Issuu on Google+

32507

Rua Ferreira Borges, 48 Rua Visconde da Luz, 41 COIMBRA

32962

Na passagem do nosso 50.Âş AniversĂĄrio, agradecemos a todos os nossos clientes a preferĂŞncia ao longo deste meio sĂŠculo. Obrigado!

32036

32969

PREÇO 0,75\ | 2ÂŞ SÉRIE | ANO 14 | NÂş 685 | 01 AGOSTO DE 2013 SEMANĂ RIO Ă€ QUINTA-FEIRA | EDIĂ‡ĂƒO COIMBRA DIRECTORA LINA VINHAL | www.campeaoprovincias.pt | telef. 239 497 750 | fax 239 497 759

Sindicalismo com IndependĂŞncia

Visite-nos na Expofacic em Cantanhede! Na compra de qualquer viatura, oferta de uma semana de fĂŠrias em Vilamoura - Algarve em Hotel 4 estrelas 111sport@sapo.pt | www.111sport.pt - Quimbres - Coimbra - Telem.: 910 240 856 | 967 125 501

O novo mapa judiciĂĄrio, com entrada em vigor prevista para 2014, contempla a criação em Coimbra de secçþes judiciais de ComĂŠrcio e Execução, competĂŞncias confiadas, hoje em dia, Ă s instâncias do foro cĂ­vel, apurou o “CampeĂŁoâ€?. A par daquelas, haverĂĄ uma Instância Central com Secção CĂ­vel para o distrito de Coimbra (processos de alçada superior a 50 000 euros), dotada de quatro Boas fĂŠrias juĂ­zes, e instâncias locais em Coimbra e na Figueira da O CampeĂŁo das ProvĂ­ncias interrompe Foz com Secção de CompetĂŞncia CĂ­vel (para processos a publicação nas prĂłximas duas semanas de alçada inferior a 50 000 euros). para fĂŠrias da Redacção, regressando a 22 de PĂĄgina 04 Agosto. Todavia os serviços administrativos e comerciais funcionam normalmente entre as 09h00 e as 19h00. Boas fĂŠrias para todos. PUBLICIDADE

Convidamos a visitar a Freguesia por altura das Festas de Sant’Ana de 16 a 19 Agosto

Vidas (d)escritas

Matilde Sousa Franco

Portugal não pode perder a esperança $FODVVLÀFDomRGH&RLPEUDFRPR3DWULPyQLRGD+XPDQLGDGHSHOD81(6&2pXPD´PDLVYDOLDLQHVWLPiYHO¾FRQVLGHUD0DWLOGH6RXVD)UDQFRUHVSRQViYHOSHORODQoDPHQWRGDFDQGLGDWXUD KiPDLVGHDQRV([WUHPDPHQWHVDWLVIHLWDFRPRGHVIHFKRDDQWLJDGHSXWDGDHVSHUDTXHD FODVVLÀFDomRUHSUHVHQWHXPPRPHQWRGHYLUDJHPQRTXHUHVSHLWDjUHFXSHUDomRHGLQDPL]DomR GRFHQWURKLVWyULFRGDFLGDGH-iTXDQWRjVLWXDomRGRSDtV0DWLOGH6RXVD)UDQFRUHIHUHTXH JRVWDULDGHYHU´XPDVpULHGHFRUWHVQDGHVSHVDGR(VWDGR¾2SWLPLVWDSRUQDWXUH]DGHIHQGH QRHQWDQWRTXH3RUWXJDO´QmRSRGHGHIRUPDDOJXPDSHUGHUDHVSHUDQoD¾ Pågina 05

Agora tambÊm nova clínica na Tocha Amieiro - Estrada Nacional 335 3140-021 Arazede Telef.: 239 607 393 - Fax: 239 607 470 Telem.: 968 816 150 geral@peroneo.pt www.peroneo.pt 40º14’47,89*N,8º39’59.28*W 32299

Prevista criação de secçþes judiciais de ComÊrcio e Execução em Coimbra

32299

Justiça com novo mapa

É fåcil crescer FRPFRQ¿DQoD

Telf./Fax 239 834 167 www.coimbrageste.pt geral@coimbrageste.pt

32039

PUBLICIDADE

Albuquerque e Lima Galeria de exposiçþes temporårias

Visite-nos na Expofacic em Cantanhede!

Horårio: Dias úteis da terça a sexta - das 16 às 20 horas Såbados e Domingos - das 15 às 19 horas

Rua Gil Vicente 86-A | 3000-202 Coimbra Telef.: 239 703 259 / 917 766 093 http://galeriaalima.com

32820

email: geral@brumotor.com | web: www.brumotor.com Santa Luzia - Mealhada Telem.: 910 240 856 / 917 590 367 / 917 611 969

33133

32298

Na compra de qualquer viatura, oferta de uma semana de fĂŠrias em Vilamoura - Algarve em Hotel 4 estrelas

32517


01

SAÚDE

2

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

Tecnologia única em Portugal

Correcção de paralisia facial

Abel Nascimento faz cirurgia pioneira em Portugal

6DQÀOHVWUHLDVLVWHPDLQRYDGRU para cirurgia da coluna G. B.

A Unidade de Coluna do g r upo Sanfil realizou, terça-feira,na Clínica de Santa Filomena, em Coimbra, uma cirurgia em que foi utilizada tecnologia inovadora em Portugal. A equipa, liderada pelo cirurgião Luís Teixeira, recorreu ao mais avançado sistema de imagem intra-operatória, que permite a obtenção de imagens a três dimensões, em tempo real e sem que o paciente tenha de sair do bloco operatório. A tecnologia O-arm, adquirida pela Sanfil, é

um sistema de navegação electrónica corporal que fornece imagens completas aos neurocirurgiões e ortopedistas, permitindo-lhes visualizar a anatomia do doente na posição cirúrgica. Este equipamento tem uma dupla vertente de inovação. Ao mesmo tempo que a sua utilização se tratou de uma estreia em Portugal, a Unidade de Coluna da Sanfil usou a mais recente versão do programa informático, uma novidade a nível mundial. Médico or topedista, Luís Teixeira destaca como grande mais-valia

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

do O-ar m o aumento da segurança no procedimento cirúrgico, ao proporcionar uma abordagem menos invasiva. O menor tempo de pós-operatório e internamento, associado a um regresso mais rápido do doente à vida activa são outras vantagens destacadas pelo cirurgião. Administrador executivo da Sanfil, Henrique Amaral Dias, sublinhou o investimento que o grupo privado de saúde tem feito na aquisição das mais recentes tecnologias e, ao mesmo tempo, garantindo equipas médicas de elevada capacidade.

“Com a aquisição deste equipamento tecnologicamente avançado – o primeiro em Portugal – a Sanfil aposta, claramente, numa estratégia de diferenciação sempre com vista à melhoria da qualidade de vida dos seus pacientes e a uma gestão eficaz de todos os serviços da clínica”, referiu Henrique Amaral Dias. A aposta no turismo médico e na for mação são duas outras áreas que o administrador definiu como fulcrais para o desenvolvimento do grupo Sanfil a médio e longo prazo.

Um homem de 49 anos, afectado por uma paralisia facial causada pelo tratamento cirúrgico de um tumor, foi operado, com sucesso, pelo cirurgião Abel Nascimento. A intervenção, pioneira em Portugal, foi realizada na IdealMed – Unidade Hospitalar de Coimbra e consistiu na reconstrução anatómica nervosa através de cirurgia microscópica. A operação durou cerca de 10 horas e mobilizou a equipa do Instituto de Cirurgia Reconstrutiva, liderado por Abel Nascimento. O cirurgião recorreu à colheita de ramos nervosos retirados dos plexos cervical, braquial e da face não afectada pela paralisia, para depois transplantar e reestabelecer, através

de uma procedimento intrincado e microscópico, todas as ligações entre as células nervosas e o sistema nervoso central, repondo o movimento e a comunicação com os músculos. Para o sucesso deste tipo de operação, é fundamental que a mesma seja feita numa fase imediata à lesão e “um profundo conhecimento da anatomia nervosa”, assim como a experiência neste tipo de cirurgias, disse o cirurgião, ao Diário de Coimbra. O doente não conseguia fechar correctamente a boca, um dos olhos e fazer alguns movimentos faciais. Contudo, após a intervenção realizada, Abel Nascimento acredita que o doente terá mais qualidade de saúde e auto-estima.

CLÍNICA OFTALMOLÓGICA, LDA Dr. José Emilio Campos Coroa Dr.ª M.ª Helena Campos Coroa

ONDINA JARDIM MÉDICA ESPECIALISTA

GINECOLOGIA OBSTETRÍCIA 32459

CAMPOS COROA

Consultórios:COIMBRA - Largo da Portagem, 27 - 2.º - Telef.: 239 821 403 FIGUEIRA DA FOZ - Praceta D. Maria Madalena Azevedo Perdigão, n.º 30 Telef.: 233 423 541 | ARGANIL - Rua Dr. Veiga Simões, Telem.: 935 106 927 TÁBUA - Av. da Ribeira, Edf. Ómega 1, 1.º C - Telem.: 934 224 930 COJA - Rua Dr. Albino Figueiredo, Telem.: 935 106 928 GÓIS - Rua Comendador Augusto Luís Rodrigues Telem.: 934 225 140 PAMPILHOSA DA SERRA - Rua Rangel Lima Telem.: 935 106 935

33199

32985

32300

PUBLICIDADE

R. FERREIRA BORGES, 185, 1.º - TELEF.: 239 823 739 - COIMBRA


QUINTA-FEIRA

POLĂ?TICA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

3

www.campeaoprovincias.pt

2Ă€FLDOL]DGDFDQGLGDWXUDHP&RLPEUD

&RLPEUD

&LGDGmRVVXSHUDUDP EDUUHLUDGDVDVVLQDWXUDV

0DQXHO0DFKDGR 36 SURS}H EDL[DURVLPSRVWRVPXQLFLSDLV

L.S.

Com 4 600 assinaturas de proponentes, superando o limite legal de 3 910, o movimento independente “CidadĂŁos por Coimbraâ€? formalizou, sexta-feira (dia 26), as candidaturas Ă  Câmara e Assembleia Municipal nas eleiçþes autĂĄrquicas de 29 de Setembro, fazendo a entrega das respectivas listas na Secção Central dos JuĂ­zes CĂ­veis do Tribunal da Comarca, no edifĂ­cio Arnado. “AcabĂĄmos a primeira parte do trabalho, cumprindo a burocracia e a exigĂŞncia inaceitĂĄvel de tanto nĂşmero de assinaturasâ€?, referiu o advogado JosĂŠ Augusto Ferreira da Silva, o candidato do movimento Ă  presidĂŞncia da Câmara Municipal de Coimbra, cuja prĂłxima batalha vai ser conseguir ver inscrito no boletim de voto o logĂłtipo, em vez de um nĂşmero romano (sorteado de I a VII).

O cabeça de lista do movimento “CidadĂŁos por Coimbraâ€? para a Assembleia Municipal ĂŠ o director da Faculdade de Economia, JosĂŠ Reis, com a candidatura a ter como mandatĂĄrio o professor AbĂ­lio Hernandez, e como primeiro proponente Jorge Leite, professor jubilado da Faculdade de Direito. O movimento irĂĄ entregar, a 05 de Agosto, as candidaturas a sete freguesias, correspondendo a 75 por cento do eleitorado do concelho de Coimbra: Santo AntĂłnio dos Olivais; UniĂŁo das Freguesias de Coimbra (Almedina, Santa Cruz, SĂŠ Nova e S. Bartolomeu); UniĂŁo das Freguesia de S. Martinho do Bispo e Ribeira de Frades; UniĂŁo das Freguesias de Santa Clara e Castelo Viegas; UniĂŁo das Freguesias de Eiras e S. Paulo de Frades; AlmalaguĂŞs; e Trouxemil. Para a Câmara Munici-

AbĂ­lio Hernandez, JosĂŠ Ferreira da Silva, JosĂŠ Reis e Jorge Leite. O movimento foi o primeiro a entregar as candidaturas

pal de Coimbra, a candidatura apresenta 11 efectivos e cinco suplentes, cujos primeiros sĂŁo JosĂŠ Augusto Moreira Ferreira da Silva, Pedro SĂŠrgio Rosas Bingre do Amaral (advogado), Maria de FĂĄtima dos Anjos de Carvalho (presidente do Sindicato dos TĂŞxteis do Centro), JosĂŠ Manuel Marques da Silva Pureza (ex-lĂ­der parlamentar do Bloco de Esquerda), Isabel Maria de Jesus Campante

(consultora de comunicação). Para a Assembleia Municipal a lista tem 33 efectivos e 13 suplentes, com os cinco primeiros a serem JosÊ Joaquim Dinis Reis, Ana Leonor Cruzeiro de Oliveira Barata (artista), JosÊ António Oliveira Bandeirinha (arquitecto), Catarina Isabel Caldeira Martins (deputada municipal do BE) e Rui de Melo Pato (mÊdico).

6RXUH

&DUORV3iVFRDDVSLUDj FRQTXLVWDGHGRLVPDQGDWRV O candidato do PSD Ă  liderança do MunicĂ­pio de Soure, Carlos PĂĄscoa, aspira a desempenhar a função por dois mandatos, tendo rotulado de “um sufocoâ€? o exercĂ­cio do cargo quando este se prolong a por 20 anos (cinco mandatos). ´4XHUR Ă€FDU FRQYRVFRVyRWHPSRVXĂ€FLHQWHÂľ disse o geĂłlogo, perante perto de 200 conterrâneos, na apresentação da candidatura da coligação“Soure para todosâ€?. O presidente cessante da Câmara local, JoĂŁo Gouveia, cumpriu cinco mandatos, para trĂŞs eleito pelo PSD (de 1994 a 2005) e dois (2005-09 e 2009-13) em que foi reconduzido sob proposta do PS. Carlos PĂĄscoa, que prometeu aos munĂ­cipes “acesso fĂĄcilâ€? aos autarcas, acenou com apoio Ă  economia e Ă  criação de emprego, lastimando que na Ăşltima dĂŠcada o nĂşmero de sourenses inscritos

nos centros de emprego tenha aumentado 27 por cento. Segundo o candidato social-democrata, a população do MunicĂ­pio diminuiu oito por cento, na Ăşltima dĂŠcada, e, por cada 100 jovens, hĂĄ agora mais 15 por cento de idosos. “EconĂłmica e demograficamente, o concelho estĂĄ em perigo; mas nĂŁo nos podemos deixar vencer pelo desânimoâ€?, afirmou ele, ao prometer dirigir o orçamento municipal para “o bem comumâ€?. Em jeito de conclusĂŁo, Carlos PĂĄscoa disse que a sua candidatura serĂĄ “um hino Ă  dignidade humana e uma manifestação de sonho, esperança e liberdadeâ€?. O empresĂĄrio Manuel Serralha Duarte, mandatĂĄrio da coligação “Soure para todosâ€?, enalteceu o “carĂĄcter de cidadaniaâ€? do geĂłlogo e acrescentou que a sua “desejĂĄvel vitĂłria abre caminho Ă  ida de

Soure para o mapa�. Ex-vereador e outrora presidente da Assembleia Municipal, Carlos Påscoa foi delegado regional da Cultura e administrador da Fundação de Bissaya Barreto. Mota deixa o PS

AntĂłnio Santos Mota, actual vice-presidente do MunicĂ­pio sourense (PS), serĂĄ o segundo membro da lista de Carlos PĂĄscoa (coligação “Soure para todosâ€?) para a Câmara, disseram fontes partidĂĄrias ao “CampeĂŁoâ€?. O edil, que renunciou aos pelouros sob a sua alçada, manifestou apoio ao candidato indigitado pelo PSD. “Depois de (‌) ponderar e de falar com (...) sourenses, cuja opiniĂŁo tem para mim muito valor, achei ser essa a posição que a minha consciĂŞncia tambĂŠm exigiaâ€?, indicou o vereador, citado pela

Assessoria de Imprensa da sobredita coligação. Para Santos Mota, Carlos PĂĄscoa ĂŠ “a pessoa certa para fazer o que jĂĄ devia estar feitoâ€?. PĂĄscoa declarou ser para ele “uma honra contar com o apoio e a disponibilidade de um concidadĂŁo com a competĂŞncia e as qualidades humanas de Santos Motaâ€?. O vice-presidente do MunicĂ­pio sourense, principal coadjutor de JoĂŁo Gouveia, era autarca socialista desde 2005, Ă  semelhança do presidente, tendo-se transferidos ambos do PSD para o PS. Jorge Mendes, antigo lĂ­der concelhio do PS/ Soure, deverĂĄ ser o segundo membro da lista do seu partido para a Câmara (encabeçada por MĂĄrio Jorge). AntĂłnio Santos Mota terĂĄ sido convidado a fazer parte da candidatura do PS Ă  Assembleia Municipal.

Manuel Machado, que se perfila a reconquistar para o PS a edilidade conimbricense, liderada por JoĂŁo Paulo Barbosa de Melo, eleito pela coligação “Por Coimbraâ€? (PSD, CDS/PP, PPM e MPT), assumiu como estimulante a presença de militantes socialistas, amigos e apoiantes da sua candidatura, num jantar realizado na Ăşltima semana. Na opiniĂŁo do candidato do PS, a cidade de Coimbra “tem sido vĂ­tima de sucessivos episĂłdios de mĂĄ gestĂŁoâ€? que, nos Ăşltimos anos, levaram Ă  perda de empresas e de população, tendo como resultado “o empobrecimento, o desemprego, jovens a emigrarem e pessoas com medo do futuroâ€?. Para contrariar esta tendĂŞncia e arrepiar caminho, Machado propĂľe-se a bai-

xar os impostos municipais (IMI, IMT e derrama) para taxas mĂ­nimas permitidas e reavaliar a factura da ĂĄgua imputĂĄvel aos consumidores. “A Câmara tornou-se gastadora na Ăşltima dĂŠcada e, para sustentar esses gastos, espolia agora os cidadĂŁos. Isso tem de acabarâ€?, defendeu Manuel Machado. O socialista presidiu Ă  Câmara Municipal durante trĂŞs mandatos, de 1990 a 2002, eleito pelo PS. Por ora, propĂľe-se iniciar uma caminhada que permita “concretizar uma ambição colectiva de engrandecer Coimbra e sua regiĂŁoâ€?. “Quando ĂŠ preciso enfrentar tantas dificuldades e contrariedades, senti nĂŁo GHYHU Ă€FDU LQGLIHUHQWH DRV instantes apelos para ajudar a fazer renascer a esperança na nossa cidadeâ€?, sublinhou Manuel Machado.

$XWiUTXLFDV

´$PHDoDVÂľGHPRVVDDR 36QRGLVWULWRGH&RLPEUD As cinco listas independentes para câmaras municipais do distrito de Coimbra “ameaçamâ€?, sobretudo, fazer mossa ao PS, sendo que em GĂłis o PSD opta pela falta de comparĂŞncia para apoiar a candidatura do ex-vereador socialista Diamantino Garcia. Aquele MunicĂ­pio da Beira-Serra ĂŠ liderado pela socialista Lurdes Castanheira, que sucedeu a JosĂŠ GirĂŁo Vitorino. Coimbra, Soure, Montemor-o-Velho e Mira sĂŁo os demais concelhos do distrito conimbricense para cujas câPDUDVVHSHUĂ€ODPFDQGLGDWRV independentes. Fernando Centeio e JosĂŠ Carvalho, antigos autarcas socialistas, deverĂŁo ser candidatos, respectivamente, Ă s

câmaras de Soure e Montemor-o-Velho. Em Mira (cujo presidente cessante Ê o socialista João Reigota), a lista independente Ê encabeçada por JosÊ Garrucho e o segundo membro, Agostinho Silva, foi vereador pelo PS. No Município sourense têm prevalecido as vitórias do Partido Socialista, cuja hegemonia só foi interrompida pelo PSD entre 1994 e 2005. Em Montemor, houve razoåvel equilíbrio de forças, assente em seis vitórias socialistas e quatro social-democratas, sendo o duelo eleitoral deste ano protagonizado por Abel Girão (PSD) e Emílio Torrão (PS). JosÊ Augusto Ferreira da Silva (Coimbra) conta com o apoio do Bloco de Esquerda.

PUBLICIDADE

32080

01


ACTUALIDADE

4

01

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Justiça com novo mapa

Prevista a criação de secçþes judiciais de ComÊrcio e Execução em Coimbra

a ser alvo de obras. A par da Secção de CoO novo mapa judiciĂĄ- mĂŠrcio (vocacionada para rio, com entrada em vigor as insolvĂŞncias e para os prevista para 2014, contem- processos especiais de revipla a criação em Coimbra talização) e da de Execução de secçþes judiciais de Co- (acçþes executivas), haverĂĄ mĂŠrcio e Execução, compe- uma Instância Central com WrQFLDVFRQĂ€DGDVKRMHHP Secção CĂ­vel para o distrito de dia, Ă s instâncias do foro Coimbra (processos de alçada cĂ­vel, apurou o “CampeĂŁoâ€?. superior a 50 000 euros), doQualquer das sobre- tada de quatro juĂ­zes, e instânditas secçþes, dotadas de cias locais em Coimbra e na dois juĂ­zes, reporta a uma Figueira da Foz com Secção Instância Central, cuja ĂĄrea de CompetĂŞncia CĂ­vel (para de competĂŞncia territorial processos de alçada inferior coincide com a do distrito a 50 000 euros). Nos municĂ­pios de de Coimbra. A medida inscreve-se Cantanhede, Montemor-onum objectivo de reforço -Velho, Condeixa-a-Nova, da especialização previsto LousĂŁ, Penacova, Arganil, no memorando de entendi- TĂĄbua e Oliveira do Hosmento outorgado por Por- pital haverĂĄ secçþes de tugal e pela ÂŤtroikaÂť (Banco CompetĂŞncia GenĂŠrica. Figueira da Foz, alĂŠm Central Europeu, Fundo MonetĂĄrio Internacional e de Secção de CompetĂŞncia CĂ­vel, possuirĂĄ as de ComComissĂŁo Europeia). O actual Tribunal CĂ­vel petĂŞncia Criminal, Trabade Coimbra, constituĂ­do lho e FamĂ­lia e Menores. Em Coimbra, irĂĄ hapor cinco juĂ­zos e em vias de ter um juiz auxiliar, estĂĄ ver, alĂŠm das instâncias jĂĄ R.A.

A B C D E F G H I J L

L L

L C D I J

V

de ajudar o funcionĂĄrio na resolução de um problema de Ă­ndole familiar. O motorista declinou prestar esclarecimentos, mas fontes camarĂĄrias disseram ao “CampeĂŁoâ€? que quando ele regressar de fĂŠrias deixarĂĄ de estar afecto ao gabinete do edil. Em oito anos, o vereador foi protagonista de rupturas com Maria Reina (correlegionĂĄria dele e que o secretariou), com o tĂŠcnico superior Fernando Ventura e com AntĂłnio JĂşlio Veiga SimĂŁo (anterior director do Departamento de Ambiente e Qualidade de Vida).

distrito de Coimbra, à Instância Local de Competência Criminal correspondem os concelhos conimbricense, da Pampilhosa da Serra e de Soure (servido por uma extensão do Tribunal Judicial da comarca de Coimbra) e ao Tribunal de Instrução Criminal (dotado de dois magistra-

dos judiciais em vez do actual juiz) corresponde igualmente o distrito de Coimbra. Os concelhos de Mira e Penela irão reportar, respectivamente, aos tribunais da Figueira da Foz e de Condeixa-a-Nova para efeitos de julgamento de determinadas matÊrias. A Instância Central

com Secção Cível e Secção Criminal, para cobertura do distrito, traduz o desmembramento da actual Vara Mista de Coimbra. O Tribunal do Trabalho, com secçþes em Coimbra e na Figueira da Foz, tambÊm cobre o distrito, tal como o de Família e Menores.

Condeixa/PSD

Norberto Pires recusa fazer campanha de populismo O PSD apresentou, no ~OWLPR ÀPGHVHPDQD RV candidatos ao concelho de Condeixa-a-Nova, nas próximas eleiçþes autårquicas. Norberto Pires lidera a candidatura social-democrata à Câmara e Avelino SanWRVSHUÀODVHSDUDSUHVLGLUj Assembleia Municipal. Para alÊm do professor universitårio, candidato à presidência da edilidade, são candidatos à vereação Carlos Nascimento, gestor de vendas, Bruna Santos, assistente social, Pedro Henriques, advogado, e Ricardo Fernandes, economista. Susana Devesa Ê a cabe-

ça de lista do PSD à Junta de Freguesia de Sebal/Belide, em substituição de Carlos Nascimento, entretanto chamado a integrar o elenFRTXHVHSHUÀODj&kPDUD Municipal de Condeixa-a-Nova. Mårio Miguel Carvalho Ê candidato à liderança da freguesia de Condeixa-a-Nova e Condeixa-a-Velha, nas próximas eleiçþes autårquicas; Luís Carlos Roseiro Leitão à Junta de Freguesia de Ega; Joaquim JosÊ Donårio Mendes à de Vila Seca/BendafÊ; Luís Pedro Ferreira à de Zambujal; e António Simþes Rodrigues à do Furadouro.

Em Anobra, o PSD irĂĄ apoiar a candidatura independente, liderada por JosĂŠ Monteiro. “NĂŁo esperem desta equipa populismo, nĂŁo esperem promessas sĂł para ganhar eleiçþes, nĂŁo esperem soluçþes fĂĄceis, que depois custam muito a realizar e a manter. Esperem trabalho, dedicação, realismo e compromisso. Estamos aqui para enfrentar os primeiros quatro anos, depois ser avaliados, e continuarâ€?, disse Norberto Pires, sĂĄbado, durante a apresentação dos candidatos aos ĂłrgĂŁos autĂĄrquicos do concelho de Condeixa.

O Presidente da Junta de Freguesia de Arzila, Nuno Filipe Reis da Silva, e o Autor, JoĂŁo Carlos Santos Pinho, tĂŞm a honra de convidar V. Ex.a a estar presente na VHVVmRS~EOLFDGHODQoDPHQWRGD0RQRJUDĂ€DGH$U]LOD com o tĂ­tulo Freguesia de Arzila - O Paul e a Comunidade (Seis sĂŠculos de HistĂłria), apresentada por AntĂłnio JosĂŠ dos Santos Gabriel, no prĂłximo dia 4 de Agosto, pelas 11 horas, junto Ă  Sede do Grupo FolclĂłrico, sito ao Bairro

32.Âş AniversĂĄrio Ă gata

Brindemos Ă  Vida e Ă  Responsabilidade Brindemos Ă  Alegria dos nossos Clientes Fornecedores, Colaboradores e Amigos

Obrigada por gostarem de nĂłs!

33330

N CO

E IT

L

33334

referidas, Secção Criminal de Instância Central, Instância Local com Secção de Competência Criminal, Trabalho, Família e Menores, Instrução Criminal e Execução de Penas. À Secção Criminal de Instância Central cabe uma årea de competência territorial correspondente à do

Motorista de vereador no centro de polĂŠmica Fontes auscultadas pelo nosso Jornal aludem a eventual retaliação de LuĂ­s ProvidĂŞncia devido a suposta recusa do condutor em fazer parte da lista do Partido Popular para uma assembleia de freguesia. Instado pelo “CampeĂŁoâ€?, o vereador negou o hipotĂŠtico convite, vincando ser conhecida a conotação do motorista com o PS, e assinalou que a alegada retaliação consiste numa atoarda por ele associada Ă  fase prĂŠ-eleitoral. Em abono dos seus argumentos, LuĂ­s ProvidĂŞncia indicou ter acabado

L

A B C D E F G H I J L

Coimbra

Actualmente em gozo de fĂŠrias, o motorista do vereador LuĂ­s ProvidĂŞncia, da Câmara de Coimbra, esteve duas semanas sem exercer a função, mas as versĂľes acerca do que haverĂĄ ocorrido oscilam entre a normalidade e eventual represĂĄlia, apurou o “CampeĂŁoâ€?. No passado recente, o carro atribuĂ­do pela autarquia ao edil tem sido conduzido pelo respectivo secretĂĄrio, JoĂŁo MaGHLUD VLWXDomR MXVWLĂ€FDGD por ProvidĂŞncia (CDS/ PP) com a necessidade de afectar o funcionĂĄrio ao serviço de uma divisĂŁo camarĂĄria.

L L

Excelente coleção de alianças de casamento e anÊis de noivado


01

QUINTA-FEIRA

VIDAS (D)ESCRITAS

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

Matilde Sousa Franco

Não há propaganda turística que YDOKDXPDFODVVLÀFDomRGD81(6&2 BENEDITA OLIVEIRA

´1DVFLHP/LVERDQXPD IDPtOLDEHPIRUPDGDFXOWD2 PHXSDLHUDHQJHQKHLURFLYLOH PLOLWDUGHFDUUHLUD(OHQDVFHX HP9RX]HODHDPLQKDPmH GRPpVWLFDHP/LVERD6RXGH XPDIDPtOLDPXLWRSRUWXJXHVD FRPUDPLÀFDo}HVHP0DFDX 7HQKRXPDDYyTXHQDVFHX HP %RPEDLP XPD ELVDYy GH*RD $ PLQKD DYy SDWHUQD DLQGDQRVpFXOR;,;HVWHYH DHVWXGDUDTXLHP&RLPEUD $PLQKDDYyWLQKDSHQVDGR WLUDURFXUVRGH0HGLFLQD HUD PXLWRLQWHOLJHQWH PDVFDVRXVHDQWHVGHHQWUDUQD8QLYHUVLGDGH&RLPEUDVHPSUHIH] SDUWHGDPLQKDYLGD6HPSUH JRVWHLPXLWRGHVWDFLGDGH (PYLPSDUDFiSDUD GLUHFWRUDGR0XVHX1DFLRQDO 0DFKDGRGH&DVWUR(UDXPD DOWXUDHPTXHVHGHEDWLDVH VHGHYLDUHWRPDUDVWUDGLo}HV DFDGpPLFDV(XVHPSUHDFKHL LPHQVD JUDoD jV WUDGLo}HV DFDGpPLFDVVHPH[DJHURVp HYLGHQWHSHORTXHFRPHFHLD ID]HUQR0XVHXXPDVpULHGH DFWLYLGDGHVUHODFLRQDGDVFRP HVWDV WUDGLo}HV )D]LDPPH VHPSUHDSHUJXQWDHPTXH DQR GDV WUDGLo}HV DFDGpPLFDV VH IRUPRX" 5HVSRQGLD TXHWLQKDXPGHIHLWRHUDGH /LVERD$VSHVVRDVÀFDYDP GHVLOXGLGDVHHXWULVWtVVLPD$Wp TXHXPJUXSRGHHVWXGDQWHV H[WUHPDPHQWHVLPSiWLFRPH IH] (VWXGDQWH GH &RLPEUD +RQRUiULD$LQGDKiSRXFR WHPSR DJRUD QmR VHL  QRV UHJLVWRVGR0XVHX$FDGpPLFRHXHUDD~QLFDHVWXGDQWH KRQRUiULD TXH H[LVWLD 3XGH SDVVDUQRFRUWHMRHWXGR)LTXHLPXLWREHPLQWHJUDGDH FRPPXLWRJRVWRSRUTXHHX DGRUR&RLPEUD )L]RSHGLGRGHFODVVLÀFDomR>GH&RLPEUDFRPRSDWULPyQLRPXQGLDOGD81(6&2@ HP  GH 0DUoR GH  (VWLYHVHPSUHDDFRPSDQKDU RSURFHVVRHGHYRGL]HUTXH o sinto como um segun-

5

www.campeaoprovincias.pt

“Penso que já se conheça a sentir o aumento do fluxo turístico”

GRÀOKR7HQKRXPFDULQKR HQRUPHSRUHVWHSURFHVVRH ÀTXHLUDGLDQWHFRPHVWDERD FRQFOXVmR 6HPSUHJRVWHLPXLWRGH DVVXQWRVGRSDWULPyQLR(VWXGHL LVVR ORJR DTXDQGR GD &RQYHQomR GR 3DWULPyQLR 0XQGLDOGD81(6&2TXH pGRVSULQFtSLRVGRVDQRV 7LQKDMiIHLWRYiULDVLQLFLDWLYDV UHODFLRQDGDVFRPRSDWULPynio em Lisboa e um trabalho WDPEpPQRFXUVRGHPXVHRORJLD&RPRHUDR$QR ,QWHUQDFLRQDOGD5HFXSHUDomR GDV&LGDGHV+LVWyULFDVHSRU RXWURODGRHUDRDQRGRž DQLYHUViULR GR 0XVHX 0DFKDGRGH&DVWURUHVROYLID]HU XPDVLQLFLDWLYDVUHODFLRQDGDV FRPRSDWULPyQLRHRVFHQWURV KLVWyULFRV $PLQKDLGHLDGHSDWULPyQLRWLQKDMiQDDOWXUDXP VHQWLGR PXLWR DEUDQJHQWH &RQIRUPH HVFUHYL QR OLYUR TXH SXEOLTXHL HP  2 3URJUDPD©&RLPEUD$QWLJD HD9LYLÀFDomRGRV&HQWURV +LVWyULFRVª3URPRYLGRSHOR 0XVHX1DFLRQDOGH0DFKDGR GH&DVWURHP

D PLQKDLGHLDHUDYLYLÀFDUGDU YLGDRTXHVLQWHWL]DHVXSHUD

RVDVSHFWRVGHFRQVHUYDUHUHFXSHUDU²QDDOWXUDGLVVHUDP-me que era uma coisa muito LQRYDGRUDPDVVyPDLVWDUGH PHDSHUFHELTXDQWRLQRYDGRU LVVRHUD²HSRULVVRLQFOXL DOpPGDVHQVLELOL]DomRWHPDV WmRYDULDGRVFRPROHJLVODomR DVSHFWRVVRFLRFXOWXUDLVXUEDQLVPREHODVDUWHVJHRJUDÀD DUTXHRORJLDLQGXVWULDOPXVHRORJLDDQLPDomRGRVHVSDoRV XUEDQRV WUDGLo}HV PXVLFDLV HYLGHQWHPHQWH GHVWDTXHL R IDGR WUDGLo}HVDFDGpPLFDV IROFOyULFDVDUWHVDQDLVHGLYHUVDVLQWHUYHQo}HVHPSUROGR SDWULPyQLRFXOWXUDO 1RGLDGRžDQLYHUViULR GR0XVHXFRODERUDUDPSRU H[HPSORDPHXFRQYLWHRV GRLVDFWXDLVSUpPLRV3ULW]NHU GHDUTXLWHFWXUDRVDUTXLWHFWRV 6L]D9LHLUDH6RXWRGH0RXUD Classificação valoriza a região

(XSHQVDYDTXH&RLPEUD HUDXPORFDOGHH[FHOrQFLDSDUD ID]HUGHLPHGLDWRXPSHGLGR GHFODVVLÀFDomRVREUHWRGRV RV DVSHFWRV $ FODVVLÀFDomR WHPXPDUHOHYkQFLDHQRUPH QDYDORUL]DomRGRORFDOHGD

BI

“Acho que Coimbra tem a ganhar imensíssimo com esta FODVVLÀFDomRVREUHWXGRQRDVSHFWRGRUHFRQKHFLPHQWRLQWHUQDFLRQDO1mRKiSURSDJDQGDWXUtVWLFDTXHYDOKDXPDFODVVLÀFDomRGHVWDV8PUHFRQKHFLPHQWRLQWHUQDFLRQDOGHVWHVpXPD UHJLmR H LVVR Mi VH QRWD HP PDLVYDOLDLQHVWLPiYHO&KDPDLPHQVRDDWHQomRHGHVSHUWDR &RLPEUD-iQRWHLPXLWRVPDLV LQWHUHVVHHPYLUFi(SHQVRTXHMiVHFRQKHoDDVHQWLURDXPHQWR GRÁX[RWXUtVWLFRµ WXULVWDVFi (XTXHULDID]HURSHGLGR ´eYRUDH*XLPDUmHVWLYHUDPXPDUHFXSHUDomRH[WUDRUGLQiPXLWR IXQGDPHQWDGR PDV R 0XVHX QmR WLQKD FLQFR ULD>QRTXHUHVSHLWDDRVFHQWURVKLVWyULFRV@$TXLHP&RLPEUD WRVW}HV&RQVHJXLID]HUHVWDV WDPEpPVHHVWiDSRVWDUSDUDTXHRFHQWURKLVWyULFRWHQKDPDLV FRLVDVWRGDVFRPySWLPDVFR- YLGD1RIXQGRpDYLYLÀFDomRTXHHXWLQKDSRVWRQRSURJUDPD ODERUDo}HV1RFDVRGRSDWUL- TXHRUJDQL]HLQR0XVHX0DFKDGRGH&DVWURµ PyQLRPXQGLDOIRLD&DVDGH ´(VWHSURJUDPDGHXPHXPJRVWRHQRUPtVVLPRSRUTXH ,QJODWHUUDDWUDYpVGR%ULWLVK &RXQFLOTXHVHSURQWLÀFRXD S{VHPSUiWLFDGXDVFRLVDVTXHSDUDPLPVmRWDPEpPPXLWR SDJDUDYLQGDFiGHXPWpFQLFR TXHULGDV3RUXPODGRDPLQKDIRUPDomRGHKLVWRULDGRUDH HPPXVHRORJLDHSRURXWURODGRRVDVSHFWRVVRFLDLVGHTXH GD81(6&2 (XSHGLDOLVWDGRVWpFQL- VHPSUHJRVWHLµ FRVGD81(6&2/LPLQXFLR´$LQGDRDQRSDVVDGRHVWHYHHP3RUWXJDOXPHVSHFLDOLVWD VDPHQWHRFXUUtFXORGHFDGD XP GHOHV H DFKHL TXH GHYLD PXQGLDOHPSUREOHPDVGHPXVHRORJLDVRFLDOR+XJXHVGH VHURDUTXLWHFWRLQJOrV'RQDOG 9DULQHTXHPHGLVVHTXHHXWLQKDVLGRSLRQHLUDDQtYHOPXQGLDO ,QVDOO SRUTXH WLQKD VLGR R QDFKDPDGDPXVHRORJLDVRFLDO5HDOPHQWHQXQFDPHWLQKD UHVSRQViYHOSHODUHFXSHUDomR DSHUFHELGRGLVVRµ GDFLGDGHGH&KHVWHUTXHWDP´3URS{VWDPEpPQHVVHSURJUDPDDFULDomRGHXPQ~FOHR EpPWHPXPDRULJHPURPDQD HÀFDQXPGHFOLYH7HPWXGR PXVHROyJLFRQD©$OWDªGH&RLPEUD4XDQGRVRXEHTXHRV DYHUFRP&RLPEUDFRPRp +8&LDPVDLUGR&ROpJLRGH6-HUyQLPRHGDV$UWHVIDOHLFRP RUHLWRUGDDOWXUDRGU)HUUHU&RUUHLDSDUDVHFULDUQHVVHVHGLItHYLGHQWH (VWHYHDTXLFHUFDGHXPD FLRVXPQ~FOHRPXVHROyJLFRGRV0XVHXV8QLYHUVLWiULRVFRP VHPDQD8PDGDVLQLFLDWLYDV SDUWHGDVFROHFo}HVULTXtVVLPDVGR0XVHX0DFKDGRGH&DVWUR TXH HX SURJUDPHL IRL XP (VWHSRGHULDWHUVLGRRSULPHLURFHQWURFXOWXUDOHP3RUWXJDO$ VHPLQiULRTXHHXFKDPHL5H- PLQKDLGHLDHUDID]HUVHDOLXQVUHVWDXUDQWHVHXPDVORMDVSDUDTXH FXSHUDomRGRV&HQWURV+LVWy- D©$OWDªSDVVDVVHDWHUPDLVYLGDDRÀPGHVHPDQDjQRLWHµ ULFRVTXHGXURXWUrVGLDVHP ´6HWLYHVVHDYDQoDGRHVWHWHULDVLGRRSULPHLURPXVHXGH FRODERUDomRFRPR,QVWLWXWR DUWHPRGHUQDHFRQWHPSRUkQHDGD3HQtQVXOD,EpULFDDLQGDDQWHV %ULWkQLFRHP3RUWXJDO 'HSRLVGHHOHPHGL]HU GRGD*XOEHQNLDQGH6HUUDOYHVHGR5DLQKD6RÀDGH0DGULG TXH&RLPEUDWLQKDWRGDVDV 3HQVRTXHDLQGDVHSRGHULDID]HUXPQ~FOHRGHDUWHPRGHUQDH FRQGLo}HVSDUDVHUSDWULPy- FRQWHPSRUkQHDDTXLHP&RLPEUD$FKRTXHKiFRQGLo}HVSDUD QLRPXQGLDOÀ]RSHGLGRHP LVVRHTXHGDULDPDLVYLGDj©$OWDªµ  GH 0DUoR GH  )L] ´'HVGHSHTXHQDVHPSUHJRVWHLPXLWRGHSROtWLFD$PLQKD SULPHLUR R SHGLGR YHUEDOPHQWH QXP GRV VHPLQiULRV IDPtOLDSRUVRUWHHUDXPH[HPSORGHGHPRFUDFLDSRUTXHKDYLD HGHSRLVPDQGHLXPRItFLRD SHVVRDVGHWRGDVFRUUHQWHVSROtWLFDVPDVFRPWRGDDJHQWHD IRUPDOL]DURSHGLGRGLULJLGR GDUVHOLQGDPHQWHHDUHVSHLWDUVH1DVFLQXP¶PLQLSDUODPHQWR· DR VHFUHWiULR GH (VWDGR GD LGHDORTXHIRLXPSULYLOpJLRµ &XOWXUD /RJR QR GLD  GH ´3HQVRTXHVHRPHXWLR$QWyQLR6pUJLRYROWDVVHDHVWH -XQKRGHIRLGDGRGHVSDFKRQHVVHVHQWLGR'HSRLV PXQGRÀFDULDPXLWRWULVWHSRUYHU3RUWXJDODVVLP$VVLPFRPR FODURWHPKDYLGRDTXLSHVVRDV WDQWDVRXWUDVSHVVRDVLOXVWUHVTXHFRQKHFLDRORQJRGDYLGDHTXH IDQWiVWLFDVTXHOHYDUDPDERP WDQWROXWDUDPSHODGHPRFUDFLD0DVDIRUPDomRGHKLVWRULDGRUD SRUWR WRGR HVWH SURFHVVR pPXLWRERDSDUDHQFDUDUDVFRLVDVFRPPHQRVDQJ~VWLD3HQVR R TXH PH GHX XPD DOHJULD TXHPHOKRUHVGLDVKmRGHYLUµ HQRUPH 7HQKR DFRPSD´*RVWDULDGHYHUXPDVpULHGHFRUWHVQDGHVSHVDGR(VWDGR QKDGR R GHVHQYROYLPHQWR GHVWHSURFHVVRFRPJUDQGH +iFRLVDVTXHHXQmRFRQVLJRHQWHQGHUFRPRRVVZDSV)LTXHL HQWXVLDVPRDRORQJRGHVWHV FKRFDGtVVLPDFRPDTXLOR$UUDQMiPRVGtYLGDVUHDOPHQWHPXLWR DQRVHDWpFKRUHLGHDOHJULD SUHRFXSDQWHVµ TXDQGRVRXEHGDFODVVLÀFD´)LFRHPDQJ~VWLDSURIXQGDSRUYHUTXHKiSHVVRDVDYLYHU omR(YLPjVFRPHPRUDo}HV TXHUGD&kPDUDTXHUGD8QL- PXLWRPDO9HMRWDPEpPFRPPXLWDSUHRFXSDomRSHVVRDVFRP DWLWXGHVXPERFDGLQKRGHGHVHTXLOtEULRDWpSVtTXLFR1mRVHL YHUVLGDGHµ VHWHUiMiDKDYHUFRPDFULVH)D]PHPXLWDLPSUHVVmRYHUDV SHVVRDVDÀFDUPXLWRGHSULPLGDVµ

Historiadora com preocupações sociais 0DWLOGH 6RXVD )UDQFR  DQRV p OLFHQFLDGD HP +LVWyULDFRPHVSHFLDOL]DomRHP0XVHRORJLD &RPHoRXSRUWUDEDOKDUQR3DOiFLRGR&RUUHLR0RU HP/RXUHVRQGHDFRPSDQKRXWRGDDREUDGHUHVWDXUR HDGTXLULXRVHXUHFKHLR$LQGDDQWHVGHGLULJLUR0XVHX 1DFLRQDO0DFKDGRGH&DVWUR(VWHYHIRLFRQVHUYDGRUD QRV0XVHXV0XQLFLSDLVGH/LVERD$SyVDSDVVDJHPSRU &RLPEUDIRLOLGHUDUR0XVHX1DFLRQDOGH6LQWUDWHQGR

E AINDA

WDPEpPVLGRUHVSRQViYHOSHORSHGLGRGHFODVVLÀFDomR FRPRSDWULPyQLRPXQGLDOGDTXHODYLOD)RLDLQGDFRQVHUYDGRUDGR3DOiFLRGR0XVHXGD$VVHPEOHLDGD5HS~EOLFD HGR0XVHXGH65RTXHGD0LVHULFyUGLDGH/LVERD 'HXDXODVGH+LVWyULDGH$UWHFRPRSURIHVVRUDFRQYLGDGDQD)DFXOGDGHGH/HWUDVGH/LVERDHQD8QLYHUVLGDGH&DWyOLFD3RUWXJXHVDRQGHIRLDSULPHLUDSURIHVVRUD FRQYLGDGDDOHFFLRQDUDTXHODGLVFLSOLQD

´3RUWXJDOQmRSRGHGHIRUPDDOJXPDSHUGHUDHVSHUDQoD 2VSRUWXJXHVHVWrPTXDOLGDGHVH[WUDRUGLQiULDVHQRWDELOL]DPVH HPWRGDDSDUWHGRPXQGRSRUWDQWRQmRSRGHPRVGHVPRUDOL]DUµ ´3HQVRTXHWHPGHKDYHUXPDPXLWRPDLVSURIXQGDFXOWXUD GHPRFUiWLFDXPVHQWLGRPDLVSURIXQGRGHFLGDGDQLDHXPDDSRVWD PXLWRPDLRUQDHGXFDomR$FKRTXHIRLySWLPRFRPRGH$EULO DVSHVVRDVWHUHPPDLVDFHVVRjHGXFDomRPDVWDPEpPDFKRTXH KRXYHYiULRVFDVRVHPTXHKRXYHXPIDFLOLWLVPR7HPGHKDYHU XPDHGXFDomRPDLVH[LJHQWHHSURIXQGDeSUHFLVRWHUWDPEpP XPDPXQGLYLGrQFLDHXPDFXOWXUDGHHYROXomRGRSHQVDPHQWRµ


FIGURAS DA SEMANA

6

www.campeaoprovincias.pt

Ascensor A

S U B I R

João Moura – A Expofacic de Cantanhede cumpre a sua 23.ª edição, dando mostra de uma dinâmica sem igual e de uma capacidade de inovação que constitui, certamente, parte da receita de sucesso deste certame de gÊnese regional mas com projecção nacional. O outro segredo para DOFDQoDUERQVUHVXOWDGRVpDHTXLSDDTXHPHVWiFRQÀDGD a organização da Expofacic. É gente de (muito) trabalho, orientada por Patrocínio Alves, presidente do Conselho de Administração da Inova, que, em parceria com o Município, liderado por João Moura, sabe o que quer e o que tem de fazer para atingir os objectivos. Estão todos de parabÊns e, atÊ dia 04 de Agosto, vale a pena uma visita à Expofacic, quanto mais não seja, para perceber como se ID]XPJUDQGHHYHQWRTXHDÀUPDRFRQFHOKRHDUHJLmR

01

QUINTA-FEIRA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

JosÊ de Faria Costa JosÊ de Faria Costa, ex-director da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, foi empossado, ontem, como titular da Provedoria de Justiça. O catedråtico, especialista em Direito Penal, sucede a Alfredo JosÊ de Sousa. Faria Costa alcançou 72 por cento dos sufrågios de 207 deputados à Assembleia da República intervenientes na votação (150 a favor, 16 contra, 18 abstençþes, 21 boletins em branco e dois nulos). A eleição implicava a obtenção de maioria de dois terços (perto de 67 por cento). Anteriormente, tinha sido eleito, igualmente pelo Parlamento, para fazer parte do Conselho Superior de Magistratura. Apoiante da candidatura presidencial de Manuel Alegre, Faria Costa presidiu ao Conselho de Fiscalização dos Serviços de Informação da República (SIRP), cargo de que se demitiu, e fez parte de comissþes de reforma do Código Penal. A Assembleia da República elegeu ainda o antigo ministro do PSD David Justino para presidente do Conselho Nacional de Educação. David Justino, assessor da Presidência da República que participou como observador nas recentes negociaçþes entre a maioria e o PS para um compromisso de salvação nacional, foi eleito com 145 votos a favor, 14 votos contra, 13 abstençþes, 24 votos em branco e um voto nulo. Os 207 deputados votantes elegeram ainda João Tiago dos Santos Machado, indicado pelo CDS-PP, para membro do Conselho Nacional de Educação, com 154 votos a favor, 47 contra e seis nulos. Foram ainda eleitos os representantes dos grupos parlamentares neste Conselho: Nilza Sena (PSD), Bravo Nico (PS), Manuel Homem Cristo (CDS), Francisco Nunes dos Santos (PCP), Alda Macedo (BE) e Antero Resende (PEV), como membros efectivos, e Maria Castelo Branco (PSD), Acåcio Pinto (PS), Maria Noronha e Castro (CDS), Maria Freire (PCP), Tiago Ivo Cruz (BE) e Maria Arrojado (PEV), como suplentes.

Manuel Ferreira de Oliveira – A Galp, sob liderança de Manuel Ferreira de Oliveira, ĂŠ responsĂĄvel por um contributo de relevo para a subida das exportaçþes nacionais. SĂł nos Ăşltimos cinco meses do ano, as vendas de combustĂ­veis da petrolĂ­fera para o exterior representaram nove por cento do total das exportaçþes nacionais. Os Ăşltimos dados revelados pelo Instituto Nacional de EstatĂ­stica (INE), referentes aos cinco primeiros meses do ano revelam um crescimento mĂŠdio de 4,10 por cento. Ora, retirando desta equação o contributo da Galp, as exportaçþes de mercadorias nacionais estariam a a crescer apenas pouco menos de dois por cento, em comparação JoĂŁo QueirĂł – O professor da Universidade de Coimbra com 2012. É, ainda, relevante, o investimento recente de JoĂŁo QueirĂł aproveitou a mais recente remodelação do GoPLOPLOK}HVGHHXURVQDUHQRYDomRGDVGXDVUHĂ€QDULDV verno para deixar a Secretaria de Estado do Ensino Superior. da empresa, em Portugal. QueirĂł, que cedeu o lugar a JosĂŠ Ferreira Gomes, coadjuvou o ministro Nuno Crato durante 25 meses. SĂŠrgio Monteiro LĂ­dia Jorge – A escritora, nascida em Boliqueime, foi foi reconduzido, pelo novo ministro AntĂłnio Pires de Lima, eleita “uma das dez grandes vozes da literatura estrangei- como secretĂĄrio de Estado dos Transportes. A secretĂĄrio de raâ€?, pela revista francesa Magazine LittĂŠraire. Na edição de Estado da Segurança Social ascendeu Agostinho Branquinho, Agosto desta prestigiada publicação francesa, LĂ­dia Jorge que substituiu Marco AntĂłnio Costa para este assumir o surge em destaque, entre dez escritores estrangeiros , de papel de porta-voz da ComissĂŁo PolĂ­tica Nacional do PSD. TXHPpWUDoDGRRSHUĂ€OELRJUiĂ€FRHOLWHUiULR JoĂŁo Pinho – O historiador JoĂŁo Pinho vai lançar mais XPDPRQRJUDĂ€D'HVWDIHLWDpVREUHDIUHJXHVLDGH$U]LOD$ A D E S C E R obra tem como tĂ­tulo “Freguesia de Arzila – O PaĂşl e a CoJosĂŠ Eduardo SimĂľes – A Direcção da AcadĂŠmica/ munidade [Seis sĂŠculos de HistĂłria]â€? e vai ser apresentada, no OAF, liderada por JosĂŠ Eduardo SimĂľes, esteve sob o domingo, dia 4, Ă s 11h00, junto Ă  sede do Grupo FolclĂłrico signo da derrota, em toda a linha, na mais recente sessĂŁo local, por AntĂłnio JosĂŠ dos Santos Gabriel. O lançamento da Assembleia Geral do clube. AlĂŠm do ÂŤchumboÂť da conta com a presença do presidente da Junta de Freguesia proposta do orçamento para a prĂłxima ĂŠpoca desportiva, GH$U]LOD1XQR)LOLSH5HLVGD6LOYDHQWUHRXWUDVĂ€JXUDV ocorreu o adiamento da deliberação sobre a decisĂŁo directiva de ceder Ă  AAC - Associação AcadĂŠmica (casa-mĂŁe) os JoĂŁo Andrade – JoĂŁo Andrade, aluno de doutoradireitos desportivos relacionados com a prĂĄtica de futsal. mento na Universidade de Coimbra, venceu concurso Apesar da campanha da Direcção em prol de uma SAD, europeu na ĂĄrea dos circuitos (microchips) complexos. O Ă€JXULQRVRFLHWiULRUHMHLWDGRSHORVVyFLRV-RVp(GXDUGR investigador estuda soluçþes que transformam programas LuĂ­s Godinho SimĂľes, Salvador Arnaut, Manuel Serens HP PLFURFKLSV HĂ€FLHQWHV VLPSOLĂ€FDQGR VREUHPDQHLUD R e AntĂłnio JosĂŠ Figueiredo proclamaram-se gerentes da seu desenvolvimento. JoĂŁo Andrade ganhou o “ALTERA Sociedade Desportiva Unipessoal por Quotas (de que o Europe-wide University Contest 2012-2013â€?, na categoria clube ĂŠ Ăşnico membro). de “Most commercially relevant use of an FPGAâ€?. Este estudo, orientado por VĂ­tor Silva e Gabriel FalcĂŁo, docentes Maria LuĂ­s Albuquerque – A ministra das Finan- da Faculdade de CiĂŞncias e Tecnologia da Universidade de ças garante que nĂŁo mentiu quando disse que nĂŁo tinha Coimbra (FCTUC), demonstra que, recorrendo a novas recebido, em 2011, documentação do entĂŁo antecessor, ferramentas desenvolvidas pela ALTERA, um dos dois Carlos Costa Pina, secretĂĄrio de Estado do Tesouro do SULQFLSDLV IDEULFDQWHV PXQGLDLV GH FKLSV UHFRQĂ€JXUiYHLV Governo de JosĂŠ SĂłcrates. Seria essa a sustentação do seu – Field-Programmable Gate Arrays (ou FPGA na sigla desconhecimento sobre o processo dos contratos “swapâ€?. original em inglĂŞs), ĂŠ hoje possĂ­vel desenvolver chips comContudo, Maria LuĂ­s Albuquerque jĂĄ veio a pĂşblico dar o plexos num perĂ­odo de tempo mais curto. dito por nĂŁo dito, tendo admitido que recebeu informação sobre o assunto, atravĂŠs de correio electrĂłnico enviado pelo 'DQLHO 5LEHLUR $QD 6RĂ€D *ULOR 'DQLHO 1HYHV H ex-diretor-geral do Tesouro e Finanças, Pedro FelĂ­cio. Os MĂĄrio Santos – A equipa Falcon Team, constituĂ­da pelos parlamentares do PS, BE e PCP consideram que Maria LuĂ­s HVWXGDQWHV'DQLHO5LEHLUR$QD6RĂ€D*ULOR'DQLHO1HYHVH Albuquerque nĂŁo tem condiçþes para continuar no cargo de 0iULR6DQWRVGD(VFROD7pFQLFR3URĂ€VVLRQDOGH&DQWDQKHGH ministra... e boa parte dos portugueses começa a concordar (ETPC), unidade do Grupo GPS Educação e Formação, com os partidos da oposição. A memĂłria selectiva ĂŠ um sagrou-se campeĂŁ nacional do concurso F1 in Schools, problema grave, sobretudo, quando se trata de contratos concurso promovido pelo programa Pense IndĂşstria em que acarretam elevadas perdas potenciais para o Estado. FamalicĂŁo. A equipa Falcon Team foi ainda distinguida com

o PrĂŠmio Carro Mais RĂĄpido e com o PrĂŠmio Engenharia. O tĂ­tulo dĂĄ aos elementos da equipa a oportunidade de representarem Portugal no campeonato do mundo do F1 in Schools, disputados em Austin, Texas, nos Estados Unidos GD$PpULFD´$RĂ€PGHGRLVGLDVGHFRPSHWLomRFRPPXLWD ansiedade e adrenalina, estes estudantes puderam festejar. Viram todo o seu esforço recompensado com a conquista do tĂ­tulo de campeĂľes nacionaisâ€?, atesta Ana Paula Ribeiro, directora pedagĂłgica da ETPC. A Falcon Team foi equipada pela empresa Textura Rica de Ă gueda e acompanhada de perto pelos professores Vanda Fino, Michael Teixeira e Ana Paula Ribeiro, que festejaram com os alunos a atribuição da distinção. A Falcon Team foi apoiada por um conjunto de empresas que reconheceram, desde o inĂ­cio, potencial nestes jovens, que apresentaram um projeto forte e consistente. Os jovens da ETPC defrontaram 14 equipas de todo o paĂ­s, com um projeto centrado num carro desenhado pelo lĂ­der da equipa, Daniel Ribeiro, e maquinado pela Sirmaf, empresa sediada em Coimbra, com materiais cedidos pela empresa Poly Lanema e rolamentos de J. Travesso, ambas empresas da regiĂŁo. Sandra Correia – Uma equipa de investigadores da Universidade de Coimbra clonou tamarilhos, planta originĂĄria da AmĂŠrica do Sul, para obter frutos mais vigorosos e resistentes. O objectivo ĂŠ introduzir a produção e consumo, em larga escala, deste fruto exĂłtico em Portugal. Com caracterĂ­sticas nutricionais muito interessantes, devido ao elevado Ă­ndice antioxidante e baixo teor calĂłrico, o tamarilho ĂŠ ainda pouco conhecido em Portugal, quer pela população quer pelos produtores e indĂşstria. A partir de material vegetal proveniente de diferentes origens, entre elas a Madeira e os Açores (onde hĂĄ pequenas produçþes), os investigadores desenvolveram um mĂŠtodo de clonagem por embriogĂŠnese somĂĄtica, que permite multiplicar ĂĄrvores seleccionadas. A grande mais-valia da tĂŠcnica utilizada pelos investigadores para ter plantas selecionadas ĂŠ “manter as caracterĂ­sticas originais com interesse e garantir uma produção rĂĄpida e resistente, por exemplo, a pragas e intempĂŠries, o que no caso do tamarilho assume grande importância, jĂĄ que ĂŠ uma fruteira muito sensĂ­vel Ă s geadas. Os mĂŠtodos convencionais de propagação por semente nĂŁo permitem manter a qualidade da planta mĂŁeâ€?, explica a biĂłloga Sandra Correia, que desenvolveu a sua tese de doutoramento no âmbito desta pesquisa.

PUBLICIDADE

32501


01

QUINTA-FEIRA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Aberto nĂł dos Pegos (LousĂŁ) da EN 342 O nĂł de acesso Ă  EN 342, no sentido LousĂŁ-Miranda do Corvo, na zona dos Pegos, jĂĄ estĂĄ aberto Ă  circulação rodoviĂĄria, segundo anunciou o MunicĂ­pio lousanense, uma obra da responsabilidade das Estradas de Portugal. A EN 342, que liga Soure a Arganil, passando por Condeixa, Miranda do Corvo, LousĂŁ e GĂłis, sĂł tinha saĂ­das na zona de Pegos, sem qualquer acesso de entrada, com a Câmara Municipal da LousĂŁ a referir que o novo nĂł facilita a acessibilidade ao concelho, particularmente aos residentes nos Pegos, Vale Porto da Pedra, Levegadas e zonas adjacentes. Segundo o presidente do MunicĂ­pio da LousĂŁ, LuĂ­s Antunes, a obra foi concretizada “atravĂŠs de uma negociação com a Estradas de Portugal, corresponde a uma necessidade e a um compromisso antigo, mas nĂŁo ĂŠ a totalidade do que se desejavaâ€?.

FACTOS DA SEMANA www.campeaoprovincias.pt

Parque BiolĂłgico (Miranda do Corvo) com 100 000 visitantes

Quatro anos após a abertura ao público, o Parque Biológico da Serra da Lousã, em Miranda do Corvo, alcançou um marco histórico, ao receber o visitante 100 000, no domingo (dia 28). Cristela Romão, GH/HLULDTXHYLVLWRXR3DUTXHDFRPSDQKDGDSHORVSDLVHWUrVÀOKRV foi a visitante que perfez os 100 milhares, integrando um total de 237 000 clientes do parque da lazer da Quinta da Paiva, que inclui 72 000 veraneantes utilizadores das piscinas ao ar livre e 65 000 refeiçþes servidas no restaurante Museu da Chanfana. No Parque Biológico da Serra da Lousã, da Fundação ADFP, o visitante pode ver a maior mostra da vida selvagem de Portugal, um labirinto de årvores de fruto, único no mundo, o Museu da Tanoaria, o Ecomuseu, o Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais, um Centro Hípico, a Quinta Pedagógica, o jardim de ervas aromåticas, uma central de compostagem, uma horta biológica e um roseiral. Em fase de construção estå o Museu Observatório da Serra da Lousã, com um centro interpretativo pluridisciplinar, com biologia, geologia, antropologia, história e astronomia. No que respeita à årea animal, o Parque Biológico estå a instalar um reptilårio, que deverå ser visitåvel no próximo ano, assim como a construir um hotel, de quatro estrelas, com 40 quartos. Recentemente, a Fundação ADFP anunciou a construção do primeiro templo ecumÊnico, universalista, de Portugal, vocacionado para o dialogo inter-religioso e promoção da tolerância e da paz entre todas as culturas e civilizaçþes.

Porto da Figueira da Foz bateu novo recorde O primeiro semestre de 2013 passou a constituir o melhor semestre de sempre no que concerne Ă  quantidade de mercadorias movimentadas no Porto da Figueira da Foz, chegando mesmo a ultrapassar a barreira do milhĂŁo de toneladas. O trĂĄfego total foi de 1,032 milhĂľes de toneladas de mercadorias, o TXHUHĂ HFWHXPFUHVFLPHQWRGHSRUFHQWR PDLV toneladas) relativamente ao perĂ­odo homĂłlogo do ano anterior. caseira (forno de lenha), folares da PĂĄscoa de Poiares, compotas 2DXPHQWRPDLVVLJQLĂ€FDWLYRSRUFHQWRYHULĂ€FRXVHQD artesanais e os Poiaritos. A mostra, promovida em parceria com carga geral, tendo neste segmento sido movimentadas 610 491 a Associação de Desenvolvimento de Poiares (ADIP) e a Junta toneladas, mais 107 846 toneladas do que no mesmo perĂ­odo de 2012, seguindo-se um crescimento de 11,73 por cento na carga contentorizada e de 8,13 por cento nos granĂŠis sĂłlidos. No que diz respeito a navios, registaram-se 257 entradas, mais quatro carregueiros do que no perĂ­odo homĂłlogo. O comprimento total foi de 25 204 metros (mais 1 826 metros do que no primeiro semestre de 2012), o que indica um aumento de 6,13 por cento no comprimento mĂŠdio dos navios recebidos no Porto da Figueira da Foz. A arqueação bruta acumulada ĂŠ de WRQHODGDVTXHVLJQLĂ€FDXPDYDULDomRGHSRUFHQWR relativamente ao ano anterior, uma vez que o valor acumulado de 2012 deste indicador foi de 762 259 toneladas. Miranda recebeu judocas invisuais 2 HVWiJLR ´MXGR WRWDOÂľ UHXQLX QR Ă€PGHVHPDQD HP Miranda do Corvo, cerca de 80 pessoas, entre atletas invisuais, treinadores e acompanhantes, que para alĂŠm de formação sobre aspectos tĂŠcnicos participaram na 2.ÂŞ Taça Manuel Costa e Oliveira. A iniciativa contou com o apoio da Câmara Municipal de Miranda do Corvo, da Secção de Judo da Casa do Povo, da Associação Distrital de Judo de Coimbra e da Federação Portuguesa de Judo. De acordo com a autarquia, “este estĂĄgio e a prova sĂŁo importantes, nĂŁo sĂł por serem uma forma de divulgação desta modalidade, mas, essencialmente, por serem uma forma de inclusĂŁo plenaâ€?, com o judo a ser “um dos desportos que SHUPLWHDSUiWLFDHDFRPSHWLomRSRUGHĂ€FLHQWHVYLVXDLVHP condiçþes quase idĂŞnticas Ă s dos demais atletasâ€?. Durante todo o estĂĄgio, a comitiva visitou alguns pontos turĂ­sticos de referĂŞncia no concelho de Miranda do Corvo, permitindo uma promoção e divulgação dos produtos, espaços e do comĂŠrcio local. Piscinas Municipais de Coimbra com fecho e alteração de horĂĄrios Os complexos municipais de piscinas de Coimbra (OlĂ­mpico, na Solum, LuĂ­s Lopes da Conceição, em S. Martinho do Bispo, e Rui Abreu, na Pedrulha) sofrem alteração de horĂĄrio de funcionamento durante este mĂŞs de Agosto. O Complexo OlĂ­mpico de Piscinas estarĂĄ encerrado de 26 de Agosto a 15 de Setembro, para trabalhos de manutenção, funcionando durante os restantes dias do mĂŞs de segunda a sexta-feira, das 08h00 Ă s 21h00, e aos sĂĄbados atĂŠ Ă s 19h00, fechando aos domingos e no feriado. Nas Piscinas Rui Abreu o encerramento serĂĄ de 05 a 18 de Agosto, funcionando durante ns outros dias de segunda a sexta-feira, das 09h00 Ă s 21h00, e aos sĂĄbados atĂŠ Ă s 19h00. No Complexo de Piscinas LuĂ­s Lopes da Conceição o encerramento serĂĄ de 19 a 31 de Agosto, estando a funcionar nos outros dias, de segunda a sexta-feira, das 09h00 Ă s 21h00, e aos sĂĄbados atĂŠ Ă s 19h00.

7

de Freguesia de Quiaios, decorrerå das 11h00 às 22h00 e contarå com a actuação do Grupo de Cantares da Póvoa de Abraveia, a partir das 16h00. Punida tentativa de extorsão em condomínio de luxo Dois homens de etnia cigana foram condenados, hå dias, em Coimbra, pela Vara Mista, devido a tentativa de extorsão para deixarem de residir num condomínio de luxo, onde criaram mau ambiente com a conivência de outros arguidos. JosÊ 0DQXHO0DLD7ULJXHLURHXPÀOKRIRUDPSXQLGRVUHVSHFWLYDmente, com penas de cinco e quatro anos de cadeia, suspensas na sua execução. A outros quatro arguidos (dois homens e duas mulheres) foram aplicadas penas de dois anos de prisão (igualmente suspensas). Os factos ocorreram, em 2009 e 2010, no condomínio do Edifício Quinta da Portela. Segundo a acusação, deduzida pelo MinistÊrio Público, alguns dos arguidos, proprietårios de um apartamento comprado por perto de 100 000 euros, terão exigido o triplo do montante para o venderem e deixarem de morar no local.

de vĂĄrias idades. A iniciativa, que contou com cerca de 300 participantes, incluiu uma visitar Ă  aldeia da Malhada Velha, acompanhada por Margarida Gama de Oliveira, autora que nos anos 70 publicou um livro sobre o local, e Ă s barragens da Louçainha. O almoço convĂ­vio, oferecido pelo MunicĂ­pio, foi seguido da actuação do Grupo de Danças, Cantares e MemĂłrias da Universidade SĂŠnior de Penela e pelo grupo de concertinas. Roque no Rio volta domingo $SUDLDĂ XYLDOGH3DOKHLURVH=RUURHP7RUUHVGR0RQGHJR (Coimbra), recebe, domingo (dia 04), a edição de Agosto do Roque no Rio. A partir das 16h00, com entrada livre, haverĂĄ o concerto do duo rock brasileiro “Canja Raveâ€?, constituĂ­do SRU 3DXOD 1R]]DUL H &KULV .RFKHQERUJHU TXH VH Ă€[DUDP na Alemanha, em 2011, e editaram no ano passado o ĂĄlbum “Dirty Shoes, Balls and Old Songsâ€?! Seguir-se-Ă , pelas 17h00, o concerto do duo portuguĂŞs “NĂł Cegoâ€?, formado por Rita Joana e Pedro Vitorino. Testemunhas de JeovĂĄ reĂşnem-se para escutar a palavra de Deus “A Palavra de Deus ĂŠ a Verdadeâ€?, inspirada no texto bĂ­blico do apĂłstolo JoĂŁo, ĂŠ o mote para o congresso de distrito que as Testemunhas de JeovĂĄ organizam, de 02 a 04 de Agosto, em Santa Maria da Feira. Ao longo de trĂŞs dias, o encontro que VHUHDOL]DQR(XURSDUTXHSUHWHQGHIRPHQWDUXPDUHĂ H[mRGR que ĂŠ a verdade – segundo a BĂ­blia –, atravĂŠs de uma sĂŠrie de discursos animados, apresentaçþes e duas peças teatrais. “O tema GRFRQJUHVVRGHVWHDQRpVLJQLĂ€FDWLYRSRUTXHGHVWDFDXPYDORU muito importante para as famĂ­lias de Testemunhas de JeovĂĄ. Para QyVD%tEOLDpDIRQWHGHFRQVHOKRVPDLVFRQĂ€iYHOTXHH[LVWH nestes tempos difĂ­ceisâ€?, explica Paulo Ribeiro, porta-voz das Testemunhas de JeovĂĄ. No congresso de Santa Maria da Feira sĂŁo esperadas cerca de 7 000 pessoas, oriundas, sobretudo, da regiĂŁo Centro e Norte de Portugal, designadamente, de Coimbra, Figueira da Foz, Ă gueda, Aveiro, Porto e Maia. O tema para cada dia e os tĂ­tulos das partes do programa baseiam-se em textos bĂ­blicos, incluindo JoĂŁo 8:32, Salmo 86:11 e 2 Pedro 1:12. Este ĂŠ um evento de entrada livre, integralmente custeado por donativos.

ACM com ĂŞxito no ballet e dança As classes de ballet e de dança contemporânea da Associação CristĂŁ da Mocidade (ACM) de Coimbra encerraram o ano com trĂŞs espectĂĄculos, em duas noites consecutivas, no Teatro AcadĂŠmico de Gil Vicente, demonstrando “capacidade de dar continuidade a um trabalho artĂ­stico que pode orgulhar a cidade e releva a competĂŞncia, o papel e dedicação meritĂłrias das professoras Helena Jardim, Sara Martins e Rita Gradeâ€?, nas palavras de Teresa Alegre Portugal, vice-presidente da ACM. O bailado inicial surpreendeu o pĂşblico, com a presença ao vivo do Coro Gospel Ad Libitum, como fundo musical, a que se seguiu um programa com mĂşltiplas Poiares mostra-se na praia de Quiaios FRUHRJUDĂ€DVHID]HQGRGHVĂ€ODUQRSDOFRGH]HQDVGHDOXQRV A Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares vai promover, de idades variadas e com diferentes nĂ­veis de formação, a 15 de Agosto, uma mostra cultural do concelho, com artesanaLouçainha recebeu dia dos avĂłs to, gastronomia e cantares, no parque de merendas da Praia de A Câmara de Penela, atravĂŠs do pelouro da acção social, quer no bailado clĂĄssico, quer na dança contemporânea. Na Quiaios (Figueira da Foz). A iniciativa, para alĂŠm da promoção RUJDQL]RXVH[WDIHLUDQDSUDLDĂ XYLDOGD/RXoDLQKDR'LDGRV VHJXQGDQRLWHGHVWDFRXVHXPDDUURMDGDFRUHRJUDĂ€DEDVHDGD HYHQGDGHDUWHVDQDWR EDUURVSUHWRVHSDOLWRVĂ RULGRV WHUiHP AvĂłs, para idosos e netos, com um conjunto de actividades na Ăłpera “CĂĄrmenâ€? de Bizet, que chegou a pĂ´r em palco, destaque a gastronomia, com chanfana, trouxa cabreira, broa que promoviam a interacção positiva e saudĂĄvel entre pessoas simultâneamente, mais de 50 bailarinos.


ACTUALIDADE

8

www.campeaoprovincias.pt

Edição “Bodas de Diamanteâ€? da prova de ciclismo

01

QUINTA-FEIRA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Figueira da Foz

Volta passa na Figueira da Foz Pequenos cantores voltam a dar gala e etapa em Oliveira do Hospital

Aquando da sua criação, A Gala Internacional foi uma “iniciativa pioneira dos Pequenos Cantores, L.S. que animou a Figueira da no gĂŠneroâ€? em Portugal e Foz entre 1979 e 2002, cumpriu, entre outros, obA Volta a Portugal em estĂĄ de volta Ă quela cidade jectivos ligados aos direitos Bicicleta chega este ano Ă  numa edição com resso- da criança e Ă  “criação e di75.ÂŞ edição, com a efemĂŠrivulgação de temas musicais nância a bodas de prata. de a aumentar expectativas A 25ÂŞ. edição, a 11 prĂłprios para crianças e por e anseios sobre como se vai de Agosto, irĂĄ acolher 14 elas interpretadosâ€?, assinala desenrolar a prova, entre 07 crianças, com idades com- D &kPDUD Ă€JXHLUHQVH TXH e 18 de Agosto, que comepreendidas entre seis e 12 apostou no reatamento do çarĂĄ em Lisboa e apĂłs 1 607 anos, oriundas de cinco pa- festival. quilĂłmetros de competição Em 24 ediçþes, o evenĂ­ses (Portugal, Cabo Verde, terminarĂĄ em Viseu. PartiRomĂŠnia, China e Ucrânia). to recebeu mais de 375 cipam 160 corredores, de SĂŁo 160 os corredores que alinham Ă  partida No caso dos concor- participaçþes de pequenos 18 equipas (06 nacionais e rentes nacionais, os temas cantores, cerca de metade 12 estrangeiras). Cumprida a jornada de com a subida a fazer-se pela a apresentar serĂŁo todos estrangeiros, oriundos de Depois do prĂłlogo, na repouso, a 13 de Agosto, o vertente de Seia e a termi- inĂŠditos, disse Ă  AgĂŞncia 40 paĂ­ses. capital, tendo como alicianEm 1979, ano da pripelotĂŁo ainda nĂŁo deverĂĄ nar no mĂ­tico prĂŠmio de ca- Lusa Margarida Perrolas, te a discussĂŁo em sistema ter qualquer certeza quanto tegoria especial, a mais alta da DivisĂŁo camarĂĄria de meira edição, Israel foi o de contra-relĂłgio por equipaĂ­s vencedor, representaao nome daquele que serĂĄ distinção para referenciar Cultura da Figueira. pas, como hĂĄ vĂĄrios anos DSULQFLSDOĂ€JXUDGDSURYD XPDGLĂ€FXOGDGHRURJUiĂ€FD A Gala Internacional do pela pequena Marina, nĂŁo acontecia, a Volta tem A 6.ÂŞ etapa partirĂĄ da SertĂŁ no ciclismo. dos Pequenos Cantores da com a canção “PapĂĄ Poa primeira etapa (dia 08), e a O penĂşltimo dia de Figueira da Foz despontou, peyeâ€?, tendo arrecadado a e, depois de rolar pelo mais longa (203,3 quilĂłmeinterior das Beiras, irĂĄ ter- competição serĂĄ uma etapa em Setembro de 1979, com Traineira de Prata, trofĂŠu tros), desde o Bombarral minar em Castelo Branco. de contra-relĂłgio individu- base numa ideia do entĂŁo entĂŁo destinado ao priatĂŠ Aveiro, com uma das Tal como em 2012, tam- al entre o Sabugal e a Guar- jornalista da RTP SansĂŁo meiro lugar. A melhor inmetas volantes instalada na bĂŠm nesta Volta as Termas da, com 35,3 quilĂłmetros, Coelho, que, juntamente tĂŠrprete portuguesa, entĂŁo Figueira da Foz, na avenida de Monfortinho recebem atĂŠ que, no domingo, 18 com Teresa Cruz, foi o com quatro anos de idade, junto Ă  praia, onde os ciclisuma partida da competição, de Agosto, em Viseu, o primeiro apresentador do foi Maria Armanda (“Eu vi um sapoâ€?). o que vai acontecer num ciclismo associa-se aos festival. dia em que as atençþes vĂŁo grandes festejos populaestar concentradas nos tre- res de S. Mateus, com o Novos corpos sociais padores. A 7.ÂŞ etapa vai ter- pelotĂŁo a cumprir a 10.ÂŞ e Dia 07 – PrĂłlogo: Lisboa-Lisboa, 5 km (CRE) minar em Gouveia, depois derradeira etapa, partindo Dia 08 – 1.ÂŞ etapa: Bombarral-Aveiro, 203,3 km de percorrer alguns dos e chegando Ă  avenida da Dia 09 – 2.ÂŞ etapa: Oliveira de AzemĂŠis-Viana do Castelo, principais picos da Serra Europa. SerĂŁo 130 qui187,9 km da Estrela, como as Penhas lĂłmetros que tocam nos Dia 10 – 3.ÂŞ etapa: Trofa-Fafe, 164,4 km Douradas e as Penhas da vĂĄrios pontos do concelho Maria Piedade Tava- sua Universidade junto das Dia 11 – 4.ÂŞ etapa: Arouca-Mondim Basto (Senhora da Graça), SaĂşde. A Torre, em Seia, o de Viseu e ainda em trĂŞs rela tomou posse como instituiçþes e da população 181,4 km ponto mais alto de Portugal vizinhos, constituindo-se presidente da Direcção da da regiĂŁo minhotaâ€?. Dia 12 – 5.ÂŞ etapa: Lousada-Oliveira do Bairro, 177,3 km A Direcção da assocontinental, surgirĂĄ apenas como a mais curta tirada Associação dos Antigos Dia 13 – Dia de descanso a 16 de Agosto, quando o HPOLQKDTXHQDSDUWHĂ€QDO Estudantes de Coimbra ciação, presida por Maria Dia 14 – 6.ÂŞ etapa: SertĂŁ-Castelo Branco, 180 km SHORWmR VH Ă€]HU j HVWUDGD irĂĄ percorrer vĂĄrias vezes em Braga, para o triĂŠnio Piedade Tavarela, integra Dia 15 – 7.ÂŞ etapa: Termas de Monfortinho-Gouveia, 176,3 km em Oliveira do Hospital, no o centro urbano de Viseu, 2013/16, prosseguindo o Henrique Manuel Dinis Dia 16 – 8.ÂŞ etapa: Oliveira do Hospital-Seia (Torre), 166,3 km alto do distrito de Coimbra. permitindo a milhares de intuito de “fortalecer uma dos Santos e HĂŠlder da Dia 17 – 9.ÂŞ etapa: Sabugal-Guarda, 35,3 km (CRI) SerĂĄ mais uma etapa dedi- pessoas assistirem Ă  grande ponte fraterna e solidĂĄrio Conceição Rodrigues (viceDia 18 – 10.ÂŞ etapa: Viseu-Viseu, 130 km cada ao “montanhismoâ€?, Ă€QDOGD9ROWD entre as duas cidades, a -presisentes), Maria dos regiĂŁo Centro e o Minhoâ€?. Anjos Martins (secretĂĄria), O novo elenco da JoĂŁo Granja (tesoureiro), Do dia 15 a 17 associação, que saĂşde a AntĂłnio Capela da Silva e Universidade de Coimbra Joaquim Pedro Martinho (UC) por ser considera- da Silva (vogais). A Assembleia Geral da pela UNESCO como Nesta edição da prova anos de competição para num g rande aconteci- patrimĂłnio mundial da ĂŠ presidida por Joaquim A edição de “Bodas humanidade, de acordo Cruz Martins, tendo Jaime de Diamanteâ€? da Volta a “rainhaâ€? do ciclismo, Jo- proporcionar, do ponto mentoâ€?. Sobre a trilogia da Serra com a dirigente, “mistura Leite como vice-presidente Portugal em Bicicleta terĂĄ aquim Gomes, vencedor de vista do organizador, as uma tripla jornada na Serra de duas Voltas a Portugal melhores condiçþes Ă  Volta da Estrela, Joaquim Gomes experiĂŞncia com juventude, e JoĂŁo Manuel Rodrigues da Estrela, com a 7.ÂŞ etapa e uma das grandes refe- e ao ciclismo portuguĂŞs. refere que “nĂŁo haverĂĄ tem- mostra uma forte moti- como secretĂĄrio. O Con(dia 15, Termas de Mon- rĂŞncias da modalidade, Segundo o director da 75.ÂŞ po nem para 'limpar armas' vação para a consecução selho Fiscal ĂŠ constituĂ­do fortinho - Gouveia), a 8.ÂŞ comemora 10 anos como edição, “esta ĂŠ uma Volta e sĂł os eleitos, os predes- dos objectivos, que passa por Eduardo Lopes Nunes etapa (dia 16, Oliveira do director de prova. Ten- que, apesar de ter um per- tinados Ă  vitĂłria, poderĂŁo pela representação activa (presidente), Filipe Lima e Hospital - Seia [Torre]) e a do assumido o cargo em curso equilibrado, faz cada brilharâ€?. “Com passagem e prestigiada de antigos David JosĂŠ Marques Pereira 9.ÂŞ etapa (dia 17, Sabugal – 2003, pouco tempo apĂłs vez mais apelo a etapas de nas Penhas da SaĂşde, Pe- estudantes de Coimbra e da da Silva (vogais). Guarda), um contra-relĂłgio ter “arrumado a bicicletaâ€?, PRQWDQKDHGHPXLWDGLĂ€- QKDV'RXUDGDVHRĂ€QDOHP Gouveia, teremos o mote tortuoso e de constante Gomes ĂŠ, desde entĂŁo, o culdadeâ€?. “A competitividade da para os dias que se seguem! sobe e desce a anteceder a rosto mais visĂ­vel de uma grande estrutura que todos Volta ĂŠ essencial e tem de Com duas montanhas de GHUUDGHLUDĂ€QDOGH9LVHX SĂŁo cerca de 160 cor- os dias ergue o “Grande estar intacta para manter primeira categoria, Ă s quais redores que tĂŞm como Circoâ€? da Volta. ResponsĂĄ- os Ă­ndices de popularida- MXQWDPRVDHVFDODGDĂ€QDOj missĂŁo suceder a David vel tĂŠcnico da organização deâ€?, refere, acrescentan- Torre, de categoria especial, Blanco, o galego que ven- e quem traça os percursos do que “a organização a 8.ÂŞ etapa vai com certeza ceu em 2012 e tem uma de cada etapa, tem bene- faz tudo o que consegue reduzir, a nĂŁo mais de trĂŞs mĂŁo cheia de vitĂłrias na Ă€FLDGR GD H[SHULrQFLD GH para tornar este desporto, corredores os que poderĂŁo uma longa carreira de 18 e em particular a prova, vencer a provaâ€?, vaticina. Volta a Portugal. tas deverĂŁo passar a partir das 15h30. O terceiro dia de prova vai correr-se entre Oliveira de AzemĂŠis e Viana do Castelo, para no dia 10 pedalar entre o Douro e o Minho, entre Trofa e Fafe. A 11 de Agosto, Arouca vai servir de cenĂĄrio para a partida da 4.ÂŞ etapa, marcando nĂŁo sĂł a estreia desta vila no mapa da Volta como o inĂ­cio das YHUGDGHLUDVGLĂ€FXOGDGHVGD competição com a chegada Ă  Senhora da Graça, em Mondim de Basto. Antes do dia de descanso e apĂłs um interregno de 39 anos, Lousada vai regressar Ă  mais prestigiada competição velocipĂŠdica portuguesa dando sinal de partida Ă  5.ÂŞ etapa, que terminarĂĄ em Oliveira do Bairro, a capital industrial das duas rodas juntamente com Ă gueda.

Percurso

Antigos estudantes puxam por Coimbra em Braga

Tripla jornada na Serra da Estrela


QUINTA-FEIRA

ACTUALIDADE

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

FACIG decorre de 9 a 13 de Agosto

Deverá haver sessão extraordinária da AG da Académica/OAF

&RQVWLWXLomRGD6'84LQÁLJH derrota a José Eduardo Simões $'LUHFomRGD$FDGp PLFD2$) HVWHYH VRE R VLJQRGDGHUURWDHPWRGD D OLQKD QD PDLV UHFHQWH VHVVmRGD$VVHPEOHLD*H UDOGRFOXEH UHDOL]DGDGDV K GH  GH $JRVWR jVSULPHLUDVKRUDVGRGLD VHJXLQWH  $OpP GR ©FKXPERª GD SURSRVWD GR RUoD PHQWR SDUD D SUy[L PD pSRFD GHVSRU WLYD R F R U U H X  R  D G L D P H Q W R GD GHOLEHUDomR VREUH D GHFLVmR GLUHFWLYD GH FH GHUj$$&$VVRFLDomR $FDGpPLFD FDVDPmH  RV GLUHLWRV GHVSRUWLYRV UHODFLRQDGRVFRPDSUi WLFDGHIXWVDO $VGHUURWDVLQIOLJLGDV DR HOHQFR OLGHUDGR SRU -RVp (GXDUGR 6LP}HV LQVFUHYHPVH QXPD WRD GD GH UHSDURV j PDQHLUD FRPR HOH FRQGX]LX R SURFHVVRGHFRQVWLWXLomR GD6RFLHGDGH'HVSRUWLYD 8QLSHVVRDO SRU 4XRWDV 6'84  LQVWLWXtGD SDUD D%ULRVDGLVSXWDURFDP SHRQDWRGD,/LJD 2 UHYpV GD 'LUHFomR WLQKDFRPHoDGRDGH 0DLR >GH @ TXDQGR DVXDSURSRVWDGHFULDomR GH XPD 6RFLHGDGH $Qy QLPD 'HVSRUWLYD 6$' 

IRLUHMHLWDGDSHORVVyFLRV GRFOXEH 1HVWH FRQWH[WR IRL SRVWRDFLUFXODUXPDEDL [RDVVLQDGR FRQFHELGR SDUD UHTXHUHU D FRQYR FDomRGHXPDVHVVmRH[ WUDRUGLQiULD GD $* GD $FDGpPLFD2$)UHXQLmR SURPHWLGD GH UHVWR Ki GRLV PHVHV SHOD 'LUHF omR 2GRFXPHQWRSUHFR QL]D TXH VHMDP RV DVVR FLDGRVGRFOXEHDDSURYDU HRX DOWHUDU UHYHU  R SDFWR VRFLDO GD 6'84 QRSUHVVXSRVWRGHTXHj 'LUHFomRFRPSHWHWmRVy SURPRYHUHSURSRUj$* DFRQVWLWXLomRGHVRFLHGD GHVGHVSRUWLYDV 1RV FRQVLGHUDQGRV GRDEDL[RDVVLQDGRSRGH OHUVH TXH R SDFWR VRFLDO GD6'84SRVVXLFOiXVX ODVWLGDVFRPR´VXVFHSWt veis de lesar os interesses materiais e imateriais da %ULRVDµ DOpP GH DIDV WDUHP RV VyFLRV GR FR QKHFLPHQWR UHDO GD YLGD DVVRFLDWLYD H VRFLHWiULD H GRSRGHUGHOLEHUDWLYR )RPHQWDGRSHOR1~ FOHR GH 9HWHUDQRV GD %ULRVDRGRFXPHQWRIRL DSUHVHQWDGR SHOR DGYR JDGR$OIUHGR&DVWDQKHLUD

1HYHVHPHUHFHXRDSRLR GH RXWURV MXULVWDV -RVp 0DQXHO)HUUHLUDGD6LOYD -RVp %HOR /XtV )LOLSH 3HUHLUDH1XQR7HRGyVLR 2OLYHLUD  5XL $ODUFmR UHLWRU KRQRUiULRGD8QLYHUVLGD GH GH &RLPEUD WDPEpP IH] UHSDURV j PDQHLUD FRPR -RVp (GXDUGR 6L P}HV FRQGX]LX R SUR FHVVR GH FRQVWLWXLomR GD 6'84 Seria “encobrir uma mentira”

$WRDGDGHFHQVXUDj 'LUHFomRGD$FDGpPLFD 2$)FRPHoRXFRP/XtV )LOLSH3HUHLUDDFRQVLGHUDU TXHDDSURYDomRGRRUoD PHQWRSDUDDWHPSRUDGD GHVSRUWLYDGH VHULD´HQFREULUXPDPHQ WLUDµ $R ODPHQWDU D ´LQH [LVWrQFLDGHSUHVWDomRGH FRQWDVµDRVVyFLRVGRFOX EHDFHUFDGDFRQVWLWXLomR GD 6'84 -RVp 0DQXHO )HUUHLUDGD6LOYDLPSXWRX IDOWDGHWUDQVSDUrQFLDDR FRU UHVSRQGHQWH SDFWR VRFLDO ´)DODUGHFKHTXHHP EUDQFRpPDLVXPDPLV WLILFDomRµ JL]DGD SH

ORV FUtWLFRV GR HOHQFR G L U H F W L YR  U H S O L F R X  R YLFHSUHVLGHQWH 5LFDUGR *XHGHV&RVWD $ R  S U R F O D P D U  V H ´FDQVDGR GH DPHDoDV H FKDQWDJHQVµ R YLFHSUH VLGHQWHGDFODTXH0DQFKD 1HJUD5RJHU6RXVDWDP EpPVHPDQLIHVWRX´IDUWR GHYHURFOXEHVHUDSHQDV GHXPDSHVVRDµ $'LUHFomRGD$FDGp PLFD2$) S{VVH QXPD VLWXDomRGHLQFDSDFLGDGH SDUD FRQWLQXDU j IUHQWH GRV GHVWLQRV GR FOXEH FRQFOXLX 1XQR 2OLYHLUD VHFXQGDGRSRURXWURVVy FLRVFRPRÉOYDUR$PD UR TXH DOHJRX IDOWD GH QRU PDO IXQFLRQDPHQWR GRVyUJmRVVRFLDLV 2 H[OtGHU GD %ULRVD -RVp(PtOLR&DPSRV&R URDVLQWHWL]RXRGHVIHFKR GDUHXQLmRGD$*GL]HQGR DRV PHPEURV GR HOHQFR GLUHFWLYR TXH ´VDLXOKHV RWLURSHODFXODWUDµ -RVp&DUORV&OHPHQWH YLFHSUHVLGHQWHGRFOXEH TXHL[RXVH GH ´HQ[RYD OKRV j 'LUHFomRµ PDV H[FHSWXDQGR PHPEURV GRVyUJmRVVRFLDLVDSHQDV XP VyFLR IH] D DSRORJLD GRV SRQWRV GH YLVWD GH -RVp(GXDUGR6LP}HV

Freguesias

Autárquicas/Coimbra

Hélio Paulino e Alexandre Barros para Eiras e S. Paulo

Vereadora e Paula Alves prováveis pelo PSD

+ p O L R  3D X O L Q R  p  R FDQGLGDWR GR 36' j OL GHUDQoDGD8QLmRGH)UH JXHVLDVGH(LUDVH63DX ORGH)UDGHVILJXUDQGRR IDUPDFrXWLFR $OH[DQGUH %DU URV FRPR VHJXQGR PHPEURGDOLVWD 3DXOLQRpRSUHVLGHQWH FHVVDQWH GH 6 3DXOR GH )UDGHV H %DUURV OLGHUD Ki XP PrV D -XQWD GH (LUDV QD VHTXrQFLD GR IDOHFLPHQWRGH)LORPHQD 7HL[HLUD6DQWRV 2FDQGLGDWRVRFLDOLVWD jVREUHGLWD8QLmRGH)UH JXHVLDVp)HUQDQGR$EHO 0DQXHO 2OLYHLUD Ot GHU FRQFHOKLR GR 36' &RLPEUD SHUILODVH SDUD D-XQWDGH6DQWR$QWyQLR GRV 2OLYDLV RQGH WHUi

9

www.campeaoprovincias.pt

FRPR RSRVLWRU /LQKDUHV GH&DVWUR 36  $QWRQLQR0RXUD$Q WXQHVSUHVLGHQWHFHVVDQWH GH 6 0DUWLQKR GR %LV SRpRVRFLDOGHPRFUDWD TXHDVSLUDjOLGHUDQoDGD 8QLmR GH )UHJXHVLDV GH 60DUWLQKRH5LEHLUDGH )UDGHVFDEHQGRDRSUHVL GHQWHFHVVDQWHGH5LEHLUD -RUJH9HORVRUHSUHVHQWDU R36 -RVp&DUORV&OHPHQWH SUHVLGHQWHFHVVDQWHGH6 %DUWRORPHX SHUILODVH SHOR 36 SDUD D OLGHUDQoD GD8QLmRGH)UHJXHVLDVGH 6DQWD&ODUDH&DVWHOR9LH JDVWHQGRFRPRRSRVLWRU -RVp 6LPmR SUHVLGHQWH FHVVDQWH GH 6DQWD &ODUD 36' 

0DULD -RVp $]HYHGR 6DQWRV YLFHSUHVLGHQWH FHVVDQWH GD &kPDUD GH &RLPEUD H 3DXOD $OYHV PpGLFD  VmR DV SULPHLUDV PXOKHUHVDSRQWDGDVjOLVWD HP TXH -RmR %DUERVD GH 0HOR 36' VHSHUÀODSDUD D OLGHUDQoD GR 0XQLFtSLR GLVVHUDPIRQWHVSDUWLGiULDV DR´&DPSHmRµ $ YHUHDGRUD SRGHUi PDQWHU R OXJDU WHUFHLUR  HPTXHVHFDQGLGDWRXSHOD SULPHLUD YH] Ki TXDWUR DQRV RX VXELU XP 3DXOD $OYHVGLUHFWRUDFOtQLFDGR ,QVWLWXWR3RUWXJXrVGH2Q FRORJLDGH&RLPEUDGHYHUi ÀJXUDUQDVH[WDSRVLomR $RV YHUHDGRUHV 3DXOR /HLWmRH-RVp%HORGHYHUmR FRUUHVSRQGHU UHVSHFWLYD

PHQWHDTXDUWDHDTXLQWD SRVLo}HVFDEHQGRDVpWLPD DR SUHVLGHQWH FHVVDQWH GD -XQWDGH6DQWR$QWyQLRGRV 2OLYDLV)UDQFLVFR$QGUDGH ´2QRVVRGHYHUpPRV WUDU TXH WHPRV R PHOKRU SURMHFWR D PHOKRU YLVmR SDUD R 0XQLFtSLR H TXH WHPRVDPHOKRUHTXLSDSDUD OHYDU&RLPEUDSDUDDIUHQ WHµGHFODURXKiGLDV-RmR %DUERVDGH0HOR 36'  $RLQDXJXUDUDVXDVHGH GHFDQGLGDWXUDQDUXDGRV &RPEDWHQWHVRFDQGLGDWR GD FROLJDomR ´3RU &RLP EUDµ DSRLDGR SHOR 36' 330 H 037 SHGLX D FR ODERUDomR GH WRGRV SDUD R DMXGDUHP D FRQFUHWL]DU ´XP SURMHFWR GH IXWXUR H GHDPELomRµ

Edifício à memória goiense marca festas concelhias 2 &HQWUR GH 5HIHUrQ FLD GD 0HPyULD *RLHQVH H=RQD(QYROYHQWHYDLVHU LQDXJXUDGRQRSUy[LPRGLD GH$JRVWRQRkPELWRGDV IHVWDVGRFRQFHOKRGH*yLV O monumento visa KRQUDURSDVVDGRHVHUXP motor de desenvolvimento ORFDOHUHJLRQDO ( V W H  H T X L S D P H Q W R FXOWXUDO IXQFLRQDUi FRPR ´HVSDoRSRUH[FHOrQFLDGH VDOYDJXDUGD FRQVHUYDomR YDORUL]DomRHGLYXOJDomRGD PHPyULDGDVFRPXQLGDGHV JRLHQVHVµ &RPRpKDELWXDOD)HL UD $JUtFROD &RPHUFLDO H ,QGXVWULDOGH*yLV )$&,*  YDLGHFRUUHUQR3DUTXHGR %DLmR H FRQWDU FRP PXL WD P~VLFD JDVWURQRPLD H GHVSRUWR 8PD GDV SULQFLSDLV DWUDo}HVGRFHUWDPHVmRDV WDVTXLQKDVTXHYmRGHGLFDU RV YiULRV GLDV GD )$&,* DDOJXQVGRVVDERUHVPDLV FDUDFWHUtVWLFRV GD UHJLmR FRPRVHMDWRUUHVPRVVRSDV FDVHLUDVFKDQIDQDHWUXWD $ DQLPDomR p RXWURV GRVSRQWRVIRUWHVGRFHUWD PHVHQGRTXHHVWHDUUDQFD QRGLDFRPXPFRQFHUWR

GHHVWiJLRÀQDOGD2UTXHV WUDGH6RSURV 1RGLDDFWXDDFDQ WRUD 0yQLFD )HUUD] H '- 1XQRGH$UD~MR $GH$JRVWRDYLOD UHFHEH /HQD GÉJXD  5RFNQ 5ROO 6WDWLRQ TXH p SUHFHGLGD SHOD DFWXDomR GRV5DPVKDFNOH'HUHIHULU TXHHVWiDLQGDSUHYLVWDXPD IHVWDDRS{UGRVRO $GH$JRVWRRGHV WDTXH YDL j WDUGH SDUD R IHVWLYDO GH IROFORUH H j QRLWH SDUD R HVSHFWiFXOR FRPRVJUXSRV*LRYDQQLV H3RQWR 9tUJXOD 1R GLD GR 0XQLFtSLR GH$JRVWRRSDOFRHVWi UHVHUYDGR SDUD DV %DQGDV )LODUPyQLFDVGH*yLV 2UJDQL]DGD SHOD &k PDUD 0XQLFLSDO GH *yLV D )$&,* WHP DLQGD XP SDUTXH DYHQWXUD RQGH p SRVVtYHO SUDWLFDU RV PDLV GLYHUVRVGHVSRUWRV $V IHVWDV GR FRQFHOKR VmR WDPEpP XPD LPSRU WDQWH RSRUWXQLGDGH SDUD RUHHQFRQWURGHIDPtOLDVH DPLJRVGDUHJLmRTXHSRU HVWD DOWXUD PDUFDP SUH VHQoDQDYLODHORFDOLGDGHV OLPtWURIHV

Oliveira do Mondego

Freguesia celebra N. Sra. da Piedade Oliveira do Mondego está em festa no segundo ÀPGHVHPDQDGH$JRVWR $ IUHJXHVLD GR FRQ FHOKR GH 3HQDFRYD KRQUD 1RVVD6HQKRUDGD3LHGDGH FRP P~VLFD FHOHEUDo}HV UHOLJLRVDVHERDGLVSRVLomR $V IHVWDV DUUDQFDP QR GLD  jV K FRP D UHDOL]DomR GD KDELWXDO SURFLVVmR GD ,JUHMD SDUD D &DSHOD GH 1RVVD 6HQKRUD GD3LHGDGH­VKHVWi SUHYLVWDDUHDOL]DomRGHXPD PLVVDVHJXLGDGHSURFLVVmR ­VKGHFRUUHROHLOmR GH IRJDoDV 3HODV K DFWXDRJUXSRPXVLFDO5H QDVFHU-ijVKGHFRUUH RWHUoRHPDFomRGHJUDoDV j 1RVVD 6HQKRUD GD 3LH GDGH­QRLWHDSDUWLUGDV

K Ki EDLOH DQLPDGR SHORFRQMXQWR6y5LWPR 1RGLDGHPDQKmR GHVWDTXHYDLSDUDDFKHJDGD jVKGRV*DLWHLURVGH &RLPEUDHjVKSDUDD FHOHEUDomR GH QRYD PLVVD VHJXLGD GH SURFLVVmR TXH irá levar a imagem da santa SDGURHLUDSDUDD,JUHMD ­ WDUGH D SDUWLU GDV K UHDOL]DPVH MRJRV WUDGLFLRQDLV­VKHVWi DJHQGDGR R WHUoR GR UR ViULR ­ QRLWH D SDUWLU GH K D DQLPDomR ILFD D FDUJR GR JUXSR 3DXWD 'RXUDGD $V IHVWDV HQFHUUDUDP D  GH $JRVWR FRP D UHDOL]DomR GD WUDGLFLRQDO VDUGLQKDGD SUHYLVWD SDUD DVK

PUBLICIDADE

Freguesia de Oliveira do Mondego

33364

01

O Executivo convida a visitar a freguesia por altura das Festas de Nossa Senhora da Piedade de 10 a 12 de Agosto


01

VIL DE MATOS

10

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Festa em honra de Sant’Ana

PUBLICIDADE

Arraial popular ajuda a manter a tradição

Festas de Sant’Ana 2013 Vil de Matos A comissão de festas de Sant’Ana convida-o(a) a participar na homenagem à nossa padroeira que irå ter lugar nos dias 16,17,18 e 19 de Agosto, no local habitual. Contamos consigo, assim como com os seus familiares e amigos.

D.R.

Em dias de Verão, Ê tempo de festa, arraial popular e devoção aos santos que, em horas de maior diÀFXOGDGH YDOHUDP jTXHOHV que pediram ajuda. Na freguesia de Vil de Matos, em Coimbra, a romaria em honra de Nossa Senhora de Sant'Ana Ê momento aguardado pela população que, mantendo a tradição, faz do largo da capela, no lugar de Vendas de Santana, o espaço de convívio entre religioso e profano, onde todos são bem vindos. A festa anual da freguesia decorre de 16 a 19 de Agosto, quatro dias que mantêm os usos e costumes daquela que foi, em tempos uma das maiores romarias da região, trazendo gente das redondezas, empenhados em cumprir a sua promessa, mostrar devoção

PROGRAMA Sexta-feira, 16 de Agosto de 2013 22h00 – Rui Saraiva & Dj SĂĄbado, 17 de Agosto de 2013 8h00 – Alvorada com os Gaiteiros ImpecĂĄveis de Mourelos 11h00 – Torneio de Futsal Inter Aldeias seguido de almoço convĂ­vio. 16h00 – Jogos Tradicionais 22h00 – Baile com a Banda Roda Viva & Dj Domingo, 18 de Agosto de 2013 08h00 – Alvorada com os Gaiteiros ImpecĂĄveis de Mourelos 15h30 – Demonstração de KEMPO 17h00 – ProcissĂŁo com a Banda FilarmĂłnica Lyra Barcoucence 22h00 – Baile com a Banda Ondacentro 24h00 – Fogo de ArtifĂ­cio e actuação de “GABRIELLâ€? 03h00 - Dj Segunda-feira, 19 de Agosto de 2013 08h00 – Alvorada com os Gaiteiros ImpecĂĄveis de Mourelos 16h00 – Actuação da Escola de Cordas de Vil de Matos 19h00 – ProcissĂŁo com a Banda FilarmĂłnica Lyra Barcoucence 22h00 – Baile com a Banda 5ÂŞ DimensĂŁo

Procissão com fiÊis e devotos, no domingo (dia 18), Ê o ponto alto das celebraçþes religiosas

religiosa ou, simplesmente, rever amigos e familiares. Longe vão os tempos em que o arraial era feito numa zona de olival. Segundo a Junta de Freguesia, era ainda costume os forasteiros ali pernoitarem, enquanto duravam os festejos. Entre os muitos feirantes, encontravam-se os que vendiam os caçoilos

de chanfana, o vinho da região, o melão e a melancia, sem faltar os jogos tradicionais, que ainda hoje dão um ar pitoresco ao arraial. Se hå alguns håbitos que caíram em desuso, as gentes da freguesia continuam empenhadas em manter a tradição de honrar a santa padroeira da freguesia e juntar a comunidade.

Durante quatro dias, haverå gaiteiros, jogos tradicionais, comes e bebes e baile, com conjuntos de músicos e bandas que prometem animar a festa. Devotos de Nossa Senhora de Sant'Ana saem, em procissão, no domingo (dia 18), acompanhados pela Banda Filarmónica Lyra Barcoucence, sendo este o momento mais sigQLÀFDWLYR GDV FHOHEUDo}HV religiosas. Este ano, o cartaz de animação musical inclui a actuação de Rui Saraiva (dia 16), as bandas Roda Viva (dia 17), OndaCentro e Gabriell (dia 18), e 5.ª Dimensão (dia 19). Do programa, destaca-se, ainda, a realização de um torneio de futsal, uma demonstração de kempo e a actuação da Escola de Cordas de Vil de Matos.

LOURIÇAL Festas decorrem de 14 a 18 de Agosto

Senhora da Boa Morte tem culto secular As grandes e seculares festividades no Louriçal, que este ano decorrem entre 14 e 18 de Agosto, são especialmente marcadas pela procissão nocturna com uma escultura da Virgem no seu leito de morte, que foi oferecida por D. JosÊ I (que foi rei de 1750 a 1777), acompanhada de uma impressionante procissão de velas, a que se segue, no feriado, a procissão diurna. Segundo reza a lenda, IRL DTXHOH PRQDUFD ÀOKR GH'-RmR9TXHVHÀFRX a dever a oferta da preciosa imagem da Nossa Senhora da Boa Morte, em tamanho natural, ao Convento do Louriçal e que desde logo passou a ser venerada pelas gentes da região. As festas serão antecedidas, no dia 13, pela iniciativa Astronomia no Verão, que se realiza, na vila

do Louriçal, pela quarta vez consecutiva, e que incluirĂĄ uma sessĂŁo de observação nocturna, com inĂ­cio Ă s 22h00, com uma palestra ao ar livre, seguida de observação com telescĂłpio e “passeio pelo cĂŠuâ€? com o astrĂłnomo JosĂŠ Augusto da Luz Matos, entre outras actividades preparadas para este Ano Internacional da Astronomia. A participação nesta sessĂŁo de Astronomia do VerĂŁo ĂŠ livre e aberta a toda a população, nĂŁo requer inscrição prĂŠvia e terĂĄ lugar no largo do Prior Campos, junto Ă  Igreja Matriz do Louriçal. Trata-se de uma iniciativa para conhecer melhor o Universo, do Departamento de FĂ­sica da Universidade de Aveiro, com a colaboração da CiĂŞncia Viva, que decorre em vĂĄrios locais desde 15 de Julho e atĂŠ 15 de Setembro.

A criação da freguesia do Louriçal remonta aos primórdios da nacionalidade, com o couto a ser concedido por D. Afonso Henriques ao Convento de Santa Cruz de Coimbra, em 1166. D. Manuel atribui-lhe foral a 23 de Agosto de 1514 e nos sÊculos XVII e XVIII teve um grande desenvolvimento, muito graças às diligências tomadas por algumas famílias nobres. No sÊculo XVII foi fundado o monumental convento do Desagravo do Santíssimo Sacramento por parte de uma jovem freira, de seu nome Madre Maria do Lado, que ali se instalou com as suas companheiras. Programa Dia 14 (Quarta) 19h00 – Sessão solene de inauguração das

33373

PUBLICIDADE

MEDIADOR DE SEGUROS

Telef.: 236 962 153 - Casais de AlÊm 3100-225 LOURIÇAL

Telem.: 963 170 901 - 918 556 599 - dino-marques@hotmail.com Rua da Capela, n.º 21 - 3105-148 Antþes - Louriçal - Pombal

33354

Bolos e Biscoitos, Croissants Fabrico Caseiro de PĂŁo

Festas no salão nobre da Junta de Freguesia. 19h30 – Visita ao recinto das festas e exposição 20 anos de escutismo no Louriçal. 20h00 – Inauguração das Tasquinhas e jantar com entidades convidadas. 20h30 – Eucaristia na Igreja do Convento. 21h30 – Procissão de velas e sermão à porta do Convento, acompanhada pela Sociedade Filarmónica Louriçalense. 23h00 – Espectåculo com Akunamata. 01h00 – Baile com TomanÊ. Dia 15 (Quinta) 09h30 – Feira de Antiguidades Nacional 12h00 – Reabert u r a d a s Ta s q u i n h a s 15h00 – Eucaristia no Convento 16h00 – Procissão de N.ª Sr.ª da Boa Morte pelas ruas do Louriçal, abrilhantada pela Sociedade Filarmónica Louriçalense 17h00 – Cerimónia de Imposição de Fitas e entrega de lembranças aos ranchos convidados para o 30.º Festival de Folclore (Auditório da Caixa de CrÊdito Agrícola) 18h00 – 30.º Festival

de Folclore do Louriçal com a atuação de: Rancho )ROFOyULFRH(WQRJUiĂ€FRGR Louriçal; Rancho FolclĂłrico “As Mondadeiras das Barrosasâ€?, de Salir, LoulĂŠ; Grupo FolclĂłrico e EtnoJUiĂ€FR GH 6DQWD 0DULQKD de Crestuma, Vila Nova de Gaia; Rancho FolclĂłrico de Vila Nova de Erra, Coruche; Rancho FolclĂłrico de Alhadas, Figueira da Foz. 21h00 – Demonstração de aulas de dança infantil. 21h30 – Demonstração de aulas de dança para adultos. 22h30 – EspectĂĄculo com Gandas Malucos. 01h00 – Baile com o duo AndrĂŠ Cardoso. Dia 16 (Sexta) 20h00 – Reabertura das Tasquinhas. 21h00 – EspectĂĄculo 7 Vidas. 22h00 – EspectĂĄculo com Mike dos Santos & Carlos Vicente. 23h00 – Concerto com Funil e Abelhinha. 00h00 – Baile com Big Banda. Dia 17 (SĂĄbado) 09h30 – 5.Âş Passeio de Cicloturismo. 10h00 – Feira de Artesanato. 17h00 – Tarde Des-

portiva: Kickboxing, AeroCombat e Zumba, pelo GinĂĄsio do Louriçal. 19h00 – Apresentação do livro “Padre Manuel da Silva - o homem e o sacerdoteâ€?, na Capela da MisericĂłrdia. 22h00 – EspectĂĄculo com Piloco & Markez (França). 23h00 – Concerto com Glow Band. 00h30 – Baile com FM. 03h00 – After Hours com dj Phileas Funk (Luxemburgo). Dia 18 (Domingo) 10h00 – Workshop de Xadrez. 10h30 – Inauguração do percurso pedestre “Rota dos Moinhosâ€?. 12h00 – Reabertura das Tasquinhas. 14h30 – Torneio de Xadrez (inscriçþes atĂŠ Ă s 14h00). 15h00 – Rally Papper )RWRJUiĂ€FR 19h00 – Tarde Desportiva (Bujutso e Capoeira). 22h00 – SessĂŁo especial dos SerĂľes Culturais, abrilhantada pelo Grupo de Cavaquinhos do Louriçal. 00h00 – Baile com Freedmi. 03h00 – Encerramento das festividades.


01

QUINTA-FEIRA

COVร•ES

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEรƒO DAS PROVรNCIAS

11

www.campeaoprovincias.pt

Festival decorrerรก de 15 a 18 de Agosto

Leitรฃo assado como manda a tradiรงรฃo SDUWH GH PXLWDV SHVVRDV SUDWLFDPHQWH GR 1RUWH D 6XOGRSDtV 6HJXQGR3DXOR2OLYHLra, da Direcรงรฃo da Prodeco, o objectivo destas iniciatiYDVpVHPSUHHPGLYXOJDU o leitรฃo dos Covรตes e dar a conhecer esta faceta da freJXHVLDTXHGL]VHUDRULJHP GROHLWmRDVVDGRjPRGDGD %DLUUDGDFRPDWUDGLomRD ID]HUUHIHUrQFLDDTXHWHUmR sido os antigos assadores GDDOGHLDDDEULURVSULPHLURVUHVWDXUDQWHVGDHVSHFLDOLGDGHMXQWRjVHVWUDGDVGH PDLRUFLUFXODomR ยด2TXHTXHUHPRVpGDU a conhecer a nossa terra e RIHUHFHU HVWD HVSHFLDOLGDGH TXH p SURFXUDGD SRU PXLWDVSHVVRDVTXHYrPGH ORQJH DWUDtGDV SHOD IDPD H TXDOLGDGH GRV DVVDGRUHV GH&RY}HVยตDFHQWXD3DXOR 2OLYHLUD 4XHP IRU DR )HVWLYDO GR/HLWmRGH&RY}HVSRGHUiOHYDUFULDQoDVGDGRTXHD RUJDQL]DomRWHPXPHVSDoR SUySULRGHVWLQDGRDRVPDLV SHTXHQRVFRPLQVXรiYHLV FRP DV UHIHLo}HV D VHUHP WDPEpP DFRPSDQKDGDV SRU XP SURJUDPD GH DQLPDomR PXVLFDO QRPHDGDPHQWH FRP D DFWXDomR GR GXR &DUROLQD 3HVVRD H 1XQR 6pUJLR QD QRLWH GH ViEDGR GLD  2SUHoRGDGRVHGHOHLWmRDVVDGRSDUDGXDVSHV-

VRDVVHUiGHHXURVQR ediรงรตes anteriores deste )HVWLYDOPRQWDQWHLGrQWLFR FHUWDPH TXH DWp SHOR H[DRTXHHVWiDVHUSUDWLFDGR FHOHQWH QtYHO RUJDQL]DWLYR QRHVSDoRGRV&RY}HVQD MiVHDร€UPRXQRSDQRUDPD GRV IHVWLYDLV JDVWURQyPL([SRIDFLF Para realizaรงรฃo do FRV evento sรฃo convocados RV H[SHULHQWHV DVVDGRUHV ร€ moda de Covรตes ORFDLV OtGLPRV GHIHQVRUHV GRVDEHUDQFHVWUDOTXHLP6HJXQGR DOJXQV HP S}HUHJUDVSDUWLFXODUPHQWH &RY}HVWHYHRULJHPRWmR H[LJHQWHV TXDQWR j UDoD H IDPRVR OHLWmR GD %DLUSHVRGRVEiFRURVGHWHQUD UDGD TXH p XP SUDWR LGDGHFRPSRVLomRGRPR- REULJDWyULRHPFDVDPHQOKR H WHPSR GH DVVDGXUD WRV H QD PHVD GDV IHVWDV QXPD UHFHLWD TXH FRQIHUH SRSXODUHV H UHOLJLRVDV ao leitรฃo assado de Covรตes DQXDLV HP WRGDV DV ORR FDUiFWHU GLVWLQWLYR TXH FDOLGDGHV GD IUHJXHVLD MXVWLร€FDDIDPDTXHVHPSUH HVSDOKRXVH SHOR SDtV H GHVIUXWRX IRLFRQVLGHUDGRXPDGDV No Festival, o leitรฃo โ€œ7 Maravilhas da Gasp VHUYLGR FRPR PDQGD D WURQRPLDยต SRUWXJXHVD WUDGLomRFRPEDWDWDFR]LGD (VWD HVSHFLDOLGDGH SURFRPSHOHODUDQMDHRXWURV FXUDGD SRU PXLWDV SHVFRPSOHPHQWRVHYDLjPHVD VRDV TXH YrP GH ORQJH DFRPSDQKDGR FRP YLQKR SHOD IDPD H D TXDOLGDGH GH&DQWDQKHGHRXFRPR GHDOJXQVDVVDGRUHVWHP HVSXPDQWHWLQWR DVHJXLQWHUHFHLWDEiVLFD 2HVSDoRRQGHYDLGH- 8POHLWmRPRUWRQDYpVcorrer o Festival, no Pavi- SHUDTXHGHSRLVGHDPDOKmR *LPQRGHVSRUWLYR GH QKDGRSDUDOKHUHWLUDUDV &RY}HV WHP FDSDFLGDGH YtVFHUDV GHYHUi HVFRUUHU SDUD FHUFD GH  SHVVR- GXUDQWH GXDV KRUDV 'H DV PDV DV H[SHFWDWLYDV GD VHJXLGDDFDUFDoDpHQILDorganizaรงรฃo VmR GH TXH todo o recinto encha vรกrias vezes ao longo GRVGLDVXOWUDSDVVDQGR Rua N.ยช S.ยช da Guia - Montouro os รชxitos de 7HOIย‡7HOHP

FRQVRDQWHRSHVRHRWDPDQKR$IDVHPDLVVHQVtYHOp VHPSUH QRV SULPHLURV  PLQXWRVTXDQGRDHOHYDGD WHPSHUDWXUDSRGHHVWXUUDU RXFULDUEROKDVQDSHOHGR OHLWmR SHOR TXH R DVVDGRU GHYHUi SLFDU DV iUHDV TXH UHFHEDPPDLRUWHPSHUDWXUD H LU YLUDQGR R OHLWmR FRP IUHTXrQFLD

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Agรชncia Funerรกria Bicho & Santos, Lda. &29ยฎ(6&$17$1+('(

PUBLICIDADE

GDQXPHVSHWRPDVDQWHV IRLUHFKHDGDFRPXPPROKRHVSHVVRIHLWRGHDOKR IUHVFR H PRtGR SLPHQWD SUHWDSLFDQWHVDOJURVVR HEDQKDGHSRUFRTXDQWR EDVWH)LQDOPHQWHYDLDR IRUQRDOHQKDSUHYLDPHQWHDTXHFLGRDPDLVGH JUDXVOHYDQGRHQWUHGXDV DWUrVKRUDVGHDVVDPHQWR

33137

A oitava ediรงรฃo do Festival do Leitรฃo de Covรตes, no concelho de Cantanhede, vai realizar-se de 15 a 18 de Agosto, iniciativa Mi ร€UPDGD H TXH SURPHWH FRQWLQXDUDDWUDLUPLOKDUHV GH YLVLWDQWHV SURYHQLHQWHV GH WRGR R SDtV TXH UHFRQKHFHP D TXDOLGDGH GHVWD LJXDULDGD%DLUUDGDQDTXHOH TXH p FRQVLGHUDGR R VHX ORFDOGHRULJHP 1R 3DYLOKmR *LPQRGHVSRUWLYR GH &RY}HV YDL VHUSRVVtYHODSUHFLDUROHLtรฃo assado, a cabidela de leitรฃo, a bรดla de leitรฃo, a feijoada de leitรฃo, os rissรณis, RVFURTXHWHVHRIROKDGRGH leitรฃo, do dia 15 a 17 sรณ ao MDQWDUHQRGLD GRPLQJR DRDOPRoRHDRMDQWDU Este ano a iniciativa p GD 3URGHFR  3URJUHVVR H 'HVHQYROYLPHQWR GH &RY}HV TXHU GR &HQWUR 6RFLDO TXHU GD 6HFomR GH )XWHERO FRP R DSRLR GD -XQWD GH )UHJXHVLD ORFDO FXMR SUHVLGHQWH $VGU~EDO 7RUUHV p XP GRV FRQFHLWXDGRVDVVDGRUHVGHOHLWmR A excelรชncia do leitรฃo DVVDGR GH &RY}HV TXH SRGHUi VHU FRPSURYDGD GXUDQWH R )HVWLYDO HVWi WDPEpPjSURYDGHWRGRV QD WDVTXLQKD GD 3URGHFR GXUDQWH D ([SRIDFLF HP &DQWDQKHGH DWp GRPLQJR (dia 04 de Agosto), onde jรก WrPVLGRIHLWDVUHVHUYDVSRU

Rua Stยบ Antรณnio n.ยบ 616- Covรตes Cantanhede - Telefone: 231 461 038

33403

3$'$5,$ย‡3$67(/$5,$ย‡3,==$5,$ Jร ABRIU! VISITE-NOS!

O Executivo da Freguesia convida a visitar o VIII Festival do Leitรฃo de 15 a 17 de Agosto.

33132

www.covoes.com


01

EXPOFACIC

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Biocant Park na mira de

Cantanhede aposta forte no d BENEDITA OLIVEIRA

“A EXPOFACIC ĂŠ a melhor sĂ­ntese daquilo que caracteriza o concelho de Cantanhedeâ€? e um motivo de orgulho para todos os munĂ­cipes, mas, notou JoĂŁo Moura, na sessĂŁo solene de abertura do certame, o MunicĂ­pio ambiciona ser economicamente ainda mais competitivo. A estratĂŠgia do executivo passa, considerou, pelo reforço da vocação tecnolĂłgica, sendo disso exemplo o memorando de entendimento celebrado no mĂŞs passado entre o MinistĂŠrio da CiĂŞncia, Tecnologia e Inovação do Brasil e o Biocant Park. Apoiar a instalação no parque de tecnologia de Cantanhede de empresas de capital e tecnologia brasileira, que

pretendam operar no mercado europeu, ĂŠ o objectivo do acordo celebrado com o Brasil. JoĂŁo Moura adiantou ainda que, a partir do prĂłximo mĂŞs de Outubro, Cantanhede deverĂĄ acolher o Centro de TransferĂŞncia de Tecnologia em Biotecnologia da UC, o que permitirĂĄ um LQFUHPHQWR VLJQLĂ€FDWLYR GD actividade do Biocant Park – que passarĂĄ a ter cerca de 400 investigadores, a maioria com doutoramento ou mestrado. “Temos a convicção de que os projectos de investimento em curso e outros que estĂŁo em carteira vĂŁo reverter em assinalĂĄveis benefĂ­cios para a actividade comercial na cidade e no concelhoâ€?, frisou o presidente da Câmara local. A agricultura, outro sector de actividade predomi-

nante em Cantanhede, tambĂŠm nĂŁo foi esquecido por JoĂŁo Moura. “Neste concelho sĂŁo muitos os empresĂĄrios agrĂ­colas bem preparados para participarem no novo incremento no sector de que o paĂ­s precisa, mas ĂŠ necessĂĄrio que disponham das condiçþes para isso da parte das entidades competentesâ€?, observou, defendendo que o Estado tem de “criar mecanismos adequados para proteger os pequenos agricultores e garantir-lhes rendimentos que lhes permitam viver com dignidadeâ€?. A acção social ĂŠ outra das ĂĄreas consideradas prioritĂĄrias para o MunicĂ­pio, que subscreveu recentemente um protocolo com o MinistĂŠrio da Solidariedade e da Segurança Social para implementação do Contrato Local de Desen33294

PUBLICIDADE

Tlf. 231 281 941 Tlm. 915 290 242

Rua do Poço. n.º 6 Arinhos 3050-351 Mealhada

familia_seabra@hotmail.com

33290

Beba com moderação

5XD$OWRGR9LVR61 3060-522 Portunhos (Cantanhede) TelemĂłvel. +351 939 862 584 Telefone +351 239 962 631 6N\SHYR]HVIDPRVDV#JPDLOFRP ZZZYR]HVIDPRVDVFRP

&$)(7$5,$‡5(67$85$17(‡'$1&(7$5,$

Fabrico PrĂłprio Padaria e Pastelaria

Doces Tentaçþes!

Telefone 239 985 492

Preços de revenda ,PSRUWDo}HVGHÀRUHVGD+RODQGD WRGDVDV4XLQWD)HLUDV

AGORA COM NOVA LOJA: ESTRADA NACIONAL 109 – CASAL DO JOĂƒO - TOCHA

33296

S PA EO S B OL ~

33295

33322

12


01

QUINTA-FEIRA

EXPOFACIC

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

13

www.campeaoprovincias.pt

e empresas brasileiras

desenvolvimento econĂłmico

O ministro Poiares Maduro (terceiro a contar da esquerda) representou o Governo na inauguração da EXPOFACIC

“Estamos muito longe GRĂ€PGDVGLĂ€FXOGDGHVPDV hĂĄ resultados e razĂľes para termos esperançaâ€?, comentou Poiares Maduro, aludindo ao aumento da produção industrial e das exportaçþes. O prĂłximo quadro comunitĂĄrio de apoio vai “servir para acelerar a mudança de SHUĂ€OGDVQRVVDVHFRQRPLDV para a produção de bens e serviços exportĂĄveisâ€?, assegurou o governante, notando que esta ĂŠ uma estratĂŠgia que jĂĄ estĂĄ “na agenda de Cantanhede hĂĄ muito tempoâ€?.

33325

entre 2014 e 2020 vĂŁo ser canalizados para este domĂ­nio. “Reforçar a competitividade econĂłmica ĂŠ a prioridade em termos de utilização dos fundos europeusâ€?, sustentou. â€œĂ‰ fundamental ultrapassar o perĂ­odo mais difĂ­cil da nossa histĂłria democrata, sendo certo que a consolidação orçamental nĂŁo ĂŠ um Ă€PHPVLPDVXPPHLRSDUD atingir uma sociedade mais sustentada e justaâ€?, declarou, acrescentando que “sem consolidação orçamental nĂŁo hĂĄ crescimento econĂłmicoâ€?.

PUBLICIDADE

Agrupamento de Escolas Finisterra, Cantanhede Oferta Educativa e Formativa 2013/2014 Jardim de Infância

Ensino BĂĄsico do 1.Âş ao 9.Âş Ano

Com protocolo: Protocolo com o Instituto de Educação e Cidadania (IEC) Os alunos da AEF poderão frequentar gratuitamente os cursos avançados experimentais promovidos trimestralmente pelo IEC e ministrados por professores e investigadores das universidades e institutos de investigação FLHQWt¿FDFRPTXHPR,(&WHPSDUFHULDV¿FDQGRFRPDFHVVRDFHUWL¿FDGRVGHHVWXGRVDYDQoDGRVH[SHULPHQWDLV em åreas como a Biologia Molecular, Biotecnologia, Microbiologia, Física, Química, Neurociências, Matemåtica Aplicada e Humanidades e Ciências Sociais.

33318

Protocolo com o Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra (ISCAC) &XUVRGHHVSHFLDOL]DomRWHFQROyJLFD &(7 LQIRUPiWLFDHJHVWmRIRUPDomRSyVVHFXQGiULDQmRVXSHULRUTXHYLVD FRQIHULUTXDOL¿FDomRGHQtYHO Protocolo com o IEFP &XUVRVGHDSUHQGL]DJHPWpFQLFRDX[LOLDUGHVD~GHHWpFQLFRGHPXOWLPpGLD

‡ZZZ¿QLVWHUUDHVFDQWDQKHGHSW 33318

volvimento Social, programa que permitirĂĄ reforçar a intervenção social no concelho. Na cerimĂłnia, o ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Poiares Maduro, elogiou o “patamar de crescimento e bem-estarâ€? do concelho e reconheceu o “desenvolvimento consistente da regiĂŁo na ĂĄrea tecnolĂłgicaâ€?. Segundo o representante do Governo, a aposta na competitividade econĂłmica ĂŠ fundamental para o paĂ­s sair da crise, razĂŁo porque, concretizou, os fundos europeus


Materiais de Construção

Loja: Rua do Brasil, 486/488 - Coimbra Telef.: 239 711 080 - Fax: 239 712 079 Armazém: Vila Franca, Pinhal de Marrocos (junto ao Pólo II da UC) www.armazenscalhabe.com e-mail: comercial@armazenscalhabe.com

ABC

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

33291

01

EXPOFACIC

33020

14


01

QUINTA-FEIRA

EXPOFACIC

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

15

www.campeaoprovincias.pt

Acção de solidariedade

Apesar da crise

Coração Delta apoia bombeiros de Cantanhede

3~EOLFRPDQWpPVHĂ€HO Ă  feira de Cantanhede BENEDITA OLIVEIRA

A 23.ÂŞ edição da EXPOFACIC arrancou com o “pĂŠ direitoâ€? e promete UHJLVWDUXPDDĂ XrQFLDPXLto superior aos 400 000 visitantes. “O primeiro dia foi um dos melhores de sempreâ€?, garantiu PatrocĂ­nio Alves, presidente do Conselho de Administração (CA) da INOVA. O responsĂĄvel pela empresa municipal, que orga- O recinto dos espectĂĄculos enche-se diariamente de entusiastas com niza o certame em parceria o cair da noite com a Câmara Municipal de Cantanhede, destacou DHQRUPHDĂ XrQFLDGRS~- PontapĂŠs. A mĂ­tica banda enquadrou a presença na sĂŁoâ€?. Os Azeitonas, por sua blico ao certame, realçando liderada por Quim deu EXPOFACIC numa tra- vez, destacaram que em que tudo indica que a feira duas horas de concerto, dição que mantĂŠm com Cantanhede encontraram FRQĂ€UPDQGR R H[FHOHQWH assinalĂĄvel gosto e com um “espĂ­rito prĂłprio e um vai ser mais um sucesso. “Esta ĂŠ a melhor feira momento que atravessam. elevado grau de exigĂŞncia. pĂşblico particular, apreciaEm declaraçþes aos Segundo o cantor natural dor de boa mĂşsicaâ€?. de sempre no cuidado com Pelo mesmo diapasĂŁo os pormenores, sendo as jornalistas, ZĂŠ Pedro con- de Pampilhosa da Serra, o ĂĄreas verdes exemplo da siderou o concerto em respeito pelos fĂŁs leva-o a alinhou PatrocĂ­nio Alves que qualidade que garantimos Cantanhede como “um dos preparar cada espectĂĄculo sublinhou que a comissĂŁo melhores, senĂŁo o melhorâ€? com um cuidado espe- executiva estĂĄ a “consolidar nesta ediçãoâ€?, comentou. cial, desde os mĂşsicos ao a segunda-feira como um dia A qualidade do evento do ano. igual aos restantes dias de foi, aliĂĄs, um dos aspectos duração do certameâ€?. Isto, destacados pelo ministro d O concerto dos Xutos e PontapĂŠs porĂŠm, “nĂŁo se faz sem o Poiares Maduro, que apĂłs p ĂŠ mais um exemplo da dinâmica apoio e a participação do a inauguração, e em declaa excepcional da EXPOFACIC pĂşblico que passou um atesraçþes Ă  EXPOFACICTV, p WDGRGHFRQĂ€DQoDjFRPLVVmR considerou a feira de CanW Sem revelar nĂşmeros, o alinhamento dos temas. executivaâ€?, acrescentou o tanhede como um “exemplo do combate Ă  criseâ€? que presidente do CA da Inova JĂĄ na segunda-feira, um dia responsĂĄvel. A par das tasquinhas, a importa enaltecer. â€œĂ‰ uma confirmou que a adesĂŁo pouco fĂĄcil para qualquer do pĂşblico estĂĄ a ser fran- evento, subiu ao palco da exposição de aves exĂłticas IHLUDH[HPSODUÂľDĂ€UPRX Tal qual Richie Camp- camente positiva e que o EXPOFACIC Carminho e e o circuito de karting, bem bell e Pete Tha Zouk, que concerto dos Xutos e Pon- RV $]HLWRQDV TXH Ă€FDUDP como o picadeiro, jĂĄ entraactuaram logo na primeira tapĂŠs ĂŠ “mais um exemplo agradavelmente surpreen- ram na rotina dos visitantes QRLWH-RVp&LGFRQĂ€UPRX da dinâmica excepcionalâ€? didos com a dimensĂŁo da GRFHUWDPHFRQĂ€UPDQGR-se como apostas ganhas feira. que a EXPOFACIC conti- da EXPOFACIC. Carminho, aliĂĄs, nĂŁo pela comissĂŁo executiva. No dia de actuação de nua em grande e recomenNum ano sensĂ­vel do da-se. Satisfeito com a ade- Tony Carreira, domingo, a escondeu a ansiedade pela sĂŁo entusiasta do pĂşblico, “romariaâ€? voltou a repetir- subida “a um palco que ĂŠ jĂĄ ponto de vista econĂłmico, o cantaautor, que venceu -se, com os fĂŁs a chegarem uma referĂŞncia nacionalâ€? e, R S~EOLFR PDQWpPVH Ă€HO festivais e representou o bem cedo para assegurarem alĂŠm do “calorâ€? do pĂşblico, ao certame de Cantanhede, paĂ­s na EurovisĂŁo, disse que o melhor lugar em frente elogiou “a vontade da equi- respondendo em massa ao pa que cria as condiçþes esforço dos expositores, se sentiu “em casaâ€?, con- ao palco. Em declaraçþes aos para que seja possĂ­vel uma patrocinadores e organifessando que “se morresse jornalistas, Tony Carreira feira/festa com esta dimen- zação. amanhĂŁ, morreria felizâ€?. Milhares tambĂŠm Junte um seguro esg otaram de vida e um seguro a ĂĄrea prinde poupança. cipal de esSubscreva um Liberty Futuro Feliz! pectĂĄculos VITOR MANUEL FERREIRA DOS SANTOS no sĂĄbado, CONSTRUĂ‡ĂƒO CIVIL E ESTRUTURAS PARA EVENTOS aquando da No agente: actuação na Tocha Rua D. Manuel Bastos Pina, 5 C/v 3000-257 COIMBRA do Xutos e Telm. 963 081 997

A Associação Coração Delta, atravĂŠs dos colaboradores do Departamento de Coimbra da Delta CafĂŠs, estĂĄ a vender “Bombeiros mĂĄgicosâ€? na EXPOFACIC. O objectivo ĂŠ apoiar os Bombeiros VoluntĂĄrios de Cantanhede. Na sequĂŞncia da participação da Delta CafĂŠs na 23.ÂŞ Edição da Expofacic, o sentido de responsabilidade do social do Grupo Nabeiro volta a estar presente atravĂŠs desta acção da Associação do Coração Delta. $WpDRĂ€QDOGRFHUWDPH poderĂŁo ser adquiridos “Bombeiros mĂĄgicosâ€? pelo valor de dois euros, nos vĂĄrios pontos onde a Delta CafĂŠs estĂĄ presente. O valor angariado reverterĂĄ, na totalidade, a favor dos Bombeiros VoluntĂĄrios de

Cantanhede. No Ăşltimo dia da feira, domingo, 4 de Agosto, Ă s 18h15, serĂĄ feita a entrega do cheque com o valor angariado, com a venda dos “Bombeiros MĂĄgicosâ€?, aos Bombeiros de Cantanhede, no Espaço Delta. Antes disso, no PavilhĂŁo dos Bombeiros VoluntĂĄrios instalado no certame, decorre a partir das 15h30, o “Dia Deltaâ€?. No âmbito desta iniciativa serĂĄ realizado um workshop sobre o portfĂłlio Delta/ Adega Mayor/ Produtos Complementares, com demonstraçþes dos baristas “GrĂŁo Mayorâ€?, prova de vinhos Adega Mayor e degustação de produtos. Esta iniciativa ĂŠ GHVWLQDGDDSURĂ€VVLRQDLVGR canal Horeca.

No âmbito do Dia do Empresårio

Camilo Lourenço intervÊm VREUHGHVDÀRVGDVHPSUHVDV O Dia do Empresårio, promovido no âmbito da EXPOFACIC pela Associação Empresarial de Cantanhede, realiza-se hoje, dia 1 de Agosto, no auditório da Biblioteca Municipal de Cantanhede. Este ano, a iniciativa tem FRPRPRWH´2VGHVDÀRVGDV empresas portuguesas num momento de crise� e tem como principal orador convidado Camilo Lourenço, jornalista de economia, especialista em assuntos económicos na TVI, grupo MÊdia Capital. A abertura, prevista para as 17h00, estå a cargo de Luís Roque, presidente da direcção da Associação Empresarial de Cantanhede.

Segue-se a intervenção de Pedro Amaro, deleg ado Regional do Centro do Instituto de Empreg o e For mação Profissional (IEFP), que vai apresentar as medidas de estímulo e apoio à economia deste organismo público. Às 17h45 estå prevista a intervenção de Camilo Lourenço, após a qual se segue um momento de debate. A encerrar intervÊm João Moura, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede. Os convidados vão jantar à EXPOFACIC, seguindo-se uma visita guiada ao certame.

33455

PUBLICIDADE

Antero Paiva

Telef./Fax: 239 832 229 - Telem.: 914 009 392

PUBLICIDADE

Carlos Miguel deConstrutor OliveiraCivilPenetra 33418

33457

Telem.: 968 726 292 - Rua Sta. Teresinha, n.Âş 27 SERREDADE - 3060-354 FEBRES

33460

EFECTUA: - Todo o tipo de acabamentos (Interior e exterior) - Qualquer pintura da Construção Civil - Isolamentos - terraços

Rua JosĂŠ Gomes Duarte Ribeiro | Cercal 3130-061 Soure Tlf. e Fax 239 641 703 | e-mail: higicastanheira@gmail.com


01

EXPOFACIC

16

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Sete artistas vĂŁo ainda passar pelo palco 1

Certame em contagem decrescente A EXPOFACIC jå vai com sete dias de festa, mas ainda são muitos os motivos para visitar o certame de Cantanhede. Pela maior feira-festa da região, e porventura do país, vão continuar a passar nomes sonantes do panorama musical internacional, com destaque para a actuação do músico e compositor brasileiro Gabriel, o Pensador, que sobe ao palco principal jå amanhã, dia 2 de Agosto, às 22h30, e dos Keane, banda cabeça de cartaz que actua no såbado, dia 3 de Agosto, um dia antes do encerramento do certame. Hoje à noite, a partir das 22h30, sobe ao palco principal a mais conhecida banda da cidade de Cantanhede, Squeeze Theeze Pleeze. Segue-se o espectåculo dos rappers portugueses Expensive Soul, a partir das 24h00. Amanhã, sexta-feira, dia 2, actua, pela primeira vez no

Expensive Soul

Liquideep

recinto da EXPOFACIC, o músico e compositor brasileiro Gabriel, o Pensador. O concerto estå marcado para as 22h30. A partir das 00h00 actua o DJ e produtor português Mastiksoul. No såbado, dia 3, a organização espera outra das maiores enchentes, por conta da actuação dos britânicos Keane. O grupo liderado por Tim Rice-Oxley lançou em

Gabriel o Pensador

Rui Veloso

Keane

2012 ĂĄlbum “Strangelandâ€?, cujo primeiro single, “Silenced by the Nightâ€?, se tornou um “hitâ€? em vĂĄrios paĂ­ses. A generalidade da crĂ­tica comparou este Ăşltimo trabalho ao disco da consagração, “Hopes and Fearsâ€?, lançado em 2004, com o qual a banda ganhou notoriedade mundial e conquistou vĂĄrios prĂŠmios, entre os quais dois Brit Awards, com os temas “Everybody's Changingâ€?

Mastiksoul

e “This Is The Last Timeâ€?. Formados por Tim Rice-Oxley (principal compositor), Tom Chaplin e Richard Hughes, os Keane cultivam uma sonoridade singular e distintiva que segundo os prĂłprios tĂŞm vĂĄrias influĂŞncias, desde os Beatles aos U2, dos Oasis aos R.E.M., passando pelos The Smiths, Radiohead, Queen e Paul Simon, entre outros. Depois dos Keane, sobe

ao palco 1 a dupla de produtores ingleses Liquideep, a partir das 24h00. No dia dos Keane, a entrada custa nove euros. Nos restantes dias, o bilhete custa 3,5 euros. A animação no derradeiro dia do certame, domingo, dia 4 de Agosto, estå por conta do português Rui Veloso. O músico e compositor actua a partir das 23h15.

Considerado por muitos como o pai do rock portuguĂŞs, movimento musical surgido no inĂ­cio da dĂŠcada de 80, Rui Veloso ĂŠ um dos maiores principais nomes da mĂşsica portuguesa. Cantor, compositor e guitarrista, Rui Veloso ĂŠ considerado internacionalmente como o mais autĂŞntico bluesman portuguĂŞs. A sua obra ĂŠ notĂĄvel e foi jĂĄ reconhecida pelo Estado portuguĂŞs. O Presidente da RepĂşblica MĂĄrio Soares atribuiu-lhe a GrĂŁ-Cruz da Ordem do Infante, em 1992. Em 2006, foi elevado a Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, por Jorge Sampaio. O cantor ĂŠ responsĂĄvel por muitas das cançþes que fazem parte do imaginĂĄrio portuguĂŞs, como “Chico Fininhoâ€?, “Porto Sentidoâ€?, “NĂŁo HĂĄ Estrelas No CĂŠuâ€?, “Sei de Uma Camponesaâ€?, entre outros tantos ĂŞxitos.

Frutas e bebidas destacam-se do cardĂĄpio

Artistas preocupados com ambiente Os Keane, banda britânica que actua no próximo såbado, dia 3, na EXPOFACIC, solicitaram à organização a colocação de mini-ecopontos nos camarins, para que eles próprios possam fazer a reciclagem dos resíduos. Os britânicos foram os únicos artistas a fazer semelhante pedido.

No que respeita a alimentação, os Keane tambÊm revelam preocupação com o ambiente e saúde. Para o pequeno-almoço, os músicos pediram saladas, chouriço, bacon e ovos de galinha do campo. Para as principais refeiçþes, solicitaram vegetais confeccionados na hora, fazendo

uma menção expressa de que excluem qualquer comida requentada, acompanhados por sumos naturais. Mel de boa qualidade, tåbua de bananas, frutos vermelhos, manga, morangos, uvas sem grainhas e amoras pretas, oito garrafas de cerveja orgânica, leite de vaca, vinho tinto de Cantanhede e um espelho de

corpo inteiro tambĂŠm consta das solicitaçþes. Gabriel o pensador, que actua amanhĂŁ, dia 2, foi outro dos artistas cujas “exigĂŞnciasâ€? de catering tambĂŠm se destacaram dos demais. Salgados, bolos diversos e bolos em miniaturas, mel, coca-cola, red bull, fruta, entre a qual maracujĂĄs, 48 latas de cerveja Sagres, vinho tinto

e sumo de laranja compĂľem a lista de pedidos, sendo que a alimentação vai ser â€œĂ  listaâ€?. De referir que o palco principal tem 20 metros de abertura, 15 metros de profundidade e duas abas laterais de 2,5 metros cada. Por trĂĄs do palco hĂĄ uma ala a todo o comprimento, que dĂĄ acesso Ă s zonas de serviço e camarins.

Este palco Ê completamente independente da rede elÊctrica, sendo alimentado por geradores de grande potencia. Na iluminação estão a ser utilizados 60 robôs, que perPLWHPFRQÀJXUDo}HVGLVWLQWDV para que cada artista possa escolher a seu gosto. O som Ê distribuído por 56 colunas.

PUBLICIDADE

‡&tQLFD*HUDO ‡3VLFRORJLD ‡7HUDSLD)DPLOLDU ‡1HXURORJLD ‡'HUPDWRORJLD ‡(QIHUPDJHP

CONSTRUĂ‡ĂƒO CIVIL E OBRAS PĂšBLICAS Tlm. 919 526 318 - Rua da Areia, 83 - Sepins - 3060-537 Cantanhede

AQUECIMENTO CENTRAL (Caldeiras JUNKERS)

Rua Vale NabĂ´a NÂş 9 AnaguĂŠis - AlmalaguĂŞs - Coimbra - Tel./Fax 239932415 - Tlm. 917645494/5

33456

ENERGIA SOLAR (PainĂŠis solares JUNKERS)

Visite-nos na Expofacic

Sede: Vale da Ursa - Serpins - 3200 LousĂŁ Loja: Rua General Humberto Delgado, n.Âş 10 - B - 3200-217 LousĂŁ Telef.: 239 971 791 Fax: 239 971 649 Telem.: 914 595 874 / 918 539 356

33269

33289

Rua da Fonte Nova, 200 r/c 3060-284 CovĂľes Contactos: 965 167 110 e 939 959 853

Eva e Miguel — Construçþes —

33452

‡0HGLFLQD'HQWiULD ‡$QiOLVHV&OtQLFDV ‡2UWRSHGLD ‡&DUGLRORJLD ‡(OHFWURFDUGLRJUDPDV ‡*LQHFRORJLD ‡3HGLDWULD

HORĂ RIO: 2ÂŞ a 6ÂŞ Feira 10h00 Ă s 13h00 e das 14h00 Ă s 19h00 SĂĄbados das 10h00 Ă s 13h00

Rua Dolmen das Carniçosas, 53 - Serra das Alhadas - 3090-427 Alhadas Telem.: 916 685 167 - marcomarianadomingues@gmail.com

33285

ClĂ­nica MĂŠdica e DentĂĄria de CovĂľes

Tacos, Parquets - Lamparquets Parquetonis - Soalhos Flutuantes Fornecimento e aplicação - Afagamentos - Envernizamentos 33454

Visite o nosso stand na Expofacic de 25 de Julho a 4 de Agosto. Visite Sepins!

SaĂşda os habitantes da freguesia e convida a visitar o Bolho na altura da Expofacic

33293

Freguesia de Sepins


01

QUINTA-FEIRA

VILA NOVA DE POIARES

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

17

www.campeaoprovincias.pt

Romaria e festa dura trĂŞs dias

'LÀFXOGDGHVGDYLGD OHYDPGHYRWRVDSHGLUDMXGDGLYLQD Em tempos de agruras, hå cada vez mais devotos a pedir a Nossa Senhora das Necessidade intervenção

divina, que possa ajudar a amenizar as dificuldades. Durante trĂŞs dias, milhares de pessoas deslocam-se a Vila Nova de Poiares para cumprir com a promessa

Programa Såbado (dia 10) 21h30 – Missa vespertina na capela 22h30 – Início do arraial com a actuação de Anabela e as Top Girls 23h30 – Actuação dos artista Lucas & Mateus Domingo (dia 11) 10h00 – Chegada da Filarmónica Santanense 11h30 – Missa na igreja matriz com celebração de baptismo 17h00 – Missa solene com homilia, seguida de procissão com a imagem de Nossa Senhora das Necessidades 22h00 – Abertura do arraial e actuação do grupo de baile Gomape Music 23h30 – Actuação de Rui Bandeira Segunda-feira (dia 12) 19h00 – Missa na capela da Irmandade de Nossa Senhora das Necessidades 22h00 – Actuação da banda KM2 23h30 – Actuação do artista Tiago Maroto

feita, aproveitando a ocasiĂŁo para rever amigos e familiares. Romaria de grande tradição, a festa em honra de Nossa Senhora das Necessidades realiza-se de 10 a 12 GH $JRVWR MXQWDQGR Ă€OKRV da terra e forasteiros no largo da capela onde se encontra a imagem da santa. Ă€ Irmandade da Senhora das Necessidades – MisericĂłrdia de Vila Nova de Poiares estĂĄ confiada, estatutariamente, a realização de cariz religioso. Associando-se Ă  festa, o MunicĂ­pio garante a contratação de cantores e bandas populares que ajudam a animar o arraial. â€œĂ‰ um ano de contenção e nĂŁo nos fica mal a modĂŠstia, dando prioridade Ă s carĂŞncias das pessoas e ao serviço aos utentesâ€?, lembra JosĂŠ Pedroso Carvalho, provedor da MisericĂłrdia. Contudo, o responsĂĄvel da instituição reconhece que,

“este ĂŠ um momento que confraternização, convĂ­vio e amizade que junta os poiarenses e aqueles que vĂŞm cumprir as sua promessasâ€?. A vertente religiosa da festa em honra de Nossa Senhora das Necessidades tem o momento mais signiĂ€FDWLYRQRGRPLQJR GLD  Ă  tarde, com a realização da procissĂŁo que leva a imagem da padroeira do concelho pelas ruas da vila, acomSDQKDGD GH LQ~PHURV Ă€pLV representaçþes das igrejas e capelas locais e elementos GDVĂ€ODUPyQLFDV)UDWHUQLGD-

Imagem de Nossa Senhora das Necessidades sai Ă s ruas em procissĂŁo no segundo domingo de Agosto

de Poiarense e Santanense, com guarda de honra pelos Bombeiros Voluntårios de Vila Nova de Poiares e a colaboração do Agrupamento de Escuteiros. Lucas & Mateus, Rui Bandeira e Tiago Maro-

to sĂŁo os artistas que, este ano, se destacam no cartaz musical do arraial popular, que se compĂľe com tasquinhas, barracas de farturas e uma quermesse, convidando quem vier por bem e se quiser juntar Ă  festa.

PUBLICIDADE

Irmandade de Nossa Senhora das Necessidades MISERICÓRDIA DE POIARES Uma Instituição dedicada ao desenvolvimento social, ao apoio à 3.ª idade, lar de idosos, centro de dia e apoio domiciliårio. 5HDELOLWDomR¿VLRWHUDSLDHXQLGDGHGHFXLGDGRVFRQWLQXDGRVGHVD~GH Acordo com ARS e Centro Distrital de Segurança Social do Centro

33359

G. B.

MAIORCA De 07 a 11 de Agosto

)LQGDJULPFRPP~VLFDWDVTXLQKDVGHVĂ€OHVGHEXUURVELFLFOHWDVHPRWRV Dia 7 (Quarta) K²'HVĂ€OHGH0RWRV 0DLRUFD0RQtemor-Fig. Foz-Maiorca). 19h30 – SessĂŁo solene no PalĂĄcio Conselheiro Lopes Branco. 20h00 – Inauguração da Findagrim. 21h00 – Orquestra Ligeira de Santo Amaro da Boiça. 22h00 – Grupo de Dança “Anjos D’ Azulâ€? (Ferreira-a-Nova). 23h00 – EspectĂĄculo com Quim Barreiros. Dia 8 (Quinta) 20h30 – Aula de Zumba do NĂşcleo Cruz Vermelha de Maiorca. 21h00 – Escola de Dança da Casa do Povo de Maiorca. 21h00 – Grupo de Dança “Mod Niceâ€? do CDR Arneiro de Fora. 22h00 – Rancho FolclĂłrico “As Cantarinhas de Buarcosâ€?. 23h00 – Baile com o conjunto “DiapasĂŁoâ€?. Dia 9 (Sexta) 21h00 – Banda FilarmĂłnica Maiorquense. 22h00 – Rancho FolclĂłrico e Regional do Seixo (Montemor-o-Velho). 23h30 – EspectĂĄculo com Toy e sua banda. Dia 10 (SĂĄbado) 21h00 – Grupo de Cantares da Casa do Lavrador, da Associação Desportiva dos

Casais. 22h00 – Grupo de Dança “Onda Jovemâ€?, do Oucofra (PaiĂŁo). 22h30 – Concurso de Aventais. 23h00 – Concurso de Potes. 23h30 – EspectĂĄculo com Emanuel e a sua banda. Dia 11 (Domingo) 11h00 – Missa campal no Parque do Lago. K²'HVĂ€OHGH&DUURoDV7UDGLFLRQDLV com a animação a cargo da: Fanfarra dos Bombeiros VoluntĂĄrios da Figueira da Foz, Grupo de Caretos da Lagoa de Mira, Grupo de Bombos “Os Maravilhasâ€? de Viseu, Grupo Feminino de Gaitas de Fole “Girafolesâ€? de Viseu. 18h00 – Grupo de Bombos “Os Maravilhasâ€? de Viseu. 18h15 – Grupo Feminino de Gaitas de Fole “Girafolesâ€? de Viseu. 18h30 – Grupo de MĂşsica Tradicional “Fura-Furaâ€?. 19h30 – Concerto com JoĂŁo Gentil e LuĂ­s Formiga. 21h00 – Grupo de Dança BWS, com katia Maricato, do Bom Sucesso. 22h30 – Baile com o conjunto “Chave D’Ouroâ€?. 00h00 – CerimĂłnia de encerramento das festas.

de colaboração que caracteriza a parceria activa com os agentes económicos e as instituiçþes sócio-culturais, permitindo criar sinergias TXHà XtUDPSDUDRVXFHVVRGH todos nas ediçþes anteriores�. A Tenda de DJ's, no Parque do Lago de Maiorca, serå animada por Sara Sousa

(dia 08), LuĂ­s Rock (dia 09) e Anthony.A (dia 10). A animação de rua tem o seguinte programa: Velha Guarda, de Quiaios (dia 07); Escola de Samba “A Rainhaâ€?, de Buarcos (dia 08); Pifaradas e Gaitadas de Ă lvaro Pessoa, de Unhais da Serra (dia 09); Velha Guarda (dia 10).

A 12.ª edição do desfile de carroças tradicionais serå no domingo (dia 11)

PUBLICIDADE

CONTABILIDADE E AFINS, LDA. Rua das Lamas, 26, 1.Âş Dt.Âş - FIGUEIRA DA FOZ Telef.: 233 424 112 - Fax: 233 429 713 Email: gabitecom@mail.telepac.pt

AGĂŠNCIA FUNERĂ RIA MAIORQUENSE, LDA. Rua do Norte, 5 3090-476 MAIORCA Telem. 963 635 555

33286

Programa

A edição de 2013 da Feira Industrial, Comercial e AgrĂ­cola de Maiorca – Findagrim vai realizar-se, de 07 a 11 de Agosto, nesta vila do concelho da Figueira da Foz, no Parque do Lago, com cerca de 25 000 metros quadrados de dimensĂŁo. Tasquinhas, artesanato, espectĂĄculos, exposiçþes, desporto, uma tenda com GM VRžGHVĂ€OHGHFDUURoDV tradicionais e de bicicletas DQWLJDVRXWURGHVĂ€OHGHPRWRVVmRDWUDFWLYRVVXĂ€FLHQWHV reforçados pelas actuaçþes de Quim Barreiros (dia 07), DiapasĂŁo (dia 08), Toy (dia 09), Emanuel (dia 10) e Chave D'Ouro (dia 11). Nas palavras do presidente da Junta de Freguesia de Maiorca, Filipe Humberto Dias, “mantĂŠm-se o espĂ­rito


COMÉRCIO E SERVIÇOS

18

www.campeaoprovincias.pt

01

QUINTA-FEIRA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Telef./Fax: 239 629 021 Telem.: 916 656 266 rui.castelo@sapo.pt EN 111 - TentĂşgal

Fiat Doblò DOBLO MAXI

Fiat Grande Punto M-JET Free (75 cv)

33015

R. 25 de Abril, n.Âş 8 A R/C - 3150-147 Condeixa-a-Nova Telem.: 911 100 551 - www.facebook.com/pingodegente.moda

33356

Representante das Marcas

REMODELA ÇÕES GERA APARTA IS MENTOS - MO RADIAS

33117

FUNERĂ RIA BORRALHO

Mediação 3UR¿VVLRQDO de Seguros

Atendimento Permanente 239 820 560

Mediação Seguros, Lda. 33189

Rua Dr. AntĂłnio JosĂŠ Almeida, 329 - Loja 10 3000-045 Santo AntĂłnio dos Olivais - Telef.: 239 482 571 - Fax: 239 484 722 Telem.: 917 364 834 - sergio@sergiomaldonado-seguros.pt

A TABACARIA

Coloraçþes e Madeixas - Alisamento tÊrmico sem formol Madeixas Californianas Texturizaçþes e Cargas de Queratina

Zona Industrial S. Miguel 3350-214 V.N. Poiares Telef. 239 423 028 Fax: 239 422 943 E-mail: geral@cipabe.pt www. cipabe.pt

CARLOS ALBERTO LOBO DOS SANTOS

J. BERNARDES CORREIA MÉDICO ESPECIALISTA

Medicina Interna Medicina Cardiovascular e Metabólica (Obesidade; Diabetes; Hipertensão; Colesterol) Medicina do Trabalho Avaliação de Incapacidades para o Trabalho

Largo da Cruz de Celas nº 9 - 2º andar, salas 16 e 18 Coimbra Tf: 239 482 428 – Tms 967 002 047 ; 914 678 123

CENTRALCAMPAS

RESTAURAMOS MÓVEIS ANTIGOS E TAMBÉM EFECTUAMOS MUDANÇAS

Campas a partir de 800\ P LIGHTING, LDA. - ILUMINAĂ‡ĂƒO Estrada de Eiras - Lote 5 - ArmazĂŠm 7 - Apartado 8058 3020-265 Coimbra - Telef.: 239 496 845 - Fax: 239 496 846 Telem.: 916 135 999 - info@plighting.pt Flial: Rua JosĂŠ Cardoso Pires, 2 - Quinta da Lameira 3400-114 Oliveira do Hospital - Fax: 238 604 122 Telem.: 912 622 586 - o.h.info@plighting.pt

eurocampas@gmail.com - www.centralcampas.com 33268

33148

FABRICAMOS TODO O TIPO DE MÓVEIS POR MEDIDA 5283(,526‡&2=,1+$6‡0�9(,6:& MÓVEIS DE QUARTO, SALA DE ESTAR/JANTAR (67$17(6‡(6&$'$6‡3257$6‡-$1(/$6‡3257$'$6‡52'$3e(7& Telef.: 239 912 972 - Telem.: 910 575 208 - 910 575 209 carpintarianunoenuno@gmail.com - Travessa de S. TomÊ, 31 - 3050-079 Barcouço

Fabricamos todos os artigos de arte funerĂĄria. Assentamos em todo o paĂ­s: Campas, Jazigos, Foto-porcelana, LĂĄpides, Esculturas, etc

www.plighting.pt

caixilharia e construção metålica, lda.

Revendedor de Combustíveis Venda e Serviço de Pneus de todas as Marcas Lavagens Automåticas e Manuais

Tlf. 239 431 875 | Fax: 239 436 126 | Tlms. 966 828 900 / 966 828 901 Rua da Pontinha, n.Âş 18 | Alcarraques | 3025-013 Coimbra jcgomes.alu@gmail.com

EN 1 - Malaposta - 3780-294 Malaposta Telef.: 231 510 390

33066

SISTEMAS EM ALUM�NIO SERVIÇOS EM INOX | SERRALHARIA CIVIL ESTRUTURAS E COBERTURAS

Expo: Pero Pinheiro - 219 671 051 - 966 279 372 Expo: Alenquer, Altas MarĂŠs - 263 799 147 - 966 279 342 Expo: Oliveira do Hospital - 966 279 403 )iEULFD=,GH0LUD

Jorge Manuel Ribeiro Marques

Manuel dos Santos Campolargo e C.ÂŞ Lda.

Electricista / Canalizador / Paineis Solares / Instalação de TDT Aquecimento e Aspiração Central 33405

Carpintaria Nuno & Nuno, Lda.

Telef.: 239 10 49 49 - Urb. do Lagar, Lt. 4, Lj. 1 Santa Clara - 3040-002 COIMBRA tecniartecabeleireiro@gmail.com

OP

SERVIÇO DE ESTUQUES E PINTURA

TELEM.: 912 540 354 - VALE DE VAĂ?DE 3350-109 VILA NOVA DE POIARES

Catarina Carvalho T. 964 821 944

33266

Centro Comercial FĂłrum Coimbra - Loja 048A Telef.: 239 810 600 - Email: santosdetalhes@sapo.pt

Rua Dr. AntĂłnio JosĂŠ de Almeida, 185 3000-044 Coimbra

33207

TABACO VENDA DE JORNAIS E REVISTAS BRINDES - EUROMILHĂ•ES E JOGOS SANTA CASA

Agora com novo horĂĄrio mais alargado: de 2.ÂŞ a 6.ÂŞ das 8:30h Ă s 13h e das 14h Ă s 18:30h SĂĄbados: 8:30h Ă s 13h

33127

Avenida Fernando Namora, 33 - GA 3030-185 Coimbra claudionevesreparacoes@gmail.com

33128

969 887 700 | 912 840 200

UMA UNIĂƒO PARA TOTAL SATISFAĂ‡ĂƒO DO CIDADĂƒO

33138

239 716 340

33406

DOMICĂ?LIO

Rua da Inculca, n.Âş 1 - 3150-020 Anobra - Telem.: 918 283 636 www.jorgemarques.pt

33253

REPARAÇÕES AO

PLADUR PINTURAS CILINDROS CANALIZAÇÕES ESQUENTADORES PARQUET FLUTUANTE ESTORES - CALAFETAĂ‡ĂƒO ELECTRODOMÉSTICOS


01

QUINTA-FEIRA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

EMPRESAS & NEGĂ“CIOS Pedrulha

Padaria Pastelaria Seara Doce com nova gerĂŞncia ABERTURA 11 de Julho de 2013 GERĂŠNCIA JoĂŁo Coelho MORADA Rua 1Âş Maio 194, r/c, D, 3000 Coimbra

BENEDITA OLIVEIRA

Um sonho tornado realidade ĂŠ como JoĂŁo Coelho, SDVWHOHLUR GH SURĂ€VVmR FRmenta a abertura da Padaria Pastelaria Seara Doce, na Pedrulha. A trabalhar desde os 14 anos de idade, o pasteleiro, conta, sempre quis estabelecer-se por conta prĂłpria no sector. “Fui adiandoâ€?, confessa, atĂŠ que surgiu a “oportunidade idealâ€?. “Gostei do sĂ­tio e como

nĂŁo hĂĄ nada Ă  volta, resolvi arriscarâ€?, acrescenta JoĂŁo Coelho. Fechada hĂĄ cinco meses, a pastelaria, ampla e equipada, ganhou nova vida. AlĂŠm de bolos, o pasteleiro faz pĂŁo. Mas quando a procura ĂŠ muita, pede ajuda a um padeiro. FuncionĂĄrias a tempo inteiro tem duas, mas a expectativa ĂŠ criar mais um posto de trabalho jĂĄ a partir de Setembro. “As pessoas tĂŞm aderido bem, embora haja ainda

O estabelecimento tem uma convidativa esplanada, com vista para os campos do Mondego

muita gente de fĂŠrias. O que interessa ĂŠ que quase todos os dias tĂŞm aparecido caras novasâ€?, refere o empresĂĄrio, manifestando-se esperançado QRDXPHQWRGDDĂ XrQFLDGH clientes apĂłs o VerĂŁo. Entre as especialidades de padaria conta-se o pĂŁo de ĂĄgua, o pĂŁo de mistura, bicos, pĂŁo de milho e girassol, de centeio e broa. Variada ĂŠ tambĂŠm a pastelaria que vai desde o convencional pastel de nata atĂŠ ao semi-frio de espinafres. “Primeiro as pessoas tendem a estranhar o facto de ter espinafres, mas quem prova gosta. A parte de cima ĂŠ Ă  base de iogurte natural, pelo que ĂŠ muito fresco e pouco calĂłrico. É o ideal para o VerĂŁoâ€?, defende o pasteleiro. A pastelaria/padaria serve ainda refeiçþes ligeiras, Ă  base de sopa e sandes. “Petiscos para jĂĄ nĂŁo estĂŁo previstos, mas se as pessoas pedirem ĂŠ algo a considerarâ€?, adianta JoĂŁo Coelho. Habituado a gerir o fabrico de bolos, o empresĂĄrio, de 41 anos, reconhece que a par-

O pasteleiro e empresĂĄrio JoĂŁo Coelho

te do cafĂŠ propriamente dito estĂĄ a ser mais “complicadoâ€?, mas com gosto e empenho, frisa, tudo se consegue. JoĂŁo Coelho ĂŠ natural de Santo AntĂłnio dos Olivais, tendo trabalhado quase sempre na Pastelaria dos Olivais. A Padaria Pastelaria Seara Doce estĂĄ aberta diariamente, entre as 07h00 e as 20h00, encerrando apenas ao domingo Ă  tarde, para descanso do pessoal. O estabelecimento tem capacidade para 46 pessoas,

sendo de destacar a convidativa esplanada, com vista para os campos do Mondego. “Se tudo correr bem, criamos mais postos de trabalho e deixamos de encerrar ao domingo Ă  tardeâ€?, sublinha JoĂŁo Coelho. Confiante no fim da conjuntura desfavorĂĄvel que atravessa o paĂ­s e a Europa, o pasteleiro acredita na viabilidade do projecto empresarial. “Estou a apostar fortemente neste negĂłcio e espero que a crise passe para o consolidarâ€?, remata.

Concurso de ideias de negĂłcio

Arrisca C estende-se ao ensino secundĂĄrio

Este ano, o concurso nacional de ideias de negĂłcio Arrisca C vai abranger tambĂŠm o ensino secundĂĄrio e WpFQLFRSURĂ€VVLRQDO QtYHO,9  Com efeito, foi criada uma nova categoria que visa estimular os jovens empreendedores nacionais a apostarem na criatividade e na ousadia antes mesmo de deixarem o liceu.

AtĂŠ aqui, o concurso era dirigido exclusivamente a estudantes ou recĂŠm-diplomados hĂĄ menos de cinco anos de qualquer instituição de ensino superior do paĂ­s que queiram colocar em prĂĄtica uma ideia de negĂłcio. As inscriçþes estĂŁo abertas atĂŠ dia 31 de Outubro. Esta edição tem como lema “Ultrapassa os limites. Arrisca!â€?.

Em cinco anos, o concurso de promoção do empreendedorismo e inovação jå distribuiu quase 400 000 euros. Na edição de 2013 vão ser distribuídos mais de 150 000 euros em prÊmios. Esta iniciativa conta com patrocinadores de destaque do tecido empresarial português, como seja a SONAE, a

Portucel/Soporcel, a FundaomR37R,$30(,R,QRY& e a Critical Software. Os 13 parceiros do conFXUVR $$&$VVRFLDomR AcadĂŠmica da Universidade GH &RLPEUD ,3&,QVWLWXWR PolitĂŠcnico de Coimbra, ,3/ ,QVWLWXWR 3ROLWpFQLFR GH /HLULD ,31 ,QFXEDGRUD  ,QVWLWXWR 3HGUR 1XQHV $&,& $VVRFLDomR

&RPHUFLDO H ,QGXVWULDO GH Coimbra, CEC-Clube de Empresårios de Coimbra, ANJE -Associação Nacional de Jovens Empresårios, L3DUTXH&RLPEUD,QRYDomR 3DUTXH%LRFDQW3DUN,'' ,QFXEDGRUD''LQLV2ELtec- Parque Tecnológico de �ELGRV H 1(5/(,  VmR liderados pela Universidade de Coimbra.

EstratÊgia de internacionalização distinguida

ISA vence prĂŠmio do BES $,6$²,QWHOOLJHQW6HQsing Anywhere foi uma das empresas galardoadas pelos 3UpPLRV ,QWHUQDFLRQDOL]Dção promovidos pelo Banco (VStULWR6DQWR %(6 HSHOR Jornal de NegĂłcios. A tecnolĂłgica de Coimbra venceu na categoria “Revelaçãoâ€?, por se ter destacado em 2012 pela abordagem inovadora e empreendedora com que se internacionalizou. $,6$WHPYLQGRDDĂ€Umar-se como um exemplo

19

www.campeaoprovincias.pt

de uma PME que cresce e cria oportunidades de negócio em novos mercados e novos sectores. Na estratÊgia da empresa, alguns dos ingredientes para um processo de internacionalização de sucesso passam por ter produtos de grande qualidade e perceber quais são os mercados onde a sua oferta tem, à partida, uma maior diferenciação. ´$ ,6$ QDVFHX Mi FRP uma perspectiva do mercado global, investimos

no desenvolvimento de produtos com a perspetiva de se comercializarem pelo mundo inteiro,� refere o UHVSRQViYHO GD ,6$ -RVp Basílio Simþes. Este prÊmio representa o reconhecimento da estratÊgia de internacionalização GD,6$HIRLDWULEXtGRSRU um júri composto pelo economista Alberto Castro, pelo director-geral da Autoeuropa, António Melo Pires, e pelo embaixador do Brasil, Mårio Vilalva.

A empresa de Coimbra ĂŠ liderada por JosĂŠ BasĂ­lio SimĂľes

B R E V E S

Ă gata Joalharia celebra 32.Âş aniversĂĄrio

A Ă gata Joalharia, nas Escadas de S. Tiago, completa este sĂĄbado 32 anos de actividade. A marca nĂŁo vai assinalar a efemĂŠride com qualquer campanha, porque, segundo frisa o empresĂĄrio AntĂłnio Cruz, pratica “preços justosâ€?. “Nunca entrĂĄmos em promoçþes ou saldos, porque fazemos questĂŁo de ter preços justos todo o anoâ€?, refere. O que diferencia a Ă gata Joalharia da concorrĂŞncia ĂŠ a “paixĂŁo com que exercemos a SURĂ€VVmRÂľ ´(X MDPDLV LULD fazer comĂŠrcio sem rosto e emoção, pelo menos em ourivesaria, que contempla os melhores momentos da vida das pessoasâ€?, acrescenta o empresĂĄrio, confessando WHU D SURĂ€VVmR PDLV ERQLWD do mundo. Sempre bem disposto, cordial e atencioso, AntĂłnio Cruz nota que o sucesso ĂŠ feito pelos clientes, que ao longo dos anos manWrPDSUHIHUrQFLDHFRQĂ€DQoD nos produtos Ă gata. Com PHLRVpFXORGHSURĂ€VVmRR empresĂĄrio norteia a sua actividade pelo rigor, qualidade e responsabilidade. A prestigiada marca tem ainda um espaço aberto na rua Ferreira Borges. As duas lojas empregam sete trabalhadores. “Hoje estamos melhores do que hĂĄ 32 anos. Somos uma referĂŞnciaâ€?, observa AntĂłnio Cruz.

Casa Pombal recebe GRLVFHUWLĂ€FDGRV de excelĂŞncia

A Casa Pombal, na “Altaâ€? de Coimbra, foi distinguida com dois certificados de excelĂŞncia, em meses consecutivos. Em Junho recebeu o galardĂŁo atribuĂ­do pelo Tripadvisor, repetindo a galardĂŁo atribuĂ­do em 2012, e em Julho foi premiada pelo sĂ­tio Booking. com. Ambos diplomas premeiam a excelĂŞncia da hospitalidade desta guesthouse, aberta desde 1993 na Alta de &RLPEUDTXHIRLFODVVLĂ€FDGD patrimĂłnio da humanidade pela UNESCO em Junho passado. De referir que estas duas referĂŞncias do turismo mundial sĂł concedem HVWHV FHUWLĂ€FDGRV DRV HVWDbelecimentos que recebem avaliaçþes dos viajantes de excelente durante um mĂ­nimo de 12 meses e apenas dez por cento das melhores empresas mundiais avaliadas sĂŁo distinguidas com estes prĂŠmios. Na Tripadvisor tem GHVHPDQWHUXPDFODVVLĂ€FDção geral mĂ­nima de quatro estrelas em cinco possĂ­veis, enquanto no Booking.com ĂŠ necessĂĄrio ter uma avaliação superior a oito num mĂĄximo de dez pontos.


01

CLASSIFICADOS / OPINIĂƒO

20

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

ImobiliĂĄrias ABC

Jamais aposentar da vida

Compra, venda e troca de prÊdios, moradias, andares, escritórios, lojas e terrenos. - MORADIA NOVA, pronta a habitar tipologia T4 com cozinha equipada, acabamentos contemporâneos, ar condicionado, recuperador de calor, terraço, no Bairro da Liberdade. Para agendar uma visita contactar 239854730/917225640/964311517. - ARRENDA ESPAÇO COMERCIAL com Wc - 18m2 Rua Infanta D. Maria, em frente ao Atrium Solum - ARRENDA LOJA com 2 pisos com årea total de 450 m2 na Rua Correia Teles (junto à Av. D. Afonso Henriques). Para mais informaçþes contactar 239854730/917225640/964311517. - Terreno para construção sito na Lousã. à rea de Construção 765 m2

à contribuição que legaram à sociedade. Na LBV não acreditamos em velhice como sinónimo de coisa deteriorada. NinguÊm Ê velho quando tem um bom e grande Ideal. Pode não mais carregar um piano, não mais passear de motocicleta, se possui, porÊm, ânimo dentro de si, Ê jovem. As pessoas a certa altura da vida precisam, com raras exceçþes, aposentar-se de seus empregos, mas não o devem fazer com relação à vida. Devem ir à luta enquanto puderem respirar. A Legião da Boa Vontade mantÊm com o seu extenso trabalho de promoção humana e social o amparo aos seniores. Nele, os idosos são tratados com muito Amor e, o que Ê melhor, aprendem que nunca Ê tarde para colaborar em prol de uma Humanidade mais feliz, pois Ê a força

CARTĂ“RIO NOTARIAL DE SĂ“NIA PEREIRA RUA JOĂƒO MACHADO, N.Âş 100,1.Âş DIREITO EM COIMBRA

EXTRACTO DE JUSTIFICAĂ‡ĂƒO

Telef.: 239 854 730 - Telem.: 917 225 640

Telef. 239 854 730 - COIMBRA

AUTOMÓVEIS NOVOS E USADOS CrÊdito atÊ 120 meses ADÉMIA - COIMBRA

32386

966 161 080 - 917 593 072

Limpa ChaminĂŠs Desentupimentos de Esgotos

Vinte e seis de julho ĂŠ o Dia dos AvĂłs. Por oportuno, apresento-lhes trechos de meu editorial na 24.ÂŞ edição da Revista LBV (Jan-Fev de 1992), publicado anteriormente na dĂŠcada de 1980, pelo jorna “Folha de S.Pauloâ€?. Vi v e m o s ĂŠ p o c a d e constante progresso material. Entretanto, nĂŁo se YHULÂżFD R FRUUHVSRQGHQWH avanço no campo da ĂŠtica e do EspĂ­rito. Resultado: males como a fome, a violĂŞncia e o desrespeito Ă  Natureza perduram. E lamentavelmente as pessoas da terceira idade tambĂŠm sĂŁo atingidas pela frieza dos sentimentos humanos. É verdadeiro crime nĂŁo se reconhecer o valor dos IrmĂŁos idosos. Neste perĂ­odo da vida, mais do que nunca se fazem merecedores do carinho e da solidariedade dos mais moços, num justo reconhecimento PUBLICIDADE

Marque a sua visita todos os dias da semana

Rua da Sofia, 175 C

917 179 115 - JosĂŠ Lopes Tempo RĂĄdio do Clube da Comunicação Social de Coimbra É nosso convidado esta semana na “COR DO SOMâ€?, tempo/rĂĄdio do CLUBE DA COMUNICAĂ‡ĂƒO SOCIAL DE COIMBRA o Dr. RUI 3$723URÂżVVLRQDOPHQWHPpGLFRSRUSDL[mRXPHPpULWRP~VLFR TXHDFRPSDQKRX=HFD$IRQVRGXUDQWHPXLWRVDQRV7HPOHYDGRR VRPGH&RLPEUDjVTXDWURSDUWHVGRPXQGR

Certifico narrativamente, para efeitos de publicação, que por escritura lavrada em vinte e seis de Julho de dois mil e treze lavrada a folhas OITENTA E QUATRO do livro de notas para escrituras diversas número SETENTA - A, ANTÓNIO VENTURA CUSTÓDIO, e mulher ISILDA RODRIGUES DE MATOS, casados sob o regime da comunhão geral, naturais ele da freguesia de Souselas, concelho de Coimbra, onde residem na Rua dos Poços, lugar de Marmeleira, e ela da freguesia de Figueira de Lorvão, concelho de Penacova, declararam ser donos e legítimos proprietårios, com exclusão de outrem, dos seguintes imóveis, todos omissos na Primeira Conservatória do Registo Predial de Coimbra: METADE INDIVISA do PrÊdio rústico, composto de terra de cultura com oliveiras com a årea de setecentos e sessenta metros quadrados, sito em Baloiro, freguesia de Botão, concelho de Coimbra, a confrontar do norte com Francisco Jorge dos Santos, do Sul com Francisco Custódio Ventura, do Nascente com Abílio Maleiro e do Poente com caminho, inscrita na matriz aquela quota-parte em seu nome sob o artigo 4429. CINQUENTA E OITO MIL NOVECENTOS E VINTE E NOVE POR CEM MIL AVOS do PrÊdio rústico, composto de terra de cultura com oliveiras com a årea de seiscentos e trinta metros quadrados, sito em Remolha, freguesia de Botão, concelho de Coimbra, a confrontar do norte com Maria de Sousa Parente e outros, do Sul com Adelino da Silva Pinto, do Nascente com Comissão Fabriqueira de Souselas e outros e do Poente com caminho de ferro, inscrita na matriz aquela quota-parte em seu nome sob o artigo 4597. METADE INDIVISA do PrÊdio rústico, composto de pinhal com a årea de mil e oitenta metros quadrados, sito em Valas, freguesia de Souselas, concelho de Coimbra, a confrontar do norte com Herdeiros de Carolina Jesus Morais, do Sul com Francisco Custódio Ventura, do Nascente com Manuel Ventura Lopes e do Poente com António Francisco Rama, inscrita na matriz aquela quota-parte em seu nome sob o artigo 3113. QUARENTA E SEIS MIL CENTO E CINQUENTA E QUATRO POR CEM MIL AVOS do PrÊdio rústico, composto de terra de cultura com a årea de duzentos e quarenta metros quadrados, sito em Soito, freguesia de Souselas, concelho de Coimbra, a confrontar do norte com Joaquim Simþes Lopes, do Sul com Maria da Conceição Lopes, do Nascente com serventia e do Poente com vala, inscrita na matriz aquela quota-parte em seu nome sob o artigo 1498. Que os imóveis acima identificados lhes pertencem por partilha judicial efectuada por óbito do pai do justifïcante marido Francisco Custódio casado que foi sob o regime da comunhão geral com Olívia Ventura, efectuada no dia vinte e seis de Junho de mil novecentos e cinquenta e seis pêlos Juízos Cíveis de Coimbra, e portanto hå mais de vinte anos, não podendo fazer-se, nesta data qualquer correspondência de artigos matriciais, uma vez que a matriz foi alterada em Coimbra posteriormente e os Serviços de Finanças não asseguram correspondência de matrizes. Que desde que a mesma foi efectuada atÊ esta data, sempre eles justificantes, usufruíram os citados imóveis, ininterruptamente à vista de toda a gente, sem oposição de quem quer que seja, com a consciência de utilizar e fruir coisas exclusivamente suas, adquiridas de anteriores proprietårios, pagando as respectivas contribuiçþes, cultivando-os, limpando-lhes o mato e retirando os seus normais frutos, produtos e utilidades. Que em consequência de tal posse, em nome próprio, pacífica, pública e contínua, adquiriram sobre os ditos imóveis o direito de propriedade por usucapião, não tendo em face do modo de aquisição, documento que lhes permita comprovar o seu direito de propriedade perfeita. Estå conforme Cartório Notarial de Coimbra, a cargo da Notåria Sónia Marisa Ramos Pereira, vinte e seis de Julho de dois mil e treze. A Notåria

EDIĂ‡ĂƒO COIMBRA www.campeaoprovincias.pt

JOSÉ DE PAIVA NETTO*

dos bons exemplos que inspira as novas geraçþes a vencerem os obstĂĄculos da existĂŞncia terrena. Idade nĂŁo dĂĄ nem tira carĂĄter a quem quer que seja. E tudo, independentemente da idade biolĂłgica, pode corrigir-se, porque o Cristo ĂŠ o mĂŠdico competente dos males do corpo e da Alma. Na LBV ĂŠ inumerĂĄvel a juventude de cabelos brancos que vibra, constrĂłi lado a lado com aqueles que – tambĂŠm trazendo dentro de si mesmo o Ideal do Amor de Deus pela Humanidade – sĂŁo ainda jovens no corpo. Aquele que ama o seu semelhante com o Amor do Cristo tem a pujança e a força interior de Sua Eternidade. Pode parecer um paradoxo. Todavia, o paĂ­s que desampara os seus idosos nĂŁo crĂŞ no futuro da sua mocidade. Que ĂŠ a nação, alĂŠm de seus componentes? Havendo futuro, os moços envelhecerĂŁo. ViverĂŁo mais. IrĂŁo aposentar-se... Uma convicção arraigada do gozo imediato das coisas ĂŠ a demonstração da descrença no amanhĂŁ. E hĂĄ os que ainda moços pensam: “Vamos viver agora, antes que tudo acabe! E os que conseguiram resistir tanto, que se lixem...â€? NĂŁo hĂĄ

exagero algum aqui. É o que tambÊm se vê. Tem-se a impressão de que alguns daqueles que desfrutam do vigor da juventude ignoram a possibilidade de alcançar a decrepitude. Mas poderão chegar lå... Não existe futuro sem moços. TambÊm, não o hå sem os idosos. Temos de aliar ao património da experiência dos mais velhos a energia dadivosa dos mais moços. (...) Lutamos por um mundo que ofereça oportunidades para todos. E isto não Ê impossível. Impossível Ê continuar como estå: a terrível paisagem das almas ressequidas pela indiferença ao Amor de Deus, como os ossos secos da visão do Profeta Ezequiel. O nosso planeta tem de receber o sopro espiritual da Vida, pois Ê rico e muito amplo, FRPHVSDoRVX¿FLHQWHSDUD todo mundo. Vovô, vovó, mamãe, papai, professoUHVQyVVHXVQHWRV¿OKRV e alunos, os amamos e precisamos ter de vocês toda a experiência, todo o sentimento, todo o carinhoso incentivo. E isto Ê essencial na Era do Apocalipse. Os tempos chegaram. (*) Jornalista, radialista, escritor e presidente da Legião da Boa Vontade – www.lbv.pt [A pedido do autor, este texto Ê publicado segundo as UHJUDVGRQRYRDFRUGRRUWRJUi¿FR@

Publicidade e Assinaturas no

Contacte Telefone 239 497 750 Fax 239 497 759 | Rua Adriano Lucas, 216 - Az. D - Eiras

(SĂłnia Marisa Ramos Pereira) CampeĂŁo das ProvĂ­ncias, n.Âş 685 de 01 de Agosto de 2013

FICHA TÉCNICA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Telefone 239 497 750 | Fax 239 497 759 | E-mail jornalcp@mail.telepac.pt Editor/Propriedade REGIVOZ, Empresa de Comunicação, Lda. Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra | NIPC: 504 753 711 Director-Adjunto Rui Avelar (responsåvel executivo por esta edição) | Gerente da Redacção JosÊ Fidalgo 239 497 750 (ext. 38) | Redacção Luís Santos (C.P. 722), Rui Avelar (C.P. 613), Benedita Oliveira (C.P. 6622), Geraldo Barros (C.P. 6555) e Luís Carlos Melo (C.P. 2555), Telefone 239 497 750 (ext. 55, 56 e 57), Fax 239 497 759 | Sede/

3020-430 Coimbra

Redacção: Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra Director Comercial Carlos Gaspar Directora de Marketing e Publicidade Adelaide Pinto 239 497 750 (ext. 27), adelaide.pinto@mail.telepac.pt Paginação e Maquetagem Nuno Miguel Peres | Impressão FIG - Indústrias Gråficas, S.A.; Rua Adriano Lucas, 3020-265 Coimbra | Distribuição VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda. R. da Tascoa, n.º 16 - 4.º Piso, 2745-003 Queluz, Telef. 214 398 500, Fax 214 302 499 Registo SRIP sob o n.º 222567; ISSN: 1645 - 2968; ICS: 122568 | Depósito Legal n.º 127443/98 Preço de cada número 0,75\ Assinatura anual 30,00\ | Tiragem mÊdia: 9.000 exemplares

Os pagamentos para o CampeĂŁo das ProvĂ­ncias em cheque devem ser emitidos em nome de “Regivoz, Empresa de Comunicação, Lda.â€?. TambĂŠm podem ser feitos por transferĂŞncia bancĂĄria atravĂŠs do NIB: 001000003179749000225


01

QUINTA-FEIRA

VINAGRETAS

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

21

www.campeaoprovincias.pt

V I N A G R E T A S

para tomar, o que Ê muito raro, como sabem�, gracejou o responsåvel governamental.

Maduro e premiado – O presidente da Câmara Municipal de Cantanhede realçou, na cerimĂłnia de inauguração da EXPOFACIC, que o convite ao ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Poiares Maduro, nĂŁo foi ingĂŠnuo. Conforme explicou JoĂŁo Moura, o governante foi HVFROKLGRQmRVySHOD´FRPSHWrQFLDHSHORSHUĂ€OGHKRPHP de Estado que tem evidenciado no cargo que exerceâ€?, mas tambĂŠm porque tem ligaçþes familiares a este concelho, por parte da mĂŁe, natural da freguesia do Bolho. Finda a cerimĂłnia, o lĂ­der do executivo autĂĄrquico brindou o convidado com uma garrafa de vinho Foral de Cantanhede, cuja produção resulta de uma parceria entre o MunicĂ­pio e a Adega Cooperativa de Cantanhede. Apesar de jovem, o UHIHULGRQpFWDUFULDGRFRPRREMHFWLYRGHDĂ€UPDUDFDVWD baga, autĂłctone do concelho, jĂĄ foi premiado em alguns dos mais prestigiados concursos internacionais, vincou JoĂŁo Moura. O medalhado vinho, acrescentou o edil, “estĂĄ indicado atĂŠ pelos mĂŠdicos para ser tomado, quando tiver de tomar uma grande decisĂŁoâ€?. Agradecendo o presente, o ministro Poiares Maduro respondeu que, dada a particularidade do vinho, irĂĄ eventualmente tomĂĄ-lo numa reuniĂŁo de Conselho de Ministros. “Quando houver uma decisĂŁo difĂ­cil

Vira o disco... – O ministro Poiares Maduro, cujo pai foi presidente da Câmara de Mira, trocou o nome ao presidente do MunicĂ­pio de Cantanhede. O ilustre governante chamou Paulo Fernandes a JoĂŁo Moura, na sessĂŁo VROHQH GH DEHUWXUD GD (;32)$&,& 2 DQĂ€WULmR WHYH D elegância de nĂŁo emendar o representante do Governo, cuja gafe decorre, muito provavelmente, do facto de ter “improvisadoâ€? uma intervenção com base num discurso TXHĂ€]HUDQR0XQLFtSLRGR)XQGmRHVVHVLPOLGHUDGRSRU Paulo Fernandes.

CDU sem som – Na apresentação das listas da CDU à Câmara e Assembleia Municipal de Coimbra, que decorreu na esplanada de uma geladaria do Parque Verde do Mondego, havia microfone e todos os oradores o utilizaram, mas não existiam colunas. A intenção poderia ser de não importunar

F _____ R _____ A

Ducati na Praia da Tocha – Realizou-se, no passado sĂĄbado, a 5.ÂŞ edição do encontro “DucatiFriends in Praia da Tochaâ€?, que reuniu quase uma centena de “Ducatistasâ€? de diferentes partes do paĂ­s, constituindo o evento de VerĂŁo da marca e uma presença obrigatĂłrio para quem tem uma (ou mais) Ducati na garagem. A fĂłrmula manteve-se idĂŞntica, desde a primeira edição do evento (2009): um grupo de amigos “Ducatistasâ€?, com raĂ­zes na zona da vila da Tocha, convida os possuidores ou simpatizantes de motos Ducati e recebendo-os, da melhor forma possĂ­vel, na Praia da Tocha, com o objectivo de passarem um dia diferente, destacando sempre a vertente turĂ­stica (com um passeio na regiĂŁo envolvente) e gastronĂłmica local. Este ano, o ponto de encontro foi em Aveiro, onde os participantes puderam fazer um passeio de moliceiro pela ria, seguindo-se uma visita Ă  praia da Barra e posterior passagem pela Costa Nova, Praia de Mira e chegada Ă  Praia da Tocha, onde decorreu o habitual almoço. O “DucatiFriends in Praia da Tochaâ€?

os passeantes, as crianças que ao lado brincavam no parque infantil, os patos e o urso verde, mas certo Ê que os apoiantes da CDU e os jornalistas tiveram de apurar ao måximo o RXYLGRSDUDSHUFHEHURTXHHVWDYDDVHUGLWR1RÀQDOYHLRR HVFODUHFLPHQWRRPLFURIRQHHUDVySDUDTXHDÀOPDJHPTXH HVWDYDDVHUIHLWDWLYHVVHVRP7UDWDYDVHDÀQDOGHIDODUSDUD TXHÀFDVVHQDFDVVHWHjERDPDQHLUDFRPXQLVWD

Triunvirato “laranjaâ€? – JoĂŁo Paulo Barbosa de Melo, presidente da CMC e candidato pela coligação “Por Coimbraâ€?, JosĂŠ Manuel Canavarro, deputado Ă  Assembleia da RepĂşblica, e JoĂŁo Rebelo, ex-vereador social-democrata, foram apanhados pelo repĂłrter das “Vinagretasâ€?... a alinhavar a estratĂŠgia de campanha, dirĂŁo as mĂĄs-lĂ­nguas. JoĂŁo Barbosa de Melo e Canavarro, ambos aos telefone, pareciam atarefados a arregimentar “tropasâ€? para que a inauguração da sede de campanha corresse da melhor forma. Se bem o pareceu, melhor o disse o candidato, pois o seu discurso vincou a necessidade de todos RVTXHVHSHUĂ€ODP´3RU&RLPEUDÂľDUUHJDoDUHPDVPDQJDVH se mobilizarem para que a vitĂłria seja alcançada. S E A R A

A L H E I A

“O secretĂĄrio-geral do PS nunca teve uma vida fĂĄcil na liderança do partido. É mal amado pelo grupo parlamentar, constituĂ­do na sua maioria por apoiantes de JosĂŠ SĂłcrates, antigo primeiro-ministro e lĂ­der socialistas. E a ala mais Ă  esquerda do PS tambĂŠm nĂŁo morre de amores por AntĂłnio JosĂŠ Seguro. Por isso, houve sempre a impressĂŁo que Seguro seria um lĂ­der a prazo, destinado a abandonar a liderança do PS depois da travessia do perĂ­odo mais difĂ­cil da oposiçãoâ€?. Editorial do DiĂĄrio EconĂłmico, a 29/07/2013 “O que se foi fazendo ao longo de anos sem pensar no que haveria de ser a situação de futuro. Tudo agora tem de ser resolvido nestes trĂŞs anos. (...) E toda a indulgĂŞncia que houve durante estes anos todos para estas situaçþes inexplicĂĄveis agora desapareceu. Agora temos de enfrentar a maior exigĂŞncia e crĂ­tica com tudo o que se decide e se fazâ€?. Pedro Passos Coelho, no PĂşblico de 28/07/2013

contou com o apoio das seguintes entidades: Capacetes Nexx, Drenaline, Humbaur - atrelados para motos, Ducati Club Portugal e DucatiPorto.

â€œĂ lvaro Santos Pereira acabou por ser o Ăşnico ministro vĂ­tima da crise polĂ­tica. Pagou a factura de ser independente e de nĂŁo ter peso nos partidos da coligação (...) mas deixa marca na polĂ­tica: a maior revolução legislativa das relaçþes de trabalho tem a sua assinatura. Facilitou as rescisĂľes dos contratos, baixou os custos laborais e ainda cortou feriados e fĂŠrias. A rigidez dos contratos de trabalho deixou de ser desculpa para travĂŁo do investimentoâ€? Armando Esteves Pereira, no Correio da ManhĂŁ de 28/07/2013

Serviços Centrais: Baixa - Avenida Fernão Magalhães nº.92, 3000-607 Coimbra tel: 239855855 fax: 239855851 | Celas - 239854080 | Vale das Flores - 239793930 Solum - 239792079 | Quinta da Vårzea - 239440666 | Lousã - 239994033 Fig. da Foz - 233403060 | Aveiro - 234425999 | Condeixa - 239944666 | Portela - 239793939

29077

PUBLICIDADE


CULTURA

22

01

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

Nesta edição, que conta com obras dos pintores brasileiros 'MDQLUD &RVWD *XWHPEHUJ &RHOKR0iUFLDK/XEHQGLQ Marcos Paulo Barbosa e da portuguesa Sónia Santos, pretende-se proporcionar o intercâmbio e a rede entre os artistas e os seus países, transformando o evento numa grande exposição para chegar a um público alargado, incluindo outros artistas, coleccionadores e admiradores de arte. A exposição da InterArtes estarå patente DWpDRÀPGRPrVGH$JRVto. Mais informaçþes estão disponíveis online, em www. facebook.com/ArteMesa.

Mercearia de Arte promove exposição colectiva

MĂĄrio BelĂŠm, Juan Daniel DoPLQJXHV 0DULDQD GH &DVWUR (GXDUGR Bragança e Daniel Eime sĂŁo os artistas SOiVWLFRVTXHLQWHUYrPQDH[SRVLomRFRlectiva “EstĂĄ na cara!â€?, ontem inaugurada QDJDOHULDGH3LQKR'LQLV &DVD0XQLFLSDO GD &XOWXUD  HP &RLPEUD 3URPRYLGD pela Mercearia de Arte Alves & Silvestre, a exposição pode ser visitada atĂŠ ao dia 23 de Agosto e dĂĄ a conhecer diferentes interpretaçþes, linguagens e estilos prĂłSULRVVREUHRUHWUDWRHQTXDQWRREMHFWR de exploração artĂ­stica e representação GD HPRomR /RFDOL]DGD QD UXD GH $OHxandre Herculano, a Mercearia de Arte Alves & Silvestre ĂŠ uma galeria de arte de contemporânea que abriu ao pĂşblico acervo colectivo e mutĂĄvel, com obras de hĂĄ cerca de dois meses. Num contexto PDLVGHGHDUWLVWDVTXHMiFRODERUDUDP informal, propĂľe o contacto com um FRPHVWHSURMHFWR Causa indĂ­gena inspira mostra de Tadeu Vilani No Museu Municipal de Santos Rocha, Figueira da Foz, estĂĄ patente ao pĂşblico uma exposição de fotograĂ€DVFDSWDGDVSHOREUDVLOHLUR Tadeu Vilani. “Diversidadesâ€? ĂŠ o tĂ­tulo desta mostra, que pode ser visitada atĂŠ ao dia 30 Agosto. Natural de Santo Ă‚ngelo, Rio Grande do Sul (Brasil), Tadeu Vilani

trabalha hĂĄ 17 anos como UHSyUWHUIRWRJUiĂ€FRQRMRUnal “Zero Horaâ€?, de Porto Alegre. A exposição que traz Ă  Figueira da Foz ĂŠ dedicada, entre outros aspectos, Ă  etnicidade daquele estado EUDVLOHLURFRPIRUWHLQĂ XrQcia europeia, principalmente dos emigrantes italianos e alemĂŁes. O envolvimento com a causa indĂ­gena, sobretudo, os Ă­ndios Guarani e os povos do Parque IndĂ­gena

À descoberta do Norte de à frica A última edição de Inverno da prova de todo-oWHUUHQR0DURF&KDOOHQJH em que participaram os ÀJXHLUHQVHV'LQLV6DQWLDJR H'DYLG&DUYDOKmRpPRWH para uma exposição fotoJUiÀFDTXHVHUiLQDXJXUDGD QD&DVD+DYDQHVD)LJXHLUD da Foz, a 13 de Agosto, pelas 22h00. Trata-se de uma mostra que då a conhecer a aventura da equipa /) FRPSRVWD SRU GRLV

do Xingu, sĂŁo tema central GRWUDEDOKRIRWRJUiĂ€FRTXH Tadeu Vilani tem vindo a desenvolver. Arte Ă  Mesa junta cinco artistas plĂĄsticos No âmbito de ciclo de acção cultural “Arte Ă  Mesaâ€?, o restaurante Nacional, na “Baixaâ€? conimbricense, acolhe uma exposição de pintura promovida pela InterArtes.

amigos ao volante de um Fiat Panda, transformado SDUDSDUWLFLSDUQXPGHVDĂ€R SHORGHVHUWRTXHFRQMXJDD vertente competitiva com a solidariedade. Num percurso pelo deserto e Norte de Ă frica, os participantes GR0DURF&KDOOHQJHOHYDP e distribuem brinquedos, material de higiene e escolar a dezenas de escolas necessitadas. A histĂłria e as estĂłrias, convertidas em imagens, estĂŁo agora ao alcance do pĂşblico. Mostra sobre a Villa do Rabaçal no Parlamento No âmbito das comemoraçþes do Dia Internacional da Arqueologia, a Assembleia da RepĂşblica acolhe, atĂŠ 22 de Setembro, uma exposição temporĂĄria e itinerante dedicada Ă  Villa Romana do Rabaçal (Penela), intitulada “Portugal, 1984 – 2010: Generosidade da Terra e Solidariedade dos Homensâ€?. Esta ĂŠ uma acção museolĂłgica realizada, em parceria, pelo Museu da Villa Romana do Rabaçal e o Museu Nacional de Arqueologia, dando

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

a conhecer um dos mais HPEOHPiWLFRV FRQMXQWRV arquitectĂłnicos da segunda PHWDGHGRVpFXOR,9G& situado no eixo de romaQL]DomR GH &RQLPEULJD Alcabideque, Santiago da Guarda e Tomar. Termalismo em destaque no Casino do Luso Promover e divulgar o WHUPDOLVPRSRUWXJXrVpR REMHFWLYRGHXPDH[SRVLção que pode ser visitada QR &DVLQR GR /XVR DWp 30 de Setembro. AlĂŠm de apresentar e explicar o FRQMXQWR GH WUDWDPHQWRV termais, esta mostra, intitulada “Termas de Portugalâ€?, dĂĄ a conhecer as vĂĄrias unidades existente em no paĂ­s, com destaque SDUD DV 7HUPDV GR /XVR ² 0DOR &OLQLF TXH WHUi um espaço prĂłprio de divulgação. Nuno Pinto de MagalhĂŁes, Presidente GD)XQGDomR/XVRHVSHUD que esta iniciativa possa contribuir para “desmistiĂ€FDURTXHpRWHUPDOLVPR e as suas mais-valias, nĂŁo apenas fĂ­sicas mas tambĂŠm emocionaisâ€?.

PASSATEMPOS PALAVRAS CRUZADAS – Problema n.º 339 Tema de hoje – CÉU

1

/1

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

1

PROBLEMA N.Âş 339/A

LEIA O PROVÉRBIO

C

É

H

A

N

H

1

/2 A

1 3

É

U

N

A

A

P

A

3

D

E

A

T

E

M

A

4

U

Q

G

E

U

Q

E

E

M

O

R

R

A

D

2

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

2 4 5 6

5 6

Percorrendo todo o tabuleiro, sempre para o lado, para cima ou para baixo – nunca em diagonal – e começando na casa /1 para terminar na /2, encontrar-se-à um provÊrbio popular português.

7 8 9 HORIZONTAIS: 1 – CÊu. Atua. CÊu. 2 – Personalidade muito importante (sigla). CÊu. Fruto da nogueira. 3 – CÊu. CÊu. Namorado ridículo. 4 – Relativo à sopa. Pessoa cruel. 5 – Maior. CÊu. 6 – Que parece bom, mas não o Ê. Vela latina do mastro grande. 7 – Esmalte preto. CÊu. 8 – Muito pobre. CÊu. Tailandês. 9 – Ousar. CÊu. CÊu. VERTICAIS: 1 – CÊu (pl). CÊu. 2 – Nome próprio masculino. 6X¿[R GH FRQMXQWR SO   ¹ ,QVWLWXWR 3RUWXJXrV GH (QVLQR j Distância (abr). Receba (conhecimentos). 4 – Måscara. 5 – Símbolo de ósmio. CÊu. 6 – Abertura feita nos pavimentos dos navios, por onde passa o mastro que assenta na carlinga. Brigada de Trânsito (abr). 7 – Vítima. Programa Operacional da Economia (abr). 8 – Gabinete de Apoio à Vítima (abr). Banco Mundial (abr). 9 – Fê. CÊu. 10 – Imagem. Luto. 11 – Símbolo de cúrio. Armadilha para påssaros. 12 – Banda. 13 – Ligam. Ser. 14 – Muito åvido. Letra do alfabeto hebraico. 15 – CÊu. Em vista disso.

PRÉMIOS – Obra literĂĄria, oferta da PORTO EDITORA; 3UpPLRVXUSUHVDRIHUWDGHĂˆ*8,$HQRÂżQDOGRPrV mais um prĂŠmio especial: um exemplar do Ăştil e valioso DicionĂĄrio de SinĂłnimos e AntĂłnimos da LĂ­ngua Portuguesa – Colecção DicionĂĄrios Modernos, que inclui um CD-ROM, edição e oferta da PORTO EDITORA. PRAZO PARA REMESSA DE SOLUÇÕES – AtĂŠ ao dia GRSUy[LPRPrV ENVIO DE SOLUÇÕES – Ernesto Lopes Nunes, Beco dos Unidos, n.Âş 3, Espadaneira, 3045 – 162 Coimbra. PREMIADOS Passatempos n.Âş 331: Graça Maria Ferreira, de Coimbra, com livro da PORTO EDITORA; Adriano Rodrigues Gomes, de Coimbra, com prĂŠmio surpresa, oferta de Ă GUIA.

ENIGMA FIGURADO

Interpretando correctamente todos os símbolos e operaçþes apresentadas, encontrar-se-à uma conhecida expressão popular.

7 8 9 10 11

+25,=217$,6¹¹&RQFHGHVPHUFrVD¹6X¿[RGHRULgem. Causa. Tio. 3 – Categoria. Estrela. Mulos. 4 – Clima. Querido. 5 – Carro que se desloca sobre carris de ferro, movido por tração elÊtrica. 6 – Metida em atoleiro. 7 – Símbolo de rådio. Nome próprio feminino. Porte. 8 – Nome próprio feminino. Origem. AlÊm. 9 – Infortúnio. Ovoide. 10 – Orçamento 5HWL¿FDWLYR DEU +LJLpQLFR1RPHGHOHWUDJUHJD¹0RGR Cigano. Todavia. VERTICAIS – 1 – Ocasião favoråvel. Casas de penhores. 2 ¹$URPDWL]D1RPHSUySULRPDVFXOLQR¹3DODYUDTXH¿JXUD como entrada num dicionårio ou num vocabulårio. Símbolo de alumínio. 4 – Aquelas. Pessoa que se desloca com muita rapidez. Aos. 5 – Rente. Embriaguez. Aspeto. 6 – Cujo movimento foi impedido. 7 – Amargor. Pessoa velha e doente. 3UH¿[RGHQHJDomR¹1DPRGD4XHpGH%HUoR¹,UPm Avenida (abr). 10 – Sopro. Abanico. 11 – Razão. Fraques.

SOLUÇÕES Palavras Cruzadas – Problema n.º 331: Horizontais – 1 – Cairo, pra, minas. 2 – lr, pirâmides, ca. 3 – erpe, sinai, tear. 4 – OUA, pb, of, sic. 5 – pop, u, a, FAO. 6 – a, isis, grei, f. 7 – ter, Tunísia, nua. 8 – r, lo, era, azo, g, g. 9 – ansa, Zaire, seio. Verticais – 1 – Cleópatra. 2 – arruo, e, n. 3 – i, papiros. 4 – RPE, s, a. 5 – oi, puita. 6 – RSB, suez. 7 – pai, nra. 8 – RMN, i, i. 9 – aia, sar. 10 – dio, GizÊ. 11 – me, Farao. 12 – IST, e, s. ¹Q(V¿QJH¹DFDLDXL¹VDUFyIDJR Problema n.º 331/A - Horizontais – 1 – burundangas. 2 – atÊ, eis, era. 3 – rimel, salei. 4 – ilesa, olhar. 5 – l, tostava, a. 6 – cap, o, asa. 7 – pÊ, impor, tb. 8 – educa, solar. 9 – demo, m, seca. 10 – ira, rir, mós.11 – r, sainete, a. Verticais – baril, pedir. 2 – útil, ceder. 3 – remeta, umas. 4 – u, esópico, a. 5 – Nelas, må, ri. 6 – di, top, min. 7 – assoa, os, rÊ. 8 – n, à lvaros, t. 9 – gelhas, leme. 10 – årea, ataco. 11 – saíra, brasa. Seis palavras relacionadas com Egito: Nilo, RamsÊs, Múmia, Mastaba, Assuão, Queope. (QLJPD¿JXUDGR O Nilo Ê o maior rio de à frica.


75.ÂŞ VOLTA A PORTUGAL

33284

Telefone: 238 676 369 Telem.: 963 200 750 Quinta da Ribeira da Preza Venda de Galizes Oliveira do Hospital

‡7LSRJUD¿D‡(QFDGHUQDomR ‡2IIVHW‡3ODVWL¿FDomR‡/LYURV5HYLVWDV

Rua das Azeiteiras, 42 - 44 - 63 – Tlf. 239 837 954 – 3000-066 Coimbra – E-mail: nocamil@netcabo.pt

atĂŠ

50%

Encerra Ă  3.ÂŞ Feira

Realizamos todos os trabalhos de Construção Civil Assistência TÊcnica a nível de Canalização e Electricidade - Pinturas Isolamentos - Lareiras - Ferragens - Tintas Venda e instalação de salamandras , recuperadores e churrasqueiras Venda de todos os materiais necessårios

(QWUHJDVDR'RPLFtOLR Consulte-nos

Loja de Conveniência / Bricolage Não deixe de visitar o nosso espaço. OP

Telf.: 239 502 449 - Telem.: 965 850 379 LousĂľes - 3130-532 SOURE ArmazĂŠm em Cercal - Soure

CombustĂ­veis GasĂłleo de Aquecimento

33417

Com Descontos

de:

33415

QUEIJOS DE QUALIDADE

TITO BANHO

23

www.campeaoprovincias.pt

333 3 3338 33383

QUINTA-FEIRA

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

33416

01

Telef.: 239 701 460 | Telem.: 966 942 659 Estrada da Beira, 389 r/c 3030-426 COIMBRA

Acessórios / Moda / Bijuteria / Perfumaria Artesanato / Brindes Regionais Doces Regionais / Produtos de Decoração Produtos linha auto / Ferragens

Bairro da Estação - 3200-304 Serpins 7HOHI‡‡)D[

InformĂĄtica / ConsumĂ­veis Software / AssistĂŞncia TĂŠcnica

50%

Av. 25 de Abril - Loja A - Anadia (Situado em Frente ao Liceu) www.renovacao-informatica.pt | geral@renovacao-informatica.pt

33421

Tinteiros Reciclados

Grande Desconto em tinteiros HP Entregue os seus tinteiros vazios e tenha um desconto atĂŠ

33380

Quinta do Prazo Viveiros Florestais, Lda. &DPSL]HV(JD &RQGHL[D

Tlf. 239 943 446 - Tlm. 919 862 482 www.quintadoprazo.pt

3ODQWLQKDVĂ€RUHVWDLVSLQKHLURVVREUHLURVHXFDOLSWRVFDUYDOKRV cedros, medronheiros, etc. | Ă rvores de fruto e jardim SDUDSDUWLFXODUHVHSURÂżVVLRQDLV_9LGHLUDVHEDFHORV

OS MENT ORÇA IS T à GR

POLIBANS RESGUARDOS DE BANHEIRA

33374

33451

Tlf. 234 748 666 / 234 747 636 | Fax. 234 748 684 | Tlm. 966 191 287 / 917 591 692 OLIVEIRA DO BAIRRO | Z. I. Vila Verde

condomínios e serviços Gerência: Amândio Santos proposta.comum@sapo.pt

www.propostacomum.pt 239 495 451 239 491 244 967 070 666 - 910 152 462 Rua Cidade Santos, 35 - r/c - A MONTE FORMOSO - 3000-112 COIMBRA

* Consigo desde 1993 * Garantias: Responsabilidade Civil

FUNERĂ RIA BORRALHO

7HOPV‡ Estrada da Cidreira - Porto de Santiago - Coimbra

Sobral de Baixo 3130-548 Soure - Telef.: 239 501 731 - Fax: 239 501 732 Email: outono.dourado@sapo.pt

33419

33472

LENHAS SECAS PARA AQUECIMENTO

33420

lar de idosos, Lda.

BATATAS DAS MELHORES QUALIDADES

6HGH$YHQLGD-RmRGDV5HJUDV 139 R/C - Santa Clara 3040-256 Coimbra Telef.: 239 825 390 - 239 440 663 predialrainhasanta@sapo.pt JHUDO#SUHGLDOUDLQKDVDQWDSW 33382

5XD'U)UDQFLVFR6i&DUQHLUR&DUDSHOKRV0LUD 3RUWXJDO

www.oliveirinhas.com - Telef.: +351 231 480 600 - Fax: +351 231 480 601 E-mail: oliveirinhas@oliveirinhas.com

LAR S. MIGUEL ANTODELPA

/(1+$6 ‡ %$7$7$6 ‡ +257Ë&2/$6 ‡ )587$6 ‡ /(*80(6 ( 287526

Produção Própria

COMPUTADORES - PORTà TEIS - IMPRESSORAS CONSUM�VEIS - ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Telef./Fax: 239 531 546 - Rua JoĂŁo Paulo II, 317 Loja A - 3220-205 MIRANDA DO CORVO

ASILCOL

AGRICULTURA E SILVICULTURA, LDA.

www. predialrainhasanta.pt

33381

CONSULTE A NOSSA CAMPANHA DO REGRESSO ÀS AULAS

OP

Rua Dr. AntĂłnio JosĂŠ de Almeida, 185 3000-044 Coimbra

33418

Atendimento Permanente 239 820 560


COJA

01

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades, de amanhĂŁ a domingo

FAVA anima “Princesa do Alvaâ€? Com quatro dezenas de participantes, a 10.ÂŞ edição da Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades (FAVA) de Coja (Arganil) tem este ano os mesmos atractivos para todos os que desejem visitar a iniciativa que se realiza de amanhĂŁ (sexta-feira, dia 02) a 04 (domingo) de Agosto e apreciar, tambĂŠm, as belezas da “Princesa do Alvaâ€?. Os expositores que estĂŁo presentes na FAVA sĂŁo cerca de 40, o que para o presidente da Junta de Freguesia de Coja, JoĂŁo Oliveira, â€œĂŠ o mĂĄximo possĂ­vel dado o espaço existente, perspectivando um ĂŞxito semelhante aos anteriores certames, os quais revelaram-se do agrado dos participantes e dos muitos visitantesâ€?. Para alĂŠm da divulgação dos produtos endĂłgenos e artesanato produzidos na freguesia e no concelho de Arganil, a FAVA recebe, tambĂŠm, vĂĄrios elementos de outras regiĂľes do paĂ­s, nĂŁo apenas ao nĂ­vel de artefactos, mas tambĂŠm dos tradicionais e apreciados produtos gastronĂłmicos. Para alĂŠm da parte de exposição, o certame inclui um sector com tasquinhas, onde podem ser saboreados muitos petiscos, onde nĂŁo faltam os enchidos, o presunto, os torresmos, o queijo, as bolas de bacalhau e de cebola, a chanfana, a broa de milho, o pĂŁo d'ĂĄgua, os carolos, as papas de abĂłbora, a tigelada, o arroz doce, entre outras iguarias gastronĂłmicas da regiĂŁo. A FAVA, um certame que jĂĄ estĂĄ completamente consolidado na freguesia, atraindo todos os anos muitos visitantes de vĂĄrios pontos da regiĂŁo e nĂŁo sĂł, surge assim tambĂŠm com o intuito de promover a freguesia e de potenciar a economia local. “Esta feira surge como um meio de promoção da regiĂŁo e como forma de DJLWDU H EHQHĂ€FLDU R WHFLGR econĂłmico cĂĄ da terra, porque Coja tem que passar a assentar a sua economia no turismo e nas pessoas que nos visitamâ€?, sublinha JoĂŁo Manuel Oliveira. A FAVA, que abrirĂĄ amanhĂŁ, pelas 19h00, pode ser visitada atĂŠ Ă  meia-noite, com a feira a iniciar-se no sĂĄbado e no domingo pelas 10h00. O programa de animação tem, nesta sexta-feira, a actuação, pelas 21h30, da FilarmĂłnica PĂĄtria Nova, seguindo-se, pe-

las 22h30, a Tuna de Cantares de Avô. No såbado, o programa de animação inclui, pelas 18h00, a actuação de Raincats (dueto folk com guitarra e violino), às 22h00 a Tuna de Cantares de Coja e, pelas 23h00, o ilusionista Osvaldo, de Coimbra. No domingo, actuarå o Rancho das Rosas de Coja, pelas 21h00, a Tuna Mouronhense, às 22h00, e a noite termina com Fados de Coimbra, a partir das 23h00. Para alÊm da Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades (FAVA), destaca-se a realização, no dia 15 de Agosto, em Coja, da Feira da Avó, onde cada um ocupa o lugar disponível e vende o

que entender, sem qualquer regra. A Junta de Coja promove, igualmente, durante o mĂŞs de Agosto, um programa de animação Ă s quartas-feiras, sextas-feiras e sĂĄbados, denominado “Palco Abertoâ€?, onde metade dos que actuam sĂŁo estrangeiros residentes na freguesia, fomentando, assim, uma integração e participação plena, em conjunto com os naturais desta zona. A freguesia de Coja ĂŠ a mais importante do concelho de Arganil, a seguir Ă  sede do concelho, devido nĂŁo sĂł Ă  sua histĂłria mas tambĂŠm em termos populacionais, industriais, comerciais e equipamentos de interesse colectivo. A sua proximidade da

serra do Açor e da Estrela são motivos, mais do que

destaque para o existente, que pelas suas caracterĂ­sticas naturais permite a localização da SUDLDĂ XYLDOGR&DQHLURTXH Ă€FRXQDVSUpTXDOLĂ€FDGDVQR concurso das “7 maravilhasâ€?.

PUBLICIDADE

O Executivo da Freguesia convida a visitar a Fava - Feira de Artesanato, Velharias e Antiguidades de 2 a 4 de Agosto DWUDQTXLOLGDGHGRULR DJUDQGH]DGDPRQWDQKD

PUBLICIDADE

INSCREVE-TE

CENTRO DE EMPREGO E FORMAĂ‡ĂƒO PROFISSIONAL DE COIMBRA 6HUYLoRGH)RUPDomR3URÂżVVLRQDOGH&RLPEUD 5XD$QWyQLR6pUJLR3HGUXOKD7HOHIRQH)D[(PDLOFISFRLPEUD#LHISSW

33328

L.S.

VXÀFLHQWHVSDUDTXHVHMDLQcluído nos roteiros turísticos do interior de Portugal. No aspecto paisagístico evidenciam-se, em Coja, os açudes do rio Alva, com particular

DE AGOSTO DE 2013 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

33130

24


Campeão das Províncias (01/08/2013)