Issuu on Google+

EM DESTAQUE NESTE NÚMERO

CAPITAL do MÓVEL homenageia expositores mais leais [Pág. 2]

Composição de produtos no Centro de Informação Antivenenos [Pág. 4]

Jornal do Empresário é uma publicação mensal do gabinete de comunicação e imagem da Associação Empresarial de Paços de Ferreira. Sugestões e Críticas podem ser enviadas para:

Parque de Exposições Capital do Móvel Rua da Associação Empresarial, nº 167 - Carvalhosa | Apartado 132 4591-909 PAÇOS DE FERREIRA Tel: 255 862 114/ 6 - Fax: 255 862 115 www.aepf.pt | imprensa@capitaldomovel.pt

NÚMERO 106 / SETEMBRO 2009

“Malucos” invadem estações de serviço do Grupo Martins

As áreas de serviço da BP, exploradas pelo Grupo Martins, vão ser alvo de uma “iniciativa cultural invulgar, principalmente por decorrer numa Área de Serviço e durante o processo normal de abastecimento de combustível, ou de outro serviço qualquer”. Os actores Almeno Gonçalves, António Melo, Fernando Ferrão e Joaquim Nicolau, do conhecido programa de televisão “Malucos do Riso”, estarão nos postos de abastecimento de combustível do Grupo Martins de Seroa, Paços de Ferreira e Varziela, Felgueiras, no próximo dia 12 de Setembro, em interacção com os clientes e visitantes. A par desta “iniciativa cultural inédita”, conforme refere comunicado do Grupo Martins, serão ainda “distribuídos brindes e lembranças, bem como os habituais autógrafos”. Esta iniciativa insere-se no “processo de expansão e dinamização dos seus negócios, concretamente no sector das Áreas de Serviço” do Grupo Martins, o qual engloba o alargamento da rede de distribuição de combustíveis BP a retalho, lojas de conveniência e serviços de manutenção automóvel e a integração da actual Área de Serviço BP da Varziela, em Felgueiras. Horário: Área de Serviço de Seroa, Paços de Ferreira – das 11:00 às 13:00 horas Área de Serviço de Varziela, Felgueiras – das 15:00 às 17:00 horas

Ministro Teixeira dos Santos inaugurou feira de mobiliário Capital do Móvel

O Ministro Teixeira dos Santos inaugurou, no dia 29 de Agosto, a 33ª edição da feira de mobiliário e decoração Capital do Móvel. Em dia de “número bonito, as Bodas de Prata” da feira Capital do Móvel – o evento celebra 25 anos desde a sua primeira edição – Teixeira dos Santos afirmou ser “um privilégio participar na sessão” comemorativa. E lembrou, ainda, o “gosto pessoal” por ter nascido num meio “com cheiro da madeira à volta”. O Ministro considerou que o mobiliário é de grande importância para a economia nacional e enalteceu o facto de ser composto, na sua maioria, por PME que, na sua opinião, são “o sustentáculo do emprego na economia”. Afirmou ser necessário “pensar para além da crise”, porque “vai haver muitas oportunidades” no seu rescaldo. O crescimento da economia está muito “dependente das PME”, afirmando Teixeira dos

Santos que o “grande desafio do futuro” é o seu crescimento que, nomeadamente, passará pelo aumento das exportações por parte das PME. A “ambição”, revelou, é que estas atinjam os 40 por cento do PIB. O autarca de Paços de Ferreira, Pedro Pinto, espera que o mobiliário não permaneça o “parente pobre da economia nacional” e pediu aos empresários para “aguentar, aguentar, aguentar!”, reconhecendo “o esforço que tem sido feito” pelo Governo e pelas associações empresariais. Em dia de aniversário lembrou ser uma das poucas marcas nacionais que “identifica, rapidamente, um concelho”. O prestígio obtido, garante, é “alimentado pelos empresários”. O presidente da Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) concorda: “A Capital do Móvel é, actualmente, uma das principais marcas territoriais de Portugal. Ao longo de duas


AEPF homenageia empresários A Associação Empresarial de Paços de Ferreira (AEPF) prestou homenagem a cinco empresas que participaram em todas as feiras Capital do Móvel desde o seu início, em 1984. A. J. Meireles & Filhos, Argopin, Armando & Filhos, António Alves e Antonino da Maia Costa receberam, das mãos do presidente da Direcção, Pedro Vieira de Andrade, uma escultura em madeira e pedras preciosas, em agradecimento pela disponibilidade manifestada ao longo dos últimos 25 anos.

Capital do Móvel patrocinou áreas VIP do Azurara Beach Party


décadas soube afirmar-se pela inovação, pelo design e pela qualidade”, disse Pedro Vieira de Andrade. O dirigente não esqueceu quem tem apoiado os investimentos na construção da marca Capital do Móvel, afirmando que “quem vem expor nesta feira dificilmente sai sem cumprir os seus objectivos: promover os seus produtos, afirmar as suas marcas e encontrar novos clientes”. A presença na feira, contudo, já não tem o impacto imediato de outros tempos, em resultado da mudança do paradigma económico actual. “Quantos expositores da Capital do Móvel não se habituaram à ideia de que bastava vir a esta feira para ter encomendas o resto do ano?”, perguntou Pedro Vieira de Andrade, criticando quem se limita a “colher os frutos” do investimento efectuado pelos outros. Relativamente ao Plano de Apoio ao Sector das Indústrias da Madeira e Mobiliário (PASIMM), Vieira de Andrade pediu ao Ministro Teixeira dos Santos que “não esqueça estas medidas de apoio”, considerando-as o “instrumento vital para a sobrevivência das empresas do sector”. Em paralelo à feira de mobiliário e decoração realizou-se, numa iniciativa promovida pelo Departamento de Apoio às Empresas, um stock-off de vestuário, calçado e acessórios de moda. A feira contou, ainda, com um espaço infantil destinado aos mais pequenos.

Creative Learning Innovation Marketplace Realiza-se nos dias 15 e 16 de Outubro de 2009 a Conferência Internacional Creative Learning Innovation Marketplace, promovida pela AIPCE em parceria com o IAPMEI, no âmbito Ano Europeu da Inovação e Criatividade, e tendo como patrono o respectivo Coordenador Nacional, Carlos Zorrinho. Num formato e metodologia inovadores a Conferência oferece diferentes espaços com diferentes características num ambiente favorecedor da partilha e aquisição de novos saberes/práticas: Sessões Plenárias com Keynotes speakers Internacionais; Mesas redondas com oradores nacionais e internacionais; Sessões paralelas em formato de workshops; Living Labs; Marketplace de produtos/soluções inovadores; Espaço network e de experimentação. No Creative Learning Innovation Marketplace irá ser possível conhecer as orientações mais recentes e apropriar-se do conhecimento que será gerado na dinâmica do Core. O Creative Learning Innovation Marketplace irá centrar o âmbito das suas conferências em três temas-chave, nomeadamente Business Innovation (Renovação da Estratégia de Lisboa), Creative Learning (Aprendizagem ao Longa da Vida), Changing Society (como os factores de inovação e criatividade estão a alterar os paradigmas sociais estabelecidos). Para mais informações ou inscrição, consulte http://www.creativelearningconference.com.

Oferta formativa da AEPF passa, também, por cursos a realizar em Lousada

A Associação Empresarial de Paços de Ferreira vai realizar vários cursos do Sistema de Aprendizagem em Lousada. Além dos dois cursos que já começaram (Técnico de Multimédia, a 29 de Junho, e Técnico de Gestão Desportiva, a 6 de Julho) a partir do dia 14 de Setembro abrirá em Lousada um outro curso de formação profissional dentro do eixo da Aprendizagem: Técnico de Informática – Instalação e Gestão de Redes.

Nesse mesmo dia, por coincidência, o mestre José Neto vai a Lousada fazer uma palestra aos alunos de Gestão Desportiva. Outra actividade que está a ser preparada para esse mesmo curso é um dia de actividades desportivas, nomeadamente BTT, Orientação, Canoagem, Paintball e Tiro ao Arco. Essa actividade realizar-se-á, muito provavelmente, dia 7 de Setembro em Rio Mau – Penafiel.

Incentivos para automóveis eléctricos

O Lousada BTT organiza, no próximo dia 25 de Outubro, naquele concelho, um passeio de bicicleta. As verificações técnicas começam às 7h30 e a partida está marcada para as 9h00. Depois de percorridos os 40 Km da prova, e de um duche retemperador no pavilhão municipal, o dia termina com uma churrascada. As inscrições termina no dia 23 de Outubro mas, se estas forem efectuadas até 27 de Setembro, têm direito a jersey.

O Conselho de Ministros de 20 de Agosto aprovou um conjunto de medidas destinadas à implementação do Programa para a Mobilidade Eléctrica, destinado à massificação do veículo eléctrico. As medidas incluem: a atribuição de um subsídio de 5000 euros, aos primeiros 5000 particulares que adquiram automóvel eléctrico, podendo esse incentivo ser acrescido de mais 1500 euros no caso de se proceder ao abate de automóvel de combustão interna; majoração de custo até 50% em sede de IRC, em aquisições de frotas de veículos eléctricos pelas empresas; compra anual de 20% de automóveis eléctricos na renovação da frota da Administração Central; promoção da prioridade à circulação de veículos eléctricos em vias de alta ocupação e de estacionamentos preferenciais nas cidades; criação de 320 pontos de carregamento em 2010, e de 1350 em 2011; e criação de Plataforma de investigação, desenvolvimento e teste de Sistemas de Gestão da Mobilidade Eléctrica. O Orçamento do Estado para 2009 já criara medidas de incentivo, quer em sede de IRS quer de Imposto Sobre Veículos, à aquisição de veículos eléctricos, dando expressão a um dos objectivos do Programa do Governo desenvolvimento no Plano Nacional de Acção para a Eficiência Energética.


Composição de alguns produtos de consumo deve ser comunicada ao Centro de Informação Antivenenos A Comissão de Segurança de Serviços e Bens de Consumo (CSSBC) emitiu uma recomendação, destinada aos agentes económicos, sobre a composição de alguns produtos de consumo. Em resultado da “existência no mercado de produtos cujo rótulo indica, indevidamente, o número de telefone do Centro de Informação Antivenenos (CIAV)”, aquele organismo informa que “um só pode fazer referência ao número de telefone de Urgência do CIAV se o responsável pela colocação do produto no mercado enviar, previamente, a este centro” um conjunto de informações: nome; indicações de utilização; composição química completa (qualitativa e quantitativa); capacidade da embalagem; apresentação do produto (gel, cristais, etc.); outros dados relevantes (pH, inflamabilidade, etc); rótulo ou fotocópia do rótulo a cores. Para garantir a acessibilidade a estes dados foi publicada legislação que estabelece a obrigatoriedade dos fabricantes e/ou distribuidores comunicarem ao CIAV, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), exclusivamente para fins médicos, a composição química completa, qualitativa e quantitativa, de cada um dos produtos que comercializam, bem como qualquer outra informação considerada relevante para a identificação e avaliação toxicológica dos produtos.

Os produtos abrangidos por essa obrigação são: Detergentes (Decreto-Lei n° 49/2007, de 28 de Fevereiro); Preparações perigosas (Decreto-Lei n° 82/2003, de 23 de Abril, republicado pelo Decreto-Lei n° 63/2008, de 2 de Abril); Substâncias perigosas (Decreto-Lei n° 82/95, de 22 de Abril); Produtos fitofarmacêuticos (Decreto-Lei n° 94/98, de 15 de Abril); Biocidas (Decreto-Lei n° 121/2002, de 3 de Maio); Produtos cosméticos e de higiene corporal (Decreto-Lei n° 189/2008, de 24 de Setembro). Uma vez recebidas estas informações o Centro emite um documento comprovativo do registo no CIAV o que permite ao responsável pela colocação do produto no mercado fazer menção ao número de telefone de Urgência do CIAV (808 250 143) no rótulo do produto. As informações fornecidas ao CIAV são confidenciais e, depois de tratadas, destinam-se a responder a qualquer solicitação de ordem médica, com vista à tomada de medidas tanto preventivas como curativas, em situações de urgência / emergência, nomeadamente em caso de intoxicação acidental ou outra. A comercialização de produtos com indicação

Kotler, o maior especialista mundial de Marketing, vem a Portugal

O guru do Marketing, Philip Kotler, um dos maiores especialistas mundiais desta área, vem a Portugal nos próximos dias 19 e 20 de Novembro, para uma conferência no âmbito do Fórum Mundial de Marketing e Vendas, que se realiza no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. Aquele que é considerado o “pai” do Marketing, vem a Portugala apresentar o seu mais recente livro sobre estratégias de Marketing em tempos de crise: The Business of Managing and Marketing in the Age of Turbulence. De acordo com a organização deste Fórum, a HSM, “em momentos de incerteza e inevitáveis mudanças, todos os olhares estão postos

na eficácia do plano de marketing e nos resultados da sua força de vendas”. Assim, esta “quinta edição do Fórum Mundial de Marketing e Vendas dará relevo às estratégias, às ferramentas e aos recursos para converter essas duas funções críticas em todas as empresas, no factor determinante da sua vantagem competitiva”. Por isso, “em momentos difíceis, vender é o desafio de todos. Por isso a chave está em procurar, conhecer, definir e executar a estratégia necessária para vender hoje”. O programa inclui, ainda, Don Peppers (uma autoridade mundial na gestão de clientes, que abordará as estratégias focadas nos clientes e na inovação e orientação para o cliente), Andrew Lippman (fundador do MediaLab do MIT e referência mundial em comunicação viral) e Juan Mateo (especialista em vendas e negociação). Philip Kotler (Chicago, 1931) é professor universitário nos Estados Unidos na Kellogg School of Management da Universidade Northwestern. EM 2005 foi considerado um dos quatro maiores gurus de negócios pelo jornal Financial Tomes, atrás de Jack Welch, Bill Gates e Peter Drucker. O Management Centre Europe elegeu-o como o maior dos especialistas na prática do Marketing e o Wall Stree Journal considerou-o, em 2008, como a sexta pessoa mais influente no mundo dos negócios.

abusiva no rótulo do número de telefone de Urgência do CIAV, além de enganadora para os consumidores, é susceptível de colocar em risco a saúde e segurança dos consumidores, nomeadamente das crianças, uma vez que, em caso de acidente, o CIAV não dispõe das informações necessárias para responder correctamente e em tempo útil, às solicitações de ordem médica que permitam a tomada de medidas terapêuticas adequadas. Porque está subjacente risco para a saúde e segurança dos consumidores a CSSBC entendeu recomendar aos agentes económicos a importância de fornecer ao CIAV todos os elementos, actualizados, necessários à correcta identificação e caracterização de detergentes, preparações perigosas, substâncias perigosas, produtos fitofarmacêuticos, biocidas e produtos cosméticos e de higiene corporal, de modo a possibilitar uma resposta rápida e eficaz aos pedidos provenientes das equipas médicas hospitalares e dos consumidores, após a ocorrência de um acidente. Para mais informações consulte a legislação em vigor, nomeadamente o Decreto-Lei n.° 69/2005, de 17 de Março. Ler sempre atentamente o rótulo pode salvar uma vida A CSSBC informa, ainda, que em Portugal “vários consumidores, especialmente crianças, necessitam anualmente de tratamento hospitalar devido a acidentes ocorridos com determinados produtos de consumo, tais como detergentes, lixívias, desentupidores de canos, tira-nódoas e pesticidas, entre outros. Estes acidentes, normalmente intoxicações acidentais, originam, por vezes, lesões graves”. É nestas situações que “é fundamental que o CIAV e, através deste, as equipas médicas hospitalares tenham acesso a informações essenciais que lhes permitam adoptar as medidas terapêuticas adequadas”. Daí a importância dos “responsáveis pela colocação dos produtos de consumo no mercado devem comunicar ao CIAV um conjunto de informações necessárias a uma correcta e inequívoca avaliação toxicológica”. Para os consumidores, a CSSBC recomenda que: leiam sempre atentamente os rótulos dos produtos; cumpram rigorosamente todas as precauções constantes do rótulo; mantenham estes produtos, particularmente os produtos de utilização doméstica, fora do alcance das crianças e, preferencialmente, em armários fechados; nunca transfiram estes produtos para outra embalagem (ex: garrafas de água ou sumo), para que não sejam confundidos com outro tipo de produtos, nomeadamente alimentos.


Setembro 2009