Page 28

-

27-

pessoa I' nüll ;l lr~lSIK1SS:1IHlo no dilo lcmpo, perded pnra mim a dila seslll<lrin, com mais oulro lunto preç'o quanto ella valer, e por esla mHndo ao meu fellor, ou alllloxaril'e, que por mim na dila capitania estiver, que cm lal caso lance logo nlúo pela dita lerr'a pam mim, l'azenuo assenlar no livro de lt1eus proprios, e 1~1Ça execuç,ão pela valia d'ella, e não a fazendo assim, Hei por bem que perca o sc~ omeio e me pague de sua fazenda oulro lanto, quanto m:mlar na valia da dila terra. 2," IIavenuo nas lerras da dita capitania, coslas, marés, rios e ballias d'ellas, qualquer sorle de pedrnriu prela, aljofar ou ouro, prala, coral, cobre, eslanho ou Cfualqu::,r oulra sorle de melai, p,lg,lr-se-ha a mim o qllinlo, do qual quinto haverú o capitão a sua dizima como se coutém em sua doaç,'ío-c ser-Ihe-ha enlregue a )><1I·te na dizima, que Ilwnlar ao lempo que se o di:o quinlo por meus ol'liciaes arí':.'cad.lr para mim, :J P:'lo-l>rasil de loda a capilania. I' assim tlualquer esflecie ou drogaria de qualquer CfualilladC' que seja que Jl'clla houver, pcrlcncl'r;'1 a mim, c 'scrú llldo Illeu e de meus suc('r,'SOr S, sem o llito cnpiliio, nl'l11 null'H pe'sna poder tralar Ilas dilas cousas nem cnl :llgul1Jas d'ella I.'l na lerm, nem a podcrü) \'C'n'ler, ncm lirar para l1l~US reino,;, e scnhorios ncm para l'líra d'cllas, sob pena dc (jUCIll o contrario fizer, pcre,ler por isso lo(la a fazenda pll rn a C01":l do reino, e ser degrcdado p,ml a ilha de S. Thomé, para scmpre: porém qun:llo ao Bnlzil, Hei pOI' bcm Cjuc o dilo capilão, e as~im os moradore~ da dila romlj;lnhia, se possam llproyeilar d'eUe no que lhe,; ahi na lerra 1',11'.llel'essario. l11io sendo em o Cjueimar, p r,)ue, queimado. ill('()ITl'I':lO nas dilas penas, -l,. De lodo o p~;e:ldo, que se' na dila c'lpil'lnia pescar, núo sendo a canna, sc pagarú a dizima, que é de ([ez pcixes Ltm :1 ordem e all'm dn di!n dizimfl, Hei por bem que se pague mais meia dizima, que é (le villie peix":; 1, a qU.li mein dizimn, o l':lpil:io dn dila capitnnia ha"erú c arrecadnrú panl si, por qU:lnlo lhe tenho (['clla ['('ilo merl'l\ com') se cDl1lém em sua <loaç'~io, :i," Querendo o dilo cnpilão, nwradort's e p:':J"edol'es da dila ('npilnnin lrazcr por si ou pDr oulrcm a mcus reinos e sl'nhorios, (J11<lcsqucr sorles de mercndorias, que mlS dilas lel'ras e parles d'elIas hOllYCr, lil'ando C.TI avos, C' ns oull':ls cOll>as que acima siio ddezas, podel-o-It,io l'nzcl' e scriio recolhidas c ng~lsaJhndas 111 qllaesqlicr portos e eidades, "iUas ou lagares dos dilos meus reinos e senhorios, em 'Lue \'ier<'-m U

()

Profile for Canoa de Tolda Canoa

Estudo da Divisa Sergipe e Bahia  

Publicado em 1891, sob ordem do enão governador da Bahia José Gonçalves da Silva, o estudo teve como objetivo dar base às colocações da Bahi...

Estudo da Divisa Sergipe e Bahia  

Publicado em 1891, sob ordem do enão governador da Bahia José Gonçalves da Silva, o estudo teve como objetivo dar base às colocações da Bahi...

Advertisement