Issuu on Google+


CARAS E NOMES

1


2

CARAS E NOMES


CARAS E NOMES

3


4

CARAS E NOMES


a t o M a z i a R

A beleza e o charme da estudante de Odontologia Raiza Mota, filha do

prefeito de Pastos Bons, Enoque Mota, e da primeira-dama Vera LĂşcia Mota, clicada aqui pelas lentes da revista CARAS E NOMES .Nomes.

CARAS E NOMES

5


6

CARAS E NOMES


CARAS E NOMES

7


e e s a e i t e n L ca en

ento • Entr etenim ão • Info r m aç • Esp o rte • Política • Cult u ra • Social 8

• Lazer

CARAS E NOMES


98 3245.5984 revistacarasenomes@hotmail.com

A Revista CARAS E NOMES é uma publicação mensal da Editora Caras e Nomes. Não nos responsabilizamos por opiniões expressas dos artigos assinados e informes publicitários 9 CARAS E NOMES Rua Acyr Marques, 13 sala 03 - III Conj. Cohab Anil - São Luís-MA CEP: 65051.100


10

CARAS E NOMES


Venha conhecer a melhor culinária de São Luís, com pratos deliciosos e sabores inexplicáveis

BAR E RESTAURANTE

Av. Litorânea, Nº 19 A, São Luís - MA

(98) 3233.6530 CARAS E NOMES

11


NOSSA CAPA

126

Numa entrevista descontraída, a cantora SOLANGE, da banda Aviões do Forró, conversa com a Revista CARAS E NOMES detalhes de sua vida pessoal e profissional.

ZÉ MÁRIO o sonho realizado do mecânico que se tornou deputado e prefeito da capital dos bordados, São João dos Patos

78

Buriti de Inácia Vaz e a Noite do Vaqueiro

256

Drª Letícia Coelho fala da responsabilidade e preocupação que se deve ter com a alimentação ALESANDRA DINIZ fala do sucesso da Ótica Diniz na capital piauiense

36

CARAS E NOMES A REVISTA DOS MUNICÍPIOS

Ano I Nº 01

Eh!!! Peão 25ª Vaquejada de Paraibano Sucesso total

88 A REVISTA DOS MUNICÍPIOS

CIAL

EDIÇÃO ESPE

MARANHÃO

Parceria no Amor e no Trabalho

ELAS TÊM OS MAIORES ÍNDICES DE APROVAÇÃO DO MARANHÃO

Prefeita

Prefeita Prefeito

Josimar

+ de 50 Prefeitos do Maranhão mostram suas CARAS E NOMES JOÃO ALBERTO Vice governador

12

“Sou candidato a tudo e candidato a nada.”

CARAS E NOMES

Simplesmente Maria... Uma mulher guerreira

Turismo: Maravilhas do Maranhão

Luiza Rocha

Suely Pereira As CARAS E NOMES de A felicidade de Eliomar e Kelly, Prefeito e Primeira dama de Capinzal do Norte - MA

DEPUTADO ESTADUAL

Prefeita

Detinha

Ano I - Nº 02 Novembro 2009 R$ 9,99

MAIS UM

+ de

50 Prefeitos

do Maranhão e Piauí

O empresário Diniz, inaugura mais uma ótica em São Luís

CINQUENTÃO


NOSSA CAPA

A Revista CarA E Nomes é uma publicação mensal da Editora Caras e Nomes. Não nos responsabilizamos por opiniões expressas dos artigos assinados e informes publicitários.

ENOQUE MOTA, um históriador do nosso tempo, presidente da Associação do Médio Sertão Maranhense, prefeito reeleito de Pastos Bons com 88,93% de aprovação, fala dos quase seis anos de sua administração.

Rua Acyr Marques, 13 sala 03 – III Conj. Cohab Anil – São Luís - MA CEP: 65.051.100 C O

N

T A T O S

- :

(98) 3245 5984

(98) 8808-8424 | 8825-4809 | 8801-5053 | 8711-5228

178

revistacarasenomes@hotmail.com

Festejo de Sant’Ana em Coelho Neto. Alegria em dobro

71

O casal de prefeitos JOSIMAR e DETINHA quebrou protocolos e caiu no forró no Dia dos Pais

116

Conheça LAGO AÇU, o segundo maior pesqueiro da América Latina, com suas histórias e lendas.

264

Uma entrevista exclusiva com o deputado GASTÃO VIERA sobre vários aspectos de sua vida na coluna COM A PALAVRA.

22

CARAS E NOMES

13


14

CARAS E NOMES


Editorial

É

Para viajar basta existir...

exatamente com essa frase de Fernando Pessoa que começo a falar com vocês nesta 6ª edição da revista. Dentre tantas viagens pelo Brasil, me sinto cada vez mais honrada com as maravilhas proporcionadas em cada lugar que visito. Tratando de Maranhão, minha terra natal, mesmo após 20 anos de andanças, sou surpreendida pelos encantos que encontro e reencontro nesses lugares. Em umas das viagens levei comigo um CD de Bob Marley da minha filha Luana. Em uma canção ele dizia: “Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra”. É esse brilho nos olhos que nos incentiva e nos faz agir. Ao folhearem as paginas da CARAS E NOMES vocês conhecerão as belezas do sertão maranhense: Pastos Bons, uma cidade encantadora que nos acolheu e nos proporcionou lindas paisagens naturais e culturais, uma cachaça de primeira, apreciada em todo o país e fora dele. Conheça Pastos Bons, mas conheça também São João dos Patos, que além de tudo nos trouxe a Exposertão, uma grandiosa festa repleta de gente simple, linda e hospitaleira. Venham conosco conhecer o segundo maior lago da América Latina em Conceição do Lago Açu, administrada pela prefeita Marly Sousa, que deu apoio total ao projeto Canta Lago Açu – uma festa evangélica que emocionou a todos que lá estiveram. Gente! são tantos lugares, tantos prazeres que eu ficaria aqui escrevendo o dia inteiro sobre minhas experiências, porém torná-la-eis não minhas, mas nossas experiências através das paginas da revista CARAS E NOMES. Por isso ela me completa, pois através dela sinto-me junto de cada leitor e transpareço cada emoção e sentimento vividos nessas minhas andanças. Quero enfatizar aqui da importância que cada um de nós tem na valorização do nosso Estado. Cada político e cada cidadão é responsável pelo desenvolvimento do seu lugar, não sejamos alheios à política, muito menos nos tornemos analfabetos políticos como diria Bertolt Brecht. Vamos fazer nossa parte na valorização dos bons administradores e atentos aos demais. Vamos agir. Enfim, conheça o Maranhão nas paginas da revista CARAS E NOMES e percorra pessoalmente esses lugares, tenho certeza que você também irá se encantar. Para eu ser coerente, assim como comecei, vou finalizar com uma frase de Fernando pessoa: Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali? Boa leitura!

Dalva Lemos (Direção Geral)

CARAS E NOMES

15


Leitores

Presidente Lula

A cantora Solange da banda Gavi천es

16

O cantor Tom Kleber

Michel Tammer, presidente da c창mara dos deputados e candidato a vice na chapa da Dilma

www.revistacar

CARAS E NOMES


Deputado federal Sarney Filho e Secretário de Meio ambiente Washington Rio Branco

Publicitário Duda Mendonça

Publicitária Ana Paula Sales

Vice governador João alberto e o prefeito José Mário

asenomes.com.br

CARAS E NOMES

17


Leitores

Miss Maranhão Camila Ribeiro

Cantor e compositor Mano Borges

Socorro, prefeita de Timom

Rogério Cafeteira

Cantores Jota, Jotinha e Jotão

18

Pastores Mateus e Raposo

Vereadora Rose Sales

Rai e as dançarinas da banda Saia Rodada

www.revistacar

CARAS E NOMES


Empresário Silvio Muniz

Prefeito de Buritirana Zé do Mundico

Jornalista Cazuza

Gino Henrico e Rodolfo Almeida

Deputada Estadual Eliziane Gama

Deputado federal Pedro Fernandes

Dalva Lemos e o cantor da Banda Saia Rodada Raí

asenomes.com.br

CARAS E NOMES

19


Leitores

Assessora de Comunicação Maria Regina e Rafaela

Primeira Dama de Rosário Cintia Aquino

Gilvana Evangelista

Padre Antônio Neto

Antonio Filho (Correspondente da Mirante AM do Médio Mearim)

Secretário de Cultura Eucledes Moreira

Pres. da Câmara de Vereadores de Pastos Bons Pedro Coelho

Didi da Telma (Sec de Obras de São João dos Patos - MA

Neto e Luana Lemos

20

Vice prefeito de Santo Amaro Dodô Carneiro

Régia Oliveira

Domingos

Silvana Tammer

www.revistacar

CARAS E NOMES


Paul Getty

Empresário Raimundinho da Audiolar

Prefeito Aluizio e Keila

Dançarinas da banda Aviões do Forró Maurício e Josiane

Vereador Mazinho

Fernando e o prefeito Haroldo Leda

Dalva Lemos e Carlos Machado

asenomes.com.br

CARAS E NOMES

21


Inteligente, capacitado, homem de confiança do Governo do Estado do Maranhão, o deputado federal Gastão Vieira em uma descontraída entrevista a Revista Caras e Nomes, surpreendeu com o seu preparo e passeou livremente por vários assuntos. Ele que carrega em sua bagagem vários cargos que ele cita aqui, mostra sua preocupação com a educação, faz comparações e destrincha o seu novo projeto que já está sendo testado.. Dono de frases de efeito, ele é duro e critica as pessoas que politicamente querem se dar bem com interesses pessoais, ele fala de política estadual, municipal, fala de sucessão, de sua carreira política, de sua amizade com a governadora Roseana Sarney e de suas atuações fora do país e do futuro brilhante que espera o Maranhão. Falar de Gastão Vieira é vago, ele fala por si. CARAS E NOMES O senhor já passou por várias pastas no Governo do Estado, uma que é a sua cara, a educação. Como anda a educação no Maranhão? Gastão Vieira – O problema é que as pessoas imaginam que a educação do Brasil é boa e a do Maranhão é ruim, aí é que está o erro, a educação do Brasil é ruim e o Maranhão apenas acompanha essa tendência, então, o esforço em busca da qualidade que tem que ser feita no Maranhão, também terá que ser feita em outros estados brasileiros, razão pela qual eu acho que quem tem que comandar esse processo é o Governo Federal, então a educação maranhense é mais ou menos igual a educação brasileira, ela pode estar um pouquinho acima de Alagoas, um pouquinho abaixo de outros estados, mas no fundo, no fundo, ninguém tem nada que festejar com relação a qualidade da educação. CARAS E NOMES Em sua passagem pela educação, o senhor deixou números maravilhosos. Comente esse freito? Gastão Vieira – Eu lamento que a falta de continuidade... (Interrompe a fala)... Eu mesmo posso dizer que implantamos projetos que depois foram copiados pelo Governo Federal. O Programa de Aceleração de Estudos que o Governo Federal adota, nasceu aqui no Maranhão em 1995, o Programa Escola Ativa foi uma experiência que eu trouxe da Colômbia, de formação de alunos na zona rural, democracia na escola, Colegiado Escolar, Dinheiro Direto na Escola, Biblioteca e Bicicleta para alunos carentes, Qualidade Total na Educação, são projetos que nós executamos e a maioria, hoje, virou projeto nacional, se nós tivéssemos tido continuidade, quando eu digo nós eu me refiro também ao nosso governo, o governo Jacson e ao governo Zé Reinaldo, se alguns desses programas tivessem tido continuidade, eu tenho absoluta certeza que a educação do Maranhão apresentaria números bem diferentes do que apresenta hoje. 22

CARAS E NOMES

CARAS E NOMES E em relação aos CAIC’s, como o senhor encontrou? Gastão Vieira – Quando eu fui secretário, eu pus em funcionamento todos os CAIC’s que estavam praticamente fechados, quando eu saí da secretaria eles voltaram a decadência, e eu pergunto, um CAIC funcionando em tempo integral, como era a previsão, ele teria ou não teria melhorado substancialmente a educação?... Teria. CARAS E NOMES E agora? Gastão Vieira - Os CAIC’s foram abandonados, ninguém sabe se é do estado, se é da prefeitura, quem dá dinheiro, enfim, falta de continuidade também é um problema grave no setor educacional do Maranhão. CARAS E NOMES E os Faróis da Educação? Gastão Vieira – Os Faróis, foi uma idéia maravilhosa, em uma noite eu desembarquei em Curitiba, debaixo de uma forte chuva, passei n’um determinado lugar e vi uma construção de ferro dentro de uma escola que era um farol e tinha uma luz piscando em cima e eu perguntei para o motorista o que era aquilo e ele me respondeu que era um Farol do Saber e eu perguntei de quem era e ele disse que era da Secretaria de Educação e eu como amigo do secretário Ramiro, no dia seguinte, domingo, fiz ele abrir um farol e fui conhecer, três meses depois eu implantava um farol, não de ferro, por causa do salitre de São Luis, mas de concreto, com uma arquitetura um pouquinho diferente no Maiobão e quando eu saí da secretaria eu deixei mais de 26 (vinte e seis) faróis implantados e o meu orgulho é porque sempre acreditei e depois eu li que a minha intuição de leigo era verdadeira, que a melhoria da educação da criança passa


GASTÃO VIEIRA, um político acima de tudo

A educação é muito mais difícil, mas é apaixonante, você faz mais com o coração do que com a razão.

CARAS E NOMES

23


por ela ter um processo de leitura muito intenso, e o farol é bonito, a criança se sente bem, principalmente aquela que não tem casa um banco pra se sentar, vai ler no farol. CARAS E NOMES E o que aconteceu? Gastão Vieira – O farol está com falta de pessoal, não organizaram gente especifica para o setor, a prefeitura é que tem que colocar gente e muitas vezes não são as melhores adequadas, não há renovação de acervos, os faróis não conseguem manter os programas de leitura que eu imaginei, os aposentados lendo para as crianças, mães que tem tempo disponível lendo para crianças, enfim, falta pouco, mas a idéia, a consolidação, os prefeitos pedem tanto asfalto como faróis, e isso nos orgulha muito. CARAS E NOMES Além dos faróis, o que o senhor citaria de positivo na sua gestão? Gastão Vieira – O respeito, o respeito da minha relação com os diretores e com os professores.

Até hoje recebo deles uma quantidade de voto não desprezível. Em todo município maranhense que tem uma escola estadual ali tem alguém, com certeza, que trabalha, que gosta e que ajuda o deputado Gastão Vieira, e eu durante todo esse tempo, eu deixei a secretaria em abril de 1998, e eu até hoje, todos os anos, no aniversário e no natal, o professor da rede estadual, esteja onde estiver, recebe um cartão encaminhado pelo Deputado Gastão Vieira que tem um calendariozinho, que guarda em sua bolsa uma relação e faz com que essa relação que foi tão intensa, permaneça, apesar do tempo ainda muito intenso. CARAS E NOMES Na sua opinião, a educação tem fronteiras? Gastão Vieira – Clarão. Eu estive em Cuba, há um mês atrás eu estive em Havana e la eu fiz uma uma pergunta a um deputado cubano, por que a saúde de Cuba era tão boa se os hospitais que eu olhava em cuba eram decadentes, todos em situação precária e ele me respondeu: - a saúde d de Cuba é boa porque o povo tem educação, e eu tornei a perguntar, - o quê que a educação tem há ver com isso? E ele me respondeu: - tudo, pois quem tem educação sabe que tem que vacinar, sabe que tem que lavar as mãos, sabe que tem que fazer exames, sabe de todos os cuidados, então, só se tem uma boa saúde se se tiver uma boa educação, portanto, a educação é tudo, não se faz nada se não tiver uma boa educação. CARAS E NOMES O professor do Maranhão está capacitado a altura ou deixa a desejar? Gastão Vieira – É evidente que ele não está, como qualquer professor brasileiro também não está. Nós precisamos mudar os cursos de pedagogia, nós precisamos que o esses cursos formem o professor para o exercício da sala de aula, hoje, o professor sabe tudo, ele é um brilhante intelectual, mas ele não sabe ensinar regra de três para os alunos, ele não sabe usar uma cartilha, uma tabuada com os alunos, é isso que vai fazer o aluno aprender, portanto, nós precisamos alterar nossos cursos de pedagogia, ter uma nova grade curricular para formar para formar um novo profissional, atrás de meninos e meninas que já estão encerrando o ensino médio, atraí-los para o magistério, dar uma bolsa, ou seja, levar para os professores aqueles que forem os melhores talentos e os melhores alunos. CARAS E NOMES Como o senhor analisa os Programas do Governo como o de erradicação do trabalho infantil, Projovem e outros similares? Gastão Vieira – Eu acho que funcionam

24

CARAS E NOMES


bem em alguns lugares e em outros funcionam muito mal. Na verdade, funcionam melhor naqueles lugares onde a secretaria de esportes encontrou as pessoas adequadas para o Projovem funcionar. Eu acompanhei bem a época do Roberto e nesse período, e o fato das bolsas chegarem em dia, as pessoas serem pagas em dia e haver um acompanhamento e haver uma supervisão, era uma garantia de sucesso do programa, o Souza Neto permanece nessa linha e eu acho que o Projovem devia ser ampliado, ele é um instrumento fantástico para tirar milhares de jovens maranhenses que estão envolvendo-se com o crack, que é uma grande peste que está ocorrendo e que as autoridades públicas não estão percebendo. O Maranhão como o Brasil está sendo invadida por crack, que é uma droga que vicia na primeira dosagem e é muito fácil de ser produzida e a melhor maneira de tirar o jovem dessa droga é através do esporte, através da dança, é através dessas atividades que o Projoem oferece. CARAS E NOMES E as escolas do Maranhão, estão bem equipadas? Gastão Vieira – Estão sim. Há um esforço municipal, um esforço estadual, as que não estão, serão bem equipadas, porque agora, o MEC vai distribuir carteiras e cadeiras para todas as escolas da rede pública dos prefeitos que pedirem, eu já reuni meus prefeitos e pelo menos R$ 2.0000.000,00 (dois milhões de reais), serão distribuídos n’uma média de R$ 100,000,00 (cem mil reais) pra cada um, para que as escolas sejam equipadas, e mais, os alunos da zona rural que não tem como ir de um lugar para outro, irão receber bicicletas doadas pelo MEC e aí terão facilidades de saírem de suas casas pára as escolas. CARAS E NOMES O senhor o com toda a sua experiência, seu vasto currículo, já passou por altos cargos, nos mais altos escalões. Quem é Gastão Vieira? Gastão Vieira – Olha, eu sou filho de um casal normal, meu pai era funcionário público, minha mãe doméstica, eu venho de uma família de sete irmãos onde eu sou o penúltimo, comecei fazendo política estudantil com 12 anos de idade no Ateneu Teixeira Mendes, em 1964, durante dois meses, porque veio a revolução e me tiraram, eu fui presidente do Centro Liceista, depois fui para a faculdade de direito e continuei fazendo política, vi no momento todas as portas se fecharem pra mim, isso em função da revolução, fui ser professor de literatura, que foi uma coisa ótima, você ganhar o pão de cada dia ensinando literatura, falando de Gonçalves Dias, de Odorico Mendes, de Castro Alves, das grandes figuras brasileiras, fui funcionário da Secretaria da Fazenda, fui funcionário da Secretaria de Educação, aí fui embora pra Brasília, fiz meu mestrado em direito na PUC do Rio de Janeiro, fui trabalhar no Conselho Nacional de Pesquisas, que é o maior órgão brasileiro em pesquisas, aí fui convidado para vir trabalhar no Maranhão no Programa Grande Carajás e aí com a minha grande amiga Roseana Sarney, com quem estou junto há 24 anos, eu obtive o meu mandato de deputado estadual em 1986, em 1990 renovei o meu mandato, não exerci porque fui ser, com muito orgulho, Secretário de Estado de Planejamento do Governador Edson Lobão e em 1994 fui para deputado federal, me elegi com 76.000 (setenta e seis

mil) votos, mais uma vez não exerci o mandato, para ser, com muita alegria, foi a melhor fase da minha vida, Secretário de Educação, em 1998 saí da secretaria, fiquei na câmara onde permaneci até abril do ano passado, quando mais uma vez, em circunstancia muito difícil, aceitei o convite, quase que uma imposição da minha amiga Governadora Roseana Sarney para ser o seu Secretário de estado de planejamento, estou indo para o meu quinto mandato de deputado federal, sétimo mandato parlamentar, vinte e quatro anos de vida pública, ficha limpa, nunca me envolvi em escândalos, nunca fui citado participando de nada que possa envergonhar o meu eleitor, por isso eu sou um político acima de tudo, tenho orgulho de ser político e não escondo pra ninguém que tem muito político sério trabalhando seriamente para esse país. CARAS E NOMES Das duas secretarias, qual foi mais difícil trabalhar, educação ou planejamento? Gastão Vieira – Educação sem nenhuma dúvida. A educação é muito mais difícil, mas é apaixonante, você faz mais com o coração do que com a razão. Na educação você aprende a chorar, você aprende a se emocionar, você aprende a ter sensibilidade social, você aprende a ouvir as pessoas, você aprende a ser solidário, enfim, nada é melhor do que atuar na área de educação. CARAS E NOMES Quando um gestor lhe procura e acha que o senhor não está na pasta certa porque sua área é a educação, como o senhor trata isso? Gastão Vieira – Primeiro eu fui secretário de planejamento do Lobão por quatro anos antes de ser secretário de educação, tanto que essa secretaria de planejamento, pra mim, não foi nenhuma novidade. Eu poderia estar no lugar errado, na hora errada, se eu não estivesse mudado a minha postura. Eu não tenho adversários, eu não tenho inimigos. As pessoas que falam mal de mim, tiveram, com certeza, algum interesse pessoal contrariado por mim, pois eu tenho espírito público, estou ali pra servir o povo com ética e com dignidade, e da forma mais absolutamente correta, e aqueles, portanto, que tinham interesses que não eram corretos, não tem razões nenhuma pra me amar, mas eu vivo muito bem sabendo-os a distância, porque o que eu não gostaria era de ser amigos dessas pessoas que colocam seus interesses pessoais acima dos interesses do estado. CARAS E NOMES Fale-nos do seu projeto para a cidade de Pastos Bons? Gastão Vieira – É um projeto para crianças, uma coisa surpreendente. Estamos trabalhando com leitura para crianças a partir de seis anos de idade. Vai ter livros para a mãe ler para essa criança, depois livro para quando tiver um ano, depois dois até três anos de idade. CARAS E NOMES Como irá funcionar? Gastão Vieira – Esse é um projeto meu junto com o professor João Batista Oliveira, com o Instituto Alfa e Beto, nos estamos desenvolvendo esse projeto, nós estamos, através dos agentes de saúde, identificando as mães analfabetas, é um susto, 90% das mães da zona rural do Maranhão não sabem ler, portanto não podem ler para os CARAS E NOMES

25


seus filhos, então esse agente de saúde vai identificar no povoado, essa pessoa que sabe ler e essa pessoa vai virar um agente de leitura, que será treinada por nós, então, essa pessoa vai nas casas, reúne as crianças e vai ler uma quantidade de livros por semana, esses livros são próprios para essas crianças, então esse programa de leitura para crianças, é o meu grande xodó no momento e nos estamos fazendo um teste na Raposa com o Instituto Geia de Jorge Murad e está indo muito bem e nós estamos fazendo um piloto em Pastos Bons que também vai muito bem. CARAS E NOMES Alguma lamentação em relação ao seu projeto? Gastão Vieira - Eu lamento ter procurado a FAMEM para que ela patrocinasse um encontro com todos os secretários municipais de educação e saúde para conhecerem esse projeto e os municípios dizerem, aqueles que gostariam desse projeto, seria um seminário

internacional, com gente vinda de fora do Brasil, onde esse projeto está sendo executado, mas infelizmente, pelo período político muito conturbado eu não consegui fazer esse seminário aqui, mas eu não vou desistir e depois das eleições vou tentar novamente. CARAS E NOMES Que conclusões o senhor tomou com esses pilotos? Gastão Vieira – Está provado, a criança que ouve alguém lendo pra ela, desde pequena, ela irá se alfabetizar muito mais rapidamente do que uma criança que não ouve nenhuma leitura. Tem casos que se diz: esse menino gosta muito mais da tia do que da mãe, mas, só que a tia passa mais tempo com ele, conversa mais com ele e aprende pelo tom da voz da tia, seus primeiros sentimentos, é isso que nós queremos fazer, pelo sentimento da leitura a criança se identifique com a leitura e se alfabetize melhor. CARAS E NOMES Quando se fala no assunto educação, parece que o seu sorriso fica melhor? Gastão Vieira – Eu sou muito feliz com o que fiz até hoje na minha vida, eu tenho orgulho de nunca ter envergonhado minhas filhas, minha família, meus amigos, eu nunca freqüentei páginas de corrupção, sou uma pessoa que tenho uma dificuldade enorme na minha eleição porque o que eu tenho pra apresentar é o que eu faço, é o que eu sou, é o trabalho que eu tenho e muitas vezes presidindo a Comissão de Educação da Câmara, a qual fui presidente por duas vezes, não mais do que quatro candidatos conseguiu esse feito, sentado naquela bancada mais alta, me vem na cabeça os 116 mil maranhenses que votaram em mim na última eleição e eu tenho a convicção de que votaram em mim porque acreditam em mim, no trabalho que faço, então eu digo, chegar limpo na câmara, como eu vou chegar, se Deus quiser, pela quinta vez, mostra que a minha vida não foi inútil, que a minha vida foi muito rica e que eu sou muito feliz por ser o mesmo Gastão que aos doze anos de idade entrou na luta estudantil, que aos dezoito foi punido pela revolução, que levou três anos sem poder trabalhar, dando aulas de literatura para sobreviver. Eu sou um cidadão comum como qualquer brasileiro. CARAS E NOMES O senhor considera esse o momento mais difícil e porque? Gastão Vieira – Quando você está indo para o oitavo mandato, enfrentou dificuldades no período eleitoral, as pessoas não conseguem distinguir a maneira de você fazer política com aquele que está comprando o mandato, até mesmo próprio cansaço de quem já tem mais de sessenta anos e muitas vezes é cobrado por não ter dado um outro sentido a sua vida. Eu sou advogado, meu irmão é dono dos maiores escritórios do Maranhão, sou técnico em planejamento formado pela ONU, nesse mesmo momento eu tenho duas ou três ofertas de emprego que me permitiria ganhar dez vezes mais do que eu ganho como deputado para dirigir entidades particulares de ensino superior, até com participação

26

CARAS E NOMES


societária, e eu estou aqui, batalhando pelos meus votos, conversando com as pessoas, fazendo o que gosto, então, esse conflito acaba, para por aí? O que posso dizer é que esse conflito me deixa muito angustiado. CARAS E NOMES Fale de suas experiência fora do país? Gastão Vieira – E participei durante oito anos da Conferência Internacional de Educação patrocinada pela UNESCO em Paris, eu sou membro do Parlamento Latino Americano que reúne deputados dos paises latino americanos, com reuniões na cidade do Panamá e esse ano alternativamente, nos reunimos em Havana, Cuba e em Santo Domingos, na Republica Dominicana.Como membro do Parlatino eu sou membro do Parlamento Europeu em que é uma reunião dos Deputados do Parlamento Latino Americano com o Parlamento Europeu e nós nos reunimos uma vez por ano em Bruxelasm, na Bélgica e o que mais me orgulha é ser membro do Parlatino de Língua Portuguesa, são deputados que falam português, do Brasil, de Portugal, de Angola e de Guiné Bissau, e nós nos reunimos uma vez por ano, a ultima reunião foi na Ilha do Sal, Cabo Verde, em que nós buscamos uma integração entre todos os povos que falam o português, portando há uma certa experiência internacional que eu repito, eu devo aos 116 mil maranhenses que sucessivamente vem me colocando na câmara dos deputados, e eu tenho dito, 116 mil, é mais do que uma lotação do Maracanã (risos) CARAS E NOMES De onde é o Gastão Vieira? Gastão Vieira – Eu nasci em São Luis, minha família é de Guimarães, minha origem é portuguesa de um lado da baixada maranhense pelo lado paterno, pelo lado materno é espanhola, mas eu sou mais típico que todos os saoluisenses. Eu amo em São Luis e fico triste com a situação em que ela se encontra, como sou homem de ação, fui candidato a prefeito mas sem nenhuma chance de ser eleito, apenas para levar para o momento eleitoral e para a população a certeza de que existem coisas que podem ser feitas para melhorar bastante São Luis e quando eu vejo hoje essa situação de abandono, eu também imagino que algumas pessoas lamentam em não ter dado uma oportunidade para o deputado Gastão Vieira. CARAS E NOMES Faça uma análise do atual momento político do Maranhão e do Brasil? Gastão Vieira – Eu acho que estamos vivendo um momento muito rico que é o momento da democracia. Se tem uma disputa eleitoral polarizada entre dois partidos políticos muito fortes, duas entidades que no fundo, no fundo tem uma política muito parecida, apolítica econômica do Lula e a política econômica do Fernando Henrique, eu, particularmente sempre apoiei o presidente Lula, nunca votei contra ele em nenhuma das alternativas, fui seu vice líder na Câmara dos Deputados e fico feliz porque hoje o Brasil é um país que caminha, os pobres tem vez com inúmeros programas, os ricos nunca ganharam tanto dinheiro como agora, a classe média nunca foi tão protegida como no governo Lula, então, quem vier depois do Lula tem que fazer mais do que ele, então vamos aguardar o momento eleitoral e vamos sentir como o país amadureceu para a democracia, no Maranhão eu vejo uma pessoa que eu sou ligado há muitos anos, reconhecer

que cometeu alguns erros ao longo de sua vida publica, aprender com esses erros e ter sido hoje uma governadora muito mais operosa do que os que ficaram sete anos e nada fizeram, são hospitais, são estradas, tudo isso em um ano e meio e é assim que Roseana postula voltar ao Governo do Maranhão, portanto é um momento muito rico, se tem um candidato jovem disputando a eleição, tem outro candidato que disputou a última eleição, portanto, eu acho que para a democracia maranhense e para a democracia brasileira é um momento muito importante CARAS E NOMES O Maranhão hoje é cenário de grandes indústrias como Estreito, Suzano, Refinaria Premium, MPX,etc...comente sobre esse desenvolvimento? Gastão Vieira – Eu costumo dizer que Deus foi extremamente generoso com o Maranhão ao nos dar o Complexo Portuário do Itaqui com aquela profundidade, com o mar daquele tamanho, então é isso que gera tudo isso que está vindo para o Maranhão. Fábrica de celulose, soja, duplicação da Ferrovia Carajás-Ponta da Madeira, pelotização da Vale, aumento da produção de alumínio e alumina da Alumar, por que que tudo isso está no Maranhão? – Porque nós temos um complexo portuário que permite que navios de quatrocentas mil toneladas atraquem em São Luis e em Roterdam na Holanda, então nós vivemos um grande momento, o Maranhão efetivamente decolou, os empresários consolidaram a visão que tem do estado, o que estamos rezando é para a economia mundial crescer, os países lá fora comprarem mais e a gente exportar mais, e esse momento é de grande importância pois o nosso grupo está no poder. CARAS E NOMES Deputado, as suas considerações finais. Gastão Vieira – Eu adoro a Revista caras e Nomes, ela tem um padrão que eu não encontro na cidade mais mundana do Brasil que é Brasília, em que os fatos políticos e sociais ocorrem a toda hora, não há revista que tenha o padrão de qualidade que a Caras e Nomes tem, não há um conteúdo tão bome tão variado como o que vocês apresentam, embora vocês lidem com pessoas que buscam, até pela sua função, promoção pessoal, no caso prefeitos, deputados, etc, vocês conseguem passar uma naturalidade dessas pessoas párea o público leitor e diante das dificuldades que nós temos no setor de imprensa no maranhão e vocês continuarem em pé fazendo essa revista, é um motivo de orgulho pra todos nós maranhenses e é uma coisa que deve ser divulgada para todas as pessoas.

Eu, particularmente sempre apoiei o presidente Lula, nunca votei contra ele em nenhuma das alternativas, fui seu vice líder na Câmara dos Deputados e fico feliz porque hoje o Brasil é um país que caminha. CARAS E NOMES

27


É

de causar inveja a qualquer fotógrafo. Quanto vale essa câmera imaginária que o deputado Gastão Vieira está manipulando? O certo é que fotógrafo e fotografado chamaram bastante a atenção visto que os prefeitos


Enoque, de Pastos Bons, e Zé Mário, de São João dos Patos, estão olhando seriamente para..., sabe-se lá quem, e os prefeitos Juvenal Leite, de Sucupira do Riachão, e o prefeito Marcone, de Sucupira do Norte, se esbaldam em sorrisos diante da câmera invisível de Gastão Vieira. CARAS E NOMES

29


30

CARAS E NOMES


João rima com Lobão, que rima com eleição, que rima com união, que rima com Maranhão. Juntos, Edson Lobão e João Alberto, candidatos ao Senado, visitam cidade por cidade apresentando suas propostas para o engrandecimento do Maranhão.

CARAS E NOMES

31


Ondas de calor, um leque é chique, um lencinho de papel também, e a governadora Roseana Sarney faz jus ao adjetivo. Distribuindo simpatia, ela é pura beleza e confiança.

32

CARAS E NOMES


Tem um ditado que diz que “Quem bebe água do Rio Mearim vicia” e não se pode contestar. A deputada estadual Fatima Vieira – Bacabal e o ex-prefeito e candidato a deputado estadual Raimundo Louro – Pedreiras, cidades banhadas pelo majestoso, dão provas disso. Ligados pelas correntezas do amor, eles lavaram corpo e a alma e inundados de sentimentos, o casal de pombinhos, com certeza, também bebeu a água do Rio Mearim. CARAS E NOMES

33


Alexsandra

A sensibilidade da mulher e empresária de sua vida.

A força da mulher

Esposa, mãe e empresária. Um nome de destaque na sociedade piauiense pelo seu grande feito como uma das representantes da família Diniz no Estado do Piauí. Alexsandra Diniz soube vencer todos os desafios por que passam aqueles que desejam atingir um objetivo. Sobrinha do empresário Arione Diniz, diretor presidente das Óticas Diniz, Alexsandra passou por dificuldades como qualquer ser humano. Com o apoio do tio, a paraibana de Catolé do Rocha mudou-se para o Piauí e foi aí que começou a escrever uma história de sucesso. Determinada e sagaz, Alexsandra abraçou a oportunidade de ser uma das representantes da marca no Estado e se tornou uma das mais bem-sucedidas empresárias do Piauí.

O papel de ser mãe Alexsandra também divide o tempo entre o trabalho, o marido e a filha Maria Alice, por quem tem verdadeira adoração. “A tarefa de ser mãe é algo indescritível, uma sensação mágica, que não chega nem perto de tudo o que já experimentei na vida. É uma emoção indefinível. A maternidade me fez um ser humano mais completo. Quero ter outro filho, pois me sinto privilegiada em ser mãe e empresária. Sinto-me meio “mulher maravilha”, mas tenho também bons profissionais por perto, isso ajuda demais”, desabafa Alexsandra. O brilho no olhar de Alexsandra ao falar da vida é repleto de simpatia e ternura. A doce e apaixonada mãe, vira fera sempre que é necessário para defender os interesses da família. Com o dom de tornar tudo especial, Alexsandra possui ainda a facilidade de encantar com sua meiguice e simplicidade e trata com respeito todos os que fazem parte 34

CARAS E NOMES

Segura da sua capacidade e daquilo que pode conseguir com esforço e perspicácia, Alexsandra é a imagem da luta da mulher brasileira, que se casa, tem filhos e ainda trabalha. Incansável na sua busca por resultados melhores a cada dia, ela alia sensibilidade e força de vontade para fazer com que o dia de amanhã seja ainda mais proveitoso que o hoje.


Diniz

O empresรกrio Diniz, sua esposa Vera, a sobrinha Alexsandra, acompanhada do seu esposo Rodrigo Soares. CARAS E NOMES

35


z i n i D a r d n a s x e Al a d o s s e c u s eo 36

í u a i P o n z i n i D a Ótic

CARAS E NOMES


A

maior rede de óticas do país inaugurou este ano mais um empreendimento no Estado do Piauí, mais precisamente na capital Teresina. O evento cheio de glamour trouxe para o Shopping Riverside o ator global Murilo Rosa e toda a família Diniz. Irradiando beleza e transbordando felicidade, Alexsandra Diniz, uma das representantes da família em Teresina, brilhou no evento que reuniu gente da mais alta sociedade piauiense, bem como a imprensa local e muitas novidades em marcas e grifes. Atuando há oito anos e com imensa aceitação no mercado, o sucesso do empreendimento se deve em especial à dedicação de Alexsandra. A autoconfiança, sagacidade e determinação da empresária são de fundamental importância para o crescimento do grupo no Estado do Piauí. Atualmente são onze lojas espalhadas pelo Estado, e Alexsandra é responsável por 60% do mercado ótico do Piauí.

Hoje temos a grande responsabilidade de cuidar da visão dos piauienses e fazemos isso de maneira prazerosa, sempre respeitando nossos clientes e lhes proporcionando o que há de melhor para a saúde de seus olhos. Alexsandra Diniz

CARAS E NOMES

37


Diferencial da Ótica Diniz Prime Segundo a empresária, a Ótica Diniz Prime chega com um conceito inovador: atender pessoas mais exigentes e sofisticadas com grandes marcas e grifes glamourosas. No entanto, a empresa está preparada para atender qualquer tipo de público, pois possui um mix variado de marcas e grifes. Fazendo parte da segunda geração de empreendedores da família Diniz, Alexsandra afirma que o sucesso da empresa se deve primeiramente a uma equipe bem organizada, treinada e capacitada que almeja dia a dia um atendimento humanístico e personalizado a todos os clientes.

38

CARAS E NOMES


O ator global Murilo Rosa, participou da festa

Temos um grande diferencial, que é o nosso barzinho, onde servimos aos nossos clientes café, refrigerantes, vinho, licor, bombom e picolé. A Ótica Diniz faz o melhor para que o piauiense possa ver melhor e se sentir feliz Alexsandra Diniz CARAS E NOMES

39


Estou preparada para fazer o maior governo da minha vida Com essa frase, a atual governadora do Estado do Maranhão mostrou para todos os maranhenses que está disposta a lutar pela sua reeleição nas eleições deste ano. Candidata pela coligação

“O Maranhão não pode parar”,

Roseana Sarney disse estar de braços abertos para receber novos apoios e defendeu uma campanha

“limpa, honesta e transparente”. 40

CARAS E NOMES


CARAS E NOMES

41


Eliziane Gama Uma fortaleza feminina em prol do Maranh達o

42

CARAS E NOMES


Família

Apaix ela não onada pelas filh as, esconde amor é que es o que a se m rer faze r tudo e ove a quem prol d tras cria as ounças. A mã marido e os irm e, o pai, o ãos tam são seu bém po das as h rto seguro para oras e s to“É nas m ituações. inhas eu me espelho filhas que , é po quero q rqu ue lho de d elas tenham o e rgu iz filhas. F er que são min aço com ha que o m elas aq s u eu il migo, e s pais fizeram o les des c o de ensinara m a am cedo me ar e te a Deus, me p hoje. M or isso estou a r qui eus irm ãos e esposo m são a m eu inh ça, qua ndo est a seguranamos ju formam ntos, os uma co não se quebrar rrente que á muito f eliz e m jamais. Sou uito rea com a lizad fa que De mília maravilh a us os Eliziane. me deu”, fina a liza

E

la tem 33 anos e já viu muita coisa mudar em sua vida. Mulher determinada, dinâmica e sonhadora, desde muito cedo aprendeu a trilhar o caminho do bem. Filha de pastores, foi criada seguindo as tradições cristãs, acompanhava os pais nas missões às quais eram designados e conheceu de perto a realidade de muitos municípios do Maranhão. Isso foi fundamental para que Eliziane começasse a nutrir um sentimento de amor muito forte pelas pessoas do Estado. CARAS E NOMES

43


N

atural da cidade de Araguanã, mas com muitos ideais de crescimento, mudou-se aos 15 anos para a capital São Luís para realizar o sonho de ser jornalista. Aos 17 ingressou na Universidade Federal do Maranhão, onde conseguiu realizar seu sonho e se tornou uma das mais brilhantes jornalistas do Estado. Ainda na Universidade, Eliziane sen-

44

CARAS E NOMES

tiu que precisava fazer algo mais que assistir e noticiar as condições sociais em que o Maranhão vive. Nascia então o sonho de trabalhar para dar sua contribuição em prol de um Maranhão melhor. Sempre envolvida com questões sociais em beneficio dos mais carentes, candidatou-se então pela primeira vez em 2006, tendo êxito imediato elegendo-se deputada estadual aos 29 anos.


Projetos N a Assembleia Legislativa tem se destacado como defensora da causa da criança, adolescente, mulher, idoso e também dos direitos humanos. Atualmente é presidente da CPI de Combate à Pedofilia e Abuso Sexual Infantil, presidente da Comissão de Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa e vice-presidente da Comissão de Infância, Juventude e Idoso. Já presidiu outras importantes comissões na Assembleia Legislativa como a Comissão de Defesa dos Direitos Humanos, onde desenvolveu um trabalho efetivo de combate a todo tipo de violência. A deputada integra ainda as comissões de Defesa do Consumidor, Educação, e também de Meio Ambiente. Mãe de duas filhas, Eliziane Gama tem as crianças como sendo prioridade absoluta, por isso emendou a Constituição do Estado proibindo o corte de verbas para a infância. Através de pro-

jeto de lei, proibiu também o uso das chamadas pulseiras do sexo na rede escolar, como uma forma de combater a violência sexual e física. Como presidente da Comissão da Infância conseguiu a capacitação dos conselheiros tutelares do Maranhão para cuidar com mais eficiência das crianças maranhenses. Em um resumo de suas ações enquanto deputada, Eliziane afirma que sempre deu o melhor de si pelo Maranhão e que continuará fazendo no seu próximo mandato. “Eu durmo todos os dias com a minha consciência tranqüila porque sei que dei o melhor de mim no meu primeiro mandato. Para o segundo mandato vamos intensificar a CPI da Pedofilia e tratar mais firmemente a questão do idoso, pois faltam ainda muitas políticas para serem implantadas nessa área”, declara ela.

CARAS E NOMES

45


IV Feira de Negócios do Maranhão

l a t o t o s s e c Su

S

ão Luís sediou nos últimos dias 5, 6 e 7 de julho, no Auditório Baía de São Marcos, no Multicenter Sebrae, um dos maiores eventos do mundo dos negócios. Promovido pela AMDA (Associação Maranhense de Distribuidores e Atacadistas), pela AMASP (Associação Maranhense de Supermercados) e pelo Shopping dos Cosméticos, a IV Feira de Negócios do Maranhão trouxe para a capital apresentação de produtos novos, além de parcerias, contatos, palestras e workshops. Nos três dias de realização, mais de 20 mil pessoas passaram pelo evento que movimentou um valor superior a 30 milhões de reais na economia do Estado. Além disso, a feira movimentou ainda o turismo maranhense, trazendo para São Luís pessoas dos estados vizinhos, como Piauí, Pará e Ceará. 63 expositores e 118 estandes foram colocados à disposição dos visitantes e convidados, gerando mais de 800 postos de empregos diretos e indiretos. Comércio, indústrias e restaurantes estavam presentes. Nomes como Combate Alim, Dan, E.C.A Facury, Mariza, Instituto Embelleze, Oleama, Refrinor (Psiu), Zaeli, FC Oliveira, Ronierd Barros, Área Imobiliária, Dismar , Bombons & Cia, Orgamar, Nova Schin, EBD, Aroma do Campo, Bio Extratus, Comape, Dec Distribuidora. Maná, Kazin, Naska, Niely, Shopping dos Cosméticos, Vita A., ZM Representações e Mary Kay foram alguns dos expositores da feira que teve cobertura total da imprensa maranhense. Destaque especial para a Limousine Gold Black, que fez parte de um estande especial. Com participações especiais das rádios Mais FM - que montou stand com muita música ao ASP M vivo e uma supercobertura - e da 92, FM, que montou seu estúdio A da te Presiden e transmitiu o evento ao vivo, e da Rádio e TV Cidade, que também estiveram no evento, levando muita música e entretenimento.

AMASP

O presidente da AMASP, Silvio Luís, falou da importância do evento e destacou que a feira, além de muitas outras funções, serviu para a capacitação de empresários e comerciantes. “O mercado é muito versátil, muitas indústrias se instalando por aqui e com isso percebemos que os investimentos estão acontecendo no Maranhão e isso é uma demonstração que o nosso Estado futuramente terá muito mais a oferecer em termos de negócios. De maneira que tanto o setor comercial

quanto o empresarial está se adaptando e se capacitando para acompanhar esse crescimento industrial que está acontecendo no nosso Estado”. À frente da associação há quatro anos, Silvio tem feito um trabalho sério e digno de elogios, um trabalho onde as pessoas têm confiança não apenas na entidade, mas também em quem está à frente. “É um trabalho transparente, feito com muita força de vontade, estamos fazendo o nosso dever de casa, que é lutar para que cada associado possa se sentir seguro com a entidade”, finalizou. Miqueias (Gold Black Lim

ousine)

Rodrigo Vieira e Silvio Muniz

46

CARAS E NOMES


Consultoras de Beleza (Institu to Embelleze)

Gernandes Prad o, Ramom Erna ndes e Edmar Filho (R ádio 92,3 FM)

AMDA

O presidente da AMDA, Rodrigo Vieira, disse que a principal característica do evento é fomentação de negócios. “Em um só espaço reunimos atacadistas, varejistas e o comércio. Todos interligados com a finalidade de ampliar seus produtos e se aproximar dos clientes que visitam os estandes”, disse. Rodrigo ressaltou ainda que o objetivo da feira de negócios é fazer com que clientes e fornecedores possam manter uma relação mais estreita entre si, pois dessa forma um fica conhecendo melhor o outro. “Uma economia dinâmica e crescente como a nossa precisa de empresários preparados, pois hoje os nossos empresários sabem que é necessário conhecer seu cliente e ter um bom relacionamento com ele. Para isso, é preciso que ele se modernize e esteja sempre atento ao que está acontecendo no mundo dos negócios e a feira é para isso. Temos um grande diferencial que é trazer os clientes para que eles venham até os empresários, e de certa forma criar um elo entre o cliente e o seu fornecedor. Além de negócios, a feira traz essa importante rede de relacionamentos”, finalizou.

a Stand Mariz

O sucesso da feira

Shopping dos Cosm

éticos

idade FM)

Sarah Castro (C

Com muitos olhares voltados para o Maranhão, a IV Feira de Negócios conseguiu alcançar aquilo que esperava do público empreendedor maranhense. Um futuro atrativo e promissor traz para o mundo dos negócios cada vez mais investidores que acreditam no potencial do nosso Estado. Em sua quarta edição, o evento se mostra cada vez mais creditado e pessoas de outros estados estão vindo para o Maranhão para também fazer parte desse crescimento. e Osvaldo Maia Heitor Pessoa (Mais FM)

José Luíz (Dan Lito ra

l)

CARAS E NOMES

47


Primeiras surpresas

48

CARAS E NOMES

Como uma miragem, a bela Thaís submergiu do solo deixando todos embebecidos e extasiados. 15 damas de honra devidamente caracterizadas representavam os 15 aniversários da adolescente que não precisou falar palavra alguma para demonstrar a emoção presente no brilho do olhar.


Glamour e elegância encheram os salões do Ximenes Buffet, na Cidade Operária, em São Luís. Luxo e requinte foram as palavras de ordem na solenidade acontecida no último dia 10 de julho para comemorar os 15 anos de Thaís Rodrigues (sobrinha do prefeito Josimar, de Maranhãozinho).

A inesquecível festa de 15 anos de

s í a h s T rigue d o R

CARAS E NOMES

49


Os amigos e convidados da sociedade ludovicense presenciaram momentos de inteira emoção e muitas agradáveis surpresas. Perfeitamente decorado com tons de rosa e lilás, o ambiente proporcionava bemestar e deixava todos à vontade para curtir os belos momentos da comemoração.

50

CARAS E NOMES


Thaís com os pais Aldir Rodrigues e Luíza Rodrigues

Pais corujas A alegria dos pais Aldir Rodrigues e Luíza Rodrigues era irradiante. Emocionados e envaidecidos com o sucesso e a beleza da filha, os dois não escondiam o orgulho estampado em seus rostos. “Hoje é uma data muito especial e eu me sinto emocionado e completamente feliz em estar participando desse momento junto com a Thaís. Ela agora está passando para uma nova fase de sua vida e eu quero que daqui para frente tudo dê certo em sua vida,” declarou Aldir. CARAS E NOMES

51


O tio Josimar O prefeito e tio de Thaís, Josimar Cunha Rodrigues, foi uma das presenças marcantes do aniversário e se definiu bastante feliz em poder estar proporcionando à sobrinha um momento como esses.

Eu a vi nascer e hoje ela está comemorando 15 anos. Eu desejo que ela seja muito feliz, que possa estar realizando todos os seus sonhos. Uma pessoa especial como Thaís merece toda a felicidade do mundo declarou o prefeito. A família Cunha Rodrigues

Thaís Rodrigues e sua avó paterna Nilda

O prefeito Josimar e sua filha Jady 52

CARAS E NOMES


As damas de honra Uma bela coreografia foi apresentada aos convidados pelas 15 damas de honra. Outro momento de emoção foi a apresentação das belas palavras proferidas pela dama de honra Mayara Lídia, que falou em nome das demais sobre a debutante, o amor verdadeiro e sobre Deus em especial.

A hora dos parabéns Todos os presentes foram levados à mesa do bolo, este por sua vez, acompanhava as cores da festa e apresentava tons de rosa e lilás e era envolvido com um laço prateado. O primeiro pedaço Thaís dividiu com os pais, o tio e o irmão Aldir Júnior. Neste momento, Thaís agradeceu a todos os presentes e em especial ao pai, Aldir, e ao tio Josimar. A oração e algumas palavras de pregação ficaram por conta do pastor João Batista da Hora, que emocionou a todos com palavras de fé e adoração.

CARAS E NOMES

53


Momento inesquecível A hora da valsa não deixou nada a desejar e foi um dos mais belos momentos da festa, onde Thaís dançou com o pai, os tios Josimar e André e o irmão Aldir Junior. As damas de honra fizeram par com os cadetes da Polícia Militar do Maranhão e o momento único se transformou em uma inesquecível cerimônia. Com certeza Thaís Rodrigues guardará para sempre todos os flashs desse lindo momento. De rosto delicado e traços ainda infantis, a bela adolescente parte para uma nova etapa de sua vida, onde os sonhos afloram agora mais firmes e coerentes. Sem perder o brilho e a pureza, os passos serão sem pressa, retratando toda a magnificência da juventude que chegou. Os olhos brilhantes a partir de agora focam em um novo ideal: o ideal de crescimento e de um futuro promissor, onde o sucesso seja maior que o fracasso, as vitórias bem maiores que as derrotas, e a vida possa oferecer alegrias e felicidade plena.

54

CARAS E NOMES


CARAS E NOMES

55


ília a fam d s n e nag e Home cheia d o e t i o n a de mpletar entado um ví hao c a r a P de T pres s, foi a gos e parentes cia feliz o t n a c n e da infân s os ami de todo ram memórias carinho deixane ís. Surgi as de amor e a da debutant e palavr a importânci rodeiam. do clarade todos que a na vida

56

CARAS E NOMES

T


Thaís

CARAS E NOMES

57


s í a h s e T drigu 58

CARAS E NOMES

o R


5 1anos Thaís com seus pais Aldir e Luiza e seus irmãos Thiago e Aldir Júnior

CARAS E NOMES

59


60

CARAS E NOMES


Josimar e Detinha, estilo e elegância nos 15 anos de Thaís

CARAS E NOMES

61


62

CARAS E NOMES


A felicidade do prefeito de Maranhãozinho Josimar Rodrigues, dançando a valsa de 15 anos da sua sobrinha e afilhada Thaís Rodrigues

CARAS E NOMES

63


Elas nĂŁo tiveram receio de ousar nos 15 anos de ThaĂ­s; mesclaram alegria, estilo, classe, glamour e beleza.

64

CARAS E NOMES


Parabéns Thaís!

CARAS E NOMES

65


O comerciante precisa ver seu concorrente não como um predador, mas como um parceiro, pois o mercado cresce a cada dia e se ele não se modernizar e não se unir com os outros vai acabar ficando para trás. A AMDA faz exatamente isso, traz para o empresário o que há de novidade no mercado mundial, através de treinamentos, palestras e benefícios de modo geral.”

Rodrigo Vie

66

CARAS E NOMES


Conquistas e vitórias de um jovem empreendedor. Criado para conquistar o mundo e ser independente, Rodrigo Furtado Vieira é atualmente um dos mais bem-sucedidos empresários maranhenses. Filho do agropecuarista e grande empresário da região de Balsas, Francisco Vieira, e de dona Sônia, ele é ainda neto de um dos maiores líderes políticos da região do Médio Mearim, ex-prefeito de Bacabal e atual deputado federal, Zé Vieira. Rodrigo Vieira fala da vida com precisão e coerência. Formado em Administração de Empresas e pós-graduado em Gestão Empresarial, o jovem de 34 anos define-se apaixonado pela família, carros, cinema, amigos, viagens, livros e músicas.

ira

CARAS E NOMES

67


O Presidente

Dono de uma das maiores empresas do ramo alimentício do Maranhão, Rodrigo Vieira ainda divide as horas de seu tempo com a noiva e a presidência da AMDA (Associação Maranhense de Distribuidores e Atacadistas). Em quatro anos de sua gestão Rodrigo afirma ter transformado a realidade da associação que hoje conta com mais de 300 associados em diversas cidades do Estado. “Quando assumi a AMDA em 2006, não havia nem mesmo uma sede, hoje nós temos um terreno de dois mil metros quadrados em local privilegiado e valorizado. Tudo isso é necessário para que nos tornemos um grupo forte, pois tanto os atacadistas quanto os órgãos estaduais, federais e municipais precisam de um grupo forte para lutar pelos seus direitos”, declara ele Jovem, mas com muita experiência, Rodrigo vê o mercado maranhense com um futuro bastante promissor e diz que o empresário maranhense de forma geral precisa estar preparado para as mudanças que ocorrerão em breve. “O comerciante precisa ver seu concorrente não como um predador, mas como um parceiro, pois o mercado cresce a cada dia e se ele não se modernizar e não se unir com os outros ele vai acabar ficando para trás. A AMDA faz exatamente isso, traz para o empresário o que há de novidade no mercado mundial, através de treinamentos, palestras e benefícios de modo geral”, finaliza.

68

CARAS E NOMES


O comerciante precisa ver seu concorrente não como um predador, mas como um parceiro, pois o mercado cresce a cada dia e se ele não se modernizar e não se unir com os outros ele vai acabar ficando para trás. A AMDA faz exatamente isso, traz para o empresário o que há de novidade no mercado mundial, através de treinamentos, palestras e benefícios de modo geral. Rodrigo Vieira

Humildade acima de tudo

Rodrigo Furtado Vieira é o tipo de homem que, apesar do sucesso como empresário e do sangue político que corre em sua veia, não deixa de lado a simplicidade, a humildade e o bom humor. Vivendo com emoção, verdade e muito amor no coração, Rodrigo enxerga a vida como uma pessoa que fez a opção pelo bem e que trilha o caminho das boas ações. Extrovertido e carismático, ele gosta mesmo de estar ao lado dos amigos, curtir uma boa farra e fazer uma relaxante viagem ao lado do seu grande amor.

CARAS E NOMES

69


70

CARAS E NOMES


Festejo de Sant’Ana

emCoelhoNeto

alegria em dobro Celebrações religiosas e programação cultural deram um tom especial à festa de Sant’Ana do município de Coelho Neto, que reuniu milhares de pessoas no Espaço de Eventos Corredor da Alegria, montado na principal avenida da cidade pela prefeitura. Segundo os organizadores, a estrutura do Corredor da Alegria foi montada para atender a todas as necessidades próprias de um grande evento. Para os artistas foi preparado um superpalco, enquanto a população ganhou 40 barracas padronizadas. Elas vendiam comidas e bebidas típicas da região.

A primeira-dama Suely e o prefeito Soliney Silva CARAS E NOMES

71


Segurança para os devotos Para completar o bom atendimento e garantir a alegria da galera que só queria se divertir, a prefeitura instalou um grande número de banheiros químicos. Uma das preocupações do prefeito Soliney Silva era com a segurança das famílias e dos turistas. Por isso, além das polícias

Civil e Militar, foram contratados seguranças particulares. O resultado desse esforço gigantesco é que durante todo o festejo, tanto nas manifestações culturais quanto nas religiosas, os coelho-netenses puderam desfrutar com seguranças as 11 noites do festejo de Santa’Ana.

Pura alegria Na lembrança da população as imagens de noites de pura alegria, sendo seis de seresta e as outras de muito forró. Participaram como artistas convidados as bandas Turbinadas do Forró, Forró na 72

CARAS E NOMES

Veia e Saia Rodada. Os coelho-netenses esbanjaram alegria ao participarem da festa cultural promovida pela prefeitura de Coelho Neto no Espaço de Eventos Corredor da Alegria.


Soliney Silva Na última noite do festejo eles participaram de um superbingo que atraiu a atenção de toda a população. Dentre os prêmios, foram sorteados um salário mínimo, uma geladeira, antena parabólica e um notebook. O prefeito Soliney Silva doou uma moto Pop.

CARAS E NOMES

73


Trazendo felicidade aos coelho-netenses “Este ano investimos muito mais do que no ano passado, ajudando a igreja, dando condições para que a população possa se divertir no Corredor da Alegria, mas também atrair os turistas para Coelho Neto. Todo esse processo ajuda a resgatar a auto-estima da população e gera emprego e renda.” A festa de Sant’Ana deste ano parecia estar mesmo

74

CARAS E NOMES

destina a garantir a felicidade dos coelho-netenses. E não poderia ser diferente: a igreja fez a sua parte, e a prefeitura, por meio do seu prefeito, fez a dela. O evento foi todo pensado e organizado e contou com a colaboração grandiosa do prefeito Soliney Silva e seu secretário de Esporte, Lazer e Turismo, Jademil Gedeon.


CARAS E NOMES

75


Religiosidade Com o tema “Uma economia solidária para um mundo sem exclusão”, o festejo religioso foi organizado por missionários salvatorianos da diocese de Brejo. A missa de encerramento, presidida por dom Valter Carrijo e concelebrada pelo padre Jovanês, atraiu uma grande multidão. “O tema segue a temática da Campanha da Fraternidade desde ano, nos mostrando como a economia é importante para a construção da solidariedade e não para oprimir as pessoas”, comentou o padre. Uma extensa programação foi organizada para animar as noites da festividade, que começou dia 2 de julho e só parou no dia 26. Nesse período, a comunidade católica de Coelho Neto participou da peregrinação realizada entre as capelas da cidade e da novena na igreja matriz. Todas as noites foram realizados leilões no Largo da Igreja de Sant’Ana com produtos doados pelo fiéis.

Cantora Adriana 76

CARAS E NOMES


eto ntônio N Padre A Padre Jovanês

“O que arrecadamos ano passado e este ano com os leilões será empregado para a reconstrução do centro de catequese da paróquia”, explicou padre Jovanês. Devoto de Sant’Ana, o prefeito Soliney Silva marcou presença na procissão de encerramento do festejo e, como se não bastasse, levou toda a sua equipe de governo. Soliney caminhou ao lado do andor de Sant’Ana acompanhado pelos deputados Gastão Viera (federal) e Max Barros (estadual), do vice-prefeito Sérgio Guanabara e sua esposa Walterléia, e do amigo e ex-prefeito Raimundo Guanabara. A procissão percorreu as principais ruas da cidade de Coelho Neto. Emocionados, durante todo o percurso os devotos da santa agradeceram, entoaram cânticos de louvor e fizeram orações. O encerramento do festejo de Sant’Ana foi marcado pelo show gospel da cantora Adriana, do Rio de Janeiro. A população, especialmente os jovens, vibrou com a música da artista. Antes do show houve um sorteio de prêmios, cujo maior prêmio, a moto Pop, foi para o senhor Antônio Alves da Silva, natural de Coelho Neto.

Jaciara Cu e Raissa trim, Zé Filho Tavares

res de Vereado

Neto Coelho

CARAS E NOMES

77


é a l e d e m o n O ! ! ! a j n a l o S

B

aiana de Alagoinhas, a cantora poderia ser definida pelo ditado mais popular do Estado: “baiano não nasce, baiano estréia!”. Mas o início da carreira desta grande artista foi marcado pela perseverança e vontade de vencer. Solange descobriu o dom da música aos 4 anos, através de um tio que acreditava no talento da menina, ele tocava violão para ela cantar. A primeira aparição na TV aconteceu no show de calouros do programa Mara Maravilha, no SBT de Salvador, em 1983. Durante as Olimpíadas de 1988, aos 12 anos, a jovem descobriu a cantora Witney Houston, de quem virou fã e se inspirou para o começo de tudo. O gosto musical de Solange se ecletizou à Elis Regina, Clara Nunes, Gal Costa e Roberto Carlos, gosto musical atípico para qualquer garota da sua idade, mas que lhe

78

CARAS E NOMES

rendeu bons frutos até hoje. Nascida numa família de classe média, Solange saiu de casa aos 18 anos para buscar seus sonhos, participou de diversos grupos musicais, em alguns se destacou, em outros se decepcionou, mas foi no ano de 2002 que todo o seu projeto profissional começou a trilhar. A cantora recebeu o convite para ingressar num novo projeto chamado Aviões do Forró, caminho que anos posteriores a tornaria uma das grandes cantoras da música brasileira. Para a cantora - que há alguns anos era apontada pela sua forma física - o ditado “se não venço pelo talento, eu venço pelo esforço” sempre esteve presente em sua vida e graças à sua bela voz - hoje mais linda do que nunca, e seu talento, superou o preconceito e venceu. Fonte: Site Oficial da Banda


A

banda Aviões do Forró foi formada em agosto de 2002 por quatro empresários do ramo de entretenimento em Fortaleza (CE). O nome foi estrategicamente escolhido por dar idéia de algo grande, de algo que está por cima. Popularmente falando, o nome dá o significado de mulher bonita, assim como as dançarinas da banda, que já viraram marca registrada do Aviões do Forró e que não deixam a desejar por sua beleza física. O processo de montagem do grupo foi feito primeiro com a escolha dos cantores Xand e Solange, depois os músicos, e posteriormente o corpo de baile. Já a escolha do repertório, a A3 Entretenimento, empresa que faz a produção da banda nos shows, teve a preocupação de selecionar músicas onde pudessem agradar todos os públicos do forró, aqueles que curtem a batida dançante do vaneirão, um forró já bem conhecido no Nordeste, o arrastado do pé de serra, muito tocado no interior do Ceará, como também se apaixonar com o forró romântico, cantado principalmente na voz de Solange Almeida. Por onde a banda passa, o sucesso é garantia de público, isso mostra que o Aviões do Forró vem quebrando o “tabu” ou até mesmo o “preconceito” que até então existia na música nordestina, por conseqüência do sucesso que a banda vem conquistando, a presença é sempre garantida nos grandes festivais: 1. Festival de Verão em Salvador desde 2006; 2. Verão Vida e Arte nos anos 2006, 2007, 2009; 3. Fortal nos anos de 2006, 2007, 2008, 2009 e já está confirmada a presença da banda no Fortal de 2010, no Bloco Aviões Elétrico; 4. Estação Globo nos anos de 2006, 2007 e 2008;

5. Fantástico no quadro Central da Periferia, com Regina Case, em 2005; 6. Programa da Hebe no SBT, em 2006; Coca Cola Mix, 2007; 7. Show da Virada na Globo nos anos de 2006 e 2007; 8. E no Carnaval de Salvador, puxando o bloco oficial Aviões Elétrico, nos anos de 2009 e 2010. Por conseqüência do sucesso no Brasil, em 2008 a banda fez turnê nos Estados Unidos numa temporada de dez dias, alavancando vários convites para retornar aos EUA, e novas turnês na Europa e Ásia, todas elas impossibilitadas pela agenda da banda no Brasil. Ainda em 2008, a banda recebeu o convite da cantora Ivete Sangalo para participar do novo projeto da cantora, o DVD ‘Pode Entrar’, gravado em sua casa, na Bahia. Hoje a banda conta com sete CDs oficiais, todos gravados com produção independente. O primeiro trabalho alcançou mais de 200 mil cópias vendidas; o segundo, lançado em 2003, bateu recorde de vendas; o terceiro, lançado em 2005, não poderia ter sido diferente, chegou a vender 500 mil cópias, e é um CD bem vendido até hoje. Com o sucesso dos outros discos, o quarto chegou a 700 mil cópias; e o quinto CD, lançado em 2007, como já era de esperar, foi sucesso em todas as emissoras de rádios, atingindo a média dos anteriores. Devido à correria e compromissos com os shows, a banda passou dois anos sem gravar, se tornando um marco inédito no forró, um grupo forrozeiro manter o padrão de shows e sucesso num grande espaço de tempo sem lançamento; em junho de 2009, o grupo lança o sexto CD da carreira, intitulado ‘Aviões do Forró - Volume 6’, um trabalho que venceu a pirataria e continua sendo um dos discos mais vendidos nas lojas de todo o Brasil.

Aviões do Forró 2010 Para 2010, nossa meta é manter a qualidade dos shows, sempre inovando e confirmando participação nos maiores eventos do país, somadas aos novos projetos que serão lançados no decorrer do ano com o padrão A3 Entretenimento. No mês de março lançaram em Natal o mais novo projeto, o ‘Aviões Beach’, evento organizado na praia, com decoração especial e que será expandido às cidades litorâneas do

país. Nosso novo CD, o “Volume 7”, lançado em maio, mês que antecede o São João, será distribuído por uma das maiores gravadoras do país. O segundo semestre inclui o segundo DVD, que entrará para a história do forró por sua dimensão e proposta que ainda estão sendo discutidas e uma turnê em alguns países da Europa, como França, Portugal e Espanha. CARAS E NOMES

79


Xand Avião Desde pequeno, José Alexandre, ou singularmente Xand Avião, traz a musicalidade e o forró nas suas veias. Natural de Itaú, interior do Rio Grande do Norte, o cantor adquiriu influência musical quando os seus pais tiveram que mudar a família para Apodí (RN), e depois Exu (PE), terra do rei do baião, Luiz Gonzaga, cidade em que Xand teve a oportunidade que poucos forrozeiros da nova geração tiveram - acompanhar de perto o trabalho do mestre Lua -, e foi a partir daí que surgiu o interesse de tocar e cantar. Ainda jovem ganhou de seu pai um violão e começou os primeiros acordes, dom que se expandiu à bateria, teclado, guitarra, vocal e aos trabalhos numa emissora de rádio. O ingresso ao Aviões do Forró é visto por Xand como uma bênção de Deus somada a um mistério, o cantor até hoje não sabe como foi localizado pelos empresários do grupo, em 2001, quando integrava a banda local chamada Estilo Musical. Xand recebeu uma ligação solicitando uma foto e um CD para Fortaleza, e depois foi convidado para fazer o teste para o Aviões, destino que anos posteriores mudaria a sua vida para sempre. Para o artista, o segredo do sucesso é saber lidar com a fama e não deixar o sucesso subir à cabeça, respeitando e valorizando o trabalho do próximo fazendo o que mais ama na vida: cantar!

80

CARAS E NOMES


A Revista CARAS E NOMES acompanhou o evento em Coelho Neto - MA CN: Como é pra vocês tocar em todo o Maranhão e hoje em especial pela primeira vez na cidade de Coelho Neto a convite do grupo São Francisco e W3 Entretenimento? Solange: Para nos é um privilégio. Acho que qualquer banda queria estar aonde agente chegou. A gente fica feliz com isso, e eu tenho certeza que as pessoas responsáveis por esse evento que é O Grupo São Francisco na pessoa no meu amigo Nildo e W3 Produções não vão se arrepender de ter convidado a gente para uma festa com uma estrutura tão grande. Esperamos voltar mais vezes aqui em Colho Neto.

CN: O que dizer para o público que irá assistir o show de vocês aqui em Coelho Neto? Solange: Nós acabamos de lançar o nosso sétimo CD! Está quentinho! Então, o que a gente tem para mostrar para esse povo gostoso é o forró que agente sabe fazer, com muita irreverência, com muita brincadeira no nosso sétimo CD, que já é sucesso em todo o Brasil. Eu tenho certeza que os coelhonetenses vão se apaixonar mais uma vez com o nosso forró gostoso.

CN: Por que o nome Aviões do Forró?

Solange: Foi uma ideia de Zequinha Aristides e de Isaias, que são os proprietários da banda. Eles imaginavam formar uma banda em que mulheres bonitas ficassem em destaque, porque a maioria dos homens, quando vêem uma mulher bonita, costumam chamar de avião. Então é por isso que a banda se chama Aviões do Forró. Nós temos oito dançarinas, muito bonitas por sinal, e a intenção de Zequinha e Isaias foi justamente essa.

CN: Quais são as influências do Aviões do Forró?

Solange: Nós pensamos em criar uma banda que faz uma música diferente das que tem no mercado. Eu acho que nós conseguimos criar um forró diferente, e por isso não houve tanta influência de outras bandas. Hoje, nós somos referência, estamos servindo de espelho para outras bandas em todos os quesitos. No ritmo, na cumplicidade e no swing.

CN: Que banda é essa com uma pegada diferente? Como vocês se definem? Solange: Acho que Aviões é uma mistura de tudo. Eu costumo dizer que Aviões do Forró é a única banda do Brasil

que pega no pé e no coração. Para quem vai pro show do Aviões, é impossível ficar parado. Você começa a mexer o pesinho e quando percebe já está mexendo o corpo inteiro. O Aviões se enquadra no forró romântico, no forró gostoso. O Alexandre faz aquele som diferenciado de percussão com a boca. Enfim, o Aviões criou um estilo diferente em que engloba um pouco de tudo.

CN: Quantos shows vocês fizeram em média no período do São João? Solange: Uma média de 40 shows no período de São João, sendo que a Bahia é a parte mais puxada. É aonde nós temos mais shows agendados.

CN: Para o público que está aguardando pela apresentação de vocês na Expoema 2010? Solange: Eu queria dizer que estou feliz em ir para a Expoema, em São Luís . Eu sei que tem muita gente na expectativa de ver o nosso show, e eu queria dizer pra esse povo lindo que vai ser maravilhoso. Tem muita coisa boa e a gente com certeza vai estar lá para receber todo mundo de braços abertos.

CN: Obrigada, Solange, pela entrevista, e estamos à disposição para suas considerações finais. Solange: Eu amei de coração a revista CARAS e NOMES, recebi no camarim e já tinha visto no hotel, é de ótima qualidade uma revista que mostra os políticos do Brasil do jeito que eles são, com amigos e família, sem esquecer do papel dele como administrador que é o mais importante. Parabéns a todos da revista pelo trabalho. CARAS E NOMES

81


Bruno Silva entre as danç arinas do Aviões do Forró

82

CARAS E NOMES

Aviõezeiros


de Coelho Neto - MA

CARAS E NOMES

83


PR lança

Jota Homem de compromisso com a sociedade, Jota Pinto está consolidado na política maranhense como um dos três melhores vereadores de São Luís. Ganhador do prêmio Mérito em Direitos Humanos, Jota Pinto tem agora seu nome homologado para disputar uma vag a na Assembleia Legislativa do Estado como deputado estadual. Como presidente do PR no Estado, Jota Pinto manifesta seu apoio à governadora Roseana Sarney e afirma que nessas eleições estará caminhando ao seu lado para que juntos possam fazer muito mais pelo Maranhão.

Deputado Federal Davi Alves Júnior e Jota Pinto

84

CARAS E NOMES


candidatura de

Pinto

O PR tem o objetivo de lutar ao lado da governadora Roseana para poder fazer um bom número de deputados federais e estaduais e ajudá-la a ganhar a eleição para trabalhar mais pelo meu Estado. O partido me convocou para essa missão e eu aderi à essa campanha. Além disso, se é para carregar a bandeira, vamos carregar. Quando vereador estive sempre entre os três melhores vereadores de São Luís e quero ganhar a eleição para deputado para também estar entre os três melhores deputados do Estado do Maranhão”, declara.

Amigo fiel Com vários projetos na Câmara Municipal, Jota Pinto é um dos nomes mais conhecidos na capital maranhense e em todo o Estado. Formado em Administração, casado e pai de três filhas, político e empresário maranhense, Jota Pinto emprega mais de 500 colaboradores em São Luís e no interior do Estado. É tratado pelos companheiros como “amigo fiel”, e tem ganhado cada vez mais destaque na sociedade maranhense pela sua constante luta em defender os direitos dos maranhenses,direitos humanos fundamentais, como educação, saúde, segurança, buscando qualidade de vida a todo povo do Maranhão.

CARAS E NOMES

85


TADEU PALÁCIO

apoia candidatura de JOTA PINTO

O

ginásio do colégio Aprovação, no Centro de São Luís, ficou pequeno para a quantidade de lideranças que compareceu ao lançamento da candidatura a deputado estadual de Jota Pinto (PR). Caravanas de várias cidades do interior do Maranhão levaram mensagens de apoio ao candidato. Além das lideranças do interior e de São Luís, vários outros políticos se fizeram presentes no evento. Entre eles, o ex-prefeito de São Luís, Tadeu Palácio (PDT) e o candidato a deputado federal, Davi Alves Silva Júnior, candidato a reeleição que faz várias dobradinhas com Jota Pinto em diversos locais. Atualmente na secretaria de Turismo, Palácio destacou as qualidades que Jota Pinto tem para ocupar uma cadeira na Assembléia Legislativa.

86

CARAS E NOMES

Eu conheço muito bem o nosso Jota Pinto. Quando vereador, foi líder e vice líder do meu governo na câmara municipal e garanto que é um homem que tem uma historia muito bonita. Não tenho a menor dúvida que, uma vez ele eleito deputado estadual, o Maranhão vai saber que é possível se ter na vida pública um homem sério. Tadeu Palácio


CARAS E NOMES

87


! ! ! H

E テグ E P

88

CARAS E NOMES


o ã nh

a r a M Palco da maior vaquejada do médio sertão maranhense

“O filho de Paraibano pode estar em qualquer parte do Brasil e até em outro país, mas quando chega o tempo da vaquejada ele volta e traz mais um companheiro, isso prova que a festa é boa, porque se ela não fosse, não chegava aonde chegou”, diz o prefeito Sebastião Pitó

CARAS E NOMES

89


PARAIBANO

“Eu me sinto orgulhoso pelo fato de nós termos chegado ao 25º ano de uma festa de vaquejada que foi iniciada na gestão do ex-prefeito Ary Furtado e hoje está na minha gestão. Cada ano que passa nós ouvimos os elogios, os comentários pelo trabalho que é feito pela equipe de organização”,comenta o prefeito Sebastião Pitó. Uma verdadeira invasão, foi o que aconteceu em Paraibano durante a 25ª vaquejada. Cidade simpática, hospitaleira, situada no sertão maranhense, é atualmente governada por Sebastião Pitó. 90

CARAS E NOMES

Considerada como a maior vaquejada do sertão maranhense, com premiação recorde de R$ 65.000,00 (sessenta e cinco mil reais) sendo R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) para o profissional e R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para amadores, a festa atraiu turistas e vaqueiros de todo o Brasil.


25ª VAQUEJADA

Sebastião Pitó PREFEITO DE PARAIBANO

CARAS E NOMES

91


Celebri Sebastião Pitó FALANDO

PARA O SEU GRANDE PÚBLICO ZÉ MÁRIO FALANDO EM NOME DE TODOS OS PREFEITOS DA REGIÃO

ALEXANDRE, NETO EVANGELISTA E SEBASTIÃO PITÓ

92

CARAS E NOMES

O ANHÃ R MAR A I D L A INH O V UTAD . ZEQU O DEP REFEITO DR -P E O EX

FEITO EX-PRE ISIO E L A U E SÁRIO TO TO R EMPRE O P DO MA O MAUR , DE LAGOA TE DUAR


dades

na

Maranhão

a d eja

u q va

PREFEITOS DE BARÃO DE GRAJAÚ, RAIMUNDO SILVA, E ZÉ MÁRIO, DE SÃO JOÃO DOS PATOS

“Todos os prefeitos se envolveram, uns mais e outros menos, mas de certa forma chegamos aos 25 anos ininterruptos. Minha preocupação sempre foi em consertar qualquer erro para que o turista sempre volte” SEBASTIÃO PITÓ, PRESIDENTE DA CÂMARA JARDEN E O VICEPREFEITO CLODOMIR

VICE NILTON, VITORINO, PRESIDENTE DA CÂMARA, E ALUISIO, DE LAGOA DO MATO

NEURIVAN, ALEXANDRE E O PREFEITO SEBASTIÃO PITÓ

Presentes no evento, Lourival Leite, prefeito de Sucupira do Riachão, Zé Mário, prefeito de São João dos Patos, Enoque Mota, prefeito de Pastos Bons, Aluízio Duarte, prefeito de Lagoa do Mato, além de vereadores, empresários e lideranças locais e regionais. Em meio a tanta gente, quem não podia faltar era o mais alto escalão da política maranhense e entre as celebridades estavam os deputados federais Gastão Vieira e Pedro Fernandes, os deputados estaduais Arnaldo Melo e Tatá Milhomem, o secretário de Agricultura, Dr. Afonso Ribeiro, o secretário adjunto de Cidades e Desenvolvimento Urbano, Orleans Carvalho Soares, e os candidatos a deputado Dr. Alexandre e Neto Evangelista.

PREFEITO SEBASTIÃO PITÓ FEDERAL PEDRO FERNANDES

E

O

DEPUTADO CARAS E NOMES

93


C zona A ama Noleto la e Marc

omo parte da abertura, foi saudada com um show pirotécnico a entrada da imagem de Nossa Senhora Aparecida, protetora dos vaqueiros, houve também o desfile das bandeiras do Brasil, Maranhão e de Paraibano. Os vaqueiros receberam das mãos do prefeito Sebastião Pitó cestas básicas e um kit com carne bovina.

“Esta vaquejada envolve as famílias de Paraibano, ela é a maior festa do município, nós fazemos tudo para atender melhor quem vem aqui, tratamos com amor, carinho, satisfação, para que leve o bom nome da cidade e volte trazendo mais pessoas”, comenta o prefeito. “Nós criamos as equipes e eu tenho um encontro com elas e a minha preocupação é que haja alguém no meio das equipes que atenda mal alguma pessoa, eu peço a todo mundo que atenda bem, pois nós não faremos uma festa de vaquejada sem vaqueiro” Com uma salva de fogos na abertura oficial da 25ª Vaquejada de Paraibano, a programação rolou por três dias. 94

CARAS E NOMES


Abertura em grande estilo

CARAS E NOMES

95


96

CARAS E NOMES


Sebastião P itó,

pelas veredas da história “Já encontrei muitas dificuldades, mas vou retribuir tudo isso as pessoas que Como parte gar aonde chegou e depositaram essa confiança em mim, vou retribuir com trabalho honestidade e das comemorações sempre com calma sinceridade” da 25ª Vaquejada e cabeça fria, ele de Paraibano, teve sabe que quando o desfile da garoum candidato se ta amazonas, e os elege tem que espresentes puderam tar preparado para curtir vários shows receber críticas e com artistas locais elogios. Pitó seme regionais e as pre esteve prepaatrações principais rado pra isso e a ficaram por conta das bandas Mastruz com Leite, sua resposta não vem com palavras, mas com obras, Banda Reprise e Banda Forro dos Plays. com trabalho e responsabilidade. “A vida da gente é uma história. Estudei em São “Todas as eleições que concorri o povo acrediJoão dos Patos, eu queria me formar na medicina, tou em mim por ser um homem sério e sempre vou tive que deixar a escola para trabalhar .Sou agriculcontinuar dizendo que sou a mesma pessoa com a tor, fui vereador por três mandatos,e nas três eleisinceridade e a responsabilidade que sempre tive.” ções fui o mais votado, fui três vezes presidente da Com sete vereadores dando suporte a sua adCâmara, nunca recebi um voto contra, fui vice-preministração, Sebastião Pito não critica nenhum feito por dois mandatos, secretário de Agricultura e prefeito amigo seu, mas faz um alerta aos daqueles Meio Ambiente e agora sou prefeito. Estou complemunicípios que têm três meses atrasados da folha tando trinta anos de política.” de pagamento para que tratem bem seus funcionáPai de oito filhos, quatro mulheres e quatro horios, pois a cidade de Paraibano, mesmo com a crise mens, Sebastião Pitó já se sentiu julgado até mesmo e com as dificuldades, nunca atrasou um dia sequer por seus amigos que não acreditavam que ele ia cheo pagamento do funcionalismo público.

CARAS E NOMES

97


UM MINUTO Emoção e homenagem a

JOÃO NETO

Na abertura da vaquejada em Paraibano, a população não se conteve e foi com palavras caregadas de emoção que o locutor pediu um minuto de silêncio em homenagem a um dos grandes organizadores do evento: João Furtado Brito Neto (in memorian), filho da ex-prefeita Aparecida Furtado, que era uma das partes fundamentais desse grande evento. Senhor Ari, ex-prefeita Aparecida, e João Furtado Neto (in memorian)

98

CARAS E NOMES


DE SILÊNCIO

FOTOS:

ARQUIV

O PESSO

AL

Sebastião Pitó n) e o prefeito ia or em m Neto (in João Furtado

CARAS E NOMES

99


MARIA Dalva PRIMEIRA-DAMA 100 CARAS E NOMES


o ã nh

a r a

M

Despontando pro sucesso “Estou iniciando obras em todas as áreas e até o fim do meu mandato vou fazer o máximo para que eu receba os elogios do povo por estar sendo o que eles esperavam de mim”

Sebastião Pito é sincero e não esconde as dificuldades por que passa sua administração e tem enfrentado com desenvoltura e inteligência a sua maior crise que foi a mudança de governo. Até a vaquejada, fonte de renda da cidade que movimenta o comércio e o turismo, há dois anos vem acontecendo com recursos próprios. Apenas três prefeitos, o Banco do Brasil e o Banco do Nordeste deram sua pequena colaboração. Subida à vista “Eu não misturo minha amizade com a vida política”

Sebastião P itó PREFEITO DE PARAIBANO

Diante de várias desventuras e com a queda dos repasses e dos recursos, Sebastião Pitó viu sua popularidade despencar, mas agora que vai começar a fazer as obras, sabe que a subida é inevitável. Para o melhoramento do Parque Municipal de Vaquejada, consegui um convênio do Governo Federal através do Deputado Pedro Fernandes. Foi feito calçamento, o aumento da área onde se apresentam as bandas, foram reformados e ampliados os banheiros e os 31 bares ao longo do parque, feita uma melhoria das tendas de lanche. Para a alegria da população, a cidade conseguiu recurso, também com o deputado Pedro Fernandes, para a construção de uma mega e moderna casa de shows ao lado do parque de vaquejada para que a festa siga e o povo não disperse e continue unido. CARAS E NOMES

101


O , NET NDRE E A X E L A ISTA L E G N EVA ITÓ TIÃO P SEBAS

A ADOR GANIZ ANO R O AIB SÃO COMIS UEJADA PAR Q A V DA

NINA AG AFONS ED O RIBE IRO

, FLÁVIO AURO RI M R O A D VEREA NADES E Sr. ANA, NA R E F PEDRO CAIO CÉ FILHA SAR E LEDA , DO PR SEBAS TIÃO P EFEITO ITO

KATIA E KAL ORGA NIZAD INE, COMISS ÃO ORA

HOTEL S IN DO S CANT DONO SCARIA TO RA CHUR 102 CARAS E NOMES

E


Maranhão

25ª VAQUEJADA ITO, AR BR

, ANA DRA. g p E j A ÉRGIO ARIA CLAR DR. S M IOA E D CLÁU

PEÃO BR REVIST UNO E AN E DA A CAR AS EN OMES

MOZ

GADO

ADVO

GALER A DA VAQU EJADA

DES

IA MEN

FAMÍL

à O I S S C O M ZADORA NI ORGA

CARAS E NOMES

103


104 CARAS E NOMES


& s a h n i r a c s a h n i u q o b

! I U Q A SÓ CARAS E NOMES

105


has & i s

b

Jady

Felipe Maria Alice

Aluizio Neto

Stefany, Mateus e Davi Junior Alex Paulo Luiza Helena

106 CARAS E NOMES

Larinha

Cibely

Maria Paula, Paulo Jr e Bianca


Pedro Henrique e Luís Felipe

Luís Felipe e Larissa

Nicoly

Josimar Jr e Jady Yuri Davi

Ana Júlia e Maria Clara

Amanda Roberta Maria Clara CARAS E NOMES

107


Dia dos Josimar Cunha Rodrigues

e y d a J e d i a P 108 CARAS E NOMES


Pais

e

Ser pai é ser mestre, espalhando a sabedoria e seus conhecimentos, pois é assim que se constrói um mundo melhor

r o i n ú J r a m i s o J

O prefeito de Maranhãozinho se emocionou no Dia dos Pais. Falou da acolhida que teve na cidade, quando passou de forasteiro para se tornar filho do lugar CARAS E NOMES

109


De pai para os pais O Dia dos Pais em Maranhãozinho aconteceu na praça da Juventude e foi organizado pela secretaria de Educação do município. O evento surpreendeu até mesmo a equipe organizadora pela riqueza dos detalhes. Nas mesas, champagne e vinho davam um tom clássico. Famílias inteiras da sede e zona rural compareceram à festa que foi sucesso absoluto.

A emoção do prefeito e pai Um dos momentos marcantes da festa foi o pronunciamento do prefeito Josimar, em determinado momento ele quebrou o protocolo, desceu do palco e como se quisesse falar com cada pai individualmente expressou toda a sua gratidão. Falou da acolhida que teve em Maranhãozinho quando passou de forasteiro para se tornar filho do lugar. Destacou o amor que

sente pelas pessoas afirmando que Maranhãozinho é sua casa maior. Pediu desculpas à sua filha Jady de apenas 2 anos por não poder participar da sua 1ª festinha dos pais da escola, pois tinha um compromisso maior com os pais da sua cidade. Josimar sobrou em emoção e foi calorosamente aplaudido.

Brindes

Em forma de sorteio e brincadeiras, bicicletas foram doadas aos pais em mais uma prova de gratidão do prefeito Josimar para com esses verdadeiros heróis.

110 CARAS E NOMES


CARAS E NOMES

111


Padre Nato comenta sobre a administração de Maranhãozinho

A sensibilidade do prefeito é muito grande para com o povo. Josimar conseguiu atrair todos os movimentos: igreja, sindicato, sociedade civil. Ele ajuda o povo. É um prefeito que mudou a cara de Maranhãozinho. Padre Nato, pároco e morador da cidade desde 1979

112 CARAS E NOMES


CARAS E NOMES

113


TOM KLEBER

Três atrações musicais fizeram a alegria dos pais, com destaque para uma das maiores estréias da música maranhense e que tem reconhecimento nacional: Tom Cleber. Com todo seu romantismo e talento, ele encantou o público num show inesquecível. Tudo por conta da administração municipal. 114 CARAS E NOMES

O cantorTom Kleber apresenta a revista CARAS E NOMES


REGADO A MUITO ROMANTISMO NO DIA DOS PAIS EM MARANHテグZINHO

CARAS E NOMES

115


No Dia dos Pais

Quando o ritmo mudou para o forró nordestino, um casal de cearenses roubou a cena. Eles rodopiaram, gingaram e acompanharam com maestria o ritmo da música. Quem são eles? O jovem casal de prefeitos Josimar e Detinha clicado pelas lentes da revista CARAS E NOMES. 116 CARAS E NOMES


Quebrando protocolos

CARAS E NOMES

117


MARANHÃOZINHO E SEU ÊNFASE À CULTURA Um homem emotivo, que faz da sua administração mais do que um compromisso público, e sim um projeto de vida. Assim é o prefeito de Maranhãozinho, Josimar Cunha Rodrigues, um administrador que tem a marca de superação em tudo que faz. Administração Josimar tem um rigoroso calendário festivo, onde todas as datas importantes são celebradas e comemoradas em grande estilo. Vale ressaltar que todas as festas que acontecem em Maranhãozinho não causam ônus ao município, pois o prefeito trabalha dentro de um planejamento estratégico, conciliando lazer com trabalho e desenvolvimento. Foi assim o São João, Dia das Mães, Natal, Ano novo, aniversário da cidade, dentre outras organizadas por esse administrador que hoje tem o maior índice de aprovação administrativa do Estado do Maranhão, chegando a medir 97% da população satisfeita com o seu governo.

DIA DOS PAIS

FESTA JUNINA

DIA DAS MÃES

118 CARAS E NOMES


CALENDÁRIO FESTIVO

SÃO JOÃO FESTEJO JUNINO

NATAL

ANO NOVO

DANÇAS FOLCLÓRI CA

S

SEGURANÇA TOTA L

NOS EVENTOS

CARAS E NOMES

119


ELEITO E REELEITO

COM 85,66% DOS VOTOS VÁLIDOS, SEGUNDO DADOS DO TRE-MA

JOSIMAR ENTREGA MAIS

14 OBRAS

NOS PRÓXIMOS DOIS MESES

CONHEÇA MARANHÃOZINHO E

120 CARAS E NOMES


No Dia dos Pais, o prefeito Josimar anunciou mais 14 obras para o município nos próximos dois meses. Terminal rodoviário, estradas, escolas, creches, ponte, calçamento, praças, ginásio, sistema de esgoto, dentre outras. Na próxima edição, com mais detalhes, mostraremos esse canteiro de obras que está acontecendo em Maranhãozinho.

SUA ADMINISTRAÇÃO

CARAS E NOMES

121


By Velho Mário Pres Sa

rney e G

raça Me

ndonça

Alcione Nazaré

da mais a deputa ta a id d a can Gabriela Luana e aranhão M o d m jove Deputado Lima e Washington Luis

Coronel Nogueira João Alberto e Graciete Lisboa

PR Mulher

Empresário Wellington Dep. Davi Alves e Jota Pinto

Everaldo (fotógrafo) uraE eNOMES 122 LaCARAS Aldir Rodri gues

Jamille e Welkuia


Ildemar (prefeito de Açailândia) e Madeira (prefeito de Imperatriz)

ly

ra e Sue

Alexand

Roberto Rocha

Lima Neto

, Rafaela,

Maria Jos

é e Luana Camila Machado e Lima Neto Rafaela e Luana Lemos ladeam a Miss Maranhão Camila Ribeiro

etty

a e Paul G

Larinh Sergilene

Alex e fa

mília Ver. Sev er Dep. An ino Sales e tonio Pe reira

Progença

Alexandra, Suely e Ru

bens Júnior

Samuel e Alexandra

Prefeita de Paço

oso

do Lumiar Bia Ar CARAS E NOMES

123


By Velho Mário Jorge e dep Prefeita Maura Jura Filho

Hildo

Rocha

Lucia e Renato

Dalva Le

mos e o v Alberto F ereador ilho

Neto Prefeito de Coelho lva Si ey Solin

bão e

Ministro Edson Lo Luana

O casal

f. de São Dr. Creomar (Pre Preto - MA) Benedito do Rio

Luana 124 CARAS E NOMES

Lemos

e Keila

Euziane

e Jarde

l

Dalva, Dep Fátima Vieira e Luana

a Lemos

Ana Lídia e Luan

Dalva Lemos

e Luís F. Mota


Vice Gove

rnador Jo ão Alberto Ver. Alber e to Filho

itiva

y e com

line Pref So

hel Federal Mic ra a m â C a d Pres nça raça Mendo Temmer e G

reador Silva e o ve y e n li o S f Pre les Severino Sa

Prefeito de Duque Bace lar Flávio Furtado

Govern ador e ver. d a Roseana Sa r e Coelh o Neto ney Val

Dr. Miguel e Jones Braga

Tatiana Brasil Doralice Veloso

nha Dr.

de Mati Prefeito

Emano

Assessora

s do vice governado r João Albe rto

ames

Coronel V

nin e Ge

ieira

Ma Prefeitos

CARAS E NOMES

125


126 CARAS E NOMES


Histórico do município Situada na microrregião das Chapadas do Alto Itapecuru, São João dos Patos faz limite com Pastos Bons, Barão de Grajaú, Paraibano e Sucupira do Riachão. Sua área territorial é de 1.682,5 km² e tem como acidente geográfico importante a Serra dos Dois Irmãos e o Rio Parnaíba. A sua população estima-se em 33.794 habitantes. Tudo começou na primeira metade do século XIX, quando lavradores de Passagem Franca, atraídos pela fertilidade das terras, chegaram e se instalaram entre duas lagoas denominadas “Lagoa de São João dos Patos”. O primeiro nome da gleba foi Lagoas, com o passar do tempo, devido à veneração dos moradores da localidade por São João Batista, que se tornaria o padroeiro da cidade, passou a ser denominada de “Lagoa de São João” posteriormente “São João dos Patos”.

CARAS E NOMES

127


tória s i h Uma a pelo ad bord e escrita so suces agulha e com cruz o t n po

s o d a d r o b s o d l a t i p a José Mário c a 128 CARAS E NOMES

PREFEITO DE SÃO JOÃO DOS PATOS


O

município de São João dos Patos, distante 540 km da capital São Luís, recebe merecidamente o título de “A Princesinha do Sertão”. A história dessa gente simples e acolhedora e do lugar que é palco de muitos encantos naturais pode ser escrita com agulha, ponto e cruz, pois são João dos Patos também ostenta com orgulho o título de capital dos bordados. O artesanato em bordado melhorou significativamente a vida da população, pois as artesãs passaram a ser reconhecidas no mercado, o que antes era apenas um hobby passou ser a fonte de renda de uma profissão que traz o orgulho para os patoenses.

e s n e h n a r ma

CARAS E NOMES

129


Dona Noca, um capítulo bordado á parte Segundo registro de estudos e pesquisas sobre a presença feminina na política brasileira, a senhora Joana da Rocha Santos, ou simplesmente Dona Doca, foi a primeira prefeita do Brasil. Ela foi uma das figuras femininas mais expressivas da luta da mulher em terras maranhenses, e até mesmo do Brasil. Dona Noca chegou à prefeitura nos anos 30, em plena ditadura Vargas, eleita de forma indireta. Dona Noca exerceu por vários anos cargos da administração de São João dos Patos. Além de ter sido comerciante e industrial, ela se destacou devido à sua personalidade forte e muito além do seu tempo. Apesar de toda firmeza e importância que teve na sociedade da época, dona Noca era uma pessoa extremamente humana e com um olhar voltado para os mais pobres. Dona Noca nasceu em 18 de dezembro de 1892, em São João dos Patos, faleceu em 1970 na cidade de Floriano (PI) e foi sepultada na sua terra natal.

130 CARAS E NOMES

Aspectos econômicos

A economia de São João dos Patos é bastante variada, onde se destacam indústrias de bebidas e têxteis. Possui uma grande produção de arroz e cana-de-açúcar para produção de garapa. O município está em franco desenvolvimento e tem apoio dos produtores da região por ser pólo do sertão maranhense. A cidade tem hoje o melhor comércio da região.

Religiosidade

Predominantemente católica, a cidade tem como protetor São João. Porém, são Francisco também levanta milhares de seguidores em grandes procissões. Após a construção do seu monumento, São Francisco ganhou um festejo que já é considerado um dos maiores do Estado e acontece todo mês de setembro, com muitas romarias e pessoas vindas de todos os lugares para agradecer as bênçãos recebidas. A cidade também conta com número significativo de cristãos evangélicos.

SÃO JOÃO


Turismo

São João dos Patos tem o melhor carnaval do Médio Sertão maranhense, tanto nas programações como na segurança e nessa época o município costuma receber turistas de todas as regiões do país. Outro grande evento que acontece no município é a Exporsertão maranhense, o evento traz cada vez mais progresso para o município. Além de festas, o município belos rios próximos e cachoeiras no povoado de Lages, o açude grande visto de cima

do morro Possi uma visão de tirar o fôlego. O morro Chapéu no povoado Jiló desperta bastante curiosidade por sua forma e é um belo espetáculo natural. Destaca-se ainda os banhos no rio Parnaíba (represa de Boa Esperança) como o Peovi e Mandacaru. Por causa da produção do artesanato a cidade recebeu o título de capital dos Bordados e recebe visitantes do Brasil e do exterior interessados nessas mercadorias.

DOS PATOS-MA

CARAS E NOMES

131


Prefeito de S達o Jo達o dos Patos - MA

132 CARAS E NOMES


O sonho realizado do mecânico que se tornou deputado e prefeito N atural de São João dos Patos, José Mário Alves de Sousa acumulou várias profissões ao longo da vida. Passou de mecânico para motorista de prefeito e exerceu ainda o cargo de balconista e vendedor de lanches. Determinado e focado no objetivo de ser um dia um administrador, Zé Mário abraçou todas as oportunidades e logo se candidatou a vereador, exercendo o cargo por dois mandatos. Na Assembleia Legislativa foi o representante da região do médio sertão com o cargo de deputado Estadual. Retornando então

para São João dos Patos, candidatou-se a prefeito e foi eleito e reeleito, chegando assim a realizar o sonho tão almejado. As lutas que envolveram sua vida e a situação em que via o município o incentivaram a fazer uma administração voltada para o bem-estar da população patoense. O trabalho sério desenvolvido por ele lhe credenciou para ser mais uma vez eleito no município e continuar desempenhando com afinco maior ainda o cargo no Executivo municipal.

CARAS E NOMES

133


6

s o n a nistrando

A

i m d a

São João dos

o assumir a prefeitura da cidade de São João dos Patos em 2004, o prefeito José Mario Alves de Sousa traçou uma meta de governo e planejou ações para implantar em seu município. Cinco anos e seis meses após o início dessa administração é possível notar que o plano deu certo e a “Princesinha do Sertão” já é referência em termos de administração. Estampando “boas vindas”, já na entrada é possível perceber que a cidade é aconchegante e encantadora. A capital dos bordados não recebeu

134 CARAS E NOMES

esse título por acaso, mas sim pelas mãos dedicadas das mulheres de São João dos Patos que vem cultivando esta arte secular. A casa dos bordados incentiva e apóia o trabalho das bordadeiras e oferece abrigo para que elas possam expor e exportar seus produtos para diversas partes do Brasil e até do mundo. Essa é apenas uma das inúmeras ações do governo de Zé Mário, um governo sério compromissado em transformar a realidade em que vive o povo de São João dos Patos.


Patos

CARAS E NOMES

135


o i r á Zé M

Prefeito 136 CARAS E NOMES


Família

Filho de dona Joana Alves de Sousa, ele tem cinco irmãos. É casado com Gilvana Evangelista, pai de três filhos: Leonardo, Leandro e Sanymara. Ele diz que a família é a base de tudo o seu alicerce para todos os momentos. Afirma que o momento mais marcante de sua vida foi o dia do seu casamento e que a vida só tem sentido quando amamos alguém verdadeiramente. Homem honesto, leva uma vida simples e o seu maior sonho é voltar a ser deputado estadual para representar novamente o médio sertão maranhense na Assembleia Legislativa e assim alavancar o desenvolvimento da região. Adora jogar bola com os amigos e tem como hobby participar de trilhas de motos ou carros.

ma

Primeira-da

a n a Gilv a t s i l e g n a Ev

CARAS E NOMES

137


Popularidade O sorriso no rosto dos patoenses denota que o administrador se importa com a cidade. Prefeito presente, Zé Mário é o tipo de político que se senta para ouvir, conversar, questionar as necessidades de seu povo.

138 CARAS E NOMES


total

o i r á Zé M

Prefeito

CARAS E NOMES

139


HORA DE MOSTRAR O LINHAS DE OURO São João dos Patos é considerada a Capital do Bordado e para incentivar essa rica mão de obra, a prefeitura construiu e mantém com o pagamento de água e luz a Casa dos Bordados e construiu também o Centro de Artesanato que tem a função de Abrigar as pessoas no ramo de bordado como o apoio irrestrito do SEBRAE.

A SAÚDE COM SAÚDE A saúde de São João dos Patos ainda é um sonho a ser realizado, ainda tem muitas dificuldades, mas é visível a luta de Zé Mário para melhorar, logo foi aumentado o PSF, foi reformado e equipado o posto de saúde de Jatobá do Noleto, foram instalamos novos postos em povoados que não tinham, como é o caso de Malha da Areia e do Barro Branco.

EDUCAÇÃO Zé Mário não esconde a sua preocupação com a educação e entendo que, apesar da grande aprovação, continua inquieto, trabalhando, fazendo o dever de casa para alcançar o seu grande objetivo. Educação para todos.

COM MAIS QUALIDADE Objetivando uma melhorar qualidade de vida para os patoenses, Zé Mário inaugurou um Laboratório de Informática, a nova iluminação da avenida, a quadra poli-esportiva, a Praça do São Raimundo, o Matadouro Público Municipal, e está calçando e asfaltando várias ruas.“São pequenas partes de um trabalho que ainda está em desenvolvimento”.Afirma ele

140 CARAS E NOMES


O QUE FEZ

Minha prioridade como pessoa ĂŠ viver dignamente e honestamente e como prefeito ĂŠ realizar os sonhos de fazer o melhor pelo meu povo.

CARAS E NOMES

141


HORA DE MOSTRAR O A primeira ambulância do município foi um marco do primeiro ano de seu mandato. A criação e estruturação da Secretaria Municipal de Agricultura deu ao homem do campo a possibilidade de escoamento de sua produção, aumentando assim a economia e gerando mais qualidade de vida aos trabalhadores rurais. As secretarias de Saúde, Educação e de Assistência Social receberam reformas e novas acomodações. O projeto Recreando e Educando foi outra ação importante do governo Zé Mário e os jogos intercolegiais incentivam o esporte e oferecem uma atividade a mais para os alunos. A conclusão das obras do estádio municipal não poderia deixar de ser citada tamanha a sua importância para o crescimento da cidade. O farol da educação recebeu livros novos para incentivar a leitura e facilitar o aprendizado dos alunos. Os postos de saúde foram reformados e ampliados e as ruas da cidade calçadas e pavimentadas. O Centro de Atenção Psico Social (CAPS) e o programa Saúde Bucal foram marcantes para a área da saúde. Através do programa “Luz para todos”, o prefeito levou para muitos lugares energia elétrica e resolveu em muitos povoados a situação da falta d’água. A construção de casas populares realizou o sonho de dezenas de patoenses que puderam ter o seu lar e viver com sua família. O Centro de Referencia de Assistência Social (CRAS) e PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) também foram implantados no município depois da administração de Zé Mário. A reforma do terminal rodoviário e construção de praças deram novo aspecto para a cidade.

142 CARAS E NOMES


O QUE FEZ

CARAS E NOMES

143


ELEITO E REELEITO E PREM

O objetivo principal desse homem público enquanto prefeito de São João dos Patos é fazer com que o seu povo viva com mais dignidade e para isso não mede esforços para fazer com que as coisas aconteçam dentro do seu município. Sem se deixar intimidar pelas dificuldades, ele corre atrás de recursos e benefícios para implantar dentro da cidade e com isso tornou-se um dos melhores prefeitos do Estado do Maranhão em termos de aprovação. Como reconhecimento a esse trabalho, recebeu por duas vezes o selo UNICEF, de gestão e de prefeito empreendedor pelo Sebrae. Com toda essa bagagem, o prefeito Zé Mário se sente apto para continuar fazendo uma grande administração em São João dos Patos.

144 CARAS E NOMES


IADO COM O SELO UNICEF

CARAS E NOMES

145


s o n A

da capital dos bordados O mês de junho foi de muita festa em São João dos Patos. A prefeitura municipal, na pessoa do prefeito Zé Mário, junto com seus secretários, vereadores e todos os que compõem o governo, arregaçou as mangas e entregou à população obras de grande valor. Atrações, gincanas e muita diversão levaram milhares de patoenses a participar das comemorações em homenegem à cidade que é considerada a “Princesinha do Sertão”.

São João dos Patos - MA 146 CARAS E NOMES


Josテゥ Mテ。rio PREFEITO DE Sテグ JOテグ DOS PATOS CARAS E NOMES

147


Aconteceu com muito entusiasmo, na crescente cidade de São João dos Patos, a XI Exposertão, Exposição Agropecuária do Sertão. A festa aconteceu do dia 7 ao dia 13 de junho no Parque Municipal de Exposições Antônio Reinaldo Porto. Lotada de gente bonita, a XI Exposertão teve na sua abertura uma apoteótica cavalgada.

148 CARAS E NOMES


Prefeito

o i r á Zé M

Eu não preciso de muito, só quero o suficiente para poder ir e vir tranquilamente. CARAS E NOMES

149


São João

72 anos

to O hasteamen s do das bandeira nhão e Brasil, Mara pelo do município ário, prefeito Zé M Aricelle vice-prefeita Jardel. e o vereador unicípio O hino do m s entoado pelo do adolescentes eando e projeto Recr Educando.

eira dama ário e a prim M Zé to ei ef gelista Pr Gilvana Evan

150 CARAS E NOMES

Prefeito Zé M ário e vice prefeita Aricelle apaga a vela dos 72 anos do mun icípio


dos Patos com Ordem e Progresso

Prefeito Zé M ário e o vereador Jard el

CARAS E NOMES

151


São João dos Patos - MA

72 anos com a bênção de

IGREJA MATRIZ

152 CARAS E NOMES

O prefeito Zé Mario agradece a Deus pelos 72 anos de São João dos Patos

A vice-prefeita Aricelle, pefeito Zé Mário e a primeira-dama Gilvana Evangelista


Deus

Padre João Paulo celebra a missa

72 anos de emancipação política e social, uma missa foi celebrada pelo padre João Paulo, com as participações do prefeito Zé Mário, da primeiradama Gilvana Evangelista, da vice-prefeita Aricelle, dos vereadores, dos secretários e da população da cidade.

A vice-prefeita Aricelle agradece pelas bênçãos alcançadas.

CARAS E NOMES

153


MISS EXPOSERTテグ

o t i u m r a z e l e b m e a r Pa mais o evento

154 CARAS E NOMES


U

m dos pontos mais altos do grande evento foi a escolha da rainha Exposertão, onde houve uma grande participação de belas meninas representando as cidades de Sucupira do Norte, Sucupira do Riachão, Barão de Grajaú, Colinas, Pastos Bons e São João dos Patos, cidade mãe da vencedora. A rainha Exposertão recebeu das mãos do prefeito Zé Mário a chave da cidade, uma faixa, a coroa e uma premiação de R$ 2 mil.

SÃO JOÃO DOS PA TOS

SUCUPIRA

DO NORTE

Prefeitos: Enoque Mota (Pastos Bons), Zé Mário (São João dos Patos), Raimundo Silva (Barão do Grajaú), Marcone (Sucupira do Norte), Sebastião Pitó (Paraibano) e Lourival Leite (Sucupira do Riachão) com suas representantes do município 155 CARAS E NOMES


Visitantes ilustres

O vice-governador João Alberto ladeado pelos prefeitos Sebastião Pitó (Paraibano), Raimundo Silva (Barão do Grajaú), Zé Mário (São João dos Patos) e amigos. 156 CARAS E NOMES

Cidade polo do sertão,

São João dos Patos, durante a XI Exposertão, recebeu políticos do alto escalão do Estado, prefeitos de cidades vizinhas, muita gente bonita. Para acompanhar o ritmo do evento, o prefeito Zé Mário visitou cada barraca, cada bar, cada stand.


CARAS E NOMES

157


EXPOSERTÃO É MAIS QUE UMA FESTA

Com uma vasta programação, a XI Exposertão não foi só festa. Para a população, o órgão federal Senar ofereceu os cursos de tratorista, defumados e derivados de leite, e o Sesi realizou o curso de Cozinha Brasil. A Embrapa ministrou palestras sobre a implantação da miniusina de laticínios de São João dos Patos. Aconteceu, ainda, um leilão de Animais (gado de corte e leite, caprinos e ovinos).

158 CARAS E NOMES


E POR FALAR EM AGRICULTURA

Como parte da programação oficial, a XI Eposertão apresentou, na praça do Peixe, a 1ª Feira de Agricultura Familiar, e no Parque de Exposição o 2º Encontro da Agricultura Familiar, Torneio Leiteiro e curso de Dinâmica de Máquinas.

Zé Mário Prefeito de São João dos Patos - MA

CARAS E NOMES

159


. .. A T S E F A T I U M FESTA,

160 CARAS E NOMES

Zé Mário


Os artistas patoenses foram figuras marcantes nas noites de festa da cidade e vários gêneros, ritmos e estilos fizeram de São João dos Patos durante a XI Exposertão, a cidade mais visitada e mais festejada do sertão. Além de apresentações culturais, o trio Jota, Jotinha e Jotão, as duplas Johnatan e Jardel e Sirano e Sirino marcaram presença. Também se apresentaram Geovane dos Teclados, Valdir dos Teclados, Sertanejo Total Flex, Os Primos do Forró, Forró Remexe e Designer do Forró, deixando uma sensação de saudade e a certeza que ano que vem tem mais. E, como sempre, o prefeito dançou, cantou e encantou a população.

CARAS E NOMES

161


162 CARAS E NOMES


Zé Mário entrega obras na cidade que encanta o sertão maranhense

O

trabalho de José Mário à frente do Executivo municipal destaca-se como uma das melhores administrações que o município já teve, prova disso foram as obras que ele executou em parceria como governo estadual e que são de fundamental importância para o crescimento da cidade de São João dos Patos. A nova iluminação da avenida Presidente Médice, a quadra poliesportiva Olimpio Pereira de Sá, na rua Boa Vista, a pista de vaquejada, a Unidade de Saúde Básica Dr. Heron, no Bairro Olaria, praça Vicente Ribeiro Barros, no bairro Lavanderia, a unidade básica de saúde no povoado Jatobá, laboratório de informática também no povoado Jatobá e o matadouro municipal, dentre outras, foram as obras entregues e que mudaram a vida de milhares de patoenses. “Me sinto feliz em estar entregando essas obras hoje para a população, não foi fácil, mas com esforço e com vontade de trabalhar nós conseguimos executar essas grandes obras que ajudarão no crescimento do nosso município”, afirmou o prefeito Zé Mário.

São João dos Patos - MA CARAS E NOMES

163


Apoio e presenças A grande festa acontecida em São João dos Patos trouxe para a cidade prefeito das cidades vizinhas, o jovem Neto Evangelista, além de deputados como Tatá Milhomem e Gastão Vieira, que têm sido parceiro da administração municipal e têm caminhado junto com o prefeito José Mário para implantar novos investimentos na cidade de São João dos Patos. O prefeito de Barão de Grajaú, Raimundo Silva, estava também presente dando o seu apoio e falou da amizade e da admiração que tem pelo prefeito Zé Mário. “Eu fico feliz em saber que o Zé Mário está tendo todo esse cuidado com a população de São João dos Patos, com certeza ele é um grande administrador e está fazendo um excelente trabalho. Além de se importar com todos os seus munícipes, ele é também um grande amigo, que está sempre disposto a ajudar todos aqueles que precisam dele. Por isso eu sou parceiro dessa administração e sempre que faço alguma coisa eu me alio a Zé Mário para que possamos dividir nossas experiências e fazer o melhor para o nosso povo”, declarou. O vice-governador do Estado, João Alberto de Sousa, foi uma das presenças que prestigiaram a festa de comemoração dos 72 anos da cidade.

Deputado Tatá Milhomen e o prefeito Zé Mario O prefeito Zé Mario, a primeiradama Gilvana Evangelista e o seu filho Leonardo

Prefeito Zé Mário e sua filha Sanimara

164 CARAS E NOMES


“É uma grande satisfação está aqui hoje participando junto com o Zé Mário dessa grande festa, eu acredito que a população de São João dos Patos ganha muito com essa administração, pois o prefeito Zé Mário é um exemplo como administrador e como ser humano, um homem honesto e trabalhador, que faz as coisas com competência. Parabéns a São João dos Patos e Parabéns ao prefeito Zé Mário”. Além de todas essas presenças estavam prestigiando o evento os prefeito da cidade vizinha de Pastos Bons Enoque Mota, de Sucupira do Riachão Juvenal leite, de Sucupira do Norte Marconi entre outros que aproveitaram para curtir as atrações e se divertirem com a XI Exposertão.

CARAS E NOMES

165


a n a v l i G 166 CARAS E NOMES


ário

éM Z o t ei Pref

a t s i l e g n a v E PRIMEIRA-DAMA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL

São João dos Patos - MA CARAS E NOMES

167


A

voz delicada e serena, o rosto expressivo e convicto denotam a personalidade marcante da primeira-dama de São João dos Patos. Nascida no povoado Marago da Areia e filha de José Vicente e Paulina Evangelista, ela tem nove irmãos. Casada com o prefeito Zé Mário há 24 anos, Gilvana Evangelista é a imagem da mulher que defende e briga pelas causas sociais daqueles que compõem o seu município. Determinada e sagaz, ela vai à luta em prol dos direitos de seus munícipes. Desempenhando com afinco o cargo de secretária de Assistência Social, Gilvana demorou um pouco para se acostumar com as dificuldades que teria que passar, mas não desistiu, aceitou o desafio e hoje cuida com carinho de toda a população patoense. Filha dedicada, mãe coruja e esposa cuidadosa, ela divide as horas de seu tempo entre o lar, o marido, os filhos, a mãe e não dispensa uma boa conversa com os irmãos, por quem tem imenso carinho. Romântica, ela adora ouvir Fábio Júnior e se declara apaixonada pelo marido.

168 CARAS E NOMES


Eu o amo, ele é uma pessoa muito importante na minha vida. Apesar de todos esses anos juntos, a cada dia eu descubro uma coisa nova e especial na pessoa dele. Sou feliz porque sei que ele é uma pessoa honesta e trabalha em benefício da população de Pastos Bons. É maravilhoso ser sua companheira e eu quero estar com ele em todos os momentos.

SONHOS Mãe de filhos maravilhosos, Gilvana traz na alma o sonho de ver todos eles independentes e com uma excelente carreira profissional. O nascimento dos filhos foi o momento mais marcante da sua vida.

É muito gratificante para mim trabalhar com o povo de São João dos Patos, e meu objetivo é ver um sorriso no rosto das crianças e dos jovens daqui. Continuarei com meu trabalho para que a qualidade de vida melhore a cada dia.

Gilvana e seu filho Leandro

CARAS E NOMES

169


Aricelle Mar

Cuidando da

U

m currículo invejável e uma história de vida que caberia nas páginas de um livro anunciam a força de uma mulher que nasceu para vencer. De naturalidade pernambucana, mas com sangue de maranhense correndo nas veias, Aricelle Maria Lopes de Sá é a atual vice-prefeita de São João dos Patos. Os caminhos que ela trilhou antes de chegar ao município foram intensos e cheios de obstáculos. Filha de dona Ana Maria Lopes de Sá e do senhor Nilson Noleto de Sá, a farmacêutica, mãe de três filhos, é hoje a atual secretária de Saúde de São João dos Patos. Responsabilidade em dobro para uma simples mulher que perdeu o marido em um grave acidente e teve que começar novamente tudo o que construiu com ele. O médico e vice-prefeito Dr. Heron perdeu a vida, mas deixou para ela a missão de continuar com o trabalho desenvolvido por ele na cidade de São João dos Patos.

170 CARAS E NOMES


ria Lopes de Sá

a Saúde de São João dos Patos

CARAS E NOMES

171


Aricelle

O recomeço

Com o ideal de dar continuidade às atividades do marido, Aricelle resolveu continuar a parceria com o prefeito Zé Mário e juntos realizar um excelente trabalho em prol da população. Dedicação, entusiasmo e competência são armas usadas por Aricelle para oferecer o melhor para a população patoense. Envolvida pelo amor que tem pelo povo da cidade, ela não deixa de demonstrar o sentimento de carinho e afeto que a alia à vontade de trabalhar e oferecer a todos saúde pública de qualidade. 172 CARAS E NOMES


Vice-prefeita e secretária de Saúde de São João dos Patos -MA

Guerreira Ela não desiste daquilo que deseja para si e encontra na família a força necessária para seguir adiante. Sente-se segura por ter um companheiro que a apóia em todos os momentos e feliz por ser amada pelos filhos. Tem como exemplo o pai, que foi duas vezes prefeito da cidade e ajudou na estruturação do município.

O que mudou depois dela

Compromisso, respeito ao próximo e responsabilidade em desenvolver um bom trabalho fazem com que a saúde de São João dos Patos seja também uma referência na região. Aricelle traz em sua essência o desejo de fazer com que cada cidadão de sua cidade se alimente bem, seja bem atendido em um hospital e volte para casa satisfeito com aquilo que foi procurar para sua melhora. Para isso, os programas Saúde da Família e Saúde Bucal são de fundamental importância para a qualidade da higiene dos patoenses. Vários postos de saúde foram entregues à população e programas de incentivo à saúde estão sendo planejados para o melhor atendimento das pessoas que necessitam. Pediatras, obstetras, médicos cirurgiões, enfim... uma grande quantidade de médicos capacitados que atendem toda a população de São João dos Patos. “É um trabalho incansável, que apesar do muito que já foi feito ainda há muito para se realizar. Mas eu creio que até o final do governo Zé Mário muitas outras obras serão implantadas no nosso município e os patoenses só têm a ganhar com essa administração”, afirma Aricelle.

Lado a lado

De mãos dadas com a administração, ela não nega que tem uma profunda admiração pelo trabalho elogiável que o prefeito Zé Mário faz em São João dos Patos. Certa de querer continuar trabalhando em prol dos interesses desse povo, ela anda de mãos dadas com a administração municipal e entende que somente um grupo unido é capaz de fazer muito mais. O sonho que começou a ser traçado ao assumir o cargo do Dr. Heron agora toma novos rumos e Aricelle pretende realizar vôos mais altos e deseja também ser a sucessora de Zé Mário e continuar o trabalho excelente à frente do Executivo municipal.

CARAS E NOMES

173


Cultura Marquinhos Bill “As coisas que sonhei” Artista dos mais conceituados no Estado Maranhão, Antonio Marcos Ferreira Amorim, ou mais popularmente conhecido Marquinhos Bill, nasceu em São Luís. Influenciado pelos artistas da época e com o apoio da mãe, Maria José Ferreira, ele começou uma carreira de sucesso na música popular maranhense. Integrou bandas nacionais como Banda Tropical (de Jumbo), banda Peso, Circuito Musical do Rio Grande do Norte e finalmente a Banda Reprise, onde ficou por sete anos, partindo para a carreira solo chegando então a gravar quatro CDs. É com toda essa bagagem musical que Marquinhos Bill apresenta agora ao público maranhense o seu primeiro DVD. Entitulado “As coisas que sonhei”, o cantor e compositor maranhense colocou no DVD toda a sua emoção e interpretou grandes nomes da Música Popular Brasileira como Rosana, Sandra de Sá, Roupa Nova, entre outros. Com previsão para ser lançado ainda este ano, o DVD é o resultado de muito trabalho e é também a realização dos sonhos do cantor que chega em 2010 aos 25 anos de carreira. Gravado na Batuque Brasil, aqui mesmo na capital maranhense. “As coisas que sonhei” promete envolver os apreciadores da boa música e embalar o coração dos apaixonados.

“O CANTO DA EMA - A CANJA” Fantástica, essa é a palavra para expressar a ideia do cantor, compositor, poeta, empresário e, acima de tudo, grande empreendedor Paulo Piratta. Proprietário do bar e casa de show “O CANTO DA EMA”, que fica no populoso bairro Maiobão, ele inovou e colocou no mercado o primeiro CD maranhense que leva o nome da casa e com artistas que cantam na casa. Conhecida como “A CANJA”, o sarau das sextas feiras reúne um grande número de cantores, compositores, poetas e artistas de outras áreas que cantam no palco do Canto da Ema para uma platéia frenética. Além do próprio Paulo Piratta, partcipam do CD “O CANTO DA EMA – A CANJA”, compondo ou cantando artistas como Kosta Netto, Kit Cavalcante, Daffé, Paul Getty, Elizeu Cardoso, Emanuel Nascimento, Herbert Luz, Fernando Atalaia, Mano Borges, Zé Lopes, Garrincha, Jô Santos, Adelson, Jr. Moreira, Edvaldo Santos, Carlos Roots, Celso Reis, Tutuca, Ecleudo Costa, Chico Viola, Santiago e Lukas Pop. O CD traz no seu repertório, canções de bom gosto e em vários ritmos, o que prova que a música produzida no Maranhão está pronta pra ganhar o mundo. O CD está à venda ao preço de R$ 10,00 pelo fone (98) 8858-0825.

“XOTES E TOADAS” Com um repertório marcante e belas canções, chega no mercado maranhense o CD “XOTES E TOADAS” dos cantores Alysson Ribeiro e Manuel Baião de Dois. A dupla, que já vem se apresentando em palcos na capital e no interior do Estado, nos carnavais e nas festas juninas, resolveu mostrar em CD o que é que o maranhense tem e as toadas, os xotes, as quadrilhas e os forrós que compõem o maravilhoso CD são de altíssima qualidade. Os dois, além de grandes compositores, são ótimos intérpretes, ambos com passagem em festivais de música. Além de trabalhos autorais, a dupla cantou canções de outros autores como Zé Lopes, Nonato Matos, Brandinho, Cris Campos, Jorge Bolinha, Eulálio Figueiredo, Davi Boás, Luis Moraes e Artur Ribeiro. Contou ainda com a luxuosa participação da cantora e contrabaixista Melannie Carolina que interpreta “Xote do benzinho”. O CD se encontra à venda ao preço de R$ 10,00 pelos fones (98) 8824-8109 e (98) 9969 – 4440. 174 CARAS E NOMES


Lindoracy Santos em Soirée Festiva é ladeada por Salomão Duarte com o troféu Palma de Babaçu

E

m uma noite espetacular, um glamuroso evento foi realizado no clube Vanguard em Bacabal com a entrega do troféu Palma de Babaçu capitaneado por Salomão Duarte, que laureou inúmeras personalidades do mundo político, social, empresarial e jornalístico, enfim inúmeras áreas que contribuem com o desenvolvimento maranhense. Cerca de oitocentos convidados prestigiam o belo e importante evento em uma festa marcada por emoção que também celebrou 10 anos de Salomão Duarte, como um dos grandes homens que preservam a empreitada de Jornalista Lindoracy Santos mostrar quem fortalece Bacabal, o Maranhão e o Brasil. Dentre o batalhão de personalidades, quem pontificou com muita beleza, charme e elegância foram as educadoras Rose Mary So-

SOCIAL DE BACABAL

ares Ribeiro, Maria José Aguiar Mendes, Lindoracy Santos que também foi homenageada por seu trabalho de jornalismo fotográfico e à frente do Jornal O Estadão, e o site www. oestadaojornal.com.br. A night personalities a receber no carpet red, por seus brilhantes trabalhos legado que está no seu DNA por conta do ícone do jornalismo maranhense, o jornalista Pedro Santos, seu saudoso pai que no congresso de jornalistas e radialistas do Norte/Nordeste, no ano passado, também foi laureado in memorian. Ao lado do seu amado Arouche (investigador classe especial) e de muitos amigos Lindoracy Santos externou sua felicidade pelo momento, e dividiu o prêmio com todos aqueles que acreditaram que a comunicação é um grande elo para fortalecer os laços entre todos os povos, pontuou também que Salomão Duarte dá um toque especial de demonstração dos trabalhos daqueles que conquistam, lutam e, portanto, são vencedores. A SOIRÉE foi só alegria

Lindoracy Santos e Arouche com Salomão Duarte e esposa e Rose Mary, Maria José Aguiar e as miss

Lindoracy Santos com as miss e Salomão Duarte

Lindoracy Santos e esposo Arouche

Lindoracy Santos e as miss CARAS E NOMES

175


Aluízio Duarte

O O grande grande anfitrião anfitrião

de de Lagoa do do Mato0-MA Mato - MA

176 CARAS E NOMES

P

rimeiro prefeito da cidade de Lagoa do Mato, Aluízio Coelho Duarte é prefeito pela terceira vez no município. Filho de José Pereira Duarte e de Januária Coelho Duarte, casado com Maria Helena, pai de sete filhos e avô de três netos, o jovem senhor mostrou logo cedo que veio para esse mundo para fazer algo mais que apenas viver.


Como tudo começou Uma carreira política bastante promissora começou quando ele tinha apenas 30 anos de idade. No ano de 1977 candidatou-se e foi eleito vereador na atual cidade vizinha de Passagem Franca. Tendo sido por três eleições presidente da Câmara Municipal, exercendo ainda o cargo de secretário de Obras do governo Valderês. Todas essas experiências na vida pública o capacitaram para chegar ao Executivo municipal e no ano de 1997 iniciou sua luta em prol do recém-criado Lagoa do Mato, que até então pertencia ao município de Passagem Franca. Uma trajetória longa, cheia de altos e baixos, marcou a história da cidade. Inicialmente seu território era considerado uma propriedade privada, isso fez com que as dificuldades encontradas por Aluízio fossem maiores. Com muita garra, determinação e vontade de vencer, o ex-garimpeiro conseguiu aos poucos escrever uma nova história para Lagoa do Mato.

Resultados Atualmente sente orgulho de dizer que a cidade está em pleno desenvolvimento, em três mandatos passados no município as mudanças são notórias e constantes. Os índices de aprovação revelam que o trabalho está dando certo e a qualidade educacional no município ganha destaque nacional. Segundo o MEC (Ministério da Educação e Cultura), o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacional), o município cresce cerca de 4% ao ano em termos educacionais. Prova real de que o trabalho do prefeito Aluízio Duarte em parceria com todos aqueles que compõem o seu governo está dando resultados. “Enquanto eu vida tiver, farei tudo o que for possível para que a minha cidade prospere tanto física quanto economicamente. Mesmo depois que o meu mandato passar, trabalharei enquanto cidadão para que juntos realizemos todos os nossos sonhos”, desabafa Aluízio. direito na , seu braço io íp ic n u m o e da sua plantados n Seguro de si mesmo im m re e s bém a municipal. prefeito tam o o ã o ç d a ja tr o is rr a in adm com ar, o de transform rno do Estado, que tem e capacidade v o g o apoio do ey. agradece a seana Sarn o R ra o d a rn e líder a gov

Parcerias ce a io reconhe íz lu A , o ã d grati seu sude amor e uíram para ib tr n o Com olhar c e u dos fisq da esposa, dos aquele to io o e p d a a O d rto, r. aju ministrado o Mauro Po d it a fe o re m -p o x c e cesso ecial do recursos is e em esp busca por lhos, dos pa eus fortes aliados na es que é um d

Sonhos Mesmo ciente de suas realizações, Aluízio sabe que ainda há muito para ser feito. Traz na alma o sonho de ver seu município crescer em qualidade de vida e que seja uma cidade em que todos convivam harmonicamente. Amante de futebol, ele ainda se sente realizado em cuidar do seu gado,

como fazia antes de ser prefeito e considera como fato mais marcante o momento de seu casamento com a empresária Maria Helena. Sonhos e recordações de um homem que aprendeu a conquistar tudo com esforço e perseverança e que traz todas as qualidades de um grande administrador.

CARAS E NOMES

177


o ã h n a Mar

um monumento para a eternidade

A

cidade velha de Pastos Bons, fundada por jesuítas, é um celeiro de cultura e história. Aqui morou coronéis, políticos influentes e famílias tradicionais, parte da história dessa região. A coluna de Luís Carlos Prestes, revolucionário comunista, também procurou abrigo nessa cidade numa residência onde habitavam religiosos da época.

178 CARAS E NOMES


Revitalização

N

a administração Enoque Mota o Centro Histórico está sendo completamente revitalizado com reformas de prédios, calçamento de ruas, limpeza das praças e avenidas do Centro. Vários prédios históricos voltaram a funcionar como a Escola Dr. José Neina, a 1ª do município, onde funciona um centro tecnológico com os laboratorios de física, química, matemática, biologia e informática, sendo um dos mais modernos do médio sertão em pleno Centro Histórico. Na antiga prefeitura, que abrigou inúmeros administradores da história de Pastos Bons, hoje funciona a Academia de Letras, História e Ecologia da região integrada do médio sertão maranhense.

“Segundo o prefeito Enoque Mota, essa divisão de cidade nova e velha ficou no passado. Hoje Pastos Bons é uma só, unificada em todos os sentidos.”  

Enoque Mota PREFEITO DE PASTOS BONS E PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DO MÉDIO SERTÃO MARANHENSE

CARAS E NOMES

179


180 CARAS E NOMES


Heranรงa de um passado glorioso, presente de uma terra forte. CARAS E NOMES

181


pRÉDIOS HISTÓRICOS REVITALIZADOS

Primeiros donos de terras Apartir de 1674 foram formadas as primeiras sesmarias na região dos Pastos Bons, à esquerda do rio Parnaíba e algumas até a margem do Itapecuru. Seus proprietários eram familiares ou sócios da Casa da Torre (Bahia). No período de 1743 e 1747 foi criada a freguesia se São Bento das Balsas de Pastos Bons, que passou ter autoridade eclesiástica, civis, com atribuições jurídicas, fiscais, policiais, entre outras.


A equipe da revista CARAS E NOMES rascunha séculos de história e descobre um lugar que foi o centro de um movimento separatista que objetivou a criação de uma república contra os interesses da Coroa portuguesa. Conheça o berço da luta pela divisão do Maranhão por um povo guerreiro num sertão místico.

Primeiros progressos No ano de 1767 Pastos Bons recebe pela 1ª vez um governador Maranhense, o capitão general Joaquim de Melo e Povoas, um governante ao rei José I e ao marquês de Pombal. Nesse período apareceram os primeiros progresso como a abertura de uma estrada real ligando os sertões dos Pastos Bons à baixada Oriental através dos Matões e Aldeias Altas (1750-60). Em 28 de julho de 1770 a freguesia é levada à categoria de Vila Pastos Bons. Em 1820, Pastos Bons recebe autonomia político administrativa e é criado município por alvará do rei João VI, em 29 de janeiro.

Tempos de Rebeldia Depois do grito do Ipiranga em 7 de setembro de 1822, Pastos Bons encontra-se num progresso de mudança político social. Nesse período ocorre manifestações de rebeldia com vários levantes, muitas delas com tons revolucionários como o planfletarismo de 1828 e a Revolução Balaiense nos anos de 1838-41. Em 250 anos de vida oficial Pastos Bons perdeu muitas terras com a criação de novas municipalidades e comarcas e sua comarca foi mais uma vez mudada de sede. CARAS E NOMES

183


PASTOS BONS - MA

Um paraíso em

A região foi tomada por criadores de gado vindos principalmente da Bahia e Pernambuco. O dia e o mês do ano em que isso aconteceu se perderam nas páginas da história não registrada. Com a chegada dos colonizadores na metade do século XVII essa gente nativa foi quase totalmente dizimada. Em nome do progresso suas terras foram tomadas, suas águas e tudo que significava essência da vida também. 184 CARAS E NOMES


pleno sertão

Amanjós, timbiras, acróas, “gentios” habitavam lugar de beleza exuberante, onde a natureza se mostrava generosa em todos os sentidos, construindo um paraíso entre matas, rios e homens.

CARAS E NOMES

185


Prefeito

Enoque Mota 186 CARAS E NOMES


Pastos Bons de hoje São 246 anos de uma história rica em acontecimentos

impossíveis de relatar em páginas de revista. Das Chapadas do Alto Itapecuru nasceu uma terra com imensidão verde dos campos bom para pastagens, daí o nome Pastos Bons. Às margens da BR-316, o município de 18 mil habitantes tem um grande fluxo de carretas transportando grãos de Balsas para o sudeste do país. A população é predominantemente religiosa e tem no padroeiro São Bento sua maior expressão de fé. Administrada pela segunda vez pelo prefeito Enoque Mota, Pastos Bons é modelo de desenvolvimento e quem visita a cidade se encanta com a riqueza cultural e histórica do lugar e com a simplicidade do seu povo. O turista apreciar um fim de tarde com por do sol poético e bucólico. Pastos Bons é de fato uma terra abençoada.

CARAS E NOMES

187


ENOQUE, UM HISTORIADOR DO NOSSO TEMPO Admirado até pelos opositores, falado bem até por quem não vota nele, homem de vida simples, sem vaidades aparentes (só a política), amante de sua cidade, incentivador da cultura, futurista, mas com o pé no presente. Isso é um pouco de Enoque Mota, prefeito da cidade de Pastos Bons. Conversando em sua terra com a equipe da revista CARAS E NOMES, ele, em suas palavras, se mistura com o povo, com os seus comandados e responde às perguntas, na maioria das vezes na primeira pessoa do plural, dividindo assim, com muita humildade e habilidade, a responsabilidade, ou melhor, o sucesso de sua administração, com os que lhe cercam. Enoque é homem de ação, não é de frases elaboradas, mas de respostas contundentes, não fica em cima do muro, é convicto. Ele nos fala de política com propriedade, de administração com experiência, da família com amor, de sua cidade com orgulho. Deleite-se com essa conversa franca, que foi muito mais que uma entrevista, digamos assim... leia uma história de um contador de nosso tempo. 188 CARAS E NOMES


CARAS E NOMES O senhor é neto de uma das

primeiras moradoras de Pastos Bons, filho de exprefeito, filho de Pastos Bons. Como o senhor se sente tendo esse índice de aprovação e um grande canteiro de obras já na sua reeleição? Enoque – Nosso sentimento é de alegria e felicidade em poder fazer tudo isso por Pastos Bons. Nós que tivemos a felicidade de estar no segundo mandato, outorgado pela população, não podia ser diferente e o resultado desses números de aprovação é o resultado do trabalho.

CARAS E NOMES Quando assumiu a prefeitura, como o senhor encontrou a cidade? Enoque – Quem conheceu Pastos Bons há seis anos atrás e olha como está agora, percebe logo a diferença, eu não preciso falar, as pessoas só precisam vir aqui, observar e ver o que tem acontecido na nossa administração. É uma administração que tem trabalhado em todas as áreas, na saúde, educação, no social, na agricultura, no esporte, no lazer, na cultura, tudo isso reflete no nosso alto índice de aprovação. CARAS E NOMES Na entrada da cidade tem uma placa com o seguinte dizer: “Obrigado prefeito Enoque pelo amor que o senhor tem pela cidade de Pastos Bons”. O que isso representa? Enoque – Eu fico bastante feliz em saber que as pessoas estão gostando do nosso mandato. Nós que tivemos agora dez dias de festejo, o festejo tradicional de São Bento, e eu no discurso do aniversário da cidade dizia da minha felicidade de estar sempre sendo parabenizado pelos filhos de Pastos Bons que aqui vem. É tão bom ouvir isso das pessoas. CARAS E NOMES Logo que o senhor assumiu, uma

das suas primeiras providências foi em relação à saúde? Enoque – Quando eu assumi o município de Pastos Bons não tinha hospital, o que tinha era uma clínica particular de propriedade do ex-prefeito e logo que ele perdeu a eleição tomou a decisão de fechá-la, era credenciada no Estado e ele pediu o descredenciamento, deixando a população sem assistência, daí procuramos uma parceria com o governador do Estado, na época, José Reinaldo Tavares, e a secretária de Saúde, Helena Duailibe, que prontamente nos atenderam e hoje temos funcionando e totalmente equipado um hospital municipal com trinta leitos, com excelentes profissionais, um hospital que não deixa nada a desejar aos hospitais da região. Agora nossa saúde é de excelente qualidade.

CARAS E NOMES O que mais foi feito pela saúde? Enoque – Fizemos seis unidades básicas de saúde nos principais povoados do município, todas padronizadas, recuperamos as unidades de saúde existentes, conseguimos adquirir duas ambulâncias para o município, implantamos todos os programas de saúde quando somente o da Saúde da Família funcionava, hoje nós temos sete equipes funcionando. A Saúde Bucal só funcionava uma equipe e hoje temos seis. Tudo que pudemos fazer na área da saúde foi feito, dentre outras que nao podemos enumerar em uma entrevista. CARAS E NOMES Depois da saúde, o que veio na sua

lista de prioridades? Enoque – Claro que todas as áreas precisavam de cuidado, mas partimos logo para a infraestrutura com calçamento de ruas, asfaltamento, construção de 150 casas populares e construção de praças.

CARAS E NOMES Quais os grandes projetos que estão em andamento? Enoque – Estamos construindo mais 80 casas populares e na educação reformamos e ampliamos todas as escolas e estamos construindo uma grande creche. Pela primeira vez Pastos Bons vai ter uma creche própria, pois as que têm por aqui funcionam em casas alugadas. CARAS E NOMES Sabemos que a dificuldade é a tônica de todos os prefeitos, mas Pastos Bons tem um diferencial. Como o senhor consegue driblar essa crise? Enoque – Quando assumimos o município, sabíamos

das dificuldades, então implantamos um calendário de prioridades e fomos executando como a questão da limpeza pública, a questão das obras, a questão de manter o pagamento em dia, de manter o município em ordem. Então nós fizemos uma programação, sabíamos que o recurso era aquele, por isso nos programamos para usar da forma correta.

CARAS E NOMES O que foi mais difícil?

Enoque – Nós passamos por muitas dificuldades

com o Fundo de Participação dos Municípios - FPM, os repasses constitucionais foram baixados, mas nós, graças a Deus, conseguimos manter o município em ordem, nunca atrasamos o funcionalismo público, sempre mantemos o pagamento em dia, a cidade limpa, os nossos fornecedores. É, de certa forma, um esforço, pois a gente faz sem poder, mas fazemos, pois gostamos CARAS E NOMES

189


PAI E FILHO O prefeito Enoque Mota e o ex-prefeito de Pastos Bons, Luis Mota

de Pastos Bons, amamos a nossa cidade.

CARAS E NOMES Que incentivo o senhor vem dando ao produtor rural, aquele que mora lá na zonal rural e que cultiva praticamente para sua subsistência? Enoque – Os nossos pequenos agricultores têm recebido um apoio especial da prefeitura, nós temos dois tratores aqui no município que servem a eles, para cortar suas terras, na hora da colheita a prefeitura apóia na escoação da produção e nós estamos adquirindo mais dois tratores, num total de quatro, para melhorar ainda mais a vida de nossos agricultores. CARAS E NOMES Aqui no seu município funciona

como uma grande família. O senhor disputou e ganhou a eleição de um grupo que administrava e tinha uma boa aprovação. Em algum momento o senhor teve medo de não fazer um trabalho igual? Enoque - A responsabilidade que assumimos durante a campanha foi de dar continuidade ao trabalho, 190 CARAS E NOMES

pois era consciente de que estava disputando uma eleição com um candidato que realmente fez a sua parte por Pastos Bons, um administrador equilibrado, que pagava o funcionalismo em dia, e fizemos uma campanha mostrando para a população que queríamos uma oportunidade de trabalhar por Pastos Bons. O diferencial é que fizemos mais e essa cidade não pode mais ter um administrador que não faça os que os outros fizeram, meu pai foi prefeito e fez a sua parte, o ex-prefeito fez a sua parte e nós estamos fazendo a nossa. Espero que o próximo administrador possa dar continuidade ao nosso trabalho.

CARAS E NOMES O que o senhor chamaria de o

grande marco da sua administração? Enoque – O que chamaria de grande marco, com certeza, é o trabalho que fizemos pela saúde. Hoje a população está segura de que qualquer prefeito que venha não vai mais sofrer as conseqüências de não ter um hospital. Pastos Bons é uma cidade que completou


246 anos e não poderia deixar o povo refém da saúde particular, então a nossa saúde hoje é de qualidade e totalmente municipalizada.

CARAS E NOMES Qual o momento mais difícil? Enoque – Foi quando assumimos o município e

não encontramos o hospital funcionando. Tivemos que alugar uma casa e improvisar um minihospital e ter que levar nossos doentes pra São João dos Patos, Teresina e Floriano. Era um grande sufoco, mas quando entregamos o hospital para a população, foi um alívio, pois deixamos todos seguros de que, quando precisassem, teriam pra onde ir.

CARAS E NOMES Sabemos que o senhor carrega nas veias o sangue político da sua família, mas antes de ser prefeito foi assessor parlamentar e descobriu o caminho das pedras. O senhor acha que foi essa experiência que lhe levou a ser o grande administrador que é, reconhecido não só no sertão maranhense mas em todo o Estado? Enoque – A minha vida política começou na infância, meu pai era prefeito e eu gostava da coisa. Quando ele ia às secretarias em São Luis, eu sempre estava ao seu lado e fui aprendendo. Mais na frente ele foi prefeito pela segunda vez e eu já estava adulto, com 22 anos. Ele me nomeou secretário de Administração e foi aí que eu aprendi o caminho das pedras, comecei a ir a São Luis, a Brasília e conhecer realmente a política, ver como é que se fazia a administração municipal, como se conseguia as verbas, os recursos e foi aí que adquiri experiência. CARAS E NOMES Nesse período, com quem mais o senhor trabalhou? Enoque – Meu pai ficou fora da prefeitura por oito anos, durante a administração de Antônio Elizabeth, mas continuamos assessorando o prefeito, depois assessoramos o deputado Tatá Milhomem na Assembleia Legislativa, depois trabalhamos no gabinete da Presidência com o deputado Manoel Ribeiro e isso nos trouxe experiência para que nós pudéssemos fazer esse grande trabalho pelo bem de Pastos Bons. CARAS E NOMES Fale-nos mais de sua experiência! Enoque – Além da nossa experiência, temos tido

muita sorte, recebido bastante recursos. O governo estadual tem sido nosso parceiro tanto no governo Zé Reinaldo, como no de Jackson Lago e agora no de Roseana. Nossa credibilidade na aquisição tem sido muito boa, pois estamos aplicando satisfatoriamente os recursos e isso dá muita credibilidade ao prefeito Enoque.

CARAS E NOMES Toda vez que visitamos a sua cidade, vemos coisas novas. Enumere algumas. Enoque – Se pudéssemos fazer um relato do que foi feito nesses seis anos tomaria muito tempo, mas posso falar que construímos um parque municipal de vaquejada, um terminal rodoviário, uma praça de eventos, seis postos de saúde, perfuramos 38 poços artesianos levando água de qualidade para mais de 2 mil famílias, nós fizemos as estradas vicinais do município, dez quilômetros de calçamento e cinco quilômetros de asfalto na sede, nos bairros e nos povoados de Santa Fé e Campo Agrícola. Estamos concluindo um novo matadouro público, fizemos a Praça de São Bento, que recebeu a estátua do padroeiro, construímos o prédio da Secretaria Municipal de Saúde, adquirimos um novo veículo para o gabinete da prefeitura, adquirimos duas ambulâncias, compramos carro para a Secretaria de Educação, estamos adquirindo um ônibus escolar, já temos 150 casas populares e estamos instalando em torno de 900 módulos sanitários, 500 na sede e 400 na zona rural. CARAS E NOMES Quais os lugares que foram beneficiados com os módulos sanitários? Enoque – Esses módulos sanitários programados serão instalados na sede e em todos os povoados. Nos povoados Santa Fé, Mosquito, Campo Agrícola e Várzea do Meio, todas as casas foram beneficiadas. Estamos começando a implantação dos módulos nos povoados Anajás, Orozime e Roçado, acredito que até o fim do meu mandato todos os povoados, todas as casas terão o seu banheiro e o seu sanitário. CARAS E NOMES Com esse trabalho, essa força de vontade, esse tino para o progresso, esse sucesso, onde o senhor pretende chegar? Enoque – Eu sou político, filho de político, meu pai foi prefeito de dois mandatos, conseguimos eleger nosso sucessor por duas vezes e eu já estou no segundo mandato e sou presidente da Associação dos Prefeitos do Médio Sertão. Se Deus quiser, com a ajuda do povo, eu pretendo chegar à Assembleia Legislativa do Estado. CARAS E NOMES O seu índice de aprovação tem

o lado bom e o lado ruim: o lado bom é que quem o senhor colocar ganha, e o ruim é que todo mundo quer que o senhor apresente. Como o senhor vai conduzir essa situação? Enoque – Essa questão de apresentar candidatos é uma coisa muito difícil no momento, pois temos bons candidatos, temos bons nomes, temos boas pessoas no CARAS E NOMES

191


aqui do médio sertão.

CARAS E NOMES E a Pastos Bons antiga?

Enoque – Não existe mais, agora Pastos Bons é uma

só, acabou aquela divisão, nós cuidamos dela como um todo, não a tratamos diferenciada. Conseguimos a simpatia dos antigos moradores e agora, quando fazem a pesquisa, o nosso nome é bem aprovado, isso por conta do nosso trabalho, que valoriza a todos.

O deputado federal Pedro Fernandes e o prefeito de Pastos Bons, Enoque Mota

nosso grupo, que é um grupo unido. Iremos escolher o melhor candidato, espero que o povo entenda o nome escolhido, espero que aquele do grupo, que não for escolhido, possa entender, e isso é uma decisão que vai ser tomada através de pesquisas. Vamos colocar o nome dos candidatos para a população e aquele que tiver a melhor condição vai ser o meu sucessor, pois eu não tenho pretensão de tirar candidato do bolso. Eu quero o nosso grupo unido para apoiar o escolhido.

CARAS E NOMES Nessa história de sucessão tem sempre descontentamento, tem sempre o famoso “racha”, é preciso ter sangue e cabeça fria. Como o senhor está se preparando para isso? Enoque – Nós sabemos que a escolha de um sucessor nesse momento pode causar racha no grupo, mas nós estamos conscientes que vamos escolher o melhor. Não vou fazer nada para que aconteça esse rompimento, vou jogar limpo, vou ser claro com os meus amigos e espero que a população entenda que o escolhido é aquele que ela. CARAS E NOMES Qual a fotografia que o senhor tem hoje de Pastos Bons? Enoque – Pastos Bons é uma cidade antiga. Tudo começou lá no Centro Histórico, lugar que estamos cuidando muito bem. Quando assumimos, encontramos no mais completo abandono, hoje está revitalizado, recuperamos as praças, limpamos as ruas, fizemos calçamento, os prédios históricos que estavam fechado hoje estão em funcionamento. Pegamos a Escola Dr. José Neiva, que foi a primeira de Pastos Bons e estava abandonada, caída e recuperamos. Montamos um centro tecnológico com cinco laboratórios: química, física, biologia, matemática e informática. É o centro tecnológico mais moderno 192 CARAS E NOMES

CARAS E NOMES Falando em bairro. O Poeirão não é mais Poeirão? Enoque – Quando assumi a prefeitura em 1985 o bairro era Poeirão, hoje já fizemos, entre asfalto e calçamento, cerca de seis quilômetros de beneficiamento. O nome continua, mas um amigo meu, Irmão Jacinto, da igreja Assembleia de Deus, pediu que mandássemos um projeto para a Câmara Municipal para mudar o nome de bairro Poeirão para bairro Nova Jerusalém. CARAS E NOMES Vendo que a cidade está com uma cara nova, respirando um novo ar, isso pelas obras feitas e muitas recuperadas. Fale-nos mais! Enoque – Recuperamos o prédio da antiga prefeitura e doamos para a Academia de Letras, História e Ecologia Integrada da Região Integrada do Médio Sertão Maranhense. Hoje, Pastos Bons pode dizer que é uma cidade muito cultural. Nós temos uma academia que tem sessão todos os meses com lançamento de jornais. Não sou membro da academia, mas dou o meu apoio e faço a minha parte. Espero que no futuro possa ser convidado para participar.


Isabela, Vera Lúcia, Enoque e Raiza Mota CARAS E NOMES Conte-nos dos novos projetos,

entre eles o da grande avenida! Enoque – Nós temos vários projetos que na minha expectativa podem ser realizados. Estamos construindo uma avenida que dá acesso ao Rio Balceiro, onde está sendo feita uma barragem. Já fizemos a parede e essa obra está orçada em 2 milhões de reais, com isso estamos dotando Pastos Bons com uma excelente área de lazer que contempla uma avenida de acesso, uma avenida contornando a barragem, uma área com bares, restaurantes e churrascaria. Estamos projetando o asfaltamento do anel viário que dá acesso à cidade de Nova Yorque entrando no Campo do Aristeu até o bairro Fazendinha.

CARAS E NOMES Com essa infraestrutura, como vai o turismo? Enoque – Pastos Bons, hoje, tem tudo, mas ainda não tem uma área de lazer com banho. Nós daqui, quando queremos nos divertir, temos que ir até Nova Yorque, que fica a 16 quilômetros daqui, para tomarmos um banho de rio. Agora, com a barragem do Rio Balceiro, Pastos Bons está ganhando a sua própria área de lazer,

e nosso sonho é entregar essa obra para a população até o final de 2010.

CARAS E NOMES Quem é Enoque Mota, esse

homem, esse empreendedor, esse prefeito tão querido? Enoque – Enoque Mota é essa pessoa que todo mundo conhece, simples, sem vaidade, que gosta do que faz, ama Pastos Bons e todo mundo sabe desse amor e eu retribuo isso à cidade e ao povo de forma carinhosa e com tanto gosto, porque esse povo realizou o meu sonho de ser prefeito e graças a Deus eu venho fazendo uma administração que esse povo tem aprovado.

CARAS E NOMES Qual a lembrança mais forte da sua infância ou adolescência? Enoque - Quando eu puxava carrinho de linha e nas campanhas políticas eu já colocava nele um papelzinho “ENOQUE PREFEITO”. Um dia esse sonho foi realizado! CARAS E NOMES A figura do seu pai e da sua mãe, o

que representa?

CARAS E NOMES

193


se apresentou o cantor gospel Jacimário, tendo em vista que houve dez dias de festa para os católicos.

CARAS E NOMES Esta região tem uma grande

tradição em vaquejada. Aqui em Pastos Bons, qual é a edição? Enoque – Estamos realizando a segunda vaquejada e para agradar o público trouxemos as atrações Jonathans e Jardel, Cirano e Cirino, Desejo de Menina e Forró Cristal.

CARAS E NOMES Esses eventos estão superando as sua expectativas? Enoque – Olha, Pastos Bons não tinha tradição em vaquejada, a cidade de Paraibano já faz a sua 25ª vaquejada, essa é a festa tradicional de lá. Pastos Bons começa a entrar no circuito e essa segunda edição foi um sucesso, pois contou com a participação de muitos vaqueiros, a população da cidade participou e muitos não vieram para a festa do padroeiro para virem para a vaquejada. Essa festa já está se tornando grande. CARAS E NOMES Faça uma análise do atual momento político estadual e municipal? Enoque – O momento político do Estado é muito especial, pois estão bem aí as eleições para escolhermos os nossos senadores, deputados e governador, e eu estou dando o meu apoio à governadora Roseana Sarney, que tem feito um bom trabalho pelo Maranhão. É uma eleição preocupante, já que a nossa governadora está saindo de um processo diferente, pois foi um mandato com dois governos diferentes. É preciso ter muita cautela, fazer muita análise. A governadora lidera as pesquisas, mas é preciso trabalhar, pois precisa fazer os senadores e a maioria na Câmara. Enoque – A figura deles é tudo pra mim, eles me apoiaram nesse projeto e são a minha vida.

CARAS E NOMES Pastos Bons completou mais um

ano, fale-nos da festa, desta grande comemoração! Enoque – Pastos Bons completou, no dia 28 de julho, 246 anos de vida, nós assumimos o município em 2005 e começamos a fazer a festa, coisa que não acontecia. Sempre fizemos o evento com inauguração de obras e com programações culturais. Este ano tivemos antes o festejo de São Bento que foi do dia 15 ao dia 25, depois emendou com o aniversário da cidade com uma grande programação. Não inauguramos obras, apenas entregamos, por se tratar de ano eleitoral e nossos deputados não poderiam se fazer presentes. Na noite 194 CARAS E NOMES

Tiago e o prefeito Enoque Mota


participar do pré Jems com cerca de 90 atletas. Adquirimos 500 pares de chuteiras, 180 pares de tênis, bolas, tudo para o melhor dos atletas de Pastos Bons.

CARAS E NOMES No município, o senhor pretende transformar sua aprovação em votos para seus deputados? Enoque – Nós temos aqui o Tatá Milhomem, nosso deputado estadual, e o Pedro Fernandes, nosso deputado federal. Nossa governadora Roseana Sarney, o senador Lobão e o senador José Reinaldo Tavares.

CARAS E NOMES E o selo UNICEF?

CARAS E NOMES Sabemos que o senhor fez um

CARAS E NOMES Como é fazer política e

grande investimento no esporte, comente! Enoque – É verdade, fizemos um convênio com o Governo do Estado e com a Secretaria de Esporte e Juventude do Estado, fizemos um projeto chamado “Esporte para todos”, onde contemplamos todas as áreas esportivas, como trinta times de futebol, cada time ganhou uma equipagem completa, com porta chuteira, chuteiras e todo material esportivo. Contemplamos as 16 equipes de futsal, com equipagem, tênis e meiões. Na área da capoeira doamos todo o material, trouxemos de São Luis uma equipe para fazer o batizado. Investimos também no judô, fizemos o tatame e distribuimos kimonos, inclusive o nosso promotor de justiça, Dr. Fernando, é o mestre. Temos em torno de 35 alunos. Fizemos os jogos escolares, fomos o primeiro município do sertão maranhense a

Enoque – Estamos cumprindo as etapas e espero que no final do ano sejamos contempladoS com este tão abençoado selo.

administração ao mesmo tempo? Enoque – É muito difícil, mas, graças a Deus, eu tenho conseguido fazer os dois, mesmo porque na administração eu tenho uma equipe muito boa comandada pelo meu irmão Airton, que cuida da limpeza da cidade. Tenho outros irmão que não são secretários municipais, mas me ajudam, fazem a sua parte, e o nosso secretariado, em todas as áreas, vem fazendo um bom trabalho.

CARAS E NOMES O que se nota em sua administração é que a assistência social é um dos pontos mais altos do seu governo. Explique!

Prefeito Enoque e Airton Mota

CARAS E NOMES

195


Enoque – A assistência social foi

uma área em que investimos bastante, pois quando assumi ela não existia. Mandamos um projeto para a Câmara de Vereadores, criamos a secretaria, foi aprovado, alugamos um prédio e dotamos essa secretaria de toda a infraestrutura necessária para fazermos um trabalho social. Quando assumi o município, havia apenas 270 bolsas famílias, hoje temos pra mais de 2.500. Implantamos o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, implantamos o Plano de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI, implantamos o Pprojovem Urbano, o Projovem Trabalhador, a Casa do Idoso, o Centro de Referencia Especializada de Assistência Social – Creas. Todos os programas sociais do Governo Federal que não tinham em nosso município nós implantamos.

CARAS E NOMES Quais os

projetos municipais que o senhor está executando? Enoque - Temos vários projetos municipais como distribuição mensal de 200 cestas básicas. Esse trabalho é acompanhado pelos nossos agentes comunitários de saúde. Fazemos um trabalho de distribuição de Kit Bebê para as mães carentes, estamos fazendo um grande trabalho na questão dos benefícios que as pessoas têm direito, como a aposentadoria. Nós contratamos psicólogos, duas assistentes sociais, fisioterapeuta para botar na casa do idoso, portanto o nosso trabalho social é muito bom e os funcionários das nossas secretarias são pessoas que têm interesse, que gostam de trabalhar por Pastos Bons, que vestem a camisa.

CARAS E NOMES Foi difícil chegar até aí? Enoque – Quando assumi a 196 CARAS E NOMES


prefeitura, a minha casa vivia cheia de pessoas pedindo cestas básicas, mas acabamos com isso, pois o nosso trabalho é realmente voltado a quem realmente precisa do apoio da administração pública municipal.

CARAS E NOMES Como isso é feito?

Enoque – Nós vamos de casa em casa visitando e

cadastrando as pessoas que realmente precisam do apoio da administração municipal na área do social, por isso a secretaria está de parabéns pelo trabalho que vem realizando.

CARAS E NOMES E a política?

Enoque – Eu faço a parte política, ouvindo o povo. Eu

tenho administrado de uma forma voltada ao anseio da população. Pela primeira vez na história de Pastos Bons, um prefeito faz Orçamento Participativo.

CARAS E NOMES Como é que isso é feito?

Família Mota

Enoque – Todo ano, no mês de abril ou maio, durante

uma semana, eu reúno a população de um bairro, convocamos a população e apresentamos num telão todos os recursos que a prefeitura recebe, quanto entrou, quanto foi gasto, uma espécie de prestação de conta, e ali a população tem a sua hora e a sua vez de falar. Ela elege as prioridades para o seu bairro, diz o que está faltando, e ali escolhemos duas sugestões para cumprirmos durante o ano e assim eu faço em todos os bairros, no setor Poeirão, no setor Aparecida, no setor Guadalupe, no setor São Bento e no setor São José. Divido em cinco áreas de reunião com a população e ali nós montamos a ideia de fazer o nosso orçamento, isso é o que chamamos de orçamento participativo. É por isso que temos esse grande índice de aprovação.

CARAS E NOMES Prefeito, nós agradecemos à sua participação nessa edição da revista. Enoque – Pra mim foi um prazer muito grande contar um pouco da nossa história à CARAS E NOMES, que mostra o município com suas transformações, contos e causas ao longo tempo.

CARAS E NOMES

197


Pastos

198 CARAS E NOMES


Festejo de São Bento 246 anos de história O mês de julho foi bastante festejado em Pastos Bons. Do dia 15 ao dia 25 aconteceu o tradicional Festejo de São Bento e no dia 28 de julho, Pastos Bons comemorou 246 anos de emancipação política. Foram dias de celebração e muita alegria numa cidade que está em pleno desenvolvimento e pronta para o futuro.

Fé e devoção em torno do santo Para a comunidade católica a fé tem vários significados e formas de expressão. No festejo do santo, os devotos e filhos da terra tiveram a oportunidade de renovarem as suas crenças e convicções.

O mastro de São Bento Uma das maiores tradições do festejo de São Bento estava caindo no esquecimento, que é a festa do mastro. Em 1999 uma comissão de filhos ilustres de Pastos Bons constituída por Cristovam Delvamar Teixeira, Leonildo

Alves de Sousa, Rossino de Freitas Mouzinho, José de Ribamar da Silva, Carlos de Sousa Camapum, Mauro Rego Gaspar, Padre Cezarino Donati e Padre Armando Bajaras Juarez, elaborou um manifesto, pedindo às autoridades eclesiásticas a retomada da festa do mastro. Graças a essa iniciativa a tradição foi retomada e o povo católico aplaudio esse grande ato de fé. Para o padre Giácomo Molinari, atual vigário da paróquia, a tradição do mastro é uma herança da fé que precisa ser resguardada para as futuras gerações. Durante o festejo de São Bento aconteceu a festa do mastro, que foi carregado nos ombros por homens fortes num trajeto de dois quilômetros e durante todo o percurso forma-se uma enorme procissão em torno dos carregadores e as ruas se enchem de fé, devoção, amor e coragem. Neste ano, no dia 15 de julho, às 16h, a procissão do mastro saiu da frente da Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe e chegou ao pátio da Igreja Matriz de São Bento, às 18h, como previsto na programação.

Bons

o ã h n a r a M CARAS E NOMES

199


No dia 25 de julho encerrou-se o tradicional Festejo de São Bento em Pastos Bons. Foram dez dias de muita festa e a afirmação de fé dos filhos da terra e visitantes. Durante a programação religiosa, o que mais empolgou o povo da cidade foi a tradicional festa do Mastro de São Bento, onde fiéis carregaram o mastro do santo num trajeto de dois quilômetros, entre a Igreja de Nossa Senhora de Guadalupe e a Igreja Matriz de São Bento.

Os anfitriões da festa, prefeito Enoque Mota, sua mãe Maria José A. Mota, e sua esposa, Vera Lúcia Mota

Filhos e visitantes de Pastos Bons no Festejo de São Bento

Renato, Airton, Joaquim, Maxson e Jair

Os irmão Bia e Thiago Motta 200 CARAS E NOMES

Euvaldo, Tiago, Dr. Zé Filho e Lira

Ausherly e Ana Luiza


Airton e sua esposa Ausherly recebem seus conterâneos, visitantes e amigos na festa de São Bento, em Pastos Bons

A Câmara de Vereadores presente no festejo

O vice-prefeito Zé da Tica, o vereador Zé Ivan, Solange Gaspar, o prefeito Enoque e os veredores Divaldo e Dadá

CARAS E NOMES

201


O casal Walquiria e Gilson

João Anselmo e esposa

Claudiana, Paulo Emílio, Rosangela e Vera Mota

Aldaíris

Sérgio e sua esposa Claudiana, Vera Mota, Rosangela e Cinara

202 CARAS E NOMES

O casal de secretários Cinara e Paulo Emílio


Clicks do festejo de São Bento 2010 em Pastos Bons

Deputado federal Pedro Fernando

Deputado estadual Tatá Milhomem

Solange Gaspar e Thigo Motta

Vera Mota

Francivaldo Costa

Família Camapum e Pacheco CARAS E NOMES

203


204 CARAS E NOMES


Thiago Mota Os sonhos desse jovem idealizador

E

le coordenou a vaquejada de Pastos Bons, que foi sucesso absoluto. Tem 27 anos, um futuro promissor e uma bagagem profissional bastante vasta. Filho de dentista e bioquímica, o jovem Thiago Mota nasceu em São Luís (MA) em 10 de outubro de 1982. Apaixonado por futebol, ele também adora vaquejada e faz questão de falar do amor que tem pela cidade de Pastos Bons. Os sonhos desse jovem idealizador não se restringem apenas a ser um bom profissional e ter independência financeira. De família tradicionalmente política, ele quer mesmo é seguir os passos do tio, que já é duas vezes prefeito em Pastos Bons e realiza um trabalho digno dos melhores elogios. Formado em Farmácia, fala com entusiasmo da profissão que herdou da mãe, a também farmacêutica Terezinha Mota Cruz. Atualmente é o presidente do Hemomar do Hospital Socorrão na cidade de Presidente Dutra, além de exercer a profissão de bioquímico na cidade de Joselândia e ter seu próprio laboratório. Com pretensões políticas, Thiago afirma que levantará bandeiras essências para o crescimento do município como a da saúde, educaçao e segurança. CARAS E NOMES

205


LUÍS FERREIRA MOTA EX-PREFEITO DE PASTOS BONS - MA

206 CARAS E NOMES


UM PAI E A HISTÓRIA DE UM FILHO Pra mim, ver o meu filho prefeito de Pastos Bons é uma satisfação muito grande porque ele está fazendo além do que prometeu. A cidade está crescendo e ele está fazendo cada vez mais para chegar ao ponto de seu nome alcançar o índice máximo.

L

uís Ferreira Mota, pai de Enoque Mota, foi prefeito de Pastos Bons de 1983 a 1989, depois de 1992 a 1996. Trabalhador rural em sítios de cana, no povoado Vargem de Cima, casado no dia 10 de abril de 1955 com Maria José Mota, o senhor Luís Mota, no intuito de mudar de vida, vendeu a sua propriedade rural, mudou-se para Pastos Bons e, com o dinheiro, montou um comércio e foi evoluindo, ganhando espaço, conquistando confiança até que entrou na política e, com carisma, honestidade e muita determinação, foi ganhando espaço e se tornou um dos políticos mais influentes da região.

DEGRAU POR DEGRAU

Pai de Terezinha, Raimundo, Luís, Milton, Airton, Ronaldo, Enoque e Hilton. Seu Luís Mota foi lavrador, comerciante no ramo de tecido, de gêneros alimentícios. Proprietário de posto de gasolina, de posto de venda de gás e deixou tudo para se dedicar à política, e fez bem, pois o seu reconhecido trabalho é o reflexo do agora, Enoque Mota, seu filho, prefeito reeleito de Pastos Bons.

A DIFERENÇA

Inteligente, seu Luís não esconde que naquela época fez muitas coisa também, mas sabe que os tempos são outros e no seu tempo não existia convênios para se conseguir melhorias e hoje, apesar de tudo, é mais facil adquirir os recursos e aplicar na cidade.

LEMBRANÇAS, DOCES LEMBRANÇAS

Seu Luís Mota lembra que quando muito pequeno, seu filho Enoque, branquinho, miúdo, inteligente, era chamado pelos mais velhos de galego e já sonhava com política e muito entu-

Enoque Mota

Prefeito de Pastos Bons

siasmado, falava que um dia ia ser prefeito e até nos seus carrinhos de brinquedo colava papeis com propaganda. Dizendo: “PREFEITO ENOQUE”.

FACÇÕES

Formada praticamente por duas famílias políticas, Pastos Bons desfruta de melhores dias e seu Luís diz que organizou tudo, elegeu sucessores que não cumpriram os compromissos e por isso ele rompeu. “Não somos inimigos, somos adversários”, diz. Ele que quando prefeito deixou obras marcantes como avenidas, posteamento com iluminação, água de qualidade com perfuração de vários poços artesianos, colégios em todos os interiores, ainda é atiçado a voltar a se candidatar, mas se acha muito gasto para governar uma cidade.

ORGULHO DO FILHO

“No meu segundo mandato, até o meio eu mandava, depois ele começou a me representar indo para São Luís, para Brasília e aprendeu, se preparou e eu investi nele e ele é o prefeito da cidade, e reeleito, isso me orgulha”, diz seu Luís em relação a Enoque, reconhecendo que o filho está sendo melhor prefeito do que ele foi. Vendo os outros filhos engajados na administração, também fica fortalecido para ajudar.

UMA FRASE PRA FICAR

“Se o povo pensar no trabalho que ele vem fazendo e ele lançar um candidato e eles apoiarem, com certeza será uma pessoa para continuar”, diz seu Luís, que ainda viu a política de um modo bastante diferente, tempo de consideração e finaliza se relacionando com Enoque: “Que ele continue como está fazendo, que honre o seu mandato e apóie um nome que o povo quer”. CARAS E NOMES

207


Presidente da Câmara de Vereadores

Pedro Sá “Enoque Mota nasceu para governar”

Filho da cidade vizinha de Paraibano, Pedro Coelho de Sá, presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Pastos Bons. Saindo de sua terra para casar-se com uma pastos-bonense em 1974, ele morou 11 anos no povoado Campo Agrícola e em 1976 entrou para a vida pública como candidato a vereador. Apesar de uma excelente votação, não conseguiu o êxito da eleição.

Cinco eleições Depois que se elegeu pela primeira vez, Pedro Coelho de Sá desenvolveu um excelente trabalho com o povo de Pastos Bons, o que lhe deu cinco vitórias seguidas. É hoje o presidente. “Meu trabalho é bastante conhecido aqui em Pastos Bons, como prova, o meu nome já é ventilado para ser o sucessor do prefeito”, diz ele com entusiasmo.

Uma relação positiva Com uma excelente relação com a prefeitura, a Câmara Municipal de Pastos Bons vive também em constante harmonia com a população provando que o crescimento da cidade está satisfazendo a todos e superando expectativas. “O prefeito Enoque Mota é quem mais traz projetos para a Câmara 208 CARAS E NOMES

aprovar, ele viaja muito pra São Luís e lá ele consegue obras, aqui ele acompanha e fiscaliza, ele nasceu para governar”, relata Pedro de Sá.

Cidade em crescimento Segundo o presidente da Câmara, Pedro Sá, há seis anos Pastos Bons não tinha o movimento que tem hoje e afirma que a cidade cresceu uns 40% e vai melhorando casa vez mais. “Quando o presidente é contra, a coisa fica ruim, agora, dos nove vereadores, cinco são do lado do prefeito e o sexto já está chegando e isso só nos fortalece e a cidade é quem ganha”, diz.

Pra continuar “Toda administração tem erros e acertos e aqui não e diferente”, fala Pedro de Sá, que é muito respeitado pela população, pelos políticos e goza de um bom relacionamento com todos. “O pessoal de Pastos Bons tem muito amor pela cidade, eu já vi vários prefeitos passarem por aqui, mas desenvolver Pastos Bons como o Enoque eu nunca vi e o prefeito que entrar para continuar o que ele está fazendo tem que ter muita responsabilidade”, finaliza.


CARAS E NOMES

209


O prefeito Enoque conseguiu reaver tudo isso em tempo muito hábil, então se nós formos comparar a saúde de hoje com a de antigamente, é até brincadeira”, diz o secretário, que se desdobra em elogios ao prefeito. “Ele está de parabéns, é um grande empreendedor, um político realizador. Ele não para, ele está no seu segundo mandato, está evoluindo tanto a estrutura física da cidade e com isso tem que ter um planejamento e eu já estou preocupado com isso, pois o homem trabalha e as realizações são muitas

Theoplistes Teixeira Neto um secretário de nível

210 CARAS E NOMES


T

erceiro mandato de vereador, aliado ao prefeito Enoque Mota, Theoplistes Teixeira teve a felicidade de assumir a pasta da Saúde do município de Pastos Bons como secretário em 2005 e daí pra cá continua exercendo o cargo. “Nos estamos cumprindo com todas as normas do Ministério da Saúde, é claro que temos que frisar que aqui existem muitas dificuldades, mas nós estamos cumprindo com todas as nossas etapas, tanto que nunca fomos prejudicados por nenhuma atitude contrária ao que fazemos”, diz Theoplistes.

Saúde de nível O nível de saúde da cidade de Pastos Bons é a Atenção Básica, o que é prioridade, e todo o serviço é direcionado à prevenção das doenças onde a Secretaria Municipal de Saúde utiliza esse grande programa do Governo Federal que é Estratégia Saúde da Família, conseguindo assim manter os postos estruturados, funcionando com médicos, enfermeiros, dentistas e auxiliares, ajudado no combate do aumento de algumas doenças e evitando também que os pacientes necessitem de um atendimento a nível de plena.

Absorção Hoje a Secretaria Municipal de Saúde de Pastos Bons absorve quase que toda a totalidade dos programas oferecidos pelo Governo Federal. “Exercemos toda a parte da endemia do município, temos um quadro de agentes comunitários em pleno funcionamento onde costumamos tecer elogios, eles são a peça prioritária para o funcionamento de nossa saúde. Enfim, nós temos a convicção que os programas oferecidos pelo Governo Federal estão sendo bem executados por nós aqui em Pastos Bons”, comenta Theoplistes.

Um depois bem melhor que antes “Hoje nós podemos dizer que na saúde de Pastos Bons houve um avanço muito grande. Não existia atenção básica”, desabafa o secretário Theoplistes, que comanda sete equipes de Saúde da Família, seis a mais do que encontrou quando assumiu e hoje dá pra dizer que foi feita uma revolução na estrutura física e na estrutura funcional da saúde municipal.

Volta por cima Com a nova administração do prefeito Enoque, ele fez uma democracia para que Pastos Bons evoluísse de uma forma tão rápida que ninguém teve tempo para lamentar o tempo perdido.

Tocando em frente A saúde de Pastos bons não parou diante da crise das dificuldades, elas existem, mas depende muito de quem administra e Theoplistes sempre achou uma forma de resolver o problema, sempre procurou junto ao Ministério da Saúde, junto aos políticos amigos, como os deputados Pedro Fernandes e Afonso Manuel, ajuda para a sua pasta e houve um avanço muito grande, pois Pastos Bons foi muito contemplada e a maioria dessa estrutura foi através de emendas.

Saúde estruturada O secretário Theoplistes iniciou uma estratégia sobre a família e hoje tem doze estruturas de postos, dessas, sete compõe a estratégia da Saúde da Família, onde existe a composição, um centro de saúde e um hospital. “Esses postos funcionam diariamente, até mesmo porque Pastos Bons tem sido muito visitado, já sofremos duas auditorias na saúde e a gente vê que o produto dessa auditoria revelou o nosso trabalho a contento”, comenta com orgulho o secretário que tem no hospital municipal de trinta leitos, sete médicos, com plantão de 24 horas, e para o conforto dos profissionais um aposento para pernoite e alimentação de qualidade.

Nivelando por cima Theoplistes luta para mudar o nível de saúde de Pastos Bons, saindo da Atenção Básica para a Plena, para que com isso possa atender todas as necessidades pra evitar que o paciente saia do município para municípios vizinhos ou para a capital. “O que depende de nós, a gente tem procurado alcançar”, enfatiza.

Preocupação Preocupado com a demanda de alguns procedimentos que não podem ainda realizar em Pastos Bons, Theoplistes, muitas vezes, tem que encaminhar pacientes para fora, coisa que já se tornuu um problema cultural que é sair aqui do Centro Sul do Maranhão e ir para o vizinho Estado do Piauí. “Com o Piauí não temos nenhuma relação, as vezes o nosso paciente sai daqui para ser atendido lá e ele é devolvido, porque nesse pacto o Piauí começou a exigir recursos, então ficou muito difícil, por isso firmamos acordo com cidades maiores como Colinas, Presidente Dutra e também Caxias. Procuramos agradar o nosso povo tratando todos da melhor forma possível”, encerra

CARAS E NOMES

211


HOSPITAL DE REFERÊNCIA TODO EQ

Dr. Afrânio Borsato, um dos médicos que trabalham no

município desde o início da administração de Enoque Mota, destacou a satisfação da população em poder receber serviços públicos de qualidade em se tratando de saúde a qualquer hora do dia ou da noite.

Uma das minhas primeiras ações quando assumi o governo de Pastos Bons foi presentear a população do meu município com o hospital da cidade para servir o meu povo. 212 CARAS E NOMES

Prefeito Enoque Mota


QUIPADO EM PASTOS BONS - MA

HOSPITAL MUNICIPAL DR. THEOPLISTES TEIXEIRA FILHO

O hospital municipal de Pastos Bons se tornou referência na região e atende, além da população local, vários municípios circunvizinhos com muita eficiência e credibilidade.

Liduina Xavier Diretora do hospital municipal

CARAS E NOMES

213


12 UNIDADES DE SAÚDE ESPALHADAS NO MUNICÍPIO

Dr. Afrânio Borsato e as enfermeiras Silmara e Rymara A população tá satisfeita, pois tem um hospital de referência todo equipado funcionando bem dentro do município. 214 CARAS E NOMES

Dr. Afrânio Borsato


O DE PASTOS BONS - MA

24 horas com médicos e enfermeiros de plantão

O hospital de Pastos Bons atende 24 horas com médicos e enfermeiros e também realiza cirurgias como histerectomia, cesária, hérnia, fimose dentre outras. A saúde preventiva chega a praticamente 100% do município com as equipes do PSF, além de vários postos de saúde na zona rural, evitando assim o deslocamento de pacientes em casos menos complexos. A diretora do hospital, Linduína Mota, enfatizou que o carro-chefe do governo Enoque Mota está sendo a saúde pública, pois as ações na área se intensificam dia a dia para levar ao povo uma qualidade de vida melhor com a saúde presente.

Ouvir para conhecer

Um dos segredos do sucesso da administração Enoque Mota é ouvir a comunidade, para isso foi criado o conselho da cidadania onde as autoridades se reúnem com o povo para discutir demandas e definir prioridades para o município. Mais uma grande ação de um governo participativo. Segundo a diretora do hospital, Linduína Chavier, o prefeito tem se preocupado demasiadamente em cuidar das pessoas e ela definiu esse gesto com a seguinte frase: “Quem ama cuida, e é isso que o prefeito de Pastos Bons faz, cuidar das pessoas”. Segundo, Mônica Cruz, moradora da cidade há 12 anos, a saúde de Pastos Bons nunca foi tão eficiente. “Esse prefeito faz por nós o que nunca jamais pensávamos que uma administração pública pudesse fazer. E mais, aqui ele não persegue ninguém, ele ajuda todo mundo. Já estou preocupada com o nosso futuro: será se vai existir outro Enoque”, questiona a moradora.

CARAS E NOMES

215


216 CARAS E NOMES


Assistência social que se destaca Cuidar das pessoas é a meta dessa equipe que se destaca no município de Pastos Bons, tendo como titular da pasta o secretário Paulo EmÍlio, e adjunta Claudiana, que com as colaboradoras Rosângela e Vera Lúcia Mota, formam um quarteto imbatível na arte de cuidar das pessoas. Pois quem ama cuida! É de competência da Secretaria Municipal de Assistência Social a programação, coordenação de execução da política de assistência social do município, a proteção à família, a maternidade, a infância, a adolescência e a velhice. O amparo à criança e ao adolescente em situação de risco, a execução de projetos de enfrentamento à pobreza e ao atendimento às ações emergenciais, em conjunto com os demais níveis de governo. Constitui o público usuário da política de assistência social cidadãos e grupos que se encontram em situações de vulnerabilidade e riscos. Com bases nessas diretrizes, a prefeitura de Pastos Bons deu eficiência e praticidade à assistência social no município criando a secretaria e contratando profissionais de alta competência.

do como Casa das Famílias, que tem por objetivo prevenir situações de riscos por meio de desenvolvimento de potencialidades e aquisições, e do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. O PETI, que é um programa do Governo Federal, que tem por objetivo retirar crianças e adolescentes de 7 a 14 anos do trabalho considerado perigoso, Projovem Trabalhador, a Casa do Idoso, o CREAS é o centro de referência especializado da assistência social que trabalha com famílias em situação de risco pessoal e social, o BPC- LOAS, que é um benefício de prestação continuada da assistência social ao idosos e à pessoa com deficiência. Hoje Pastos Bons conta com um psicólogo, dois assistentes sociais e um terapeuta para a casa do idoso.

Resultados

Programas do município

Os números comprovam a melhoria da qualidade de vida dos pastoboenses através do social. Quando assumiu o município, a atual administração contava apenas com 270 famílias recebendo o benefício. Na atual administração foram implantados o CRAS, que é o centro de referência da assistência social, também conheci-

Com o objetivo de atender famílias de baixa renda foram implantados projetos como o de distribuição de cestas básicas que atende mensalmente 200 famílias e tem o acompanhamento dos agentes de saúde, o Kit bebê para as mães gestantes, o Auxílio funeral, além de outros programas sociais CARAS E NOMES

217


Pastos Bons – MA

Uma educação voando Na administração Enoque Mota as primeiras ações na área educacional em Pastos Bons foram construção, reforma e ampliação de todas as escolas do município. Atualmente está em fase de construção uma moderna creche, uma das maiores da região.

e u q o n E . f Pre Vania

Eles fazem a diferença na

218 CARAS E NOMES


para o futuro Projeto Escolas que Voam

Com o objetivo de elevar o índice de educação no município foi criado o projeto Escolas que Voam, que além de incentivar várias práticas pedagógicas e desportivas também trabalha na formação de professores nas áreas de educação física e artista.

Formação acadêmica

Será implantado em breve no município o programa Darcy Ribeiro, que trabalha na formação de professores para as disciplinas da área de Ciência da Natureza, Matemática e suas tecnologias.Poderão participar do programa alunos egressos das escolas do ensino médio dos municípios maranhense, ou seja, aqueles alunos que concluíram o ensino médio e desse modo terão a oportunidade de estudar no próprio município. Os cursos terão duração de três anos e meio e funcionará em apenas um turno, com períodos letivos e aulas presenciais. Segundo a secretária de Educação no município, a professora Vânia Mota, os investimentos na educação de Pastos Bons são maciços e consistentes e atualmente o município está recebendo recursos do PDE, que são destinados às escolas públicas para serem equipadas e adaptadas aos portadores de necessidade especiais. Pastos Bons hoje dispõe de uma moderna biblioteca pública e, num curto prazo, todas as escolas terão laboratório de informática.

s

i e R s o Carl

educação do município

CARAS E NOMES

219


PASTOS BONS - MA

O primeiro município maranhense a participar do PRÉ JEMS

Com a bola toda

Através de um convênio com a Secretaria de Esporte e Juventude do governo do Estado, a prefeitura de Pastos Bons criou o projeto Esporte Para Todos que atende todas as modalidades esportivas. Times de futebol ganharam equipagem completa, incluindo chuteiras e porta chuteiras. No futsal 16 times foram beneficiados com equipagens, tênis, bolas e outros materiais necessários.

Uma juventude que luta

Na capoeira todo material necessário foi doado aos capoeiristas e de São Luís veio uma equipe de mestres para realização do batizado de corda do alunos. Cerca de 35 alunos matriculados. No judô o professor é o promotor de Justiça do município, Dr. Fernando. 220 CARAS E NOMES


Jogos escolares

Os jogos escolares também foram um sucesso e Pastos Bons foi o 1º município do sertão maranhense a participar do Pré-JEMS com uma delegação de 90 jovens que fizeram bonito no município de Imperatriz. O investimento do poder público foi considerável. Foram distribuídos 500 pares de chuteiras e 180 pares de tênis, além das equipagens e bolas.

CARAS E NOMES

221


Enoque PREFEITO DE PASTOS BONS

Ele mostra a que veio

222 CARAS E NOMES


Em 6 anos de administração o prefeito Enoque Mota realizou inúmeros benefícios para a população de Pastos Bons, veja algumas destas obras m dia

smo e cionali

fun e d o t n me a q Paga quejad a v e d ue q Parq entos v e e d a q Praç e saúde d s o t icipal s n o u p e m v l o a qN hospit o de 2 d s s i a o l a ã o ç c m u s r a e t ua par ção de g q Cons u á r t o s d n n o rciona o rma e c p o o f r e p R q esianos t r a s o oç q 38 p ias íl icípio n m u a f m l i falto o s m d a s i e a d n i 5 das vic ento e a m r t a s ç l E a q m de c k 0 1 e d ípio) c i q Mais o n c i u l b m pú iro do e douro o r a t d a a M p q Saúde Bento ( e o d ã l S a e p ad Munici a i q Praç r a t e blico da Secr ú o p i r d o é t r e qP ara o s p s i e v mó q Auto lâncias cação u u b d E m e a d q Duas retaria c e S a os para r r a C q olares c s e s u ultura ônib c i e r t g e a S a q s para e r o t a r t voados s o e q Dois r p a l e u e p d o s na se casas p o i r 0 á 5 t i 1 q its san k 0 0 9 de q Mais lógico o n c e t tóricos s i o r h t s n o e i qC e préd d o ã ç a per antigo o r t n e q Recu ão do c ç a z i l a t q Revi CARAS E NOMES

223


Prefeito Enoque

E

sses foram alguns dentre tantos benefícios da administração Enoque Mota para Pastos Bons, que além dos compromissos sociais vem fortalecendo outro extremo de uma escala importantíssima para o sucesso educacional do município: apoio à literatura com total incentivo à Academia de Letras, História e Ecologia da região integrada do médio sertão maranhense, que conta com um ilustre quadro acadêmico de intelectuais onde já foram lançados diversos livros com memórias do município. Membros da Academia de Letras, História e Ecologia da região integrada do médio sertão maranhense:

Incentivo a instalação da ACADEMIA DE LETRAS HISTÓRICA E ECOLÓGICA DA REGIÃO INTEGRADA DE PASTOS BONS Dr. Celso Barros Coelho – Presidente Drª. Maria das Dores Costa Ferreira – Vice-presidente Professora Maria Dolores Coelho Costa Professor e Diretor Acrício Coelho Costa Professora Maria Alice Santana Professora Suelma Maria Oliveira Teixeira Professora Selma Maria Teixeira Professora Ausherly Rodrigues dos Santos Mota Acadêmico prof. Renô Acadêmico Fonseca Neto Bispo Dom Enemésio Acadêmica Profª. Regina Sales Acadêmico Cristóvão Dr. Paulo Camapun Raimunda Cazé Herculano Moraes

224 CARAS E NOMES


E

sses foram alguns dentre tantos benefícios da administração Enoque Mota para Pastos Bons, que além dos compromissos sociais vem fortalecendo outro extremo de uma escala importantíssima para o sucesso educacional do município: apoio à literatura com total incentivo à Academia de Letras, História e Ecologia da região integrada do médio sertão maranhense, que conta com um ilustre quadro acadêmico de intelectuais onde já foram lançados diversos livros com memórias do município. Membros da Academia de Letras, História e Ecologia da região integrada do médio sertão maranhense: Dr. Celso Barros Coelho – Presidente Drª. Maria das Dores Costa Ferreira – Vice-presidente Professora Maria Dolores Coelho Costa Professor e Diretor Acrício Coelho Costa Professora Maria Alice Santana Professora Suelma Maria Oliveira Teixeira Professora Selma Maria Teixeira Professora Ausherly Rodrigues dos Santos Mota Acadêmico prof. Renô Acadêmico Fonseca Neto Bispo Dom Enemésio Acadêmica Profª. Regina Sales Acadêmico Cristóvão Dr. Paulo Camapun Raimunda Cazé Herculano Moraes

CARAS E NOMES

225


Vera L PRIMEIRA-DAMA


N

ascida e criada em Pastos Bons, cidade onde mora até hoje, Vera

Lúcia Ferreira Costa Mota teve um bom motivo para se afastar

por quatro anos: a sua faculdade de enfermagem. Recém-formada pelo Centro Universitário do Maranhão - Ceuma, Vera Lúcia pretende contribuir com a saúde do município, ajudando principalmente às comunidades mais carentes.

Lúcia PASTOS BONS - MA


DAMA VOLUNTÁRIA

Casada com Enoque Mota, prefeito de Pastos Bons, a primeira-dama Vera Lúcia, naturalmente, procura desenvolver as ações como voluntária na Secretaria Municipal de Ação Social. Entre suas realizações estão a distribuição de cestas básicas para famílias carentes, apoio às mães menos assistidas, distribuição do kit bebê para as futuras mamães, além dos programas federais que estão em pleno funcionamento.

O prefeito Enoque Mota, a primeira-dama Vera Lúcia e suas filhas Raiza e Isabela.


PARA MARCAR

Com o slogam “Pastos Bons para Todos”, Vera Lúcia se identifica e como o município está em pleno desenvolvimento, percebido pelo comércio crescente, por obras realizadas, projetos em andamento e por novos investimentos, ela continua com o mesmo perfil, ocupando o seu espaço como primeira-dama. Dentro do que lhe compete, com novas ideias, trabalha incansavelmente para dar melhorares dias ao povo mais carente de sua cidade.

SONHO DE MÃE

Filha de Bento Gomes Costa e Iraci Ferreira Mota, Vera Lúcia é mãe de duas lindas meninas, uma é Raiza, que está concluindo o curso de odontologia, e a outra é Isabela, que cursa o oitavo ano fundamental. O sonho maior de Vera é vê-las formadas.

LIVRO DE CABECEIRA

Amante de uma boa leitura, inimiga da mentira, acima de tudo honesta, Vera Lúcia é muito família e seus irmãos José Armando, Aldenira, Aldenir, Alzenir, Sônia, Bento e Willian, sentem por ela, além de muito amor, total admiração e Pastos Bons que respira o ar do progresso pode acreditar em um monte de ações encabeçadas por uma dama chamada Vera CARAS E NOMES 229 Lúcia. -


a r e a V l e b a a i z c I ú L

230 CARAS E NOMES


O amor e razão da vida do prefeito de Pastos Bons, Enoque Mota: sua famíl--ia.

a z i a R

CARAS E NOMES

231


LÍNGUA SOLTA N A INTERNET

232 CARAS E NOMES

Samuel Bastos


Com característica política, mas abrangendo vários assuntos, está na tela do seu computador, o “LÍNGUA SOLTA”, um dos blogs mais visitados do Maranhão. De propriedade de Samuel Bastos, um jovem de 25 anos, extrovertido, que gosta de balada, de movimento, ele nasceu em Coelho Neto e sua vida nunca foi um mar de rosas. Filho de mãe muda e surda, ele nasceu de um parto complicado e não conheceu o pai. Morou no hospital até ser adotado. Teve seus dias de glória e aproveitou-os. Fez deles toda a sua vida, que hoje é um sucesso.

ASCENSÃO Samuel Bastos viveu na fazenda de donos de engenho e de lá saiu para estudar. Inteligente, sabedor das limitações de sua família, nunca deu passos em falso e com determinação entrou para a faculdade de Pedagogia na URCA - Universidade Regional do Cariri -, onde se formou .

SEMPRE EM FRENTE

Dentre os cargos que assumiu, Samuel Bastos foi coordenador de Bibliotecas, coordenador da Juventude, secretário do Fórum Estadual da Juventude, foi eleito secretário do Fórum de secretarias do Estado do Maranhão, criou o Conselho da Juventude, visitou vários municípios como Coroatá, Timom, Presidente Vargas, criando coordenadorias de juventude

COM MUITA FÉ

Samuel que já foi evangélico da Assembleia de Deus, está afastado, mas pretende voltar, vê na religião o seu porto seguro e como é precoce, pelas circunstâncias, as vezes prioriza muito mais o trabalho do que a família, isso porque amadureceu muito rápido e assim toma atitudes bem mais contundentes. Tendo seu blog registrado em Coelho Neto, ele goza de uma boa relação com a cidade de Timom e um fato inusitado na história da região é que ele é assistente social do município Afonso Cunha. “O cargo de assistente social sempre foi um cargo ocupado por mulheres, tanto que no Maranhão apenas Pindaré Mirim, Imperatriz e Afonso Cunha tem um homem exercendo. Então eu me considero à frente do meu tempo”, detona.

BLOGANDO

Dono do blog Língua Solta, Samuel Bastos surpreende pela qualidade das matérias e pelo grande número de visitas. Ele que sempre se posicionou altivo e forte,

não esconde que sempre teve a língua solta, pois desde criança foi orador da turma.

Assíduo visitante do blog do Décio Sá, logo após a posse do prefeito Soliney Silva, ele fazendo uma leitura, sentiu-se incomodado em não ter nenhum espaço que divulgasse aquilo, uma festa grandiosa, presença maciça do povo depois de uma votação expressiva como a que Soliney teve, uma surpreendente idéia lhe veio à cabeça e ele criou o “LÍNGUA SOLTA”. “Fiz um blog e a primeira matéria foi logo sobre o Soliney e fui postando outras matérias, algumas causaram polêmica, principalmente quando eu falei na greve dos professores”, comenta o blogueiro. “Língua Solta”, que é feito com muito respeito, tem uma visão que Samuel entende ser a mais correta, mesmo sabendo que muitos gostam, outros não. “Muitos filhos de Coelho Neto me ligam, passam e-mails, ficam felizes. Me preocupo com o que escrevo, com o que publico, pois quem me visita mais são os formadores de opinião, a classe pobre não tem acesso”, lamenta.

REPERCUSSÃO

Samuel afirma que o que lhe faz sentir o sucesso do seu blog são as pessoas nas ruas, as pessoas que lhe abordam e saber que a cidade está sendo divulgada, também com seus problemas, é uma forma de orgulho.

NOVIDADES

Samuel quer introduzir nas páginas do blog alguma coisa mais social como eventos e presenças para tirar esse cunho político e conclui: “A minha marca foi a valorização dos meus servidores, eles têm prioridade, ajudando a quem me ajuda, me deixa com o espírito renovado.” CARAS E NOMES

233


234 CARAS E NOMES


Pedro&

Helena N

ão existe hora e nem lugar marcados para o amor, não existe idade, religião, cor ou raça para quem ama. É assim que vive e pensa o casal Helena e Pedro. Felizes e apaixonados, comemoram juntos a chegada de sua primeira herdeira. Ela, mamãe de primeira viagem, ele, no entanto, vai passar mais uma vez pela enriquecedora experiência da paternidade. Cheios de entusiasmo os dois irão receber com o coração repleto de amor a pequena Rebeka, que virá para fortalecer a união de cumplicidade e carinho que já os une há algum tempo. A história dos dois se iniciou quando Helena ainda trabalhava no Instituto IOP (Instituto de Pesquisa de Opinião Pública) na capital Maranhense. Natural da cidade de São João dos Patos, a jovem de 24 anos sempre visitava sua cidade natal, e foi em uma dessas visitas que ela conheceu o empresário. A atração entre os dois foi inevitável, cedendo aos pouco lugar a um amor simples e verdadeiro. A distância, a diferença de idade e menos ainda os obstáculos que viriam pela frente os fez desistir de viver essa linda história. CARAS E NOMES

235


Laços eternos A chegada de Rebeka é a comprovação de que a relação entre os dois é sólida e especial. O destino reservou para o casal surpresas doces e mágicas, estreitando mais ainda os laços que outrora os uniu. Os filhos do primeiro casamento fazem parte também dessa nova família que se instituiu agora.

Rayssa Guimarães

Pedro Ferreira com a esposa Helena e os filhos Rayssa Guimarães e Paulo Henrique 236 CARAS E NOMES


Pedro e Helena, felizes com a chegada de Rebeka

Para Helena, ser mãe é a maior bêção que uma mulher pode alcançar na vida. Para Pedro, ser pai mais uma vez é a oportunidade de multiplicar dentro de si o amor por si mesmo e pelos outros. Para os dois, o sentido de estar juntos se torna mais especial com a chegada dessa nova vida.

CARAS E NOMES

237


238 CARAS E NOMES


bons canaviais e uma excelente cachaça Eu pego a farinha, coloco na caixa, môo a garapa e boto em cima. Quando tá com três dias, eu tiro aquela garapa e coloco outra. Aí ela vai fervendo e aumentando, fervendo e aumentando, quando tá com oito dias eu faço a cachaça. Assim conta, com seu linguajar sertanejo, seu Raimundo Martins de Souza, o Raimundo Nena, 56 anos, fabricante de cachaça do município de Pastos Bons.

CARAS E NOMES

239


Artesanal e embriagador “Fabricada de forma artesanal, a cachaça de Pastos Bons precisa urgente de uma representação, de uma organização para que ultrapasse o circuito de venda das cidades de Colinas, Paraibano, Sucupira e da própria Pastos Bons, e ganhe espaço em bares, balcões, prateleiras, mercearias, supermercados e, principalmente, paladares dos consumidores deste imenso Brasil. O Sebrae já tentou demais, mas nós donos de engenho não levamos muito a sério, vai um ou dois e os outros não vão para as reuniões”, reclama seu Raimundo do Nena, pai da fisioterapeuta Dalva, do advogado Dr. Reinaldo, e de casa Francisca Áurea, que coloca a culpa da situação vivida na falta de estudos dos fabricantes.

Mais de 50

engenhos de fabricação de cachaça no município de pastos bons

Mais uma dose Sempre cuidando da terra, seu Raimundo do Nena não teve vida escolar, mas a sua inteligência e o seu jeito natural para a política lhe induziram e seduziram e por uma impossibilidade de sair candidato casou-se e colocou a esposa e ela já está no segundo mandato de vereadora, fazendo um trabalho social junto às comunidades mais carentes de Anajás e Alegria.

No pé do balcão Plantada em dezembro, de junho em diante, a cana fica no ponto de moagem, e a colheita, que era manual, passou a ser feita por tratores. Cada engenho, em sua produção normal, com oito homens trabalhando, mói cerca de 20 a 25 cargas e faz de 240 a 300 litros de cachaça por dia. “Aqui em Pastos Bons, se acabar a cana, acaba o foco de economia do município”, diz seu Raimundo do Nena“ que ainda reclama do preço e da falta de compradores, pois tem muita cachaça estocada. “Na moagem, a cachaça estava quatro reais, agora não tem é comprador.” Seu Raimundo, que além de ser fazendeiro, morar no pé da serra, ter boa água, ainda cultiva em sua gleba, uma fazenda belíssima, onde tem cana, banana, café, buriti, abacate, cacau, manga, coco da praia, caju, acerola, buriti, mamão, macaxeira e muito capim para alimentar o gado. 240 CARAS E NOMES

na e a s o ndo Ne Raimu a Aracy don r o d a e r ve enho de eng


Eu bebo sim, estou vivendo Apesar da qualidade da cachaça de Pastos Bons, apenas um fabricante engarrafa e rotula seu produto e os demais engenhos, que chegam a ultrapassar meia centena, vendem a aguardente em tonéis.

Pra nós ainda é muito bom, pois de qualquer forma é a melhor maneira do homem da roça escapar. Agora se tivesse uma divulgação, podia ser que a situação melhorasse mais,

O consumidor aprecia a cachaça de Patos Bons e diz que é uma das melhores do Brasil

diz seu Raimundo.

Beber, cair, levantar Para o senhor Batista, funcionário da fábrica de cachaça, a qualidade é excelente, mas tudo esbarra na divulgação e acrescenta as dificuldades de até como adquirir o cobre para construir o alambique. “O cobre vem de São Paulo e o alambique é feito aqui”, diz ele, que às 6h da manhã coloca a garapa no alambique e bota fogo. Batista também explica que quando termina a safra, lá pelo meio de outubro, desmonta tudo e enche o alambique de água para não estragar o cobre que tem uma duração de trinta anos.

Quero o apito engenho chamando pra trabalhar

iais do Canav undo im seu Ra sertão o n a n Ne hense n a r a m

Dentre tantos engenhos que moem a cana do progresso de Pastos Bons, podemos citar o do Dr. Elizabeth, o do Bebé, o do Zé Buchim, o do Miguel Quino, o do Raimundo Nena, o do Chico Nemias, o do Zé de Nemias, o do Zé do Nedito, o do Neguim Barros, o do Antônio José, o do Quite, o do Ronilson, e muitos, muitos mais, que na sobra do que moem, o bagaço, deixa escrito com o melaço que escorre, a história de uma cidade doce, que brinda sua história com a cachaça curtida no tempo e as toalhas bordadas de sonhos, enfeitam as casas que guardam em seus interiores o cheiro matutino que emana dos enormes canaviais.CARAS E NOMES

241


UM

JOVEM

PELO MARANHテグ

Rubens Junior

242 CARAS E NOMES


J

uventude e ação andam de mãos dadas na Assembleia Legislativa do Maranhão. Filho do deputado Rubens Pereira e da prefeita de Matões, Suely Pereira, Rubens Pereira Junior entrou na Assembleia Legislativa quando tinha apenas 21 anos de idade. Tornando-se assim o deputado mais jovem do Brasil e um dos mais atuantes do Estado do Maranhão. Desempenhou um trabalho de qualidade que encantou aos maranhenses e o fez conhecido e admirado no Estado. Advogado dos mais conceituados, o jovem de 29 anos usa o brilho de sua juventude e a experiência da vida pública para continuar trabalhando pelos menos favorecidos. Apreciador de bons filmes e de boa música, Rubens Junior tem como preferidos os filmes: Um sonho de Liberdade, A vida é bela, Matrix e Cidade de Deus. Ele adora ritmos contraditórios como o Sampa, a bossa nova, o MPB e o pagode. Levado pela enxurrada de pensamentos que tem no dia a dia, Rubens debate com seus amigos e companheiros sobre a vida, o que se pode fazer para merolhá-la e fazê-la mais prazerosa, preocupando-se em primeiro lugar com a situação em que se encontra atualmente o Maranhão. De alma simples e mente resoluta, o jovem se detém naquilo que pode fazer de melhor por si e pelos outros e tem a simplicidade como qualidade indispensável para atingir aquilo que deseja.

Boa família, bons exemplos

nhão mais justo fizeram com que Rubens enveredasse pelo caminho da política partidária. Apoiado pelo pai e protegido pelo amor da mãe (políticos de respeito e notoriedade no Maranhão), o jovem cheio de perspectivas trilha um caminho glorioso na vida pública. Compartilhando a experiência da vida parlamentar sem esquecer da correria do dia a dia, Rubens segue agora para uma nova corrida, rumo á reeleição para deputado, com a certeza de que o Maranhão reconhece o trabalho desempenhado por ele em prol dos mais humildes e com a esperança de que mais uma vez dará o que for preciso para o bem da população maranhense, representando com garra e honradez cada um dos cidadãos do Estado.

Espero que o povo do Maranhão tenha informações para escolher bem seus representantes, que tenha calma e paciência para não se enganar nesse processo eleitoral, pois quanto mais souberem de onde vem seus representantes, quanto mais tiverem politizado, mais acertadas serão as escolhas. Rubens Junior

Tradição política e vontade de lutar por um Mara-

Rubens Junior, sua mãe Suely e seu pai Rubens Pereira

CARAS E NOMES

243


Suely Pereira Destaque Nacional Pedagoga, mãe, política e de bem com a vida, é assim que se define a prefeita de Matões, Suely Pereira. Desempenhando com afinco o papel que lhe foi dado para representar a cidade de Matões, Suely é só elogio e alcança índices invejáveis de aprovação. Dinâmica, corajosa e responsável, sem perder a alegria Suely une em sua administração a descontração e a seriedade e dá aos seus munícipes esperanças de um amanhecer cada vez melhor. 244 CARAS E NOMES

Suely Pereira (Prefeita de Matões - MA)


Matões - MA

O

trabalho e a competência em implantar ampla mudança no município de Matões deram a prefeita o prêmio ANPV (Associação Nacional de Prefeitos e Vice-Prefeitos) 2010. Foram avaliados 5.563 municípios pelo comitê gestor da ANPV, formado por entidades de diversos segmentos, grupos formadores de opinião e meios de comunicação. Somente 100 municípios brasileiros foram contemplados com este reconhecimento e apenas dois dos 217 municípios maranhenses. O município de Matões foi um dos destaques no Estado do Maranhão, como uma das cidades mais bem avaliadas em razão de seus projetos sociais, administrativos e de sustentabilidade, tudo isso porque tem o compromisso de alcançar excelência em sua gestão e transformar sua cidade visando seu crescimento e desenvolvimento.

Dr. Arnaldo Lima (Presidente da ANPV)

CARAS E NOMES

245


246 CARAS E NOMES


o sucesso na administração de

MATÕES Compromissos da prefeita A prefeita Suely Pereira se destaca nacionalmente por fazer uma administração totalmente comprometida com o bem-estar de sua população. Sem interesses próprios e visando todas as melhorias possíveis para seu povo, Suely ganha cada vez mais a admiração dos moradores de Matões e dos líderes políticos de sua região. Usando a força que lhe é de direito como mulher, ela jamais baixa a cabeça diante dos obstáculos e hoje é uma grande representante da competência feminina no Executivo municipal. As várias funções que essa grande mulher executa no dia a dia não a impedem de dar ao povo de Matões a esperança de dias melhores e a certeza de que o amanhã será ainda melhor que o hoje. Sua determinação de mudar, de descobrir o novo, de fazer com que as coisas aconteçam é seu grande diferencial como política.

CARAS E NOMES

247


Maurício 248 CARAS E NOMES

Cardoso


A trajetória de um prefeito Ele assumiu a prefeitura de São Francisco do Maranhão no dia 21 de janeiro, mas no dia 4 de fevereiro pagava um mês de salário do funcionalismo público. A dose se repetiu no dia 26, quando pagou outro mês de salário. Essa “cor-

rida” pra regularizar a situação do município revelou que Maurício Cardoso, embora tivesse se preparado para apenas 40 dias de administração, estava disposto a “não perder tempo e arrumar a casa”.

Seis meses prefeito

Orgulho de ser filho de São Francisco

A administração de Maurício Cardoso e Silva, embora interina, deixou marcas indeléveis e podemos afirmar que ele deu uma cara nova à cidade. Tudo pode ser comprovado por meio de obras realizadas. “Encontrei a cidade com cinco meses que não era recolhido o lixo público, imediatamente mandei limpar tudo e contratei uma média de 80 pessoas, entre homens e mulheres, para trabalhar nessa área.” Maurício enumera as inúmeras obras que realizou durante a sua administração, destaque para a conclusão das obras dos poços tubulares. Nove poços entraram em atividade. “Tomei a decisão de equipar esses poços porque sei que a sede dói e é muito difícil viver sem água.”

Maurício revela que não queria ser prefeito apenas por ser, mas para melhorar a situação do município. “Eu nasci e me criei aqui, tenho orgulho de ser franciscoense. Quem sabe em 2012 Maurício Cardoso não estará pleiteando uma eleição? Não tenho certeza, tudo vai depender das negociações, do novo governo. Acredito que o povo vai comparar a administração de seis meses com a de seis anos”, afirma, ponderando que acredita ter cumprido sua meta como administrador de São Francisco do Maranhão. “Me sinto de alma lavada estou entregando a prefeitura pro novo governante. Espero que ele dê continuidade ao que iniciamos.”

o c s i c n São Fra

o ã h n a r a M o d

Morro da Santa Cruz CARAS E NOMES

249


O Festival de Verão de São Francisco do Maranhão O Festival de Verão tem como um dos grandes destaques o torneio de futebol de areia, que atrai uma grande multidão para a cidade. “Ele não poderia deixar de ser realizado porque acontece todos os anos. Neste ano teve um patrocínio todo especial do então prefeito Maurício Cardoso. Tudo isso para que nosso município cresça e se desenvolva”, destaca Mauricio.

Geração de Emprego e Renda Sabedor de sua condição de prefeito interino, Maurício Cardoso aproveitava o final do mandato e para realizar o Festival de Verão e inaugurou três quiosques construídos às margens do Rio Parnaíba que formam o centro de lazer Antônio Cardoso Guimarães, em homenagem ao seu pai, que exerceu o cargo de vereador e prefeito da cidade . “Eles vão gerar renda e lazer para o povo de São Francisco do Maranhão” enfatiza Mauricio. Uma das razões do festival é mostrar para o Maranhão as belezas de São Francisco, de modo particular suas praias e o Morro da Santa Cruz, que Maurício considera uma das maravilhas do Maranhão. “Está esquecido pelo Maranhão, pelas autoridades políticas do Estado. Acredito que com a presença da CARAS E NOMES São Francisco vai ser mais reconhecida pelos governantes do Estado.” O Festival de Verão nasceu com a proposta de mostrar as belezas da nossa cidade para o Maranhão para o Brasil e para o Mundo.

e ilva, mã raças S G o s s a o d d r a Maria rício C ito Mau do prefe

250 CARAS E NOMES


O pai que é ídolo Para o então prefeito Maurício Cardoso, seu pai, Antônio Cardoso Guimarães, que faleceu aos 86 anos, até hoje é uma pessoa especial. “Tenho certeza que, onde ele estiver, está vendo o meu sucesso, vendo onde cheguei. Tudo o que tenho e sou devo ao meu pai e se não fosse ele eu não estaria realizando nada disto, porque fui incentivado por ele. Ser prefeito é um sonho que estou realizando pra ele, minha mãe, minha esposa e toda a minha família.” O filho descreve seu pai como uma pessoa que fez história no município. “Ele foi vereador por quatro mandatos, foi prefeito e vice. Era uma pessoa amiga, que faleceu aos 86 anos e não deixou se quer um inimigo. Sempre esteve ao meu lado, me apoiando.” Antônio Cardoso Guimarães, que se casou duas vezes, no primeiro casamento teve sete filhos. Estes não seguiram a carreira política. “Com minha mãe, Maria das Graças Silva, foram mais dois irmãos. O Mauro tentou, mas não conseguiu. Eu segui esse caminho dele, por conta disse tive esse sucesso. Agradeço muito a ele. O sobrenome Cardoso me ajudou, acho que sem ele não teria me elegido... meu pai pra mim é tudo, meu ídolo, esteja onde ele estiver, vou carregar e honrar seu nome.” Membro de uma família numerosa - dois irmãos por parte de pai e uma por parte de mãe, mais os sete irmãos por parte do primeiro casamento do pai – Maurício destaca que todos se relacionam muito bem e que são amigos.

Saúde São Francisco do Maranhão não tinha médico plantonista, o PSF não trabalhava regularmente e a farmácia básica também não funcionava com regularidades. “Hoje temos quatro equipes do PSF trabalhando regularmente, médicos operando dentro do hospital de São Francisco, medicamentos gratuitos nas farmácias populares para toda a população. Estamos capacitando profissionais para melhorar cada vez mais a qualidade da saúde. Agora mesmo estamos realizando um curso de saúde. A saúde de São Francisco hoje está bem, nunca esteve assim, e a gente aproveita para parabenizar o secretário Raimundo Neto pelo bom trabalho que realiza”, declara o prefeito.

Segurança “A cidade tem 86 anos de emancipação e nunca tinha uma viatura própria. Eu com apenas um mês e meio de governo consegui uma viatura”, diz Maurício Cardoso, explicando que com essa viatura a prefeitura mantém a segurança no município. Esse trabalho é realizado por cinco militares e pelos dez homens do guarda noturno. CARAS E NOMES

251


Em meio às atrações do Festival de Verão, Josiane Ribeiro, que falou como primeira-dama de São Francisco do Maranhão, recebeu a reportagem da revista CARAS E NOMES. O encontro foi às margens do Rio Parnaíba

252 CARAS E NOMES


&

Josiane Ribeiro

Maurício Cardoso Uma vida a dois completa

Com a convicção de quem realmente está feliz, Josiane falou sobre o ser primeira-dama, descreveu a administração do marido, seu sonho de ter uma casa em Teresina e das atividades à frente da Secretaria de Educação. Natural de Palmeirais, no Piauí, durante seis anos a secretária morou na capital Terezina. Hoje em dia reside em São Francisco do Maranhão. A então primeira-dama é apaixonada pela vida e pela família. E uma das maiores virtudes dessa mulher é a humildade. Pois ela se relaciona muito bem com o povo. Sincera, revelou o que considera seu maior defeito: “sou muito ciumenta”. E como toda mulher jovem e de bom gosto, Josiane adora viajar. Ela destaca que a família é tudo em sua vida e que a relação com os familiares é harmoniosa. Para Josiane, a família é um ponto de apoio. “Procuramos ajudar em tudo e minha mensagem é que possam estar sempre unidos como sempre estivemos, principalmente nas horas tristes”, desabafa. CARAS E NOMES

253


Franca ao responder à reportagem, afirma que é muito válida a experiência como primeira-dama e lembra que isso aconteceu em sua vida e do seu marido, Maurício Cardoso e Silva, meio que por acaso. “Foi tudo muito rápido, porque pela primeira vez ele saiu candidato a vereador e logo virou presidente da Câmara, e nem bem nos acostumamos com isso e ele assumiu como prefeito da cidade”, comenta Josiane, destacando que, a princípio, o marido ocuparia o cargo de prefeito apor apenas 40 dias, mas o mandato durou quase sete meses. “Considero esse um fato marcante em minha vida e na vida dele.”

Um trabalho que dignifica À frente da pasta de Educação, Josiane Ribeiro não esconde a satisfação ao perceber o quanto o povo de São Francisco do Maranhão é bom, humilde e trabalhador. “É um povo muito bom e a humildade vem em primeiro lugar, por isso procuramos fazer o melhor por ele.” A secretária correspondeu às expectativas da população ao realizar vários projetos da Secretaria de Educação. Um deles foi a aquisição de 1000 carteiras para as escolas do município. “Quando recebemos a secretaria, encontramos escolas sem o mínimo de estrutura para funcionar, então começamos a trabalhar. Um dos planos da secretária é continuar à frente da Pasta e trabalhar mais e mais pela educação do município. “Temos muito a fazer por este povo”, declarou a secretária, enfatizando que, embora tenha assumido pensando que ficaria apenas 40 adias, seu projeto é muito maior. “Meu plano é continuar até 2012, porque o que a população mais espera é educação de qualidade e isso não pode ser feito de uma hora pra outra, precisa de tempo”, diz a secretária, recordando que muitos prédios de escolas precisam ser reformados e os professores necessitam ser capacitados. “Inclusive fizemos uma capacitação de professores recentemente. Foram três dias de muitas atividades.” Na avaliação da secretária, o seu trabalho e o do marido são positivos. Ela acredita que a população está gostando, porque a prefeitura faz tudo o que está ao seu alcance. Uma vida a dois completa Um assunto que deixa a Josiane entusiasmada é quando fala do início do seu relacionamento com o marido, Mau254 CARAS E NOMES

rício Cardoso e Silva, sua vivência com ele e o projeto de engravidar em 2011. A secretária conta que eles se conheceram numa festa no interior de Palmeirais (PI). Segundo relata, foi onde se conheceram. “Posso garantir que foi amor à primeira. Eu estava com 18 anos.” Partindo da narrativa de Josiane Ribeiro, percebe-se que o destino dos dois parecia estar traçado e tudo indicava que ficariam juntos, que esse relacionamento resultaria em casamento. Mas como a grande parte dos apaixonados, eles também tiveram seus dias de tormenta. Pouco tempo depois do primeiro encontro na festa, Maurício foi pra Teresina, onde trabalhava transportando animais. Na capital piauiense ele sofreu um acidente. Depois disso Maurício foi morar definitivamente em Teresina. A distância não foi suficiente para separar o casal de apaixonados e, algum tempo depois, Josiane tomou uma das decisões mais importantes de sua vida: foi morar em Teresina também. “Foi melhor, porque arrumei um trabalho como atendente em uma ótica e começamos a namorar sérios mesmo em 1998.” Vivendo na mesma cidade, Josiane e Maurício decidiram morar juntos, dividir o mesmo teto. Isso aconteceu em 2002. “Passamos três anos nessa situação, só depois nos casamos. Já são 12 anos dessa convivência. Ele foi meu primeiro namorado.” “Não me arrependo de ter casado, amo meu marido demais, minha vida de casada, e espero que ele não desista dos seus sonhos e que possamos viver juntos pra sempre.” Josiane pretende ter um filho em 2011.


Vereador Mazinho Rocha Um formador de opinião

Filho de dona Raimunda Ferreira da Rocha e João Evangelista da Silva Rocha, Mazinho Rocha nasceu no município de Conceição do Lago Açu. A sua infância de menino pobre foi marcada por muito sofrimento e trabalho, sempre ajudando os pais em todas as atividades necessárias.

Vida pública Mazinho sempre foi um jovem à frente do seu tempo. Questionador, articulador e pensando na coletividade, a sua vida pública teve início quando foi coordenador do portal da Alvorada, uma entidade do governo do Estado, em seguida ocupou os cargos de secretário do Meio Ambiente em Lago Açu, operador de sistema na

colônia de pescadores e atualmente vereador pelo PSL.

Projetos Mazinho Rocha se destaca na Câmara pela sua forte atuação em defesa do social. Entre os projetos por ele apresentados destaca-se a construção de escola no povoado Matinha com três salas, matadouro industrial na sede do município, construção de um posto de saúde no povoado Gastão Vieira já em execução pela prefeita Marly Souza, posto de saúde para o povoado Envira, construção da estrada de Juçareira, recuperação de várias ruas na sede do município.

Um formador de opinião Um sagitariano sempre de bem com a vida. Assim é o vereador Mazinho, que vê bem na política uma janela para as grandes transformações. Amante de uma boa leitura, ele recomenda os livros: os clássicos da política e Formação do Brasil Contemporâneo. Na música a sua preferida é “Teatro dos vampiros”, de Legião Urbana; no cinema, o filme “Um amor pra recordar” é o seu preferido. Nos momentos de folga ele joga bola, visita os amigos e nunca dispensa uma boa roda de conversa.

Parceria O objetivo de vida do vereador Mazinho Rocha é mostrar para o Maranhão a realidade e o desenvolvimento do município de Conceição do Lago Açu. Sobre a atual administração do município ele é um otimista e apóia Marly Souza. Segundo ele, uma grande parceria para quem quer trabalhar de verdade. CARAS E NOMES

255


Fé, religião e alegria se misturam no Festejo de

Sant’Ana em Buriti de Inácia Vaz-MA

256 CARAS E NOMES


P

ela tradição da Igreja Católica, Ana era a mãe da Virgem Maria e, portanto, avó materna de Jesus Cristo. Os evangelhos não confirmam, mas de acordo com a tradição, era filha de Natã, sacerdote belemita, e de Maria. Suas irmãs mais velhas seriam Maria de Cleofas, mãe de Salomé, e Sobé, mãe de santa Isabel, que geraria são João Batista.

Ana casou-se com são Joaquim e por muitos anos permaneceu estéril, só dando à luz Maria. Segundo a tradição, teria morrido pouco depois de apresentar Maria no templo, consagrando-a a Deus, quando a filha contava apenas três anos de idade. A devoção a Ana difundiu-se no Oriente e no século VI o imperador Justiniano mandou erguer-lhe um templo em Constantinopla. Nos séculos seguintes a veneração expandiu-se também pela Europa. Em uma bula (1584) o papa Gregório XIII instituiu que sua festa seria comemorada no dia 26 de julho, mês que passou a ser denominado mês de Sant’Ana. Venerada como padroeira das mulheres casadas, especialmente das grávidas, cujos partos torna rápidos e bem-sucedidos, é também protetora das viúvas, dos navegantes e marceneiros.

CARAS E NOMES

257


“Fico muito emocionado com as homenagens, porque eles sabem o trabalho que faço, que procura valorizar os mais humildes como os vaqueiros. Sei que estão satisfeitos, tanto que se perguntar pra qualquer um deles, a resposta é que Neném mourão mudou a cara do município com sua administração diferente.”

258 CARAS E NOMES

O veterenário Ìtalo e Rafael

“É uma festa bem organizada, sem confusões, uma festa da paz, e o próprio povo ajuda a fazer essa festa tão bonita”, disse o prefeito. As toadas são uma bela expressão dos sentimentos dos vaqueiros. As letras dessas músicas falam do dia a dia desse homem, do seu amor à vida do campo, de suas grandes paixões - forró, vaquejada, mulher a cachaça -, sem esquecer as dificuldades da profissão. O prefeito Neném Mourão, que

é um eterno apaixonado pela vida que leva um vaqueiro, ficou muito emocionado ao ouvir as toadas. Entusiasmado, o administrador revelou sua luta da sua administração para criar uma associação dos vaqueiros pra que, no tempo da aposentadoria, eles tenham seus direitos reconhecidos. “Hoje eles se aposentam não como vaqueiros, mas como lavrador, e nós queremos fazer diferente”, afirmou o prefeito Neném Mourão.


Hoje eles se aposentam n茫o como vaqueiros, mas como lavrador, e n贸s queremos fazer diferente

CARAS E NOMES

259


Noite do vaqueiro

Em Buriti, o festejo de Sant’Ana tem uma peculiaridade: é uma tradição nesse período a festa do vaqueiro (vaquejada), uma das maiores manifestações culturais do Nordeste. Por serem grandes devotos da santa, este ano, com o apoio da prefeitura, a festa dedicada a essa categoria de trabalhadores foi muito mais bonita. Os vaqueiros se reuniram no sítio do Juarez para o evento que conhecido em toda a região como a noite do vaqueiro. “Eles merecem essa festa. A gente sabe que enfrentam muitas dificuldades como sono à noite, fome... então dedicamos um dia a eles”, explicou Neném Mourão, lembrando que no próximo ano a data será comemorada no dia 18, Dia Nacional do Vaqueiro. A noite dedicada a eles contou com a participação de vaqueiros de várias cidades vizinhas do município de Buriti, dentre elas Chapadinha, Duque Bacelar, Brejo e Coelho Neto.

Eles merecem essa festa. A gente sabe que enfrentam muitas dificuldades como sono à noite, fome... então dedicamos um dia a eles

260 CARAS E NOMES


Neném Mourão e a primeira-dama Ivanilce entre amigos

Prefeito de Duque Bacelar, Flávio Furtado e Neném Mourão na festa dos vaqueiros

Tradição política Neném Mourão é filho de dona Maria do Socorro Costa Mourão, de 76 anos. Segundo o filho, ela é muito humana, gosta de fazer o bem para as pessoas. “Eu puxei muito pra ela”, declara. O prefeito conta que seu pai (Francisco Pereira Mourão, 77 anos) foi vereador por mais de 40 anos, além do avô e da própria mãe. “Nós temos uma história política em no município.”

O prefeito Neném Mourão, primeira-dama Ivanilce e sua mãe Dona Maria do Socorro

CARAS E NOMES

261


O maior pesqueiro de água doce do Estado, o segundo maior lago da América Latina também é um colírio para os olhos. Conheça o Lago Açu e suas histórias 262 CARAS E NOMES


MistĂŠrios e lendas de um lago encantado

CARAS E NOMES

263


O pesc ad João M or oreira

Diz a lend aq de Vitória ue há muito tempo at do Olinda. Lá Mearim havia uma rás, no município as be Todo esse casas brilhavam c la cidade de nome om es orgulhoso plendor fez dos m o se fosse ouro. or , que desp rezava to adores um povo da a gent e vizinha.

264 CARAS E NOMES


povo de o d o t n e mportam eterminado o c o , a d n a le igo. Num d ante dias t s Segundo a c m e rar dur o ficou s Olinda nã ória choveu sem pa que a cidade a hist ntenso i d o o ã d t o i í r o f e odos os p io t v o ú l g i i d s n O o . e noites levando c ado de nome , s a u g á s ceu na m povo desapare No lugar nasceu u go Açu. a L s. moradore

Ainda hoje os antigos contam que quem se arrisca a pescar no lago e acidentalmente ou propositado fala o nome de Olinda desperta os espíritos dos mortos e escuta vozes, discussões, rumores de festa, risos..., pessoas que estão no fundo do lago e só aparecem transforamdas no peixe surubim.

CARAS E NOMES

265


ito pela Aรงu fe o g a L o Cais d Marly Sousa a it e f e r p

266 CARAS E NOMES


P

Ainda sobre a lenda

ores Pescad Açu, o g do La para a k o um o istraçã admin

or isso , quando é apanhado, o surubim não pode ser morto a cacetadas como outros peixes, tem de ser o pescoço quebrado na beira da canoa , pois é um ser humano, e quem assim não fizer fica louco para toda a vida. Quem conta essas histórias são pessoas que merecem credibilidade como o Sr. Francisco, pescador há mais de 35 anos e que a revista CARAS E NOMES entrevistou. Ele disse já ter visto navios iluminados passando no meio do lago, já encontrou vários utensílios domésticos como panelas, chaves, estatuetas, dentre outros. Lenda, fantasia ou pura imaginação fica a critério de cada um, mas o lago é realmente um encanto por si só. As lendas estão aí, basta acreditar. O pescador Antônio José, de 78 anos, chegou no Lago Açu nos anos 50 . Ele também conta histórias curiosas sobre o lugar. Segundo ele, no meio do Lago no período noturno aparecia uma tocha de fogo que amedrontava os pescadores . Hoje esses relatos já não existem, mas a lenda ainda respira debaixo das águas do Lago Açu.

Lemos Dalva cador e o pes Cruz r a Ciram

CARAS E NOMES

267


. . . . e a z e l e b m e e t n Um giga O maior pesqueiro de água doce do Estado, o segundo maior lago da América Latina, também é um colírio para os olhos. A cidade atravessa um momento de grandes realizações e conquistas e aqui o visitante pode contemplar um belíssimo espetáculo da natureza como a beleza do lago e toda sua grandiosidade; o por do sol que derrama seus raios nas águas deixando o lago cor de ouro, uma culinária à base de pescados que encanta os visitantes. Lago Açu é um excelente roteiro para os amantes do ecoturismo, pois aqui ainda é possível encontrar comunidades simples onde a natureza aparece intocável. Visite Lago Açu e encante-se pelas lendas e pela realidade.

268 CARAS E NOMES

do Lago Açu O por do sol

io O turista Sérg licia de se e qu ri Hen as ilh av com as mar çu A do Lago


s a h l i e d o d a c r e c o s í um para

moradora da Dona Maria, ancisco, e o Fr Ilha de São inho Rocha vereador Maz

A equipe da revista CARAS E NOMES teve o privilégio de visitar verdadeiros paraísos em forma de ilhas que cercam o município de Lago Açu. Na simpática ilha de São Francisco encontramos a dona Maria, que largou a capital federal Brasília para morar num paraíso onde, segundo ela, encontrou a verdadeira paz. Nesse lugar paradisíaco dona Maria e família cultivam hábitos simples como criação de galinhas, gado e a agricultura de subsistência. Visitar ilhas como São Francisco, Cazumbá, Ilha do Caga Fogo, Ilha do Zé Dico entre outras é descobrir verdadeiros paraísos perdidos e ter contato com uma natureza exuberante cheia de encantos e mistérios. Hoje, viver nessas ilhas é bem mais salutar, pois a administração pública tem levado ações que têm melhorado a vida de todos através de doações básicas como redes de pescar, chumbo e outros utensílios de pesca. Quem visita as ilhas do Lago Açu de fato descobre um novo mundo. CARAS E NOMES

269


Um futuro de águas límpidas

Maranhão

270 CARAS E NOMES


Marly Sousa Da colônia dos pescadores ao Executivo municipal

“Com Marly aqui melhorou tudo por tudo. Ela botou ordem na casa sabe? E está trabalhando muito trazendo recursos e projetos beneficiando muitas famílias. Ela é amiga dos pescadores e estamos satisfeitos”, palavras do pescador Chico Jansen, em entrevista a revista CARAS E NOMES.

CARAS E NOMES

271


Canta Lago Aรงu A cidade ficou pequena para receber tanta gente Prefeita Marly, pastor Matheus e o vice-prefeito Manoel Matos

272 CARAS E NOMES


O mover de Deus transformando gerações N

os dias 7 e 8 de agosto, o município de Conceição do Lago Açu foi palco de um dos maiores eventos evangélicos da região do Médio Mearim, o Canta Lago Açu. O evento consolidou o trabalho missionário que a igreja evangélica Assembleia de Deus vem desenvolvendo na região resgatando vidas e transformando toda uma sociedade.

O evento tem total apoio da Prefeitura Municipal de Lago Açu, onde a prefeita Marly Souza faz questão de apoiar iniciativas como essa. Além de trazer bênçãos espirituais para o município, o evento divulga o nome de Conceição do Lago Açu além divisas.

CARAS E NOMES

273


O mover da fé Segundo o Pr. Matheus, da Assembleia de Deus de Lago Açu, o projeto Canta Lago Açu nasceu no coração de Deus que ouvindo as orações do seu servo e fez nascer uma pequena semente que tinha como um dos objetivos a construção de templos na zona rural do município. Quando o projeto nasceu só existia no município o Templo Central e uma pequena congregação em fase de acabamento, hoje, decorridos quatro anos de muitas orações e jejuns por parte dos fiéis, já são nove congregações e o objetivo desse quarto evento é a construção da casa pastoral, pois já existe e tem mais de 50 anos e precisa ser reformada.

274 CARAS E NOMES

Prefeita Marly - apoio total a festa em Lago Açu O povo diz sim ao chamamento A programação festiva do Canta Lago Açu teve início nas primeiras horas do dia 6 de agosto, onde o município acordou com o hino tema do evento. Um dos destaques foi o Exército de Cristo, que conta com cerca de 100 jovens e juntamente com os demais departamentos da igreja mobilizou Lago Açu e toda a sociedade se envolveu nesse projeto divino que resgatou inúmeras almas. No período da tarde os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer a deliciosa culinária regional e apreciar um dos mais belos cenários do interior maranhense: o Lago Açu.

readora ces, a ve , e n a M , an tos dores Ir noel Ma Os verea ice-prefeito Ma seo u e th a v M o Fátima, Marly, o pastor a Rocha a prefeit Mazinho r o d verea


Para o 4º Canta Lago Açu foram confeccionadas 2 mil camisetas do evento e todas foram vendidas, uma prova incontestável de que a mão de Deus recaiu sobre o município em forma de muitas bênçãos. No domingo a programação contou ainda com peças teatrais, gincanas e maratona bíblica. Pastores de toda a região vieram prestigiar o evento, entre eles o pastor Raposo, da Assembleia de Deus de Bacabal, pastor Walbert, pastor Zequinha da Assembleia de Deus do povoado Cordeiro, além de pastores e lideranças de outras denominações e religiões como da Igreja Católica.

Projeto Semear no 4º Canta Lago Açu “Louvai ao Senhor, porque é bom cantar louvores ao Senhor” Salmos 147,1. Seguindo fielmente o que diz o salmo de Davi, os evangélicos fizeram uma festa onde os tempos primitivos foram lembrados através de hinos históricos e a modernidade também se fez presente, mas tudo sem fugir dos princípios cristãos que a igreja evangélica Assembleia de Deus guarda com muita honra. Teve o sapateado do cantor Lourival Freitas, que levantou o público, o rugir e a força do leão na voz potente

Cantor Lourival Freitas

da cantora Ana Paula. A suavidade e emoção na voz da bacabalense Kesia Raposo, o louvor evangelístico do projeto Semear, além de muitas outras atrações. Na avaliação dos organizadores do evento, o Canta Lago Açu ano 4 foi sucesso absoluto. O apoio incondicional da prefeita Marly e da sua equipe de governo foi fundamental para esse grandioso evento que ficou marcado no Médio Mearim. Sem dúvidas Deus abençoou esse lugar e toda sua gente.

Banda O Semeador

Cantora Ana Paula

Cantora Kesia Raposo CARAS E NOMES 275


Marly Sousa 17

Maranhão Infraestrutura Urbana Em 17 meses de governo, a administração Marly Sousa já fez muito por Lago Açu. Através de parcerias e convênios, a cidade está com um novo

Ruas

çadas

cal

AIS ICIN V S ADA ESTR

276 CARAS E NOMES

visual bem mais salutar. A limpeza pública melhorou a qualidade de vida da população e as cinco maiores ruas do município estão recebendo bloquetes.


meses de mandato

Ricardo DEP.

Murad

y Sousa Marl A T I E PREF

Saúde, um direito de todos Quem chega em Lago Açu logo na entrada da cidade se depara com uma obra que era o maior sonho dos lagoaçuenses: o hospital municipal. A obra foi uma parceria do governo do Estado com o município através do então secretário de Saúde no Estado, Ricardo Murad. O hospital terá 20 leitos e será entregue até o fim de dezembro de 2010. Lago Açu hoje conta com duas ambulâncias, quatro médicos e seis enfermeiros. Saúde pública hoje é uma feliz realidade nesse município que não pára de crescer. “A nossa cidade atravessa um grande momento, graças ao governo da prefeita Marly que está agradando a todos”, diz Manassés, vereador.

ital hosp e d ran Um g

ção nstru o c em

CARAS E NOMES

277


A 1ª escola de 2º grau do município, mais um marco da administração Marly Sousa Quando assumiu, uma das primeiras ações da prefeita Marly foi a reforma de todas as escolas da sede e zona rural, algumas ampliadas e equipadas. O município ganhou ainda biblioteca pública e está em construção na sede a 1ª escola de 2º grau da cidade, mais um marco dessa administração. O telecentro comunitário atende mais de 200 jovens com inclusão digital e a meta é a construção de mais escolas para o município. “Marly tem esse compromisso com a educação e isso gera um futuro melhor para os nossos filhos”, disse o vereador Ivan.

Marly Sousa 17

278 CARAS E NOMES


Tudo pelo social Uma administradora que conhece a realidade do seu povo, da sua gente. Uma humilde pescadora que chegou ao poder com propostas claras e bem definitivas. Assim é Marly Souza, que vê no trabalho social um fator de desenvolvimento e qualidade de vida. Para as famílias com maior índice de insegurança alimentar existe o programa de distribuição de leite, além de outras ações sociais que têm contribuído para uma vida bem melhor. O pescador de Lago Açu tem um tratamento especial, recebe material de trabalho como redes, motor, caixas e outros utensílios para a pesca. “A ação da prefeita é muito boa. Ela tá trabalhando muito e gosta da nossa classe de pescadores. Que ela continue assim sempre”, disse o Sr. Francisco, morador há 35 anos em Lago Açu. Hoje Lago Açu navega em águas tranquilas. Apesar de ser uma pessoa simples e interiorana, Marly Sousa conhece o caminho dos barcos para trazer nas redes obras, recursos e convênios para o município.

meses de mandato CARAS E NOMES

279


Pr. Matheus Ele chegou para revolucionar

Pastor Raposo, de Bacabal, e pastor Matheus, de Conceição do Lago Açu

J

ejum, oração e lágrimas! Nas palavras do pastor Matheus, esses são os ingredientes do sucesso de um homem de Deus, de alguém que enxerga sempre à frente do seu tempo. Titular da pasta de Assistência Social de Conceição do Lago Açu, o Pr. Matheus tem desenvolvido um trabalho de transformação de vidas, tanto na área social como espiritual. Em Lago Açu os programas sociais se tornaram

280 CARAS E NOMES

referência pela eficiência e resolubilidade. Aqui funciona o PETI cuidando e educando crianças, o telecentro comunitário com 20 computadores levando a inclusão digital aos jovens, o CRAS com psicólogos e atendendo com eficiência as famílias necessitadas, o Bolsa Sólidaria, o Projovem Trabalhador e Urbano. E está em fase de conclusão o projeto para a construção de 130 casas populares.


Religião x Política Segundo o Pr. Matheus, conciliar o ministério de pastor e a função de secretário de Assistência Social do município tem sido uma tarefa árdua. “Algumas pessoas acham que estamos fazendo política, mas não é verdade. A nossa missão em Lago Açu é trabalhar o social e o faremos até quando Deus nos permitir.” O ministério e o trabalho do Pr. Matheus tem revolucionado Lago Açu. Hoje ele conta satisfeito que durante um certo período de tempo cerca de 200 jovens que viviam envolvidos com drogas e prostituição foram libertados, graças ao Evangelho aliado ao social.

Cidadão Lagoaçuense Recentemente o Pr. Matheus foi agraciado com o título de cidadão Lagoaçuense, um projeto do vereador Mazinho Rocha aprovado pela Câmara e pela prefeita Marly Souza. Não é a primeira vez que ele recebe esse título. Em Godofredo Viana, com apenas três anos de trabalho, Pr. Matheus também se tornou Godofredense, mais uma prova incontestável da competência desse bacabalense que de fato veio para revolucionar. O Pr. Matheus avalia o atual momento que atravessa Lago Açu como extremamente positivo, pois tem uma administração séria e com muitas ações já realizadas e ele vai mais além. “Enquanto Deus estiver à frente das nossas ações, somos mais que vencedores”, concluiu.

Pastor Matheus e prefeita Marly Souza CONCEIÇÃO DO LAGO AÇU - MA CARAS E NOMES

281


Pr. Francisco Soares Raposo Filho Um homem de Fé e Ação

L

íder da Assembleia de Deus em Bacabal, vicepresidente da instituição no Estado e capelão da Polícia Militar, o pastor Francisco Soares Raposo Filho conta com 27 anos de um ministério de muitas conquistas e grandes realizações em prol do Evangelho. Na visão do Pr. Raposo, o Evangelho deve cuidar do homem como um todo: corpo, alma e espírito, daí a importância da assistência social na igreja como forma de refletir o amor de Deus na vida das pessoas. Em entrevista exclusiva à revista CARAS E NOMES, Pr. Raposo fala sobre o trabalho social da igreja, o ministério de louvor, sua filha Quésia Raposo, do Festival Canta Lago Açu, entre outros assuntos.

CARAS E NOMES Pastor Raposo, me fale sobre essa maneira revolucionária de pregar a palavra de Deus e também sobre o 4º Canta Lago Açu. Pr. Raposo – A palavra de Deus, referente ao evangelho pleno significa o evangelho que cuida do homem no seu todo: corpo, alma e espírito. Construções de templos é um dos objetivos, mas também assistir socialmente as pessoas. É um marco que tem se tornado como diz o Hino do Canta Lago Açu: uma tradição. O 4º Canta Lago Açu tem provado isso. As multidões de pessoas vindas para cá atraídas por esse movimento que Deus tem abençoado e tem, de uma maneira 282 CARAS E NOMES


especial usado o Pr. Mateus de Lago Açu. CARAS E NOMES Aqui acontecem apresentações belíssimas como grupo de irmãs acompanhadas por percussão, grupos de teatro. A igreja mudou muito nesse aspecto? Pr. Raposo - Sim. Porque a gente tem usado todos os meios lícitos para alcançar as pessoas. Nós não vamos lançar mão de meios ilícitos. A música sempre foi usada por Deus e hoje nós temos uma banda composta por irmãos e irmãs, temos uma banda de música formada por crianças, temos um professor pela Fundação Cultural da Assembleia de Deus em Bacabal, a Fundação Nova Aliança e temos um professor também de música ensinando violão, teclado, guitarra. Isso tudo para atender esse aspecto. Temos ainda coreografia, peças teatrais como você mesma viu, coisas de emocionar. CARAS E NOMES Pr. Raposo, como já foi falado, a igreja também trabalha com a questão social, como construção de casas para pessoas carentes, entre outras ações. Me fale desse magnífico trabalho filantrópico. Pr. Raposo - A fundação Nova Aliança nasceu com esse objetivo, conseguir meios para realizar essas ações. Até o momento temos feito só com as nossas forças, mas temos construído casas, levado assistência médica hospitalar, tiramos sempre pessoas para Teresina e São Luís sem ocupar o município. Trabalhamos também a questão de água, luz, remédio, além de mutirões sociais com médicos, dentistas, oculistas para atender as necessidades, mas o trabalho corriqueiro a gente faz constantemente. A igreja investe todos os meses uma boa parte das suas rendas nesse particular . CARAS E NOMES Como nasceu esse projeto? Pr. Raposo – Eu tenho 27 anos de pastor e a gente sempre fez esse trabalho. Agora com mais intensidade aqui em Bacabal, pois a igreja é maior e tem mais condições. Deus também tem nos dado. Quando a gente recorre às autoridades nunca recebemos um não pelo trabalho sério que temos feito e porque começou como eu disse no início, com evangelho pleno que visa cuidar do ser humano como um todo. Nós não só pensamos na parte espiritual, mas na parte social, pois a Bíblia manda auxiliar os santos nas suas necessidades. CARAS E NOMES Pastor, me fale agora da evolução do Canta Lago Açu. Pr. Raposo - O pastor Matheus é uma pessoa muito dinâmica e eu acho que posso dizer assim: a evolução do Canta Lago Açu se deve primeiramente à mão de Deus estendida. Em segundo lugar o talento do pastor Matheus, que consegue arregimentar as massas. Como ele mesmo diz nas suas palavras, até os católicos vestem a camisa. Porque com certeza acredita no trabalho que ele está fazendo. Deus tem dado a ele a graça diante dos Seus olhos e dos homens e quando o líder é querido o povo vai, acompanha e acredita. Ele tem uma prestação de contas rigorosas . Não deixa

passar um centavo e faz uma administração transparente e faz o pessoal saber que é uma coisa séria e coopera com os trabalhos sérios. CARAS E NOMES Como é ser pai de uma cantora como a Quésia, que canta e encanta as pessoas que a escutam, além de ser uma filha exemplar. Pr. Raposo – Me sinto lisonjeado, porque quando Quésia nasceu a 1ª coisa que eu fiz foi comprar um som muito simples. Muito rústico e comprar naquela época LPs de uma cantora mirim que não lembro mais o nome dela. A gente comprou esse LP pra “Quezinha” começar a ouvir, e de repente a Quésia desponta com muita simpatia agradando ao povo. Só em Bacabal vendemos mais de 1.000 CDs, no lançamento do CD o templo da igreja estava superlotado de pessoas crentes e não crentes. É bom a gente ver que ela é uma pessoa querida mesmo e isso nos deixa lisonjeado e muito grato a Deus, principalmente no caráter que Ele lapidou na Quésia. É uma pessoa mesmo de caráter ilibado. CARAS E NOMES A Assembleia de Deus perdeu recentemente o seu maestro (irmão Orlando Alencar) foi uma perda muito grande? Pr. Raposo – Orlando Alves Graça de Alencar! Eu tive o privilégio de morar parede e meia com ele, Deus me deu essa e tive também o privilégio de acompanhá-lo na sua eternidade. Estive na UTI num momento muito especial quando sentimos a presença de Deus e embora nos sintamos conformados por saber que irmão Orlando está com Deus, não tenho dúvida nenhuma, na verdade foi uma perda irreparável, porque Orlando é história.Os Alencar são história, uma família de pastores e líderes. Orlando foi fundamental para o crescimento da Assembleia de Deus em Bacabal. CARAS E NOMES O que representa a pessoa do pastor Boa Ventura para a Assembleia de Deus de Bacabal? Pr. Raposo - Eu vou usar as palavras que eu disse há muito tempo: “Pisar a onde o Boa Ventura pisou é muito tranqüilo. Porque se sabe que vai estar pisando num terreno firme”. Um homem tão sábio como o Pr. Boa Ventura não pisava em areia movediça, geralmente pisava em terreno firme. E o que nós temos encontrado é uma história de emocionar, de fazer a gente louvar a Deus. Então, Boa Ventura é uma reserva moral, cultural e, sobretudo, espiritual dentro de Bacabal, conhecido e respeitado não só pelos evangélicos mais pelas autoridades e por todos. CARAS E NOMES Pr. Raposo, a revista CARAS E NOMES agradece por esse momento tão gratificante. Pr. Raposo – Eu que agradeço à CARAS E NOMES. Já conheço todas as edições. É uma revista muito boa, parabéns, eu não sou da área, mas pela experiência que a gente tem já dá para perceber o que é bom e o que é ruim. CARAS E NOMES é uma revista boa, espero que continue. Deus abençoe e que a revista continue sendo CARAS E NOMES.

CARAS E NOMES

283


Prefeita Marly e vice-prefeito Manoel Matos recebem o secretário de Minas e Energia do Maranhão

Israel Ferreira no 4º Canta Lago Açu

Em uma conversa descontraída, o secretário, que também faz parte do grupo Semeador, contou um pouco de sua vida, infância adolescencia, e da satisfação de ser filho do deputado Costa Ferreira, dentre outros assuntos. 284 CARAS E NOMES

Prefeita Marly e vice-prefeito Manoel Matos

Rompendo na fé, ele vai muito além Israel Nogueira Ferreira é filho de um dos maiores e mais brilhantes políticos do Estado do Maranhão, o deputado federal Costa Ferreira, que acumula em sua biografia 34 anos de vida pública, com dois mandatos de vereador e cinco como deputado federal pelo Estado do Maranhão. Criado em lar evangélico, Israel sempre teve uma profunda admiração pelos pais. Costa Ferreira e Eline estão casados há mais de 45 anos e durante todo esse período, o bom exemplo e a harmonia do lar sempre imperaram graças à sabedoria do casal em edificar um lar sobre a rocha.

O rebelde sem causa Mesmo com todo o exemplo dos pais, o jovem Israel, assim como o filho pródigo, resolveu conhecer outros caminhos. No ápice da juventude, virou o que chamamos de playboy. Cabelos compridos, prancha de surf, futebol, boates, bebidas e mulheres era seu foco. Extremamente narcisista, Israel só enxergava o exterior e a aparência para ele era tudo.

A profecia O nome Israel significa: “Que reina com Deus”. Um dia, a sua mãe, inspirada por Deus, pronunciou a seguinte sentença: “Meu filho, você não nasceu pra ser jogador de futebol, surfista, nem um homem da noite. Eu pedi a Deus um filho pregador do Evangelho”. Essas palavras penetram no jovem mais do que qualquer espada cortante, penetrou até a divisão da alma e espírito e mudou radicalmente a vida de Israel. Quando chegou à igreja, ele aceitou a Cristo e resolveu larga tudo para simplesmente reinar com Deus.

O novo homem Esposo de Sara e pai de Paulo Fernando (18), Rebeca (10), Raquel (8), Rute (2) Israel Ferreira hoje é um homem completamente transformado. A sua competência lhe rendeu o cargo de secretário de Minas e Energia do Maranhão. Além dessa que exerce com muita seriedade, Israel também está à frente da missão evangélica O Semeador, que existe há mais de 40 anos. Com a missão, ele leva a vários lugares do Brasil, especialmente no Maranhão, um forte ministério de louvor que conta ainda com um departamento de artes cênicas, coreografia e pregação do Evangelho, que tem se tornado preferência por onde passa. A receita, segundo Israel, para todo esse sucesso é a fé incondicional em Deus. Acreditar que ele pode tudo e aproveitar as oportunidades é o segredo para continuar sempre rompendo em fé.


Acreditar que ele pode tudo e aproveitar as oportunidades ĂŠ o segredo para continuar sempre rompendo em fĂŠ

CARAS E NOMES

285


CARLINHOS l a r e d e F a r a m â C a n l exua Um homoss

Amigo particular da governadora Roseana Sarney, Carlinhos, homossexual assumido, é candidato a deputado federal e com muita chance de vitória. Filho da cidade de Timom, ele pretende representar a classe no cenário federal. ORGULHO GAY Carlinhos se diz orgulhoso em defender o interesse da classe homossexual, essa classe humilde, pacata, generosa, essa classe pé no chão, mas o seu projeto vai muito além disso. “Vou defender os interesses dos homossexuais, eles são muitos discriminados e tratados com violência, essa causa é uma causa nobre, então eu quero chegar na Câmara Federal e ter o privilégio de defendê-los. Não só os interesses dos homossexuais, mas de todo cidadão de bem e da sociedade como um todo”, diz Carlinhos. PELA MULHER Carlinhos pretende trabalhar com os pés no chão, com seriedade e dedicação para que possa eleger a governadora Roseana Sarney. “Todos nós sabemos que ela é uma mulher competente, séria, que está mostrando ao Maranhão inteiro a sua marca no governo, vamos trabalhar sem falsidade, levantar a bandeira. Eu estou do lado dela, de Lobão e de João Alberto, que são pessoas sérias e só querem o melhor para o Maranhão”, comenta. TRANSFORMAÇÃO Ao lado da prefeita de Matões do Maranhão, Sueli Pereira, Carlinhos apóia Ruben Junior para deputado estadual e a sua campanha é agradável, dinâmica e crescente. Por onde ele passa, com o ar de sua graça agrada a todos e esse jeito manso de lidar com as pessoas é um belo trunfo para uma grande transformação em votos. 286 CARAS E NOMES


Bastidores

REDAÇÃO

A SSESSO R I A J U R Í D IC A

DIRETORIA

os

y

m

a an

Le

ar

em

os

R ª.

Lu

Dr

CONSE L HO EDITORIAL

os

em

t

An

os

Le

a an

os

m

m

oL

i ôn

Le

la ae

f

Lu

Ra

R E P O R TAG E M

FOTOGRAFIAS e

eit

oL

nt

Be

lo

Me

ica

n Mô

os

m

Le

la ae

io

ár

ne

oM

An

f Ra

lh Ve

A N A L IS T A D E SIS T E M A S

ab

s

re

we

Jo

o bi

Bo

eb

Sil

Ju

th

er

va

a ni

W ny

hn

Jo

s

ni

De

es

om

s

oG

pe

o éL

da

an

rn

e yF

d an

n

Z

R E L A Ç Õ ES P Ú B L IC A S

lla

y Ke

W

a

V

d al

Ca

Ro

ho

al

rv

n

va

i Ed

d al

ne

J

ia os

de

Liz ria

Jo

Ma

D ESI G NE R S

• Christian Fernandez • Riccardo Otavio • Mônica Melo CARAS E NOMES

287


“Nosso maior . o d i c n e v i o f desafio . ” e d a d i l i b i d e r Ter c

(PROPRIETÁRIA)

288 CARAS E NOMES


(98) 3082.6689 / 3245.5984 8808.8424 / 8853.6446 / 8133.3670 E-mail: revistacarasenomes@hotmail.com Rua Acyr Marques, Nยบ 13 - Cohab Anil III



Revista Caras e Nomes 6