Page 4

FIGURAS DO ANO

4

www.campeaoprovincias.pt

31

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Ao longo do ano de 2013, diversas individualidades foram notĂ­cia nas pĂĄginas do “CampeĂŁoâ€?. Semanalmente, o nosso Jornal deu destaque a figuras e personalidades que tiveram impacto A S U B I R na actualidade noticiosa da regiĂŁo, do paĂ­s e do mundo. Os textos que aqui reproduzimos – e AntĂłnio Henriques Gaspar – O juiz conselheiro foi eleito, que foram publicados na rubrica “Figura da Semanaâ€? – sĂŁo uma forma de recordar o ano que em Julho, para presidir ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ), agora termina, devendo, por isso, ser lidos como um apontamento temporal, correspondente WRUQDQGRVHDTXDUWDĂ€JXUDGDKLHUDUTXLDGR(VWDGRVXFHGHQGRD Ă data em que foram divulgados e devidamente assinalada. /XtV1RURQKDGH1DVFLPHQWRTXHOLGHURXRyUJmRGHF~SXODGR poder judicial durante sete anos. Com a maior parte da sua carreira Miguel Figueira JoĂŁo de Deus Ramos QR0LQLVWpULR3~EOLFRIRLGHOHJDGRGRSURFXUDGRUGD5HS~EOLFD O arquitecto Miguel Figueira, natural de Coimbra, foi distinguido, O diplomata e estudioso do Oriente JoĂŁo de Deus Ramos ĂŠ o par do artista plĂĄstico JoĂŁo Queiroz, de Lisboa, com os PrĂŠmios da vencedor do PrĂŠmio Universidade de Coimbra deste ano, divulgou, na SURFXUDGRUQRFtUFXORGH&RLPEUDHMXQWRGR7ULEXQDOGD5HODomR aAssociação Internacional de CrĂ­ticos de Arte (AICA). Miguel Figueira, passada quinta-feira, o reitor JoĂŁo Gabriel Silva. JoĂŁo de Deus Ramos 1DTXDOLGDGHGHSURFXUDGRUJHUDODGMXQWRLQWHJURXR&RQVHOKR de 43 anos de idade, ĂŠ responsĂĄvel pelo projecto “Cidade Surfâ€?, que “tem sido um incansĂĄvel estudioso e divulgador da cultural oriental, e a instalação de um ‘by pass’ como a melhor solução para a em particular da chinesaâ€?, e tido “uma intervenção notĂĄvelâ€? no estabe&RQVXOWLYRGD3URFXUDGRULD*HUDOGD5HS~EOLFDHUHSUHVHQWRXR defende reposição da deriva litoral na Figueira da Foz, e do Centro NĂĄutico lecimento “de pontes entre essa cultura e Portugalâ€?, justificou o reitor (VWDGRSRUWXJXrVQR7ULEXQDO(XURSHXGRV'LUHLWRVGR+RPHP de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho. Com um valor pecuniĂĄrio da instituição. JoĂŁo Gabriel Silva referiu ainda que a atribuição deste de 20 000 euros, partilhado em partes iguais pelos galardoados, os PrĂŠmios AICA foram prĂŠmio tem um “significado especialâ€?, uma vez que “o peso do mundo &RPXPFXUUtFXORSUHVWLJLDQWHSDVVRXSHOR&RPLWp'LUHFWRUGRV global instituĂ­dos hĂĄ 30 anos para distinguir anualmente criadores das ĂĄreas das artes plĂĄsticas e estĂĄ a mover-se para o Oriente, em termos econĂłmicosâ€?. O especialista 'LUHLWRVGR+RPHPHSHOR&RPLWp&RQWUDD7RUWXUDGDV1Do}HV da arquitectura, tendo este ano o apoio da Fundação Millennium BCP. Professor do curso de no Oriente vai receber o galardĂŁo precisamente no ano em que se celebra a passagem de cinco do pĂłlo de Viseu da Universidade CatĂłlica, Miguel Figueira tem no seu curriculum, sĂŠculos desde a chegada dos portugueses Ă  China. Trata-se de uma “coincidĂŞncia interessanteâ€? e 8QLGDVWHQGRFKHJDGRDR67-HPeVREUHWXGRXPMXL] arquitectura entre muitos projectos, a ciclovia que ĂŠ para ser construĂ­da ao longo do rio Mondego, entre “obviamente vamos procurar aproveitarâ€? este facto, observou o reitor, adiantando que os laureados FRPXPDUHSXWDomRLQDWDFiYHODOLDGDDFUHGLELOLGDGHH[SHULrQFLD Coimbra e a Figueira da Foz, a frente urbana de Montemor-o-Velho e o concurso pĂşblico de sĂŁo sempre convidados a fazer uma apresentação na sua ĂĄrea de especialização. De referir que para a reabilitação da rua da Sofia, em Coimbra. JoĂŁo Queiroz, de 55 anos de idade, ĂŠ os missionĂĄrios, que foram para aquelas paragens apĂłs a descoberta do caminho marĂ­timo para a HFRPSHWrQFLDTXDOLGDGHVTXHVHH[LJHPDTXHPGHVHPSHQKD ideias natural e residente em Lisboa, onde começou a expor pintura e desenho na primeira metade Ă?ndia pelos portugueses, eram formados no ColĂŠgio de Jesus, cujo edifĂ­cio faz parte do patrimĂłnio WmRDOWRFDUJRMXGLFLDO dos anos 80, enquanto estudava Filosofia na Faculdade de Letras da capital. edificado da UC. A ligação entre Coimbra e o Oriente ĂŠ “muito antigaâ€? e “intensa historicamenteâ€?, destacou o reitor. JoĂŁo de Deus Ramos foi o primeiro embaixador de Portugal em Pequim, China, 03 DE JANEIRO DE 2013 e membro “decisivoâ€? nas negociaçþes para a transição de Macau para a soberania chinesa. Hoje JosĂŠ de Faria Costa –'RXWRUDGRHDJUHJDGRHP'LUHLWR reformado, JoĂŁo de Deus Ramos ĂŠ AcadĂŠmico de NĂşmero da Academia Portuguesa da HistĂłria, primeiro membro portuguĂŞs da Associação Europeia de Estudos Chineses. [07 de MARÇO] O antigo QDiUHDGDVFLrQFLDV-XUtGLFRSHQDLVSHOD)DFXOGDGHGH'LUHLWRGD embaixador recebeu o PrĂŠmio Universidade de Coimbra a 01 de Março. Esta distinção, no valor Paulo TrincĂŁo 8QLYHUVLGDGHGH&RLPEUD )'8& -RVpGH)DULD&RVWDpGHVGH pecuniĂĄrio de 25 000 euros, foi entregue a 1 de Março, durante a SessĂŁo Solene comemorativa TrincĂŁo ĂŠ o novo director do Jardim Botânico, sucedendo no do 723.Âş aniversĂĄrio da UC, consagrando a longa carreira do diplomata e os anos que dedicou ao -XOKRR3URYHGRUGH-XVWLoD$OpPGHSURIHVVRUFDWHGUiWLFRGD cargo aPaulo Helena Freitas. O antigo diretor do Museu da CiĂŞncia e da TĂŠcnica estudo da expansĂŁo portuguesa para o Oriente e da influĂŞncia da cultura chinesa em Portugal. da Universidade de Coimbra (UC) estava a trabalhar em Coimbra desde )'8&-RVp)DULDGD&RVWDDQRVGHLGDGHSUHVLGLXDR&RQalguns meses, mas sĂł agora foi formalizada a mudança. A vice-reitora 31 DE JANEIRO E 07 DE MARÇO DE 2013 VHOKR'LUHFWLYRGDTXHODIDFXOGDGHHDR,QVWLWXWRGH'LUHLWR3HQDO hĂĄ da UC, Helena Freitas, deixa o lugar com o sentimento de dever cumprido (FRQyPLFRH(XURSHX)RLDLQGDPHPEURGD&RPLVVmRGHeWLFD e com a convicção de que “estĂŁo agora criadas as condiçþesâ€? para que jardim dĂŞ um salto qualitativo. Helena Freitas promete continuar a GRV+RVSLWDLVGD8QLYHUVLGDGHGH&RLPEUDGR&RQVHOKR*HUDOGD oacompanhar as actividades deste emblemĂĄtico jardim, atĂŠ porque ĂŠ a Adelino Martins coordenadora do projecto do Quadro de ReferĂŞncia EstratĂŠgica Nacional (QREN) que estĂĄ em 8QLYHUVLGDGHGH&RLPEUDHGR&RQVHOKR6XSHULRUGD0DJLVWUDWXUD SĂłcio-fundador da Orquestra de Sopros de Coimbra, Adelino Ascensor (Retrospectiva de 2013)

curso e que modificarĂĄ profundamente este jardim centenĂĄrio.

Manuel Machado –1RGHVIHFKRGDV~OWLPDVHOHLo}HV DXWiUTXLFDVDQRVDSyVWHUSHUGLGRD&kPDUDGH&RLPEUD SDUDRVRFLDOGHPRFUDWD&DUORV(QFDUQDomRRVRFLDOLVWD0DQXHO Machado reconquista a autarquia para o PS. O socialista lidera, WDPEpPGHVGH1RYHPEURD$VVRFLDomR1DFLRQDOGH0XQLFtSLRV 3RUWXJXHVHV $103 VXFHGHQGRD)HUQDQGR5XDV 36' 3DUD 0DQXHO0DFKDGRDXWDUFDVHPXQLFtSLRVVmRKRMHHPGLDGHSRVLWiULRVGDHVSHUDQoDGDVSRSXODo}HV´eSDUDHVWDUPRVjDOWXUD GHVVDHVSHUDQoDTXHQRVGHYHPRVRUJDQL]DUHWUDEDOKDU¾DÀUPRX o edil conimbricense. A

D E S C E R

JosÊ Almeida Rodrigues –$LQYHVWLJDomRDRDVVDVVLQDWRGH )LORPHQD*RQoDOYHV²H[HPSUHViULDDEDWLGDDWLURKiPHVHV HP0RQWHV&ODURV &HODV ²WHPGDGRŠiJXDSHODEDUEDªj3ROtFLD -XGLFLiULDOLGHUDGDSRU-RVp$OPHLGD5RGULJXHV$OpPGDVLQVXÀFLrQFLDGRWUDEDOKRSROLFLDODYXOWDRIDFWRGHD'LUHFomRGD3-WHU VXVSHQGLGRRSDJDPHQWRGRVDOiULRDXPDLQVSHFWRUDFRQVWLWXtGD DUJXLGDID]HQGRWiEXDUDVDGRIDFWRGHHODKDYHULQWHUURPSLGR DSUHVWDomRGHWUDEDOKRGHYLGRDRFXPSULPHQWRGHXPDPHGLGD GHFRDFomRGHFUHWDGDMXGLFLDOPHQWH Eduardo Simþes – /tGHUGD$FDGpPLFD2$)GHVGH'H]HPEURGH-RVp(GXDUGR6LP}HVIRLFRQGHQDGRHVWHDQR SHOR6XSUHPR7ULEXQDOGH-XVWLoDDPHVHVGHSULVmR SHQD VXVSHQVD SRUFRPHWLPHQWRGHFULPHVGHFRUUXSomRSDVVLYD SDUDDFWROtFLWRHDEXVRGHSRGHU2DUJXLGRLQWHUS{VUHFXUVRH SRULVVRDSXQLomRQmRWHPFDUiFWHUGHÀQLWLYR-RVp(GXDUGRIRL GLUHFWRUGHXUEDQLVPRGH&RLPEUD  DRPHVPRWHPSR TXHH[HUFLDIXQo}HVGLUHFWLYDVQD%ULRVDHHVWiVREVXVSHLWDGH IDYRUHFLPHQWRGHSURPRWRUHVLPRELOLiULRVDWURFRGHGRQDWLYRV SDUDRFOXEH$FUHVFHTXHDVXDSDUWLFLSDomRQDPDLVUHFHQWHVHVVmR GD$VVHPEOHLD*HUDOGD$FDGpPLFD2$)ÀFRXDTXpPGRTXH VHULDH[SHFWiYHOGHXPSUHVLGHQWHGDLQVWLWXLomR Paulo Portas –2VLJQLÀFDGRGDSDODYUDLUUHYRJiYHOWHP GHVGH-XOKRXPVLJQLÀFDGRG~ELR$UHVSRQVDELOLGDGHpGROtGHU GR&'6333DXOR3RUWDVTXHDRDSUHVHQWDUDVXDGHPLVVmRDRSULPHLURPLQLVWURGLVVHWUDWDUVHGHXPSHGLGR´LUUHYRJiYHO¾6XFHGH porÊm, que Portas se manteve no Governo e, inclusivamente, viu UHIRUoDGDDVXDLPSRUWkQFLDDVFHQGHQGRDYLFHSULPHLURPLQLVWUR GR([HFXWLYR(VWH´DUUXIR¾HQWUHRJRYHUQDQWHFHQWULVWDH3HGUR 3DVVRV&RHOKRFXVWRXDRSDtVFHUFDGHPLOPLOK}HVGHHXURV ao fazer disparar os juros da dívida soberana.

10 DE JANEIRO DE 2013

MĂĄrio Nunes A PrevidĂŞncia Portuguesa, liderada por MĂĄrio Nunes, estĂĄ de parabĂŠns. A instituição mutualista acaba de completar 84 anos, dando provas de grande vivacidade e dinamismo. A par do reforço de parcerias na ĂĄrea mĂŠdica a nĂ­vel nacional, a associação mutualista tem-se destacado com a criação de novos projectos, o que lhe valeu recentemente o tĂ­tulo de mutualista mais inovadora do paĂ­s, num total de 101 associaçþes mutualistas. O feito da instituição conimbricense nĂŁo fica por aqui. É que o novo impulso, em muito devido ao empenho e dedicação de MĂĄrio Nunes, reflecte-se tambĂŠm num aumento considerĂĄvel de novos sĂłcios, como jĂĄ nĂŁo se via hĂĄ mais de uma dĂŠcada. A instituição ĂŠ a Ăşnica que, a par do Montepio, abrange todo o territĂłrio nacional, oferecendo aos seus associados uma panĂłplia de regalias que abrangem todas as dimensĂľes da vida. Liberdade, Igualdade e Fraternidade sĂŁo os trĂŞs princĂ­pios base da instituição que procura ir sempre ao encontro das necessidades da comunidade. A PrevidĂŞncia Portuguesa assinalou a efemĂŠride – algo que jĂĄ nĂŁo sucedia hĂĄ alguns anos –, no sĂĄbado, com uma cerimĂłnia, que teve como pontos altos as intervençþes de Cristina Rodrigues, directora do jardim de infância, e Martins de Oliveira, secretĂĄrio da direcção, e a homenagem aos trabalhadores e colaboradores que completaram 25 anos ao serviço da associação. [Edição de 09 de Maio] MĂĄrio Nunes foi eleito para presidir Ă Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Mutualidade – REDEMUT, recentemente criada, com sede no Porto. Coimbra, atravĂŠs de “A PrevidĂŞncia Portuguesaâ€?, a segunda mutualidade generalista do paĂ­s, a seguir ao Montepio Geral, integra o grupo fundador da Associação Portuguesa de Mutualidades. Actualização: MĂĄrio Nunes faleceu, vĂ­tima de doença, a 29 de Junho, aos 75 anos de idade. Ex-vereador da Câmara de Coimbra, natural de Espinhal (Penela), foi bancĂĄrio, licenciou-se em HistĂłria e dedicou-se Ă  divulgação e preservação do patrimĂłnio atravĂŠs do Grupo de Arqueologia e Arte do Centro (GAAC). AlĂŠm de autarca empenhado, integrou os ĂłrgĂŁos sociais de diversas colectividades, com um contributo que todos assinalam como empenhado e fundamental para o desenvolvimento local e regional.

17 DE JANEIRO E 09 DE MAIO DE 2013

FĂĄtima Ramos

Martins foi homenageado no passado sĂĄbado, no âmbito da Gala comemorativa dos 30 anos da instituição, que decorreu no Teatro AcadĂŠmico Gil Vicente. Depois de trĂŞs dĂŠcadas como maestro, arranjador e compositor da Orquestra, Adelino Martins passa a “batutaâ€? a AndrĂŠ Granjo, ficando como maestro honorĂĄrio. Adelino Martins sai a seu pedido da direcção da Orquestra de Sopros de Coimbra, encerrando, desta forma, um ciclo importante na sua vida. Natural de Feteira, Adelino Martins herdou da parte do seu pai a paixĂŁo pela mĂşsica, tendo ao longo da sua carreira sido um importante dinamizador do ensino da mĂşsica em Coimbra. O ConservatĂłrio de MĂşsica Coimbra foi outras das instituiçþes que Adelino Martins ajudou a impulsionar e a fundar.

07 DE FEVEREIRO DE 2013

Polybio Serra e Silva O mĂŠdico cardiologista vai cumprir mais um mandato como presidente da direcção da Delegação Centro da Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPF). Na reuniĂŁo de tomada de posse dos corpos sociais, a 6 de Fevereiro, Polybio Serra e Silva revelou contentamento pela “honra em continuar a representar a FPFâ€?. Na outra face da moeda, admite, “[fica] o desânimo por verificar que nĂŁo houve mais listas concorrentesâ€? Ă delegação da instituição que luta pela prevenção das doenças cardiovasculares. “Gostaria de ver mais empenho [na prevenção das doenças responsĂĄveis por cerca de 40 000 mortes anuais em Portugal] â€?, reforça. Prosseguir com o Programa de Iniciação Ă  Actividade FĂ­sica (PIAF) destinado a homens e mulheres, entre os 16 e os 75 anos, com obesidade ou excesso de peso, ĂŠ uma das suas prioridades no decorrer do novo mandato. O segundo projecto a que se propĂľe dar continuidade ĂŠ ao estudo que pretende provar que os triglicerĂ­deos sĂŁo valores determinantes na detecção do risco de doenças cardiovasculares. Aos 84 anos, Polybio Serra e Silva mostra-se bem capaz de continuar a dar cartas na ĂĄrea da prevenção vascular e diz estar “pronto para trilhar o caminhoâ€? enquanto presidente da delegação da FPF. Tomaram ainda posse na direcção Manuel VerĂ­ssimo, Armando Gonsalves e Raul Martins (vice-presidentes); Arnaldo Paredes (tesoureiro); Maria PatrocĂ­nio Matos Dias e Pedro Carvalho (secretĂĄrios); Eduardo Castela, Marina Montezuma, Felisberta Leal e Manuel LobĂŁo (vogais). Para o conselho da delegação foram empossados Augusto Antunes (presidente); Maria Aurora Branquinho e Rui Costa (vice-presidentes); Maria do CĂŠu Cotrim e HorĂĄcio Poiares (secretĂĄrios); Luiz Santiago, AntĂłnio Carvalho, LuĂ­s Lavrador e Pedro Ferreira (vogais).

14 DE FEVEREIRO DE 2013

A presidente da Câmara de Miranda do Corvo fez, hå dias, o balanço de 11 anos de gestão autårquica. A edil, que assumiu a liderança do Município em 2001, deixa obra feita no concelho e alguns projectos que, em continuidade, contribuirão para melhorar a qualidade de vida da população e, atÊ, atrair novos residentes àquele território. Fåtima Ramos destaca como corolårio do seu exercício a transformação do parque escolar do município – com a renovação e construção de estabelecimentos de ensino –, a melhoria das acessibilidades e uma aposta concreta no sector do turismo, mediante investimentos que permitem potenciar estas åreas e fazer de Miranda do Corvo um destino atractivo e aprazível. Eleita pelo PSD, sempre com maioria no executivo camarårio, a autarca nunca desfrutou de idêntica posição do seu partido na Assembleia Municipal, facto que releva como significante pois, mesmo assim, conseguiu colocar o seu projecto em pråtica, mesmo com os constrangimentos financeiros que surgiram nos últimos anos. Apesar de satisfeita com o trabalho levado a cabo ao longo de 11 anos, a edil considera que o aspecto mais negativo dos seus mandatos se prende com a suspensão das obras de requalificação do ramal ferroviårio da Lousã, no âmbito da implementação do Sistema de Mobilidade do Mondego (Metro). Fåtima Ramos lamenta que o poder político não tenha percebido a importância deste meio de transporte, enquanto necessidade absoluta para as populaçþes mas, tambÊm, de afirmação de uma lógica de desenvolvimento regional. Actualização: Após 12 anos na liderança da Câmara Municipal de Miranda do Corvo, a social-democrata Fåtima Ramos foi impedida de se recandidatar pela lei de limitação de mandatos. O candidato do PSD, SÊrgio Seco, acabou por ser derrotado pelo socialista Miguel Baptista, que agora lidera a edilidade.

O mĂĄgico natural de AnsiĂŁo comemora em 2013 o seu 25.Âş aniversĂĄrio. Em Coimbra, LuĂ­s de Matos estĂĄ associado aos cĂŠlebres “Encontros MĂĄgicosâ€?, que ano apĂłs ano trazem Ă cidade dos estudantes diversas especialistas da arte do espectĂĄculo internacionais. O mais conhecido mĂĄgico portuguĂŞs começou o ano com a gravação da sĂŠrie “Por Arte de Magiaâ€? para o canal de televisĂŁo espanhol laSexta. Trata-se da versĂŁo espanhola da sĂŠrie inicialmente produzida para o canal 1 da BBC, no Reino Unido, em 2011, onde igualmente participou. A sua emissĂŁo estĂĄ prevista para os prĂłximos meses de Março e Abril. TambĂŠm no mĂŞs de Abril, a “Academy of Magical Artsâ€? voltarĂĄ a distinguiu os melhores mĂĄgicos do mundo, entre os quais se conta LuĂ­s de Matos. O mĂĄgico portuguĂŞs serĂĄ distinguido pela sua visĂŁo e trabalho desenvolvido na criação e concretização da “Essential Magic Conferenceâ€?, o primeiro congresso mundial de magia transmitido em directo para o mundo inteiro, a partir de Portugal, via Internet. No inĂ­cio do segundo semestre, LuĂ­s de Matos vai DQXQFLDURSURJUDPDFRPHPRUDWLYRGRVHXžDQLYHUViULRSURÂżVVLRQDOVHQGRTXHRSURMHFWRLQWLWXODGRÂł5(67$57 promete ter uma grande dose de ambição, interacção e impacto. LuĂ­s de Matos apresentou-se pela primeira vez HPS~EOLFRDRVRQ]HDQRVPDVIRLDRVTXHVHWRUQRXHYLGHQWHRSURÂżVVLRQDOLVPRFRPTXHDEUDoRXDFDUUHLUD de mĂĄgico. [24 de Outubro] O mĂĄgico portuguĂŞs foi distinguido, em Londres, pelo “The Magic Circleâ€?, o maior e mais prestigiado clube de mĂĄgico do mundo, fundado em 1905. O ilusionista, que promove todos os anos, em Coimbra, os Encontros MĂĄgicos, recebeu o “The Devant Awardâ€?, sendo o mais jovem artista de entre todos quantos, atĂŠ hoje, jĂĄ foram distinguidos com o galardĂŁo, considerado o mais relevante dos trofĂŠus atribuĂ­dos, anualmente, pelo centenĂĄrio clube britânico. Este prĂŠmio ganha um peso ainda mais simbĂłlico, porque ĂŠ recebido no ano em TXH/XtVGH0DWRVFRPSOHWDDQRVGHDFWLYLGDGHSURÂżVVLRQDOHFULDWLYD

24 DE JANEIRO DE 2013

21 DE FEVEREIRO E 24 DE OUTUBRO DE 2013

LuĂ­s de Matos

PUBLICIDADE

32501

Campeão das Províncias (31/12/2013)  
Campeão das Províncias (31/12/2013)  

Edição em PDF do semanário Campeão das Províncias n.º 705, publicado a 31/12/2013

Advertisement