Page 3

L

LISBOA

isboa desfruta de mais de 3300 horas de insolação anuais (uma média superior a 9 horas por dia). São, em média, 260 dias com sol por ano, dos quais 220 dias sempre ensolarados ou com muito pouca nebulosidade. É um privilégio que devemos saber aproveitar (nomeadamente, através do uso crescente da energia solar), preservando-o face às ameaças das alterações climáticas, indutoras de fenómenos metereológicos extremos (como inundações e secas). O outono, estação de transição por excelência, oferece-nos, a par da providencial e necessária chuva, belos dias de sol, desfrutáveis em cada vez mais e melhores espaços verdes, que vão surgindo ou sendo requalificados por toda a cidade. Contudo, a nossa amenidade climática depende da forma como soubermos viver o ambiente, em modo sustentável. O prémio “Capital Verde Europeia” em 2020, que reconhece as boas políticas ambientais, é uma distinção mas também um toque de despertar dirigido às nossas responsabilidades comuns. O ambiente em que vivemos é resultado das nossas ações, pessoais e coletivas. Usufruir em plenitude de uma cidade com um balanço harmonioso entre sol e chuva exige que saibamos tratá-la com carinho. Os resíduos que produzimos devem ser reduzidos e reciclados. O espaço público deve ser cada vez mais dos peões e não do automóvel. O transporte público deve substituir o privado, e os meios de mobilidade suave, como a bicicleta, preferidos aos pesados. Espaços verdes de qualidade são o espelho de uma cidade responsável que, com sol ou chuva, pode encarar o futuro de olhos postos num rio mais limpo que vê os golfinhos regressar.

QUE TE QUERO VERDE 1

Profile for Câmara Municipal de Lisboa

Revista Lisboa n.º 25  

O outono, estação de transição por excelência, oferece-nos, a par da providencial e necessária chuva, belos dias de sol,...

Revista Lisboa n.º 25  

O outono, estação de transição por excelência, oferece-nos, a par da providencial e necessária chuva, belos dias de sol,...

Advertisement