Page 163

-

89-

2. Tenho ordcllado :l C:;)I1l:lra da villa da r\blJadia raç-a cessar os procedimentos judiciacs de l\ue V. ~[crc0s se queixaram athé que, conhecendo a justiça da representaç';io de V. Mc ·s., possa resolver o que se de"e obser\'ilr. Deus Guarde a \'. 'Ice:;. Bahia, 17 de janeiro de 1787. 00111 Rodrigo .fosé de Mel!e:es.-Parél o .Juiz Ordinario e ol'ficiaes da Camanl da villa de Nossa Senhora (La Piedade do Lagarlo. ILi\'. 25 de Cartas elo gov. Jls. 231 e 232.)

3. Não é o meio ele vioLencia o que e1ecide as questões úe jurisdicçoens, selllpre prejudiciaL ao serviço de S. M. e o do pu· blico mas as decisões dos Superiores, a quem a mesma Sehlwra tem confiado a regencia dos povos, e entregne o supremo podeI' para castigar ao' que se nào as cingirem as dbposiçoens das leys. A Camara da \'illa da Abbaclia pôz na minha presenç:a a prepotencía qne essa Camara tem usado com os moradores do Sitio do CU1Ube e seus limites, olJrigando·os a desobedecerem as suas determinaçoens, e passando ao escandaLoso procedimento de ensinuarem que lllOS não pagne o Real Donativo, e menos executem as ordens que lhes distribuem ha muitos annos pela posse em que estào de lhes serem sujeitos os ditos povos, o que me põe na rigorosa obrigação de estranhar a V. Mces. semelhantes procedimentos, e ordenar-lhe' que logo, lugo se abstenham d'essas vioLencias e de outras que me são presentes, e respondam com os titulos que tiverem para a legitimidade d'esta preLenção, ao que já deverào ter satisfeito na rÓmU\ que lhes ordenei, por ol'dem dirigida peLa Secretaria de Estado, bem persuadidos \'. ;\Ice·. de C[ue, si me constar que se n.io abstcm, lhes farei castigar rigorosamenle' e para certeza de que lhes roi intimada csta minha '>rdem depois úe a registrarem nos livros da Camara a que tocar, me enviarão logo, logo cel'litl:io. Deus Gnarde a VOSS<lS Mel'ces. Dahia, 29 de .Junho de 1787. DOIII Rodriyo José de Mellc:es.-Sr. Jniz Ordinario e off1ciaes da Camara da villa de, 'assa Senhora da Piedade do Lagarto. 1. Pela carla junla dou a providencia necessada ao esblllho que com violencia lhes faz a Camara da villa de N. S. da Piedade do Lagô:lrto da posse III que Y. ;'\[ces est<lvam de dirigirem os povos do ~ili(l du Cumbc: c ~ 1I~ Limites, c no 'a~o de cOllti-

12

Profile for Canoa de Tolda Canoa

Estudo da Divisa Sergipe e Bahia  

Publicado em 1891, sob ordem do enão governador da Bahia José Gonçalves da Silva, o estudo teve como objetivo dar base às colocações da Bahi...

Estudo da Divisa Sergipe e Bahia  

Publicado em 1891, sob ordem do enão governador da Bahia José Gonçalves da Silva, o estudo teve como objetivo dar base às colocações da Bahi...

Advertisement