Page 58

PERGUNTE AO DIRETOR

Dagmar Nesi

Francisco Beltrão, PR

Estava jogando poker com alguns amigos e aconteceu algo inusitado. Estávamos em três jogadores na mesa: A, B e C. Os três disputam um pote principal, em que o jogador C está de all-in. Os jogadores A e B disputam um pote secundário, em que o jogador B entrou de all-in. No showdown, o jogador A possui o maior jogo e leva o pote principal e secundário, e vence o torneio. Até aqui, tudo bem. O problema é o seguinte: o jogador C, que disputava somente o pote principal, tem um jogo melhor do que o do jogador B, que estava no pote principal, mas também participava do pote secundário. Então, quem fica em segundo? Por quê?

Olá, Dagmar. Se eu entendi corretamente a sua pergunta, ela se refere puramente à classificação dos jogadores no seu torneio. Afinal, quem ganhou todo o pote da mesa foi o jogador A, certo? Também parto do pressuposto de que A tinha mais fichas do que todo mundo, já que ele eliminou B e C, e vocês precisam saber da classificação. Se formos observar as regras de torneios de poker, vemos que o valor da mão do jogador não influencia em nada a classificação em um torneio. Sobre isso, a regra trata eliminações simultâneas da seguinte forma: o melhor classificado será aquele que tinha a maior quantidade de fichas no início da mão. Digamos que a situação fosse:

Neste caso, C foi o terceiro, porque tinha menos fichas. B foi o segundo e A, o único que restou com fichas, foi o primeiro. Se um torneio estiver em hand-for-hand, a situação será diferente caso haja eliminações simultâneas em mesas diferentes. Neste caso, os jogadores eliminados empatam, independente da quantidade de fichas.

Jogador A – 15.750 fichas Jogador B – 13.000 fichas Jogador C – 11.200 fichas

Devanir “DC” Campos @DC_Brasil

Devanir Campos é um dos fundadores da ADTP (Associação de Diretores de Torneios de Poker do Brasil) e é um dos responsáveis pela direção do BSOP.

58

CardPlayer.com.br

Card Player Digital 16  

www.cardplayer.com.br