Page 84

(37 anos, Rio de Janeiro)

Mavca é um dos principais expoentes do poker no Rio de Janeiro. Bicampeão carioca, ele também é autor do livro “Poker – A Essência do Texas Hold’em”. Com bagagem de sobra no poker, juntamente com Nicolau Villa-Lobos, ele criou a primeira escola de poker do Rio. Já com o patch do Full Tilt no peito, ele espera fazer bonito no restante da temporada 2013 do BSOP. Diego Scorvo: Como é ser o terceiro carioca no FTP? CM: Acho legal, mas essa nova fase do FTP é um recomeço, então eu não vejo como continuidade do trabalho que foi feito com o CK e com o Raul. Na época, foi tudo voltado para o lançamento do poker no Brasil, agora é um trabalho para reaver a credibilidade do site. DS: Você gosta de exercer essa função de embaixador? CM: É um trabalho que eu já faço naturalmente. Agora, com um site é ainda melhor. Eu já tenho uma escola de poker, tenho livros. As pessoas sempre entram em contato, então é bem natural.

84

CardPlayer.com.br

@carlosMAVCA

DS: Como você enxerga a volta do FTP? CM: Em um primeiro momento, quando o Full Tilt fechou, muita gente ficou órfã. As pessoas sentiam falta. O monopólio nunca é bom. Apesar de fazer parte do PokerStars, o FTP segue com a mesma cara de antes. Era preciso a volta de outro gigante. DS: Você deu seus primeiros passos no poker juntamente com o BSOP. O que esse circuito representa para você? CM: O BSOP é o maior torneio do Brasil. Ninguém tira isso do circuito. Podem aparecer eventos com estruturas novas, com shows durante o intervalo, mas o BSOP é o BSOP. É um marco para qualquer profissional vencer uma etapa do campeonato brasileiro. É muito gratificante ser embaixador de um torneio que cresceu assustadoramente nos últimos anos.

Card Player Digital 16  

www.cardplayer.com.br

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you