Page 1

Winnie The Pooh

Relatório de Projeto Gráfico Caio Henrique do Rosario Silva Prof. Dr. Cassia Leticia Carrara Produção Gráfica III


Introdução O livro “Winnie-the-Pooh” é um clássico da literatura mundial. A.A. Milne criou esse primeiro conjunto de estórias em 1926, usando os brinquedos de seu filho Christopher Robin como base para o desenvolvimento da grande maioria dos seus personagens. Muito antes de virar uma franquia Disney, os livros de Pooh e seus amigos já eram sucesso de vendas e de alcance. É o único livro traduzido para o latim que chegou os best-sellers do New York Times, para você ter uma ideia da importância de “Winnie-the-Pooh”. O livro conta as aventuras do ursinho de pelúcia Winnie-the-Pooh e seus amigos Piglet, um pequeno porco de brinquedo; Eeyore, um burro de brinquedo; Owl, uma coruja; e Rabbit, um coelho. Os personagens Kanga, um brinquedo canguru, e seu filho Roo são introduzidos mais tarde no livro, no capítulo entitulado “In Wich Kanga and Baby Roo Come to the Forest and Piglet has a Bath.” O saltitante tigre de pelúcia Tigger não é apresentado até o próximo livro da coleção, “The House at Pooh Corner”. A escolha desse livro para a produção dessa proposta gráfica veio de uma necessidade que notei ao fazer uma pesquisa no campo de livros infantis. Por ser um clássico, “Winnie-the-Pooh” e sua coleção, que é composta por mais 3 livros além desse, vem tendo edições muito parecidas com as originais lançadas em 1926 pela editora inglesa Methuen & Co. Com as ilustrações de Ernest H. Shepard, os livros de Milne chegam a ser quadrados e visualmente datados,


não chamando muito atenção do leitor acostumado com capas um pouco mais ousadas. Percebe-se ao olhar as capas e o miolo dos livros que por ser um clássico, ele não foge muito visualmente falando. Minha proposta de projeto gráfico tem o intuito de seguir um padrão que a indústria de livros vem seguindo quando se trata de clássicos: utilizar o design gráfico para agregar um alto valor visual para o leitor, entregando uma experiência a mais a leitura.

Algumas capas de diverentes versões de Winniethe-Pooh.


Capa A capa proposta para “Winnie-the-Pooh” segue a ideia de fazer algo diferente, que fizesse o leitor prestar atenção no livro ao passar por uma livraria ou ao olhar sua lombada em uma prateleira. Também foi proposto um padrão para ser utilizado nos outros livros da coleção “Winnie-the-Pooh”, trocando as ilustrações e a cor principal utilizada pelo livro, criando uma identidade e unindo todos os livros da coleção. Detalhes Técnicos: • Capa Dura com encadernação em cartonagem, com um revestimento fosco. • Ilustração da capa e contra-capa em verniz. • Título da capa e lombada, logo da editora na capa e lombada em impressão em relevo com alta carga de tinta. • Tipografia utilizada: Lao MN, Swift


Proposta de capa para o primeiro livro “Winnie-the-Pooh”, utilizando o laranja como cor principal.

Proposta de capa para o segundo livro “The House At Pooh Corner”, utilizando o azul como cor principal.


Miolo Na diagramação interna do livro, procurou-se fazer uma mistura entre elementos das edições clássicas e uma abordagem mais moderna que encontramos em livros como “Moby Dick” (Cosac Naify, 2008). Como se trata de um livro infantil, a preocupação com a facilidade da leitura e relação imagem/ texto foram os principais pontos de preocupação. O miolo também segue o uso da cor da capa da edição, fazendo alterações visuais nas imagens e nas entradas de capítulo. A tipografia Lao MN, utilizada nas entradas de capítulos, tem um peso bom para destaques e um desenho interessante que combina com a fonte de texto. A família Swift, desenhada por Gerard Unger em 1987, é mundialmente famosa por ser utilizada na indústria editorial, principalmente a de livros. Com 24 pesos diferentes, a Swift é perfeita para um livro como o “Winniethe-Pooh”, que contém passagens de música e conversas entre o narrador e seu filho no meio da estória. As ilustrações de Ernest H. Shepard ganham um destaque especial no livro. Passam de uma decoração para algo importante e de alto valor para o melhor entendimento do texto. A relação imagem/texto que existe nas edições antigas foi mantida, porém as imagens foram colocadas em locais estratégicos que criam uma malha tipográfica interessante ao livro. As entradas de capítulo também dão um destaque e valorizam os desenhos de Shepard.


Detalhes Técnicos: • Para um melhor aproveitamento de papel, foi escolhido o formato de 96x66cm, ficando num tamanho fechado de 16x22cm. • Alta Alvura 90g/m2 • Fontes utilizadas: Lao MN e Swift


Bibliografia Bibliografia em livro MILNE, A.A.; Winnie-the-Pooh; Penguin Group, New York, 2009. MELVILLE, Herman; Moby Dick; São Paulo, Cosac Naify, 2008. POWERS, Alan; Era uma Vez uma Capa; São Paulo, Cosac Naify, 2011. Bibliografia digital ORIGINAL WINNIE THE POOH DRAWINGS. Disponível em: <http:// bibliodyssey.blogspot.com.br/2008/11/original-winnie-pooh-drawings.html>. Acessado em 16 de dezembro de 2013 as 15h26min. WINNIE-THE-POOH COVER 1. Disponível em: < http://bibliodyssey. blogspot.com.br/2008/11/original-winnie-pooh-drawings.html>. Acessado em 16 de dezembro de 2013 as 16h50min WINNIE-THE-POOH COVER 2. Disponível em: <http://static.tvtropes. org/pmwiki/pub/images/winnie-the-pooh-book_1724.png>. Acessado em 16 de dezembro de 2013 as 17h00min. WINNIE-THE-POOH COVER 3. Disponível em: <http://www.inlieuofpreschool.com/wp-content/uploads/2013/02/winnie-the-pooh-aa-milne-71. jpg>. Acessado em 16 de dezembro de 2013 as 17h05min.


Relatório "Winnie-the-Pooh"  

Relatório da proposta acadêmica de projeto gráfico para o livro "Winnie-the-Pooh"

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you