Issuu on Google+

Cacau – um superalimento O Cacau cru, de acordo com David Wolf, em seu livro Superalimentos, tem elevado teor de magnésio, um mineral muito raro e difícil de ser encontrado mesmo numa dieta bem equilibrada. Considerado o alimento mais completo do planeta, rico em antioxidante flavonóides, 14 vezes mais do que o vinho vermelho e 21 vezes mais do que o chá verde.


Cacau – poderoso antioxidante A ORAC (Oxygen Radical absorvência Capacity) é a escala desenvolvida pelos Estados Unidos Departamento de Agricultura para medir a eficácia dos antioxidantes para absorver os radicais livres que causam danos nos tecidos e diversos males. Quanto maior a pontuação ORAC, quanto maior o nível de antioxidantes presentes nos alimentos. Avaliação ORAC por 100gr. - Amêndoas/nibs de cacau cru: 62.100 - Cacau em pó torrado: 26.000 Amêndoas de cacau


Cacau – poderoso antioxidante • Antioxidantes são conhecidos por neutralizar a ação dos radicais livres. Os radicais livres prejudicam as células, proteínas e DNA (material genético). São, em verdade, moléculas agressivas de oxigênio, que oxidam e danificam os tecidos. Sua ação produz numerosos sintomas, que variam do enrugamento da pele a determinados tipos de câncer. •

Ver mais em: http://alimentacaoviva.blogspot.com.br/2010/10/cacau-crupropriedades.html


Cacau – um superalimento • O cacau é derivado de grãos de Theobroma Cacao, que literalmente significa "Alimento dos Deuses". O cacau contém mais de 300 compostos que incluem: proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, ferro, zinco, cobre, cálcio e magnésio. O cacau também é rico em enxofre, que ajuda a formar fortes unhas e cabelos. Além disso, o cacau também contém a feniletilamina produtos químicos (PEA) e anandamida.


Cacau – um superalimento • Magnésio: Cacau contém mais magnésio do que qualquer outro alimento. Magnésio é um dos grandes minerais alcalinos. Ele auxilia no funcionamento do coração, cérebro e sistema digestivo (combate a constipação digestiva). É também importante para o desenvolvimento da estrutura óssea.


Cacau – um superalimento • Ferro: Cacau contém 314% da dosagem diária de ferro recomendada pelo governo americano (U.S RDA) em cada 28 gramas. Ferro é criticamente necessário para alimentação. Ferro faz parte do oxigênio que transporta Cromo: É um importante mineral proteína chamada hemoglobina que que ajuda balancear o mantém o nosso sangue saudável. açúcar no sangue. Quase 80% dos americanos são deficientes neste micromineral.


Cacau – um superalimento Anandamida, nome derivado da palavra “ananda” (estado de felicidade plena) é uma endorfina que o corpo humano fabrica e liberada quando nos sentimos entusiasmados. A única planta que contém anandamida é o cacau.

Além disso, Cacau contém enzimas inibidoras que diminuem a capacidade do corpo de quebrar a anandamida. Assim, o cacau também faz aumentar o tempo da sensação de felicidade.


Cacau – um superalimento • Theobromina: cacau contém cerca de 1% theobromina. Theobromina é uma substancia bactericida eficiente que elimina o Streptococcus mutans (o principal organismo que provoca cáries dentárias). Theobromina é uma substancia química parente da cafeína, mas que não é estimulante do sistema nervoso. Theobromina dilata o sistema cardiovascular tornando o trabalho mais fácil para o coração. É uma das principais razões do porque o cacau é parte importante para dieta saudável do coração.


Cacau – um superalimento • Manganês: é um micromineral essencial. O manganês ajuda o ferro na oxigenação do sangue e na formação da hemoglobina. • Zinco: é um micromineral essencial. Zinco desempenha um papel crítico no sistema imunológico, fígado, pâncreas e na pele. Adicionalmente, o zinco está envolvido em milhares de reações enzimáticas em todo o corpo. • Cobre: é um micromineral essencial. Cobre é encontrado naturalmente em plantas com vitamina C. No corpo humano, o cobre ajuda na formação saudável do sangue. • Vitamina C: Apenas o cacau natural, cru, contém vitamina C. Nem cozido ou processado o chocolate tem esta vitamina. Em 28 gramas de nibs de cacau supre 21% da dosagem recomendada pela U.S. RDA de vitamina C.


Cacau – um superalimento • Ácido graxo ômega 6: Cacau contém o essencial ácido graxo ômega 6. Todo o chocolate cozido e processado contém Omega 6 rançoso (gordura trans) que pode até causar reação inflamatória quando ingerido. • Feniletilamina (PEA): é encontrado em abundância no cacau natural. É sensível ao calor, por isso perdese Feniletilamina no cozimento e processamento industrial do chocolate. PEA é a substância que nós produzimos no nosso corpo quando nos apaixonamos. Aparentemente, é uma das principais razões do porque o amor e o chocolate têm tão profunda conexão. PEA também desempenha um papel importante no aumento da atenção. • Serotonina: é o principal neurotransmissor no corpo humano. Serotonina é similar na sua formula química do triptofano e melatonina. Serotonina nos ajuda a construir nosso “escudo de defesa contra estresse”.


Tiwa (lê-se Tiwá), significa abundância em Tupi-guarani, nome que reflete nosso foco no máximo aproveitamento desse superalimento.

Muito mais que orgânico. Ecológico do plantio ao Chocolate: • Produção ecológica do cacau, livre de agroquímicos.

•Agroflorestal (plantas saudáveis em um meio ambiente equilibrado de floresta). •Cru : para evitar perda de nutrientes, os grãos são fermentados, secos ao sol e descascados manualmente (não torramos) . • Cacau fino, segue rigorosas especificações de seleção de frutos, fermentação e desidratação das amêndoas. • Sem lactose, lecitina de soja, livre de agroquímicos. • Microindústria TODA com energia limpa - solar. • Embalagens pensadas para mínimo impacto (embalagem com papel reciclado e tinta vegetal). • Neutralização de emissões de carbono.


Cacau, o "alimento dos Deuses"