Page 1

Janeiro de 2013 - Edição nº 601 TX (Janeiro): R$ 30,11, com variação de 1,38% sobre o mês anterior.

A Copa do Mundo e a preparação da imprensa para o evento de 2014 Páginas 4 e 5

50 anos da radiodifusão gaúcha

Página 3

Parceria com a Ajuris visa aproximar magistratura com a sociedade gaúcha

Página 6


2

Janeiro de 2013

Editorial

Editorial Dezembro foi um mês de festividade para a radiodifusão gaúcha. A Agert completou 50 anos e nesta edição apresentaremos como foi o encontro dos associados em uma celebração que aconteceu na capital, onde foram homenageados os expresidentes da associação e pessoas que fazem parte da história. Para o ano que inicia a Agert, embora não seja uma entidade fiscalizadora, irá continuar atuando, já que pode – e deve – estar atenta às emissoras ilegais, denunciando e cobrando atuação das autoridades competentes. E é desse modo que pretendemos fazer a diferença para o dia-a-dia dos nossos associados, municiando-os com ferramentas capazes de protegê-los contra o oportunismo de emissoras ilegais e também auxiliando no desenvolvimento de suas empresas, o que, por extensão, contribui para toda a sociedade. Outro papel fundamental que o jornal da entidade continua exercendo é o de noticiar aos seus leitores as ações que vêm sendo empreendidas pela pelas associadas, além de todos os acontecimentos na área da radiodifusão. Pretendemos estreitar ainda mais os laços com a Abert e lutar pelos dois principais focos da associação brasileira em 2013, que segundo o presidente Daniel Slaviero, será a votação da Flexibilização da Voz do Brasil e a extensão das rádios FM. O nosso primeiro evento de 2013 será o Seminário Regional em Osório, onde nos reuniremos no dia 25 de janeiro com a diretoria da Agert, autoridades e prefeitos da região. O assunto em pauta será a nova gestão dos municípios e a relação com a mídia. Não poderia deixar de citar também a matéria principal do informativo de janeiro que aborda o assunto Copa do Mundo de 2014. Na matéria falaremos sobre o credenciamento e as operações de imprensa para a maior competição internacional de esporte único do mundo. Uma boa leitura a todos

Alexandre Gadret Presidente da Agert

Rádio Diplomata AM

São Marcos

06/01/1978

Rádio Palmeira AM

Palmeira das Missões

07/01/1949

Rádio Federal FM

Pelotas

08/01/1981

São Jerônimo

15/01/1985

Butiá

16/01/1979

Rádio Jovem Pan FM

Porto Alegre

17/01/1977

Rádio Atlântida FM

Santa Maria

19/01/1980

Rádio Diário da Manhã FM

Passo Fundo

26/01/1981

Carazinho

28/01/1980

Rádio Sobral AM

Rádio 100.3 FM

Vice-Presidentes Antonio Tigre - tigre@gruporbs.com.br Ary Cauduro dos Santos - ary.santos@rbs.com.br Carlos Piccoli - geral@gruporscom.com.br Cláudio Brito - claudio.brito@rdgaucha.com.br Cláudio Zappe - nativafm@via-rs.net Geraldo Corrêa - geraldo@gruporbs.com.br Jerônimo Fragomeni - jeronimo@rduirapuru.com.br Kamal Badra - kamal@terra.com.br Leonardo Meneghetti - leonardomeneghetti@band.com.br Luciano Hintz Mallmann - luciano@jornalnoroeste.com.br Luis Cruz - luiscruz@sbt.com.br Myrna Proença - myrnah@terra.com.br Nelcy Adão de Souza - sonia@radioitapui.com.br Osébio Borghetti - borghetti@alsb.org.br Pedro Edir Farias - radioosorio@terra.com.br Pedro Ricardo Germano - prgermano@radiofandango.com.br Renato Albuquerque - renato@oceanofm.com.br Wanderley Ruivo - ruivo@pampa.com.br Diretores Alexandre Kannenberg - comercial.dial@903fm.com.br Cláudio Albert Zappe - albertzappe@yahoo.com.br Cristiano Casali - cristiano@maisfm.net Cyro Martins - cyro.martins@gruporbs.com.br Edson de Bem - edisondebem@hotmail.com Eloy Scheibe - eloy@radiosimpatia.com.br Gabriel Casara - gabriel.casara@gruporbs.com.br Hilmar Kannenberg - kannenberg@903fm.com.br Ildomar Joanol - nativa.fm@gmail.com João Vianei - gerencia@radiosobradinho.com.br José Cunha - jcalfa@via-rs.net José Luis Bonamigo - jlbona@terra.com.br Luciana Markus - radiopelot@terra.com.br Marcos Dytz Piccoli - marcos.piccoli@gruporscom.com.br Miguel Puretz Neto - mpneto@tupa.am.br Ricardo Brunetto - ricardobrunetto@independente.com.br Rossana Saraiva Carriconde - rocarriconde@terra.com.br Vanderlei Roberto Uhry - vanderlei@radiomatoleitao.com.br Verdi Ubiratan de Moura - rdlider@terra.com.br Conselho Consultivo Presidente: Roberto Cervo Membros do Conselho: Afonso Antunes da Motta, Antônio Abelin, Fernando Ernesto Corrêa, Gildo Milman, Otavio Gadret, Paulo Sérgio Pinto, Ricardo Ferro Gentilini Conselho Fiscal Presidente: João Henrique Gallo Membros do Conselho: Aniceto Paganin, Alcides Zappe Assessores Assessoria Jurídica: Gildo Milman advmilman@hotmail.com Assessoria Contábil: Ronaldo Silva de Oliveira ronaldooliveira@via-rs.net Assessoria Fiscal: Paulo Ledur afledur.ez@terra.com.br

RÁDIOS ANIVERSARIANTES

Rádio São Jerônimo AM

Presidente Alexandre Alvarez Gadret - presidente@agert.org.br

AGERT - Entidade fundada em 13 de dezembro de 1962 Realização: Eliana Camejo Comunicação Empresarial Comercialização: Diego Alves Redação: Mariana Caldieraro Colaboração: Cláudia Jobim e Aline Victorino Diagramação: Renato Dambros Impressão: 1000 exemplares O Agert Informa é uma publicação mensal da Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão Rua Riachuelo, 1098 CJ. 204 - Centro CEP: 90010-272 - Porto Alegre/RS Telefone: (51) 3228.3959 - www.agert.org.br Contato: comunicacao@agert.org.br


3

Janeiro de 2013

Radiodifusão gaúcha celebra os

50 anos da Agert A noite do dia 13 de dezembro de 2012 ficará gravada na memória e na história das associadas à Agert como uma grande celebração aos 50 anos da entidade e de afirmação aos valores da radiodifusão, como a liberdade de imprensa. "Estamos muito atentos no que está acontecendo no ambiente estadual com a criação do Conselho Estadual de Comunicação. Nossa preocupação é que qualquer constrangimento que possa ser gerado por algum conteúdo de algum veículo de comunicação seria o mesmo que reativarmos uma nova forma de censura. Isso é um retrocesso, inadmissível e nós temos sempre que combater qualquer possibilidade de atividade normativa que possa constranger um veículo de comunicação", enfatizou o presidente da Agert, Alexandre Gadret em seu discurso de abertura. A celebração que aconteceu nos salões da Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre, reuniu centenas de radiodifusores do Rio Grande do Sul que comemoraram juntos as conquistas e lutas desde que a entidade nasceu em 1962. Na ocasião, ex-presidentes, diretores de emissoras, autoridades nacionais, estiveram acompanhando de perto o evento que teve transmissão ao vivo pela internet, além de boletins gravados e fotos da festividade que foram disponibilizadas no site da Entidade ao longo da celebração. O presidente da Abert, Daniel Slaviero, afirmou que no topo de prioridades da entidade para 2013, está firmado em dois pontos, a Flexibilização da Voz do Brasil que está pronta para ser votada no Plenário da Câmara e a questão da Migração das rádios AM para a migração para as faixas de FM. “Já estamos fazendo um trabalho sobre os dois assuntos e intensificaremos ainda mais em 2013", afirmou Slaviero. Um dos momentos marcantes da noite foi a entrega do Troféu Agert 50 anos que homenageou o trabalho de pessoas que contribuíram para o desenvolvimento da entidade e que dedicaram seu tempo e profissionalismo em prol de uma causa maior. Dentre os homenageados estavam todos os ex-presidentes da entidade: Gildo Milman, Flávio Alcaraz Gomes (In Memorian), Antônio Abelin, Fernando Ernesto Corrêa, David Figueiredo Martins (In Memorian), Otávio Dumit Gadret, Lauro Mathias Müller, Ricardo Ferro Gentilini, Enio Berwanger (In Memorian), Paulo Sérgio Pinto, Afonso Antunes da Motta, Roberto Cervo, o atual presidente Alexandre Alvarez Gadret, e o ex-presidente Hugo Victor Ferlauto. Também receberam homenagem especial o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS), Cezar Miola, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do RS (TRE-RS), o desembargador Gaspar Marques Batista e a RBS, através de seu vice-presidente Jurídico e de Relações Governamentais, Alexandre Jobim por serem personalidades que contribuíram para o desenvolvimento das atividades e se mostraram parceiras da Agert ao longo dos anos. O presidente da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão Abert, Daniel Slaviero, esteve presente no evento e parabenizou a entidade pela data e por ter uma significativa e importante representatividade na radiodifusão brasileira. Após a homenagem, um jantar foi oferecido aos convidados. A Agert foi fundada em 13 de dezembro de 1962 por sessenta e dois empresários gaúchos de radiodifusão e hoje possui associadas 167 emissoras AM e 100 FM, 20 estações de televisão e 9 representantes comerciais. A entidade tem como missão representar e defender os interesses da radiodifusão gaúcha, prestando-lhe suporte técnico e jurídico institucional, bem como contribuir para o desenvolvimento de seus recursos humanos e para o incremento de sua produtividade. A Associação presenciou nos seus primeiros 50 anos o desenvolvimento de novas tecnologias, o amadurecimento da Democracia e o enraizamento das suas crenças como entidade representante do setor de radiodifusão no Estado do Rio Grande do Sul. A entidade nasceu a partir da luta de alguns radiodifusores, com o objetivo de dar a importância merecida aos veículos de comunicação. Hoje, trabalha para prestar suporte técnico e jurídico institucional e contribuir para o desenvolvimento de seus recursos humanos e incremento de sua produtividade. Na década de 60, quando a Agert foi constituída, a televisão ensaiava seus primeiros passos, enquanto o rádio já estava consolidado no papel de ágil e confiável elemento de ligação dos mais distantes pontos do país às grandes cidades.

Alexandre Gadret

Alexandre Jobim

Antonio Abelin

Laura Alcaraz

Afonso Nunes da Motta

Maria Luiza Ferlauto Sucasas

Sérgio Caraver

Otávio Gadret

Pedro Müller

Paulo Sérgio Pinto

Gildo Milman

Cezar Miolla e Gaspar Marques Batista

Fernando Ernesto Corrêa

Homenagem na Federasul A Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e TV – Agert foi homenageada pela Federasul, no Tá na Mesa que aconteceu no mês de dezembro. Na ocasião, o presidente da Agert, Alexandre Gadret recebeu uma placa entregue pelo presidente da Federasul, Ricardo Russowsky pelos 50 anos da entidade. Gadret ressaltou que durante esses 50 anos, a Agert uniu as empresas de rádio e TV do Estado através de capacitação e mobilizações. "Todo trabalho oferecido é para que os veículos de comunicação possam efetivamente focar em um trabalho que gere jornalismo de qualidade, tornando o RS uma referência positiva para todo o Brasil", enfatizou. Ao final informou o trabalho social feito pelas emissoras que é consolidado pelo Relatório Social, que só no último ano mostrou que mais de 70 milhões de reais foram cedidos em ações de responsabilidade sócioambiental.

Roberto Cervo Melão


4

Janeiro de 2013

Profissionais de comunicação do Rio Grande do Sul participaram em 22 de novembro do workshop "Credenciamento e Operações de Imprensa", promovido pela FIFA e Comitê Organizador Local (COL) da Copa, e organizado pelo Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre. Durante o workshop, os representantes da FIFA, COL e TV Globo – emissora detentora dos direitos da Copa no Brasil – passaram informações sobre prazos e credenciamentos para a Copa das Confederações 2013 e Copa do Mundo 2014, além de orientar as emissoras sobre formas de cobertura que serão permitidas para veículos detentores ou não detentores de direitos. Participaram do workshop o diretor do Departamento de TV da FIFA para a Copa de 2014, Sven Schaeffner; o gerente de Operações de Imprensa do COL, Castelo Branco, e a diretora de Contratos de Esportes da TV Globo, Patrícia Príncipe.

Credenciamento O primeiro passo para o credenciamento de jornalistas que desejam trabalhar na cobertura dos eventos da FIFA é realizar o registro no Canal de Mídia (http://media.fifa.com). O portal funciona como uma plataforma de comunicação direta entre a FIFA e os mais de 15.000 jornalistas, fotógrafos e outros profissionais de mídia registrados nas atividades, eventos e competições. Somente com esse registro, é possível solicitar o credenciamento para cobertura de eventos como Copa das Confederações e Copa do Mundo. Passo a Passo para credenciamento no Canal de Mídia da FIFA 1º passo: Vá ao site http://media.fifa.com e clique no link New User Registration (Inscrição de novo usuário). O link o direcionará à tela de boas-vindas da inscrição. 2º passo: O formulário de inscrição está dividido em duas seções: Perfil do Usuário e Detalhes para Contato. O formulário inclui uma série de perguntas para que a FIFA determine sua identidade e suas credenciais de mídia para acesso ao Canal de Mídia da FIFA. 3º passo: Informar nome e dados da organização de mídia para o qual trabalha. Se o nome de sua organização não aparecer automaticamente ao digitar o nome, clique no link Nova Organização. Se foi possível digitar o nome de sua organização, informe o papel que você desempenha na organização e prossiga para o 4º passo. 4º passo: Anexar uma cópia de sua carteira de imprensa ou outra credencial de mídia profissional para auxiliar a verificação de suas credenciais. 5º passo: Forneça detalhes para contato, como endereço e telefone. 6º passo: Salve e verifique se todas as informações estão corretas. 7º passo: Após submeter o formulário de inscrição, o usuário receberá uma mensagem automática por e-mail que inclui um link para verificação que deve ser clicado de forma a confirmar a conta de endereço de e-mail principal. O prazo para análise dos dados é de aproximadamente 15 dias. Após esse registro, imprensa escrita, fotógrafos, sites de notícias na internet e organizações de transmissão que não possuam direitos de transmissão, deverão acompanhar o calendário de credenciamento para Copa do Mundo para realizar o credenciamento para cada um dos eventos FIFA.

- 31 de janeiro de 2014: Encerramento do credenciamento - 28 de fevereiro de 2014*: Envio das cartas de confirmação * Datas a confirmar O número de credenciais disponibilizadas é definido por país. Nesta Copa, o Brasil terá um número maior de credenciais, pois além de pais participante é sede do Mundial. A FIFA estuda ainda a possibilidade de realizar credenciamentos regionalizados, permitindo a presença de um número ainda maior de veículos de comunicação por região. Emissoras de rádio e televisão seguem um credenciamento especial, gerenciado pelo Serviço de Transmissão da FIFA, para emissoras com direitos de transmissões. Emissoras de rádio e televisão não licenciadas, não conseguirão credenciamento. Os treinos não oficiais poderão ser liberados diretamente pelas Confederações de Futebol de cada país que estiver jogando aqui no estado, ficando o credenciamento a cargo das próprias equipes.

Estrutura para imprensa nos estádios Os repórteres de veículos impressos poderão ter acesso ao centro de imprensa, à tribuna de imprensa, às zonas mistas e às salas de entrevistas coletivas, desde que possuam dispositivos complementares à credencial. Já os fotógrafos circularão pelo campo e/ou pela tribuna de imprensa. Centro de Imprensa: estações de trabalho para imprensa com internet e energia, disponibilizadas gratuitamente, Tribuna de Imprensa: espaço para assistir aos jogos rdois espaços um com cadeira e mesa e outro somente com cadeira – internet gratuita e energia. Sala para coletiva de imprensa: as coletivas serão realizadas um dia antes do jogo, após treino oficial, e depois do jogo, com a participação dos técnicos das seleções e do jogador escolhido como melhor em campo. Haverá equipamentos de tradução simultânea.

Sorteio Final da Copa do Mundo da FIFA 2014™ - 26 de agosto de 2013*: Início do credenciamento de imprensa - 27 de setembro de 2013*: Encerramento do credenciamento - 07 de outubro de 2013*: Envio das cartas de confirmação

Zona Mista: único local em que jornalistas terão contato com jogadores e técnicos, pois na Copa do Mundo o repórter não pode ficar dentro de campo. O espaço é dividida em duas área uma para imprensa escrita e outra para TV e rádio.

Copa do Mundo da FIFA 2014™ - Dia seguinte ao Sorteio Final: Início do credenciamento de imprensa

Área para Fotografia: áreas dentro do campo exclusiva para os profissionais cadastrados como repórteres fotográficos.


5

Janeiro de 2013

Transmissão de imagens A empresa suíça HBS (Host Broadcast Services), parceria da FIFA, é responsável por gerar cerca de 90% das imagens transmitidas na Copa do Mundo. O restante das imagens é produzido exclusivamente pelas empresas detentoras de direito, que têm câmeras próprias dentro dos estádios. A FIFA é a única e exclusiva dona de direitos do conteúdo áudio visual de todos os eventos: sorteios, cerimônias de abertura, além de tudo o que acontece dentro dos estádios nos dias dos jogos e nos dias anteriores. No Brasil, a Rede Globo é a emissora licenciada da Copa das Confederações e da Copa do Mundo 2014. Rede Bandeirantes, Globosat, BandSport, ESPN Brasil são sublicenciadas. Somente essas emissoras de televisão terão direito ao credenciamento para cobertura de todos os eventos relacionados à Copa das Confederações e Copa do Mundo.

A FIFA nomeou a Rede Globo para disponibilizar às demais emissoras de televisão imagens que poderão ser utilizadas somente para fins jornalísticos. A relação entre os detentores de direitos e os outros veículos é regulamentada pela Lei nº 12.663, de 5 de junho de 2012, a Lei Geral da Copa. Serão fornecidos aos não detentores 6 minutos de cada jogo, de cada cerimonia e do sorteio, contemplando os momentos mais relevantes. Desses 6 minutos, a emissora poderá utilizar no máximo 2 minutos e 42 segundos de imagens de cada jogo e 30 segundos dos demais eventos. É a emissora cabeça de rede que fará a solicitação de material à TV Globo e encaminhará o material às emissoras afiliadas. As afiliadas deverão utilizar as mesmas imagens selecionadas pela emissora cabeça de rede; porém, as matérias podem ser produzidas e editadas localmente. As imagens não poderão ser armazenadas em banco de imagens, devendo ser utilizadas e excluídas no período de 48 horas após o acontecimento. Outro aspecto importante. As imagens não poderão, em hipóteses alguma, ser manipuladas, ou seja, devem estar limpas, sem créditos, sobreposições ou associação de marcas de terceiros. As imagens serão disponibilizadas pela TV Globo até duas horas após o término do evento por fibra óptica ou sistemas alternativos que ainda estão sendo avaliados, como FTP ou satélite.

Internet A cessão de imagens para internet não é contemplada pela Lei Geral da Copa. No entanto, a Globo manterá o critério de ceder imagens para fins jornalísticos. Somente empresas constituídas (o que exclui blogs individuais), com programas jornalísticos regulares em seu website terão acesso às imagens, seguindo as mesmas regras de utilização das emissoras de televisão.

Emissoras de pequeno e médio porte A Agert marcou presença no workshop destacando o interesse das emissoras de pequeno e médio porte em incluir os grandes eventos da FIFA em suas programações, destacando o aspecto local. O diretor da Agert, José Luiz Bonamigo, questionou se seria per-

mitido a essas emissoras a transmissão antes dos jogos, mostrando a movimentação e os preparativos em suas cidades. Patrícia Principe, da TV Globo, esclareceu que as jornadas esportivas da Copa das Confederações e Copa do Mundo – o que compreende 15 minutos antes dos jogos, os jogos, intervalos e 15 minutos após as partidas – só podem ser transmitidas pelas rádios que tenham adquiridos os direitos. Para transmitir o jogo em rede e promover ações locais antecedendo os jogos, a emissora de rádio deve ter um acerto comercial com quem está transmitindo o jogo, com a detentora de direitos, respeitando suas regras comerciais. “No contrato da rádio credenciada consta a relação de todas as emissoras que terão esse direito de transmissão em rede, portanto, não há como uma rádio desvinculada a essa rede fazer a transmissão, isso será considerado pirataria. Além disso é preciso certo cuidado ao promover eventos pré-jogos.

Uma organização não detentora de direitos não pode se associar ao evento, dando a impressão de que é detentora. Por exemplo, nos regulamentos de exibição pública fica claro que esse tipo de evento não pode ser promovido por um patrocinador concorrente ou por uma emissora não detentora de direitos”, explica Patrícia Principe. Bonamigo sugeriu aos representantes da FIFA que, para os próximos eventos, valorizem as rádios de pequeno e médio porte, disponibilizando um produto para aquisição dos direitos de transmissão do som ambiental do estádio. “Queremos pagar por esse serviço, para transmitir em nossas cidades as atividades da Copa, o que resolveria também parte do problema com a falta de estrutura dos estádios para receber e atender toda a demanda. O radiodifusor pode ficar em sua cidade, fazer a cobertura, tendo apenas o som local”, destacou.

NÚMEROS DA COPA A FIFA projeta para a Copa o Mundo de 2014 uma cobertura televisiva de 73 mil horas, em 200 países, o equivalente a metade da população mundial sintonizada. Links e contatos: www.exibicaopublicafifa.com.br http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12663.htm http://pt.fifa.com/mm/document/affederation/marketing/01/37/85/97/2014_fifapublicguidelin es_por_24102012.pdf Media Channel: mediachannel@fifa.org Credenciamento: media-accreditation@fifa.org Operações: operacoes.imprensa@brasil2014.com.br TV: tv@fifa.org


6

Janeiro de 2013

Ajuris lança programa Sala de Audiência no formato rádio Na manhã do dia 30 de novembro, durante o Curso de Atualização para Magistrados na Escola Superior da Magistratura em Porto Alegre, ocorreu o lançamento do programa Sala de Audiência na versão para rádio. Estiveram presentes no ato o presidente da Associação dos Juízes (Ajuris), Pio Giovani Dresch e o presidente da Agert, Alexandre Gadret. Na ocasião, foi apresentado um vídeo que mostrou a história do programa já existente no formato para televisão que teve início em 2001, e que agora passa a ser transmitido no rádio com o objetivo de aproximar a magistratura e assuntos relacionados com a sociedade gaúcha. O programa será apresentado pelas juízas Elisabete Maria Kirschke e Rosana Broglio Garbin. O objetivo é aprimorar a comunicação da Ajuris com a sociedade. O novo formato estreou em dezembro na Radioweb AJURIS e será disponibilizado também para emissoras vinculadas à Associação Gaúcha de Emissoras de Rádio e Televisão (Agert). Uma parceria firmada com a entidade permitirá que as rádios associadas incluam o Sala de Audiência em sua grade de programação, expandindo a abrangência dos conteúdos produzidos pelo Departamento de Comunicação da Ajuris. Segundo o presidente da Ajuris, a associação foi em busca de novas mídias e formas de comunicação. "Esse programa é uma forma de nos aproximarmos da sociedade levando temas de interesse geral. Isso é resultado de um trabalho de muito afinco", explicou Dresch. "Buscamos um apoio da Agert e recebemos uma acolhida muito grande desde o início. Composta por uma direção com representantes distribuídos por todo Estado, a entidade demonstrou um acolhimento a propostas que tenham sentindo comunitário e que fazem uma promoção à cidadania por meio do rádio. É uma das grandes parceiras da Ajuris. Vamos produzir esse programa com o apoio da Agert que disponibilizar os conteúdos às emissoras do interior", finaliza. Alexandre Gadret, presidente da Agert reafirmou o compromisso com o programa Sala de Audiência no rádio. "No formato novo, com uma dinâmica nova, nós teremos

uma grande adesão e poderemos expor as ideias e pensamento dos magistrados para a população gaúcha", enfatiza. Conforme Gadret, a Ajuris conseguiu de uma forma muito didática montar um novo formato do programa onde as associadas à Agert poderão distribuir para a população essa informação qualificada, relevante e de maneira voluntária. "Esse tipo de compromisso social faz parte da linha de atuação da nossa entidade que é consolidado através do Relatório Social. Durante o ano de 2011, mais de 70 milhões de reais foram cedidos em campanhas de cunho estritamente social pelas emissoras associadas à Agert", concluiu. O programa irá ao ar na Radioweb AJURIS, quinzenalmente, nas segundasfeiras, às 17h, com horário alternativo nas quartas-feiras, às 10h. A Agert enviará por correio um CD com os programas gravados para as associadas.

Conselho consultivo do rádio digital prevê próxima reunião para fevereiro O conselho que discute o melhor modelo de rádio digital a ser adotado pelo Brasil realizou a última reunião de 2012 no mês de dezembro, no Ministério das Comunicações. Os principais itens em pauta foram as ferramentas de interatividade para a nova tecnologia e os testes de FM realizados em julho em parceria com o Inmetro. O encontro contou com a participação de pesquisadores do Rio de Janeiro que trabalham na aplicação do middleware Ginga também no rádio digital, já que a ferramenta de interatividade desenvolvida no Brasil já uma referência no caso da TV digital. A equipe reforçou a possibilidade de adaptar para o sistema de rádio as ideias de interatividade pensadas para a televisão. "A tecnologia de rádio digital pode oferecer uma série de avanços, como interatividade e uma série de aplicativos e potencialidades para educação, saúde e as mais diversas políticas públicas. Tudo isso está no horizonte, mas antes a gente precisa verificar se os sistemas têm boa cobertura e qual seria a melhor configuração deles", afirma o diretor de Acompanhamento e Avaliação de Outorgas do Ministério das Comunicações, Octavio Pieranti. Segundo ele, o conselho discute a possibilidade de realizar novos testes no ano que vem com os padrões DRM (europeu) e HD Radio (norte-americano), já que a cobertura dos testes feitos em julho não foi considerada completamente satisfatória. "Como temos grande preocupação com zonas de sombra e com a cobertura, nós cogitamos fazer novos testes. Adotamos como premissa que o rádio digital não pode excluir. Ele tem que incluir", explica Pieranti. De acordo com o diretor, uma das propostas discutidas pelo conselho é já incluir questões como multiprogramação e interatividade em eventuais novos testes. A próxima reunião do conselho consultivo do rádio digital está prevista para fevereiro de 2013. O grupo conta com representantes do Governo Federal, do Poder Legislativo, do setor de radiodifusão e da indústria

Prorrogado prazo para que retransmissoras manifestem interesse em operar com tecnologia digital O Ministério das Comunicações prorrogou o prazo para que as retransmissoras de TV em caráter secundário manifestem interesse em continuar executando o serviço na tecnologia digital. A nova data limite para submissão dos pedidos é 30 de junho de 2013, de acordo com a portaria nº 486, de 18 de dezembro de 2012, publicada no dia 19 de dezembro, no Diário Oficial da União (D.O.U.). Se a retransmissora não fizer o pedido no prazo estipulado, o ministério vai considerar que há desinteresse em prosseguir com o serviço na tecnologia digital. Dessa forma, a estação analógica pode permanecer em funcionamento somente até 1º de

julho de 2016, de acordo com a portaria. A norma traz ainda uma novidade. Os canais de retransmissão analógica de caráter secundário deverão ser incluídos no Plano Básico de Distribuição de Canais de Televisão Digital, mesmo se as emissoras não manifestarem interesse. Aquelas que tiverem seus canais digitais consignados começarão a prestar o serviço na nova tecnologia a partir de 1º de julho de 2016.


7

Janeiro de 2013

Rádios históricos serão expostos no Congresso da Agert em 2013 O 22º Congresso Gaúcho de Rádio e Televisão já está com data marcada para os dias 13, 14 e 15 de outubro de 2013 na cidade de Gramado. E para o grande encontro que reunirá radiodifusores de todo Rio Grande do Sul, autoridades e presidentes de asso- ciações do setor do Brasil para debater os grandes temas da área, o colecionador de rádios valvulados, Daltro Souza D´Arisbo estará expondo as raridades para os congressistas e dará uma palestra com o tema "Histórias do Rádio: Tesla, Marconi e Landell de Moura". Na manhã do dia 18/12, o presidente da Agert, Alexandre Gadret, o vice-presidente da Agert, Wanderley Ruivo e Lucilena P. Bertoldi, diretora da empresa BT - Broadcast Transmitters estiveram visitando o Museu do Rádio, coordenado pelo colecionador que confirmou presença no evento e levará uma parte de sua coleção para o Congresso. O Museu expõe as raridades em prateleiras largas de madeira em um imóvel no bairro Menino Deus, na capital gaúcha. Daltro abriga uma coleção de quase 200 aparelhos de rádio valvulados restaurados e todos funcionando. O local serve somente para guardar as relíquias. Entre os modelos nacionais e estrangeiros, possui raridades. Desde seu nascimento, no ano de 1953, em Porto Alegre, foi fascinado pelo fenômeno da radiorecepção. O engenheiro civil, ingressado, por concurso público, na carreira de AuditorFiscal do Ministério do Trabalho em 1983, tem paixão pelos rádios e conta a história de cada um e como conquistou. O cuidado de Daltro com cada rádio é encantador. As caixas de madeira, as válvulas, antenas, fios encapados com tecido, tudo em perfeito estado. "Tento sempre colocar peças e concertar, deixando o mais original possível. É preciso ter cuidado com botões e outros detalhes, pois não posso colocar uma peça diferente. Tem radiófilos no mundo inteiro que me pedem fotos dos meus rádios. Por isso, tenho que manter o mais original", explica. Mais informações sobre o Congresso da Agert deverão ser acompanhadas através do site www.agert.org.br Para visitar o Museu do Rádio, localizado em Porto Alegre, mais informações através do email daltrodarisbo@terra.com.br

Natal solidário da TVE movimenta a comunidade do morro Santa Tereza Mobilização interna da emissora ajudou mais de 120 crianças da Escola de Educação Infantil Tio Zé Em 2011, a Fundação Cultural Piratini investiu em ações voltadas para a comunidade do entorno, mobilizando cerca de 200 funcionários a se engajarem nas atividades beneficentes. Para isso, A TVE e a FM Cultura iniciaram uma aproximação para “adotar” a Escola de Educação Infantil Tio Zé, localizada no Morro Santa Tereza. A instituição, que fica nas proximidades da Fundação, abriga 125 crianças com até 5 anos e depende de doações para garantir a manutenção dos alunos. Pensando nisso, a emissora desenvolveu a campanha Natal Solidário. Durante dois meses os funcionários arrecadaram centenas de agasalhos e brinquedos e entregaram à Associação de Moradores da Vila Rio Branco, no Morro Santa Tereza. A distribuição ocorreu no dia 25 de dezembro, durante a festa de Natal da comunidade, organizada para mil famílias de baixa renda. De acordo com Danielle Dalbosco, diretora de Marketing da TVE, “esta é uma ação que visa integrar as emissoras à comunidade onde estão inseridas, sensibilizar os servidores para que eles ajudem quem está próximo”. Já em 2012, os funcionários da TVE e da FM Cultura organizaram novamente a arrecadação de brinquedos, agasalhos e alimentos para serem entregues às crianças da região. O material foi enviado a associação de moradores, durante a festa de natal do bairro. “Esta é uma ação contínua durante o ano, sempre que são arrecadadas doações elas são entregues à escola”, explica Danielle.


8

Janeiro de 2013

Artigo

Redes Sociais e a mídia online: qual o futuro? por Felipe Morais* Diariamente as empresas estão discutindo quais as melhores estratégias digitais para elevar as suas vendas, aumentar a audiência dos seus sites ou seu número de seguidores nas Redes Sociais: como ampliar seus acessos a vídeos no Youtube ou como as pessoas comentarem mais em seus blogs corporativos. Dentre as estratégias digitais que as marcas buscam, mídia online e Redes Sociais estão entre as preferências das marcas para atrair essa audiência aos seus canais. Redes Sociais atraem audiência qualificada, enquanto a mídia online atinge a massa. Será mesmo que essa teoria é real? O difícil é cravar uma resposta para afirmar se isso é uma verdade absoluta ou não, depende muito do mercado em que a sua marca está atuando. Para algumas marcas em alguns segmentos conseguem um excelente resultado de mídia online, outros conseguem resultados com Redes Sociais. E qual o segredo? É saber trabalhar em todo o processo. Mídia online é preciso avaliar muito bem qual o veículo, canal e peça a ser comprada. Redes Sociais é preciso saber que o que as pessoas querem nas redes. Na minha opinião, relacionamento é a chave do sucesso nas redes. Mas qual seria o futuro dessas mídias? O banner vai morrer? Redes Sociais vão substituir os sites corporativos? As pessoas vão deixar de ler matérias no portal para receber as notícias pelo Twitter? O YouTube vai substituir a TV e as rádios online substituir o rádio do carro? Não cravaria dessa forma, pois sempre em aula abrimos essa discussão, entretanto, vemos que em 1950 disseram que a TV ia “matar” o rádio. Em 2012 vemos que isso não aconteceu... Primeiro passo para um exercício de futurologia é deixar de lado esse pensamento de que uma mídia vai matar a outra. Não vai! Em época de e-books, os livros venderam 10% a mais em 2012 do que em 2011, os discos de vinil estão voltando com força e camisetas retrô de futebol viraram a nova mania entre as torcidas. Pronto, há sempre os tradicionais que querem o que estão acostumados. Segundo ponto, pensar nas

evoluções das mídias. A tecnologia, pilar importante para o sucesso desses canais, está cada vez mais avançada, logo, vamos usar a nosso favor!!! O banner pode não dar mais o resultado de antes, mas e o DHTML com vídeo? Só fazer um post no Facebook pode não dar resultado, mas e o Social Game? Para um terceiro e importante passo é pensar cada vez mais no “neoconsumidor” e em todo o seu potencial de consumo, indicação, recomendação e críticas. Hoje, querendo a marca ou não, as pessoas estão construindo ou destruindo as marcas. 66% das pessoas comentam sobre uma compra nas redes. Uma compra positiva impacta 10, 20 pessoas. Uma negativa 100, 200 pessoas. Imagina na Inglaterra, onde 50% dos acessos a web vem do Facebook o que isso representa para uma marca? Compreendido isso, vamos entender a fundo o que, como, onde e por que as pessoas se relacionam com uma marca ou por que interagem com um banner. Dentro do curso de marketing digital da Faculdade Impacta de Tecnologia, mostramos como gerar negócios na web, sendo por meio de mídia online, Facebook, Blog, YouTube, Twitter ou qualquer outra estratégia digital que a marca vá usar para alavancar as vendas tendo o digital como uma, ou as vezes a principal, canal de vendas. A internet está aí. Cada dia mais presente na vida das pessoas. Se você como marca quer se relacionar com essas pessoas, esteja atento para a Internet. Se você não está, seu concorrente está. * O artigo foi publicado originalmente no site AdNews. Felipe Morais é coordenador da Pós-Graduação em Marketing Digital da Faculdade Impacta Tecnologia.

TV e rádio crescem entre janeiro e outubro Entre os meses de janeiro e outubro de 2012, o total investido em publicidade nos meios de comunicação do Brasil cresceu 7,62% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados do Projeto Inter-Meios. Nesse período, o mercado acumulou um faturamento de R$ 24,6 bilhões – no mesmo período do ano passado, o montante tinha sido de R$ 22,839 bilhões. Considerando somente o mês de outubro, o faturamento total das mídias foi de R$ 2,779 bilhões – valor 3,63% maior do que o registrado em outubro de 2011. A TV cresceu 10,14% no período, com R$ 15,9 bilhões no acumulado. Em outubro, o investimento foi de R$ 1,8 bilhão. O rádio também teve um bom desempenho no período, com crescimento de 7,38% e um montante de R$ 974,9 milhões de janeiro a outubro. Apenas nesse último mês, o acréscimo foi de 9,81%, totalizando R$ 110,7 milhões. O crescimento das outras mídias foi de 8,63% (internet), 0,99% (jornal), 6,30% (mídia exterior), 13,51% (TV por assinatura), 15,54% (cinema).

Eventos da Radiodifusão 2013 25 de Janeiro Seminário Regional Osório No próximo dia 25 de Janeiro, às 14h, a Agert promove encontro no litoral que terá a presença de representantes do Tribunal de Contas do Estado (TCE), da Famurs e prefeitos da região. O Seminário Regional em Osório pautará a nova gestão dos municípios e a relação com a mídia. O evento é aberto para todos os radiodifusores associados à Agert. O evento acontecerá junto com a primeira reunião de diretoria da entidade no ano de 2013. A entrada é gratuita. Organizadores do evento: Pedro Farias e Nelci Adão.

Siga-nos no Twitter!

Prêmios de Jornalismo 4º Prêmio Top Etanol de Jornalismo Inscrições até o dia 22 de fevereiro de 2013. O prêmio tem como objetivo estimular a conscientização da população brasileira sobre temas de agroenergia e/ou a interação existente entre a agroenergia e o meio ambiente, agroenergia e sustentabilidade, agroenergia e proteção ambiental. Para fins de inscrição, feita por meio de serviços postais, será considerada válida a data de postagem do material, inclusive a do dia 22 de fevereiro de 2013, prazo final de inscrição. Ficha de inscrição e informações através do site: www.premiotopetanol.com.br Prêmio CNI de Jornalismo 2013 Inscrições até o dia 12 de abril de 2013. Podem participar do Prêmio CNI (Confederação Nacional da Indústria) de Jornalismo trabalhos jornalísticos veiculados e publicados entre 1º de abril de 2012 e 31 de março de 2013 em TVs, jornais, revistas, rádios, sites e blogs. O tema dos trabalhos deve ter relação direta com a indústria e com a agenda estratégica definida no documento A Indústria e o Brasil – Uma agenda para Crescer Mais e Melhor. Informações e inscrições: http://migre.me/cUvZT

Siga @age rt nossos eve e acompanhe n principais n tos e as otícias do setor

Agert Informa 601  

Agert Informa 601

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you