Page 164

XI Adelaide Brochado

Nome

Cargo / Ofício

Data(s)

Cirurgião-mor

Registo do alvará do doutor António Francisco Milheiro, físico do rei e cirurgião-mor, a autorizar que Francisco de Leão, filho de João Fernandes, 2 novembro 1634 natural de Sevilha e morador em Lisboa, exerça o ofício de sangrador. Foi examinado pelo físico régio, por Matias da Silva e Manuel Marques, barbeiros.

Cirurgião-mor

António Francisco Milheiro

Cirurgião-mor

Cirurgião-mor

Cirurgião-mor

Cirurgião-mor

Jorge Soares Pereira 164

Cirurgião da Corte

Registo de atividade

Registo do alvará do doutor António Francisco Milheiro, físico do rei e cirurgião-mor, a autorizar que Matias Pereira, filho de Jorge Gonçalves, 12 fevereiro 1635 morador em Lisboa e natural da vila de Alenquer, exerça o ofício de sangrador. Além do físico régio, foi também examinado por Matias da Silva e Francisco da Costa, barbeiros, tendo sido aprovado. 15 março 1635

25 abril 1636

26 março 1637

14 maio 1637

5 maio 1634

Suporte documental Livro de registo da Chancelaria da Cidade 1600-1653, f. 40v Livro de registo da Chancelaria da Cidade 1600-1653, f. 30 a 30v

Registo do alvará do doutor António Francisco Milheiro, físico do rei e Livro de registo da cirurgião-mor, a autorizar que Manuel da Costa, filho de António da Costa, Chancelaria da Cidade natural e morador em Lisboa, exerça o ofício de sangrador. Foi examinado pelo 1600-1653, f. 38v a 39 físico régio, por Matias da Silva e João de Sá, barbeiros, tendo sido aprovado.

Registo do alvará do doutor António Francisco Milheiro, físico do rei e cirurgião-mor, a autorizar que Francisco da Fonseca, filho de Fernando João, natural de São Miguel de Milharado e morador em Lisboa, exerça o ofício de sangrador. Além do físico régio, foi também examinado por Matias da Silva e Francisco Machado, barbeiros, tendo sido aprovado.

Registo do alvará do doutor António Francisco Milheiro, físico do rei e cirurgião-mor, a autorizar que Manuel Machado, filho de Manuel Gonçalves, natural e morador na vila de Alhandra, exerça o ofício de sangrador. Além do físico régio foi também examinado por Matias da Silva e Constantino Carvalho, barbeiros, tendo sido aprovado.

Registo do alvará do doutor António Francisco Milheiro, físico do rei e cirurgião-mor, a autorizar que João de Barros, filho de Álvaro Martins, natural e morador no lugar de Picanceira, freguesia de Santo Isidoro, termo de Mafra, exerça o ofício de sangrador. Foi examinado pelo físico régio, por Matias da Silva e Francisco da Costa, barbeiros.

Certidão de Jorge Soares Pereira, médico e cirurgião da Corte, na qual atesta que Vicente Ferreira de Andrada, tesoureiro da Casa da Índia, se encontra enfermo com "uma febre de sangue com uma complicação de deitar sangue pela boca", e da "qual enfermidade está sangrado, quatro vezes, e corre sua vida muito risco com qualquer violento movimento, adelgaçando-se o sangue com o andar".

Livro de registo da Chancelaria da Cidade 1600-1653, f. 32 a 32v

Livro de registo da Chancelaria da Cidade 1600-1653, f. 31 a 31v Livro de registo da Chancelaria da Cidade 1600-1653, f. 47v Livro de consultas e papéis do período do governo de Castela 1617-1729, f. 36 a 36v

Profile for Câmara Municipal de Lisboa

Cadernos do Arquivo Municipal, Série II nº 11  

O Hospital Real de Todos-os-Santos: A Saúde e a Cidade na Época Moderna

Cadernos do Arquivo Municipal, Série II nº 11  

O Hospital Real de Todos-os-Santos: A Saúde e a Cidade na Época Moderna

Advertisement