Page 109

-

35-

Y, Mageslade que Deus guarde da Cidade da Bahia desde a funrlnçio por sC'rvir o mesmo Hio Real de divis:io dos lermos dn Cidade !ln Bahya e da de Sergipe ficando o lermo da Cidade da Bahia do dilo Hiu pai-a a parle üo Sul e o da Cidad,;, de Sergipe do mesmo Rio para a parle do Norte, divisào assenlada enlre as duas Cidades desde a sua primeira fundação, e nesla forll\:l tiver:i.o sempre os supplícanles a obediencia das jusliças da Cidade ela Bahia alho o tempo em que V, Mageslade houve por bem do seu real serviço mandar criar "illas na comarca da mesma Cidade da Bahia enlre as quais Yillas foy hua a que c]lamão a 'illa da Cachoeyra, a qual se signalou por lermo athe o Rio Real que serve de divisão com o de Sergipe e nesta ['arma ficarão os' supplir:lnles sempre na Comarca da Bahia, SUJeitos a Yilla ela Cachoeyra e na sua obediencia se lem conservado; e querendo os oll\'idores de Sergipe por varias vezes exceder o seu lermo em passar o dilo Hio Real pal'a a parle do Sul, nunca pelos Crovernadorcs Geraes do Eslado lhe foy concedido e ultimame nte vindo por ouvidor de Sel'gipe o Dr, Antonio Soares Pinlo, esle persuadido do Capitão-mór \nlonio Yelanes homem rico e ma~evolo só a fim de que para cobrar divida suas por morar no lermo de Sergipe e querer obrigar nelle alguns moradores do termo da dilta Villa da Cachoeyra trouxe para sua caza ao dillo ouvidor para que della tomasse posse da dilla freguezia para sua jurisdi~'üo ['azendo tirar devaç'as no lermo alheYQ mandando alhé pelos seu. oITiciaes nolificar l eslcml10has de faclos aconlecido no deslriclo da sobredilla \'illa C0l110 foy oe uma piqucna ferida que deu hn ncgro do Capitoio-m:.1)'or João cle Oliveira em hua mão de um I ardo fel'l'cil'O e sendo no me? de Novcmhro de mil selte ccntos e vinle qualro fo)' o dillo ouvidor acompanha(lo do mesmo capil:lo Anlonio Velanes para a dilta frcguezia de Nossa Senhora de Nazarclh de Ilapicurú enlrando na Povoação della em hua larde com grande eSlrondo de liros e no oulro dia de manhã mandou o mesmo ouvidor pelo scu escrivão lançar hum lermo para que algu's dos supplicanles nsignassem nelle eHI como se sugeilavam a jurisdição de Sergipe o não qnizerão asignar e mandanelo scu Mcyrillho prendcllos se recolherãQ dentro a Igreja Parochi<ll donde os manda\'u lirar ao que acodio o Vigario della prolesLando pela imll1l1llidade' e por lcr pro\'isão de Yigario da yam nWllclnllclo pelo scu ;'I[eyrinho inlimar o diLLo proLesto :lO ouvidol' lhe ('obrou ;l vara (' o mandou Slla

Profile for Canoa de Tolda Canoa

Estudo da Divisa Sergipe e Bahia  

Publicado em 1891, sob ordem do enão governador da Bahia José Gonçalves da Silva, o estudo teve como objetivo dar base às colocações da Bahi...

Estudo da Divisa Sergipe e Bahia  

Publicado em 1891, sob ordem do enão governador da Bahia José Gonçalves da Silva, o estudo teve como objetivo dar base às colocações da Bahi...

Advertisement