Page 1


De onde provĂŠm a energia que faz funcionar os ecossistemas?

O Sol fornece aos ecossistemas luz e calor.


De que modo a energia luminosa entra nos ecossistemas? A energia luminosa (luz) do Sol é captada pelos seres fotossintéticos. Os seres fotossintéticos são todos aqueles que realizam a fotossíntese, como as plantas e as algas.


Fotossíntese – Processo pelo qual, as plantas transformam a energia solar em energia química, fabricando o seu próprio alimento.


Como ocorre a fotossíntese? As plantas e as algas realizam a fotossíntese na presença da luz, utilizam água, minerais e dióxido de carbono, produzem compostos orgânicos e libertam oxigénio.

Dióxido de carbono

Sais minerais


Processo de formação de matéria orgânica pelas plantas

Dióxido de carbono

1- Refere onde a planta obtém: 1.1- O dióxido de carbono. Da atmosfera 1.2- a água e os sais minerais. Do solo

Sais minerais

2- Indica qual o gás que as plantas produzem e libertam para a atmosfera, durante a fotossíntese. Oxigénio 3- Para produzir matéria orgânica, as plantas necessitam de energia. Refere qual a fonte de energética utilizada. Sol


O que acontece à energia luminosa captada pelas plantas e algas? A energia luminosa é convertida noutro tipo de energia (energia química) que passa a fazer parte dos compostos orgânicos produzidos.

O que acontece aos compostos orgânicos produzidos durante a fotossíntese? Os compostos orgânicos produzidos pelas plantas e as algas são armazenados no seu organismo.


De que forma a energia das plantas passa para os outros seres vivos? Através da alimentação. Os seres vivos herbívoros alimentam-se das plantas e algas, adquirindo assim a sua matéria e energia.

plantas

herbívoro


De que forma a energia é transferida ao longo de um ecossistema? Através das relações alimentares. Um ser vivo, ao comer outro, adquire a sua matéria e a energia nela armazenada – Cadeia alimentar.


O que é uma cadeia alimentar? Cadeias alimentares – É um esquema representativo que representa a transferência de matéria e energia entre as populações de uma comunidade, através das relações alimentares.

Quando o caramujo consome parte da alga, introduz no seu organismo a matéria orgânica (e energia) que a alga tinha acumulado. Por sua vez, se o caramujo servir de alimento aos lambaris, transfere a matéria orgânica que constitui o seu corpo para este e assim sucessivamente.


Numa cadeia alimentar, temos níveis tróficos. Correspondem aos lugares que são ocupados por cada população de uma cadeia alimentar.

4º nível trófico

3º nível trófico

2º nível trófico

1º nível trófico


Como é constituída uma cadeia alimentar? - É sempre iniciada por plantas ou algas, porque captam e integram a energia luminosa e produzem a sua própria matéria – são seres autotróficos e designam-se por produtores.

- Continua através dos seres vivos que se alimentam dos produtores e uns dos outros, transferindo a matéria e energia ao longo da cadeia alimentar – são seres heterotróficos e designam-se consumidores.

Os consumidores podem ser de várias ordens.


Como se classificam os consumidores? Os consumidores classificam-se quanto ao nível que ocupam na cadeia alimentar: - Consumidores de 1ª ordem – alimentam-se de produtores (animais herbívoros)

- Consumidores de 2ª ordem – alimentam-se dos consumidores de 1ª ordem (animais carnívoros que se alimentam dos herbívoros) - Consumidores de 3ª ordem – alimentam-se dos consumidores de 2ª ordem (animais carnívoros que se alimentam de outros carnívoros)

Consumidor de 3ª ordem

Consumidor de 2ª ordem

Consumidor de 1ª ordem

Produtor


Como se relacionam as cadeias alimentares de um ecossistema? Todas as cadeias alimentares do mesmo ecossistema se relacionam, pois normalmente têm populaçþes em comum. Estes relacionamentos representam-se atravÊs de uma teia alimentar.

Teia alimentar simples


Como se relacionam as cadeias alimentares de um ecossistema?

Teia alimentar complexa


Teia alimentar – Corresponde ao esquema de várias relações alimentares que se estabelecem entre as populações de um ecossistema.


Uma teia alimentar é constituída pela interligação das várias cadeias alimentares de um ecossistema.

Verdura Verdura Árvore Gramíneas …

Coelho Zebra Insecto Rato

Gavião Onça Lagarto Raposa

Gavião Onça


Como se classificam as populações das seguintes cadeias alimentares? Verdura

Zebra

Onça

1ºnível trófico

2ºnível trófico

3ºnível trófico

Produtores

Consumidores de 1ª ordem

Consumidores de 2ª ordem


Qual a razão da onça ocupar diferentes níveis tróficos na teia alimentar?

Verdura Verdura Árvore Gramíneas …

Coelho Zebra Insecto Rato

Gavião Onça Lagarto Raposa

Gavião Onça


Qual a razão da onça ocupar diferentes níveis tróficos na teia alimentar? Verdura

Zebra

Onça

1ºnível trófico 2ºnível trófico 3ºnível trófico

Gramíneas

Rato

Raposa

Onça

1ºnível trófico 2ºnível trófico 3ºnível trófico 4ºnível trófico

O nível trófico que uma população ocupa depende da cadeia alimentar de que faz parte e geralmente pertence a diferentes cadeias alimentares.


O que acontece aos restos de seres vivos num ecossistema? A matéria orgânica morta é decomposta por acção de seres vivos que se alimentam dela – organismos decompositores. Consomem os restos de plantas e animais.

Responsáveis pela devolução de minerais e nutrientes para o ambiente, que servirão para produtores mais uma vez, fechando o ciclo.


O que acontece à energia transferida ao longo das cadeias alimentares? - É armazenada na matéria orgânica de cada ser vivo, ficando disponível para o nível trófico seguinte; - É perdida ou gasta pelos seres vivos nos seus processos vitais;

- É retirada da matéria orgânica morta pelos organismos decompositores durante a reciclagem de matéria.


Fluxo de energia Corresponde Ă s transferĂŞncias de energia entre os diferentes nĂ­veis trĂłficos de um ecossistema, realizadas no sentido dos produtores para os consumidores e de ambos para os decompositores, acabando por se esgotar.


Por que razão a maioria das cadeias alimentares não ultrapassa os quatro ou cinco níveis? A energia disponível no 4º ou 5º nível trófico de uma cadeia alimentar é já muito reduzida, devido às perdas/gastos que ocorrem durante as suas transferências.

Como na transferência de energia entre os seres vivos não há reaproveitamento de energia libertada – FLUXO UNIDIRECIONAL

FLUXO UNIDIRECIONAL e DECRESCENTE


O fluxo de energia e a circulação de matéria num ecossistema podem representar-se através de pirâmides ecológicas. É uma representação gráfica do fluxo de energia e da circulação de matéria para um determinado ecossistema.


Pirâmide de energia:

Pirâmide de biomassa

Pirâmide de números

Retrata, para cada nível trófico, a quantidade de energia acumulada, em uma determinada área ou volume, em um intervalo de tempo.

Relaciona a quantidade de matéria orgânica disponível em cada nível trófico por unidade de área, em um determinado momento.

Representa a quantidade de indivíduos em cada nível trófico da cadeia alimentar proporcionalmente à quantidade necessária para a dieta de cada um desses.

Fluxo de energia e Ciclos de matéria  

Unidade 1 - Ecossistemas

Fluxo de energia e Ciclos de matéria  

Unidade 1 - Ecossistemas

Advertisement