Issuu on Google+

30994 29774 31165

Centro Agrícola, Lda. SEDE: Rua do Cruzeiro - 3780-051 Ancas Telef 231 527 278 / 231 527 279 - Fax: 231 527 280 Filial: E.N. 111 - 3140-563 Tentúgal Montemor-o-Velho Telef.: 239 951 294 / 239 952 345 - Fax: 239 952 346 E-mail: geral@centroagricola.pt

PREÇO 0,75\ | 2ª SÉRIE | ANO 12 | Nº 613 | 01 MARÇO DE 2012 DIRECTOR LINA VINHAL | www.campeaoprovincias.com | telef. 239 497 750 | fax 239 497 759

RESTAURANTE

GERÊNCIA COM 21 ANOS

Rua de Moçambique, 34, r/c - 3030-062 Coimbra Telef./Fax: 239 701 461

Especialidades (Mariscos vivos e peixes frescos) Arroz de Marisco Bacalhau à D. Duarte Cabrito Assado à padeiro Paelha de Marisco Polvo à Lagareiro Arroz de Lampreia

Sindicalismo com Independência

Venha celebrar COZINHA REGIONAL connosco COZINHA TRADICIONAL PORTUGUESA o Dia da Mulher COZINHA INTERNACIONAL Faça a sua Reserva! MARISQUEIRA 1 Restaurante (2 ambientes diferentes) | Salas climatizadas, Serviço de esplanada (época de Verão) Nomeado como um dos melhores restaurantes no Guia Garfo de Ouro

Co-fundador da Critical Software dá receita sobre a forma de “fazer cidade”

A ambição é importante por permitir transformar a humildade numa coisa boa. São palavras de um co-fundador da empresa Critical Software, Gonçalo Quadros, seu presidente e, até há pouco tempo, o principal administrador executivo. Solicitado a dar achegas sobre a forma de “fazer cidade”, o empresário recomenda a Coimbra que alie humildade e ambição. Página 04

Nesta Edição

Faça a sua marcação

DIA 3 DE MARÇO: Música popular portuguesa e de intervenção ao vivo DIA 10 DE MARÇO: Dança do ventre

Bar, Gargantua ar... B m u de ém al . ço pa es m u

31164

Qta das Relvas | Lote 7 Loja B | S. Martinho do Bispo Telef.: 239 444 389 | Telem.: 966 594 392

Aberto todas as 6.ª, Sábados e Vésperas de Feriados das 21h às 03h

Rua das Parreiras - Montemor-o-Velho NOVOS SERVIÇOS: - Alisamento Térmico Biológico 'HSLODomRGH¿QLWLYD luz pulsada - Tatuagens - Unhas de Gel - Máscara de rosto oriental Telef.: 239 10 49 49 - Telem.: 964 821 944 - Argon oil Urbanização do Lagar, Lt. 4, Lj. 1 - Envolvimento corporal Santa Clara - 3040-002 COIMBRA de chocolate E-mail.: tecniartecabeleireiro@gmail.com

30390

Empresário recomenda a Coimbra que alie humildade e ambição

Cabeleireiro e Instituto de Beleza, Saúde e Bem Estar - Tratamentos de Rosto e Corpo - Massagem de relaxamento, óleos essenciais, pedras quentes, chocoterapia

Pontapear o marasmo para conferir a Coimbra mais encanto

Caderno de 12 Páginas

Volvidos quase 17anos (e mais vale tarde do que nunca), ocorre, hoje à tarde, em Coimbra (rua de Ferreira Borges), a reabertura de “A Brasileira”. Está de volta o afamado bife, outrora recomendado pelo Senhor Gusmão, e o empresário Lúcio Borges promete novidades nas valências de padaria e pastelaria. Para as imediações do estabelecimento, a Câmara conimbricense propõe-se abrir caminho a um investimento de 50 milhões de euros no âmbito de um projecto de “estratégia de reabilitação urbana” da «Alta». Página 08

5XD-RmRGR5XmR_(GLItFLR6R¿D 2º andar | 3000-229 Coimbra Telf.: 239 825 596 | Fax 239 838 249 www.coimbrageste.pt geral@coimbrageste.pt

29078

Reabre hoje “A Brasileira” e “Alta” espera 50 milhões

31205

30965

30936

PUBLICIDADE

29098


SAĂšDE

2

01

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.com

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Acção nacional Ê lançada em Coimbra

Jovens sĂŁo o pĂşblico alvo

 

 da epilepsia

Rastreio pretende avaliar risco de morte sĂşbita

?          !  %                 X     em Coimbra. Esta acção coincide com as comemoraçþes do dia dedicado a esta doença e a um encontro nacional que vai juntar 

      

  X  >   da Universidade. +` W  &&& como sair da Escuridão� Ê o mote de um sarau que a Liga Portuguesa Contra a W   2wW/       IH  Y ço, no Pavilhão Centro de Portugal e que conta, desde 8$    !    y  $  

        $               4  46   e Ă  saĂşde, entre outras. “O objectivo ĂŠ contri!                            !   9      K    

 da LPCE. Neurologista do Centro

>   ?  $   ! 2>?/K    +$   de desconhecimento sobre a doença, incluindo da classe 6               

   !  

       estigma associado�. Porque o conhecimen  !            $  da ciência e da medici  !"  $       W   do CHUC defende que       $   

  !    

   6  !8  +   !       %      ou branquear esta doença�. Para alÊm de material  X      ção multimÊdia itinerante, esta acção de sensibilização conta com a colaboração da Associação Portuguesa de Familiares e Amigos de Pes  W  

      6  %   WKW[`  

    retratadas em situaçþes do 31109

PUBLICIDADE

quotidiano, sofrem de cri    "  &    " da desmistificação sobre        

     " facto, são divulgados alguns         situaçþes mais graves. +>$$       "     ^  | & y !8        "      }  !  doença e que tenham a no          9 sustenta Francisco Sales. O neurologista lembra  +   !     o estado de confusão de consciência associados às crises são factores gerado   ; 9   a sociedade deve contribuir    8              com esta doença que, em Portugal, afecta cerca de 60 III  &

y 

 wW      

     #     6   

#    !     gar taxas moderadoras nos   &    "   Francisco Sales considera essencial investir na investigação e, “urgentemente,        X   !      Portugalâ€?. *       

    !   $         ^

   6     %   w  ~

   

  W    ~

      W  €   y %  Mundial da Saúde. Mais informaçþes sobre o sarau em Coimbra e as acçþes de sensibilização da wW      ~

    www.   & .

Projecto inovador da Universidade de Coimbra

Investigadores recebem bolsa para estudo da doença de Parkinson Dois investigadores da Universidade e do Centro de Neurociências de Coimbra foram distinguidos com uma bolsa da Fundação Michael J.      jectos altamente inovadores e         

 da doença de Parkinson. Com o financiamento

       norte-americana, Carlos Pal             seus estudos sobre a doença     ! "  que a berberina – uma substância natural alcaloide muito usada na medicina tradicional   #$  venção e no tratamento daquela doença degenerativa. Os estudos reali%     dois investiPRESTAĂ‡ĂƒO DE SERVIÇOS MÉDICOS gadores nos MEDICINA DO TRABALHO Ăşltimos cinco HIGIENE E SEGURANÇA NO TRABALHO anos revelaRua do PalĂĄcio da Justiça | Ed. Qta. SĂŁo Mateus A - 3060-208 Cantanhede Telef.: 231 428 758 - Fax: 231 428 759 - Telem.: 968 146 901 ram resultainfo@cmsm.net | www.cmsaomateus.pt

31037

PUBLICIDADE

www.couto.pt

CLĂ?NICA OFTALMOLĂ“GICA, LDA Dr. JosĂŠ Emilio Campos Coroa Dr.ÂŞ M.ÂŞ Helena Campos Coroa

ConsultĂłrios:COIMBRA - Largo da Portagem, 27 - 2.Âş - Telef.: 239 821 403 FIGUEIRA DA FOZ - Praceta D. Maria Madalena Azevedo PerdigĂŁo, n.Âş 30 Telef.: 233 423 541 | ARGANIL - Rua Dr. Veiga SimĂľes, Telem.: 935 106 927 TĂ BUA - Av. da Ribeira, Edf. Ă“mega 1, 1.Âş C - Telem.: 934 224 930 COJA - Rua Dr. Albino Figueiredo, Telem.: 935 106 928 GĂ“IS - Rua Comendador Augusto LuĂ­s Rodrigues Telem.: 934 225 140 PAMPILHOSA DA SERRA - Rua Rangel Lima Telem.: 935 106 935

30316

PUBLICIDADE

CAMPOS COROA

    HI cento os casos de morte súbita  6     & K!    +'$:   Q minutos e nós damos-te 1 vida�, o rastreio consiste na realização de um electrocar      

   $   tizado. Esta acção decorre, atÊ   W  K  de Enfermagem de Coimbra 2X*/IQ IHY  no Pólo B da mesma instituição e, entre os dias 12 a 16, na W  K [   da Saúde de Coimbra. Poste 



  \H ]I ^  $ %  Faculdade de Medicina. ?    !8            $     _IIII8  com idades entre os 18 aos 35  " 6 8   de 60 casos que justificam   

 "     %      %    tas doenças tem base genÊtica.

   & '    !            a berberina regula a função mitocondrial, nomeadamente na diabetes e na obesidade, Carlos Palmeira e Rodrigo Cunha decidiram avaliar a       doença de Parkinson, uma %     $  " " co nas cÊlulas neuronais. *  $      realizados em modelos animais terem revelado que a administração desta substân  %          

  movimentos e na memória, Carlos Palmeira entende  +     $   estudos adicionais em linhas            resultados obtidos, no sentido !$  rigor, os efeitos que a berberina tem nas cÊlulas neuronais�.

z SAÚDE z SHST - Saúde, Higiene e Segurança no Trabalho z HACCP - Higiene e Segurança Alimentar SEDE: Amieiro | 3140-021 Arazede | Telef. 239 607 393 | Fax: 239 607 470 | Tlm. 969 816 150 | e-mail: geral@peroneo.pt FILIAL: Vilarinho do Bairro | 3780-599 Anadia | Telef. 231 950 847 | Fax: 231 950 539 | Tlm. 961 444 679 | e-mail: vilarinho@peroneo.pt

z FORMAĂ‡ĂƒO z PRODUTOS

Saber se e como Ê que !!    doença de Parkinson (avalia$  /     "     cidade de reverter a doença 2  

/      objectivos da investigação que  $      ! tambÊm docente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. A Fundação Michael J.                   em 2000. A instituição dedica  4                "    6    mento à investigação. Carlos Palmeira lembra      +        

6   muito exigente e rigorosa

 8        9      

 6        aos cientistas de Coimbra. 29112

G. B.

Para avaliar o risco de morte súbita entre os jovens  $     ! rastreio gratuito, em Coimbra. Esta acção, iniciada na segun :     ;!       

 "           

 os 18 e os 35 anos. Cardiologista do Centro >   ?  $   ! 2>?/ vidĂŞncia ĂŠ o coordenador do 8 & *  ;!  6  "            8         subjacentes serem facilmente   $         6  

  

 %& +@            $  sem realizados rastreios a esta  &*  8  a salvar vidas�, sublinha o    & Rui Providência lembra que uma acção idêntica reali%       


01

QUINTA-FEIRA

POLĂ?TICA

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

3

www.campeaoprovincias.com

O PS e a liderança da CMC

Helena Freitas diz que o    Helena Freitas negou, segunda-feira (27), ser potencial candidata do PS Ă  presidĂŞncia da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), contrariando a interpretação do “CampeĂŁoâ€?, atravĂŠs da edição electrĂłnica, acerca da apresentação por ela feita do +6 9&

+‚    2&&&/9  ! X  

  num debate subordinado ao lema “Fazer Coimbraâ€?, a convite da JĂşnior Empresa de Estudantes da Faculdade W   ?& W 6   +     diz nuncaâ€?, advertiu o ve   6     PS/Coimbra, Carlos Cidade,   ! &+‚

 &&&9 >  & Outro autarca socialista comentou, com ironia, que a vice-reitora da Universidade conimbricense “nĂŁo quer deixar de serâ€? [candidata Ă         †& y+ 9   nalado, via edição electrĂłnica, que dois potenciais candidatos do PS Ă  presidĂŞncia da

CMC, Helena Freitas (inde 

/  w6     (dirigente partidårio), começaram a mostrar-se, segundafeira, nos diårios publicados

  & Vice-reitora da Universidade conimbricense, a biĂł   

 + 6 9      opiniĂŁo, a convite do DiĂĄrio de Coimbra (DC); o jurista

Do militante resoluto Ă  independente que acena RUI AVELAR

  | ˆ $ ‰    2 / candidato(a) do PS Ă  presidĂŞncia da Câmara Municipal de Coimbra, o processo nunca mais serĂĄ aquilo que parecia estar destinado  &y

  ;!     >  w6         !    

 

     "   

 $  _I    |   $  _I\]& *! X  %     "&W  $   2 :       2 / candidato(a))? Helena Freitas deixou claro não ser indiferente à principal       I‹Y  $     Assembleia Municipal para a função de vice-reitora da Universi  !  &y8    %      $   2/    ‚      K  2X$ 

   /& +‚  8

 6   X   nos impeça de uma intervenção activa enquanto cidadãos livres         8

    ^  +6 9Œ    9 % >          '& ‚ 

  :   ˆ  ‰ K aludindo aos partidos como “base operacional e esteio da democraciaâ€?, e lembra ter-se tornado uma independente com ÂŤmilitânciaÂť, ao encabeçar, em 2009, a lista

     * ! Y    !  & '    � % X   %       ! X     ‘    & Apeado da Secretaria de Estado das Obras Públicas pela queda da ponte de Hintze Ribeiro (Entre-os-Rios, Castelo de   /w6   %

 "   ˆ   

  ‰    :  $  &W  X *

X  Guterres, outrora primeiro-ministro e secretårio-geral do PS,     |   $  _II\&@    ciou a ambos os cargos e Parreirão tambÊm não concluiu o   6  $ ‘!         _III& Pertencente ao Laboratório de Ideias e Projectos para Portugal (LIPP), acabado de criar pelo Partido Socialista, a ! X *

X “ " :  $ \Q anos, ela foi vice-presidente do Instituto da Juventude e ela era 

    & Amiga de AntĂłnio Campos, a vice-reitora foi convidada, por Seguro, para membro do LIPP, atravĂŠs de Victor Baptista,

 6  K” ! 4  

        Y$  & Apesar de independente, Helena Freitas parte bem posicionada para o processo de indigitação do(a) candidato(a) do K4   Y 6  !  &Y $     

  

      2 /ÂŒ    dela para a revisĂŁo da Lei de Bases do Ambiente, a pedido do  $ W *  &

Abuso de poder

Praça de 08 de Maio

Ex-gestores da AC   

Maioria sem cimento ao votar taxa da Cimpor

Quatro ex-administradores da empresa municipal à guas de Coimbra (AC) começarão a ser julgados, terça-feira (06), sob a acusação de abuso de poder, deduzida pelo MinistÊrio ;! 2Y/& Os arguidos são os expresidentes Jorge Temido     

    *ministração Nuno Curica e Joaquim Sousa, o outrora director-geral Carlos Rodrigues e o director de área   

& O processo sobe Ă  Vara Mista (tribunal colectivo) volvidos quatro anos sobre a abertura de inquĂŠrito Y& y [ !    ora, seis dias para a audi-

ência de julgamento, tendo reservado 06 de Março para eventual prestação de declaraçþes por parte dos arguidos e outros cinco dias para os depoimentos

   & Os funcionårios da AC “ '     “ Santos Seco (antigos directores de serviços) apresentaram pedidos de indemni%   & Dos arguidos apenas Rui Cardantas permanece na empresa, sendo que Carlos Rodrigues se aposentou         como vogal, na Administração da sociedade à guas do Mondego (sistema multimunicipal), tendo sido indicado para o cargo pela ‘   ! &

A maioria camarĂĄria de Coimbra desagregou-se, segunda-feira (27), ao votar uma proposta de redução   ! 6     car Ă  empresa Cimpor, disse ao “CampeĂŁoâ€? o vereador     2K/& A proposta, rejeitada com cinco votos contra e trĂŞs a favor, previa que taxas no montante de 96 000 euros     •‹III& Votaram desfavoravelmente trĂŞs vereadores do PS presentes na mais recente reuniĂŁo da Câmara conimbricense (Ă lvaro Maia Seco, Carlos Cidade e JoĂŁo Pedro TrovĂŁo), o da CDU (Francisco QueirĂłs) e o do 'K”w6  ^   um dos seis edis da coliga+ ! 9&

O presidente da autarquia, João Paulo Barbosa de Melo (PSD), absteve-se e apenas os vereadores social-democratas Paulo Leitão, Maria JosÊ Azevedo santos e Maria João Castelo-Branco votaram a favor,  “y   ausentara pouco antes do $ & Da autoria do tÊcnico Victor Assis dos Santos, a proposta mereceu a anuência do director do Departa

@ ?! 6 tica e Renovação Urbana 2w6  w /      Direcção Municipal de Administração do Território (António JosÊ Cardoso) e do vereador Paulo Leitão, de cuja posição o presiden   &

Helena Freitas e LuĂ­s ParreirĂŁo despontaram, no mesmo dia, com artigos de opiniĂŁo

w6      articulista do Jornal As Beiras, subscrevendo uma coluna

  + ::9& Provedora do Ambiente  Y 6    dos mandatos do anterior presidente da CMC, Carlos Encarnação (PSD), Helena Freitas encabeçou, em 2009, como independente, a lista de candidatos do Partido Socialista à Assembleia Municipal e integrou aquele órgão autårquico (durante ano e meio) W:6  K” Coimbra, Parreirão foi presidente da Associação AcadÊmica, secretårio de Estado nos governos de António Guterres e administrador da sociedade Mota-Engil, assumindo-se, entre camaradas, como potencial candidato a sucessor de João Paulo Bar! Y26 Y/& A professora universitåria Ê uma das pessoas convidadas, por António JosÊ Seguro, para fazer parte de um Laboratório de Ideias e Projectos para Portugal (concebido pelo Partido Socialista, na esteira dos Estados-gerais do consulado de Guterres) 

 $^   dos painĂŠis do Congresso * $ K” ! & Segundo a vice-reitora e directora do Jardim Botânico, nunca sentiu verdadeiramente “o apeloâ€? para se envolver

    6    apesar de entender que os    6   

nuar a ser “a base operacional      9& Desencantada com o

funcionamento da Assembleia Municipal, a bióloga tem dado sinais de que poderå estar receptiva a ser indigitada para candidata do PS à principal cadeira da praça de I‹Y & +‚     8

 6   X   que nos impeça de uma intervenção activa enquanto cidadãos livres e comprometidos na causa que nos une e que 8

    ^   +6 9ÂŒ amor a Portugalâ€?, remata Helena Freitas na sua estreia como colaboradora do DiĂĄrio  ! & *  w6   rĂŁo (membro da ComissĂŁo Nacional do PS) como colunista de As Beiras ocorreu com um artigo intitulado “As   9& “Mais do que nunca, os    8  da inovação e da presença,   ! ^    mercado globalâ€?, escreveu o gestor, em cujo ponto de vista “os desafios sĂł se podem       "  presariais claras ao serviço da competitividade e da satisfação das necessidades de cada mercadoâ€?, alicerçando-se tais estratĂŠgias em estudo rigoro      & Ao defender o aproveitamento dos talentos e o incremento da formação cien 6   X     preconiza uma aposta “no desenvolvimento econĂłmico sustentĂĄvel, nas indĂşstrias de futuro e diferenciadoras e no    9&

PUBLICIDADE

COIMBRA 239 98 13 13 CONDEIXA 239 94 15 15 915 910 040 915 910 016 funeraria.jbarroca@hotmail.com www.agenciafunerariajbarroca.com

30701

R.A.


ACTUALIDADE

4

01

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.com

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Co-fundador da Critical Software dĂĄ receita sobre a forma de “fazer cidadeâ€?

Haja em Coimbra exigĂŞncia, humildade e mais ambição exemplo, com o facto de ela “transformar a humildade O empresĂĄrio Gonça- numa coisa boaâ€?. lo Quadros, co-fundador “Quem estĂĄ a chegar ao da Critical Software, reco- mercado de trabalho tem de menda a Coimbra que alie ser ambicioso e exigenteâ€?, humildade e ambição, sem advertiu o empresĂĄrio, em ignorar a necessidade de cujo ponto de vista a crise ser mais exigente, registou econĂłmica e social constio “CampeĂŁoâ€? ao assistir a tui uma oportunidade para um debate sobre a forma de “obrigar Portugal a mudarâ€?. “fazer cidadeâ€?. O orador exortou, por Tem havido pouca hu- outro lado, os jovens a famildade e ambição e a exi- zerem uso do instinto de gĂŞncia tambĂŠm escasseia, sobrevivĂŞncia.    

 2  Realizar coisas, mesmo executivo) de uma das em- receando que possam corpresas conimbricenses de rer mal, eis a sugestĂŁo do sucesso ao intervir, esta se- advogado e empresĂĄrio JosĂŠ mana, num debate organi- Miguel JĂşdice, apesar da zado pela JĂşnior Empresa “enorme dificuldadeâ€? de de Estudantes da Faculdade fazer em Coimbra algo que de Economia. ultrapasse as fronteiras da Quadros, outrora o prin- cidade. cipal administrador exe“DĂŞem-lhe qualidade e cutivo da sua sociedade, Coimbra respondeâ€?, acensalientou que a importância tuou o jurista, farto de ouvir da ambição prende-se, por dizer que as iniciativas nĂŁo R.A.

8     ticĂĄveis. Segundo o promotor do Hotel da Quinta das LĂĄgrimas, ĂŠ necessĂĄrio estabelecer metas em Coimbra, onde hĂĄ “muito trabalho empresarial para efectuarâ€?. Neste contexto, JosĂŠ Miguel assinalou ser a cultura “a grande indĂşstriaâ€? das cidades. O orador secundou a exdirigente da AgĂŞncia para a Promoção da ÂŤBaixaÂť Isabel Campante acerca do repto feito a Coimbra no sentido de reconquistar o estatuto de terceira cidade portuguesa, tendo ele apelado a uma “atitude pautada pelo optimismoâ€?. “A cidade nĂŁo se pensa para o exteriorâ€?, lamentou o jurista. Para Isabel Campante, ĂŠ indispensĂĄvel “fazer comunicaçãoâ€? sobre Coimbra

Punição disciplinar aplicada pela Ordem

    $ estupefaciente e de peculato, a cinco anos de prisĂŁo, tendo sido suspensa a execução da pena pelo mesmo perĂ­odo. Em sede de processo disciplinar instaurado pelos HUC, Margarida Pires de Lima foi afastada do respectivo posto de trabalho. A decisĂŁo do TAFC, de alcance provisĂłrio, visa habilitar Margarida Pires de Lima a procurar trabalho consentâneo com a licenciatura em CiĂŞncias FarmacĂŞuticas. “Sendo a requerente farmacĂŞutica hĂĄ cerca de duas dĂŠcadas e tendo investido a sua vida nesta ĂĄrea, a proibição imediata de exercer funçþes [durante 14 anos] ĂŠ muito penalizadoraâ€?, tanto mais que ela nĂŁo

estå habilitada para outro       concluiu o juiz Joaquim Cruzeiro. Depois da apresentação do referido pedido de providência cautelar, a solicitar    $  acto administrativo proferido pela OF, foi entregue no mesmo Tribunal uma acção principal a requerer a anulação ou a declaração de nulidade da medida tomada. Subscrito pelos advogados Paula Regêncio, Rodrigo Santiago e Nuno Jerónimo, o pedido de providência cautelar alegava que a requerente não praticou as infracçþes por que foi acusada em sede de procedimento disciplinar instaurado pela Ordem. Margarida Pires de

Ex-directores acusados de apropriação ilegítima

Um ex-gerente e trĂŞs antigos membros da Direcção de maneira diferente da que da Cooperativa AgrĂ­cola de tem havido. Montemor-o-Velho acaHelena Freitas, vicebam de ser acusados, pelo reitora da Universidade e ex-autarca, alertou para “a MinistĂŠrio PĂşbico (MP), escassezâ€? de participação cĂ­- de autoria de um crime de vica, alĂŠm de aludir a “alguns apropriação ilegĂ­tima. Os arguidos, que dessonhosâ€? como o de revitalifrutam da presunção de zação do Jardim Botânico. “HĂĄ excesso de parti- inocĂŞncia, tĂŞm a faculdade darite e falta de pensamen- de requerer a abertura de to livreâ€?, alegou Gonçalo instrução, cabendo, entĂŁo, a um juiz reiterar a acusação Quadros. JĂşdice aproveitou o mote deduzida ou proferir despapara lamentar a inexistĂŞncia cho de nĂŁo pronĂşncia. Caso a peça acusatĂłria, de “cultura de cidadaniaâ€? e    }- da autoria do procuradorte, por exemplo, na sujidade adjunto Filipe Costa, se

     $   4 das ruas de Coimbra. LuĂ­s Quintans, comer- marcação de audiĂŞncia de ciante, rotulou o debate de julgamento; se for proferido caricatura daquilo que acon- despacho de nĂŁo pronĂşntece na cidade, opinando que cia, poderĂĄ o MP interpor   +   6 recurso para o Tribunal da de sempreâ€?, e alegou que o Relação de Coimbra. A acusação visa os arapelo Ă  “cidadania participativaâ€? esbarrou na falta de guidos JosĂŠ Armindo Vacondiçþes para a exercer. lente (ex-director), HorĂĄcio Azenha (outrora tesoureiro), Joaquim Cardoso (antigo secretĂĄrio) e Manuel Martinho (gerente de meados de 1994 a Dezembro de 2007).

Suspenso o impedimento imposto Ă  farmacĂŞutica Margarida de Lima O impedimento do exercĂ­cio da actividade profissional imposto a Margarida Pires de Lima, pela Ordem dos FarmacĂŞuticos (OF), estĂĄ suspenso, mediante decisĂŁo do Tribunal Administrativo e Fiscal de Coimbra (TAFC), soube o “CampeĂŁoâ€?. A Ordem tinha punido a farmacĂŞutica, em sede de processo disciplinar, com 14 anos de suspensĂŁo (atĂŠ 2025), implicando a medida que ela sĂł pudesse retomar a actividade com cerca de 60 anos de idade. Na audiĂŞncia de julgamento atinente a um inquĂŠrito do foro criminal, devido a alegado furto de clroridrato de cocaĂ­na nos Hospitais da Universidade de Coimbra, a arguida foi condenada, hĂĄ um mĂŞs,

Cooperativa de Montemor-o-Velho

Lima nega padecer de qualquer sĂ­ndrome de dependĂŞncia de cocaĂ­na e refuta ser associada a um padrĂŁo de uso e abuso de opiĂĄceos. Segundo os advogados, o desfecho do processo disciplinar baseia-se em declaraçþes tomadas Ă  requerente em sede do inquĂŠrito do foro criminal, tendo o instrutor da OF ignorado que “tais declaraçþes nĂŁo valemâ€? na fase de audiĂŞncia de julgamento. “A prova dos factos assacados Ă  requerente (‌) sĂł ocorre por mobilização das provas reunidas pela PolĂ­cia JudiciĂĄria em sede de inquĂŠrito criminal e nĂŁo por qualquer investigação que o instrutor do processo disciplinar tenha levado a caboâ€?, alegaram os causĂ­dicos.

Segundo o magistrado Filipe Costa, os acusados elaboraram recibos em que %    

 que a Cooperativa tinha efectuado diversos pagamentos a cooperantes e utilizaram em proveito próprio verbas inscritas em contabilidade paralela. Diz a peça acusatória que, de forma concertada e ao abrigo de um plano, os arguidos ficcionaram despesas e pagamentos e omitiram o real valor de algumas vendas. O MP concluiu ter sido inscrita na contabilidade da instituição a atribuição de donativos não efectuados à Associação de Diogo de Azambuja, proprietåria da Escola Profissional Agrícola de Afonso Duarte e da Escola Profissional de Montemor-o-Velho. Agora encerrado, o inquÊrito do foro criminal foi aberto, em 2007, pela Polícia Judiciåria, mediante denúncia de um antigo funcionårio da Cooperativa.

Distrito de Coimbra

Serviços de Finanças de sete concelhos sujeitos a fechar Uma lista, divulgada na Internet pelo blogue nadadenovoaoeste.wordpress.com, då conta do provåvel encerramento de      ças existentes na cidade de Coimbra, no âmbito de uma proposta que integra cerca de 200 outras repartiçþes da DirecçãoGeral dos Impostos, a nível nacional. A informação que estå a ser divulgada indica que podem vir a fechar 156 serviços, entre os quais o das Finanças de Coimbra, localizado no n.º 437 da avenida de Fernão de Magalhães. Apesar de o nosso Jornal não ter conseguido     8





   8

 de repartiçþes com provĂĄvel encerramento fazem parte, tambĂŠm, no distrito de Coimbra, os serviços de Finanças localizados nos concelhos de Arganil, GĂłis, Pampilhosa da Serra, Figueira da Foz, Penacova, Vila Nova de Poiares e TĂĄbua. ApĂłs contacto com diversas fontes, o “CampeĂŁoâ€? apurou que hĂĄ a intenção da Administração Central em avançar com o encerramento de vĂĄrias repartiçþes, permanecendo a incĂłgnita sobre a veracidade da lista a circular na Internet – que deve ser entendida com algumas reservas – e a data para esta medida ser posta em prĂĄtica.

PUBLICIDADE

INCENTRO - Espaço de Entrevista

SĂ BADO, das 11 Ă s 12 h.

Esta semana Norberto Pires conversa com: Frederico Dinis Instituto Interdisciplinar da Universidade de Coimbra SNQTB

Parceria:

Coimbra IParque

Ouça na FM 96.2 ou em www.radioregionalcentro.com

ABC

PatrocĂ­nio:


01

QUINTA-FEIRA

ACTUALIDADE

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

5

www.campeaoprovincias.com

Pinho Vargas recebe prĂŠmio

Ministra da Justiça em Coimbra

UC assinala hoje 722 anos

Execução das decisþes dos tribunais administrativos vai ser agilizada

morativa do 722.Âş aniversĂĄrio da UC, que marca, tambĂŠm, o inĂ­cio da XIV Semana Cultural da Universidade de Coimbra, sob o tema “Navegar ĂŠ Preciso, Viver nĂŁo ĂŠ Preciso?â€?, tem o seguinte programa: 9h30 - Discurso do reitor; 9h50 - Elogio dos docentes jubilados e funcionĂĄrios aposentados; 10h00 - Apresentação da edição da Via Latina; 10h20 - Apresentação de AntĂłnio Pinho Vargas e entrega do PrĂŠmio Universidade de Coimbra/Santander Totta; 10h30 - ConferĂŞncia de AntĂłnio Pinho Vargas. Seguir :4 \\]I     dos aposentados e jubilados,

na Via Latina, e a celebração de missa solene, pelas 12h00, na Capela de S. Miguel. Como recorda, para os leitores do “CampeĂŁoâ€?, o historiador JoĂŁo Pinho, a 1 de Março de 1290 foi criado o Estudo Geral PortuguĂŞs, com a assinatura do documento “Scientiae thesaurus mirabilisâ€?, '&'    mado e reconhecido pela bula “De statu regni Portugaliaeâ€? do papa Nicolau IV (9 de Agosto), com as Faculdades de Artes, Direito CanĂłnico (Cânones), Direito Civil (Leis) e Medicina. A Universidade começa a funcionar em Lisboa mas, em

1308, o Estudo Geral passa para Coimbra, instalando-se nos Paços RÊgios. Os anos 

       pela alternância entre as duas cidades, impedindo a consolidação da instituição: regressa a Lisboa em 1338 e volta a Coimbra em 1354, onde se instala no Bairro da Almedina. Para Lisboa mudarå em 1377 "4     Coimbra no ano de 1537, pelo empenho e acção de D. João III, que escolheu Coimbra para implementar uma reforma do ensino universitårio, moderna e renascentista, e actualizada pelo contexto europeu.

30 momentos comemoram 30 anos

SPRC jĂĄ ĂŠ trintĂŁo O Sindicado dos Professores da RegiĂŁo Centro (SPRC) vai assinalar o 30.Âş aniversĂĄrio com “30 momentosâ€?, o nĂşmero de iniciativas que decorrerĂŁo ao longo do ano para marcar a efemĂŠride nos distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu. Tendo como coordenador MĂĄrio Nogueira, que ĂŠ simultaneamente secretĂĄrio-geral da Fenprof, o SPRC ĂŠ hoje uma organização com 12 000 associados, que intervĂŠm sindicalmente

em toda a regiĂŁo Centro e nĂŁo se esgota em causas da educação, mas tambĂŠm da cidadania. A sessĂŁo pĂşblica de apresentação do programa das iniciativas deste aniversĂĄrio realizou-se na Escola SecundĂĄria Jaime CortesĂŁo, no preciso local em que, a 22 de Abril de 1982, decorreu a votação que, em Coimbra, resultou nas condiçþes para a constituição de um novo sindicato. Os “30 momentosâ€? para assinalar os 30 anos do SPRC

começam jĂĄ a 08 de Março com um colĂłquio sobre ““O papel das mulheres nas crises econĂłmicas e sociais ao longo dos tempoâ€?, pelas 21h00, na â€? Casa Municipal da Cultura,,em Coimbra, com a participação de FĂĄtima Messias, da comissĂŁo para igualdade entre mulheres e homens da CGTP, e Manuela Silva, da Direcção do MDM. TambĂŠm neste mĂŞs de Março inicia-se a iniciativa â€œĂ€ conversa com...â€?, sendo o primeiro interveniente o novo

secretårio-geral da CGTP-IN, ArmÊnio Carlos. Ao ritmo de uma vez por mês, seguem-se Ilda Figueirdo, EugÊnio Rosa, Måximo Ferreira, Luísa Tóvar, Júlio Machado Vaz e Teresa Vilaverde. A sessão pública de aniversårio serå a 20 de Abril, na Quinta do Outeiro (Tentúgal), com momentos culturais, intervenção política, homenagens e jantar, com o programa comemorativo a decorrer atÊ Novembro.

Mais novos decidem 100 000 euros

Câmara de Condeixa iniciou orçamento participativo jovem A Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova iniciou o processo de debate com os jovens do orçamento participativo para 2013, em que os mais novos irĂŁo decidir onde aplicar uma dotação de 100 000 euros. “Agarrem esta oportunidadeâ€?- foi desta forma que o presidente da Câmara, Jorge Bento, deu inĂ­cio Ă 

apresentação do Orçamento Participativo Jovem, uma estratÊgia assumida pelo executivo municipal, que pretende a envolvência dos mais novos nas dinâmicas de governação. Neste projecto, são os jovens os protagonistas: são eles que elaboram e apresentam as propostas e são tambÊm eles que vão decidir quais os

projectos que querem que a Câmara Municipal de Condeixa inscreva no Orçamento e nas Grandes Opçþes do Plano para 2013. Para esta primeira experiĂŞncia, que vai funcionar como teste, a autarquia de Condeixa estabeleceu uma dotação orçamental no valor de 100 mil euros. “Se correr bem, nos prĂłximos anos, esta

verba serå reforçada� garantiu o presidente Jorge Bento, a propósito desta matÊria. As normas de funcionamento do orçamento participativo jovem de Condeixa vão agora ser aprovadas pela Câmara e, posteriormente, pela Assembleia Municipal, para depois os jovens serem convidados a apresentar as suas propostas de investimento.

De hoje atĂŠ domingo

Trutas pescam-se e comem-se em Góis A II Festa da Truta realizase, de hoje atÊ domingo, em Góis, com pesca desportiva deste exemplar piscícola e tambÊm muitos e variados pratos gastronómicos para saborear em 14 restaurantes do concelho. De hoje a 04 de Março a Câmara Municipal abre as três concessþes de pesca à truta que tem no rio Ceira (duas em Góis e uma na freguesia do Colmeal), entre as 09h00 e as 12h00, com cinco euros a dar a possibilidade de captura atÊ três peixes. No såbado, pelas 14h00,

no Parque do Cerejal, haverĂĄ concursos gastronĂłmicos, tendo a truta como principal ingrediente, enquanto que, Ă s 16h00, serĂĄ feita uma demonstração de pesca Ă  pluma. A Festa da Truta tem como objectivo valorizar os produtos endĂłgenos e promover o turismo, conforme refere a presidente da Câmara Municipal, Maria de Lurdes Castanheira, acrescentando que “esta ĂŠ uma forma de procurar valorizar uma riqueza local que nĂŁo tem tido grande projecção na gastronomia do concelhoâ€?.

Para a autarca, a promoção e a valorização dos produtos endĂłgenos de GĂłis “ ĂŠ um factor decisivo no desenvolvimento da economia local, em associação directa com o turismo gastronĂłmicoâ€?, e insere-se num conjunto de iniciativas realizadas ao longo do ano, de que ĂŠ tambĂŠm exemplo a “PĂĄscoa de Saboresâ€?. Os 14 restaurantes do concelho que aderem a esta iniciativa tĂŞm durante estes dias nos seus menus diversas especialidades de confeccionar a truta, entre elas a de escabeche, frita, no forno,

grelhada, ou assada com presunto. Quem se dirigir aos restaurantes terå à disposição entradas gratuitas de truta de escabeche, em resultado do incentivo da Câmara, que disponibilizar a cada estabelecimento 10 quilogramas de truta que produz num viveiro municipal. Os restaurantes foram convidados a participar num concurso de confecção de um prato original de truta, o qual serå apresentado e escolhido o melhor, no såbado, no Parque do Cerejal.

A aceleração da realização da Justiça, prometida pela ministra da tutela, vai contemplar a execução dos acĂłrdĂŁos e das sentenças dos tribunais administrativos. Paula Teixeira da Cruz afirmou, hĂĄ dias, em Coimbra, ser “quase kafkianoâ€? (labirĂ­ntico) executar uma decisĂŁo daqueles tribunais e revelou que serĂĄ desencadeada a revisĂŁo do CĂłdigo do Processo dos Tribunais Administrativos e do CĂłdigo de Procedimento Administrativo. A ministra usava da palavra durante uma conferĂŞncia do ciclo “Quintas na Quintaâ€?, organizado pela Fundação de InĂŞs de Castro. A pensar em todas as decisĂľes judiciais, a oradora anunciou que, no âmbito da revisĂŁo do CĂłdigo de Processo Civil, serĂĄ posta de parte a possibilidade de apresentação de pedidos de aclaração. Embora a aclaração tenha sido instituĂ­da para debelar obscuridades e ambiguidades das referidas decisĂľes, Paula Teixeira da Cruz (advogada com a cĂŠdula suspensa) opinou que ela tem sido usada, frequentemente, como expediente dilatĂłrio. “Sem aclaração, nĂŁo se estarĂĄ a forçar as partes a recorrerâ€??, questionou o advogado

SimĂŁo Leal. “A estatĂ­stica demonstra bem para que servem os pedidos de aclaraçãoâ€?, respondeu Paula Teixeira da Cruz. “O Processo Civil vai abandonar o predomĂ­nio do formalismoâ€?, prometeu. A ministra, que tambĂŠm anunciou a redução dos tĂ­tulos executivos, alegou que a recente publicação de uma portaria contribuiu para tornar mais transparente a actividade dos agentes de execução. Neste contexto, indicou que o novo CĂłdigo da InsolvĂŞncia compreende a possibilidade de recuperação de empresas. Quanto Ă  revisĂŁo da legislação do foro penal, a jurista aludiu a uma “reforma em dois passosâ€?: um de carĂĄcter intercalar e outro que consistirĂĄ na nomeação de uma comissĂŁo para acomodar a sistematização de determinadas inovaçþes. Uma das atribuiçþes da referida comissĂŁo serĂĄ a de elencar crimes cuja previsĂŁo estĂĄ dispersa por vĂĄrios diplomas. As reforma encetadas visam, segundo a ministra, uma Justiça “mais igualitĂĄria, mais material e menos formalâ€?. As pessoas colectivas irĂŁo ter de se constituir assistentes em inquĂŠritos do foro criminal atinentes a pequenos furtos.

ADFP investe na agricultura para criar postos de trabalho Num momento em que cresce o desemprego, a Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, decidiu investir numa empresa de inserção, para criar nove postos de trabalho. O investimento conta com o apoio do Instituto de W  sional (IEFP) e do Centro de Emprego, com o valor de 30 000 euros, com a Fundação a preparar-se para investir muito mais, em instalaçþes, aquisição de terrenos e animais. A ADFP vai apostar na apicultura, na criação de caprinos e suínos, bem como em outros produtos agrícolas,

como frutĂ­colas e hortĂ­colas. “Esta empresa de inserção cumpre os objectivos da Fundação, contribuindo para o desenvolvimento local, para a sustentabilidade e para a coesĂŁo social, tal como faz no Parque BiolĂłgico da Serra da LousĂŁâ€?, refere o presidente do Conselho de Administração, o mĂŠdico Jaime Ramos,. Na selecção dos futuros trabalhadores, a ser feita com a colaboração de Centro de Emprego, serĂĄ dada prioridade a pessoas excluĂ­das do mercado normal de trabalho, nomeadamente desempregados de longa duração.

PUBLICIDADE

Parque BiolĂłgico da Serra da LousĂŁ

IDEIAS Aceitamos Ajude-nos a inovar para fazer mais e agir melhor Investimos em Pessoas e na Natureza Envie-nos sugestĂľes para: geral@adfp.pt

31204

O mĂşsico e investigador AntĂłnio Pinho Vargas, vencedor da 9.ÂŞ edição do PrĂŠmio Universidade de Coimbra (UC), no valor de 25 000 euros, recebe o galardĂŁo na sessĂŁo solene comemorativa do 722.Âş aniversĂĄrio da UC, que se realiza hoje, a partir das 09h30. Na cerimĂłnia, a decorrer no auditĂłrio da Reitoria, AntĂłnio Pinho Vargas apresenta uma conferĂŞncia em torno da temĂĄtica da sua dissertação de doutoramento, “MĂşsica e Poder: Para uma Sociologia da AusĂŞncia da MĂşsica no Contexto Europeuâ€?. A sessĂŁo solene come-


FIGURAS DA SEMANA

6

www.campeaoprovincias.com

Ascensor A

S U B I R

Francisco Veiga – Acaba de ser eleito director da Faculdade de Farmåcia da Universidade de Coimbra, sucedendo a Amílcar Falcão Ferreira. Foi vice-presidente da Direcção da instituição, que tem apostado na investigação  

6   : ! 

      $              à comunidade. Em termos de investigação, Francisco Baptistas Veiga Ê um dos coordenadores de um projecto com vista à administração de insulina por via oral, uma inovação importante para a qualidade de vida dos diabÊticos. Victor Baptista – Ex-deputado à Assembleia da República e anterior presidente da Federação socialista de Coimbra, Ê membro de um Grupo de Trabalho para a Reforma Fiscal (GTRF), instituído, esta semana, pelo PS. A par da justa cobrança de impostos, os 13 conselheiros de António JosÊ Seguro encarregar-se-ão da busca de      

W   &y@[ trabalharĂĄ em articulação com um LaboratĂłrio de Ideias e Projectos para Portugal, onde tem assento a vice-reitora da Universidade de Coimbra Helena Freitas, e com uma ComissĂŁo para o Desenvolvimento SustentĂĄvel, de que  %      !    XW6  Estanque. VĂ­tor Gaspar – O ministro das Finanças jĂĄ pode suspirar de alĂ­vio. Mas de forma comedida. A avaliação    +   9%   nanceira de Portugal valida a entrega de uma nova parcela de dinheiro, prevista no emprĂŠstimo, no valor de 15 000 milhĂľes de euros. Ainda ĂŠ cedo para esboçar um sorriso e VĂ­tor Gaspar terĂĄ de ter cautela. Apesar de estar a mostrar que ĂŠ aluno aplicado, o nosso paĂ­s parece ter pela frente um futuro pouco auspicioso, conforme o indica quer a redução do Produto Interno Bruto quer o aumento do desemprego.

A

D E S C E R

João Paulo Barbosa de Melo – O presidente da Câmara Municipal de Coimbra demarcou-se, esta semana, de uma proposta de redução de taxas urbanísticas aplicåveis à empresas Cimpor, a que o vereador Paulo Leitão tinha dado o seu aval. Com Luís Providência (CDS/PP) ao lado da oposição e João Orvalho (PSD) à margem do sufrågio, João Barbosa de Melo perdeu-se num lance de tacticismo e tambÊm perdeu a votação. Saiu-lhe tudo mal, com a sua solitåria abstenção, exceptuando a entrada de mais 48 000 euros nos cofres da Câmara. Se João Paulo tivesse sido solidårio com Paulo Leitão e com as vereadoras Maria JosÊ Azevedo Santos e Maria João Castelo-Branco, o desfecho seria o mesmo, mas ele teria ganhado em coerência e em matÊria de autoridade perante Providência e Orvalho.

01

QUINTA-FEIRA

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Maria JosĂŠ Azevedo Santos A Câmara Municipal de Coimbra foi distinguida com o PrĂŠmio Sociedade Portuguesa de Autores para a Melhor Programação Cultural AutĂĄrquica de 2011. Segundo a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Coimbra, Maria JosĂŠ Azevedo Santos, responsĂĄvel pela candidatura ao galardĂŁo, a distinção ĂŠ um importante reconhecimento do trabalho realizado pelo departamento da Cultura da autarquia em 2011, ano em que o municĂ­pio comemorou os 900 anos do foral concedido Ă  cidade pelo Conde D. Henrique e D. Teresa. Maria JosĂŠ Azevedo Santos considerou que o departamento que lidera celebrou a baliza cronolĂłgica emblemĂĄtica (1111-2011) com “rara atenção e exigĂŞnciaâ€?, realçando que ao longo do ano foram realizadas mais de uma centena de acçþes. A programação teve como ponto alto o Festival das Artes que integrou acçþes no campo das artes plĂĄsticas, escultura, teatro, mĂşsica e literatura, entre outros. y      !6 ¢   _Q     

 histĂłrico como PatrimĂłnio Mundial da Humanidade. ElĂ­sio Estanque – SociĂłlogo, investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e docente da Faculdade de Economia, irĂĄ integrar uma ComissĂŁo para o Desenvolvimento SustentĂĄvel criada pelo PS. Como noticiou o “CampeĂŁoâ€?, a 09 de Fevereiro [de 2012], a vice-reitora Helena Freitas ĂŠ uma das pessoas convidadas, por AntĂłnio JosĂŠ Seguro, para fazer parte de um LaboratĂłrio de Ideias e Projectos para Portugal (concebido pelo Partido Socialista, na esteira dos Estados-gerais do consulado de AntĂłnio Guterres). Francisco Veiga – Professor associado com agregação, foi eleito, esta semana, para o cargo de director da Faculdade de FarmĂĄcia da Universidade de Coimbra, tendo sucedido a AmĂ­lcar FalcĂŁo Ferreira. Ex-autarca, Francisco Baptista Veiga ingressou, em meados de 2011, no Conselho de Administração da empresa municipal Turismo de Coimbra e foi vice-presidente da Direcção da sua Faculdade, respondendo, 

    $         pela prestação de serviços à comunidade. Os directores das outras sete faculdades da UC são Anabela Rodrigues (Direito), JosÊ Reis (Economia), Carlos AndrÊ (Letras), Luís Neves (Faculdade de Ciências e Tecnologia), Joaquim Murta (Medicina), Luísa Morgado (Psicologia e Ciências da Educação) e António JosÊ Figueiredo (Ciências do Desporto e Educação Física).

Gustavo Sousa – Natural de Liceia (Montemor-o-velho), tomou posse como presidente da Direcção da Associação Portuguesa de à rbitros de Futebol (APAF), no dia 24 de Fevereiro, em cerimónia que decorreu em Lisboa, no auditório Manuel Quaresma, na sede da Federação Portuguesa de Futebol. Para o antigo årbitro

    :

\HHÂœ_IIÂ?:   por “criar uma maior proximidade Ă s associaçþes distritais, Ă  JoĂŁo Orvalho – Pode a cidade de Coimbra ir a “rebo- Federação e Ă  Ligaâ€?, procurando tambĂŠm “defender a classe queâ€? da do Porto no que Ă s questĂľes culturais e criativas da arbitragemâ€? e “participar no desenvolvimento do futebol, diz respeito? Poder pode, mas nĂŁo deve. Uma urbe que que ĂŠ uma modalidade espectacularâ€?. Orgulhoso de pertencer  %  

   :  “a um pequeno, mas acolhedor concelhoâ€?, Gustavo Sousa tal, por si e sem muletas. Mas terĂĄ outro entendimento reiterou que sempre enviou para a FIFA o endereço da sua o vereador JoĂŁo Orvalho, que propĂ´s a adesĂŁo da edili- pequena aldeia: Liceia - 3140 Montemor-o-Velho. dade a uma entidade que dĂĄ pelo nome de AgĂŞncia para Carlos Fiolhais – “Membros Portugueses da Royal Soo Desenvolvimento das IndĂşstrias Criativas, organismo sediado na rua da Reboleira, cidade do Porto. A votação cietyâ€? ĂŠ o livro coordenado por Carlos Fiolhais e publicado da proposta acabou por ser retirada da ordem de trabalhos pela Universidade de Coimbra, com o apoio da CiĂŞncia Viva da Ăşltima reuniĂŁo do executivo municipal, contudo, pelo :*^  ‚         

6 [ X      !: “y ^ $   _Q  6    

 nesta rede “elevado valor estratĂŠgicoâ€?. EstarĂĄ, porventura, 1668 e 1819 pertenceram Ă  mesma sociedade que Newton, explicada a frequĂŞncia com que o vereador se desloca Ă  Darwin e Einstein. A obra, apresentada, ontem, na Academia  ^  w ! ;  !    \_ 

 Cidade Invicta.

13 diplomatas que pertenceram à mais prestigiada academia do Reino Unido, a mais antiga do mundo em funcionamento, alÊm de imagens e documentos com a maior relevância histórica  

6 &y \_ 

       €  Society foram astrĂłnomos, fĂ­sicos e matemĂĄticos, mĂŠdicos, naturalistas e pedagogos que se notabilizaram em Portugal e no estrangeiro. A Academia das CiĂŞncias de Lisboa foi criada a 24 de Dezembro de 1779 por dois sĂłcios da Royal Society - o Duque de LafĂľes e o Abade Correia da Serra - cujas contribuiçþes para a ciĂŞncia e para a sociedade sĂŁo valorizadas na obra. Braga da Cruz – O antigo quadro da RDP foi reeleito, terça-feira, como presidente da Direcção do Clube de Comunicação Social de Coimbra, sendo acompanhado neste ĂłrgĂŁo por AmĂŠrico Santos (vice-presidente), LuĂ­s Carlos Pinto (secretĂĄrio), Rui Marque de Almeida (tesoureiro), VĂ­tor Manuel Lopes Ramos, AurĂŠlio Vasques, Antero Santos, Miguel Cotrim, JosĂŠ SimĂŁo e Carlos Encarnação (vogais). A Mesa da Assembleia Geral, presidida por Varela PĂŠcurto, integra Lino Vinhal (vice-presidente), SansĂŁo Coelho (secretĂĄrio), Jorge Castilho e Cabral de Oliveira (vogais). MĂĄrio Nunes preside Ă  ComissĂŁo de Fiscalização, ĂłrgĂŁo que ĂŠ tambĂŠm constituĂ­do por Francisco Andrade (vice-presidente), AnĂ­bal Duarte de Almeida, Maximino Morais e Jorge LĂŠ (vogais). Ema Lopes e Ana Rodrigues – Atletas do Sport Clube Conimbricense conquistaram vĂĄrios pĂłdios no Campeonato Regional de SĂŠniores da Federação Nacional de Karate de Portugal, que se realizou em Oliveira de AzemĂŠis, e no Open Internacional NPK, em Matosinhos. Na prova regional Centro/Norte, as karatecas Ema Lopes e Joana Amaral arrecadaram, respectivamente, o 1.Âş e 2.Âş lugar em Kumite feminino :QQ 

*      \&   em Kumite feminino -61kg. Nesta competição participaram, ainda, as atletas Bruna Lopes e Paula Faria na prova de Kata (respectivamente cadete e júnior). No Open, as atletas Paula Faria e Bruna Lopes obtiveram, respectivamente, o 2.º lugar em Kumite juniores +58kg e o 4.º lugar em cadetes +54kg em Kata e Kumite. Participaram, ainda, os atletas Pedro Cunha, André Morais e Lara Ventura, no escalão de juvenis, em kata e Kumite, com bom desempenho. João Francisco Teixeira Ribeiro - A JS/Coimbra deu posse, no passado dia 22, à direcção do Núcleo de Estudantes Socialistas do Ensino Básico e Secundário de Coimbra (NESEBS), encabeçada pelo o seu novo coordenador, João Francisco Teixeira Ribeiro, estudante do 12º ano da Escola Secundária Infanta D. Maria. O secretariado é composto ainda por António Bráz Simões, André Almeida, Rui Santos, Raquel Oliveira, Tome Perdigão, Rui Valente e Nuno Saraiva. A principal linha de orientação do núcleo assenta na defesa dos direitos dos estudantes a um ensino de qualidade.

PUBLICIDADE

30962


QUINTA-FEIRA

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

FACTOS DA SEMANA

Autores de mĂştua tentativa de assassinato detidos pela PJ y     ;   

  6     !   



     $       $  6 “  $ &*     _‹•�          

     [ ! ~   &y     ^          

      

:   

4K&*" ;   

     6  }      ferimentos graves, tendo sido internados no Centro Hospitalar ?  $  8   

 |  ;  &*   

   \] §_I\_†       ! 2%   /&?  !  

  ! 2 % ~  / 8$$ 4        w ! &y X   |  ;    



   

  }   ˆ! nhadaÂť ao outro, num contexto de desentendimento relacionado  $   

    6       !  %     &

    + 9  � :      6      &‚ $         %       !œ]Q 6         &            6       &*“     +  ! 

9         %    

 

      8  ^   X 

     4   :    K   |   & EUVG lança gabinete de apoio social * *    $   K “  Y  

     W  ?  $ `   @  2W?`@/ !   !   !   de apoio social, com valĂŞncias na ĂĄrea da medicina e psico &W    

 :     8         

         

&y !      "   X     



   

   % "   X & CEARTE entrega diplomas a 75 formandos y

   *  2W*[W/

    ^     H&  \_&   �Q   &* X   %      :    ! 

               &'     w6   !  a importância referido diploma para a vida de cada um dos   

       a estar munidos de “um instrumento para enfrentar com    ^     ! 9& Câmara de Coimbra distinguiu “ExcelĂŞncia no Desportoâ€? yY 6  !   "  '  '      ;      

       colectividades que se notabilizaram durante a Êpoca desportiva _I\I”_I\\&y        8;   6 '  '   ‘  Y     !  

    “  !  Y&y   '  w6  ^   sublinharam a importância de agradecer a todos os que têm dado    $ &y "  +W^   '  9 contemplaram 21 categorias, tendo sido distinguidos, respectiva

  K Y ¨ X 2*  /“Y   ~ ^ @ 2*   /2[ ”  /` 2[ /! !?   ! 2W ” /‚  2Š! /‚; `    *  * "   ! 2Y / “    

2'  

/£**'Y# ‚; ! 2 '  K / ` Y 2   /   '       ' ^  2W

 /  *! “ "  2YX /K“ ** 2!/*    ! ! 2*   '  /K ?“ K

 2  /Y   ‚ 2'  /' $ *   2“  '  : '&Y  K  /   $  6   

‚   Y  2" W  “; /  %@ 2*  /     !     2 ‚   /‚;`    **” y*2"    ! #'&   /&

7

www.campeaoprovincias.com

TrĂŞs praias de Arganil e uma da Figueira entre as prĂŠ-finalistas Ă s “7 Maravilhasâ€? O concelho de Arganil ĂŠ a grande surpresa, no distrito de Coimbra, ao ver selec    ^     

  Â?I":      +Â?Y    #:   9  

 $%   _\     ;!  &*            }  de CĂ´ja e a praia Fraga da Pena, assim como, na categoria de albufeiras e lagos, a praia  X&“$     %     !     conhecida como a “Praia da Claridadeâ€?, ou a “Rainha das praias de Portugalâ€?, teve      #  !#      &W    |     ;":  "* \]   : w ! K ;! 2\\/*

82IH/W    ! 82IH/  w   2I�/ * 2Iœ/   ~

 2IQ/W

'Y 2I•/Y   2I]/[$ : :Y

 * '2I]/&‚   

   "      !       

 Π  :    !  2K` /  2`   /  !  2Y

  /w  2K /ÂŁ *!  w  :w   ¤!  2%*/   2w *%  ÂĽ^%/`  2@  /`  2@ /ÂŁ  ?! :  2 / ‚ 2ÂŚ /‚ % "ÂŁ * ! :  2 /ÂŁ ' :K“ 

 2* /ÂŁ K  :*   2 / ? '  :K ! 2 /& EDP investiu nove milhĂľes em Coimbra *W''  !      :      concelho de Coimbra, sĂł no ano de 2011, mais de nove milhĂľes  &'   "    

 cerca de oito milhĂľes de euros refere-se a investimento efectu       "   !            ;!                  &*     W''  !   

  _I\\

ISEC acolhe “Pense IndĂşstriaâ€? do CTCV y8 + ~ ;  9

[ X   ‘  ` 2[`/ $     :    "        ~  K W     ! 2~KW/&*              % X   ;! :   8 

 \I \H   

   mais diversas experiências em vårias disciplinas, como a robótica, 6   6         !  "  8  ~KW  & Adjudicado crematório em Taveiro *‘       :     8          $ Y    ! [  4  +[$ y   :W   K*92   * w ! /   6        

  ‘!   ;!    % &y     $   

   $   ‘    ]I  

 

   !    &* !  X 8   8       :  X `  % \_  &W       

   $    %    X [            _II‹&

As lĂ­nguas sĂŁo o nosso futuro!

Inscriçþes: Curso de Alemão (40horas) A iniciar a 2 de Março Consulte-nos para mais informaçþes Telef.: 239 822 971 info@ihcoimbra.com

+"!                

              ! 9& CEC visita Barcelona Activa ?   W#‘  " ~ ;   

   ~ ! W     

2~W/   6     *^   '   

w   #  *  &*   !8       "      

    !       

!   & Fundação ADFP com certificação europeia de qualidade *  *'2* ^  '   

   /Y     ! !      W *      ^   $   ^  &y      *     ¨     $  

   W  

           *'        !   

   

      6 

   &y        6   |  Y     6 _II‹&*W "    

  

           % |     $       &

LegiĂŁo da Boa Vontade entrega enxoval a futura mamĂŁ y 

 K    !    w      `

2w`/

  __     !!"             & *      %    ‘!         !" contou com o apoio das seniores que frequentam o     

  `   Y       &K Y  “ "    $ 

   !    w` $    %          6       4  8

    &  * w      `

     _]          !          $     

 “ "     ‚

& A data ĂŠ assinalada no Porto, em Lisboa e em Coimbra,  "     

    K ! Y   $ w6        `  Y ÂŹ    

$    w`       6 &

30968

01

Integrar sensibiliza crianças para a alimentação saudåvel **  ~

 8 \‹II      !  %      

 $  !  8

    8 

*    *  

  

&'      ^     com especialidades regionais, mas nem por isso menos saudĂĄveis, Y *   

+*   9&‚       

$   $    +   9   4!    &*

 "    ^       $    

 $  !  &W    6    ^    |  %  K $   :  "  ‹Y &y8 ":  

 '  K  K  !   W   ‘! 8 @ |   &


8

ACTUALIDADE

01

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.com

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

“Alta� de Coimbra

Investimento cria 14 postos de trabalho

Câmara prepara investimento de 50 milhþes de euros

EmpresĂĄrio de Castelo Viegas reabre A Brasileira

A Câmara de Coimbra aprovou, segunda-feira, um documento de “estratĂŠgia de reabilitação urbanaâ€? da ÂŤAltaÂť da cidade, assente num programa para nove anos a que corresponde um investimento estimado em 50 milhĂľes de euros, devendo o esforço municipal ascender a 14 milhĂľes. Segundo a autarquia, trata-se de uma estratĂŠgia desenvolvida a partir da “reafirmação do Centro HistĂłricoâ€? como elemento nuclear e de coesĂŁo do sistema urbano. O documento aponta para um “objectivo global de promoção da revitalização econĂłmica cultural e social da ÂŤAltaÂťâ€?, atravĂŠs da      mobilização de investidores e visitantes. Mais de 31 milhĂľes de euros destinam-se Ă  reabilitação urbana, sendo que a proposta prevĂŞ, nomeadamente, a possibilidade de surgirem unidades hoteleiras no edifĂ­cio do Governo Civil e na actual PUBLICIDADE

Faculdade de Psicologia e de Ciências de Educação da Universidade de Coimbra. Estes projectos, entre outros, deverão ser comparticipados na ordem dos 3,10 milhþes pela autarquia de Coimbra. O documento defende ainda a realização de acçþes complementares, como sejam obras de valorização do percurso percurso Universidade / Almedina – tido como importante no contexto da candidatura da Universidade a Património da Humanidade da UNESCO (Organização das Naçþes Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) –, do largo da SÊ Velha e da Cerca de Santo Agostinho, bem como a criação de um percurso para ligação do Jardim Botânico à beira-rio (uma das hipóteses previstas Ê a criação de um sistema telefÊrico ou funicular). Consoante a solução adoptada no Jardim Botânico, o esforço municipal deverå variar entre os 10 e os 11 milhþes de euros.

A aplicar atĂŠ 2020, o documento estratĂŠgico, segundo o vereador Paulo LeitĂŁo, define as linhas de acção do MunicĂ­pio na ĂĄrea da reabilitação urbana. Apesar de aprovado por unanimidade na reuniĂŁo do executivo municipal, o documento mereceu alguns reparos por parte de Ă lvaro Seco, que evidenciou que o dito documento apresenta uma “visĂŁo diferente do Plano EstratĂŠgicoâ€?, o que, frisou, revela que a maioria jĂĄ o terĂĄ esquecido. A julgar pelo prazo temporal, a proposta, notou Ă lvaro Seco (PS), deve ter o mesmo destino que o Plano EstratĂŠgico. Efectuado pela empresa ParqueExpo, o estudo visa, igualmente, a ÂŤBaixaÂť e a margem direita do rio Mondego. O documento serĂĄ agora remetido ao Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana para emissĂŁo de um parecer, sendo que posteriormente serĂĄ colocado em discussĂŁo pĂşblica.

B.O.

O empresĂĄrio LĂşcio Borges, de Castelo Viegas, vai devolver aos conimbricenses A Brasileira, emblemĂĄtico cafĂŠ da cidade de Coimbra. Localizado na rua Ferreira Borges, o espaço que em tempos foi palco de tertĂşlias (frequentadas por Miguel Torga, Manuel Alegre, Paulo Quintela, Zeca Afonso, Alberto Vilaça ou AntĂłnio Arnaut, entre outras personalidades) reabre hoje as suas portas como padaria, pastelaria e restaurante. A inauguração decorre Ă s 17h30. Segundo adiantou ao “CampeĂŁoâ€? LĂşcio Borges, o projecto de reabilitação, que incidiu sobre todo o edifĂ­cio, vai permitir criar 14 postos de trabalho. O empresĂĄrio escusou-se a revelar o investimento feito. Na valĂŞncia de padaria, o espaço vai ter diversas variedades entre as quais se conta a famosa broa de milho, pĂŁo   4! ! & Na pastelaria o destaque vai para os pastĂŠis de natas e para os doces conventuais. Bolos para cerimĂłnias e aniversĂĄrios de crianças sĂŁo outras das apostas fortes da pastelaria. Novidade ĂŠ tambĂŠm a confecção de bombons de chocolate que prometem adoçar a boca de conimbricenses e turistas. JĂĄ no cardĂĄpio do restaurante o bife e o bacalhau Ă  Brasileira vĂŁo ser as principais especialidades. O restaurante vai ter capacidade para 30 pessoas. Concebido pela IPOTZ Studio, gabinete de arquitectu-

O espaço alia a modernidade com a tradição, sendo disso exemplo a recuperação do slogan “O melhor cafĂŠ ĂŠ o d’A Brasileiraâ€?

ra e design de interiores e pelo gabinete Luis FlĂłrio Arquitectos, o projecto pretendeu recriar o ambiente daquele que foi um dos mais importantes locais de convĂ­vio e debate da cidade. â€œĂ‰ com grande orgulho e satisfação que somos parte integrante de uma equipa que fez renascer este projecto. Ficaremos sempre ligados ao ressurgimento deste grande marco da cultura de Coimbra,  "*   9  Ricardo TralhĂŁo, director criativo da IPOTZ Studio. O espaço renovado, onde se destacam as linhas modernas, recupera ainda o slogan “O melhor cafĂŠ ĂŠ o d’A Brasileiraâ€?. ProprietĂĄrio da Pastelaria Moeda, tambĂŠm na “Baixaâ€? de Coimbra, LĂşcio Borges ĂŠ um pasteleiro com 20 anos de experiĂŞncia e fama reconhecida. Em 2009, este pro   !   o concurso de montras de chocolate, realizado no âmbito da sĂŠtima edição do Festival de

Chocolate de Ă“bidos. Sob o tema “HistĂłrias de Amorâ€?, o pasteleiro idealizou uma montra de inspiração romântica e sensual, misturando chocolate com pau de Cabinda, um afrodisĂ­aco natural. A composição premiada incluĂ­a uma escultura em chocolate, bombos, semi-frios e chĂĄ de pau de Cabinda. Em 1991, LĂşcio Borges foi galardoado com o tĂ­tulo de melhor pasteleiro da zona Centro, sendo que noutras competiçþes nacionais de pastelaria jĂĄ arrecadou vĂĄrios segundos e terceiros prĂŠmios. Encerrado em 1995, o cafĂŠ A Brasileira foi um dos Ă­cones da cidade, sendo que pelas suas mesas passaram professores, quadros superiores de empresas e organismos pĂşblicos, jornalistas, artistas, "   

 %ram daquele espaço um lugar de debate e intervenção cívica. A Brasileira vai funcionar diariamente entre as 07h00 e as 23h00.

Avenida de Gouveia Monteiro

Excesso de velocidade caiu quase 44 por cento O dispositivo electrónico de sinalização de velocidade, instalado na avenida de Gouveia Monteiro, fez cair em 43,7 por cento os veículos que circulam em excesso de velocidade naquela via. Duas semanas após a entrada em funcionamento, as leituras do sistema sinalizador de velocidade permitem concluir ainda que 60 por cento dos veículos que circulam naquela via (mais de 150.000 veículos

controlados) fazem-no dentro do limite de velocidade permitido para o local. De referir que anteriormente apenas 20 por cento dos automobilistas respeitavam a velocidade estabelecida. A velocidade mÊdia de circulação passou de 62 para 50 quilómetros por hora, mas ainda assim hå automobilistas que circulam muito acima dos limites legais. A velocidade mais elevada registada foi de 146 quilómetros por hora, sendo

"      transgressĂŁo mais ocorre. Os resultados obtidos com a adopção desta solução vĂŁo de encontro Ă s expectativas da Câmara Municipal de Coimbra. “A adopção desta medida preventiva, e nĂŁo repressiva, teve um efeito bastante positivo, com uma compreensĂŁo notĂłria por parte da maioria dos automobilistas que diariamente nela circulamâ€?, refere em comunicado a autarquia.

Tempo RĂĄdio do Clube da Comunicação Social de Coimbra Esta semana serĂŁo convidados do TEMPO/RĂ DIO do CLUBE DA COMUNICAĂ‡ĂƒO SOCIAL DE COIMBRA o DR. FERNANDO LOPES e a PROFÂŞ FERANDA PIMENTEL, respectivamente Presidente e Vice- Presidente da CONFRARIA DA LAMPREIA de PENACOVA.


01 QUINTA-FEIRA

EMPRESAS & NEGĂ“CIOS

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

www.campeaoprovincias.com

Vasco Berardo em destaque no Recordatório Bar Rainha Santa ABERTURA 2011 RESPONSà VEL JosÊ Simão MORADA Rua António Gonçalves 11/13, Santa Clara, Coimbra HORà RIO 14h00 – 02h00

cultural por excelĂŞncia da freguesia, se nĂŁo da cidade. O RecordatĂłrio Bar RaiAgradecendo o apoio de nha Santa Isabel/ Alfredo Victor Costa, que ĂŠ actualmenBastos inaugurou esta terça- te “o grande comissĂĄrio de arte feira uma exposição de pintura da margem esquerdaâ€?, e do seu individual de Vasco Berardo. antecessor, Santiago Ribeiro, Com uma vasta obra, o JosĂŠ SimĂŁo afirmou que o conhecido pintor de Coim-  X 8$    bra tem patente neste espaço em agendar exposiçþes, tal ĂŠ a cerca de 20 quadros a Ăłleo, a procura desta valĂŞncia cultural. sua maioria de cariz satĂ­rico. “NĂŁo imaginava o sucesso Intitulada “HistĂłriasâ€?, a mostra que isto ia ter e este sucesso    | 6  deve-se tambĂŠm a Victor Costa como a do latoeiro ou lavadeira, que conseguiu programar um e situaçþes do quotidiano. O conjunto de exposiçþes que vai humor e a sĂĄtira sĂŁo duas das permitir que este equipamento caracterĂ­sticas da exposição esteja sempre a funcionar com patente ao pĂşblico atĂŠ ao dia mostras culturaisâ€?. 26 de Março. Reconhecendo que o moA pintura de Vasco Be- mento nĂŁo se coaduna com rardo, artista plĂĄstico “que nĂŁo investimentos em arte, assim precisa de apresentaçþesâ€?, como noutros, o autarca de “vem enriquecer sobremanei- Santa Clara gracejou que “se ra o espaçoâ€? que, notou JosĂŠ pudesse compraria todos os SimĂŁo, presidente da Junta de quadros para que o espaço Freguesia de Santa Clara, jĂĄ tivesse nĂŁo sĂł sucesso cultural  

 como económico�. BENEDITA OLIVEIRA

A inauguração da exposição contou com a presença de familiares e amigos do pintor e do projecto cultural

Vasco Berardo e Manuela Berardo ladeados por Rosa e JosĂŠ SimĂŁo

“Culturalmente estou bastante satisfeito com este projectoâ€?, referiu, fazendo votos para `  }^   de turistas aumente e assim se contribua para a divulgação dos artistas de Coimbra. JosĂŠ SimĂŁo aproveitou a ocasiĂŁo para apelar Ă  mudança do monumento Ă  mĂşsica, da autoria de Vasco Berardo, que estĂĄ no Choupalinho “para um sĂ­tio mais emblemĂĄtico da cidadeâ€?. “Acho que a cidade devia apostar mais na cultura e nomeadamente no mobiliĂĄrio urbano. Os poucos exemplos que temos estĂŁo mal tratados. Acho que os artistas deviam fazer pressĂŁo e propor atĂŠ projectos de embelezamento dos espaços pĂşblicos para que a cidade se torne mais acolhedora e turisticamente mais convidativaâ€?, adiantou o edil de Santa Clara. A funcionar no edifĂ­cio da antiga escola primĂĄria do Ros-

sio, situada junto ao Portugal dos Pequenitos, o RecordatĂłrio Bar ĂŠ, segundo JosĂŠ SimĂŁo, “o espaço cultural mais activo da margem esquerdaâ€?. AlĂŠm de ser um espaço de convĂ­vio e galeria de arte, este equipamento acolhe tambĂŠm espectĂĄculos (por regra Ă s sextas-feiras Ă  noite), as tertĂşlias da Associação Nacional de Apoio ao Idoso, os ensaios do Coro da Universidade SĂŠnior de Santa Clara e os encontros de tricot de um grupo de cidadĂŁs de Santa Clara. O espaço aposta ainda em festas de convĂ­vio, aniversĂĄrios e baptizados. Inaugurado em Maio de 2011, o projecto de homenagem Ă  padroeira da cidade partiu da iniciativa da Junta de Freguesia de Santa Clara e representa um investimento de cerca 200 mil euros. O espaço congrega carta%     $  2

   

   com mais de uma tonelada,

concebida a partir de uma sĂł pedra), medalhas, posters, artesanato, livros e pinturas da padroeira da autoria de vĂĄrios artistas de Coimbra. Uma parte do acervo dedicado Ă  Rainha Santa Isabel foi doada por Alfredo Bastos. O espaço estĂĄ aberto das 14h00 Ă s 02h00 e conta com bar, esplanada e posto de turismo, cedido Ă  Turismo de Coimbra, mas encerrado hĂĄ jĂĄ alguns meses. “A empresa de turismo, no tempo de LuĂ­s Alcoforado, deu uma ajuda preciosa ao RecordatĂłrio com a instalação de um posto de turismo, mas agora este tem estado fechado, o que ĂŠ lamentĂĄvelâ€?, comentou JosĂŠ SimĂŁo, lembrando que esta zona da cidade, onde se situa o Portugal dos Pequenitos, o Mosteiro de Santa Clara-aVelha, a Quinta das LĂĄgrimas e o ExploratĂłrio, ĂŠ visitada por “muitas centenas de milhares de turistas por anoâ€?.

Grupo representa cinco marcas distintas

Litocar Ê o novo concessionårio Mitsubishi em Coimbra A Mitsubishi Motors de Portugal S.A. acaba de nomear o Grupo Litocar como concessionårio das marcas Mitsubishi Motors e Mitsubishi Fuso para a região de Coimbra. A Litocar vai assegurar o serviço de venda de veículos e assistência tÊcnica após-venda da marca japonesa nas instalaçþes da r ua Adriano Lucas (Junto Saída Norte do

9

IC2) e Quinta da Boavista (junto IC2). A ĂĄrea de influĂŞncia da Litocar como concessionĂĄrio da Mitsubishi Motors de Portugal centra-se na regiĂŁo de Coimbra e inclui os concelhos de Cantanhede, Coimbra, Condeixa-aNova, Figueira da Foz, Mealhada, Montemor-oNovo e Soure. O Grupo Litocar con-

ta com uma história de 30 anos dedicada à distribuição automóvel. Actualmente estå presente nos distritos de Coimbra, Viseu, Guarda e Castelo Branco e, para alÊm da Mitsubishi, representa as marcas Renault, Dacia, Nissan e Honda, bem como a sua própria marca de usados – Usados 100%. Com mais de uma dezena de pontos de venda,

uma equipa experiente e mais de 160 colaboradores, o Grupo Litocar Ê hoje uma referência na distribuição automóvel da região Centro. Entre a vasta gama de veículos automóveis da marca Mitsubishi contase o i-Miev (o primeiro veículo elÊctrico de produção em sÊrie), os Crossover ASX e Outlander e a Pick-Up L200.

De referir que na gama Mitsubishi Fuso, o Chassis Cabina Canter mantÊm-se uma referência em robustez e fiabilidade, a que se aliam soluçþes tecnológicas de última geração, como a caixa automåtica Duonic (a primeira caixa automåtica de dupla embraiagem num veículo comercial ligeiro), neste momento em fase de lançamento.

B R E V E S

Efapel continua a crescer A Efapel, fabricante de material elÊctrico de baixa tensão, facturou 26,3 milhþes de euros em 2011, o que representa um crescimento de dois por cento relativamente ao ano anterior. A empresa sediada na Lousã aumentou a sua quota de mercado interna e externamente, por conta, refere um comunicado da Efapel, da qualidade dos produtos, da relação qualidade/preço e do serviço prestado. O crescimento teve tambÊm repercussão no aumento do número de colaboradores,   :  

  de 16 novos elementos nas åreas de engenharia, produção/manutenção, comercial e administrativa. A aposta em novos produtos foi um dos factores que contribuíram para a afirmação da marca. Em 2012, a Efapel planeia investir 64 mil euros na formação dos seus colaboradores e 800 mil euros em investigação e desenvolvimento. Este ano conta participar em sete feiras em cinco países diferentes. No que respeita à estratÊgia de patrocínio a grandes equipas desportivas, a Efapel continua a apoiar a equipa de futebol da AcadÊmica/OAF e vai manter-se no ciclismo, desta vez como patrocinador principal da equipa Efapel/ Glassdrive.

Catarino sugere cadeiras Vitra A Catarino Home.Interior aposta num conjunto de cadeiras exclusivas da marca Vitra. Tratam-se de peças que se distinguem       } % das linhas minimalistas. A Cadeira Wiggle, criada por Frank Ogehry com base em camadas coladas de cartão ondulado forte, Ê exemplo disso. Outro ícone da moda Ê a cadeira cone, de Verner Panton, concebida em 1958 para um restaurante dinamarquês e que se mantÊm intemporal. Estes são dois dos produtos Vitra que estão em destaque na nova colecção das lojas Catarino.

Produtos de escritĂłrio em destaque na Staples A cadeia de lojas Staples, especialista em material de escritĂłrio, tem em vigor a campanha “EscritĂłrio Novoâ€?, atĂŠ ao dia 13 de Março. Entre os vĂĄrios produtos em promoção, ĂŠ de destacar tablets a partir de 99 euros e tinteiros da marca HP XL com 50 por cento de desconto. A iniciativa inserese no programa de poupança “Compre mais, poupe maisâ€?.


COMÉRCIO E SERVIÇOS

10

01

QUINTA-FEIRA

31028

www.campeaoprovincias.com

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

SISTEMAS EM ALUM�NIO SERVIÇOS EM INOX | SERRALHARIA CIVIL ESTRUTURAS E COBERTURAS

COM GRANDE STOCK DE MĂ QUINAS INDUSTRIAIS USADAS

‡0iTXLQDVQRYDVHXVDGDV ‡(PSUHVDHVSHFLDOL]DGD HP0iTXLQDVGH&RVWXUD SDUDD,QG~VWULD7r[WLO ‡$VVLVWrQFLD7pFQLFDHVSHFLDOL]DGD

em todo o tipo de cobertura, Renovaçþes e Construção Civil

CONSTRUĂ‡ĂƒO, RENOVAĂ‡ĂƒO EdifĂ­cios, Apartamentos, Moradias

Centro Social de Castelo Viegas CRECHE | ED. PRÉ-ESCOLAR | ATL | APOIO DOMICILIà RIO TRANSPORTE DE CRIANÇAS DE/ PARA O CENTRO INSTALAÇÕES NOVAS – EXCELENTE QUALIDADE Horårio - 7h30 às 19h00

Crianças dos 3 meses aos 10 anos (se optar pela EB local)

Rua da Fonte S/N - 3040-713 Castelo Viegas Telef./Fax: 239 438 919 E-mail: centrocasteloviegas@sapo.pt

Tlfs. 912 004 668 / 963 541 046 Fax - 239 928 103 E-mail - imprilar@gmail.com

30894

VIDRARIA JOAQUIM GONÇALVES Vidros | Acrílicos | Espelhos | Portas Automåticas | Portas para Polivans | Portas para Banheiras | Resguardos para Varandas Roupeiros e Molduras por medida

Escapes e AcessĂłrios | Catalizadores Engates de Reboque

SERVIÇO PERSONALIZADO ORÇAMENTOS GRà TIS! 31039

sociescapes@net.sapo.pt | www.sociescapes.pt Zona Industrial da Pedrulha (junto ao Centro Formação Profissional) Telef.: 239 492 015 / 239 495 212 / 3020-317 COIMBRA

31025

Telef./Fax: 239 496 361 - Telem.: 962 629 315 Email: quim03@hotmail.com Estrada de Eiras, n.Âş 55 ArmazĂŠm 3 R/C

CV costa & vilao

31029

Especialistas

28534

28536

Tlf. 239 431 875 | Fax: 239 436 126 | Tlms. 966 828 900 / 966 828 901 Rua da Pontinha, n.Âş 18 | Alcarraques | 3025-013 Coimbra jcgomes.alu@gmail.com

AUDITORIA CONTABILIDADE E GESTĂƒO, LDA.

Catraia de S. Paio, EN 17, Ap. 65 3404-909 Ol. do Hospital Telef.: 238 609 920 - Fax: 238 609 942 Telem.: 967 004 479 | centromaq@iol.pt

Sede: Rua Ferreira Borges, 34 - 3.Âş Esq. - 3000-179 Coimbra - Telef.: 239 834 491 Fax: 239 834 491 - Telem.: 936 287 566 - Rua Albano Alves Pereira Lote 2 - Fr. B - 2425-617 Monte Redondo

Rua Santo AntĂłnio NÂş 18 - 3330 - 324 GĂłis - Tel.: 235 770 120 Fax: 235 770 129 Contribuinte Fiscal PT 503 265 330; Cap. Social \30.000,00 ConservatĂłria do Registo Comercial de GĂłis NÂş 377/940921

Empresa Licenciada para abate de veĂ­culos HPÂżPGHYLGD

AGĂŠNCIA FUNERĂ RIA JOĂƒO JOSÉ CAETANO

Fazemos recolha porta-a-porta gratuitamente! Vendemos todo o tipo de peças usadas

FUNERAIS - CREMAÇÕES - TRASLADAÇÕES EXUMAÇÕES - FLORES - ARTIGOS RELIGIOSOS Serviços para todo o País e Estrangeiro Tratamos de toda a documentação pós-funeral 31032

COMPRAMOS, TRANSPORTAMOS E RECOLHEMOS 9HtFXORVXVDGRVVLQLVWUDGRVRXHPÂżPGHYLGD - Todo o tipo de metais ferrosos e nĂŁo ferrosos

RUA DR. HENRIQUE FIGUEIREDO, MERCADO MUNICIPAL - LOJA 4 * 3200-235 LOUSĂƒ REGISTADA NA DGAE COM O N.Âş 2469 - EMPRESA RECOMENDADA PELA ASSOCIAĂ‡ĂƒO NACIONAL DE EMPRESAS LUTUOSAS (ANEL) E PELA ASSOCIAĂ‡ĂƒO DOS AGENTES FUNERĂ RIAS DO CENTRO (AAFC)

www.recipremio.com | geral@recipremio.com | 919 464 817

LOJA: 239 992 779 - JOĂƒO CAETANO: 917 142 889 - PARENTE: 919 691 759 28535

31070

30722

31003

Sede: Zona Industrial de Vidais, Lt1 - Quinta da Mata - 2500-740 Vidais - Caldas da Rainha - Telef./Fax: 262 949 180 - Telem.: 919 464 817 - Peças: 918 594 962 Filial: Zona Industrial de Algoz - Sítio de Vales - Algoz - Concelho de Silves Telef./Fax: 282 574 271 - Telem.: 919 464 817 - Peças: 916 114 056

J. M. GirĂŁo Consultoria, Lda. NOVA GERĂŠNCIA 30723

Avenida Dias da Silva, 180 – 3000-135 Coimbra – Telef. 239 405 770 Rua das Padeiras, 75 – Tlf. 239 098 249 IntermarchÊ – Condeixa – Tlf. 239 095 184

31072

Quinta da Cavada - Cegonheira - 3040-585 Antanhol Telef./Fax: 302 008 388 - Telem.: 91 820 70 86 - jmgirao@gmail.com

ARTE DO NATURAL MĂĄrmores e Granitos

Mà RMORES E OUTRAS ROCHAS PARA: Construção Civil | Cantarias | Revestimentos e Pavimentos Casas de Banho | Lareiras Zona Industrial de Condeixa, Lote 8 - 3150-194 Condeixa-a-Nova Telef./Fax: 239 948 484 - e-mail: artedonatural@sapo.pt

31035

ARTE FUNERĂ RIA E SACRA: Campas - Jazigos - Altares

“Cuidamos da Sua casa e do Seu bem estarâ€? LIMPEZAS DOMÉSTICAS Rua Cidade de Halle Lote 3 r/c | 3000 – 107 Coimbra | Telf: 239 493 095 Fax: 239 493 096 | Telem: 968 983 914 | geral@checkup-casa.pt

28538

GABINETE DE CONTABILIDADE E AUDITORIA FISCAL


QUINTA-FEIRA

CLASSIFICADOS

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

11

www.campeaoprovincias.com

ImobiliĂĄrias

Oferece-se funcionĂĄria de Limpezas Gerais, Vivendas, Apartamentos, Lojas, Restaurantes, EscritĂłrios, Etc. Com mais de 20 anos de experiĂŞncia. Regime de part-time ou full-time. Contacto: 236 679 048 | 919 857 469

ABC

DIVERSOS

31158

01

A SUA SEGURANÇA É A NOSSA PRIORIDADE

S! COMPARE CUSTO/QUALIDADE CONTACTE-NO

AUTOMĂ“VEIS

COIMBRA: Quinta D. João - Rua Filipe Terzi - Lote 1 - R/c Esq. 3030-014 Coimbra - Telef.: 239 780 777 - Fax: 239 780 679 - Telem.: 914 871 572 Telem.: 916 630 885 - Telem.: 917 573 225 - E-mail: jhenriqueslda@gmail.com PENACOVA: Rua de S. João, N.º 2 - Fracção F - 3360-191 Penacova - Telef.: 239 477 148 Fax: 239 474 885 - Telem.: 919 253 623 / 913 379 507 / 917 573 225 - E-mail: jhpenacova@iol.pt

ABC

Telef.: 239 432 173 - 3020 COIMBRA www.ademiauto.pt

CĂƒES S. BERNARDO

- T4 c/ garagem Rua Arlindo Vicente

Conte connosco para encontrar a sua cara metade

- - T1 na Rua Miguel Torga – Solum

"' %%'1 (( ADÉMIA - COIMBRA

31076

 !" #$%"&!"' ( " ( $"( (&" %)" ( *(%""$(

+,-./-.+0

Tem problemas no seu casamento e nĂŁo consegue resolver?

- T2, Edifício do Centro Comercial Atrium Solum, na Av Dr Elísio de Moura com estacionamento. Acabamentos de Luxo, cozinha italiana completamente equipada, aquecimento central, prÊ-instalação

Consultas por marcação

Nós temos a solução!!

   

Puros

Contacte-nos,

de ar condicionado. Edifício com Parque Infantil. - Terreno para construção sito na Lousã. à rea de Construção 765 m2

30743

HorĂĄrio:

Telem.: 960 228 369 2.ª a Såbado 9h-20h Av Fernão Magalhães 136 3º sala AD (EDIF�CIO AZUL- em frente à loja do cidadão) www.espiral-romântica.pt

Vendem-se

Marque a sua visita todos os dias da semana

Ninhada a sair em meados de Abril

Telef.: 239 854 730 - Telem.: 917 225 640

Aceitam-se reservas

Este espaço pode ser seu... Contacte-nos!

     

PALPITANDO

         Ao impor um empate (0-0) na recepção ao lĂ­der do campeon a t o, a A c a d ĂŠ m i c a / OAF travou o voo da â€œĂĄguiaâ€? e fez com que o jogo de amanhĂŁ, ent r e B e n f i c a e Po r t o, seja mais empolg ante, dado ambas as equipas estarem em igualdade

PALPITES

pontual. A igualdade verificada na passada jornada no desafio da Briosa só foi prevista (embora com golos) pelos presidentes das câmaras de Coimbra e de Miranda do Cor vo, João Paulo Barbosa de Melo e Fåtima Ramos, respectivamente, o que

fez deles os triunfadores da passada ronda de palpites. A isto acresce que o autarca conimbricense ainda acertou no 1-0 do Sporting-Rio Ave (no que foi acompanhado por Francisco Andrade, JosĂŠ Manuel Pureza, Helena Freitas e Marta Brinca), as-

o jovem jurista Miguel Correia. O calendårio dos jogos da 21.ª jornada do escalão principal da Liga de futebol Ê o seguinte: sexta-feira, dia 02 – Benfica-Porto, às 20h15 (SportTv); såbado, dia 03 – Nacional-Braga, às 18h30 (SportTv), Setú-

0-0

0-1

1-0

0-1

0-1

1-1

2-1

1-0

2-1

0-2 150

0-1 154

0-1 158

1-1 158

0-2 173

1-1

1-1

1-1

1-1

1-0

1-1

1-0

0-1

0-1 141

1-1 143

1-1 144

0-1 148

MĂ RIO CAMPOS

Ă LVARO AMARO

FEIRENSE X ACADÉMICA

1-1

1-1

1-1

1-1

BENFICA X PORTO

1-0

2-1

2-1

SETĂšBAL X SPORTING

1-2 127

1-1 133

0-1 136

JOSÉ M. PUREZA

MARTA BRINCA

HELENA FREITAS

JOĂƒO P. BARBOSA MELO

FRANCISCO ANDRADE

bal-Sporting, às 20h30 (TVI); domingo, dia 0 4 – R i o Av e - B e i r a Mar, Feirense-AcadÊmica e Gil Vicente-Paços d e Fe r r e i r a , t o d o s à s 16h00, Guimarães-Marítimo, às 19h15 (SportTv); segunda-feira, dia 05 – Leiria-Olhanense, às 20h15 (SportTv).

MIGUEL CORREIA

JOSÉ ALBERTO COELHO

JOSÉ M. CANAVARRO

PONTOS

sim como no 2-0 com que ter minou o PortoFeirense (tal como JosĂŠ Manuel Canavarro, JosĂŠ Alberto Coelho e Marta Brinca). Em ter mos de classificação no “Palpitandoâ€? hĂĄ apenas a registar uma troca de lugares entre a vicereitora Helena Freitas e

FĂ TIMA RAMOS

MĂ RIO NOGUEIRA

PUBLICIDADE

FUTEBOL

Jogada a jogada, golo a golo, a Briosa joga nesta rĂĄdio...

FEIRENSE X ACADÉMICA Ouça na Internet em www.radioregionalcentro.com

Relato: LuĂ­s Carlos Melo

ABC

DOMINGO, DIA 04, ÀS 16H00


OPINIĂƒO

12

01

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.com

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

“ChinAmĂŠricaâ€?: A grande corrida jĂĄ começou e XP URGRSLR$OWDV Âżguras da polĂ­tica europeia e dos Estados Unidos (USA) come��§am a pisar, como nunca, os corredores do mega aeroporto de Pequim. Dele partem, tambĂŠm, governantes chineses para mĂşltiplos destinos, marcanGR R WHUUHQR GH LQĂ€XrQFLD desta nova superpotĂŞncia. Os dois Ăşltimos moviPHQWRV PDLV VLJQLÂżFDWLYRV foram protagonizados por Ă‚ngela Merkel, com a sua deslocação recente Ă  China e pelo 1Âş Ministro ChinĂŞs que foi recebido em Washington. Mas a tudo isto hĂĄ a acrescentar a visita de Obama, em Novembro passado, Ă  Ă sia, dando um sinal de que nĂŁo irĂĄ ceder de mĂŁo beijada aquela importante UHJLmRjLQĂ€XrQFLDH[FOXVLYD da China. De facto, ninguĂŠm de bom senso pode deixar de DWULEXLU XP LQWHQVR VLJQLÂżcado e alcance a estes movimentos no xadrez geoes-

tratĂŠgico mundial, que giram Ă  volta do “ImpĂŠrio do Meioâ€?. Parece fĂĄcil adivinhar, que todas estas“jogadasâ€? acabam por colocar este paĂ­s no centro das dinâmicas que se movimentam Ă  volta dos principais problemas da humanidade, num esforço de tentar comprometĂŞ-lo com o momento difĂ­cil que se vive, embora os USA estejam a dar sinais de que querem continuar a ter uma palavra a dizer naquela zona asiĂĄtica, mantendoVH ÂżpLV DRV VHXV DOLDGRV – JapĂŁo e Formosa, sobretudo. NĂŁo ĂŠ, aliĂĄs, por acaso, que os USA estĂŁo a forçar o agendamento das questĂľes das disputas marĂ­timas da China com alguns dos seus vizinhos, quando da prĂłxima Cimeira da Ă sia Oriental a realizar este ano em Manila. Os tempos sĂŁo outros para se recriarem comparaçþes com o perĂ­odo da guerra fria.

A China não Ê a Rússia. As cumplicidades existentes entre os USA e a China são muito diferentes das que (não) existiam com a Rússia, onde as relaçþes comerciais e os contactos políticos eram quase inexistentes. Com a China a música Ê outra. Este país acedeu à Organização Mundial do ComÊrcio à boleia dos USA. As Universidades dos USA acolhem todos os anos cerca de 150 mil estudantes chineses, incluindo doutorandos. Isto significa dar à China caibros para ganhar o futuro. Com todo este apoio não admira que aquele país do oriente venha, passo a passo, a engordar as suas capacidades nos vårios domínios, sendo jå hoje o principal investidor estrangeiro nos USA. Surpresa? Nenhuma.

A China tem o saco cheio: acumulou 1,7 biliĂľes de dĂłlares em tĂ­tulos do tesouro norte- americano. Sabem quanto isso VLJQLÂżFD" Apenas o equivalente a toda a riqueza produzida na RĂşssia durante um ano!!! Por isso, este par “ChinamĂŠricaâ€? vai dançar o tango e a valsa e muito mais que aĂ­ virĂĄ, no sĂŠc. XXI. Tal ĂŠ incontornĂĄvel, mesmo com a azia dos americanos. Para o bem e para o mal estes dois paĂ­ses vĂŁo ter que gerir as suas enormes diferenças e complementaridades, agarrados, por enquanto, ironicamente, ao destino do dĂłlar. É que a China nĂŁo pode deixar cair, neste momento, o dĂłlar porque com ele tambĂŠm encolheriam e muito as suas reservas, essa arma letal que vai usando ao sabor dos seus interesses.

JOSÉ BELO

Mas os chineses sabem EHPRTXHVLJQL¿FD¿FDUHP refÊns do dólar e os dados jå foram lançados, quando decidiram internacionalizar a sua moeda, começando a urdir o cerco ao dólar. Sabia o leitor que jå Ê possível comprar títulos do tesouro chinês em yuans, na bolsa de Hong.RQJ" Por outro lado, não deixa de ser curiosos que a China reduziu a sua carteira de títulos do tesouro americano, pelo terceiro mês consecutivo, mostrando grande interesse pelo euro. Nós, portugueses, jå sentimos os efeitos dessa apetência‌ O novo poder económico da China estå

sendo acompanhado de um fortalecimento militar, que causa apreensĂŁo aos vizinhos e aos USA. A mais preocupante e recente novidade foi o ODQoDPHQWR GH XP VRÂżVticado porta-aviĂľes. É por estas e por outras, que hĂĄ quem diga que estes caminhos tornam o mundo menos seguro, porque irĂŁo pĂ´r estes dois gigantes em rota de colisĂŁo. A grande corrida, entre eles, jĂĄ começou, sem dĂşvida. O “dopingâ€? chama-se ideias, inovação, conhecimento, matĂŠrias-primas e energia.  (VSHUHPRV TXH VH Âżquem por aqui.

CMC: Acabar com o marasmo

Para reconquistar, em 2013, a presidência da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), o Partido Socialista tem pela frente um caminho difícil e nada óbvio. Passo a enumerar alguns obståculos: É conhecida a atracção do povo pelo abrigo do poder, sobretudo em tempos de crise como esta que estamos a viver. A crise pþe em risco a teoria de que a alternância entre PS e PSD traz progresso. Por outro lado, que

papel terå, no futuro próximo, o Bloco de Esquerda, penalizado nas últimas eleiçþes legislativas? Acresce que o desencanto dos eleitores face à política leva à equação de outros protagonistas, novas narrativas, outras soluçþes. O alcance da existência de novos eleitores, a partir de 2008 (registo eleitoral automåtico), estå por compreender em contexto de eleiçþes autårquicas. Quais os factores determinantes

Carlos Miguel Mantas Matias Lopes Relativamente Ă  nota divulgada [quinta-feira] pelo vosso semanĂĄrio, sobre a reuniĂŁo Ăşltima da Anafre distrital, sobre a reforma da administração local, vem esta Junta de Freguesia, lamentar a forma pouco digna como, na nossa opiniĂŁo, se referem Ă  pessoa do Sr. presidente desta Junta. O “jovem de premeioâ€? que se encontrava entre o Sr. presidente da junta de Ribeira

FICHA TÉCNICA EDIĂ‡ĂƒO COIMBRA www.campeaoprovincias.com

de Frades e o Sr. Presidente da junta de São Martinho do Bispo, Ê o digníssimo Presidente desta autarquia e då pelo nome de Carlos Miguel Mantas Matias Lopes. O bom nome da Freguesia de Almedina e dos seus representantes eleitos, mereciam outro tipo de denominação e trato. Atentamente, o Executivo da Junta de Freguesia de Almedina

GRYRWRLGHROyJLFRVSHU¿OGR candidato, contexto nacional e internacional? Como chegar, de forma positiva, aos eleitores? A política tem de viver de uma mensagem curta e clara; as questþes e as respostas são complexas, combinando opçþes políticas e tÊcnicas. eSUHFLVRID]HUUHÀH[}HV profundas, trilhar uma estratÊgia com linhas orientadoras claras. Sendo o candidato uma peça fundamental, a escolha do do PS deve debruçar-se essencialmente sobre o capital simbólico, em tempos de crise económica e sobretudo política. O capital simbólico Ê o valor mais procurado pela oposição, não podendo apresentar o refúgio seguro do poder. O candidato do PS à presidência da CMC deverå ser jovem, nascido(a) depois de 25 Abril de 1974, sem ligaçþes profundas aos poderes que nos trouxeram atÊ à presente crise, proveniente da Administração Local, conhecendo mundo autårquico como pouca gente, e portador de um discurso institucional fresco,

Telefone 239 497 750 | Fax 239 497 759 | E-mail jornalcp@mail.telepac.pt Editor/Propriedade REGIVOZ, Empresa de Comunicação, Lda. Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra | NIPC: 504 753 711 Director-Adjunto Rui Avelar (responsåvel executivo por esta edição) | Gerente da Redacção JosÊ Fidalgo 239 497 750 (ext. 38) | Redacção Luís Santos (C.P. 722), Rui Avelar (C.P. 613), Benedita Oliveira (C.P. 6622), Geraldo Barros (C.P. 6555) e Luís Carlos Melo (C.P. 2555), Telefone 239 497 750 (ext. 55, 56 e 57), Fax 239 497 759 | Sede/

claro e objectivo. TambĂŠm deve ser capaz de mobilizar todos os que jĂĄ nĂŁo acreditam “nestesâ€? e esta palavra quer dizer uma elite a quem faltou o respeito pela coisa pĂşblica ou a coragem para se indignar. A velhice nĂŁo ĂŠ um posto, nem a juventude um mar de inexperiĂŞncia, ser eleito presidente da Câmara Municipal de Coimbra com menos de 40 anos traz um capital que permite ser ouvido no pais politico com mais decibĂŠis, empunhar bandeiras de uma regiĂŁo Centro tĂŁo carente de lideranças. Nascer depois de 24 Abril de 1974, ou um ano antes, nĂŁo tem grande importância do ponto vista real, mas do ponto de vista simbĂłlico ĂŠ relevante. NĂŁo que queira matar Abril, muito pelo contrĂĄrio chegou o tempo de os ÂżOKRVGH$EULOGDUHPDVVXDV respostas a problemas velhos e novos, sem os dogmas e idiossincrasias que uma revolução nĂŁo mata, mas que sĂł uma duradoura vivĂŞncia cosmopolita aberta ao mundo traz. Isto nĂŁo quer dizer uma geração menos ideolĂłgica,

HUGO DUARTE*

mas sim mais pragmĂĄtica e mais bem preparada. BrasĂ­lia foi construĂ­da em busca das ideias do modernismo “liberdade e a solidariedadeâ€? e sĂł na construção foram mortas mais de 3 000 pessoas, muitas na repressĂŁo de movimentos de revolta dos trabalhadores da construção civil. Um candidato que tenha carreira na Administração Local tem aspectos interessantes, a capacidade de falar dos problemas autĂĄrquicos, conhecendo por dentro o aspecto organizacional e motivacional de uma administração com uma auto-estima muito baixa, provocada pela insensibilidade e desprezo do poder politico desculpando a sua incompetĂŞncia com ÂŤfalhasÂť na Administração PĂşblica. O candidato dever ser militante, os partidos ainda sĂŁo o principal pilar da democracia,

continuando a trazer alguma coerĂŞncia ao sistema politico, nem os “independentesâ€? trazem sempre mais qualidade Ă s politicas, nem tĂŁo-pouco a participação constante destes em nome dos partidos, subestimando os militantes, sĂŁo incentivo Ă  participação politica, muito pelo contrĂĄrio. O Partido Socialista tem jovens quadros com percurso acadĂŠmico e profissional e intervenção cĂ­vica capaz de criar e implementar polĂ­ticas bem sucedidas de desenvolvimento urbano. Este foi o caminho que comecei a trilhar, hĂĄ outros possĂ­veis, com virtude e defeitos. O PS, vai com certeza, submeter tambĂŠm jovens quadros Ă s tĂŁo faladas sondagens, testando, assim, o capital social dos mesmos. O caminho nĂŁo ĂŠ fĂĄcil, sĂł caminhando se faz. (*) Militante do PS

Redacção: Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra Director Comercial Carlos Gaspar Directora de Marketing e Publicidade Adelaide Pinto 239 497 750 (ext. 27), adelaide.pinto@mail.telepac.pt Paginação e Maquetagem Nuno Miguel Peres | Impressão FIG - Indústrias Gråficas, S.A.; Rua Adriano Lucas, 3020-265 Coimbra | Distribuição VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda. R. da Tascoa, n.º 16 - 4.º Piso, 2745-003 Queluz, Telef. 214 398 500, Fax 214 302 499 Registo SRIP sob o n.º 222567; ISSN: 0874 - 3622; ICS: 122568 | Depósito Legal n.º 127443/98 Preço de cada número 0,75\ Assinatura anual 29,93\ | Tiragem mÊdia: 9.000 exemplares

Os pagamentos para o CampeĂŁo das ProvĂ­ncias em cheque devem ser emitidos em nome de “Regivoz, Empresa de Comunicação, Lda.â€?. TambĂŠm podem ser feitos por transferĂŞncia bancĂĄria atravĂŠs do NIB: 001000003179749000225


01

QUINTA-FEIRA

CULTURA

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

13

www.campeaoprovincias.com

Ceira Rock Fest a caminho da sĂŠtima edição The Poppers (Lisboa), Nicotine’s Orchestra (Barreiro), The Casket Kings (Coimbra) e Velha Mecânica (Coimbra) sĂŁo as bandas em destaque no cartaz musical da edição 2012 do Ceira Rock Fest. O evento, organizado pela Associação Recreativa e Musical de Ceira (ARMC), realiza-se no dia 03 de Março, a partir das 22h00, na sede desta colectividade. Os bilhetes para este festival custam entre cinco e seis euros, conforme sejam comprados antecipadamente ou adquiridos no prĂłprio dia. Mais informaçþes podem ser obtidas atravĂŠs do endereço electrĂłnico ceirarockfest@hotmail.com e na Internet, em www.ceirarockfest.com. Criado, em 2006, por um grupo de jovens apoiados pela ARMC, este evento tem procurado dinamizar o panorama cultural da regiĂŁo e promover a mĂşsica moderna portuguesa, dando oportunidade Ă s bandas para mostrar o seu trabalho. Homenagem ao pintor Heitor Chichorro A partir do prĂłximo sĂĄbado estĂĄ patente ao pĂşblico no Centro de Artes e EspectĂĄculos (CAE) da Figueira da Foz a exposição “Heitor Chichorro – 50 Anos de Pinturaâ€?. A mostra retrospectiva ĂŠ inaugurada pelas 18h00 constitui uma homenagem ao pintor, nascido em Torres Vedras, em 1944. Chichorro frequentou em Coimbra o CĂ­rculo de Artes PlĂĄsticas e tirou o curso de Pintura na Escola Superior de

Belas Artes do Porto. Francisco RelĂłgio, artista plĂĄstico de Beja, disse sobre Heitor Chichorro tratar-se de “um garimpeiro da pintura (...) que procurou, atravĂŠs da pintura, entregar uma vivĂŞncia, que  

      confusa, que o sĂŠculo XX despertou nos artistasâ€?. “A Naifaâ€? apresentam disco novo em Coimbra “NĂŁo se deitam comigo coraçþes obedientesâ€? ĂŠ o primeiro disco de originais

que o grupo grava depois da morte de JoĂŁo Aguardela, em 2009. “A Naifaâ€? actuam em Coimbra a 09 de Março, pelas 21h30, na sala grande da Oficina Municipal do Teatro. Do novo ĂĄlbum, que serve de cartĂŁo-de-visita Ă  banda neste espectĂĄculo, constam 11 cançþes novas, compostas a partir de versos de AdĂ­lia Lopes, Ana Paula InĂĄcio, Margarida Vale de Gato, Maria do RosĂĄrio Pedreira e Renata Correia Botelho. Os temas deste  8      

recorrendo a ilustraçþes enviadas pelos fĂŁs, podem ser ouvidos online, em www. reverbnation.com/anaifa e www.myspace.com/anaifa. O grupo entra em digressĂŁo a partir deste mĂŞs, com uma agenda de concertos em 12 cidades. “A Naifaâ€? ĂŠ composto por Maria AntĂłnia Mendes (voz), LuĂ­s Varatojo (guitarra portuguesa), Sandra Batista (baixo) e Samuel Palitos (bateria). Os bilhetes custam entre 12,50 (compra antecipada) e 15 euros. Dupla de artistas na galeria d’A PrevidĂŞncia Portuguesa Kim Molinero e Dina de Souza sĂŁo os artistas plĂĄsticos responsĂĄveis pelas obras que integram a exposição “Provocationsâ€?. Trata-se de uma mostra que ĂŠ inaugurada no prĂłximo sĂĄbado, pelas 16h00, e que irĂĄ estar patente ao pĂşblico na galeria de arte e centro de mutualismo d’A PrevidĂŞncia Portuguesa, em Coimbra, atĂŠ ao dia 30 de Março. O pĂşblico pode visitar a exposição, no espaço da rua de

Dr. Manuel Rodrigues, de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 12h30 e das 14h00 Ă s 17h30.

das imagens capturadas pela ;      todos os dias, percorre as estradas e ruas portuguesas.

Fotografias revelam quotidiano dos carteiros “Portugal Connosco – O Olhar dos Carteirosâ€? ĂŠ o tema de um livro e de uma mostra que reĂşne 200 foto          no âmbito de uma iniciativa lançada pelos CTT – Correios de Portugal. Munidos de mĂĄquinas fotogrĂĄficas, cerca de 6 000 carteiros funcionĂĄrios da empresa de distribuição postal recolheram as imagens que fazem parte da mostra e da obra literĂĄria, apresentadas na terça-feira, em Vila Nova de Poiares. A exposição reĂşne       a partir de um conjunto de mais de 86 000 recolhidas pelos carteiros de todo o paĂ­s, a quem foi entregue uma mĂĄ  $ &[ :         do gĂŠnero alguma vez feita em Portugal, constituindo um retrato do paĂ­s, a partir

Museu da Pedra mostra cem anos de brinquedos Centenas de peças levam o visitante a percorrer a histĂłria do brinquedo do Ăşltimo sĂŠculo. AtĂŠ ao dia 27 de Maio, estĂĄ patente ao pĂşblico no Museu da Pedra a exposição “Cem Anos do Brinquedoâ€?, uma mostra que resulta de uma parceria estabelecida entre o MunicĂ­pio de Cantanhede e o Museu do Brinquedo de Sintra – Fundação ArbuĂŠs Moreira. Inaugurada na Ăşltima semana, esta exposição dĂĄ a conhecer uma pequena parte do espĂłlio de cerca de 50 000 peças que aquela instituição possui. A mostra estĂĄ organizada em oito grandes ĂĄreas temĂĄticas e integra quadros expositivos que permitem contextualizar os brinquedos a propĂłsito dos conceitos, valores e referĂŞncias estĂŠticas subjacentes ao modo como as crianças brincavam em diferentes ĂŠpocas.

PASSATEMPOS PALAVRAS CRUZADAS – Problema n.º 265

LEIA O PROVÉRBIO

PROBLEMA N.Âş 265/A

Tema de hoje – CORES

Percorrendo todo o tabuleiro, sempre para o lado, para cima ou para baixo – nunca em diagonal – e começando na casa /1 para terminar na /2, encontrar-se-Ă  um provĂŠrbio popular portuguĂŞs. HORIZONTAIS 1 – Cor. Cpr. 2 – Cativo. Principal. 3 – Esses. Cor. TĂ­tulo que era dado outrora ao soberano do IrĂŁo. 4 – Cor. Sem importância. 5 – Agrupamento de pessoas. SĂ­mbolo de electrĂŁo-volt. Graça. 6 – Antes de Cristo (abr). Nome de letra grega. Ice. EnfermidaGH6tPERORGHSUDWDÂą6XÂż[RGHRULJHP7HFLGRUDORPDV encorpado, para forros. Transitivos (abr). 8 – Antiga moeda de prata da Ă?ndia. Seguido. Arquivo Internacional de Cor (abr). Anda. 9 – Mensalidades. Afasto. VERTICAIS Âą&RU&RUÂą1RFLYD0DWDÂą0DoR3UHÂż[RGHQHJDomR 4 – Cor. SĂ­mbolo de ĂĄstato. 5 – Depois. Aparelhais (o cavalo). 6 Âą/RFXomR DEU &RUÂą2VÂą3UHÂż[RGHSULYDomRÂą7DLODQdĂŞs. 10 – Incapacidade Permanente Absoluta (abr). Respeitais. Âą2UoDPHQWR5HFWLÂżFDWLYR DEU &RUÂą&LGDGHGH3RUWXJDO Nota musical. 13 – Mana. AvĂł. 14 – AtĂŠ. Vigia. 15 – Cor. Cor.

PRÉMIOS – Obra literĂĄria, oferta da PORTO EDI725$ 3UpPLR VXUSUHVD RIHUWD GH Ăˆ*8,$ H QR ÂżQDO do mĂŞs, mais um prĂŠmio especial, um exemplar do Ăştil e valioso DicionĂĄrio da LĂ­ngua Portuguesa – Colecção DicionĂĄrios Modernos, que inclui um CD-ROM, oferta da PORTO EDITORA. PRAZO PARA REMESSA DE SOLUÇÕES – AtĂŠ ao dia 15 do prĂłximo mĂŞs. ENVIO DE SOLUÇÕES – Ernesto Lopes Nunes, Beco dos Unidos, n.Âş 3, Espadaneira, 3045 – 162 Coimbra. PREMIADOS Passatempos n.Âş 257: JosĂŠ Carlos Ferreira, de Coimbra, com livro da PORTO EDITORA; VĂ­tor Manuel Seia Russo, de Peniche, com prĂŠmio surpresa, oferta de Ă GUIA.

ENIGMA FIGURADO

Interpretando correctamente todos os símbolos e operaçþes apresentadas, encontrar-se-à uma conhecida expressão popular.

HORIZONTAIS 1 – Må-criação. 2 – Respeito. Cifra. 3 – Cântaro de barro. A própria pessoa. 4 – Peças do arado. 5 – Imbecil. Bucho de boi (pl). Nota musical. 6 – Fende-se. Diapasão. Viúvo. 7 – Cerne. Salvo. 8 – Beldade. Adorar. 9 – Caminhais. Escapar. Nota musical. 10 – Centena. 11 – Mais uma. Dinheiro. VERTICAIS 1 – Criado. Pouco interessante. 2 – Ressonância. Desertos. 3 – Bebedeira. Marchavas. Dó. 4 – Unis. Ar. 5 – Cevado. Sufrågio. Fedor. 6 – Insensibilidade. Nome de letra. 7 – Caminhais. Leito. Patroa. 8 – Bifas. Produzir. 9 – Nome próprio feminino. Metal. Solta. 10 – Goteira. Travessa. 11 – Alça. Sabeu.

SOLUÇÕES Palavras Cruzadas – Problema n.º 257: Horizontais – 1 – ågua, vapor, luva. 2 – erra, aiara, APEG. 3 – rio, piscina, aru. 4 – os, cas, DDA, al. 5 – s, ch, ra, h. 6 – saias, duche. 7 – OT, vã, voo,ol, et. 8 – luxe, touca, aura. 9 – massas, arisca. Verticais – 1 – aerossol. 2 – gris, atum. 3 – uro, CI, xa. 4 – aa, Chaves. 5 – på, sã, s. 6 – vais, ta. 7 – ais, vos. 8 – PAC, ou. 9 – ori, oca. 10 – rand, ar. 11 – ad, dó, i. 12 – lå, arulas. 13 – upa, aC, UC. 14 – vera, hera. 15 – agulheta. Problema n.º 257/A: Horizontais – 1 – embaçadelas. 2 – Maio, t, limo. 3 – pus, mas, sol. 4 – rs, ricas, ri. 5 – e, rolaram, c. 6 – grau, bati. 7 – a, baile, t. 8 – då, orlar, må. 9 – ora, ter, rim. 10 – rama, s, poro. 11 – amarradores. Verticais – 1 – empregadora. 2 – maus, r, aram. 3 – ais, ra, ama. 4 – ao, roubo, ar. 5 – ç, mil, art, r. 6 – ataca, ilesa. 7 – d, sar, lar, d. 8 – el, saber, pó. 9 – Lis, må, ror. 10 – amor, t, mire. 11 – solicitamos. Cinco estâncias termais: Aregos, Caldelas, Carvalhal, Manteigas, Monfortinho. (QLJPD¿JXUDGR As termas de Portugal são muito boas.


14

CULTURA / VINAGRETAS www.campeaoprovincias.com

01

QUINTA-FEIRA

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

V I N A G R E T A S

 – No mais recente jantar-debate organizado pela Fundação de Inês de Castro, com o apoio do Hotel da Quinta das Lågrimas, a ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, esteve ladeada por Alfredo Castanheira Neves (advogado) e Rui Alarcão (ex-reitor da Universidade de Coimbra). Neves Ê membro do Conselho Superior do MinistÊrio Público, eleito pela Assembleia da República, e, atÊ meados de Dezembro de 2011, mediante escolha do anterior ministro da Justiça, Rui Alarcão teve assento no mesmo órgão.

  – Com o procurador-geral da República, Fernando Pinto Monteiro, ausente do jantar realizado, hå dias, na Quinta das Lågrimas, Euclides Dâmaso, titular da Procuradoria-Geral Distrital de Coimbra, foi o único magistrado do MinistÊrio Público presente no evento. W 

      :  8

 "  em alguns meios, como potencial sucessor de Pinto Monteiro; mas nessa qualidade nĂŁo estava sĂł na conferĂŞncia “Quintas na Quintaâ€?.

"      ! A “ExcelĂŞncia no Desportoâ€? de Coimbra foi louvada, hĂĄ dias, pela Câmara Municipal. A atribuição do galardĂŁo atinente a “Jornalismo desportivoâ€? fazia lembrar a histĂłria da pescada, conhecida como peixe que antes de o ser jĂĄ ĂŠ. Sem desprimor para a Redacção de Desporto do diĂĄrio As Beiras, sabia-se, de antemĂŁo, que ia ser premiada em detrimento da congĂŠnere do DiĂĄrio de Coimbra. Por que se sabia? Basta andar atento Ă  tensĂŁo por que se pauta o relacionamento entre o vereador LuĂ­s ProvidĂŞncia (CDS/PP) e MĂĄrio Martins, chefe de Redacção adjunto do DC e coordenador da informação desportiva. MunĂ­cipe e autarca andam de ÂŤcandeias Ă s avessasÂť, hĂĄ anos, nĂŁo por causa do pelouro do Desporto, mas do da Higiene, sendo que Martins se queixa de falta de vassouras na rua onde habita. Posto isto, era claro que o prĂŠmio de “Jornalismo desportivoâ€? estava Ă  mercĂŞ de uma providencial decisĂŁo. Se dĂşvidas houver, basta consultar a pĂĄgina 4 da edição de segunda-feira (27) do DC. # $  ! O diĂĄrio As Beiras noticiou, anteontem, que uma redução de taxas urbanĂ­sticas proposta para a empresa Cimpor foi rejeitada atravĂŠs da abstenção do presidente da Câmara Municipal de Coimbra, JoĂŁo Paulo Barbosa de Melo (PSD). Segundo o inĂ­cio do texto, tal sentido de voto “permitiu o ÂŤchumboÂťâ€?. Prosseguindo a     : + "  !  9  votos contra (do PS, CDU e atĂŠ do CDS/PP) e apenas trĂŞs favorĂĄveis, sendo que JoĂŁo Orvalho (PSD) “nĂŁo se encontrava na salaâ€?. Se a aritmĂŠtica ainda ĂŠ o que era, vamos, entĂŁo, a contas: Se houve cinco votos contra e sĂł trĂŞs a favor, que diferença faria o voto de vencido de JoĂŁo Barbosa de Melo? Para a maioria camarĂĄria nĂŁo ser derrotada, com LuĂ­s ProvidĂŞncia (CDS/PP) do lado da oposição, era necessĂĄrio que Orvalho nĂŁo tivesse desertado e que Barbosa de Melo, usando voto de qualidade, optasse por se juntar aos seus correlegionĂĄrios Paulo LeitĂŁo, Maria JosĂŠ Azevedo Santos e Maria JoĂŁo Castelo-Branco. Jornalisticamente falando, o ângulo adoptado por aquele

    – Acompanhada pelo marido, JosÊ Castanheira, ArmÊnia Coimbra era uma das juristas com presença certa na edição de Fevereiro de 2012 da  ^  +¨

 ¨

9&*   8     – AntĂłnio Henriques Gaspar (Ă  SĂŠrgio ĂŠ membro do gabinete da ministra, e Paula Teixeira esquerda), vice-presidente do Supremo Tribunal de Justiça da Cruz sĂŁo amigas desde que pertenceram ao Conselho (STJ), e AntĂłnio IsaĂ­as PĂĄdua, presidente do Tribunal da Geral da respectiva Ordem. Relação de Coimbra. Ambos sĂŁo magistrados judiciais, mas Gaspar ostenta uma longa carreira ao serviço do MinistĂŠrio PĂşblico. Consta que AntĂłnio Henriques estĂĄ F _____ R _____ A em vias de ser reeleito, em breve, para a vice-presidĂŞncia do STJ. A circunstância de ter tido assento Ă  mesa da ministra da Justiça ĂŠ do foro protocolar, nĂŁo fazendo dele mais potencial procurador-geral da RepĂşblica do que outros juristas.    – O artista plĂĄstico Zaug, cartoonista do “CampeĂŁoâ€? – ou (se se preferir) o mĂŠdico JosĂŠ Augusto (irmĂŁo de ArmĂŠnia Coimbra) – na companhia da mulher, Luci Bandeira. A avaliar pela pose, inspiração ĂŠ coisa que nĂŁo falta a Zaug.

    ! JosĂŠ Cardoso da Costa, Ă  conversa com Teresa AlarcĂŁo Neves, abonou a pertinĂŞncia da pergunta feita Ă  ministra da Justiça por um redactor do “CampeĂŁoâ€?. O jornalista quis saber se nĂŁo serĂĄ indefensĂĄvel a promessa de acabar com os pedidos de aclaração de sentenças e de acĂłrdĂŁos. Paula Teixeira da Cruz diz que nĂŁo. Membro do Conselho Superior de Magistratura e antigo presidente do Tribunal Constitucional, Cardoso da Costa reconheceu lĂłgica Ă  pergunta, porquanto parece impossĂ­vel recorrer de algo que nĂŁo se sabe bem de que se trata.

  – Juiz conselheiro, tal como António Gaspar, JosÊ Santos Cabral tambÊm assistiu à conferência proferida pela ministra Paula Teixeira da Cruz sobre as reformas em curso na Justiça. Ex-director nacional da Polícia Judiciåria, Santos Cabral Ê visto, por profissionais forenses, como um bom sucessor de Pinto Monteiro na Procuradoria-Geral da República, mas consta que se perfila para aspirar a ser eleito presidente do STJ por ocasião da jubilação de Luís Noronha do Nascimento. Contas feitas, Coimbra assemelha-se a um alfobre de potenciais titulares da PGR.

    – O artista plåstico Zaug ofereceu a Paula Teixeira da Cruz um quadro da autoria dele. A crise Ê o motivo escolhido por JosÊ Augusto, na expectativa de sensibilizar a ministra, membro da escassa ala social-democrata com assento nas reuniþes do Conselho de Ministros.


01

QUINTA-FEIRA

VINAGRETAS

DE MARÇO DE 2012 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

15

www.campeaoprovincias.com

Ă‚ngulo inverso

V I N A G R E T A S

S E A R A

A L H E I A

Queremos boas brasas!

“Eu pergunto: por que razĂŁo ĂŠ que nĂŁo se mexe no memorando? Por que razĂŁo ĂŠ que nĂŁo temos mais um ano, no mĂ­nimo? Caso contrĂĄrio, nĂłs podemos Falando aos empresĂĄrios de um pequeno concelho beirĂŁo correr o risco de cumprir tudo o que estĂĄ no meTXH DSHVDU GDV GLÂżFXOGDGHV DFUHVFLGDV WrP FRQVHJXLGR morando, mas de isso significar vida pior para os REWHUUHVXOWDGRVGLJQRVGHUDVJDGRVHORJLRVXPUHVSRQViYHO portugueses e mais dificuldade para as nossas emGD$JrQFLDSDUDR,QYHVWLPHQWRH&RPpUFLR([WHUQRGH3RU- presas. É isso que neste momento estĂĄ a acontecerâ€?. WXJDO $,&(3 XVRXXPDDQDORJLDFXOLQiULDSDUDGHPRQVWUDU AntĂłnio JosĂŠ Seguro (PS), na TSF a 27/02/2012 GERALDO BARROS

diĂĄrio ĂŠ conhecido como obtuso. NĂŁo foi JoĂŁo Paulo a ÂŤchumbarÂť a redução de taxas urbanĂ­sticas proposta para a Cimpor, a maioria camarĂĄria ĂŠ que se desagregou, a ponto de a respectiva bancada votar em todos os sentidos possĂ­veis (falta de comparĂŞncia incluĂ­da). Sem multa – Helena Freitas, vice-reitora da UC,viajou, segunda-feira, de Lisboa para Coimbra, “em   9       perante a JĂşnior Empresa de Estudantes da Faculdade W  & $     receio de ter de pagar multa, “um dia destesâ€?. Para quem usa “vĂĄrios chapĂŠusâ€?, como admitiu a biĂłloga, o voto do redactor das Vinagretas ĂŠ o de que os radares da GNR tenham estado arredados da auto-estrada do Norte, a 27 de Fevereiro [de 2012], entre as 19h30 e as 21h00. De resto, quem fala verdade nĂŁo merece castigo. Percalços – A vida de Helena Freitas – vice-reitora da UC, directora do Jardim Botânico e membro do LaboratĂłrio de Ideias e Projectos para Portugal (LIPP), acabado de criar pelo PS – tem sido uma azĂĄfama, no passado recente. Ă€s actividades por ela protagonizadas junta-se, agora, a de articulista do DiĂĄrio de Coimbra, onde apresentou, segunda-feira,  +6 9&Y  nem tudo lhe tem corrido bem. TrĂŞs semanas depois de o semanĂĄrio Expresso ter noticiado a inclusĂŁo da biĂłloga no LIPP, o DC dedicou, domingo (26) meia pĂĄgina ao assunto, tendo cometido o lapso de  

   +;   representante de Coimbra� naquela plataforma de apoio ao Partido Socialista. No dia seguinte, o sociólogo Elísio Estanque veio à liça fazer notar que tambÊm foi convidado, tendo ingressado numa Comissão para o Desenvolvimento Sustentåvel, igualmente instituída pelo PS. Como no melhor pano cai a nódoa, a vice-reitora assinala pertencer, a convite de um governante, a um grupo de trabalho incumbido de acompanhar a revisão da Lei de Bases do Ambiente. Helena não aprendeu com os percalços de Carlos Borrego, outrora ministro do Ambiente num dos governos de Cavaco Silva, e de Henrique Diz. Borrego, destituído       conhecido, politicamente,    

  via ministro de um Governo do PSD como de um do PS; Henrique Diz, que era mili

   4  do PalĂĄcio de BelĂŠm quando ia ser empossado secretĂĄrio de Estado de um Executivo de Cavaco Silva.

GHIRUPDFODUDHVHPPDUJHPSDUDG~YLGDVFRPRHVWmRRV PHUFDGRVTXHFRPSUDPRVSURGXWRVSRUWXJXHVHVHTXDLVR UXPRTXHDVHPSUHVDVH[SRUWDGRUDVGHYHPVHJXLUÂł1HVWH PRPHQWRWHPRVJUDQGHSDUWHGDFDUQHDDVVDURQGHDVEUDVDVHVWmRPDLVIUDFDVHRTXHSUHFLVDPRVGHID]HUpFRORFDU o nosso ÂżOHWPLJQRQRQGHDVFKDPDVHVWmRPDLVDFHVDV´ H[SOLFRX-RmR&XQKD)HUUHLUD2TXHRHVSHFLDOLVWDGR$,&(3 TXLVGL]HUIRLVLPSOHVPHQWHTXHRVSDtVHVGD8QLmR(XURSHLDFRPSUDPSRUFHQWRGRTXHH[SRUWDPRVFRQWXGRDV SUHYLV}HVGHFUHVFLPHQWRSDUDHVWHPHUFDGRÂąVHHOHYLHUD YHULÂżFDUVHÂąVmRGHDSHQDVFLQFRSRUFHQWR&RQWLQXDQGRQRV GRPtQLRVGH3DQWDJUXHOpWHPSRGHPXGDUDQRVVDPHOKRU FDUQHSDUDEUDVDVTXHDSRVVDPFR]LQKDUDSUHFHLWRSDUDTXH RDVVDGRQmRÂżTXHDUUXLQDGRHWHQKDPRVGHSDVVDUIRPH %UDVLO5~VVLDĂ‹QGLD&KLQDRVSDtVHVGDĂˆIULFDHGD$PpULFD /DWLQDWrPFDUYmRHPEUDVDHDSUHFLDPRTXHWHPRVSDUD RIHUHFHUSRUWDQWRVmRHVWHVRVPHUFDGRVTXHRVHPSUHViULRV SRUWXJXHVHVSRGHPÂąHGHYHPÂąH[SORUDU)HOL]PHQWHVRPRV SRYRDYHQWXUHLURQmRFRPRDOJXQVJRYHUQDQWHVHXURSHXVÂąR SUHVLGHQWHGR3DUODPHQWR0DUWLQ6FKXO]pXPGHOHVÂąTXH SDUHFHPWHUUHFHLRGHWHPSHURVPDLVH[yWLFRV

CARTOON

Zaug

RobĂłtica polĂ­tica

“Os verdadeiros vilĂľes sĂŁo os funcionĂĄrios europeus. NĂŁo sĂŁo as pessoas nas ruas em Portugal, ou na GrĂŠcia, nem sequer os governos de Portugal ou da GrĂŠcia, nem sequer os banqueiros, que sĂł estĂŁo a fazer aquilo que sempre fizeram - tentar ganhar dinheiro sendo tolos e gananciososâ€?. David Marsh, presidente do FĂłrum das Instituiçþes MonetĂĄrias e Financeiras Oficiais, no Expresso (online) de 26/02/2012 “Os verdadeiros vilĂľes sĂŁo os tecnocratas em Bruxelas, que nĂŁo conseguiram ver a necessidade de ter mecanismos de segurança, de criar mecanismos como as eurobonds, quando as coisas estavam ainda relativamente bem, nos cinco primeiros anos do euro. E isso foi de uma complacĂŞncia colossal, criminosaâ€?. Idem. Ibidem “JĂĄ se andou tanto, polĂ­tica e institucionalmente, que nĂŁo se pode agora voltar atrĂĄs. Por isso, o que quer que aconteça Ă  moeda europeia, o euro continuarĂĄ a existir, continuarĂĄ a existir um Banco Central Europeuâ€?. Idem, Ibidem “NĂŁo seria um golpe mortal se a GrĂŠcia decidisse abandonar a zona euro. É perfeitamente possĂ­vel que se a GrĂŠcia, por razĂľes especiais, decidisse, por si, sair da zona euro, que a moeda Ăşnica continuasse com 16 membros. As barreiras de protecção estĂŁo no terreno, hĂĄ muito mais muniçþes monetĂĄrias que hĂĄ dois anosâ€?. Idem, Ibidem “Pinto Monteiro jĂĄ era procurador-geral da RepĂşblica quando a lei que ele agora tanto critica nasceu. Tem convivido com ela, de resto, quase desde que se encontra no cargo. Depois de algumas crĂ­ticas pontuais, ĂŠ apenas agora que o PGR vem denunciar a total ineficĂĄcia daquilo que ĂŠ supostamente uma ferramenta essencial na coordenação do combate ao crime em Portugal. SĂł mais uma linha e meia sobre este assunto: Pinto Monteiro abandona o cargo em Outubroâ€?. Editorial do DiĂĄrio de NotĂ­cias de 27/02/2012 “NĂŁo me atrevo a dizer que a Justiça, tal como estĂĄ, protege e inspira a corrupção. Mas se nĂŁo ĂŠ cĂşmplice, anda lĂĄ perto. Manuel Catarino, no Correio da ManhĂŁ de 27/02/2012 “Portugal, a julgar pelo nĂşmero de processos investigados que ter minam em acusação, ĂŠ um encantador paraĂ­so para corr uptos e seus sucedâneos. (...) Os corr uptos tĂŞm todas as garantias de que sĂł com muito azar malham com os ossos na cadeiaâ€?. Idem, Ibidem â€œĂ‰ da Assembleia e da PresidĂŞncia da RepĂşblica que deveria emanar um curto ĂłrgĂŁo colegial responsĂĄvel pela gestĂŁo da Justiça. (...) Por mais competente, livre e impoluta que seja a figura no lugar de ministro, o MinistĂŠrio da Justiça ĂŠ, em si mesmo, uma aberração, quando atento o princĂ­pio da separação de poderesâ€?. OctĂĄvio Ribeiro, no Correio da ManhĂŁ de 25/02/2012


ÚLTIMA

16

www.campeaoprovincias.com

tapas cervejaria

C

A

B

E

L

E

I

R

E

I

R

O

Sugestões Dia da Mulher

30986

CABELEIREIRO EMBAIXADOR

31155

Rodízio de Marisco e Bivaldes

R. Alexandre Herculano, 8 - 3000-019 Coimbra Telef.: 239 820 168

QUINTA-FEIRA

DE MARÇO DE 2012 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

S

Para um momento delicioso...

Preços Especiais para grupos

01

PASTELARIA - BOUTIQUE DE PÃO

30391

Urb. Coimbreiras | Lote 7 - Loja 2, Rua da Cruz Nova 3020-170 Eiras - Coimbra - Telef.: 239 431 643 - Fax: 239 430 340 Email: farmaciabarros@gmail.com

31096

R. Paulo Quintela, 163 - 3030-393 Coimbra Telef.: 239 401 648 - Telem.: 967 549 258

30991

Aberto todos os dias

HÁ MAIS DE 50 ANOS A SERVI SERVI-LO LO Entrega domiciliária Grátis Estacionamento privativo Farmadrive Apoio Domiciliário Farmacêutico

ESPECIALIDADES: - Folar de Páscoa - Pão de Ló Especial - Lanches - Encomendas

8 de Março

30724

PUBLICIDADE


jornal613_01_03_2012