Page 1

portefĂłlio

TrinchĂŠ Capucine estudante de arquitetura


Para arquitetos, leitores e curiosos, Você encontrará neste portefólio uma grande seleção do trabalho que fiz durante minha graduação na Escola Nacional de Arquitetura de Nantes, na França. Esses projetos são classificados de duas maneiras: os realizados no âmbito da escola e os realizados no estágio profissional. Esses primeiros sendo classificados cronologicamente, você será capaz de apreciar o progresso e a evolução da minha reflexão sobre o poder da arquitetura em nossas sociedades. De fato, a arquitetura é para mim uma solução para muitos males atuais e é necessário conhecer além das idéias pré-concebidas para considerar de outra forma a arquitetura de hoje, de modo que seja coerente e inovado. Desejo-lhe uma boa leitura, Capucine Trinché


I. Projetos escolares II. Projetos extra-curriculares


casa lavigne

semestre 2 - habitação e a cidade INTENTIONS PREMIÈRES :

- FAVORISER LES VUES NORD ET SUD - MARQUER UNE SÉPARATION CONCRÈTE ENTRE LES DEUX ESPACES TOUT EN CONSERVANT a- um Um primeiro caminho para a casa revela vistas para UN ESPACE ENCOURAGEANT LE PARTAGE, CONNECTÉ AU JARDIN

A Casa Lavigne foi concebida em resposta pedido original: a criação de uma casa de família, o sul. Os quartos oferecem vistas desobstruídas anexada a um consultório médico, na zona rural para todos os pontos cardeais. Perto da suite DÈS L'ENTRÉE DEUX BLOCS DISJOINTS ANNONÇANT L'ESPACE FAMILLE/PRIVÉE ET L'ESPACE dos subúrbios de Nantes. parental, o acesso a um terraço permite desfrutar PUBLIC de uma vista para o norte, em direcção ao distrito PREMIER CHEMINEMENT VERS LA MAISON QUI DÉVOILE LES PREMIÈRES VUES VERS LE SUD Algumas intenções guiaram o design, foi UN para de Bouguendis. promover as visões norte e sul, marcar AU uma RDC TOUJOURS DES VUES AU SUD : SUR LE POTAGER DEPUIS LA SALLE D'ATTENTE ET À MANGER ; SUR LA TERRASSE DEPUIS LA SALLE Àdá MANGER, SALON ET LE BUREAU DE L separação concreta entre os dois espaços, O revestimento de madeira uma LEidentidade mantendo um link. 0 5 10 específica à casa do bairro enquanto À L'ÉTAGE DEPUIS LES CHAMBRES DES dentro VUES TOTALEMENT DÉGAGÉES VERS L'ENSEMBLE DE CARDINAUX delineia a área privada, enquanto o consultório bouguenais, france PRÈS DE LA CHAMBRE DES PARENTS, UN ACCÈS SUR UNE TERRASSE PERMETTANT DE PROFIT Na entrada, dois blocos disjuntos anunciam o médico fica em um prédio com arquitetura mais VUE AU NORD VERS L'ÉTIER DE BOUGUENDIS espaço da família e a área médica. moderna.

maison lavigne

DES VUES AU SUD QUI NÉCESSITENT UNE PROTECTION DU SOLEIL : ÉTAGE EN PORTE À FAUX DE TOIT EN BARDAGE BOIS CONTINU SUR LES FAÇADES EST ET OUEST

PLAN DE MASSE 1:250

GANISATION DES ESPACES

INTENTIONS PREMIÈRES : - FAVORISER LES VUES NORD ET SUD - MARQUER UNE SÉPARATION CONCRÈTE ENTRE LES DEUX ESPACES TOUT EN CONSERVANT UN LIEN - UN ESPACE ENCOURAGEANT LE PARTAGE, CONNECTÉ AU JARDIN

5

0

1

DÈS L'ENTRÉE DEUX BLOCS DISJOINTS ANNONÇANT L'ESPACE FAMILLE/PRIVÉE ET L'ESPACE MÉDICAL/ PUBLIC

5

UN PREMIER CHEMINEMENT VERS LA MAISON QUI DÉVOILE LES PREMIÈRES VUES VERS LE SUD AU RDC TOUJOURS DES VUES AU SUD : SUR LE POTAGER DEPUIS LA SALLE D'ATTENTE ET LA SALLE À MANGER ; SUR LA TERRASSE DEPUIS LA SALLE À MANGER, LE SALON ET LE BUREAU DE LA MÈRE 0

5

10

SPACES SERVIS

ESPACES JOUR

SPACES SERVANTS

ESPACE NUIT

SPACES

À L'ÉTAGE DEPUIS LES CHAMBRES DES VUES TOTALEMENT DÉGAGÉES VERS L'ENSEMBLE DES POINTS CARDINAUX PRÈS DE LA CHAMBRE DES PARENTS, UN ACCÈS SUR UNE TERRASSE PERMETTANT DE PROFITER D'UNE VUE AU NORD VERS L'ÉTIER DE BOUGUENDIS DES VUES AU SUD QUI NÉCESSITENT UNE PROTECTION DU SOLEIL : ÉTAGE EN PORTE À FAUX, DÉBORD DE TOIT EN BARDAGE BOIS CONTINU SUR LES FAÇADES EST ET OUEST

ORGANISATION DES ESPACES HUMIDES

E LA FAMILLE UNE GRANDE PIÈCE DE VIE COMMUNICANTE AVEC L’ÉTAGE VIA UN UI PROCURE UNE BELLE HAUTEUR SOUS PLAFOND(5,5M) AU NIVEAU SALLE À MANGER

LATION DU CABINET PERMETTANT D’ÉVITER DE FAIRE UN DEMI TOUR VERS LA SALLE E POUR REPARTIR. D’ATTENTE DISPOSE D’UN ACCÈS VERS UN JARDIN RÉSERVÉ À LA PATIENTÈLE

E LES PIÈCES SONT SOUS PENTES AVEC DE 2M DE HAUTEUR AU PLUS BAS ET JUSQU’À US HAUT 0

1

5

Capucine

4

0

1

5

UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - La maison dans un site "natu

ESPACES SERVIS

ESPACES JOUR

ESPACES SERVANTS

ESPACE NUIT

ESPACES HUMIDES

AU RDC DE LA FAMILLE UNE GRANDE PIÈCE DE VIE COMMUNICANTE AVEC L’ÉTAGE VIA UN BALCON QUI PROCURE UNE BELLE HAUTEUR SOUS PLAFOND(5,5M) AU NIVEAU SALLE À MANGER


maison lavigne maison maison lavigne bouguenais,lavigne france bouguenais, bouguenais, france maisonfrance lavigne maison lavigne PLAN RDC - 1:100

PLAN R+1 - 1:100

A'

A'

Térreo

Primeiro andar

PLAN RDC - 1:100

PLAN R+1 - 1:100

A' bouguenais, france bouguenais, france PLAN PLANRDC RDC- -1:100 1:100

PLAN PLANR+1 R+1- -1:100 1:100

A'A'

A'A' PLAN RDC- -1:100 1:100 PLAN RDC

00

11

PLAN R+1- -1:100 1:100 PLAN R+1

A'A'

A'A'

A

A

55

00

A

11

55

A

COUPE AA' - 1:100

AA

AA 0

0 0 1

0

1

1

01

5

0

5 5

0 0 1

AA 1

A'

5

1

1

Corte AA’AA' - 1:100 COUPE COUPE COUPE AA' AA'- -551:100 1:100 00 11 0 01

5

FAÇADE NORD - 1:100

1

5

AA 5 5

5

5

FAÇADE EST - 1:100 COUPE AA'- -1:100 1:100 COUPE AA' 0

Fachada Norte 11

55

5

FAÇADE EST - 1:100 1 5 5

FAÇADE NORD - 1:100 00

1

0 0 1 00

Fachada Leste 11

55

FAÇADE FAÇADENORD NORD- -1:100 1:100 FAÇADE SUD - 1:100

FAÇADE FAÇADEEST EST- -1:100 1:100 FAÇADE OUEST5 -5 1:100 1 0 01

FAÇADE NORD- -1:100 1:100 FAÇADE NORD

FAÇADE EST 1:100 FAÇADE EST - -1:100

0

1

5

0

FAÇADE SUD - 1:100 5 5 1

0 0 1 00

11

55

FAÇADE FAÇADESUD SUD- -1:100 1:100 0

01

1

5

1

0 0 1

0

01

1

5 5

1

TRINCHE Capucine TRINCHE TRINCHE Capucine Capucine

5

5

FAÇADE OUEST - 1:100 1 5 5

11

0

5

TRINCHE Capucine

5

55

FAÇADE FAÇADEOUEST OUEST- -1:100 1:100

5

Fachada Sul FAÇADE SUD 1:100 FAÇADE SUD - -1:100 0

0 0 1 00

1

01

1

5

5

Fachada Oeste FAÇADE OUEST 1:100 FAÇADE OUEST - -1:100

UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - LA maison dans un site "naturel" 2/2 0

0 0 1

1

1

5

5 5

UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - LA maison dans un site "naturel" 2/2 UE UE21.1 21.1LE LELOGEMENT LOGEMENTET ETLA LAVILLE VILLE--LA LAmaison maisondans dansun unsite site"naturel" "naturel" 0

01

1

5

5

5

2/2 2/2


sob o mesmo teto 0

2 semestre 2 - habitação e a cidade

1

0

Esta casa é o lar de duas famílias, daí o seu FAÇADE EST - 1:100 nome «sob o mesmo teto». Uma das casas se estende para o norte, enquanto a outra se estende para o leste. No centro há uma entrada comum a ambas as casas.

le même toit

Apesar de compartilhar o mesmo terreno, as duas casas têm peculiaridades arquitetônicas. A casa ao norte tem uma parede comum com o prédio vizinho, então, para superar a falta de luz, são criadas quatro aberturas zenitais.

france

MASSE 1:200

1

2

Na outra casa, para quebrar a linearidade das fachadas existem extrusões, que podem servir de varandas ou assentos. No piso superior, uma grande área comum permite que as duas famílias se encontrem, bilhar, cinema, biblioteca e piscina, as atividades são inúmeras. A' PLAN R+2 - 1:100

10

B

0

1

B'

2

PLAN R+1 - 1:100

FAÇADE SUD - 1:100

0

0

1

0

1

2

0

1

2

2

5

B

B'

' - 1:100

0

0

1

2

1

2

PLAN RDC - 1:100

- 1:100

6

0

1

2


s, france nantes, france

ORD - 1:100

ST - 1:100

UD - 1:100

apucine

sous le même toit sous le même Nantes, france toit sous le même toit Nantes, france Nantes,sous france le même toit FAÇADE NORD - 1:100

A'

Fachada Norte

PLAN R+2 - 1:100

A'

PLAN R+2 - 1:100

A'

PLAN R+2 - 1:100

PLAN DE MASSE 1:200

A' PLAN R+2 - 1:100

PLAN DE MASSE 1:200

Nantes, france

Segundo andar

PLAN DE MASSE 1:200

sous le même toit 0

1

2

0

PLAN DE MASSE 1:200 FAÇADE EST - 1:100

1

10 2

10

A'

B

Fachada Leste france Nantes,

B

B'

B

10

PLAN DE MASSE 1:200

B' PLAN R+1 - 1:100

B

PLAN R+1 - 1:100 PLAN R+1 - 1:100

10

0

COUPE AA' - 1:100 COUPE AA' - 1:100

1

2

PLAN R+1 - 1:100

B

0

0

1

5

COUPE AA' - 1:100 0 0

COUPE AA' - 1:100 COUPE BB' - 1:100

0

0

1

1

2

1

0

1

2

B'

B'

0

1

2

B'

B'

2

B

0

2

B' Primeiro andar

B

2

COUPE FAÇADE SUD- -1:100 1:100 CorteAA' AA’

1

1

2

B

5

0

1

0

5

5

0

0

0

PLAN R+1 - 1:100

B 0

B'

PLAN R+2 - 1:100

10

0

1

1

2

0

1

2

0

1

2

0

1

2

B'

2

5

B

2

PLAN RDC - 1:100

B'

PLAN RDC - 1:100

2

PLAN RDC - 1:100

COUPE BB' - 1:100 COUPE CorteBB' BB’- 1:100

0

1

2

0

1

2

0

1

2

PLAN RDC - 1:100

COUPE BB' - 1:100

B 0

1

COUPE BB' - 1:100 0

B

0

1

B'

2

B

2

B'

Térreo UE 21.1 LE LOGEMENTUE ET21.1 LA VILLE - maison dans un-site urbain LE LOGEMENT ETsLA VILLE maison s dans un site urbain 2/3 2/3 0

TRINCHé Capucine

1

2

B'

PLAN RDC - 1:100

1

2

B

0

1

2

A

TRINCHé Capucine TRINCHé Capucine TRINCHé Capucine TRINCHé Capucine

0

1

2

B A B' UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - maison s dans un site urbain A 1/3 UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - maison s dans un site urbain A 1/3 UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - maison s dans un site urbain 1/3 UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - maison s dans un site urbain 1/3 0

0

1

0

1

1

2

2

2

A

TRINCHé Capucine

B'

0

1

2

0

1

2

UE 21.1 LE LOGEMENT ET LA VILLE - maison s dans un site urbain 7 1/3


one steppe closer

semestre 3 - situações extremas Mona Kérézéon - Henri Lhomme - Capucine Trinché Hoje, Ulaanbaatar, a capital da Mongólia Exterior, está se desenvolvendo, acompanhada na periferia da cidade pelo surgimento do distrito de gers (yurts), onde mais de 60% de sua população se acumula. Pastores nômades vivem tradicionalmente nas estepes, mas depois da perda de seus rebanhos, principalmente por causa do Dzud, um vento muito frio, acompanhado por fortes nevascas, que ocorrem cada vez mais regularmente nas estepes e impedem o acesso de animais a sua comida por causa da espessura do tapete de neve. Os pastores são forçados a abandonar suas atividades para ir à cidade, na esperança de encontrar outras fontes de renda. A sedentarização desses antigos nômades é acompanhada pela construção de habitações abaixo do padrão, levando a maioria dos habitantes do distrito a preservar seu hábitat tradicional (yurts), porque já responde melhor do que outros às restrições climáticas.

Vista de todo o bairro

8

Nosso projeto consiste na realização de uma primeira grande fazenda colaborativa instalada na fronteira das estepes e da cidade, nesta zona onde os nômades se instalam e onde ainda não há construções. O objetivo é tanto proporcionar emprego a pessoas recém-assentadas como permitir que os nômades continuem a criar seus rebanhos e assim manter e viver suas atividades. Esta solução ajudará a limitar a expansão da cidade nas estepes, desenvolvendo uma arquitetura melhor adaptada às tradições e à mudança climática e aos estilos de vida que dela resultam.


Vista externa sob a neve

Vista interior, oficinas de tecelagem

Corte de uma unidade: habitat / feno / gado

9


lona térmica BÂCHE isolante THERMIQUE impermeável treliça de madeira TREILLIS vigas de POUTRES madeira

aterro TALUS

PARCELLE Axonometria explodida da estrutura

desvio do vento frio

fluxo de neve e chuvas

Reações ao clima (e especialmente ao Dzud)

circulação horizontal no fundo do edifício

HABiTATS FOIN BéTAIL

école bétail

habitats foin bétail

habitat escola habitat feno gado feno gado gado HABiTATS école habitats Implantando uma aldeia horizontal

10

FOIN BéTAIL

bétail

foin bétail

tissage stockage tonte

marché bétail

tecelagem armazenamento ovelha de corte

tissage stockage tonte

mercado gado

marché bétail

habitats bétail

habitats foin parking

habitat habitat gado feno estacionamento

habitats bétail

habitats foin parking


revestimento evolutivo semestre 3 - morfologia

Hugo Forté - Thomas Lambert - Baptiste Palussière - Capucine Trinché

Como parte do TP Morfologia, decidimos trabalhar em um revestimento cinético que evoluiria de acordo com os desejos e necessidades dos habitantes.

De fato, o projeto é organizado em torno de um trabalho sobre a mecânica de articulação do revestimento, mas também sobre a geração de volumes variáveis com ​​ base nessa estrutura. Para conseguir isso, decidimos ter as membranas com reflexos metálicos entre as barras. Estes serão, portanto, inflados quando as barras se aproximarem e se aplanarão ao espaçar, a textura do metal também nos permitindo jogar reflexões quando os volumes mudam.

Toda a articulação desse revestimento estaria, de fato, sujeita aos desejos dos habitantes de abrir a janela para a luz ou, ao contrário, impedir que ela entrasse no prédio. O sistema consistirá de um conjunto de barras deslizantes e trilhos, propagando uma perturbação ao redor da janela e modificando a forma da fachada. Algumas barras do centro da janela serão usadas para transmitir a deformação, enquanto outras serão usadas para criar volumes diferentes. t ra n s m i s s ã o de movimento

barra 1 fachade slide

eixo

t ra n s m i s s ã o de movimento

barra 2

11


12


13


faraó

semestre 4 - alojamento estudantil pela janela

PHARAON

Maya Fleury - Quentin Gisselere - Medhi Naceur - Marion Rosquoet - Capucine Trinché - Emma Vanhecke

O projeto Pharaon é uma unidade que leva três projetos ligados entre si por vários pontos comuns: a materialidade do todo (concreto banché), as circulações salientes ou aberturas relacionadas entre si. O conjunto muito escultural e brutal foi marcado e inspirado pela estética das arquiteturas impossíveis de Filip Dujardin, os imensos volumes são sobrepostos e interligados. No interior, todos os apartamentos são orientados para o Loire e as circulações estão localizadas no norte. Para oferecer a visão do FAÇADE SUD EST

Loire a todos, implementamos um sistema de inovações que permite limpar visões, enquanto criamos terraços. PLAN MASSE

1:500

Finalmente, o último desafio do nosso projeto: a vegetação e o meio ambiente. Tratamos nossa arquitetura de maneira radical e queríamos manter essa radicalidade no tratamento de exteriores. A volumetria libera vários terraços de telhado que nós vegetamos densamente para criar passeios.

1:200

PHARAON A’

A

PLAN MASSE FAÇADE SUD OUEST

1:200

FAÇADE SUD EST

PLAN RDC

1:200

1:200

FLEURY Maia - GISSELERE Quentin - NACEUR Mehdi - ROSQUOET Marion - TRINCHÉ Capucine - VANHECKE Emma

FAÇADE SUD OUEST R+4 R+10

FLEURY Maia - GISSELERE Quentin - NACEUR Mehdi - ROSQUOET Marion - TRINCHÉ Capucine - VANHECKE Emma

14

1:200

1:500


1:200

noisreVlanoitacudESG

FAÇADE SUD EST

7C

5C

C6 6C

C6

noisreVlanoitacudESG

VL

C5

6

COUPE AA’

1:200

7C

5C

6C

7C

5C

6C

C6

1:200 LV

LV

FAÇADE SUD OUEST

C5

C6

noisreVlanoitacudESG

VL

Studio 18m2

7C

5C

6C

7C

5C

C5

1:50

C7

LV

LV

6C

Studio 21m2

C5 C7

Studio 15m2

LV

5 C6

LV

LV

VL

S

VL

VL

7C

6C

5C

C7

C5

LV

C6

R+4 R+10

R+14

C7

Studio 15m2

FLEURY Maia - GISSELERE Quentin - NACEUR Mehdi - ROSQUOET Marion - TRINCHÉ Capucine - VANHECKE Emma R+17

FLEURY Maia - GISSELERE Quentin - NACEUR Mehdi - ROSQUOET Marion - TRINCHÉ Capucine - VANHECKE Emma VL

LV LV

LV

6C

VL

C7

C5 C7

Studio 21m2 Coupes

1:50

6C

2

Studio 15m2

C6

Coupes

C5

C7

C6

C5 C7

15


contraste

semestre 4 - alojamento estudantil pela janela Capucine Trinché - Gaëlle Vincens

Contraste é um projeto de oposição às características do manicômio DY10, é uma questão de criar uma oferta habitacional para responder ao problema dos migrantes. Um volume leve, transparente e metálico emerge do bunker em seu terço do sul, de modo a não obstruir as vistas dos edifícios circundantes. Para acentuar a impressão de emergência do edifício e para tornar mais íntimo o espaço externo comum, a ligeira inclinação das bordas do blockhouse é prolongada.

16

Dentro dessa estrutura metálica, o mesmo plano se desenvolve em cinco andares. O plano é construído em torno de uma centralidade técnica que se espalha para fora. Assim, as áreas comuns são orientadas para a esplanada, enquanto os quartos são colocadas à distância pelo núcleo central. O edifício é construído de tal forma que pode ser transformado em habitação permanente se a situação sóciopolítica melhorar. Esta proposta radical marca a recepção dos migrantes na dinâmica da cidade, ao mesmo tempo que valorizam um edifício histórico.


17


extrato da folha de contato

semestre 5 - a cidade das possibilidades Entre as fotos das viagens a Antuérpia, foi necessário escolher 36. A tomada de uma foto já é em si um processo de seleção, o que o fotógrafo quer mostrar? O segundo estágio da seleção pode levantar questões. Aqui, rapidamente se compreende as muitas

18

identidades de Antuérpia e pode-se, assim, questionar algumas políticas da cidade que levaram à negligência de algum bairro vis-à-vis a valorização de outros.


e - Anvers, octobre 2018

19

TRINCHÉ Capucine - Anvers, octobre 2018


link - uma fronteira dinâmica

semestre 5 - a cidade das possibilidades

PHARAON

Malik Chahed - Baptiste Palussière - Capucine Trinché

LINK é o projeto de um lugar de encontro diário cujo tamanho é derivado das formas arquitetônicas em presença. Criar um espaço multifuncional no qual todos seriam levados a conhecer aqueles com quem compartilha sua vizinhança indo para atividades esportivas, passeios com famílias, necessidades de primeira necessidade, mas também para turistas que desejam curtir a vista em Antuérpia. Este projeto oferece novas possibilidades de usar a barra em contradição com as idéias de um modelo condenado ao fracasso. Também melhora a imagem da vizinhança dando-lhe uma identidade forte como vizinhança de bares e criando um pólo atraente dentro de um bairro anteriormente negligenciado.

A

A nova possibilidade de cruzar as muitas vias de circulação é acompanhada por pontes que cruzam o mais próximo da copa das árvores. Depois de um caminho sensível, a pé ou de bicicleta, os habitantes do bairro encontramse ao pé de um edifício alto; apela para as sensações que eles vivem ao pé dos edifícios que eles vivem, exceto que aqui eles são recebidos por muitas lojas, fazendo a travessia viva. As lojas são especialmente projetadas para acomodar estudantes do ensino fundamental e médio. eles vêm para comprar material escolar ou vão à padaria quando saem da escola. Há também uma área de jogo coberta em que os pais podem parar com os mais jovens. Para dias ensolarados, uma área verde ao ar livre é planejada no térreo, uma faixa de 26m de largura é cercada por uma profusão de árvores que criam uma barreira contra o ruído e a poluição. 1:500

PLAN RDC

1:200

A’

FLEURY Maia - GISSELERE Quentin - NACEUR Mehdi - ROSQUOET Marion - TRINCHÉ Capucine - VANHECKE Emma

20

PLAN MASSE


21 16

13

18

14

19

15

20

17 16 15 14

20H x 20 cm 19F x 25 cm

13

12 11 10 9 8

12

7

11

6

10

5

9

4

8

3

7

2

6

1

5 20H x 20 cm 19F x 25 cm

20H x 20 cm 19F x 25 cm

2

4

3

1

2

4

3

5

1

6

7

9

8

11

10

12

13

14

16

15


exposição secreta

semestre 6 - Narração transmodelo Caro arquiteto Se eu escrever para você hoje, é para detalhar a totalidade do meu pedido em algumas linhas de texto simples. Eu gostaria de uma casa que coloque uma cena interior dentro de mim. Colocando entre parênteses tudo o que você acha que sabe sobre a forma arquitetônica, eu gostaria de uma intimidade separada de qualquer símbolo. Eu gostaria da viagem livre minha casa oferece uma experiência sensorial de detalhe a sua forma total; que o movimento do corpo o leva à minha pequena sociedade. Quero dizer, por símbolos, as formas préconcebidas. Eu gostaria de um habitat onde a própria forma se torne um vetor de significado; este sem precisar recorrer a uma iconografia dos elementos arquitetônicos existentes, mas sim por um relato mais espontâneo ao observador e aos seus sentidos. O objetivo não é travar uma guerra contra os símbolos, mas encontrar outras maneiras de criar meu espaço, de modo a alcançar uma forma resolutamente original. Em suma, eu gostaria de um hábitat que repensasse a intimidade não como um mero lugar oculto do ponto de vista de todos, mas sim como um ambiente acolhedor para pessoas e também objetos, minhas memórias e minha vida cotidiana. Prefiro os termos «vida privada» a «vida pessoal», no sentido de que, para mim, não deveria ser uma restrição restritiva, mas sim uma estrutura que oferecesse uma nova abertura. O «interior» não é necessariamente um espaço fechado, mas sim um espaço delimitado. Desejo que esta casa me dê, em seus espaços mais íntimos, toda liberdade para constituir minha própria decoração sentimental. Esta decoração, vou criar uma coleção de memórias e objetos. Eu gostaria de um máximo, esta casa permite que minha meteorologia interna evolua com o tempo. Eu quero uma casa que dê contexto a esse conjunto de objetos, permitindo a instalação de uma desordem discreta que só se revelaria para mim. Esta exposta justaposição de coisas, livros, objetos, cartões postais, pinturas, bugigangas

22

e utensílios da vida cotidiana é um ambiente confortável para mim, desde que me deixe com espaço vital e não não visível para todos. Deve ser uma parte da casa, a mais pessoal. Um visitante simples não teria acesso intuitivo a ele, entraremos gradualmente de acordo com o grau de recepção. Desejo que do lado de fora, fora da trama, esta casa esconda o que é necessário da minha vida pessoal para o olho do desconhecido. Eu acho que é possível compor com a minha visão e a do outro para coabitar minha vida pessoal e o que está exposto a ela fora. Eu gostaria de manter o controle do que estou disposto a mostrar do lado de fora e manter o espaço íntimo fora de vista. Em continuidade, esta casa deve poder me permitir receber sem me expor. Ao entrar, um visitante pode entender o espaço que ele pode cobrir. Eu gostaria que minha casa fosse construída para que essa pessoa ainda tenha um caminho interessante no habitat, revelando que a totalidade é maior do que o que é dado a perceber. Finalmente, gostaria que este espaço íntimo me permitisse ter um controle global do que está acontecendo em casa. Para mim o conforto de um interior para mim também passaria pelo sentimento tranquilizador de poder ver todo o interior pertencente a mim. Não é necessariamente uma excelente visão de todos os meus espaços, mas pontos de verificação de lugares. Isso me permitiria apreciar plenamente esse interior que me pertence. Espero sinceramente que todos esses pontos estejam associados à criação do meu espaço. Esteja certo, querido arquiteto, que estou tentando esta carta para lhe dar o máximo de detalhes possível sobre meus queridos desejos. Esperando que isso te inspire, Sinceramente, A. B.


O propósito desta opção de projeto era construir uma casa de acordo com uma carta de desejo, escrita por um dos nossos companheiros. Então, de acordo com a carta à esquerda, projetei uma casa em que o morador se expõe para não ser visto.De fato, mesmo que sua casa seja muito aberta no exterior graças aos avanços, ele pode usá-la para expor todas as suas lembranças, bugigangas e outros objetos como foi solicitado na carta, e ao fazê-lo ele se protege. Ele também pode obstruir os pontos de vista com seu corpo quando ele usa as aberturas como sentado, por exemplo. Ele pode monitorar todo o seu habitat e áreas vizinhas através de cruzamentos visuais que vão de ambos os lados da casa.Paradoxalmente, o pátio é o único espaço exterior da casa e, no entanto, é o único em que não se pode ver, é aqui que o habitante se encontra sozinho.

23


1

2

3

4

24


5

6

1. A sala de jantar - cozinha 2. O banheiro 3. Copo de perspectiva

4.. Plano de alívio 5. Encenação do quarto 6. Usando o pátio

25


I. Projetos escolares II. Projetos extra-curriculares


villa beauvoisin

julho 2018 - estagio MUSTANG ARCHITECTURE Esta casa é um projeto para alguns recémcasados que decidiram se estabelecer nos subúrbios de Nimes. Seu desejo: uma casa que pode acomodar uma família de 4 pessoas nesta propriedade familiar.

Os quartos, com orientação dupla, são todos protegidos do sul para serem protegidos durante o verão quente. A piscina e as salas de estar estão idealmente orientadas para beneficiar da luz natural e do pôr-do-sol.

N

28


29


Dressing 2,72 m2 Chambre 3 9,00 m2

Chambre 2 10,01 m2 Salle d'eau 2,62 m2

3

2

1

Terrasse 61,92 m2

Chambre1 11,02 m2

Salle à manger 14,22 m2 Salle d'eau 6,06 m2 3

2

1

Salon 18,51 m2 Cuisine 7,05 m2

Entrée 4,76 m2

Garage ML

20,10 m2

SE

3

2

1

5025

1 030

212

40

150 170

128

40

10

340

75 170

10

1295

378

40

65 40

40 905

112

135 1065

Dressing 2,72 m2 Chambre 3 9,00 m2

40

265

220 200

435

Salle d'eau 2,62 m2

120

40

40

10

314

7645

120 441

10

110

10

100

269

10

180

3

2

1

10 46

Salon 18,51 m2 Cuisine 7,05 m2

40 775

10 100

10

40

10

170 150

10

Salle à manger 14,22 m2

Terrasse 61,92 m2

5

195

40

85

90

700

400

265

100 10

195

480

170 150

10

3

245

120

2

1

10

Chambre 2 10,01 m2

10 385

410

Chambre1 11,02 m2

Salle d'eau 6,06 m2

170 150

Entrée 4,76 m2

40

1 315

10

1895

675

40

5505

Garage

5405

20,10 m2

3

483

2

1

40

40

50

200 220

235

200 220

85

150 170

1095

1075

10

1605

255 40

122

250

400

250

40

30

350

40

3745

951

480

28

40


+3,30 1 Toiture

22

170 352

+0,50 0 RDC

330

250

170

250

214

357

80 50

100

200

marcenaria alu recuperação alu cobertura de madeira madeira isolamento de lã de madeira barreira de vapor OSB gesso parquete OSB+cortiça isolamento de lã de madeira barreira de vapor madeira filme de polietileno Ttrreno natural

31


renovação de escritórios julho 2018 - estagio MUSTANG ARCHITECTURE O projeto está localizado fora perto do centro da cidade de Nimes (fronteiras do escudo), em uma área comercial: ZAC 866. Esta zona está localizado em um antigo namoro complexo industrial de 18 fronteira com a linha ferroviária em Nimes resto do lado Occitania Montpellier. O pedido diz respeito à renovação completa da agência Mustang Architecture, localizada por 20 anos em um desses antigos prédios industriais em abrigos. O programa inclui a preservação do que caracteriza as diferentes vidas do edifício (telhado / escada), e prevê o redesenho total dos espaços, mantendo as características operacionais atuais (pessoal / grupos de funcionários / pedidos pessoais).

32

Assim, o projeto faz parte da preservação da identidade do prédio e da agência (cor preto / branco / escada / estrutura de aço, área industrial: postes de ferro fundido / estrutura treliçada), oferecendo uma versão contemporânea em aço e aço. vidro com volumes individuais ou altura dupla ao longo de um retângulo de 500m2. O outro elemento importante desta renovação é a adição de uma recepção, um showroom, uma sala de reuniões e um openspace para otimizar a eficiência e a qualidade dos serviços oferecidos pela agência. .


AXONOMET ECLATEE

RENOVATION COMP ET AMELIORATION DU EXISTANT

DOSSIER : 01-0207201

CLIENT : MUSTANG ARCHIT PHASE : DATE : 09/07/2018

TYPE : PRIVÉ RECEVANT DU

33


PLAN PLAN

PLAN PLAN

PLAN PLAN

RENOVATION ET AMELIORAT EXIST

DOSSIER : 01

RENOVATION ET AMELIORAT CLIENT : MUSTANG EXIST

PHA

DATE : :09/ DOSSIER 01

CLIENT : MUSTANG TYPE : PRIVÉ RECE RENOVATION

ET AMELIORAT PHA ECHELLE EXIST

DATE : 09/

DOSSIER : 01 TYPE : PRIVÉ RECE

CLIENT : MUSTANG

ECHELLE

PHA

DATE : 09/

TYPE : PRIVÉ RECE

ECHELLE

789 789 6 5 6 5

16 16 x 1 x 55 15 cm 5 cm x 1 34 x 4c 2 14 14 m 3 2 cm 1

8 8

7 7

789 789 6 5 6 5

16 16 154 15 1 14

11 11

6 6

8 8

7 7

5 5

10 10

4 4

2

PLAN PLAN

1 1

5 5

4 4

26 cm

3 3

cm x

2 2

9 9

8 8

7 7

13 x 17

6 6

13 13

12 12

13 13

9 9

5 x 27 cm

REPOS 26,63m

11 11

OPEN SPACE 75.11m2

10 10

2

16 16 x 1 x 55 15 c m 5 cm x 1 34 x 4c 2 14 14 m 3 2 cm 1 13 12 11 13 10 12 11 10

10 10 12 12

2 2

1 1

14 14

14 x 17 cm

RENOVATION ET AMELIORAT EXISTA

11 11

3 3

12 12

1 1

2 2

14 14

13 13

34

1 1

5 5

4 4

3 3

BUREAU 4 30.79m2

GSEducationalVersion GSEducationalVersion

4 4

5 5

BUREAU 5 32.51m

R+1

3 3

6 6

9 9

5 x 27 cm 14 x 17 cm 275 cm x 14 x 17 cm

2 2

9 9

8 8

7 7

6 6

13 13

12 12

11 11

10 10

16 16 154 154 1 1

13 12 11 13 10 12 11 10

13 x 17 13 x 17 cm x 26 cm cm x 26 cm

DOSSIER : 01

CLIENT : MUSTANG

PHAS

DATE : 09/

TYPE : PRIVÉ RECE


8 8

7 7

6 6

9 9

5 x 27 cm 14 x 17 cm 275 cm x 14 x 17 cm

5 5

10 10

4 4

11 11

3 3

12 12

2 2

1 1

14 14

13 13

2 251 401

9

393

DOSSIER : 0

267

575 449

7 7 5 x 27 cm

5 5

10 10

4 4

11 11

3 3

9

12 12

2 2

1 1

14 14

13 13

R+1

RENOVATION ET AMELIORAT EXIST

6 6

8 8

9 9

440

14 x 17 cm

1 1

1

5 5

4 4

3 3

26 cm

ECHELL 2 2

5

4

3

cm x

2

9 9

8 8

7 7

13 x 17

6 6

8

7

9

13 13

12 12

11 11

10 10

6

TYPE : PRIVÉ REC 12

13

BUREAU 4 30.79m2

PLAN PHA PLAN DATE : 09

REPOS 26,63m2 11

16 16 154 15 1 14

13 12 11 13 10 12 11 10

141

1 025

250

OPEN SPACE 75.11m2

CLIENT : MUSTAN

141

789 789 6 5 6 5

16 16 x 1 x 55 15 cm 5 cm x 1 34 x 4c 2 14 14 m 3 2 cm 1

426

3595

4405

BUREAU 5 32.51m2

RENOVATIO ET AMELIORA EXIS

684

10

737

3575

3455

398

antes da transformação primeiro andar

1 105

DOSSIER : 01

CLIENT : MUSTANG

PHA 712

GSEducationalVersion GSEducationalVersion

1 512

DATE : 09/

TYPE : PRIVÉ RECE 16

ECHELLE

x 15 5 cm x 14 34 2 cm 1 16 16 x 1 x 55 15 cm 5 cm x 1 4 34 x 2 c 14 14 m 3 2 cm 1 789 6 5

13 12 11 13 10 12 11 10

Titre:

05

A3 CARTOUCHE MUSTANG

16 16 154 154 1 1

N° de plan:

REPRO 10.99m2

ACCEUIL 30m2

789 789 6 5 6 5

BUREAU 2 26.32m2

16 154 1

NOM DU PROJET #Rue, #Code postal #Ville

13 12 11 10

ARCHIVES 14.58m

2

Echelle :

Format :

1:100

A3

BUREAU 3 26.29m2 5

4

3

2

1

5 5

4 4

3 3

2 2

1 1

9

8

7

6

9 9

8 8

7 7

6 6

13

12

11

10

13 13

12 12

11 11

10 10

9.70m

/Users/vincentboudes/Desktop/STAGE MUSTANG/A-REL/A-ARCHICAD/MUSTANG.pln

7 6

9

8

13 x 17 13 x 17 cm x 26 cm cm x 26 cm

5

10

7 7

4

5 x 27 cm 14 x 17 cm 275 cm x 14 x 17 cm

6 6

11

9 9

8 8

SHOWROOM 30.77m2

3 5 5

2 1

14

4 4

BUREAU 1 15,30m2

REUNION 30.91m2

BUREAU 6 30.97m2

11 11 13 10 10 12

3 3

12 12

2 2

1 1

14 14

depois da transformaçãoDETAIL TECHNIQUE chão

13 13

RDC GSEducationalVersion

30.20m

POUTRE TYPE EIFFEL

POUTRE

789 789 6 5 6 5

16 16 x 1 x 55 15 cm 5 cm x 1 34 x 4c 2 14 14 m 3 2 cm 1

16 16 154 15 1 14

13 12 11 13 10 12 11 10

RENOVATION COMPLETE ET AMELIORATION DU BATI EXISTANT

EQUERRE

1 1

5 5

4 4

DOSSIER : 01-02072018 26 cm

3 3

cm x

2 2

9 9

8 8

7 7

13 x 17

6 6

13 13

12 12

11 11

ÂME

10 10

RIVET

14 x 17 cm

PHASE : DATE : 09/07/2018

7 7

EQUERRE

5 x 27 cm

6 6

8 8

9 9

RENFORT

5 5

10 10

4 4

CLIENT : MUSTANG ARCHITETCURE

TYPE : PRIVÉ RECEVANT DU PUBLIC

SUPPORT

11 11

3 3

12 12 1 1

2 2

14 14

13 13

CHAPITEAU EN FONTE

GSEducationalVersion GSEducationalVersion

16

x

15 5 cm x

789 6 5

34 2 1

cm

13 12 11 10

1

5

4

3

2

9

8

7

35 6

13

12

11

10

16 154 1

14

Profile for Capucine Trinché

Portefólio Português  

Este documento é meu portefólio em português. Reúne uma seleção de trabalhos que realizado durante minha licença.

Portefólio Português  

Este documento é meu portefólio em português. Reúne uma seleção de trabalhos que realizado durante minha licença.

Advertisement