Page 1


Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde Grupo Hospitalar Conceição. Centro de Educação Tecnológica e Pesquisa em Saúde

RELATÓRIO Nº 2 Rio de Janeiro Fiocruz / ICICT 2016


Expediente Ministério da Saúde (MS) Marcelo Castro Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação da Saúde (SGTES/MS) Heider Aurélio Pinto

Coordenação de Comunicação Rafael Cavadas Ester Cristina Machado Ruas

Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges/SGTES/MS) Alexandre Medeiros

Coordenação Macrorregional Anna Letícia Ventre Francéli dos Santos Lenice Inês Koltermann Pedro Augusto Papini Renata Castro Gusmão

Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) Paulo Ernani Gadelha

Coordenação Gráfica Sandra Araujo

Vice-Presidência de Ensino, Informação e Comunicação (VPEIC/Fiocruz) Nísia Trindade Lima

Capa e Projeto Gráfico Aluísio Bispo

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz) Umberto Trigueiros Grupo Hospitalar Conceição (GHC) Sandra Maria Sales Fagundes Coordenação do projeto Caminhos do Cuidado Maria Cristina Soares Guimarães Quelen Tanize Alves da Silva Coordenação Executiva Maria da Conceição Rodrigues de Carvalho Edelves Vieira Rodrigues Regis Cunha de Oliveira Ruy Casale

Diagramação Aluísio Bispo Sandra Araujo Fotografias Banco de Imagens da Embratur Banco de Imagens Free Image Banco de Imagens Visual Hunt Pauliran Freitas Roberta Raupp Sandra Araujo Stephanie Saramago

Coordenação Acadêmica Lucas Willig Quadros Marielly de Moraes

Redação Fabrício Ângelo Fernanda Reis Igor Cruz Jullia Mendonça Rafael Cavadas Roberta Raupp

Coordenação Pedagógica Renata Pekelman Odete Messa Torres

Edição e revisão Rafael Cavadas Roberta Raupp

Coordenação de Infraestrutura e Logística Ruy Casale


FICHA TÉCNICA Grupo Condutor

Alcindo Ferla Alexandre Medeiros Cláudio Barreiros Marcelo Pedra Maria Cristina Soares Guimarães Mônica Diniz Durães Quelen da Silva Regionalização Angelita Mendes (ETSUS/RO) Carolina Feitosa (ETSUS/SP) Ena Galvão (ETSUS/DF) Célia Feitosa (ETSUS/PE) Walesca Pereira (ETSUS/RS)

Equipe Pedagógica

Coordenação: Renata Pekelman e Odete Messa Torres Aline Cescon Angélica Bomm Andréia Silveira de Souza Antonio Lancetti Débora Garcez Leal Denis Petuco Giulia Caruline Lima Costa Juliana de Bittencourt Escobar Karina Sirangelo Luis Carlos Nunes Vieira de Vieira Marco Aurélio Jorge Maria Beatriz de Miranda Matias Marise Ramoa Natale Oliveira de Souza Pilar Belmonte Renata Veloso Vasconcelos de Andrade Sandra Regina Soares Arôca Sergio Alarcon Stefanie Kulpa


Equipe de Infraestrutura e Logística

Coordenação: Ruy Casale Aline Borges Clara de Almeida Almado Daniele Borges Deborah Batista Freire Flávia Cotilha de Andrade Soares Flavio Peixoto Jaqueline Dias Laís Pinto Lorene Carvalho Cardoso Maria Helena Hallais Silva Nina Ruas Paulo Monteiro Rachel Carvalho Vanessa Debossan Vanessa Mendes

Gestão Acadêmica

Coordenação: Lucas Wilig Quadros e Marielly de Moraes Ana Cristina de Oliveira Fabiana Marques de Souza Gisele da Costa Escobar Piccoli Manuela Pekelman Venturini Rosana Fraga de Carvalho Teodoro Schmidt Jacino

Equipe do AvaliaCaminhos

Coordenação: Ricardo Ceccim Renata Gusmão Franciele Santos Pedro Papini Anna Letícia Ventre Stefanie Kulpa Liciane Silva

Equipe de Comunicação Social

Coordenação: Rafael Cavadas Aluísio Bispo Ester Cristina Machado Ruas Fabrício Ângelo Fernanda Reis Igor Cruz Jean Smarrito Jorge Phelipe Lira de Abreu Jullia Mendonça Nelma Pinto Cezário Pauliran Freitas Pedro Gorender Roberta Raupp Rosana Melo Sandra Araujo Sthéphanie Saramago


Núcleo Estadual Coordenação Estadual

Amélia Cristina Santos Alcoforado (RO) Beatriz dos Santos (SE) Carolina Bocchi Maia (PR) Carolina Feitosa (SP) Cecilia Alonso Correa Forte (MT) Claudia Cristiane Moura Silva Souza (BA) Elzimar Evangelista Peixoto Pinto (ES) Emilene Donato (AL) Ewângela Aparecida P. da Cunha (MS) Izabel Cristina Borges C. Oliveira (PA) José Carlos Lima de Campos (RJ) Juliana Rodrigues da Costa (AM) Livia Milena B. de Deus e Méllo (PE) Lorilei Stefanello Seccon (AP) Luciana Freitas dos Santos (RR) Maria Auri Gonçalves (TO) Maria Helena dos Santos (PR) Maria Jussara Sodre (AM) Miriã Alves Coutinho (GO) Naia Corrêa (RS) Nazaré Figueiredo (AC) Nélia Beatriz Caiafa Ribeiro (RJ) Patrícia Samara Portela Oliveira (PI) Paulo Ricardo Rodrigues da Silva (PB) Rafaela de Nazaré Chiappetta (PA) Raimunda Felix de Oliveira (CE) Rosana Líbano Alves Santos Ruzene (SC) Rosângela Silveira (MG) Sara Fiterman Lima (MA) Tereza Leite (DF) Valéria de Queiroz Diogenes Negreiros (RN) Técnicos do Deges que acompanham o Caminhos do Cuidado Bethânia Ramos Meireles Daniel Márcio Pinheiro de Lima Felipe Farias da Silva Israel Dias de Castro Marco Aurélio de Rezende Raquel Martinho Ciancio


SUMÁRIO Apresentação........................................................................... 9 capítulo 1 — RETRATOS DO CAMINHO A trajetória do Caminhos do Cuidado............................. 13 Linha do Tempo............................................................ 14 Números do Projeto..................................................... 20 capítulo 2 — FALAS DO CAMINHO Caminhos do Cuidado nos Territórios............................. 25 Acre............................................................................... 26 Alagoas......................................................................... 28 Amapá........................................................................... 30 Amazonas..................................................................... 32 Bahia............................................................................. 34 Ceará............................................................................. 36 Distrito Federal............................................................. 38 Espírito Santo............................................................... 40 Goiás............................................................................. 42 Maranhão...................................................................... 44 Mato Grosso................................................................. 46 Mato Grosso do Sul...................................................... 48 Minas Gerais................................................................. 50 Pará............................................................................... 52 Paraíba.......................................................................... 54 Paraná........................................................................... 56 Pernambuco................................................................. 58 Piauí............................................................................... 60 Rio de Janeiro............................................................... 62 Rio Grande do Norte..................................................... 64 Rio Grande do Sul......................................................... 66 Rondônia....................................................................... 68 Roraima......................................................................... 70 Santa Catarina.............................................................. 72 São Paulo...................................................................... 74 Sergipe.......................................................................... 76 Tocantins...................................................................... 78 capítulo 3 — Caminhos a seguir Caminhos a seguir.......................................................... 83 Observatório Caminhos do Cuidado........................... 84 AvaliaCaminhos............................................................ 88


8


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Apresentação “Marinheiros que o mar tornou mais fortes”. Este verso do século 19, gravado na obra "Faróis" do reconhecido poeta brasileiro Cruz e Souza, nos ilumina sobre como o exercício constante do ofício potencializa aquele que o realiza. Ali, quando os marinheiros, suas muitas cartas de navegação e embarcações se aventuravam ao mar, estava a fonte de uma retroalimentação positiva que os levaria a outros oceanos, a novas oportunidades de enxergar e ressignificar o mundo. O relatório que você começa a ler agora é uma das formas que encontramos para registrar nossas cartas de navegação, nossas rotas e trajetórias (algumas escolhidas e outras encontradas) que, ao longo de 2015, nos trouxeram a tenacidade para superar obstáculos, para problematizar desafios e para propor soluções para um Sistema Único de Saúde (SUS) ainda mais forte. Aqui, assim como os marinheiros da poesia que se aprimoraram com o navegar no Mar, contamos como nos tornamos mais engajados, mais reflexivos, mais críticos, mais produtivos, e como nos encontramos (desencontramos também, por que não?) ao percorrer, por mais um ano, os caminhos de um país com dimensões continentais para alcançarmos o Cuidado Integral em Saúde. De caminhar em caminhar, atuamos para contribuir com o Cuidado na Atenção Integral à Saúde, o Cuidado na Saúde Mental, o Cuidado na Formação de Profissionais, o Cuidado nos Territórios, o Cuidado na Gestão, e o Cuidado na proposição de metodologias e tecnologias que fossem sofisticadamente capazes de elevar o nosso valor maior: a defesa do direito à Vida! Esperamos ter alcançado, aqui, o esforço de relacionar nossos principais feitos quando cada dia foi um passo para cumprirmos o compromisso com a transparência necessária às nossas ações, de favorecermos trocas de experiências inclusivas, de trabalharmos para a rede de atores tão plurais quanto engajados com o fortalecimento do SUS e com a real melhora das condições de saúde dos povos. Boa leitura!

9


10


caminhos do cuidado | Relat贸rio 2015

cap铆tulo 1

11


12


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A trajetória do Caminhos do Cuidado A trajetória do projeto Caminhos do Cuidado será apresentada a seguir em uma linha do tempo. Em ordem cronológica, buscou-se destacar os principais fatos, datas e dados que marcaram o projeto desde a sua criação. Os anos de 2013 e 2014 foram destinados especificamente à formação e à capacitação dos agentes comunitários de saúde (ACSs), auxiliares e técnicos de enfermagem (ATENFs) que atuam na Atenção Básica. Esses dois anos investidos em formação, capacitação e desenvolvimento de ações de cuidado em Saúde Mental – Crack, Álcool e outras Drogas – às pessoas, famílias e comunidades, em todo o território nacional, geraram 8.017 turmas. Todos os estados do Brasil foram contemplados com o curso e 292.899 vagas foram ofertadas, tendo a participação de 284.868 alunos em todo o território. O ano de 2015 foi marcado pelo encerramento das turmas em todos os estados brasileiros. Tendo como foco o alcance de metas, foram realizados encontros e reuniões, com a participação dos coordenadores estaduais e de macrorregionais, da Coordenação Executiva e representantes do Ministério da Saúde. Além disso, oficinas foram feitas com a presença dos principais atores do projeto com o objetivo de discutir os rumos da última etapa do Caminhos do Cuidado: o processo de avaliação.

13


14

linha do Tempo OUTUBRO

MARÇO

2012

2013

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde,

Desenho do projeto com plano de trabalho e cronograma de execução A meta é oferecer formação para os agentes comunitários de saúde (ACSs) do país e um auxiliar/técnico de enfermagem por equipe de saúde da família, totalizando

CONVIDA O

10

EDUCADORES Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

Equipe pedagógica

Escola GHC (Grupo Hospitalar Conceição)

capacita

80

ORIENTADORES

PARA EXECUTAR A

Formação de agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem da Saúde da Família – Saúde Mental, com ênfase em Crack, Álcool e outras Drogas, que consta entre as prioridades da Presidência da República no plano de enfrentamento ao Crack.

1.200 1.875 TUTORES (META)

MOBILIZADOS

290.197 ALUNOS

META E TOTAL DE VAGAS OFERTADAS (ACUMULADO) 300.000 280.000 260.000 240.000 220.000 200.000 180.000 160.000 140.000 120.000 100.000 80.000 60.000 40.000 20.000 0

Outubro 2013

Meta mensal

Vagas ofertadas

Janeiro 2014

Abril

Julho

Outubro


caminhos do cuidado | Relatório 2015

ABRIL

JUNHO

2013

2013

Apresentação do Plano de Comunicação (Produção, Circulação e Apropriação)

Oficina de validação do material didático pela equipe de consultores do projeto, com a preocupação de ser uma tecnologia de educação permanente para as equipes de saúde.

PRODUÇÃO Criação da identidade visual, de peças institucionais e didáticas (cartilha, caderno, mochila, pasta, bloco, vídeos, manual tutorial) e eventos públicos, como aula inaugural, formação de orientadores e tutores, e formatura de alunos.

CIRCULAÇÃO Criação de estratégias para fazer circular as informações do Caminhos do Cuidado para a comunidade interna e externa por meio da intranet (www.caminhosdocuidado.com), do site do projeto (www.caminhosdocuidado.org), do e-mail marketing e de mídia espontânea.

APROPRIAÇÃO Apropriação da mensagem pelos alunos e tutores com a organização de mostras regionais, produção de vídeos formativos e informativos, publicação da fala dos alunos e depoimentos das equipes regionais no site.

EDUCADORES

CONSULTORES

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA DO PROJETO CAMINHOS DO CUIDADO

ESBOÇO DO PLANO DE CURSO, COM MATRIZ CURRICULAR E QUESTÕES DE APRENDIZAGEM A construção da matriz curricular está comprometida com a atenção gerida na perspectiva da Linha de Cuidado em Saúde Mental. Para tanto, tem como base os princípios do SUS, a Política Nacional de Saúde Mental, Política de Atenção Básica e a Política de Atenção Integral aos usuários de álcool e outras drogas. MATRIZ CURRICULAR

Eixo temático 1

Conhecendo o território, as redes de atenção, os conceitos, as políticas e as práticas de cuidado em saúde mental

Eixo temático 2

A caixa de ferramentas dos ACSs e ATENFs na Atenção Básica

CARGA HORÁRIA

24 12

horas horas de presenciais dispersão

16 8

horas horas de presenciais dispersão

Eixo transversal

Reforma Psiquiátrica, Redução de Danos e Integralidade do Cuidado como diretrizes para a intervenção em saúde mental e no uso de álcool, crack e outras drogas

Total Fonte: elaboração própria

40 20

horas horas de presenciais dispersão

ELABORAM E VALIDAM O MATERIAL DIDÁTICO OFERECIDO NO CURSO, bem como no acompanhamento das oficinas de aprendizado para orientadores e tutores. Eles trocam experiências e esclarecem dúvidas dos alunos, além de propor e compartilhar estratégias educativas junto aos profissionais da equipe de apoio pedagógico.

15


16

JULHO

AGOSTO

2013

2013

Construção do mapa das atribuições dentro da estrutura organizacional

Oficina de planejamento para organização do trabalho

Estrutura organizacional da equipe nacional

Cronograma e infraestrutura necessária à execução do projeto

Meta de lançamento das primeiras turmas de alunos: outubro

SETEMBRO/OUTUBRO 2013

Regionalização A execução deste projeto pressupõe a articulação entre as instituições do SUS que protagonizaram a formação no território

Planejamento do Lançamento Nacional em 23 de outubro nos seis estados pilotos e, até o fim do ano, em todos os estados do país Pernambuco

Escolas de Saúde Pública e Escolas Técnicas do SUS

Conselho de Secretários Municipais de Saúde

Saúde Mental Atenção Básica dos três entes federativos

As bases do projeto: engajar as equipes que compõem a rede de cuidado; fazer a descentralização autárquica e os pactos entre os entes federados; construir a integralidade e criar um sistema regionalizado.

Acre

Paraná

Distrito Federal

Rio Grande do Sul

São Paulo

Caminhos do Cuidado é oficialmente lançado em seis estados

Oficina de validação do caderno do aluno por agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem (ATENFs) de cada região do país. O processo de avaliação do caderno envolveu linguagem, dinâmica, técnica, relação entre teoria e prática, compreensão dos textos, vídeos e formatação. Ao fim, foram elaboradas propostas para qualificação do material didático.

PERNAMBUCO

ACRE

Em agosto, aconteceu o primeiro encontro com Escolas Técnicas do SUS (ETSUS) dos estados definidos como pilotos para o lançamento das primeiras turmas: Pernambuco, São Paulo, Acre, Paraná, Distrito Federal e Rio Grande do Sul.

DISTRITO FEDERAL

SÃO PAULO

PARANÁ

RIO GRANDE DO SUL


caminhos do cuidado | Relatório 2015

NOVEMBRO-SETEMBRO 2013

DEZEMBRO

2014

2014

Oficinas de Orientadores de Aprendizagem do projeto Caminhos do Cuidado

Formação dos alunos

Durante três dias, os futuros orientadores participaram de aulas, dinâmicas e receberam conhecimentos de educação a distância (EAD) para atuar junto aos tutores, que serão responsáveis pela formação dos agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem (ATENFs). OFICINAS DE FORMAÇÕES DE TUTORES Os tutores vão formar

Agentes comunitários de saúde (ACSs)

Certificação e Mostras

Auxiliares/técnicos de enfermagem (ATENFs)

O projeto Caminhos do Cuidado disponibiliza em seu site os certificados para os ACSs e ATENFs que concluíram a formação em Saúde Mental, Álcool, Crack e outras Drogas do projeto. Os estados promoveram solenidade de formatura para a entrega de certificados.

Para atender as pessoas com uso problemático de crack, álcool e outras drogas, transmitindo os conceitos de redução de danos, da área de Saúde Mental para a Atenção Básica.

TUTORES FORMADOS POR ESTADO Acre Alagoas Amapá Amazonas Bahia Ceará Distrito Federal Espírito Santo Goiás Maranhão Mato Grosso Mato Grosso do Sul Minas Gerais Pará Paraíba Paraná Pernambuco Piauí Rio de Janeiro Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul Rondônia Roraima Santa Catarina São Paulo Sergipe Tocantins

26

Curso de 40 horas presenciais e 20 horas de dispersões, com turmas de 40 alunos. São cinco encontros presenciais para a formação em Saúde Mental, com ênfase em Crack, Álcool e outras Drogas do Caminhos do Cuidado.

META E VAGAS OFERTADAS (de out/2013 a dez/2014) TOTAL DO BRASIL

Meta: 290.197

47

NORTE

10

Vagas ofertadas: 228.287

NORDESTE CENTRO-OESTE SUDESTE

SUL

44 157 108 10 51 56

32.440

114.532

20.657

86.998

35.570

21.647

95.314

23.827

54.446

33.053

94 33 55 222 72 82 88 85 68 82 52 69

TOTAL

1.875

24 20 76

179

34 31

“Nunca antes na história do país houve uma formação tão abrangente para a Atenção Básica com o tema da Saúde Mental”, assim o diretor de Articulação e Coordenação de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça, Leon Garcia, definiu a oportunidade. Ele palestrou sobre saúde mental, atenção básica e crack durante a Oficina de Formação de Orientadores realizada em Brasília, no Distrito Federal.

Os estados promoveram mostras, reunindo a produção de uma série de trabalhos criativos dos alunos do projeto Caminhos do Cuidado, que remontam à temática da formação em Saúde Mental, Crack, Álcool e outras Drogas.

17


18

JANEIRO-MARÇO

JUNHO

2015

2015

Encontros e reuniões com foco no alcance de metas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, com a participação dos coordenadores estaduais e de macrorregionais, da Coordenação Executiva e de representantes do Ministério da Saúde.

Até o final do mês de junho, foram encerradas as turmas em quatro estados. Os estados do Maranhão, Minas Gerais e Rio de Janeiro alcançaram a meta em 100%. São Paulo atingiu menos de 100% da meta ao final do processo de formação.

Encerramento das turmas em 11 estados. Meta de 100% ou mais atingida: Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso, Pará, Paraná, Piauí, Roraima e Santa Catarina. Menos de 100% atingida: Paraíba e Rondônia.

METAS Roraima Amazonas

Piauí

Pará Maranhão

Ceará

Paraíba

Rondônia Bahia

Mato Grosso

Minas Gerais Rio de Janeiro

Paraná

São Paulo Santa Catarina

Turmas encerradas de JANEIRO a MARÇO com 100% (ou mais) atingidas

Turmas encerradas em JUNHO com 100% ou mais atingidas

Turmas encerradas de JANEIRO a MARÇO com menos de 100% atingidas

Turmas encerradas em JUNHO com menos de 100% atingidas


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

AGOSTO

SETEMBRO

NOVEMBRO

2015

2015

2015

A solenidade de encerramento do projeto foi realizada em 7 de agosto no estado de São Paulo. O município de Narandiba foi escolhido por formar, na região, a última turma do Caminhos do Cuidado. Até 07/08/2015, foram formados 2.198 tutores, dos quais 1.966 ministraram aulas em um ou mais estados brasileiros, 130 orientadores de aprendizagem e 14 educadores.

Oficina "Caminhos do Cuidado: trajetórias", realizada de 15 a 18 de setembro, em Brasília. O encontro reuniu atores relevantes para a fase de formação, que tiveram a oportunidade de produzir uma inflexão e expor suas impressões sobre os rumos do processo avaliativo.

Oficina para o Processo de Avaliação, em 5 de novembro, em Porto Alegre, reunindo membros da Coordenação Geral do projeto, do GHC e do Icict/Fiocruz.

19


20

Números do Projeto NÚMERO DE TURMAS REALIZADAS E VAGAS OFERECIDAS

NÚMERO DE PESSOAS ENVOLVIDAS NO PROJETO

NÚMERO DE REFEIÇÕES CONTRATADAS

Até 07/08/2015, foram formadas um total de 8.017 turmas, em 3.375 cidades diferentes do Brasil, sendo 292.899 vagas ofertadas.

Mobilizou uma equipe de

1.530.835

2.494 profissionais 284.868 alunos 4.050 fornecedores

100,93%

RR 16.600

95

AC 44.100

RO 90.500

(kits compostos de caderno do aluno, guia, mochila, camiseta e caneta). Até 07/08/2015 foram distribuídos

299.500 kits

de material para os alunos no Brasil todo, fazendo com que fossem percorridos 11.639.166km para que todo este material chegasse ao seu destino, o equivalente a 290 voltas na Terra.

MS 90.800

TOTAL

6.123.700 km

PR 278.100

PB 163.600 PB

AL 224.900

BA 694.800

DF 20.600 GO 248.300

RN 124.800

CE 541.700

PI 176.000

TO 90.000 MT 145.300

27

NÚMERO DE KITS DO ALUNO DISTRIBUÍDOS

MA 412.400

PA 414.100

QUANTIDADE LOCAIS Estados do Acre e Amazonas

QUANTIDADE A grande maioria dos deslocamentos dos tutores se deu via transporte coletivo, além de táxi e condução própria. LOCAIS Todos os estados brasileiros.

AP 25.700

AM 102.400

TÁXI AÉREO

OUTROS

pessoas entre alunos e tutores

DESLOCAMENTO DOS TUTORES POR ESTADO (km)

TRANSPORTE FLUVIAL QUANTIDADE LOCAIS Estado do Pará OBSERVAÇÃO Mais situações como estas ocorreram, entretanto, a contratação foi feita diretamente pelo usuário do transporte, e este foi reembolsado por ajuda de custo.

306.167

de serviços (indiretos)

do total da meta

EXEMPLOS DE TIPOS DE TRANSPORTES

refeições até 07/08/2015 para atender

MG 676.000

SP 275.600

PE 332.200 PE 278.000 SE 99.100

ES 117.100

RJ 262.100

SC 204.200

A distância média percorrida pelo tutor no deslocamento de sua residência ao local das aulas foi de

RS 252.700

46km NÚMERO DE FORNECEDORES PARCEIROS ENVOLVIDOS NO PROJETO Até 07/08/2015 tivemos

54 parceiros

estratégicos, fornecendo os materiais e serviços necessários para a realização do projeto. Tivemos ainda

3.600 fornecedores

locais, provendo, cada um em sua cidade ou região, alimentação, sitemas de multimídia, local para a realização das aulas e outros serviços.

NÚMEROS DE BOLSISTAS

OPERAÇÕES FINANCEIRAS

Tivemos um total de

Foram realizadas até 30/11/2015 mais de

487

bolsistas que passaram pelo projeto compondo a equipe até 30/11/2015. Tivemos um total de

2.007

tutores contratados como bolsistas, que estiveram envolvidos com o projeto até 30/11/2015.

40.823 operações financeiras no projeto.

21.448 3.970 pagamentos pagamentos de diárias. de bolsas às equipes e tutores participantes.


Caminhos do Cuidado | Relat贸rio 2015

21


22


caminhos do cuidado | Relat贸rio 2015

cap铆tulo 2

23


24


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Caminhos do Cuidado nos Territórios Um projeto de proporções gigantescas. Assim podem ser definidas as formações dos agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem (ATENFs), realizadas pelo Caminhos do Cuidado. Do seu lançamento, em outubro de 2013, ao encerramento das turmas, em agosto de 2015, muitos elementos estiveram envolvidos. Ao todo, 292.899 vagas foram ofertadas, superando a meta inicial de 290.197 vagas. O projeto contemplou as 27 unidades federativas, ou seja, os 26 estados e o Distrito Federal, envolvendo 3.375 cidades diferentes. O Caminhos do Cuidado, ao longo de sua caminhada, contou com o apoio das Escolas Técnicas do SUS (ETSUS), dos Conselhos de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e de áreas de Atenção Básica e Saúde Mental nas diferentes esferas de governo. Para tanto, coordenadores macrorregionais foram nomeados com o intuito de planejar e monitorar a formação dos profissionais. Além disso, para a realização dos cursos, os coordenadores promoveram a divulgação, a negociação e as parcerias necessárias com os atores nos territórios. Participaram ainda dessas articulações os coordenadores estaduais e seus apoios. Com o intuito de resgatar a memória do Caminhos do Cuidado, cada estado teve a oportunidade de contar a própria trajetória, por meio de entrevistas que constroem a história oral do projeto, realizadas com os coordenadores estaduais e diretores das ETSUS de todo o Brasil. A riqueza expressa nas declarações reflete o impacto que o projeto exerceu, não apenas na formação dos alunos, mas também no próprio formador que vivenciou novas experiências. Nos depoimentos dos profissionais envolvidos nas formações foram citados a metodologia aplicada durante o processo de formação, o legado deixado pelo projeto nos territórios, os impactos causados, a relevância na vida dos profissionais e de pessoas em situação de vulnerabilidade, o desejo de continuidade do projeto e como foram superadas as dificuldades encontradas nessa caminhada. A seguir, apresentaremos o percurso de cada estado, baseado nos depoimentos dos coordenadores estaduais e diretores das ETSUS.

25


26

Acre Área do Estado1

164.123,739 km2

População

803.513 habitantes

A terra do seringueiro e ambientalista Chico Mendes, ganhador do Prêmio Global 500 da Organização das Nações Unidas (ONU), em 1987, conta com uma área geográfica de 164.123,739 quilômetros quadrados (IBGE, 2015) e 22 municípios. Seus limites fazem fronteira com o Peru e a Bolívia, sendo umas das portas

Início do projeto2

Outubro de 2013

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 26 Turmas finalizadas 12/2015

56

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

2500 2250 2000 1750

meta:

1500 1250 1000

1.736

2.231

750 500 250 0

Turmas

Fotos: Povo indígena • Calçadão da Gameleira – Rio Branco • Mercado Velho – Rio Branco

1 2

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

de entrada do Brasil. O nome Acre surgiu de “Aquiri”, que significa “rio dos jacarés” na língua nativa dos índios Apurinãs, que eram os habitantes originais da região banhada pelo rio que empresta seu nome ao estado.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A diretora da Escola Técnica do SUS (ETSUS) Maria Mo-

O projeto teve início no Acre em outubro de 2013, sendo

reira da Rocha, a goiana Ana Lúcia Abreu, chegou na

o primeiro estado da Região Norte a receber o Caminhos

região em 1991 e de lá não saiu mais. Para ela, as ne-

do Cuidado. “Foi preciso articulação forte e apoio de vá-

cessidades iniciais de readequação do projeto, comuns

rios parceiros, pois a região é de difícil acesso. Existem

a todos os estados da Região Amazônica, devido às

agentes comunitários de Saúde (ACSs) que caminham

especificidades de cada local, foram superadas com o

cerca de oito horas dentro da floresta para conseguir

apoio da Coordenação Geral e Regional, formando 56

chegar à sede do município e, por isso, houve a necessi-

turmas. “Tínhamos a necessidade de desenvolver ações

dade de algumas alterações na metodologia do curso”,

para o tratamento da dependência. Apesar de distantes,

afirmou a diretora.

temos problema e, além de atendermos nossa população, também ajudamos pessoas de outros países que

Ana Lúcia explicou que o projeto deixou um legado me-

fazem fronteira com o Acre”, disse.

morável para o estado, uma vez que, após sua execução,

"Apesar de distantes, temos problema e, além de atendermos nossa população, também ajudamos pessoas de outros países que fazem fronteira com o Acre."

alguns municípios já implantaram equipes de Saúde Mental. Além disso, a valorização pessoal dos ACSs foi destacada por ela. A coordenadora do projeto no estado, Maria de Nazaré Figueiredo, é do interior do Acre, cidade de Cruzeiro do Sul, e conhece bem as dificuldades de quem vive no interior da floresta. A coordenadora estadual revelou que teve um ganho pessoal com o projeto, que a fez rever valores e preconceitos. “Tudo aquilo que eu pensava sobre o usuário de drogas foi desconstruído durante o curso, principalmente o tema da redução de danos. Foi muito gratificante poder iniciar um processo de ajuda a essas pessoas”, disse Maria de Nazaré. A coordenadora estadual salientou, ainda, que outros cursos promovidos pela Secretaria de Saúde, como o de ACSs, estão usando o mesmo material do Caminhos do Cuidado, incorporando os temas nas discussões sobre Saúde Pública e Atenção Básica.

27


28

alagoas Situado na Região Nordeste, entre os estados de Pernambuco,

Área do Estado3

27.848,003 km2

População

3.340.932 habitantes

Sergipe e Bahia, Alagoas conta com uma população de pouco mais de três milhões de habitantes, 102 municípios e uma área geográfica de 27.848,003 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). Lá nasceram grandes nomes da literatura brasileira e da música

Início do projeto4

Janeiro de 2014

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 44 Turmas finalizadas 12/2015

tupiniquim, como Graciliano Ramos, Aurélio Buarque de Holanda, Ledo Ivo, Djavan, Hermeto Pascoal, entre outros. E como deixar de homenagear a visionária médica Nise da Silveira, maceioense que revolucionou o tratamento psiquiátrico! O projeto Caminhos do Cuidado esteve presente em Alagoas capacitando todos os agentes comunitários de saúde (ACSs) e

168

técnicos da área de saúde. Foram 44 tutores mobilizados e 168 turmas finalizadas pelo projeto. Para a coordenadora estadual

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

7000

6000

meta:

6.205

5000

4000

3000

6.838

2000

1000

0

Turmas

Fotos: Piaçabuçu • Mergulho em Maragogi • Penedo

3 4

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

do Caminhos do Cuidado em Alagoas, Eminele Donato, o projeto


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

foi imenso e intenso, e espera que os temas do curso

Janaína Andrade, diretora da ETSUS Professora Váleria

se aproximem mais da realidade pedagógica oferecida

Hora, localizada em Maceió, revelou que as ações do Ca-

pelas Escolas Técnicas do SUS (ETSUS) do estado. A

minhos do Cuidado proporcionaram momentos muito ri-

coordenadora estadual menciona ainda a interatividade

cos para a escola e para o grupo que participou do curso.

com a equipe do Consultório na Rua, que participou das rodas de conversa sobre redução de danos e, com isso,

Para a diretora, alguns temas que eram considerados

possibilitou a aproximação do diálogo entre a Atenção

isolados foram bem recebidos pelos participantes. A

Básica e as Políticas de Reforma Psiquiátrica.

sensibilização dos ACSs – peças chave no processo – e a reunião de tutores de áreas até então pouco explo-

“É importante que a Coordenação Nacional, em conjunto

radas pela escola, como a Saúde Mental, foram dados

com o Ministério da Saúde, dê continuidade às ações

como exemplos da quebra de paradigmas proporcio-

aqui apresentadas”, disse. Para ela, seria interessante

nados pelo projeto. Ela ainda destacou a metodologia

pensar em ferramentas de avaliação e de apoio, para

como um dos pontos fortes do curso, pois trabalhou as

que os coordenadores possam compartilhar toda a pro-

ações no contexto da realidade regional.

dução feita a partir do projeto. Janaína também ressaltou que a proposta pedagógica

"Se antes a Saúde Mental era trabalhada como uma área isolada da saúde, hoje ela faz parte de uma comunhão de campos do conhecimento."

conseguiu minimizar os temores em relação às temáticas abordadas e fortalecer laços de harmonia. “Se antes a Saúde Mental era trabalhada como uma área isolada da saúde, hoje ela faz parte de uma comunhão de campos do conhecimento”, concluiu a diretora.

29


30

amapá Área do Estado5

142.828,520 km2

População

766.679 habitantes

Quem nunca ouviu falar na célebre frase “Do Oiapoque ao Chuí"? Localizado em um dos extremos do Brasil, o estado do Amapá se concentra quase que inteiramente no hemisfério norte. Tem como limites a Guiana Francesa ao norte, o Oceano Atlântico a leste, o Pará ao sul e a oeste e o Suriname a noroeste, ocupan-

Início do projeto6

Março de 2014

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 10 Turmas finalizadas 12/2015

38

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

1500

1200

meta:

1.215 900

600

1.382

300

0

Turmas

Fotos: Lagoa Azul – Serra do Navio • Marco Zero/ Linha do Equador – Macapá • Fortaleza São José de Macapá

5 6

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

do uma área geográfica de 142.828,520 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). A cidade de Macapá é a capital do estado, localizada ao sul, sendo banhada pelo Rio Amazonas.

"Foi um momento marcante para a Saúde Mental do Amapá. Vimos a vontade das pessoas em estar 100% dedicadas às experiências e à metodologia do projeto. Foram dias de muito aprendizado."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Um dos pontos turísticos mais conhecidos é o fenôme-

A Coordenação Estadual no Amapá ficou a cargo da gaú-

no natural chamado Pororoca, que acontece quando as

cha Loreli Stefanello, que destacou ter o objetivo total-

águas do mar se encontram com as águas do Rio Ara-

mente alcançado apesar das dificuldades. “Já era a hora

guari, provocando enorme barulho e uma elevação da

de se pensar nos profissionais que estão na linha de

água em até seis metros de altura.

frente, cuidando do dia a dia das pessoas que dependem do SUS. Foi um momento marcante para a Saúde Mental

Segundo a coordenadora técnica da Escola Técnica do

do Amapá. Vimos a vontade das pessoas em estar 100%

SUS (ETSUS) do Amapá, Eliana Maura Cardoso, o pro-

dedicadas às experiências e à metodologia do projeto.

jeto representou um momento de sensibilização e mo-

Foram dias de muito aprendizado”, concluiu Loreli.

bilização da Saúde Pública no Amapá. Reunindo áreas como Atenção Básica, Estratégia Saúde da Família e Saúde Mental, a coordenadora explicou que, desde o início da divulgação da formação, houve uma grande procura pelas vagas. O projeto alcançou todos os 16 municípios do estado, com a formação de 38 turmas, recebendo apoio de órgãos públicos, como a Secretaria de Saúde do Amapá. “Há algum tempo, nossos agentes comunitários precisavam de motivação pois, devido a algumas dificuldades operacionais, não conseguíamos promover uma capacitação tão efetiva”, revelou Eliana.

31


32

amazonas Área do Estado7

1.559.148,890 km2

População

3.938.336 habitantes

Contemplado pela exuberante Floresta Amazônica, o estado do Amazonas possui 62 municípios, distribuídos em uma área geográfica de 1.559.148,890 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). O Amazonas abriga a maior população indígena do país, totalizando 70 etnias. E é nessa imensidão de árvores, rios e fauna que vivem

Início do projeto8

Março de 2014

Fim do projeto

Maio de 2015

milhões de pessoas (IBGE, 2015). O projeto Caminhos do Cuidado esteve no estado e formou, em todos os municípios, ACSs e auxiliares/técnicos de enfermagem em Saúde Mental, com ênfase em Crack, Álcool e outras Drogas.

Tutores mobilizados 54 Turmas finalizadas 12/2015

– principalmente da pecuária, agricultura e pesca – quase quatro

Para Acácia de Lima, diretora da Escola Técnica do SUS (ETSUS)

190

do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), vinculado ao governo estadual, as parcerias com as instituições pú-

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

7000

meta:

6000

6.526

5000

4000

3000

6.538

2000

1000

0

Turmas

Fotos: Povo indígena – São João do Tupé • Lago do Puraquequara – Manaus

7 8

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

blicas foram fundamentais para o sucesso do curso, que formou 190 turmas no estado. “As estradas do Amazonas são seus rios. Existem municípios incrustados na floresta, onde se pode levar

"As estradas do Amazonas são seus rios. Existem municípios incrustados na floresta, onde se pode levar até 10 dias para chegar por via fluvial. Mas com o envolvimento de todos foi possível triunfar sobre as dificuldades."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

até 10 dias para chegar por via fluvial. Mas com o envol-

cimento de cada aluno. Além disso, a diretora sugeriu

vimento de todos foi possível triunfar sobre as dificulda-

que se pense em ações semelhantes que contemplem

des”, relatou a diretora.

as comunidades tradicionais, como as indígenas, tão numerosas na região.

Para Acácia, os pontos de destaque foram: o envolvimento dos gerentes acadêmicos do Cetam em todo o interior

A coordenadora estadual do projeto, Maria Jussara da

e na capital, e a técnica pedagógica “Metodologia Ativa”

Costa, também ficou muito satisfeita com os resulta-

empregada no curso, que proporciona uma interação

dos. Maria Jussara mencionou ter se surpreendido com

entre a teoria e as práticas profissionais do próprio alu-

as propostas de metodologias do projeto, que incluíam

no. “Isso foge do tradicional, da simples transmissão de

dinâmicas e trabalhos em grupo. A coordenadora reve-

conhecimento do docente para o discente e nos dá uma

lou que a participação dos alunos do interior foi mais

nova visão sobre os processos de aprendizado”, disse.

maciça do que os da capital. “Isso é interessante, pois no interior temos enormes dificuldades, principalmente

Para o futuro, Acácia espera que, a partir da experiência

de mobilidade. E, mesmo assim, muitos saíam de suas

do Caminhos do Cuidado, novos olhares apareçam nas

casas às três da manhã para assistirem às aulas”, des-

salas de aula do próprio Cetam, intensificando o conhe-

tacou Maria Jussara.

33


34

Bahia Área do Estado9

564.733,081 km2

População

15.203.934 habitantes

Foi no ano de 1500 que a frota de Pedro Álvares Cabral ancorou na Bahia. O território abrigou um dos primeiros núcleos de riqueza açucareira e, consequentemente, foi influenciado pela cultura e costumes dos trabalhadores africanos. A África é referenciada pelos baianos na música, na culinária e na religião. Na literatu-

Início do projeto10 Fim do projeto

Janeiro de 2014

ra brasileira, grandes nomes são conterrâneos do estado, como

Março de 2015

referências por meio da literatura de cordel.

Castro Alves, Gregório de Matos e Jorge Amado, autor de "Gabriela, Cravo e Canela". Os autores locais também possuem grandes

Tutores mobilizados 157

Ocupando uma área de 564.733,081 quilômetros quadrados (IBGE,

Turmas finalizadas 12/2015

2015), a Bahia representa a maior extensão territorial do Nordeste,

813

sendo o quarto estado brasileiro mais populoso, contando com mais de 15 milhões de habitantes em seus 417 municípios.

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

30000 27000 24000

meta:

28.933

21000 18000 15000

29.550

12000 9000 6000

O projeto Caminhos do Cuidado formou mais de 29 mil alunos no

3000 0

estado e contou com sete apoios e uma coordenação de equipe. Turmas

Fotos: Fitas da Igreja do Nosso Senhor do Bonfim • Baiana • Pelourinho – Centro Histórico de Salvador

9

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

10

"Quanto mais longe era o local, maior era a vontade de que o projeto Caminhos do Cuidado chegasse até lá e mais interessantes eram as histórias vivenciadas pelos alunos." Segundo a coordenadora estadual, Cláudia Souza, o fato de alguns municípios serem distantes da capital dificultava o acesso, porém, muitas vezes era negociado com o tutor a possibilidade de visi-


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

tar o município mais afastado. “Quanto mais longe era

Maria José Camarão, diretora da Escola de Formação

o local, maior era a vontade de que o projeto Caminhos

Técnica em Saúde Professor Jorge Novis, ressaltou a

do Cuidado chegasse até lá e mais interessantes eram

importância que o projeto teve no estado. Segundo ela, o

as histórias vivenciadas pelos alunos”, destacou Cláudia.

sistema de saúde ainda não está bem estruturado para atender os usuários de crack, álcool e outras drogas, e

Para ela, a visão sobre o projeto antes e depois da par-

viu no projeto uma saída para que usuários, membros

ticipação foi uma verdadeira quebra de paradigmas.

da família e a comunidade em geral soubessem de toda

Isso porque passaram a ter uma visão diferente sobre o

essa problemática. “Como legado de mais de dois anos,

usuário de crack, álcool e outras drogas. “Durante as ofi-

o projeto deixa para a escola toda a questão da proble-

cinas, recebemos vários relatos dos alunos. Ao longo da

mática de que é preciso ter uma política calcada na boa

formação de cada um deles, foram realizados projetos

estrutura”, destacou Maria José.

de conclusão de cada turma formada nos municípios. A maioria decidiu mobilizar os funcionários da cidade sobre o que são as drogas. A preocupação e a angústia de cada um deles era quando o projeto acabasse, pois não haveria orientações e dicas práticas sobre o assunto”, disse Cláudia.

35


36

Ceará Área do Estado11

148.886,308 km2

População

8.904.459 habitantes

Conhecido pela beleza de suas praias, pela religiosidade popular e pela fama de ser um dos maiores berços de talentos do humor do país, o estado do Ceará também se destaca pelo seu artesanato, principalmente na produção de redes, rendas e bordados dos mais variados tipos. E foi justamente a partir desse conceito,

Início do projeto12 Fim do projeto

Fevereiro de 2014

numa espécie de colcha de retalhos, que o projeto Caminhos do

Maio de 2015

abusivo de crack, álcool e outras drogas no estado.

Tutores mobilizados 112 Turmas finalizadas 12/2015

Cuidado formou mais de 17 mil ACSs e auxiliares/técnicos de enfermagem para trabalhar com pessoas que incorporaram o uso

A diretora de Ensino Profissional de Saúde da Escola Técnica do SUS (ETSUS) do Ceará, Isabel Diniz, explicou que o sucesso da

456

formação no estado se deve a essa colcha de retalhos criada a partir de experiências anteriores da escola somadas às trazidas

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

pelo projeto. Isabel revelou que a contribuição do Caminhos do Cuidado foi tão valiosa que a expectativa da equipe é adotar a metodologia utilizada na formação, adequando a realidade do Ceará.

18000 16000

meta:

16.463

14000 12000 10000 8000

17.362

6000 4000 2000 0

Turmas

Fotos: Artesanato com areia colorida – Morro Branco • Pedra Furada – Jericoacoara

11 12

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"...o sucesso da formação no estado se deve a essa colcha de retalhos criada a partir de experiências anteriores da escola, somadas às trazidas pelo projeto."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Para que o projeto chegasse aos 184 municípios do es-

A coordenadora ainda destacou a estratégia do projeto,

tado que ocupam uma área geográfica de 148.886,308

de trabalhar com o conceito de redução de danos e seu

quilômetros quadrados (IBGE, 2015), foi preciso criar

potencial de capilarização e interiorização por todo o es-

uma rede de instituições de saúde e de controle social.

tado. “No município de Quixeré, por exemplo, que fica no

É o que revelou a coordenadora estadual do Ceará, Rai-

interior, a mais de 200 quilômetros da capital Fortaleza,

munda Oliveira, a Rane. Para ela, a maioria dos cursos fi-

e com apenas 20 mil habitantes, o agente de saúde teve

cou muito centrada na capital ou nas periferias e, graças

a oportunidade de entrar em contato com essa temáti-

a essa articulação, principalmente com a Federação dos

ca, assistindo diversos vídeos e tendo discussões sobre

Agentes Comunitários de Saúde do Ceará (Fasec), foi

a Redução de Danos. A partir daí, ele pode construir seu

possível chegar nos municípios mais distantes e mais

próprio projeto de intervenção e levar isso para além do

frágeis do ponto de vista da infraestrutura.

Caminhos do Cuidado”, contou Rane.

37


38

distrito federal

Localizado na Região Centro-Oeste, o Distrito Federal foi idealiza-

Área do Estado13

5.779,999 km2

População

2.914.830 habitantes

do por um projeto do então presidente Juscelino Kubitschek, de mudança da capital nacional da cidade do Rio de Janeiro para o centro do país. Brasília, a capital federal, além de abrigar o centro político, é também um importante centro econômico. Ocupa

Início do projeto14

Novembro de 2013

uma área geográfica de 5.779,999 quilômetros quadrados (IBGE,

Fim do projeto

Abril de 2015

O Distrito Federal foi um dos primeiros locais a receber o projeto, sendo coordenado no estado por Teresa Cristina dos Reis, da Se-

Tutores mobilizados 11 Turmas finalizadas 12/2015

2015) e tem uma população estimada em 2.914.830 habitantes.

cretaria Estadual de Saúde do Distrito Federal (SES/DF). Segundo Teresa, o projeto teve um diferencial em relação aos outros

27

treinamentos que já ocorreram na região, uma vez que foi além do conteúdo teórico, trazendo à tona a realidade. “Ao longo da

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

1200

formação, os agentes comunitários de saúde (ACSs) tiveram a oportunidade de aprender a lidar com os problemas do cotidiano das pessoas em estado de vulnerabilidade e a quebrar as resistências”, destacou Teresa. A coordenadora revelou que o início da formação foi desafiador,

1000

meta:

1.004

800

visto que alguns instrumentos de gestão somente foram entregues durante a realização da capacitação. “Mas mesmo com esses desafios, a equipe prosseguiu à medida que o projeto foi acontecendo. Por ser um dos estados pioneiros, houve ônus e

600

1.076

400

200

0

Turmas

Fotos: Palácio da Alvorada • Palácio do Itamaraty • Congresso Nacional

13 14

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

bônus, que serão um legado do projeto”, ressaltou Teresa.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

ACS desde 2004, Mauricélia de Souza conheceu o pro-

Atuando na Granja do Torto, o ACS André da Costa foi

jeto em 2014, por intermédio da Diretoria de Atenção

um dos alunos do projeto. Graduado em Geografia pela

Primária. Desde os primeiros dias de projeto, a ACS per-

Universidade de Brasília, revelou que fazer parte de um

cebeu que aprenderia muito e passou a utilizar todo o

projeto dessa proporção, para mudar a situação de pes-

conhecimento adquirido no curso na comunidade onde

soas em situação de vulnerabilidade foi muito importan-

mora. Já Maria José Silvestre, atualmente conselheira

te, uma vez que a cada dia aumenta o número de usu-

tutelar, começou como ACS na Região Administrativa

ários de drogas. “É necessário estar alerta para buscar

do Gama. Ela contou que, em sua primeira aula, o proje-

mudanças. A partir dessa capacitação, o agente comu-

to a fez enxergar que os problemas que estão ao redor

nitário espera que o trabalho dos ACSs ganhe mais vi-

podem ser transformados a partir do auxílio dos ACSs.

sibilidade, para que a população do território atendido

“Ignorar uma pessoa que seja usuária de droga não é a

saiba que pode contar com o auxílio dos serviços pres-

saída”, ressaltou.

tados”, concluiu Costa.

"Por ser um dos estados pioneiros, houve ônus e bônus, que serão um legado do projeto."

39


40

Espírito Santo

O Espírito Santo é o quarto menor estado brasileiro, maior apenas

Área do Estado15

46.096,925 km2

População

3.929.911 habitantes

que Sergipe, Alagoas e Rio de Janeiro. Com uma área geográfica de 46.096,925 quilômetros quadrados (IBGE, 2015), o estado possui 78 municípios. Sua capital é Vitória, uma cidade importante para a economia brasileira, uma vez que possui o maior porto

Início do projeto16

Março de 2014

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 51 Turmas finalizadas 12/2015

exportador de minério de ferro do mundo, o Porto de Tubarão. O destaque ocorre na plantação, na pecuária e no artesanato, sendo a panela de barro um dos produtos artesanais mais representativos do Espírito Santo. O projeto Caminhos do Cuidado chegou em terras capixabas em parceria com a Escola Técnica do SUS (ETSUS), recém-inaugurada

153

em Vitória, que estava no período estabelecendo vínculo com a área da Saúde Mental. Sendo o primeiro projeto da escola a ultrapassar

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

6000

meta:

5.803

5250 4500 3750 3000

5.901

2250 1500 750 0

Turmas

Fotos: Parque Estadual da Pedra Azul – Domingos Martins • Palácio Anchieta – Vitória • Riacho Doce – Itaúnas

15 16

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

os limites da cidade, o Caminhos do Cuidado capacitou mais de cinco mil agentes comunitários de saúde (ACSs) em todo o estado.

"O efeito passa a ser real quando os profissionais se dirigem aos bares, onde o tema principal, o cuidado, também pode estar presente."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Elzimar Pinto, funcionária da Prefeitura Municipal de Vitória e coordenadora estadual do projeto, comentou a importância de ter designado um colegiado. “Funcionava como rodas de conversa, onde tutores, apoiadores e participantes do grupo debatiam sobre as vivências do dia a dia. Esse ato foi uma forma importante de aproximar a Saúde Mental e a Atenção Básica”, constatou Elzimar. A coordenadora estadual mencionou um relato feito na comunidade de práticas. O caso ocorreu no município de São Domingos do Norte, em que a data de início da formação coincidiu com o Dia do Homem. Sendo assim, para chamar a atenção para as ações abordadas pelo projeto, ACSs e auxiliares/técnicos de enfermagem organizaram uma ação planejada nas praças e bares. “O efeito passa a ser real quando os profissionais se dirigem aos bares, onde o tema principal, o cuidado, também pode estar presente”, destacou a coordenadora. A diretora da ETSUS Vitória, Regina Werner, ressaltou a maturidade que o projeto Caminhos do Cuidado levou para a equipe. Para ela, o êxito da qualidade e do sucesso do projeto foi decorrente da importância da escola em designar cursos técnicos para os profissionais, não só os da Saúde Mental, mas também de outras áreas.

41


42

Goiás Área do Estado17

340.111,376 km2

População

6.610.681 habitantes

Banhado por três bacias hidrográficas – Bacia do Rio Tocantins, do Rio Paraná e do Rio São Francisco –, Goiás possui uma área geográfica de 340.111,376 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). Situa-se ao leste da Região Centro-Oeste, no Planalto Central, e seu nome foi originado da tribo dos goyazes, antigos habitantes

Início do projeto18

Dezembro de 2013

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 56 Turmas finalizadas 12/2015

239

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

indígenas da região. Ainda hoje, a população indígena no estado ultrapassa 10 mil habitantes.

"A mãe via, no primeiro momento, o problema da droga como se a filha tivesse obrigação de sair sozinha da situação."

10000

meta:

9000

9.539

8000

mais rico do Brasil. Sua economia se baseia, principalmente, na indústria de minério, no comércio, na pecuária e na agricultura, sen-

6000

do um dos maiores produtores de soja e milho do país. A natureza

9.958

4000 3000 2000 1000 0

Turmas

Fotos: Centro Histórico de Goiás Velho • Saltos do Rio Preto – Chapada dos Veadeiros

18

tantes. É o estado mais populoso da Região Centro-Oeste e o nono

7000

5000

17

Goiás totaliza 246 municípios, com mais de seis milhões de habi-

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

é de grande predominância no estado. A maior estância hidrotermal do mundo é na cidade de Caldas Novas, em Goiânia. Suas fontes naturais de água atraem muitos turistas todos os anos.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

O projeto Caminhos do Cuidado em Goiás encerrou

tuação. Ela presenciou todas as aulas, nunca faltava. No

suas turmas com quase 10 mil agentes comunitários

último dia, trouxe o relato dela, indo buscar a filha junto

de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem

com o marido e disse que se viu na situação de comprar

formados. Para a diretora da Escola Centro de Educação

a droga para a filha para que ela pudesse ter a condição

Profissional de Saúde do Estado de Goiás, Meire Soares,

de controle dentro de casa. Ela deu à filha uma condição

que também participou do projeto como tutora, um dos

de sociabilização no próprio ambiente da família”, rela-

fatores do êxito do projeto em Goiás se deve ao grande

tou a diretora da escola.

conhecimento dos participantes sobre o território em que vivem e atuam.

A coordenadora estadual de Goiás, Miriã Coutinho, e o atual diretor da Escola Técnica do SUS (ETSUS) de Goiás,

Emocionada com a vivência ao longo da formação, Mei-

Nelson Barbosa, ficaram satisfeitos com o resultado que

re compartilhou um relato de sua experiência. Trata-se

o projeto proporcionou para o estado e afirmaram que o

de uma mãe que procurou o projeto em busca de ajuda

maior legado que o curso deixou foi a possibilidade de ser

para a filha que acabou se tornando usuária de drogas.

estendido para outras categorias profissionais da área da

“A mãe via, no primeiro momento, o problema da droga

Saúde da Família. “Acho que há um interesse da institui-

como se a filha tivesse obrigação de sair sozinha da si-

ção de estender para outras profissões. Temos condições subjetivas para fazer isso e também há o interesse da escola em realizar esse pedido”, afirmou o diretor.

43


44

Maranhão Área do Estado19

331.936,948 km2

População

6.904.241 habitantes

Com 640 quilômetros de praias tropicais, floresta amazônica, diversas variedades de cerrados, mangues e com o único deserto do mundo com milhares de lagoas com águas cristalinas, o estado do Maranhão pode ser considerado um dos gigantes brasileiros. Possui área geográfica de 331.936,948 quilômetros

Início do projeto20 Fim do projeto

Maio de 2014 Junho de 2015

çóis Maranhenses, o Parque Nacional da Chapada das Mesas, as dunas do Delta do Parnaíba e o Centro Histórico da capital São Luís, tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Tutores mobilizados 114 Turmas finalizadas 12/2015

quadrados (IBGE, 2015). Contempla o Parque Nacional dos Len-

Foi nesse cenário que o projeto Caminhos do Cuidado formou

468

quase 18 mil agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/ técnicos de enfermagem para trabalhar com Saúde Mental, com

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

18000

ênfase em Crack, Álcool e outras Drogas. Dos 217 municípios do estado, apenas um não participou do processo de formação, o que demonstra o interesse dos gestores locais no aperfeiçoamento dos profissionais de saúde em relação à temática. O projeto contou ainda com a articulação entre diferentes instituições de

meta:

16000

17.191

14000

saúde do estado, como a Escola Técnica do SUS (ETSUS), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Maranhão (Cosems/ MA) e a Secretaria Estadual de Saúde do Maranhão (SES/MA).

12000 10000 8000

17.808

6000 4000 2000 0

Turmas

Fotos: Bumba meu Boi no Centro Histórico de São Luís • Igreja de São Matias – Alcântara • Lençóis Maranhenses

19 20

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"Apesar de o projeto ter uma metodologia pronta, tivemos a oportunidade de criar novos dispositivos e mecanismos de abordagem, o que deu total liberdade aos alunos."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A coordenadora estadual do Maranhão, Sara Lima, con-

Foram mobilizados 114 tutores, todos profissionais de

tou que o que mais lhe chamou atenção durante a for-

nível superior que ainda não haviam tido contato com

mação foi a metodologia aplicada para a abordagem de

essa temática e que, a partir do projeto, puderam levar

um tema tão complexo. “Apesar de o projeto ter uma

esse conhecimento adiante.

metodologia pronta, tivemos a oportunidade de criar novos dispositivos e mecanismos de abordagem, o que

Já para Dayana Costa, coordenadora da ETSUS no Ma-

deu total liberdade aos alunos. Afinal de contas, são eles

ranhão, a passagem do Caminhos do Cuidado pelo es-

que estão na ponta, vivenciando os momentos de crise e

tado foi tão rica e valiosa, que a expectativa é incluir a

as situações de sofrimento dos usuários”, explicou.

discussão da Saúde Mental no programa dos cursos técnicos oferecidos pela escola. “Nós estávamos muito

Segundo Sara, o projeto possibilitou a formação para

focados em abordar outros temas, como Saúde da Mu-

além dos ACSs e auxiliares/técnicos de enfermagem.

lher e Saúde do Idoso, por exemplo. Com certeza, vamos incorporar essa discussão nos nossos cursos e formar mais profissionais para trabalharem com essa temática”, destacou Dayana.

45


46

Mato grosso Área do Estado21

903.378.292 km2

População

3.265.486 habitantes

Localizado na Região Centro-Oeste do país, o estado do Mato Grosso possui uma população estimada em 3.265.486 habitantes e 141 municípios. Com área geográfica de 903.378.292 quilômetros quadrados (IBGE, 2015), o estado é um dos berços culturais do país, preservando manifestações culturais com influências va-

Início do projeto22 Fim do projeto

Junho de 2014 Abril de 2015

riadas, que ganham expressão em danças, cantos e festivais folclóricos em diferentes regiões do estado. As mais conhecidas são o Siriri, dança acompanhada por cantoria, e o Cururu, espécie de desafio de rimas, ambas com origem em manifestações religiosas.

Tutores mobilizados 42 Turmas finalizadas 12/2015

161

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

6000

meta:

5000

5.366

"O orientador teve o papel de conhecer a fundo o projeto, os tutores e o que poderia ser trabalhado no território, mesmo com todas as adversidades."

4000

3000

5.522

Para a diretora da Escola de Saúde Pública do Estado de Mato Grosso, Marta Maciel, entre os desafios do início do projeto Caminhos do Cuidado no estado, esteve o cuidado em superar, ou ao menos amenizar, as dificuldades ocorridas em outros territórios.

2000

“Cada secretário municipal de saúde indicou um representante da Atenção Básica para ser referência, o que permitiu que as arti-

1000

0

culações entre a Coordenação Estadual e os municípios fossem feitas por intermédio desse profissional”, explicou Marta. Turmas

Fotos: Cuiabá • Mergulho em Nobres • Chapada dos Guimarães

21 22

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Segundo Cecília Alonso, que foi coordenadora no início do

a contratação de fornecedor. “Mas com o empenho de

projeto no Mato Grosso, um dos pontos de destaque da

todos os membros do projeto, os obstáculos foram su-

formação foi o material didático. Para ela, a riqueza do con-

perados da melhor forma possível”, ressaltou Samira.

teúdo oferecido para os agentes comunitários de saúde (ACSs) trabalharem foi primordial para incentivar os alunos

A motivação da orientadora Rosiene Pires para partici-

durante o processo de formação.

par do projeto se deu a partir da inovação no olhar para a área da Saúde Mental, na perspectiva da Redução de

Com a saída de Cecília Alonso da Coordenação Estadu-

Danos, do acolhimento e da percepção do outro de for-

al, Samira Mansur assumiu o cargo. A profissional foi

ma significativa, como um ser humano de fato. “O orien-

escolhida por possuir experiência com logística e, por

tador teve o papel de conhecer a fundo o projeto, os tuto-

isso, teve uma atuação operacional e de apoio à equipe.

res e o que poderia ser trabalhado no território, mesmo

Segundo Samira, muitas foram as adversidades encon-

com todas as adversidades”, destacou a orientadora,

tradas ao longo do percurso, desde o deslocamento até

que mencionou, inclusive, a produção de um memorial com fotos de todos os dias de aula feito pelos alunos.

47


48

Mato grosso do sul Área do Estado23

357.145,534 km2

População

2.651.235 habitantes

Localizado na Região Centro-Oeste, o Mato Grosso do Sul foi desmembrado do estado do Mato Grosso em outubro de 1977, fato que o elevou à categoria de estado. Possui uma população estimada em 2.651.235 habitantes, distribuída em 79 municípios, e uma área geográfica de 357.145,534 quilômetros quadrados

Início do projeto24

Janeiro de 2014

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 57 Turmas finalizadas 12/2015

(IBGE, 2015). A região é formada por planaltos, patamares e chapadões, todos inseridos nas bacias dos rios Paraná e Paraguai. Na maior parte do território predomina o clima tropical ou tropical de altitude, com chuvas de verão e inverno seco. No estado, o projeto Caminhos do Cuidado foi realizado em parceria com a equipe da Escola Técnica do SUS (ETSUS) Professora Ena

137

de Araújo Galvão, fator que facilitou o trabalho, uma vez que o grupo já tinha experiência com cursos descentralizados nos diferentes

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

municípios. A equipe enviou uma carta compromisso para cada secretário municipal solicitando a relação de alunos, a indicação de um apoiador e do local onde poderia ser realizada a formação.

5500

meta:

4400

4.748

3300

2200

4.932

1100

0

Turmas

Fotos: Vista aérea do Pantanal • Mergulho em Bonito • Gruta do Lago Azul – Bonito

23 24

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"O resultado foi ótimo em todos os aspectos, desde os primeiros contatos telefônicos para começar as articulações, passando pelo envolvimento já existente com cursos descentralizados."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A diretora da ETSUS, Evelyn Ana Cafuri, revelou que se

ções, passando pelo envolvimento já existente com cur-

sentiu apreensiva quando foi apresentada ao projeto

sos descentralizados”, ressaltou a diretora.

Caminhos do Cuidado, em Brasília, uma vez que a proposta já chegou pronta e com indicação de que o mes-

Segundo a coordenadora estadual do Mato Grosso do

mo deveria ser executado por profissionais externos à

Sul, Ewângela Pereira, da ETSUS do Mato Grosso do Sul,

escola. Evelyn, então, mostrou que esses profissionais

vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (SES/MS), o

eram imprescindíveis para a realização da formação e a

estado precisou passar por algumas adequações como,

sugestão foi aceita.

por exemplo, em relação ao número de alunos por turma. “Como os municípios do estado são compostos por

Diante dessa realidade, Evelyn acabou não podendo

populações menores, em algumas regiões as turmas

contar com a equipe da escola por algum tempo, pois

contaram com apenas 20 alunos, por conta da propor-

estes profissionais estavam envolvidos com a formação

cionalidade”, mencionou a coordenadora. Como ponto

dos agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/

de destaque, Ewângela ressaltou o conteúdo do mate-

técnicos de enfermagem do Caminhos do Cuidado. “O

rial didático oferecido para a capacitação dos ACSs. “Um

resultado foi ótimo em todos os aspectos, desde os pri-

aparato muito bem feito e que fez com que todos ficas-

meiros contatos telefônicos para começar as articula-

sem muito contentes com os resultados”, enfatizou.

49


50

Minas Gerais Área do Estado25

586.519,727 km2

População

20.869.101 habitantes

“Oh Minas Gerais! Quem te conhece não esquece jamais...”, um dos hinos mais conhecidos sobre o estado faz uma alusão à riqueza que Minas Gerais tem e à sua importância para o território brasileiro. Com uma cultura calcada nas manifestações religiosas e na culinária típica do interior, o estado é o quarto do Bra-

Início do projeto26

Março de 2014

Fim do projeto

Agosto de 2015

Tutores mobilizados 212 Turmas finalizadas 12/2015

1.025

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

40000 36000 32000

meta:

33.137

28000 24000 20000 16000

34.399

12000 8000 4000 0

Turmas

Fotos: Lagoa da Pampulha – Belo Horizonte • Cachoeira do Tabuleiro – Parque Nacional da Serra do Cipó • Igreja Nossa Senhora do Carmo – Ouro Preto

25 26

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

sil em termos de dimensão territorial, contando com uma área geográfica de 586.519,727 quilômetros quadrados (IBGE, 2015), equivalente a cerca de 7% do território brasileiro.

"Certamente a Saúde Mental se aproximou da Saúde Básica. O projeto Caminhos do Cuidado mostrou para as pessoas que o processo de formação era fundamental na Estratégia Saúde da Família, mas, principalmente, ajudou as pessoas a terem uma perspectiva mais ampla...”


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

O projeto Caminhos do Cuidado chegou no território mi-

Saúde Mental e Dependência, eles são fundamentais e

neiro, capacitando 100% dos agentes comunitários de

indispensáveis para a organização do território. O lega-

saúde (ACSs) nos 853 municípios. O estado ultrapassou

do que fica é a abertura de um novo olhar sobre esse

a meta prevista, oferecendo 34.399 vagas para a forma-

tipo de problema”, ressaltou Luciana.

ção em Saúde Mental – Crack, Álcool e outras Drogas. As principais escolas parceiras do projeto foram: Escola

A Universidade de Montes Claros (Unimontes) firmou

de Saúde Pública de Belo Horizonte (ESP-BH) e Escola

uma parceria com o projeto Caminhos do Cuidado, a fim

Unimontes, em Montes Claros.

de divulgar e entender a dimensão do projeto a partir da saúde mental do indivíduo. Geraldo Reis e Aparecida Sil-

Roseni Sena, diretora da ESP-BH, falou sobre a impor-

veira, ambos professores de Educação Superior da Uni-

tância da formação multiprofissional do indivíduo, res-

montes, ressaltaram a importância do projeto em ampliar

saltando a importância do trabalho dos ACSs e auxilia-

os conceitos de Saúde Mental por todo o estado. “Certa-

res/técnicos de enfermagem, uma vez que representam

mente a Saúde Mental se aproximou da Saúde Básica. O

a base das equipes de Saúde da Família.

projeto Caminhos do Cuidado mostrou para as pessoas que o processo de formação era fundamental na Estraté-

A coordenadora estadual do projeto, Luciana Pereira,

gia Saúde da Família (ESF), mas, principalmente, ajudou

salientou a importância da formação para o estado. “O

as pessoas a terem uma perspectiva mais ampla, a come-

principal objetivo do projeto foi capacitar e formar os

çar a pensar formas de acolhimento a partir daqueles que

ACSs, que são as ferramentas mais importantes para

sofrem algum tipo de transtorno”, destacou o professor.

o sistema e para a Atenção Primária à Saúde. No tema

51


52

Pará Área do Estado27

1.247.954,320 km2

População

8.175.113 habitantes

Terra do Carimbó, dança típica da região, o Pará é o segundo maior estado do país, com uma extensão de 1.247.954,320 quilômetros quadrados (IBGE, 2015), e dividido em 144 municípios. O estado é o mais populoso da Região Norte, com uma população estimada de mais de oito milhões de habitantes. Sua capital, Be-

Início do projeto28 Fim do projeto

Fevereiro de 2014 Junho de 2015

mos o famoso Mercado Ver o Peso, a maior feira livre da América Latina, inaugurado em 1625 pela coroa portuguesa. A coordenadora estadual do projeto Caminhos do Cuidado no

Tutores mobilizados 71 Turmas finalizadas 12/2015

lém, possui 1.439.561 habitantes (IBGE, 2015). É lá que encontra-

Pará, Rafaela Chiapetta, disse que, no início do processo de formação, se sentiu apreensiva com a meta do projeto para o esta-

382

do. “Fazer qualquer tipo de formação em todos os municípios da Amazônia tem várias complicações, principalmente na questão

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

18000 16000

meta:

14000

15.072

12000 10000 8000

15.184

6000

"Foi muito bom. Conseguimos envolver toda a equipe da escola no projeto, levando atividades para dentro dela." Rafaela revelou que a diversidade das temáticas na área da Saúde Mental a motivou ainda mais a conhecer e abraçar o projeto. “Pude vivenciar a formação desde o início, entrevistando os tuto-

4000

res e participando ativamente das capacitações”, enfatizou. Nem

2000 0

logística”, ressaltou Rafaela.

o medo de voar impediu que a coordenadora estadual participasTurmas

Fotos: Alter do Chão – Santarém • Floresta Nacional do Tapajós – Santarém • Artesanato

se das aulas, apesar do período de inverno amazônico, quando chuvas torrenciais danificam as rodovias e alagam os municípios. Mesmo com todas as dificuldades climáticas, o Caminhos do Cuidado no estado alcançou a marca de 382 turmas formadas e contou com 71 tutores.

27 28

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

O diretor da Escola Técnica do SUS (ETSUS) Dr. Manoel

Nonato revelou que a instituição já tinha em seus planos a

Ayres, Raimundo Nonato, destacou a relevância do pro-

formação para os agentes comunitários de saúde (ACSs),

jeto para um problema mundial, que é o avanço no con-

mas não com a dimensão proposta pelo Caminhos do

sumo de drogas. Para ele, a parceria entre o governo

Cuidado. “Não tivemos dificuldades com a metodologia,

estadual e o Ministério da Saúde veio ao encontro das

até porque já a utilizamos em outros cursos da ETSUS.

perspectivas em fortalecer a equipe de Saúde Mental

Agora, a ideia da Secretaria Estadual de Saúde (SES) é

dos municípios paraenses. “Foi muito bom. Consegui-

expandir o curso para as equipes que trabalham nos Cen-

mos envolver toda a equipe da escola no projeto, levan-

tros de Atenção Psicossocial (CAPS) e criar uma rede de

do atividades para dentro dea”, ressaltou o diretor.

atendimento em Saúde Mental”, enfatizou o diretor.

53


54

Paraíba Com quase quatro milhões de habitantes, 223 municípios e área

Área do Estado29

56.469,744 km2

População

3.972.202 habitantes

geográfica de 56.469,744 quilômetros quadrados (IBGE, 2015), a Paraíba se destaca pela sua diversidade cultural. Além de suas praias paradisíacas, seu artesanato, sua música e as diversas manifestações em literatura, teatro e cinema, o estado é o berço de

Início do projeto30

Março de 2014

Fim do projeto

Abril de 2015

Tutores mobilizados 82 Turmas finalizadas 12/2015

notáveis poetas e escritores brasileiros, como Augusto dos Anjos, José Américo de Almeida, José Lins do Rêgo e Ariano Suassuna, um dos maiores dramaturgos do país e grande defensor da cultura popular brasileira. Neste cenário tão peculiar e desafiador, o projeto Caminhos do Cuidado atingiu seu objetivo de formar mais de nove mil agen-

237

tes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem, para trabalharem com Saúde Mental, Crack, Álcool e

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

10000

meta:

9000

9.547

8000 7000 6000 5000 4000

9.147

3000 2000 1000 0

Turmas

Fotos: Praia do Poço – Cabedelo • Praia de Tambaba • Estação Cabo Branco – João Pessoa

29 30

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

outras Drogas. Para tanto, foi preciso uma forte articulação entre instituições de saúde, como a Secretaria de Estado de Saúde da Paraíba (SES/PB), o Centro de Formação de Recursos Humanos e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/PB).


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Shirlene Lima, coordenadora de Saúde Mental da SES/

de outra forma, mas com certeza boa parte deles acaba

PB, revelou que ficou surpresa com a quantidade de mu-

mudando sua visão em relação aos usuários de drogas”,

nicípios que conseguiram se integrar ao projeto. Ela men-

constatou a coordenadora de Saúde Mental.

cionou que, além do pouco tempo de planejamento e organização das formações, o estado contava com mui-

Para o educador físico do Centro de Formação de Recursos

tos municípios de pequeno porte, com menos de 20 mil

Humanos da Paraíba, Jonathan Lucena, que participou do

habitantes, o que levou a Coordenação Estadual a reunir

processo, a formação poderia ter incluído profissionais de

dois ou três municípios para montar uma única turma.

saúde, como médicos, enfermeiros e dentistas, que atuam no Programa Saúde da Família (PSF). “Quando os agentes

Shirlene se mostrou bastante otimista em relação aos

e técnicos colocavam esse tema para discussão, durante

frutos que o projeto Caminhos do Cuidado deixou para

as reuniões de equipe, os profissionais de nível superior

os alunos na Paraíba. “É difícil pensarmos que vamos

não levavam o assunto adiante ou então tratavam o tema

operar mudanças na mentalidade desses profissionais,

de uma forma marginalizada, justamente porque não tive-

que 100% dos que participaram da formação vão pensar

ram a oportunidade de participar da formação”, explicou.

"É difícil pensarmos que vamos operar mudanças na mentalidade desses profissionais, que 100% dos que participaram da formação vão pensar de outra forma, mas com certeza boa parte deles acaba mudando sua visão em relação aos usuários de drogas."

55


56

Paraná Área do Estado31

199.307,945 km2

População

11.163.018 habitantes

O Paraná foi um dos primeiros estados brasileiros a receber o projeto Caminhos do Cuidado. Com 399 municípios, é o sexto estado mais populoso do país, com mais de 11 milhões de habitantes. Ocupa a área geográfica de 199.307,945 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). Seu nome foi inspirado no rio que delimita a frontei-

Início do projeto32

Outubro de 2013

ra de seu território, o Rio Paraná, que nasce do encontro dos rios

Fim do projeto

Maio de 2015

A Escola de Saúde Pública do Paraná e o Centro Formador de Recursos Humanos Caetano Munhoz da Rocha, em Curitiba, foram

Tutores mobilizados 94 Turmas finalizadas 12/2015

Parnaíba e Grande.

as instituições parceiras do projeto Caminhos do Cuidado no estado, para a formação dos agentes comunitários de saúde (ACSs)

372

e auxiliares/técnicos de enfermagem na temática do Crack, Álcool e outras Drogas.

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

18000 16000 14000

meta:

14.189

12000 10000 8000 6000

14.250

4000 2000 0

Turmas

Fotos: Passeio de trem entre Curitiba-Paranaguá pela Serra do Mar Paranaense • Jardim Botânico – Curitiba • Cataratas do Iguaçu – Foz do Iguaçu

31 32

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"Um dos legados que o projeto deixou no Paraná foi a importância de estender os conhecimentos para os outros profissionais da equipe da Saúde Primária, papel importante na construção da Saúde Mental no estado."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A assessora pedagógica e diretora interina da Escola de

Para Rejane Tabuti, orientadora do projeto, a formação

Saúde Pública, Ana Lúcia Fonseca, ressaltou a importân-

de colegiados foi uma ferramenta fundamental para

cia da metodologia empregada pelo projeto Caminhos

apresentar ideias e unir toda a equipe – alunos, tutores

do Cuidado, uma vez que a escola já trabalhava em rede

e coordenadores –, para que pudessem trabalhar para

e de forma descentralizada. “Isso facilitou muito o tra-

alcançar a meta. E foi o que aconteceu. Mais de 14 mil

balho e, em contrapartida, ajudou a escola tanto em re-

ACSs foram formados pelo projeto Caminhos do Cuida-

lação ao conteúdo, como na formação de tutores”, des-

do no Paraná.

tacou a diretora. Segundo Rejane, o tutor teve um papel importante na forA coordenadora pedagógica do projeto no estado, Caroli-

mação. No município de Ortigueira, por exemplo, o coor-

na Maia, explicou que a metodologia alinhada com o tema

denador do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) lo-

da Saúde Mental foi ao mesmo tempo ativa, construti-

cal, Mauri Cordeiro, foi também tutor. Rejane explica que

vista e espaçada, favorecendo os participantes. “Conse-

Cordeiro realizou um trabalho de mobilização com a so-

quentemente, eles aprendiam, assimilavam e havia tem-

ciedade, com algumas passeatas no município pelo mo-

po hábil para que trouxessem dúvidas para as rodas de

vimento da luta antimanicomial. “Um dos legados que o

conversas. Isso permitiu uma maior aproximação entre

projeto deixou no Paraná foi a importância de estender

Saúde Mental e Atenção Primária”, considerou Carolina.

os conhecimentos para os outros profissionais da equipe da Saúde Primária, papel importante na construção da Saúde Mental no estado”, concluiu a orientadora.

57


58

Pernambuco Celeiro de escritores, poetas, artistas plásticos e músicos reco-

Área do Estado33

98.076,109 km2

População

9.345.173 habitantes

nhecidos em todo o mundo, como Paulo Freire, Manuel Bandeira, Nelson Rodrigues, Romero Britto, Luiz Gonzaga, entre outras personalidades, Pernambuco é um estado marcado por uma forte diversidade cultural.

Início do projeto34

Outubro de 2013

Além de abrigar o frevo – ritmo musical e dança que mistura

Fim do projeto

Fevereiro de 2015

como um dos maiores produtores de frutas do Brasil, como ace-

Tutores mobilizados 85 Turmas finalizadas 12/2015

marcha, maxixe e elementos da capoeira –, o estado se destaca rola, goiaba, uva, manga e coco, sem contar na histórica produção de cana-de-açúcar. E foi justamente o que o Caminhos do Cuidado produziu no estado: frutos, decorrentes da formação de mais

461

de 17.500 agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/ técnicos de enfermagem para trabalharem com Saúde Mental,

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

18000

meta:

16000

17.233

14000 12000 10000 8000

17.508

6000 4000 2000 0

Turmas

Fotos: Praça Barão do Rio Branco / Marco Zero – Recife • Banda de Pífanos de Caruaru • Morro Dois Irmãos – Fernando de Noronha

33 34

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

Crack, Álcool e outras Drogas nos 185 municípios do estado, que ocupa 98.076,109 quilômetros quadrados (IBGE, 2015).


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Por meio de uma articulação entre a Escola Técnica do

Célia Santana, coordenadora da ETSUS de Pernambu-

SUS (ETSUS), o Centro Regional de Referência sobre

co, revelou que o objetivo da escola ultrapassou a meta

Drogas da Universidade Federal de Pernambuco (CRR/

estabelecida pelo projeto. “Nós queríamos algo a mais

Drogas) e outras instituições de ensino superior, foi

aqui para o nosso estado, algo que tivesse continuidade

criado um curso de aperfeiçoamento sobre a temática,

para além do Caminhos do Cuidado. O mais bacana dis-

voltado para profissionais que atuam no Programa de

so tudo é que a metodologia de formação desse curso

Saúde da Família (PSF), nos Centros de Atenção Psicos-

do CRR Drogas foi toda moldada a partir da experiência

social (CAPS), nos Centros de Referência de Assistência

do Caminhos do Cuidado”, ressaltou a coordenadora.

Social (CRAS) e nos Conselhos Regionais de Serviço Social (CRESS) do estado.

"O mais bacana disso tudo é que a metodologia de formação desse curso do CRR Drogas foi toda moldada a partir da experiência do Caminhos do Cuidado."

Já para a coordenadora estadual de Pernambuco, Lívia Mello, um dos destaques da formação foi a permanente avaliação da atuação dos tutores enquanto docentes pela Coordenação. “Começamos a ir a campo avaliar a sala de aula, mas sempre pactuando com o tutor. Nos preocupamos em dar um feedback para eles, para que o curso servisse de instrumento de mudança da sua atuação enquanto docente”, explicou. Para a coordenadora estadual, outro ponto de destaque foi a iniciativa do projeto em promover, com os agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem, a discussão sobre o uso abusivo de drogas, abordando a questão como um problema de saúde pública.

59


60

Piauí Área do Estado35

251.611,932 km2

População

3.204.028 habitantes

Apesar de ter o menor litoral brasileiro, com apenas 66 quilômetros de extensão, o Piauí é o terceiro maior estado da Região Nordeste, ficando atrás apenas da Bahia e do Maranhão. Conta com uma área geográfica de 251.611,932 quilômetros quadrados (IBGE, 2015) e 224 municípios. Diferentemente de todos os outros

Início do projeto36

Abril de 2014

Fim do projeto

Abril de 2015

aconteceu do interior do estado em direção ao mar, a capital Teresina é a única que não está localizada no litoral. Foi nesse cenário que o projeto Caminhos do Cuidado formou mais de 8.200 agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de

Tutores mobilizados 68 Turmas finalizadas 12/2015

estados da região, por conta do seu processo de colonização, que

enfermagem para trabalhar com Saúde Mental, com ênfase no Crack, Álcool e outras Drogas.

233

A capacidade de mobilização das instituições de saúde do Piauí,

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

10000

como a Fundação Municipal de Saúde de Teresina, as Coordenações de Saúde Mental e Atenção Básica da Secretaria Estadual de Saúde, e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Piauí (Cosems/PI), foi um dos destaques para o sucesso do projeto no estado.

9000 8000

meta:

8.164

7000 6000 5000 4000

8.219

3000 2000 1000 0

Turmas

Fotos: Museu do Piauí – Teresina • Serra da Capivara • Delta do Parnaíba

35 36

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"Os próprios profissionais de saúde se comunicavam entre si e um falava para o outro sobre a importância do projeto e o quanto foi valioso para a sua formação."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A coordenadora da Escola Técnica do SUS (ETSUS) do Piauí, Francisca Josélia da Silva, contou que outro destaque foi a metodologia adotada durante as aulas, que trabalhava com uma perspectiva de construção coletiva, possibilitando o maior envolvimento dos alunos. “O curso foi tão importante que nosso objetivo é incorporar a temática e a metodologia na grade curricular aqui na escola. Ao longo desse processo, percebemos que os profissionais da nossa rede de saúde ainda não estão preparados para trabalhar com esses usuários”, explicou. A coordenadora considerou que, apesar de o curso ter dado os primeiros passos para a articulação entre a Saúde Mental e a Atenção Básica, ainda é necessário mobilizar outros atores da rede de atenção para a real melhora do atendimento aos usuários de crack e outras drogas. “Percebemos que essa formação também deve ser destinada aos profissionais de nível superior, como por exemplo, médicos, enfermeiros e dentistas, e não ficar somente restrita aos profissionais de nível fundamental e médio. Só assim esse 'casamento' vai acontecer de fato”, afirmou. Francisca revelou que, ao final do processo de formação no estado, muitos gestores municipais que não participaram do projeto manifestaram o interesse em levar o curso para suas cidades. “Os próprios profissionais de saúde se comunicavam entre si e um falava para o outro sobre a importância do projeto e o quanto foi valioso para a sua formação”, destacou a coordenadora.

61


62

Rio de Janeiro

Localizado na Região Sudeste do país, com cerca 16,5 milhões de

Área do Estado37

43.777,954 km2

População

16.550.024 habitantes

habitantes, em uma área geográfica de 43.777,954 quilômetros quadrados (IBGE, 2015) e 92 municípios, o Rio de Janeiro é conhecido por suas belezas naturais e grandiosos eventos. E é com esse clima de grandiosidade que o projeto Caminhos do Cuidado

Início do projeto38

Janeiro de 2014

Fim do projeto

Agosto de 2015

Tutores mobilizados 89 Turmas finalizadas 12/2015

aporta no Rio de Janeiro, a partir de uma experiência piloto. O início do projeto no Rio de Janeiro foi coordenado por José Carlos Campos, que atua no Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e é professor no Centro Universitário Serra dos Órgãos (Feso), em Teresópolis. Campos esteve à frente do início das turmas nos diferentes municípios do estado e

465

foi substituído ao longo da formação pela coordenadora estadual Nélia Ribeiro, que contou com a apoiadora Gracinete Castro.

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

18000

meta:

16.699

14000

10000

16.941

6000 4000 2000

Turmas

Fotos: Dedo de Deus – Teresópolis • Cristo Redentor – Rio de Janeiro • Museu de Arte Contemporânea – Niterói

37 38

la Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) foram no estado do Rio de Janeiro. Em nome da Etis, Marta relatou que participar do projeto não gerou muitas dificuldades para a escola, pois a equipe já havia trabalhado em articulação com outros municípios, sempre no sentido de atuar de forma descentralizada.

12000

0

Izabel dos Santos (Etis), Marta Lima, ressaltou que a Etis e a Escoresponsáveis por articular politicamente o Caminhos do Cuidado

16000

8000

A diretora da Escola de Formação Técnica em Saúde Enfermeira

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A diretora da Etis declarou, ainda, que o projeto teve uma

Além disso, a diretora ressaltou que o projeto repre-

lógica de aproveitar o conhecimento de cada um dos

sentou um passo fundamental para a aproximação da

profissionais envolvidos para agregar novas ferramen-

Saúde Mental com a Atenção Básica. “O Caminhos do

tas. “Pessoas que já tinham vivenciado um processo de

Cuidado motivou muito os profissionais envolvidos, a

trabalho puderam rediscutir esse processo e fundamen-

ponto de questionarem a razão de ser somente para os

tar suas teorias, sempre com o intuito de fazer o melhor,

agentes comunitários de saúde (ACSs) e perguntarem

o que também era um objetivo do Caminhos do Cuida-

quando seria ampliado para os enfermeiros”, revelou.

do”, concluiu Marta.

"O Caminhos do Cuidado motivou muito os profissionais envolvidos, a ponto de questionarem a razão de ser somente para os agentes comunitários de saúde (ACSs) e perguntarem quando seria ampliado para os enfermeiros."

63


64

RIO GRANDE DO NORTE

Com 167 municípios e mais de três milhões de habitantes, o Rio

Área do Estado39

52.811,126 km2

População

3.442.175 habitantes

Grande do Norte é o 16º estado mais populoso do Brasil, e ocupa a área geográfica de 52.811,126 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). Mesmo com toda essa grandiosidade em números, o projeto Caminhos do Cuidado não apenas atingiu sua meta inicial,

Início do projeto40

Março de 2014

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 50 Turmas finalizadas 12/2015

7000

meta:

6.223

4000

6.259

2000

1000

0

Turmas

Fotos: Passeio de bugre em Genipabu • Tibau do Sul • Ponte Newton Navarro – Natal

39 40

Rio Grande do Norte (SES/RN), Jorge Luiz de Castro, ressaltou ter

do SUS (RETSUS) dos estados do Nordeste.

Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

3000

de Saúde (Cefope/ETSUS) da Secretaria Estadual de Saúde do

sentação do Caminhos do Cuidado à Rede das Escolas Técnicas

VAGAS OFERTADAS

5000

O diretor geral do Centro de Formação de Pessoal para Serviços

conhecido o projeto em novembro de 2013, na reunião de apre-

156

6000

mas a ultrapassou.

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"O Caminhos do Cuidado teve uma proporção diferente de tantos outros bons projetos que já foram realizados, devido à abrangência territorial e ao número de ACSs envolvidos."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Castro, a partir de então, abraçou a ideia e deu início ao

Respondeu pela Coordenação Estadual do projeto no

trabalho junto com a equipe estadual, composta por seis

Rio Grande do Norte, a assistente social e técnica de

profissionais, entre coordenadores e apoiadores. Além

nível superior da SES/RN, Valéria Negreiros. Com vas-

do envolvimento da Escola Técnica do SUS (ETSUS) e

ta experiência na área da Saúde Mental e envolvimen-

da SES/RN, o projeto foi apoiado pela Subcoordenadoria

to com os temas da Reforma Psiquiátrica, Redução de

de Ações de Saúde (Suas), pelo Conselho de Secretarias

Danos, Crack, Álcool e outras Drogas, Valéria colaborou

Municipais de Saúde (Cosems/RN), pela equipe de Saúde

com o projeto desde a seleção de tutores e orientadores

Mental da SES/RN, e pelo Observatório da Saúde Mental

para as turmas do Rio Grande do Norte. “O Caminhos do

da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Cuidado teve uma proporção diferente de tantos outros bons projetos que já foram realizados, devido à abran-

Como ponto positivo do projeto, Castro destacou o curto

gência territorial e ao número de agentes comunitários

tempo de duração das turmas (60 horas) e a formação

de saúde (ACSs) envolvidos. Deixa então um legado em

ter ocorrido nos próprios territórios, sem deslocamento

toda a rede, tanto na forma de receber, como na forma

dos alunos. “Gostaria de ver a ampliação do projeto Ca-

de atender pessoas em situação de vulnerabilidade e,

minhos do Cuidado, com foco em profissionais de nível

por isso, merece uma continuidade”, destacou Valéria.

superior, para que a iniciativa impacte ainda mais no território”, ressaltou Castro.

65


66

RIO GRANDE DO Sul Área do Estado41

281.731,445 km2

População

11.247.972 habitantes

Com temperaturas baixas na maior parte do ano, o Rio Grande do Sul é conhecido como a terra dos guris, do churrasco e do chimarrão. Possui mais de 11 milhões de habitantes e 497 municípios, divididos em uma área geográfica de 281.731,445 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). O projeto Caminhos do Cuidado chegou

Início do projeto42

Outubro de 2013

Fim do projeto

Janeiro de 2015

Tutores mobilizados 70 Turmas finalizadas 12/2015

em 2013, tendo Naia Corrêa como coordenadora estadual. O Rio Grande do Sul contou com 19 núcleos de saúde ligados à escola e a instâncias administrativas regionais, responsáveis pela organização do projeto no território. Naia destacou como ponto positivo do projeto o acionamento de todas as regiões de uma só vez. “O legado que a iniciativa deixou foi a experiência de sucesso

297

do estado, ao ponto de vários profissionais da área solicitarem a possibilidade de continuação do projeto Caminhos do Cuidado,

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

12000 10800 9600

meta:

10.142

8400 7200 6000 4800

11.271

3600 2400 1200 0

Turmas

Fotos: Gramado • Praia da Guarita – Torres • Sítio Arqueológico de São Miguel Arcanjo

41 42

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

estendendo-o para toda a equipe de Saúde da Família”, ressaltou.

"A iniciativa contemplou ainda conhecimento e vivência que, muitas vezes, não se encontra em livros, apenas na vida."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Teresinha Valduga assumiu a Direção da Escola Técnica

Segundo a ex-diretora da ETSUS, Waleska Antunes, que

do SUS (ETSUS) em fevereiro de 2015, e passou a par-

acompanhou toda a realização do projeto Caminhos do

ticipar do projeto desde então. Para ela, o Caminhos do

Cuidado, a proposta mobilizou os profissionais devido

Cuidado teve o papel de preparar os profissionais que

ao tema e à forma que foi conduzido. Para Waleska, o

já tinham experiência na temática, mas que precisavam

projeto foi marcado pela ousadia, uma vez que pensar

aprender a prestar assistência a pessoas em situação

em uma iniciativa com esse perfil para um país inteiro,

de vulnerabilidade. “A iniciativa contemplou ainda conhe-

com todas as diferenças que possui, seria um grande

cimento e vivência que, muitas vezes, não se encontra

desafio. A ex-diretora pontuou ainda que o projeto teve

em livros, apenas na vida”, ressaltou a diretora, enfati-

como diferencial atingir quase 100% dos municípios,

zando a importância do cuidado às pessoas que fazem

fortalecendo a relação com os gestores municipais, e a

uso de drogas.

questão da importância do investimento na educação e na formação dos trabalhadores de todo o estado.

67


68

Rondônia Área do Estado43

237.590,543 km2

População

1.768.204 habitantes

Cercado pelos rios Madeira, Ji-Paraná, Guaporé e Mamoré, o estado de Rondônia está localizado na região Norte. Conta com uma área geográfica de 237.590,543 quilômetros quadrados (IBGE, 2015) e 52 municípios. O estado recebeu esse nome em homenagem ao Marechal Rondon, primeiro diretor do Serviço de Pro-

Início do projeto44 Fim do projeto

Junho de 2014 Abril de 2015

Tutores mobilizados 28 Turmas finalizadas 12/2015

98

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

4000 3500

meta:

3000

3.297

2500 2000 1500

3.204

1000

44

no início do século XX, a embrenhar-se selva adentro, em locais onde o homem branco nunca havia pisado.

"Percebemos a angústia dos ACSs, especialmente os que vivem em localidades mais distantes com as pessoas de sua comunidade, e mostramos que eles serão agentes de transformação do território." A diretora da Escola Técnica do SUS (ETSUS) de Rondônia, Anno estado, até porque a ETSUS já estava planejando o início de um curso na área da Saúde Mental. Segundo ela, o Caminhos do

Turmas

Fotos: Igreja Nossa Senhora do Seringueiro – GuajaráMirim • Estação de trem de Guajará-Mirim • Encontro dos rios Pacaás Novos e Mamoré – Guajará-Mirim

43

famoso lema "Morrer se preciso for, matar jamais", foi inspirado,

gelita Mendes, contou que recebeu com alegria a ideia do projeto

500 0

teção aos Índios e desbravador da região. Rondon, que proferia o

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

Cuidado veio ao encontro com a necessidade de debater melhor a temática do Crack, Álcool e outras Drogas na região. “Foi muito interessante, pois com a ajuda do Conselho de Secretários Municipais de Saúde conseguimos articular o início do projeto em cidades aonde o curso da ETSUS não chegava”, ressaltou a diretora.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Segundo Angelita, como a maioria dos participantes da

Para a tutora Priscila Mendes, falar de álcool e drogas

Coordenação Regional era da escola, a integração e a

ainda reacende preconceitos. “Gostei muito da metodo-

logística fluíram bem. Como pontos de destaque, a dire-

logia, que permite ao aluno aprender por meio do que

tora enumerou: o debate em torno de temas tão delica-

ele já sabe do território, da vivência. Tudo em relação às

dos; a cooperação com a equipe da Atenção Básica, no

políticas públicas de tratamento do abuso de álcool e

sentido de aproximar a escola das estratégias de saú-

drogas é muito novo”, revelou a tutora.

de e da Secretaria de Promoção da Paz, que lida com o tema das drogas; o material trabalhado; e a metodologia

Segundo Priscila, os encontros enriquecedores e com

empregada. “Percebemos que muitos de nossos alunos

muita reflexão proporcionaram a mudança na visão de

acabaram identificando na própria família uma realidade

muitos agentes comunitários de saúde (ACSs). “Traba-

que estava sendo mostrada ali, o que quebrou a angús-

lhamos muito com a fala. Percebemos a angústia dos

tia do medo”, acrescentou a diretora.

ACSs, especialmente os que vivem em localidades mais distantes, como as pessoas de sua comunidade, e mostramos que eles serão agentes de transformação do território. É uma nova alternativa para acolher o ser humano”, ressaltou a tutora.

69


70

Roraima Segundo ponto mais alto do Brasil, o Monte Roraima guarda be-

Área do Estado45

224.303,187 km2

População

505.665 habitantes

lezas e mistérios que encantam quem consegue chegar à região. Além de suas belezas naturais, o estado de Roraima também tem vocação para a agricultura e o comércio internacional. Ocupa uma área geográfica de 224.303,187 quilômetros quadrados

Início do projeto46 Fim do projeto

Março de 2014 Março de 2015

Tutores mobilizados 16 Turmas finalizadas 12/2015

26

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

1000

800

meta:

706

600

400

785

(IBGE, 2015), divididos em 15 municípios. O estado faz fronteira com a Guiana e a Venezuela, por onde é possível chegar de carro, sendo um ótimo caminho para a paradisíaca Isla de Margarita, no Mar do Caribe.

"Esse olhar diferenciado sobre a problemática das drogas foi importante. Pudemos observar uma enorme confiança dos alunos em tudo aquilo que estava sendo ensinado." A coordenadora estadual do projeto em Roraima, Luciana dos Santos, revelou ser apaixonada pelo projeto Caminhos do Cuidado e avaliou que as discussões sobre as temáticas aprendidas a partir da formação serão duradouras. A formação alcançou todos os

200

15 municípios. “Esse olhar diferenciado sobre a problemática das drogas foi importante. Pudemos observar uma enorme confiança

0

dos alunos em tudo aquilo que estava sendo ensinado”, ressaltou. Turmas

Fotos: Igreja Matriz Nossa Senhora do Carmo – Boa Vista • Parque Nacional do Monte Roraima • Monte Roraima

45 46

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Segundo Luciana, muitas reuniões foram realizadas com

todos os participantes trouxe bons frutos à metodolo-

os tutores para alinhar métodos e encaminhamentos

gia”, afirmou. Patrícia relatou ainda que provocou muitos

das turmas. “Todas elas foram acompanhadas de per-

encontros presenciais como, por exemplo, as oficinas

to. Os agentes comunitários de saúde (ACSs) são muito

com os tutores, com o intuito de promover a troca de co-

questionadores e isso instiga ainda mais o debate. Tive-

nhecimentos. “Isso refletiu no curso todo. Tivemos uma

mos até algumas discussões por motivos ideológicos

produção pedagógica intensa, com várias ações produ-

ou profissionais. O tema da Redução de Danos, sempre

zidas no interior do estado, o que nos permitiu criar uma

polêmico, foi um dos desafios do projeto”, constatou a

unidade entre todos os participantes”, ressaltou a coor-

coordenadora estadual.

denadora pedagógica.

A Coordenação Pedagógica do projeto em Roraima ficou sob responsabilidade da fisioterapeuta Patrícia Ludmila Barbosa, que se encantou com tudo o que presenciou. “O movimento de proximidade e afeto entre

71


72

Santa Catarina

Com uma área geográfica de 95.733,978 quilômetros quadrados

Área do Estado47

95.733,978 km2

População

6.819.190 habitantes

(IBGE, 2015), Santa Catarina possui 295 municípios. Na década de 1980, o estado foi um dos que mais receberam imigrantes de origem alemã, o que explica mais de 90% dos moradores terem descendência da Alemanha.

Início do projeto48

Janeiro de 2014

Fim do projeto

Abril de 2015

Tutores mobilizados 75 Turmas finalizadas 12/2015

330

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

12000 10800

meta:

11.239

9600 8400 7200 6000 4800

11.413

3600 2400 1200 0

Turmas

Fotos: Artesanato • Blumenau • São Joaquim

47 48

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"A ETSUS ficou fortalecida depois da chegada do curso, porque a capacitação foi um sucesso e deu certo entre direção, orientadores e alunos."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

A diretora da Escola Técnica do SUS (ETSUS) de San-

A tutora do projeto, Liane Girolamo, ressaltou que, em-

ta Catarina, Cláudia Langue, destacou a importância do

bora os ACSs já tivessem realizado trabalhos na área da

projeto Caminhos do Cuidado para o estado, que ajudou

Saúde Mental, a percepção e a inserção em relação à te-

a fortalecer a ETSUS em relação aos conceitos prove-

mática só ocorreram a partir do processo de formação

nientes da Atenção Básica. “A ETSUS ficou fortalecida

do Caminhos do Cuidado. Além disso, Liane mencionou

depois da chegada do curso, porque a capacitação foi

a abordagem do curso pela redução de danos como es-

um sucesso e deu certo entre direção, orientadores e

tratégia para o aumento da qualidade de vida das pes-

alunos. Além disso, provocou satisfação e alegria diante

soas. “De fato, o projeto Caminhos do Cuidado ajudou a

do aprendizado concluído e da dinâmica do material uti-

qualificar o cuidado, dando uma assistência para as pes-

lizado”, ressaltou a diretora.

soas em situação de vulnerabilidade”, destacou a tutora.

Ao todo, 75 tutores foram capacitados no estado, com o

Para a coordenadora estadual do Caminhos do Cuidado,

objetivo de formar em Saúde Mental, Crack, Álcool e ou-

Izabel Cunha, o projeto chegou em Santa Catarina com o

tras Drogas os agentes comunitários de saúde (ACSs) e

objetivo de somar os conceitos que a escola já estava tra-

auxiliares/técnicos de enfermagem que atuam na Saúde

balhando. “Diversas turmas relataram uma avaliação po-

da Família. Segundo Cláudia, o projeto Caminhos do Cui-

sitiva, como, por exemplo, a recepção calorosa dos tuto-

dado conseguiu aproximar a Atenção Básica da Saúde

res em alguns municípios catarinenses. O apelo principal

Mental, e atribui o fato ao conhecimento adquirido em

dos participantes da capacitação foi que o curso fosse es-

campo, como diálogos, conversas e o cuidado de cada

tendido a todos os profissionais que fazem parte do eixo

participante do processo de formação. “Esse conheci-

da Saúde da Família”, revelou a coordenadora estadual.

mento, sem dúvida, foi um legado que o curso deixou, não só para o estado, mas também para cada profissional que participou da capacitação”, enfatizou a diretora.

73


74

São Paulo Área do Estado49

248.222,362 km2

População

44.396.484 habitantes

São Paulo é o estado mais populoso do Brasil, com mais de 44.396.484 habitantes. Ocupa uma área geográfica de 248.222,362 quilômetros quadrados (IBGE, 2015) e possui 645 municípios. Diversos centros culturais de grande importância estão presentes no estado, como o Museu do Ipiranga, o Museu de

Início do projeto50

Outubro de 2013

Fim do projeto

Agosto de 2015

Tutores mobilizados 228 Turmas finalizadas 12/2015

Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP), o Parque Ibirapuera e a Avenida Paulista, palco de grandes eventos. O projeto teve grande importância na terra da garoa e contou com a parceria de sete Escolas Técnicas do SUS (ETSUS) e uma Escola Municipal. O estado formou mais de 26 mil agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem que

791

atuam na Atenção Básica. A coordenadora estadual e membro do Departamento do Grupo de Recursos Humanos da Secretaria

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

35000

meta:

30000

31.359 25000

20000

15000

26.590

10000

5000

0

Turmas

Fotos: Saco da Ribeira – Ubatuba • Ponte Octávio Frias de Oliveira – São Paulo • Rapel em Brotas

49 50

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

de Saúde de São Paulo, Carolina Feitosa, destacou que as dificuldades do início do projeto foram superadas com o decorrer do tempo e com a ajuda das ferramentas fornecidas pela gestão.

"A aproximação do tema com a Atenção Básica foi um dos legados deixados. Essa união nunca foi tão propositiva e organizada antes da implantação do curso."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

“A implantação e a apresentação do curso foram bem

introduzida na metodologia, foi mágico. “Os alunos co-

vistas, uma vez que as escolas tinham pouca experti-

meçaram a entender que a redução de danos não é só

se no tema Saúde Mental. A aproximação do tema com

para quem faz uso de substâncias, mas também pode

a Atenção Básica foi um dos legados deixados. Essa

levar a Redução de Danos para hipertensos, diabéticos

união nunca foi tão propositiva e organizada antes da

crônicos etc. Isso tudo faz parte do processo de cons-

implantação do curso”, revelou a coordenadora.

trução da saúde”, ressaltou.

Segundo Carolina, a metodologia teve papel fundamental

Para Carvalho, o projeto não tem fim, uma vez que se-

na mudança dos ACSs, tanto na vida profissional, como na

meou muitos conhecimentos. “A junção do tema da

vida pessoal. “O material proposto pela equipe pedagógica

Atenção Básica com a Saúde Mental e o sucesso da

abordou o tema que, de certo modo, era de difícil acesso

metodologia fizeram com que os colegiados, as oficinas

e acolhimento entre as pessoas, e passou a ser visto de

e rodas de conversa se tornassem mais dinâmicos, ao

maneira dinâmica e na dosagem correta”, destacou.

ponto de aproximar o tema da Escola Técnica. Diante disso, se construiu uma ponte de ligação para que o ma-

De acordo com o pedagogo da ETSUS, Ricardo Carva-

terial pudesse ajudar as outras formações de diferentes

lho, trabalhar a temática da Redução de Danos, também

profissionais de saúde”, finalizou o pedagogo.

75


76

Sergipe Situado na Região Nordeste, Sergipe é o menor estado brasileiro,

Área do Estado51

21.918,493 km2

População

2.242.937 habitantes

ocupando uma área geográfica de 21.918,493 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). Com pouco mais de dois milhões de habitantes, destaca-se pelo cultivo de cana-de-açúcar e pela produção de laranja e coco. Além disso, a extração de petróleo, gás natural,

Início do projeto52

Abril de 2014

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 35 Turmas finalizadas 12/2015

calcário e potássio tem grande influência na economia local. Se alguém pensou que o tamanho do estado influenciaria na capacidade de mobilização para a formação de agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares/técnicos de enfermagem para trabalharem com Saúde Mental, Crack, Álcool e outras Drogas, se enganou. Ao final de 2014, o Caminhos do Cuidado havia forma-

132

do quase 4.500 profissionais para trabalhar com a temática nos 75 municípios pertencentes ao estado.

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

5000 4500

meta:

4.573

4000 3500 3000 2500 2000

4.447

1500 1000 500 0

Turmas

Fotos: Cânion do Rio São Francisco / Usina de Xingó • Praça Fausto Cardoso – Aracaju • Igreja de São Francisco de Assis – São Cristóvão

51 52

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

"Nós trabalhávamos com a perspectiva da não utilização de drogas, e o projeto nos mostrou que isso não resolveria a questão, ao contrário, só afasta ainda mais o usuário do serviço de saúde." A coordenadora estadual do projeto, Beatriz Santos, contou que, além da articulação entre as Coordenações de Saúde Mental e Atenção Básica da Secretaria de Estado da Saúde do Sergipe (SES/SE), da Escola Técnica do SUS (ETSUS), do Centro de Educação Permanente da Saúde (CEPS) de Aracaju e do Conselho de Se-


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

cretarias Municipais de Saúde (Cosems/SE), foi preciso

projeto muito cuidadoso, em que tivemos a oportunida-

criar uma espécie de sensibilização nos territórios, para

de de ver uma grande preocupação de se desenvolver,

que os profissionais se aproximassem dos objetivos do

junto com os trabalhadores da ponta, uma reflexão so-

projeto. Segundo Beatriz, as reuniões aconteciam nos

bre o processo dialógico do mundo do trabalho, trazen-

pátios das unidades de saúde, o que acabava por desper-

do sempre para discussão preconceitos e estigmas em

tar o interesse de outros profissionais, como enfermeiros

relação ao tema Álcool e outras Drogas, produzindo sen-

e dentistas, que logo se interessavam e perguntavam

tido na prática cotidiana deles”, afirmou Rosyanne.

quando a formação também seria oferecida a eles. Para a ACS de Santo Amaro das Brotas e participante da A orientadora pedagógica do projeto, Rosyanne Serquei-

formação, Irani Lima, o que mais lhe surpreendeu na for-

ra, destacou que a metodologia aplicada foi bastante

mação foi a abordagem utilizada a partir da Redução de

estratégica para atingir o objetivo de mudar a percepção

Danos. “Nós trabalhávamos com a perspectiva da não

desses profissionais. “O Caminhos do Cuidado foi um

utilização de drogas, e o projeto nos mostrou que isso não resolveria a questão, ao contrário, só afasta ainda mais o usuário do serviço de saúde”, explicou. Para ela, o que o projeto deixou de mais valioso para os profissionais é o reconhecimento do usuário enquanto cidadão, com os mesmos direitos de todos de ser atendido pelo sistema de saúde.

77


78

Tocantins Área do Estado53

277.720,569 km2

População

1.515.126 habitantes

Criado em 1988 pela Assembleia Nacional Constituinte, Tocantins é o mais novo entre os estados brasileiros. Localiza-se na região Norte, exatamente no centro geográfico do país, condição que lhe possibilita fazer limites com estados do Centro-Oeste, do Nordeste, e do próprio Norte. É um dos nove estados que formam

Início do projeto54

Janeiro de 2014

Fim do projeto

Dezembro de 2014

Tutores mobilizados 29 Turmas finalizadas 12/2015

a Região Amazônica. Sua vegetação de cerrado abrange 87% do território e divide espaço, sobretudo, com a floresta de transição amazônica, sendo que mais da metade do território do estado é constituída por áreas de preservação, unidades de conservação e bacias hídricas, incluindo santuários naturais, como a Ilha do Bananal e os parques

106

estaduais do Cantão, do Jalapão e do Lajeado, o Monumento Nacional das Árvores Fossilizadas, entre outros. No Cantão, três

VAGAS OFERTADAS Perfil: agentes comunitários de saúde, auxiliares e técnicos de enfermagem

5000 4500 4000

meta:

3500

3.888

3000 2500 2000

4.184

1500 1000 500 0

Turmas

Fotos: Cachoeira da Formiga – Jalapão • Memorial Coluna Prestes – Palmas • Pedra da Baliza – Jalapão

53 54

Fonte: IBGE, 2015. Fonte: Sistema do projeto Caminhos do Cuidado.

importantes ecossistemas chegam a se encontrar: o amazônico, o pantaneiro e o cerrado.

"É muito enriquecedor quando você consegue ajudar outras pessoas e, ao mesmo tempo, adquirir novos conhecimentos e olhares sobre um tema tão atual, mas que ainda sofre preconceitos."


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Com população estimada em 1.515.126 habitantes, possui 139 municípios divididos em uma área geográfica de 277.720,569 quilômetros quadrados (IBGE, 2015). A capital do Tocantins, Palmas, é a última cidade brasileira planejada do século XX, com arquitetura arrojada, avenidas largas e divisão urbanística caracterizada por grandes quadras comerciais e residenciais. No Tocantins, foram mobilizados 29 tutores e formadas 106 turmas. Entre os pontos de destaque do projeto no estado, a tutora Marluci Vasconcelos enumerou a metodologia utilizada, o alinhamento da organização e a implantação de novas dinâmicas pelos tutores, desenvolvidas após a criação de um grupo de discussão entre eles. “É muito enriquecedor quando você consegue ajudar outras pessoas e, ao mesmo tempo, adquirir novos conhecimentos e olhares sobre um tema tão atual, mas que ainda sofre preconceitos”, destacou a tutora. A coordenadora estadual do Caminhos do Cuidado, Maria Auri Gonçalves, ressaltou que um dos desafios foi lidar com profissionais de diferentes níveis acadêmicos. “Temos agentes com formação de nível superior e nível médio, alguns com pouco conhecimento do SUS, e nisso a Metodologia Ativa foi fundamental, pois é muito inovadora. Faz com que o aluno aprenda de acordo com sua vivência e prática”, enfatizou a tutora. Maria Auri salientou que o projeto, além de formar os ACSs, foi importante para fortalecer o papel da Escola de Saúde no estado. “Todas as aulas da cidade de Palmas foram na Escola Técnica do SUS (ETSUS), pois assim aproximamos mais os profissionais de saúde da instituição”, concluiu.

79


80


caminhos do cuidado | Relat贸rio 2015

cap铆tulo 3

81


82


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Caminhos a seguir Após a apresentação de toda a trajetória do Caminhos do Cuidado, destacando os números do projeto e as falas dos principais atores envolvidos no processo de formação em cada estado brasileiro, chega a hora de retratar os desdobramentos dessa iniciativa e os caminhos a serem seguidos. As estratégias de avaliação do projeto ganharam destaque nessa nova etapa. Com o encerramento das formações, o momento é de sistematizar todo o conhecimento produzido ao longo desses dois anos e colocá-lo a favor da educação permanente. Para tanto, tomou corpo o AvaliaCaminhos, grupo coordenado pelo Núcleo de Educação, Avaliação e Produção Pedagógica em Saúde (EducaSaúde) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A expectativa é que o relatório avaliativo seja produzido em um período de 12 a 18 meses, a partir dos primeiros meses de 2016. Para acompanhar mais de perto cada passo do projeto, foram criados perfis e páginas nas redes sociais – Youtube, Instagram, Twitter e Facebook –, com o intuito de manter o vínculo com colaboradores, participantes e interessados nos assuntos trabalhados pelo projeto, nas diferentes regiões do Brasil. O Caminhos do Cuidado tem como uma de suas metas para 2016 a ampliação do número de seguidores em todos os perfis criados, visando aumentar a sua comunicação com o público. O site do projeto – www.caminhosdocuidado.org – também tem sido reformulado para facilitar a navegação do usuário, mantendo sua identidade inicial. São publicadas notas ou matérias diariamente sobre diversos acontecimentos de todo o país, abordando as temáticas da Atenção Básica, Saúde Mental, Crack, Álcool e outras Drogas, Acolhimento e Cuidado Integral à Saúde. No primeiro semestre de 2016, o site existente dará lugar ao Observatório Caminhos do Cuidado, que pretende ampliar sua temática e cobertura, mantendo o compromisso com o cuidado integral à saúde.

83


84

Observatório Caminhos do Cuidado

observatorio.caminhosdocuidado.org Alcançada (e superada) a meta de formação proposta no Caminhos do Cuidado, a próxima etapa prevista no projeto envolve o desenvolvimento de estratégias e metodologias de Educação Permanente para trabalhadores no campo da Saúde Mental. Trata-se não só da constituição de um olhar crítico e reflexivo sobre o próprio processo de formação, (re)alimentando e (re)configurando suas múltiplas formas de aprendizagem, mas também da responsabilidade de compartilhar e manter vivos o compromisso e as alianças forjadas em prol do cuidado, vetor principal da saúde integral.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Uma das iniciativas que visa contribuir para o processo de Educação Permanente parte da organização da massa documental oriunda das 8.017 turmas que fo-

Alguns compromissos assumidos pelo Observatório

ram formadas ao longo dos últimos 18 meses, capilarizadas entre 3.375 municípios brasileiros. Assim, cons-

 desenvolver e apoiar estudos e pesquisas

truir um banco de dados e desenvolver ferramentas e

sobre a formação de atores estratégicos do

aplicativos que permitam conferir transparência e visi-

SUS, especialmente a formação técnica, que

bilidade às diferentes dimensões processuais do proje-

orientem ações de Educação Permanente e de

to (pedagógica, política, gerencial e territorial) torna-se

políticas públicas;

fundamental para a constituição do processo de avaliação do próprio Caminhos do Cuidado.

 apoiar o processo de formação de atores estratégicos para o SUS;  apoiar a elaboração de estratégias de

"O site existente dará lugar ao Observatório Caminhos do Cuidado, que ampliará sua temática e cobertura, mantendo o compromisso com o Cuidado Integral à Saúde.”

articulação dos diferentes atores nos territórios;  apoiar a produção de cursos de formação Ensino a Distância (EAD), a partir do Ambiente Virtual de Aprendizagem do SUS (AVASUS);  estimular e apoiar a produção técnicocientÍfica das ETSUS;  disponibilizar publicações relevantes sobre temas de saúde pública, acessíveis ao conjunto da sociedade civil e, em especial, aos trabalhadores e gestores do SUS. Como marco inicial, o Observatório apoiará a pesquisa de avaliação do Caminhos do Cuidado, denominado AvaliaCaminhos. Essa pesquisa envolverá a formação de atores estratégicos das ETSUS, nos diferentes territórios, por meio da oferta

Diante disso, o Observatório Caminhos do Cuidado surge como um dispositivo (plataforma virtual) e uma estratégia de Educação Permanente, comprometidos com a valorização das experiências, vivências e aprendizagens de todos os atores envolvidos no Caminhos, colocando-se assim como âncora do processo de avaliação da formação. Nesse sentido, a implementação

do Curso de Especialização em Avaliação, Monitoramento e Informação em Saúde, uma parceria entre Núcleo de Educação, Avaliação e Produção Pedagógica em Saúde (EducaSaúde) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz).

do Observatório se orienta para o desdobramento em

O Observatório é um projeto de âmbito nacional,

ações de acompanhamento e compartilhamento de ex-

desenvolvido pelo Icict/Fiocruz em parceria com

periências de formação e de Educação Permanente no

a Escola Grupo Hospitalar Conceição (GHC), e

Sistema Único de Saúde (SUS), e de fomento à produção

conta com o apoio da Secretaria de Gestão do

pedagógica e científica, conferindo protagonismo às Es-

Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério

colas Técnicas do SUS (ETSUS).

da Saúde (SGTES/MS).

85


86

Caminhos do Cuidado ganha redes sociais

Os assuntos dos posts no Facebook, por exemplo, contam com notas importantes sobre diversos acontecimentos de todo o Brasil, dentre eles, como andam as

Com o mesmo cuidado que foram realizados os cursos

políticas de saúde, a oferta de vagas para a formação

de formação em Saúde Mental, com ênfase em Crack,

profissional em saúde, a divulgação de encontros aca-

Álcool e outras Drogas, em todo território brasileiro,

dêmicos e científicos, debates e ofertas no mercado do

o site do projeto Caminhos do Cuidado (no endereço

trabalho em saúde. Além disso, os seguidores do projeto

www.caminhosdocuidado.org) passou por uma refor-

nas redes sociais acompanham o Calendário da Saúde,

mulação para qualificar a comunicação com o seu pú-

por intermédio de peças ilustrativas e informativas pos-

blico e lançou canais nas redes sociais.

tadas semanalmente na conta do projeto no Instagram.

As redes sociais do Caminhos do Cuidado foram incorpo-

O uso do Instagram permite a publicação e o compar-

radas ao projeto como uma estratégia de comunicação in-

tilhamento de fotos por meio de dispositivos móveis. A

tegrada que possibilita ampliar e fortalecer o vínculo com

utilização de hashtags (#) facilita a localização de ima-

colaboradores e participantes do projeto das diferentes

gens relacionadas ao tema, possibilitando ainda mais a

regiões do país. Agora o Facebook, o Twitter, o Youtube e

aproximação dos usuários das redes sociais, seguido-

o Instagram do Caminhos do Cuidado estão disponíveis e

res ou não, com o projeto. Vale ressaltar que o perfil no

integralmente ativos, para que o público possa curtir, co-

Instagram também republica a memória das pessoas,

mentar e compartilhar os conteúdos postados, fazendo

alimentando a página do Caminhos do Cuidado com

com que a informação chegue cada dia a mais pessoas.

boas recordações.

NOTÍCIAS Mato Grosso oferece tratamento de prevenção ao tabagismo O programa tem como objetivo reduzir o número de fumantes e, consequentemente, a mortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco no país.

CAMINHOS DO CUIDADO NA SUA REGIÃO Números do Projeto

Passe o mouse para visualizar os números de cada Estado ou clique nas áreas para acessar as informações detalhadas.

EPSJV abre inscrições para curso sobre álcool e drogas O Curso de Atualização Profissional em Atenção ao Uso Prejudicial de Álcool e outras Drogas acontecerá entre os meses de março e junho, no RJ. Inscrições até 2 de março.

Rede Unida abre inscrições para oficinas pré-congresso Serão oferecidas 44 oficinas no primeiro dia do evento, nas temáticas de Saúde Mental, Educação Permanente, Formação em Saúde, Políticas de Saúde, entre outros. Confira!

UESPI abre inscrições para Semana Científica Os bolsistas do projeto Caminhos do Cuidado podem acessar os informes de rendimento para fins de declaração de Imposto de Renda 2016, ano-base 2015, no site da Fiotec.

Galeria Multimídia

Total de vagas ofertadas em todo o Brasil (22/01/2016):

292.899


caminhos do cuidado | Relatório 2015

Facebook

caminhos.cuidado

twiiter

@CaminhosCuidado Hoje é o dia do profissional que, entre outras coisas, se dedica a promover a reabilitação e a reinserção social. 19/01: Dia Mundial do Terapeuta Ocupacional

instagram

caminhosdocuidado

Youtube

CaminhosdoCuidado

No Twitter, o perfil do Caminhos do Cuidado oferece os mesmos conteúdos do Facebook e Instagram, mas abre a possibilidade dos usuários poderem retuitar, republicar em sua página pessoal e curtir todos os posts publicados. No Youtube, o canal do Caminhos do Cuidado disponibiliza uma biblioteca de vídeos completa, reunindo acontecimentos importantes, como depoimentos das experiências, as oficinas realizadas e os vídeos da História Oral, produzidos a partir de entrevistas feitas com integrantes da fase de formação do projeto. Essas novidades aconteceram no último trimestre de 2015 e, paralelamente, estão sendo trabalhados novos elementos para melhorar a navegação do usuário em 2016. Dentre eles estão: a versão do site para deficientes visuais e a Galeria Multimídia, que contará com centenas de fotos, vídeos e áudios do projeto.

87


88

AvaliaCaminhos Encerrada a fase de formação do projeto Caminhos do Cuidado, chega o momento de sistematizar informações e saberes produzidos ao longo de dois anos do processo formativo (2013-2015). Foram muitos caminhos percorridos por uma ampla rede de profissionais de saúde, espalhados de norte a sul, de leste a oeste do Brasil. Portanto, em um esforço de pensamento crítico, procurando reunir a produção de conhecimento construída pelo Caminhos do Cuidado em todo o território nacional, e colocá-la a favor da educação permanente, toma corpo o AvaliaCaminhos, grupo de trabalho coordenado pelo Núcleo de Educação, Avaliação e Produção Pedagógica em Saúde (EducaSaúde) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Vale ressaltar que o EducaSaúde foi convidado pela Coordenação Geral do projeto Caminhos do Cuidado para construir, em colaboração com as Escolas Técnicas do SUS (ETSUS), o que será o processo de avaliação. A expectativa é que o relatório avaliativo seja produzido em um período de 12 a 18 meses a partir dos primeiros meses de 2016. Atualmente, o AvaliaCaminhos conta com seis profissionais e é coordenado pelo professor Ricardo Ceccim,

em operações práticas. O processo envolve diferentes

titular de Saúde Coletiva da UFRGS que, ao longo das

atores, tais como dirigentes, coordenadores, a Rede de

últimas décadas, tem se dedicado à educação perma-

Escolas Técnicas do SUS (RETSUS), percursos, desfe-

nente para as políticas públicas de saúde, às práticas

chos, troca de informações e experiências, opiniões pes-

pedagógicas em saúde e à avaliação educacional e de

soais, mudanças das práticas, impactos, ganhos, cresci-

processos e resultados na saúde. Inicialmente, integram

mento e inovação, além dos encontros com a sociedade

este núcleo Renata Gusmão, Franciele Santos, Pedro Pa-

e a tarefa política de lidar com o tema das Drogas e da

pini, Anna Letícia Ventre, Stefanie Kulpa e Liciane Silva.

Saúde Mental na Atenção Básica.

Ceccim ressaltou que um dos eixos que ajudam a de-

De acordo com Ceccim, a própria avaliação é um agen-

finir a educação permanente é referir que se trata de

te de mudança. “Ao responder uma pergunta, vamos

um processo educativo que se conecta, se relaciona e

organizando nossas ideias, e começamos a descobrir

se implica diretamente com o cotidiano do trabalho. "A

pontos que não sabíamos ou sobre os quais já muda-

educação permanente se ocupa da equipe inteira, do

mos certa opinião. Então, a avaliação vai devolvendo

cotidiano e das práticas, do andar permanente do tra-

para aquele que participou do processo de formação,

balho”, destacou o professor. Para ele, um processo de

não somente as mudanças que ele calculou fazer, mas

avaliação aponta para possibilidades que vão além das

também as que nem imaginava que tinha feito. A avalia-

metas alcançadas, uma vez que essas não se traduzem

ção em si é formativa”, salienta.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Ceccim explicou que, para o início do processo avalia-

processo avaliativo. “‘Co-laborar’, trabalhar em coopera-

tivo, é necessário efetuar movimentos aproximativos

ção, em conjunto, em adesão, em compartilhamento de

com as bases do projeto Caminhos do Cuidado e, por-

metas. O Caminhos do Cuidado já dava evidências que

tanto, uma escuta com os principais atores envolvidos

ao longo desse trajeto se produziu amigos – parceiros e

e responsáveis pela materialidade da formação, neste

colaboradores – no sentido mais nobre dessa palavra”,

caso, dirigentes, escolas e alunos.

acrescenta o coordenador do AvaliaCaminhos.

Como um primeiro movimento de aproximação, foi rea-

Durante a oficina, os participantes tiveram a oportunida-

lizada a oficina "Caminhos do Cuidado: trajetórias", que

de de revisitar todo o processo de formação, divididos em

aconteceu de 15 a 18 de setembro de 2015, em Brasí-

grupos de discussão e, posteriormente, em conjunto, em

lia. O encontro reuniu atores relevantes para a fase de

suas bases políticas, pedagógicas, gerenciais e territo-

formação, que tiveram a oportunidade de produzir uma

riais, possibilitando a construção de uma primeira matriz

inflexão e expor suas impressões sobre os rumos do

de avaliação. No encontro, foram apresentados os meca-

89


90

nismos de aproximação que serão utilizados para o pro-

Na oficina realizada em Brasília, Ceccim apresentou a

cesso de pesquisa avaliativa, assim como os quatro gran-

relevância em se realizar uma avaliação não apenas

des eixos que compõem a matriz avaliativa do projeto:

com base nas informações fornecidas pelos coordena-

político, gerencial, didático-pedagógico e territorial. “Tudo

dores do processo formativo, que engloba a avaliação

interfere na compreensão do conhecimento. A avaliação

dos mecanismos de gerenciamento e todo o processo

permite mudar as compreensões prévias. O final de um

didático-pedagógico. Neste sentido, acentuou a impor-

processo avaliativo é tornar visível um acontecimento”,

tância para o processo de avaliação também dos alu-

destacou o coordenador do AvaliaCaminhos. Segundo

nos formados para a mudança nas práticas de atenção

Ceccim, a matriz avaliativa é construída como um organi-

e os usuários dos serviços de saúde, com a finalidade

zador da informação, que já começa participativa desde

de conhecer se a prática realmente foi modificada. “Nós

o início. A primeira participação contemplou os dirigentes

teremos que avaliar os mecanismos de gerenciamento,

do projeto, e a segunda, os diretores das RETSUS e os

o processo didático-pedagógico e o territorial, que é o

coordenadores estaduais, interlocutores relevantes para

cotidiano do trabalho e o encontro com os usuários”,

que o Caminhos do Cuidado ganhasse materialidade.

ressaltou o professor.


Caminhos do Cuidado | Relatório 2015

Em relação ao território, o coordenador do AvaliaCami-

tivas, 5 mil municípios, 435 regiões de saúde, foram

nhos explicou a importância de conhecer se a forma-

292.899 alunos, tudo é muito grande. Então a gente

ção dos ACSs, auxiliares e técnicos de enfermagem

sabe que vai ter que trabalhar de maneira amostral e ao

modificou o cotidiano do trabalho, se o usuário passou

mesmo tempo representativa”, constatou. Para a amos-

a ser admitido de maneira diferente no centro de saúde,

tra, o foco será em dados quantitativos e qualitativos.

e se o último reconheceu o atendimento diferenciado.

Serão realizadas entrevistas, visitas, grupo focal, rodas

“Do que ouvi até o momento, o Caminhos do Cuidado

de conversa, entre outros. Para tanto, serão construídos

teve um impacto muito grande na vida daqueles que se

roteiros de perguntas dirigidos aos alunos, gestores e

envolveram, uma vez que passaram a saber coisas que

usuários dos serviços de saúde. “A gente vai trabalhar

antes não sabiam, e não porque não foram alunos, mas

com padrões estatísticos, com representação gráfica,

sim porque não estavam envolvidos, e tiveram que se

para poder qualificar e dar visibilidade à informação.

deparar com perguntas e construção de respostas, e

Toda a rede de interações que está na base de tudo isso

que falaram de uma coisa tão intensa quanto uma vida

tem que ser elucidada”, revelou Ceccim.

humana submetida à delicadeza”, observou o professor.

"Tudo interfere na compreensão do conhecimento. A avaliação permite mudar as compreensões prévias. O final de um processo avaliativo é tornar visível um acontecimento.” Em 5 de novembro de 2015, o AvaliaCaminhos conduziu a segunda oficina para o processo de avaliação, que ocorreu no Prédio do CEAD, da UFRGS, em Porto Alegre, reunindo membros da Coordenação Geral do projeto, do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz). Em relação à metodologia utilizada pelo AvaliaCaminhos, Ceccim mencionou a escuta, a reunião dos atores envolvidos e o grupo de trabalho do AvaliaCaminhos. “Como se trata de um país com 27 unidades federa-

Um dos potenciais inovadores do Caminhos do Cuidado, de acordo com Ceccim, se relaciona ao tema da Saúde Mental e da Atenção Primária, tendo em vista que esse último contempla pessoas experimentando intensidades da vida, e não apenas biologias. “Apareceu uma fragilidade do vivo, que é do humano, que é experimentar a vida sem certezas. Portanto, cheia de angústias, fragilidades e aflições. Então, isso é um grande ganho. O curso tornou os humanos profundamente humanos e não tão biológicos quanto eles se parecem para a atenção primária clássica, nas prevalências e incidências”, concluiu Ceccim.

91


Projeto Caminhos do Cuidado Rua Buenos Aires, nº 2 / sala 804 – Centro CEP: 20.070-022 – Rio de Janeiro/RJ (21) 3178-4848 caminhosdocuidado@gmail.com


Caminhos do Cuidado – Relatório 2015  

Relatório do projeto Caminhos do Cuidado – ano de referência: 2015

Caminhos do Cuidado – Relatório 2015  

Relatório do projeto Caminhos do Cuidado – ano de referência: 2015

Advertisement