Page 48

À conversa com

MARGARIDA VILA-NOVA … no Campo das Cebolas “Venho aqui com alguma frequência. Moro mesmo ali em cima, em frente à Sé, e trago os meus filhos ao jardim do Campo das Cebolas para brincarem”, diz Margarida Vila-Nova. Quando combinámos o local da entrevista, não prevíamos que a rotina familiar da atriz passasse por esta zona histórica de Lisboa. Mas foi uma boa surpresa. Margarida conhece a cidade ao detalhe. texto

“É importante termos alguns espaços próximos de casa onde podemos dar um passeio, andar de bicicleta, montar a toalha do piquenique ou então simplesmente parar e aproveitar este bonito espaço de esplanadas”. Margarida Vila-Nova recorda a sua infância entre a Madragoa e o Príncipe Real. “Lembro-me de ir a pé para a escola, cresci no jardim da Estrela, o jardim da minha infância. Mais tarde, essa zona perdeu aquilo que eu achava simpático: a mercearia, a padaria, a peixaria; a minha família vivia toda ali, tínhamos contas em todo o lado, e foi esse ambiente bairrista que reencontrei no sítio onde agora vivo, a zona da Sé”.

46

Mafalda Ferraz |

fotografia

Nuno Correia

“Eu sou dos mercados. Gosto de ir escolher o peixe, as frutas, os legumes. Gosto da dinâmica de bairro, das famílias, das relações.” Enamorada pelo seu bairro, onde se sente segura a viver com os filhos, a atriz é curiosa e gosta de explorar outros locais da cidade. “No outro dia fui a Alvalade para ir de propósito ao mercado, que é espetacular. Eu sou dos mercados. Gosto de ir escolher o peixe, as frutas, os legumes. Gosto da dinâmica de bairro, das famílias, das relações.”

Profile for Câmara Municipal de Lisboa

Revista Lisboa n.º 25  

O outono, estação de transição por excelência, oferece-nos, a par da providencial e necessária chuva, belos dias de sol,...

Revista Lisboa n.º 25  

O outono, estação de transição por excelência, oferece-nos, a par da providencial e necessária chuva, belos dias de sol,...

Advertisement