Aos colaboradores que saíram da empresa, desejamos as maiores felicidades nesta nova etapa da sua vida: • Maria Goretti Nepomuceno - Sec. Direção e Expediente • Inês Monteiro – AMREH • Maria Manuela Zacarias – AMREH • Maria José Teixeira – AMGCC (Auxiliar) • Manuel Timóteo Viveiros – AMGCC (TME) • Joao Spínola Ferreira – AMGCC (Op. Manutenção) • Lurdes Araújo – AMGCC (Compras) • Arnaldo Nunes Rocha – AMGMA (Auxiliar) • Jorge Vieira – AMGIAG • Jose Salvador Fernandes – AMGIAG (Transportes) • Maria Correia – AMOPS (Limpeza) • António Luis Batista – AMSLCI • João Luis da Costa Spínola – AMSLCI • José João Araújo – AMSLCI • Manuel Eduardo Mendonça – AMSLCI • Maria da Paz Teixeira – AMGFA (Auxiliar) • Luis Filipe Vasconcelos – APSGEX (Transportes) • Emanuel Faustino de Melim – APSGEX (Transportes) • Lourdes Maria Coelho – APSGEX (Op. Apoio) • Manuel Sílvio de Brito – APSGEX (Pintor) • Joaquim Custodio Soares – APSSLCI • João Manuel Leão – APSSLCI • João Manuel Paixão – APSSLCI • João Manuel Brito – APSSLCI • João Guido Mendonça – APSSLCI • João Jose Dias – APSSLCI • João Manuel Drumond – APSSLCI • José Ricardo Ferreira – APSSLCI • Madalena Marçal – AMREX • Isabel Paz Alves Freitas – AMOPS (Limpeza) • Maria Salomé Jesus – AMOPS (Limpeza)

TESTEMUNHOS Os colaboradores que saíram da empresa, falam da importância que a ANAM teve no seu percurso profissional

Emanuel Faustino Melim

CHECK IN/OUT

Madalena Marçal Departamento de Relações Públicas A ANAM para mim foi…. “a minha vida…..guardo no meu coração, acima de tudo, alegrias e muitos afetos.”

Goretti Nepomuceno Secretariado da Direção e Serviço de Expediente A ANAM para mim foi…. “Quando olho para trás e penso na ANAM, vejo um filme do qual fiz parte, cheio de  cenas   sérias, cómicas, dramáticas ou até mesmo de suspense e  com alguns intervenientes que deixam saudades”.

Transportes Aeroporto Porto Santo A ANAM para mim foi…. “Como funcionário da ANAM desde 1984, venho dar todas as minhas satisfações à Direção, chefias e colegas com quem partilhei tarefas. Saí da empresa por minha livre vontade, porque aceitei o acordo da ANAM. Hoje, sinto-me feliz e bem, por ter exercido as minhas funções ao serviço desta grande empresa durante estes longos anos. Para ser funcionário desta empresa, temos de ter um bom relacionamento com todos os que nela participam e zelar com grande empenho as nossas funções. Ser funcionário da ANAM é obra! O meu muito obrigado!”

Inês Monteiro Gestão de Recursos Humanos A ANAM para mim foi…. “a minha segunda casa, uma segunda família. Uma empresa que me deu muita segurança, preocupando-se sempre com o bemestar dos colaboradores. Foi um orgulho para mim, durante 36 anos, ter pertencido à família ANAM”.


06

Ações de Informação

STAFF ONLY

RECURSOS HUMANOS PROTOCOLOS A Gestão de Recursos Humanos da ANAM, com o intuito de proporcionar ajudas complementares aos colaboradores, tem vindo a aumentar a Bolsa de Acordos com várias entidades: Apoio ao Idoso: Home Instead Senior Care. Banca: BPI; Santander Totta; Millennium BCP; BANIF. Complexos Desportivos: Complexo de Piscinas dos Salesianos. Educação: Infantário “O Polegarzinho”; Academia de Línguas da Madeira; Escola da APEL; Escola Britânica da Madeira; Wall Street Estacionamento: Tecnoparque. Estética: Vital Humanis; Nails 4Us; Biothecare; Ginásios: Viva Fit; Onda Revital Club; Madeira Health Club; Living Funchal Health Club; Ritmos & Segredos. Lazer: Truespirit ; Aquaparque; Frente Mar Funchal. Limpeza: 5àSEC Livraria e Papelaria: Bazar bom Jesus / Brincakids; Livrarias Bertrand. Manutenção Automóvel: João & Freitas, Lda – Posto Repsol São Roque; Pneuzarco; Madeira Auto-car; Pneu Express. Mobiliário e Decoração: Projeto Vital. Saúde: Clinica Executivo; Equilibrium Gym;

Achada Fisioclinic; Centro Terapêutico de Machico; Centro de Acupunctura do Funchal; Sorriso Rasgado – Medicina dentária, Lda.; Espaçopharm; Facilitas; Farmácia Luz de Gaula, Farmácia da Madalena; Farmácia da Ajuda. Seguros: CBK Madeira – Corretores de Seguros, S.A. TV e Telecomunicações: MEO-PT; ZON Madeira. Estes acordos, para além de oferecerem vários benefícios e regalias aos colaboradores da ANAM, e em muitos dos casos, aos seus familiares diretos, dão acesso a serviços de qualidade a preços acessíveis, que contribuem, de alguma forma, para a melhoria da qualidade de vida e da satisfação de todos os colaboradores. No passado dia 30 de setembro, lançámos uma campanha dedicada à divulgação dos protocolos existentes e semanalmente será enviado um correio eletrónico com a parceria da semana em destaque, para que cada colaborador esteja sempre atualizado. Neste momento a bolsa de protocolos conta com 49 parcerias, nas mais diversas áreas, que podem ser consultadas no MyAnam.

A Gestão de Recursos Humanos, no âmbito das ações de satisfação e da responsabilidade social, nomeadamente no pilar social, agendou algumas ações que têm como objetivo informar, prevenir e alertar os colaboradores da ANAM para várias temáticas presentes no nosso dia-a-dia, nomeadamente na área financeira, ambiental, cívica, segurança e da saúde. A primeira sessão ocorreu no dia 22 de maio e foi dedicada à área financeira, com o tema “Como poupar em tempo de crise”. A segunda realizou-se no passado dia 13 de novembro, sob o tema “Consumo Sustentável e Eco-Consumo”. A cada sessão seguiu-se um lanche convívio entre os colaboradores e o palestrante. A Entidade convidada a desenvolver estes temas foi o Serviço de Defesa do Consumidor, na pessoa da Dr.ª Graça Moniz. As apresentações exibidas nas sessões estão disponíveis no Portal MyAnam (Colaboradores/Recursos Humanos/Ações de Informação), para consulta. Para o próximo ano prevê-se a realização de mais 4 ações. Aproveite e participe, estas sessões são organizadas a pensar em si!

Usufrua destas condições especiais, elas foram estabelecidas a pensar em si!

No âmbito da Responsabilidade Social e Sustentabilidade, nos dias 30 setembro e 1 de outubro o Grupo ANA (ANA/ANAM/PORTWAY) aliou-se à Cáritas na realização de uma Campanha de Recolha de Alimentos, junto dos colaboradores.

LOST AND FOUND

Terminada a Campanha e graças ao contributo solidário de todos nós, entregámos àquela instituição cerca de 700 kg dos mais variados bens alimentares, recolhidos na globalidade das empresas do grupo, nas ilhas e continente. Paralelemente, a Direção da ANAM complementou a recolha de alimentos feita nos Aeroportos da Madeira e Porto Santo com um cabaz de alimentos de primeira necessidade. Os Conselhos de Administração das empresas do Grupo procederam à oferta de quantidades significativas de material escolar à mesma instituição.


07

SISTEMA INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO O Sistema de Avaliação de Desempenho da ANAM,S.A. tem sido sujeito a progressivas atualizações, sempre com o intuito de caraterizar e conhecer melhor os seus recursos humanos. Para além da componente de avaliação de objetivos, que está diretamente relacionada com o desempenho e obtenção de resultados anuais, introduziu-se, em 2012, a componente de avaliação de competências, que vai mais além e ajuda a traçar um perfil técnico e comportamental de cada colaborador. No entanto, no presente ano, numa perspetiva de aproximação das práticas de Gestão de Recursos Humanos das empresas do grupo Vinci, a ANAM aproveitou a experiência da ANA na implementação de um novo sistema de gestão de pessoas – o Sistema Integrado de Desenvolvimento, simplificando a sua implementação na ANAM e a forma como é recolhida a informação útil à gestão do desenvolvimento dos colaboradores. Este novo Sistema compreende, para já, apenas uma avaliação de potencial e das necessidades de desenvolvimento, resultantes do preenchimento do Curriculum Vitae (da responsabilidade de cada colaborador) e de um Questionário de Carreira (da responsabilidade das chefias).

CRITÉRIOS

Potencial

Necessidades de Desenvolvimento

MEIOS

Questionário de Carreira

Curriculum Vitae

RESPONSABILIDADES

RESULTADOS

Chefia Diretor

Formulário com informação por trabalhador: - potencial de carreira - risco de saída - necessidades de desenvolvimento

Colaborador

Formulário com informação biográfica, de expetativas de carreira e de necessidades de desenvolvimento

Assim, e no decorrer de 3 semanas, conseguiu-se comprometer 100% dos colaboradores e chefias na reflexão e responsabilização do processo de desenvolvimento profissional. Com esta recolha de dados relativos a cada colaborador (tais como motivações e expectativas), compilaram-se informações diferentes mas complementares, permitindo sistematizar os pontos fortes e necessidades de desenvolvimento de cada colaborador da ANAM.

Temos de felicitar todos pelo cumprimento deste projeto, o qual não está ainda encerrado. Informamos, desde já, que sendo este um processo dinâmico, em 2014 teremos mais desafios…

CHECK LIST

RECURSOS HUMANOS SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIOS EM EDIFÍCIOS A ANAM está atualmente a finalizar as suas Medidas de Autoproteção, no âmbito do Regime Jurídico de Segurança contra Incêndios em Edifícios (DL n.º 220/2008, de 12 de novembro) para serem submetidas à apreciação pelo Serviço Regional de Proteção Civil (SRPCBM) nas quais se integram os Planos de Segurança Internos (PSI) de todos os edifícios e recintos dos Aeroportos da Madeira e Porto Santo. Para este efeito, foi adjudicada, em parceria com a a ANA – Aeroportos de Portugal, uma prestação de serviços ao Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), prevendo-se que até ao final do presente ano se dê por implementado o referido Regime Jurídico e demais legislação regulamentar aplicável. Estando já na reta final deste projeto, até à primeira quinzena de dezembro irão decorrer Ações de Formação para o universo dos colaboradores da ANAM,SA. os quais abrangerão também os prestadores de serviço, porque todas as pessoas têm um papel determinante na salvaguarda da vida humana e na preservação do património dos Aeroportos da Madeira.

Categorias de Risco por Edifício (CR) Utilização-Tipo (UT) Formação em Manuseamento de Extintores Portáteis Relatórios de Diagnóstico dos Edifícios Fluxograma de Emergência Medidas de Autoproteção Ações Corretivas Formação em Medidas de Autoproteção (Geral e Específica) Simulacros


08 01

A partir de 2014 AUTO FOCO A partir de Janeiro de 2014 a certificação dos aeroportos europeus terá de obedecer aos regulamentos e às especificações operacionais e técnicas da Agência Europeia para a Segurança da Aviação Civil (EASA). As autoridades nacionais continuarão a desempenhar a maioria das funções operacionais, como as auditorias aos aeródromos e licenciamentos de aeronaves e pilotos. Com o constante aumento do tráfego aéreo foi essencial definir uma iniciativa comum, a nível europeu, destinada a manter o transporte aéreo seguro e sustentável - EASA. A Agência Europeia para a Seguranca da Aviação foi

EASA certifica aeroportos europeus

fundada em 2003, tendo por base o Regulamento n.º 1592/2002 do Parlamento Europeu e do Conselho. Com sede em Colonia, na Alemanha, a Agência conta atualmente com 700 profissionais, altamente qualificados, oriundos de todos os Estados-Membros, consolidando a sua posição como centro de excelência europeu no domínio da segurança da aviação. O Conselho de Administração, constituído por representantes dos Estados-Membros e da Comissão Europeia, aprova o orçamento e o programa da Agência. A indústria da aviação participa ativamente no seu trabalho através de uma série de comités consultivos e de aconselhamento. A sua missão consiste em promover as mais elevadas normas comuns de segurança e proteção ambiental no sector da aviação civil. Desenvolve regras de segurança e ambientais comuns a nível europeu. Monitoriza, igualmente, a aplicação de normas mediante inspeções nos Estados-Membros e disponibiliza a perícia técnica, a formação e a investigação necessárias.

Em suma, as principais atribuições incluem: • Regulamentação - elaboração de legislação de seguranca e prestação de aconselhamento técnico à Comissão Europeia e aos Estados-Membros; • Inspeções, formação e programas de normalização, tendo em vista assegurar a aplicação uniforme da legislação europeia em matéria de segurança da aviação em todos os Estados-Membros; • Certificação de tipo no domínio da segurança e da compatibilidade ambiental de aeronaves, motores e peças; • Certificação e supervisão de projetos, produção e manutenção de aeronaves em Estados terceiros; • Recolha e análise de dados, bem como investigação no intuito de melhorar a segurança da aviação; • Regras e procedimentos para as operações da aviação civil; • Regras para licenciamento de tripulações nos EstadosMembros; • Certificação de linhas aéreas de Estados terceiros; • Regulamentação e certificação de aeródromos; • Regulamentação e certificação dos sistemas de gestão de trafego aéreo.

A EASA desenvolve atualmente relações de trabalho estreitas com entidades homólogas a nível mundial, incluindo a Organização da Aviação Civil Internacional (OACI), a Administração Federal da Aviação (Federal Aviation Administration - FAA) nos Estados Unidos da América e as autoridades da aviação do Canada, do Brasil, de Israel, da China e da Federação Russa. Os protocolos de colaboração entre a agência e estas organizações têm por objetivo harmonizar normas e promover, à escala mundial, as melhores práticas de seguranca da aviação.


09

ANAM LOUNGE

QUEM É VOCÊ? Sou a Andreia, açoriana e mãe orgulhosa de um menino de 1 ano. Sou natural de Ponta Delgada, em São Miguel. O sotaque não engana! De onde veio e para onde vai? Vim dos Açores, mas já estive em Lisboa e na Bélgica, onde adorei viver. Tenho dupla nacionalidade e muitas ligações ao Canadá, onde tenho grande parte da minha família e muitas referências. Vim para a Madeira pelas mãos do meu marido e gosto de pensar que como a Terra é redonda o centro do mundo é sempre o lugar onde nós estamos. O que a move? Sempre fui movida por objetivos e paixões. Embora quem me conheça saiba que tenho uma folha excel para tudo e que gosto de fazer planos e de ter rotinas, estes mesmos planos só traduzem a minha vontade de tentar ir mais longe também em termos pessoais e nas minhas relações com os outros. Acredito nos valores tradicionais da família, acredito em Deus e na valorização profissional através do mérito. A ANAM para si é…. A ANAM para mim é uma oportunidade de crescimento profissional. Aqui tenho a sorte de trabalhar com muitos colegas que admiro que diariamente me ensinam coisas novas. A aviação é um sector fascinante, onde tudo muda muito rapidamente: hábitos de consumo, inovação de serviços, etc. Mas ao mesmo tempo, mantem a nostalgia das viagens com as hospedeiras com fardas giras, dos encontros e despedidas que se dão nos aeroportos, a excitação do embarque e das novas descobertas. Abrir uma rota nova faz com que milhares de pessoas fiquem a conhecer novas cidades, pessoas e costumes.

José Gregório Pires Carvalho,

uns chamam-me Gregório, outros Carvalho mas para a minha família eu sou o Zé. Tenho 48 anos, casado e pai de 2 filhos (um rapaz com 24 e uma rapariga com 22).

De onde veio e para onde vai? Nasci em Santa Catarina (onde está implementado o aeroporto, a minha casa ficava situada na zona do parque 5), e lá vivi até os meus 13 anos. Desde então resido em Água de Pena, no concelho de Machico. Além da família e do trabalho, o associativismo desportivo é a minha ocupação e nessa área tenho encontrado grandes amigos e adquirido muitos conhecimentos que me deixam melhor enquanto pessoa e enquanto profissional de uma empresa com a dimensão da ANAM. O que o move? Além da necessidade de ter que trabalhar, sinto-me bem quando consigo cumprir com os meus objetivos e duplamente satisfeito quando o verifico que o meu desempenho foi um contributo para o bem-estar daqueles que estão à minha volta. A ANAM para si é…. a minha segunda família, entrei nesta empresa (na antiga DRA) em fevereiro de 1991,  numa altura em que o aeroporto era muito diferente, principalmente na sua dimensão e equipamento. Apesar de todas as mudanças, das saídas e entradas de colaboradores, há algo que prevalece no tempo: o ambiente de amizade generalizada entre colaboradores fazem com que esta seja a minha opinião pessoal e que julgo ser partilhada com a maioria dos colegas do passado e do presente desta empresa.

Luis Vitorino, tenho 38 anos, casado, com filhos e de natural de São Pedro.

De onde veio e para onde vai? Venho anteriormente da Nova Gare, consórcio que realizou a nova aerogare do Aeroporto da Madeira, sendo integrado na ANAM no dia 2 de fevereiro de 2004, no serviço de Manutenção até ao final de 2011. Desde fevereiro 2012 que integro o Centro de Gestão e Incidências. O que o move? A vontade de viver e a família… A ANAM para si é…. um meio de aprendizagem e desenvolvimento profissional e pessoal.


10

TERMINAL

ANIMAÇÃO Os Aeroportos da Madeira continuam a considerar que é de extrema importância a implementação de um plano de animação anual que assinale não só as épocas festivas da nossa Região, mas também que comemore outras tantas épocas que possam transformar a passagem de passageiros, meeters, greeters, prestadores de serviço, entre outros, num momento único. A animação tem como principais objetivos: • Contribuir para a notoriedade dos Aeroportos da Madeira junto de novos públicos que não apenas os passageiros; •Valorizar e contribuir para a divulgação do património cultural da Região Autónoma da Madeira; • Melhorar os níveis de qualidade na receção efetuada aos passageiros, com especial incidência sobre os turistas; • Dinamizar a infraestrutura; • Criar e fidelizar novos públicos. Para além de tudo o que foi atrás referido, este ano, entre todas as ações de animação implementadas no Aeroporto da Madeira, decidimos destacar uma ação por ter sido tão especial para nós. Este ano tentámos associar algumas das ações a uma vertente mais social, de forma a transformar pelo menos um dia dito normal, num dia especial e único. E que melhor forma de o fazer do que preparar uma ação para crianças e fazê-las felizes? A 01 de junho, dia em que se comemora o Dia Mundial da Criança decidimos, não só surpreender todas as crianças que por qualquer motivo, aqui passaram, mas convidar outras crianças para virem visitar o Aeroporto da Madeira com um programa muito especial e dedicado ao grupo. Este dia foi vivido intensamente e sempre com muita alegria. Com a excelente colaboração da CRIAMAR, Associação de Solidariedade Social para o Desenvolvimento e Apoio a Crianças e Jovens, convidámos crianças de três instituições nomeadamente do Patronato S. Filipe, do Abrigo de Nossa Senhora da Conceição e Hospício Princesa Dona Maria Amélia a celebrarem este dia connosco.

Logo pela manhã, as crianças chegaram e visitaram o aeroporto e uma aeronave que foi gentilmente disponibilizada pela SATA, para este grupo especial. Após a visita inicial, pelas 10h30 iniciaram o workshop promovido pela conceituada Cake-designer Xana Topcakes, que se juntou a esta iniciativa e de uma forma muito generosa, ensinou às crianças um pouco desta arte com muita doçura associada.

O Museu da Baleia da Madeira esteve igualmente presente com a dinamização de atividades e jogos didáticos e lúdicos sempre associados à vida marinha, sensibilizando as crianças para esta realidade. Para terminar em grande e em coordenação com o grupo de animação das Amigas da Pequenada, demos início ao workshop de hip-hop com o grupo de STG CREW, sempre com muito movimento e energia, levado a cabo pelos elementos que integram este projeto. As crianças quando terminaram as suas atividades foram almoçar, a convite da direção dos Aeroportos da Madeira, ao Restaurante situado no piso 3 deste Aeroporto. O transporte foi conseguido através de uma outra parceria desta vez com a SAM, Sociedade de Automóveis da Madeira.


11

RAIO X

Este é um projeto de arte pública que está a ser desenvolvida na zona histórica da cidade do Funchal – Zona Velha – e que visa abrir as portas desta cidade à arte e à cultura incluindo todas as artes visuais, desde a pintura, à escultura, à fotografia, ao vídeo, à música e à escrita, dinamizando assim uma das zonas mais emblemáticas da baixa funchalense, tornando-a num pólo de atração cultural ainda mais significativo. As portas de lojas abandonadas, espaços em ruínas que agora assumem uma nova vida, têm como objetivo sensibilizar a população, enchendo as vias de eventos culturais e artísticos. A ideia é transformar esta área numa galeria de arte permanente, recorrendo, para tal, aos artistas convidados, os quais estão a elaborar pinturas em cerca de 200 portas na Rua de Santa Maria. A 6 de abril de 2011, é pintada a primeira porta, o número 77 da rua Santa Maria, pelo artista Mark Milewski, que levou cerca de um mês para ser concluída, uma vez que este artista utilizou uma técnica muito trabalhosa. Entretanto, no dia 9 de abril de 2011 Gonçalo Martins “espalha” arte nas portas 81-83 concluindo o seu trabalho nesse mesmo dia. Faça uma visita aquele que é um verdadeiro museu aberto da cidade do Funchal!


12

PRIMEIRA CLASSE

Até à presente data, temo-nos habituado a olhar para o Estudo de Avaliação de Satisfação dos Passageiros, realizado pela Airport Council International (ACI), como um estudo voluntário que visava analisar a perceção dos passageiros relativamente à qualidade dos serviços prestados, como ferramenta de benchmarking e de suporte à identificação de áreas de melhoria. Com a assinatura do contrato de Concessão da ANAM, este paradigma foi alterado, e embora não tivesse perdido a sua essência de ferramenta para a gestão da melhoria do serviço prestado, passou de voluntária a obrigatória e a ser considerado para efeitos de penalização financeira. Estando agora obrigados, por via do Contrato de Concessão, não só a reportar trimestralmente ao INAC os resultados dos ASQ, mas também a definir um plano de ação corretiva para todos os indicadores referenciados e cuja meta, que se encontra ainda em análise, não tenha sido alcançada em dois trimestres consecutivos.

Estudo de Avaliação de Satisfação dos Passageiros (ASQ), realizado pela Airport Council International (ACI)

Indicadores que obrigam a implementação de um plano de ações de melhoria: • • • • • • • • • • • • • • • •

Satisfação Global com o Aeroporto Écrans de informação de voos Parques de estacionamento Cortesia/ajuda dos funcionários do aeroporto Disponibilidade de carrinhos de bagagem Disponibilidade de instalações sanitárias Tempo de espera nas filas de check-in Limpeza das instalações sanitárias Tempo de espera no controlo de passaportes Conforto - Áreas de espera/Portas de Embarque Tempo de espera na inspeção da segurança Limpeza do terminal do aeroporto Facilidade em identificar o seu percurso no Aeroporto Controlo de passaportes Rapidez na entrega das bagagens Controlo Alfandegário


13

Existe, no entanto, outro grupo de indicadores, cujo desempenho depende da intervenção direta do aeroporto que, sempre que não for alcançado o respetivo objetivo dará lugar a penalização financeira, conforme anteriormente referido.

Conheça, também aqui, os seus resultados: Disponibilidade dos carrinhos de bagagem

4.00

3.91

3q13

2q13

3.94

4.06

1q13

3q13

2q13

3.61

1q13

3.66

3.77

3q13

2q13

4.07

1q13

4.00

4q12

4.07

3q12

4.03

3q13

4.02

2q13

4q12

Limpeza do terminal do aeroporto

3.61

1q13

3.56

3.73

3.70

3.68

4q12

3q12

3.76

3q13

3.68

2q13

3.61

1q13

conforto - áreas de espera / portas de embarque

3q12

2q13

Limpeza das instalações sanitárias

3.56

4q12

3.73

3.70

3.68 3q12

4q12

3.93

Disponibilidade de instalações sanitárias

3q12

3.97

3q13

3.93

2q13

3.94

1q13

3.73

4q12

1q13

cortesia/ajuda dos funcionários do aeroporto

3.90

3.76

3.78 3q12

4q12

3.95

Écrans de informação de voo

3q12

3.87

3q13

3.88

2q13

4.22

1q13

4.08

4q12

4.12

4.16

4.13 3q12

Facilidade em identificar o seu percurso no aeroporto

3q13

Uma vez que a qualidade de serviço prestado ao passageiro é contributo de todos nós, contamos sempre convosco para garantir a sua melhoria!


14

MUDANÇA E INOVAÇÃO Decorreu, recentemente, nos Aeroportos da Madeira e Porto Santo a instalação de um novo sistema de gestão de parques de estacionamento que abrange 14 Parques de Estacionamento. Foram instaladas 30 máquinas de entrada e saída e seis máquinas de pagamento automático tendo sido o projeto complementado com o sistema de controlo de matrículas e painéis de informação de lugares disponíveis. Constituiu um projeto ambicioso e de considerável envergadura, investindo-se na área de inovação e desenvolvimento para a obtenção de uma solução que servisse os requisitos da infraestrutura aeroportuária.

PONTO DE ENCONTRO

1

Identificação dos parques – Aeroporto da Madeira

• Parque 0 Ligeiros - Acesso reservado a viaturas de turismo ligeiras mediante utilização de cartão pré-carregado (credipark), e público em geral, em horário condicionado, mediante utilização de cartão ocasional. • Parque 0 Pesados - Acesso reservado a viaturas de turismo pesadas de passageiros, mediante utilização de cartão pré-carregado (credipark). • Parque 1, 5, 6 e 7 - Estes parques destinam-se a utilizadores ocasionais e avençados. • Parque 2, 2.1, 8 e 9 - Estes parques destinam-se em exclusivo a avençados. • Parques 3, 4 e Rent-a-Car - Estes parques destinam-se em exclusivo a utilizadores de Rent-a-Car licenciados no Aeroporto da Madeira.

Parque 0

2.1

Parque 0

Parque 0

pesados

ligeiros

Parque 1 Parque 4 Parque 3 Parque Rent a car 7 Parque

Parque

Parque 5

6 8 Parque

Parque

2 Parque


15

2

caixas de pagamento

Para que o utente possa efetuar o seu pagamento, o Aeroporto da Madeira dispõe agora de cinco caixas automáticas, localizadas nas Torres de acesso aos parques de estacionamento e nos pisos 0 e 1 da Aerogare, devidamente assinaladas. Já no Aeroporto do Porto Santo existe uma caixa de pagamento automático no piso 0 da Aerogare.

3

Controlo de acesso

O controlo do acesso aos parques é efetuado através de um dos seguintes métodos: • Título ocasional: retirado à entrada do parque. • Cartão de proximidade: contratualizado previamente com a ANAM, em regime de avença ou credipark. Para os detentores de cartões avençados ou credipark, o cartão atua por proximidade, e apenas autoriza as matrículas das viaturas previamente fornecidas pelo cliente. Nos acessos ocasionais, a matrícula da viatura é registada à entrada, pelo que apenas será autorizada a saída da viatura, coincidente com esse registo.

Estamos certos de que este é um investimento de grande mais valia para os utilizadores dos nossos parques de estacionamento e que nos permitirá agir de forma mais eficaz do ponto de vista comercial.


16 01

Eurodeputado Nuno Teixeira Qual foi o seu percurso profissional?

SALA DE EMBARQUE

(…) costumo dizer que quando chego ao Aeroporto já me sinto em casa. A qualidade de serviço é inegável, e creio que decorre de caraterísticas próprias dos madeirenses, que são a sua simpatia, afabilidade e hospitalidade. Isso, aliado às excelentes condições que a infra-estrutura aeroportuária proporciona, torna tudo mais fácil.

Licenciei-me em Direito em Coimbra em 1996 e comecei logo após o meu estágio em advocacia, profissão que abracei a partir de então. Em 2000 suspendi essa actividade para desempenhar funções de adjunto do Vice-Presidente do Governo Regional, cargo que exerci até julho de 2009, quando tomei posse como deputado ao Parlamento Europeu, para um mandato que terminará em maio de 2015. Qual foi o momento mais marcante de sua carreira? De longe o momento que mais me marcou foi o debate no plenário do Parlamento Europeu que ocorreu logo na semana seguinte à catástrofe de 20 de Fevereiro de 2010, onde se discutiu a proposta de resolução que apresentei a esse propósito - cujo original assinado pelos 22 deputados portugueses conservo no meu gabinete - e onde esteve sempre uma bandeira da Região. Foi sem dúvida o momento em que mais senti o peso da responsabilidade de representar os Madeirenses no Parlamento Europeu. Como é viver em Bruxelas? Bruxelas é uma cidade fria e cinzenta, onde passo a maior parte da semana. O melhor da cidade é o aeroporto, para sair. Qual a frequência com que viaja? Viajo todas as semanas religiosamente. Regressar ao Funchal para o fim de semana é um imperativo e dá-me a possibilidade de recarregar as baterias para a semana seguinte. Um acontecimento marcante numa das suas viagens? Costumo dizer que tenho o toque de Midas ao contrário nos aeroportos. Já me aconteceu de tudo, e tenho dificuldade em escolher um acontecimento em

particular. Histórias que davam um bom argumento para um filme. Um dia talvez as escreva. Qual o seu destino de eleição? Quanto mais viajo, mais me convenço: o meu destino de eleição é em casa, na Madeira e no Porto Santo. Está satisfeito com a qualidade/serviços prestados pelos Aeroportos da Madeira? Para quem viaja com a regularidade com que eu o faço, acabamos por conhecer quase toda a gente que trabalha nos Aeroportos da Madeira. Os únicos problemas que tive nos Aeroportos da Madeira foram causados pelas condições climatéricas. Quanto ao mais, costumo dizer que quando chego ao Aeroporto já me sinto em casa. A qualidade de serviço é inegável, e creio que decorre de caraterísticas próprias dos madeirenses, que são a sua simpatia, afabilidade e hospitalidade. Isso, aliado às excelentes condições que a infra-estrutura aeroportuária proporciona, torna tudo mais fácil. Costuma fazer compras nas lojas dos Aeroportos da Madeira? Normalmente só jornais e revistas. E durante a época de Verão, quando viajo em voo charter direto para Bruxelas, levo mantimentos! Esporadicamente, posso acabar por levar algum bolo de mel para colegas que mos pedem. O que acha da área Comercial dos Aeroportos da Madeira? Creio que a última renovação do espaço o tornou ainda mais agradável e atraente. Alguma sugestão de melhoria? Que me ocorra, não... Uma palavra que o caracterize a si próprio. Impossível. Um defeito e uma virtude. Tenho muitos defeitos, e algumas virtudes. Sou péssimo a enumerá-los.


17

Conheça Bruxelas, COM Nuno Teixeira. Convidamos o Eurodeputado PARA nos guiar por Bruxelas

VOO DIRETO

Torre do Grand Place

A cidade de Bruxelas é principalmente conhecida por ser o centro político da Europa, onde estão sediadas as várias instituições europeias como o Parlamento Europeu, a Comissão Europeia e o Conselho. Contudo, são muitos os encantos por descobrir na capital belga. A principal atração é a Grand Place, praça principal da cidade, considerada Património Mundial da UNESCO. O prédio mais imponente da praça é a Câmara Municipal de Bruxelas (Hotel de Ville), construído na Idade Média. De estilo gótico, este é um edifício branco decorado por 137 pequenas estátuas que representam várias figuras alegóricas, desde reis a santos. A torre de 96 metros de altura tem no seu topo uma estátua de Saint Michel, padroeiro da cidade de Bruxelas. Em frente, do outro lado da praça, encontra-se a Maison Du Roi (casa do Rei), repleto de esculturas de bronze, esverdeadas pelo tempo. Construída em 1536, hoje em dia aloja o Musée de La Ville. Perto da Grand Place encontra-se a famosa estátua do Manneken Pis, uma pequena fonte em bronze de um menino a urinar. Seguindo por uma ruela na direcção oposta de quem sai da Grand Place, encontra-se a Jeanneke Pis, a versão feminina do Manneken. Também em bronze, esta está-

tua da menina a urinar não é tão conhecida como a outra, sendo um dos muitos segredos da cidade. Se visitar a Jeanneke encontrará na mesma rua o Delirium Café, que contém cerca de 2004 tipos diferentes de cerveja. Óptimo para sentir o pulsar da vida social de Bruxelas. Mas se a Grand Place e a zona do centro histórico representam a herança cultural da cidade, o Atomium é exemplo de Bruxelas dos dias de hoje. Construído em 1958 é uma representação de uma molécula, com cerca de 103 metros de altura. Nas várias esferas estão instaladas várias exposições temáticas e na do topo tem-se uma das melhores vistas panorâmicas sob a cidade. Junto ao Atomium está outra atração turística, o Parque Mini-Europe que contém miniaturas de vários monumentos, onde estão representadas cerca de 80 cidades europeias. É um parque interactivo e no fim da visita a exposição interativa “Spirit of Europe” mostra o funcionamento da União Europeia. Vale a pena visitar o Parc du Cinquantenaire na zona Oeste da cidade. Este “Arco do Triunfo” foi erguido por iniciativa do rei Leopoldo II para a Exposição Internacional de 1888, como símbolo de comemoração

dos cinquenta anos da independência da Bélgica. À volta do parque encontram-se vários museus como o Museu da Aviação, Autoworld, Museu de Arte e História e o Museu Real Militar. Em termos gastronómicos, é obrigatório provar os tradicionais waffles, as frites, o jambonneau (carne), as moules (mexilhão) e as deliciosas trufas de chocolate belga. Como chegar: Pode viajar para Bruxelas ao domingo, com a Thomas Cook - www.thomascook.be, durante todo o ano e, no também às segundas e sextas, no Verão, com a Arkefly - www.arkefly.nl.

Parc du Cinquantenaire

Delirium Café

Manneken Pis


18

LINHA AÉREA Ao fecho do mês de outubro de 2013, o tráfego acumulado nos Aeroportos da Madeira cresceu 6,8% em termos de passageiros e 2,3% em termos de movimentos. Considerando o mês de Outubro de 2013, o tráfego no Aeroporto da Madeira subiu 7,1% face ao número de passageiros registados no ano anterior, o que representou ainda um recorde absoluto quanto ao valor absoluto alcançado alguma vez num mês de outubro: 207.569 passageiros. Este feito aconteceu igualmente no mês de agosto de 2013, onde foram processados 278.469 passageiros no Aeroporto da Madeira, o valor mais alto de sempre a ser registado num mês. Assim, as perspetivas para o encerramento do ano são muito animadoras, com os principais mercados emissores a registarem crescimentos assinaláveis. Um destaque para o reinício de várias operações da Escandinávia que fazem antecipar uma recuperação extraordinária destes mercados.

No mês de novembro de 2013, os Aeroportos da Madeira registaram um crescimento de 9,1%. Em termos acumulados, foram processados 2.304.499 passageiros até 30 de novembro de 2013, o que traduz um acréscimo de 6,7% face a 2012.

Aeroporto da Madeira atinge número recorde de passageiros • Comparativo: Passageiros registados no mês de agosto, no Aeroporto da Madeira (FNC) AGO - 2000

205,600 234,412

AGO - 2001

250,540

AGO - 2002 AGO - 2003

243,277

AGO - 2004

248,595 262,580

AGO - 2005

259,769

AGO - 2006 AGO - 2007

249,368

AGO - 2008

248,653 253,993

AGO - 2009

267,451

AGO - 2010

263,299

AGO - 2011

252,567

AGO - 2012

278,469

AGO - 2013

• Comparativo: Passageiros registados no mês de outubro, nos Aeroportos da Madeira (FNC+PXO) OUT - 2008

200,041

OUT - 2009

201,374

OUT - 2010

201,234

OUT - 2011 OUT - 2012 OUT - 2013

196,656 193,733 207,654


19

Conheça os nossos 4 novos restaurantes Ibersol.

Bom apetite e boa viagem!

Já inauguraram, no piso 3, os novos restaurantes do grupo Ibersol. No espaço destinado aos passageiros podemos agora desfrutar de um espaço Pizza Hut e um restaurante bar com serviço à mesa de tapas, mini bocadilhos, pratos quentes e bebidas conhecido como Cockpit. Se não tem tempo a perder Go To café é o novo espaço de cafetaria que lhe convém. O quarto novo espaço de restauração chama-se Clocks, está situado no espaço público e dispõe de uma oferta alargada: saladas, pastas, hambúrgueres, pregos e sumos de fruta. O objetivo dos Aeroportos da Madeira é prestar mais e melhores serviços, desta vez com o desejo de bom proveito para todos.

BAGAGEM DE MÃO


20

Piso 2 Um lugar ainda mais atrativo,

com preços especiais para si. AIRSHOPPING

Agora há três novas lojas no piso 2 para visitar e para aproveitar os preços especiais a que como colaborador/a tem acesso: Chocolate Lounge com 15% de desconto, Ice Watch, com 10% e Madeira Lovers, também com 10%. Venha e desfrute destas condições especiais no cada vez mais atrativo espaço comercial do seu Aeroporto da Madeira.

15% 10% 10%


Newsletter #14