Page 1

Escrit贸rio Modelo de Arquitetura e Urbanismo da UFC

www.cantoufc.tumblr.com canto@arquitetura.ufc.br

Relato para o Momento EMAU do SeNEMAU Bras铆lia 2011

Junho de 2011


Ficha de projeto Relato

Quem somos nós O Canto é o Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo da UFC (Universidade Federal do Ceará). Até o presente momento, somos um grupo composto por 20 membros, sendo 17 fixos, dois flutuantes e um professor orientador.

Membros fixos e fundadores Camila Matos Cibele Bonfim Felippe Fideles Luciana Ximenes Luna Lyra Nággila Frota Rebeca Gaspar

[ camilamatosf@gmail.com ] [ bonfimcibele@gmail.com ] [ felipppppppe@gmail.com ] [ luciana.ufc@gmail.com ] [ luna.lyra@gmail.com ] [ naggilafrota@gmail.com ] [ rebecagasparm@gmail.com ] 

Membros fixos André Rodrigues Bruna Bortolotti Bruna Cavalcante Carolyne de Castro Jéssica Chaves Leonardo David Liana Martins Lucas Lessa Natália Sousa Pedro Elias

[ andrefelipers@gmail.com ] [ brunabortoloti@hotmail.com ] [ brunacavalcante@arquitetura.ufc.br ] [ carolynedecastro@gmail.com ] [ jessica.chaves.r@gmail.com ] [ leodavidribeiro@gmail.com ] [ lianalcm@gmail.com ] [ lucaslessa92@gmail.com ] [ naty_sousa_@hotmail.com ] [ pedroeliascmo@gmail.com ]  

Membros flutuantes Isabelly Campos Clarisse Figueiredo de Queiroz

2


Ficha de projeto Relato

Professor orientador Daniel Cardoso [ daniel.br@mac.com ]

Breve histórico Dentro do nosso curso houve inúmeras tentativas anteriores de estabelecimento de um EMAU. Em 2008, no Encontro Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo (ENEA) realizado em Belém, o tema voltou à tona e a discussão foi retomada por intermédio de alguns alunos participantes do evento. No ano seguinte, 2009, a presença discente no Seminário Nacional de Escritórios Modelos de Arquitetura e Urbanismo (SeNEMAU), no Rio de Janeiro, fortaleceu e organizou o movimento de articulação para a criação do Canto. Como fruto deste SeNEMAU, podemos citar o Momento EMAU e a oficina de criação do nome do escritório. A formalização perante a Universidade só ocorreu no início de 2010, em paralelo já estavam sendo desenvolvidos os primeiros projetos (Sede da Associação de Moradores da Praia de Peroba e Museu de Anatomia do Curso de Medicina – UFC). Existe o amplo reconhecimento do Canto no Departamento e na Universidade, embora ainda seja difícil a captação de recursos. Durante o primeiro ano de funcionamento, tivemos cerca de 7 estudantes voluntários engajados no programa. A primeira bolsa de extensão foi adquirida no início de 2011 e este bolsista possui algumas atribuições adicionais por este fato, como responsabilidades pela burocracia inerente ao programa junto a UFC. Atualmente, o programa conseguiu agregar mais voluntários, somando, ao total, 17 estudantes.

Regimento, vínculo institucional com a universidade, os professores e relações externas O Canto é registrado como Programa de Extensão na Pró-Reitoria de Extensão da UFC. Atualmente não possui relações de trabalho com organizações externas à faculdade além do momento de projeto. Existe uma perspectiva de trabalho Ensino UNIVERSIDADE

Extensão

Pesquisa

Figura 01: Diagrama de representação dos três eixos estruturantes da formação acadêmica.

3


Ficha de projeto Relato

do Canto em parceria com outro programa de extensão - Direito a Arquitetura e Urbanismo - no qual será trabalhada a área de ZEIS do Lagamar, que possui uma comunidade organizada em associação e trabalha em parceria com algumas ONGs. Nesta parceria de programas, o Canto participará de levantamentos técnicos de habitações dentro do perímetro estudado, de forma a criar um banco de dados para posteriores pesquisas e demandas a serem atendidas para melhoria habitacional; também está em formatação, a ideia de se promover uma Escola de Planejamento dentro da comunidade, onde o Canto poderia auxiliar na capacitação de parte da população em temas vinculados à prática do EMAU, como direito à arquitetura e ao urbanismo, projetos participativos, técnicas de desenho, etc. Deste forma, vemos como uma possibilidade bastante frutífera o trabalho em parceria com outras organizações e estamos desenvolvendo possibilidades de trabalhos em conjunto, principalmente no que se refere a disseminação do conhecimento. EMAU

programa de extensão formalização perante a UFC

Figura 02: Diagrama elucidativo sobre as diferentes instâncias do Canto.

Metodologia de trabalho Com relação às demandas de projeto, o Canto recebe o cliente no escritório, toma nota de informações sobre a natureza do projeto e discute em reunião ordinária sua relevância e coerência com os princípios do escritório. Se for possível aceitar a demanda, define-se um membro fixo para ser responsável pelo projeto, um professor orientador e um dia da semana de encontro para produção. O membro responsável forma uma equipe de trabalho e deve coordenar o cronograma de atividades, porém não o deve fazer de forma hierárquica, é apenas alguém que deve atentar para prazos, escolhas de projeto e relação com o cliente. Desde o início, estabelecem-se prazos de entrega, que podem ser alterados de acordo com a disponibilidade do próprio cliente. Sempre buscamos uma formação do grupo de trabalho diversa, em relação tanto a tempo de curso quanto de habilidades. Esse é um momento para inserir novos membros interessados junto a uma equipe mais experiente, de forma a capacitar essas pessoas. Quanto à organização cotidiana do escritório, temos os membros fixos, que são aqueles responsáveis diretamente pelo Canto e que além de serem 4


Ficha de projeto Relato

Como participar do Canto? MEMBRO FLUTUANTE [participa das reuniões ou dos projetos sem ter um cargo no escritório]

MEMBRO FIXO [participa de todas as reuniões e pode coordenar* o projeto]

qualquer pessoa interessada em participar, que não seja o professor orientador

estudante de arquitetura da UFC tem um cargo* no escritório

membro fixo MEMBRO RESPONSÁVEL [coordena o projeto em relação à escolha da equipe, ao cumprimento dos prazos e à representação diante do cliente]

aprovado em reunião deliberativa

Figura 03: Material produzido para divulgação e convite à participação de novos membos.

responsáveis por projetos, assumem funções administrativas: almoxarifado, finanças, comunicação e documentação. Cada função tem produtos e metas a serem feitas no decorrer do semestre. O produto dos cargos é uma pauta fixa nas reuniões semanais do escritório, assim como o andamento dos projetos. Tanto membros fixos como membros flutuantes ativos devem participar dessas reuniões. As reuniões semanais abordam os assuntos burocráticos, informes e atualizam o escritório sobre cada projeto e problemas encontrados, por isso são extremamente importantes para o andamento do Canto como um todo. Além das reuniões semanais, temos duas a três vezes por semestre uma reunião de projeto, normalmente mais informal, realizada junto com alguma atividade do C.A.C.A.U (Centro Acadêmico do Curso de Arquitetura e 5


Ficha de projeto Relato

Urbanismo da UFC), para promover a discussão sobre os projetos do Canto junto com seus membros e o curso. É um espaço onde todos podem opinar e dar sugestões, de modo a trocar experiências, discutir os projetos e integrar as atividades do escritório com o curso. Ao final de cada semestre, há uma imersão onde são discutidas diretrizes para o escritório e é feito um balanço das atividades do semestre. É um momento também para rever o regimento e pensar em atividades para os novos ingressantes do curso. Atualmente, além das frentes de trabalho de demandas que chegam ao escritório, tem-se pensado sobre a participação em editais de projeto e eventos de extensão, como forma de captar recursos, realizar parcerias e trocar experiências.

Principais desafios e conquistas Após um período aproximado de dois anos de funcionamento, podemos listar alguns pontos fortes que nos favorecem e foram conquistados ao longo do tempo e do nosso trabalho; bem como alguns desafios que ainda estão por ser superados: Conquistas 1. Regularização institucional: Já foi um problema para nós, porém hoje, após várias reuniões de departamento, onde debatemos juntamente com os professores e coordenadores a importância do Escritório Modelo; estamos formalizados junto a Pró-Reitoria de Extensão da UFC como um programa de extensão, o que nos rendeu, até agora, além de reconhecimento, uma bolsa de extensão, uma sala e um computador (cedido por outro projeto de extensão da UFC, o ArqPET). 2. Créditos extracurriculares: A atual estrutura curricular do curso de Arquitetura e Urbanismo da UFC não prevê créditos extracurriculares, mas um novo projeto político pedagógico que foi recentemente aprovado e deve entrar em vigor no período letivo de 2012.1, 6


Ficha de projeto Relato

especifica o Canto como uma possibilidade de atividade complementar valendo créditos para os participantes. 3. Participação de novos membros: Agregar novos participantes ao Canto tem sido uma preocupação desde os primeiros esboços de implementação. Neste sentido, frequentemente promovemos atividades (oficinas, debates, exibição de vídeos) que convidem à aproximação, novos membros. Estas atividades têm sido bem-sucedidas, o que se percebe pelo número de estudantes envolvidos no escritório, que praticamente triplicou em um ano e meio. Desafios 1. Conciliação de atividades curriculares e de extensão: Temos enfrentados algumas dificuldades no que diz respeito à conciliação e disponibilidade de envolvimento nas atividades curriculares (acompanhamento das disciplinas) simultaneamente às atividades de extensão da universidade em geral, visto que as atividades de extensão não são previstas na atual grade curricular do curso. Há, porém, a perspectiva de um futuro mais confortável para as futuras turmas que forem contempladas com o novo projeto político pedagógico. 2. Sustentabilidade financeira: O financiamento pela universidade não tem sido suficiente em termos de estrturação do escritório e oferta de bolsas para os participantes. Diante disso, temos buscado alternativas de contrapartida através de projetos e editais que possam financiar a atividade de extensão. 3. Metodologia de projeto: Há, durante a graduação, uma carência na prática de gestão de projeto e equipes de trabalho, bem como de interação com um cliente 7


Ficha de projeto Relato

real. Esta limitação acaba por tornar nossa formação deficiente, porém, o Canto surge também como uma resposta a este problema, ao proporcionar experiências de gerencia e contato direto entre as demandas e seus participantes, enquanto ainda estão em processo de graduação. 4. Envolvimento com uma comunidade: Ainda não nos envolvemos com nenhuma comunidade, salvo o caso em que proejetamos a sede da associação de moradores de Peroba, porém, como a comunidade não era suficientemente articulada, o projeto não chegou a ser executado.

Situação atual do escritório O Canto, atualmente, tem três projetos arquitetônicos em fase de elaboração, são eles: 1. Plano diretor para área de exibição de técnicas sustentáveis e projeto arquitetônico de sementeira, casa de ferramentas e anfiteatro para ONG Aquasis Sesc Iparana - Caucaia - Ce 2. Estudo de reforma e projeto arquitetônico do bloco de enfermaria do do Abrigo Casa de Nazaré 3. Reforma de salas do curso de pós-graduação da Comunicação Social - Campus do Benfica UFC. Algumas outras atividades também estão sendo desenvolvidas pelo escritório, como a proposta de criação de cursos sobre assuntos já tratados dentro do Canto e de interesse na sociedade; e a reflexão sobre a formatação e os temas a serem tratados no SeNEMAU 2012. Como forma de expor à comunidade acadêmica o que tem sido produzido no Canto, estamos desenvolvendo trabalhos a serem apresentados em congressos de extensão universitária: Encontros Universitários da U.F.C.; Congresso de Iniciação Científica do ENEA Bauru; e Congresso Brasileiro de Extensão Universitária. 8


Anexos

projeto #01 - resumo. projeto #01 - imagens. projeto #02 - resumo. projeto #02 - imagens. projeto #03 - resumo. projeto #03 - imagens.


Ficha de projeto

projeto #01 - resumo. Demanda

Plano diretor para área de exibição de técnicas sustentáveis e Projeto arquitetônico de sementeira/casa de ferramentas e anfiteatro para ONG Aquasis Sesc Iparana - Caucaia - Ce. data: março 2010 a -/2011

Equipe

Felippe Fideles, Luna Lyra, Tais Lima, Leonardo Ribeiro e Marcondes Araújo [professor orientador]

Objetivo

Elaborar Plano diretor e projeto arquitetônico para área de exibição de técnicas sustentáveis que incluem espaços expositivos, de trabalho e de lazer. O programa contem um pequeno anfiteatro, salas de trabalho, uma sementeira, casa de ferramentas, viveiro de mudas, espaço de reuniões, área para arborismo e uma trilha pela área de preservação.

Andamento do projeto

Foram feitos levantamentos dos edifícios existentes e da área de mata ao redor. Após entregarmos o Plano Diretor espacializado das diversas atividades acordamos com os clientes que dariamos prioridade ao projeto arquitetonico da sementeira/casa de ferramentas e anfiteatro. A dificuldade de contato com os clientes acabou nos dando bastante tempo para amadurecer as questões construtivas em relação à sustentabilidade. Entregamos o estudo preliminar da sementeira/casa de ferramentas usando a técnica da taipa e do anfiteatro usando material de entulho, ambos reaproveitando materiais de prédios que serão demolidos. No anteprojeto, pesquisando experiencias pioneiras em taipa no nordeste decidimos por explorar a técnica da taipa em painéis modulados para a sementeria/ casa de ferramentas. O projeto também nos deu a oportunidade de explorar diversos softwares, dentre os quais a dupla sketchup/layout com o qual fizemos as pranchas do projeto executivo. Após a aprovação do projeto executivo, aguardamos o momento para o inicio das obras.

Contrapartida para o Canto

Oportunidade de participação de alunos do curso de arquitetura e urbanismo na construção dos edifícios. 10


Ficha de projeto

projeto #01 - imagens.

Fases iniciais do projeto da sementeira/ casa de ferramentas

Imagens atualizadas do projeto da sementeira/ casa de ferramentas

11


Ficha de projeto

projeto #02 - resumo. Demanda

Reforma do Abrigo Casa de Nazaré - bairro Montese - Fortaleza - Ce Data: setembro/2010 a -/2011

Equipe

Nággila Frota, Carolyne de Castro, Jéssica Chaves, Isabelly Campos e Daniel Cardoso [professor orientador].

Objetivo

Realização de reforma e/ou ampliação de alguns espaços do abrigo e adaptação dos mesmos ao uso de idosos.

Andamento do projeto

O levantamento do abrigo foi feito em parceria com os alunos da disciplina de Desenho Arquitetônico I, por se tratar de um espaço muito complexo. A equipe analisou várias possibilidades e decidiu, por fim, começar fazendo o projeto de uma nova enfermaria, pois a atual estava em condições muito precárias. A opção de projetar algo novo trouxe a vantagem de não precisar remanejar senhoras debilitadas para um local ainda mais inapropriado. Havia certa urgência por parte dos clientes, coordenadores do abrigo, para que essses consguissem agaranhar fundos para a construção mediante ao projeto arquitetônico. Ao ser entregue, os clientes e o professor orientador do projeto sugeriram pequenas mudanças. Brevemente a equipe entregará o novo projeto com as alterações feitas, para que se possa começar a parte executiva da obra.

Contrapartida para o Canto

Foi sugerida, por parte dos clientes, a doação de uma trena digital ao Canto.

12


Ficha de projeto

projeto #02 - imagens.

Diferentes fases do projeto da enfermaria

13


Ficha de projeto

Demanda

Projeto para a reforma de quatro casas do centro de humanidades para a graduação e pós-graduação do curso de comunicação social da universidade federal do ceará.O que exige salas de aula, um auditório, gabinete para os professores, sala para coordenação, uma sala de estudos para a pós-graduação, uma informática uma midiateca e salas para os grupos de extensão. data: março - 2011

Equipe

Aléxia Brasil [professora orientadora], André Rodrigues, Felippe Fideles, Liana Martins, Lucas Lessa, Pedro Elias Carvalho

Objetivo

Elaborar um projeto arquitetônico para atender a demanda do curso de comunicação social com uma solução simples e rápida, mas de qualidade, levando em consideração a importância da qualidade de um espaço acadêmico e da repercussão da identidade de um edifício institucional para o entorno.

Andamento do projeto

Fazendo uma análise inicial da localização e da própria arquitetura original das casinhas, foi tido como essencial a preservação da linguagem arquitetônica das casas antigas, bem como a implementação de uma vegetação com a intenção de melhorar o conforto dos transeuntes do local. Quanto ao programa, já foi elaborado e apresentado aos requeridores do projeto um fluxograma com áreas ideais para cada ambiente e uma pré-distruibuição dos espaços. Assim, pôde-se perceber que eles podem ficar localizados atendendo às suas áreas ideais e suas proximidades. Além disso, foram apresentados esquemas gráficos de como se pretende que fique as fachadas com as já definidas intervenções. Estão sendo feitos os últimos detalhes do levantamento da situação atual das casas para dar continuidade ao projeto.

Contrapartida para o Canto

Oportunidade de participação de alunos do curso de arquitetura e urbanismo na construção dos edifícios; e obtenção de alguns aparelhos para escritório que o curso de comunicação social possa oferecer para a sala do Canto. 14


Ficha de projeto

Estudo da paisagem

Fluxograma/ programa de necessidades

Levantamento

15

Relato Canto UFC - SeNEMAU BSB 2011  

Relato de atividades e funcionamento do Canto - Escritório Modelo de Arquitetura e Urbanismo [EMAU] da Universidade Federal do Ceará [UFC],...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you