Issuu on Google+

Bee Light Entrevista

Por uma vida mais equilibrada

Editora Balance edição 1 - ano 1 - nº1 outubro 2012

Manuela Scalini

Chef reconhecida internacionalmente pela culinária Raw Food

14

DICAS PARA UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL

DETOX

YOUR

BEAUTY Saiba tudo para desintoxicar a sua beleza e viver bem

R$10,00


EDITORIAL

DECORAÇÃO CRIATIVA

ENTREVISTA Manuela Scalini

Jardim Vertical

6

Do que falamos...

8

14


DESINTOXIQUE SUA BELEZA Elimine as impurezas do seu corpo

18

MANTENDO O EQUILÍBRIO

REFÚGIO

RECEITAS

14 dicas

Egito

Coma de maneira boa e saudável

24 26

30


EDITORIAL

V

ocê anda desanimado, estressado, sem energia para fazer as coisas do dia-a-dia? Anda se sentindo com a cabeça pesada e é quase uma tortura acordar de manhã e enfrentar e ir para o batente? Apesar de a rotina ser muitas vezes cansativa e sem graça, a Bee Light chegou para te mostrar como as coisas podem ser encaradas de uma outra forma, e que afinal sua vida pode passar a ser mais calma e equilibrada.

Nossa revista chegou com o intuito de te fazer se sentir uma pessoa mais leve, alto astral, em paz de espírito e ,principalmente, de bem consigo mesmo. O ritmo ao qual somos submetidos atualmente faz com que muitas toxinas sejam acumuladas dentro de você, tanto por agente externos como a poluição, o estresse, excesso de exercícios físicos – ou até a falta deles - e a pressão do dia-a-dia que faz você correr contra o tempo. Seu sistema imunológico está enfraquecido e seu corpo e mente estão desequlibrados. A pressa realmente é inimiga da perfeição e pois você acaba não tendo tempo para pensar muito em si. O agito do mundo externo faz com que as coisas fundamentais para seu ‘eu interior’ fiquem em último lugar na lista de prioridades, podendo te deixar desarmonizado. A matéria que estampa nossa capa, “Desintoxique sua beleza”, trata exatamente de te ajudar a se sentir mais equilibrado, leve e feliz. Na sessão “Renove-se” você sempre encontrará um conteúdo maravilhoso a respeito de como renovar suas energies, saúde e beleza de maneira simples e prazerosa. E vamos ser sinceros, sua alimentação também não anda muito equilibrada, certo? A cada edição traremos na sessão “Receitas” comidinhas fáceis de serem preparadas e que mostram como comer bem pode te ajudar a se desintoxicar e ser mais saudável, sem abrir mão daquela ‘águinha na boca’. A Bee Light traz ainda ótimas dicas para você! Você sabia que pode reutilizar antigos objetos e torná-los uma linda “Decoração Criativa”? Traremos sempre um material completo que te ensina todos os passos de como fazer isto. Outro conteúdo que vai te ajudar a se sentir com mais paz interior é o “Manual de Práticas Saudáveis”, que trará dicas para fazer com que você se sinta cada vez com mais qualidade de vida e disposição. Você ainda pode conferir uma entrevista completa com um top chef - como Manuela Scalini trazida nesta edição falando sobre ‘Raw Food’ - ou com algum expert sobre o assunto saudabilidade. E para te ajudar a desestressar e desligar um pouco do cotidiano, te trazemos sugestões de destinos interessantíssimos e tranquilos. Experimente esta e as próximas leituras de Bee Light! Esperamos que você goste! Queremos caminhar junto com você na busca por uma vida mais equilibrada. Até o próximo mês! Atenciosamente, Amanda Pini Redatora Chefe

6


Ano 01 - Edição 01

QUEM FAZ?

EDITORA - CHEFE

o asl soentro cícios mpo. ados. muierior’ a que mais ravilrosa. dição omer boca’. antiateriai te á disição. nuesopouuilos. gosrada.

ente, a Pini

Maria Fernanda Bismarchi

EDITORA

Carla Manieri

REDATORA

Amanda Pini

REVISÃO DIRETORAS DE ARTE MÍDIAS

Juliana Pássaro Anna Carolina Matiello Maria Fernanda Bismarchi Fernanda Ferreira Elisa Castilho

FALE CONOSCO Para comentários e sugestões entre em contato . Rua Alagoas, 903, CEP 0258-000, São Paulo, SP. (11) 3665 9854 http://www.beelight.com.br contato@beelight.com.br

Chefe

6

7


Verticalize Seu Jardim Valorize o visual de sua casa reciclando antigos objetos de maneira inusitada e deixando o ambiente com cara nova.

A

nova moda agora é ter uma área verde em casa. Não importa se você mora em um apartamento ou em uma casa, o espaço não pode ser um motivo para que você ache que não pode ter um espaço verde. O jardim vertical pode ser montado em qualquer lugar, parede da varada da sala ou até mesmo da cozinha. Além de decorar a sua casa, você tem um espaço de natureza que você pode usufruir dentro de casa. Eles são igualzinho à os jardins convencionais só que foram planejados para paredes. A ideia veio da Esalflores, uma floricultura especializada em jardinagem residencial e empresarial. O gerente Bruno Esperança explica que essa ideia veio do simples fato de que os espaços horizontais estão cada vez menores. Os cuidados para os jardins verticali-

zados são outros. O trabalho tem que ser feito manualmente com regadores ou por gotejamento. Gotejamento é um nome que pode assustar mas na verdade é um sistema extremamente simples que acontece da seguinte maneira, uma pequena mangueira perfurada distribui gotas de água diretamente no substrato (uma espécie de terra onde a planta está fixada), e serve para manter a umidade da planta que também é controlada por um temporizador. Bruno ainda explica que o porta-plantas precisa ter travas de segurança que servem para evitar cair em chuvas e ventanias. O que plantar Comprovamos que qualquer planta pode ser utilizada em um jardim vertical. A dica é comprar uma planta que

8


vai funcionar no seu local escolhido e não só por gostar do design dela. Assim como precisamos pesquisar quais plantas funcionam em diversos lugares, temos que conhecer a planta pra ver se ela sobrevive ao sol, vento, sombra...A dica do Ralph Lago, técnico agrícola da Esalflores é que na hora de escolher as plantas, escolher as de tamanho médio ou pequeno, que se adaptam melhor na vertical. Se seu ambiente é interno, com meia sobra, aposte em bromélias, lírio da paz, aspargo, asplênio, euonymus e avenca, sempre observando o tamanho compatível com o jardim. Para áreas externas, com mais sol, aposte em liríope, cinerária marítima, ixória, brinco de princesa, érica, heras, lágrima de cristo, aspargo, gerânio e flores de época. Há, ainda, a possibilidade de cultivar mudas de temperos, como: salsinha, manjericão, alecrim. Como cuidar Vale, na hora de comprar a planta, consultar um profissional (paisagista ou técnico agrícola), para receber a orientação sobre a instalação, regas e podas. Independentemente desses cuidados, é importante que o substrato seja à base de turfa, pois essa matéria orgânica vai ajudar no desenvolvimento da planta, retendo mais umidade que um substrato convencional. Como montar São várias as formas de montar um jardim vertical. Para todas, você precisará de um especialista, pois é preciso chumbar a parede, impermeabilizar e criar o sistema de irrigação. Dá para fazer com blocos pré-moldados, sistema Green Wall Ceramic (peças de cerâmica que são fixadas na parede), treliças, fibras de coco, vasos e garrafas PETs. Nestes dois últimos, as raízes das plantas não se unem, sendo possível fazer sozinha. O técnico agrícola Ralph

8

Lago ensina a técnica para a montagem do jardim com garrafas PET. 1. Escolha a parede Este tipo de jardim (com garrafa PET) não é recomendado para locais em que o piso não possa receber umidade, pois, na maioria das vezes, não será possível centralizar o excesso de água em uma única saída. No jardim de garrafas, a tendência é que a água caia no chão. O ideal é montálo em um local que tenha gramado ou área em que a água possa cair. 2. Escolha as garrafas e lave-as. A quantidade de garrafas dependerá do tamanho do seu jardim. Lembre-se que elas ficarão uma ao lado e embaixo da outra. 3. Corte as garrafas Faça um corte no meio de cada garrafa (suficiente para o plantio de uma muda) com o maior tamanho possível em um dos lados. Não corte as laterais da garrafa, caso contrário, o substrato vazará. 4. Plante Para realizar o plantio, coloque dentro da garrafa, primeiro, algumas pedras e uma pequena camada de manta geotêxtil, que é um tipo de tecido para ajudar a drenar o jardim. Por último, coloque a planta e o substrato. 5. Fure a garrafa No lado oposto, faça um pequeno furo ou até três furos do tamanho de um prego (para pingar e a planta não se afogar). 6. Fixe-as na parede Escolha uma maneira para fixação das garrafas. Uma sugestão é pendurá-las em um varal, colocando as garrafas em sequência. 7. Cuide de sua planta Você terá de regar e podar sua planta, conforme a necessidade dela.

9


10


10

11


Curiosidades sobre Raw Food A chef Manuela Scalini mostra os benefícios da culinária que combina alimentos crus de maneira exótica, fazendo bem não só a saúde mas também ao paladar.

M

anuela Scalini, nascida e criada no Brasil, é uma chef de cozinha internacional crua e viaja pelo mundo ensinando oficinas de alimentos crus, retiros de restauração e consultoria para restaurantes de alimentos crus no sudeste da Ásia, EUA e América Latina. Quando não está viajando, ela está oferecendo aulas, retiros dia e trabalhar como chef particular de Marin County, Califórnia. A Chef Alimentos Certified cru de Living Light Culinary Arts Institute, e Certified Instructor Yoga, Manuela revela sua herança brasileira em suas delícias culinárias, criando uma experiência única exótico. Como um viajante do mundo, Manuela é uma especialista em sabores tropicais e cozinha. Uma de suas muitas paixões é a criação de belos pratos gourmet de vida de alimentos que utilizam os sabores locais e sazonais de todos os lugares que ela viaja para. Inspirandonos mais frescos ingredientes p ara nutrir e energizar o corpo, mente e alma.

Manuela começou sua jornada de alimentos crus, há cinco anos, quando ela estava à procura de uma alternativa para curar a inflamação em seu corpo depois de um acidente de snowboard. Ela se juntou a uma desintoxicação alimentar 21 dias-prima e nunca olhou para t rás. Seu corpo imediatamente começou a curar e funcionar em seu nível mais ideal, e ela significativamente notado uma grande mudança na sua vitalidade, clareza e humor. O que estava em primeiro apenas uma dieta, se tornou um estilo de vida. Ela deixou sua carreira de sucesso na indústria de efeitos visuais filme em San Francisco, Califórnia, e começou a compartilhar seu conhecimento para ajudar os outros em sua jornada para uma vida saudável. “Nada nos afeta mais do que aquilo que comemos ... quando nós limpamos nossos corpos, nós limpamos as nossas vidas ... que remover todos os filtros que estão nos impedindo de se sentir 100% vivo e ligado a nós mesmos, que nos rodeiam, e do nosso planeta”

14


Um Detox para limpar o corpo e renovar a alma... Em plena Floresta Amazonia A bordo do luxuoso barco Amazon Premium, a chef internacional de Raw Food Manuela Scalini propõe uma viagem inesquecível através da experiência do Raw Food & Yoga. Uma viagem sensorial: um retiro de 6 dias que possa captar e juntar todos os sentidos que a Amazônia desperta em nós . A floresta e seus frutos, folhas e raízes milagrosas, as comunidades ribeirinhas, a yoga e a prática da Raw Food pretendem transformar a viagem em muito mais que uma simples viagem.... *Raw Food tem conquistado milhoes de adeptos no mundo todo. É uma forma de alimentação na qual não cozinhamos os alimentos acima de 41 graus. Dessa froma, preservamos as enzimas vitais e os nutrientes de todos alimentos. Trabalhamos somente com

14

verduras e frutas in natura, sementes e castanhas germinadas, que não so desintoxicam o corpo de uma forma natural, mas tambem aumentam a energia, melhoram a digestão e absorção dos alimentos, e emagrecem. É a alimentação da beleza de dentro para fora! Bio Manuela Scalini: Manuela Scalini, chef de raw food, morou 20 anos na California, e retorna ao Brasil introduzindo a fusão da gastronomia crua e criativa com alimentação natural e gourmet. Chef e educadora formada em Gourmet Raw Food pelo Living Light Culinary Arts Institute ,trabalhou como chef particular em São Francisco, Bali, e Caribe e hoje viaja o mundo oferecendo aulas, oficinas, retiros de detox e consultoria de alimentaçåo viva para restaurantes e spas. Suas criações tem como base os ingredientes vegetais in natura, or-

ganicos e locais, altamente ricos em enzimas ativas, proporcionando assim ao corpo todos os nutrientes necessarios para a saúde geral, bem estar, e vitalidade. Manuela Scalini, born and raised in Brazil, is an international raw food chef and travels the world teaching raw food workshops, catering retreats and consulting for raw food restaurants in SE Asia, USA and Latin America. When she is not travelling, she is offering classes, day retreats and working as a private chef out of Marin County, California. A Certified Raw Food Chef from Living Light Culinary Arts Institute, and Certified Yoga Instructor, Manuela intwines her Brazilian heritage into her culinary delights, creating an unique exotic experience. As a world traveler, Manuela is an expert in tropical flavors and cuisine. One of her many passions is creating beautiful

15


gourmet living food dishes using local and seasonal flavors of all the places she travels to. Drawing inspiration in the freshest ingredients to nourish and energize the body, mind and soul. Manuela began her raw food journey five years ago when she was searching for an alternative way to heal inflammation in her body after a snowboarding accident. She joined a 21 day raw food detox and never looked back. Her body instantly began to heal and function in its most optimum level, and she significantly noticed a huge shift in her vitality, clarity and mood. What was at first just a diet, became a lifestyle. She left her successful career in the visual effects film industry in San Francisco, California, and began sharing her knowledge to help others in their journey to a healthier lifestyle. “Nothing affects us more than what we eat…when we clean up our bodies, we clean up our lives…we remove all the filters that are keeping us from feeling 100% alive and connected to ourselves, those around us, and our planet”. Raw In*Fusion was born after a lifetime of experimenting and searching for that one answer: what is the optimum diet? what works for my body? Is it more than just nutrition? It is a “whole”-listic approach to diet, lifestyle and the everyday choices we make in our lives. Raw Food is not just a diet, it is a way of living. It is removal of all the layers of physical and toxic waste in our lives. Stripping away the filters that keep us from thriving and truly reconnecting ourselves to our bodies, our health, others around us, and nature. Raw In*Fusion consists of a predominantly raw food diet, combined with some wholesome organic cooked roots and ancient grains, herbal tonics and elixirs, yoga, and taking time to reconnect with what truly means to feel alive. It is a “back to the basics” approach. “Once you clean up your body, you immediately begin to clean up your life” Why Organic Raw/Living Foods – Food

like nature intended. Full of vibrant energy and living enzymes that nurture every cell in your body, leaving you with abundant energy and glowing skin – raw food is THE cuisine for beauty and wellbeing. Living foods clean up your body, removing any toxins that are keeping you from living in abundance. Once you clean up your body, you gain more mental clarity, feel an increase in stamina, vitality, a boost in your immune system and weight loss. It’s preventive medicine in its most raw form….good for your body and good for the planet. A celebration of life!

Detox your kitchen – I will go through all your cabinets and fridge, and clean up all the harmful, artificial ingredients, and replace them with all natural choices. The process included a re-education about hidden “poisons” in certain products, reading labels, what to look out for, and a trip to the grocery store and organic farmers market. The goal is to create a LIFE LONG change that you can sustain once the detox week ends. I will train your helpers and teach them about buying organic produce and what NOT to use. Detox your body – You will eat all organic, raw living food for 7 days, based upon our initial consultation and dietary needs and goals. I will train you and/or your staff as I prepare food in your kitchen, so that by the end of the detox week, you will be able to carry on your healthy lifestyle with plenty of recipes and menu ideas. 7 days of Raw Food/Natural Foods Training & Eduction – I will teach you and/or your staff all the recipes, along with techniques, knife skills, and flavor balancing. Recipe print outs, sample menus, and worksheets about ingredients will be provided. Developing an overall healthier lifestyle tips, sugges.

16


Renove-se

Cosméticos, má alimentação e estresse provocam desequilíbrio e danos à saúde. Veja como eliminar substâncias ruins acumuladas no seu corpo ao longo do tempo.

A

chamada Dieta Desintoxicante está na moda, mas muitas pessoas ainda não conhecem realmente essa dieta e seus beneficios. Primeiramente a Dieta Desintoxicante ou Detox, não tem como objetivo principal a perda de peso, mas sim a retirada de toxinas do organismo, principalmente do fígado, onde essas toxinas mais se acumulam e no intestino, que muitas vezes perde sua capacidade de absorvição com o acumulo das mesmas. Mas o que são essas toxinas? São consideradas substâncias toxicas para o nosso organismo toda a subtância que levam ao envelhecimento e morte precoce de nossas células, entre as toxinas que mais consumi-

nos estão: as gorduras, principalmente saturadas, os açúcares e os aditivos alimentares, encontrados em alimentos industrializados. Também são considerados toxinas: a lactose, o glúten e a clara do ovo, por serem altamente alergênicos. Portanto como funciona a Detox? A detox tem como objetivo limpar nosso organismo dessas toxinas e melhorar o seu funcionamento. Para isso devem ser re-

tirados da cardápio durante a detox: carnes vermelhas e frango, frituras, alimentos industrializados, alimentos com glúten e com lactose, ovo, açúcares e também o adoçante por ser industrializado, entre outros. E são incluidas preparações naturais e com ingredientes orgânicos com muitos antioxidantes que previnem o envelhecimento celular e melhoram o funcionamento do organismo, como vitamina A, vitamina C, zinco,

18


magnésio, entre outos. São alimentos permitidos durante a detox: arroz integral, leguminosas como lentilha e grão de bico, peixe (menos frito), legumes, verduras, frutas e chás de ervas (sem açúcar ou adoçantes e o chá mate não são permitidos). Durante a detox, e após a mesma também é indicada a suplementação de alguns nutrientes e de microorganismos para a reposição da flora intestinal. Porém a detox deve ser feita por no máximo 7 a 10 dias e após deve-se continuar com uma alimentação balanceada e saúdavel, com o menor consumo de alimentos ricos em toxinas possível. Benefícios da Detox A desintoxicação do organismo trazida pela detox trás milhares de benefícios para nossa saúde entre eles: - melhora da nossa saúde intestinal, essencial para a saúde de todos nosso organismo; - melhora do funcionamento de nosso fígado, importante para a manutenção de outros orgãos, como os rins, que tambám têm seu funciomamento melhorado com a detox. Pessoas com esteatose hepática, acúmulo de gordura no fígado, davem fazer a detox para a melhora de seu quadro clínico;

- melhora da pele, órgão que reflete como nosso organismo está por dentro. Portanto, uma pele manchada ou com acnes pode significar excesso de toxinas; - melhora do cabelo e unhas, algumas vitaminas são essenciais para a manutenção dos mesmos; - auxilia na preveção da hipertensão, hipercoleterolemia e diabetes; Mas ATENÇÃO, a detoxificação não deve ser feita sem o acompanhamento e orientação de um nutricionista, somente ele pode indicar e montar esse tipo de dieta, pois a detox feita de forma errônea pode comprometer a sua saúde. Essa dieta, como já foi dito, não tem o objetivo de fazer com que as pessoas percam muito peso em pouco tempo, mas de melhorar nossa saúde, a perda de peso pode ser uma consequência. Não há nada como tomar banho. Deixar a água correr sobre os ombros, levando embora a sujeira e as angústias do mundo. Esse banho todo mundo toma. Mas e se fosse possível experimentar um banho interno? Limpar do avesso, ensaboar o corpo por dentro? Pois não só é possível, como tem enas aqueles alimentos que todo mundo condena, como sal, açúcar, álcool e gorduras. Existem mais

formas de int todos fatores capazes de poluir nossos corpos e mentes. A gente tem a impressão de que nem se ficar de molho por horas dá para tirar tanta sujeira acumulada. Mas não é bem assim. Basta ingerir os alimentos certos, aqueles que equilibram o que está em excesso no organismo, e os efeitos são perceptíveis a olho nu. São as chamadas dietas curativas ou desintoxicantes, que limpam o organismo por dentro e por fora. Todo mundo costuma pecar por excesso, ingerindo alimentos nocivos. Como não há como determinar a quantidade limite que um organismo suporta dos alimentos mais condenados (os já citados sal, açúcar, álcool e gorduras), o ideal é ter como hábito a ingestão do mínimo possível. Porque cada corpo é um corpo. “Os atletas precisam de muito mais carboidrato que um intelectual, que precisa de proteínas, como sementes e peixes”, diz a química Conceição Trucom, que escreve sobre temas voltados à alimentação natural. O grande problema é que mesmo quem come direitinho acaba se intoxicando. Uma pesquisa realizada pelo Sistema Nacional de Informações Tóxico-

19


Farmacológicas (Sini tox) em 2008 identificou quatidades altamente nocivas de agrotóxicos em praticamente todos os alimentos analisados, entre frutas e verduras. Para piorar, hoje, os produtos orgânicos correspondem a somente 1% do faturamento total dos supermercados no Brasil e chegam à mesa de apenas 9% da população. Limpeza geral A medicina chinesa e a indiana preconizam a alimentação purificante como um hábito cotidiano, e que também pode ser aplicada como medida paliativa para a cura de alguma enfermidade. Meditação e limpeza do corpo como um todo são práticas que devem ser adotadas também. Mas aqui, no Ocidente, duas formas mais recorrentes de alimentação desintoxicante se propõem a equilibrar nossos organ-

ismos. São elas as baseadas em frutas e vegetais crus e as monodietas curativas, que tratam o corpo através de um só alimento, como as do arroz integral e do inhame. Mas, antes de prosseguir, vale o alerta da nutricionista funcional Daniela Jobst, membro do Instituto de Medicinal Funcional dos Estados Unidos: “As dietas desintoxicantes podem ser prejudiciais quando as pessoas a adotam e não param mais. Em 15 dias, pela carência de nutrientes, a pessoa pode se sentir fraca, ter dor de cabeça, dermatite. É fundamental a avaliação de um profissional”. Por isso, as monodietas têm tempo certo para acontecer, não devem passar de dez dias. Como explica a especialista Conceição Trucom, é importante ficar atento aos riscos das dietas e adotar uma nutrição sau-

dável como estilo de vida. Sem exageros nem comedimentos, apenas priorizando os alimentos crus. Com uma visão mais ampla do que significa comer, ela explica: “É preciso nutrirse de energia telúrica, a energia da terra. Por isso é preciso comer raízebras, que dão sustentação, além das frutas”. Conhecida por causa de suas receitas de sucos revigorantes, as dicas que ela dá vêm mudando a vida de muita gente. Como a de Jane Susie, que há três anos adotou a ingestão diária de alimentos crus e sarou de uma série de doenças. “Eu fazia fisioterapia para aliviar dores no cotovelo e com uma semana ingerindo um suco de maçã, ervas, cenoura e girassol, as dores sumiram. Com a mudança de toda minha alimentação, o resto mudou por completo: azia, prisão de ven-

A felicidade a que Jane Susie se refere é compartilhada também pelos praticantes da monodieta curativa do arroz integral. “A dieta do arroz integral tem resultados imediatos para quem precisa desinchar e caber num vestido, por exemplo”, diz a nutricionista Heloisa Bernardes. Também é extremamente eficaz para eliminar toxinas. “Nada é mais desintoxicante que o arroz integral, que proporciona o equilíbrio entre sódio e potássio e tira o excesso de liquido das células”, diz Heloisa. “Algumas colheradas de arroz integral no primeiro dia, mudando gradativamente para um dia de alimentação exclusiva, são suficientes para limpar qualquer organismo.”

20


tre, rinite, minha pele ficou muito macia, sem espinhas. Fiquei com o coração mais aberto, sentindo uma alegria interna”, diz Jane. Da boca para dentro A felicidade a que Jane Susie se refere é compartilhada também pelos praticandieta curativa do arroz integral. “A dieta do arroz integral tem resultados imediatos para quem precisa desinchar e caber num vestido, por exemplo”, diz a nutricionista Heloisa Bernardes. Também é extremamente eficaz para eliminar toxinas. “Nada é mais desintoxicante que o arroz integral, que proporciona o equilíbrio entre sódio e potássio e tira o excesso de liquido das células”, diz Heloisa. “Algumas colheradas de arroz integral no primeiro dia, mudando gradativamente para um dia de alimentação exclusiva, são suficientes para limpar qualquer organismo.” A dieta do arroz integral pede muita mastigação. Mas há um cuidado todo especial no preparo do arroz. Ele deve ficar de molho de um dia para o outro, no escuro, para que os grãos germinem. Depois, deve-se cozinhá-lo o mínimo possível, sem deixar que a água levante fervura. Porque depois de fervido o arroz perde quase todas as vitaminas e nutrientes. Também não adianta encher de sal e cebola. Tem que ser preparado somente com água. É só na hora de comer que ele deve ser misturado a ervas ou verduras saborosas, como o agrião. A dieta do arroz integral, segundo a nutricionista, promove a limpeza do sangue, recupera o metabolismo e restaura as funções orgânicas prejudicadas pela alimentação industrializada, que tem excesso de sal. Heloisa ainda adverte: “Qualquer congelado ou enlatado com longa data de validade tem quantidades abusivas de sódio para conservar o alimento. Os cubinhos de caldo de carne e frango são os piores”, diz a nutricionista. O melhor é evitar esse alimentos. Ainda nas monodietas de alimentos cozidos, vale a pena experimentar a do inhame, um tubérculo com propriedades depurativas e desintoxicantes. Com o formato de gânglio, ele tem funções reguladoras e anti-inflamatórias e ajuda no tratamento de infecções e uma série de outras doenças. Basta começar a incluir inhame regularmente em todas as refeições, caminhando aos poucos para uma refeição exclusivamente à base

de inhame – sem ultrapassar os dez dias –, para depois voltar a alimentação normal. Beber os sólidos Algumas comidas curam, outras condenam o metabolismo. Inúmeras enfermidades estão associadas aos vários tipos de alimentos. Assim como o sal é proibitivo para quem sofre de problemas cardiovasculares e o açúcar é fatal para o diabético, doenças crônicas e prosaicas, como a asma, vêm se mostrando diretamente relacionadas ao consumo de determinados produtos, ainda que naturais, como leites e derivados. Daí ficamos doentes. O passo seguinte é consumir remédios para neutralizar a ação da doença, mas, como afirma Conceição Trucom, esse é um caminho perigoso: “A doença nos indica que algo está errado. Deveríamos enxergá-la não como uma inimiga que deve ser combatida, mas sim como uma amiga sincera, que tem coragem de nos dizer que alguma coisa está errada”. E, quando a doença aparece, é hora de entender a quais fatores ela está relacionada e fazer uma investigação minuciosa da alimentação. Por isso Conceição acredita que o corpo precisa de um banho interior diário. Um banho cheio de energia viva, que vem direto da terra. Para isso ela recomenda uma gama de sucos que misturam frutas diferentes, além do que ela costuma chamar de atitudes de bom senso. Entre elas, meditação, automassagem e banhos de mar ou rio. Para limpar o corpo em frente e verso, por inteiro. No referente á alimentação, uma boa ideia é beber um laxante suave antes de ir dormir. Ao acordar, beba um copo de água morna para começar a mexer os rins e que eles eliminem todas as toxinas do se corpo. Três copos de água quente devem ser consumidos antes da noite. A ayurveda é conhecida pelas suas propriedades desintoxicantes. De fato, vários procedimentos próprios deste sistema ajudam a isso, especialmente

21


as massagens, junto com ervas e produtos naturais, fortalecem a ação desintoxicante. Qualquer um destes procedimentos para a desintoxicação do corpo irá levar um mínimo de 15 dias para fazer efeito, dependendeia é combinar estes processos com a atividade física, para eliminar as toxinas por meio do suor. Um Ser Animado é aquele que vive afetiva e efetivamente no mundo da realidade, do estar presente, do uso equilibrado do seu poder pensante: Pensamento racional (lógico) igual a pensamento espontâneo (intuitivo). Fazendo uso de uma outra perspectiva, a Alma funciona como um mensageiro da luz que recebe as informações evolutivas do Espírito (que já as recebeu da fonte) e busca passá-las ao corpo físico, que só as recebe SE em estado de Poder Pensante (no aqui e agora). Enquanto não houver Poder Pensante, o mensageiro (a Alma ou ânima) não encontra o destinatário, porque este anda trilhando os caminhos dos DESANIMADOS da ILUSÃO. E, quando não se encontra o destinatário, a informação retorna ao remetente com a mensagem: destinatário AUSENTE, não foi possível entregar as INSTRUÇÕES EVOLUTIVAS de LUZ. Um ser desanimado (sem ânima) vive no mundo da ilusão ou imaginação, fora da realidade, percebendo o mundo com todas as distorções provocadas pelas interferências (chiados) dos altos e baixos da polarização dos pensamentos e do ligadesliga racional ou intuitivo. Tudo isso resulta em densidade, medo, ansiedade, angústia, frustração e desilusão. Neste caso, segundo Espinosa, a Alma se perde (corpo e alma sem diferenciação, sem hierarquia, sem identidades) no corpo desanimado e doente, de corpo e Alma. A boa nova é que desintoxicar-se é um ato 100% espiritual. Purifica corpo físico (todos os corpos) e Alma. Tal limpeza, celular e vibracional, torna a comunicação entre os órgãos e sistemas muito mais harmoniosa e sã. Mais precisa, eficiente, amorosa, cúmplice e afetiva. Com o novo fluxo de eletricidade e vitali-

dade proporcionado pelos sucos verdes e vivos, as formas de pensamento tornam-se alertas, proporcionando percepção com maior clareza e lucidez: poder pensante. A irradiação da Criação alcança primeiro o Espírito, que estará mais próximo (elevada freqüência vibratória) ou distante (freqüência vibratória mais densa) da Fonte em função do seu grau de Evolução. Uma vez recebida toda a informação evolutiva (a irradiação é constante, não dependendo de tempo ou espaço) ela é irradiada para a sua Alma ou Poder Pensante. Se houver Poder Pensante, ou seja, ânima, equilíbrio psicoemocional, e presença no mundo real, as condições de assimilação pelo CORAÇÃO serão as ideais. Elas se encarregarão de irrigar e irradiar as informações evolutivas para todas as células, órgãos e sistemas do organismo vivo instalando assim uma Vida encarnada em real processo evolutivo, caminhando no sentido da liberdade. Depois de muitos anos de busca, finalmente consegui compreender o que é e onde se encontra nossa Alma (ânima em latim), fundamental para uma existência espiritual, portanto pacífica. O mestre que me proporcionou tal compreensão foi o filósofo holandês Baruch de Espinosa (*). Até onde consegui alcançar Espinosa, sinto no coração que a Alma é uma potência pensante, que compartilha com o corpo físico o interesse pela existência divina e por tudo quanto contribua para mantê-la. As percepções do corpo físico são imagens que, na Alma, se realizam como idéias afetivas ou sentimentos. Assim, a relação originária da Alma com o corpo e de ambos com o mundo é a relação afetiva. Ou seja, para que a Alma se manifeste é preciso haver afeto. Ao mesmo tempo, a Alma, com seu poder de atividade pensante atua como um canal de comunicação entre o corpo e o espírito, tornando possível um Ser Animado (com ânima), um corpo físico (com seus cinco sentidos físicos e os demais sentidos metafísicos possibilitados pela presença efetiva da Alma), receber (perceber) as informações da fonte como criação, in-

22


22


14 Dicas para uma rotina mais saudável É possível danças de

1

ter uma hábitos e

vida equilibrada com pequenas atitudes no

mudia.

Faça, no mínimo, 5 refeições durante o dia – 3 principais como o café da manhã, almoço e janta, e pequenos lanches entre elas;

2 3

Nunca passe mais de 3 horas em jejum, pois o estômago precisa estar digerindo sempre algum alimento, aumentando assim o funcionamento do organismo e, consequentemente, queimando mais calorias;

Pequenos lanches entre as refeições principais irão evitar a vontade de devorar o primeiro prato que encontrar pela frente;

4 5

simples dia a

Não rosos

coma entre

petiscos gorduas refeições;

Deixe na gaveta do seu trabalho uma barrinha de cereal ou cookies integrais, para quando sentir fome optar por alimentos mais saudáveis;

6

Se tiver vontade de comer um doce, coma-o. Mas lembre-se: somente um pedaço ou unidade. Isso é melhor do que devorar uma caixa de bombom no final do dia;

24


7 8

Prefira

sucos

naturais;

9 10

Comece sempre a refeição com um caprichado prato de salada;

Ingira bastante água durante o dia, no mínimo 1,5 litros;

Ingira alimentos ricos em fibras como legumes, verduras e frutas.

11 12

Opte por gordura

Use escadas ao invés de elevador

alimentos com insaturadas

Consuma mais peixes

14

13

Como uma Castanha do Pará por dia

25


Vamos fugir para outro lugar, baby! O Egito é o destino ideal para encontrar a paz interior e reenergizar corpo e alma.

A

civilização egípcia antiga desenvolveu-se no nordeste africano (margens do rio Nilo) entre 3200 a.C (unificação do norte e sul) a 32 a.c (domínio romano). Como a região é formada por um deserto (Saara), o rio Nilo ganhou uma extrema importância para os egípcios. O rio era utilizado como via de transporte (através de barcos) de mercadorias e pessoas. As águas do rio Nilo também eram utilizadas para beber, pescar e fertilizar as margens, nas épocas de cheias, favorecendo a agricultura. A sociedade egípcia estava dividida em várias camadas, sendo que o faraó era a autoridade máxima, chegando a ser considerado um deus na Terra. Sacerdotes,

militares e escribas (responsáveis pela escrita) também ganharam importância na sociedade. Esta era sustentada pelo trabalho e impostos pagos por camponeses, artesãos e pequenos comerciantes. Os escravos também compunham a sociedade egípcia e, geralmente, eram pessoas capturadas em guerras. Trabalhavam muito e nada recebiam por seu trabalho, apenas água e comida. A escrita egípcia também foi algo importante para este povo, pois permitiu a divulgação de idéias, comunicação e controle de impostos. Existiam duas formas principais de escrita: a escrita demótica (mais simplificada e usada para assuntos

26


26

do cotidiano) e a hieroglífica (mais complexa e formada por desenhos e símbolos). As paredes internas das pirâmides eram repletas de textos que falavam sobre a vida do faraó, rezas e mensagens para espantar possíveis saqueadores. Uma espécie de papel chamado papiro, que era produzido a partir de uma planta de mesmo nome, também era utilizado para registrar os textos. Os hieróglifos egípcios foram decifrados na primeira metade do século XIX pelo linguísta e egiptólogo francês Champollion, através da Pedra de Roseta. A economia egípcia era baseada principalmente na agricultura que era realizada, principalmente, nas margens férteis do rio Nilo. Os egípcios também praticavam o comércio de mercadorias e o artesanato. Os trabalhadores rurais eram constantemente convocados pelo faraó para prestarem algum tipo de trabalho em obras públicas (canais de irrigação, pirâmides, templos, diques). A religião egípcia era repleta de mitos e crenças interessantes. Acreditavam na existência de vários deuses (muitos deles com corpo formado por parte de ser humano e parte de animal sagrado) que interferiam na vida das pessoas. As oferendas e festas em homenagem aos deuses eram muito realizadas e tinham como objetivo agradar aos seres superiores, deixando-os felizes para que ajudassem nas guerras, colheitas e momentos da vida. Cada cidade possuía deus protetor e templos religiosos em sua homenagem. Como acreditavam na vida após a morte, mumificavam os cadáveres dos faraós colocando-os em pirâmides, com o objetivo de preservar o corpo. A vida após a morte seria definida, segundo crenças egípcias, pelo deus Osíris em seu tribunal de julgamento. O coração era pesado pelo deus da morte, que mandava para uma vida na escuridão aqueles cujo órgão estava pesado (que tiveram uma vida de atitudes ruins) e para uma outra vida boa aqueles de coração leve. Muitos animais também eram considerados sagrados pelos egípcios, de acordo com as características que apresentavam : chacal (esperteza noturna), gato (agilidade), carneiro (reprodução),

jacaré (agilidade nos rios e pântanos), serpente (poder de ataque), águia (capacidade de voar), escaravelho (ligado a ressurreição). A civilização egípcia destacou-se muito nas áreas de ciências. Desenvolveram conhecimentos importantes na área da matemática, usados na construção de pirâmides e templos. Na medicina, os procedimentos de mumificação, proporcionaram importantes conhecimentos sobre o funcionamento do corpo humano. No campo da arquitetura podemos destacar a construção de templos, palácios e pirâmides. Estas construções eram financiadas e administradas pelo governo dos faraós. Grande parte delas eram erguidas com grandes blocos de pedra, utilizando mão-de-obra escrava. As pirâmides e a esfinge de Gizé são as construções mais conhecidas do Egito Antigo. Com uma área de cerca de 1 001 450 km², o Egito limita a oeste com a Líbia, a sul com o Sudão e a leste com a Faixa de Gaza e Israel. O litoral norte é banhado pelo mar Mediterrâneo e o litoral oriental pelo mar Vermelho. A península do Sinai é banhada pelos golfos de Suez e de Acaba. A sua capital é a cidade do Cairo. O Egito é um dos países mais populosos de África. A grande maioria da população, estimada em 81.121,07 milhões de habitantes (2010), vive nas margens do rio Nilo, praticamente a única área não desértica do país, com cerca de 40 000 kmª; O da Líbia, a oeste, o Arábico ou Oriental, a leste, ambos parte do Saara, e o do Sinai, têm muito pouca população. Cerca de metade da população egípcia vive nos centros urbanos, em especial no Cairo, em Alexandria e nas outras grandes cidades do Delta do Nilo, de maior densidade demográfica. O país é conhecido pela sua antiga civilização e por alguns dos monumentos mais famosos do mundo, como as pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge. A sul, a cidade de Luxor abriga diversos sítios antigos, como o templo de Karnak e o vale dos Reis. O Egito é reconhecido como um país política e culturalmente importante do Médio Oriente e do Norte de África. Os gentílicos para o país são “egípcio”, “egip-

27


ciano” e “egipcíaco” [1], embora as últimas formas raramente sejam usadas. pouca população. Cerca de metade da população egípcia vive nos centros urbanos, em especial no Cairo, em Alexandria e nas outras grandes cidades do Delta do Nilo, de maior densidade demográfica. O país é conhecido pela sua antiga civilização e por alguns dos monumentos mais famosos do mundo, como as pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge. A sul, a cidade de Luxor abriga diversos sítios antigos, como o templo de Karnak e o vale dos Reis. O Egito é reconhecido como um país política e culturalmente importante do Médio Oriente e do Norte de África. Os gentílicos para o país são “egípcio”, “egipciano” e “egipcíaco” [1], embora as últimas formas raramente sejam usadas.

pouca população. Cerca de metade da população egípcia vive nos centros urbanos, em especial no Cairo, em Alexandria e nas outras grandes cidades do Delta do Nilo, de maior densidade demográfica. O país é conhecido pela sua antiga civilização e por alguns dos monumentos mais famosos do mundo, como as pirâmides de Gizé e a Grande Esfinge. A sul, a cidade de Luxor abriga diversos sítios antigos, como o templo de Karnak e o vale dos Reis. O Egito é reconhecido como um país política e culturalmente importante do Médio Oriente e do Norte de África. Os gentílicos para o país são “egípcio”, “egipciano” e “egipcíaco” [1], embora as últimas formas raramente sejam usadas. últimas formas raramente sejam usadas últimas formas raramente sejam usadas

Capital e maior cidade do Egito. Cairo (Al-Qāhirah, em árabe) é cortada pelo Nilo, possui 7,8 milhões de habitantes (2006) e mais de 16 milhões na região metropolitana. A cidade foi capturada pelos árabes em 641 e tornou-se capital do país em 973. A partir do século 13 atingiu grande prosperidade como centro cultural e comercial.

28


28


Delícias que proporcionam saúde e bem-estar. Descubra como preparar refeições balancedas e que fazem bem, sem abrir mão de sabor.

DOCINHO DE MILHO Ingredientes: Tempo total: 1 lata de leite condensado desnatado 1 lata de milho verde escorrido 2 colheres (sopa) de amido de milho MAIZENA® 3 colheres (sopa) de creme vegetal meia xícara (chá) de coco ralado Para envolver: açúcar cristal Para acondicionar: forminhas de papel Modo de preparo: 1- Bata no liqüidificador o leite condensado, o milho, o amido de milho MAIZENA® e o creme vegetal BECEL por 3 minutos. 2- Coloque em uma panela, junte o coco ralado e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até soltar do fundo da panela. Coloque o doce em um prato e deixe esfriar. 3- Modele bolinhas e envolva-as no açúcar cristal. Coloque em forminhas de papel e sirva em seguida. Se preferir, envolva as bolinhas no coco ralado ao invés do açúcar cristal.

FILÉ COM ABACAXI E ERVILHA Ingredientes: 5 colheres (sopa) de creme vegetal Meio quilo de medalhões de filé mignon 1 colher (chá) de sal 4 fatias de abacaxi cortadas em cubos pequenos 100g de ervilha congelada MONTAGEM: 6 folhas de alface crespa clara 6 folhas de alface crespa escura 100g de mini cenouras cozidas 2 colheres (chá) de suco de limão 1 pitada de sal Modo de preparo: 1- Em uma frigideira grande aqueça 3 colheres (sopa) do creme vegetal e doure os medalhões dos dois lados. Tempere-os com o sal, passe para uma travessa e reserve. 2- Coloque o restante do creme vegetal na frigideira, junte o abacaxi, a ervilha e refogue por mais 3 minutos ou até o abacaxi começar a dourar. Retire do fogo e coloque na travessa ao lado dos medalhões. Mantenha aquecido. MONTAGEM 3- À parte em uma tigela grande coloque a alface clara, a alface escura, a mini cenoura e tempere com o suco de limão e sal a gosto. Salpique o cheiro-verde.

30


30

ATUM COM CROSTA DE SEMENTE DE LINHAÇA Ingredientes: Tempo total: 2 colheres (sopa) de creme vegetal 2 colheres (sopa) de molho de mostarda HELLMANN’S 2 postas de atum fresco 4 colheres (sopa) de semente de linhaça Para untar: creme vegetal BECEL PRO.ACTIV Modo de preparo: 1- Preaqueça o forno em temperatura média (180C). 2- Unte uma assadeira média (33 x 23 cm) e reserve. 3- Em uma tigela, misture o creme vegetal até ficar homogêneo. Reserve. 4- Com auxilio de um garfo, faça furos no peixe e espalhe a mistura reservada em toda a superfície. Coloque-o na assadeira reservada. 5- Polvilhe a semente de linhaça sobre a pasta, pressionando delicadamente. 6- Leve ao forno por 20 minutos ou até dourar levemente e a base estar seca. 7- Transfira o peixe com cuidado para uma travessa. Sirva em seguida. Sirva o preparo acompanhado de salada de folhas de sua preferência. Cada posta de atum deve pesar aproximadamente 200 g.

BOLO GELADO DE CHOCOLATE Ingredientes: MASSA 6 colheres (sopa) de açúcar 5 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL 2 gemas 1 xícara (chá) de suco de laranja 2 xícaras (chá) de farinha de trigo 3 colheres (sopa) de chocolate em pó 1 colher (sopa) de fermento em pó 3 claras em neve RECHEIO E COBERTURA 1 colher (sopa) de amido de milho MAIZENA® 3 colheres (sopa) de chocolate em pó 1 xícara (chá) de leite desnatado 1 xícara (chá) de suco de laranja 4 colheres (sopa) de açúcar 3 colheres (sopa) de creme vegetal BECEL Para decorar: 50 g de chocolate meio amargo ralado Para untar e enfarinhar: farinha de trigo creme vegetal BECEL Modo de preparo: MASSA 1- Unte e enfarinhe uma fôrma redonda média (22 cm de diâmetro) e reserve. 2- Preaqueça o forno em temperatura média (180°C).

31



Bee Light