Page 1

38561

38602

ALBERTO GONÇALO SANTOS REIS

JoĂŁo Madeira - Tlm. 917 512 644

&RQWDELOLVWD&HUWL¿FDGR Contabilidade - Fiscalidade Facturação - Salårios

Avenida FernĂŁo de MagalhĂŁes, 153 - 4.Âş Sala 12 3000-176 Coimbra Telf./Fax: 239 837 823

38651

DIRECTOR LINO VINHAL | www.campeaoprovincias.pt SEMANà RIO À QUINTA-FEIRA PREÇO 0,75\ | 2ª SÉRIE | ANO 17 | Nº 872 | 20 ABRIL DE 2017 telef. 239 497 750 | fax 239 497 759 | e-mail: campeaojornal@gmail.com

TAXA PAGA

PORTUGAL CCE TAVEIRO

PUBLICAÇÕES PERIĂ“DICAS AUTORIZADO A CIRCULAR EM INVĂ“LUCRO FECHADO DE PLĂ STICO OU PAPEL PODE ABRIR-SE PARA VERIFICAĂ‡ĂƒO POSTAL DE09042014RL/RCMC

SEDE: Telf. 239 941 439 Largo Rodrigo da Fonseca MagalhĂŁes, 3 3150-126 CONDEIXA-A-NOVA | E-mail: funerariamadeira@sapo.pt FILIAIS: SOURE - Tlf. 239 502 262 PEREIRA: Tlf. 239 645 151 GRANJA DO ULMEIRO: Tlf. 239 644 635 CERNACHE: Tlf. 239 944 041 ANTANHOL: Tlf. 239 099 616

SEMANĂ RIO NO PAPEL (QUINTAS-FEIRAS)... DIĂ RIO ONLINE (WWW.CAMPEAOPROVINCIAS.PT) | AUDIĂŠNCIA QUALIFICADA

ClĂ­nica DentĂĄria da Figueira da Foz Rua Arnaldo Sobral, n.Âş 48, Sala 106, 3080-058 Figueira da Foz (Centro de Atividades) - Telef.: 233 433 053 - Telem.: 927 427 322 ÂżJXHLUD#PHGLIR]FRPwww.medifoz.com 38549

Quatro homens sujeitos a julgamento em Coimbra por alegada falsidade de perĂ­cia

38341

Avaliação de terreno a 128 400 euros por metro quadrado

Convida a visitar Cernache este fim-de-semana! Rua do Cabo,14 | 3040-762 Cernache | Telef.: 239 947 403 padariacentraldecernache@gmail.com

Quatro arguidos estão a ser julgados, em Coimbra, por alegado abuso de poder e eventual falsidade de perícia inerente à avaliação de terreno a 128 400 euros por metro quadrado. Segundo o MinistÊrio Público, os arguidos cometeram os crimes no âmbito de um processo de expropriação em que assinaram um relatório de avaliação de um terreno que decalcava um estudo economico-financeiro da parte expropriada, para a qual três deles tambÊm trabalhavam. Pågina 02

Convida a visitar a freguesia por altura das Festas!

Movimento cĂ­vico

CpC quer “reparar fracturasâ€?, ex-edil teme dependĂŞncia $QRYD'LUHFomRGRPRYLPHQWR&S&SURS}HVH´UHSDUDUIUDFWXUDVÂľ ´5HFHQWHVDOWHUDo}HVQDSROtWLFDGH&S&SXVHUDPHPFDXVDGHIRUPD irremediĂĄvel, a caracterĂ­stica genĂŠtica de independĂŞncia que para mim pLQDOLHQiYHOÂľDĂ€UPRXSRUVHXODGR-RVp$XJXVWR)HUUHLUDGD6LOYDDR PĂĄgina 03 renunciar, esta semana, ao cargo de vereador .

Na LousĂŁ e em Coimbra

Silvino Costa & Costa, Lda.

Boa mesa para cativar turistas

O cabrito e o bacalhau vão estar em destaque nas próximas semanas, QD/RXVmHHP&RLPEUDUHVSHFWLYDPHQWH2V´ÀQVGHVHPDQD¾GR ComÊrcio de Madeiras e Lenhas cabrito no concelho lousanense decorrem de 21 a 25 de Abril e de 28 a CERCA - 3230-057 ESPINHAL - Penela 01 de Maio, em 14 restaurantes aderentes. Jå em Coimbra, e particular Telef.: 239 559 272 - Telem.: 917 623 340 mente no centro histórico, são 41 os estabelecimentos de restauração que Felicita o Campeão das Províncias pelo seu Aniversårio DGHULUDPjTXLQWDHGLomRGD´6HPDQDGR%DFDOKDX¾TXHLUiDFRQWHFHU Pågina 08 de 22 a 29 de Abril.

PUBLICIDADE

Telef.: 239 569 917 | Fax: 239 561 233 E-mail: elioter@sapo.pt Zona Industrial de Penela | 3230-247 PENELA

Tel. 239 482 454 - Tlm. 918 787 969 - 913 328 861 Rua de Coimbra, 20, r/c - 3230-284 PENELA

38602

SOLUÇÕES DE HIGIENE E LIMPEZA

‡/XYDVGHVFDUWiYHLVPiVFDUDVWRXFDVEDWDVHDYHQWDLV.LW�VYLVLWDQWHV ‡7RDOKHWHVGHPmRURORVGHPDUTXHVDURORVLQGXVWULDLVHWRDOKHWHV ‡'HVLQIHFWDQWHV‡$XWRODYDGRUDVHDVSLUDGRUHV‡0DWHULDOSDUD+$&&3

38577

elioter

SURGXWRVGHKLJLHQHHOLPSH]DOGD

Directora ClĂ­nica: Dr.ÂŞ Diana Santos Costa

/DYDQGDULDV&R]LQKDV2ÂżFLQDV(VFRODV/DUHVH,QVWLWXLo}HV

Indústria de Construção Civil e Obras Públicas e Particulares Felicita o Campeão das Províncias pelo seu Aniversårio

MORADA: Praça da República, 4 3150-127 Condeixa-a-Nova TELEFONE: TELEMÓVEL 239 941 253 933 522 943 EMAIL: esc.conducao.condeixa@gmail.com 38601

Sede: &EIRA.OVAs!NGEJA %SC!,"%2'!2)! ! 6%,(! 2UA3OJADO6ISOs3ARRAZOLAs#!#)!s!6%)2/ 4ELEF&AX 4ELEM

37011

Fernando Pimenta & Filho, Lda.


ACTUALIDADE

2

20 QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Caso ocorreu em Coimbra com avaliação de terreno a 128 400 euros por metro quadrado

Eleiçþes no Instituto PolitÊcnico

Quatro arguidos julgados por falsidade de perĂ­cia

5LFDUGR3RFLQKRDĂ€UPD ser capaz de fazer diferente

Quatro arguidos estão a ser julgados, em Coimbra, por alegado abuso de poder e eventual falsidade de perícia inerente à avaliação de terreno a 128 400 euros por metro quadrado. Dezassete metros quadrados de terreno, expropriado pela sociedade Estradas de Portugal à Controlauto / Brisa, foram estimados em 2,18 milhþes de euros. Segundo o MinistÊrio Público (MP), os arguidos cometeram os crimes no âmbito de um processo de expropriação em que assinaram um relatório de avaliação de um terreno que decalcava um HVWXGRHFRQRPLFRÀQDQFHLUR da parte expropriada, para a qual três deles tambÊm trabalhavam. O processo-crime foi aberto, em 2012, depois de a Polícia Judiciåria de Coimbra haver recebido uma denúncia de um cidadão, que pôs em causa a isenção de quatro dos

cinco peritos de um processo de expropriação que estava a ser julgado no 2º. Juízo Cível de Coimbra. De acordo com o JN, a juíza titular do processo de expropriação preparava-se para acolher a tese daqueles quatro peritos e condenar a Estradas de Portugal (cuja fusão com a Refer deu lugar à criação da Infra-estruturas de Portugal) a pagar uma fortuna por um cantinho de terreno que tirara a um centro de inspecção automóvel da Controlauto (em Carvalhais, Coimbra). A investigação da PJ acabou por travar o processo cível (que ainda estå pendente) e levou o MP a deduzir acusação criminal contra os três peritos escolhidos pelo tribunal, António Canas, António Martins da Costa e Lauro Marques, e contra o perito indicado pela Controlauto, JosÊ Leal Barreto. De fora desta acuVDomRÀFRXDSHQDVRTXLQWR

elemento da equipa de peritos, Manuel Fernandes dos Santos, que tinha sido nomeado pela Estradas de Portugal. O relatório de avaliação subscrito pelos quatro peritos concluía que a expropriação era causa de uma perda de receitas por parte da Controlauto no montante de 2,18 milhþes de euros, porque sem os tais 17 metros quadrados deixava de poder inspeccionar veículos pesados. Do ponto de vista da PJ e do MP, aquelas premissas eram da própria Controlauto e estavam erradas, tendo sido acolhidas pelos arguidos com o objectivo de favorecer a empresa. Por um lado, a acusação sustenta que os peritos deveriam ter tomado em devida conta que o Instituto da Mobilidade e dos Transportes só acabou por proibir a inspecção de pesados porque a Controlauto não quis implementar correcçþes sugeridas e que

Ricardo Pocinho, o primeiro candidato externo na HistĂłria do Instituto passavam, por exemplo, pela PolitĂŠcnico de Coimbra colocação de sinalização verti- ,3&  DĂ€UPDVH FDSD] GH cal. Por outro lado, foi a partir fazer diferente e invoca este daquela premissa – errada, se- como o principal motivo gundo o MP – que a Contro- que o levou a concorrer a lauto pediu a um economista presidente. A eleição do futuro da sua accionista maioritĂĄria para fazer o cĂĄlculo dos pre- timoneiro do IPC, a carjuĂ­zos da nĂŁo realização de go do Conselho Geral da inspecçþes a pesados. Um instituição, serĂĄ efectuada estudo que vem a revelar-se a 05 de Maio e, caso seja determinante, porque ĂŠ depois necessĂĄria, a segunda volta entregue a Leal Barreto, perito realizar-se-ĂĄ a 12. 2 ~OWLPR D SHUĂ€ODUVH nomeado pela Controlauto, que o faculta aos outros qua- para timoneiro do IPC, Ricardo Pocinho, juntou-se a tro, assinala o JN. A testemunha Giuseppe Rui Mendes (presidente da Maria Nigra, administrador Escola Superior de EducaGD&RQWURODXWRDĂ€UPRXTXH ção - ESEC), Jorge Conde as correcçþes ao centro de (presidente da Escola Supeinspecção propostas pelo rior de Tecnologia da SaĂşde Instituto da Mobilidade e dos - ESTeSC), Jorge Barbosa Transportes “nĂŁo eram exe- (presidente do Instituto quĂ­veisâ€?. Contrariou, assim, a Superior de Engenharia tese de que a empresa preferiu ISEC) e Carlos Veiga (preapostar numa indemnização sidente da Escola Superior choruda do que fazer obras de Tecnologia e GestĂŁo de para manter a inspecção de pe- Oliveira do Hospital). sados, serviço que jĂĄ oferecia Para Ricardo Pocinho, em Souselas, Coimbra. “quem nunca saiu do Po-

OLWpFQLFR WHUi GLĂ€FXOGDGHV em entender a mudança pretendida, daĂ­ que as coisas estejam como estĂŁo, o TXHMXVWLĂ€FDDH[LVWrQFLDGH quatro candidaturas de presidentes de escolasâ€?. “Isto tambĂŠm explica o silĂŞncio de alguns dos candidatos, pois importa nĂŁo esquecer que, Ă excepção da minha pessoa, todos os outros participaram nas decisĂľes do IPC nos Ăşltimos anosâ€?, acrescenta. Para o assessor da Administração Regional e SaĂşde do Centro, “nĂŁo pode haver um comportamento de alheamento Ă  evolução da sociedade e dos orçamentos e dar resposta apenas revindicandoâ€?. Segundo Ricardo Pocinho, “revindicar ĂŠ preciso, mas gerar alternativas tambĂŠmâ€?. A rematar, refere que “sente a sua candidatura em crescente, foi o Ăşnico a cumprir os prazos e nĂŁo tentou g arantir votos ‘cegos’ no colĂŠgio eleitoralâ€?.

38044

PUBLICIDADE


20

QUINTA-FEIRA

POLĂ?TICA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

3

www.campeaoprovincias.pt

Praça de 08 de Maio

Coimbra

Vereador sai por sentir a independĂŞncia beliscada

Candidato independente sem entusiasmo pelo Metro urbano

“Recentes alteraçþes na polĂ­tica de CidadĂŁos por Coimbra puseram em causa, de forma irremediĂĄvel, a caracterĂ­stica genĂŠtica de independĂŞncia que para mim pLQDOLHQiYHOÂľDĂ€UPRX-RVp Augusto Ferreira da Silva, esta semana, ao renunciar ao cargo de vereador da Câmara. Para o jurista, o mandato autĂĄrquico resultava de uma dupla legitimidade: o voto popular, por um lado, a escolha efectuada por CpC, por outro. “Ficou posta em causa a minha relação com esse

movimento e a de CpC com os seus eleitoresâ€?, alega o advogado, em cujo ponto de vista “a polĂ­tica sĂł pode ser feita com verdade e transSDUrQFLDÂľ2UDDFHQWXD-RVp Augusto, a verdade impĂľe que, “tendo-se rompido tal relação recĂ­procaâ€?, restava-lhe renunciar ao mandato. “Sempre procurei estudar os dossiĂŞs, ouvir os munĂ­cipes sobre os seus problemas e anseios, debater com frontalidade e agir com determinação e lealdade com vista a contribuir para um MunicĂ­pio melhor; se o consegui ou nĂŁo, outros

farĂŁo essa avaliaçãoâ€?, prosseguiu. Ferreira da Silva deixou claro que nĂŁo se demitirĂĄ, enquanto cidadĂŁo, de continuar a intervir na vida pĂşblica conimbricense. “Foi para mim um privilĂŠgio ter desempenhado o cargo de vereador da Câmara Municipal de Coimbra; o exercĂ­cio de tal cargo enriqueceu, indiscutivelmente, a minha vivĂŞncia pessoal, polĂ­tica e cĂ­vicaâ€?, acrescentou. 1HVWH FRQWH[WR -RVp Augusto agradeceu aos eleiWRUHVTXHQHOHFRQĂ€DUDPH espera nĂŁo os ter desiludido.

Agradeceu, ainda, a todas e a todos os que, dentro de CpC, “com competĂŞncia, empenho, entusiasmo e lealdadeâ€?, o ajudaram diariamente a cumprir o mandato. De entre essas pessoas destacou, naturalmente, o camarada Pedro Bingre (vereador substituto). “Sempre que ele foi chamado a assumir o cargo de vereador, exerceu-o com elevado empenho e sentido de responsabilidade; sem o estĂ­mulo e apoio destas e destes camaradas eu nada teria conseguidoâ€?, vincou o advogado.

Movimento cĂ­vico

Direcção de CpC quer “reparar fracturasâ€? Empenho “em reparar fracturas e em abrir caminhos de convergĂŞnciaâ€? ĂŠ o propĂłsito anunciado pela nova Direcção do movimento CidadĂŁos por Coimbra (CpC). Segundo Graça SimĂľes, trata-se de um propĂłsito destinado a habilitar CpC para “contĂ­nuo debate, aberto e profundo, sobre um rumo estratĂŠgico para Coimbraâ€?. “NĂŁo nos juntĂĄmos contra nada nem ninguĂŠm; apenas a favor, da continuidade e renovaçãoâ€? do movimento, acrescentou. A futura Direcção, para 10 meses, saiu de uma

eleição intercalar, depois GH -RVp $XJXVWR )HUUHLUD da Silva (outrora vereador) ter prevenido os aderentes a CpC que a anterior se encontrava “incapaz de funcionar devido a falta de FRQĂ€DQoD ÂŤ  HQWUH VHWH dos 11 membrosâ€?. O novo elenco direcWLYR p FRPSRVWR SRU -RVp Dias (coordenador), Alexandre Carvalho, AntĂłnio -RVp $QGUp %ORFR GH (Vquerda), Berta Marques, Carlos Marques, Catarina Martins (BE), Graça SimĂľes, Helena Loureiro %( -RVp-RmR/XFDV %(  -RVp 9LHLUD /RXUHQoR H

SĂ­lvia Franklin. NatĂŠrcia Coimbra, Neise Grazersi H9LFWRU6LP}HVVmRPHPbros suplentes. Catarina Martins, HeleQD/RXUHLUR-RVp-RmR/XFDVH$QWyQLR-RVp$QGUp sĂŁo membros da Coordenadora Concelhia de Coimbra do Bloco de Esquerda. O “grupo dos 15â€?, que se demarcou de prĂĄticas recentes no movimento cĂ­vico e fez a apologia de ele aspirar a tornar-se indispensĂĄvel Ă governação do MunicĂ­pio, proclamou “a recusaâ€? de um caminho que, segundo alega, leva Ă  “desvalorização da luta institucionalâ€? e Ă 

CidadĂŁos por Coimbra

to, que irå decorrer, a partir das 15h00, na Galeria de Santa Clara, Ê o primeiro após a eleição da Direcção incumbida de completar o mandato da anterior. Depois de, a 23 de Abril, serem analisados três nomes, caberå a outro plenårio, no último domingo do mês, proceder à indigitação do(a) candidato(a) à liderança do Município conimbricense.

Professor universitårio e especialista em robótica, Norberto Pires Ê vereador do PSD na Câmara de Condeixa, foi timoneiro da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e presidente da sociedade iParque, mas desvinculou-se do partido. Presidente da Associação Gatos Urbanos, Gouveia Monteiro foi vereador

co, que recomendou, a título de exemplo, a duplicação da capacidade de estacionamento do futuro parque da praça das Cortes (adjacente ao Estådio Universitårio). Primeiras candidatas

O movimento “Somos Coimbraâ€? vai candidatar Ana GoulĂŁo e Maria InĂŞs Almeida a presidentes de duas das 18 freguesias do concelho, soube o “CampeĂŁoâ€?. Ana GoulĂŁo perfila-se SDUDOLGHUDUD-XQWDGH6DQWR AntĂłnio dos Olivais (a mais populosa das freguesias conimbricenses) e Maria InĂŞs Almeida aspira a ser timoneira GD-XQWDGD8QLmRGH)UHJXHsias de Taveiro, Ameal e Arzila (UFTAA). 3DUD D -XQWD GH 2OLYDLV concorre, por ora, Francisco Andrade (PSD); para a da 8)7$$ SHUILODPVH -RUJH Mendes, actual presidente (CDU), Cândido Malva (independente, proposto pelo PS) H-RVp0DULD%DUURFD 36' CDS/PP - PPM - MPT). Assunção Azevedo Monteiro, que acaba de substiWXLU-RmR%HOR 36' FRPR PHPEUR GD -XQWD GH 6DQWR AntĂłnio dos Olivais, assumiu publicamente ser apoiante de “Somos Coimbraâ€?.

´UHGXomRGRVLJQLĂ€FDGRGR movimento cĂ­vicoâ€?. Para Graça SimĂľes, a Direcção emana de um grupo de pessoas apostadas em “garantir continuidade a CidadĂŁos por Coimbra, discordando da lĂłgica de subvalorização das respectivas forças e de sobrevalorização das alheiasâ€?. AutĂĄrquicas “Focalizado num programa exigenteâ€?, o novo elenco directivo pĂľe a par de objectivos eleitorais a “manutenção da matriz de inter-DLPH 5DPRV FDQGL- estratĂŠgia de captação de venção cĂ­vica e de incentivo dato social-democrata a investimento passa por Ă participação alargada, tanto lĂ­der do MunicĂ­pio conim- uma estreita colaboração dentro do movimento, como bricense, disse, na semana com todas as forças vivas nas comunidades em geralâ€?. passada, que “a marcaâ€? (pĂşblicas e privadas) e com associada a Coimbra tem os municĂ­pios vizinhos. sido “delapidada por uma “AlĂŠm disso, ĂŠ preciso Câmara inoperanteâ€?. aproveitar as redes empreO mĂŠdico ĂŠ citado sariais e a imensa rede de numa nota de Imprensa, di- cidades geminadasâ€? com vulgada a propĂłsito de uma a Lusa-Atenas, “nĂŁo para visita que efectuou Ă  NERC ir passear, como tem sido - Associação Empresarial hĂĄbito, mas tornando-as de 1998 a 2009, eleito pela da RegiĂŁo da Coimbra (cujo portas de entrada de inCDU, tendo exercido o car- timoneiro ĂŠ o ex-vereador vestimento estrangeiro em go em dedicação exclusiva HorĂĄcio Pina Prata). Coimbra e facilitadores Segundo o potencial econĂłmicos para que as na vigĂŞncia de dois mandatos de Carlos Encarnação sucessor de Manuel Ma- sociedades da cidade e da (PSD) ao responder pelo chado (PS), a Câmara co- regiĂŁo possam ir vender e nimbricense chega a ser mostrar os seus produtos pelouro da Habitação. Fernando Gomes, an- “inimiga do investimento ou serviçosâ€?. tigo deputado do PCP Ă  e da criação de empregoâ€?, De acordo com o mĂŠdiAssembleia da RepĂşblica, carregando o Ăłnus de “em- co, â€œĂŠ necessĂĄrio que a marfoi dirigente sindical e pre- purrar uma geração inteira ca Coimbra seja associada sidiu Ă  Secção Regional para fora da cidadeâ€?. a uma cidade moderna, Para o ex-governador atraente e amiga do invesdo Centro da Ordem dos civil de Coimbra, uma clara timentoâ€?. MĂŠdicos.

Norberto Pires, Monteiro e Gomes, um deles poderĂĄ ser cabeça de lista 1RUEHUWR 3LUHV -RUJH Gouveia Monteiro e Fernando Gomes sĂŁo tidos como possuidores de condiçþes para encabeçar a lista de CidadĂŁos por Coimbra (CpC) para a Câmara Municipal, soube o “CampeĂŁoâ€?. O movimento reĂşne-se, domingo (23), em plenĂĄrio, no âmbito do processo da elaboração das listas para as eleiçþes autĂĄrquicas do prĂłximo Outono. O even-

Candidato a presidente GD&kPDUDGH&RLPEUD-RVp Manuel Silva (independente) DFDEDGHDĂ€UPDUQmRVHUHQtusiasta acerca da componente urbana do projecto do Sistema de Mobilidade do Mondego. O mĂŠdico (anterior bastonĂĄrio da classe), que se reuniu com apoiantes de “Somos Coimbraâ€?, aludiu a “sĂŠrias reservasâ€? sobre a implantação QDFLGDGHGHXPĂ€JXULQRGH Metro de superfĂ­cie, mas foi omisso sobre a substituição do Ramal ferroviĂĄrio da LousĂŁ. “Mais importanteâ€? do que a inclinação por este ou por aquele projecto ĂŠ eles nĂŁo ficarem a hibernar durante dezenas de anos, acrescentou o potencial lĂ­der do MunicĂ­pio conimbricense. Do projecto do Sistema de Mobilidade do Mondego, concebido como alternativa ao Ramal da LousĂŁ, fala-se, pelo menos, hĂĄ 20 anos, mas nunca foi posto em prĂĄtica apesar de o Estado jĂĄ ter desembolsado mais de 100 milhĂľes de euros. Avesso ao facto de Coimbra viver “de costas voltadas SDUDR0RQGHJRÂľ-RVp0Dnuel fez a apologia de uma cidade virada para o rio e gracejou com o repuxo adquirido pela empresa municipal. “Temos de começar a pensar para um horizonte de 50 anosâ€?, preconizou o mĂŠdi-

Coimbra ĂŠ “marca delapidadaâ€?, diz o candidato do PSD Ă CMC


ACTUALIDADE

4

20

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

CatedrĂĄtico jubilado da FDUC acaba de receber a grĂŁ-cruz da Ordem do Infante D. Henrique

Francisco Pereira Coelho, SHUĂ€OGHXPPHVWUHH[HPSODU DIANA BAPTISTA (*)

Francisco Manuel Pereira Coelho, catedråtico jubilado da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (FDUC), acaba de ser condecorado, pelo Presidente da República, graças ao papel desempenhado na revisão de 1977 do Código Civil. Actualmente com 92 anos de idade, Pereira Coelho Ê recordado como mestre exemplar. A refor ma de 1977 do CC teve no Direito da Família e das Sucessþes as suas maiores mudanças, que eram necessårias para se adequar à Constituição da República instituída em 1976. Especialista em Direito da Família, o jurista deixou a sua marca nessa revisão, a partir da qual passou a existir mais igualdade entre homens e mulheres, alÊm das alteraçþes aplicåveis às responsabilidades parentais. Nascido em Beja, em 1925, Francisco Manuel Pereira Coelho licenciou-se em Ciências Jurídicas, na FDUC, em 1947; tornou-se doutor em Direito, em 1956, e professor catedråtico, em 1971. AlÊm da docência, a sua carreira foi pautada por diversos cargos de cheÀD WHQGR VLGR SUHVLGHQWH do Conselho Directivo da Faculdade, presidente do &RQVHOKR &LHQWtÀFR H GR Conselho Pedagógico, tendo sido ainda timoneiro da Comissão para o Enquadramento Legislativo das Novas Tecnologias (1986 a 1987) e vogal da Secção Portuguesa da Comissão Internacional do Estado Civil, onde desenvolveu actividade relevante (1976 a 1994). Pereira Coelho foi,

igualmente, membro da “Association Henri Capitant� e do Instituto do Direito Comparado Luso-Brasileiro, tendo recebido a comenda da Ordem do Cruzeiro do Sul. Bondoso e paciente

A distinção recentemente concedida a Francisco Pereira Coelho pelo Presidente da RepĂşblica, Marcelo Rebelo de Sousa, foi “mais do que merecida, sĂł pecando pelo atrasoâ€?, DĂ€UPD-RmR&DOYmRGD6LOva, catedrĂĄtico da FDUC, anterior ministro da Administração Interna e antigo aluno do homenageado. “Foi o professor mais luminoso que tive, um grande mestreâ€?, relembra o jurista, destacando o papel de Pereira Coelho na reforma do CĂłdigo Civil. Segundo CalvĂŁo da Silva, tratou-se de um professor “muito arguto e atento a certos assuntos, muito Ă frente do seu tempoâ€?, com uma capacidade de escrita invulgar e dotado de grande capacidade de sĂ­ntese. Do cĂ­rculo de antigos alunos do homenageado, destaca-se, tambĂŠm, o catedrĂĄtico jubilado Guilherme de Oliveira, que, alĂŠm de haver sido discĂ­pulo de Pereira Coelho, teve “o privilĂŠgioâ€? de trabalhar com ele durante cerca de 40 anos. As histĂłrias com o especialista em Direito da FamĂ­lia contam-se a nĂ­vel SURĂ€VVLRQDOPDVWDPEpP a nĂ­vel pessoal, com uma relação “bastante amistosa, de extrema amizade, respeito e consideraçãoâ€?. Guilherme de Oliveira realça a “grande bondade, inteligĂŞncia, tolerância e paciĂŞnciaâ€? de Francisco Manuel, considerando-o

PUBLICIDADE

CARDIOLOGIA Gina Alves / Carlos Lopes – CLISACOR - CLĂ?NICA SAĂšDE DO CORAĂ‡ĂƒO, LDA. – CLĂ?NICA CARDIOLĂ“GICA A. MOREIRA DA SILVA, LDA. CONSULTAS DE CARDIOLOGIA

Ă GUEDA: Rua Rio Grande - n.Âş 11, 2.Âş andar, Sala M - 3750-137 Ă gueda Telef. 234 603 468 - Fax: 234 603 401 - Tlm. 917 620 728 AVEIRO: Rua Nova, n.Âş 60 - Bloco C - Bairro de Santiago - 3814-501 Aveiro Telef. 234 385 220 - Fax: 234 385 221 - Tlm. 912 973 311 COIMBRA: Rua Amorim GirĂŁo - Lote 15 - Loja 9 - Quinta da VĂĄrzea - 3040-390 Coimbra Telef. 239 810 310 - Fax: 239 810 311 - Tlm. 912 342 829

1250

EXAMES: ELECTROCARDIOGRAMA | PROVA DE ESFORÇO | HOLTER ECOCARDIOGRAMA | DOPPLER CARDĂ?ACO | MAPA | REABILITAĂ‡ĂƒO CARDĂ?ACA

Professor dotado de uma singular simplicidade

como “o maior investigaGRUHLQĂ XHQFLDGRUGR'Lreito da FamĂ­lia no Ăşltimo sĂŠculoâ€?. Quanto Ă distinção, o jurista afiança que foi merecida, porquanto Pereira Coelho “nunca foi de andar de bicos de pĂŠs, nem exerceu outras actividades fora do meio acadĂŠmicoâ€?. Muitos lhe elogiam, tambĂŠm, a eloquĂŞncia e o sentido crĂ­tico, sempre com argumentos vĂĄlidos e rigorosos, que utilizou nas suas cĂŠlebres liçþes, redigidas com grande clareza expositiva. Outro ex-aluno de Francisco Manuel e, mais tarde, seu assistente, Fernando Nogueira, corrobora os testemunhos citados, GHĂ€QLQGR3HUHLUD&RHOKR uma vez mais, de mestre, de quem “todos os seus alunos guardam seguramente uma memĂłria graWLĂ€FDQWH H HQULTXHFHGRUD como docente e como homemâ€?. Como professor, Fernando Nogueira, igualPHQWHH[PLQLVWURDĂ€UPD que “poucos como Pereira Coelho terĂŁo exercido a arte de ensinar de forma tĂŁo brilhante, com oralidade e escrita despida de complexidades e de artifĂ­cios intelectuais inĂşteisâ€?. Na opiniĂŁo do antigo governante, o mestre “procurava sempre transmitir de forma escorreita o que era relevante em termos de ensinamento jurĂ­dicoâ€?,

elogiando-lhe a “objectividade e a clarezaâ€?. “Um homem de carĂĄcter que ĂŠ, para mim, uma referĂŞncia, que guardo ciosamente no restrito grupo de pessoas que mais influenciaram a minha personalidadeâ€?, conclui Joaquim Fernando Nogueira. Pedro Gonçalves, docente da Faculdade de Direito, sublinha a dimensĂŁo de Francisco Manuel como “professor de uma simplicidade singular, com uma escrita elegante e clara e com uma afectuosa bondade para todos os que com ele se cruzavamâ€?. LuĂ­s Pais de Sousa, advogado, ex-secretĂĄrio de Estado e antigo presidente da Associação AcadĂŠmica de Coimbra, realça no catedrĂĄtico jubilado “o rosto da pureza de carĂĄcter e da humildadeâ€?, alĂŠm da sua “inteligĂŞncia, qualidades pedagĂłgicas, a profundidade doutrinal da obra escrita, o seu humanismo e simplicidade, que hĂĄ muito o catapultaram para a galeria de honra dos melhores da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbraâ€?. Para JosĂŠ AmĂŠrico Andrade, advogado, a admiração estende-se ao “seu humanismo, Ă permanente disponibilidade para atender e ouvir quem se lhe dirigisse, tratando todos com uma doçura e paciĂŞncia que sĂł os grandes conseguemâ€?. (*) Com R.A.

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Iniciativa decorrerĂĄ a 05 de Maio

Homenagem a Barbosa de Melo UHĂ HFWHVREUHIXWXURGD(XURSD (XURSHLDHGHVDĂ€RVGDLQWHgração monetĂĄria, econĂłmica Uma homenagem a An- HĂ€QDQFHLUDÂľPRGHUDGDSRU tĂłnio Barbosa de Melo, fale- JoĂŁo CalvĂŁo da Silva e com a cido hĂĄ menos de um ano e participação de Carlos Costa, que foi professor da Faculda- governador do Banco de de de Direito de Coimbra e Portugal, Gabriela Figueiredo presidente da Assembleia da Dias, presidente da CMVM, RepĂşblica, estĂĄ integrada num e JosĂŠ Almaça, presidente da colĂłquio subordinado ao tema Autoridade se SupervisĂŁo de “60 anos de UniĂŁo Europeia: Seguros e Fundos de PensĂľes. balanço e perspectivasâ€?. Pelas 20h00 serĂĄ o jantar, A iniciativa decorrerĂĄ a 05 onde decorrerĂĄ um debate de Maio, no Hotel de D. LuĂ­s, sobre a “UniĂŁo Europeia, em Santa Clara, Coimbra, e ĂŠ democracia e cidadania: riscos promovida pelo Instituto de HGHVDĂ€RVÂľFRPDPRGHUDomR Direito BancĂĄrio, da Bolsa e de Manuel Lopes Porto e em dos Seguros (BBS) e a Asso- que intervĂŞm Rui Machete, exciação de Estudos Europeus -ministro e advogado, e Frande Coimbra (AEEC). cisco Assis, deputado socialista A sessĂŁo de abertura estĂĄ do Parlamento Europeu. marcada para as 17h00, com AntĂłnio Barbosa de Melo, intervençþes de JoĂŁo CalvĂŁo que faleceu em Coimbra, aos da Silva (presidente do BBS), 83 anos, a 07 de Setembro de Manuel Lopes Porto (presi- 2016, foi o nono presidente dente da AEEC), Rui Moura da Assembleia da RepĂşblica Ramos (presidente do IJ), Rui (1991-1995) e integrou o Conde Figueiredo Marcos (direc- selho de Estado. tor da FDUC) e JoĂŁo Gabriel Sendo um dos fundadoSilva (reitor da UC). res do PSD, que integrou o A evocação de AntĂłnio nĂşcleo de Coimbra com Mota Barbosa de Melo iniciar-se-ĂĄ Pinto e Figueiredo Dias, Barpelas 17h30, com moderação bosa de Melo exerceu diversos de Fernando Alves Correia cargos nos ĂłrgĂŁos nacionais (professor da FDUC) e inter- do partido, tendo desde logo vençþes de Pedro Passos Co- integrado a comissĂŁo que elho, lĂ­der do PSD, do padre elaborou a lei eleitoral para a AntĂłnio Vaz Pinto e de JoĂŁo Assembleia Constituinte em 3DXOR%DUERVDGH0HORĂ€OKR 1974, da qual foi tambĂŠm do homenageado. deputado, e exerceu mandatos Seguir-se-Ă , pelas 18h30, no Parlamento em 1976 e a sessĂŁo intitulada “UniĂŁo 1977 e de 1991 a 1999. L.S.

Barbosa de Melo foi um dos fundadores do PSD

Câmara proporciona banhos gratuitos

Para tomar banho em sentinas públicas de Coimbra as pessoas mais carenciadas nada vão ter de desembolsar, deliberou a Câmara Municipal. A medida, preconizada pelo vereador da Acção Social, Jorge Alves, irå constar do Regulamento e Tabelas de Taxas e Preços (RMTTP),

cuja homologação cabe à Assembleia Municipal. O procedimento de revisão do RMTTP teve início, em Dezembro de 2014, no seio da Divisão de Atendimento e Apoio aos Órgãos Municipais, atravÊs da recolha de contributos junto das demais unidades orgânicas da Câmara conimbricense.


20

QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

PUBLICAÇÃO OFICIAL

5


FIGURAS DA SEMANA

6

www.campeaoprovincias.pt

Ascensor

A

S U B I R

Anselmo Borges – Professor jubilado da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e padre da Sociedade MissionĂĄria Portuguesa, concedeu uma lĂşcida entrevista, publicada na mais recente edição do semanĂĄrio Expresso. ArmĂŠnia Coimbra – Uma das mais conceituadas advogadas conimbricenses e antiga vice-presidente do Conselho Geral da respectiva Ordem, a jurista acaba de divulgar um artigo de opiniĂŁo, intitulado, de forma pertinente, “A fronteira entre ser advogado e ser arguidoâ€?. “SĂł devo lutar pela proibição total da quebra do VHJUHGR SURĂ€VVLRQDOÂľ GH XP D  FDXVtGLFR D  ´VHMD HP que circunstâncias forâ€?, proclama a jurista, assertiva na mensagem dirigida aos magistrados e aos investigadores do foro criminal.

20

QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Pedro Roxo Pedro Roxo ascendeu, esta semana, a timoneiro da AcadĂŠmica/OAF meGLDQWHHVFROKDGRVGHPDLVYLFHSUHVLGHQWHVGD%ULRVD2QRYROtGHUGD$$& OAF sucede a Paulo Almeida, que renunciou ao cargo por “motivos do foro privadoâ€?. O Organismo AutĂłnomo de Futebol da AAC ĂŠ o proprietĂĄrio da AcadĂŠmica - SDQUQ, que se encontra a disputar a II Liga, praticamente arredada da aspiração de regressar Ă I. Rui Pacheco Mendes, que era membro suplente da Direcção, sobe a vice-presidente efectivo, juntando-se a Gustavo Mota, Miguel Correia, AmĂŠrico Cardoso Santos, Pedro FerrĂŁo e Afonso Pedrosa. Os suplentes -RVp0LJXHO)UDQFRH-RVp&DPSRV&RURD M~QLRU WDPEpPDVVXPHPIXQo}HVH[HFXWLYDV3HGUR Roxo, com o pelouro do futebol no âmbito do elenco directivo da AAC/OAF, jĂĄ era um dos JHUHQWHVH[HFXWLYRVGD$FDGpPLFD6'843DXOR$OPHLGDFXMRPDQGDWRGXURXDSHQDVPHVHVWLQKDVXEVWLWXtGR-RVp(GXDUGR6LP}HVTXHGLULJLXR2UJDQLVPR$XWyQRPRGH)XWHEROGD $$&GXUDQWHDQRV   Francisco Costa – O secretĂĄrio distrital do PSD/Coimbra, Francisco Costa, estĂĄ de luto devido ao falecimento do pai, ocorrido, anteontem, em Braga. Francisco Costa, que pertenceu Ă  Estudantina UniversitĂĄria conimbricense, ĂŠ um activo membro do Clube de Bridge de Coimbra.

investigação de diferentes instituiçþes, incluindo este grupo do &1&MiPRVWUDUDPTXHDVIiEULFDVGDHQHUJLDGDVFpOXODV DV PLWRF{QGULDV WrPXPSDSHOLPSRUWDQWHQDSHUGDQHXURQDOH neurodegenerescência que ocorre nesta e em outras doenças neurodegenerativas.

Susana PaixĂŁo – A docente do departamento de SaĂşde Ambiental da Escola Superior de Tecnologia da SaĂşde de &RLPEUD (67H6& FRQFOXLXRGRXWRUDPHQWRHP*HRJUDĂ€D UDPRGH*HRJUDĂ€D)tVLFDQD)DFXOGDGHGH/HWUDVGD8QLYHUVLdade de Coimbra. Com a tese “Recolha Selectiva: um balanço GHHQHUJLDHUHFXUVRVIDFHjGLVSHUVmRJHRJUiĂ€FDHVWXGR caso: concelho de Coimbra e concelho da Figueira da Fozâ€?, a JosĂŠ Augusto F. da Silva – Sem desprimor para quem doutoranda foi aprovada com distinção e por unanimidade. A vier a suceder-lhe como vereador do movimento CidadĂŁos FRQFOXVmRGDWHVHGDDXWRUDpGHTXH´DTXDQWLGDGHGHUHVtGXRV por Coimbra, deve dizer-se que o advogado deixa uma recolhidos nos ecopontos tem vindo a diminuir e que a recolha HWUDQVSRUWHGRVUHVtGXRVSURYHQLHQWHVGRVHFRSRQWRVHPLWH PDUFDQDYHUHDomRGR0XQLFtSLR menos diĂłxido de carbono e consome menos energia do que JosĂŠ Belo – A advertĂŞncia dirigida pelo vereador o fabrico da mesma quantidade de novos materiaisâ€?, alĂŠm de social-democrata, a 03 de Abril, Ă Câmara Municipal de se concluir que “a energia poupada no processo de reciclagem &RLPEUDGHXIUXWRFRPDSURUURJDomRDWpDPDQKm   representa um balanço muito positivoâ€?. do prazo para apresentação de propostas ao concurso Diogo Piçarra ²2P~VLFRSRUWXJXrVDFWXDDGH0DLR da empreitada de estabilização da margem direita do rio Mondego. O edil e jurista tinha alertado para “o risco na praça da Canção, na segunda noite da Queima das Fitas, em de haver condiçþesâ€? de qualquer dos concorrentes vir a Coimbra. O artista foi o grande vencedor da quinta edição do requerer a anulabilidade de uma deliberação da autarquia SURJUDPDÂ´ĂŒGRORVÂľGD6,&HPHGHVGHDtTXHQXQFDPDLV parou. “Do=sâ€? ĂŠ o nome do seu segundo ĂĄlbum, que acaba sobre erros e omissĂľes. GHODQoDUGRTXDOVDtUDPRVMiVXFHVVRV´+LVWyULDÂľH´-i1mR SĂ­lvia Portugal – “Os pais estĂŁo a deixar-se tiranizar Falamosâ€?. Outras das suas mĂşsicas que chegaram ao topo das SHORV Ă€OKRVÂľ DGYHUWH D VRFLyORJD FRQLPEULFHQVH 6tOYLD tabelas sĂŁo “Meu ĂŠ Teuâ€?, “Dialectoâ€?, “Tu e Euâ€? ou “VerdaPortugal. â€œĂ‰ a primeira vez que enfrentamos um momento GHLURÂľ$OpPGH'LRJR3LoDUUDHVWmRMiFRQĂ€UPDGRVRXWURV em que as novas geraçþes podem ter condiçþes de vida nomes como o artista inglĂŞs James Arthur, a banda britânica pioresâ€? do que a das precedentes, assinala, vincando que Kaiser Chiefs, o DJ holandĂŞs Nicky Romero e os portugueses “isto ĂŠ muito angustiante e cria muita incertezaâ€?. Neste Sam The Kid e Mundo Segundo. A festa acadĂŠmica decorre contexto, remata a sociĂłloga e professora da Faculdade de GHDGH0DLR Economia da Universidade de Coimbra, “os pais tentam Dean Oliver – O especialista da nova tendĂŞncia de anĂĄlise FRPSHQVDURVĂ€OKRVÂľ de jogo, denominada de “Analyticsâ€?, encontra-se na Faculdade GH&LrQFLDVGR'HVSRUWRH(GXFDomR)tVLFDGD8QLYHUVLGDGH GH&RLPEUD )&'()8& SDUDSDOHVWUDUGXDVFRQIHUrQFLDV A D E S C E R VREUHRWHPD'HDQ2OLYHUHVWHYHRQWHP  DGLQDPL]DUD SULPHLUDFRQIHUrQFLDHDPDQKm  UHDOL]DUiDVHJXQGDLQWLAdalberto Campos Fernandes – Uma jovem, que tulada “Analytics in Sport: new perspectives and applicationsâ€?, HVWDYD LQWHUQDGD QR +RVSLWDO GH ' (VWHIkQLD /LVERD  QR0XVHXGD&LrQFLDGD8&jVKHFRPHQWUDGDOLYUH PRUUHX RQWHP FRP VDUDPSR DRV  DQRV GH LGDGH O especialista ĂŠ doutorado em Engenharia do Ambiente na 2 UHFHQWH VXUWR GD GRHQoD TXH DEUDQJH YiULRV SDtVHV iUHDGHPRGHODJHPHIRLRSULPHLURSURĂ€VVLRQDOGDiUHDGH HXURSHXVFDXVRXHP3RUWXJDOSHORPHQRVFDVRV2 “Analyticsâ€? a ser contratado pela NBA - National Basketball sarampo ĂŠ uma das infecçþes virais mais contagiosas e, Association, sendo considerado o pioneiro do desenvolviapesar de habitualmente benigna, pode ser grave e levar mento desta ĂĄrea no desporto. Dean Oliver ĂŠ autor do livro jPRUWHDGYHUWHD'LUHFomR*HUDOGD6D~GH '*6 (P “Basketball on Paperâ€?. desabono do titular da pasta da SaĂşde acresce que a escritura de um terreno destinado Ă  construção de novas Ana Cristina Rego – A investigadora do Centro de instalaçþes para o Centro de SaĂşde da avenida de FernĂŁo 1HXURFLrQFLDVH%LRORJLD&HOXODU &1& GD8QLYHUVLGDGHGH GH0DJDOKmHV &RLPEUD IRLDGLDGD´VLQHGLHÂľKiSHUWR &RLPEUD 8& OLGHUDXPDHTXLSDTXHGHVFREULXFRPRPHOKRde quatro meses. rar os sintomas da doença de Huntington, atravĂŠs da activação de uma enzima envolvida na energia das cĂŠlulas. A investigação, Joana Marques Vidal – Consta que a procuradora- que foi jĂĄ publicada no “The Journal of Neuroscienceâ€?, uma -geral da RepĂşblica se inclinou para a avocação do pro- UHYLVWDFLHQWtĂ€FDRĂ€FLDOGD6RFLHGDGH$PHULFDQDGH1HXURFLcesso da “Operação MarquĂŞsâ€? por parte do director do ĂŞncias, descobriu que a activação da enzima “desidrogenase Departamento Central de Investigação e Acção Penal, mas do piruvatoâ€? melhora a saĂşde das cĂŠlulas mutantes presentes Amadeu Guerra ignorou a pretensĂŁo de Joana Marques QDGRHQoDGH+XQWLQJWRQDWUDYpVGHFRPSRVWRVHVSHFtĂ€FRV Vidal e tem mantido RosĂĄrio Teixeira como titular do A investigadora realça que “a doença apresenta alteraçþes na inquĂŠrito. Por ora, sĂł pode dizer-se que Joana Marques transcrição de genes, um processo muito importante para que Vidal perdeu uma boa oportunidade para estar calada. as cĂŠlulas possam funcionar normalmenteâ€?. VĂĄrios grupos de

ClĂĄudia Albino – A professora da Universidade de Aveiro DSUHVHQWDDPDQKm  SHODVKQDVHGHGR&HQWURGH )RUPDomR 3URĂ€VVLRQDO GR $UWHVDQDWR &($57(  R VHX livro â€œĂ€ procura de PrĂĄticas SĂĄbias - Design e Artesanato na VLJQLĂ€FDomRGRV7HUULWyULRVÂľ$REUDID]ROHYDQWDPHQWRHD anĂĄlise das principais abordagens Ă parceria entre Artesanato H'HVLJQIHLWDVQRV~OWLPRVDQRVHP3RUWXJDOQXPWRWDO GHSURMHFWRVHQDVTXDLVpSRVVtYHOYHUDLQWHUYHQomRGLUHFWD RXLQGLUHFWDGR&($57(FRPVLJQLĂ€FDWLYDLPSRUWkQFLDSDUD o desenvolvimento dos territĂłrios.

ArsĂŠlio Pato de Carvalho – Outrora reitor interino GD 8QLYHUVLGDGH GH &RLPEUD UHFHEHX RQWHP R WtWXOR de doutor “honoris causaâ€? pela Universidade de Aveiro. Pato de Carvalho ĂŠ presidente honorĂĄrio do Centro de NeurociĂŞncias e Biologia Celular de Coimbra.

Manuel Heitor – O ministro da CiĂŞncia, Tecnologias e (QVLQR6XSHULRUYLVLWRXR&HQWURGH(VWXGRV6RFLDLV &(6  GD8QLYHUVLGDGHGH&RLPEUD 8& QDSDVVDGDVHPDQDSDUD conhecer melhor a sua realidade e dinamismo. A visita, condu]LGDSHORYLFHUHLWRUSDUDDiUHDGRHGLĂ€FDGR9tWRU0XUWLQKR e acompanhada pelo director do CES, Boaventura de Sousa Santos, foi realizada Ă s mais recentes instalaçþes deste centro GHLQYHVWLJDomRDR&HQWURGH'RFXPHQWDomRGH$EULOHDR &(6$OWD &ROpJLRGH6-HUyQLPR8& $0DQXHO+HLWRUIRL DSUHVHQWDGRRUHODWyULRGHDFWLYLGDGHVGHTXHFRPSURYDD crescente dinâmica registada pelo CES e que o coloca no topo da investigação em ciĂŞncias sociais e humanas em Portugal. Maria JoĂŁo Medeiros – A estudante de mestrado em Relaçþes Internacionais/Estudos da Paz, Segurança e Desenvolvimento da Faculdade de Economia da UC faz parte de um grupo de alunos que lançou uma campanha de “combate ao extremismo e discurso de Ăłdio em Portugalâ€?. Denominada ‘Respeech’, a campanha ĂŠ desenvolvida em parceria com o )DFHERRNHFRPDDJrQFLD(G9HQWXUH3DUWQHUV (93 QR kPELWRGRÂś3HHU3HHU¡´XPSURJUDPDPXQGLDOGHFRPEDWHj proliferação do discurso de Ăłdio nos meios digitais, prevenindo assim a radicalizaçãoâ€?, adianta a UC. O ‘Respeech’ “surge depois de feito o diagnĂłstico aos principais focos do discurso de Ăłdio em Portugalâ€? e o “objectivo ĂŠ atacar as causas deste fenĂłmeno recorrendo a uma abordagem de proximidade com a população jovem e Ă  desconstrução de ideias motivadoras de discriminação em Portugalâ€?, sublinha a aluna. Para isso, vai, designadamente, ser criada uma comunidade global ‘online’ HÂśRIĂ LQH¡FXMDSDUWLFLSDomRSRGHVHUIHLWDDWUDYpVGRZHEVLWH RĂ€FLDOGRSURMHFWRHPZZZUHVSHHFKSURMHFWFRPRXDWUDYpVGR Facebook em https://www.facebook.com/respeechproject/. Alberto Carneiro – O escultor e artista plĂĄstico, que HQWUHHIRLHVFXOWRUHSURIHVVRUQR&tUFXORGH $UWHV3OiVWLFDVGH&RLPEUD &$3& IDOHFHXViEDGR   DRVDQRV&RQVLGHUDGRFRPR´XPGRVDUWLVWDVTXHDEULUDPFDPLQKRSDUDDSUiWLFDDUWtVWLFDHP3RUWXJDOÂľ$OEHUWR Carneiro nasceu na Trofa, Porto, tendo-se licenciado em Belas Artes. Foi vencedor do prĂŠmio nacional de escultura GHHVWXGRXHP/RQGUHVFRPRXWURVJUDQGHVDUWLVWDV e participou nas Bienais de Veneza e de SĂŁo Paulo. As suas obras estiveram expostas em diversos museus nacionais, FRQWXGRDVXD~OWLPDH[SRVLomRIRLHPHP6HUUDOYHV (PMiGRHQWHRDUWLVWDDFHLWRXRFRQYLWHSDUDSDUWLFLSDU na Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra. O funeral GHFRUUHXQDVHJXQGDIHLUD  HP0DWRVLQKRV


20

QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

FACTOS DA SEMANA www.campeaoprovincias.pt

7

Cerca de 600 doentes sem radioterapia TertĂşlia evoca Fausto Correia e aborda a Imprensa Regional Cerca de 600 doentes oncolĂłgicos nĂŁo foram tratados devido AmanhĂŁ (sexta-feira), no âmbito das comemoraçþes do centenĂĄrio de “O Despertarâ€?, vai realizar-se a um equipamento de radioterapia que se encontra sem funcionar, em Coimbra, a partir das 19h00, no restaurante Gustav, na Quinta de S. JerĂłnimo, um jantar tertĂşlia QR&HQWUR+RVSLWDODUH8QLYHUVLWiULRGH&RLPEUD &+8& VHJXQque terĂĄ uma componente mais acadĂŠmica, sobre a Imprensa Regional, e uma outra evocativa da do denunciou o mĂŠdico Carlos Cortes. “O Serviço de Radioterapia Ă€JXUDGH)DXVWR&RUUHLDFXMDPHPyULDVHSUHWHQGHKRPHQDJHDU1DSULPHLUDSDUWHHODERUDGDHP GR&+8&WHPXPHTXLSDPHQWRTXHDJXDUGDKiPDLVGHXPDQR FRODERUDomRFRPR,QVWLWXWR-XUtGLFRGD&RPXQLFDomR6RFLDOGD)DFXOGDGHGH'LUHLWRGD8QLYHUVLGDGH DDXWRUL]DomRGHIXQFLRQDPHQWRSRUSDUWHGR0LQLVWpULRGD6D~GH de Coimbra, serĂĄ tratado o tema “HistĂłria da Imprensa Regional e os 100 anos do Despertarâ€?, por ID]HQGRFRPTXHPDLVGHVHVV}HVQmRVHWLYHVVHPUHDOL]D$QWyQLR9LHLUD&XUDSURIHVVRUGDTXHOD)DFXOGDGHFRPPRGHUDomRGH-RmR1XQR&DOYmRGD6LOYD doâ€?, refere o presidente da Secção Regional do Centro da Ordem igualmente docente de Direito e director executivo do Instituto JurĂ­dico, com a presença do jornalista GRV0pGLFRV 65&20 ­SRUWDGR6HUYLoRGH5DGLRWHUDSLDGR /LQR9LQKDOTXHUHSUHVHQWDUi´2'HVSHUWDUÂľQHVVDVHVVmR/RJRDVHJXLUHĂ€QGRRMDQWDUVHJXLUVHi (GLItFLR6-HUyQLPRQRSyOR+8&&DUORV&RUWHVDVVLQDORXTXH DWHUW~OLDGHKRPHQDJHPD)DXVWR&RUUHLDIDOHFLGRKiQRYHDQRVDGH2XWXEURGHTXDQGR KiXPDJUDQGHFDUrQFLDGHDFHOHUDGRUHVOLQHDUHVQDUHJLmR&HQWUR era director de “O Despertarâ€? e cuja morte, acontecida aos 55 anos, chocou todos os seus amigos e UHIHULQGRDLQGDTXHXPGRVWUrVHTXLSDPHQWRVGHUDGLRWHUDSLDGRV SDUWLFXODUPHQWHDVRFLHGDGHFRLPEUm)DXVWR&RUUHLDVHUiOHPEUDGRHHYRFDGRSRUDOJXQVGRVVHXVDPLJRVTXHFRPHOHSULYDUDP Hospitais de Coimbra estĂĄ sem funcionar por falta de licença do PXLWRGHSHUWR-RUJH&RHOKRPLQLVWURGHTXHP)DXVWR&RUUHLDIRLVHFUHWiULRGH(VWDGR0DQXHO4XHLUyDFWXDOSUHVLGHQWHGD 0LQLVWpULRGD6D~GH´$UHJLmR&HQWURpH[WUHPDPHQWHGHĂ€FLWiULD &3H0DQXHO0DFKDGRSUHVLGHQWHGD&kPDUD0XQLFLSDOGH&RLPEUD6mRWUrVSHVVRDVTXHOLGDUDPPXLWRGHSHUWRHGXUDQWH QHVWHWLSRGHHTXLSDPHQWRVÂľFULWLFRXRSUHVLGHQWHGD65&20 PXLWRVDQRVFRP)DXVWR&RUUHLDTXHRFRQKHFHUDPPXLWREHPHSRGHPGHL[DUXPERPWHVWHPXQKRGHVVDYLYrQFLD0DV esclarecendo que, neste momento, existem cinco equipamentos RXWUDVSHVVRDVWHUmRHYHQWXDOPHQWHRSRUWXQLGDGHGHUHFRUGDUSDVVDJHQVGHYLGDFRPXQVD)DXVWR&RUUHLDTXH´2'HVSHUWDUÂľ PDVDEUHYHWUHFKRLUmRSHUGHUVHGRLVGRVTXHHVWmRQR&+8& ID]TXHVWmRGHUHFRUGDUFRPSDUWLFXODUrQIDVHQDVFRPHPRUDo}HVHYRFDWLYDVGRFHQWHQiULR SHORĂ€PGDYLGD~WLOXPDLQGDHVWHDQRHRXWURHPÂľ´$ UHJLmRGHYHULDWHUQRYHDFHOHUDGRUHVSDUDFXPSULUDPHWDĂ€[DGD HP&RQVHOKRGH0LQLVWURVHPGHXPDFHOHUDGRUOLQHDUSRU FRPVLQDLVGHYLROrQFLDQD]RQDGD3HGUXOKDHP&RLPEUDFRP regular num futuro breve, abrindo a porta para escala de navios KDELWDQWHVÂľGHIHQGHXRTXHRULJLQDOLVWDVGHHVSHUDHP o alerta a ser dado para o Comando Distrital de Operaçþes de um pouco maiores, o que representarĂĄ uma importante melhoria 6RFRUURGH&RLPEUDSRUYROWDGDVK$YtWLPDXPKRPHP QDRIHUWDGHVHUYLoRVSRUWXiULRVÂľGLVVHjDJrQFLD/XVDIRQWHGD oncologia, “algo que nĂŁo pode acontecerâ€?. de nacionalidade ucraniana, foi encontrada dentro da habitação, $GPLQLVWUDomRGR3RUWRGD)LJXHLUDGD)R]2SHUDGRSHODDJrQFLD Casal residente em Coimbra tendo sido necessĂĄria a intervenção dos Bombeiros Sapadores 0DF$QGUHZVUHSUHVHQWDGDQD)LJXHLUDGD)R]SHOD(XURIR]R preventivamente preso por trĂĄfico SDUDDEULUDSRUWD1RORFDOHVWHYHDLQGDXPDHTXLSDGD9LDWXUD SRUWDFRQWHQWRUHVFKHJRXjVKHVDLXGDVLQVWDODo}HVSRUWXi8PFDVDOHGRLVRXWURVLQGLYtGXRVIRUDPSRVWRVHPSULVmR 0pGLFDGH(PHUJrQFLDH5HDQLPDomR 90(5 2FDVRSDVVRX rias durante a noite, rumo ao porto de LeixĂľes, seguindo daĂ­ para SUHYHQWLYDSRUVREUHHOHVUHFDLUDVXVSHLWDGHWUiĂ€FRGHGURJDFRP para a alçada da PJ, mas fonte policial indicou ao “CampeĂŁoâ€? RQRUWHGD(XURSD assinalĂĄvel envergadura, revelou, esta semana, a Directoria do tratar-se de um cenĂĄrio compatĂ­vel com suicĂ­dio. Livros de papel &HQWURGD3ROtFLD-XGLFLiULD2FDVDOFXMRVPHPEURVWrPLGDGHV Festas de Cernache no Atrium Solum FRPSUHHQGLGDVHQWUHHDQRVUHVLGLDHP&RLPEUDWDOFRPR 2VOLYURVHPĂ€PGHHGLomRHVWmRSUHVHQWHVQR$WULXP6ROXP decorrem este fim-de-semana RXWURLQGLYtGXRDQRVHQTXDQWRRTXDUWRDUJXLGRDQRV $VIHVWDVGH&HUQDFKHHPKRQUDGH1RVVD6HQKRUD em Coimbra, com “livros novos a preços velhosâ€? ao dispor dos morava na LousĂŁ. A prisĂŁo preventiva, mais severa das medidas GRV0LODJUHVHVWmRGHYROWDSDUDPDLVXPDHGLomRHFRvisitantes deste centro comercial jĂĄ a partir de amanhĂŁ (sexta-feira) de coacção, ĂŠ aplicĂĄvel por um juiz, tendo sido decretada antes da PHoDP Mi DPDQKm   SURORQJDQGRVH DWp j SUy[LPD HDWpGH0DLR(VWDpXPDLQLFLDWLYDGD´/iSLVGH0HPyULDVÂľSHOD GHGXomRGHDFXVDomRSRUSDUWHGR0LQLVWpULR3~EOLFR$SHVDUGH residirem em Coimbra, o casal e o segundo indivĂ­duo mais velho WHUoDIHLUD  GLDGHIHULDGRQDFLRQDO$OpPGDVFHOH- promoção dos livros e da leitura, que deixa a seguinte mensagem: SRVVXtDPOLJDo}HVD/LVERD)RQWHGD3-GLVVHDR´&DPSHmRÂľ braçþes religiosas, cujas procissĂľes decorrem no domingo ´1DVIpULDVSHORPHQRVGHL[HPGHODGRRVWDEOHWVRVWHOHPyYHLV que a arguida, operadora de caixa, terĂĄ tido a função de guardar e e segunda-feira, estas festas preenchem-se com muita L3KRQHVRVL3DGVHRVL3RGV/HLDPHDMXGHPRVYRVVRVĂ€OKRVD distribuir produtos estupefacientes, havendo-lhe sido apreendidas animação e convĂ­vio. O cartaz da programação estĂĄ jĂĄ LQWHUHVVDUHPVHGHQRYRSHODOHLWXUD1HVWDVIpULDVOHLDPOLYURV 900 doses de cocaĂ­na. Quanto ao companheiro dela, lojista, foi FRQĂ€UPDGRHLQFOXLGLYHUVRVDUWLVWDVGDUHJLmRRV.UH- HVFULWRVHPSDSHO7rPRXWURVDERUÂľ abordado no seu local de trabalho e, posteriormente, detido. O POLQ DPDQKm ´2V5HGÂľH IDFWRGHSRVVXtUHPDFWLYLGDGHVSURĂ€VVLRQDLVOLJDGDVDRFRPpUFLR a banda Sede Bandida (sĂĄproporcionava a ambos pautarem a conduta delituosa pela dis- EDGR  D EDQGD 5RGD 9LYD FULomRHUHFRUUHUHPDXPVRĂ€VWLFDGRHVTXHPDGHORJtVWLFD2V GRPLQJR  6D~O 5LFDUGR LQGLYtGXRVPDLVYHOKRVIRUDPVXUSUHHQGLGRVHPĂ DJUDQWHGHOLWR (segunda-feira), vĂŠspera TXDQGRVHSUHSDUDYDPSDUDWUDQVDFFLRQDUGRVHVLQGLYLGXDLV de feriado, seguido pela GHKHURtQDHGHFRFDtQD)RUDPDLQGDDSUHHQGLGRVHXURV EDQGD/RZ.RVW'DQFHH em numerĂĄrio, duas viaturas de gama mĂŠdia, 50 muniçþes de O Pancinhas (terça-feira). FDOLEUHGRVHVLQGLYLGXDLVGHKD[L[HHGRVHVLQGLYLGXDLV 0DVDOpPGHUHOLJLRVDHGH de cannabis. Segundo fonte policial, a PJ presume que o segundo convĂ­vio, esta ĂŠ, tambĂŠm, mais velho dos arguidos, desempregado, agia como “homem uma celebração solidĂĄria, GHPmRÂľDRVHUYLoRGRFDVDO8PGRVKRPHQVHUDSRVVXLGRUGH SHOR TXH QR ViEDGR   pelas 15h00, irĂĄ realizar-se arma proibida. uma “megaâ€? aula de zumCMC desafia mediadores imobiliĂĄrios para Paris ba, junto Ă sede da Junta A vereadora da Câmara de Coimbra com o pelouro do Turis- GH)UHJXHVLDFRPRFXVWR PR&DULQD*RPHVDFDEDGHGHVDĂ€DURVPHGLDGRUHVLPRELOLiULRV SDUD SDUWLFLSDU p GH WUrV GDFLGDGHDLQWHJUDUHPXPDFRPLWLYDGR0XQLFtSLRTXHLUiUXPDU euros, que revertem a favor a um evento em Paris. Segundo a Assessoria de Imprensa da au- da RarĂ­ssimas – Associação tarquia, trata-se da 6ÂŞ. edição do SalĂŁo do ImobiliĂĄrio e Turismo 1DFLRQDOGH'RHQoDV0HQ3RUWXJXrVTXHVHUHDOL]DUiQDFDSLWDOIUDQFHVDGHDGH0DLR tais e Raras. Para a autarca, a oportunidade advĂŠm da participação na mostra GD&RPXQLGDGH,QWHUPXQLFLSDOGD5HJLmRGH&RLPEUD &,0 Figueira da Foz - RC) e da possibilidade de os 19 concelhos que a compĂľem recebeu maior navio difundirem “uma grande componente associada ao imobiliĂĄrioâ€?. de carga de sempre 20XQLFtSLRGH&RLPEUDTXHPDUFDUiSUHVHQoDHP3DULVLUi 2SRUWRGD)LJXHLUDGD)R] procurar destacar, entre outros aspectos, a promoção turĂ­stica, cultural e gastronĂłmica, bem como as ĂĄreas de reabilitação urba- recebeu, terça-feira, o maior na e os respectivos benefĂ­cios / incentivos para quem aposta na navio de carga de sempre, um recuperação de imĂłveis. Carina Gomes apelou Ă  participação dos porta-contentores com mais mediadores imobiliĂĄrios por se tratar de uma boa oportunidade GH  PHWURV GH FRPSULSDUDFRQFUHWL]DUQHJyFLRVHGHLQWHUQDFLRQDOL]DomR´(QWHQGHPRV mento, disse fonte portuĂĄria. que seria mais vantajoso convidar os mediadores imobiliĂĄrios (‌) &RQVWUXtGRHPRQDYLR a acompanharem-nos a este salĂŁo imobiliĂĄrio, tendo a oportuni- (OEVWUDQGWHPPHWURVGH dade de utilizar as instalaçþes da Comunidade Intermunicipal da FRPSULPHQWRHPHWURVGH RegiĂŁo de Coimbraâ€?, assinalou. Segundo a vereadora, trata-se do largura, navega com pavilhĂŁo maior evento comercial dedicado exclusivamente a Portugal, na de AntĂ­gua e Barbuda e fez, FDSLWDOIUDQFHVDWHQGRUHFHELGRQDDQWHULRUHGLomRPDLVGH QD)LJXHLUDGD)R]XPDHVFDOD experimental, com movimenta000 visitantes. ção de 1 000 toneladas de carga. Ucraniano encontrado morto “Tudo indica que [a escala 8PKRPHPGHDQRVIRLQDWHUoDIHLUDHQFRQWUDGRPRUWR experimental] possa passar a ser PUBLICIDADE


ACTUALIDADE

8

20

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE ABRIL DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

De 21 a 25 de Abril e de 28 a 01 de Maio

Fins-de-semana do cabrito estão de volta à Lousã D.B.

Os dois próximos ÀQVGHVHPDQD TXH SDUD PXLWRV SRUWXJXHVHV VHUmR SURORQJDGRV IRUDP RV HVFROKLGRV SHOD &kPDUD 0XQLFLSDO GD /RXVm SDUD SURPRYHU R VHX IHVWLYDO JDVWURQyPLFRGHGLFDGRDR FDEULWR $  HGLomR GR FHU WDPHFRQWDFRPDSDUWLFL SDomR GH  UHVWDXUDQWHV PDLV WUrV GR TXH QR DQR DQWHULRU XP Q~PHUR TXH DMXGDDH[SOLFDURVXFHVVR GHVWD LQLFLDWLYD JDVWURQy PLFDTXHOHYDDWpjYLODGD /RXVmPXLWRVWXULVWDV ´(VWH IHVWLYDO TXH VH LQVHUH QXPD SURJUDPDomR ULFDHGLYHUVLÀFDGDWUDWDVH GHXPHOHPHQWRLPSRUWDQ WHSDUDDTXDOLGDGHGHYLGD

GH TXHP YLYH QD /RXVm H SDUD D DWUDFWLYLGDGH TXH p JHUDGD QR FRQFHOKRµ H[SOLFRX /XtV $QWXQHV SUHVLGHQWHGDDXWDUTXLDQD DSUHVHQWDomRGRFHUWDPH 2V ´ILQVGHVHPDQD JDVWURQyPLFRV GR FDEUL WRµHVWmRLQWHJUDGRVQDHV WUDWpJLD GH SURPRomR WX UtVWLFDGD/RXVmTXHYrQD JDVWURQRPLD D VXD PDLRU EDQGHLUD SDUD DWUDLU YLVL WDQWHV 2 pGLO VXEOLQKRX TXHDHVFROKDSDUDRVGLDV GRIHVWLYDO GHDGH $EULOHGHDGH0DLR  UHFDLXSUHFLVDPHQWHSRU HVWHV ÀQVGHVHPDQD WH UHP´PDLVDSWrQFLDSDUDD PRYLPHQWDomR WXUtVWLFDµ RTXHSRGHUi´SRWHQFLDUD DWUDFWLYLGDGHGRFHUWDPHµ 4XHP YLVLWDU D /RXVm QHVWHV GLDV SRGH YLU SHOR

´DSHOR JDVWURQyPLFRµ FRQWXGR ´SRGHUi XVXIUXLU H H[SHULHQFLDU RXWUDV DF WLYLGDGHV TXH HVWmR SUR JUDPDGDVSDUDHVWHVGLDVµ DÀUPRXRDXWDUFD 2V WXULVWDV SRGHUmR DSUHFLDU R ´VDEHUID]HUµ GRVUHVWDXUDQWHVGD/RXVm TXHWUDEDOKDPFRPSURGX WRVGDUHJLmRHGHTXDOLGDGH SURSRUFLRQDQGR´HPHQWDV EDVWDQWHDSHODWLYDVµGLYHU VLÀFDQGR QD IRUPD FRPR FRQIHFFLRQDP H DSUHVHQ WDPRFDEULWR$H[SHFWDWLYD p SRU LVVR TXH R IHVWLYDO VHMD ´LJXDO RX PHOKRU GR TXH R DQR SDVVDGRµ XPD YH] TXH WDPEpP Ki PDLV DGHVmRSRUSDUWHGRVHVWD EHOHFLPHQWRV 2 VXFHVVR GR IHVWLYDO HVWiFRQVROLGDGRFRQWXGR SDUD VH DIHULU D DÁXrQFLD

GH FRPHQVDLV D DXWDUTXLD LUi UHDOL]DU XP LQTXpULWR GHVDWLVIDomRFXMRVUHVSRQ GHQWHV WHUmR GLUHLWR D XP SUpPLR FRPR H[HPSOR ÀQVGHVHPDQD HP DORMD PHQWRVGRFRQFHOKRUHIHL o}HV HP HVWDEHOHFLPHQWRV GD /RXVm RX FDED]HV GH SURGXWRVGDUHJLmR  ­PHVDGRVUHVWDX UDQWHV DGHUHQWHV HVWDUmR DLQGD RV SURGXWRV PDLV WtSLFRV GR FRQFHOKR H GD UHJLmR QRPHDGDPHQWH R PHOHR/LFRU%HLUmR $FRPSOHPHQWDUDJDV WURQRPLDHFRPRpKDELWX DOQHVWDDOWXUDR0XQLFtSLR GHGLFD XPD SURJUDPDomR FXOWXUDO DR 'LD GD /LEHU GDGH FHOHEUDGR QD WHUoD IHLUD   FRP GLYHUVDV LQLFLDWLYDV FRP GHVWDTXH SDUD R HVSHFWiFXOR ´6RQV

GH$EULOµQR&LQH7HDWUR GLD  jV K GLD  jVK 1RViEDGR   SHODV K LUi GHFRUUHU R9)HVWLYDOGDV6RSDVQR 4XDUWHOGRV%RPEHLURVH QRGLDVHJXLQWH GRPLQJR  SHODVKD8QLmR GH )UHJXHVLDV GH /RXVm H 9LODULQKR RUJDQL]D R 9,,, 3DVVHLR 3HGHVWUH GD )UHJXHVLD $LQGD QHVVH GLD GDV K jV K VHUi LQDXJXUDGR R 3DUTXH 8UEDQR MXQWR DR &HQWUR GH6D~GH -i QR GLD  DOpP GR HVSHFWiFXOR RV YLVLWDQWHV SRGHUmRDVVLVWLUDR´6WUHHW %DVNHW GD /LEHUGDGHµ QD DYHQLGD GH 6mR 6LOYHVWUH FRPRUJDQL]DomRGDVHFomR GH EDVTXHWHERO GR &OXEH 'HVSRUWLYR/RXVDQHQVH­ WDUGH D SDUWLU GDV K

WHUi LQtFLR D VHVVmR VROHQH GR  GH $EULO FRP DV EDQGDV ILODUPyQLFDV GR FRQFHOKR D FDQWDUHP R KLQRQDFLRQDOQRDXGLWyULR GD %LEOLRWHFD 0XQLFLSDO &RPHQGDGRU0RQWHQHJUR $Wp  GH $EULO VHUi SRVVtYHO YLVLWDU D H[SRVL omR ´ DQRV GH FHQVXUD HP 3RUWXJDOµ QR iWULR GD %LEOLRWHFD0XQLFLSDO 2V UHVWDXUDQWHV DGH UHQWHV VmR ´7L /HQDµ &KXUUDVTXHLUD *DOLQKDPL JD ´6DERUHV GD $OGHLDµ ´9LOOD /DXVDQDµ ´&DVD 9HOKDµ ´$GHJD GD 9LODµ ´6DERU GDUWHµ ´7y GRV )UDQJRV &KXUUDVFDULDµ ´2*DWRµ´6mR3DXORµ´$ 9LVFRQGHVVDH/LFRU%HLUmR 5HVWR%DUµ&KXUUDVTXHLUD %RUJHV´&LQGHUHOODµH´2 %XUJRµ

Iniciativa decorre em 41 estabelecimentos do centro histórico de Coimbra

“Semana do Bacalhau” com recorde de restaurantes aderentes $LQLFLDWLYDGD$JrQFLD SDUDD3URPRomRGD%DL[D GH &RLPEUD $3%&  ´6H PDQDGR%DFDOKDXµHVWiGH YROWDHQHVWDTXLQWDHGLomR FRQWD FRP D DGHVmR GH  UHVWDXUDQWHV GR FHQWUR KLVWyULFR GD FLGDGH 'HVWH ViEDGR  DWpDRSUy[LPR  VHUiDVHPDQDLGHDOSDUD DSUHFLDURVGLYHUVRVSUDWRV GH EDFDOKDX VHUYLGRV QRV HVWDEHOHFLPHQWRVDGHUHQWHV

2 REMHFWLYR GHVWH WLSR GHLQLFLDWLYDVSDVVDVHPSUH SHOD ´SURPRomR GD %DL[D  H GR FHQWUR KLVWyULFR GH &RLPEUDµ OHYDQGR D TXH HVWHV HYHQWRV VHMDP ´XP DUJXPHQWRSDUDTXHDVSHV VRDV YmR SDVVHDU D HVVD ]RQDSDUDTXHFRPSUHPH GLQDPL]HPRFRPpUFLRWUD GLFLRQDOµUHIHULX9tWRU0DU TXHVSUHVLGHQWHGD$3%& QDDSUHVHQWDomRGRFHUWDPH

&RP XPD DGHVmR UH FRUGHDHVWDLQLFLDWLYD HP  WLQKDP VLGR  RV UHVWDXUDQWHV DGHUHQWHV  TXH LUi DEUDQJHU GHVGH D ´%DL[Dµ DWp j 6p 9HOKD H j DYHQLGD GH )HUQmR GH 0DJDOKmHV D $3%& QmR SRGHULDHVWDUPDLVVDWLVIHLWD MiTXHLVVRUHYHOD´RVXFHV VRGDLQLFLDWLYDµHTXH´RV FRPHUFLDQWHV YrHP DOJXP UHWRUQR HP DGHULU D HVWH

WLSRGHHYHQWRVµVXEOLQKD RUHVSRQViYHOSHODRUJDQL ]DomR 2VSUDWRVVHUYLGRVGX UDQWHHVWDVHPDQDGHYHUmR VHU FULDGRV SRU FDGD XP GRV UHVWDXUDQWHV DGHUHQ WHVTXHSRGHUmRHQWUDUQR FRQFXUVR SDUD HVFROKHU R PHOKRUSUDWRGHVWDHGLomR GDLQLFLDWLYD &RPRWHPVLGRKDELWX DOWDPEpPQHVWD´6HPDQD

GR %DFDOKDXµ KDYHUi XPD YHUWHQWH VROLGiULD $VVLP FDGDUHVWDXUDQWHLUiGRDU HXURVTXHUHYHUWHUmRQDWR WDOLGDGHSDUDGXDVLQVWLWXL o}HVGD´%DL[DµHVFROKLGDV SHOD $3%& D $VVRFLDomR 1DFLRQDOGH$SRLRD-RYHQV $1$-RYHP HD9HQHUiYHO 2UGHP 7HUFHLUD GD 3HQL WrQFLDGH6mR)UDQFLVFRQD VXDYDOrQFLDGD&DVD$EULJR 3DGUH $PpULFR 1RV GRLV

ViEDGRV KDYHUi DQLPDomR SHODVUXDVGD´%DL[DµFRU WHVLDGDV7HFHGHLUDVGH$O PDODJXrVGR&RQVHUYDWyULR GH0~VLFDGH&RLPEUDHGR -D]]DR&HQWUR (VWD LQLFLDWLYD FRQWD DLQGD FRP R SDWURFtQLR H DSRLR GD /XJUDGH GD (V FRODGH+RWHODULDH7XULVPR GH &RLPEUD GR /DJDU GR 5HOYmRGD+RWXU:LQHHGH ´$9LXVLQKRµ

38273

38265

PUBLICIDADE


QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

PUBLICIDADE

9

www.campeaoprovincias.pt

38565

20


EMPRESAS & NEGĂ“CIOS

10

20

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

Empresa belga instala-se em Mira

Montalvo inaugura zona industrial com investimento de oito milhþes de euros A à rea de Desenvolvimento Tecnológico e Industrial de Montalvo, em Mira, foi recentemente inaugurada, resultado de um investimento feito por uma empresa belga que irå criar, numa primeira fase, 40 postos de trabalho. A notícia de que este local seria alvo de um grande investimento foi confirmada jå em Julho de 2016, anunciando que o valor poderia ascender aos 10 milhþes de euros. Na altura, Raul Almeida, presidente da Câmara Municipal de Mira, dizia

que “o projecto irĂĄ ter muito impacto na economia do concelho, fruto de um trabalho de captação de investimentoâ€?. Na inauguração, o ĂŠdil salientou o papel da empresa belga “Gracious Circle Energyâ€?: “eles sĂŁo a mola que precisĂĄvamos para que este sĂ­tio avançasseâ€?. No total a autarquia investiu cerca de 300 000 euros, sem qualquer financiamento comunitĂĄrio, nesta que serĂĄ a terceira zona empresarial do concelho de Mira e a Ăşnica na zona Sul. A ĂĄrea

industrial de Montalvo ĂŠ composta por 40 hectares de terreno que, no futuro, Raul Almeida espera que ajudem a gerar “entre 500 e 600 postos de trabalhoâ€?. TrĂŞs dos quatro lotes estĂŁo jĂĄ vendidos e o quarto encontra-se em negociaçþes. Na cerimĂłnia de inauguração da nova zona, Nelson Souza, secretĂĄrio de Estado do Desenvolvimento e da CoesĂŁo, referiu que, em Mira, se viu “interesse na criação de postos de trabalhoâ€?, adiantando que esse ĂŠ,

tambĂŠm, o objectivo do Governo. Belgas dedicam-se Ă produção de carvĂŁo vegetal “pirolĂ­ticoâ€?

Na cerimónia de inauguração foi, ainda, lançada a primeira pedra para a construção da nova unidade industrial da empresa belga Gracious Circle Energy, que vai dedicar-se à produção de carvão vegetal para as indústrias informåtica e farmacêutica. O responsåvel pelo grupo em Portugal, Paulo

Freire, explicou que apenas os capitais são belgas, jå que toda a estrutura de quadros tÊcnicos e de operacionais serå constituída por portugueses locais, de Mira. O investimento total desta obra situa-se nos oito milhþes e 800 000 euros, dos quais mais de cinco milhþes e 200 000 euros são provenientes de fundos comunitårios (com 18 000 euros comparticipados pelo Estado). A nova unidade indusWULDO TXH ÀFDUi LQVWDODGD num lote de 32 000 metros

quadrados vendido pela Câmara de Mira, dedicar-se-ĂĄ Ă produção de carvĂŁo vegetal “pirolĂ­ticoâ€?, uma tecnologia inovadora que a sociedade belga descreve como sendo “totalmente amiga do ambiente, assente num novo paradigma de produção, voltado para a sustentabilidade, respeito pelo meio ambiente e eficiĂŞncia no uso dos recursosâ€?. A Gracious Circle Energy apresentou, em 2015, um volume de negĂłcios superior a 320 milhĂľes de euros.

Certame realiza-se de 10 a 18 de Junho

Mealhada promove FESTAME com o melhor cartaz de sempre D.B.

A FESTAME – Feira do Município da Mealhada regressa de 10 a 18 de Junho e promete ser a melhor de sempre, com um cartaz em que o protagonista Ê a banda britânica Gene Loves Jezebel. Durante os nove dias de festa, promovida pela Câmara Municipal da Mealhada, todas as componentes do certame poderão ser aproveitadas pelos visitantes, desde as tasquinhas, ao artesanato atÊ à PUBLICIDADE

exposição comercial, agrĂ­cola, industrial e automĂłvel, sem esquecer os bares, a ĂĄrea animal e, claro, os espectĂĄculos com artistas de renome nacional e internacional. A principal novidade da edição deste ano, alĂŠm do “melhor cartaz de sempreâ€?, sĂŁo os trĂŞs dias adicionais da programação, num certame onde se pretende o “encontro da população com as colectividades, agentes econĂłmicos, artesĂŁos e que procura ser a verdadeira festa do MunicĂ­-

pioâ€?, revela a autarquia. Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, explicou a aposta e o investimento de cerca de 200 000 euros no certame: â€œĂ‰ uma forma de retribuir a preferĂŞncia de milhares de portugueses que, durante o ano, nos procuram, seja pelos nossos restaurantes, seja pela visita ao concelho. As pessoas sĂŁo bem recebidas na Mealhada e o MunicĂ­pio, dentro das suas possibilidades, tenta retribuir com uma semana de festa para os nossos vi-

sitantes e uma montra para os expositores, oferecendo-lhes um local para potenciarem os seus negócios�. O Complexo Desportivo da Mealhada vai transformar-se e ganhar vida à noite, com os espectåculos, artesanato, gastronomia e exposiçþes de entrada totalmente gratuita, num total de mais de uma centena de espaços expositivos. Na Mealhada, alÊm do grupo inglês de pop e rock Gene Loves Jezebel, que se apresentam ao público no dia

16 de Junho, actuam os The Gift, a 10 de Junho (feriado nacional); os GNR (dia 11); Double Grooves e convidados (dia 12); Samba LĂŞlĂŞ (dia

13); Expensive Soul (dia 14, vĂŠspera de feriado); Raquel Tavares (dia 15); Amor Electro (dia 17) e David Carreira termina, dia 18 de Junho.

No concelho de Arganil

EDP Distribuição investiu 700 000 euros A EDP Distribuição anunciou que investiu cerca de 700 000 euros no reforço da qualidade do serviço tÊcnico prestado ao concelho de Arganil, em 2016. Segundo a empresa, no ano passado, foram executados 2 821 metros de rede de mÊdia tensão, construídos sies novos postos de transformação, 8 895 metros de rede de baixa tensão e iluminação pública associada, 153 chegadas e instaladas 327 luminårias. De entre os investimentos, a empresa destaca os realizados em Côja, Pomares e Senhora da Ribeira, Pombeiro da Beira, no Parque do Prado ( Côja ), Vinhó, Sardal, Panasqueira, Dreia, Vale Maladão, Pomares, Levegada, rua de Marilu e rua de Olivença (Arganil), variante Norte (Côja), Mourisia, Valado, Agroal, Pombeiro da Beira, Casal de Santa QuitÊria, Benfeita, Sítio dos Malhadais (Secarias), Vale de Torno, Relvinha, Vale de Maladão, Vale de Cordeiro, Vale de Moinho, Sorgaçosa e Covais. Acresce, ainda, a remodelação do posto de transforma-

ção em Valado, a remodelação da rede de baixa tensão e iluminação pública em Côja, Mourisia, Valado (Porto Castanheiro) Dreia, Quinta da Marquesa (Pomares) e a substituição de luminårias e/ou lâmpadas de vapor de mercúrio por vapor de sódio de alta pressão em Sarzedo, Malhadinha e Caratão, e por luminårias utilizando tecnologia LED em Salgueiral e Pisão. Relativamente a obras cuja execução se prolongou para o ano em curso, a EDP Distribuição refere as de Catraia dos Poços e Chãs Grande, Parrozelos, Pereiro e Côja, assim como a remodelação da rede de baixa tensão/ iluminação pública na rua de Monsenhor Nunes Pereira, em Arganil. Para alÊm da substituição por luminårias LED em Alqueve e Celavisa, a empresa refere que se encontra em plano a execução da nova linha para o posto de transformação em S. Martinho da Cortiça, a construção do mesmo, e a remodelação da rede de baixa tensão em Chapinheira.


20

QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

EMPRESAS & NEGÓCIOS Empresa completa 10 anos em 2017

Medifoz distingue-se pela oferta variada de serviços na área da medicina EMPRESA Medifoz – Clínica Dentária da Figueira da Foz MORADA Rua Arnaldo Sobral n.º 49, loja 106 3080-048 - Figueira da Foz TELEFONE 233 433 053 / 927 427 322 E-MAIL figueira@medifoz.com WEBSITE http://www.medifoz.com/empresa FACEBOOK https://www.facebook.com/medifoz

D.B.

2TXHFRPHoRXSRUVHU DSHQDVXPDFOtQLFDGHPHGLFLQDGHQWiULDUDSLGDPHQWHIRL FUHVFHQGRHHYROXLQGRSDUD DOJRPDLRUHFRPPDLVYDOrQFLDVTXHYLHUDPGDUUHVSRVWD jVQHFHVVLGDGHVGRVFOLHQWHV TXHDSURFXUDP /LGHUDGD SRU ,QrV -RUGmRPpGLFDGHQWiULDDFOtQLFD 0HGLIR]WHPVHSDXWDGRSHOD SUR[LPLGDGHHFRQÀDQoDSDUD FRPRVVHXVXWHQWHVDOJXQV TXHYLVLWDPRHVSDoRGHVGHD DEHUWXUDKiDQRV $FWXDOPHQWHD0HGLIR] WHPjGLVSRVLomRGRVFOLHQWHV XPYDVWROHTXHGHVHUYLoRV HPGLYHUVDViUHDVTXHFRPSOHPHQWDP DV QHFHVVLGDGHV GRPHUFDGR$OpPGHWRGRR WLSRGHVHUYLoRVUHODFLRQDGRV com a medicina dentária (imSODQWRORJLDRUWRGRQWLDSUyWHVHVRGRQWRSHGLDWULDHVWpWLFD SHULRGRQWRORJLDGHQWLVWHULD RFOXVmRHQGRGRQWLDHFLUXU-

JLD DFOtQLFDIRLFULDQGRFRQVXOWDVGHHVSHFLDOLGDGHVFRPR SVLFRORJLD WHUDSLD GD IDOD QXWULomRHVHUYLoRVHVWpWLFRV GHSLODo}HVDODVHUPDVVDJHQV HWF  2 OHTXH GH RIHUWDV GH VHUYLoRVGD0HGLIR]SHUPLWH XPD FRPSOHPHQWDULGDGH HQWUH iUHDV R TXH WRUQD DV YLVLWDV´PDLVFyPRGDVHPDLV UiSLGDVµSDUDRVFOLHQWHVTXH QRPHVPRHVSDoRSRGHPWHU DFRQVHOKDPHQWRHWUDWDPHQWRVGHYiULDVHVSHFLDOLGDGHV ´)RPRV DFUHVFHQWDQGR HVWDViUHDVDRORQJRGRWHPSR j PHGLGD TXH IRUDP VHQGR VROLFLWDGDVSHORVFOLHQWHVµH[SOLFDDHVSHFLDOLVWDHJHUHQWHGD FOtQLFDDGLDQWDQGRTXHFRQWXGR´RIRFRSULQFLSDOFRQWLQXD DVHUDPHGLFLQDGHQWiULDTXHp DiUHDKiPDLVWHPSRSUDWLFDGD HDTXHFRQWLQXDDWHUPDLV SURFXUDµ $0HGLIR]TXHUHFHQWHPHQWHPXGRXGHLQVWDODo}HV para o centro da Figueira da )R] FRQWD FRP  SURILV-

Além da medicina dentária, a clínica presta serviços de psicologia, terapia da fala, nutrição e estéticos

VLRQDLVGDVYiULDVYDOrQFLDV DSRVWDQGRQDORQJHYLGDGHGRV UHFXUVRVKXPDQRVSDUDFRQVROLGDUDHPSUHVDHÀGHOL]DU RVFOLHQWHV ´9DPRVFUHVFHQGROHQWDPHQWHSUHVWDQGRRVQRVVRV FXLGDGRVGHVD~GHjVSHVVRDV TXHSDUDMiHVWmRVDWLVIHLWDVR TXHQRVGHL[DPXLWRFRQWHQWHV3RUYH]HVPDLVGRTXH XPDIDFWXUDomRH[DJHUDGDp LPSRUWDQWHTXHDVSHVVRDVYROWHPHVHVLQWDPEHPDWHQGLGDVTXHUSHORVPpGLFRVFRPR SHODVDVVLVWHQWHVµVXEOLQKDD PpGLFDGHQWLVWD 1HVVHVHQWLGRDJHUHQWH WHP DSRVWDGR QXP FRUSR FOtQLFRHGHDVVLVWHQWHVSUR-

ÀVVLRQDOHGXUDGRXURTXHD ID]HPVHUTXDVHFRPRXPD ´HPSUHVDIDPLOLDUµ$LGHLDp TXH´KDMDDOJXPDFRHUrQFLDH QmRH[LVWDPFRQVWDQWHVPXGDQoDVGHIRUPDDWUDQVPLWLU FRQÀDQoDDRVFOLHQWHVµQRWD (VWH SURILVVLRQDOLVPR SUR[LPLGDGHHFRQÀDQoDSDUD FRP RV FOLHQWHV SHUPLWLX Mi ILGHOL]DU PXLWRV GHOHV TXH YLVLWDP R HVSDoR ´FRP UHJXODULGDGHDOJXQVGHVHLVHP VHLVPHVHVµRTXHWDPEpP GHPRQVWUD ´TXH DV SHVVRDV HVWmRPDLVSUHRFXSDGDVFRP DVD~GHRUDOµ 1RFDVRGDPHGLFLQDGHQWiULD D FOtQLFD WHP DOJXPDV SDUFHULDV HVWDEHOHFLGDV FRP

VHJXUDGRUDVHWDPEpPFRPD $'6(SRUTXHFRPRH[SOLFD ,QrV-RUGmR´VDEHPRVTXHp YDQWDMRVRSDUDRVFOLHQWHVMi TXHDPHGLFLQDGHQWiULDHDV RXWUDViUHDVVmRPXLWRFDUDV eLPSRUWDQWHSDUDDVSHVVRDV SRGHUHPXVXIUXLUGHVWHVDFRUGRVHGHVFRQWRVµ ´7HPRV D SUHRFXSDomR GHTXHDVSHVVRDVVDLDPVDWLVIHLWDVFRQWHQWHVFRPRQRVVR WUDEDOKR H TXH VLQWDP TXH IRUDPDWHQGLGDVFRPRVHGD QRVVD IDPtOLD VH WUDWDVVHP DWpSRUTXHQmRWHPRVFRPR REMHFWLYR~QLFRRGDIDFWXUDomRµUHIHUH $FOtQLFDWHPXPKRUiULR DODUJDGRHÁH[tYHOSUHFLVDPHQWHSDUDGDUUHVSRVWDDTXHP SURFXUDRVVHXVVHUYLoRVIRUD GRKRUiULRQRUPDOGHWUDEDOKR (VVDGLVSRQLELOLGDGHSHUPLWLXOKHVMiFDSWDUFOLHQWHVQmRVy GD)LJXHLUDGD)R]PDVWDPEpPGHWRGDDUHJLmR&HQWUR 4XDQWR DR IXWXUR ,QrV -RUGmRDGPLWHTXHRREMHFWLYR p FRQWLQXDU D FUHVFHU HVWDQGR ´DEHUWRV D DXPHQWDU D RIHUWD GD FOtQLFD H RV VHXV SURILVVLRQDLV SRUTXH LVVRWDPEpPpERPSDUDRV FOLHQWHVµWHQGRMiDLQWHQomR GHSRGHUDEULUDHVSHFLDOLGDGH GHÀVLRWHUDSLD

Empresa mudou de instalações, para os Fornos, há um ano

111 Sport celebra aniversário com abertura de mais um espaço $FRPSOHWDUVHWHDQRV GH DFWLYLGDGH H XP GHVGH TXHVHPXGDUDPSDUDDVQRYDVLQVWDODo}HVQRV)RUQRV HP &RLPEUD D HPSUHVD  6SRUW FRQWLQXD D VXD DSRVWD QR FUHVFLPHQWR H FRQVROLGDomRGDPDUFD 6HJXQGR &iWLD 0DUTXHVXPDGRVTXDWURVyFLRVDPXGDQoDGH4XLPEUHV SDUD &RLPEUD WHP VLGR´PXLWRSRVLWLYDµDWp SRUTXHDLQWHQomRIRLVHPSUH ´LQYHVWLU H FUHVFHUµ 1HVVH VHQWLGR H SRUTXH D RÀFLQD GD  6SRUW Mi IXQFLRQDYD QDTXHOH ORFDO GHFLGLUDP FRPSUDU R WHUUHQR FRQWtJXR H Dt PRQWDURVWDQGGHIRUPD ´D GDU PDLV FRPRGLGDGH DRVFOLHQWHVHWHUXPVtWLR FREHUWRSDUDH[SRURVYHtFXORVµH[SOLFD $ORFDOL]DomRIRLWDPEpPXPIDFWRULPSRUWDQWH SDUD D PXGDQoD H DSHVDU GH HVWDUHP PDLV ´HVFRQGLGRVµ WDO QmR WHP VLGR LPSHGLWLYR SDUD TXH RV FOLHQWHVYLVLWHPRHVSDoR

11

www.campeaoprovincias.pt

´6HQGR XPD HPSUHVD WmRUHFHQWHWHPRVWLGRXP ERPFUHVFLPHQWRTXHQRV SHUPLWHDSDUHFHUMXQWRGRV PDLRUHVFRQFHVVLRQiULRVGD UHJLmR,VVRSDUDQyVpXP JUDQGH RUJXOKR SRUTXH p IUXWR GR QRVVR WUDEDOKR H GR LQYHVWLPHQWR IHLWR SRU QyVQHVWHQHJyFLRµUHIHULX D HPSUHViULD DGLDQWDQGR TXHDHPSUHVDVHGHGLFDDR FRPpUFLR GH DXWRPyYHLV H FRPSOHPHQWDHVVHVVHUYLoRV FRP RÀFLQDV GH SLQWXUD H GH PHFkQLFD GDQGR WRGDV DV JDUDQWLDV QHFHVViULDV DR FOLHQWHTXHUQDYHQGDFRPR GXUDQWH R SHUtRGR GH JDUDQWLD ´'HVGH R LQtFLR TXH WHPRV WUDEDOKDGR VHPSUH QR VHQWLGR GH TXH D  6SRUW  QmR VHMD DSHQDV XP QRPH GH XP VWDQG PDV VLP XPD PDUFD SDUD TXH DVSHVVRDVQRVYHMDPGHVVD IRUPDHFRQVLJDPVHUUHDOPHQWHÀpLVµHVFODUHFH&iWLD 0DUTXHV A 111 Sport continua, QR HQWDQWR D DSRVWDU QR

O stand abriu recentemente um novo espaço no IC2, em Santa Luzia

FUHVFLPHQWR H QD SUR[LPLGDGH FRP RV FOLHQWHV SHORTXHDLQGDQDVHPDQD SDVVDGD LQDXJXUDUDP XP QRYR HVSDoR QD HVWUDGD QDFLRQDO ,&  HP 6DQWD /X]LD7UDWDVHGHXPD´H[WHQVmRµGRVWDQGSULQFLSDO PDV PDLV SHTXHQR RQGH WDPEpP p SRVVtYHO ID]HU QHJyFLR ´6DEHPRV TXH XPD HVWUDGDQDFLRQDOGiVHPSUH

PDLV YLVLELOLGDGH SRUTXH tem muito movimento, SRU LVVR PHVPR IL]HPRV PDLV HVWH LQYHVWLPHQWR H DGTXLULPRV XP HVSDoR QD ,& FXMR REMHFWLYR p PDQWHUPRQRV SUy[LPRV GRV SRWHQFLDLV FOLHQWHV GDQGRYLVLELOLGDGHjPDUFD HDRQHJyFLRµ $HPSUHVDWHPMiYiULDV SDUFHULDVFRPVHJXUDGRUDV GH IRUPD D ´SURSRUFLRQDU

XP OHTXH GH VHUYLoRV DR FOLHQWHTXHOKHSHUPLWDID]HUWXGRDTXLSDUDTXHQmR WHQKDGHUHFRUUHUDRXWURV VtWLRVHDVVLPÀGHOL]iORµ 2DQLYHUViULRQRLQtFLR GH0DLRLUiSURYDYHOPHQWH VHUDVVLQDODGRFRPXPDIHLUDGHDXWRPyYHLVFRPERQV GHVFRQWRVSDUDRVFOLHQWHV GHIRUPDDUHOHPEUDUDGDWD HSURPRYHUDHPSUHVDHRV VHXVVHUYLoRV

B R E V E S

Lojistas da “Baixa” têm formação sobre vitrinismo

A Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC) e o Centro de FormaomR3URÀVVLRQDOGR$UWHVDQDto (CEARTE) promoveram XPFXUVRGHIRUPDomRDFomR DRVFRPHUFLDQWHVGD´%DL[Dµ GH &RLPEUD QR VHQWLGR GH FROPDWDUDODFXQDTXHWLQKDP QDiUHDGRYLWULQLVPR$LQLFLDWLYDSDUWLXGHXPHVWXGRTXH FRQFOXLXKDYHUXPGpÀFHGH IRUPDomRGHDOJXQVSHTXHQRV UHWDOKLVWDV GDTXHOD ]RQD GD FLGDGHTXHUQDiUHDGRYLWULQLVPRFRPRGDH[HFXomRGH PRQWUDV 'XUDQWH  KRUDV  ORMLVWDV SDUWLFLSDUDP QD IRUPDomRFXMRREMHFWLYRJHUDO IRLGDUFRPSHWrQFLDVWHyULFRSUiWLFDVQDiUHDGRYLWULQLVPR nomeadamente na concepção, RUJDQL]DomR H[HFXomR GH H[SRVLo}HV H GHFRUDo}HV HP GLIHUHQWHV HVSDoRV GH H[SRVLomRFRPHUFLDLV2FXUVRIRL FRPSOHPHQWDGRHHQULTXHFLGR com a intervenção direta em FRQWH[WRUHDO ORMD 

Novo edifício do Biocant foi inaugurado 2 HGLItFLR %LRFDQW ,,, no Biocant Park, em CanWDQKHGH IRL LQDXJXUDGR RQWHP  QXPDFHULPyQLD TXHFRQWRXFRPDSUHVHQoD GRSULPHLURPLQLVWUR$QWyQLR&RVWD$VQRYDVLQVWDODo}HVGR3DUTXHGH%LRWHFQRORJLD GH &DQWDQKHGH RQGH DFWXDOPHQWHHVWmRLQVWDODGDV HPSUHVDV H HQWLGDGHV TXH FRUUHVSRQGHPDSRUFHQWRGRVHFWRUGDELRWHFQRORJLD HP 3RUWXJDO HVWi GLPHQVLRQDGR SDUD DFROKHU PDLV XPD GH]HQD GH HPSUHVDV TXH RSHUDP QR GHVHQYROYLPHQWR H WUDQVIHUrQFLD GH WHFQRORJLDHPELRWHFQRORJLD 2 QRYR LPyYHO R TXLQWR GR%LRFDQW3DUN UHSUHVHQWD ´PDLVXPSDVVRLPSRUWDQWH QDHYROXomRSURMHFWDGDSDUD R3DUTXHGH%LRWHFQRORJLDµ H[SOLFDD&kPDUD0XQLFLSDO GH&DQWDQKHGH

LUSALGAE apresenta-se no evento “Marés Inovadoras” 'HFRU UH KRMH SHODV K QD ,QFXEDGRUD GH (PSUHVDVGD)LJXHLUDGD)R] PDLVXPDLQLFLDWLYDLQWHJUDGD QR FLFOR GH HYHQWRV ´0DUpV ,QRYDGRUDVµ 1HVWD VHVVmR VHUi DSUHVHQWDGD D HPSUHVD /86$/*$(SURMHFWRYHQFHGRUGRžFRQFXUVRGHLGHLDV para a economia do mar da )LJXHLUDGD)R]TXHWHPYLQGRDGHVHQYROYHUQDDSOLFDomR ELRWHFQROyJLFD GRV H[WUDFWRV GH DOJDV PDULQKDV FRP H[SRVLomR H GHPRQVWUDomR GRV SURGXWRV


12

VINAGRETAS www.campeaoprovincias.pt

C U L T U R A

20

QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

V I N A G R E T A S

Coimbra

Programação 25 Abril – A Câmara Municipal de Coimbra vai assinalar o feriado do Dia da Liberdade, na prĂłxima terça-feira (25), com diversas iniciativas. Nesse dia, a praça do ComĂŠrcio recebe a Feira das Associaçþes e o Terreiro da Erva serĂĄ animado com jogos tradicionais, no âmbito dos Jogos de Coimbra. JĂĄ na rua de Ferreira Borges e na de Visconde da Luz irĂĄ decorrer a mostra de Educação concelhia “Rua dos Saberesâ€?. Mas as actividades comemorativas começam jĂĄ este sĂĄbado (22), com o 33.Âş Torneio de Natação Shigeo Tsukagoshi, no Centro OlĂ­mpico de Piscinas Municipais e com o I Open de KaratĂŠ Cidade de Coimbra, no PavilhĂŁo Multidesportos de MĂĄrio Mexia. No domingo (23) disputa-se o Memorial Prof. MĂĄrio Lemos, em Mini-basquetebol, no mesmo local. No dia 26 (quarta-feira) destaque para o II Torneio de Natação Adaptada da APPDA Coimbra e o 1.Âş Encontro de Actividades AquĂĄticas da APPDA/Cidade de Coimbra, nas Piscinas Municipais LuĂ­s Lopes da Conceição. JĂĄ os Campeonatos Nacionais UniversitĂĄrios começam um pouco antes, a 24 de Abril e estendem-se atĂŠ dia 27, no PavilhĂŁo de MĂĄrio Mexia. No domingo seguinte (30) Coimbra contarĂĄ com a quinta edição do evento “The &RORU5XQÂľFXMRĂ€QDOVHUiQR Parque Verde do Mondego.

Figueira da Foz

Rui Parente – A exposição de pintura do artista autodidacta estĂĄ patente, atĂŠ 30 de Abril, na sala de ZĂŠ Penicheiro, no Centro de Artes e EspectĂĄculos (CAE) da Figueira da Foz. Sem qualquer formação em Belas Artes, Rui Parente domina a pintura a Ăłleo espatulada e assume-se como impressionista, tendo em Coimbra, na Figueira da Foz e nas suas paisagens envolventes as suas “musas inspiradorasâ€?. A entrada ĂŠ gratuita.

Miranda do Corvo

“MĂĄrio Mata e os amigos do Zecaâ€? - O espectĂĄculo de homenagem de MĂĄrio Mata e dos amigos a Zeca Afonso chega Ă Casa das Artes de Miranda do Corvo, este sĂĄbado (22), pelas 21h30. Neste tributo vĂŁo marcar presença MĂĄrio Mata; o maestro Paulo Bernardino; Hugo Nunes; JoĂŁo Domingues; Alexandre Reis; Jorge Duarte e Mafalda Duarte. Rui Seoane terĂĄ a responsabilidade de dar voz Ă s mais belas baladas e fados de Coimbra e o concerto vai, ainda, contar com a participação especial dos coros da Casa do Povo de Miranda do Corvo e da Universidade SĂŠnior da Fundação ADFP. Os bilhetes tĂŞm o custo de sete euros.

O poder da palavra – O presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos MĂŠdicos convocou os jornalistas para a porta do Serviço de Radioterapia do EdifĂ­cio de S. JerĂłnimo, nos Hospitais da Universidade de Coimbra, para dar conta de que hĂĄ um equipamento que espera hĂĄ um ano de licença do MinistĂŠrio da SaĂşde para funcionar e que os doentes oncolĂłgicos nĂŁo podem estar sujeitos a OLVWDGHHVSHUD2VSURĂ€VVLRQDLVGDLPSUHQVDUiGLRH televisĂŁo compareceram, mas parece que podiam ser portadores de “sarampoâ€?. Por “ordens superioresâ€?, RVVHJXUDQoDVLGHQWLĂ€FDUDPWRGRVRVMRUQDOLVWDVH ali se mantiveram a vigiar, com o propĂłsito de os impedir de entrar no edifĂ­cio, que ĂŠ pĂşblico e com todas as outras as pessoas a circularem livremente. A conversa com o mĂŠdico Carlos Cortes foi na rua HR&RQVHOKRGH$GPLQLVWUDomRGR&+8&Ă€FRXD saber quem ali esteve e, se quiser, tambĂŠm informar a tutela. Faltou fazer anĂĄlises para saberem se tinham alguma doença infectocontagiosa! 'HV DFRUGRĂ€JXHLUHQVH– As eleiçþes autĂĄrquicas sĂŁo particularmente animadas, porque nĂŁo se disputam apenas entre adversĂĄrios polĂ­ticos, mas tambĂŠm no seio das prĂłprias candidaturas. No caso em apresso a situação passa-se dento do PS da Figueira da Foz, por causa do cabeça-de-lista Ă Junta de Freguesia de Buarcos e de S. JuliĂŁo. O actual pre-

sidente, JosĂŠ Esteves, quer recandidatar-se a terceiro mandato, mas o seu “viceâ€?, o jovem Rui Duarte, diz que ĂŠ a vez dele e atĂŠ jĂĄ se apresentou! Como se vĂŞ o PS estĂĄ dividido: de um lado a secção de Buarcos, que nĂŁo tem escondido a sua preferĂŞncia por Rui Duarte, do outro lado a Concelhia, que defende a deliberação do congresso (recandidaturas). (Des)acordo de cavalheiros – Nesta disputa socialista na ĂĄrea de Buarcos e de S, JuliĂŁo, na FigueiUDGD)R]Ă€FRXVHDVDEHUTXHH[LVWLDXP´DFRUGR de cavalheirosâ€?, conforme deu conta JosĂŠ Esteves ao jornal “As Beirasâ€?, segundo o qual o n.Âş 2, Rui Duarte, seria o candidato Ă presidĂŞncia da Junta de Freguesia. Mas JosĂŠ Esteves explica: “O acordo entre PLPH5XL'XDUWHĂ€FRXVHPHIHLWRGHYLGRD MRJDGDV GHEDVWLGRUHV TXHQmRPHDJUDGDUDP$VVXPRHVVH acordo de cavalheiros, embora no partido me tenham chamado Ă  atenção que isto nĂŁo ĂŠ uma dinastia. O acordo sĂł se quebrou quando me apercebi que as coisas nĂŁo estavam a correr como deviam, mas avisei o Rui acerca da decisĂŁo e disse-lhe - toma cuidado, porque, para quereres ser nĂşmero um, desta forma, jamais serĂĄs o nĂşmero dois!â€?. Reescrever a HistĂłria – Antigos activistas da Juventude Socialista reĂşnem-se em Coimbra, sĂĄbado (22), num evento em que ĂŠ esperada a presença do lĂ­der do PS, AntĂłnio Costa. A iniciativa ignora a dimensĂŁo do Projecto C, conotado com a JS, que hegemonizou o movimento associativo estudantil conimbricense em metade da dĂŠcada de 80 [do sĂŠculo XX]. Depois da conquista da presidĂŞncia da Associação AcadĂŠmica (AAC) em 1975, sĂł volvidos oito anos a Juventude Socialista regressou aos triunfos – LuĂ­s ParreirĂŁo (1983), Ricardo Roque (1984), Diogo Portugal (1985), Paulo Barreto (1986) e Benjamim Lousada (1987). De resto, sĂł

quando a JS/Coimbra se livrou dos restos da ÂŤescola trotskistaÂť, por intermĂŠdio de Dinis Alves (1982), ĂŠ que levantou cabeça na Academia conimbricense. Tentar reescrever a HistĂłria dĂĄ nisto. Acresce que, a par da evocação de MĂĄrio Soares, AntĂłnio Campos e Manuel Alegre tambĂŠm merecem ser lembrados. Com cabedal? – O “Reencontro de dirigentes e activistas da JS - anos de 1970 e 1980â€?, a efectuar, sĂĄbado (22), em Coimbra, ĂŠ uma iniciativa reservada Ă participação de cidadĂŁos que, encontrando-se, hoje em dia, no PS ou fora dele, estiveram juntos na fundação e implantação da Juventude Socialista, num tempo cĂ­vica e politicamente rico para a geração pĂłs-25 de Abril de 1974, assinalam os organizadores do evento. O Ăşnico acto pĂşblico da iniciativa ĂŠ a colocação de uma placa “in memoriamâ€? de MĂĄrio Soares e Guilherme Pinto na sede da Federação de Coimbra do Partido Socialista. IntervĂŞm na sessĂŁo Pedro Coimbra, lĂ­der distrital do PS/Coimbra e deputado Ă  Assembleia da RepĂşblica, AntĂłnio Arnaut, co-fundador do partido e antigo ministro dos Assuntos Sociais, e Margarida Marques, ex-dirigente da Juventude Socialista. Os antigos activistas da JS irĂŁo recordar, por exemplo, a conquista da presidĂŞncia da Associação AcadĂŠmica de Coimbra (AAC) por parte de Clara Rocha (ocorrida em 1975). O outrora trotskista Henrique Fernandes, que substituiu Clara Rocha, deve marcar presença no evento, ao lado de 0DQXHO0DFKDGRDQĂ€WULmRQDTXDOLGDGHGHSUHVLdente da Câmara conimbricense. Para conferir maior solenidade Ă  comparĂŞncia de Henrique Fernandes resta esperar que da sua indumentĂĄria façam parte as antigas calças de cabedal. Universidade de mĂŁos largas – A comunidade acadĂŠmica tem razĂľes para estar agradecida Ă  sua Universidade e aos respectivos serviços, pois estĂŁo a mostrar-se bastante generosos. Esta semana, os Serviços de Acção Social da UC anunciaram que, em parceria com a Administração Regional de SaĂşde do Centro, distribuem, gratuitamente, mĂŠtodos contraceptivos aos estudantes. Hoje, estĂŁo disponĂ­veis diversos tipos de contraceptivos, desde vĂĄrios tipos de pĂ­lulas, anel vaginal, dispositivos intrauterinos, implantes, preservativos e, atĂŠ, a contracepção de emergĂŞncia, a chamada ‘pĂ­lula do dia seguinte’. TambĂŠm hoje, na Sala do Senado, a Universidade de Coimbra assina um conjunto de protocolos com es-

Ă‚ngulo inverso A força da mensagem, ou das armas? Peguemos, por exemplo, no fenĂłmeno religioso de FĂĄtima, que estĂĄ na ordem do dia Num tempo em que se assiste ao recru- pela comemoração do centenĂĄrio, a visita do descimento da corrida ao armamento, em que Papa e vĂĄrios livros que estĂŁo a ser lançados se ouve constantemente falar em guerra, as sobre o assunto. palavras de apelo ao bom senso parecem cair FĂĄtima estĂĄ longe de ser uma simples frauno vazio. de, pois se o fosse, jĂĄ hĂĄ muito teria sido pro4XDQGR RV FRQĂ€LWRV SUROLIHUDP IRFDVH D vada, e ĂŠ, antes, uma complexa questĂŁo de fĂŠ atenção no poder bĂŠlico e esquece-se que eles que merece ser estudada sob vĂĄrios ângulosâ€? resultam para tentar vencer ideias, opor-se a - consideram os reconhecidos historiadores mensagens, a convicçþes, Ă religiĂŁo. JosĂŠ Eduardo Franco e Bruno Cardoso Reis, A nĂ­vel mundial sĂŁo mais que conhecidos que acabam de apresentar uma obra sobre casos em que os “senhoresâ€? da guerra acaba- este “lugar sagrado que se tornou globalâ€?. ram por perder e desapareceram, enquanto as Por outro lado, os dois historiadores ideias que combateram ainda permanecem e rejeitam o “preconceito de que as religiĂľes estĂŁo vivas. sĂŁo uma superstição irrelevante na ĂŠpoca LUĂ?S SANTOS

contemporâneaâ€?. “Quem ainda mantĂŠm essa crença na irrelevância das fĂŠs religiosas nĂŁo tem prestado atenção ao que se tem passado no mundo nas Ăşltimas dĂŠcadasâ€?, sentenciam os autores, segundo os quais “subestimar o poder das ideias e das convicçþes e olhar apenas para o poder na sua dimensĂŁo puramente militar ĂŠ algo que cada vez tem menos defensores, atĂŠ no campo da estratĂŠgia polĂ­tica e militarâ€?. Do choque entre convicçþes religiosas e convicçþes laicas nĂŁo deveria resultar a “intermediaçãoâ€? das armas, mas sim das palavras. Cada um tem uma determinada fĂŠ, ou nĂŁo, mas nĂŁo precisa de a impor ao outro. Como seria bom o respeito pela diferença.


20

QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

VINAGRETAS www.campeaoprovincias.pt

13

V I N A G R E T A S

para presidir Ă Direcção do Organismo AutĂłnomo de Futebol da AAC em substituição do demissionĂĄrio timoneiro Paulo Almeida. “Tal como noticiĂĄmos no passado sĂĄbado, Pedro Roxo foi escolhido, ontem (17), como novo presidente da AcadĂŠmica/OAFâ€?, indicou o DC na sua edição de terça-feira (18). Tratou-se, por conseguinte, de uma opção anunciada, embora a escolha tambĂŠm pudesse recair em AmĂŠrico colas de formação artĂ­stica, hotĂŠis, restaurantes, Cardoso Santos. Pedro Roxo e Cardoso Santos ginĂĄsios e vĂĄrias outras empresas de serviços. sĂŁo gerentes executivos da AcadĂŠmica - SDUQ, $VSDUFHULDVTXHVmRRĂ€FLDOL]DGDVSHORUHLWRU de que ĂŠ Ăşnica proprietĂĄria a AcadĂŠmica/OAF, da UC, disponibilizam a toda a comunidade razĂŁo por que estava “escrito nas estrelasâ€? ser acadĂŠmica e aos membros da rede de antigos um deles o ÂŤungidoÂť para substituir Paulo Alestudantes condiçþes privilegiadas de utilização meida. Ou serĂĄ que Cardoso Santos ĂŠ mais endos diversos serviços. WXVLDVWDGRĂ€JXULQR6$' 6RFLHGDGH$QyQLPD Desportiva) do que do da SDUQ (Sociedade Cruz aquĂŠm do CalvĂĄrio – Na sua edição Desportiva Unipessoal por Quotas), podendo de anteontem (18), o DiĂĄrio de Coimbra assi- residir neste ÂŤpormaiorÂť o risco de dissensĂŁo nalou que tinha noticiado, na de 15 (sĂĄbado), directiva? Roxo ĂŠ, como se sabe, a cor caracterĂ­stica do perĂ­odo quaresmal na liturgia da Igreja CatĂłlica; Paulo Almeida renunciou ao cargo em Sexta-feira Santa, deixando a impressĂŁo de nĂŁo ter levado a cruz ao CalvĂĄrio. Pedro Roxo pode orgulhar-se, ainda assim, de ter ascendido Ă  presidĂŞncia da Briosa numa data histĂłrica para a Academia de Coimbra, pois foi a 17 de Abril de 1969 que o entĂŁo lĂ­der da AAC, Alberto Martins, pediu a AmĂŠrico Tomaz, outrora Presidente da RepĂşblica, que o autorizasse a usar da palavra numa cerimĂłnia inaugural na Faculdade a escolha de Pedro Roxo, a 17 (segunda-feira), de CiĂŞncias e Tecnologia (FCTUC).

Roxo de vergonha – Pedro Roxo, novo timoneiro da AcadĂŠmica/OAF, substituto de Paulo Almeida, e que como vice-presidente WLQKDRSHORXURGRIXWHEROSURĂ€VVLRQDODFHLtou conceder uma entrevista ao “CampeĂŁoâ€?, em meados de 2016. As perguntas foram-lhe enviadas e, apesar de ele ter dito, a 17 de Junho, que jĂĄ havia respostas, nunca o nosso Jornal foi habilitado a publicĂĄ-las. Eis as questĂľes a que o entrevistado nĂŁo respondeu: “CampeĂŁoâ€? – Quem ĂŠ Pedro Roxo e o que espera conseguir para a Briosa? “CampeĂŁoâ€? – O que o levou a abraçar este projecto e em que consiste a sua função no seio da Direcção da AcadĂŠmica/OAF? “CampeĂŁoâ€? – Tendo a AcadĂŠmica SDUQ descido Ă II Liga, apĂłs 14 anos de permanĂŞncia no principal escalĂŁo, ĂŠ expectĂĄvel que volte a subir jĂĄ na ĂŠpoca de 2016 - 17? “CampeĂŁoâ€? – Uma “forte apostaâ€? na

formação tem sido proclamada como uma das ambiçþes do novo elenco directivo da AAC/ OAF. Que tempo ĂŠ necessĂĄrio para ela dar IUXWRV"(HPTXHPHGLGDLVVRLUiUHĂ HFWLUVH este ano, na formação do plantel? “CampeĂŁoâ€? – Tem-se falado na saĂ­da de Pedro Nuno como principal garantia de HQFDL[HĂ€QDQFHLURSDUDDWDFDUDSRVVtYHOVXELGD Ă I Liga... “CampeĂŁoâ€? – A escolha do treinador deve ser concretizada, quanto antes, de forma a que ele possa avalizar as melhores soluçþes (internas e externas) para o plantel. Para quando prevĂŞ o DQ~QFLRRĂ€FLDOGDFRQWUDWDomRGRWpFQLFR" “CampeĂŁoâ€?²4XDORSHUĂ€OSRUTXHYDL pautar-se a escolha do treinador? “CampeĂŁoâ€? – Ă€ margem do futebol profissional, hĂĄ uma equipa de sub-23 da AcadĂŠmica/OAF e a Secção de Futebol da AAC encontra-se no Campeonato Nacional GH6HQLRUHV4XHFRRSHUDomRVHOKHDĂ€JXUD possĂ­vel, neste âmbito, entre a AcadĂŠmica/ OAF e a Secção de Futebol da AAC? “CampeĂŁoâ€? – Face Ă  matriz de Coimbra, como planeia Pedro Roxo cativar os estudantes na Ăłptica da formação de jovens futebolistas, investindo no recrutamento no seio das escolas secundĂĄrias e no dos estabelecimento de ensino superior? “CampeĂŁoâ€? – Como espera manter viva a mĂ­stica de que a Briosa “nĂŁo ĂŠ um clubeâ€?, mas, antes, “uma causaâ€??

F _____ R _____ A

EDP debaixo da ponte – A EDP Distribuição utilizou um equipamento (underbridge unit) para reparar um cabo elĂŠctrico que passa por debaixo da ponte de Santa Clara, em Coimbra, o qual permitiu nĂŁo interromper a circulação de trânsito. De acordo com a empresa, os serviços da Ă rea Operacional Coimbra detectaram uma avaria no cabo de baixa tensĂŁo, responsĂĄvel pela alimentação da rede de iluminação pĂşblica da zona de Santa Clara, que se encontra suspenso sob o tabuleiro da ponte entre as duas margens, e que necessitava de substituição. “Ponderadas todas as condicionantes, tanto tĂŠcnicas como, sobretudo, de circulação rodoviĂĄria, decidiu-se pela utilização de um equipamento designado de 'underbridge unit', considerando que era a solução que melhor respondia aos seus objectivosâ€?, refere a EDP. Foi assim utilizada uma JUXDKLGUiXOLFDDUWLFXODGDĂ€[DVREUHXPFDPLmRGHJUDQGHV dimensĂľes, com uma plataforma na ponta do braço que, instalada sobre a ponte, permitiu o acesso, de tĂŠcnicos, equipamentos e materiais, Ă parte inferior do tabuleiro.

Campeonato ibÊrico de vela – Realizou-se nos dois dias antes do domingo de Påscoa o campeonato ibÊrico da classe Vaurien, organizado pelo Clube Nåutico da Figueira da Foz. As condiçþes foram perfeitas nos dois dias de prova, com vento a soprar de Noroeste e intensidade de feição para a pråtica da modalidade. As condiçþes de mar tambÊm mostraram todo o potencial da baía oceânica da Figueira da Foz, para a organização de grandes eventos nåuticos. Feitas as contas, foi um campeonato dominado pelas tripulaçþes espanholas, que obtiveram todos os lugares do pódio. Paulo Lima e Pedro Ferreira, do Clube de Vela de Viana do Castelo, foram os melhores portugueses em prova, ocupando RTXDUWROXJDUGDFODVVLÀFDomRJHUDO2&1$))HVWHYH representado pelos seus velejadores Gonçalo Varela e Bernardo Marques, no escalão júnior, e a próxima prova de vela, na Figueira da Foz serå dia 22, com a regata do aniversårio.

“Sons de Abrilâ€? com 200 em palco – O espectĂĄculo sĂłcio-comunitĂĄrio “Sons de Abrilâ€?, que integra o programa geral das comemoraçþes da “revolução dos cravosâ€? e que terĂĄ lugar no Cine-Teatro da LousĂŁ, no dia 24 (21h30) e no dia 25 de Abril (16h30), contarĂĄ com mais de 200 intĂŠrpretes em palco. Assumindo-se como um verdadeiro espetĂĄculo intergeracional (com participantes com idades entre os seis e os 80 anos), esta iniciativa terĂĄ novamente uma vertente social, sendo os bilhetes que estĂŁo disponĂ­veis na Biblioteca Municipal - disponibilizados mediante a entrega de um gĂŠnero alimentar nĂŁo perecĂ­vel, que reverterĂĄ para a Associação Vida Abundante, uma das entidades da rede social responsĂĄveis pela distribuição destes gĂŠneros Ă s famĂ­lias carenciadas. No ano em que se assinalam os 30 anos da morte de JosĂŠ Afonso (Zeca), este espectĂĄculo procurarĂĄ celebrar e vida e a obra de um dos “cantautoresâ€? mais relevantes do paĂ­s. Ao longo do espectĂĄculo, as 17 instituiçþes e os 12 solistas envolvidos, atravĂŠs do teatro, da mĂşsica, do vĂ­deo e da dança, irĂŁo prestar tributo e realçar o papel de Zeca Afonso na revolução de Abril e para a liberdade em Portugal.


OPINIĂƒO

14

20

QUINTA-FEIRA

www.campeaoprovincias.pt

DE ABRIL DE 2017 CAMPEĂƒO DAS PROVĂ?NCIAS

SĂ­mbolo da obra social de Bissaya-Barreto

O complexo materno-infantil da Quinta da Rainha

JOĂƒO PINHO *

O complexo materno-infantil da Quinta da RaiQKD SUy[LPR GR ODUJR GH Celas - Coimbra, tornou-se um símbolo da obra social de Bissaya-Barreto. A sua KLVWyULD HQYROYH DOJXPDV YLFLVVLWXGHV TXH LPSRUWD relembrar. A 18 de Maio de 1946, o Diårio do Governo decretava a criação da delegação do Instituto Maternal em Coimbra, instalada no largo GD6p9HOKDHLQDXJXUDGD em Setembro do mesmo ano, contando com uma Maternidade e Consultas Externas de Puericultura, Pediatria, Obstetrícia e Ginecologia. Apesar deste passo importante no âmbito da Obra de Protecção à Gråvida e Defesa da Criança, Bissaya-Barreto pugnava

Ki PXLWR SRU XP ,QVWLWXWR GH 3XHULFXOWXUD TXH GHVHjava instalar na Quinta da 5DLQKDGRQGHHVWDYDSDUD sair, para novas instalaçþes D (VFROD GR 0DJLVWpULR Primårio. A obtenção da referida TXLQWDIRLDHWDSDVHJXLQWH &RQWXGR XP SDVVR TXH se revelaria difícil de dar, pois o ministro das Obras Públicas de então desejava LQVWDODU QDTXHOH HVSDoR junto ao campo de jogos de Santa Cruz, um complexo desportivo universitårio. 6XFHGHX SRUpP TXH QD PHVPD pSRFD D$FDdemia de Coimbra se confrontava com a falta de uma sede condigna, para a sua Associação, desde as GHPROLo}HVGD³9HOKD$OWD´ Bissaya-Barreto convocou D 'LUHFomR SDUD OKH GL]HU

TXHD-XQWD'LVWULWDOGLVSRnibilizaria a årea ocupada, junto à praça da República, SHOR 1LQKR GRV 3HTXHQLtos e demais instalaçþes D¿QV VH IRVVH DXWRUL]DGD a permuta com os terrenos GD4XLQWDGD5DLQKDSDUD onde essas instalaçþes seriam transferidas. Reunido o consenso, viria a ser publicado, em Outubro de 1946, o DecreWROHLQžTXHDXWRrizou a Direcção-Geral da Fazenda Pública a ceder à -XQWDGH3URYtQFLDHDWtWXOR GH¿QLWLYR D FLWDGD 4XLQWD GD5DLQKD3HORVHXODGRD AAC viria a dispor de uma VHGH FRQGLJQD DOpP GR 7HDWUR$FDGpPLFR GH ³*LO 9LFHQWH´ O complexo seria inaugurado a 28 de Abril de  ¿FDQGR FRQVWLWXtGR SHODV VHJXLQWHV XQLGDGHV Maternidade Bissaya-Barreto, Edifício das ConsulWDV ([WHUQDV 1LQKR GRV 3HTXHQLWRV &UHFKH ' Maria do Resgate Sala]DU3DUTXH,QIDQWLO'RXWRU Oliveira Salazar, Escola de Enfermeiras-Parteiras, LacWiULR6DODGH&RQIHUrQFLDV

Hospitalar de Coimbra &+&  TXH DJUHJRX QmR Vy D 2EUD GH $VVLVWrQcia Materno Infantil, mas WDPEpP RV EHP FRQKHcidos Hospital Geral da &ROyQLD 3RUWXJXHVD GR Brasil, Hospital Pediåtrico de Celas e Hospital OrtoSpGLFRHGH5HFXSHUDomR (Figueira da Foz). Pelo mesmo diploma, o Centro de Neurocirurgia de CoimEUD IRL WDPEpP LQWHJUDGR QRKRVSLWDO Com a criação do CHUV e integração no mesmo do CHC, era de esperar um maior respeito pela antiga Obra de AsVLVWrQFLD 0DWHUQR ,QIDQWLO Inauguração do complexo-materno HVSHFLDOPHQWH TXDQGR VH infantil - Bissaya-Barreto discursando, FXPSULUDP DV ³ERGDV GH 28/04/1963 RXUR´HPSHODKLVWyULD H[SHULrQFLD SUR¿VVLRSalas da Administração, GD6D~GHH$VVLVWrQFLD2 nais, utentes... No entanto, Lavandaria e Rouparia, Co- nome seria, posteriormen- pouco ou nada se fez, como ]LQKD&DOGHLUDVH-DUGLQV te, rectificado para Obra WDPEpPPXLWRSRXFRVHLUi $ SDUWLU GH  DTXL GH$VVLVWrQFLD0DWHUQR,Q- ID]HU DR QtYHO GD KLVWyULD funcionarå o Centro de fantil, para não se confundir H GD PHPyULD FRP R ILP 6D~GH H $VVLVWrQFLD 0D- com a designação dos anunciado da Maternidade terno-Infantil do Dr. Bis- Centros de Saúde então Bissaya-Barreto. Oxalå esteja enganado! saya-Barreto, criado pelo criados. Pelo Decreto-Lei n.º Decreto-Lei n.º 45.591, de (*) Historiador 03 de Março do mesmo 93/71, de 22 de Março de e investigador DQRHPDQDGRGR0LQLVWpULR 1971, criou-se o Centro

A despedida de JosÊ Augusto F. da Silva Quando, em Outubro de 2013, tomei posse como vereador, em representação do grupo Cidadãos por Coimbra, e jurei, nos termos usuais, cumprir o meu PDQGDWR HUD PLQKD ¿UPH FRQYLFomRGHTXHROHYDULD DWp DR ~OWLPR GLD FRP R HPSHQKDPHQWR D ¿UPH]D e o entusiasmo do primeiro. Sempre assim aconteceu com todos os cargos HOHFWLYRV TXH DVVXPL DR ORQJRGDPLQKDYLGDHQmR KDYLD TXDOTXHU UD]mR SDUD ser diferente com o de vereador. Em meu entender, o mandato resultava de uma GXSOD OHJLWLPLGDGH R YRWR popular, por um lado, a esFROKDHIHFWXDGDSHOR*UXSR de Cidadãos para encabeçar a lista candidata, por ouWUR*UXSRGH&LGDGmRVTXH se apresentou aos eleitores como movimento independente, apesar de ter no seu seio membros de diversos

FICHA TÉCNICA EDIĂ‡ĂƒO COIMBRA www.campeaoprovincias.pt

partidos. Característica geQpWLFD GH LQGHSHQGrQFLD IDFH DRV SDUWLGRV TXH HX sempre procurei salvaguarGDU 2 TXH PH OHYRX HP circunstâncias diversas, fora e dentro desta Câmara, ao protesto veemente sempre TXHHVVDLQGHSHQGrQFLDIRL TXHVWLRQDGD Pois bem. Recentes alteraçþes na política de CpC puseram em causa, de IRUPD LUUHPHGLiYHO DTXHOD FDUDFWHUtVWLFD JHQpWLFD GH LQGHSHQGrQFLD TXH SDUD PLPpLQDOLHQiYHO(FRQVHTXHQWHPHQWH¿FRXSRVWD HPFDXVDDPLQKDUHODomR com esse movimento. E D GR SUySULR &S& FRP RV seus eleitores. Para mim, DSROtWLFDVySRGHVHUIHLWD FRPYHUGDGHHWUDQVSDUrQcia. E a verdade impþe-me TXHWHQGRVHURPSLGRHVVD relação recíproca, renuncie DR PDQGDWR 2 TXH DTXL FRP PiJRD YRV YHQKR comunicar.

Dito isto, importa ainda dizer o seguinte. Não vou ID]HUXPEDODQoRGDPLQKD DFWLYLGDGH R TXH DTXL H agora, seria absolutamente despropositado. Devo GL]HU DSHQDV TXH SURFXUHL VHPSUHHVWXGDURVGRVVLrV ouvir os munícipes sobre os seus problemas e anseios, debater com frontalidade e agir com determinação e lealdade com vista a contribuir SDUD XP 0XQLFtSLR PHOKRU Se o consegui ou não, outros o avaliarão. 7DPEpPQmRYRXID]HU o balanço da actividade da Câmara Municipal e da PDLRULD TXH D JRYHUQD 2 TXHWLQKDDGL]HU¿FRXGLWR com convicção, frontalidade e lealdade, sempre norWHDGR SHOR TXH FRQVLGHUR serem os princípios de uma boa governação. Mas devo deixar claUR TXH QmR PH GHPLWLUHL HQTXDQWRFLGDGmRGHFRQtinuar a intervir na vida da

Telefone 239 497 750 | Fax 239 497 759 | E-mail campeaojornal@gmail.com Editor/Propriedade REGIVOZ, Empresa de Comunicação, Lda. Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra | NIPC: 504 753 711 Director-Adjunto Rui Avelar (responsåvel executivo por esta edição) Redacção Luís Santos (C.P. 722), Rui Avelar (C.P. 613), Luís Carlos Melo (C.P. 2555) e Diana Baptista (C.P. 10321), Telefone 239 497 750 (ext. 55, 56 e 57), Fax 239 497 759 Sede/Redacção: Rua Adriano Lucas, 216 Az. D - Eiras 3020-430 Coimbra Director Comercial Carlos Gaspar Directora de Marketing e Publicidade Adelaide Pinto 239 497 750 (ext. 27), jornalcp.adelaidepinto@gmail.com

PLQKDFLGDGHVHPSUHTXH o repute útil e pelos meios TXHFRQVLGHUHDGHTXDGRV Quero, pois, finalizar GL]HQGR TXH IRL SDUD PLP XPSULYLOpJLRWHUH[HUFLGRR cargo de vereador da Câmara Municipal de Coimbra. O exercício de tal cargo enULTXHFHXLQGLVFXWLYHOPHQWH D PLQKD YLYrQFLD SHVVRDO política e cívica. Agradeço, SRLV DRV HOHLWRUHV TXH PH GHUDPRVHXYRWRDFRQ¿DQoD TXH HP PLP GHSRVLWDram, esperando não os ter desiludido. Agradeço a todas e toGRVRVTXHGHQWURGR&S& FRP FRPSHWrQFLD HPSHQKRHQWXVLDVPRHOHDOGDGH me ajudaram diariamente a cumprir o mandato. De entre todos destaco, naturalmente, o meu camarada 3HGUR%LQJUHGR$PDUDOTXH VHPSUHTXHIRLFKDPDGRD exercer o cargo de vereador RIH]FRPHOHYDGRHPSHQKR e sentido de responsabilida-

de. Sem o estímulo e apoio destas e destes camaradas eu nada teria conseguido. Nesta Câmara, independentemente das saudåveis GLYHUJrQFLDVSROtWLFDVHDWp por força delas, foi-me dado aprender muito com todos, sempre tendo sido possível separar as pessoas das políticas, tendo imperado o respeito mútuo. Por isso, o meu agradecimento a todos os membros da CMC. O meu agradecimento vai igualmente para todos os membros do Gabinete GD3UHVLGrQFLDSDUDDVGLUHFWRUDV$QD0DOKRH5RVD Batanete e para todos os IXQFLRQiULRVFRPTXHPPH relacionei e, em particular, para as excelentes funcionårias do núcleo de apoio DRV yUJmRV PXQLFLSDLV D TXHPGHL[RXPDSDODYUDGH muito apreço. Uma palavra especial de agradecimento ao funcionårio do gabinete dos verea-

dores sem pelouro, Francisco Ferreira, pela forma leal, competente e amiga com TXHVHPSUHGHVHPSHQKRX as suas funçþes. Uma nota final para RV MRUQDOLVWDV$QWyQLR 5Rdrigues, Camilo Soldado, )HUQDQGR0RXUD-RmR)RQVHFD 3DXOR 0DUTXHV H Rui Avelar (Campeão das Províncias), bem como para a radialista Isabel Simþes, TXH DFRPSDQKDUDP FRP regularidade, as reuniþes da CMC. A todos, sem exFHSomR DTXL ILFD R PHX UHFRQKHFLPHQWR SHOD IRUma como cumpriram a sua missão de informar. Sem o YRVVRWUDEDOKRDQRVVDYR] QmRWHULDFKHJDGRDWDQWRV munícipes e, seguramente, TXHDQRVVDYLGDGHPRFUiWLFDWHULD¿FDGRPDLVSREUH O meu muito obrigado a WRGDVHWRGRV$WpVHPSUH Ex-vereador do CpC da CMC

Paginação e Maquetagem Nuno Miguel Peres | ImpressĂŁo),*,QG~VWULDV*UiÂżFDV6$Rua Adriano Lucas, 3020-265 Coimbra | Distribuição VASP - Sociedade de Transportes e Distribuição, Lda. R. da Tascoa, n.Âş 16 - 4.Âş Piso, 2745-003 Queluz, Telef. 214 398 500, Fax 214 302 499 Registo 65,3VRERQž,661,&6_DepĂłsito Legal n.Âş 127443/98 Preço de cada nĂşmero 0,75\ Assinatura anual 30,00\ | Tiragem mĂŠdia: 9.000 exemplares LEI DA TRANSPARĂŠNCIA – Propriedade: Regivoz, Empresa de Comunicação, Lda. Capital Social: 5.000,00 euros. Participaçþes no capital: 5iGLR6REHUDQLDHXURV  /LQR$XJXVWR9LQKDOHXURV  GerĂŞncia:/LQR$XJXVWR9LQKDO Estatuto Editorial em www.campeaoprovincias.pt

2VSDJDPHQWRVSDUDR&DPSHmRGDV3URYtQFLDVHPFKHTXHGHYHPVHUHPLWLGRVHPQRPHGH³5HJLYR](PSUHVDGH&RPXQLFDomR/GD´7DPEpPSRGHPVHUIHLWRVSRUWUDQVIHUrQFLDEDQFiULDDWUDYpVGR1,%


QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

CENTENÁRIO DAS APARIÇÕES

38116

20

15

Peregrinações ao Santuário já começaram

Fátima com assistência espiritual nos postos de atendimento aos peregrinos

Pavimentos em Betão

38131

38122

lisos e marcados Milhares de peregrinos desloindustriais e urbanos cam-se anualmente a pé ao Santuário de Fátima por altura das Tlm. 918 973 683 - Rua Principal - CARTARIA peregrinações aniversárias (Maio 3100-082 Albergaria dos Doze a Outubro), um número que este LISOMERCADO ano deve aumentar substancialde: Armando Jorge mente por se tratar do Centenário das Aparições, sobretudo a 12 e 13 Telefone: 239 421 475 Fax: 239 428 028 de Maio, com a presença do Papa e-mail: poiarqui@sapo.pt Francisco. www.poiarqui.pt 3UHYHQGRXPDÁX[RGHSHUHJULnos a pé substancialmente superior (em 2016 foram assinalados 20 000 peregrinos), o Movimento da Horário de Funcionamento: Segunda a Sexta-Feira Mensagem de Fátima (MMF) e as 09:00h - 13:00h 14:30h - 18:30h Por todo o país estão distribuídos cerca de 70 postos restantes entidades envolvidas nesta Sede: Edifício PoiArqui - Praça Luís de Camões. Vila Nova de Poiares de atendimento aos peregrinos área reforçaram a presença, em termos de postos e de voluntários. Há vários anos que o Santuário totalizando agora 1 500 voluntários. tório Ordinário Público para a de Fátima atribuiu ao MMF a coorEntre outros locais, vai ser canonização de 37 beatos, entre denação de assistência aos peregri- possível encontrar postos de assis- os quais os dois Pastorinhos nos a pé a Fátima nas peregrinações tência aos peregrinos em Pinheiro de Fátima. Este é o derradeiSISTEMAS INJECÇÃO GPL MULTIPONTO aniversárias, em colaboração com a de Bemposta; Albergaria-a-Velha; ro passo até à cerimónia de Agora também CARREGAMENTO A/C Ordem de Malta, a Cruz Vermelha, Malaposta; Sabugosa; Santa Luzia; canonização de Francisco ALTERNATIVA À GASOLINA POUPANÇA MÉDIA 50% os Bombeiros, os Escuteiros e a 3HGUXOKD$OPDoD&RQGHL[D3RP- e Jacinta Marto, num COM A NOVA LEI JÁ É PERMITIDO ESTACIONAR Estação de Serviço - Óleos EM PARQUES SUBTERRÂNEOS Associação dos Servitas de Nossa bal; Barracão; Caranguejeira; Santa processo iniciado pelo /XEUL¿FDQWHV3QHXV0DWUtFXODV Rua Heróis de Ultramar (na rotunda junto ao Bowling) Senhora, onde é possível encontrar Catarina da Serra; Vendas Novas; então bispo de LeiGândara dos Olivais | Leiria -Telef.: 244 882 988 ADUGUETE - 3100-342 POMBAL médicos, enfermeiros e outros Coruche; Almeirim; Pernes; Alca- ria, D. José Alves Telem.: 917 766 637 - juliooliveiragpl@gmail.com Telem.: 236 213 128 voluntários. nena; Alcanhões; Riachos; Torres Correia da Silva, A previsão é de que cheguem Novas; Minde; Mira; Figueira da a 30 de Abril Manuel de 1952. a Fátima cerca de 350 grupos de Foz; Leiria e Aljubarrota. peregrinos a pé, envolvendo perto Pedrosa Consistório decide local de 40 000 pessoas, mas os últimos Pinhal e data de canonização dados referidos pelo MMF aponde Francisco e Jacinta tam para mais 200 grupos, além das peregrinações a pé que não são SERRAÇÃO DE MADEIRAS IC2 – 2420-381 LEIRIA O encontro do Papa Francisco referenciadas pelo Movimento da E NEGOCIANTE DE LENHAS com os cardeais para a decisão sobre Mensagem de Fátima. BOA VISTA | PORTUGAL Rua Ortigosa de Cima, 165 - 2425-740 ORTIGOSA No total, poderão ser 200 000 o local e data da canonização de Tlm. 917 107 767 Telf. 244 613 245 - Tlm. 919 855 363 | 918 314 031 os peregrinos a pé, ou seja, um Francisco e Jacinta Marto comenúmero quatro vezes superior ao ça às 10h00 locais (09h00 em Telem.: 964 454 955 Lisboa) de hoje, no Palácio que se registou em 2016. roadlevel@gmail.com A grande novidade deste ano é Apostólico do Vaticano. O Executivo da - Pedras ornamentais Segundo a Sala de que vai haver assistência espiritual Freguesia convida - Relvado sintético em todos os 70 postos de atendi- Imprensa do Vatia conhecer - Artigos em pedra e betão para jardim mento aos peregrinos geridos pelo cano, a reunião - Peças em betão a imitar madeira a Freguesia durante MMF, distribuídos pelo país, mas inicia-se com a os percursos do com maior incidência no Norte, de celebração da caminho de Fátima onde provém o maior número de Hora Tércia, www.freguesiadecasalcomba.pt seguindogrupos de peregrinação a pé. Rua Frei Francisco, Rua do Campo de Futebol O “lava-pés”, o tratamento de - s e o Convida a visitar a Freguesia Moitas Brancas Ilha Casal Comba - Mealhada bolhas, as massagens lombares e C o n musculares e o serviço de refeições s i s são alguns dos serviços que se poexcelência’15 dem encontrar nestes postos, além da assistência espiritual. Alguns dão também a possibilidade de os pereO Executivo convida grinos descansarem e dormirem. a visitar a Freguesia Para poder acudir ao núdurante o percurso dos mero elevado de peregrinos, caminhos de Fátima Praça da República 3150-127 Condeixa-a-Nova foi também reforçado o Telef. 239 941 301 - Fax: 239 948 718 Q~PHURGHSURÀVVLRQDLV Praça Faria da Gama - Pombal www.freguesia-pombal.pt | email: geral@freguesia-pombal.pt e-mail: farmacia.rocha@sapo.pt | /farmaciarochacondeixa de saúde, médicos, enfermeiros e outros,

Júlio Oliveira

38137

38139

38123

38134

Maria Cidália de Noronha Rodrigues Mendes

38315

38301

38371

Junta de Freguesia de Soure

TROPICORRENTE

VENHA VISITAR-NOS NO TRAVASSO E VEJA OS NOSSOS PRODUTOS

‡*5$9,/+$6‡52/$'26‡$57()$&726'(&,0(172‡5(/9$6,17e7,&$ ‡$5%86726(2/,9(,5$6‡7(/$6‡(08,720$,6

www.pedradecor.pt

Estrada Nacional 1 (IC2) - N.º 22 - Travasso - 3100-371 Pombal Tlm. 963 050 055 | Tlf. 236 010 169 - asl.pedradecor@gmail.com

Bolos e Biscoitos, Croissants Fabrico Caseiro de Pão Telef.: 236 962 153 - Casais de Além - 3100-225 LOURIÇAL

Para Encomendar o Seu Leitão em carcaça/ assado

239 946 226/7 Zona Industrial de Condeixa a Nova 3150-287 SEBAL - Sebal Grande

geral.tropicorrente@gmail.com Tel. 236 094 143 | 911 932 390 Rua Fonte da Vila, 1º andar (junto ao banco Caixa Agrícola) ABIUL Rua Maria Fogaça s/n - 3100-562 POMBAL

38392

INSTALAÇÕES ELÉCTRICAS, LDA.


ÚLTIMA

www.campeaoprovincias.pt

20

QUINTA-FEIRA

DE ABRIL DE 2017 CAMPEÃO DAS PROVÍNCIAS

38525

16

Campeão das Províncias (20/04/2017)  

Edição em PDF n.º 872 do "Campeão das Províncias", publicada a 20/04/2017

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you