Page 1

Informativo Novembro de 2013 | São Luís - MA

SESSÃO SOLENE NA ASSEMBLEIA LANÇA ANO DA CONTABILIDADE

U

ma sessão solene, realizada na Assembleia Legislativa do Maranhão no dia 10 de outubro, homenageou os profissionais contábeis maranhenses e marcou o lançamento da campanha do Ano da Contabilidade no Brasil para o parlamento estadual. A sessão foi aberta com o pronunciamento do deputado Edilázio Júnior (PV), autor da proposição de homenagem, que ressaltou a importância do profissional contábil para o desenvolvimento econômico do país. Ele destacou o marco da regulamentação profissional, com a criação em 1946 dos conselhos Federal e estaduais e ressaltou a atuação do contador no atual mercado de trabalho. “Não existe hoje no país nenhuma empresa - seja ela pública ou privada -, saudável e de sucesso financeiro, que não disponha do poderoso instrumento de gestão que é a contabilidade”, disse o parlamentar. Edilázio Júnior encerrou seu discurso parabenizando os profissionais contábeis maranhenses. Coube ao deputado Roberto Costa (PMDB) presidir a sessão solene e ele também ressaltou a importância da contabilidade. O conselheiro do CFC, Joaquim Bezerra, representou o presidente da instituição federal, Juarez Domingues Carneiro e fez um discurso destacando a capilaridade da campanha “2013: Ano da Contabilidade no Brasil”, que está gerando na sociedade um novo olhar para a atividade contábil. “A Contabilidade representa muito não apenas para as micro e pequenas empresas, mas a própria contabilidade pública e a contabilidade dos clubes esportivos no momento em que o Brasil está trazendo a Copa do Mundo. Há todo um cenário que exige a transparência e responsabilidade fiscal e o contador está inserido”, afirmou Joaquim. O presidente do Conselho Regional de Contabilidade no Maranhão, Heraldo de Jesus Campelo também ocupou a tribuna para falar em nome do CRC-MA e agradeceu à Mesa Diretora da Assembleia pela homenagem.

Em seu discurso, Heraldo destacou que os profissionais contábeis têm muito a oferecer para o fortalecimento da cidadania brasileira. “A atividade contábil tem muitas injunções na realidade e em todos os setores ela possibilita o planejamento e a construção de soluções para a gestão

de organizações públicas e privadas, que vão gerar mais qualidade de vida para a população”, afirmou o presidente do Conselho. A sessão na Assembleia Legislativa contou com a participação de autoridades, conselheiros e colaboradores do CRC-MA e profissionais contábeis.

Celebremos o Natal como um tempo de aprofundar, aceitar e viver a mensagem do nascimento do Filho de Deus. Que esta data renove as nossas esperanças de dias de prosperidade e amor para construir um Feliz Ano Novo. São os votos do CRC-MA.


2

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

O CORREIOS

CORREIOS

Folha do CRC-MA É uma publicação do CRC-MA Composição do Conselho: Presidente: Heraldo de Jesus Campelo Vice presidente: Waldir Costa Pires

O CRC-MA aderiu à campanha “Papai Noel dos Correios 2013” e espera contar com sua solidariedade para fazer uma criança feliz. Através da campanha, o CRC-MA recebeu 77 cartinhas de alunos de escolas públicas do ensino fundamental pedindo o presente que vai tornar seu natal mais feliz. Venha à sede do CRC-MA, escolha uma dessas cartinhas e entregue o presente até o dia 5 de dezembro.

Impreso Especial

9123 8-DR/MA Cons.RegContabild e DEVOLUÇÃO

Conselheiros: Nilton Luiz Lima Praseres, Antônio das Graças Alves Ferreira, Hermelino de Jesus Sousa,Franklin Magno da Silva Pacheco, Júlio Cesar Duarte, Radamesse dos Santos Bezerra, Irany Barroso de Oliveira Filho, Antonio Rosieldo P. da Conceição, Paulo Roberto de Araújo Ramos, Luiza Xavier Duarte, Paraguaçu Santos Veras Filho, Domingos Cezar Everton Serra, Geofrey Aldryn Ferro Castro, Liene de Jesus C. Praseres, Dalila Araújo de Souza Furtado, Leone Napoleão de Souza Junior, Fabiana Costa Lima de Azevedo,

I N F O R M AT I V O

I N F O R M AT I V O

EXPEDIENTE

Heraldo de Jesus Campelo Presidente

Mais uma grande iniciativa para qualificar ainda mais a atividade contábil brasileira. O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) está fortalecendo a parceria com a Fundação Brasileira de Contabilidade (FBC) e a Academia Brasileira de Ciências Contábeis (ABRACICON), para dar uma nova dinâmica ao Programa de Gestão & Contabilidade (PG&C), que vai oferecer à classe contábil novos produtos e serviços, desenvolvidos com exclusividade para os profissionais sob a ótica das novas demandas da atividade contábil. Um dos produtos priorizados será o Curso de Pós-Graduação em nível de Especialização (Lato Sensu), na modalidade MBA (Master Business in Administration), com estrutura curricular que contemple as informações e conhecimentos que o profissional contábil necessita, sintonizados com o Programa Excelência na Contabilidade. Os Conselhos Regionais de Contabilidade terão parte importante nesse processo na indicação dos coordenadores do Programa e acompanhamento da execução em cada estado, através dos convênios firmados com as instituições de ensino. Uma das estratégias do CFC para garantir a exequibilidade do Programa é a formação de parcerias em diversas áreas, inclusive com instituições fora do país, para intercâmbio. O CRC-MA já começou a divulgação do PG&C entre a classe contábil maranhense e lembra que o acesso aos produtos e serviços somente será possível a profissionais registrados e adimplentes.

GARNTIDA

Impresso Especial

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

ambiente de atuação do profissional contábil é íngreme. Em nosso dia a dia enfrentamos a competitividade crescente, cenários empresariais cada vez mais modernizados e uma demanda constante por eficiência. Apesar disto a importância da atividade contábil nem sempre é percebida em sua total dimensão. A constatação desta realidade levou o CFC a instituir 2013 como o Ano da Contabilidade no Brasil, quando estamos buscando dar maior visibilidade ao trabalho do profissional e sua capacidade de intervenção para tornar as organizações e gestões mais eficientes e produtivas. Temos sentido um enorme investimento do Conselho Federal para publicizar esta ação institucional, através de diversas mídias. Todo esse esforço, no entanto, somente será efetivo se cada profissional compreender a importância do momento e adotar novas posturas técnicas e críticas que se reflitam na sociedade. Embora essa não seja uma tarefa muito fácil é bom lembrar que nossa experiência de longos anos fazendo Contabilidade deve nos dar a confiança necessária para transformar os desafios em novas oportunidades de busca contínua pela excelência e de abertura que nos permita aprimorar nossa capacidade de resposta diante do conjunto de informações que nossos clientes podem nos oferecer além das documentações contábeis. Cada vez mais nos é exigido ajustar nossas operações para contribuir com a imagem de uma Contabilidade consciente de suas responsabilidades e mais próxima do cidadão. O Ano da Contabilidade é com certeza um passo fundamental no sentido dessa aproximação, mas é indispensável investir em valores como a ética, que vai nos distinguir da imagem limitada que muitos ainda têm do profissional contábil e mostrar que podemos promover um futuro que dignifique e honre a Contabilidade. Cordiais saudações,

EXCELÊNCIA PARA A CONTABILIDADE

COREIOS COREIOS

Mensagem do Presidente

Florisce Soares Barros, Luciolina Soares Cortez de Sousa, Odair José Silva da Conceição, Maria das Graças Moura Lemos e Edivaldo Tavares Alcoforado. Jornalista Responsável: Luiza Lina DRT 901 MA Endereço do CRC-MA: Rua das Sucupiras, Qda. 44 Casa 32 Jardim Renascença I - Telefone: 3214-5300 Email: crcma@crcma.org.br


3

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

EMAC FOI REALIZADO COM SUCESSO CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

CORREIOS

CORREIOS

Impresso Especial

9912233383-DR/MA Reg. Contabilidade 9912233383-DR/MA Contabilidade

CORREIOS

DEVOLUÇÃO Cons. GARANTIDA

2º LUGAR • Trabalho: MENSURAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL POR MEIO DO NÍVEL DE APRENDIZAGEM DO CAPITAL RELACIONAL DE UMA IES EM SÃO LUÍS-MA Autor: Renaílson Pinheiro Silva Instituição de Ensino: Faculdade FAMA Valor da premiação: R$ 2.000,00 CORREIOS CORREIOS

REIOS

Impresso Especial

DEVOLUÇÃO Cons. Reg. GARANTIDA

3º LUGAR • Trabalho: FORMAÇÃO DE PREÇO DE VENDA ATRAVÉS DA METODOLOGIA MARK-UP COMO FATOR GERENCIAL PARA MICRO E PEQUENAS EMPRESAS COMERCIAIS Autor: Edivaldo de Sousa Lima Júnior Orientador: Cleber Augusto Pereira Instituição de Ensino: UFMA Valor da premiação: R$ 1.000,00 resso ecial

CORREIOS

1º LUGAR • Trabalho: DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO (DVA): UM INSTRUMENTO PARA AFERIÇÃO DA CARGA TRIBUTÁRIA POR UNIDADES OU SEGMENTOS PRODUTIVOS. Autora: Mary Amália Castro Rocha Marques Orientador: Manoel Rubim da Silva Instituição de Ensino: UFMA Valor da premiação: R$ 3.000,00

83-DR/MA Contabilidade

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

Impresso Especial

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

N

o dia 17 de setembro foram realizadas diversas atividades como parte da programação do VII Encontro Maranhense de Contabilidade (EMAC). Uma delas foi o Fórum de Professores de Ciências Contábeis que reuniu docentes de instituições de ensino da capital e do interior para uma avaliação da situação atual do ensino e propor novas estratégias para a qualificação ainda maior do processo de formação dos novos profissionais da Contabilidade. Uma plateia mais extensa prestigiou importantes discussões técnicas voltadas ao exercício da atividade contábil. E coube ao professor Pretextato Salvador Quaresma fazer a primeira palestra do evento, abordando o tema “Auditoria: riscos, responsabilidade e credibilidade”, onde ressaltou a importância dessa atividade para o equilíbrio e transparência das empresas. “A marca pessoal do profissional contábil de sucesso” foi o tema da abordagem feita pelo palestrante e escritor Anderson

CORREIOS

VENCEDORES DA MOSTRA CIENTÍFICA DO EMAC

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA E PREMIAÇÕES Hernandes Batista destacando a autoestima e a motivação como diferenciais indispensáveis à construção da imagem do Contabilista. O professor João Eudes Bezerra Filho fechou o ciclo de palestras falando sobre “Contabilidade de Custos Aplicados ao Setor Público como Instrumento de Transparência e Controle Social”. Segundo ele, a Contabilidade Pública passa por um importante momento de transição que vai resultar numa modernização à qual os profissionais devem estar preparados. Premiação – Destaque a parte da programação foi a apresentação de trabalhos científicos, atividade destinada exclusivamente aos alunos de Ciências Contábeis que se animaram com a saudável disputa. Os trabalhos apresentados versaram sobre temáticas variadas na área da Contabilidade e, na avaliação da Comissão Científica, ressaltaram a importância da pesquisa como fator de aprimoramento de conhecimentos. A disputa acirrada valeu premiações de R$ 3.000,00, R$ 2.000,00 e R$ 1.000,00 para o primeiro, segundo e terceiro colocados, respectivamente. O 7º EMAC foi realizado com as parcerias do Conselho Federal de Contabilidade, Fundação Brasileira de Contabilidade, Sebrae, Nasajon Sistemas, Academia Maranhense de Ciências Contábeis, UFMA, Alterdata Softwares, Fundação Sousandrade, FIEMA, SENAR, Caixa e SESCAP-MA.

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

O VII EMAC entregou troféus de homenagens a três contadores. Foram homenageados o secretário de Estado de Infraestrutura, Luís Fernando Moura da Silva, a secretária Municipal de Fazenda, Maria Sueli Lobo Bedê Freire e a presidente da Associação Comercial do Maranhão, Luzia Resende Fonseca. Todos receberam troféus e manifestaram satisfação com o reconhecimento do CRC-MA. 9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

Impresso Especial

HOMENAGENS

Impresso Especial

O

mês de setembro foi marcado pela realização do VII Encontro Maranhense de Contabilidade, realizado pelo Conselho Regional de Contabilidade do Maranhão, no auditório Paulo Freire (UFMA), com uma série de atividades. No dia 16 aconteceu a solenidade de abertura com a participação de estudantes, profissionais, autoridades e convidados especiais que assistiram a homenagens feitas pelo CRC-MA em reconhecimento à atuação de profissionais contábeis

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

que se destacam pela atuação vitoriosa em órgãos públicos e organizações. Na abertura, o presidente do Conselho, Heraldo de Jesus Campelo destacou os constantes investimentos da entidade para oferecer à classe contábil oportunidades de reciclagem de conhecimento. Ele ressaltou também a importância do Ano da Contabilidade no Brasil para fortalecer na sociedade uma nova imagem da profissão, como estratégia essencial no desenvolvimento do setor público e empresas. O secretário de Estado de Infraestrutura, Luís Fernando Moura da Silva que representou a governadora Roseana Sarney também participou da mesa de abertura e fez um discurso, destacando - a partir de sua experiência profissional - a importância da ciência contábil para avaliação de resultados. Ele afirmou que “ser contador é ter compromisso com a sociedade” e, por isso, o profissional de Ciências Contábeis deve ser movido por responsabilidade social.


4

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

Entrevista

Prof. João Eudes Bezerra Filho

Folha do CRC-MA: Qual a sua avaliação para o momento atual da Contabilidade Pública? Prof.Eudes: Estamos vivendo uma transição, fazendo a mudança possível para uma modernização, considerando o cenário que vivíamos há 50 anos. A Contabilidade privada vinha

CORREIOS

Folha do CRC-MA: Como o profissional contábil está vendo isso?

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

Impresso Especial

O

professor João Eudes Bezerra Filho fez uma empolgante palestra no EMAC abordando a Contabilidade Pública. O jornal do CRC-MA também conversou com ele sobre o mesmo tema.

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

avançando e a pública estava estagnada. Em 2008 o CFC formou grupo que vem trabalhando as normas conceituais e aos poucos implantando uma nova cultura no país.

Prof. Eudes: O momento inicial foi de resistência por parte do profissional, mas agora é excelente, há o entendimento de que estamos sendo requeridos a fazer uma nova contabilidade e isso exige conhecimento, preparação e aprendizado. Folha do CRC-MA: O gestor público está preparado para aceitar esse novo perfil do profissional que atua na contabilidade pública? Prof. Eudes: Eles estão sendo demandados pelos Tribunais de Contas e pela sociedade, que quer transparência.Os gestores públicos precisam ter essa nova visão de que o profissional contábil é um assessor de geração de informações para garantir a transparência. Quem ainda quiser atuar como “contador que dá jeitinho” vai sair do mercado, porque os gestores públicos serão obrigados a contratar profissionais de fato competentes.

Folha do CRC-MA: As instituições de ensino já têm esse foco na formação dos futuros profissionais? Prof. Eudes: O desafio delas é se preparar para dar aos alunos essa visão de uma contabilidade pública moderna e atualizada. Hoje cada faculdade tem uma velocidade, umas mais atualizadas, outras precisam se atualizar. O CFC está atento a isso e tem oferecido treinamentos e eventos de atualização dentro dessa nova visão, inclusive há uma reivindicação junto ao MEC para aumentar a carga horária. Folha do CRC-MA: Contabilidade pública não era um mercado muito atraente. Agora passou a ser? Prof. Eudes: Sim e vejo os concursos como uma boa oportunidade para o contador atuar nesse mercado, pois as consultorias não vão dar conta da demanda. O gestor público precisa de profissionais especializados e ressalto que os Conselhos Regionais têm o papel importante de colaborar com esse processo de capacitação.

“Quem quiser atuar como ‘contador que dá jeitinho’ vai sair do mercado”

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO MARANHÃO BALANCETE FINANCEIRO - EXERCÍCIO DE 2013

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO MARANHÃO | BALANCETE FINANCEIRO - EXERCÍCIO DE 2013 MAIO VALOR

JUNHO VALOR

JULHO VALOR

210.056,88 0,00 210.056,88

166.708,48 0,00 166.708,48

238.943,73

0,00 43.806,57 16.943,32 100.697,89 7.014,33 13.696,99 37.300,87 0,00 219.459,97

0,00 42.097,78 15.867,59 270.698,46 6.058,58 14.331,12 29.274,12 0,00 378.327,65

CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXAS

1.561.767,25

1.553.086,97

SUB-TOTAL TOTAL DA RECEITA HERALDO DE JESUS CAMPELO PRESIDENTE DO CRCMA

1.561.767,25 1.991.284,10

1.553.086,97 2.098.123,10

RECEITA

INFORMATIVO

ORÇAMENTÁRIA RECEITAS CORRENTES RECEITAS DE CAPITAL SUB-TOTAL EXTRA-ORÇAMENTÁRIA ADIANT.CONC.A PESSOAL E TERCEIROS CRÉDITOS POR DANOS AO PATRIMÔNIO PESSOAL A PAGAR ENCARGOS SOCIAIS A PAGAR OBRIGAÇÕES DE CURTO PRAZO CONTAS A PAGAR PROVISÕES TRABALHISTAS TRANSFERÊNCIAS LEGAIS TRIBUTOS E CONT. A RECUPERAR SUB-TOTAL

238.943,73 0,00 43.367,94 16.910,35 189.762,49 10.933,30 14.634,67 39.562,31 0,00 315.171,06

DESPESA ORÇAMENTÁRIA DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL SUB-TOTAL EXTRA-ORÇAMENTÁRIA ADIANT.CONC.A PESSOAL E TERCEIROS CRÉDITOS POR DANOS AO PATRIMÔNIO PESSOAL A PAGAR ENCARGOS SOCIAIS A PAGAR OBRIGAÇÕES DE CURTO PRAZO CONTAS A PAGAR PROVISÕES TRABALHISTAS TRANSFERÊNCIAS LEGAIS TRIBUTOS E CONT. A RECUPERAR SUB-TOTAL

SALDO P/ PRÓXIMO MÊS 1.374.213,17 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXAS 1.374.213,17 SUB-TOTAL 1.928.327,96 TOTAL DA DESPESA NILTON LUIZ LIMA PRAZERES VICE-PRESIDENTE DE CONTROLE INTERNO

MAIO VALOR

JUNHO VALOR

JULHO VALOR

212.621,84 1.900,00 214.521,84

191.876,45 166.471,65 358.348,10

199.755,99 105.925,96 305.681,95

0,00 0,00 43.806,57 20.144,08 107.491,16 7.014,33 7.923,68 36.929,61 365,86 223.675,29

0,00 4,42 42.097,78 16.895,13 265.768,80 6.058,58 5467,73 29.106,62 162,77 365.561,83

0,00 0,00 43.367,94 15.867,59 188.844,64 10.933,30 6146,60 39039,15 517,21 304.716,43

1.553.086,97

1.374.213,17

1.317.929,58

1.553.086,97 1.374.213,17 1.317.929,58 1.991.284,10 2.098.123,10 1.928.327,96 MARILENE CASTELO BRANCO LIMA TÉCNICA EM CONTABILIDADE CRCMA 4136


5

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

EXAME DE SUFICIÊNCIA

Cada vez mais a experiência de aplicação do Exame de Suficiência vem se consolidando em todo o país, sob o comando da FBC e com uma estrutura organizada que envolve todos os CRCs. Em 2013 já aconteceram duas edições do Exame sem incidentes, com o índice de aprovação aumentando progressivamente. O presidente do CRC-MA, Heraldo Campelo avalia positivamente o certame. “No início tivemos alguns olhares de estranhamento e até quem fosse contra o Exame, mas agora já ficou muito claro que é mais um critério para dar qualidade à atividade do futuro profissional e estabelecer um patamar para as instituições de ensino. Temos percebido que os alunos estão focados em se preparar para o Exame de Suficiência e obter a aprovação. Isso é muito bom”, diz Heraldo.

CORREIOS

T

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

CORREIOS

É HORA DE VOTAR

Impresso Especial

Impresso Especial

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

abertura com uma brilhante abordagem sobre “Custos no Setor Público: Ferramenta de Melhoria da Qualidade do Gasto Público e do Controle Social”. A coordenação geral do I SIMCASP foi do professor Jorge Expedito de Gusmão Lopes. A variedade temática da programação atraiu uma plateia de estudantes, profissionais e gestores públicos, o que segundo o presidente do CRC-MA, Heraldo Campelo, demonstra o interesse da classe contábil. “O alinhamento do Brasil às normas internacionais de contabilidade pública é uma realidade que impõe grandes mudanças à forma como os profissionais contábeis vão trabalhar; por isso, o CRC-MA elaborou o SIMCASP e o público do evento correspondeu à nossa expectativa”, finaliza Heraldo.

CORREIOS

U

m evento pioneiro e de grande sucesso. Assim foi o I Simpósio Maranhense de Contabilidade Pública (SIMCASP) realizado nos dias 25 e 26 de outubro, no auditório da Associação Comercial do Maranhão. A iniciativa foi do CRC-MA que colocou na pauta de debates as grandes transformações porque passa a Contabilidade Pública, ressaltando as novas condutas que devem ser adotadas. Para pautar as discussões e oferecer subsídios teóricos, o SIMCASP trouxe renomados professores capacitados nas novas rotinas da Contabilidade Pública, como o Mestre Joaquim Osório Liberal Aquino Ferreira, a Mestra Leila Márcia Elias, o Doutor Victor Branco de Holanda e Paulo Henrique Feijó; além da expressiva presença do ex-ministro Nélson Machado que fez a palestra magna de

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

SIMPÓSIO DISCUTIU CONTABILIDADE PÚBLICA

odo mês de novembro de anos ímpares o profissional contábil tem um importante compromisso. Em 2013 não será diferente. Preparese para ir às urnas e escolher dois terços dos conselheiros que vão integrar o plenário do CRC-MA. Todas as providências para a Eleição já estão sendo tomadas e o período de votação vai de 19 a 21 de novembro próximo, através da internet. Duas chapas concorrem na eleição e é sempre bom lembrar que o voto é obrigatório para quem possui Registro Definitivo ou Registro Provisório; além disso, o profissional deve estar em situação regular e adimplente.


6

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

Antônio das Graças Ferreira*

A Contabilidade e a Teoria do CAOS CORREIOS

CORREIOS

Impresso Especial

A evolução do conhecimento mundial tem possibilitado o crescimento e o desenvolvimento das nações, seja no campo das artes, das ciências, da produção, da comercialização e do lazer. No entanto, no campo político, esse desenvolvimento não tem evoluído na mesma intensidade como podemos visualizar e perceber nos acontecimentos do cotidiano, nos diversos países do Planeta Terra. A partir deste contexto, afirmamos que o desenvolvimento da humanidade tem relação direta com uma série de conhecimentos que foram implementados para facilitar a coexistência dos indivíduos e organizações, a fim de atingir os seus objetivos, sejam eles sociais ou lucrativos. Neste diapasão, destacamos que a existência e evolução de determinados conhecimentos que foram colocados a serviço da sociedade tem impacto direto na manutenção

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

de uma convivência pacífica e harmoniosa entre as diversas sociedades, embora aconteçam conflitos de diversas matizes em algumas sociedades globais. Corroborando nossa afirmativa, podemos afirmar com convicção que se não existissem as Leis, a Tecnologia da Informação (TI) e a Contabilidade, o mundo seria um CAOS. Imaginemos um país como o Brasil sem o emaranhado de leis que regulamentam todas as atividades e ações praticadas no território nacional. Com todo esse ordenamento jurídico temos muitas dificuldades de dar o encaminhamento normal e regular para a maioria dos eventos registrados no país, imaginem se não os tivéssemos. Em relação às Tecnologias da Informação, suponhamos que não existisse na atualidade o uso intensivo desses recursos, que não dispuséssemos da informática, da telemática, da internet, dos computadores, dos telefones celulares, da robótica entre outras aplicações. Como uma grande empresa poderia controlar seus recursos (patrimônio físico, econômico e financeiro, processos...)? Como poderíamos voar pelos ares com segurança e relativa tranqüilidade, para aqueles que não tem medo de avião, que não é o caso de Belchior? Por fim, qual seria a solução adotada pelas pessoas físicas e jurídicas para controlarem seus patrimônios? Como uma grande empresa como a “Vale” poderia controlar

seu patrimônio em termos físicos e financeiros, avaliar a sua gestão de forma global, sem o uso dessa ferramenta? A Contabilidade é considerada a linguagem dos negócios, a ciência da informação e a ferramenta primordial para auxiliar os gestores na tomada de decisão. Entre as principais decisões tomadas pelos administradores, temos questões relacionadas a: preço dos seus produtos; ao mix de produtos a ser fabricado; a tecnologia a ser utilizada; ao orçamento; problemas de liquidez e rentabilidade entre outras. Uma organização sem contabilidade não tem como prosperar. Para Sá (2009), a “profissão contábil consiste em um trabalho exercido habitualmente nas células sociais, com o objetivo de prestar informações e orientações baseadas na explicação dos fenômenos, ensejando o cumprimento de deveres sociais, legais, econômicos, tão como a tomada de decisões administrativas, além de servir de instrumentação histórica da empresa”. A partir do posicionamento do autor, reconhecido como o “maior pensador contábil em língua portuguesa” podemos reafirmar que sem a existência da Contabilidade, o mundo seria um CAOS. *Contador, Professor Universitário, Vice-Presidente da Academia Maranhense de Contabilidade (AMCC) e Conselheiro do CRC-MA.

Ainda não viu o CRC-MA nas redes sociais? Acesse www.facebook.com.br/crc/ma. Curta e compartilhe nossas postagens. Fique bem informado.


7

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

E

CORREIOS

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

Eu faço o CRC-MA

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

Com a ampliação de sua estrutura de fiscalização, o CRC-MA tem intensificado a rotina de visitas a escritórios e profissionais para monitoramento, análise de documentos, acompanhamento das ações e orientações sobre o exercício da atividade contábil. De janeiro a setembro de 2013, o CRC-MA realizou 906 visitas a profissionais, sociedade contábil/ empresarial, escritório individual, pessoa física e pessoa jurídica em todo o Maranhão. Desse total foram emitidas 352 notificações e 139 autos de infração. O presidente do CRC-MA, Heraldo Campelo ressalta que os procedimentos de fiscalização não têm uma natureza punitiva, pois o objetivo primeiro é estimular a correção quando são constatadas não conformidades. “Algumas notificações decorrem do pouco conhecimento da legislação; por isso, entendemos que o Conselho deve orientar e realizar periodicamente encontros e eventos para troca de experiências, capacitação e atualização”, explica o presidente. Os relatórios das equipes de fiscalização mostram que há situações muito particulares devido às diferenças inerentes à própria estrutura de um estado com as dimensões do Maranhão, onde ainda há dificuldades na incorporação das novas tecnologias; por isso, o trabalho da fiscalização do CRC-MA inclui também revisitas para orientações.

Aline Sousa Santos

Impresso Especial

POR UMA CONTABILIDADE MELHOR, A ORDEM É FISCALIZAR

la tem um ar de menina e é uma das novatas do quadro de colaboradores do Conselho Regional de Contabilidade do Maranhão. Aline Sousa dos Santos vive uma fase de conquistas. Desde o início de 2013 ela exerce o cargo de assistente administrativo do CRC-MA, onde ingressou através de concurso público e atualmente comemora uma grande vitória que vai marcar sua vida profissional. Ela acabou de ser aprovada no exame de suficiência, o que considera um desafio, pois sempre dividiu seu tempo entre trabalho e estudo. Natural de Itapecuru Mirim, Aline veio a São Luís para fazer a faculdade, com a certeza de sua vocação: _ “Sempre quis ser contadora”, afirma. Trabalhar no Conselho Regional de Contabilidade apenas reforçou sua convicção e ela explica que além do ambiente

acolhedor pode vivenciar a realidade das rotinas relacionadas à atividade contábil e conhecer as posturas que o profissional deve assumir para exercer seu ofício com ética, transparência e responsabilidade. Sobre o CRC-MA, ela diz: _ “Chama atenção o empenho dessa instituição em cuidar do profissional, mostrando a importância do conhecimento e da qualificação”. A rotina dos procedimentos contábeis não é novidade para Aline, que fez estágio em um escritório antes de concluir seu curso em agosto de 2013. Ela faz questão de destacar a UNDB como um centro de excelência que estende a formação para além da sala de aula. Aline diz que o nível do ensino é muito bom e alia uma metodologia atraente, com estudo de casos, simulados e oficinas para tirar dúvidas. Ela acredita que este tenha sido o suporte indispensável para seu êxito no exame de suficiência e avalia que a prova não apresenta dificuldades se o aluno, além do conteúdo curricular, tiver informações relacionadas à legislação que rege a prática da atividade contábil e as normas do CFC. O futuro? É inevitável perguntar quais os planos de Aline depois que receber seu registro no Conselho Regional de Contabilidade. Com firmeza ela responde que não tem planos de montar escritório. Vai estudar para concurso, mas enquanto essa parte de seus projetos não se concretiza ela promete aplicar todo seu conhecimento no trabalho que desenvolve no CRC.

CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

IMPERATRIZ EM FESTA

A Delegacia Regional do CRC-MA, sediada em Imperatriz, realizou uma animada programação alusiva ao Dia do Contabilista comemorado no dia 22 de setembro. O evento incluiu palestras ministradas pelos técnicos da Junta Comercial do Maranhão sobre “Registro Mercantil” e uma carreata que circulou as ruas e avenidas de Imperatriz. Para completar a festa, os profissionais contábeis participaram de uma divertida feijoada com churrasco para confraternização do grupo.


8

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

Impresso O profissional de contabilidade Especial e a lavagem de dinheiro CORREIOS

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

Enory Luiz Spinelli*

ção contábil, que possui uma conduta correta e exerce o seu trabalho com respeito, responsabilidade e ética. Dessa forma, cumprindo a missão, baseada na transparência e na ética, o profissional de contabilidade deve adotar procedimentos de controle que visem, de forma detalhada, conhecer seu cliente, evitando, assim, práticas suspeitas que comprometam a prestação do serviço e, consequentemente, a responsabilidade técnica. Lembrando, também, que o sigilo profissional, previsto no código de ética, ampara “sigilo, zelo, diligência e honestidade” quanto ao exercício da atividade lícita, e não nos casos ilícitos, como, por exemplo, os crimes de lavagem de dinheiro. Com a medida, caberá, aos Conselhos Regionais de Contabilidade, a fiscalização sobre o cumprimento da resolução.  As comunicações ao COAF deverão ser efetuadas a partir de 1º de janeiro de 2014, no prazo de 24 horas, a partir do conhecimento da operação, conforme consta no artigo 13, da Resolução n.º 1.445/13.  Não havendo operações suspeitas no exercício de 2014, o profissional, ou a organização contábil, deverá registrar uma comunicação negativa, no prazo de 1 a 31 de janeiro de 2015, como explicitado no artigo 14, da resolução. Todas as medidas deverão ser registradas pelo site  www.coaf.fazenda.gov.br, conforme orientações contidas no mesmo.  E  lembre-se: a lavagem de DEVOLUÇÃO dinheiro pode manchar a reputação, GARANTIDA a confiabilidade dos serviços e a credibilidade profissional.

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

A

CORREIOS

Impresso Especial

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

CORREIOS

partir de janeiro de 2014, os contadores e empresas prestadoras de serviço contábil serão obrigados a informar, ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF),  operações suspeitas de lavagem de dinheiro.  A medida tem como base a edição da Lei n.º 12.683/12, que inclui os profissionais e organizações contábeis no rol daqueles que devem prestar informações sobre operações ilícitas previstas na referida lei. Após a edição da norma, restou ao Conselho Federal de Contabilidade (CFC) cumprir o mandamento legal e regulamentar, por meio da Resolução CFC n.º 1.445/13, a aplicação dos dispositivos por parte dos profissionais e organizações contábeis. É preciso ressaltar que a Resolução não inovou e não extrapolou o que estabelece a Lei nº 12.683/12, conseguiu sim, transformar em instrumento de valorização profissional seguindo as prerrogativas de uma conduta profissional pautada na legalidade e de acordo com as normas da profissão contábil.  A regra não traz qualquer prejuízo ao contador responsável técnico de organiza-

Impresso Especial

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

CORREIOS

CORREIOS

*Vice-presidente de Desenvolvimento Operacional do Conselho Federal de Contabilidade, proprietário da Spinelli  Contabilidade  CRC/RS 3.102

CRC APOIA INSTALAÇÃO DE NOVO ESCRITÓRIO DA JUCEMA O CRC-MA está confiante DEVOLUÇÃOdo projeto na concretização de instalação de um Escritório GARANTIDA Regional da Junta Comercial do Estado do Maranhão, no município de Açailândia. Segundo a JUCEMA o local de instalação já foi definido e é grande a expectativa em relação à expansão dos serviços da Junta Comercial como forma de agilizar o processo de abertura de empresas e redução de custos para os empresários. O presidente do CRC-MA, Heraldo Campelo, diz que com o novo espaço os profissionais contábeis do município poderão atender mais rapidamente à demanda de seus clientes. “Essa região está em pleno crescimento, com um significativo aumento no número de empresas e precisamos ampliar o acesso aos serviços essenciais que a JUCEMA disponibiliza”, afirma Heraldo. A presidente da JUCEMA, Sueline Fernandes, diz que há “um trabalho conjunto entre o Governo do Estado e todos os órgãos envolvidos no sistema de registro e legalização de empresas para propiciar facilidade e agilidade dos procedimentos legais de registro, visando à expansão da atividade produtiva e a dinamização da economia local.”

CORREIOS

Capacitação A parceria do CRC com a JUCEMA segue firme também na realização de eventos de capacitação. Nos dias 16 e 17 de outubro foi realizado um treinamento sobre a Legislação do Registro de Empresas, com destaque para a apresentação de um roteiro para acesso ao Cadastro Sincronizado Nacional.


9

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

MARANHÃO NO ENECON

Flávia resolveu fazer Ciências Contábeis porque trabalha em um banco e hoje se diz apaixonada pelo curso e pela profissão contábil. “Eu vejo um mercado com grandes possibilidades de ascensão, por que o contador não é mais visto como alguém que faz somente escrituração. Ele já começa a ser visto como um profissional que traz soluções para as empresas estarem em conformidade com a legislação, diminuírem seus custos, aumentarem a lucratividade e se manterem vivas no mercado”, explica. Nessa pequena trajetória vitoriosa pelo mundo da aprendizagem em Contabilidade, Ana Flávia faz questão de ressaltar seu processo de formação. Aluna da UNDB, ela destaca o comprometimento daquela instituição de ensino com a qualidade da formação do futuro profissional e cita em especial o apoio que recebeu da coordenadora Nazaré Barros na apresentação do trabalho no ENECON. “O professor Conrado me estimulou e orientou com uma dedicação enorme, mas não pode participar da apresentação e como eu era novata nessa aventura, a professora Nazaré me deu dicas preciosas que ajudaram a vencer o nervosismo”, ressalta a futura contadora. Feliz também com o prêmio que ganhou, Ana Flávia tem a determinação de quem vai abraçar a profissão contábil com afinco e afirma: “A Contabilidade é consultório médico da empresa”.

Ana Flávia Melo Pascoal cursa o 5º período de Ciências Contábeis e pela primeira viveu a experiência de apresentar um trabalho científico num grande evento. E não apenas

CORREIOS

apresentar, ela viveu a emoção de ter seu nome chamado para subir ao palco e receber a premiação referente ao terceiro lugar. Isso mesmo! Entre os 150 trabalhos aprovados no 11º ENECON, 35 foram apresentados e entre os três premiados estava o de Ana Flávia, que concorreu na categoria profissional. Ela explica que os avaliadores não fizeram questionamentos sobre sua apresentação, apenas elogios e considerações, despertando nela um sentimento de que todo o seu esforço de pesquisa e captação de dados orientados pelo professor Conrado tinha valido a pena. “Para mim era uma experiência nova e eu estava concorrendo com pessoas que pesquisam há muito tempo, integram grupos de pesquisa e já estavam acostumadas com outros concursos; por isso considerei a premiação muito importante e me incentivou a continuar nesse caminho”, explica Ana Flávia que encontrou muitas dificuldades. Com seu trabalho intitulado “Evidenciação de informações referentes aos resíduos gerados pelas empresas”, ela descobriu o quanto é difícil coletar dados no Brasil e conta que a maioria das empresas não gosta de passar informações, nem devolve questionários que recebe. “É realmente um desafio, mas não me desanima. Eu pretendo continuar pesquisando e vou partir pro Mestrado”, diz a pesquisadora determinada. Graduada em Pedagogia, Ana

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

CORREIOS

CORREIOS

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

Impresso Especial

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

O Maranhão marcou presença no ENECON através do conselheiro Antonio das Graças Ferreira e da Coordenadora do Curso de Ciências Contábeis da UNDB, Maria de Nazaré dos Anjos Barros que integraram a Comissão Consultiva do evento e o presidente Heraldo de Jesus Campelo foi o coordenador do painel sobre Auditoria e Transparência. Mas isso não é tudo. Uma talentosa acadêmica brilhou e teve seu trabalho científico premiado. Conheça essa história:

Impresso Especial

de trabalhos que discutiram os desafios do profissional da Contabilidade na sociedade atual. Um dos destaques da programação foi a participação da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, que falou sobre sustentabilidade.

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

PREMIAÇÃO

cresceu para receber caravanas de estudantes e profissionais contábeis que foram em busca de atualização de conhecimentos e intercâmbio de experiências sobre a atividade contábil. Foram três dias de atividades com palestras, painéis, apresentação

CORREIOS

“G

estão, Transparência e Sustentabilidade: Um Novo Olhar”. Este foi o tema do 11º Encontro Nordestino de Contabilidade (ENECON), que aconteceu entre os dias 26 e 28 de setembro, em Aracaju. O menor estado do Brasil

REGISTROS CRCMA JANEIRO A SETEMBRO DE 2013 REGISTRO

CONTADOR

TÉCNICO EM CONTABILIDADE

SOCIEDADE E EMPRESARIO

ESCRITORIO INDIVIDUAL

PROFISSIONAL

132

9

---

---

CADASTRAL

---

---

40

16


10

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

CONVERGÊNCIA CONTÁBIL MUDA ESTRUTURAS EM EMPRESAS

E

mpresas brasileiras que estão passando pelo processo de convergência contábil sofreram alterações em suas estruturas, inclusive na estrutura de poder, onde houve maior integração da área contábil com outras áreas organizacionais e melhor conhecimento da companhia por parte do contador. Essa foi uma das principais conclusões da tese de doutorado da professora e contadora Camila Pereira Boscov, defendida recentemente na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP. O objetivo do estudo foi analisar as principais mudanças organizacionais trazidas com o processo de implementação das normas contábeis internacionais, conhecidas como International Financial Reporting Standards (IFRS), nas empresas brasileiras, adotadas a partir de 2010 para as companhias abertas e instituições financeiras. Segundo Camila, essa implementação tem efeitos que vão além das questões técnicas, mudando também o modelo de condução dos negócios e de gestão empresarial. Definidas como um conjunto único de normas contábeis de alta qualidade e aceitas globalmente, as IFRS foram desenvolvidas pelo International Accounting Standard Board (ISASB), um órgão normativo criado em 1973. A adoção das IFRS permitiu às entidades econômicas de diferentes lugares do mundo se comunicarem numa linguagem de negócios global, devido ao uso de um único conjunto de normas contábeis. A tese intitulada Mudanças organizacionais observadas durante o processo de implementação dos pronunciamentos do CPC baseados nas IFRS foi orientada pelo professor Nelson Carvalho, membro do Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC), entidade que lidera a convergência no Brasil. Foram analisadas, em profundidade, no período de agosto a dezembro de 2011, três grandes empresas brasileiras que adotaram as IFRS. MAIS PRESTÍGIO De acordo com o estudo, nas empresas pesquisadas foram criadas,

para implementação e aprovação das normas novas, estruturas de governança com o objetivo de facilitar a comunicação com outras áreas e promover mecanismos de enforcement. “Com o processo de convergência contábil, a área contábil das empresas precisou ampliar seu relacionamento com outras áreas para conseguir informações para suas contabilizações. Em outras palavras, a contabilidade precisou entender muito mais do negócio da empresa e as áreas de negócio passaram a entender os impactos de suas ações nas estruturas de ativos e passivos, no patrimonial empresarial, no resultado das atividades, e no fluxo de caixa delas esperados”, explica Camila Boscov. Com relação às estruturas de poder, a autora constatou que o prestígio do profissional contabilista mudou, já que ele passou a ter uma maior proximidade com o conselho de administração. “O contador ganhou mais prestígio, mais poder dentro da empresa. Agora, ele é chamado previamente para dar opinião sobre o impacto contábil, quando existe uma decisão estratégica a ser tomada”. Camila Boscov destaca, ainda, que o fato de as empresas terem uma sólida estrutura de governança ajudou em todo o processo. Em umas das empresas, as novas políticas contábeis eram aprovadas em diversos comitês internos. “Essa estrutura possibilitou a efetiva aplicação das políticas nas diversas áreas da companhia e estimulou a participação das diversas áreas”, descreve a pesquisadora. Em outra companhia, a situação observada foi a mesma. Os novos procedimentos contábeis eram discutidos com diretores e conselheiros do grupo. Depois disso, eles entraram em vigor nas diversas áreas. Se por um lado houve um comprometimento interno com as mudanças, por outro os entrevistados relataram a dificuldade em convencer empresas parceiras, clientes e stakeholders sobre a necessidade de uma contabilidade mais refinada e a importância da auditoria em questões de consolidação, por exemplo. “Diversas reuniões foram necessárias para convencer que os benefícios superam os custos”, conta. Além disso, a área de relações com os investido-

res recebeu vários questionamentos dos acionistas, principalmente devido a mudanças na base de cálculo de dividendos. Segundo Camila, os investidores passaram a entender mais sobre os procedimentos contábeis e o impacto dessa contabilidade internacional no resultado da organização. OUTROS IMPACTOS Com a implementação das IFRS, as empresas pesquisadas tiveram de realizar diversas alterações em seus sistemas contábeis e o SAP Sistema de Informação (SAP) foi a ferramenta escolhida para isso. Há um consenso de mercado, segundo os entrevistados, de que o SAP é a melhor ferramenta para requerimentos contábeis. Outra mudança é que muitas informações que antes eram usadas somente para fins gerenciais passaram a ser utilizadas pelos sistemas contábeis na confecção das novas demonstrações financeiras. A área financeira precisou entender melhor os impactos do IFRS nas demonstrações contábeis consolidadas para verificar a necessidade de renegociar alguns covenants (cláusulas contratuais de títulos de dívida). A negociação com os bancos foi complexa, uma vez que muitos não entendiam os novos procedimentos contábeis. Por fim, foi possível perceber mudanças nas pessoas com alterações no perfil profissional, gerando uma maior necessidade de treinamentos. “As empresas estavam acostumadas com as normas antigas e não tinham pessoas com formação específica para fazer a transição. Eles tiveram que contratar consultorias externas, realizar treinamentos internos e, por vezes, tiveram que aprender sozinhos as mudanças”, lembra Camila. Este estudo analisou, também, a resistência às mudanças e constatou que elas aconteceram em diferentes intensidades nas três empresas. Em duas das empresas analisadas os números gerados pelas IFRS ainda não são utilizados de forma integral em seus processos de tomada de decisões. (Fonte: Agência USP de Notícias, publicada no Canal Executivo UOL)


11

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

EVENTOS DE APERFEIÇOAMENTO

CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS

GARANTIDA GARANTIDAGARANTIDAGARANTIDA

9912233383-DR/MA 9912233383-DR/MA 9912233383-DR/MA 9912233383-DR/MA DEVOLUÇÃO DEVOLUÇÃO DEVOLUÇÃO DEVOLUÇÃO Cons. Reg. Cons. Contabilidade Reg. Cons. Contabilidade Reg. Cons. Contabilidade Reg. Contabilidade

DEVOLUÇÃO CORREIOS GARANTIDA

• Curso de SPED/EFD/PIS e CO- • Social: SPED reestruturando o DP das empresas, tendo como FINS, ministrado pelo professor palestrante José Luiz Fondacaro. Rânio de Jesus A. Gamita,em Presidente Dutra/MA. • Curso de Perícias Judiciais, realizado em parceria entre o • Curso de Desoneração da Folha CRC-MA e Rui Juliano Perícias. de Pagamento, ministrado por

Impresso Impresso Impresso Impresso Especial Especial Especial Especial

CORREIOS

Impresso Impresso Impresso Impresso Especial Especial Especial Especial

MARANHÃO ELEGE DOIS CONSELHEIROS PARA O CFC Heraldo Campelo e Hermelino de Jesus

CORREIOS

oi realizada no dia 7 de novembro a eleição para a renovação de 2/3 dos membros do Plenário do Conselho Federal de Contabilidade e dois maranhenses integraram a chapa que disputou a eleição. O contador Heraldo de Jesus Campelo, atual presidente do CRC-MA e o técnico em contabilidade Hermelino de Jesus Souza, vice presidente de registro foram eleitos conselheiro efetivo e conselheiro suplente do CFC, respectivamente. A chapa, liderada pelo contador

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

Os eleitos

CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS CORREIOS

GARANTIDAGARANTIDAGARANTIDA GARANTIDA

9912233383-DR/MA 9912233383-DR/MA 9912233383-DR/MA 9912233383-DR/MA DEVOLUÇÃO DEVOLUÇÃO DEVOLUÇÃO DEVOLUÇÃO Cons. Reg. Cons. Contabilidade Reg.Cons. Contabilidade Reg. Cons. Contabilidade Reg. Contabilidade

• Palestra sobre a nova DIEF, com • Curso de Desoneração da Folha de Pagamento, ministrado o Chefe de fiscalização/planejapelo professor Sebastião Lima mento e controle fiscal da SEBalsas/MA. FAZ-MA, Jorge Castro.

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

Impresso Especial

Impresso Especial

O presidente do CRC-MA durante a votação

Núbia Sousa, em São Luís e Codó/MA.

• Curso de SPED FISCAL, ministrado pelo professor Rânio de • Curso de Retenção de Imposto Jesus A. Gamita, em Zé Doca/ de Renda, ministrado pelo proMA. fessor Rânio de Jesus A. Gamita.

F

Heraldo de Jesus Campelo e Martônio Alves Coelho

CORREIOS

Entre os eventos realizados pelo CRC-MA este ano destacam-se:

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

Uma das rotinas mais importantes do CRC-MA é a promoção e realização de eventos voltados para o aprimoramento e valorização do profissional contábil. São encontros, seminários, palestras e cursos sobre questões técnicas da Contabilidade com foco nas mudanças do mercado e na legislação que disciplina a atividade contábil e empresarial. Nestes eventos tem-se a oportunidade de trocar experiências e conhecimentos que contribuem para o melhor atendimento às demandas das empresas e da sociedade como um todo; além de promover a integração dos profissionais.

José Martonio Alves Coelho, foi eleita por unanimidade pelos delegados-eleitores representantes dos 27 Conselhos Regionais de Contabilidade (CRCs) do País. Os conselheiros eleitos serão empossados na primeira sessão plenária de 2014, com mandato até 2017. O presidente Heraldo Campelo avaliou a eleição como o resultado do trabalho capitaneado pelo CFC que tem como foco a valorização da profissão contábil. “Vivemos um momento de unidade em que a classe contábil está reconhecendo e apoiando as ações do Conselho Federal.Com esta eleição vamos dar continuidade a esse trabalho de uma forma ainda mais sólida e com avanços que vão se refletir na dinâmica dos Conselhos Regionais e, principalmente, na imagem que a sociedade tem do profissional contábil”, afirmou Heraldo.


12

Informativo Folha do CRC-MA - Novembro de 2013

SOLIDARIEDADE E AÇÃO

O

CORREIOS

CORREIOS

Impresso Especial

9912233383-DR/MA Cons. Reg. Contabilidade

DEVOLUÇÃO GARANTIDA

dia das crianças não passou em branco para o CRC-MA. Mais uma vez a solidariedade entrou em ação e o conselho fez uma doação de latas de leite em pó ao Centro Educacional e Profissionalizante do Maranhão (CEPROMAR), entidade filantrópica situada no Parque Pindorama. O material doado pelo CRC-MA resultou de doações feitas pela classe contábil em alguns eventos de capacitação promovidos pelo Conselho. O CEPROMAR é uma entidade que presta assistência a crianças e jovens carentes, oportunizando a uma grande comunidade em situação de vulnerabilidade cursos de capacitação, orientação educacional, atividades culturais e ações de preservação ambiental e estímulo à cidadania.

Crc jornal de novembro de 2013 fechado 19112013  
Crc jornal de novembro de 2013 fechado 19112013  
Advertisement