Page 1

C

A

B

E

L

E

I

R

E

I

R

O

32132

CABELEIREIRO EMBAIXADOR

S

Rosquilhas do Louriçal Biscoitos do Louriçal Fabrico de todo o tipo de pão

31670

R

R

Desejamos Boas Festas

RESTAURANTE

Especialidades (Mariscos vivos e peixes frescos) Arroz de Marisco Bacalhau Ă D. Duarte Cabrito Assado Ă  padeiro Paelha de Marisco Polvo Ă  Lagareiro

GERĂŠNCIA COM 21 ANOS

Rua de Moçambique, 34, r/c - 3030-062 Coimbra Telef./Fax: 239 701 461 - www.restaurantedomduartedois.pt

Sindicalismo com IndependĂŞncia COZINHA REGIONAL COZINHA TRADICIONAL PORTUGUESA COZINHA INTERNACIONAL MARISQUEIRA

1 Restaurante (2 ambientes diferentes) | Salas climatizadas, Aceitamos Reservas para Jantares de Natal Nomeado como um dos melhores restaurantes no Guia Garfo de Ouro PRODUTOS VINDOS Fornecedor de: DIRECTAMENTE SUPER/MINIMERCADOS DO PRODUTOR RESTAURANTES

Criança com necessidades educativas especiais

Escola da Solum sujeita a inquĂŠrito do MinistĂŠrio

Boas Festas

frut ibairrada

ArmazĂŠm de frutas e legumes aberto das 6h30 Ă s 16h www.frutibairrada.pt

Universidade vota hoje para eleger 25 pessoas

32259

HorĂĄrio: De Segunda a Sexta das 6h45 Ă s 21h SĂĄbados, Domingos e feriados das 8h Ă s 20 h

ArmazĂŠm 3 - Monte de S. Miguel - Eiras (junto Recheio) Telem.: 964 334 978 | 239 085 075 | comercial@frutibairrada.pt

Apenas uma lista de docentes para o Conselho Geral apoia o reitor

O ensino, que foi a sua paixĂŁo ao longo de uma YLGDĂ€FRXSDUDWUiV)HFKDVHXPFDStWXORRXWURVH DEUH0DULDGR5RViULR*DPDIRLGRFHQWHHGLUHFWRUD GD(VFROD6HFXQGiULDGD,QIDQWD'RQD0DULDHVWDEH OHFLPHQWRGHUHIHUrQFLDQRHQVLQRS~EOLFRQDFLRQDO 5HIRUPRXVHQmRKiPXLWRWHPSRHGHFLGLXHQFHWDU XPQRYRFDPLQKRHQTXDQWRFRRUGHQDGRUDGDSUy DVVRFLDomRGH$SRVHQWDGRV3HQVLRQLVWDH5HIRUPDGRV $35( )rORQDFRQYLFomRGHTXHR(VWDGRWHPRGH YHUGHVHUSHVVRDGHEHPKRQUDQGRRVGLUHLWRVGDTXHOHV TXHGHVFRQWDUDPXPDYLGDLQWHLUDQDH[SHFWDWLYDGH YLUHPDWHUXPDUHIRUPDGLJQD0XOKHUGHFRQYLFo}HV ULJRURVDQRVSULQFtSLRVHDIiYHOQRWUDWRYrRIXWXURGR SDtVFRPSUHRFXSDomR3RUTXHROKDUQmREDVWDGHFLGLX DJLU3RUHODHSRUWRGRVRVRXWURV PĂĄgina 05

IPSS | OUTROS

comĂŠrcio de frutos e legumes, lda

A pedido do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de EugĂŠnio de Castro (Coimbra), o MinistĂŠrio da tutela ordenou Ă Inspecção-Geral de Educação a realização de um inquĂŠrito Ă  Escola BĂĄsica do primeiro ciclo da Solum Sul, soube Vidas (d)escritas o “CampeĂŁoâ€?. Na base da medida estĂĄ um diferendo acerMaria do RosĂĄrio Gama ca do plano individual de uma menina com necessidades educativas especiais. “A partir de Janeiro, PĂĄgina 04

acaba a classe mÊdia�

Encerramos Ă 2.ÂŞ Feira

32147

32172

PREÇO 0,75\ | 2ÂŞ SÉRIE | ANO 13 | NÂş 651 | 06 DEZEMBRO DE 2012 SEMANĂ RIO Ă€ QUINTA-FEIRA | EDIĂ‡ĂƒO COIMBRA DIRECTORA LINA VINHAL | www.campeaoprovincias.com | telef. 239 497 750 | fax 239 497 759

UM ESPAÇO REMODELADO A PENSAR EM SI

Bo

a

Visite-nos! tas esAgora tambÊm com serviços de: F s - Refeiçþes para fora - Pratos råpidos - Menús variados - Bolos p/ momentos festivos - e muito mais...

Encomendas de Natal e Ano Novo Avenida Urbano Duarte, n.Âş 96 - 3030-215 Coimbra (junto ao novo edifĂ­cio da EDP) - Telef.: 239 057 252 / 934 969 250 momentosdeprazer.lda@hotmail.com

DESPORTO Formação - Competição CULTURA

32253

Estrada Nacional 237, Casal Queijo - 3105-156 LOURIÇAL Telefs.: 236 961 236 236 962 703

AIKIDO - DAMAS - FUTSAL - GINĂ STICA: AcrobĂĄtica, Ritmica, AerĂłbica, Dancemania e de Manutenção JUDO - JU JITSU - KARATÉ - KENDO KRAV MAGA - NATAĂ‡ĂƒO - PESCA TREKWONDO - TÉNIS DE MESA BALLET - DANÇAS AFRO-LATINAS - DANÇA CONTEMPORĂ‚NEA DANÇA JAZZ - DANÇAS DE SALĂƒO CIRCUITOTTRAINING - LOCAL POWER PILATES - TEN CHI TESSEN - VIOLA

6mRPDLVGHSHVVRDVTXHKRMHSRGHPYRWDUSDUDHOHJHUPHPEURVGR &RQVHOKR*HUDOGD8QLYHUVLGDGHGH&RLPEUD 8& yUJmRTXHHPVHUiFKDPDGR DHVFROKHURUHLWRU1RFDVRGH-RmR*DEULHO6LOYDGHVHMDUUHFDQGLGDWDUVHWHPDSHQDVR GABINETE DE FISIOTERAPIA - SAUNA DSRLRGHXPDGDVWUrVOLVWDVGHSURIHVVRUHVHLQYHVWLJDGRUHVTXHHOHJHPHOHPHQWRV Rua Alexandre Herculano, 21-A - Coimbra 2VHVWXGDQWHVYmRHVFROKHUFLQFRUHSUHVHQWDQWHV TXDWURGRžHžFLFORVHXPGRž Telef. 239 823 633 | e-mail: acmcoimbra@gmail.com Campo “Conde Foz de Arouceâ€?: FLFOR HRVIXQFLRQiULRVGRLV2&RQVHOKR*HUDOĂ€FDUiFRPSOHWRFRPSHUVRQDOLGDGHV Aventura - Encontros - Concentraçþes - EstĂĄgios FRQYLGDGDVH[WHULRUHVj8QLYHUVLGDGH PĂĄgina 04 Telef. 918 024 490 | e-mail: acm.fozdearouce@gmail.com 34230

PUBLICIDADE

É fåcil crescer FRPFRQ¿DQoD

Compra jĂĄ o seu automĂłvel e comece a pagar em Fevereiro de 2013

31316

111sport@sapo.pt spo port@ rt@sap t@sap sapo o pt | www.111sport.pt o.pt o.p www ww w. Quimbres - Coimbra Telem.: 910 240 856 | 967 125 501

31317

30965

TOYOTA RAV4 2.2 DCAT T 177CV

Telf.: 239 825 596 Fax 239 838 249 www.coimbrageste.pt geral@coimbrageste.pt

31203


SAĂšDE

2

06

QUINTA-FEIRA

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

Dr. JosĂŠ Emilio Campos Coroa Dr.ÂŞ M.ÂŞ Helena Campos Coroa

Programa “Praça da RepĂşblicaâ€?

31872

CAMPOS COROA

CLĂ?NICA OFTALMOLĂ“GICA, LDA

ConsultĂłrios:COIMBRA - Largo da Portagem, 27 - 2.Âş - Telef.: 239 821 403 FIGUEIRA DA FOZ - Praceta D. Maria Madalena Azevedo PerdigĂŁo, n.Âş 30 Telef.: 233 423 541 | ARGANIL - Rua Dr. Veiga SimĂľes, Telem.: 935 106 927 TĂ BUA - Av. da Ribeira, Edf. Ă“mega 1, 1.Âş C - Telem.: 934 224 930 COJA - Rua Dr. Albino Figueiredo, Telem.: 935 106 928 GĂ“IS - Rua Comendador Augusto LuĂ­s Rodrigues Telem.: 934 225 140 PAMPILHOSA DA SERRA - Rua Rangel Lima Telem.: 935 106 935

4XDQGRDUHIXQGDomR VLJQLĂ€FDPDLVSREUH]D L.S.

VIH/Sida

Mais casos em Coimbra e Aveiro A Administração Regional de Saúde (ARS) do Centro revelou que, no seu âmbito JHRJUiÀFRFRUUHVSRQGHQWHD 77 concelhos, hå 2 849 casos QRWLÀFDGRVGHLQIHFo}HVSRU 9tUXV GD ,PXQRGHILFrQFLD +XPDQD 9,+  $WpDRPrVGH6HWHPEUR no distrito de Coimbra, foi onde se verificou o maior número de casos acumulados (865), seguindo-se os de Aveiro

(686), Leiria (536), Viseu (381), Castelo Branco (242) e Guarda   $PEDV FRP WHQGrQFLD crescente nos Ăşltimos anos, as transmissĂľes heterossexuais (62 por cento) e homo/bissexual (26 por cento) sĂŁo aquelas que registam maior percentagem da casos, para alĂŠm das que estĂŁo DVVRFLDGDVjWR[LFRGHSHQGrQFLD SRUFHQWR  Mais de metade dos casos

de infecção por VIH são portadores sem sintomas da doença, sobretudo, na população em idade fértil (80 por cento), entre os 15 e os 49 anos, com transmissão por via heterossexual e em indivíduos do sexo PDVFXOLQR SRUFHQWR  Apesar de responder melhor e de forma mais previsível aos medicamentos anti-retrovíricos, o VIH-1, cuja transmissão e actuação na destruição

do sistema de defesa do organismo humano são mais fåceis, Ê responsåvel por 96 por cento GDVLQIHFo}HV Em toda a região Centro, foram jå declarados 796 óbitos por infecção do VIH, 518 correspondendo à årea de inà XrQFLDGD$56&HQWUR Este dados foram revelados no âmbito do Dia Mundial da Luta Contra a Sida, que se DVVLQDORXQR~OWLPRViEDGR

Esclerose mĂşltipla

Autismo

Especialistas debatem problemåtica da doença

'HVDĂ€RjLQFOXVmR e apelo solidĂĄrio

A problemåtica das vacinas nos doentes com esclerose múltipla, a gravidez na doente com esta patologia e os ensaios clínicos em pessoas que sofrem desta maleita foram alguns dos temas abordados, terça-feira, em Coimbra, no âmbito do simpósio promovido pela As-

sociação Nacional de Esclerose 0~OWLSOD $1(0  Dezenas de especialistas, responsåveis e profissionais da årea da saúde participaram neste encontro, levado a cabo na data em que se assinala o Dia Nacional da Pessoas com (VFOHURVH0~OWLSOD

A Associação Portuguesa para as Perturbaçþes do Desenvolvimento e Autismo de Coimbra (APPDAC) promove, amanhã, um conjunto de actividades dedicado à pessoa FRPGHÀFLrQFLD Esta acção realiza-se no auditório do Instituto Portu-

PUBLICIDADE

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

JXrVGR'HVSRUWRH-XYHQWXGH AtÊ ao dia 09 de Dezembro, a APPDAC tem em curso uma campanha de angariação de fundos, destinados a ajudar a custear as obras que estão a GHFRUUHUQDUHVLGrQFLDDXWynoma de Cruz de Morouços 6DQWD&ODUD 

Refundação do Estado e reformas estruturais sĂŁo palavras que, no momento actual, WrPVLJQLĂ€FDGRGHVWUXLomRGR aparelho produtivo, da educação, da saĂşde e de apoios sociais, segundo expressaram -RVp 0DQXHO 3XUH]D H -RVp RelvĂŁo no programa “Praça da RepĂşblicaâ€?, transmitido sĂĄbado, na RĂĄdio Regional do &HQWUR )0 HUHDOL]DGR QR+RWHO'/XtV Segundo o empresĂĄrio de Condeixa, “vive-se uma VLWXDomRGHHPHUJrQFLDVRFLDO e de rotura, pelo que a estratĂŠgia tem de ser a curto prazoâ€?, FRP-RVp5HOYmRDVXEOLQKDU que “o futuro ĂŠ mais do que negro para as pequenas empresas, grandes criadoras de postos de trabalho, e que enfrentam a recessĂŁo do merFDGRQDFLRQDOÂľ A caracterização de uma VLWXDomRGH´HPHUJrQFLDQDcionalâ€? mereceu a concordânFLDGRSURIHVVRUGD)DFXOGDGH de Economia e membro destacado do Bloco de Esquerda, FRP -RVp 0DQXHO 3XUH]D D

referir que “o caminho estĂĄ a conduzir para um ano de 2013 com maior dĂ­vida e menor capacidade para a pagarâ€?, apontando um resgate internacional que “injecta milhares de milhĂľes de euros para o sistema bancĂĄrio sem GUHQDUSDUDDHFRQRPLDUHDOÂľ -RVp 5HOYmR DIHFWR DR PSD, chamou a atenção para o facto de as reformas estruturais “nĂŁo caberem numa legislaturaâ€?, de as pessoas estarem “refĂŠns do sistePD Ă€QDQFHLURÂľ H GH KDYHU necessidade de as elites – pessoas honestas que colocam o interesse pĂşblico DFLPD GDV FRQYHQLrQFLDV particulares – assumirem um projecto de poder, dada a “pouca credibilidade dos OtGHUHVSROtWLFRVÂľ 3DUD-RVp0DQXHO3XUH]D “estĂĄ-se mesmo a caminhar para uma nova estrutura social, com milhares de crianças que chegam com fome Ă escola e o esvaziamento da classe mĂŠdiaâ€?, onde a reforma HVWUXWXUDO´WHPRVLJQLĂ€FDGR de esvaziamento do pĂşblico HPDLVSULYDWL]Do}HVÂľ

Quer aquecer a sua casa com maior poupança e maior conforto? Apresentamos-lhe soluçþes mais económicas ao gasóleo, com combustíveis a biomassa e electricidade

Contacte-nos e deslocamo-nos atÊ si para fazer um orçamento Gråtis

ABC

Zona Industrial dos Meires, Lt. 4 F/C - 3105-292 292 P Pombal b l Telef./Fax: 236 213 438 - Telem.: 965 519 441 www.pombaluz.pt - mail@pombaluz.pt

32146

Caldeiras e Pellets Bombas de Calor Caldeiras a Lenha, normais ou chama invertida Recuperadores de calor a ĂĄgua Aquecimento a lenha


06

QUINTA-FEIRA

POLĂ?TICA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

3

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

PS prepara reconquista da CMC

AutĂĄrquicas/Coimbra

Carlos Cidade aliviado com (re)candidatura de Machado

Partido Socialista jĂĄ tem 11 candidatos, PSD soma sete

Carlos Cidade, vereador e lĂ­der concelhio do PS/ Coimbra, disse, ao “CampeĂŁoâ€?, sentir-se aliviado graças Ă (re)candidatura de Manuel Machado Ă  principal cadeira da praça de 08 de Maio. O economista, que foi autarca durante 16 anos, respondeu, positivamente, HPKRUDVDRGHVDĂ€RGH Carlos Cidade para voltar a reconquistar para o PS a presidĂŞncia da Câmara Municipal de Coimbra (CMC). Vereador e lĂ­der socialista local, Cidade formaOL]RX R GHVDĂ€R DR HFRQRmista a 23 de Novembro (sexta-feira), dois dias antes de uma reuniĂŁo do Secretariado da ComissĂŁo Politica Concelhia (CPC) do PS/ Coimbra. O apoio unânime dos membros do Secretariado Ă  proposta de Carlos Cidade leva a supor que a indigitação de Manuel Machado, em sessĂŁo plenĂĄria da CPC,

a 09 de Dezembro, serå largamente sufragada. O líder partidårio de âmbito concelhio reuniuse, anteontem (quarta-feira), em Lisboa, com o seu homólogo da Federação distrital,Pedro Coimbra, e com o secretårio-geral socialista, António JosÊ Seguro. Caso quisesse patrocinar outro potencial candidato a sucessor de João Barbosa de Melo (PSD), Seguro teria de avançar atÊ 11 de Dezembro com uma proposta nesse sentido e haveria lugar à realização de eleiçþes primårias (directas) no último såbado do próximo mês. Sem embargo de ter dado resposta ao camarada em 48 horas, o economista tinha consciência, hå meses, que o seu nome Ê susceptível de gerar amplo consenso nas hostes partidårias. O último impulso nesse sentido foi dado pelo re-

Candidatura à Câmara de Coimbra

sultado de uma sondagem (cujos detalhes não podem, por ora, ser divulgados) encomendada pela CPC do PS/Coimbra. Os nomes de Carlos Cidade, Helena Freitas e à lvaro Maia Seco tambÊm foram objecto do estudo de opinião. Chefe do gabinete de Manuel Machado na praça de 08 de Maio, Cidade puxou pelo respectivo trunfo a poucos dias de se esgotar o prazo para a formalização da escolha do socialista potencial sucessor de João Paulo Barbosa de Melo. Acresce que, caso o economista consiga a desforra, dentro de um ano, Cidade desfrutarå de fortes probabilidades para se perfilar para a liderança do Município em 2017 ou 2021. Vereador no quadriÊnio 1986-89 (sob a presidência de António Moreira, PSD), Manuel Machado ascendeu

R.A.

Ă presidĂŞncia da CMC em 1990 e reconquistou-a em 1993 e 1997, tendo perdido o cargo para Carlos Encarnação quando aspirava a quarto mandato consecutivo. O militante socialista ElĂ­sio Estanque disse, entretanto, ao nosso Jornal, sentir falta de entusiasmo perante a candidatura de Manuel Machado. “AlĂŠm de ser dejĂĄ vue (jĂĄ vista), dĂĄ do Partido Socialista uma imagem de quem nĂŁo tem mais por onde escolherâ€?, indicou o sociĂłlogo, vincando que, a par de 12 anos como lĂ­der camarĂĄrio, o economista acabou por perder, em 2001. O sociĂłlogo, estudioso do mundo do trabalho, ĂŠ membro da ComissĂŁo sobre Desenvolvimento SustentĂĄvel do LaboratĂłrio de Projectos e Ideias para Portugal criado, recentemente, pelo PS.

Coimbra

A perto de um ano das próximas eleiçþes autårquicas, segundo um exercício de anålise jornalística, PS e PSD desfrutam, respectivamente, de 11 e sete candidatos para as presidências dos 17 municípios do distrito de Coimbra. Maioritårio em número de lideranças (nove), o Partido Socialista deverå preconizar a recondução de sete presidentes – João Ataíde (Figueira da Foz), Lurdes Castanheira (Góis), Luís Antunes (Lousã), João Reigota (Mira), Humberto Oliveira (Penacova), JosÊ Carlos Alexandrino (Oliveira do Hospital) e Mårio Loureiro (Tåbua) – e o PSD a de quatro – Ricardo Alves (Arganil), João Moura (Cantanhede), João Barbosa de Melo (Coimbra) e JosÊ Brito (Pampilhosa da Serra). Estão impedidos de ser reeleitos (por tem terem cumprido, pelo menos, três mandatos consecutivos) os socialistas Jorge Bento (Condeixa-a-Nova) e João Gouveia (Soure) e os socialdemocratas Fåtima Ramos (Miranda do Corvo), Luís Leal (Montemor-.o-Velho) e

Jaime Soares (Vila Nova de Poiares). Aos sete líderes camarårios cuja recondução deverå ser proposta, o PS tem a juntar os seus candidatos para Coimbra (Manuel Machado), Condeixa-a-Nova (Nuno Moita), Miranda do Corvo (Miguel Baptista) e Montemor-o-Velho (Emílio Torrão). Aos quatro presidentes de municípios potencialmente reelegíveis, o PSD soma os seus candidatos para Condeixa-a-Nova (Norberto Pires), Montemor-o-Velho (Pedro Machado) e Poiares (Carlos Henriques). Neste contexto, o PSD carece de candidatos para quase todos os concelhos onde não Ê maioritårio (excepção feita ao de Condeixa, onde nunca triunfou), a par dos de Miranda do Corvo e Penela; quanto ao PS, só lhe falta candidato para um dos concelhos onde exerce o poder, o de Soure, a par dos de Arganil, Cantanhede, Pampilhosa da Serra, Penela e Poiares (sendo que os socialistas nunca conquistaram as câmaras penelense e poiarense).

Edil da CDU sugere Praça de 08 de Maio PS hipotecou disponibilidade do BE redução da taxa do IMI ReuniĂŁo extraordinĂĄria JosĂŠ Manuel Pureza, destacado elemento do Bloco de Esquerda (BE), considera que “o PS, ao avançar desde jĂĄ com uma candidatura Ă presidĂŞncia da Câmara Municipal de Coimbra (Manuel Machado), demonstra que nĂŁo estĂĄ disponĂ­vel para uma uniĂŁo de forçasâ€?. Ao intervir no programa “Praça da RepĂşblicaâ€?, sĂĄbado, na RĂĄdio Regional do Centro (96.2 FM), o exlĂ­der parlamentar do BE, professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, declarou que o Bloco “estĂĄ disponĂ­vel para uma unidade de forças de Esquerda, dinâmica e que enfrente a maioria de Direita na Câmara

Municipalâ€? (PSD-CDS/ PP-PPM). “O BE estĂĄ vocacionado para fazer um esforço para agregar uma candidatura plural, criando um projecto triunfante e veremos quem estarĂĄ disponĂ­vel para issoâ€?, refere Manuel Pureza, sustentando que o PS, em Coimbra, “hipotecou esta via com a decisĂŁo inusitada de anunciar jĂĄ o candidatoâ€?. O bloquista recordou que o BE, na sua Ăşltima convenção, estabeleceu, tambĂŠm, como linhas orientadoras para as prĂłximas eleiçþes autĂĄrquicas, a possibilidade de apoio a candidaturas de movimentos de cidadĂŁos, ou apresentar listas prĂłprias.

A redução da taxa do imposto municipal sobre imĂłveis (IMI) a cobrar em 2013 foi sugerida, esta semana, Ă Câmara Municipal de Coimbra, pelo vereador Francisco QueirĂłs (CDU). “Vamos aguardar e verâ€?, comentou o presidente da autarquia, JoĂŁo Barbosa de Melo (PSD). O autarca comunista preconizou a aplicação de uma taxa de 0,60 por cento para os prĂŠdios urbanos nĂŁo avaliados e de 0,30 por cento para os avaliados. Segundo uma deliberação tomada hĂĄ trĂŞs meses, a taxa a cobrar pela CMC sobre os prĂŠdios urbanos avaliados irĂĄ baixar, no prĂłximo ano, 2,50 por

cento, mas os vereadores do PS e o da CDU consideram tratar-se de uma redução a pecar por escassa. Sob proposta do director municipal Olinto Vieira, a coligação “Por Coimbraâ€? aprovou, em Setembro [de 2012], a adopção de uma taxa de 0,39 por cento (0,01 por cento inferior Ă que tem sido aplicada nos Ăşltimos anos); os edis do PS e o da CDU votaram contra. Para os prĂŠdios urbanos nĂŁo avaliados (correspondentes, grosso modo, aos nĂŁo sujeitos a avaliação por parte da Autoridade TributĂĄria desde 2003) permaneceu inalterada a taxa de 0,70 por cento.

para revisão do PDM A Câmara de Coimbra reunir-se-å, extraordinariamente, a 10 de Dezembro (segunda-feira), na expectativa de viabilizar a råpida revisão do Plano Director Municipal (PDM), cuja versão inicial tem perto de 20 anos, anunciou o presidente. A sessão, com início pelas 09h30, Ê aberta aos munícipes. A oportunidade de conclusão, em breve, da revisão prende-se com a recente publicação do Decreto-Lei nº.

239/2012, cujo teor institui a primeira alteração ao regime jurĂ­dico da Reserva EcolĂłgica Nacional (REN). Segundo o diĂĄrio PĂşblico, mexidas preparadas pelo MinistĂŠrio do Ambiente e Ordenamento do TerritĂłrio acerca do referido regime jurĂ­dico estĂŁo a “gerar mĂşltiplas reacçþes de preocupaçãoâ€?, a ponto de a governante Assunção Cristas ter reagido a um comunicado subscrito por vĂĄrias personalidades.

PUBLICIDADE

Neste Natal dĂŞ preferĂŞncia Ă s empresas de arganil

Telem.: 917 003 635

Pereiro ARGANIL

Felizl Nata MONTAGEM DE SISTEMAS DE REGA - MONTAGENS ELÉCTRICAS, à GUAS, ESGOTOS - COLECTORES SOLARES AQUECIMENTO CENTRAL, INSTALAMOS TDT - ETC. Telem.: 91 966 9205 - Telef.: 239 455 582 - Sanguinheda - 3315 S. M. da Cortiça

32080

Empreiteiro da Construção Civil Restauro de Casas Antigas Canalizaçþes - Pinturas

32062

Fernando Ventura Antunes


ACTUALIDADE

4

06

QUINTA-FEIRA

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

Criança com necessidades educativas especiais

Homicídio em Montes Claros

Inquérito a Escola da Solum

Defesa de inspectora deve recorrer para a Relação

A advogada Mónica Quintela deverá recorrer Devido a um diferendo para o Tribunal da Relação acerca do plano individual de Coimbra acerca da mede uma menina com necesdida de prisão preventiva sidades educativas especiais, imposta a uma inspectoo Ministério da Educação e ra da Polícia Judiciária, Ciência (MEC), a pedido do Ana S., indiciada pelo Conselho Geral do Agruassassinato de uma avó pamento de Escolas de Eudo marido, residente em génio de Castro (Coimbra), Montes Claros, disse ao acaba de abrir um inquérito “Campeão” um familiar à Escola Básica da Solum Sul, da arguida. soube o “Campeão”. O provável recurso Em Dezembro de 2011, visa transferir Ana S. para a professora da criança proo regime de prisão domipôs a alteração do plano, os ciliária, na residência dos pais opuseram-se e, no início pais (Figueira da Foz). do presente ano lectivo, a Ana S., 36 anos de idade, foi posta em prisão preventiva (a mais severa Mais de 26 000 vão a votos na Universidade de Coimbra das medidas de coacção), há uma semana, mediante decisão do Tribunal de da FCTUC, sob o lema “Por riamente, quatro vezes por candidaturas: Lista A - “A al- Instrução Criminal (TIC) L.S. uma Universidade plural, ano e, extraordinariamente, ternativa és tu”, liderada por de Coimbra, cuja juíza O universo eleitoral que dinâmica e criativa”. sempre que for convocado Catarina Isabel Lages Pinto invocou alarme social e o é hoje chamado a eleger o No seio da Universida- pelo seu presidente, por Ângelo; Lista C - “UC con- risco de perturbação do Conselho Geral da Univer- de a candidatura liderada sua iniciativa, a pedido do tigo, encabeçada por Luís inquérito. sidade de Coimbra (UC) por António Gomes Mar- reitor ou de um terço dos Carlos Bento Rodrigues; A arguida tinha sido ultrapassa as 26 000 pessoas, tins é tida como a única seus membros. O órgão Lista T - “Pelo teu futuro”, detida, a 26 de Novembro que vão escolher 25 elemen- que neste momento apoia tem como competências liderada por José Ricardo [de 2012], volvidos cinco tos para aquele órgão, o qual a reeleição do reitor, João a eleição do reitor (e em Miranda Dias. dias sobre o cometimento irá eleger o reitor em 2015. Gabriel Silva, sabendo- situação de gravidade para Nos estudantes do 3.º do crime, no âmbito de O maior número de elei- se que para completar o a vida da Universidade, a ciclo de estudos apresentam- uma investigação a cargo tos (18) pertence aos pro- Conselho Geral (CG), irão sua substituição, suspensão se duas listas: a D - “Dá-te das directorias do Centro fessores e investigadores, ser convidados 10 perso- ou destituição), a aprecia- voz”, com Ana Isabel Pina e Norte da PJ. apresentando-se três listas nalidades externas à UC, ção dos actos do reitor e Rodrigues; e a N - “Nós faEmbora se trate de concorrentes encabeçadas, perfazendo os 35 membros do Conselho de Gestão, zemos a UC”, com Nelson um “caso nebuloso”, na respectivamente, por José do órgão que em 2015 será a proposta das iniciativas Fernando Coelho. versão de um investigador de Faria Costa (lista A), da o colégio eleitoral. que considere necessárias Os funcionários da UC criminal, avulta a suspeita Faculdade de Direito, sob Na campanha eleitoral ao bom funcionamento da elegem os seus represen- de a inspectora ter matado o lema “Uma nova ambi- para o Conselho Geral, Universidade e a aprovação tantes através de três listas: por ganância, presumindo ção para a Universidade de Faria Costa disse que a sua das alterações dos Estatutos, A - “Actuar”, liderada por a Polícia que o marido da Coimbra”; António Gomes lista “não tem no horizonte ouvido o Senado. Luz do Céu Cerca Esteves; I suposta homicida é alheio Martins (lista E), da Facul- qualquer candidatura a reiO mandato de todos - “Investir”, encabeçada por à prática do crime. dade de Ciências e Tecnolo- tor”, enquanto João Mar- os membros do CG é de Sérgio Paulo da Conceição Segundo fontes pogia, sob o lema “Estratégia, ques referiu tratar-se de “um quatro anos (renovável uma Vicente; P - “Ir longe, com liciais, a arguida possui inovação, reforço da Uni- não problema e não existir vez), com excepção do man- as pessoas”, liderada por perfil de consumidora versidade”; e João de Sousa nenhum compromisso”. dato dos representantes António José Araújo Abreu compulsiva, aparentemenMarques (lista U), também O CG reúne-se, ordina- dos estudantes, que é de Vilar Queirós. te detectado na sequência O apelo ao voto por de um estado depressivo dois anos. Em qualquer dos casos, os mandatos cessam parte de todas as candi- que terá tido origem na Residencial Sénior logo que os membros dei- daturas é uma constante, ocasião em que ela teve Resposta de qualidade em ambiente familiar. xem de pertencer ao corpo nomeadamente entre os bebé. 3 Quartos Duplos – 790 euros estudantes, para evitar os A autoria do homicíque representam. 2 Quartos Individuais – 940 euros Nesta eleição para o cerca de 70 por cento de dio foi precedida de furto CG, os estudantes do 1.º e DEVWHQomRYHULÀFDGDKiGRLV (semanas antes) de uma Rua Domingos Azenha, 2 - Saltadouro – Tavarede – Figueira da Foz Telef.: 927945516 / 233413218 - E-mail: casadolimonete@hotmail.com pistola Glock, ocorrido 2.º ciclos apresentam três anos. R.A.

docente pediu dispensa da componente lectiva, solicitação indeferida, em Setembro, pelo director do Agrupamento, António Couceiro (marido da titular da Direcção Regional de Educação do Centro). No primeiro semestre de 2012, a docente encarou a hipótese de deixar de leccionar à turma da criança se ela lá continuasse, cenário que desagradou aos pais dos demais alunos. Neste contexto, pais e encarregados de educação dos restantes alunos procuraram demover a professora

de abandonar a docência, tendo-se gerado alguma conÁLWXDOLGDGH António Couceiro minimiza os episódios alegando que a situação evoluiu no sentido da normalização, apesar de a docente ter faltado a uma reunião em que foi debatido o plano individual atinente às necessidades educativas especiais. A professora continua a leccionar e a criança permanece na turma. Os pais da menina declinaram prestar declarações ao nosso Jornal e a professora, contactada em fase de aulas,

alegou indisponibilidade para o efeito. O “Campeão” sabe, porém, que o plano preconizado pelos pais da aluna tem como respaldo o aconselhamento prestado pelo pediatra Miguel Palhal e pela psicóloga Margarida Almeida. O pai da menina é acusado, pelo director do Agrupamento, de imputar a António Couceiro uma “tentativa de manipulação” dos demais encarregados de educação no sentido de pressionarem a transferência da aluna para outra turma.

Só uma lista de docentes apoia reeleição do reitor

32213

PUBLICIDADE

na Directoria do Norte da Polícia Judiciária, mas fontes policiais disseram ao “Campeão” que permanece desconhecido o paradeiro da arma. A pistola foi furtada a uma colega de brigada do marido de Ana, Carlos C. (também inspector). Depois de ter assistido ao funeral de Filomena Gonçalves, o casal de netos foi ouvido, demoradamente, na Directoria do Centro da PJ, e a detenção da inspectora ocorreu volvidas 48 horas. Segundo apurou o “Campeão”, a captura foi feita com base em indícios facultados à Polícia por Carlos C. O Código de Processo Penal prevê a recusa de depoimento testemunhal por parte do marido de uma arguida, faculdade declinada pelo inspector. Chave desaparecida

Dois dias antes do assassinato de Filomena Gonçalves, Carlos C. e Ana S. terão festejado mais um aniversário do respectivo casamento, presumindo-se que, apesar disso, ele acabou por GHVFRQÀDUGDFRQGXWDGD mulher. Um entre vários aspectos que terão de ser deslindados consiste no desaparecimento de uma das quatro chaves da casa de Filomena Gonçalves. A antiga empresária foi morta, na sua residência (em Montes Claros, Celas), atingida por mais de uma dezena de balas disparadas através de uma pistola Glock (com o calibre de nove milímetros e capacidade para 15 munições).

Boas Festas

Telem.: 969 079 346 / 962 669 441

A competência ao serviço da qualidade

Boas Festas

Telem.: 964 250 728 www.gasparazenha.com ga.construcoes@gmail.com

32338

www.sineiro.pt Arquitectura e Engenharia

32119

Rua 1.º de Maio, 84 - Chã - Tavarede - 3080-847 Figueira da Foz Sucursal: Av. Dr. Elísio de Moura - n.º 377 - Loja 381 - 3030-182 Coimbra Telef.: 233 412 311 - Email: jmpneus@gmail.com

Tavarede - Figueira da Foz

PROJECTOS

Helder Simões 913 353 369

Urbanização Vale de Sampaio

Boas Festas Rua Fernão Magalhães, N.º 8 - Buarcos - 3080-319 Figueira da Foz 7HO)D[(PDLOLQIR#FR]L¿QDSW

32314

João Machado 913 353 379

Alta Tecnologia em Raticidas

32222

Rua Dolmen das Carniçosas, 53 - Serra das Alhadas - 3090-427 Alhadas Telem.: 916 685 167 - marcomarianadomingues@gmail.com

32117

Tacos, Parquets Lamparquets Boas Parquetonis Soalhos Festas Flutuantes Fornecimento e aplicação - Afagamentos - Envernizamentos

32324

Neste Natal dê preferência às empresas da figueira da foz


06

QUINTA-FEIRA

VIDAS (D)ESCRITAS

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

5

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

Maria do RosĂĄrio Gama

Estamos a regredir ao tempo do fascismo GERALDO BARROS

“Eu e as minhas irmĂŁs viemos estudar para Coimbra porque tinha que ser num sĂ­tio onde o meu pai pudesse alugar uma casa para nĂłs estarmos. Lisboa, que atĂŠ era mais perto GHFDVDĂ€FDYDPXLWRGLVWDQWH porque a minha irmĂŁ ia para Medicina, eu para CiĂŞncias e a mais nova para uma escola secundĂĄria. Ele acabou por alugar uma casa na Solum e uma tia veio viver connosco. Entrei na Faculdade de CiĂŞncias da Universidade de Coimbra em Setembro de 1967, para seguir Biologia, a minha ĂĄrea de formação. Em Ă€]JUHYHHUHFXVHLPH a ir aos exames. Repeti o ano. Foi a minha posição polĂ­tica, ali, bem marcada. Embora ainda tivesse pouca formação polĂ­tica ou cĂ­vica, aquela foi a primeira atitude de intervenção que tive. 7HUPLQDGRRFXUVRĂ€TXHLDGDU aulas, em Coimbra, na Jaime CortesĂŁo. Gostava – e gosto – muito de ensinar. É uma paixĂŁo, mesmo. AliĂĄs, acho que o meu entusiasmo passava para os alunos. Eles percebiam que HXHVWDYDDID]HURTXHJRVWDYD

“A partir de Janeiro, acaba a classe mĂŠdiaâ€?

muito novinha fui presidente da escola e do conselho directivo. PorÊm, sucedeu-me, depois, uma aventura desgraçada. Ao concorrer, com o objectivo de vir para Montemor-o-Velho ²XPDYH]TXHWLQKDFDVDHP Coimbra – enganei-me e acabei SRULUSDUDUD(VWUHPR]FXMR código tambÊm começava por oito. E assim voltei ao Alentejo, à escola onde estudara, para encontrar alguns dos que tinham sido meus professores

mais de lå saí. A minha principal preocupação e objectivo foi sempre dar aulas, mas isso não PHLPSHGLXGHID]HURXWUDV coisas. Sou defensora de uma gestão democråtica. E assim aconteceu que, perante uma situação em que ninguÊm se perÀODYDSDUDDGLUHFomRGDHVFROD porque as coisas eram muito complicadas com o MinistÊrio da Educação, acabei por lançar um aviso às minhas colegas: Ou vocês se candidatam ou avanço eu e faço uma lista. Avancei e fui eleita. Senti-me Fui sempre assim, frontal e directa. legitimada democraticamente Acho que jå não consigo ser pelos meus pares e agi sempre de outra maneira. assim, mesmo numa altura nada fåcil, marcada pelas lutas Quando a pessoa se entrega, no colÊgio. Com o objectivo dos professores no processo prepara as aulas e gosta do de vir para mais perto do meu da avaliação de desempenho TXHID]DVFRLVDVFRUUHPEHP marido e de casa, concorri dos docentes. A minha forma Durante dois anos, estive na para tudo e mais alguma coisa, de trabalhar, como directora, -DLPH&RUWHVmRDQWHVGHÀFDU e acabei por ir parar ao magis- foi exactamente a mesma que efectiva. Foi lå que vivi o 25 de tÊrio primårio, nas Caldas da tinha enquanto presidente do Abril. E foi excelente. Naquela Rainha, a dar formação aos Conselho Directivo, trabalhanmanhã, quando fomos para a professores primårios. Corri do com uma equipa. Nunca escola, apenas sabíamos que aqueles concelhos todos e co- GHFLGLQDGDVR]LQKDHRVPHXV tinha havido um golpe militar, nheci imensos docentes. Ainda FROHJDVSRGHPFRQÀUPDULVVR mas desconhecíamos de que lå estive mais um ano, depois As escolas públicas são tipo. Quando soubemos o GLVVRPDVFRPRÀTXHLHIHFWLYD espectaculares e aquela, em parTXHDFRQWHFHUDÀFiPRVWRGRV HP&RLPEUDQmRKDYLDMXVWLÀ- WLFXODUSRUDOJXPDUD]mRHVWHYH contentes. Tudo mudou. Hou- cação para continuar nas Caldas sempre nos primeiros lugares ve uma espÊcie de libertação. da Rainha. Foi então que vim dos rankings nacionais. Tinha Tenho muito boas recordaçþes para cå e acabei por ir dar aulas muitos bons professores e era daquela escola. Entretanto, para o liceu da Infanta Dona uma escola com a dimensão casei e fui efectivar em Leiria, Maria, onde o meu marido ideal. Por outro lado, estamos onde estive alguns anos. Ainda era, tambÊm, professor. Nunca a falar de um estabelecimento

com regras e disciplina, frequentado por alunos de uma classe mÊdia e alta. Enfim, isso tudo vai acabar, a partir de Janeiro. Isto vai tudo dar uma volta, porque a situação económica Ê tão grave que os pais vão deixar de conseguir DFRPSDQKDURVÀOKRVHSDJDU -lhes explicaçþes. A partir de Janeiro, acaba a classe mÊdia. As pessoas ainda não perceberam o ataque que aí vem. Aliås, DFKRTXHQmRTXHUHPID]HU FRQWDVSRUTXHVHRÀ]HUHP vai aumentar brutalmente o número de suicídios. Cheguei à conclusão que era o momento de me reforPDUTXDQGRFRPHFHLDID]HU contas e percebi que quanto PDLVWHPSRÀFDVVHPHQRVLD UHFHEHU(HP'H]HPEURGH 2010, achei que era a altura certa. No espaço de três meses, a 29 de Março de 2011, disseram-me que tinha de ir embora. Como era contestatåria, acredito que havia alguma vontade de me pôr fora. Mesmo quando estive doente e fui operada, em Outubro, ouvia falar do Orçamento de Estado e pensei... isto não pode acontecer. Vi logo o que vinha aí e decidi aproveitar o contacto que tinha com a comunicação social, quando era directora da Infanta Dona Maria. Tinha de ID]HUDOJXPDFRLVD(DVVLP surge o contacto com as televisþes, os jornais e a primeira reunião, em Coimbra, onde apareceram 500 pessoas. Veio gente de todo o lado, a sala HVWDYDFKHLDÀFDUDPSHVVRDV à porta, de pÊ nas escadas e no åtrio... Foi assim que me apercebi de que a APRE! tinha aparecido no momento certo. Preocupa-me a raiva que as pessoas têm aos políticos e aos partidos, neste momento. Trata-se de algo muito perigoso. Defendo a existência de partidos e de sindicatos e, por isso, não percebo aqueles que apelam a que as pessoas não votem ou votem em branco. É quando a democracia atravessa

BI

Consciência cívica e paixão pelo ensino Mulher alentejana, natural de Nisa, viveu a sua juventude HP9LDQDGR$OHQWHMRRQGHIH]RVSULPHLURVDQRVGHHVFROD1D SURVVHFXomRGRVHVWXGRVSDVVRXSRU$OYLWR(VWUHPR]eYRUDH ÀQDOPHQWH&RLPEUDFLGDGHTXHDDFROKHXHRQGHVHQRWDELOL]RX enquanto docente e directora da Escola Secundåria da Infanta Dona Maria, estabelecimento de referência no ensino público nacional. Em poucos minutos de conversa percebe-se que Maria do Rosårio Gama, 63 anos de idade, Ê uma pessoa de fortes FRQYLFo}HV&DVDGDGRLVÀOKRVUHIRUPDGDKiSRXFRWHPSR HQWHQGHXTXHQmRSRGLDFUX]DURVEUDoRVSHUDQWHDTXLORTXH

considera ser o assalto aos direitos dos portugueses que, durante os anos de labuta, contribuĂ­ram para os cofres do Estado, na perspectiva de que fosse honrado o acordo que agora o Governo quer rasgar. Maria do RosĂĄrio Gama ĂŠ, agora, enquanto coordenadora da prĂł-associação APRE! – Aposentados, Pensionista H5HIRUPDGRVXPDYR]DFWLYDHQWUHDVPXLWDVTXHFODPDPSRU MXVWLoDVRFLDO$OXWDpGHWRGRVGL]'RVTXHDLQGDWUDEDOKDP e daqueles que jĂĄ mereciam descansar porque, lembra, tal ĂŠ a austeridade que, “a partir de Janeiro, acabou a classe mĂŠdiaâ€? e o paĂ­s conforme o conhecemos.

estes perĂ­odos de convulsĂŁo que surgem os demagogos SRSXOLVWDVFDSD]HVGHOHYDUR paĂ­s para um caminho que nĂŁo ĂŠ nada bom. Eu vivi no tempo do fascismo e posso DĂ€UPDUTXHHVWDPRVDUHJUHdir. Se conseguisse unir-se podia haver uma verdadeira alternativa de Esquerda, um manto aberto para proteger o Estado social e dar apoio

à criação de emprego. O desemprego Ê uma coisa terrível mas este Governo só sabe cortar, cortar, cortar. Não percebem que, assim, as pessoas deixam de comprar e, se não hå quem compre, tambÊm não Ê SUHFLVRTXHPSURGX]DeXPD espÊcie de pescadinha de rabo na boca, um círculo vicioso que VyFRQGX]DRGHVHPSUHJRHDR empobrecimento�.

E AINDA

´6RXPLOLWDQWHHĂ€OLDGDQR3DUWLGR6RFLDOLVWDPDVLVVRQXQFD me toldou a visĂŁo. Quando vejo uma coisa que considero injusta QmRVRXFDSD]GHĂ€FDUTXLHWD,QFRPRGDPHTXHRVGHSXWDGRV votem todos igual, que obedeçam a uma disciplina partidĂĄria cega. 1mRSHUFHER8PDYH]PDQGHLXPDFDUWDDGL]HUDTXHPHVWDYDQD Assembleia da RepĂşblica que devia vir Ă s escolas, sentir os efeitos daquilo que aprovamâ€?. “EstĂĄ toda a gente descontente. O que queremos ĂŠ defender RVGLUHLWRVGDVSHVVRDV,VVRpRSULQFLSDOeIXQGDPHQWDOGL]HUPRV que estamos vivos e que as pessoas nĂŁo estĂŁo acomodadasâ€?. “Em democracia, hĂĄ sempre alternativas. O Governo estĂĄ no SDUDtVRSRUTXHQmRYLYHQRSDtVUHDO4XDQGRGL]TXHTXHULUDOpP GDŠWURLNDÂŞHVWiDDĂ€UPDUTXHQRIXQGRFRQFRUGDFRPDTXLORTXH nos foi imposto e, atĂŠ, defende medidas mais graves. O ministro GDV)LQDQoDV9tWRU*DVSDUJR]DGHPXLWRERDUHSXWDomRDQtYHO internacional porque lhes presta vassalagem. Ora, se ele nĂŁo os contraria, ĂŠ natural que digam que ele ĂŠ excelenteâ€?. “AntĂłnio Costa disse, hĂĄ dias, que para haver negociaçþes ĂŠ preciso que as pessoas pensem de forma diferente. Ora, entre o Governo e a ÂŤtroikaÂť nĂŁo hĂĄ negociaçþes porque eles pensam da mesma forma. O Governo estĂĄ a cumprir um programa que lhe agrada, de empobrecimento e de diminuição do Estado na sociedadeâ€?. “NĂŁo acredito que este Governo consiga cumprir o mandato. E hĂĄ alternativas? HĂĄ. Apesar de o futuro nĂŁo ser muito DQLPDGRUWHQKRDFHUWH]DGHTXHVHR36IRVVH*RYHUQRQXQFD R(VWDGRVRFLDOHVWDULDWmRHPFDXVDSRUTXHHVWiQDVXDPDWUL] Curiosamente, temos em Portugal uma Esquerda fora do comum, porque nĂŁo se une!â€?. “Li, hĂĄ dias, uma reportagem da VisĂŁo que me deixou muito deprimida. Era sobre casos dramĂĄticos de pessoas que viviam VHPiJXDVHPOX]VHPWHURTXHFRPHUVHPHPSUHJRHVHP esperança. Aqueles testemunhos eram uma coisa dramĂĄtica. Os nossos governantes deviam de ser obrigados a passar por isto... WDOYH]GHL[DVVHPGHDQGDUSRUDtWRGRVHPSURDGRVÂľ ´1mRpSRVVtYHOID]HUFRPSDUDo}HVHTXLOLEUDGDVHQWUHRHQsino pĂşblico e o privado. Na escola pĂşblica nĂŁo se pode recusar este ou aquele aluno, nem despachar um ou outro professor que nĂŁo ensina bem. Na Infanta Dona Maria cumprĂ­amos todos os critĂŠrios de selecção. Era um processo transparente e exigente, pois a atenção estava concentrada em nĂłs, a escola pĂşblica que, sucessivamente, estava colocada nos lugares cimeiros. Quem vai para uma escola privada tem dinheiro. E quem tem dinheiro paga a explicadores. Mas tudo isto vai mudar, a partir de 2013, quando DVSHVVRDVGHL[DUHPGHWHUFDSDFLGDGHĂ€QDQFHLUDÂľ “A avaliação dos professores ĂŠ muito importante, mas nĂŁo podia ser feita nos moldes em que estava estipulada. CriaramVHFRQĂ LWRVQDVHVFRODVTXHQXQFDPDLVYmRVHUUHVROYLGRV$ partilha e colaboração acabou, dando lugar Ă  competição. Foi KRUUtYHO7RGDDJHQWHDGHVFRQĂ€DUXQVGRVRXWURV$DYDOLDomR dos professores tem de ser um processo feito por uma entidade independente, vinda de fora. NĂŁo pode ser o colega do lado a avaliar. Avaliação, sim, claro. Mas nĂŁo desta forma. Foi uma pena QmRWHUHPRXYLGRDTXLORTXHRVGLUHFWRUHVGDVHVFRODVGL]LDPÂľ


FIGURAS DA SEMANA

6

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

Ascensor

A

S U B I R

Alcides Rainho – É o inspector nomeado, esta semana, SDUDFKHÀDUD%ULJDGDGH+RPLFtGLRVGD'LUHFWRULDGR&HQWUR GD3ROtFLD-XGLFLiULD2LQYHVWLJDGRUVXFHGHDRLQVSHFWRUFKHIH 5XL6DQWRVTXHDFDEDGHUXPDUD'tOLSDUDPLQLVWUDUIRUPDomR em Timor-Leste. A nomeação de Alcides Rainho ocorreu QXPDFRQMXQWXUDH[LJHQWHSDUDD%ULJDGDGH+RPLFtGLRVGD Directoria do Centro da PJ. Em 10 dias, compreendidos HQWUHHGH1RYHPEUR>GH@DUHIHULGD%ULJDGDIRL FKDPDGDDLQWHUYLUHPFLQFRFDVRVFDEHQGRPDLRUYLVLELOLGDGH DRDVVDVVLQDWRGHXPDRFWRJHQiULDUHVLGHQWHHP&RLPEUD Fåtima Ramos²20XQLFtSLRGH0LUDQGDGR&RUYR HQWUHJRXUHFHQWHPHQWHFKHTXHVDIDPtOLDVGRFRQFHOKRQR kPELWRGHXPSURJUDPDGHLQFHQWLYRjQDWDOLGDGH3DUDDOpP GDHQWUHJDGHRXHXURV QRFDVRGHXPVHJXQGRÀOKR  destinados à compra de produtos para o recÊm-nascido, nos HVWDEHOHFLPHQWRVFRPHUFLDLVGRFRQFHOKRDHGLOLGDGHODQoRX XPDRXWUDDFomRTXHYLVDFULDUKiELWRVGHSRXSDQoDQRVMRYHQV DSRLDUDFRQFOXVmRGRVHVWXGRVREULJDWyULRVHDVXDUHVLGrQFLD QRFRQFHOKR3RUFDGDFULDQoDQDVFLGDDDXWDUTXLDYDLHIHFWXDU XPGHSyVLWRDQXDOQRYDORUGHHXURVXPDYHUEDFUHVFHQWH TXHSRGHVHUOHYDQWDGDTXDQGRRMRYHPFRPSOHWDURVDQRV 7UDWDVHGHXPH[HPSORGHERDVSUiWLFDVDVHJXLU

06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Mårio Nunes $3UHYLGrQFLD3RUWXJXHVDDVVRFLDomRPXWXDOLVWDOLGHUDGDSRU0iULR 1XQHVUHFHEHXQRSDVVDGRViEDGRHP/LVERDR3UpPLR´,QRYDU3DUD 0HOKRUDU¾GD8QLmRGDV0XWXDOLGDGHV3RUWXJXHVDV´'HKiWUrVDQRV SDUDFiDLQVWLWXLomRGHXXPVDOWRPXLWRIRUWH$3UHYLGrQFLDWHPDJRUD PDLVYDOrQFLDVHGLQkPLFDHHVWiPDLVYROWDGDSDUDDFRPXQLGDGH7XGR TXHWHPRVIRPHQWDGRWHPGDGRUHVXOWDGRV¾FRPHQWRXRSUHVLGHQWHGD GLUHFomRGDDVVRFLDomRFRPVHGHHP&RLPEUD$8QLmRGDV0XWXDOLGDGHV3RUWXJXHVDVLQVWLWXLXHPR3UpPLR´,QRYDUSDUD0HOKRUDU¾ FRPRREMHFWLYRGHJDODUGRDUSURMHFWRVLPSOHPHQWDGRVSRUDVVRFLDo}HV PXWXDOLVWDVTXHVHMDPPRGHORVGHLQRYDomRHFRQVWLWXDPXPD´ERD SUiWLFD¾GRPRYLPHQWRPXWXDOLVWD$LGHLDpGDUYLVLELOLGDGHDSURMHFWRV GHFDUiFWHULQRYDGRUHTXHSRGHPVHUVHJXLGRVSHODVGHPDLVDVVRFLDo}HVPXWXDOLVWDVFRQWULEXLQdo desta forma para o desenvolvimento do movimento mutualista e da economia social no país.

EmĂ­lia Correia – Utente da Fundação MĂĄrio da Cunho Brito (S. Pedro de Alva, Penacova), EmĂ­lia Correia completa hoje 105 anos de idade. Trata-se da utente mais idosa da instituição e, porventura, da regiĂŁo. EmĂ­lia Correia ĂŠ natural da freguesia de Colmeal da Torre, concelho de Belmonte. Filha mais nova de uma IDPtOLDFRPFLQFRĂ€OKRVDPXOKHUĂ€FRXyUImGHSDLHPmHDRVVHWH anos, tendo sido os irmĂŁos a cuidarem dela. Aos 17 anos casou FRP-RVp'LDVSHGUHLURGHSURĂ€VVmRTXHWUDEDOKDYDSRUFRQWD SUySULDHFRPTXHPWHYHTXDWURĂ€OKRV4XLVRGHVWLQRTXHĂ€FDVVH YL~YDSUHFRFHPHQWHDRVDQRV6HPUHFXUVRVHFRQyPLFRVHHP SOHQD,,*XHUUD0XQGLDO(PtOLD&RUUHLDWUDEDOKRXQRFDPSRH Isabel Jonet – Apesar das polĂŠmicas declaraçþes da FRPRODYDGHLUD$PXOKHUFHQWHQiULDUHFRUGDTXHTXDQGRRSDWUmR presidente da direcção da Federação Portuguesa de Bancos GDYDDPHUHQGDHVWDQmRDFRPLDJXDUGDQGRDSDUDRVĂ€OKRVTXH $OLPHQWDUHV&RQWUDD)RPHREDODQoRGD~OWLPDFDPSDQKDGH Ă€FDYDPHPFDVDDRVHXSUySULRFXLGDGR$SHVDUGDSURYHFWDLGDGH UHFROKDGHDOLPHQWRVpSRVLWLYR$RFRQWUiULRGRTXHVHUHFHRX EmĂ­lia Correia mantĂŠm-se activa e lĂşcida, precisando apenas de os portugueses nĂŁo penalizaram a instituição, voltando a ser um andarilho para se deslocar. EDVWDQWH VROLGiULRVFRPHVWDFDXVD(PWRGRRSDtVPLOKDUHV Ricardo Morgado ²$SHVDUGDDOWDDEVWHQomRRDQWHULRU GHYROXQWiULRVUHFROKHUDPWRQHODGDVGHDOLPHQWRV²Q~PHURTXHĂ€FRXPXLWRSUy[LPRGDFDPSDQKDGHKiXPDQR OtGHUHVWXGDQWLOGD$VVRFLDomR$FDGpPLFDGH&RLPEUDYLXRVHX ²RTXHpXPDFODUDDWLWXGHDOWUXtVWDIDFHjLGHLDUHFHQWHPHQWH mandato renovado. As eleiçþes para a Direcção-Geral da AAC SURSDJDGDGHTXHRVSRUWXJXHVHVWrPGHHPSREUHFHU1R Ă€FDUDPPDUFDGDVSRUXPDWD[DGHDEVWHQomRVLWXDGDHQWUHRV GLVWULWRGH&RLPEUDR%DQFR$OLPHQWDUUHFROKHXFHUFDGH HRVSRUFHQWRMiTXHDSHQDVHVWXGDQWHVH[HUFHUDPRVHX direito de voto, num universo de 22 000 a 23 000 universitĂĄrios. 118 toneladas. Com a reeleição, Ricardo Morgado conseguiu igualar o feito de Ricardo Alves – A crise toca a todos, mas no interior )HUQDQGR*RPHVQRVDQRVHTXDQGRHVWHOLGHURXRV HVWD UHDOLGDGH p SRUYHQWXUD PDLV VHYHUD XPD YH] TXH DV destinos da mais antiga associação de estudantes do paĂ­s. oportunidades de emprego sĂŁo ainda mais escassas. Para Manuel Pedroso de Lima ²´­GHVFREHUWDGDWHOHYLVmRD PLQRUDUDVFDUrQFLDVHGLĂ€FXOGDGHVGRVTXHPDLVSUHFLVDPR MunicĂ­pio de Arganil inaugurou esta semana uma loja social. FDL[DTXHPXGRXRPXQGRÂľpRWtWXORGDFRQIHUrQFLDTXH0DQXHO 2SURMHFWRFULDGRHPSDUFHULDFRPGLYHUVDVLQVWLWXLo}HVVRFLDLV 3HGURVRGH/LPDSURIHUHDPDQKmSHODVKQRDXGLWyULRGR HVWiDIXQFLRQDUQR&HQWUR6RFLDOH3DURTXLDOHYLVDVXSULUDV ([SORUDWyULR&HQWUR&LrQFLD9LYD2DGYRJDGRTXHIRLPHPEUR QHFHVVLGDGHVLPHGLDWDVGDVIDPtOLDVQDiUHDDOLPHQWDUHQRTXH GRV&RQVHOKRVGH$GPLQLVWUDomRHGH2SLQLmRGD573HSURIHVVRUQD(6&6/H,6&7(YDLID]HUXPDEUHYHFDUDFWHUL]DomRGD respeita ao vestuĂĄrio. comunicação social, desde o inĂ­cio das emissĂľes de televisĂŁo atĂŠ Ă s Victor Carvalho ²(PWURFDGHXPDH[SRVLomRGHDUWH PDLVUHFHQWHVDOWHUDo}HVWHFQROyJLFDVTXHGLWDUDPDVHFXQGDUL]DomR um espectĂĄculo de mĂşsica ao vivo e o lançamento de um livro GDWHOHYLVmRS~EOLFDIDFHDRVRSHUDGRUHVSULYDGRV3HGURVRGH infantil, a Junta de Freguesia de Cernache pediu Ă  população /LPDYDLDLQGDDQDOLVDUDVTXHVW}HVOLJDGDVjDSDUHQWHGHFLVmRGR SDUDHQWUHJDUDOLPHQWRVHYHVWXiULRSDUDVHUHPGLVWULEXtGRV Governo de privatizar pelo menos um canal da RTP e antever os VREDIRUPDGHFDED]jVIDPtOLDVPDLVFDUHQFLDGDV$SHODQGR SULQFLSDLVGHVDĂ€RVTXHVHFRORFDPDHVWHPHLRGHFRPXQLFDomR DRHQYROYLPHQWRGDVSHVVRDVVRERPRWHGHXPDFDPSDQKD social face Ă  crescente importância da Internet. GHVLJQDGD´1DWDO6ROLGiULRÂľ9LFWRU&DUYDOKRSUHVLGHQWHGD JoĂŁo Paulo Pires ²2UHVSRQViYHOGDHPSUHVD6UDPSRUWGD DXWDUTXLDPRVWURXWHUERPFRUDomRHVREUHWXGROLGHUDUXPD MXQWDGHIUHJXHVLDTXHHVWiDWHQWDDRVSUREOHPDVVRFLDLVTXH Pedrulha, tomou posse na semana passada como presidente da SRVVDPH[LVWLUQDFRPXQLGDGH$Ă€QDORQGHWRGRVDMXGDP GLUHFomRGD$%,027$²$VVRFLDomR1DFLRQDOGDV,QG~VWULDVGH 'XDV5RGDV)HUUDJHQV0RELOLiULRH$Ă€QVVHGLDGDHPÉJXHGD nada custa. -RmR3DXOR3LUHVVXFHGHQRFDUJRDRHPSUHViULR$EtOLR&DUGRVR *DUDQWLUDFRQWLQXLGDGHGD´VXVWHQWDELOLGDGHSDWULPRQLDOHĂ€QDQA D E S C E R FHLUDÂľGDDVVRFLDomRpSULQFLSDOGHVtJQLRGH-RmR3DXOR3LUHVTXH SĂŠrgio Silva Monteiro ²2VHFUHWiULRGH(VWDGRGDV FRQVLGHUDFRPRSULRULWiULRDSURPRomRGRWUDEDOKRGHVHQYROYLGR 2EUDV 3~EOLFDV 7UDQVSRUWHV H &RPXQLFDo}HV DQXQFLRX SHOR/DERUDWyULRGH(QVDLRVGH6XSHUItFLHVGDLQVWLWXLomR VHJXQGDIHLUDTXHDVWDULIDVGRVWUDQVSRUWHVS~EOLFRVYmRVRIUHU JoĂŁo Maria AndrĂŠ²2OLYUR´0XOWLFXOWXUDOLGDGHLGHQWLGDQRYRDJUDYDPHQWRHP(VWHDQRDVXELGDPpGLDIRLGH FLQFRSRUFHQWRVHQGRSUHYLVtYHOTXHDLQĂ DomRDWLQMDTXDVHXP des e mestiçagem: o diĂĄlogo intercultural nas ideias, na polĂ­tica, ponto percentual. Com esta escalada do preço de um serviço QDVDUWHVHQDUHOLJLmRÂľGDDXWRULDGH-RmR0DULD$QGUpYDLVHU HVVHQFLDOSDUDPXLWRVSRUWXJXHVHVQmRpGHHVWUDQKDUTXHKDMD lançado na Casa das Caldeiras, na segunda-feira, dia 10, Ă s 18h00. FDGDYH]PDLVSDVVDJHLURVDGHVLVWLUGRVWUDQVSRUWHVS~EOLFRV A apresentação estĂĄ a cargo dos professores universitĂĄrios FerQDQGR&DWURJDH-RVp0DQXHO3XUH]DHLQVHUHVHQRFRQWH[WRGDV RXDDUULVFDUDVRUWHHDQGDUVHPELOKHWH

comemoraçþes do Dia Internacional dos Direitos Humanos. JoĂŁo Vasco Paiva²1DWXUDOGH&RLPEUD-RmR9DVFR3DLYD SDUWLFLSDQXPDH[SRVLomRFROHFWLYDQDSUHVWLJLDGDJDOHULDEULWkQLca Saatchi Gallery. A mostra tem como tema Palimpseptic and 7UDFHVDW6DDWFKLHYDLHVWDUSDWHQWHDRS~EOLFRDWpGH-DQHLUR Actualmente o artista reside em Honh Kong.Licenciado pela (VFROD6XSHULRU$UWtVWLFDGR3RUWRRMRYHPDUWLVWDIRLHP FRPXPDEROVDGHHVWXGRSDWURFLQDGDSHOD)XQGDomR2ULHQWH para Hong Kong, onde se radicou. Frederico Duarte Carvalho²2OLYUR´&DPDUDWH²6i &DUQHLURHDVDUPDVSDUDR,UmRÂľGDDXWRULDGH)UHGHULFR'XDUWH Carvalho, vai ser lançado amanhĂŁ, dia 7, Ă s 21h30, na Livraria BerWUDQGGR&HQWUR&RPHUFLDO'ROFH9LWD&RLPEUD$DSUHVHQWDomR serĂĄ feita por Carlos Encarnação, antigo presidente da Câmara 0XQLFLSDOGH&RLPEUDHDQWLJRVHFUHWiULRGH(VWDGR'LQR$OYHV SUHVLGHQWHGD-6'&RLPEUDH-RmR$EUHXHPUHSUHVHQWDomRGR 36'&RLPEUD$REUDWHPDFKDQFHODGD(GLWRULDO3ODQHWD Ă lvaro Portugal ²$SRVHQWDGRGD('3RQGHWUDEDOKRX FRPRHQJHQKHLURÉOYDUR&DVWUR3RUWXJDOIDOHFHXGRPLQJR   aos 81 anos de idade. Casado com Edite Correia, era pai de Maria *DEULHODH0DULD(GLWHHGHÉOYDUR$QWyQLR3RUWXJDO IXQFLRQiULR GDHPSUHVDPXQLFLSDOÉJXDVGH&RLPEUD  JosĂŠ Rui Faria de Abreu ²´8PDSHVVRDFRPSOHWDDTXHP HUDLPSRVVtYHOĂ€FDULQGLIHUHQWHÂľHLVFRPR$QWyQLR7UDYDVVRVPpGLFRRIWDOPRORJLVWDVHUHIHULXD-RVp5XL)DULDGH$EUHXIDOHFLGR na terça-feira (27) e cujo funeral se realizou no dia seguinte, na )LJXHLUDGD)R]7UDYDVVRVUHFRUGRXXPKRPHPHXPSURĂ€VVLRQDO TXH´FRQVHJXLXVHPSUHUHVSHLWDUD&LrQFLDRFROHJDHIXQGDPHQWDOPHQWHRGRHQWHÂľGLVVHHPDUWLJRGHRSLQLmRSXEOLFDGR QR'LiULRGH&RLPEUD-RVpGH&XQKD9D]TXHSULYRXFRP)DULD GH$EUHXQRV+RVSLWDLVGD8QLYHUVLGDGHGH&RLPEUDVXEOLQKRX DRGLiULR$V%HLUDVTXHVHSHUGHX´XPGRVSURĂ€VVLRQDLVGHPDLV FRQKHFLPHQWRÂľQDiUHD´LGHDOLVWDHGHIHQVRUGRVSULQFtSLRVHP TXHDFUHGLWDYDÂľ0pGLFRRIWDOPRORJLVWDDQRVGHLGDGH-RVp 5XL)DULDGH$EUHXSDGHFLDGHGRHQoDGRIRURFDUGtDFR1DWXUDO GH/LVERDOLFHQFLDGRHP0HGLFLQDSHOD8QLYHUVLGDGHGH&RLPEUD 8& IH]WHVHGHGRXWRUDPHQWRHP2IWDOPRORJLDVREUHR WHPD´5HWLQRSDWLDGLDEpWLFDÂľ(VSHFLDOLVWDHDVVLVWHQWHKRVSLWDODU FKHĂ€RXR6HUYLoRGH2IWDOPRORJLDGRV+RVSLWDLVGD8QLYHUVLGDGH GH&RLPEUDHIRLLQYHVWLJDGRUGR,QVWLWXWR%LRPpGLFRGH,QYHVtigação de Luz e Imagem. Casado com Dirce Moreno, era pai de Eduardo LuĂ­s e de LuĂ­s Pedro. Jorge Ferreira e Samuel Ăšria ²2P~VLFRQDWXUDOGH&DQWDnhede Jorge Ferreira e o compositor Samuel Ăšria estĂŁo a promover MXQWRVRVVHXVPDLVUHFHQWHVWUDEDOKRV2FRQFHUWRLQDXJXUDO GHFRUUHQRSUy[LPRViEDGRGLDjVKQR7HDWUR/RXFRPRWLYDHP7DYHLUR-RUJH)HUUHLUD TXHpPXOWLLQVWUXPHQWLVWD QRSURMHFWR3LQWR)HUUHLUDFXMRQRYRWUDEDOKRVDLUiSDUDDVORMDV QRSULPHLURVHPHVWUHGH SUHSDUDXPQRYRWUDEDOKRDVROR FRQWDQGRFRPDSUHVHQoDGH6DPXHOĂ“ULDTXHYLUiWDPEpPHOH apresentar o seu mais recente disco, com edição prevista para o SUy[LPRPrVGH0DUoR

PUBLICIDADE

30962


06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

FACTOS DA SEMANA

7

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

Coimbra: Romenos punidos Antigo ColĂŠgio das Artes mais recuperado A ala central do Antigo ColĂŠgio das Artes, no PĂĄtio da Inquisição, em com penas de prisĂŁo por furto 1RYHFLGDGmRVURPHQRVDFXVDGRVGHIXUWRTXDOLĂ€FDGRIRUDP Coimbra, vai ser alvo de obras de reabilitação para ali ser instalada a sede condenados, hĂĄ dias, pelo Tribunal de Coimbra, a penas de prisĂŁo da Cena LusĂłfona - Associação Portuguesa para o Intercâmbio Teatral. As efectiva. Um, cuja conduta implica maior grau de exigĂŞncia em obras integram o programa de acção Cidade Univer(sc)idade - Regenerar e termos de prevenção geral, foi punido com 17 meses de cadeia; Revitalizar o Centro HistĂłrico de Coimbra, foram consignadas Ă empresa os restantes com 15 meses. Na medida em que, em abstracto, Lusocol - Sociedade Lusa de Construção Lda, pelo valor de 744 531 euros poderia haver lugar Ă  suspensĂŁo da execução das penas (inferiores PDLV,9$ FRPSUD]RGHH[HFXomRGHXPDQRHVmRFRĂ€QDQFLDGDVSHOR DFLQFRDQRV RFROHFWLYRGHMXt]HVMXVWLĂ€FRXDPHGLGDGHSULVmR QREN (Mais Centro - Programa Operacional do Centro) em 85 por cento efectiva invocando o alarme social gerado pela prĂĄtica de crimes do investimento elegĂ­vel atĂŠ ao limite de 828 217 euros, com a parte restante a ser suportada pelo orçamento da Câmara Municipal de Coimbra. Trata-se da recuperação de um espaço que pertenceu, inidesta Ă­ndole. Apesar de a decisĂŁo judicial ainda nĂŁo ter assumido FDUiFWHUGHĂ€QLWLYRRVDUJXLGRVUHJUHVVDUDPjFDGHLDDRDEULJRGR cialmente, ao ColĂŠgio de S. Miguel e de Todos os Santos, construĂ­do em 1535, que funcionou como ColĂŠgio das Artes atĂŠ ao DQRGHDOWXUDHPTXHHVWH&ROpJLRSUpXQLYHUVLWiULRVHWUDQVIHULXSDUDD´$OWDÂľGH&RLPEUDĂ€FDQGRRHGLItFLRGHVDIHFWDGR regime de prisĂŁo preventiva por que se encontram abrangidos, Decorreram alguns anos atĂŠ se estabelecer no local o Tribunal do Santo OfĂ­cio (Inquisição), que ali esteve atĂŠ ser extinto em 1821. restando-lhes cumprir poucos meses de reclusĂŁo. Os indivĂ­duos tinham sido acusados, pelo MinistĂŠrio PĂşblico, de autoria de dois FULPHVGHIXUWRTXDOLĂ€FDGRPDVD9DUD0LVWDGH&RLPEUDFRQFOXLX sĂł ter sido feita prova acerca de um. O Tribunal levou em consi- Bispo. Os 15 centros (onde se incluem os seis de Coimbra) arguidos por posse e uso do material apreendido, serviram-se GHUDomRDFRQĂ€VVmRHDUHSDUDomRGRVGDQRVLQĂ LJLGRVjYtWLPD sĂŁo frequentados por cerca de 408 000 pessoas. Sediado na daquele meio de pagamento para efectuar compras em vĂĄrias LousĂŁ, o ACES do Pinhal Interior Norte abrange aquele lojas do “FĂłrum Coimbraâ€?, mas, na maior parte das situaçþes, os Montemor-o-Velho com refeiçþes sociais MunicĂ­pio e os de AlvaiĂĄzere, AnsiĂŁo, Arganil, Castanheira de cartĂľes (contrafeitos) puseram a nu o esquema engendrado para 0RQWHPRUR9HOKRMiWHPHPIXQFLRQDPHQWRWUrVFDQWLQDV 3HUD)LJXHLUyGRV9LQKRV*yLV0LUDQGDGR&RUYR2OLYHLUD enganar os comerciantes. sociais, duas na Santa Casa da MisericĂłrdia de Pereira e na da sede do Hospital, Pampilhosa da Serra, PedrĂłgĂŁo Grande, Penela, Ă“bitos de figuras da “Baixaâ€? do concelho e uma terceira no Centro Paroquial de Solidariedade 7iEXDH9LOD1RYDGH3RLDUHV2VXWHQWHVGHVWHVFHQWURV Joaquim Reis Fonseca e CĂŠsar Madeira, que exercerem as Social de Arazede, com uma capacidade de 65 refeiçþes diĂĄrias, sĂŁo 140 000. SĂŁo ĂłrgĂŁos dos ACES’s o director executivo, sete dias por semana. A autarquia, atravĂŠs da Unidade de Acção o Conselho Executivo, o Conselho ClĂ­nico e de SaĂşde e o suas actividades, respectivamente de mĂŠdico oftalmologista e de comerciante, na ÂŤBaixaÂť de Coimbra, foram sepultados, domingo Social e do Conselho Local de Acção Social, pode, em caso de Conselho da Comunidade. (02), no cemitĂŠrio da Conchada. Reis Fonseca tinha 69 anos necessidade, fornecer mais de 1 300 refeiçþes por semana, de idade e CĂŠsar Madeira, co-fundador da antiga Casa das ou seja, atĂŠ 65 refeiçþes diĂĄrias, sete dias por semana, em cada Gabardinas, contava perto de 100. O comerciante era pai de instituição. Pedro Manuel e Maria Teresa. O mĂŠdico era pai de Miguel JosĂŠ. Roda Pedaleira vai ter centro de BTT O grupo Roda Pedaleira recebeu, domingo, um terreno Brutal acidente tira a vida a dois jovens Dois rapazes, ambos com pouco mais de 20 anos de idade, cedido pela Junta de Freguesia de Eiras, no concelho de morreram, na madrugada de domingo (02), em Coimbra, Coimbra, onde irĂĄ construir um centro desportivo de BTT devido a um acidente de viação. A viatura em que se faziam (biclicletas todo-o-terreno). O programa de actividades para transportar despistou-se na avenida de Urbano Duarte. Joesse dia iniciou-se com um passeio de BTT, a que se seguiu aquim Miguel Cardoso, natural da Marinha Grande, residia o almoço, durante o qual foi assinado o protocolo com a em Coimbra e era aluno da Escola de Hotelaria; Daniel Filipe Junta de Freguesia de Eiras, presidida por Filomena Santos, e Oliveira, que morava em Condeixa-a-Nova, era estudante homologado na presença do presidente da Câmara Municipal universitĂĄrio de Relaçþes Internacionais. de Coimbra, JoĂŁo Paulo Barbosa de Melo.

“Grammar Booster� Jovens Adultos

IPN abre laboratório de fitossanidade O Instituto Pedro Nunes (IPN) anunciou a abertura de XPODERUDWyULRGHÀWRVVDQLGDGH )LWR/DE TXHLUiGHGLFDVH à detecção e investigação de pragas e doenças de espÊcies KRUWtFRODVIUXWtFRODVHà RUHVWDLV(VWHODERUDWyULRLQGHSHQGHQWH conta com a supervisão de docentes e investigadores ligados à Universidade de Coimbra e a uma Unidade I&D da FCTUC (Centro de Ecologia Funcional).

2ÂŞ ou 4ÂŞ feiras das 18.30 h Ă s 21.30 h 30 horas - â‚Ź 300,00 20 horas - â‚Ź 200,00

Peça informaçþes International House YoubeQ de Coimbra para o mundo Antero de Quental 135 - 3000-032 Coimbra A plataforma youbeQ, criada pela iNovmapping, uma Rua Telem.: 937 902 886 - Tel: 239 822 971 empresa de base tecnolĂłgica da Universidade de Coimbra, E-mail: info@ihcoimbra.com acaba de ser seleccionada pela Google e pela Mozilla Firefox www.ihcoimbra.com como aplicação de referĂŞncia mundial. Lançada hĂĄ cerca de um ano, a youbeQ tem mais de um milhĂŁo de visitantes e 70 Restos de esqueleto humano 000 utilizadores registados, provenientes de todos os paĂ­ses do encontrados em AlvaiĂĄzere mundo, tendo sido escolhida pelos dois gigantes tecnolĂłgicos Ossos que aparentam ser restos de um cadĂĄver (de homem para ser inserida nas lojas de aplicaçþes web. ou mulher) foram descobertos, sexta-feira (30 de Novembro), ISA ajuda a reduzir custos de energia perto de AlvaiĂĄzere, disse ao “CampeĂŁoâ€? fonte da GNR. A fonte A empresa tecnolĂłgica ISA, com sede em Coimbra, apre- aventou a hipĂłtese de se tratar de parte do esqueleto de um hosentou uma ferramenta que permite reduzir os custos de energia mem, dado como desaparecido em 2009. A ossada foi localizada em casa e nos escritĂłrios. Esta ferramenta, o “cloogyâ€?, permite numa operação de terraplenagem relacionada com a construção controlar os consumos e fazer uma utilização mais racional dos de um lanço da A13 (auto-estrada destinada a ligar Coimbra e equipamentos elĂŠctricos, alĂŠm de aconselhar os melhores tarifĂĄrios Tomar mediante reconversĂŁo do ItinerĂĄrio Complementar nÂş. a adoptar. A informação sobre os consumos ĂŠ dada em tempo 03). Os contornos do caso estĂŁo a ser averiguados pela Directoria real, facilitando o acesso a dados histĂłricos e a previsĂľes de dados do Centro da PolĂ­cia JudiciĂĄria. Populares auscultados pelo nosso mensais. Jornal, que os pĂ´s a par do alvitre do militar da Guarda, reconheceram terem tomado conhecimento, hĂĄ trĂŞs anos, do alegado SaĂşde: Sujeitos a fusĂŁo agrupamentos de centros desaparecimento de um sujeito que vivia em uniĂŁo de facto com Uma portaria subscrita por trĂŞs ministros acaba de criar uma mulher chamada LĂ­dia. o Agrupamento de Centros de SaĂşde (ACES) do Baixo Coimbra: PJ apreendeu 80 Mondego e o congĂŠnere do Pinhal Interior Norte, resultancartĂľes de crĂŠdito falsificados do o primeiro da fusĂŁo de trĂŞs agrupamentos e o segundo 2LWHQWDFDUW}HVGHFUpGLWRIDOVLĂ€FDGRVIRUDPDSUHHQGLGRV da de dois, soube o “CampeĂŁoâ€?. Com sede em Coimbra, o ACES do Baixo Mondego congrega aquele MunicĂ­pio hĂĄ dias, em Coimbra, pela PolĂ­cia JudiciĂĄria, que interceptou trĂŞs e os de Cantanhede, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, indivĂ­duos oriundos da MalĂĄsia, revelou a Directoria do Centro. 0HDOKDGD0LUD0RQWHPRUR9HOKR0RUWiJXD3HQDFRYDH Levados ao Tribunal de Instrução Criminal, os arguidos estĂŁo Soure. No concelho conimbricense hĂĄ os centros de saĂşde de obrigados a apresentar-se, diariamente, a um ĂłrgĂŁo de polĂ­cia Celas, Eiras, da avenida de FernĂŁo de MagalhĂŁes, do bairro criminal, e impedidos de sair de Coimbra, tendo sido ordenada a de Norton de Matos, de Santa Clara e de S. Martinho do retenção dos respectivos passaportes. Os indivĂ­duos, constituĂ­dos

FÊrias equestres de Natal A iniciativa fÊrias equestres de Natal da EquiMondego, no Centro Hípico de Coimbra, proporcionarå uma semana de pura diversão ao ar livre, novas amizades e muitas aventuras com os cavalos. Esta actividade vai decorrer de 17 a 21 de Dezembro e estå destinada a crianças, a partir dos cinco anos, com ou sem experiência equestre, e desde o nível de iniciação ao nível de competição. Para mais informaçþes deve ser contactada Inês Sobral (917818913), ou atravÊs do email equimondego@hotmail.com, ou na rede social www.facebook.com/EquiMondego. Judocas de Coimbra medalhados Nove medalhas foi o total conquistado por atletas de clubes inscritos na Associação Distrital de Judo de Coimbra, no Campeonato Nacional de Seniores, em Odivelas. No sector feminino, na categoria de -52 kg, Ana Sousa, da AAC, sagrou-se campeã nacional e revalidou o título alcançado em 2011. Em -48 kg, Joana Diogo (JCC) conquistou o título de vice-campeã nacional sÊnior, enquanto Joana Cesårio (AAC) subiu ao 2.º lugar na categoria de -57 kg, prova em que Joana Nunes, do Judo Clube da Marinha Grande, que treina com a equipa do JCC, foi 3.ª classificada. No sector masculino, Nelson Santos (JCC) alcançou o título de vice-campeão nacional na categoria de -60 kg e, em -66 kg, Philippe Reis (JCC) subiu ao pódio para ocupar o 3.º lugar. Na categoria de -73 kg, Jorge Fernandes, tambÊm do JCC, perdeu o título de campeão nacional conquistado em 2011 ao ser derrotado, na final, por Nuno Saraiva (JCMG), a quem vencera na edição transacta. Mårio Camþes (JCC) tambÊm trouxe uma medalha de bronze, na categoria de -81 kg, assim como Andrei Sanduta (AAC), em -100 kg, e Hugo Ângelo (AAC) em +100 kg. Sol-Eiras assinala aniversårio O Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra realizarå, amanhã (dia 07), pelas 21h00, um concerto na Igreja Matriz de Eiras, e irå oferecer dois euros à associação Sol-Eiras por cada CD vendido. A instituição de solidariedade, que assinala 17 anos, tem såbado (dia 08) o jantar de aniversårio, no restaurante Ratatui, no largo de Eiras, com a dupla vertente de assinalar a efemÊride e de convívio de Natal. A Sol-Eiras tem 12 utentes no Centro de Dia, onde pode receber mais oito, e då apoio domiciliårio a 24 pessoas (tem vaga para mais uma), incluindo aos ÀQVGHVHPDQDHIHULDGRV


CONDEIXA-A-NOVA

8

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Corporação de bombeiros comemorou 35 anos

1RYRPRGHORGHĂ€QDQFLDPHQWRpXUJHQWH GLĂ€FXOGDGHVÂľpRSULQFLSDO objectivo, lembra. Tal conConsiderando que os vicção ĂŠ partilhada pelo tempos nĂŁo estĂŁo para fes- comandante dos BVC, que tas, o assinalar dos 35 anos GHIHQGHDUHYLVmRGRĂ€QDQdos Bombeiros VoluntĂĄrios ciamento das corporaçþes. de Condeixa-a-Nova (BVC) Fernando Gonçalves serviram de pretexto para o explica que cada instituição presidente da Direcção, Da- tem caracterĂ­sticas prĂłprias niel Costa, deixar um apelo e lida com realidades muito urgente Ă necessidade de um diferentes. novo e imprescindĂ­vel moNa sua opiniĂŁo, a Liga GHORGHĂ€QDQFLDPHQWRSDUD dos Bombeiros Portugueos corpos de bombeiros. ses, atravĂŠs das suas fedePara algumas associa- raçþes, deve analisar cada çþes trata-se de “um caso de caso e adequar os meios vida ou de morteâ€?, sublinha GH Ă€QDQFLDPHQWR jV GLĂ€o responsĂĄvel. Agir bem – e culdades sentidas por cada rapidamente – ĂŠ fundamen- corporação. tal, avisa Costa, relegando A ĂĄrea de actuação dos para segundo plano “guerri- VoluntĂĄrios de Condeixa-alhas e querelasâ€? que em nada Nova abrange as freguesias contribuem para agilizar este do concelho e algumas do processo. municĂ­pio de Coimbra, sen“Garantir aos bom- do o transporte de doentes beiros e respectivas asso- o principal serviço prestado ciaçþes total solidariedade e a fonte de receitas mais para ajudar a ultrapassar as preponderante. INĂŠS TORRES

Apesar de os meses de Verão exigirem uma resposta pronta no combate aos incêndios florestais, a actividade dos bombeiros tem outras vertentes ao longo de todo o ano, embora com diferentes exigências. Fernando Gonçalves defende, por isso, que o parque de viaturas deve ter em conta esta realidade e não perder de vista que o serviço de transporte de doentes Ê o JDUDQWH GR ÀQDQFLDPHQWR da associação, enquanto não houver um outro moGHORPDLVHÀFD] Com as contas em dia e uma situação económica Joaquim Simþes (à direita), Ê o sócio número 1 que não inspira preocupados Bombeiros Voluntårios de Condeixa çþes, os BVC sentem-se preparados para ultrapassar Neste sentido, a pró- lidade e o rigor exigidos de serviço destas viaturas as dificuldades, admite o [LPDDSRVWDVHUiFHUWLÀFDU e, reunidos os requisitos, aos hospitais e instituiçþes comandante. as ambulâncias com a qua- apresentar uma proposta de Coimbra. Nas ruas da vila

3RSXODUHVMXQWDUDPVHSDUDDVVLVWLUDGHVĂ€OH

Presidente da Direcção, Daniel Costa, apela a um novo modelo de financiamento

Fernando Gonçalves, comandante, aposta no transporte de doentes para salvaguarda da corporação

8P GHVÀOH SHODV UXDV Organização no Teatro de da vila, dedicado à corOperaçþes, acção em que poração, foi ponto alto participaram 280 pessoas. das comemoraçþes dos Durante este período, 35 anos dos Bombeiros houve a realização de vårias Voluntårios de Condeixa-acampanhas solidårias e, a Nova. Centenas de pessoas, culminar, no cine-teatro concentradas na praça da local, um encontro de reRepública, juntaram-se para à H[mRHPTXHHVWLYHUDPUHassistir ao cortejo de viatupresentadas vårias instituiras e de homens e mulheres çþes e organismos, como fardados, que marcharam Ê o caso da Autoridade ao som da fanfarra dos Nacional de Protecção CiBombeiros Voluntårios de vil, da Liga dos Bombeiros Cantanhede. Portugueses, da Federação O aniversårio ficou Bombeiros desfilaram, mostrando equipamento dos Bombeiros do Distrito marcado, ainda, pelo bapde Coimbra, do Município e as viaturas à população tismo e benção de quatro de Condeixa-a-Nova e da novas viaturas, respectivamente, duas ambulâncias de Guarda Nacional Republicana, entre outros. transporte de doentes, um veículo (tanque) tåctico rural (VWDRFDVLmRVHUYLXLJXDOPHQWHSDUDGLVWLQJXLUÀJXUDV uma viatura de transporte simples de doentes, com capa- de relevo e para promover, condecorar e entregar divisas a cidade para cinco ocupantes. elementos do corpo activo dos Voluntårios de Condeixa. O programa das comemoraçþes do aniversårio da Presente nas comemoraçþes esteve, tambÊm, uma coassociação humanitåria arrancou no início do mês de mitiva dos bombeiros de Bretten (Alemanha), geminados 1RYHPEUR FRP XPD RÀFLQD GH WUDEDOKR GHGLFDGD j com a corporação portuguesa, hå vårios anos.

PUBLICIDADE

8WLOLGDGHVSDUD3URĂ€VVLRQDLVGH+RWHODULD &RQGHL[DD1RYD_7HOHISDODPHQWDHPSUHVD#JPDLOFRP

Santa Casa da MisericĂłrdia de Condeixa-a-Nova

à rea da Infância: Felicita os B. V. de Condeixa-a-Nova ‡&DVDGD&ULDQoD pelo seu 35.º aniversårio ‡&UHFKH3p]LQKRVGH/m ‡&$7 &HQWURGH$FROKLPHQWR7HPSRUiULR

à rea da Terceira Idade: ‡(VWUXWXUD5HVLGHQFLDOSDUD,GRVRV ‡&HQWURVGH'LD ‡6HUYLoRVGH$SRLR'RPLFLOLiULR

Rua Wenceslau Martins de Carvalho Apartado 85 - 3150-148 Condeixa-a-Nova Tel:239 949 150 - Fax 239 949 159 geral@scmcondeixa.pt www.scmcondeixa.pt

32169

32164

Felicita os Bombeiros VoluntĂĄrios de Condeixa-a-Nova pelo seu aniversĂĄrio


06

QUINTA-FEIRA

CONDEIXA-A-NOVA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

9

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

Alerta do presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses

“Voluntariado nĂŁo ĂŠ sinĂłnimo de amadorismoâ€? O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) apelou para que seja criada uma estrutura sĂłlida que apoie, financeiramente, os voluntĂĄrios de Portugal. Jaime Soares falou, sĂĄbado, na cerimĂłnia dos 35 anos da reactivação da corporação de Condeixa-a-Nova, tendo aproveitado a ocasiĂŁo para defender os soldados GD3D] “NĂŁo se pense que o voluntariado, em Portugal, ĂŠ sinĂłnimo de amadorismo. Ser voluntĂĄrio ĂŠ sinal de capacidade, de competĂŞncia e de profissionalismoâ€?, afirmou o presidente da LBP. Independentemente de os bombeiros poderem contar com a caridade e o mecenato, a Administração Central nĂŁo se pode colocar de parte, em termos de financiamentos, sustentou Jaime Soares.

Sublinhado que a estrutura de protecção civil nacional tem como principal agente os bombeiros voluntårios – cerca de 95 por cento –, garantiu que aquela Ê uma preocupação constante da orgaQL]DomRTXHOLGHUDHSRU isso, solicitou confiança. Contudo, lembra Jaime Soares, as reformas propostas para os bombeiros só serão concreti]DGDV VH HVWHV HVWLYHUHP todos unidos, em prol de uma causa comum e a caminhar no mesmo sentido. O objectivo, explica, ´pID]HUFKHJDURGLQKHLUR àqueles que, no terreno e no teatro de operaçþes, bem precisam dele�. Soares garante que Ê nesse sentido que a Liga estå a trabalhar, propondo, ao MinistÊrio da Administração Interna, reformas que podem ser PDLVHILFD]HVHFRPPHnores custos.

Na cerimĂłnia, que decorreu no Ăşltimo sĂĄbado e que contou com a presença de representantes de vĂĄrias associaçþes de bombeiros, Jaime Soares pediu para que estas se unam, em prol de um melhor trabalho e orientação, sendo essencial, destacou, uma interligação mais prĂłxima com as federaçþes. â€œĂ‰ neste espĂ­rito de solidariedade e entreajuda que reside o caminho para a resolução da maioria dos problemas que afectam os bombeirosâ€?, frisou o presidente da Liga. Consciente da importância das autarquias, no apoio Ă sobrevivĂŞncia das corporaçþes de bombeiros, atravĂŠs de verbas, equipamentos e outras ajudas, Jaime Soares enalteceu o papel do presidente da Câmara Municipal de Condeixa.

Presidente da Liga defende que os bombeiros devem ter estrutura financeira sĂłlida

Em 20 anos de exercício autårquico, Jorge Bento mostrou estar sempre ao lado da associação humanitåria dos Bombeiros Voluntårios de Condeixa %9& GLVSRQLELOL]DQGR se para a ajudar a superar as dificuldades.

Embora a corporação tenha reforçado o seu parque de viaturas com um novo veículo de transporte simples de doentes, Jaime Soares considera que este não apresenta as condiçþes adequadas para o fim a que se destina.

“NĂŁo podemos ser uns meros transportad o r e s d e p e s s o a s, d e qualquer maneira. NĂłs, bombeiros, temos um trabalho qualificado e HVSHFLDOL]DGR H QXQFD deixaremos de o terâ€?, alertou.

Medalha de Ouro

Bombeiros reconhecem contributo de Jorge Bento O presidente da Câmara Municipal de Condeixa, Jorge Bento, que cumpre o último mandato, foi agra-

ciado pelos bombeiros do concelho com uma medalha de ouro, uma forma de reconhecer o apoio do

autarca à corporação. O edil ag radeceu a distinção, contudo, lembrou que se tratou de um

contributo cujo mĂŠrito deve ser repartido por todos os que, com ele, tĂŞm vindo a trabalhar em prol do municĂ­pio. “A construção de uma terra ĂŠ um exercĂ­cio colectivo, governar ĂŠ partilhar responsabilidades. Resolver crises ĂŠ um problema de WRGRVÂľDĂ€UPRXRDXWDUFD apelando ao contributo de

cada um como forma de vencer os obstĂĄculos. Sem descurar o motivo da celebração, o presidente da Câmara mostrou-se orgulhoso – como cidadĂŁo e como autarca – pelo facto de a associação humanitĂĄria dos Bombeiros VoluntĂĄrios de Condeixa completar 35 anos, congratulando-se pelo facto de esta ser “uma

instituição sólida, sem proEOHPDVÀQDQFHLURVHFDSD] de responder à sua missão FRPHÀFiFLD¾ Jorge Bento foi uma das WUrVÀJXUDVKRPHQDJHDGDV com o galardão måximo, a par do empresårio Carlos Nunes e da Irmã Alice, madre superiora do Sagrado Coração de Jesus de Condeixa.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Freguesia de Anobra Felicita os B. V. de Condeixa-a-Nova pelo seu 35.Âş AniversĂĄrio

Felicita os B. V. de Condeixa-a-Nova pelo seu aniversĂĄrio Largo da Igreja - 3150-334 Zambujal Condeixa-a-Nova - Telef.: 239 569 849 E-mail: juntazambujal@sapo.pt

Felicita os B. V. de Condeixa-a-Nova pelo seu 35.Âş aniversĂĄrio

- Estr. Nacional 347 | Sebal Grande | 3150-287 Sebal | Condeixa-a-Nova Telef.: 239 948 168 | Telem.: 968 133 264 | sebalautocar@sapo.pt - Zona Industrial de Soure, Lote 5 - Soure - Telef.: 239 507 580

Rua da Escola, n.Âş 13 - Campizes - 3150-253 Ega Condeixa-a-Nova - Telef.: 239 942 409 www.espiga.com.pt

Cerâmicas Artísticas Regionais Reproduçþes dos sÊc. XV e XVII / Louças Utilitårias

Telfs. 239 948 688 - 239 948 689 - Fax 239 942 460 - S. Fipo - 3150-259 CONDEIXA-A-NOVA - http:\\www.estreladeconimbriga.com - e-mail: cestrela@mail.telepac.pt

32167

Felicita os B. V. de Condeixa-a-Nova pelo seu 35.Âş aniversĂĄrio

32162

%DWHFKDSDV‡3LQWXUD Felicita os B. V. de Condeixa-a-Nova pelo seu aniversårio

32166

ComÊrcio e Reparaçþes de Automóveis, Lda

32170

Beco da Junta - 3150-012 Anobra Condeixa-a-Nova Telef./Fax: 239 943 911 www.freguesiadeanobra.pt jfanobra@gmail.com

Largo do Adro da Igreja - 3150-318 Vila Seca Condeixa-a-Nova - Telef.: 239 932 912 geral@freguesiadevilaseca.pt www.freguesiadevilaseca.pt

32173

Jorge Bento orgulha-se de uma corporação “capaz de responder Ă sua missĂŁo com eficĂĄciaâ€?

Freguesia de Zambujal

32171

Freguesia de Vila Seca Felicita os B. V. de Condeixa-a-Nova pelo seu aniversĂĄrio


ACTUALIDADE

10

06

QUINTA-FEIRA

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Coimbra

AtĂŠ ao dia de Reis

“Baixa� ilumina-se para receber o Natal

PresĂŠpio ao vivo anima Penela

G. B.

AtĂŠ ao dia 06 de Janeiro, sĂŁo vĂĄrias as ruas da “Baixaâ€? de Coimbra enfeitadas com motivos decorativos e iluminação festiva, inspirada pela ĂŠpoca natalĂ­cia. Desde sexta-feira que, accionada, diariamente, entre as 17h30 e as 24h00, a iluminação contribui para animar este espaço nobre da cidade, designadamente, a praça 8 de Maio, as entradas das ruas do Corvo, da Loiça, da Moeda e da rua Direita, a praça do ComĂŠrcio, os largos do Poço, da rua dos Sapateiros, do Paço do Conde, da rua da Sota e da rua das Padeira (junto Ă avenida FernĂŁo de MagalhĂŁes). Na execução do projecto de iluminação festiva, a cargo da empresa Teixeira e Couto, foram ponderados aspectos tĂŠcnicos relacionados com os locais a decorar

A iluminação festiva vai estar acesa, diariamente, atÊ ao Dia de Reis

e o consumo energÊtico. Recorrendo a materiais PDLVHÀFLHQWHVHUHVLVWHQWHV a condiçþes climatÊricas adversas, nomeadamente, PLFUROkPSDGDVÀROXPLnoso, nÊon e LED, serå possível uma poupança no consumo de energia na ordem dos 70 por cento, revela a empresa municipal de Turismo. A iluminação festiva custou ao Município cerca de 15 000 euros. João Paulo Barbosa de Melo admitiu a QHFHVVLGDGHGHFRQWHQomRÀ-

nanceira, contudo, sublinhou “a necessidade de dar um sinal de esperança, de acordo com a ĂŠpoca de Natalâ€?. Na presença do presidente da Câmara Municipal de Coimbra, dos elementos do Conselho de Administração da Turismo de Coimbra e de representantes da Associação de Promoção da “Baixaâ€?, o accionar, simbĂłlico, do interruptor que iluminou a cidade foi feito por Francisca Silva, uma menina de cinco anos.

Motivo de autêntica romaria, o Penela PresÊpio abre portas no próximo såbado, dia 8. O município penelense celebra desde hå seis anos a magia do Natal com um grandioso e animado presÊpio, composto por mais de 120 ÀJXUDV Momentos de muita alegria e animação Ê o que promete o Penela PresÊpio que, mais uma vez, conta com um programa de animação permanente, direccionado para miúdos e graúdos. Novidade Ê o espaço didåctico Granja da Bicharada, que privilegia o contacto com os usos, costumes e tradiçþes do mundo rural, recriando o ambiente rústico de uma quinta e seus animais. Paralelamente, decorrerå o Mercadinho de Natal, com os produtos mais típicos da região, na årea da agricultura tradicional, familiar e biológica e do artesanato. AtÊ 6 de Janeiro, dia de Reis, Ê possível visitar este espaço de recriação histórica que procura mostrar o quotidiano de uma comunidade hebraica.

VILA NOVA DE POIARES A partir de amanhĂŁ

Concelho då a provar doçaria natalícia Os doces da quadra natalícia servem de mote a mais uma iniciativa gastronómica em Vila Nova de Poiares. A partir de amanhã e atÊ domingo, a Festa da Doçaria Tradicional de Natal anima o concelho, prometendo atrair ainda mais comensais atÊ esta terra conhecida pela cÊlebre

Chanfana e pelo Poiarito. A iniciativa Ê da Câmara Municipal local e visa estimular a economia local, contribuindo simultaneamente para a preservação de tradiçþes ancestrais. Rabanadas, broínhas doces, sonhos, azevias, coscorþes, bolos de abóbora, ÀOKRVHV HQWUH PXLWRV RXtras iguar i a s, v ã o estar em destaque não só nas Restaurante e Residencial pastelarias riu com ab Re Posso resistir a tudo, menos à tentação� do concemesma Gerência Restaurante aderente Oscar Wilde lho como Especialidades: Entroncamento Poiares nos restau3350-087 Vila Nova de Poiares Chanfana rantes, que Coimbra Rodízio à brasileira Telem.: 934 131 020 vão incluir Serviço Buffet barropreto@sapo.pt estes doces

Barro Preto

32149

PUBLICIDADE

nas suas cartas de sobremesas. O evento conta com a adesão de 17 estabelecimentos, que têm a responsabilidade de confeccionar e servir estes doces de acordo com os preceitos tradicionais usados em Vila Nova de Poiares. A Festa da Doçaria Tradicional de Natal decorrerå tambÊm no Mercado de Produtos Tradicionais e Demais, que se realiza este domingo. O mercado, que se realiza todos os segundos domingos do mês naquela vila, terå a par das iguarias tradicionais da quadra natalícia, os habituais produtos de produção local, como

verduras, hortaliças e frutas, mas tambÊm mel, licores e animais de capoeira. Este certame mensal DÀUPDVH SHOD TXDOLGDGH H diversidade dos seus produtos, sendo uma excelente opção para quem pretende desfrutar de uma alimentação saudåvel. Os estabelecimentos aderentes são: Broa Doce, PÊrola, Poiares Doce, São 0LJXHO 3DQLÀFDGRUD &HQtral de Poiares (pastelarias), Aroma e Sabores (loja gourmet), A Grelha, As Medas, Barro Preto, Brasa Kente, Dona Elvira, Estrela da Mó, O Cantinho do Bitoque, O Confrade, O Escorpião, Paddock e Panorama (restaurantes).

O Penela PresĂŠpio abre ao pĂşblico no sĂĄbado

Aqui estarĂŁo representados vĂĄrios sectores da actividade econĂłmica, com cerca de 2 000 anos de histĂłria, atravĂŠs de diversos actores que possuem uma longa experiĂŞncia de vida e com muitas “estĂłriasâ€? e “experiĂŞnciasâ€? para contarem. Da autoria de Jaime Roxo, o presĂŠpio estende-se por 600 metros quadrados, dando vida a um dos mais emblemĂĄticos monumentos de Penela, o Castelo. Segundo a autarquia de Penela, o Penela PresĂŠpio constitui o “Natal mais vivo do paĂ­sâ€? e integra-se numa estratĂŠgia destinada, nomeadamente, a fomentar a atractividade econĂłmica, e em particular a turĂ­stica, no concelho. Durante cerca de um mĂŞs, Penela espera vĂĄrios

milhares de visitantes, que poderão percorrer um roteiro de presÊpios, dos mais tradicionais aos mais alternativos, com destaque para o PresÊpio Tradicional do Espinhal, com 260 metros quadrados – toda a freguesia estå representada numa maqueta onde não faltam as ÀJXUDVWtSLFDVRSDWULPyQLR natural e um quadro vivo. O Penela PresÊpio Ê formalmente inaugurado este såbado, às 11h00, com uma cerimónia na Igreja da Misericórdia. Segue-se uma visita aos presÊpios, no Castelo e na Quinta do Castelo (Espinhal). O Penela PresÊpio pode ser visitado nos dias úteis, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às KHDRVÀQVGHVHPDQD das 10h00 às 19h00.

FamĂ­lias carenciadas vĂŁo ter um Natal melhor

LegiĂŁo da Boa Vontade distribui alimentos e brinquedos A LegiĂŁo da Boa Vontade (LBV) entregou, ontem, 120 cabazes de Natal a famĂ­lias carenciadas de Coimbra. IntĂ­tulada “Natal Permanente da LBV – Solidariedade Sem Fronteirasâ€?, a iniciativa foi animada pela Tuna AcadĂŠmica da Escola Superior de Educação de Coimbra, K & Batuna. Este ano, a instituição vai apoiar 1 149 famĂ­lias em todos o paĂ­s, distribuindo

alimentos e brinquedos para que tambÊm as crianças mais desfavorecidas tenham direito a um presente no Natal. Ao todo, serão entregues 2 298 sacos cheios de alimentos, que ascenderão a cerca de 30 toneladas de alimentos. Ao longo do ano, a LBV distribui mais de 200 toneladas de alimentos pelos mais carenciados, atravÊs de diversos programas socio-educativos.

Boas Festas QtÂŞ S. Pedro, Lt. 24, r/c DtÂş, Lj. 3 - 3200-265 LousĂŁ - Telef.: 239 991 706

3224

CONTABILIDADE ILIDDAD E FISCALIDADE LOUSĂƒ

GRANDE REABERTURA do Minipreço Deseja a todos os Clientes Boas Festas

32312

VICTOR CORREIA

es

Festas Feliz

LĂ­der imobiliĂĄrio na LousĂŁ jpserra@remax.pt Av. Dr. JosĂŠ Maria Cardoso, 12 - 3200-243 LousĂŁ | Telef.: 239 992 936 Fax: 239 993 123 - www.remax.pt/montanha | montanha@remax.pt

32231

Neste Natal dĂŞ preferĂŞncia Ă s empresas da lousĂŁ


O NATAL ESTĂ A CHEGAR

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

11

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

JosĂŠ Borges Ferreira Unip., Lda.

Pintor Construção Civil Tratamento de Madeiras Lavagem de Telhados 31969

Carlos Alberto Conde

AMI 7145

CAIXILHARIA DE ALUMĂ?NIOS - Todo o tipo de Trabalhos em AlumĂ­nio Anodizados e Lacados

Boas Festas

Preço:

215.000\ 2

Boas Festas

Rua da Boa Hora, 15-A 3830-405 Gafanha do Carmo Telem.: 967 965 096 E-mail: carlos-conde@sapo.pt

31977

QUINTA-FEIRA

31961

06

Ref: 408 Me Re

Rua Casal dos Carvalho, n.Âş 13 3025-652 S. SILVESTRE Telef.: 239 963 706 - Fax: 239 961 966 Telem.: 919 738 721 jbf.caixilho@gmail.com

www.terradosrios.com Telem.: 967 473 805 | TĂĄbua

na Oliveira Grazin Aldi a ria Ma

31970

31912

31967

Compramos & Vendemos o que deixou de servir DRVVHXVÂżOKRVGRVDQRV

Casamentos Baptizados Outros eventos

Especialidades da Casa

Caldeirada de enguias com ensopado Enguias fritas, Enguias doces Macho de enguia gratinado com crocante Vinhos de marca

porque os miĂşdos crescemTM

COIMBRA - Av. Combatentes, 6 T. 239 722 555 - www.kidtokid.pt e

clivestre ClĂ­nica MĂŠdica e DentĂĄria, Lda 32051

Rua 1.Âş de Maio Telef.: 231 429 435 3060-203 CANTANHEDE

31920

E Ementas DiĂĄrias variadas e EconĂłmicas

Telef.Fax.: 233 959 785 Telem.: 916 255 387 963 284 156 YLYFXOWLÀRU#VDSRSW ZZZYLYHLURVFXOWLÀRUSW E.N. 109 Vieirinhos 3105-069 Carriço

Urb. Qta. da Varela - Lote 103 Lj. Esq. - SĂŁo Silvestre Telef.: 239 964 569

32025

32069

Consultas: dias Ăşteis das 14 Ă s 20h e SĂĄbados das 9 Ă s 13h 2.as e 6.as das 10 Ă s 12.30h

www.couto.pt

32012

restaurante.perola@gmail.com Costa de Lavos Figueira da Foz Telef.: 233 946 127 Fax: 233 946 501

32079

CafĂŠ-Bar junto ao mercado de Condeixa (motivo saĂşde)

MEDICINA DENTĂ RIA PRĂ“TESE E ORTODONTIA FIXA E REMOVĂ?VEL

32076

CONSTRUĂ‡ĂƒO, RENOVAĂ‡ĂƒO EdifĂ­cios, Apartamentos, Moradias

Tlfs. 912 004 668 / 963 541 046 Fax - 239 928 103 E-mail - imprilar@gmail.com

S PA EO S B OL ~

2^]bd[cÂ…aX^b)CT[TUb248A0)!"((!" !$ ;>DBÂŞ)!"(((!# % E8;0=>E034?>80A4B)!"(#! '

239 941 062 916 048 565

Av Mend Mendes Silva nÂş281, r/ch 300 3000-193 Coimbra coisasincriveis@sapo.pt 239721160 / 919497344 919029344

DiagnĂłstico Computorizado | Acupunctura Mesoterapia | Massagens (Relaxamento e TerapĂŞuticas) Nutricionismo e EstĂŠtica Rua das Escolas, 545 r/c 3060-711 Tocha - Telef.: 231 441 084 Telem.: 960 324 722 manzanar@sapo.pt

Loja 1: Mercado Municipal - LousĂŁ Loja 2: Cruz Branca - Miranda do Corvo Loja LousĂŁ: 239 992 779 Loja Miranda: 239 538 225 JoĂŁo Caetano: 917 142 889 Parente: 919 691 759

32073

32075

Fabrico PrĂłprio AGĂŠNCIA FUNERĂ RIA JOĂƒO JOSÉ CAETANO

Padaria e Pastelaria

Doces Tentaçþes! Telefone 239 985 492

31973

Trespassa-se

Visite a nossa pĂĄgina no facebook

32078

Desejamos aos nossos clientes Feliz Natal um PrĂłspero 2013

Especialistas em todo o tipo de cobertura, Renovaçþes e Construção Civil


12 CENTRO DE BEM-ESTAR SOCIAL DA SAGRADA FAMÍLIA w w w . campea o p r o vin cia s.co m

06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

Programa do jubileu no sábado e no dia 15

Celebram-se 50 anos a educar com qualidade e valores L.S.

O Centro de Bem-Estar Social da Sagrada Família, situado no Bairro da Conchada, em Coimbra, é uma Instituição Particular de Solidariedade Social com berçário, creche, educação pré-escolar e actividades de tempos livres, que está a assinalar 50 anos. Pertencente ao Instituto Secular da Sagrada Família, o Centro apresenta uma resposta pedagógica com base num projecto de desenvolvimento pessoal e

social da criança, com vista ao seu sucesso educativo, tendo como lema “Educar hoje, construir o amanhã”. Dirigido por Fernanda Façanha e Florinda Oliveira, o Centro tem Margarida Sousa como directora pedagógica e possui excelentes condições físicas, num edifício totalmente remodelado em 2011, onde 40 pessoas se dedicam a 69 crianças na creche, 62 no pré-escolar e mais 35 em ATL. Fundada pelo padre Manuel Antunes, em 15

de Dezembro de 1962, a instituição vocacionou-se para o apoio à família em condições sociais difíceis, particularmente na zona da Conchada, mas a partir dos anos 90 (século XX) quis desfazer o “gueto” e abriu-se a toda a cidade, acolhendo crianças de todas as freguesias e locais vizinhos. É desde 1986 uma IPSS, que está registada como Fundação de Solidariedade Social do foro canónico e civil, e como instituição da Igreja catóA música é uma das componentes da formação no “educar hoje para construir o amanhã”

São 166 as crianças, dos quatro meses aos 12 anos, que estão ao cuidado da obra da Sagrada Família

lica dá um testemunho de preocupação com todos, seguindo o modelo da família da Nazaré. O Centro tem-se preocupado em reatar os laços com os antigos alunos, muitos agora adultos e com famílias constituídas, apostando, igualmente, num programa de voluntariado aberto a várias áreas, porque “uma mão amiga... pode fazer toda a diferença”. A instituição possui, igualmente, a formação parental, com o programa “Mais família, mais crian-

ça”, que tem por objectivo aumentar a qualidade das UHODo}HVHQWUHSDLVHÀOKRV Jorge Palma no TAGV

No âmbito das comemorações dos 50 anos do Centro de Bem-Estar Social da Sagrada Família, realiza-se, sábado (dia 08), pelas 22h00, um concerto de Jorge Palma, no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), mas a festa começa à tarde, pelas 15h00, também no mesmo local, com “Celebrar um sonho:

50 anos a educar!”, um espectáculo onde participam as crianças da creche, pré-escolar e ATL, antigos alunos de todas as décadas e até avós. A animação conta, igualmente, com a participação do grupo H2O, da Sociedade Filarmónica do Paião (Figueira da Foz). A 15 de Dezembro, dia do jubileu do Centro, será celebrada pelo bispo de Coimbra a eucaristia de acção de graças, pelas 15h00, na Igreja de Santa Cruz, seguindo-se um porto de honra nos claustros do templo.

PUBLICIDADE

Boas Festas

ELECTRICIDADE E CLIMATIZAÇÃO, LDA.

Bomba de Calor para Climatização e Águas Quentes 100% COMPATÍVEL com o Aquecimento Central Existente REDUZ até 75% dos gastos energéticos MAIOR poupança energética MAIOR conforto MAIS ecológico MAIS seguro Felicita o Centro Bem Estar Social da Sagrada Família, pelo seu 50.º Aniversário

239 433 690 32122

COIMBRA

32276

www.electroclima.pt


06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

ACTUALIDADE

13 PUBLICIDADE

w w w . campeaoprovincias. com

Figueira da Foz

Lions Santa Catarina assinalou 19 anos

PUBLICIDADE

JoĂŁo Paulo Gouveia (Ă direita) entrega a placa comemorativa ao governador Frederico Burnay

assinalar o fecho de um ciclo FRUUHVSRQGHQWHjDĂ€UPDomR e consolidação do mesmo, pretende representar o inĂ­cio GHXPDIDVHLQVXĂ DGDGHXP novo dinamismoâ€?. Ainda segundo o mesmo dirigente, “o Lions Clube Santa Catarina, se bem que veja a sua actividade afectada pelo clima recessivo em que vivemos, a exemplo do verificado com todas as instituiçþes e empresas, tem perfeita consciĂŞncia da importância das iniciativas de apoio social que tem desenvolvido e que, algumas jĂĄ em fase de arranque, pretende desen-

volver nos próximos tempos�. ´$SHVDUGDVGLÀFXOGDGHV sentidas, temos, ao longo destes preenchidos 19 anos de existência, sentido um claro apoio GDVLQVWLWXLo}HVÀJXHLUHQVHVH não só, a todas as actividades por nós desenvolvidas, o que motiva, fortemente, todo o corpo social do clube e contribui para alimentar esta vontade colectiva na prossecução daquele que Ê o lema do maior clube de serviços do mundo - a Associação Lions Internacional - Nós Servimos!�, concluiu o presidente do Lions Clube Santa Catarina.

30945

O Lions Santa Catarina, clube de serviço com sede na Figueira da Foz, acabou de comemorar o seu 19.Âş aniversĂĄrio, efemĂŠride que contou, entre vĂĄrias autoridades lionĂ­sticas, com a presença do governador do Distrito 115/CS, Frederico Burnay, e com o 1.Âş vice-governador, EugĂŠnio Leite, que nĂŁo quiseram deixar de se associar a esta comemoração e afirmarem a sua disponibilidade no apoio a todas as iniciativas levadas a cabo por este clube. Ao longo dos 19 anos de existĂŞncia, este clube de serviços tem mantido um grande dinamismo no desenvolvimento de actividades de cariz social e de apoio a iniciativas de mĂŠrito, algumas em parceria com outras instituiçþes da Figueira da Foz. Segundo JoĂŁo Paulo Gouveia, quadro da EDP e actual presidente do Lions Santa Catarina, “este primeiro ano pĂłs-maioridade da vida do clube encerra um enorme simbolismo pois, para alĂŠm de


O NATAL ESTĂ A CHEGAR

14

06

QUINTA-FEIRA

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

Rosquilhas do Louriçal Biscoitos do Louriçal Fabrico de todo o tipo de pão

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

R

Desejamos Boas Festas

32063

32064

32016

Sistemas de climatização e automação, lda.

Rua da RepĂşblica, 88 - 2.Âş Dto. Fala - 3045-116 Coimbra 7HOHI)D[ Telem.: 917 543 780 / 917 764 851 gabinete@gabluisgaspar.com geral@gabluisgaspar.com

Rua da Escola | Pousada | Apartado 23 3040-792 Cernache - Coimbra Telef.: 239 940 110/118 mail@sistclima.com www.sistclima.com

3200

3

Estrada Nacional 237, Casal Queijo - 3105-156 LOURIÇAL Telefs.: 236 961 236 236 962 703

GABINETE DE CONSULTADORIA ADMINISTRATIVA DE PESSOAL

32072

LuĂ­s Gaspar, Lda

R

31934

32066

...e sinta o aroma do contributo!

31933

MĂĄrio Ferreira & Amadeu

DĂŞ uma oportunidade a si mesmo Junte-se a nĂłs nesta causa, coloque a sua mĂĄquina vending sem custos adicionais para a sua empresa.

INVESTIMENTOS IMOBILIĂ RIOS, LDA.

sempre que consuma um produto das nossas mĂĄquinas, estĂĄ a contribuir com 2% para a Associação “ACREDITARâ€?

Loja 1: Arco de Almedina, 25 Loja 2: Largo da Portagem, 29/31 Loja 3: R. Ferreira Borges, 161 Loja 4: R. Ferreira Borges, 150 Loja 5: R. Quebra Costas, 29 e 31

Outeiro do BotĂŁo - 3020-524 BOTĂƒO COIMBRA mferreiraeamadeu@hotmail.com Telem.: 916 190 546 )D[

Telef.: 239 433 290 Rua Entre Vinhas, Lote 11 3020-171 COIMBRA www.bianchindustry.com info.pt@bianchivending.com

Camarão 50% desconto na 1.ª aula de equitação

O Natal chegou! Aproveite as promoçþes que a )LVK¿[H tem para lhe oferecer...

Informaçþes: Escola de Equitação Equimondego Inês Sobral - 917 818 913 equimondego@hotmail.com Centro Hípico de Coimbra Mata do Choupal 3040-247 Coimbra

Qualidade e Conforto O Bem-Estar que o Idoso Merece Telef. 239 540 110 (9 linhas) )D[7HOHPV 912 213 730 - 912 213 731 Rua 1.Âş de Dezembro de 1928 ChĂŁs - Semide 3200-409 Semide

MIJACĂƒO

Telef.: 239 701 460 Telem.: 966 942 659 Estrada da Beira, 389 r/c 3030-426 COIMBRA

32001

Casa de Vinhos e Petiscos

31936

32009

Encerra Ă 3.ÂŞ Feira

Boas Festas Rua Nova, 8 Coimbra

&RORUDo}HVH0DGHL[DV Alisamento tĂŠrmico sem formol Tratamento de rosto | Unhas de gel Telef.: 239 10 49 49 Urb. do Lagar, Lt. 4, Lj. 1 Santa Clara - 3040-002 COIMBRA tecniartecabeleireiro@gmail.com

31914

Rua do Poço, 5 - 3000-336 Coimbra Telef.: 239 823 865 )D[ ÀRUGHFRLPEUDKU#VDSRSW

31937

Flor de Coimbra Catarina Carvalho T. 964 821 944

32077

PensĂŁo Restaurante

Zona Industrial 9001, Lt 101 www.mpd.com.pt 3850 184 Albergaria-a-Velha Tel. 234 645 346 )D[

32022

31915

32011

31982

ia!

do d

Abertas Inscriçþes

E-mail: geral@ofelpoc.pt | www.ofelpoc.pt Novas instalaçþes no: Edf. Rivu junto ao Rio Arunca - Pombal 7HOHI)D[ Telem.: 919 558 585

Cozido


QUINTA-FEIRA

ACTUALIDADE

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

15

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

Iniciativa decorre em 13 restaurantes

Artesanato e gastronomia

Penacova dedica mĂŞs ao cabrito

LousĂŁ promove mostra de artes e ofĂ­cios

L.S.

A gastronomia como “um vector fundamental do desenvolvimento do territĂłrioâ€? ĂŠ a aposta da Câmara Municipal de Penacova ao fazer de Dezembro o “MĂŞs do cabritoâ€?, com pratos que podem ser saboreados em 13 restaurantes do concelho. Humberto Oliveira, o presidente do MunicĂ­pio, diz que esta ĂŠ uma oportunidade para apostar nos produtos endĂłgenos, fomentar o turismo e a economia local, com a iniciativa “MĂŞs do cabritoâ€? a suceder Ă que decorreu em Novembro e foi dedicada aos mĂ­scaros e ao serrabulho. Ao longo do ano, para alĂŠm de promover os doces conventuais - pastĂŠis de LorvĂŁo e nevadas - Penacova

Fernanda Veiga, Humberto Oliveira e Pedro Machado acentuam o valor da oferta gastronĂłmica

tem duas outras iniciativas gastronĂłmicas concelhias: A Semana da Lampreia e os Sabores do Rio. Para a vereadora da Cultura e do Turismo, Fernanda Veiga, estas realizaçþes temĂĄticas da gastronomia “tĂŞm registado procura, com mais pessoas a acorrerem a Penacova, e algum retorno por parte

dos restaurantesâ€?. A autarca salientou que o cabrito Ă moda de Penacova ĂŠ confeccionado no forno, acompanhado de batatas assadas e grelos, com o sabor do prato a ser caracterĂ­stico pela forma de temperar, feita previamente. Na apresentação do “MĂŞs do cabritoâ€?, que decorreu no restaurante O Vimieiro, esteve

TertĂşlias

presente o presidente da entidade regional Turismo Centro de Portugal, o qual salientou a importância da iniciativa como valor estratĂŠgico para Penacova, diferenciação da oferta e valor acrescentado. Os 13 restaurantes do concelho de Penacova que aderiram ao “MĂŞs do cabritoâ€? sĂŁo os seguintes: Bela Vista (Gavinhos); Boa Viagem (Porto da Raiva); LeitĂŁo do Aires (Espinheira); Marisqueira Piscinas de Penacova; Mondego (Porto da Raiva); O Casimiro (Silveirinho); O Cortiço (Cavadinha); O CĂ´ta (Azenha do Rio); O Vimieiro (praia Ă XYLDOGR9LPLHLUR 3HGUDGR Moinho (Serra da Atalhada); Portas da Serra (Espinheira); Hotel Rural Quinta da Conchada; Churrasqueira Padaria do Largo (Espinheira).

G.B.

A prenda de Natal que falta, para aquela pessoa especial, pode muito bem ser uma peça de artesanato ou um qualquer licor, produtos genuĂ­nos de Portugal. Este ĂŠ o apelo do MunicĂ­pio da LousĂŁ que, entre os dias 07 e 09 de Dezembro, promove uma mostra de artes e ofĂ­cios, no parque de exposiçþes daquele concelho beirĂŁo. Trata-se de uma excelente oportunidade para conhecer o artesanato e a gastronomia do paĂ­s, ao mesmo tempo que, como SURSRVWDGHĂ€PGHVHPDQD se parte Ă descoberta da LousĂŁ, das suas paisagens e identidade cultural. O certame, organizado pelo MunicĂ­pio, em parceria com a Loja das Aldeias do Xisto do Candal e o apoio da Telomir, segue o modelo de carĂĄcter tĂŠcnico e nĂŁo por implementado no Ăşltimo ano UD]}HVSROtWLFDpDĂ€QDODPDLV e que agradou a artesĂŁos e ideolĂłgicas das opçþesâ€?, alerta visitantes, explica LuĂ­s Antunes, presidente da Câmara o bloquista. Divergindo, Manuel Municipal da LousĂŁ. Segundo autarca, houve Monteiro, outrora dirigente do CDS/PP e fundador do a intenção de ir ao encontro partido Nova Democracia, das sugestĂľes apresentadas UHDĂ€UPRXDVXDPDWUL]LGHROy- Ă  organização por aqueles gica, de Direita, conservadora, que entendem que a mostra, centrando a dinâmica social e “sendo realizada em perĂ­odo de desenvolvimento das naçþes festivo, poderĂĄ levar a uma na iniciativa empresarial e priva- propensĂŁo maior para a aquida, devendo o Estado intervir sição de alguns produtosâ€?. A par dos vinhos, licores, o menos possĂ­vel. â€œĂ‰ redutora a ideia de azeites, enchidos, queijos e que existe uma Direita e uma doces tradicionais, a mos(VTXHUGDÂľDĂ€UPRX0RQWHLUR tra em terras lousanenses lembrando que, nestas cor- ĂŠ espaço de encontro dos rentes doutrinĂĄrias, hĂĄ vĂĄrios produtores e, tambĂŠm, dos alinhamentos polĂ­ticos, com artesĂŁos, que executarĂŁo trapartidos que extremam posi- balhos ao vivo, relacionados çþes e nos quais nĂŁo se revĂŞ.

ISCAC junta personalidades de Direita e de Esquerda lista, embora se assuma como um livre pensador, o sociĂłlogo As categorizaçþes de dou- ElĂ­sio Estanque considera trina polĂ­tica estĂŁo, talvez, em pouco provĂĄvel o entendidesuso. Apesar de esbatidas mento entre o partido em que algumas das diferenças entre milita, o PCP e o BE, tendente Direita e Esquerda, mantĂŞm-se, Ă criação de um governo de ainda, algumas divergĂŞncias ca- Esquerda. pazes de inspirar um espaço de Estanque reconhece que, tertĂşlia, Ă  boa maneira coimbrĂŁ. pese embora o facto de estarElĂ­sio Estanque e JosĂŠ Ma- mos num momento de excepnuel Pureza, Ă  Esquerda, Nor- ção, “nĂŁo tem havido diĂĄlogo berto Pires e Manuel Monteiro, entre as diferentes sensibilidade j'LUHLWD(LVRGHVDĂ€RODQoDGR de Esquerda, por forma a criar e o mote que levou a Escola de uma alternativa de governoâ€?. NegĂłcios de Coimbra – InstiInterveniente na mesma tuto Superior de Contabilidade tertĂşlia, Norberto Pires, sociale Administração de Coimbra democrata, lembra que nunca (ISCAC) a promover, recente- foi verdadeiramente discutido o mente, e em duas ocasiĂľes dis- papel do Estado e, sobretudo, a tintas, o debate com a presença sua vertente de intervenção sodestes oradores. cial, “muito por culpa dos parFiliado no Partido Socia- tidos de Esquerdaâ€?, sublinha. G. B.

Em novo espaço de debate, terça-feira, assumindo posiçþes mais vincadas, quer Ă Esquerda quer Ă€ Direita, JosĂŠ Manuel Pureza e Manuel Monteiro, protagonizaram um confronto de ideias mais aceso. Dirigente do Bloco de Esquerda, Pureza imputa Ă  Direita a responsabilidade de ter criado um “monstroâ€? ingovernĂĄvel, alimentado pelo capitalismo desregrado, subjugado aos LQWHUHVVHVĂ€QDQFHLURVHFRUSRrativos e, ao mesmo tempo, de ter promovido uma tecnocracia que relega para segundo plano o humanismo e, atĂŠ, as convicçþes polĂ­ticas. “A estratĂŠgia ardilosa de convencer as pessoas de que determinadas decisĂľes sĂŁo tomadas por fundamentação

Penela ligada a Coimbra atravĂŠs de auto-estrada do de inaugurar, assinalou ao “CampeĂŁoâ€? o vice-presidente da Câmara Municipal de Penela, LuĂ­s Matias. O nĂł de acesso do concelho penelense Ă A13 situa-se a meio caminho entre a sede do MunicĂ­pio e a vila do Espinhal, na margem direita do rio Dueça. A abertura do sublanço

Penela / Avelar (Ansião) estå prevista para dentro de dois meses, indicou o autarca, precisando que a reconversão do IC3 contempla um nó de ligação por concelho. Mais tarde, Penela irå desfrutar de acesso a Coimbra atravÊs de um sublanço em construção no segundo Município, o qual foi concebido

Câmara oferece livros

O MunicĂ­pio da LousĂŁ vai oferecer, neste Natal, cerca de 1 200 livros, Ă s crianças do concelho, que frequentam os jardins de infância e as escolas bĂĄsicas do 1.Âş ciclo do Ensino BĂĄsico. Desta forma, a autarquia dĂĄ continuidade a um projecto iniciado hĂĄ 12 anos, com o objectivo de incentivar o gosto pela leitura e contribuir para que os petizes possam criar a sua prĂłpria biblioteca pessoal. “Pretende-se que o livro seja parte de um momento de partilha da famĂ­lia, em que adultos e crianças se juntam para fruĂ­rem da leitura, trocarem saberes, sonhos e carinhosâ€?, explica o MunicĂ­pio. Para o presidente da edilidade, LuĂ­s Antunes, “esta medida insere-se na polĂ­tica municipal de promoção da leitura e tem como objectivo estimular a leitura e, ao mesmo tempo, assinalar a ĂŠpoca natalĂ­ciaâ€?.

PUBLICIDADE

A13

para ligar o segmento acabado de inaugurar à ponte da Portela. Nessa ocasião, a circulação automóvel de Miranda do Corvo SDUD&RLPEUDÀFDUiLJXDOPHQWH facilitada. O IC 3, em fase de transformação entre Coimbra e Tomar, foi convertido em A13, no âmbito da Concessão do Pinhal Interior.

CONVOCATÓRIA Nos termos do ponto 3 do Artigo 39 dos Estatutos, convoco, todos os associados para uma sessão extraordinåria da Assembleia Geral a realizar no dia 19 de Dezembro de 2012 pelas 14 horas, nas instalaçþes da Comunidade Juvenil Francisco de Assis em Eiras - Coimbra, com a seguinte ordem de trabalhos: 1. Aprovação de contas 2011 2. Alteração dos Estatutos da Comunidade Juvenil Francisco de Assis Coimbra, 30 de Novembro de 2012 O Presidente da Mesa da Assembleia Geral

(Aires-Serafim Lopes, Dr.) P.S - Nos termos estatutĂĄrios , artÂş 41 - ponto 1, a Assembleia Geral reunirĂĄ Ă hora marcada na convocatĂłria, se estiver presente mais de metade dos Associados com direito a voto, ou uma hora depois com qualquer numero presente Vale do Seixo - Casas PrĂŠ-Fabricadas - Telefone 239 826 351/ Fax 239 496 254/ 3020-085 EIRAS COIMBRA NIF 501 808 876 - e-mail: comunidade@comunidadejuvenil.org.pt

CampeĂŁo das ProvĂ­ncias, n.Âş 651 de 6 de Dezembro de 2012

Neste Natal dĂŞ preferĂŞncia Ă s empresas de pombal Rua GregĂłrio, n.Âş 4 Pelariga - 3105-291 Pelariga - Pombal Telef.: 236 216 031

DM

MĂŠdica Dentista

Lic. Fac. Medicina Univ. Coimbra

Feliz Natal Estrada da Charneca, n.Âş 30, r/c drt - 3100-340 Pombal Telef.: 236 219 472 | UrgĂŞncias 91 35 12 317

32305

Boas Festas 31929

A vila de Penela estå, desde såbado, ligada a Coimbra atravÊs de auto-estrada, graças à abertura de um sublanço da A13 (reconversão do Itinerårio Complementar nº. 03). A circulação entre os dois FRQFHOKRVHPSHUÀOGHDXWR estrada implica a utilização da A1 (entre Condeixa-a-Nova e Coimbra) e a do troço acaba-

com cestaria, xisto, vidro, ERUGDGRV H ÀOLJUDQD HQWUH outras nobres artes. Ao longo dos próximos dias, paralelamente ao evento, hå um programa de animação em que participam, sobretudo, grupos e instituiçþes locais, designadamente, a Associação Didåctica e Recreativa Arte e Saber da Lousã, a Sociedade Filarmónica Lousanense, o Grupo de Cantares das Gândaras e a Academia de Bailado da Lousã.

Davide Matias, Lda.

GABINETE DE CONTABILIDADE E ACESSORIA FISCAL 7pFQLFRRÂżFLDOGHFRQWDVUHVSRQViYHO Davide Silva Matias: 236 216 660 ou 919 697 699 davide@davidematias.com

Perseguimos um objectivo; Deseja aos clientes Feliz Natal Prestar um serviço de qualidade a Avenida Heróis do Ultramar, quem nos procura n° 74 - 2° drt° - 3100-462 POMBAL

32306

06


EMPRESAS & NEGĂ“CIOS

16

06

QUINTA-FEIRA

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

Padaria Pastelaria Momentos de Prazer com nova imagem

B R E V E S

Empresas incubadas QR,31VHPLĂ€QDOLVWDV em concurso do MIT

REABERTURA 9 de Novembro de 2012 SÓCIO-GERENTE Luís Simþes MORADA Avenida Urbano Duarte, nº 96, Coimbra CONTACTOS 239 057 252 – 934 969 250 ENDEREÇO ELECTRÓNICO momentosdeprazer.lda@hotmail.com BENEDITA OLIVEIRA

A padaria/pastelaria localizada junto Ă s instalaçþes centrais da EDP jĂĄ estĂĄ hĂĄ cerca de um ano sob a sua gestĂŁo, mas sĂł agora LuĂ­s SimĂľes resolveu mudar a designação do estabelecimento para Momentos de Prazer. “Optei por este nome, porque acho que ĂŠ sempre um prazer saborear um doce ou outro mimo de que JRVWDPRVÂľMXVWLĂ€FRXRMRvem empresĂĄrio de 39 anos. Desde o inĂ­cio do mĂŞs passado, o espaço apresenta tambĂŠm uma nova imagem, onde predominam as cores laranja e castanho. “Tudo

foi remodelado, de forma a darmos um aspecto mais moderno e acolhedorâ€?, comentou LuĂ­s SimĂľes. A cozinha tambĂŠm foi DOYRGHEHQHĂ€FLDomRHVWDQdo agora apta a confeccionar pratos rĂĄpidos. “A nossa aposta forte agora ĂŠ nos menus do dia, que tĂŞm preços bastante econĂłmicos e acessĂ­veisâ€?, referiu o gerente, adiantando que por cinco euros ĂŠ possĂ­vel tomar uma refeição completa (composta por sopa do dia, prato principal, bebida e cafĂŠ). Todos os dias os pratos variam, mas o estabelecimento serve igualmente Ă

O empresĂĄrio LuĂ­s SimĂľes com a colaboradora, Teresa FĂŠlix

lista. HĂĄ tambĂŠm um menu do dia com uma sandes, em alternativa ao prato principal, por apenas 4,5 euros. A Padaria Pastelaria Momentos de Prazer tem agora tambĂŠm uma ĂĄrea reservada a produtos de charcutaria e serviço de take away. “PassĂĄmos a ter uma

O estabelecimento aposta em variedade e qualidade de produtos e serviços

maior variedade de produtos, o que nos permite aumentar a oferta ao clienteâ€?, observou LuĂ­s SimĂľes. Para breve, o responsĂĄvel, que jĂĄ soma quase de 15 anos de experiĂŞncia no sector, promete mais novidades, como seja um cartĂŁo de cliente. “O ‘CarWmRGH0LPRV¡YLVDĂ€GHOL]DU os clientes, sendo que eles tambĂŠm sairĂŁo a ganhar, porque irĂŁo ter direito a vĂĄrios benefĂ­ciosâ€?, garantiu. Com uma vasta gama de pĂŁo e doçaria, o espaço aceita ainda encomendas de bolos para as mais diversas ocasiĂľes festivas. Nesta quadra, em destaque vai estar o bolo-rei e outros doces tĂ­picos, como velhoses, broĂ­nhas, lampreia de ovos e o famoso tronco de Natal. Apesar da conjuntura adversa, o jovem empreendedor continua a acreditar no projecto empresarial e a investir em contraciclo. “HĂĄ

que pensar positivo e tentar lutar sempre para que as coisas funcionem, mesmo quando a conjuntura nĂŁo ĂŠ favorĂĄvel. HĂĄ sempre possibilidade de melhorar a forma de trabalhar e o serviço prestado ao clienteâ€?, notou LuĂ­s SimĂľes. “Este projecto sĂł ĂŠ possĂ­vel graças ao empenho e dedicação da minha colaboradora, Teresa FĂŠlix, e ao apoio de algumas pessoasâ€?, rematou o empresĂĄrio, confessando que a abertura do seu prĂłprio negĂłcio ĂŠ a realização de um sonho, que “ainda estĂĄ incompleto, porque tem vĂĄrias valĂŞncias por concretizarâ€?. A Padaria Pastelaria Momentos de Prazer estĂĄ aberta de segunda a sextafeira das 06h45 Ă s 21h00 e DRVĂ€QVGHVHPDQDHIHULDdos das 08h00 Ă s 20h00, sendo que nos dias em que hĂĄ jogos de futebol o horĂĄrio ĂŠ mais alargado.

No ĂĄrea da banca e seguros

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Seis das 20 empresas semifinalistas do Concurso Internacional Building Global Innovators estĂŁo incubadas no Instituto Pedro Nunes. As empresas BSim2, CardioCare, TradeDare, RDFixer, Unplu. gg e iNovmapping chegaram jVVHPLĂ€QDLVGRUHSXWDGRFRQcurso de empreendedorismo promovido pelo ISCTE-IUL, em parceria com o MIT, uma das mais emblemĂĄticas universidade norte-americanas. O concurso tem por objectivo distinguir projectos de cariz tecnolĂłgico e contou este ano com 132 candidaturas oriundas de 14 paĂ­ses diferentes. O projecto vencedor, RdFixer, foi galardoado com 100 000 euros e habita-se ao prĂŠmio Ă€QDOQRYDORUGHHXURV As empresas TradeDare e CardioCare (proveniente do Brasil mas incubada no IPN ao abrigo de um programa de Soft Landing) receberam ainda mençþes honrosas, respectivamente nas categorias “Produtos e Serviços de Consumoâ€? e “CiĂŞncias da Vidaâ€?, pelo carĂĄcter inovador e potencial de criação de valor a partir de uma base tecnolĂłgica.

Clio chega aos 400 000 veĂ­culos Uma semana depois do lançamento da quarta geração, o modelo Clio da Renault, marca representada em Coimbra pela Litocar, superou as 400 000 unidades vendidas em Portugal. Com quatro geraçþes, o Clio tornou-se uma referĂŞncia no domĂ­nio da habitabilidade, conforto, comportamento dinâmico, economia e relação qualidadepreço, sendo o Ăşnico modelo da histĂłria da indĂşstria automĂłvel a ostentar dois tĂ­tulos de “Carro do Anoâ€? (1991 e 2006).

Grupo Portucel Soporcel solidĂĄrio com Hospital da Figueira

O grupo Portucel Soporcel vai doar dez monitores de sinais vitais ao Serviço de UrgĂŞncia do no ramo nĂŁo vida do seu rou o seu centenĂĄrio e os que lhe permite manter um Hospital Distrital da Figueira da segmento, nos anos de resultados alcançados em conhecimento prĂłximo dos Foz. O protocolo foi assinado recentemente entre o grupo e 2008, 2009 e 2010. UHĂ HFWHPVREUHWXGR seus associados e clientesâ€?. a Liga dos Amigos daquela uniSegundo o presidente as caracterĂ­sticas do CrĂŠdito Estes prĂŠmios vĂŞm de- dade hospitalar. O equipamento da Caixa Central de CrĂŠ- AgrĂ­cola enquanto banco PRQVWUDUDVROLGH]Ă€QDQFHL- vai permitir melhorar o auxĂ­lio dito AgrĂ­cola MĂştuo, JoĂŁo cooperativo que pratica UD GHVWH JUXSR Ă€QDQFHLUR na ĂĄrea dos cuidados mĂŠdicos Costa Pinto “o ano de uma banca de proximida- centenĂĄrio que, ao longo Ă comunidade da Figueira da 2011 revestiu-se de grande de – modelo que passa por dos anos e em diversos Foz, regiĂŁo onde se situa um dos LPSRUWkQFLD H VLJQLĂ€FDGR uma integração nas comu- momentos, tem revelado a complexos industriais daquele grupo que fabrica pasta e papel. pois a instituição comemo- nidades em que opera e sua robustez.

CrĂŠdito AgrĂ­cola duplamente distinguido co Mais RentĂĄvel do seu segmento e a CA Vida foi considerada, pela segunda vez, a Melhor Grande Seguradora Vida. A CA Vida jĂĄ tinha sido premiada na mesma categoria, em 2006, e a CA Seguros fora distinguida como melhor seguradora

Neste Natal dĂŞ preferĂŞncia Ă s empresas do concelho de Anadia

Cerâmicas Artísticas Regionais Reproduçþes dos sÊc. XV e XVII / Louças Utilitårias

32002

Neste Natal dĂŞ preferĂŞncia Ă s empresas do concelho de condeixa

Churrasqueira PÉROLA DOS FRANGOS Com serviço de: Refeiçþes prontas a levar, para casa ou piquenique

Afonso Manuel Rodrigues, Unipessoal, Lda.

Espetadas - Entremeada - Entrecosto - Pato Assado Coelho Assado - LeitĂŁo Assado - PastĂŠis - entre outras delĂ­cias

Loja1 - Rua D. Elsa Sotto Mayor Telef. 239 945 314 CONDEIXA-A-NOVA

Loja2 - Mercado Municipal Loja3 - Rua do ComÊrcio Telef.: 239 664 072 Telef. 239 945 664 ENCERRAMOS À 2.ª FEIRA Granja do Ulmeiro

32029

Telfs. 239 948 688 - 239 948 689 - Fax 239 942 460 http:\\www.estreladeconimbriga.com - e-mail: cestrela@mail.telepac.pt S. Fipo - 3150-259 CONDEIXA-A-NOVA

Peças para Automóveis

Festas Felizes!

Malaposta - Edifício das Lages - Bloco 4 - Fracção BE - 3780-294 ANADIA Telef.: 231 504 927 - Fax: 231 516 161 - E-mail: afonso.rod@sapo.pt

31988

O Grupo CrÊdito Agrícola foi recentemente duplamente distinguido no âmbito dos prÊmios Banca & Seguros, uma iniciativa da revista Exame em parceria com a Deloitte e a Informa D&B. O CrÊdito Agrícola foi premiado como o Ban-


06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

EMPRESAS & NEGĂ“CIOS De 8 a 16 de Dezembro

B R E V E S

Exposição de presĂŠpios em destaque no Atrium Solum O Atrium Solum acolhe, de 8 a 16 de Dezembro, uma exposição e venda de presĂŠpios, da autoria do grupo de cerâmica “Arte da Terraâ€?, constituĂ­do por ceramistas amadores com residĂŞncia maioritĂĄria na freguesia de Santo AntĂłnio dos Olivais. Durante a mostra, os artesĂŁos vĂŁo fazer diariamente, entre as 15h00 e as 18h00, demonstraçþes ao vivo, sendo que os visitantes tambĂŠm serĂŁo desafiados a participar na

execução das peças. No prĂłximo sĂĄbado, o centro comercial vai ser animado ainda pela Feira do Brinquedo e pelos jĂĄ habituais ateliers infantis (das 11h00 Ă s 13h00 e das 15h00 Ă s 17h00). O prĂłximo ĂŠ dinamizado por Élia Ramalho e tem como tema “HistĂłrias com arte, os sons da coresâ€? (e conjuga mĂşsica ao vivo e artes plĂĄsticas). De 8 a 16 de Dezembro, a Associação Olhar 21 – Associação de Apoio Ă  InclusĂŁo do

Forum Coimbra oferece 5 000 euros aos clientes habituais

Cidadão com Trissomia 21 tambÊm vai marcar presença neste espaço comercial, com uma pequena banca para divulgação e venda dos seus produtos. O objectivo Ê ang ariar verbas que revertam a favor das actividades da associação. O espectåculo protagonizado pelo palhaço mågico Bomboca e Mirene Cardinali, no domingo, dia 16, às 16h00, tambÊm apelarå à solidariedade para com esta causa.

Os artesãos vão fazer diariamente demonstraçþes ao vivo

Medalhistica Lusatenas de Coimbra

Um Natal entre a crise e o espírito de partilha A celebração do Natal, neste ano de 2012 vai ter, necessariamente, duas características que, embora muito diferentes, acabam por ser complementares, respectivamente, uma crise económica e social que se transformou num pesadelo para muitos milhares de famílias portuguesas, e um renovado e necessårio espírito de partilha. 1LQJXpPLJQRUDDVGLÀFXOdades que sobrevieram a uma

grande parte da população portuguesa. Por um lado, a juntar a uma pobreza jå endÊmica, veio a avalanche do desemprego, com muitos agregados familiares a não disporem de uma única fonte de receita, por falta de trabalho e sem direito a quaisquer apoios sociais, atÊ porque parece ser objectivo dos poderes instituídos terminar com qualquer tipo de previdência e de segurança em

Evocando um quadro natalĂ­cio, a medalha de bronze (mĂłdulo de 90 milĂ­metros) ĂŠ uma obra do escultor Jorge Coelho, com texto (no verso) do professor de HistĂłria da Igreja A. Jesus Ramos. Pode ser adquirida na MedalhĂ­stica Lusatenas de Coimbra, de Ribeiro Ă rua de d Fernando SimĂľes Ribeiro,

relação aos cidadãos, mesmo os de recursos mais modestos. Por outro, todos receiam – e com razþes sÊrias para isso – que o agravamento de impostos venha sufocar de vez muitas famílias jå endividadas e sem qualquer possibilidade de, a curto prazo, emergirem dessa dramåtica situação. Não admira, pois, que esta quadra natalícia seja, em relação a semelhantes festividades em

anos anteriores, um período de maior contenção por parte dos que ainda têm algum pequeno poder de compra, uma Êpoca de apagada resignação e atÊ, talvez, de carência dramåtica em relação aos que se encontram no enorme grupo dos que atingiram o limite do estatuto de pobreza, ou mesmo de abandono social. Vamos ter, pois, um Natal com muitas GLÀFXOGDGHVHDOJXPDVOiJULPDV

Simþes de Castro, 138, 3000-387 Coimbra. Mais informaçþes estão dsiponíveis atravÊs dos contactos 239 836 663 e 917 610 716, por correio electrónico para medalhisticatusatenas@netc.pt ou, em www.medalhisticaluatravÊs da Internet, copt co.pt. s a t e n a ss..

Ă mistura. No entanto, nĂŁo vai faltar, igualmente, a solidariedade e a partilha, que sĂŁo frutos do amor fraterno. A comemoração do nascimento de Jesus nĂŁo deixarĂĄ, neste como nos demais anos, de despertar nos coraçþes dos crentes e dos homens e mulheres de boa vontade o desejo de prestarem atenção, de darem um pouco de calor humano, de aliviarem alguma pena daqueles que mais precisam, dos mais oprimidos e dos que mais sofrem. SĂł assim a celebração do Natal ganharĂĄ o seu verdadeiro sentido, pois foi “por nĂłs homens e para nossa salvaçãoâ€?, para nossa libertação que o Filho de Deus desceu dos cĂŠus para habitar na nossa tenda de peregrinos. Mais, para se fazer peregrino connosco. Para nos dizer que sĂł descendo Ă  condição dos mais humildes e dos mais pequenos nos tornaremos verdadeiramente dignos GDĂ€OLDomRGLYLQD Ao editar esta artĂ­stica medalha, obra do escultor Jorge Coelho, a MedalhĂ­stica Lusatenas de Coimbra pretende contribuir para que o sentido do Natal fraterno e de partilha se nĂŁo perca neste ĂŠpoca difĂ­cil que nos ĂŠ dado viver. Um santo e fraterno Natal para todos!

Figueira da Foz

Artigos artesanais em destaque em feira de Natal Estå à procura de presentes originais para oferecer este Natal? Artigos artesanais Ê o que não falta na feira de Natal, que abre amanhã e decorre atÊ domingo, na Figueira da Foz. Organizado pela Figueira Exposiçþes, o certame

17

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

conta com a participação de diversos artesĂŁos, serviços e empresas na ĂĄrea da desporto. A feira decorre no SalĂŁo da Figueira Exposiçþes, na Zona Industrial da Gala, e tem como tĂ­tulo “Natal N´Oladodelaâ€?.

A par de artesanato, Ê possível encontrar-se roupas, doces regionais e bijuterias, entre outros artigos. A feira conta com um programa de animação constante, onde se destacam workshops para as crianças, grupos de

folclore e demonstraçþes de dança e actividades físicas. A feira vai contar ainda com a presença de Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans. O presidente da Junta de Rans, vai lançar o seu livro e animar o cer-

tame com as suas cançþes populares. Com entrada gratuita, a feira de Natal abre amanhã, às 18h00. O certame abre às 10h00 no såbado e no domingo e fecha diariamente às 23h00.

Neste natal, os clientes que mais visitem o Forum Coimbra podem ganhar 5 000 euros. Durante todo o mĂŞs de Dezembro, o centro comercial tem em vigor a campanha “Clientes habituais Merecem Maisâ€?, premiando com 5 000 euros em MMM Gift Card os cinco clientes que mais visitem o espaço. Para participar nesta campanha, os clientes terĂŁo de registar-se num dos quiosques interactivos, que se encontram junto ao balcĂŁo de informaçþes, efectuar compras com um valor mĂ­nimo de cinco euros por dia e introduzir depois os dados dos talĂľes de compra no quiosque interactivo. Por cada dia que registarem as suas compras, os visitantes do Forum Coimbra ganham uma visita. Os cinco clientes mais assĂ­duos de 1 a 31 de Dezembro serĂŁo os premiados.

Voluntårios plantam 350 årvores no Buçaco Cerca de 90 de funcionårios da Sociedade à guas do Luso plantaram, na sexta-feira, 350 årvores e arbustos autóctones na Mata Nacional do Buçaco. A acção de voluntariado foi realizada no âmbito do projecto BRIGHT – Bussaco´s Recovery of Invasions Generating Habitat Threats, apoiado pelo LQVWUXPHQWRÀQDQFHLUR/,)( / Natureza e Biodiversidade. Para alÊm dos trabalhos de voluntariado por parte de colaboradores, a empresa ofereceu à Mata um conjunto alargado de årvores (faias, carvalhos-cerquinhos, ginkgos, abetos, sequóias e teixos) que se irão manter em desenvolvimento nos viveiros da Fundação Mata do Buçaco para posteriores acçþes, a enquadrar tanto nos trabalhos de recuperação de habitats autóctones como no reforço da colecção dendrológica do arboreto daquele espaço verde.

Catarino Dois concluiu escritórios da Parmalat A Ramos Catarino Dois, empresa do Grupo Catarino habilitada para intervir ao nível da construção ou remodelação de espaços residenciais, comerciais ou hoteleiros, concluiu recentemente as obras de remodelação dos escritórios da Parmalat. A solução desenhada para este projecto teve como objectivo dar resposta às novas necessidades da empresa, dotando as åreas existentes de maior utilidade e potencialidade, bem como maior índice de aproveitamento para um aumento dos postos de trabalho. O projecto, da autoria do arquitecto Vasco Torrete, abrangeu uma årea de 2 000 metros quadrados, num edifício de dois pisos situado na Zona Industrial do Linhó, em Sintra.


18

PUBLICIDADE w w w . campea o p r o vin cia s.co m

06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS


06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

OPINIĂƒO/CLASSIFICADOS ImobiliĂĄrias

acessar, por exemplo, uma das pĂĄginas do MinistĂŠrio da SaĂşde / Instituto PortuguĂŞs do Sangue nas redes sociais, www. facebook.com/institutoportugues.dosangue e o portal www.boavontade. com. Dedico aos que se juntarĂŁo a esse time da solidariedade o que escrevi em “ReflexĂľes e Pensamentos – DialĂŠtica da Boa Vontadeâ€? (1987): Assim como o sangue, circulando pelo corpo, oxigeniza e alimenta as cĂŠlulas humanas, o Amor, percorrendo os mais recĂ´nditos pontos de nosso EspĂ­rito, fertiliza-o e o torna pleno de vida. (...) Ao final de tudo, ele – que se expressa das mais surpreendentes formas na grande tarefa de conduzir os homens Ă sobrevivĂŞncia – vencerĂĄ! Continuamos acreditando na vitĂłria final do ser humano e de seu EspĂ­rito Eterno, a obra mĂĄxima do Criador.

ABC

Doe sangue Desde tempos imemoriais, o sangue apresenta vårias simbologias. Entre elas, a da honra, da luta e principalmente da vida. Instituído atravÊs da Resolução do Conselho de Ministros n.º 40/86, 27 de março passou a ser o Dia Nacional do Doador Voluntårio de Sangue. A partir de 14 de junho de 2005, foi instituído o Dia Mundial do Dador de Sangue, tendo Portugal mantido, atravÊs do MinistÊrio da Saúde / Instituto Português do Sangue, a data de 27 de março como o Dia Nacional do Dador de Sangue. Apesar de todos os esforços de conscientização da importância de ser doador, o português, que Ê solidårio, ainda não fez desse gesto um håbito. Hoje, com a internet, pode-se tirar qualquer dúvida que possa inibir o cidadão. Oriente-se quanto aos benefícios e restriçþes. Você pode

JOSÉ DE PAIVA NETTO*

Programa Sorriso Feliz A LegiĂŁo da Boa Vontade de Portugal tem agora uma terceira Unidade MĂłvel de SaĂşde Oral, do seu programa Sorriso Feliz, na cidade do Porto. Nesse empreendimento, contou com a parceria das empresas Siemens e Galp Energia e das Fundaçþes Manuel AntĂłnio da Mota e Axa Coraçþes em Acção. A dra. Joana Garoupa, diretora de Comunicação da Siemens, comentou: “Tivemos conhecimento da LBV, deste projeto em particular, que associa a educação com a parte da solidariedade, o que para nĂłs ĂŠ extremamente importante na

nossa estratÊgia de sustentabilidade. Achamos que era o casamento perfeito. Estamos muito orgulhosos de contribuir para este projeto tão meritório�. O programa, realizado tambÊm em Lisboa e Coimbra, desenvolve campanhas de informação, prevenção e tratamento de saúde, especialmente a bucal, voltadas para as comunidades carenciadas. Para outras informaçþes, acesse: www.lbv.pt. (*) Jornalista, radialista, escritor e Presidente da Legião da Boa Vontade, escreve ao abrigo do novo acordo ortogråfico, www.lbv.pt

FICHA TÉCNICA EDIĂ‡ĂƒO COIMBRA www.campeaoprovincias.com

Bruscos, pretendiam que fosse esclarecido o funcionamento da mesma e se as regras de segurança ambiental estavam salvaguardadas. As respostas foram evasivas e depreciativas, denotando uma invulgar insensibilidade do Presidente da autarquia para com a situação. Foi entretanto solicitada a intervenção da Quercus, a qual enviou uma queixa para a SPNA que interveio. De tal intervenção apenas sabemos ter instaurado processo e posteriormente aplicado uma coima à Câmara Municipal (CM) de Condeixa por poluição ambiental da ribeira de Bruscos. Em Julho, na vossa edição nº 631 de 04/07 o presidente da autarquia negava toda esta situação, mas na AM de Setembro, quando confrontado com a intervenção da SPNA, admitiu a existência de processo no MinistÊrio do Ambiente e da aplicação

da coima. TambÊm disse não existir processo por crime ambiental e que iria instalar um depósito para recolha das descargas em local afastado dos terrenos cultivados. Enfim, o presidente da autarquia estå aparentemente fora do contexto, precisa de um controle permanente dos seus atos políticos, pois não entende que as descargas da ETAR de Bruscos são um caso de interesse público, não um caso de capricho pessoal. Consideramos que a instalação do depósito de recolha das descargas consiste em mais um remendo à ETAR de Bruscos, realizado pela CM de Condeixa. Qualquer ETAR deve ser isso mesmo, Estação de Tratamento de à guas Residuais, sem apêndices. Os signatårios deste texto têm intervindo na Assembleia de Freguesia (AF) de Vila-Seca, na AM de Condeixa e junto da sociedade civil, com o ob-

Telefone 239 497 750 | Fax 239 497 759 | E-mail jornalcp@mail.telepac.pt Editor/Propriedade REGIVOZ, Empresa de Comunicação, Lda. Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra | NIPC: 504 753 711 Director-Adjunto Rui Avelar (responsåvel executivo por esta edição) | Gerente da Redacção JosÊ Fidalgo 239 497 750 (ext. 38) | Redacção Luís Santos (C.P. 722), Rui Avelar (C.P. 613), Benedita Oliveira (C.P. 6622), Geraldo Barros (C.P. 6555) e Luís Carlos Melo (C.P. 2555), Telefone 239 497 750 (ext. 55, 56 e 57), Fax 239 497 759 | Sede/

2^\_aPeT]SPTca^RPST_a|SX^b \^aPSXPbP]SPaTbTbRaXc…aX^b[^YPbTcTaaT]^b - MORADIA NOVA, pronta a habitar tipologia T4 com cozinha equipada, acabamentos contemporâneos, ar condicionado, recuperador de calor, terraço, no Bairro da Liberdade. Para agendar uma visita contactar 239854730/917225640/964311517. - ARRENDA LOJA COM 43 M2 no Centro Comercial AtriumSolum na Av. Dr Elísio de Moura em Coimbra. Para mais informaçþes contactar 239854730/917225640/964311517. - ARRENDA LOJA com 2 pisos com årea total de 450 m2 na Rua Correia Teles (junto à Av. D. Afonso Henriques). Para mais informaçþes contactar 239854730/917225640/964311517. - T4 c/ garagem Rua Arlindo Vicente - T1 na Rua Miguel Torga – Solum T2, Edifício do Centro Comercial Atrium, Solum, na Av Dr Elísio de Moura com estacionamento. Acabamentos de Luxo, cozinha italiana completamente equipada, aquecimento central, prÊ-instalação de ar condicionado. Edifício com Parque Infantil. - Terreno para construção sito na Lousã. à rea de Construção 765 m2

Marque a sua visita todos os dias da semana Telef.: 239 854 730 - Telem.: 917 225 640

Poluição na etar de bruscos, a continuação Diz Dominique Lestrat, uma figura política da aldeia de Merlineux no nordeste de França, departamento de Aisne, que a sua presença na vida pública e política consiste em manter os eleitos sob controlo, para garantir que respeitam as suas promessas e não agem contra os interesses dos habitantes das aldeias, enfim, para que sirvam o povo e não o inverso. Ê com base neste conceito que desenvolvemos a nossa actuação e pretendemos que os eleitos sejam responsåveis pelos actos que praticam. entendemos que o erro Ê humano, todavia o pior Ê a negação do mesmo, e negar o direito à verdade e o direito à reparação do dano à população. Quando os deputados do BE na Assembleia Municipal (AM) de Condeixaa-Nova questionaram o executivo camarårio sobre as descargas da ETAR de

19

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

jectivo de encontrar uma forma de minimizar os efeitos deste crime ambiental e procurar solucionar a actual situação. Os signatårios continuam a exigir a divulgação pública dos resultados das anålises efectuadas aos resíduos que são descarregados na ribeira de Bruscos pela ETAR. Os signatårios continuam a exigir a reposição DUWL¿FLDOGRFDXGDOGDULEHLra, por forma a possibilitar a diluição dos resíduos retidos junto à descarga. Os signatårios exigem que a população de Bruscos seja ouvida caso a CM de Condeixa pretenda avançar para a tal alternativa de depósito dos caudais HPORFDOLQGH¿QLGR Somos: Lurdes Simþes e Carlos Fontes, deputados municipais pelo BE Jorge Mateus, Tiago Acúrcio, Joaquim Simão, BE de Vila Seca

AdPSPB^UXP &$2CT[TU!"('$#&"2>8<1A0

AUTOMĂ&#x201C;VEIS

0DC><Ă&#x2021;E48B=>E>B4DB03>B

2a|SXc^Pc|(%\TbTb ADĂ&#x2030;MIA - COIMBRA

Telef.: 239 432 173 - 3020 COIMBRA www.ademiauto.pt

CĂ&#x192;ES SERRA DA ESTRELA

PĂ&#x160;LO CURTO Puros

Vendem-se Resta 1 macho

Contacto: 919 902 028

Redacção: Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra Director Comercial Carlos Gaspar Directora de Marketing e Publicidade Adelaide Pinto 239 497 750 (ext. 27), adelaide.pinto@mail.telepac.pt Paginação e Maquetagem Nuno Miguel Peres | Impressão FIG - Indústrias Gråficas, S.A.; Rua Adriano Lucas, 3020-265 Coimbra | Distribuição VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda. R. da Tascoa, n.º 16 - 4.º Piso, 2745-003 Queluz, Telef. 214 398 500, Fax 214 302 499 Registo SRIP sob o n.º 222567; ISSN: 1645 - 2968; ICS: 122568 | Depósito Legal n.º 127443/98 Preço de cada número 0,75\ Assinatura anual 30,00\ | Tiragem mÊdia: 9.000 exemplares

Os pagamentos para o CampeĂŁo das ProvĂ­ncias em cheque devem ser emitidos em nome de â&#x20AC;&#x153;Regivoz, Empresa de Comunicação, Lda.â&#x20AC;?. TambĂŠm podem ser feitos por transferĂŞncia bancĂĄria atravĂŠs do NIB: 001000003179749000225


PASSATEMPOS

20

06

QUINTA-FEIRA

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

PALAVRAS CRUZADAS â&#x20AC;&#x201C; Problema n.Âş 305

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂ&#x192;O DAS PROVĂ?NCIAS

PROBLEMA N.Âş 305/A

SEIS EPICENOS

Tema de hoje â&#x20AC;&#x201C; EPICENOS

Utilizando todas as sĂ­labas constantes do quadro, formar o nome de seis Epicenos.

HORIZONTAIS 1 â&#x20AC;&#x201C; Epiceno. Epiceno (pl). 2 â&#x20AC;&#x201C; Odor. Disposta. Epiceno. 3 â&#x20AC;&#x201C; Ressonância MagnĂŠtica (abr). Epiceno (pl). EsquadrĂŁo. Âą6tPERORGHUiGLR3UHÂż[RGHLQWHQVLGDGH(VVDV(SLFHQR 5 â&#x20AC;&#x201C; Nome de letra. Los. Transitar. Epiceno. 6 â&#x20AC;&#x201C; Exclusiva. Epiceno. 7 â&#x20AC;&#x201C; Epiceno. Vapor. Tira-viras. 8 â&#x20AC;&#x201C; Epiceno. Epiceno. 9 â&#x20AC;&#x201C; Bebedeiras. VERTICAIS 1 â&#x20AC;&#x201C; Epiceno. Taxa de Base BancĂĄria (abr). 2 â&#x20AC;&#x201C; SĂ­mbolo de alumĂ­nio. Epiceno. 3 â&#x20AC;&#x201C; Grande quantidade. Calheta. 4 â&#x20AC;&#x201C; Argumento. CĂłlera. 5 â&#x20AC;&#x201C; Caixa de rapĂŠ. 6 â&#x20AC;&#x201C; Associação Portuguesa de Tradutores (abr). Sua. Porte. 7 â&#x20AC;&#x201C; Berne. 8 â&#x20AC;&#x201C; Obrigaçþes do Tesouro (abr). Epiceno. 9 â&#x20AC;&#x201C; Epiceno. 10 â&#x20AC;&#x201C; Caminhavas. Noventa e nove romanos. Sem demora. 11 â&#x20AC;&#x201C; Cheiros. 12 â&#x20AC;&#x201C; Filas. Bloco EconĂłmico Regional (sigla). 13 â&#x20AC;&#x201C; Pratica. Bacantes. 14 â&#x20AC;&#x201C; SĂ­mbolo de amerĂ­cio. Aguçar. 15 â&#x20AC;&#x201C; Epiceno. Fortuna.

PRĂ&#x2030;MIOS â&#x20AC;&#x201C; Obra literĂĄria, oferta da PORTO EDI725$3UpPLRVXUSUHVDRIHUWDGHĂ&#x2C6;*8,$HQRÂżQDO do mĂŞs, mais um prĂŠmio especial, um exemplar do Ăştil e valioso DicionĂĄrio da LĂ­ngua Portuguesa â&#x20AC;&#x201C; Colecção DicionĂĄrios Modernos, que inclui um CD-ROM, oferta da PORTO EDITORA. PRAZO PARA REMESSA DE SOLUĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES â&#x20AC;&#x201C; AtĂŠ ao dia 15 do prĂłximo mĂŞs. ENVIO DE SOLUĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES â&#x20AC;&#x201C; Ernesto Lopes Nunes, Beco dos Unidos, n.Âş 3, Espadaneira, 3045 â&#x20AC;&#x201C; 162 Coimbra. PREMIADOS Passatempos n.Âş 297: Cacilda Pacheco Nogueira, do Porto, com livro da PORTO EDITORA; Fernando JosĂŠ Sola Pereira, de Coimbra, com prĂŠmio surpresa, oferta de Ă GUIA.

HORIZONTAIS 1 â&#x20AC;&#x201C; Bulimia (pl). 2 â&#x20AC;&#x201C; Designação muçulmana de Deus. HuPLOGH 3DWUmR  Âą &DPLQKH 'HIHLWR PRUDO 6XÂż[R GH RULJHP 4 â&#x20AC;&#x201C; Pessoa que se embriaga (pl). Sangue. 5 â&#x20AC;&#x201C; Fundamento. Congregas. 6 â&#x20AC;&#x201C; ViĂşvo. Mas. TambĂŠm. 7 â&#x20AC;&#x201C; BofetĂŁo (pl). 8 â&#x20AC;&#x201C; O (arc). PatiguĂĄ. Banto. 9 â&#x20AC;&#x201C; As. Coração. EmissĂŁo de voz. 10 â&#x20AC;&#x201C; Disparo. Coragem. 11 â&#x20AC;&#x201C; Harmonizaram. VERTICAIS 1 â&#x20AC;&#x201C; Grande susto. Tapar. 2 â&#x20AC;&#x201C; Sortes. Latim (abr). 3 â&#x20AC;&#x201C; Nota musical. Correntes. Textualmente. 4 â&#x20AC;&#x201C; DĂŠcimo. Opus (abr). SĂ­mbolo de rĂĄdio. 5 â&#x20AC;&#x201C; Ovaciones. Compactos. 6 â&#x20AC;&#x201C; Gracejas. Agradecido. Âą0XOKHUHV3XULÂżFDUÂą&XSLGR2UGHPGRV$GYRJDGRV DEU  SĂ­mbolo de sĂłdio. 9 â&#x20AC;&#x201C; Seguia. Nome prĂłprio feminino. AnuĂŞncia. 10 â&#x20AC;&#x201C; Desapossar. Acento. 11 â&#x20AC;&#x201C; Bucho de boi (pl). Rebuliço.

SOLUĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES

ENIGMA FIGURADO

Interpretando correctamente todos os símbolos e operaçþes apresentadas, encontrar-se-à uma conhecida expressão popular.

Palavras Cruzadas â&#x20AC;&#x201C; Problema n.Âş 297: Horizontais â&#x20AC;&#x201C; 1 â&#x20AC;&#x201C; remate, s, mister. 2 â&#x20AC;&#x201C; ĂŠden, golos, ĂĄrea. 3 â&#x20AC;&#x201C; lider, UBA, arais. 4 â&#x20AC;&#x201C; v, ilia, APAV, t. 5 â&#x20AC;&#x201C; aso, tr, li, ele. 6 â&#x20AC;&#x201C; DC, AAC, ata, ai. 7 â&#x20AC;&#x201C; opa, s, cat, o, YLUÂąVHOFDQWRXLDÂąFUDTXHÂżQWDVVerticais â&#x20AC;&#x201C; 1 â&#x20AC;&#x201C; relvados. 2 â&#x20AC;&#x201C; edi, SCP, c. 3 â&#x20AC;&#x201C; mĂŠdio, aer. 4 â&#x20AC;&#x201C; anel, a, lĂĄ. 5 â&#x20AC;&#x201C; t, Ritas, q. 6 â&#x20AC;&#x201C; eg, arc, cu. 7 â&#x20AC;&#x201C; ou, CAE. 8 â&#x20AC;&#x201C; SLB, an. 9 â&#x20AC;&#x201C; ao, TTF. 10 â&#x20AC;&#x201C; ms, ala, oi. 11 â&#x20AC;&#x201C; i, apito, n. 12 â&#x20AC;&#x201C; Sara, a, ut. 13 â&#x20AC;&#x201C; Trave, via. 14 â&#x20AC;&#x201C; EEI, lai, s. 15 â&#x20AC;&#x201C; rasteira. Problema n.Âş 297/A: Horizontais â&#x20AC;&#x201C; 1 â&#x20AC;&#x201C; lapardeiros. 2 â&#x20AC;&#x201C; avaria, levo. 3 â&#x20AC;&#x201C; minar, lugar. 4 â&#x20AC;&#x201C; ases, casara. 5 â&#x20AC;&#x201C; sol, vaia, s. 6 â&#x20AC;&#x201C; safo, asas. 7 â&#x20AC;&#x201C; p, irĂłs, til. 8 â&#x20AC;&#x201C; acatas, lide. 9 â&#x20AC;&#x201C; rapaz, porĂŠm. 10 â&#x20AC;&#x201C; arar, sacara. 11 â&#x20AC;&#x201C; moralizamos. Verticais â&#x20AC;&#x201C; 1 â&#x20AC;&#x201C; lamas, param. 2 â&#x20AC;&#x201C; avisos, FDURÂąSDQHODDSDUÂąDUDVÂżWDUDÂąULUYRUD]OÂąGiFiRV si. 7 â&#x20AC;&#x201C; e, laias, paz. 8 â&#x20AC;&#x201C; ilusas, loca. 9 â&#x20AC;&#x201C; rega, atiram. 10 â&#x20AC;&#x201C; sidero. 11 â&#x20AC;&#x201C; soras, lemas. Cinco palavras relacionadas com futebol: Penalti, chuto, estĂĄdio, defesa, baliza. (QLJPDÂżJXUDGR Futebol no mundo ĂŠ rei.

PALPITANDO

AcadÊmica despede-se da Liga Europa bra, ao empatar (1-1), com o Viktoria Plzen, da República Checa, clube que juntamente com o AtlÊtico de Madrid são os apurados do Grupo B para a fase seguinte. A Briosa tem melhor sorte n a Ta ç a d e Po r t u g a l , onde Ê detentora do úl-

timo trofÊu, tendo garantido, såbado, a presença nos quartos-de-final ao vencer o Tourizense (Tåbua) por 3-0. A Briosa, detentora do trofÊu, terå como potenciais adversårios o Benfica (que espera o apurado do jogo Aves-Coimbrþes, no dia

12), Sporting de Braga (que eliminou o FC do Porto), Arouca, Belenenses, Gil Vicente, Paços de Ferreira e Vitória de Guimarães. Neste fimde-semana retoma-se o campeonato da primeira divisão, com os principais jog os a realiza-

MĂ RIO CAMPOS

rem-se na segunda-feira. O calendĂĄrio da 11.ÂŞ jornada do escalĂŁo principal da Liga de futebol ĂŠ o seguinte: sexta-feira (dia 07) â&#x20AC;&#x201C; Estoril-SetĂşbal, Ă s 20h15 (SportTv); sĂĄbado (dia 08) â&#x20AC;&#x201C; Porto-Moreirense, Ă s 20h30 (SportTv); domingo (dia 09) â&#x20AC;&#x201C; Rio

JOSĂ&#x2030; M. PUREZA

Ave-Paços de Ferreira, MarĂ­timo-Nacional e Gil Vicente-Beira-Mar, todos Ă s 16h00, GuimarĂŁes-Olhanense, Ă s 20h15 (SportTv); segunda-feira (dia 10) â&#x20AC;&#x201C; AcadĂŠmicaBraga, Ă s 18h15 (SportTv), Sporting-Benfica, Ă s 20h15 (SportTv).

MIGUEL CORREIA

JOSĂ&#x2030; ALBERTO COELHO

MĂ RIO NOGUEIRA

ACADĂ&#x2030;MICA X BRAGA

1-2

1-1

1-0

0-1

0-1

0-0

1-1

1-1

1-2

1-0

1-1

1-1

SPORTING X BENFICA

0-1

1-1

1-1

1-2

0-2

1-1

1-1

1-2

0-2

1-2

1-1

1-1

PORTO X MOREIRENSE

2-0

3-0

2-0

2-0

3-0

3-0

2-0

2-0

3-1

2-0

0-0

2-0

66

68

70

73

73

75

76

76

77

80

80

81

PALPITES

PONTOS

MARTA BRINCA

Ă LVARO AMARO

FRANCISCO ANDRADE

FUTEBOL

FĂ TIMA RAMOS

JOSĂ&#x2030; M. CANAVARRO

HELENA FREITAS

JOĂ&#x192;O P. BARBOSA MELO

Jogada a jogada, golo a golo, a Briosa joga nesta rĂĄdio...

ACADĂ&#x2030;MICA X BRAGA SEGUNDA FEIRA, DIA 10, Ă&#x20AC;S 18H15 Ouça na Internet em www.radioregionalcentro.com

Relato: LuĂ­s Carlos Melo ComentĂĄrios: Francisco Andrade

ABC

A AcadÊmica/OAF joga hoje, pelas 18h00, em Israel, frente ao Hapoel Tel Aviv, a última partida da Liga Europa de futebol, apenas para cumprir calendårio, dado que se despediu desta competição a 22 de Novembro, em Coim-


06

QUINTA-FEIRA

BUARCOS

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂ&#x192;O DAS PROVĂ?NCIAS

21

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

Colectividade comemora 105 anos

Caras Direitas (des)espera por acordo com a Segurança Social INĂ&#x160;S TORRES

WXGRDĂ&#x20AC;ORVRĂ&#x20AC;DSHUPDQHFHD mesma â&#x20AC;&#x153;apenas com algumas Por ocasiĂŁo do 105.Âş ani- adaptaçþes Ă realidadeâ&#x20AC;?, como versĂĄrio do grupo Caras Direi- explica Rui Silva. tas, o seu coordenador geral, Uma creche, um grupo de Rui Silva, deu voz ao lema da teatro, um rancho folclĂłrico e, instituição, que se mantĂŠm mais recentemente, um centro inalterado atĂŠ aos dias de hoje, de estudos e actividades fazem apontando tambĂŠm as ânsias parte das valĂŞncias da associaHGLĂ&#x20AC;FXOGDGHVFRPTXHHVWDVH ção de Acção Social, Cultura e depara diariamente. Desporto que, hĂĄ mais de um HĂĄ quatro anos no cargo, sĂŠculo, actua junto de quem Silva â&#x20AC;&#x201C; que jĂĄ antes tinha pas- mais precisa. sado pela direcção â&#x20AC;&#x201C; diz ter O coordenador do grupo crescido no seio da colectivi- conta que o Caras Direitas ĂŠ dade e considera-se o â&#x20AC;&#x153;braço reconhecido como Instituição direitoâ&#x20AC;? da actual presidente, Particular de Solidariedade Lucinda BasĂ­lio. Social (IPSS), desde 2009. No Com diversos projectos entanto, sem um acordo com de âmbito social na calha, a D6HJXUDQoD6RFLDODVGLĂ&#x20AC;FXOGDassociação centenĂĄria sediada des aumentam a olhos vistos. em Buarcos, Figueira da Foz, Sem apoios, ajudar o prĂłespera por melhores dias em [LPRWRUQDVHXPGHVDĂ&#x20AC;RDLQque possa contar com mais da maior e apertar o cinto nĂŁo DSRLRVĂ&#x20AC;QDQFHLURVHĂ&#x20AC;QDOPHQ- ĂŠ novidade para a instituição te, alcançar um acordo com a solidĂĄria, sobretudo, na actual Segurança Social. conjuntura econĂłmica. O grupo Caras Direitas A trabalhar em regime foi fundado a 1 de Dezembro de voluntariado e em horĂĄrio de 1907, com o propĂłsito de pĂłs-laboral, a direcção faz os â&#x20AC;&#x153;romper com o marasmo possĂ­veis para manter a IPSS sociocultural em que Buarcos em funcionamento e para estava mergulhadoâ&#x20AC;?. Tinha responder a todas as situaçþes por lema â&#x20AC;&#x201C; e continua a ter â&#x20AC;&#x201C; a de carĂŞncia com as quais se mĂĄxima â&#x20AC;&#x153;Instrução, Recreio depara. Gerindo os escassos e BeneficĂŞnciaâ&#x20AC;?. Ă&#x2030; verdade recursos econĂłmicos, as dique os tempos sĂŁo outros e versas valĂŞncias que integram a carecem de mudanças, con- colectividade esforçam-se por

ser auto sustentĂĄveis, por forma a manter as portas abertas a quem as procura. Os sĂłcios, a participação da população nas iniciativas que dinamiza, os espectĂĄculos que promove ou a creche, sĂŁo fontes de receitas e permitem fazer face Ă s despesas de manutenção. Caso a caso, a associação ajuda sempre que pode, â&#x20AC;&#x153;sem fazer apanĂĄgio dissoâ&#x20AC;?, sublinha o coordenador geral. Rui Silva revela que o grupo, mesmo contando apenas com algumas parcerias com entidades ou empresas locais, tem ajudado a resolver vĂĄrias situaçþes problemĂĄticas. AtravĂŠs do Caras Direitas, muitos casos sociais foram encaminhados para as instituiçþes adequadas e, de igual forma, a colectividade auxiliou instituiçþes de crianças ĂłrfĂŁs e fez recolhas de brinquedos e alimentos. Creche desespera por apoio financeiro

Ao cargo de coordenador voluntĂĄrio do Caras Direitas, Rui Silva acumula a função de director tĂŠcnico da â&#x20AC;&#x153;Upa Upa BebĂŠ Felizâ&#x20AC;?, a creche do grupo. A sua â&#x20AC;&#x153;meninaâ&#x20AC;?, como lhe chama, funciona na

Figueira da Foz e, para alĂŠm de berçårio, tem salas para crianças entre um e trĂŞs anos. TambĂŠm aqui, a associação VHQWHGLĂ&#x20AC;FXOGDGHVWUHPHQGDVH desespera pelo tal acordo com a Segurança Social. A crise econĂłmica, com tudo o que ela acarreta, pais desempregados ou com baixos rendimentos fez com que, este ano, a população da creche diminuĂ­sse. O director conta que muitos encarregados de educação nĂŁo estĂŁo a conseguir, sequer, pagar a alimentação e revela que, no Ăşltimo ano, trĂŞs crianças estiveram durante alguns meses na creche, gratuitamente, porque se entendeu que ali tinham as Ăşnicas refeiçþes do dia. Projectos sociais aguardam por melhores dias

Estudando os casos individualmente, a instituição tenta manter as crianças atÊ onde pode, atÊ jå não ter capacidade.

Apoio à população carenciada Ê a principal prioridade apontada por Rui Silva

Mais uma vez, a falta de apoios Ă&#x20AC;QDQFHLURVVHS}HQRFDPLQKR e nĂŁo hĂĄ forma de suportar a creche, se nĂŁo houver retorno por parte das comparticipaçþes familiares. O grupo Caras Direitas tem em mente a criação de um projecto de serviço de apoio domiciliĂĄrio especializado e de uma loja social, objectivos que vĂŁo ter de esperar atĂŠ que haja forma de os sustentar financei-

ramente. Com as diversas respostas sociais que possui, o passo seguinte ĂŠ que a instituição seja reconhecida como centro comunitĂĄrio, aumentando assim a sua capacidade de ajudar quem mais precisa, criar postos de trabalho e prosseguir com o lema da associação. â&#x20AC;&#x153;No passar de um obstĂĄculo, estĂĄ o impulso e a força que ganhamos para passar o prĂłximoâ&#x20AC;?, defende Rui Silva.

Centro de estudos fez um ano Inaugurado no ano passado, nas comemoraçþes do 104Âş aniversĂĄrio, o Centro de Estudos e Actividades ĂŠ a mais nova criação do grupo Caras Direitas. A par do âmbito educativo, o projecto integra as partes lĂşdica e desportiva, cobrando preços â&#x20AC;&#x153;simbĂłlicosâ&#x20AC;? que apenas servem para pagar aos professores que ali trabalham. O Centro â&#x20AC;&#x153;vai andando devagarinho, mas ĂŠ devagar demais para as nossas pretensĂľesâ&#x20AC;?, comenta Rui Silva. O coor-

denador geral garante que hĂĄ capacidade para mais, mas sĂŁo necessĂĄrios â&#x20AC;&#x153;apoios de DOJXPDHQWLGDGHRĂ&#x20AC;FLDOÂľGLVVH Este ano, o dia do aniversĂĄrio, 01 de 'H]HPEUR Ă&#x20AC;FDUi PDUFDGR SHOR ODQoDPHQWRGHXPWUDEDOKRGLVFRJUiĂ&#x20AC;FRSHOR Rancho das Cantarinhas de Buarcos. Trata-se de um DVD composto por mĂşsicas populares da regiĂŁo de origem deste grupo, nascido no âmbito do Caras Direitas.

32303

PUBLICIDADE

RUA DE BAIXO N.Âş 9 BRENHA - FIGUEIRA DA FOZ PEDIDO DE GĂ S: Telef.: 233 910 993 / 917 512 565

s clientes A todos os nosso ! Festas Felizes

Deseja ao Grupo Caras Direitas os ParabĂŠns

Largo Grupo Caras Direitas, 73 - Telef.: 233 402 690 - Buarcos - 3080-254 Figueira da Foz

Pedro Caldeira, Unipessoal, Lda.

tas

Boas Fes

ferragens - ferramentas materiais de construção

Largo Caras Direitas, 37 a 39 - BUARCOS - 3080-254 Figueira da Foz - Telefone: 233 413 447 - Telems.: 919 464 011 - 968 991 475

32302

TELEF.: 233 434 263 - TELEM.: 967 638 929 ecpc@iol.pt | www.ecpclaridade.com

Boas Festas

32301

Colectividade foi fundada em 01 de Dezembro de 1907 PUBLICIDADE

ZĂ&#x2030;-GĂ S

Sociedade Comercial de CombustĂ­veis, Lda.

32250

Campanha de Natal 100\ de desconto em todas as categorias de cartas de condução


22

CULTURA / VINAGRETAS

06

w w w . campea o p r o vin cia s.co m

FESMUC fecha com Alma de Coimbra e Coro Inês de Castro O Festival de Música de Coimbra (FESMUC) FKHJDDRÀPFRPDDFWXação, amanhã (dia 07), do Coro Alma de Coimbra, e, no sábado (dia 08), do Coro Sinfónico Inês de Castro (na foto), decorrendo ambos os espectáculos, pelas 21h30 e pelas 18h30, respectivamente, no auditório do Conservatório de Música. O coro masculino Alma de Coimbra reúne antigos alunos da Universidade e as suas apresentações incluem, por norma, as guitarras e os fados de Coimbra. O Coro Sinfónico Inês de Castro é constituído por cerca de 70 elementos, membros de vários grupos, não só de Coimbra como de outros pontos do país. Este grupo adquiriu o estatuto de primeiro coro do mundo a cantar com “tablets”, no dia 03 de Outubro de 2012, num evento privado da Samsung. O Coro Sinfónico Inês de Castro vai interpretar a “Petite Messe Solennelle”, de Gioachino Rossini, sob a direcção artística do maestro Artur Pinho Maria.

Fadvocal apresenta segundo álbum de originais “Direito ao Fado” é o título do mais recente reJLVWRGLVFRJUiÀFRGRJUXSR Fadvocal, que será apresentado a 11 de Dezembro, às 21h15, na Ordem dos Advogados, em Coimbra. Depois de “Velhas Margens Novas Pontes, editado em 2009, este é o segundo álbum, em formato de CD, com 16 temas originais, que é gravado por este colectivo que integra a Associação Artística do Distrito Judicial de Coimbra, da qual também faz parte o coro misto de advogados Advocal. Do repertório fazem parte temas originais de guitarradas, fados e canções de Coimbra. Para além do espectáculo de apresentação de “Direito ao Fado”, haverá declamação de poemas por António Arnaut e a inauguração de uma exposição de pintura, com trabalhos de artistas da associação Magenta. Arte no feminino patente na galeria Almedina Tem o título de “Pintoras de Coimbra” uma exposição que pode ser visitada até ao início do mês de Janeiro, na galeria Almedina, do Museu Municipal do Chiado, em Coimbra. A mostra é inaugurada hoje, pelas 17h30. Segun-

da edição deste certame artístico, promovido pelo Clube da Comunicação Social, será aproveitado para prestar homenagem ao pintor Vítor Matias, associado daquela colectividade, que coordenou a primeira exposição e faleceu recentemente.

Harlem Gospel Choir em sessão extra no CAE

Universidade de Coimbra (mais) aberta aos turistas Desde o último fimde-semana que, no âmbito do circuito turístico da Universidade de Coimbra (UC), há a possibilidade de realizar visitas guiadas, regulares, aos domingos. O Paço das Escolas, a Biblioteca Joanina, a Prisão Académica, a Capela de S. Miguel e as salas dos Capelos, das Armas e do Exame Privado são alguns dos espaços que integram a candidatura a património mundial que a UC está a promover junto da UNESCO, e que agora podem ser descobertos pelos visitantes, de uma forma mais completa. Durante esta campanha, o bilhete de acesso terá um preço excepcional de três euros e inclui, ainda, a visita à exposição recentemente inaugurada, dedicada à mostra dos critérios que a Universidade elegeu para MXVWLÀFDU D PDLV YDOLD GR património da instituição junto da UNESCO.

Grupo famoso a nível mundial, o Harlem Gospel Choir regressa a Portugal e ao Centro de Artes e Espectáculos (CAE) da Figueira da Foz para dois espectáculos, a 08 de Dezembro. Esgotado o concerto agendado para as 21h30, foi marcada uma sessão extra, às 18h00, para a qual ainda há bilhetes. Para além dos temas mais conhecidos da música gospel, o alinhamento inclui algumas das canções celebrizadas por Whitney Houston, falecida em Fevereiro deste ano. Os ingressos estão à venda no CAE e na bilheteira online, em www.cae.pt. Paulo Afonso expõe em Condeixa-a-Nova Inaugurada na última semana, está patente ao público na Junta de Freguesia de Condeixa-a-Nova uma exposição de pintura da autoria de Paulo Afonso. A mostra pode ser visitada até ao dia 04 de Janeiro.

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

V I N A G R E T A S

“Campeão” cumpridor – Com a devida vénia, o “Campeão” transcreve o teor de uma mensagem que circulou, a 20 de Novembro [de 2012], entre pais e encarregados de educação de alunos da Escola Básica de Solum Sul (EBSS). Eis o texto: Confrontados com uma notícia da edição electrónica do Campeão das Províncias, alguns pais telefonaram à Associação de Pais e Encarregados de Educação da EBSS a manifestar a sua preocupação. A Associação contactou a coordenadora da Escola, tendo sido informada que “a fruta não estava em condições e foi substituída, bem como o puré, que [também] não estava em condições e foi, igualmente, substituído”. Em síntese, concluiu a APEEEBSS, houve refeições para todos os alunos, com atraso no seu serviço. A Associação, que lamentou a ocorrência, comprometeu-se a tentar conversar com os parceiros envolvidos com o objectivo de evitar tais situações. Semear ventos... – Narrou, há dias, o blogue “O sexo e a cidade” um caricato episódio, protagonizado por José Eduardo Simões durante

uma conferência de Imprensa, dada, em Coimbra, pelo “capitão” e pelo treinador do Viktoria Plzen (adversário da Briosa na Liga Europa). Estavam o futebolista e o técnico do clube da República Checa a ser questionados quando, sem se fazer anunciar, entrou na sala o presidente da Académica/OAF. Tem a palavra o obreiro do blogue, Fernando Moura: “Com aquele ar bipolar que lhe é cada vez mais característico, [Eduardo Simões] sorri para uns, olha de lado para outros”. E prossegue: “Embora não fosse para ali chamado, [José Eduardo] resolve demonstrar a forma elegante como sabe receber; resolve interromper um jornalista da SIC quando este colocava uma questão (pertinente) a Horvath, exjogador «leonino»; grita para o repórter algo do género de o Sporting não interessar… não pode fazer perguntas sobre o Sporting… o que interessa é a Académica/ OAF… e, logo de seguida, adverte, em tom de ameaça: ‘Lembre-se onde é que está’”. Conclui Moura que, “felizmente, Nelson Mateus (SIC) sabe ocupar o seu lugar, pois não é daqueles que trocam bilhetes por notícias; por isso,

FRPRERPSURÀVVLRQDOTXH é, continuou a questionar o jogador checo, que, tal como o tradutor, ficaram com a sensação de na sala haver entrado o responsável pela censura na Liga Europa”. Moral da história, segundo o articulista, “JES semeou ventos, mas foi a Briosa a colher a tempestade, pois, no dia seguinte, Horvath marcou”. Será por estas e por outras que o Tourizense, adversário da Académica/OAF na mais recente eliminatória da Taça de Portugal, fez reparos à organização do encontro por parte do clube de Coimbra? “Exílio” parisiense – “A ÀFomRIDQWDVLDIRLSDUD3DULVµ Isolada do contexto em que foi dita, a frase pode parecer alusiva a uma campanha de marketing atinente a alguma colecção de vestuário para o Outono e o Inverno. O FDVRPXGDGHÀJXUDVDEHQGR o leitor que as palavras – proferidas, esta semana, na Câmara de Coimbra – são do vereador José Belo (PSD). A «alfinetada» infligida ao anterior primeiro-ministro, José Sócrates (PS), tem subjacente um ponto de vista: “Ninguém deve esquecer os rostos da crise, da origem dela,

F _____ R _____ A

Exemplo! – A Associação Humanitária Memórias e Gentes assinalou, em Coimbra, na semana passada, mais um aniversário e aproveitou para distinguir um punhado de homens e mulheres que a têm ajudado a prosseguir a sua caminhada ÀODQWUySLFD %HDWUL] *RPHV FDQRtVWD  H Ricardo Leal dos Santos (piloto) foram proclamados “embaixadores da boa vontade”, a distinção de “parceria solidária” foi atribuída à Liga dos Combatentes, a Câmara de Coimbra é a instituição agra-

ciada, o “Prémio Gentes” foi entregue ao vereador Luís Providência, o congénere “Memórias” coube ao jornalista Paulo Salvador e Miguel Anacoreta Correia (secretário-geral da União das Cidades Capitais Luso-Afro-Americo-Asiáticas) levou para Lisoa o “Prémio Prestígio”. António Maló de Abreu apontou “o exemplo” do médico José Manuel, um guineense que faz longas jornadas de trabalho em Portugal para proporcionar ensino e formação a muitos compatriotas.

Serviços Centrais: Baixa - Avenida Fernão Magalhães nº.92, 3000-607 Coimbra tel: 239855855 fax: 239855851 | Celas - 239854080 | Vale das Flores - 239793930 Solum - 239792079 | Quinta da Várzea - 239440666 | Lousã - 239994033 Fig. da Foz - 233403060 | Aveiro - 234425999 | Condeixa - 239944666 | Portela - 239793939

29077

PUBLICIDADE


06

QUINTA-FEIRA

VINAGRETAS

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂ&#x192;O DAS PROVĂ?NCIAS

Ă&#x201A;ngulo inverso

V I N A G R E T A S

QLQJXpPGHYHGHL[DUTXHVH DSDJXHPDVPHPyULDV  Âľ2 DXWDUFDFRQIHVVDTXHWDPEpP lhe apetece mandar partir RVDJHQWHVGDŠWURLNDÂŞ )0, ComissĂŁo Europeia e Banco &HQWUDO(XURSHX LQFRPRGD R>RIDFWRGH@´HVWDUPRV RV SRUWXJXHVHV DVHUJHULGRVGH foraâ&#x20AC;?. â&#x20AC;&#x153;Por que raio houve WDQWDLQVHQVDWH]TXHQRVIH] chegar onde estamosâ&#x20AC;?? De %HORpDSHUJXQWDPDVPDLV EHORpRŠH[tOLRÂŞGRHQJHQKHLUR que virou estudante.

 SHODSULPHLUDYH]DSyV ser conhecido o propĂłsito do 36HPUHFDQGLGDWDU0DQXHO 0DFKDGR D &kPDUD 0XQLFLSDO GH &RLPEUD &0&  contou com a presença de apenas um vereador socialista, Carlos Cidade, lĂ­der conFHOKLRGRSDUWLGR3RUUD]}HV GRIRURSHVVRDOHRXSURĂ&#x20AC;Vsional, estiveram ausentes da SUDoDGHGH0DLRRVHGLV Ă&#x2030;OYDUR0DLD6HFR FDQGLGDWR jSUHVLGrQFLDHP $QtĂłnio Vilhena e JoĂŁo Pedro TrovĂŁo. Porventura graças Ironia do destino? â&#x20AC;&#x201C; ao apelido, conotado com o $R UHXQLUVH VHJXQGDIHLUD UHOkPSDJRWDOYH]-RmR3HGUR S E A R A

23

www.ca m p e a o p r o vin cia s.co m

A L H E I A

â&#x20AC;&#x153;Em pura tradução comportamental, o primeiro-ministro estĂĄ carente. Todos lhe batem, todos denunciam Ă vista desarmada o valente queijo suíço em que se transformaram as previsĂľes do Governo a todos os nĂ­veis, da taxa de desemprego Ă s receitas Ă&#x20AC;VFDLV0HVPRRDOHJDGRVXFHVVRGDEDODQoDGHWUDQVDFo}HVp DOYRGDGHQ~QFLDGHVHĂ&#x20AC;FDUDGHYHUjEUXWDOTXHEUDGRFRQVXPR interno. Irra!â&#x20AC;?. Fernando Santos, no Jornal de NotĂ­cias de 30/11/2012 ´(XQmRVRXQLQJXpPPDVGHYRVHUSRUWDYR]GHVWHV]pV QLQJXpQVTXHRDFWXDO*RYHUQRHVWiDIDEULFDUÂľ D. JanuĂĄrio Torgal Ferreira, bispo das Forças Armadas, no PĂşblico de 29/11/2012 ´1mRpSRVVtYHOKDYHUPDLVRGHVFDVFDUGDiUYRUH  >DRSomR SDVVDULD@WDOYH]SRUGHVFDVFDUGRRXWURODGRWDOYH]PHWHUFDORU com infusĂŁo, porque assim as gorduras derretemâ&#x20AC;?. Idem, Ibidem ´8P(VWDGRTXHYLYHQDSHQ~ULDpXP(VWDGRVHGHQWRGH GLQKHLUReXP(VWDGRFDSD]GHQHJDUUHIHLo}HVDFULDQoDVQDV escolas por dĂ­vidas de quatro euros. Que solta os seus cĂŁes Ă  FDoDGRV~OWLPRVFrQWLPRVGHTXHPQmRSRGHIXJLU  $IDOWD GHERPVHQVRpSRUYH]HVPDLVWUiJLFRGRTXHDLQFRPSHWrQFLD pura e simplesâ&#x20AC;?. Eduardo Dâmaso, no Correio da ManhĂŁ de 29/11/2012

32274

PUBLICIDADE

possa acalentar a esperança de acompanhar Carlos Cidade no elenco de vereadores D SURSRU SRU 0DQXHO 0DFKDGR ( WDOYH] 0DLD 6HFR H$QWyQLR9LOKHQDWDPEpP possam aspirar a isso. Caso ocorram desfechos diferenWHVWDOYH]KDMDTXHPYHQKD DDFHQDUFRPRGHVWLQR>GH cada um dos eventuais preteridos]. Nesse caso, não sabe o redactor das Vinagretas o que seria mais intrigante: se RGHVWLQRVHDLURQLD>HPTXH HOHpIpUWLO@ PUBLICIDADE

Cavaco opaco RUI AVELAR

Um jornalista do diårio Público acaba de ver indeferida, pelos tribunais administrativos, a pretensão de consultar o processo de avaliação da casa de Aníbal Cavaco Silva no Algarve. O casal Silva, Aníbal e Maria, trocou a vivenda Mariani (Montechoro) por uma casa em construção na aldeia da Coelha, assunto que foi objecto de polÊmica por ocasião da campanha para a eleição presidencial de 2011. A 13 de Janeiro daquele ano, o jornalista JosÊ António Cerejo requereu ao Serviço de Finanças de Albufeira autorização para consultar o dossiê da avaliação efectuada

por causa da sisa; o casal pagou 8 133 euros de imposto municipal de transacçþes, mas, segundo o diårio e a revista Visão, hå aspectos para esclarecer. A Autoridade Tributåria negou a Cerejo o acesso ao dossiê, invocanGRRVLJLOR¿VFDO2LQGHIHULPHQWRFRPTXH um tribunal de segunda instância respondeu à pretensão do jornalista assinala que, à data da transacção, Cavaco ainda não era Presidente da República. Por parte de quem não era [PR] e Ê, agora, Chefe do Estado só havia um caminho: facultar ao jornalista acesso ao dossiê. Por defensåvel que seja, a falta de transparência Ê incompatível com o exercício da função presidencial.


O NATAL ESTĂ A CHEGAR

24

06

QUINTA-FEIRA

DE DEZEMBRO DE 2012 CAMPEĂ&#x192;O DAS PROVĂ?NCIAS

www.ca ca m mpe peao opr p r o vin cia s.co m

www.agatajoalharias.com

COM GRANDE STOCK DE MĂ QUINAS INDUSTRIAIS USADAS

Aberto aos sĂĄbados Ă tarde

MAGRIL M

Formação e Comercialização de Software de Gestão 32211

CColecionismo o

Sede: Rua Ferreira Borges, 34 - 3.Âş Esq.Âş | 3000-179 Coimbra Telef./Fax: 239 834 491 - Telem.: 936 287 566 Rua Albano Alves Pereira - L. 2 - Fr. B - 2425-617 Monte Redondo

Agora com filial em Quimbres (S. Silvestre) - Estrada Nacional 111

32048

32131 321 31

Peças: 966 943 751 - Telef.: 232 424 182 - Fax: 232 451 8633 P geral@magril.mail.pt - Lugar do Barbeiro - Estrada do Aeródromo - Campo - 3515-342 VISEU

ONDINA JARDIM

Azeite ĂŠ SaĂşde... SaĂşde ĂŠ vida! Boas Festas 32204

32208

GINECOLOGIA OBSTETRĂ?CIA

Lagar MourĂŁo

ESPECIALIDADES: FRANCESINHA, PIZZA A ALLĂ&#x201D; PIZZA E BACALHAU COM NATAS serviço de take-away y entrega grĂĄtis ao domicĂ­lio Novidade: Prato do Dia ia

MĂ&#x2030;DICA ESPECIALISTA

Antiga EN 111 | Rua MourĂŁo | TentĂşgal Telem.: 961 434 167 | Telef.: 239 951 305 lagarmourao@hotmail.com

Rua da Saragoça, 95 A - 3000-381 Coimbra www.allopizza.pt

32137

JA

32205 205

R. FERREIRA BORGES, 185, 1.Âş TELEF.: 239 823 739 - COIMBRA

JOSĂ&#x2030; ABRANCHES, LDA

SERRALHARIA CIVIL

AQUECIMENTO CENTRAL C

ENERGIA SOLAR

(Caldeiras JUNKERS)

)(552(,12; Desejamos Bom Natal e um PrĂłspero Ano Novo Vale Velho - S. Paulo de Frades 3020-424 Coimbra - Telf.: 239 491 571 Fax: 239 496 385 Telm: 967 068 499

32043

(PainĂŠis solares JUNKERS)

Rua Vale NabĂ´a NÂş 9 AnaguĂŠis AlmalaguĂŞs - Coimbra Tel./Fax 239932415 - Tlm. 917645494/5

CLINESTO Boas Festas

Boas Festas

CLĂ?NICA ESTOMATOLĂ&#x201C;GICA, LDA. žDENTISTERIA E ENDODONCIA žPRĂ&#x201C;TESE REMOVĂ?VEL žPRĂ&#x201C;TESE FIXA žOCLUSĂ&#x192;O žIMPLANTOLOGIA ORAL

â&#x20AC;&#x201D; Construção Civil e Pinturas â&#x20AC;&#x201D;

Av. FernĂŁo de MagalhĂŁes, 160 - 2.Âş - COIMBRA 239 852 450 - Fax 239 852 459 Telem.: 967 723 877 - 912 232 507 - 932 236 005

32092

Tlm. 968 406 896 Casal de Ermio - 3200-010 LousĂŁ

žCIRURGIA ORAL E MAXILO-FACIAL žPERIODONCIA žMEDICINA ORAL žODONTOPEDIATRIA žORTODONCIA 32127

31610

ESTOMATOLOGIA E MEDICINA DENTĂ RIA

Joaquim Paulo L. Duarte Moreira

TODOS OS TRABALHOS DE CONSTRUĂ&#x2021;Ă&#x192;O CIVIL

Centro MĂŠdico SĂŁo Mateus Lda

Boas Festas

PRESTAĂ&#x2021;Ă&#x192;O DE SERVIĂ&#x2021;OS MĂ&#x2030;DICOS MEDICINA DO TRABALHO HIGIENE E SEGURANĂ&#x2021;A - NO TRABALHO Rua do PalĂĄcio da Justiça | Ed. Qta. SĂŁo Mateus A 3060-208 Cantanhede Telef.: 231 428 758 - Fax: 231 428 759 - Telem.: 968 146 901 info@cmsm.net | www.cmsaomateus.pt

Rua da Lapa - 3060-033 Ançâ Tlms. 919 362 823 - 934 852 014

32085

Feliz Natal 32091

32088 32

Catraia de S. Paio, EN 17, Ap. 65 | 3404-909 Ol. do Hospital C Telef.: 238 609 920 - Fax: 238 609 942 Telem.: 967 004 479 | centromaq@iol.pt

Boas Festass

MĂ QUINAS AGRĂ?COLAS, LDA M A

METALURGIA E EQUIPAMENTOS INOX, LDA. 5XDGD3UDJXHLUDÂ&#x2021;$UPD]pPÂ&#x2021;$SDUWDGR (VWUDGDGH(LUDV&2,0%5$ 7HOÂ&#x2021;)D[ (PDLOLQIR#YDFRSW_ZZZYDFRSW

AVALIADOR OFICIAL DA INCM IN NCM

32206

Execução de Serviços em Aço Inox Aisi 304 e 316 | Fabrico de Componentes de Hotelaria, Construção Civil, Hospitalares, Piscinas e Outros

Â&#x2021; Â&#x2021;0iTXLQDVQRYDVHXVDGDVÂ&#x2021;(PSUHVDHVSHFLDOL]DGDHP0iTXLQDVGH Â&#x2021;0i &RVWXUDSDUDD,QG~VWULD7r[WLOÂ&#x2021;$VVLVWrQFLD7pFQLFDHVSHFLDOL]DGD & RV

Excelente colecção de anÊis de noivado e alianças de casamento 32210

32111

DANISEG â&#x20AC;&#x201C; Mediação de Seguros, Lda. Rua do Brasil, 324, 3030-775 Coimbra Telef. 239 701 005 - Fax: 239 928 225

Email: geral@mixtronica.com Web: www.mixtronica.com Telef.: 239 496 766 - Fax: 239 496 764 Urb. do Loreto, Lote 6, Lojas 4/5 3025-037 Coimbra - Portugal

Contabilidade e GestĂŁo prgest@sapo.pt - Venda das Figueiras Cumieira - Penela - Telef .: 236 628 012 Fax: 236 622 565 - Telem.: 917 505 681

jornal651_06_12_2012  

Edição em PDF do semanário Campeão das Províncias n.º 651 de 06/12/2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you