Page 1

3URMHFWRVHYLVWRULDVWpFQLFDV &HUWL¿FDGRV(QHUJpWLFRV

Rua Bartolomeu Dias, 44/46 3080-046 Figueira da Foz Telef./Fax: 233 422 755 Telem.: 966 289 472 964 574 498 966 289 507 (PDLOJHUDO#SURMDFSW SURMDF#OLYHFRPSW

t&OTBJPT"DÞTUJDPT t3VÓEPBNCJFOUF t1SPKFDUPTFFOTBJPT*5&% t1SPKFDUPTFDFSUJèDBÎÍPFOFSHÏUJDB t$POUBCJMJEBEF

José Júlio Pereira Cação

39161

PINTOR DE CONSTRUÇÃO CIVIL, ENVERNIZAMENTOS E LACAGENS

DIRECTOR LINO VINHAL

ESTE CADERNO FAZ PARTE INTEGRANTE DA EDIÇÃO 894 DE 05 OUTUBRO DE 2017 E NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE

BECO DA COVA, N.º 3 SANTO AMARO DA BOIÇA 3090-480 MAIORCA - FIGUEIRA DA FOZ TELEM.: 969 546 082 39001

Rua da Bela Vista - Quiaios 3080-555 Figueira da Foz | Tel: 233 910 445 Fax: 233 910 460 | Tlm: 912 043 434 | 961 014 904 (PDLOR¿FLQD#TXLFDUPRWRUVSW STAND: Tel: 233 910 445 | Fax: 233 910 460 Tlm: 961 335 366 | 961 014 904 (PDLOJHUDOTXLFDUPRWRUV#JPDLOFRP

39164

ZZZSURMDFSW

Av. do Brasil, 160 - Buarcos - Figueira da Foz - Telef.: 233 423 648

F I G U E I R A

D A

F O Z

250 maiores empresas valem 2,4 mil milhões 38945

PUBLICIDADE


II

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

05

QUARTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

No ano passado as vendas descerem 67 milhĂľes de euros

Volume de negĂłcios ĂŠ de 2,4 mil milhĂľes de euros As 250 maiores empresas do concelho da Figueira da Foz alcançaram, em 2016, um volume de negĂłcios que ascende a 2,415 mil milhĂľes de euros, um decrĂŠscimo de 67 milhĂľes de euros em relação a 2015, mas com uma queda inferior ao aumento YHULĂ€FDGRDQWHULRUPHQWH O histĂłrico indica que, hĂĄ dois anos, a facturação atingiu um total de 2,482 mil milhĂľes de euros, um acrĂŠscimo de 328 milhĂľes de euros em relação a 2014, ano em TXHVHWLQKDYHULĂ€FDGRXPD queda de 110 milhĂľes de euros relativamente a 2013 e de um milhĂŁo de euros FRPSDUDQGRFRP A listagem das 250 maiores empresas do concelho da Figueira da Foz (que publicamos nas pĂĄginas XIII, XIV e XV deste caderno) ĂŠ ordenada segundo o volume de negĂłcios e foi elaborada para o “CampeĂŁo das ProvĂ­nciasâ€? pela credenciada Informa D&B, lĂ­der no mercado de GDGRVHFRQyPLFRVĂ€QDQFHLURVHGHPDUNHWLQJ 2 GHFUpVFLPR YHULĂ€FDdo, que representa apenas 2,7 por cento do total de volume de negĂłcios, nĂŁo pĂľe em causa a grande base industrial, de comĂŠrcio e serviços que continua com solidez, na Figueira da Foz, realçando, apenas, que 2015 IRLRPHOKRUDQRGHWRGRV $ Ă€OHLUD GDV LQG~VWULDV de celulose e papeleiras continua a ocupar os primeiros quatro lugares do ranking

Florestal (ex-Silvicaima), tambĂŠm uma empresa do grupo que integra a Celbi, dedicada a sivicultura e ouWUDV DFWLYLGDGHV Ă RUHVWDLV a qual teve um volume de negĂłcios de 33 milhĂľes de euros (menos dois miOK}HV  Na quinta posição continua consolidada a Lusiaves, empresa de abate e produção de carnes de aves, sediada na Marinha das Ondas, a qual fechou 2016 com 207 milhĂľes de O grupo de empresas de papel e celulose, grandes exportadoras, euros, menos seis milhĂľes representam mais de metade do total do volume de negĂłcios do concelho GRTXHHP Esta ĂŠ, tambĂŠm, a maior das 250 maiores empresas do milhĂľes de euros de volume grupo Altri e do sector da empregadora do concelho concelho, com o conjunto de negĂłcios, mais 51 milhĂľes pasta de papel, que fechou da Figueira da Foz, com 1 do grupo Navigator (ex- GRTXHHP o ano passado com 397 037 trabalhadores no ano 5HĂ€UDVHTXHGDOLVWDJHP milhĂľes de euros de volu- transacto a uma grande -Soporcel) e do grupo Altri (Celbi) a facturaram 1,428 jĂĄ saiu a PortucelSoporcel me de negĂłcios, menos 35 distância da segunda, a mil milhĂľes de euros, menos Cogeração de Energia, si- PLOK}HVGRTXHHP Navigator Paper Figueira 46 milhĂľes do que em 2015, tuada no espaço fabril da Nesta listagem con- (ex-Soporcel), com 618 mas muito superior ao valor Soporcel, depois de, jĂĄ em WLQXD HP ž OXJDU D $OWUL WUDEDOKDGRUHV registado em 2014 (1,081 mil 2014, nĂŁo ter constado a Abastecimento de Madeira, Muito sustentĂĄvel, no PortucelSoporcel Serviços SA, de comĂŠrcio por gros- sexto lugar, ĂŠ, tambĂŠm, o PLOK}HVGHHXURV  Na liderança das empre- 3DUWLOKDGRV so de madeira em bruto desempenho da Verallia sas do concelho da Figueira e de produtos derivados, Portugal, SA (ex-Saintda Foz continua a sucessora empresa do mesmo grupo -Gobain Mondego), da Alteraçþes da Soporcel, que se designa da Celbi, que facturou 227 Fontela, de fabricação de do 7.Âş ao 10.Âş Navigator Paper Figueira, milhĂľes de euros, mais vidro de embalagens, com SA, um “giganteâ€? na fabriNa segunda posição das nove milhĂľes do que no um volume de negĂłcios cação de papel, que em 2016 maiores empresas continua DQRDQWHULRU total de 91 milhĂľes de eutotalizou Da sĂŠtima para a nona ros, semelhante ao do ano consolidada a Celulose da 472 milhĂľes de euros de Beira Industrial (Celbi), do posição desceu a Altri DQWHULRU vendas, menos 67 milhĂľes GRTXHHP COMPRAS ATRAVÉS DE TERMINAIS DE PAGAMENTO AUTOMĂ TICO POR HABITANTE (\) Mas o grupo possui, em terceiro lugar, a Navigator Pulp Figueira, SA (ex-Soporcel Pulp - Sociedade Portuguesa de Celulose), dedicada Ă fabricação de pasta de papel, a qual regista 299

FICHA TÉCNICA COORDENAĂ‡ĂƒO EDITORIAL E TEXTOS LuĂ­s Santos FOTOS JosĂŠ Santos e DR PUBLICIDADE Ivone Crespo

Fonte: INE

No sÊtimo lugar surge D SULPHLUD VXELGD HUD � em 2015), com a Sorefoz, empresa de comÊrcio por grosso de electrodomÊsticos, aparelhos de rådio e televisão, localizada no Parque Industrial, com um volume de negócios de 37 milhþes de euros, mais dois milhþes do que no ano DQWHULRU $ &RÀVD  &RQVHUYDV de Peixe da Figueira sobe ao oitavo lugar ao apresentar 36 milhþes de euros, mais cinco milhþes do que em 2015, ano em que estava no ~OWLPROXJDUGRœWRS¡( um dos destaques Ê, tambÊm, a empresa que surge QD�SRVLomR HVWDYDHP žHP D0LFURSOiVticos, com instalaçþes na Cova da Serpe, Quiaios, de fabrico e comercialização de plåsticos tÊcnicos industriais, que no ano passado teve 32 milhþes de euros de volume de negócios, mais dois milhþes do que QRDQWHULRU Na casa das duas dezenas de milhþes de euros de volume de negócios estå a 3ODVÀO VHGLDGD QR 3DUTXH Industrial, com vendas na ordem dos 29 milhþes, e a Canas - Engenharia e Construção, sediada no Paião, que facturou 26 milhþes HP Com uma facturação ainda na dezena de milhþes de euros temos a Gåsprocar – ComÊrcio de Combustíveis, a Sociedade Figueira-Praia que tem o Casino, a Speciality Minerals, a Nova Figueiradis, a Empresa Figueirense de Pesca, a à guas da Figueira, a Ernesto MorJDGRHD&OLSHUFHUkPLFD

geral@expcrescente.pt (+351) 966 934 399 (+351) 233 431 085

Agora com novas instalaçþes para construçþes metålicas na Estrada Nacional 109, n.º 414 Pedros - Bom Sucesso

Quinta da FĂ´ja - Santana - 3090-480 Figueira da Foz Telef.: 233 930 114 - Fax: 233 930 124

CAVALEIRO & C.ÂŞ LDA. Construção Civil e Obras PĂşblicas /DUJR3HUHLUDGRV6DQWRV‡)LJXHLUDGD)R] 7HOHIRQH‡)D[‡(PDLOJHUDO#FDYDOHLUROGDFRP

39002

Rua da RepĂşblica, n.Âş 131 2.Âş Esq. - Sala 37 3080-036 Figueira da Foz Portugal

SOCIEDADE AGR�COLA DA QUINTA DE FÔJA, SA

39010

39007

PUBLICIDADE


05

QUARTA-FEIRA

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

III

www.campeaoprovincias.pt

Abaixo de um milhĂŁo de euros estĂŁo 116 e 135 acima dessa fasquia

Mais de metade das empresas factura milhĂľes

A primeira unidade hoteleira do ranking ĂŠ o Hotel OĂĄsis Plaza, com 3,4 milhĂľes de euros

AtÊ cinco milhþes de euros de volume de negócios temos empresas bem conhecidas como a Pelichos, de transportes rodoviårios, a Superfoz Supermercados, a Centro-Cerro, de construção civil e obras públicas, a Maltha Grass Recycling Portugal, a Helenos, Distrilavos, Litofish, a DSP - Distribuição de Sportswear promovional, a AVM Costa - ComÊrcio de Combustíveis e Pneus e a JPT2 - Construção e Prestação de Serviços. Na casa dos cinco milhþes surgem a Operfoz - Operadores do Porto da Figueira da Foz, a Caldeira & Caldeira, os Transportes Mariano, a Transactos, Logística e a Lubabiológica - Laboratório CosmÊtica. Nos quatro milhþes temos oito empresas, o mesmo número que estå na facturação de três milhþes de euros, onde surge a primeira unidade hoteleira (Oasis), enquanto que nos dois milhþes estão 15 empresas, desde a Maquitudo - Sociedade de Måquinas e Ferramentas, passando pela Somisis, duas farmåcias, a Briosa Conservas de Pescado, atÊ ao Sabir HotÊis.

Marinha das Ondas e de transportes rodoviĂĄrios (1,9 milhĂľes) e a acabar na Habitafoz - Sociedade de

Construção, do Copeiro, Paião. A primeira empresa a ter um volume de negó-

cios abaixo de um milhĂŁo de euros (993 618 euros) ĂŠ a Wert Auto, uma sociedade unipessoal localizada

em Brenha e de comĂŠrcio de veĂ­culos automĂłveis, na 136.ÂŞ posição do ranking, enquanto a empresa que fecha esta listagem, com 441 811 euros ĂŠ a SociedaGHGH3HVFD%HQĂ€FDFRP sede em Buarcos. É tambĂŠm de assinalar que existe nesta listagem a entrada de 44 empresas (mais 10 do que em 2015), as quais podem ter iniciado a actividade, atingindo o ‘top’ 250, ou mudado a sede social para o concelho. A maioria das empresas que entraram no ranking, pelo volume de facturação, estĂŁo nas posiçþes mais baixas, sendo dos ramos da panificação, pastelaria, hotelaria, restauração, fabricação de produtos em metal, comĂŠrcio de electrodomĂŠsticos, cultura de arroz, entre outros.

Pela primeira vez surge uma empresa de construção naval, em 23.º lugar, com 9,7 milhþes de euros de volume de vendas PUBLICIDADE

Um milhĂŁo para 66

No total, dentro de um milhão de euros de volume de negócios existem 66 empresas, mais quatro do que em 2015, a começar na Gil & Pedrosa, da

38944

No concelho da Figueira da Foz sĂŁo 135 as empresas que, em 2016, facturaram desde a centena atĂŠ Ă uma unidade de milhĂľes de euros, o que representa uma estabilização em relação a 2015, mas continua a representar mais de metade das 250 maiores empresas sediadas no municĂ­pio. Com um volume de vendas nos trĂŞs dĂ­gitos (desde os 472 atĂŠ aos 207 milhĂľes), existem cinco empresas, apenas com a Lusiaves a intrometer-se entre as celuloses e de papel. HĂĄ 16 empresas com uma facturação na casa da dezena de milhĂľes de euros, com um grande salto entre o 5.Âş lugar (Lusiaves), com 207 milhĂľes de euros, e o 6.Âş lugar (Verallia), com 91 milhĂľes de euros, atĂŠ terminar na Cliper Cerâmica, com 10 milhĂľes de euros. Entre nove milhĂľes e um milhĂŁo de euros de vendas sĂŁo 114 as empresas constantes na tabela referente ao ano de 2016, igual nĂşmero em relação Ă  listagem de 2015. A partir da posição 22 temos a Lusifrota - Transportes, com 9,8 milhĂľes de euros e a Atlanticeagle Shipbuilding, em 23.Âş lugar (9,7 milhĂľes), que surge pela primeira vez no ranking das maiores empresas da Figueira da Foz. Honrando o capital tĂŠcnico e humano herdado dos Estaleiros Navais do Mondego, a Atlanticeagle Shipbuilding assume-se como um operador inovador, competitivo, explorador e de olhos postos no futuro, querendo manter uma posição sĂłlida no mercado de navios de grande incorporação tecnolĂłgica. A empresa refere que “garante a excelĂŞncia no desenvolvimento de soluçþes na construção e reparação navalâ€?, querendo ser “uma estrutura empresarial de referĂŞncia em excelĂŞncia na gestĂŁo de estaleiros de construção e reparação naval no espaço dos paĂ­ses membros da Comunidade dos PaĂ­ses de LĂ­ngua Portuguesa (CPLP)â€?, assim como “estando prĂłximos de cada parceiro, em qualquer parte do mundoâ€?.


IV

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

05

QUARTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEรƒO DAS PROVรNCIAS

Associaรงรฃo Comercial e Industrial

$&,))WHP&HQWUR4XDOLร€FD para aprendizagem e competรชncias Entre Outubro de 2017 e Setembro de 2018, R&HQWUR4XDOLร€FDGD$VVRFLDomR &RPHUFLDO H ,QGXVWULDOGD)LJXHLUDGD)R] $&,))  WHP D DPELomR GH LQVFUHYHU  MRYHQV H DGXOWRV TXH SUHWHQGDP YHU UHFRQKHFLGDV DV VXDV DSUHQGL]DJ HQV H FRPSHWrQFLDV DGTXLULGDV DR ORQJRGRVHXSHUFXUVRGH YLGDSHVVRDOHSURร€VVLRQDO 'HVGH ร€QDO GH  FRPDH[WLQomRGRV&HQWURV1RYDV2SRUWXQLGDGHV &12 TXHDHGXFDomRGH DGXOWRV HP 3RUWXJDO HUD TXDVHQXOD 2V &4(3  &HQWURV SDUDD4XDOLร€FDomRH(QVLQR 3URร€VVLRQDO VXUJHP ORJ R QR DQR VHJXLQWH FROPDWDQGRXPDUHVSRVWD ยดWHyULFDยต D HVWD QHFHVVLGDGH PDV XPD YH] TXH QmR VHQGR ILQDQFLDGRV WLYHUDP XPD DFWLYLGDGH SUDWLFDPHQWHQXOD $ SRSXODomR SRUWXJXHVDFRQWLQXDDDSUHVHQWDU XP H[SUHVVLYR Gpร€FH GHTXDOLร€FDomRTXHFRQGLFLRQD R GHVHQYROYLPHQWR GR SDtV 'H DFRUGR FRP RV GDGRV GR (XURVWDW  PDLVGHPHWDGHGD SRSXODomR HQWUH RV  H RVDQRVWHPXPQtYHO GH TXDOLILFDomR LJXDO RX LQIHULRU DR HQVLQR EiVLFR ยžDQRGHHVFRODULGDGH  2 *RYHUQR HVWDEHOHFHX FRPR SULRULGDGH SROtWLFD GH kPELWR QDFLRQDO D UHYLWDOL]DomR GD HGXFDomR H IRUPDomR GH DGXOWRV HQTXDQWR SLODU FHQWUDOGRVLVWHPDGHTXDOLร€FDo}HV DVVHJXUDQGR D FRQWLQXLGDGHGDVSROtWLFDV GHDSUHQGL]DJHPDRORQJR GD YLGD H D SHUPDQHQWH PHOKRULDGDTXDOLGDGHGRV SURFHVVRVHUHVXOWDGRVGH DSUHQGL]DJHP &RP R REMHFWLYR GH UHODQoDUHVWDSULRULGDGHR *RYHUQRFULRXR3URJUDPD4XDOLร€FDTXHVHFRQV-

A ACIFF jรก tem a funcionar, nas suas instalaรงรตes, o Centro Qualifica

WLWXLFRPRXPDHVWUDWpJLD LQWHJUDGD GH IRUPDomR H TXDOLร€FDomRGHDGXOWRV 8P GRV SRQWRV GLIHUHQFLDGRUHVGR3URJUDPD 4XDOLร€FD p D DSRVWD HP SHUFXUVRV GH IRUPDomR TXH FRQGX]DP D XPD TXDOLร€FDomR HIHFWLYD SRU RSRVLomRDXPDIRUPDomR DYXOVD FRP IUDFR YDORU DFUHVFHQWDGRGRSRQWRGH YLVWDGDTXDOLร€FDomRHGD PHOKRULD GD HPSUHJDELOLGDGHGRVDGXOWRV (P PHDGRV GH  R SULPHLURPLQLVWUR $QWyQLR &RVWD DSUHVHQWRX R GHQRPLQDGR 3URJUDPD 4XDOLร€FD Mi DFRPSDQKDGRGHXPLQVWUXPHQWRGH ILQDQFLDPHQWR H GRWDGR GHFDSDFLGDGHWpFQLFDSDUD UHVSRQGHU j ODFXQD GD HGXFDomR H IRUPDomR GH DGXOWRVQRQRVVRSDtV 23URJUDPD4XDOLร€FD YLVDUHDSUR[LPDU3RUWXJDO GDVPHWDVGHFRQYHUJrQFLD HP PDWpULD GH DSUHQGL]DJHP DR ORQJR GD YLGD FRP D PpGLD GRV SDtVHV GD 8QLmR (XURSHLD GDQGR XP QRYR LPSXOVR j PRELOL]DomRGDSRSXODomR

DGXOWDQDSURFXUDGHTXDOLร€FDo}HV $ GRWDomR LQGLFDWLYD GH)XQGR6RFLDO(XURSHX )6(  D DORFDU DR 3URJUDPD p GH  PLOK}HV GH HXURV SDUD DSRLDU R ILQDQFLDPHQWR GH FHUFD GH  &HQWURV 4XDOLร€FD DQtYHOQDFLRQDO (VWD LQLFLDWLYD SUHVVXS}H FRPR SULRULGDGH D PHOKRULD GD LJXDOGDGH GH DFHVVR j DSUHQGL]DJHP DR ORQJRGDYLGDSDUDWRGDVDV IDL[DVHWiULDVHPFRQWH[WRV IRUPDLV QmR IRUPDLV H LQIRUPDLV DFWXDOL]DomR GR FRQKHFLPHQWRGDVDSWLG}HV HGDVFRPSHWrQFLDVGRVWUDEDOKDGRUHVHSURPRomRGH SHUFXUVRVGHDSUHQGL]DJHP IOH[tYHLV QRPHDGDPHQWH DWUDYpVGDRULHQWDomRSURร€VVLRQDOHGDYDOLGDomRGDV FRPSHWrQFLDVDGTXLULGDV

D HPSUHJDELOLGDGH GRV DFWLYRV GRWDQGRRV GH FRPSHWrQFLDVDMXVWDGDVjV QHFHVVLGDGHVGRPHUFDGR GHWUDEDOKR  5HGX]LU VLJQLILFDWLYDPHQWH DV WD[DV GH DQDOIDEHWLVPR OLWHUDO H IXQFLRQDO FRPEDWHQGR LJXDOPHQWH R VHPLDQDOIDEHWLVPRHLOHWULVPR  9DORUL]DU R VLVWHPD SURPRYHQGR XP PDLRU LQYHVWLPHQWR GRV MRYHQV DGXOWRV HP SHUFXUVRV GH HGXFDomRHIRUPDomR &RUULJLURDWUDVRHVWUXWXUDO GR SDtV HP PDWpULD GH HVFRODUL]DomR QR VHQWLGR GH XPD PDLRU FRQYHUJrQFLDFRPDUHDOLGDGHHXURSHLD $GHTXDUDRIHUWDHD UHGH IRUPDWLYD jV QHFHVVLGDGHV GR PHUFDGR GH WUDEDOKR H DRV PRGHORV GH GHVHQYROYLPHQWR QDFLRQDLVHUHJLRQDLV

omR H H[FHSFLRQDOPHQWH DMRYHQVHQWUHRVHRV DQRVTXHQmRVHHQFRQWUHPDIUHTXHQWDUPRGDOLGDGHVGHHGXFDomRRXGH IRUPDomR SURILVVLRQDO H TXHQmRHVWHMDPLQVHULGRV QRPHUFDGRGHWUDEDOKR 2&HQWUR4XDOLร€FDGD $VVRFLDomR &RPHUFLDO H ,QGXVWULDO GD )LJXHLUD GD )R] IRL FULDGR SHOR 'HVSDFKR Qยž  GH  GH $JRVWR DSyV XPD H[DXVWLYD H IRUWHPHQWH FRQFRUULGDIDVHGHFDQGLGDWXUDV $ $JrQFLD 1DFLRQDO SDUDD4XDOLร€FDomRH(QVLQR3URร€VVLRQDO $14(3  DFUHGLWRX TXH R SURMHFWR GD $&,)) LUi DWUDYpV GH XPD HTXLSD H[SHULHQWH MRYHP H GLQkPLFD FRQWULEXLU SDUD XPD PHOKRU TXDOLร€FDomRHFRQVHTXHQWH PHOKRU HPSUHJR QD UHJLmR Os objectivos Entre Outubro de 2017 e Setembro de 2018 (VWH SURJUDPD SUROs destinatรกrios R &HQWUR 4XDOLILFD GD FXUD FRQFUHWL]DU HVVHQFLDOPHQWH RV VHJXLQWHV 2SURJUDPDpGLULJLGR $&,)) WHP D DPELomR REMHFWLYRV DDGXOWRVFRPLGDGHLJXDO GH LQVFUHYHU  MRYHQV  $XPHQWDU RV QtYHLV RXVXSHULRUDDQRVTXH H DGXOWRV TXH SUHWHQGDP GHTXDOLร€FDomRHPHOKRUDU SURFXUHP XPD TXDOLร€FD- YHU UHFRQKHFLGDV DV VXDV

DSUHQGL]DJ HQV H FRPSHWrQFLDV DGTXLULGDV DR ORQJRGRVHXSHUFXUVRGH YLGDSHVVRDOHSURร€VVLRQDO $Wp  SUHWHQGHVH R FXPSULPHQWR GDV VHJXLQWHVPHWDV *DUDQWLUTXHSRU FHQWRGDSRSXODomRDFWLYD FRQFOXL R HQVLQR VHFXQGiULR DOFDQoDUXPDWD[DGH SDUWLFLSDomR GH DGXOWRV HP DFWLYLGDGHV GH DSUHQGL]DJHPDRORQJRGDYLGD GHSRUFHQWRDODUJDGD SDUD  SRU FHQWR HP   &RQWULEXLU SDUD TXH WHQKDPRV  SRU FHQWR GHGLSORPDGRVGRHQVLQR VXSHULRU QD IDL[D HWiULD GRVDQRV 2&HQWUR4XDOLร€FDGD $&,))LQLFLRXDDFWLYLGDGH QD SDVVDGD VHJXQGDIHLUD  GH 2XWXEUR  QD UHJLmR GH &RLPEUD LQFLGLQGR QDV ]RQDV JHRJUiILFDV FRP PDLRUHV QHFHVVLGDGHV ยด&RQWDUHPRVFRPWRGRVRVQRVVRVDVVRFLDGRV SDUFHLURVHWRGDDFRPXQLGDGHSDUDยถDSURYHLWDUยทGD PHOKRUIRUPDHVWDLQLFLDWLYDHDWtWXORLQWHLUDPHQWH JUDWXLWRYHUHPUHFRQKHFLGDVDVFDSDFLGDGHVHDSWLG}HVDSUHQGLGDVDRORQJR GDYLGDSHODSRSXODomRHP JHUDOยตUHIHUHD$&,)) 2 &HQWUR 4XDOLILFD GD $&,)) IXQFLRQD QDV LQVWDODo}HVGD$VVRFLDomR &RPHUFLDO H ,QGXVWULDO GD )LJXHLUD GD )R] QR ODUJR GR 3URIHVVRU 9tWRU *XHUUD Qยž  QR FHQWUR GDFLGDGH 0DLV LQIRUPDo}HV H LQVFULo}HV SRGHUmR VHU REWLGDV QR ORFDO QR VLWH GD $&,)) KWWSZZZ DFLIISW  QD SiJLQD GH IDFHERRN&HQWUR4XDOLร€FDGD$&,))RXDWUDYpV GRV FRQWDFWRV   HGRHPDLOTXDOLร€FD# DFLIISW

Sede: Castanheiro | 233 929 377 Filial 1: Figueira da Foz | 233 412 377 Filial 2: Figueira da Foz | 233 426 711 Filial 3: Cantanhede | 231 411 928

www.maquitudo.pt

VISITE-NOS!

39037

Avenida do Brasil, nยบ12 - Praia de Buarcos - 3080-323 Buarcos - Figueira da Foz Contactos: geral@restaurante-paquete.com Tel: 233 418 488 - Site: www.restaurante-paquete.com

39048

PUBLICIDADE


05

QUARTA-FEIRA

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

V

www.campeaoprovincias.pt

9ROXPHYHULĂ€FDGRHQWUH-DQHLURH-XOKR

3RUWRĂ€JXHLUHQVHHQWUHRVTXHUHJLVWDUDP XPWUiIHJRPDLVHOHYDGR

O volume de trĂĄfego portuĂĄrio nos portos comerciais do continente atingiu entre Janeiro e Julho o valor mais elevado de sempre, chegando Ă s 57 milhĂľes de toneladas, mais 7,1 por cento do que em igual perĂ­odo de 2016. Segundo o relatĂłrio da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), esta marca foi atingida nos portos de LeixĂľes, Aveiro, Figueira da Foz e Sines. “Sendo o desempenho do sistema portuĂĄrio, o resultado da conjunção do comportamento distinto dos vĂĄrios portos e do confronto de variaçþes positivas e variaçþes negativas, ĂŠ importante sublinhar que no perĂ­odo em anĂĄlise as cerca de 3,8 milhĂľes de toneladas movimentadas a mais do que no perĂ­odo homĂłlogo de 2016, resultaram de variaçþes positivas dos portos de LeixĂľes (7,4 por cento), Aveiro (21,8 por cento), Figueira da Foz (6,4 por cento), Lisboa (26,8 por cento) e Sines (5,1 por cento)â€?, refere. Estas subidas, continua, “anularam as variaçþes negativas registadas em Viana do Castelo (-4,9 por cento), SetĂşbal (-10,3 por cento) e Faro (-64,9 por cento)â€?. Dos contributos mais importantes para se atingir o volume de carga apurado neste perĂ­odo, o relatĂłrio da AMT destaca o do porto de Lisboa, que para alĂŠm da variação percentual de 26,8 por cento, tambĂŠm em valor absoluto regista o acrĂŠscimo mais elevado, com cerca de 1,5 milhĂľes

de toneladas, a par de Sines que registou igualmente um acrÊscimo de 1,5 milhþes de toneladas (mas inferior a Lisboa em duas mil toneladas). Para explicar a variação global importa ainda referir o acrÊscimo de 774 200 toneladas observado em Leixþes, de 552 300 toneladas registado em Aveiro e 74 700 toneladas na Figueira da Foz. Jå a variação negativa com maior expressão ocorreu no porto de Setúbal, que movimentou menos 470 000 toneladas do que período homólogo de 2016. A AMT recorda, no entanto, que o comportamento do porto de Lisboa Ê condicionado pela dimiQXLomRGHWUiIHJRYHULÀFDGD em 2016, nomeadamente por efeito das greves dos trabalhadores portuårios, que induzirå um efeito de crescimento do tråfego de 2017. O comportamento do porto de Sines Ê tambÊm condicionado pelo acrÊscimo extraordinårio de tråfego em 2016 por efeito da operação de transbordo de petróleo bruto com destino a Leixþes, que constituirå uma barreira ao seu crescimento durante o ano de 2017, sinaliza.

irregularidade e níveis baixos de utilização do porto, acrescenta. A liderança do porto de Sines mantém-se com uma quota de 52,9 por cento do total da carga movimentada, inferior em um ponto percentual à que detinha no período homólogo de 2016. Seguem-se Leixões com uma quota de 19,7 por cento, Lisboa com 12,2 por cento, recuperando 1,9 pontos percentuais, e Setúbal, com uma quota de  SRU FHQWR UHà HFWLQGR um recuo de 1,4 pontos percentuais, face ao período homólogo de 2016. Em relação ao movimento de navios nas várias tipologias, incluindo os navios de cruzeiro, observado nos portos comerciais do continente, a AMT diz que se caracteriza por 6 417 escalas de navios, que representaram uma arqueação bruta (GT) de cerca de 118,7 milhões, valores estes

O porto da Figueira da Foz teve um acrĂŠscimo de 74 700 toneladas

que representam, respectivamente, acrĂŠscimos de 2,3 por cento e de 6,6 por cento, face aos registados

no perĂ­odo homĂłlogo de 2016. “O volume de GT constitui o valor mais eleva-

EXPORTAÇÕES (\) DE BENS COMÉRCIO INTRA-UE

Arqueação bruta

2SRUWRGH)DURUHĂ HFte os efeitos da suspensĂŁo da actividade da Cimpor em Junho de 2016, tendo a sua retoma, que foi iniciada em Dezembro, vindo a concretizar-se com muita

Fonte: INE

do de sempre registado nos períodos homólogos, por efeito de idêntica circunsWkQFLDYHULÀFDGDQRVSRUWRV de Aveiro, Figueira da Foz e Setúbal, após acrÊscimos de 22,3 por cento, 10,4 por cento e 27 por cento, respectivamente�, refere. Sublinha-se o facto de todos os portos, com excepção de Sines e Faro, terem registado acrÊscimos no volume de GT dos navios que os escalaram, sendo que relativamente ao número de escalas efectuadas se constata ter havido quebras nos portos de Douro e Leixþes (-2,8 por cento), Setúbal (-0,9 por cento), Sines (-7,8 por cento) e Faro (-58,1 por cento).

PUBLICIDADE

A sua SEGURANÇA Ê a nossa principal Missão. Conquistar a sua CONFIANÇA Ê a nossa maior Ambição. 2014 - 1.º PrÊmio de Gestão Patrimonial de Infraestruturas - ERSAR

- 1.º Atribuição do Selo de Qualidade do Serviço de Abastecimento Público de à gua - ERSAR

38932

- 2.º Ano consecutivo de atribuição do Selo de Qualidade Exemplar da à gua para Consumo Humano – ERSAR


VI

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

05

QUARTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Modernização para atrair o consumidor

ComĂŠrcio (in) Figueira quer dinamizar a “Baixaâ€? A Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz (ACIFF) e 13 empresas aderentes com estabelecimentos abertos nas principais artĂŠrias da “Baixaâ€? da cidade, encontram-se a desenvolver um projecto conjunto - “ComĂŠrcio (IN) Figueiraâ€? - de apoio Ă modernização do comĂŠrcio (CoPpUFLR ,QYHVWH  Ă€QDQFLDGR pelo IAPMEI e MinistĂŠrio da Economia. O objectivo deste projecto conjunto passa pela modernização da oferta comercial, aumento da atractividade dos espaços e proximidade com o consumidor, complementadas por um programa de acçþes de promoção e dinamização conjunta do centro urbano. Desta forma, pretende-se contribuir para o aumento do volume das vendas e, simultaneamente, estimular a dinâmica econĂłmica da cidade.

Pretende-se dinamizar e promover o centro urbano da cidade

No âmbito do programa de acçþes de promoção e dinamização conjunta do centro urbano, a ACIFF disponibilizou Ă cidade dois ‘mupis’ interactivos, que se encontram junto Ă  Torre do RelĂłgio e ao Jardim Municipal da Figueira da Foz.

O TOMI Ê um equipamento (mupi) interactivo que disponibiliza informação sobre a cidade da Figueira da Foz, com especial enfoque no centro urbano. Dotado das mais evoluídas tecnologias, o TOMI presta informaçþes úteis, seguindo

um critĂŠrio de proximidade, privilegiando as opçþes que o utilizador tem mais perto de si e em total integração com o telemĂłvel/smartphone. Os ‘mupis’ tĂŞm vĂĄrias valĂŞncias, contando-se entre elas as ĂĄreas de notĂ­cias, agenda, directĂłrio e trans-

portes, mais foto. O directório disponibiliza aos utilizadores da plataforma informação sobre a cidade e os seus pontos de interesse, consoante a localização, a par de informaçþes de onde dormir, comer, utilitårios, entre outros. A secção de notícias inclui informaçþes locais sobre a cidade, enquanto a secção de agenda reúne os principais eventos culturais, desportivos, entre outros, que estejam a acontecer na cidade. A årea de transportes tem como

objectivo indicar os melhores itinerĂĄrios, com os ‘mupis’ a permitirem, tambĂŠm, aos seus utilizadores tirar uma foto no momento e partilhĂĄ-la de imediato seja via email ou smartphone. No âmbito das acçþes de promoção do comĂŠrcio da Figueira fez-se o ‘upgrade’ do site ComercioFigueira e a sua transformação num portal do comĂŠrcio, com ligação Ă s redes sociais, bem como a colocação de meios de promoção estĂĄticos e permanentes.

Novo equipamento

Apoios ajudam Hospital a moderniza-se O Hospital Distrital da Figueira da Foz (HDFF) dispþe de um equipamento para arrefecimento/refrigeração do couro cabeludo, que irå minorar os efeitos nocivos da quimioterapia sobre o cabelo, impedindo, ou diminuindo, a sua queda. O equipamento foi utilizado pela primeira vez por uma doente da unidade do Hospital de Dia, a 19 de Setembro, e Ê fruto da agregação da vontade e do grande altruísmo de muitos que dedicada e generosamente colaboraram

nas actividades promovidas pelo projecto “Renascerâ€?. A concretização decorre apĂłs cerca de dois anos da realização da primeira gala do projecto “Renascerâ€? (18/10/2015) e um ano da segunda gala (29 e 30/10/2016), espectĂĄculos que ocorreram no salĂŁo de festas do Casino da Figueira da Foz por autoria e iniciativa da Tânia Carvalho, em parceria com a Liga dos Amigos do Hospital Distrital da Figueira da Foz. A iniciativa visou a angariação de receitas para

O projecto “Renascer� foi concretizado

aquisição de equipamento entes do foro oncológico, HVSHFtÀFRSDUDDSUHYHQomR que sejam submetidos a da queda do cabelo em do- terapêutica por quimiotera-

pia, e foi possível, recentemente, materializar o sonho de Tânia Carvalho, tambÊm

ela doente oncológica e que hoje se encontra bem. Numa singela cerimónia, o Conselho de Administração do HDFF aproveitou para, mais uma vez, agradecer a Tânia Carvalho, à Direcção da Liga dos Amigos e à equipa da unidade do Hospital de Dia, assim como a todos os intervenientes que, de alguma forma, contribuíram para esta aquisição, enaltecendo, em especial, a grande força anímica, coragem e determinação da principal promotora.

PUBLICIDADE

38931

ZZZIDFKDLPSHUFRP‡T 233 435 271

39031

‡5HFXSHUDomRGH(GLItFLRV‡5HPRomRGHDPLDQWR‡5HDELOLWDomRGHFREHUWXUDV‡,PSHUPHDELOL]Do}HV‡,VRODPHQWRWpUPLFR


05

QUARTA-FEIRA

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

VII

www.campeaoprovincias.pt

Serviço gratuito e com acompanhamento personalizado

Câmara tem gabinete de apoio ao investidor De forma a contribuir para a dinamização de um desenvolvimento económico sustentado do concelho, a Câmara Municipal da Figueira da Foz tem o Gabinete de Apoio ao Investidor (GAI), um serviço gratuito e de acompanhamento personalizado, que visa prestar informação e apoio a todos os munícipes, investidores ou empresårios, nas mais diversas åreas de intervenção. O GAI visa orientar e apoiar o investidor/empresårio no cumprimento de exigências legais inerentes à actividade, bem como apoiar a criação de empresas, constituição e acompanhamento no âmbito da localização industrial e respectivo licenciamento. Tem, ainda, como obMHFWLYRVLPSOLFDUHDJLOL]DU os processos de investimento facilitando o contacto junto dos serviços municipalizados de todo e qualquer investidor/empresårio, que pretenda investir no concelho. Prestar assistência tÊcnica nos processos de licenciamento industrial (Balcão do Empreendedor), prestar informaçþes e aconselhamento sobre os

A Figueira da Foz tem vias rodoviĂĄrias, ferroviĂĄrias e marĂ­timas

sistemas de incentivos em vigor, bem como prazos e procedimentos legais a seguir para a formulação de candidaturas, de âmbito comunitårio, nacional e municipal, são outras das atribuiçþes do GAI. O gabinete presta tambÊm informação relativa à legislação de enquadramento das actividades empresariais e industriais, todas as informaçþes relativas aos parques industriais do concelho, assim como informação e aconselhamento das missþes empresariais e

acçþes de apoio Ă internacionalização das empresas. O Gabinete de Apoio ao Investidor faz a promoção de iniciativas que visem a criação de eventos que contribuam para a dinamização do tecido empresarial e industrial do concelho, tal com0o divulga de toda a informação a nĂ­vel do desenvolvimento econĂłmico previsto no concelho da Figueira da Foz, atravĂŠs do Boletim do Investidor. “Este GAI tem a QDOLGDGHGHLPSXOVLRQDUD inovação, o empreendedo-

rismo e a competitividade empresarial e industrial ao nível local�, refere a Câmara Municipal. Óptima localização

A cidade da Figueira da Foz dista cerca de 180 quilĂłmetros de Lisboa, 120 quilĂłmetros do Porto e 40 quilĂłmetros de Coimbra,

tendo características que constituem uma vantagem competitiva em relação a outros locais do país. A sua FHQWUDOLGDGHJHRJUiÀFDHD complementaridade de tråfegos, com as vias de distribuição rodoviårias, marítimas e ferroviårias, são um valor de localização pouco comum. Com um vasto leque de a c t iv i d a d e s e c o n ó m i cas e oportunidades de investimento, a Figueira da Foz apresenta-se como um local extremamente atractivo para futuros investidores que ambicionem implementar o seu negócio, num concelho com um tecido industrial/comerc i a l b a s t a n t e d ive rso. Por um lado, o concelho dispþe de uma zona industrial localizada na freguesia de São Pedro, constituída por 126 hectares e dotada de todas as infraestruturas necessårias para o estabelecimento de novos planos de negócio, nomeadamente gås natural, redes de pre-

venção de incĂŞndios. Por outro, a existĂŞncia de vĂĄrios epicentros de comĂŠrcio com localização estratĂŠgica e os centros comerciais localizados na periferia da cidade. “A estratĂŠgia para um bom negĂłcio ĂŠ captar a necessidade antes mesmo de se tornar Ăłbvia, convertendo assim o factor novidade num ponto fulcral de sucesso. AtravĂŠs de estratĂŠgias individuais e com o apoio incondicional do MunicĂ­pio, da cidade e de todos os organismos que a representam fomentamos a modernização e competitividade do nosso tecido empresarial, como factor de promoção da qualidade de vida das pessoasâ€?, refere a Câmara. “Ciente das crescentes responsabilidades a nĂ­vel cĂ­vico, a Figueira da Foz promove um desenvolvimento sustentĂĄvel de todas as suas actividades, de forma a potenciar todas as suas valĂŞnciasâ€?, acrescenta a autarquia.

PUBLICIDADE

Protocolo para aproveitar potencialidades

Cooperação com Coimbra na cultura e na ciência

Carlota SimĂľes, directora do Museu da CiĂŞncia da UC

Esta relação poderå ser feita, nomeadamente, atravÊs da promoção da investigação, preservação e divulgação do património FLHQWtÀFRGDVGXDVLQVWLWXLçþes, da realização regular de iniciativas que visem a troca de experiências e conhecimentos tÊcnicos e a formação de pessoal ligado à gestão e manutenção das colecçþes. Faz, ainda, parte do protocolo a partilha de co-

nhecimentos e realização de intercâmbios, a colaboração na realização de programas de estudo de instrumentos científicos, a cooperação em programas de formação de recursos humanos, a colaboração na realização de exposiçþes e de programas GHFXOWXUDFLHQWtÀFDDVVLP como actividades educativas realizadas no âmbito do projecto Noite Europeia dos Investigadores, entre outras iniciativas.

38934

No salão nobre dos Paços do Concelho realizou-se, no passado dia 28 de Setembro, a assinatura de um protocolo de cooperação entre o Município da Figueira da Foz e o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC). O protocolo foi assinado pela directora do Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, Carlota Simþes, e o vice-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, António Tavares. Este relacionamento visa assegurar condiçþes para o aproveitamento recíproco das potencialidades de colaboração entre o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra e o Museu Municipal Santos Rocha, o Núcleo Museológico do Mar e o Núcleo Museológico do Sal.


250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

VIII

05

QUARTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Cidade marcada pela indĂşstria e pelo mar

Uma luta contra a sazonalidade do turismo

A Figueira da Foz, segunda cidade do distrito de Coimbra, ĂŠ tambĂŠm sede de um dos principais destinos turĂ­sticos da regiĂŁo Centro do paĂ­s. Outrora apelidada de “rainha das praias de Portugalâ€?, situada na foz do rio Mondego, a Figueira da Foz luta contra a sazonalidade

do turismo, actividade ainda concentrada nos meses de Julho e Agosto. O sector turístico, em tempos principal motor da economia local, encontra, actualmente, paralelo na indústria de celulose e pasta do papel e nas actividades sustentadas na pesca, na extracção de sal e no porto comercial.

População

60 186

SuperfĂ­cie Km2

379

Alojamentos Familiares

43 798

Pensionistas Seg.Social

18 810

Densidade populacional

159,7

N.Âş habitantes por mĂŠdico

200

NÂş eleitores

57 139

N.Âş Desempregados

3 082

DependĂŞncia idosos

38,4

Jå os estaleiros navais da Figueira, que jå foram um sector com peso na economia do concelho, estão neste momento num processo de relançamento, após a reactivação em 2012. A cidade, que detÊm o maior areal urbano e o casino mais antigo de toda a Península IbÊrica, Ê habitual segunda residência, nos meses de Verão, não só de inúmeros espanhóis como de veraneantes oriundos das zonas de Coimbra e Viseu. No concelho, o terceiro mais extenso, em årea, do distrito de Coimbra, predominam (fora da årea urbana) actividades ligadas j DJULFXOWXUD H j à RUHVWD em terrenos que bordejam os rios Mondego e Pranto, mas tambÊm nas zonas das matas nacionais de Quiaios, a norte, e de Lavos e Leirosa, a sul. 2SDUTXHà RUHVWDO0Dnuel Alberto Rei, situado no planalto da Serra da Boa Viagem, 261 metros acima do nível do mar no

Os meses de Julho e Agosto sĂŁo os mais fortes no turismo

seu ponto mais alto, foi durante muitos anos um dos ex-líbris do município, antes de ser quase completamente destruído por dois incêndios, em 1993 e 2005, e pelo temporal de Janeiro de 2013, que ali deixou um rasto de destruição. $RHVWHGRSDUTXHà R-

restal, nas encostas viradas ao mar, situa-se o geomonumento do Cabo Mondego que integra formaçþes rochosas do período Juråssico. Na årea cultural, o município da Figueira da Foz viu ser reactivado o festival de cinema da cidade e, em

2013, recebeu o festival de mĂşsica eletrĂłnica RFM Somnii - apelidado de “o maior ‘sunset’ de sempreâ€?. Se no primeiro ano a organização esperava 25 000 pessoas, em 2016 registou cerca de 100 000 no maior areal do paĂ­s para a festa de trĂŞs dias.

PUBLICIDADE

PatrimĂłnio do concelho

Cabo Mondego tem geoparque jurĂĄssico

38925

O Município da Figueira da Foz promoveu, no dia 24 de Setembro, um domingo, no âmbito das Jornadas Europeias do Património, uma visita a dois locais de interesse histórico e patrimonial do concelho. As visitam incluíram o Cabo Mondego, monumento natural desde 2007, que constitui um dos testemunhos mais importantes para a compreensão

da histĂłria geolĂłgica de Portugal, e o Castro de Santa Olaia e Monte do Ferrestelo. A visita reuniu cerca de 40 participantes e foi realizada (ao Cabo Mondego) pelo geĂłlogo Jorge Carvalho e pelo arquitecto SebastiĂŁo GoulĂŁo, tĂŠcnicos integrados na equipa do Geoparque JurĂĄsssico da Figueira da Foz, e (ao Castro de Santa Olaia) pela arqueĂłloga Ana Ferreira,

tÊcnica do Museu Municipal Santos Rocha. O objectivo foi chamar a atenção para a relação que existente entre a natureza e o património e como HVWDUHODomRVHUHà HFWHQD gÊnese do nosso território. O Município irå, a curto prazo, e no âmbito da candidatura da Figueira a Foz a Geoparque Juråssico, promover novas visitas ao Cabo Mondego e outros locais de interesse.

O Cabo Mondego ĂŠ monumento natural desde 2007


05

QUARTA-FEIRA

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

IX

www.campeaoprovincias.pt

Elemento importante para o empreendedorismo

Incubadora de empresas prossegue com dinamismo Criada em 2002, a Incubadora de Empresas da Figueira da Foz (IEFF) tem grande parte do seu espaço ocupado, quer por empresas físicas como virtuais, constituindo-se como um elemento extremamente importante para o sector empresarial do concelho. A IEFF tem como sócios fundadores a ACIFF - Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz; a Figueira Paraindústria - Gestão de Parques, S.A.; a Estruturas e Investimentos do Mondego, Agência de Desenvolvimento Regional, S.A.; e Casa do Paço - Serviços de Apoio Empresarial, Unipessoal, Lda. O objectivo foi, desde o início, “estimular o aparecimento de novos empreendimentos de base tecnológica, associados a sectores dinâmicos da economia”, tendo como missão “o apoio a empreendedores e/ou projectos empresariais inova-

A Incubadora tem dinamizado o tecido empresarial e fomentado novos negócios

dores proporcionando-lhes ambiente e condições apropriados para funcionamento das suas empresas”. A Incubadora está aberta 24 horas por dia e sete dias por semana, podendo as empresas ali instaladas aceder a um conjunto de serviços de apoio (não incluídos no preço do serviço de incubação), como: o apoio à constituição e legalização das empresas; a

elaboração da contabilidade e processamento de salários; formação; aconselhamento sobre os programas de incentivos mais adequados aos projectos; apoio no acesso a capital de risco (“Business Angel’s”); o apoio na elaboração de planos de negócios; o apoio na implementação e gestão de sistemas de garantia da qualidade, e o apoio na implementação e gestão de

sistemas de higiene, saúde e segurança no trabalho. Plano de negócios

A IEFF tem dinamizado inúmeras iniciativas, sendo a próxima dedicada à criação de um negócio em cinco passos, um programa estruturado de promoção do empreendedorismo e do espírito empresarial.

Este programa visa sensibilizar empreendedores para factores essenciais e os passos relevantes a seguir para a constituição de empresas, com sessões nos próximos dias 09, 10, 11, 16 e 17 de Outubro, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h00, nas instalações da IEFF Incubadora de Empresas da Figueira da Foz. O programa é composto por um ciclo sequencial de cinco ‘workshops” temáticos: Atitude empreendedora; Da ideia ao negócio; Materialização do negócio; Investimento HIRQWHVGHÀQDQFLDPHQWRH Plano de Negócios. Ontem decorreu na IEFF outra iniciativa, esta dedicada a “Novas ideias, novos negócios, que visou desenvolver atitudes empreendedoras. Foram intervenientes, na sessão de abertura, Nuno Mendonça, director executivo da IEFF, e José Couto, presidente do Conselho Empresarial do

Centro/Câmara de Comércio e Indústria do Centro. A Incubadora possui módulos, apropriados à incubação de empresas de serviços e empresas industriais, com equipamento básico para o bom funcionamento das empresas ali instaladas. Actualmente, a IEFF tem 11 empresas em incubação física e quatro em incubação virtual, com as empresas a disporem de mobiliário, linha telefónica e acesso à Internet, além de outros serviços prestados pela IEFF, nomeadamente: utilização da morada da Incubadora para efeitos de sede social; atendimento telefónico de chamadas da empresa; recepção de correio; utilização gratuita das salas de reuniões; serviço de recepção; utilização de equipamento de fotocopiador; utilização das salas de formação e auditório a preços reduzidos, bem como o serviço de facturação.

PUBLICIDADE

Entre a Murtinheira e o Cabedelo

As ondas do Cabo Mondego, entre a Murtinheira e o Cabedelo, foram reconhecidas como ondas com especial valor para a prática dos desportos de deslize (Nível I), com a entrada em vigor do Programa da Orla Costeira (POC) Ovar - Marinha Grande. O reconhecimento surge na sequência da proposta apresentada pelo movimento cívico SOS Cabedelo, na discussão pública do POC, em Dezembro de 2015, e que foi consagrada com a publicação, no dia 10 de

Agosto, em Diário da República. Antes, o movimento cívico SOS Cabedelo conseguiu garantir a inscrição da mais importante onda da Figueira da Foz na revisão do Plano Nacional Estratégico do Turismo (Abril de 2013), assim como a mais comprida do continente europeu no relatório do Grupo de Trabalho do Litoral (Dezembro de 2014). Este ano foi a vez de se congratularem com a consagração das ondas, numa categoria superior - Nível I

As ondas foram classificadas numa categoria superior para a prática desportiva

-, ao nível do Ordenamento do Território, comprometendo directamente a acção das entidades públicas que intervêm na costa na sua salvaguarda e protecção. Recorde-se que, em Maio, aquele movimento cívico denunciou, junto da Comunidade Europeia, a empreitada em curso no Cabedelo, por considerarem que a execução dos trabalhos previstos não só compromete a defesa da costa, como também prejudica a qualidade do surf. O POC justifica que sejam adoptadas “medidas de salvaguarda que permitam acautelar eventuais acções antrópicas com impactes na praia submersa”, reconhecendo a importância económica e social dos desportos de onda. A área de intervenção do Programa da Orla Costeira entre Ovar e Marinha Grande, com 970 quilómetros quadrados, abrange 140 quilómetros da orla costeira e inclui as águas marítimas costeiras e interiores e os respectivos leitos e margens, assim como as faixas de protecção marítimas e terrestres.

38927

Praias com boas ondas


X

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

05

QUARTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Data assina-se a 20 de Setembro

Uma terra com 135 anos de cidade Foi com um conjunto de iniciativas promovidas pela autarquia que, a 20 de Setembro, a Figueira da Foz assinalou 135 anos como cidade. Dessas festividades destacou-se a homenagem MXQWRjHVWiWXDGR&HQWHQiULR RQGH R SUHVLGHQWH da Câmara Municipal, João Ataíde, ladeado por outros autarcas e entidades, com uma guarda de honra prestada pelas corporaçþes de bombeiros (Municipais e 9ROXQWiULRV  FRORFDUDP uma coroa de flores na base do monumento (uma

escultura de Dorita Castel-Branco). Posteriormente, numa das paredes do Museu Municipal, foi inaugurada a recolocação de outro apontamento escultório de Gustavo Bastos, esFXOWRU ÀJXHLUHQVH TXH HP 1972 tinha inaugurado uma escultura na parede do Casino Peninsular, retirada e guardada a quando das últimas obras no Casino. Depois de um bom entendimento entre o Casino e a Câmara Municipal, a obra escultórica voltou à rua, desta

vez na parede do Museu Municipal e que ficou extraordinariamente visĂ­vel e bastante valorizada por esta feliz ideia. O perĂ­odo da manhĂŁ do Dia da Figueira registou, ainda, uma homenagem ao cidadĂŁo Melo Biscaia, que viu o seu nome enriquecer a toponĂ­mica da cidade, que tanto amava, no largo (do cafĂŠ Nau) onde tinha o seu escritĂłrio de advocacia. LuĂ­s Melo Biscaia foi uma figura Ă­mpara na cidadania da cidade, que para alĂŠm de governante,

Ao largo junto ao cafĂŠ Nau foi atribuĂ­do o nome do falecido advogado LuĂ­s Melo Biscaia

autarca, advogado, serviu com muita dignidade YiULDVLQVWLWXLo}HVILJXHL-

renses, entre as quais os se, a MisericĂłrdia - Obra %RPEHLURV9ROXQWiULRVR da Figueira e o Rotary *LQiVLR&OXEH)LJXHLUHQ- Clube.

Eleiçþes autårquicas

João Ataíde vai para o terceiro mandato O presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, João Ataíde (PS) foi reeleito para o terceiro mandato, tendo reforçado a maioria no executivo. O PS subiu de cinco para seis os lugares na edilidade, enquanto o PSD

baixou de quatro para trĂŞs. “As eleiçþes sĂŁo a festa da democracia e temos de nos expor Ă votação do eleitorado, que julga o nosso trabalhoâ€?, declarou JoĂŁo AtaĂ­de, em hora de triunfo, considerando, igualmente, que foi “um voto de con-

fiança dos figueirensesâ€?, mas, tambĂŠm, inclui “maior responsabilidade em fazer mais e melhorâ€?. O autarca reeleito declarou estar convicto e FRQĂ€DQWH GH TXH LUi FRQcretizar as 100 medidas que anunciou na campanha

HOHLWRUDOMXVWLĂ€FDQGRVHUHP exequĂ­veis com “ponderaçãoâ€? e dadas “as contas estarem equilibradasâ€?. O juiz JoĂŁo AtaĂ­de, que concorre como independente nas listas do PS, nĂŁo se tira de fora da vitĂłria, mas inclui nesta o partido, atribuindo tambĂŠm o triunfo ao facto de terem tido “uma postura coesa e humilde, que ajudou a consolidar o capital de FRQĂ€DQoDÂľ Com as eleiçþes de 01 de Outubro, o prĂłximo executivo da Câmara Mu-

nicipal da Figueira da Foz GHYHUiÀFDUDVVLPFRQVWLWXtdo: PS - João Ataíde, Carlos Monteiro, Ana Carvalho, Mafalda Azenha e Nuno Gonçalves; PSD – Carlos Tenreiro, Miguel Babo e Ana Oliveira.

outros países da União Europeia e 15 estrangeiros residentes em Portugal. Foram 49,9 por cento os que foram votar para eleger a Câmara Municipal, a Assembleia Municipal e as 14 assembleias de freguesias que constituem o concelho. Seis candidatos Para a Câmara MuniNo passado domingo cipal apresentam-se seis RVÀJXHLUHQVHVIRUDPFKD- candidatos: Silvina Queiroz mados a eleger os órgãos (CDU), João Ataíde (PS), DXWiUTXLFRV PXQLFLSDLV H Carlos Tenreiro (PSD), Rui de freguesia, estando re- Curado (BE), António Ducenseados 56 841 cidadãos rão (MPT) e Miguel Mattos nacionais, dos quais 30 de Chaves (CDS-PP).

O presidente reeleito promete ir cumprir as 100 medidas que apresentou

Agora tambÊm com prestação de serviços no ramo agrícola Av. D. João II Buarcos 3080-601 Figueira da Foz Telefone: 233 421 997/8/9 | Fax: 233 421 067 www.atlantida-sol.com info@atlantida-sol.com

Rua da Luz, n.Âş 6 - Casais de Cima 3090-472 Maiorca - Telef.: 233 930 021 Telem.: 962 443 212 E-Mail: p.costasag.lda@hotmail.com

38922

Produção de arroz Carolino carne e hortícolas

39154

PUBLICIDADE


05

QUARTA-FEIRA

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

XI

www.campeaoprovincias.pt

Jornadas Europeias do PatrimĂłnio

Forais de Buarcos apresentados no Teatro da Trindade

O MunicĂ­pio da Figueira da Foz apresentou publicamente, a 23 de Setembro, no Teatro Trindade, a obra

“Buarcos - Foraisâ€?, numa cerimĂłnia amplamente participada e que marcou o programa das Jornadas Eu-

ropeias do Património 2017, assim como foi o culminar das comemoraçþes dos 500 anos da outorga da carta de

A sessĂŁo teve como palco o belo Teatro da Trindade

foral, pelo rei D. Manuel I, a Buarcos. Com coordenação cienWtÀFDGH6DXO$QWyQLR*Rmes, em co-autoria com 0DULDGH/XUGHV3DODLR$QD Isabel Martins Moreira Pina H$QD3DXOD&DUGRVRDREUD com mais de 400 påginas e que divulga o texto do foral de Buarcos, teve direcção executiva do vereador da &XOWXUD $QWyQLR 7DYDUHV e da chefe de Divisão de Cultura, Margarida Perrolas. Na cerimónia, estiveram SUHVHQWHV$QWyQLR7DYDUHV

O livro culmina as comemoraçþes de 500 anos de foral

vice-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, e JosÊ Esteves, presidente da Junta de Freguesia de Buarcos e S. Julião. O enquadramento his-

tĂłrico da obra esteve a cargo GH6DXO$QWyQLR*RPHVHD mesma pode ser adquirida no Museu Municipal de Santos Rocha, na Figueira da Foz.

Praia da Leirosa

Meio milhĂŁo de euros investidos SDUDUHTXDOLĂ€FDUSDUTXHGHVSRUWLYR saĂşde, traduzida no investimento em infraestruturas, que permitam a prĂĄtica desportiva dos cidadĂŁos e, neste caso em particular, a formação desportiva dos jovensâ€?. -RmR$WDtGHUHIHULXDLQda, que a colocação de relva sintĂŠtica no campo de futebol de 11 e todas as obras complementares realizadas no Parque Desportivo da Praia da Leirosa, sĂŁo “mais um objectivo cumprido no plano de acção municipal, sendo esta obra a concretização de um sonho antigo de geraçþes de atletas, que passaram por este campoâ€?. Nesta empreitada foi tambĂŠm tida em conta

uma preocupação especial com a iluminação, quer em termos de custos, quer em termos ambientais, com a instalação de tecnologia LED. Com esta tecnologia de ponta o custo mÊdio/ hora de energia situa-se na ordem dos 1,68 euros, face às anteriores tecnologias, o que representa uma redução de 2,7 vezes o custo por hora. Por outro lado e no âmbito da sustentabilidade energÊtica, que tambÊm se procurou com a aplicação desta tecnologia, consegue-se uma redução de cinco toneladas por ano nas emissþes de CO2. $FUHVFHDLQGDTXHGX-

rante sete anos não haverå custos de manutenção/ substituição das luminårias, prevendo-se um período de

vida Ăştil na ordem das 100 000 horas. Refira-se, tambĂŠm, a tĂ­tulo de curiosidade, que a

tecnologia adoptada foi projectada, dimensionada, fabricada e instalada na Figueira GD)R]HSRUĂ€JXHLUHQVHV

PUBLICIDADE

38919

Foram inauguradas as REUDVGHUHTXDOLÀFDomRGR Parque Desportivo da Praia da Leirosa, com concelho da Figueira da Foz, com a presença de inúmeras entidades, atletas e familiares. Com um custo total de cerca de 500 000 euros, a autarquia suportou aproximadamente 345 000 euros, a que se junta uma comparWLFLSDomRGD&HOEL6$HP cerca de 155 000 euros. Segundo o presidente da Câmara Municipal, os melhoramentos implementados naquele espaço são ´RUHà H[RGHXPDSROtWLFD do executivo, uma política comprometida com o desporto e com a promoção da

ComĂŠrcio de CombustĂ­veis, S.A.

Distribuíção Gås Propano granel | GPL auto Gasóleo rodoviårio - Aquecimento - Agrícola

Postos de Abastecimento CombustĂ­vel | GPL auto

A empresa Celbi ajudou a concretizar um moderno campo desportivo

Morraceira - Gala - Ap. 140 - Bairro da Estação 3081-081 Figueira da Foz Telef.: 233 430 017 | Fax: 233 430 041 geral@gasprocar.pt | www.gasprocar.pt


XII

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

05

QUARTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Iniciativa decorre ao longo de um ano

Associação Viver em Alegria

Cidade homenageia maestros David de Souza e AntĂłnio Fragoso

Projecto “Ser para Crescerâ€? apoia jovens Ă€JXHLUHQVH

pelas 21h30, no AuditĂłrio Municipal, com entrada gratuita, um concerto que teve a participação da soprano Ana Leonor Pereira, da violoncelista Teresa Valente Pereira e do pianista AntĂłnio Ferreira, que interpretaram, entre outras obras, Cantos Portugueses, harmonizados por David de Souza. O programa inclui ainda durante este mĂŞs de Outubro, no dia 21, pelas 21h30, a realização, no Centro de Artes e EspectĂĄculos, de um concerto AntĂłnio Tavares e Eduardo Fragoso apresen- comemorativo do centenĂĄrio da morte de AntĂłnio taram a iniciativa Fragoso, no qual serĂĄ tocada uma obra musical de incluĂ­ diversos eventos muAs comemoraçþes co- David Souza, “Aquareleâ€?. AtĂŠ Outubro de 2018 sicais e conta, na Figueira meçaram, ontem, pelas da Foz, com a parceria do 18h00, com a deposição vai ser um ano de comeConservatĂłrio David de GHXPDFRURDGHĂ RUHVQR moraçþes, com mais de 90 Sousa e do Coral David busto do maestro David de iniciativas, distribuĂ­das por de Sousa. Souza, tendo-se seguindo, 36 localidades do paĂ­s.

No dia 07 de Outubro

Mariza, Jorge Fernando e CustĂłdio Castelo no CAE O Centro de Artes e EspectĂĄculos da Figueira da Foz apresenta, no prĂł[LPR ViEDGR GLD  GH Outubro), pelas 21h30, o concerto “RaĂ­zesâ€?, com Mariza, Jorge Fernando e CustĂłdio Castelo. Mariza, Jorge e Castelo sĂŁo a voz, a composição e a interpretação e “quando o melhor dos trĂŞs mundos se encontram sĂł poderia

trazer momentos de muita satisfação a todos os que os escutamâ€?. Segundo a produção do espectĂĄculo, trata-se de “um encontro mĂĄgico, que nos farĂĄ relembrar grandes FDQo}HVTXHĂ€]HUDPSDUWH da vida de todosâ€?. SĂŁo trĂŞs mĂşsicos, com carreiras singulares, mas sempre interligadas ao longo do tempo, que decidiram

O projecto visa promover a igualdade de oportunidades de acesso e sucesso escolar; fomentar a relação escola-família-comunidade; desenvolver actividades lúdico-pedagógicas com crianças e jovens; implementar um programa de educação/sensibilização cívica dirigido a crianças e adolescentes; desenvolver competências pessoais, VRFLDLVHSURÀVVLRQDLVHP jovens adultos; e sensibilizar, acompanhar e encaminhar os jovens adultos para oportunidades formativas H SURÀVVLRQDLV H[LVWHQWHV na comunidade. Operacionalmente, pretende-se a implementação de diferentes acçþes que consoante a população-alvo terão objectivos HVSHFtÀFRVQRPHDGDPHQWH apoio/mediação escolar, RÀFLQDV O~GLFRSHGDJyJLFDVRÀFLQDGHLQIRUPDomR FtYLFDRÀFLQDVDOWRJDELQHte de inserção e (a)braços comunidade. Destaca-se, ainda, que o projecto tem uma forte componente de voluntariado, nomeadamente de colaboradores do Jumbo da Figueira da Foz e professores aposentados da Universidade SÊnior da Figueira da Foz.

“RaĂ­zesâ€? ĂŠ um espectĂĄculo que junta trĂŞs amigos

encontrar-se num projecto único, cheio de alma e emoção.

PUBLICIDADE

39020

Serviços Administrativos e ArmazĂŠm: Rua 1.Âş de Maio, n.Âş 4 - 3090-446 Ferreira-a-Nova TEL.: 233 927 000 | FAX. 233 927 009 Sede: Tv. da Rua do Viso, nÂş. 2 Cave Esquerda 3080-175 - Figueira da Foz TEL.: 233 429 824 | FAX. 233 428 460 helenos@helenos.com.pt | www.helenos.com.pt INFRAESTRUTURAS ELÉTRICAS, TELEFĂ“NICAS, Ă GUA e GĂ S ¡ PROJETO SERVIÇOS DE EFICIĂŠNCIA ENERGÉTICA ALUGUER E LIGAĂ‡ĂƒO DE GERADORES COMERCIALIZAĂ‡ĂƒO DE MATERIAIS

A associação Viver em Alegria, em parceria com o Jumbo da Figueira da Foz, viu aprovado o projecto “Ser para Crescer – 2.ÂŞ Geraçãoâ€?, promovido pela Fundação Auchan para a Juventude. A apresentação pĂşblica aconteceu nas instalaçþes da associação, na presença de representantes do Jumbo/Fundação Auchan Portugal, LuĂ­s Coelho e LuĂ­s Ferreira, e SĂ­lvĂ­a Machado, pela associação Viver em Alegria. O projecto “Ser para Crescerâ€?, que foi desenvolvido em 2015/2016 surge novamente aprovado para o ano 2017/2018, tendo em vista desenvolver intervençþes centradas na construção de novas estratĂŠgias e metodologias para o combate ao abandono escolar, formação ao longo da vida HLQVHUomRSURĂ€VVLRQDO É um projecto de natureza sĂłcio-educativa que visa apoiar crianças (dos seis aos 12 anos), adolescentes (13 aos 17/18) e jovens adultos (dos 18/19 aos 25 anos de idade). Com inĂ­cio em SetemEURGHHĂ€PSUHYLVWR para Agosto de 2018, o projecto “Ser para Crescer – 2.ÂŞ Geraçãoâ€? tem vĂĄrios objectivos.

Tendo o fado como a pedra angular e um ambiente acĂşstico e totalmente intimista, estes trĂŞs amigos prometem divertir, emocionar e envolver, naquele que serĂĄ um dos concertos que Ă€FDUiQDPHPyULD Muito mais que um projecto, este espectĂĄculo representa “uma histĂłria, uma amizade e uma vidaâ€?. O preço dos bilhetes ĂŠ de 25 euros por pessoa.

SĂ­lvia Machado, LuĂ­s Coelho e LuĂ­s Ferreira deram a conhecer o projecto

PUBLICIDADE

39006

O Município da Figueira da Foz e a Associação António Fragoso vão, desde ontem (dia 03) e atÊ 03 de Outubro de 2018, homenagear, conjuntamente, os maestros David de Souza e António Fragoso, dois grandes vultos da música e da cultura portuguesa, unidos por laços profissionais e de amizade, que faleceram em 1918, vítima de gripe pneumónica, com apenas oito dias de intervalo um do outro. Segundo foi divulgado em conferência de imprensa, realizada na Figueira da Foz, com a presença do vereador da Cultura da Câmara, António Tavares, e o presidente da Associação António Fragoso, Eduardo Fragoso, o programa comemorativo do centenårio da morte dos dois músicos


05

QUARTA-FEIRA

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

www.campeaoprovincias.pt Rank Rank 2017 2016

NOME

LOCALIDADE

XIII

Listagem elaborado por: ACTIVIDADE

N.Âş TRABALHADORES

VOLUME NEGĂ“CIOS

1

1

NAVIGATOR PAPER FIGUEIRA, S.A.

ARMAZÉNS

Fabricação de papel e de cartão (exceto canelado)

618

472.637.453,96

2

2

CELULOSE BEIRA INDUSTRIAL (CELBI), S.A.

LEIROSA

Fabricação de pasta

241

397.162.104,00

3

3

NAVIGATOR PULP FIGUEIRA, S.A.

ARMAZÉNS

Fabricação de papel e de cartão (exceto canelado)

0

299.858.411,02

4

4

ALTRI ABASTECIMENTO DE MADEIRA, S.A.

LEIROSA

ComĂŠrcio por grosso de madeira em bruto e de produtos derivados

0

227.245.763,00

5

5

LUSIAVES - INDÚSTRIA E COMÉRCIO AGRO-ALIMENTAR, S.A.

MARINHA DAS ONDAS Abate de aves (produção de carne)

1.037 207.556.414,45

6

6

VERALLIA PORTUGAL, S.A.

FONTELA

Fabricação de vidro de embalagem

247

7

8

SOREFOZ - ELECTRODOMÉSTICOS E EQUIPAMENTOS, S.A.

Z.I. Fig. Foz

ComĂŠrcio por grosso de eletrodomĂŠsticos, aparelhos de rĂĄdio e de televisĂŁo

59

37.726.245,51

8

10

COFISA - CONSERVAS DE PEIXE DA FIGUEIRA, S.A.

GALA

Conservação de produtos da pesca e da aquicultura em azeite e outros óleos vegetais e outros molhos

217

36.433.833,87

9

7

ALTRI FLORESTAL, S.A.

LEIROSA

6LOYLFXOWXUDHRXWUDVDWLYLGDGHVĂ€RUHVWDLV

49

33.711.570,00

10

13

MICROPLĂ STICOS, S.A.

COVA DA SERPE

Fabricação de outros artigos de plåstico, n.e.

214

32.202.049,35

11

11

UNITED RESINS - PRODUĂ‡ĂƒO DE RESINAS, S.A.

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de resinosos e seus derivados

43

30.447.235,85

12

12

PLASFIL - PLĂ STICOS DA FIGUEIRA, S.A.

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de outros artigos de plåstico, n.e.

218

29.323.247,47

13

9

CANAS - ENGENHARIA E CONSTRUĂ‡ĂƒO, S.A.

PAIĂƒO

Instalação elÊtrica

396

26.594.569,68

14

14

Gà SPROCAR - COMÉRCIO DE COMBUST�VEIS, S.A.

GALA

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­vel para veĂ­culos a motor, em estabelecimentos especializados

60

16.315.574,03

15

15

SOCIEDADE FIGUEIRA PRAIA, S.A.

FIGUEIRA DA FOZ

Lotarias e outros jogos de aposta

91

15.096.552,82

16

16

SPECIALITY MINERALS (PORTUGAL) - ESPECIALIDADES MINERAIS, S.A.

COSTA DE LAVOS

Fabricação de outros produtos químicos inorgânicos de base

8

14.222.868,00

17

17

NOVA FIGUEIRADIS - SOCIEDADE DE DISTRIBUIĂ‡ĂƒO, S.A.

TAVAREDE

ComĂŠrcio a retalho em supermercados e hipermercados

92

13.420.101,94

18

19

EMPRESA FIGUEIRENSE DE PESCA, LDA

GALA

Salga, secagem e outras atividades de transformação de produtos da pesca e aquicultura

31

12.696.836,13

19

20

Ă GUAS DA FIGUEIRA, S.A.

FIGUEIRA DA FOZ

Captação e tratamento de ågua

96

12.207.676,98

20

21

ERNESTO MORGADO, S.A.

BARRA

Descasque, branqueamento e outros tratamentos do arroz

53

12.015.993,42

21

22

CLIPER CERĂ‚MICA, S.A.

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de ladrilhos, mosaicos e placas de cerâmica

94

10.343.501,97

22

23

LUSIFROTA - TRANSPORTES, S.A.

MARINHA DAS ONDAS Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

168

9.809.348,49

ATLANTICEAGLE SHIPBUILDING, LDA

GALA

&RQVWUXomRGHHPEDUFDo}HVPHWiOLFDVHHVWUXWXUDVĂ€XWXDQWHVH[FHWRGHUHFUHLRHGHVSRUWR

43

9.709.276,77

24

24

PELICHOS, LDA

SANTANA

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

98

9.453.428,40

25

25

SUPERFOZ - SUPERMERCADOS, LDA

CHĂƒ

ComĂŠrcio a retalho em supermercados e hipermercados

45

8.363.962,26

26

30

CENTRO-CERRO - EMPRESA DE CONSTRUĂ‡ĂƒO CIVIL E OBRAS PĂšBLICAS, S.A.

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

65

7.710.397,62

27

28

MALTHA GLASS RECYCLING PORTUGAL, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Valorização de resíduos não metålicos

22

7.653.158,19

28

27

HELENOS, S.A.

FIGUEIRA DA FOZ

Instalação elÊtrica

187

7.236.504,98

29

29

DISTRILAVOS - SUPERMERCADOS, LDA

BAIRRO ALTO

ComĂŠrcio a retalho em supermercados e hipermercados

28

7.185.698,88

30

32

LITOFISH, LDA

GALA

Congelação de produtos da pesca e da aquicultura

29

6.610.066,06

31

26

DSP - DISTRIBUIĂ‡ĂƒO SPORTSWEAR PROMOCIONAL, S.A.

PAIĂƒO

ComĂŠrcio por grosso de tĂŞxteis

43

6.361.957,37

32

33

A.V.M.COSTA - COMÉRCIO DE COMBUST�VEIS E PNEUS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­vel para veĂ­culos a motor, em estabelecimentos especializados

10

6.246.450,03

JTP 2 - CONSTRUĂ‡ĂƒO E PRESTAĂ‡ĂƒO DE SERVIÇOS, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Outras atividades de limpeza em edifĂ­cios e em equipamentos industriais

174

6.062.648,01

23

33

91.057.718,41

34

39

OPERFOZ - OPERADORES DO PORTO DA FIGUEIRA DA FOZ, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Manuseamento de carga

15

5.650.194,21

35

41

CALDEIRA & CALDEIRA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio de veĂ­culos automĂłveis ligeiros

21

5.275.602,41

36

37

TRANSPORTES MARIANO & FILHOS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

39

5.207.856,26

37

36

TRANSACTOR, LOG�STICA - TRANSPORTES E SERVIÇOS, LDA

SAMPAIO

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

18

5.146.819,81

38

40

LUPABIOLÓGICA - LABORATÓRIOS COSMÉTICA, S.A.

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de perfumes, de cosmÊticos e de produtos de higiene

57

5.007.426,84

39

43

ERTECNA - EMPRESA DE REVESTIMENTOS TECNICOS, LDA

ARAĂšJOS

ComĂŠrcio por grosso de outros bens intermĂŠdios, n.e.

32

4.812.016,83

40

31

INDĂšSTRIA DE CARNES DA GĂ‚NDARA, LDA

QUINTA DOS VIGà RIOS Abate de gado (produção de carne)

39

4.800.017,25

41

47

TRANSNIZA - SOCIEDADE DE TRANSPORTES, S.A.

FIGUEIRA DA FOZ

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

59

4.792.224,52

FIGUINVESTE - COMPRA VENDA E ADMINISTRAĂ‡ĂƒO DE IMOVEIS, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Promoção imobiliåria (desenvolvimento de projetos de edifícios)

0

4.470.750,66

42 43

44

SUBSONIZA, LDA

VILA VERDE

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­vel para veĂ­culos a motor, em estabelecimentos especializados

8

4.349.680,05

44

46

VIGIASONDAS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­vel para veĂ­culos a motor, em estabelecimentos especializados

10

4.228.544,36

45

48

AGENCIA MARITIMA EUROFOZ, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Organização do transporte

6

4.068.333,47

46

51

SILVA TOMÉ IRMĂƒOS, LDA

CASAL DA ROBALA

ComĂŠrcio por grosso de bebidas alcoĂłlicas

7

4.055.579,09

47

50

PLASTDIVERSITY - COMÉRCIO DE ARTIGOS DE PLà STICO, LDA

MARINHA DAS ONDAS Fabricação de outros artigos de plåstico, n.e.

28

3.985.063,68

48

55

REGIVIR - EMPRESA DE TRABALHO TEMPORĂ RIO E FORMAĂ‡ĂƒO DE PESSOAL, LDA

PAIĂƒO

Atividades das empresas de trabalho temporĂĄrio

6

49

52

FOZ BRICO - SOCIEDADE DE DISTRIBUIĂ‡ĂƒO DE BRICOLAGE, LDA

CHĂƒ

ComĂŠrcio a retalho de mat. de bricolage, equip. sanitĂĄrio, ladrilhos e materiais similares, em estab. esp. 24

3.593.246,31

50

49

SOMARO, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­vel para veĂ­culos a motor, em estabelecimentos especializados

17

3.571.192,98

51

54

TRANSPORTES FERREIRA & OLIVEIRA, LDA

SANTANA

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

44

3.525.221,54

52

53

OĂ SIS PLAZA, S.A.

BUARCOS

HotĂŠis-Apartamentos com restaurante

21

3.488.924,00

53

45

SILVAS, S.A.

PORTO CARVALHAL

)DEULFDomRGHRXWUDVPiTXLQDVGLYHUVDVSDUDXVRHVSHFtÂżFRQH

95

3.219.621,22

54

58

FOZTRĂ FEGO - AGĂŠNCIA MARĂ?TIMA DA FIGUEIRA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Organização do transporte

6

3.057.923,06

55

56

MAQUITUDO - SOCIEDADE DE MĂ QUINAS E FERRAMENTAS, LDA

CASTANHEIRO

ComÊrcio a retalho de louças, cutelaria e de outros art. similares para uso domÊstico, em estab. espec.

17

2.898.939,97

56

72

CAVALEIRO & CA., LDA

SERRA DAS ALHADAS Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

18

2.786.672,43

57

61

SOMISIS - SOCIEDADE DE MANUTENĂ‡ĂƒO DE SISTEMAS INDUSTRIAIS, LDA

BUARCOS

Reparação e manutenção de måquinas e equipamentos

36

2.674.465,37

58

64

FARMĂ CIA SAĂšDE, LDA

TAVAREDE

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

14

2.599.315,10

59

62

FERNANDO AZENHA & FILHO, LDA

LOUREIROS

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­vel para veĂ­culos a motor, em estabelecimentos especializados

7

2.590.306,40

60

34

BRIOSA - CONSERVAS DE PESCADO, LDA

CABEDELO

Conservação de produtos da pesca e da aquicultura em azeite e outros óleos vegetais e outros molhos

68

2.558.914,50

61

97

MICROPROJECTO - PROJECTOS E ENGENHARIA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

$WLYLGDGHVGHHQJHQKDULDHWpFQLFDVDÂżQV

66

2.502.181,58

62

69

GOLDARCOS - RESTAURAĂ‡ĂƒO RĂ PIDA, LDA

TAVAREDE

Restaurantes sem serviço de mesa

51

2.462.189,25

63

63

FACHAIMPER, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Pintura e colocação de vidros

29

2.414.930,44

64

70

CÉLIA MARQUES, UNIPESSOAL, LDA

MARINHA DAS ONDAS ([SORUDomRĂ€RUHVWDO

15

2.397.459,29

65

135 CONSTRIND, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Outras atividades especializadas de construção diversas, n.e.

79

2.351.662,29

66

66

MARIA MURTA - FARMĂ CIA, S.A.

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

16

2.342.744,80

67

82

CIPROS - COMÉRCIO E INDÚSTRIA DE PRODUTOS DE SEGURANÇA, LDA

BRENHA

Fabricação de outros artigos de plåstico, n.e.

17

2.067.234,45

68

65

GYPTEC ENERGIA, UNIPESSOAL, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Produção de eletricidade de origem tÊrmica

0

2.058.952,18

69

75

SABIR HOTEIS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

HotĂŠis sem restaurante

56

2.032.597,78

70

67

GIL & PEDROSA, LDA

MARINHA DAS ONDAS Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

32

1.949.876,20

71

79

COSTA & FIGUEIREDO, LDA

BUARCOS

ComĂŠrcio por grosso de outros produtos alimentares, n.e.

17

1.944.017,96

72

77

CCEL - CASA DAS CARNES DO ERVEDAL, LDA

ERVEDAL

Fabricação de produtos à base de carne

19

1.881.585,03

73

84

J.CARDOSO & FILHOS, LDA

COPEIRO

ComĂŠrcio a retalho de mat. de bricolage, equip. sanitĂĄrio, ladrilhos e mat. similares, em estab. espec.

13

1.867.156,89

74

93

MARNOBRE, LDA

GALA

ComĂŠrcio a retalho de peixe, crustĂĄceos e moluscos, em estabelecimentos especializados

7

1.861.831,40

75

73

M.F. METALĂšRGICA FIGUEIRENSE, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de outros produtos metålicos diversos, n.e.

50

1.843.442,25

76

78

MANUEL PEDROSA OLIVEIRA & FILHOS, LDA

PORTO GODINHO

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

13

1.796.827,15

77

81

FIGUEIRA DOMUS - EMP. MUNICIPAL DE GESTĂƒO DE HABITA. DA FIGUEIRA DA FOZ, E.M

FIGUEIRA DA FOZ

Arrendamento de bens imobiliĂĄrios

15

1.768.441,07

78

98

CONDUCTOR MANUTENĂ‡ĂƒO E SERVIÇOS, LDA

PAIĂƒO

Outras atividades de serviços de apoio prestados às empresas, n.e.

51

1.767.184,13

79

83

EUROFOODS PORTUGAL - EXPORTAĂ‡ĂƒO, IMPORTAĂ‡ĂƒO, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio por grosso nĂŁo especializado de produtos alimentares, bebidas e tabaco

3

1.765.569,20

80

91

IRMĂƒOS NORINHO, LDA

PORTO LICEIA

Preparação de produtos da pesca e da aquicultura

7

1.737.135,63

81

85

UNIĂƒO DE FACTO, UNIPESSOAL, LDA

SANTANA

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

8

1.713.186,10

82

134 MÉTRICA EXEMPLAR, LDA

VAIS

Fabricação de outros reservatórios e recipientes metålicos

31

1.655.061,57

83

151 CWJ - COMPONENTES, S.A.

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de componentes eletrónicos

20

1.614.191,73

84

86

FORTRAL - FORNECIMENTO DE PEÇAS PARA TRANSPORTES, LDA

SAMPAIO

ComÊrcio a retalho de peças e acessórios para veículos automóveis

1

1.583.626,95

85

80

PASCOAL & VENEZA, LDA

NETOS

Outras atividades especializadas de construção diversas, n.e.

19

1.577.946,70

86

87

IRMĂƒOS PAIS ALVES, LDA

LOMBA DO POÇO FRIO ComÊrcio por grosso de alimentos para animais

9

1.521.585,46

3.671.970,29


XIV

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

QUARTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt Rank Rank 2017 2016

87

NOME

LOCALIDADE

05

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

ACTIVIDADE

N.Âş TRABALHADORES

VOLUME NEGĂ“CIOS

101 DAPAVAL - DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS ALIMENTARES, AZEITES E REFRIGERANTES, LDA FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio por grosso de outros produtos alimentares, n.e.

8

88

99

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

9

1.514.903,78

89

112 METALOMECĂ‚NICA CURADOS, LDA

COVA

Reparação e manutenção de måquinas e equipamentos

25

1.484.496,73

90

92

FLASHFRESCURA, UNIPESSOAL, LDA

CABEDELO

ComĂŠrcio por grosso de peixe, crustĂĄceos e moluscos

6

91

95

MACODAL, LDA

ERVEDAL

ComĂŠrcio a retalho de mat. de bricolage, equip. sanitĂĄrio, ladrilhos e materiais similares, em estab. esp. 10

1.428.702,84

92

117 TRANSPORTES JOSÉ FERREIRA & ACURCIO, LDA

BOM SUCESSO

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

14

1.412.837,98

93

132 STREAK - ENGENHARIA EM AUTOMAĂ‡ĂƒO, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

$WLYLGDGHVGHHQJHQKDULDHWpFQLFDVDÂżQV

16

1.404.632,41

94

89

TROMELGO

Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

93

1.404.355,35

95

111 PLASTIFOZ - PLà STICOS TÉCNICOS E ENGENHARIA, LDA

CARVALHAL

Fabricação de outros artigos de plåstico, n.e.

13

1.402.296,36

96

90

FIGUEIRA DA FOZ

Atividades auxiliares dos transportes por ĂĄgua

34

1.401.965,59

97

116 ANACLETO CARDOSO CAĂ‡ĂƒO, UNIPESSOAL, LDA

BOM SUCESSO

ComĂŠrcio a retalho de ferragens e de vidro plano, em estabelecimentos especializados

8

1.400.964,70

98

140 HMF - ENGENHARIA, ELECTRICIDADE, METALOMECĂ‚NICA E SOLDADURA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de estruturas de construçþes metålicas

65

1.393.412,97

99

96

ALQUEIDĂƒO

ComĂŠrcio por grosso de mĂĄquinas e equipamentos, agrĂ­colas

12

1.392.421,48

100

115 FOZPOR - EMPRESA DE TRABALHO PORTUĂ RIO DA FIGUEIRA DA FOZ (E.T.P.), LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Outro fornecimento de recursos humanos

45

1.391.599,50

FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de moldes metålicos

27

1.381.526,75

101

ROGÉRIA CAMPOS, UNIPESSOAL, LDA

PONTEFOZ - CONSTRUĂ‡ĂƒO CIVIL E OBRAS PUBLICAS, UNIPESSOAL, LDA

APFF - ADMINISTRAĂ‡ĂƒO DO PORTO DA FIGUEIRA DA FOZ, S.A.

AGRO-MONDEGO - REPRESENTAÇÕES AGR�COLAS, LDA

MICRO TOOLS - INDÚSTRIA E COMÉRCIO E MOLDES, LDA

1.521.168,47

1.437.866,85

102

108 LOOK BIKINI - INDÚSTRIA DE CONFECÇÕES, LDA

REGATEIROS

Confeção de outro vestuårio exterior em sÊrie

43

1.363.086,03

103

109 NUNES & FILHOS, LDA

TAVAREDE

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­vel para veĂ­culos a motor, em estabelecimentos especializados

13

1.360.953,73

104

100 AZENHA & GONÇALVES, LDA

SANTANA

ComĂŠrcio de veĂ­culos automĂłveis ligeiros

5

1.357.590,68

105

120 TRANSPRADO - TRANSPORTES NACIONAIS E INTERNACIONAIS, LDA

MAIORCA

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

15

1.340.963,31

106

236 TRANSPORTES JOSÉ MIGUEL SARAIVA, UNIPESSOAL, LDA

NETOS

ComĂŠrcio de outros veĂ­culos automĂłveis

1

1.333.635,16

107

107 REIS PASCOAL - FARMĂ CIA, UNIPESSOAL, LDA

BUARCOS

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

10

1.325.394,38

108

102 ALFREDO FARRECA RODRIGUES, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Transportes terrestres, urbanos e suburbanos, de passageiros

27

1.320.574,05

109

118 NINHO DA CARRIÇA - AVICULTURA, LDA

PORTELA

Avicultura

5

1.320.251,22

110

76

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

ComÊrcio a retalho de equipamento de telecomunicaçþes, em estabelecimentos especializados

33

1.317.978,10

111

103 FIGUEIRA GLOBAL - SUPERMERCADOS, LDA

BUARCOS

ComĂŠrcio a retalho em supermercados e hipermercados

6

1.307.905,94

112

114 TECIPA - TRANSFORMAÇÕES PAPELEIRAS, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio por grosso de outros bens intermĂŠdios, n.e.

7

1.287.458,95

113

122 SNACK - BAR O FERNANDO - HOTELARIA, LDA

BUARCOS

Restaurantes com lugares ao balcĂŁo

19

1.278.594,45

114

106 POOLPLACA PORTUGUESA - PLĂ STICOS, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Fabricação de outros artigos de plåstico, n.e.

32

1.261.138,40

115

160 ARMINDO RUIVO & FILHOS, LDA

FRANCO

Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

33

1.253.080,37

116

127 TREVO - COMÉRCIO E SERVIÇOS DE TABACARIA E PAPELARIA, LDA

CONDADOS

ComĂŠrcio a retalho de tabaco, em estabelecimentos especializados

5

1.239.009,55

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Outras atividades de telecomunicaçþes

13

1.236.919,80

FIGUEIRA DA FOZ

Outras atividades de saĂşde humana, n.e.

25

1.200.478,41

PAIĂƒO

Fabricação de outros têxteis diversos, n.e.

12

1.197.055,35

117 118

SOMITEL COMERCIAL, LDA

SOMITEL - DISTRIBUIĂ‡ĂƒO, LDA 124 DIAGNOSTICUM - CLĂ?NICA DE DIAGNĂ“STICO DA FIGUEIRA DA FOZ, LDA

119

POLYMARK PORTUGAL, LDA

120

119 FRAMA KNITWEAR, UNIPESSOAL, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio por grosso de tĂŞxteis

2

1.180.157,25

121

123 MADIFOZ - FĂ BRICA DE URNAS PAIONENSE, LDA

PAIĂƒO

Fabricação de caixþes mortuårios em madeira

27

1.174.770,13

122

121 JOSÉ FERREIRA & FILHO, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

&RPpUFLRSRUJURVVRGHÂżEUDVWr[WHLVQDWXUDLVDUWLÂżFLDLVHVLQWpWLFDV

13

1.166.336,54

123

149 LITOGESTE - GESTĂƒO E INVESTIMENTOS, S.A.

BRENHA

Arrendamento de bens imobiliĂĄrios

1

1.158.930,00

124

126 QUICARMOTORS, LDA

QUIAIOS

ComĂŠrcio de veĂ­culos automĂłveis ligeiros

9

1.158.087,01

125

177 MADEILUZ, UNIPESSOAL, LDA

SERRA DAS ALHADAS ComĂŠrcio por grosso de madeira em bruto e de produtos derivados

7

1.140.547,21

CHĂƒ

Manutenção e reparação de veículos automóveis

15

1.132.105,58

126

FOZGLASS, COMÉRCIO DE VIDRO, LDA

127

130 TAVAREDE CAR - CENTRO DE MANUTENĂ‡ĂƒO DE VEĂ?CULOS, LDA

CHĂƒ

ComÊrcio a retalho de peças e acessórios para veículos automóveis

16

1.131.159,99

128

139 MORTAGUA & SILVA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Restaurantes com lugares ao balcĂŁo

18

1.107.117,52

BUARCOS

Fabricação de estruturas de construçþes metålicas

25

1.076.656,65 1.060.938,13

129

FEZEMETAL - SOCIEDADE TUBAGENS INDUSTRIAIS E METALOMECĂ‚NICAS, LDA

130

156 AGROCALVETE - SOLUÇÕES AGRICOLAS, LDA

CALVETE

ComĂŠrcio a retalho em outros estab. nĂŁo espec., sem predo. de produtos alimentares, bebidas ou tabaco

5

131

128 NAVIGATOR LUSA, UNIPESSOAL, LDA

COSTA DE LAVOS

ComĂŠrcio por grosso de outros bens intermĂŠdios, n.e.

6

1.034.038,84

132

138 TRANSPORTES J. CAVALEIRO, LDA

COSTA DE LAVOS

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

16

1.033.421,87

133

141 BULE DE CHĂ - PADARIA E PASTELARIA, LDA

MARINHA DAS ONDAS CafĂŠs

24

1.031.476,81

134

137 FIGĂ SFOZ - SISTEMAS DE GĂ S, LDA

MAIORCA

ComĂŠrcio a retalho de combustĂ­veis para uso domĂŠstico, em estabelecimentos especializados

12

1.016.030,05

135

168 HABITAFOZ - SOCIEDADE DE CONSTRUÇÕES, LDA

COPEIRO

Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

6

1.000.642,88

136

211 WERT AUTO, SOCIEDADE UNIPESSOAL, LDA

BRENHA

ComĂŠrcio de veĂ­culos automĂłveis ligeiros

2

993.618,89

137

165 QUIAIOS HOTEL - EMPREENDIMENTOS TURĂ?STICOS, S.A.

PRAIA DE QUIAIOS

HotĂŠis com restaurante

36

982.624,77

138

144 ANA PAULA DE OLIVEIRA MELO SANTOS, UNIPESSOAL, LDA

COSTA DE LAVOS

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

5

975.937,10

139

152 MURATUS, LDA

CARVALHAIS

Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

15

975.667,23

140

147 MELODIAS DO MAR - TABACARIA, UNIPESSOAL, LDA

GALA

ComĂŠrcio a retalho de tabaco, em estabelecimentos especializados

6

965.458,80

141

172 DECORMAR - SOCIEDADE TRANSFORMADORA DE MARMORES E GRANITOS, LDA

MATOS

Fabricação de artigos de mårmore e de rochas similares

18

948.368,62

142

158 NUNO ALEXANDRE OLIVEIRA LOPES, UNIPESSOAL, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

&RPpUFLRDUHWDOKRGHPDWHULDOyWLFRIRWRJUiÂżFRFLQHPDWRHGHLQVWGHSUHFLVmRHPHVWDEHVSHF

9

943.819,53

143

143 MONDEFOZ TRANSPORTES, LDA

MAIORCA

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

12

935.056,26

144

SOLIDASFALTO, UNIPESSOAL, LDA

BUARCOS

Revestimento de pavimentos e de paredes

19

926.477,23

145

166 SOMISIS II - MANUTENĂ‡ĂƒO DE EQUIPAMENTOS INDUSTRIAIS, LDA

BUARCOS

Instalação de måquinas e de equipamentos industriais

34

920.457,19

146

175 MICHAEL FOLKE WIBERG - IMPORTAĂ‡ĂƒO E EXPORTAĂ‡ĂƒO, LDA

FONTE DO CASAL

ComĂŠrcio por grosso nĂŁo especializado

13

901.681,44

147

153 ROTA DO MUNDO - VIAGENS E TURISMO, LDA

TAVAREDE

Atividades das agĂŞncias de viagem

3

894.177,59

148

163 PECUARIA VIEIRA & JESUS, LDA

CASAL NOVO

Suinicultura

4

878.180,85

149

150 FARMĂ CIA AVOPEL, LDA

BOM SUCESSO

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

6

877.315,60

150

162 FAIAMĂ“VEL - ARMAZENS DE MĂ“VEIS, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

ComÊrcio a retalho de mobiliårio e artigos de iluminação, em estabelecimentos especializados

10

867.519,77

151

194 FOZOVO - AGRO PECUĂ RIA, LDA

BARRA

Avicultura

8

864.809,27

BAIRRO ALTO

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

7

863.704,68

152

PAULA GONÇALVES PEREIRA, LDA

153

159 FOZ - SOCIEDADE COMERCIAL DE MOTOCICLOS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComÊrcio por grosso e a retalho de motociclos, de suas peças e acessórios

5

859.877,79

154

142 TRIBUTMARGEM - TRANSPORTE RODOVIĂ RIO DE MERCADORIAS, UNIPESSOAL, LDA

PAIĂƒO

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

12

836.163,68

155

176 FARMAIORCA, UNIPESSOAL, LDA

BUARCOS

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

5

835.545,74

156

170 AUGUSTUS - INDĂšSTRIA DE EQUIPAMENTOS, LDA

CASAL DO GRELO

)DEULFDomRGHRXWUDVPiTXLQDVGLYHUVDVSDUDXVRHVSHFtÂżFRQH

16

822.842,27

157

185 HENRIQUE NOGUEIRA MARIANO & CA, S.A.

FIGUEIRA DA FOZ

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

12

822.194,56

158

181 NOGUEIRAS & SOBRINHO, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Restaurantes, n.e. (inclui atividades de restauração em meios móveis)

21

821.183,02

159

146 J.M.S.S. - SERRALHARIA MECĂ‚NICA E CIVIL, LDA

BRENHA

Reparação e manutenção de måquinas e equipamentos

28

819.150,83

160

131 TRANSPORTES DIOBRUNO, LDA

COSTA DE LAVOS

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

10

815.650,92

161

173 FARMĂ CIA NOVA DAS ALHADAS, LDA

ALHADAS DE BAIXO

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

5

806.313,49

162

190 MONTESI, MONTAGENS ELETROMECÂNICAS E SERVIÇOS INDUSTRIAIS, LDA

ARMAZÉNS

Instalação elÊtrica

30

805.853,98

163

164 FERFIL - SOCIEDADE COMERCIAL DE REPRESENTAÇÕES DE FECHOS DE CORRER, LDA

CASAL DA ROBALA

ComĂŠrcio por grosso nĂŁo especializado

6

783.648,24

164

184 HOTELARIA DO CABO MONDEGO, LDA

BUARCOS

HotĂŠis com restaurante

20

781.977,37

165

145 COLÉGIO DE QUIAIOS, S.A.

QUIAIOS

Ensino bĂĄsico (1Âş Ciclo)

15

772.983,33

166

174 FIGUEIRADIS - SOCIEDADE DE DISTRIBUIĂ‡ĂƒO, S.A.

TAVAREDE

Arrendamento de bens imobiliĂĄrios

0

771.900,00

TAVAREDE

ComĂŠrcio a retalho de outros produtos novos, em estabelecimentos especializados, n.e.

1

762.104,34

167

LOGOWEAR - ARTIGOS PROMOCIONAIS, UNIPESSOAL, LDA

168

155 BRAZ & BRAZ, LDA

VILA ROBIM

ComĂŠrcio por grosso de tĂŞxteis

9

758.809,91

169

197 IDEALMED PONTE GALANTE, S.A.

FIGUEIRA DA FOZ

Atividades de prĂĄtica mĂŠdica de clĂ­nica geral, em ambulatĂłrio

10

748.424,09

170

94

TAVAREDE

ComĂŠrcio por grosso de outras mĂĄquinas e equipamentos

7

744.315,65

171

199 ESTEVES & MARTINS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Restaurantes com lugares ao balcĂŁo

15

741.535,06

172

186 FARMĂ CIA NOBREZA - RODRIGUES & FERREIRA, LDA

QUIAIOS

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

5

740.528,22

GLASSMECHANICS INTEREQUIP, LDA


05

QUARTA-FEIRA

250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

www.campeaoprovincias.pt Rank Rank 2017 2016

NOME

LOCALIDADE

XV

Listagem elaborado por: ACTIVIDADE

N.Âş TRABALHADORES

VOLUME NEGĂ“CIOS

173

136 TĂ‚NIA - TRANSPORTES, LDA

REGALHEIRAS

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

14

739.960,81

174

203 TRANSPORTES CARAVELA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

8

733.714,92

175

180 LOPES & GRAÇA, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Manutenção e reparação de veículos automóveis

7

723.511,38

176

IRMĂƒOS CORTĂŠS, LDA

SANTA LUZIA

ComĂŠrcio a retalho de frutas e produtos hortĂ­colas, em estabelecimentos especializados

4

716.362,19

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

4

713.124,87

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Tratamento e revestimento de metais

26

711.898,48

177

192 FARMĂ CIA VAZ VALENTE, UNIPESSOAL, LDA

178

200

179

208 SOCIEDADE AGRĂ?COLA GIL & GIL, LDA

ALHADAS DE CIMA

Criação de bovinos para produção de leite

9

698.897,83

180

223 PRIMEIRO DRAGĂƒO - COMERCIALIZAĂ‡ĂƒO ARTIGOS PARA LAR, LDA

ARAĂšJOS

ComĂŠrcio a retalho de outros produtos novos, em estabelecimentos especializados, n.e.

9

683.668,67

181

202 POLICLĂ?NICA CENTRAL DA FIGUEIRA DA FOZ, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Atividades de prĂĄtica mĂŠdica de clĂ­nica especializada, em ambulatĂłrio

9

676.584,25

182

227 DESEJO IDEAL - PESCA, LDA

BUARCOS

Pesca marĂ­tima

16

674.525,24

183

167 DUARMAT - COMERCIO MAQUINAS E FERRAMENTAS, LDA

COVA DA SERPE

ComĂŠrcio a retalho de outros produtos novos, em estabelecimentos especializados, n.e.

6

669.094,59

184

195 FĂ BRICA DA COMIDA - EXPLORAĂ‡ĂƒO HOTELEIRA DE RESTAURAĂ‡ĂƒO E BEBIDAS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Restaurantes tipo tradicional

10

668.881,86

185

242 RECICOM, LDA

BUARCOS

Outras atividades de serviços de apoio prestados às empresas, n.e.

8

662.794,92

BUARCOS

Restaurantes tipo tradicional

24

662.630,97

186

SIDMOR - SOCIEDADE INDUSTRIAL DE DECAPAGEM, METALIZAĂ‡ĂƒO E OFICINA DE REPARAÇÕES, LDA

MARĂ & VELOSO, LDA

187

209 DUARTE & MESQUITA - COMÉRCIO DE BEBIDAS, LDA

CARVALHAIS

ComĂŠrcio por grosso de outros produtos alimentares, n.e.

3

662.385,02

188

213 GALARĂ“ - ATIVIDADES HOTELEIRAS, LDA

BUARCOS

Restaurantes tipo tradicional

13

652.900,23

189

CĂ“SMICODISSEIA, LDA

BUARCOS

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

4

651.481,13

190

161 FOZALUGA - ALUGUER DE MĂ QUINAS, LDA

FRANCO

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

14

646.264,76

191

222 ALN - TABACARIA E AGENCIA DE JOGOS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Lotarias e outros jogos de aposta

3

643.172,00

192

230 SÉRGIO GUIMARO, UNIPESSOAL, LDA

LAFRANA

Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

4

641.250,60

193

193 FOZMĂ QUINA - SOCIEDADE DE MĂ QUINAS E FERRAMENTAS DA FIGUEIRA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio por grosso de mĂĄquinas-ferramentas

4

640.127,07

194

207 TABACARIA CHOUCO - COMÉRCIO DE JORNAIS E REVISTAS, LDA

BUARCOS

ComĂŠrcio a retalho de jornais, revistas e artigos de papelaria, em estabelecimentos especializados

6

636.378,25

195

210 MĂ“VEIS SILVÉRIO - COMÉRCIO DE MOBILIĂ RIO E DECORAĂ‡ĂƒO, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

ComÊrcio a retalho de mobiliårio e artigos de iluminação, em estabelecimentos especializados

5

632.227,78

196

CONSULTRAINING, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

$WLYLGDGHVGHFRQWDELOLGDGHHDXGLWRULDFRQVXOWRULDÂżVFDO

12

631.323,53

197

APPLIANCE ARTS PORTUGAL - APLICAÇÕES ELECTRÓNICAS APPARP, S.A.

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

ComÊrcio por grosso de equipamentos eletrónicos, de telecomunicaçþes e suas partes

7

630.275,15

198

ARLINDO LOPES, UNIPESSOAL, LDA

COSTA DE LAVOS

Manutenção e reparação de veículos automóveis

5

624.007,05

235 MANUEL SILVA BATATA & FILHOS, LDA

TROMELGO

Outras instalaçþes em construçþes

56

621.492,02

200

215 à LVARO JOSÉ PEREIRA OLIVEIRA, LDA

PORTO LICEIA

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

8

618.671,11

201

224 ISOCENTRO - ISOLAMENTOS, IMPERMEABILIZAÇÕES E CONSTRUĂ‡ĂƒO CIVIL, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Atividades de colocação de coberturas

17

612.930,83

202

221 SORTE DE PRINCIPIANTE, LDA

199

TAVAREDE

ComĂŠrcio a retalho de tĂŞxteis, em estabelecimentos especializados

11

612.703,17

203

SAUDAL GREEN - PRODUĂ‡ĂƒO & DISTRIBUIĂ‡ĂƒO AGROALIMENTAR, LDA

CHĂƒ

Culturas de produtos hortĂ­colas, raĂ­zes e tubĂŠrculos

2

605.605,29

204

CONTEMPLESTRELA, LDA

CASAL DA ROBALA

Estabelecimentos de bebidas com espaço de dança

9

603.230,08 599.267,78

205

229 FOZTUBO - MATERIAIS DE CONSTRUĂ‡ĂƒO, LDA

CASAL DA ROBALA

ComÊrcio por grosso de materiais de construção (exceto madeira) e equipamento sanitårio

5

206

232 BRUNO DANIEL CARDOSO, UNIPESSOAL, LDA

PIPELO

ComĂŠrcio por grosso de fruta e de produtos hortĂ­colas, exceto batata

8

591.652,98

207

154 GIL DIAS - SOCIEDADE DE CONSTRUĂ‡ĂƒO CIVIL, LDA

SERRA DAS ALHADAS Construção de outras obras de engenharia civil, n.e.

12

585.413,43

208

228 CL�NICA MÉDICA E DENTà RIA DAS ABADIAS, LDA

TAVAREDE

Atividades de medicina dentĂĄria e odontologia

4

584.470,75

FETEIRA DE CIMA

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

6

572.463,39

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de jornais, revistas e artigos de papelaria, em estabelecimentos especializados

2

568.505,92

FIGUEIRA DA FOZ

Outros estabelecimentos de bebidas sem espetĂĄculo

13

567.971,04 567.665,78

209 210 211 212

GRACINEVES - TRANSPORTES, LDA 234 FOZQUIOSQUES - PAPELARIA E TABACARIA, LDA SANCHES & PEREIRA, LDA 237 ABRANFINAS - AREIAS PARA FINS INDUSTRIAIS, LDA

CASAL DO GRELO

Extração de saibro, areia e pedra britada

5

213

NASCIMENTO & FERREIRA, LDA

COVA DA SERPE

Manutenção e reparação de veículos automóveis

6

566.697,05

214

WARESOFT - SOFTWARE PROFISSIONAL, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Outras atividades relacionadas com as tecnologias da informação e informåtica

10

565.326,11

COPEIRO

Instalação elÊtrica

12

563.155,90

215

217 ELĂ?SIO FERREIRA CARDOSO & FILHO, LDA

216

246 TESTEMUNHO DA TRADIĂ‡ĂƒO, LDA

MAIORCA

ComÊrcio a retalho em outros estabelecimentos não especializados, com predominância de produtos alimentares, bebidas ou tabaco

5

556.628,27

217

189 JOSÉ FIGUEIREDO UNIPESSOAL, LDA

CANOSA

ComĂŠrcio por grosso de madeira em bruto e de produtos derivados

4

554.730,42

218

INTERNACIONAL ABADIAS - PASTELARIA PADARIA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Pastelarias e casas de chĂĄ

4

553.098,91

219

NUVIPEL - HIGIENE E SEGURANÇA, UNIPESSOAL, LDA

CASAL NOVO

ComĂŠrcio a retalho por outros mĂŠtodos, nĂŁo efetuado em estabelecimentos, bancas, feiras ou unidades 4 mĂłveis de venda

545.303,41

220

JOĂƒO PEDRO DOMINGUES, SOCIEDADE UNIPESSOAL, LDA

GALA

Fabricação de portas, janelas e elementos similares em metal

12

533.580,58

221

JOMAFAL - COMÉRCIO DE ELECTRODOMÉSTICOS, LDA

ARNEIRO DE SĂƒO JOĂƒO

ComĂŠrcio a retalho de eletrodomĂŠsticos, em estabelecimentos especializados

5

532.144,08

222

243 FIGUEIRA FARMA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio a retalho de produtos farmacĂŞuticos, em estabelecimentos especializados

5

530.513,83

223

240 RESTAURANTE MARISQUEIRA - ROSA AMÉLIA, LDA

BUARCOS

Restaurantes tipo tradicional

15

529.975,41

224

244 SOCIEDADE AGR�COLA DA QUINTA DE FÔJA, S.A.

FERREIRA-A-NOVA

Agricultura e produção animal combinadas

16

529.459,51

MAIORCA

Cultura de arroz

3

523.757,26

225

PINTO COSTA - SOCIEDADE DE AGRICULTURA DE GRUPO, LDA

226

225 TRANSGĂ‚NDARA - TRANSPORTES DA GĂ‚NDARA, LDA

PEDROS

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

6

521.986,89

227

233 BOWLINE TRADING, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

ComĂŠrcio por grosso de vestuĂĄrio e de acessĂłrios

7

521.673,46

228

LOGIPONTE - COMÉRCIO E DISTRIBUIĂ‡ĂƒO, LDA

QUIAIOS

ComÊrcio a retalho em outros estabelecimentos não especializados, com predominância de produtos alimentares, bebidas ou tabaco

7

519.518,39

229

LUPA HOTEIS - EMPREENDIMENTOS HOTELEIROS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

HotĂŠis com restaurante

18

515.790,62

RAINHA DA FIGUEIRA DA FOZ - PADARIA E PASTELARIA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

3DQLÂżFDomR

13

514.733,46

231

248 PESCAXICO - SOCIEDADE DE PESCAS, LDA

SANTA LUZIA

Pesca marĂ­tima

24

504.542,43

232

245 ARTESCAN - 3D SCANNING, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

2XWUDVDWLYLGDGHVGHFRQVXOWRULDFLHQWtÂżFDVWpFQLFDVHVLPLODUHVQH

14

503.465,49

233

183 A.P.A. - IMPORTAĂ‡ĂƒO E EXPORTAĂ‡ĂƒO, LDA

Z.I. FIGUEIRA DA FOZ

Aluguer de outras mĂĄquinas e equipamentos, n.e.

9

502.012,85

234

220 CENTRO Ă“PTICO DA FIGUEIRA DA FOZ, LDA

PAIĂƒO

&RPpUFLRDUHWDOKRGHPDWHULDOyWLFRIRWRJUiÂżFRFLQHPDWRJUiÂżFRHGHLQVWUXPHQWRVGHSUHFLVmRHP estabelecimentos especializados

13

501.773,95 491.388,94

230

235

GIL VENTURA DOS REIS & CA, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

HotĂŠis com restaurante

10

236

KIDNAP YOURSELF, LDA

CONDADOS

ComĂŠrcio por grosso de brinquedos, jogos e artigos de desporto

3

490.747,13

237

ANTĂ“NIO PERES SANCHES, LDA

VAIS

Restaurantes tipo tradicional

13

490.224,53

FIGUEIRA DA FOZ

$WLYLGDGHVGRVVHUYLoRVUHODFLRQDGRVFRPDVLOYLFXOWXUDHH[SORUDomRĂ€RUHVWDO

21

488.959,83

239

RAIZ DA AVENTURA, UNIPESSOAL, LDA

BRENHA

ComĂŠrcio por grosso de brinquedos, jogos e artigos de desporto

7

474.613,28

240

FOZFLORESTA - MADEIRAS, LDA

FRANCO

ComĂŠrcio por grosso de madeira em bruto e de produtos derivados

2

471.704,25

241

CREDIMEDIA - SEGUROS, MEDIAĂ‡ĂƒO DE SEGUROS, LDA

FIGUEIRA DA FOZ

Outras atividades auxiliares de seguros e fundos de pensĂľes

14

460.314,78

238

242

226 SFERA ULTIMATE, LDA

214 MERGUL - EQUIPAMENTOS E MATERIAL RODOVIARIO, LDA

GALA

Fabricação de carroçarias, reboques e semirreboques

9

459.077,13

243

CAMACHO & GASPAR - TRANSPORTES, LDA

ALHADAS DE CIMA

Transportes rodoviĂĄrios de mercadorias

4

455.688,26

244

CARLOS SANTIAGO, CL�NICA MÉDICA E DENTà RIA, LDA

BUARCOS

Atividades de medicina dentĂĄria e odontologia

5

452.852,63

PEDROS

Manutenção e reparação de veículos automóveis

2

447.949,97

BUARCOS

Atividades das agĂŞncias de viagem

2

447.493,62

GALA

ComĂŠrcio por grosso de peixe, crustĂĄceos e moluscos

2

445.851,96 445.260,18

245 246 247

238 ACĂšRCIO & FILHOS, LDA NUVEM D'ILUSĂƒO, UNIPESSOAL, LDA 188 MARPAIXĂƒO - PRODUĂ‡ĂƒO E COMÉRCIO DE PEIXE, LDA

248

FRUMARQ, LDA

SERRA DE SANTA MARINHA

ComĂŠrcio por grosso de fruta e de produtos hortĂ­colas, exceto batata

2

249

AZENHA & ROCHA, LDA

QUIAIOS

Construção de edifícios (residenciais e não residenciais)

5

442.262,23

250

SOCIEDADE DE PESCA BENFICA, LDA

BUARCOS

Pesca marĂ­tima

22

441.811,83

Esta listagem foi-nos fornecida pela empresa , sediada em Lisboa (Rua Barata Salgueiro n.Âş 28 3.Âş , 1250-044 Lisboa, Telef. 213500300, E.mail: informadb@informadb. pt), com quem trabalhamos hĂĄ vĂĄrios anos. Os dados respeitam ao ano econĂłmico de 2015. Eventuais imprecisĂľes, de que nos penitenciĂĄmos desde jĂĄ, nĂŁo sĂŁo, pois, da nossa responsabilidade directa.


250 MAIORES EMPRESAS DA FIGUEIRA DA FOZ www.campeaoprovincias.pt

05

QUARTA-FEIRA

DE OUTUBRO DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

39028

XVI

250 maiores empresas da Figueira da Foz | 2017  

Caderno publicado pelo Campeão das Províncias na sua edição de 05/10/2017, dedicado às 250 maiores empresas da Figueira da Foz